Autor Tópico: Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos  (Lida 4282 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Price

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.564
  • Manjo das putarias
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #50 Online: 18 de Maio de 2013, 14:21:51 »
http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2013/05/1278706-imposto-de-trabalhadores-de-mesma-renda-pode-variar-ate-10-vezes-diz-bid.shtml
"Sabemos que a Receita Federal brasileira é moderna e já usa vários procedimentos on-line. Mas o sistema tributário é complexo demais, há 15 impostos aonde deveriam haver 3 ou 4. Só no consumo, há 5 impostos incidindo sobre cada mercadoria", disse à Folha uma das autoras da pesquisa, a economista argentina Ana Corbacho.

Me disseram dia desses que no Brasil compensa mais importar que produzir. Não sei se era pra um seguimento ou geral.

Quase todos os bens de consumo, importados de países asiáticos. Vantagem comparativa.
Se você aceitar algumas colocações minhas...
A única e verdadeira razão de eu fazer este comentário em resposta é deixar absolutamente claro que NÃO ACEITO "colocações" suas nem de quem quer que seja.

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.074
  • Sexo: Masculino
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #51 Online: 18 de Maio de 2013, 15:12:12 »
http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2013/05/1278706-imposto-de-trabalhadores-de-mesma-renda-pode-variar-ate-10-vezes-diz-bid.shtml
"Sabemos que a Receita Federal brasileira é moderna e já usa vários procedimentos on-line. Mas o sistema tributário é complexo demais, há 15 impostos aonde deveriam haver 3 ou 4. Só no consumo, há 5 impostos incidindo sobre cada mercadoria", disse à Folha uma das autoras da pesquisa, a economista argentina Ana Corbacho.

Me disseram dia desses que no Brasil compensa mais importar que produzir. Não sei se era pra um seguimento ou geral.

Quase todos os bens de consumo, importados de países asiáticos. Vantagem comparativa.

Qual é o principal fator que torna isso possível? Mão de obra, tributação ou outro fator? Sei que tudo contribui, mas existe um fator que se sobressaia significativamente?
"Deus prefere os ateus"

Offline Price

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.564
  • Manjo das putarias
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #52 Online: 18 de Maio de 2013, 16:55:49 »
http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2013/05/1278706-imposto-de-trabalhadores-de-mesma-renda-pode-variar-ate-10-vezes-diz-bid.shtml
"Sabemos que a Receita Federal brasileira é moderna e já usa vários procedimentos on-line. Mas o sistema tributário é complexo demais, há 15 impostos aonde deveriam haver 3 ou 4. Só no consumo, há 5 impostos incidindo sobre cada mercadoria", disse à Folha uma das autoras da pesquisa, a economista argentina Ana Corbacho.

Me disseram dia desses que no Brasil compensa mais importar que produzir. Não sei se era pra um seguimento ou geral.

Quase todos os bens de consumo, importados de países asiáticos. Vantagem comparativa.

Qual é o principal fator que torna isso possível? Mão de obra, tributação ou outro fator? Sei que tudo contribui, mas existe um fator que se sobressaia significativamente?

Mão-de-obra barata e abundante, tributação baixa e/ou fácil de ser tratada, condições de câmbio e juros, facilidade para contrair empréstimos, pátios industriais desenvolvidos, estabilidade política, infraestrutura (para escoamento de produção) e muitos outros fatores. Todos têm importância, não exatamente a mesma, claro.
Se você aceitar algumas colocações minhas...
A única e verdadeira razão de eu fazer este comentário em resposta é deixar absolutamente claro que NÃO ACEITO "colocações" suas nem de quem quer que seja.

Offline DDV

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.724
  • Sexo: Masculino
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #53 Online: 18 de Maio de 2013, 21:22:24 »
http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2013/05/1278706-imposto-de-trabalhadores-de-mesma-renda-pode-variar-ate-10-vezes-diz-bid.shtml
"Sabemos que a Receita Federal brasileira é moderna e já usa vários procedimentos on-line. Mas o sistema tributário é complexo demais, há 15 impostos aonde deveriam haver 3 ou 4. Só no consumo, há 5 impostos incidindo sobre cada mercadoria", disse à Folha uma das autoras da pesquisa, a economista argentina Ana Corbacho.

Me disseram dia desses que no Brasil compensa mais importar que produzir. Não sei se era pra um seguimento ou geral.

Quase todos os bens de consumo, importados de países asiáticos. Vantagem comparativa.

Não é vantagem comparativa, é absoluta mesmo.

Seria vantagem comparativa se o Brasil pudesse produzir tecidos de forma mais eficiente do que estes países, optando no entanto por produzir algo no qual o Brasil é ainda mais eficiente, "delegando" os tecidos para os mesmos.

Não acredite em quem lhe disser que a verdade não existe.

"O maior vício do capitalismo é a distribuição desigual das benesses. A maior virtude do socialismo é a distribuição igual da miséria." (W. Churchill)

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.582
  • Sexo: Masculino
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #54 Online: 19 de Maio de 2013, 01:23:02 »
Por exemplo?
[...]
Pra falar verdade, não entendi o porque da sua pergunta com uma coisa tão óbvia.

Não, ela não é óbvia pelo contexto do tópico. Explico.

Não há dúvida que o Brasil tem um serviço público. Este país não está em colapso como algumas regiões africanas. Ou seja, eu concordo quando você se queixa de 'falácia da generalização' para quem afirma que o serviço público é inexistente ou totalmente ridículo, o que não é verdade, pois para isto todos os serviços de todas as três esferas de poder de todos entes da União deveriam ser medíocres.


O lixo é recolhido,

Geralmente sob a forma de concessão, ou seja, por um ente privado.


tem policiais e viaturas a disposição para chamadas e ocorrências 24 horas ( essa semana precisei ),

No Paraná só existe uma certa agilidade para os casos de crimes contra a vida. Nos demais casos eles demoram para responder e alguns sequer são atendidos (acidentes de trânsito sem vítimas).


tem hospitais públicos à disposição,

Tem. Realmente.

Mas o padrão de atendimento é muito sofrível, para ser gentil.


tem fiscalização sanitária em restaurantes e supermercados,

Sim. Em algumas cidades.


tem postos de saúde em cada bairro ( meu filho foi tomar uma vacina hoje e la´havia uma farmácia para distribuição de remédios),

É o mesmo caso dos hospitais públicos.


tenho um fórum a disposição,

E que para ser usado depende de uma estrutura burocrática monstruosa e dispendiosa. Sem contar que os serviços são caros.


Tem manutenção das vias e praças públicas pela prefeitura, etc...

E que geralmente são precários, a não ser que algum grande interesse esteja envolvido.



Resumindo: Há serviços públicos no Brasil, sem dúvida. Mas eles são em sua maioria precários por causa da ausência de gestão profissional, da corrupção latente, do corporativismo funcional e da alienação da Sociedade. Geralmente, os melhores serviços são aqueles em que há interesse direto de agentes do Estado, como é o caso da RFB.
Foto USGS

Offline Price

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.564
  • Manjo das putarias
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #55 Online: 19 de Maio de 2013, 02:15:55 »
http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2013/05/1278706-imposto-de-trabalhadores-de-mesma-renda-pode-variar-ate-10-vezes-diz-bid.shtml
"Sabemos que a Receita Federal brasileira é moderna e já usa vários procedimentos on-line. Mas o sistema tributário é complexo demais, há 15 impostos aonde deveriam haver 3 ou 4. Só no consumo, há 5 impostos incidindo sobre cada mercadoria", disse à Folha uma das autoras da pesquisa, a economista argentina Ana Corbacho.

Me disseram dia desses que no Brasil compensa mais importar que produzir. Não sei se era pra um seguimento ou geral.

Quase todos os bens de consumo, importados de países asiáticos. Vantagem comparativa.

Não é vantagem comparativa, é absoluta mesmo.

Seria vantagem comparativa se o Brasil pudesse produzir tecidos de forma mais eficiente do que estes países, optando no entanto por produzir algo no qual o Brasil é ainda mais eficiente, "delegando" os tecidos para os mesmos.


Não é somente este cenário que você mencionou que determina uma vantagem comparativa.
Na China os fatores de produção não são necessariamente mais eficientes do que no Brasil, e o que conta muito em sua superioridade na comparação são fatores políticos e estruturais que estão muito além da produção. A vantagem não é absoluta.
Se você aceitar algumas colocações minhas...
A única e verdadeira razão de eu fazer este comentário em resposta é deixar absolutamente claro que NÃO ACEITO "colocações" suas nem de quem quer que seja.

Offline DDV

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.724
  • Sexo: Masculino
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #56 Online: 19 de Maio de 2013, 12:33:50 »
http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2013/05/1278706-imposto-de-trabalhadores-de-mesma-renda-pode-variar-ate-10-vezes-diz-bid.shtml
"Sabemos que a Receita Federal brasileira é moderna e já usa vários procedimentos on-line. Mas o sistema tributário é complexo demais, há 15 impostos aonde deveriam haver 3 ou 4. Só no consumo, há 5 impostos incidindo sobre cada mercadoria", disse à Folha uma das autoras da pesquisa, a economista argentina Ana Corbacho.

Me disseram dia desses que no Brasil compensa mais importar que produzir. Não sei se era pra um seguimento ou geral.

Quase todos os bens de consumo, importados de países asiáticos. Vantagem comparativa.

Não é vantagem comparativa, é absoluta mesmo.

Seria vantagem comparativa se o Brasil pudesse produzir tecidos de forma mais eficiente do que estes países, optando no entanto por produzir algo no qual o Brasil é ainda mais eficiente, "delegando" os tecidos para os mesmos.


Não é somente este cenário que você mencionou que determina uma vantagem comparativa.
Na China os fatores de produção não são necessariamente mais eficientes do que no Brasil, e o que conta muito em sua superioridade na comparação são fatores políticos e estruturais que estão muito além da produção. A vantagem não é absoluta.

A causa da vantagem não importa para a definição.





Vantagem Absoluta => O país A produz uma mercadoria X de forma mais eficiente do que o país B.

Vantagem Comparativa => O país A produz a mercadoria X de forma mais eficiente do que o país B, entretanto produz a mercadoria Y de forma ainda mais eficiente, sendo-lhe mais vantajoso concentrar-se na produção da mesma e importar a mercadoria X do país B.

Não acredite em quem lhe disser que a verdade não existe.

"O maior vício do capitalismo é a distribuição desigual das benesses. A maior virtude do socialismo é a distribuição igual da miséria." (W. Churchill)

Offline Partiti

  • Conselheiros
  • Nível 29
  • *
  • Mensagens: 1.502
  • Sexo: Masculino
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #57 Online: 19 de Maio de 2013, 20:17:37 »
Vantagem Absoluta => O país A produz uma mercadoria X de forma mais eficiente do que o país B.

Vantagem Comparativa => O país A produz a mercadoria X de forma mais eficiente do que o país B, entretanto produz a mercadoria Y de forma ainda mais eficiente, sendo-lhe mais vantajoso concentrar-se na produção da mesma e importar a mercadoria X do país B.

Na verdade, se entende por Vantagem Comparativa simplesmente porque o país A é mais eficiente que o B na produção do bem, daí vem a comparação:

http://en.wikipedia.org/wiki/Comparative_advantage
"Trully, if there's evil in this world, it lies within the hearts of mankind" - Edward D. Morrison

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #59 Online: 19 de Maio de 2013, 21:10:22 »
Parece que a China realmente tem vantagem absoluta sobre o Brasil.

Citar
In economics, the principle of absolute advantage refers to the ability of a party (an individual, or firm, or country) to produce more of a good or service than competitors, using the same amount of resources.[1][2][3][4][5][6] Adam Smith first described the principle of absolute advantage in the context of international trade, using labor as the only input.
Since absolute advantage is determined by a simple comparison of labor productivities, it is possible for a party to have no absolute advantage in anything;[7] in that case, according to the theory of absolute advantage, no trade will occur with the other party.[8] It can be contrasted with the concept of comparative advantage which refers to the ability to produce a particular good at a lower opportunity cost.
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline DDV

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.724
  • Sexo: Masculino
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #60 Online: 19 de Maio de 2013, 21:35:50 »
Vantagem Absoluta => O país A produz uma mercadoria X de forma mais eficiente do que o país B.

Vantagem Comparativa => O país A produz a mercadoria X de forma mais eficiente do que o país B, entretanto produz a mercadoria Y de forma ainda mais eficiente, sendo-lhe mais vantajoso concentrar-se na produção da mesma e importar a mercadoria X do país B.

Na verdade, se entende por Vantagem Comparativa simplesmente porque o país A é mais eficiente que o B na produção do bem, daí vem a comparação:

http://en.wikipedia.org/wiki/Comparative_advantage


???

Isso aí que você disse é o que se chama de Vantagem Absoluta. Vantagem Comparativa inclui também custos de oportunidade. Leia os primeiros parágrafos do artigo que você citou.

É devido à existência da Vantagem Comparativa que o comércio sempre será potencialmente vantajoso para um determinado país mesmo que ele tenha vantagem absoluta na produção de todos os bens que demanda.
Não acredite em quem lhe disser que a verdade não existe.

"O maior vício do capitalismo é a distribuição desigual das benesses. A maior virtude do socialismo é a distribuição igual da miséria." (W. Churchill)

Offline Partiti

  • Conselheiros
  • Nível 29
  • *
  • Mensagens: 1.502
  • Sexo: Masculino
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #61 Online: 20 de Maio de 2013, 13:41:45 »
Verdade, vocês estão certos, na correria confundi as coisas.
"Trully, if there's evil in this world, it lies within the hearts of mankind" - Edward D. Morrison

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #62 Online: 01 de Junho de 2015, 21:35:49 »
Obra do nosso governo (não apenas desse)

http://tab.uol.com.br/desigualdade-social/
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.723
  • Sexo: Masculino
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #63 Online: 31 de Maio de 2018, 10:41:39 »
Lá vai:

http://economia.estadao.com.br/noticias/economia,arrecadacao-de-impostos-per-capita-no-brasil-e-um-terco-da-de-paises-ricos,123836,0.htm









Rico é menos taxado no Brasil do que na maioria do G20


Mariana Schreiber
Da BBC Brasil em Londres
14 março 2014

Compartilhe este post com Facebook Compartilhe este post com Twitter Compartilhe este post com Messenger Compartilhe este post com Email Compartilhar
Direito de imagemABR

Image caption

Itália e Índia têm os maiores impostos do G20

Reclamar dos impostos é hábito comum da elite brasileira. Mas uma comparação internacional mostra que a parcela mais abastada da população não paga tantos tributos assim. Estudos indicam que são justamente os mais pobres que mais contribuem para custear os serviços públicos no país.


Levantamento da PricewaterhouseCoopers (PWC) feito com exclusividade para a BBC Brasil revela que o imposto de renda cobrado da classe média alta e dos ricos no Brasil é menor que o praticado na grande maioria dos países do G20 – grupo que reúne as 19 nações de maior economia do mundo mais a União Europeia.


A consultoria comparou três faixas de renda anual: 70 mil libras, 150 mil libras e 250 mil libras – renda média mensal de cerca de R$ 23 mil, R$ 50 mil e R$ 83 mil, respectivamente, valores que incorporam mensalmente o 13º salário, no caso dos que o recebem.


Nas três comparações, os brasileiros pagam menos imposto de renda do que a maioria dos contribuintes dos 19 países do G20.


Nas duas maiores faixas de renda analisadas, o Brasil é o terceiro país de menor alíquota. O contribuinte brasileiro que ganha mensalmente, por exemplo, cerca de R$ 50 mil fica com 74% desse valor após descontar o imposto. Na média dos 19 países, o que resta após o pagamento do imposto é 67,5%.


Já na menor faixa analisada, o Brasil é o quarto país que menos taxa a renda, embora nesse caso a distância em relação aos demais diminua. Quem ganha por ano o equivalente a 75 mil libras (cerca de R$ 23 mil por mês), tem renda líquida de 75,5% no Brasil e de 72% na média do G20.


As maiores alíquotas são típicas de países europeus, onde há sistemas de bem estar social consolidados, mas estão presentes também em alguns países emergentes.


Na Itália, por exemplo, praticamente metade da renda das pessoas de classe média alta ou ricas vai para os cofres públicos. Na Índia, cerca de 40% ou mais, assim como no Reino Unido e na África do Sul, quando consideradas as duas faixas de renda mais altas em análise.


Carga alta

Apesar de a comparação internacional revelar que os brasileiros mais abastados pagam menos imposto de renda, a carga tributária brasileira – ou seja, a relação entre tudo que é arrecadado em tributos e a renda total do país (o PIB) - é mais alta do que a média.


Na média do G20, 26% da renda gerada no país vão para os governos por meio de impostos, enquanto no Brasil o índice é de 35%, mostram dados compilados pela Heritage Foundation. No grupo, apenas os países da Europa ocidental têm carga tributária maior – França e Itália são as campeãs, com mais de 40%.


O que está por trás do tamanho da carga tributária brasileira é o grande volume de impostos indiretos, ou seja, tributos que incidem sobre produção e comercialização – que no fim das contas são repassados ao consumidor final.


Direito de imagemARQUIVO PESSOAL
Image caption

Olenike critica 'injustiças tributárias'

Segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), impostos indiretos representam cerca de 40% da carga tributária brasileira, enquanto os diretos (impostos sobre renda e capital) são 28%. Contribuições previdenciárias são outra parcela relevante.


O grande problema é que esses impostos indiretos são iguais para todos e por isso acabam, proporcionalmente, penalizando mais os mais pobres. Por exemplo, o tributo pago quando uma pessoa compra um saco de arroz ou um bilhete de metrô será o mesmo, independentemente de sua renda. Logo, significa uma proporção maior da remuneração de quem ganha menos.


O governo taxa mais a produção e o consumo porque esse tipo de tributo é mais fácil de fiscalizar que o cobrado sobre a renda, observa o presidente do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação, João Eloi Olenike.


"De tanto se preocupar em combater a sonegação, o governo acaba criando injustiças tributárias", afirma.

Concentração de renda

Os governos federal, estaduais e municipais administram juntos uma fatia muito relevante da renda nacional. Por isso, a forma como arrecadam e gastam tem impacto direto na distribuição de renda.

Direito de imagemABR
Image caption
Sistema tributário concentra renda no Brasil

Se por um lado os benefícios sociais e os gastos com saúde e educação públicas contribuem para a redução da desigualdade, o fato do poder público taxar proporcionalmente mais os pobres significa que ao arrecadar os tributos atua no sentido oposto, de concentrar renda.


Um estudo de economistas do Ipea e da Fundação Getulio Vargas (FGV) mostra que, no Brasil, o Índice de Gini – indicador que mede a concentração de renda – sobe após a arrecadação de impostos e recua após os gastos públicos.


Segundo estimativas com dados de 2009, o índice era de 0,591, ao se considerar a renda original da população (antes do recebimento de benefícios sociais e tributos). O número recuava para 0,560 após o pagamento de benefícios como aposentadorias, pensões e Bolsa Família, mas subia novamente para 0,565 após considerar o pagamento de tributos.


O índice volta a cair após se analisar os impactos dos gastos públicos que mais reduzem a distribuição de renda, as despesas com saúde e educação, já que a maioria dos beneficiários desses serviços são os mais pobres. A partir de dados oficias sobre o uso desses serviços, os economistas estimaram que esses gastos públicos reduziam o índice de Gini para 0,479 em 2009.


O saldo geral disso tudo é que, após o governo arrecadar e gastar, a desigualdade de renda caía 19% naquele ano. Mas num país tão desigual, a queda precisa ser maior, afirma Fernado Gaiger, um dos autores da pesquisa: "O tributo tem uma função de coesão social".


Direito de imagemARQUIVO PESSOAL
Image caption
Mansueto defende que rico pague mais imposto


Não há boas comparações internacionais recentes disponíveis para a questão, mas um estudo de anos atrás do Banco Mundial, indica que, em países europeus, a queda da desigualdade é de mais de 30% após a intervenção do Estado, mesmo sem se considerar os gastos em saúde e educação.


Mudanças nos impostos


Os quatro especialistas ouvidos pela BBC Brasil defenderam a redução dos impostos indiretos, que penalizam mais os pobres, e a elevação da taxação sobre renda, propriedade e herança. "Seria uma questão de justiça tributária", diz o especialista em contas públicas Mansueto Almeida.


Gaiger, por exemplo, propõe que haja mais duas alíquotas de Imposto de Renda – uma de 35% para quem ganha por mês entre R$ 6 mil e R$ 13,7 mil e outra de 45% para quem recebe mais que isso.


Hoje, a taxa máxima é de 27,5%, para todos que recebem acima de R$ 4.463,81. Muitos não sabem, mas essas alíquotas são "marginais". Ou seja, apenas a parcela da renda acima desse limite é tributado pela alíquota máxima, não a renda toda.


Quem ganha mais no Brasil?


111.893 recebem mais de R$ 20 mil por mês

23.554 recebem mais de R$ 45 mil por mês

11.851 recebem mais de R$ 75 mil por mês

Fonte: Censo 2010 (IBGE)

No entanto, os especialistas observam que embora seja justo ter mais alíquotas, isso não tem impacto relevante em termos de arrecadação, porque uma parcela muito pequena da população tem renda dessa magnitude. Segundo o IBGE, apenas 111.893 pessoas em todo o país disseram ao Censo de 2010 receber mais de R$ 20 mil por mês.


O mais importante, defendem, é reduzir as possibilidades de descontos no Imposto de Renda. Hoje, por exemplo, é possível abater do imposto devido gastos privados com saúde e educação. Na prática, isso significa que o Estado está subsidiando serviços privados justamente para a parcela da população de maior renda, ou seja, que precisa menos. "É o bolsa rico", diz Gaiger.


Para 2014, a previsão é de que a Receita Federal deixará de arrecadar R$ 35,2 bilhões por causas de descontos e isenções desse tipo. Desse total, R$ 10,7 bilhões são deduções de gastos com saúde e R$ 4,1 bilhão de gastos com educação – somados equivalem a 13% do total dos gastos federais previstos para as duas áreas neste ano (R$ 113,6 bilhões).


Impostos demais?


Apesar de ser lugar comum criticar o tamanho da carga tributária do Brasil, estudiosos do tema dizem que não há um número ideal.

O tamanho da carga tributária é uma escolha da sociedade

Samuel Pessoa, economista


"O tamanho da carga é uma escolha da sociedade. Se as pessoas quiserem serviços públicos universais e benefícios sociais, o recolhimento de impostos terá que ser maior. Se quisermos que o educação e a saúde seja apenas privada, por exemplo, a carga poderá ser menor", observa Samuel Pessoa, da FGV.


Na sua avaliação, a discussão mais importante não é a redução da carga tributária, mas mudar sua estrutura e simplificá-la, para diminuir as desigualdades e reduzir os custos das empresas com burocracia.



http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2014/03/140313_impostos_ricos_ms


Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.723
  • Sexo: Masculino
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #64 Online: 31 de Maio de 2018, 10:47:04 »

Arrecadação de impostos per capita no Brasil é um terço da de países ricos



Para ter um serviço público equivalente ao de países ricos, a arrecadação de impostos brasileira teria de atingir 106% do PIB - o que é impossível
11
 
         
Silvio Guedes Crespo, do Economia & Negócios,

21 Agosto 2012 | 07h00



SÃO PAULO - Os impostos pagos no Brasil precisariam triplicar para que o Estado tivesse condições de oferecer à população um serviço público equivalente ao de países ricos, mostram dados da OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico). Isso significa que a arrecadação de tributos deveria atingir 106% do PIB (produto interno bruto) - o que é impossível.

PUBLICIDADE

inRead invented by Teads


Juntos, os governos dos países do G-7 arrecadaram US$ 8,729 trilhões em 2010 em cima de uma economia que produziu conjuntamente US$ 29,320 trilhões. O resultado é uma carga tributária de 29,77% do PIB. Já no Brasil, os tributos equivaleram a 33,56% da economia, segundo a Receita Federal.


No entanto, no grupo dos sete países ricos, o PIB por habitante é de US$ 39.675, enquanto no Brasil é de apenas US$ 11.314. Considerando a carga tributária citada acima, o Estado brasileiro arrecadou naquele ano US$ 3.797 em impostos por habitante. Já os governos dos países do G-7 obtiveram US$ 11.811 para gastar com cada morador, mais que o triplo do verificado no Brasil.


Em outras palavras, para tentar oferecer serviço público equivalente ao dos países do G-7 sem mexer na arrecadação, o Estado brasileiro deveria ser pelo menos três vezes mais eficiente - por exemplo, deveria ser capaz de construir três hospitais com o dinheiro que as nações ricas erguem apenas um.


Esses cálculos levam em conta o tamanho da economia de cada país. Por exemplo, o PIB dos Estados Unidos equivale a 50% da economia total do G-7 e por isso sua carga tributária tem peso de 50% no cálculo da carga média.


Outra possibilidade é calcular a média simples, somando a arrecadação por habitante dos países do G-7 e dividindo o resultado por sete. Nesse caso, a receita de tribiutos por pessoa é de US$ 12.268. No Brasil, para atingir esse nível, seria preciso uma carga tributária de 108% do PIB.


A comparação usou os cálculos do FMI de paridade do poder de compra, que permitem uma comparação mais precisa considerando a diferença do poder de compra nos países.


Ineficiência


Além de o Estado brasileiro ter uma arrecadação de impostos per capita bem menor do que as nações ricas, há indicadores de que ele é pouco eficiente, conforme observa o professor Nelson Beltrame, da FIA (Fundação Instituto de Administração). "Existe muito espaço para aprimorar o serviço público", afirma.


Um estudo do Movimento Brasil Eficiente, por exemplo, mostra que, entre 50 nações com um nível de gasto público per capita em saúde próximo ao que temos no Brasil, 32 têm taxa de mortalidade infantil menor do que a nossa.


Para Beltrame, a desburocratização do setor público e um "choque de gestão" possibilitariam ao Estado fazer mais com o dinheiro que já tem. Um exemplo, segundo ele, é o da Receita Federal, que aperfeiçoou seu sistema e conseguiu maior eficiência. "Nos últimos três anos, as máquinas fiscais acordaram para a necessidade de informatização e houve uma verdadeira revolução da arrecadação (de impostos). Isso poderia ser repetido em outras áreas", sugere.


https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,arrecadacao-de-impostos-per-capita-no-brasil-e-um-terco-da-de-paises-ricos,123836e



Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.723
  • Sexo: Masculino
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #65 Online: 31 de Maio de 2018, 10:54:13 »
Muito bonito e sexy, o problema é que nada disso tem o mínimo aceitável de qualidade. Nós pagamos os mais altos impostos do mundo (e isso não é força de expressão) e o pouco que volta é desumano e degradante.

As estradas são verdadeiras roletas russas, segurança pública beira o inexistente, pessoas morrendo em corredores de hospitais, horas para ser atendido por uma funcionária com cara de cu em um posto de saúde, leite sendo vendido com formol por meses, justiça extremamente lenta e ineficiente, sistema carcerário risível, educação pública que nos faz passar vexame a cada ranking divulgado...

Pra falar a verdade, é tão obvio que o que recebemos de volta do Estado não é nem 1/10 do que daria para fazer com o tanto de imposto pago, que eu não entendo como alguém pode sequer pensar em falar que seu dinheiro volta em forma de serviços.

Eu acho que o serviço público não é de primeiro mundo, mas também não é o caos que querem pintar.



Concordo, isso é papo  de  muitos  riquinhos  novos liberaizinhos brasileiros  que obviamente  não precisam de alguns  tipos de serviços públicos.



Offline Euler1707

  • Nível 22
  • *
  • Mensagens: 821
  • Sexo: Masculino
  • não há texto pessoal
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #66 Online: 31 de Maio de 2018, 11:25:42 »
Muito bonito e sexy, o problema é que nada disso tem o mínimo aceitável de qualidade. Nós pagamos os mais altos impostos do mundo (e isso não é força de expressão) e o pouco que volta é desumano e degradante.

As estradas são verdadeiras roletas russas, segurança pública beira o inexistente, pessoas morrendo em corredores de hospitais, horas para ser atendido por uma funcionária com cara de cu em um posto de saúde, leite sendo vendido com formol por meses, justiça extremamente lenta e ineficiente, sistema carcerário risível, educação pública que nos faz passar vexame a cada ranking divulgado...

Pra falar a verdade, é tão obvio que o que recebemos de volta do Estado não é nem 1/10 do que daria para fazer com o tanto de imposto pago, que eu não entendo como alguém pode sequer pensar em falar que seu dinheiro volta em forma de serviços.

Eu acho que o serviço público não é de primeiro mundo, mas também não é o caos que querem pintar.



Concordo, isso é papo  de  muitos  riquinhos  novos liberaizinhos brasileiros  que obviamente  não precisam de alguns  tipos de serviços públicos.
Disserte, não "espantalhe". Seja um bom forista, e não um Troll.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.723
  • Sexo: Masculino
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #67 Online: 31 de Maio de 2018, 11:36:34 »
Muito bonito e sexy, o problema é que nada disso tem o mínimo aceitável de qualidade. Nós pagamos os mais altos impostos do mundo (e isso não é força de expressão) e o pouco que volta é desumano e degradante.

As estradas são verdadeiras roletas russas, segurança pública beira o inexistente, pessoas morrendo em corredores de hospitais, horas para ser atendido por uma funcionária com cara de cu em um posto de saúde, leite sendo vendido com formol por meses, justiça extremamente lenta e ineficiente, sistema carcerário risível, educação pública que nos faz passar vexame a cada ranking divulgado...

Pra falar a verdade, é tão obvio que o que recebemos de volta do Estado não é nem 1/10 do que daria para fazer com o tanto de imposto pago, que eu não entendo como alguém pode sequer pensar em falar que seu dinheiro volta em forma de serviços.

Eu acho que o serviço público não é de primeiro mundo, mas também não é o caos que querem pintar.



Concordo, isso é papo  de  muitos  riquinhos  novos liberaizinhos brasileiros  que obviamente  não precisam de alguns  tipos de serviços públicos.
Disserte, não "espantalhe". Seja um bom forista, e não um Troll.


Pare de querer comandar os outros foristas. 


Aqui a coisa mais comum é fazer ataques genéricos e muitas vezes bastante virulentos a pessoas de esquerda (e a partidos e movimentos de esquerda).   E outros foristas não aparecem dando ordens e  repreendendo  por causas de tais  ataques contra a esquerda.


Tem gente aqui que fala até em morte de pessoas da esquerda.


Por acaso aqui só pode  atacar a esquerda ?  A direita deve ser protegida ?





 
« Última modificação: 31 de Maio de 2018, 11:43:19 por JJ »

Offline Euler1707

  • Nível 22
  • *
  • Mensagens: 821
  • Sexo: Masculino
  • não há texto pessoal
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #68 Online: 31 de Maio de 2018, 11:48:08 »
Muito bonito e sexy, o problema é que nada disso tem o mínimo aceitável de qualidade. Nós pagamos os mais altos impostos do mundo (e isso não é força de expressão) e o pouco que volta é desumano e degradante.

As estradas são verdadeiras roletas russas, segurança pública beira o inexistente, pessoas morrendo em corredores de hospitais, horas para ser atendido por uma funcionária com cara de cu em um posto de saúde, leite sendo vendido com formol por meses, justiça extremamente lenta e ineficiente, sistema carcerário risível, educação pública que nos faz passar vexame a cada ranking divulgado...

Pra falar a verdade, é tão obvio que o que recebemos de volta do Estado não é nem 1/10 do que daria para fazer com o tanto de imposto pago, que eu não entendo como alguém pode sequer pensar em falar que seu dinheiro volta em forma de serviços.

Eu acho que o serviço público não é de primeiro mundo, mas também não é o caos que querem pintar.



Concordo, isso é papo  de  muitos  riquinhos  novos liberaizinhos brasileiros  que obviamente  não precisam de alguns  tipos de serviços públicos.
Disserte, não "espantalhe". Seja um bom forista, e não um Troll.


Pare de querer comandar os outros foristas. 


Aqui a coisa mais comum é fazer ataques genéricos e muitas vezes bastante virulentos a pessoas de esquerda (e a partidos e movimentos de esquerda).   E outros foristas não aparecem dando ordens e  repreendendo  por causas de tais  ataques contra a esquerda.


Tem gente aqui que fala até em morte de pessoas da esquerda.


Por acaso aqui só pode  atacar a esquerda ?  A direita deve ser protegida ?
Ah é?
Então porque você não dá o exemplo, ao invés de justificar suas provocações trollísticas com um tu quoque?

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.723
  • Sexo: Masculino
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #69 Online: 31 de Maio de 2018, 11:54:31 »

Ah é?
Então porque você não dá o exemplo, ao invés de justificar suas provocações  com um tu quoque?


Cara,  se tais ataques genéricos  contra esquerda ou direita  fossem contra as regras do fórum  vários foristas já deveriam ter sido advertidos. 

Como não foram, então certamente  não é contra as regras do fórum.  Se não é contra as regras, então  pare de querer controlar  tais  postagens e pare de querer bancar o controlador e censor  do fórum.

« Última modificação: 31 de Maio de 2018, 12:02:04 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.723
  • Sexo: Masculino
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #70 Online: 31 de Maio de 2018, 11:56:58 »


E olha que o que eu escrevi foi extremamente leve se comparado com várias outras mensagens contra a esquerda, que inclusive  desumanizam pessoas de esquerda de forma semelhante a desumanização que nazistas fizeram com outros grupos.


 
« Última modificação: 31 de Maio de 2018, 12:00:25 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.723
  • Sexo: Masculino
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #71 Online: 31 de Maio de 2018, 11:58:22 »

E nem por isso eu  fico  querendo comandar e repreender  foristas que fazem tais ataques  virulentos à esquerda.



Offline Euler1707

  • Nível 22
  • *
  • Mensagens: 821
  • Sexo: Masculino
  • não há texto pessoal
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #72 Online: 31 de Maio de 2018, 12:07:38 »

Ah é?
Então porque você não dá o exemplo, ao invés de justificar suas provocações  com um tu quoque?


Cara,  se tais ataques genéricos  contra esquerda ou direita  fossem contra as regras do fórum  vários foristas já deveriam ter sido advertidos. 

Como não foram então certamente  não é contra as regras do fórum.  Se não é contra as regras, então  pare de querer controlar  tais  postagens e pare de querer bancar o dono do fórum.

Art. 24 – É proibido aos foristas:
II – O uso de sofismas para debater ou qualquer artifício ardil com o único intuito de tumultuar e desagregar os debates;


Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.723
  • Sexo: Masculino
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #73 Online: 31 de Maio de 2018, 12:14:52 »

Ah é?
Então porque você não dá o exemplo, ao invés de justificar suas provocações  com um tu quoque?


Cara,  se tais ataques genéricos  contra esquerda ou direita  fossem contra as regras do fórum  vários foristas já deveriam ter sido advertidos. 

Como não foram então certamente  não é contra as regras do fórum.  Se não é contra as regras, então  pare de querer controlar  tais  postagens e pare de querer bancar o dono do fórum.

Art. 24 – É proibido aos foristas:
II – O uso de sofismas [...]





Uso de sofismas,  não é incomum por aqui,   ad  hominens  (e outros)  por exemplo são amplamente usados.  Se essa regra for  seguida a ferro e fogo, então  provavelmente não sobrará  muita coisa escrita por aqui.


« Última modificação: 31 de Maio de 2018, 12:23:21 por JJ »

Offline Euler1707

  • Nível 22
  • *
  • Mensagens: 821
  • Sexo: Masculino
  • não há texto pessoal
Re:Brasil tem a maior desigualdade horizontal do mundo no pagamento de impostos
« Resposta #74 Online: 31 de Maio de 2018, 12:37:07 »


E olha que o que eu escrevi foi extremamente leve se comparado com várias outras mensagens contra a esquerda, que inclusive  desumanizam pessoas de esquerda de forma semelhante a desumanização que nazistas fizeram com outros grupos.


 

E nem por isso eu  fico  querendo comandar e repreender  foristas que fazem tais ataques  virulentos à esquerda.

Se você tomasse como parâmetro moral o comportamento de outras pessoas, você não teria o direito de julgá-las, mas o que você mais faz aqui é o ataque generalizado à essas pessoas e, veja bem, com exceção do Arcanjo, você é quem mais faz esses tipos de ataques por aqui, e ainda assim eu desconsideraria o Arcanjo do pódio porque até ele traz conteúdo informativo em seus ataques, enquanto você só os faz por provocação ou birra ideológica.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!