Autor Tópico: Porque não há novas religiões?  (Lida 2240 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Sdelareza

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 347
Porque não há novas religiões?
« Online: 30 de Abril de 2017, 23:12:39 »
Podemos citar as principais religiões existentes como hinduísmo, budismo, cristianismo,
islamismo, além de filosofias chinesas como taoismo e confucionismo.

Dessas correntes, o islã é a mais recente, pois seu fundador (Maomé) viveu no século 7.

Uma coisa que acho meio intrigante é porque não houve uma nova religião nesses últimos
14 séculos?

Não falo de uma nova vertente dentro de uma religião, mas de uma nova religião cujo
fundador propõe algo radicalmente novo.

Claro que muitos já tentaram criar novas religiões, mas por qual motivo elas nunca conseguiram
passar do status de seitas ao de religiões oficiais?

Offline crossS2

  • Nível 03
  • *
  • Mensagens: 35
  • Sexo: Feminino
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #1 Online: 01 de Maio de 2017, 00:31:53 »
Pelo o que sei, tem uma religião japonesa fundada no século XX, que é chamada de Igreja Messiânica. O líder dela foi um japonês chamado Meishu-Sama, o qual alegava ter recebido uma revelação divina para iniciar a construção do paraíso terrestre.

Não sei qual a extensão mundial dela, mas sei que há adeptos aqui no Brasil. O brasão deles pode ser visto inclusive em alguns carros nas ruas:

Crossdresser (indo aos poucos para o outro lado, lol)...

Offline crossS2

  • Nível 03
  • *
  • Mensagens: 35
  • Sexo: Feminino
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #2 Online: 01 de Maio de 2017, 00:37:19 »
Mas, de uma forma geral, com o tempo as pessoas vão ficando mais críticas, de modo que é difícil que uma religião fundada em tempos recentes consiga angariar fiéis em número suficiente para alcançar o status de "oficial" ou majoritária em algum país.

Mesmo as religiões antigas tradicionais tem perdido cada vez mais sua influência em países mais desenvolvidos.

Um ponto interessante a se notar é o rareamento dos milagres: antigamente o pessoa abria o Mar Vermelho ao meio para atravessar caminhando por terra firme. Isso sumiu e deu lugar a eventos bem mais modestos com as mesas girantes e as batidas em paredes investigadas por Allan Kardec. Hoje em dia, os milagres estão restritos aos púlpitos de igrejas sensacionalistas e a reuniões espíritas tímidas, principalmente diante das câmeras de céticos. :(
Crossdresser (indo aos poucos para o outro lado, lol)...

Offline El Elyon

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 687
  • Sexo: Masculino
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #3 Online: 01 de Maio de 2017, 03:16:42 »
Citar
Uma coisa que acho meio intrigante é porque não houve uma nova religião nesses últimos 14 séculos?

Diversas religiões surgiram nesse período, algumas com um número relativamente grande de adeptos até hoje, como o Siquismo, Jainismo, Falun Gong, Caodaísmo e as crenças Baha'i. São relativamente pequenas se comparadas às "Grandes Religiões", mas seu número de seguidores é entre 10-100 milhões.

Citar
Não falo de uma nova vertente dentro de uma religião, mas de uma nova religião cujo fundador propõe algo radicalmente novo.

Mas nenhuma religião surge de maneira radicalmente nova, mas sim através da dissidência gradual de outra religião previamente estabelecida. O Cristianismo surgiu como um ramo heterodoxo do judaísmo palestino adaptado para o milieu cultural romano, o Budismo é uma dissidência xátria do hinduísmo bramânico vedântico, o Islamismo é uma fusão ultra-monoteísma do judaico-cristianismo com elementos de crenças árabes pré-islâmicas. Eu só não digo o mesmo do Hinduísmo e das "Filosofias Chinesas" porque são rótulos geográficos ultra-abrangentes e majoritariamente artificias para diversas religiões que tem em comum uma localidade geográfica (e mesmo assim - Taoísmo é uma dissidência anti-Confucionista, enquanto o Confucionismo é o fruto da tentativa de restauração ideológica de uma suposta Era de Ouro da Dinastia Zhao).

Citar
Claro que muitos já tentaram criar novas religiões, mas por qual motivo elas nunca conseguiram passar do status de seitas ao de religiões oficiais?

Provavelmente porque as "Grandes Crenças Oficiais" passaram a ser atreladas a um grupo étnico-civilizacional e a partir do momento que isso ocorreu, é algo dificílimo de alterar.

Dito isso, discordando consideravelmente da maioria dos membros daqui, há sim uma "Nova Religião" (ou Postura Religiosa) que surgiu após o Islã e que tem um número amplo de adeptos: Ateísmo. O ateísmo como um movimento populacional/social (ao contrário da amorfa, atemporal e historicamente irrelevante "definição filosófica" de ateísmo) surgiu no século XVII no meio dos philosophes franceses (Jean Meslier sendo emblematicamente o "primeiro ateu da modernidade),e vinculado através do movimento político do socialismo de orientação leninista e maoísta, tornou-se a "religião do estado" de vastas porções do leste-europeu e da China durante o século XX, ao mesmo tempo que se expandiu no "Ocidente" com a ascensão do Estado do Bem Estar Social (quando Estados Modernas passaram a assumir funções sociais outrora pertencentes à Igreja Católica Romana e às Igrejas Nacionais Protestantes).  :)
"As long as the Colossus stands, Rome will stand, when the Colossus falls, Rome will also fall, when Rome falls, so falls the world."

São Beda.

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 21.017
  • Sexo: Masculino
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #4 Online: 01 de Maio de 2017, 07:13:57 »
Citar

Um ponto interessante a se notar é o rareamento dos milagres: antigamente o pessoa abria o Mar Vermelho ao meio para atravessar caminhando por terra firme. Isso sumiu

Antigamente era mais fácil fazer milagres como multiplicar pães ou andar sobre a água porque ninguém tinha celular com câmera para filmar na hora que acontecia...

Hoje só dá para falar um idioma desconhecido com o anjo invisível que aparece na hora do culto e só o pastor consegue ver.

Acho que Gezuis não gosta muito de aparecer na foto.
« Última modificação: 01 de Maio de 2017, 07:17:48 por Arcanjo Lúcifer »

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.723
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #5 Online: 01 de Maio de 2017, 08:32:36 »
Um ponto interessante a se notar é o rareamento dos milagres: antigamente o pessoa abria o Mar Vermelho ao meio para atravessar caminhando por terra firme. Isso sumiu e deu lugar a eventos bem mais modestos com as mesas girantes e as batidas em paredes investigadas por Allan Kardec. Hoje em dia, os milagres estão restritos aos púlpitos de igrejas sensacionalistas e a reuniões espíritas tímidas, principalmente diante das câmeras de céticos. :(
O mesmo aconteceu na Bíblia. Até 1 Reis, era uma sequência de milagres espantosos e Deus aparecia a toda hora para falar com seus seguidores ou para punir alguém, mas, a partir do momento em que os escritores passaram a falar de fatos contemporâneos que aconteciam diante de seus olhos em vez de um passado fabuloso onde tudo era possível, nada de mais aconteceu. Vemos apenas intrigas da corte, guerras, corruptos que não são punidos por raios etc.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.256
  • Sexo: Masculino
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #6 Online: 01 de Maio de 2017, 08:38:34 »
Mas, de uma forma geral, com o tempo as pessoas vão ficando mais críticas, de modo que é difícil que uma religião fundada em tempos recentes consiga angariar fiéis em número suficiente para alcançar o status de "oficial" ou majoritária em algum país.


Faço a observação de que não é uma questão  apenas de passagem do tempo, e sim de evolução cultural, e especificamente da evolução do conhecimento que passou de um estágio mítico-religioso para um estágio científico, claro que tendo em vista que esta evolução não é homogênea em todas as regiões da Terra.








Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.533
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #7 Online: 01 de Maio de 2017, 09:52:57 »

Dito isso, discordando consideravelmente da maioria dos membros daqui, há sim uma "Nova Religião" (ou Postura Religiosa) que surgiu após o Islã e que tem um número amplo de adeptos: Ateísmo. O ateísmo como um movimento populacional/social (ao contrário da amorfa, atemporal e historicamente irrelevante "definição filosófica" de ateísmo)
Discordo, mesmo que seja ao largo da expressão conceitual ampla, a ideia de ateísmo para ser aceite como religião ainda precisa expressar a ideia de religare , que ainda que com muito malabarismo é francamente inconsistente.

Offline El Elyon

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 687
  • Sexo: Masculino
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #8 Online: 02 de Maio de 2017, 01:14:38 »
Citar
Discordo, mesmo que seja ao largo da expressão conceitual ampla, a ideia de ateísmo para ser aceite como religião ainda precisa expressar a ideia de religare , que ainda que com muito malabarismo é francamente inconsistente.

Assim como eu ignoro a definição amorfa, atemporal e historicamente irrelevante para ateísmo, também faço o mesmo para religião (pior ainda, é um argumento etimológico).  :)
"As long as the Colossus stands, Rome will stand, when the Colossus falls, Rome will also fall, when Rome falls, so falls the world."

São Beda.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.533
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #9 Online: 02 de Maio de 2017, 01:25:12 »
Citar
Discordo, mesmo que seja ao largo da expressão conceitual ampla, a ideia de ateísmo para ser aceite como religião ainda precisa expressar a ideia de religare , que ainda que com muito malabarismo é francamente inconsistente.

Assim como eu ignoro a definição amorfa, atemporal e historicamente irrelevante para ateísmo, também faço o mesmo para religião (pior ainda, é um argumento etimológico).  :)
Bom, a julgar o fato de em idiomas como o inglês não existir acepções diferenciadas entre a definição propriamente dita de "ateísmo" e a ideia de uma militância ateísta, servindo a palavra atheist para ambos os contextos, é compreensível sua posição.

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.722
  • Sexo: Masculino
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #10 Online: 02 de Maio de 2017, 09:09:36 »
Com a saída do Cientista, o Sergiomgbr ficou curado.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline EuSouOqueSou

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.908
  • Sexo: Masculino
  • Question not thy god, for thy god doth not respond
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #11 Online: 02 de Maio de 2017, 09:43:14 »
Com a saída do Cientista, o Sergiomgbr ficou curado.

É pra glorificar de pé, ALELUIA!
Qualquer sistema de pensamento pode ser racional, pois basta que as suas conclusões não contrariem as suas premissas.

Mas isto não significa que este sistema de pensamento tenha correspondência com a realidade objetiva, sendo este o motivo pelo qual o conhecimento científico ser reconhecido como a única forma do homem estudar, explicar e compreender a Natureza.

Offline Pregador

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.957
  • Sexo: Masculino
  • "Veritas vos Liberabit".
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #12 Online: 02 de Maio de 2017, 15:43:28 »
Jesus em breve virá...

Tem o espiritismo. Embora seja vertente do Cristianismo, acho que pode ser enquadrado comomuma nova religião. Pelo menos no Brasil. Tem como "profeta" Kardec
"O crime é contagioso. Se o governo quebra a lei, o povo passa a menosprezar a lei". (Lois D. Brandeis).

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.409
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #13 Online: 03 de Maio de 2017, 00:31:19 »
Jesus em breve virá...

Tem o espiritismo. Embora seja vertente do Cristianismo, acho que pode ser enquadrado comomuma nova religião. Pelo menos no Brasil. Tem como "profeta" Kardec
Não tinha ainda percebido sob esta ótica. Sim, é uma vertente do Cristianismo pois tem o Evangelho como moral prescritiva e Jesus, o Cristo, com representatividade divina.

Offline crossS2

  • Nível 03
  • *
  • Mensagens: 35
  • Sexo: Feminino
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #14 Online: 03 de Maio de 2017, 01:19:00 »
Jesus em breve virá...

Tem o espiritismo. Embora seja vertente do Cristianismo, acho que pode ser enquadrado comomuma nova religião. Pelo menos no Brasil. Tem como "profeta" Kardec
Não tinha ainda percebido sob esta ótica. Sim, é uma vertente do Cristianismo pois tem o Evangelho como moral prescritiva e Jesus, o Cristo, com representatividade divina.

Na verdade, no espiritismo kardecista, Jesus não é uma figura divina, ao contrário do que ocorre nas religiões cristãs. Ele é apenas um espírito bem avançado, como outros, Buda, por exemplo. Mas ele tem uma grande relevância na doutrina kardecista, uma vez que um dos livros básicos da codificação é o Evangelho Segundo o Espiritismo.

E Kardec não era um profeta, e nem sequer um médium, ele foi o responsável por aglutinar os ensinamentos de supostos espíritos superiores transmitidos por meio de diversos médiuns! ^^
Crossdresser (indo aos poucos para o outro lado, lol)...

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.409
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #15 Online: 03 de Maio de 2017, 06:41:52 »
Jesus em breve virá...

Tem o espiritismo. Embora seja vertente do Cristianismo, acho que pode ser enquadrado comomuma nova religião. Pelo menos no Brasil. Tem como "profeta" Kardec
Não tinha ainda percebido sob esta ótica. Sim, é uma vertente do Cristianismo pois tem o Evangelho como moral prescritiva e Jesus, o Cristo, com representatividade divina.

Na verdade, no espiritismo kardecista, Jesus não é uma figura divina, ao contrário do que ocorre nas religiões cristãs. Ele é apenas um espírito bem avançado, como outros, Buda, por exemplo. Mas ele tem uma grande relevância na doutrina kardecista, uma vez que um dos livros básicos da codificação é o Evangelho Segundo o Espiritismo.

E Kardec não era um profeta, e nem sequer um médium, ele foi o responsável por aglutinar os ensinamentos de supostos espíritos superiores transmitidos por meio de diversos médiuns! ^^
Você está certa e demonstra conhecimento do tema.  :ok:
Mas questão é: o que significa figura divina ou representatividade divina.

Que na DE ele não é confundido com Deus é ponto pacífico mas a literatura espírita informa que ele foi escolhido por uma plêiade de Espíritos puros, da qual ele fazia parte, para ser o governador (tipo, interventor) da Terra.
Todos os profetas e avatares de algum modo consubstanciavam suas orientações conforme seu ambiente e expressão cultural.
O Pajé tribal, Krishna, Buda, Lao tsé, etc foram seus emissários.

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.208
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #16 Online: 03 de Maio de 2017, 10:02:25 »
Isso é mentira. Todos sabemos que o avatar protetor da Terra é Ashtar Sheran. Infiéis... ::)
« Última modificação: 03 de Maio de 2017, 10:05:24 por Brienne of Tarth »
GNOSE

Offline Gorducho

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.239
  • Sexo: Masculino
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #17 Online: 03 de Maio de 2017, 10:30:28 »
Na verdade, no espiritismo kardecista, Jesus não é uma figura divina, ao contrário do que ocorre nas religiões cristãs. Ele é apenas um espírito bem avançado, como outros, Buda, por exemplo. Mas ele tem uma grande relevância na doutrina kardecista, uma vez que um dos livros básicos da codificação é o Evangelho Segundo o Espiritismo.
Mas o próprio Kardec fica em cima do muro quanto a isso e sempre chama ele de o Cristo.
E kardecismo não existe mais praticamente.
Nas Filipinas que é o 2° país espírita a fonte primária é a Rei James e se manifestam arcanjos.
Cá vige uma religião que poderíamos chamar de xaverianismo. Nesta Jesus está acima de todos outros (Buda &c...) e foi ele quem fez a terra a partir duma bolota incandescente que D•us deu pra ele.
Nem ficou reencarnando - foi promovido direto...
Aliás a Maria era virgem mesmo. JC era um fantasma solidificado.
Então na prática é uma figura divina.
Citar
E Kardec não era um profeta, e nem sequer um médium, ele foi o responsável por aglutinar os ensinamentos de supostos espíritos superiores transmitidos por meio de diversos médiuns! ^^
Profeta repaginado pra se adaptar a um pós-iluminismo.
Desde adolescente ele tinha planos pra uma reforma do cristianismo. Acredito que seja isso que se passe pela cabeça dos Profetas...
« Última modificação: 03 de Maio de 2017, 10:34:58 por Gorducho »

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.204
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #18 Online: 03 de Maio de 2017, 11:24:20 »
Cientologia é bem recente. A Igreja mórmon foi fundada no século XIX.
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline André Luiz

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.629
  • Sexo: Masculino
    • Forum base militar
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #19 Online: 03 de Maio de 2017, 12:10:57 »
Qualquer nova religião vai tentar criar um passado glorioso.
Vide essa galera do neopaganismo europeu

Offline Sdelareza

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 347
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #20 Online: 14 de Maio de 2017, 10:18:56 »
Esqueci que existia certos movimentos como Baha'i e Falun Gong.

Outra nova "religião" seria aquela criada pelo reverendo Moon na Coréia do Sul, que afirma possuir 3 milhões de adeptos.
Moon construí um império de bilhões de dólares (em ramos como comunicações e automobilismo) e
se tornou polemico por organizar casamentos em massa entre seus milhares de fiéis (que não se conheciam quando casavam).

Offline Aleister Crowley

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 114
  • Secretum Finis Africae: ?
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #21 Online: 15 de Maio de 2017, 01:12:05 »
Tem também a Summit Lighthouse, a Wicca, mas a mais engraçada dessas novas religiões é a do Vale do Amanhecer fundada pela caminhoneira Tia Neiva, cujo mentor espiritual era uma entidade chamada Pai Seta Branca.  :biglol:   
Secretum Finis Africae: ?

Offline Sdelareza

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 347
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #22 Online: 15 de Maio de 2017, 19:56:31 »
Tem também a Summit Lighthouse, a Wicca, mas a mais engraçada dessas novas religiões é a do Vale do Amanhecer fundada pela caminhoneira Tia Neiva, cujo mentor espiritual era uma entidade chamada Pai Seta Branca.  :biglol:   

Existem várias seitas que fazem referência à ufologia. Coisa tão delirante que acho não necessário citá-las.

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.409
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #23 Online: 15 de Maio de 2017, 20:43:06 »
Religiões, no conceito formal, de fato não surgiram muitas, aliás, raras.
Mas existe uma razão: o homem traz no subconsciente uma necessidade ontológica de salvação e de eternização de si mesmo. Explico:

Por tudo o que experimenta em vida, desde as sensações prazerosas, desde as dores que despertam sua inteligência e instintos, desde as ilações e abstrações filosóficas de maior significado; também as vitorias e derrotas ante a generalidade dos obstáculos que teve que enfrentar...
Enfim, tudo isto faz com que descubra que em si mesmo jaz algo inefável e misterioso. Como se estivesse cumprindo uma missão para a qual nasceu e vive.
Percebe, por isto, que o túmulo seria a condenação final e estúpida não apenas de si mesmo, mas como uma derrota imposta a própria Natureza, tão pródiga e sábia sob muitos aspectos.

Passa então a desconfiar que deve existir algo que responde aos seus íntimos anseios. Algo que seja, maior mesmo, que a sua concepção de lógica e racionalidade. Uma "grande resposta".

Mas as inteligências humanas não seguem parâmetros fixos quando de sua busca pela "grande resposta".
E na torrente caudalosa e diversificada de seus pensamentos e necessidades, que combinam e ajustam, meio, cultura e evolução, equaciona finalmente a "grande resposta". Assim surgem as Religiões.

Então, respondendo, no tópico: - O homem moderno, sobrecarregado por desafios e problemas, angústias e medos, já não dispõe de tanto tempo para as elucubrações íntimas e deste modo, quando surge a necessidade de encontrar sua "grande resposta", depara com as Religiões, prontas e acabadas.
« Última modificação: 15 de Maio de 2017, 20:45:18 por Spencer »

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.804
  • "Minha espada não tem partidos."
Re:Porque não há novas religiões?
« Resposta #24 Online: 15 de Maio de 2017, 22:32:19 »
Religião é um tipo de superstição (mais ou menos) organizada. Vale a pena ler esse texto para perceber que os crentes não são muito diferentes das pombas de Skinner.

http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=16805.msg337727#msg337727

Citação de: Spencer
Mas existe uma razão: o homem traz no subconsciente uma necessidade ontológica de salvação e de eternização de si mesmo.

O nome dessa necessidade ontológica de perpetuação é sexo.

Citação de: Spencer
...Enfim, tudo isto faz com que descubra que em si mesmo jaz algo inefável e misterioso. Como se estivesse cumprindo uma missão para a qual nasceu e vive.

Bullshit. Esse papinho de missão já faz parte do pensamento religioso.

Citar
Percebe, por isto, que o túmulo seria a condenação final e estúpida não apenas de si mesmo, mas como uma derrota imposta a própria Natureza, tão pródiga e sábia sob muitos aspectos.

Bullshit. Esses adjetivos não fazem sentido. O túmulo não é condenação de nada, é apenas o fim. Dizer que a Natureza é pródiga e sábia também é um nonsense, a menos que esteja fazendo poesia, o que não é o caso.

Citar
Passa então a desconfiar que deve existir algo que responde aos seus íntimos anseios. Algo que seja, maior mesmo, que a sua concepção de lógica e racionalidade. Uma "grande resposta".

Nesse momento a pombinha de Skinner começou a fazer uma dancinha. Cada vez que eleva o bico aos céus cai um pouco de milho mas como isso não acontece sempre ela passa a fazer outros movimentos rituais para ver se cai mais milho dos céus.

Citar
Então, respondendo, no tópico: - O homem moderno, sobrecarregado por desafios e problemas, angústias e medos, já não dispõe de tanto tempo para as elucubrações íntimas e deste modo, quando surge a necessidade de encontrar sua "grande resposta", depara com as Religiões, prontas e acabadas.

Todo crente tem sua própria dancinha como os pombos de Skinner. Não precisa religião mas quando ela está presente talvez seja por um motivo mais mundano. As igrejas estão lotadas de pessoas solitárias que buscam companhia, compreensão e amizade. Jovens adoram paquerar enquanto dizem que buscam "a grande resposta". Tem gente que só vai lá para tomar sopinha, comer pãozinho e não perder o convite do churrasco do amigo do coral.
"Quem for brasileiro, siga-me." Duque de Caxias

"Vamos mudar isso aí. Tá OK?" Capitão Mito Bolsonaro

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!