Autor Tópico: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]  (Lida 11306 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline maverickmath

  • Nível 00
  • *
  • Mensagens: 7
Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Online: 11 de Outubro de 2008, 15:31:55 »
Interessante artigo publicado na edição de outubro da Scientific American: http://www.sciam.com/article.cfm?id=never-say-die

Um trecho. Os que já se detiveram seriamente diante da idéia do suicídio (filosoficamente ou como opção real) provavelmente já passaram por especulações como essa:

"Consider the rather startling fact that you will never know you have died. You may feel yourself slipping away, but it isn’t as though there will be a “you” around who is capable of ascertaining that, once all is said and done, it has actually happened. Just to remind you, you need a working cerebral cortex to harbor propositional knowledge of any sort, including the fact that you’ve died—and once you’ve died your brain is about as phenomenally generative as a head of lettuce. In a 2007 article published in the journal Synthese, University of Arizona philosopher Shaun Nichols puts it this way: 'When I try to imagine my own non-existence I have to imagine that I perceive or know about my non-existence. No wonder there’s an obstacle!'"


Offline uiliníli

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 18.107
  • Sexo: Masculino
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #1 Online: 11 de Outubro de 2008, 15:43:03 »
Foi essa conclusão que me levou a perder o medo da morte. Anos de religião engolindo mentirinhas sobre vida após a morte não foram capazes de me trazer o conforto que segundos de lógica trouxeram. Lembro que da primeira vez que li as palavras de Epicuro, que disse que não tinha medo da morte porque no exato momento em que ele morresse ele deixaria de existir e então temer alguma coisa não faria nenhum sentido eu achei o pensamento mais genial do mundo :)

Offline Guardião

  • Nível 19
  • *
  • Mensagens: 582
  • Sexo: Masculino
  • O que não me mata... me torna mais forte...
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #2 Online: 11 de Outubro de 2008, 16:04:11 »
pode ser uilinili, mas ainda estou acostumando com esta ideia, afinal, deixar de existir não é la muito interessante...

Offline JUS EST ARS

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.128
  • Sexo: Masculino
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #3 Online: 11 de Outubro de 2008, 16:09:31 »


Não sabia que a Scientific American também veiculava artigos de filosofia.



Offline uiliníli

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 18.107
  • Sexo: Masculino
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #4 Online: 11 de Outubro de 2008, 16:34:33 »
pode ser uilinili, mas ainda estou acostumando com esta ideia, afinal, deixar de existir não é la muito interessante...

É aí que está... Você nem vai saber que morreu. A gente deve ter medo é de viver de forma desinteressante.

Offline Lua

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.287
  • Sexo: Feminino
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #5 Online: 11 de Outubro de 2008, 17:09:48 »
pode ser uilinili, mas ainda estou acostumando com esta ideia, afinal, deixar de existir não é la muito interessante...
É aí que está... Você nem vai saber que morreu. A gente deve ter medo é de viver de forma desinteressante.

2

Talvez o medo do nada posterior à morte seja um dos principais responsáveis por manter tantas pessoas dentro de religiões buscando uma compensação por uma vida de tribulações e alguns momentos de paz. Como o uili disse, pior não é deixar de viver... pior é saber que a vida se acabará um dia (de uma forma ou de outra ESSA vida terminará um dia) e não viver de uma forma que nos permita dizer que valeu a pena. A melhor forma de aprender a viver é saber que logo não existirá mais vida...
"Ajusto-me a mim, não ao mundo" Anais Nin

"A estupidez insiste sempre." Albert Camus

Offline uiliníli

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 18.107
  • Sexo: Masculino
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #6 Online: 11 de Outubro de 2008, 17:11:52 »
Carpe diem e hakuna matata :biglol:

Offline Lua

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.287
  • Sexo: Feminino
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #7 Online: 11 de Outubro de 2008, 17:14:28 »
Carpe diem e hakuna matata :biglol:

 :ok:

Vivamos enquanto há tempo a ser vivido... E façamos o que deve ser feito porque o amanhã é um segredo para nós... Hum... Acabo de ter algumas idéias... :twisted:
"Ajusto-me a mim, não ao mundo" Anais Nin

"A estupidez insiste sempre." Albert Camus

Offline Guardião

  • Nível 19
  • *
  • Mensagens: 582
  • Sexo: Masculino
  • O que não me mata... me torna mais forte...
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #8 Online: 11 de Outubro de 2008, 17:26:37 »
é... voces tem razão, vamos viver imesamente...

Offline Mussain!

  • Contas Excluídas
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.228
  • Sexo: Masculino
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #9 Online: 11 de Outubro de 2008, 18:21:40 »
Por que temer a morte? Enquanto eu sou, a morte não é; e, quando ela for, eu já não serei. Por que deveria temer o que não pode ser enquanto sou?

Fala dessa. O cego também dá o maior valor a essa.... Eu tô nem aí.... Lá tenho medo de morrer... Sou revoltado.... Quero que tudo se lasque... |(


É brincadeira, apesar de eu não evr graça nessa citação....  :hihi:

Offline uiliníli

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 18.107
  • Sexo: Masculino
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #10 Online: 11 de Outubro de 2008, 18:45:37 »
É essa citação mesma. Fala sério, é genial! Simples, elegante e poderosa.

Offline Tupac

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.902
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #11 Online: 11 de Outubro de 2008, 19:52:04 »
Tambem acho... em duas linhas o cara resumiu nosso maior medo e sua infundada existencia.
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida."
 - Carl Sagan

"O que é afirmado sem argumentos, pode ser descartado sem argumentos." - Navalha de Hitchens

Offline 4 Ton Mantis

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.327
  • Sexo: Masculino
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #12 Online: 13 de Outubro de 2008, 19:58:39 »
A não-existência é realmente algo demasiadamente insuportável para muita gente...
\"Deus está morto\"-Nietzsche

\"Nietzsche está morto\"-Deus

Offline Fenrir

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.433
  • Sexo: Masculino
  • Cave Canem
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #13 Online: 14 de Outubro de 2008, 13:31:37 »
é... voces tem razão, vamos viver imesamente...

E morrer intensamente.

Tipo, gritando e tendo convulsões como atores canastrões em filmes B de terror.

Aaaaarrrrrrggggghhhhhh estao me levando! nãããããoooooo
gasp! cof! (rola no chao)
blargh! (aperta a garganta)
plaft, spluft (esperneia).

Sera que alguem já teve esta ideia?
"Heaven and Earth are not benevolent;
They treat the myriad of creatures as straw dogs"
― Laozi

"No testimony is sufficient to establish a miracle, unless the testimony be of such a kind, that its falsehood would be more miraculous, than the fact, which it endeavors to establish"
― David Hume

“Never argue with an idiot. They will drag you down to their level and beat you with experience.”
― Mark Twain

Offline Luis Dantas

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.195
  • Sexo: Masculino
  • Morituri Delendi
    • DantasWiki
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #14 Online: 14 de Outubro de 2008, 13:41:09 »
A não-existência é realmente algo demasiadamente insuportável para muita gente...

Eu queria entender por que.  Concordo com os outros em que não faz sentido ter qualquer medo do que haja depois da morte.  Vida ruim pode ser sofrida.  Morte só o é para quem fica, não para quem vai.
Wiki experimental | http://luisdantas.zip.net
The stanza uttered by a teacher is reborn in the scholar who repeats the word

Em 18 de janeiro de 2010, ainda não vejo motivo para postar aqui. Estou nos fóruns Ateus do Brasil, Realidade, RV.  Se a Moderação reconquistar meu respeito, eu volto.  Questão de coerência.

Offline 4 Ton Mantis

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.327
  • Sexo: Masculino
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #15 Online: 14 de Outubro de 2008, 19:08:22 »
A não-existência é realmente algo demasiadamente insuportável para muita gente...

Eu queria entender por que.  Concordo com os outros em que não faz sentido ter qualquer medo do que haja depois da morte.  Vida ruim pode ser sofrida.  Morte só o é para quem fica, não para quem vai.

Eu,particularmente,não consigo imaginar não existindo...!  :'( :'(
\"Deus está morto\"-Nietzsche

\"Nietzsche está morto\"-Deus

Offline Lordakner

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.581
  • Sexo: Masculino
  • Disculpen las molestias, esto es una revolución.
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #16 Online: 14 de Outubro de 2008, 19:50:50 »
é... voces tem razão, vamos viver imesamente...

E morrer intensamente.

Tipo, gritando e tendo convulsões como atores canastrões em filmes B de terror.

Aaaaarrrrrrggggghhhhhh estao me levando! nãããããoooooo
gasp! cof! (rola no chao)
blargh! (aperta a garganta)
plaft, spluft (esperneia).

Sera que alguem já teve esta ideia?

3 X Hoje!
“Ante a imagem de Augusto César Sandino e Ernesto Che Guevara, ante a recordação dos heróis e mártires da Nicarágua, da América Latina e de toda a humanidade, ante a história, coloco minha mão sobre a bandeira vermelha e negra, o que significa Pátria Livre ou Morrer."

Offline Felipp Jarbas

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.950
  • Sexo: Masculino
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #17 Online: 14 de Outubro de 2008, 20:28:29 »
Depois que eu morrer serei o mesmo que era antes de 1983.
Se você acha que sua crença é baseada na razão, você a defenderá com argumentos e não pela força e renunciará a ela se seus argumentos se mostrarem inválidos. (Bertrand Russell)
http://pt.wikipedia.org/wiki/Humanismo_secular
http://pt.wikipedia.org/wiki/Liberalismo_social

Offline Contini

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.610
  • Sexo: Masculino
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #18 Online: 14 de Outubro de 2008, 22:27:47 »
Carpe diem e hakuna matata :biglol:

 :ok:

Vivamos enquanto há tempo a ser vivido... E façamos o que deve ser feito porque o amanhã é um segredo para nós... Hum... Acabo de ter algumas idéias... :twisted:

100% :ok:

Eternidade é deixar algo de bom, nem que seja uma mensagem expressa pelo seu modo de viver
"A idade não diminui a decepção que a gente sente quando o sorvete cai da casquinha"  - anonimo

"Eu não tenho medo de morrer, só não quero estar lá quando isso acontecer"  - Wood Allen

    “O escopo da ciência é limitado? Sim, sem dúvida: limitado a tratar daquilo que existe, não daquilo que gostaríamos que existisse.” - André Cancian

Offline maverickmath

  • Nível 00
  • *
  • Mensagens: 7
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #19 Online: 17 de Outubro de 2008, 00:31:33 »
O assunto é a concepção da morte em si, da não-existência pura. Vou primeiro à minha visão anterior (que agora julgo mais ou menos enriquecida com as idéias apresentadas no artigo). Eu sempre tive por mim que a religiosidade é o nosso modo default, evoluído em nossos cérebros por uma razão puramente prática, particularmente útil para nossos antepassados. Eu tentaria ser mais amplo e diria que o nosso modo default não envolve a aplicação extensiva e sufocante de racionalidade pura e ceticismo na maior parte das situações que nos envolvem. Naturalmente, embora talvez seja (ou ao menos tenha sido) “positiva” em um nível individual, sua institucionalização tem resultado em coisas nem sempre agradáveis (sendo extremamente gentil). Alguns, no entanto, podem nascer sem essa capacidade para a fé hard-wired em seus cérebros e ir aos poucos rejeitando eventual doutrinação e outras influências culturais (meu caso); outros podem adquirir essa “maldição” ao longo da vida, talvez a partir de um grande episódio traumático, seja físico ou emocional (uma perda familiar, um tumor cerebral, A convulsão, whatever). Ou o contrário. E há relatos muito claros e numerosos de pessoas céticas que passaram a narrar, até obcecadamente, intensas experiências religiosas após derrame cerebral, por exemplo. A conexão entre alguns tipos de epilepsia e experiências religiosas está estabelecida na literatura, outro exemplo. Nossos cérebros não são estáticos, e talvez alguns de vocês só migrem do ateísmo forte para alguma outra posição caso passem por alguma situação traumatizante; ou nem assim. O que estou dizendo é que, tornar-se ateu a partir do puro raciocínio e argumentação lógica, /indepedente/ da “predisposição” do seu cérebro, digamos assim, deve ser muito difícil e raro.

A proposta do autor do artigo, Jesse Bering, para explicar porque é tão difícil concebermos a morte, é simples, e vem por meio de algo que ele chama de “simulation constraint hypothesis”: ao tentarmos imaginar o que significa estar morto fazemos uso da único ferramenta que temos à disposição para tal tipo de experimento mental, ou seja, todo o nosso histórico de experiências /conscientes/. Como nunca estivemos conscientemente inconscientes, mesmo nossas melhores simulações do puro nada são suficientes. Note que os sonhos vívidos não contam aqui, já que o vazio da inconsciência não pode ser experimentado de fato. Significa que sua própria mortalidade não é falsificável do seu ponto de vista, e assim mesmo os “extintivistas” exibem uma curiosa forma de crença na imortalidade, de permanência eterna no nada ao mesmo tempo em que procuramos alguma forma indireta de “deixar algo para posteridade” (passando adiante nossos genes, escrevendo um livro, etc.).

Se a hipótese de Bering, de que a imortalidade psicológica nos é para todos um modo natural e intuitivo de pensar sobre a morte, é falsificável, a idéia de que a crença no pós-morte é resultado exclusivo de influência culturais e doutrinação religiosa não: vários experimentos acadêmicos com crianças apontam para uma tendência de redução da importância dessas crenças ao longo do tempo (quando racionalmente esperaríamos que, com um maior tempo de exposição à doutrinação — e ao conceito de vida pós-morte em particular — crianças mais velhas mantivessem ou elevassem a importância dessa crença em suas vidas).

O autor também argumenta que, de uma perspectiva puramente evolucionária, uma teoria coerente sobre a morte psicológica sequer é necessária: basta que compreendamos que um cadáver não pode levantar-se e colocar sua vida em risco. Entender a morte psicológica não aumenta nossas chances de sobrevivência, e portanto é evolucionariamente desnecessário. Interessantemente, Bering, atribui à exposição ao conceito de vida pós-morte a importante tarefa de enriquecer e elaborar esse estado cognitivo natural. Ele reconhece que sua teoria não explica, no entanto, a visão fantasticamente irracional da maioria das pessoas de que na vida pós-morte a alma se desprende do seu receptáculo físico e flutua como um balão em direção à eternidade; reconhece também que, desde nossa mais tenra infância, aprendemos que as pessoas não deixam de existir simplesmente porque não as vemos, e que esse tipo “offline social awareness” nos faz assumir tacitamente que as pessoas que conhecemos estão sempre em algum lugar, fazendo alguma coisa.

Offline JUS EST ARS

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.128
  • Sexo: Masculino
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #20 Online: 17 de Outubro de 2008, 00:36:56 »


Já eu sou da opinião que nossa posição default é simplesmente a ignorância. Nem ateu, nem crente, nem agnóstico, ignorante. Por default, nós desconhecemos tal conceito, de maneira que não temos qualquer opinião a respeito.

Somos como orangotangos, chimpanzés, bonobos e gorilas quando nascemos. Aqueles não têm qualquer opinião a respeito de divindades, eis que não conhecem o conceito e são incapazes de realizar pensamentos abstratos sobre o tema, a ponto de emitir uma opinião.

Somos iguais quando nascemos. Ninguém tem uma idéia inicial sobre divindades, simplesmente ignora o conceito. O default é a ignorância.



Offline Eleitor de Mário Oliveira

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.502
  • Sexo: Masculino
    • Lattes
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #21 Online: 17 de Outubro de 2008, 00:56:31 »
Depois que eu morrer serei o mesmo que era antes de 1983.

É essa minha resposta quando as pessoas sabem que eu sou ateu e perguntam o que vai acontecer conosco depois de morto.

Offline Eleitor de Mário Oliveira

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.502
  • Sexo: Masculino
    • Lattes
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #22 Online: 17 de Outubro de 2008, 00:57:11 »
A não-existência é realmente algo demasiadamente insuportável para muita gente...

A idéia de existir para sempre é insuportável para mim.

Offline Tupac

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.902
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #23 Online: 17 de Outubro de 2008, 06:58:12 »
A não-existência é realmente algo demasiadamente insuportável para muita gente...

A idéia de existir para sempre é insuportável para mim.
Sério?
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida."
 - Carl Sagan

"O que é afirmado sem argumentos, pode ser descartado sem argumentos." - Navalha de Hitchens

Offline Eleitor de Mário Oliveira

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.502
  • Sexo: Masculino
    • Lattes
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #24 Online: 17 de Outubro de 2008, 11:49:12 »
A não-existência é realmente algo demasiadamente insuportável para muita gente...

A idéia de existir para sempre é insuportável para mim.
Sério?


Kct! Imagine que chatisse seria!

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!