Autor Tópico: Que Deus abençoe o Ceticismo  (Lida 24860 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Gorducho

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.208
  • Sexo: Masculino
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #25 Online: 17 de Junho de 2017, 16:51:41 »
Note-se que às vezes vários espíritos podem se materializar parcialmente em meio ao ectoplasma.
Um dos espíritos parcialmente materializados é o de Sir Conan Doyde

« Última modificação: 17 de Junho de 2017, 16:57:36 por Gorducho »

Offline Hugo

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.915
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #26 Online: 17 de Junho de 2017, 19:04:29 »
Sempre tenho tentado, com argumentação inspirada, demonstrar aos céticos que lhes falta algo quando exigem provas irrefutáveis da existência de Deus, ou espíritos, etc

Querendo ou não fica a impressão de que os crentes têm mais janela que os demais, ou que os céticos teriam que aguardar sua vez.

Terrível engano. Eu estava completamente errado.

É constrangedor quando se reconhece que nossas certezas, tão absolutas, que nos dão tanta segurança, nos tornam ingênuos ou ridículos aos olhos dos outros, e duas coisas sempre me aterraram e contra as quais constantemente procurei ser mais forte: o comportamento hipócrita e o ridículo.

Pois, coisa incrível: foi exatamente através de um sonho que pude enxergar o quanto se está certo quando se exige provas que suportem a crença.
Por mais que sua fé se apoie em observações e conceitos lógicos, sempre chegará aquele momento em que perceberá que é somente fé.

Não que a tenha perdido, mas certamente alcancei a compreensão de que em dado momento de nossa vida, sem provas consistentes o ceticismo é a única via lógica; é ferramenta de sobrevivência.
Que Deus abençoe o Ceticismo


Tudo é crença. A ciência, a religião...

A diferença é que a ciência é crença justificada e a religião é crença não justificada... fé.

A crença modifica nossa percepção do mundo e é isso que os céticos destacam.

Um livro muito bom (ótimo) sobre a percepção do mundo é o de Schopenhauer "O mundo como vontade e percepção".

Para ele, e eu acredito nisso, o mundo é nosso percepção. Como percebo o mundo?

Aí as crenças são fatais.
"O medo de coisas invisíveis é a semente natural daquilo que todo mundo, em seu íntimo, chama de religião". (Thomas Hobbes, Leviatã)

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.218
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #27 Online: 17 de Junho de 2017, 19:25:18 »


Tudo é crença. A ciência, a religião...

A diferença é que a ciência é crença justificada e a religião é crença não justificada... fé.

Ciência não é crença, ciência é fato. E como não existe fato justificado, só o fato, não existe isso de ciência como crença justificada. Não há algo como uma crença num fato justificado, só o fato, e ele se justifica por si mesmo.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 35.388
  • Sexo: Masculino
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #28 Online: 17 de Junho de 2017, 19:49:26 »
Se "ciência é fato", então a realidade, o universo, é meio como o "what the bleep do we know"; a "mente" a altera, ou produz, mas em vez de ser um processo autárquico em nível individual, é oligárquico, os cientistas é que definem.

Assim, antes da teoria do Big Bang ser verificada, o "fato" era o estado estacionário do universo.

Mas através do pensamento positivo de alguns cientistas, eles transformaram essa realidade, o universo em si... e agora toda a eternidade antes de 5 bilhões de anos atrás foi apagada da existência, e o big-bang foi escrito através dessa telecinésia inconsciente geradora da "realidade".

Offline Gorducho

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.208
  • Sexo: Masculino
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #29 Online: 17 de Junho de 2017, 20:10:46 »
Assim, antes da teoria do Big Bang ser verificada, o "fato" era o estado estacionário do universo.
Sim, o "fato" passa a ser pra nós fato quando ele se nos apresenta.
Antes parecia que as estrelas eram fixas, então o universo na falta de hipótese que contrariasse isso, parecia estacionário.
Ou seja: a astronomia usava um modelo de universo estacionário.
Quando foi constatado que as galáxias se afastam, &c., muda o modelo.
Ciência é dinâmica e nunca os modelos serão "definitivos".
Citar
Mas através do pensamento positivo de alguns cientistas, eles transformaram essa realidade, o universo em si... e agora toda a eternidade antes de 5 bilhões de anos atrás foi apagada da existência, e o big-bang foi escrito através dessa telecinésia inconsciente geradora da "realidade".
Não: o pensamento positivo transformou os modelos cosmológicos como decorrência da observação do afastamento galáctico.
Assim como o pensamento transformou outros modelos usados na física a partir da catástrofe do ultravioleta ou dos experimentos acerca da aparente "constância" da velocidade da luz.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.218
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #30 Online: 17 de Junho de 2017, 20:14:25 »
Se "ciência é fato", então a realidade, o universo, é meio como o "what the bleep do we know"; a "mente" a altera, ou produz, mas em vez de ser um processo autárquico em nível individual, é oligárquico, os cientistas é que definem.

Assim, antes da teoria do Big Bang ser verificada, o "fato" era o estado estacionário do universo.

Mas através do pensamento positivo de alguns cientistas, eles transformaram essa realidade, o universo em si... e agora toda a eternidade antes de 5 bilhões de anos atrás foi apagada da existência, e o big-bang foi escrito através dessa telecinésia inconsciente geradora da "realidade".
O cientista é um fatista.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.218
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #31 Online: 17 de Junho de 2017, 20:19:49 »

Assim, antes da teoria do Big Bang ser verificada, o "fato" era o estado estacionário do universo.

Na verdade não era a ciência, ou o fato, o que se tinha nesse caso, e sim a falta ou a ausência dele.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 35.388
  • Sexo: Masculino
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #32 Online: 17 de Junho de 2017, 20:21:58 »
Esclarecimento: eu ironizava sarcasticamente a afirmação "ciência é fato".

"Ciências" são métodos variados (em evolução) que se crê que proporcionem o mais preciso/factual conhecimento acerca da realidade, e o conjunto das crenças resultantes dessas metodologias investigativas e elucubrações.

Crença = "aquilo que se tem como fato/verdade". Ateus/céticos credofóbicos/dicionariofóbicos têm a noção distorcida e oximorônica de "crença = conjecturas irracionais que não merecem a menor CREdibilidade, por não terem a menor FIDElidade", e, implícito nessa falácia, acabam tendo a crença de deterem um conhecimento "puro" e direto da realidade, que, ironicamente, é algo muito próximo da "fé" no sentido de "certeza no meu coração, no fundo de minha alma".

Talvez isso decorra de um medo de haver incertezas científicas, da mesma forma que para o "crente" em deuses e sobrenatural, considerar que estas crenças sejam falsas, pode ser também amedrontador, desconfortante.








Assim, antes da teoria do Big Bang ser verificada, o "fato" era o estado estacionário do universo.

Na verdade não era a ciência, ou o fato, o que se tinha nesse caso, e sim a falta ou a ausência dele.

"Fato" é o estado objetivo da realidade. "Ciência", no sentido de "estar ciente de", é um estado subjetivo do indivíduo que crê estar ciente dos fatos. Essa crença pode estar equivocada.

Ou, numa argumentação semanticamente "fundamentalista", não. Mas é um uso do termo que praticamente o faz sinônimo de "oniciência", diferentemente do seu uso regular.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.218
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #33 Online: 17 de Junho de 2017, 20:25:46 »
Se "ciência é fato", então a realidade, o universo, é meio como o "what the bleep do we know"; a "mente" a altera, ou produz, mas em vez de ser um processo autárquico em nível individual, é oligárquico, os cientistas é que definem.

Bom, se todos os indivíduos forem também cientistas, tudo se resolve então. Seja lá o que for esse tal  processo, ele passa a ser universal, de todos. huahuashaushauh

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.218
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #34 Online: 17 de Junho de 2017, 20:49:05 »
Esclarecimento: eu ironizava sarcasticamente a afirmação "ciência é fato".

Relaxa, a gente sabe. Porém te precipitastes.

"Ciências" são métodos variados (em evolução) que se crê que proporcionem o mais preciso/factual conhecimento acerca da realidade, e o conjunto das crenças resultantes dessas metodologias investigativas e elucubrações.

"Ciências",  no plural, são o coletivo de elementos investigados da Realidade constatados como fatos, em conjunto formando um conteúdo disciplinar, prescindem de métodos, são apreensão da Realidade.

incertezas científicas,
"Incertezas científicas" são um oximoro.







Assim, antes da teoria do Big Bang ser verificada, o "fato" era o estado estacionário do universo.

Na verdade não era a ciência, ou o fato, o que se tinha nesse caso, e sim a falta ou a ausência dele.

"Fato" é o estado objetivo da realidade.

"Fato" é o que é apreendido da Realidade.



 "Ciência", no sentido de "estar ciente de", é um estado subjetivo do indivíduo que crê estar ciente dos fatos. Essa crença pode estar equivocada.


"Estar ciente de" é "estar a par de", não há nada de subjetivo nisso ai.
« Última modificação: 17 de Junho de 2017, 20:59:15 por Sergiomgbr »

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.309
  • QI (Quociente de Inteligência) = 98
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #35 Online: 17 de Junho de 2017, 21:24:00 »
Citar
"Incertezas científicas" são um oximoro.

Seria se a ciência representasse certeza, o que não pode ser pois mata sua refutabilidade.
Não passei no teste da MENSA mas completei o 2o. Grau.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.309
  • QI (Quociente de Inteligência) = 98
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #36 Online: 17 de Junho de 2017, 21:32:03 »
Citar
"Fato" é o que é apreendido da Realidade.

Não. Existe uma realidade objetiva que independe do aprendizado. A natureza, por exemplo, não está nem aí para o nosso esforço de aprendizado.
Não passei no teste da MENSA mas completei o 2o. Grau.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.309
  • QI (Quociente de Inteligência) = 98
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #37 Online: 17 de Junho de 2017, 21:38:15 »
Citar
"Estar ciente de" é "estar a par de", não há nada de subjetivo nisso ai.

E quem ou o que está "a par de"? No caso da temperatura, é o termômetro ou uma pessoa? Não podemos dizer que o termômetro é ciente da temperatura, mas podemos dizer que uma pessoa pode estar subjetivamente a par da temperatura considerando todas as imperfeições que formam a sua ciência da temperatura. Tudo que passa pela mente humana tem uma parcela de subjetividade.
« Última modificação: 17 de Junho de 2017, 21:48:41 por Gigaview »
Não passei no teste da MENSA mas completei o 2o. Grau.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.309
  • QI (Quociente de Inteligência) = 98
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #38 Online: 17 de Junho de 2017, 21:46:41 »
Citar
"Ciências",  no plural, são o coletivo de elementos investigados da Realidade constatados como fatos, em conjunto formando um conteúdo disciplinar, prescindem de métodos, são apreensão da Realidade.

Isso não faz sentido. Coletivo de fatos constatados em conjunto que são apreensões da Realidade?

Por que essa mania de querer reinventar a roda?
Não passei no teste da MENSA mas completei o 2o. Grau.

Offline Spencer

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.409
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #39 Online: 17 de Junho de 2017, 21:58:15 »
Bem, quando eu trouxe o caso da ponte, estava envolvido com a Metafísica de Aristóteles que em dado momento discute o Saber e o Crer, para concluir que em dada circunstância, o saber e o crer se confundem...
Mas, nada a ver com as fotos, grosseiras por sinal, como aquela em que espíritos mínions foram photoshopicamente incluídos.
Outra vez, nada a ver, quando se tem algum critério quanto à fonte de informação, e materializações ou fenômenos bizarros são naturalmente excluídos.

Sempre se passa a impressão de que ciência e fé são incompatíveis, sim, talvez, mas o crente pode ser um praticante da ciência e um cientista pode ser crente... onde a ponte é então bem concreta.
Como poetava Fernando Pessoa: só em cabeças pequenas ciência e fé são oximoro. :hihi:
    Um pouco adiante: Tudo que passa pela mente humana tem uma parcela de subjetividade.
Tudo mesmo?! Então me sinto desculpado ao concordar.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.415
  • Sexo: Masculino
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #40 Online: 18 de Junho de 2017, 07:08:52 »
Assim, antes da teoria do Big Bang ser verificada, o "fato" era o estado estacionário do universo.
Sim, o "fato" passa a ser pra nós fato quando ele se nos apresenta.


E o  FATO  anterior vira pó.  O FATO anterior vira  erro de percepção e de entendimento da realidade.


Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.415
  • Sexo: Masculino
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #41 Online: 18 de Junho de 2017, 07:10:41 »

Assim, antes da teoria do Big Bang ser verificada, o "fato" era o estado estacionário do universo.

Na verdade não era a ciência, ou o fato, o que se tinha nesse caso, e sim a falta ou a ausência dele.



Pois é,  sempre se pode dizer que não era o verdadeiro  FATO.     O verdadeiro escocês manda lembranças. 




« Última modificação: 18 de Junho de 2017, 07:13:02 por JJ »

Offline Gorducho

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.208
  • Sexo: Masculino
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #42 Online: 18 de Junho de 2017, 07:13:56 »
Sempre se passa a impressão de que ciência e fé são incompatíveis, sim, talvez, mas o crente pode ser um praticante da ciência e um cientista pode ser crente...
Claro; mas em universos disjuntos e imiscíveis. Por isso que não é lícito invocar status profissional em apoio às crenças, como sabe bem que é relativamente comum no seu (e ex-meu) meio.
Citar
Como poetava Fernando Pessoa: só em cabeças pequenas ciência e fé são oximoro. :hihi:
Desde que a cabeça seja grande o bastante para mante-los em compartimentos estanques.
Citar
Mas, nada a ver com as fotos, grosseiras por sinal, como aquela em que espíritos mínions foram photoshopicamente incluídos.
Foi em reposta à sua própria (e correta) menção à falta de fidedignidade de fontes que leva a uma única postura aceitável: o ceticismo.

Offline Gorducho

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.208
  • Sexo: Masculino
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #43 Online: 18 de Junho de 2017, 07:22:13 »
E o  FATO  anterior vira pó.  O FATO anterior vira  erro de percepção e de entendimento da realidade.
Certes... certes...
Ciência funciona assim. Tinha-se o fato de que as estrelas pareciam paradas. Depois teve-se o fato de que com melhor instrumentação se concluiu que as galáxias estão a se afastar - novo fato.
By the way: eu não gosto de pensar ciência como "entendimento" de realidade, e sim como modelos expressando a nossa apreensão da realidade.
Os fenômenos quânticos NINGUÉM "entente" (como certamente sabe: calcula-se sem fazer muitas perguntas);
"temperatura" duvido que alguém entenda;
relatividade idem (engole a história do espaço-tempo com coordenadas de naturezas diferentes :?:)...
Mas acredito numa realidade externa; não sou solipsista.
« Última modificação: 18 de Junho de 2017, 07:28:02 por Gorducho »

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.218
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #44 Online: 18 de Junho de 2017, 09:16:41 »
Citar
"Incertezas científicas" são um oximoro.

Seria se a ciência representasse certeza, o que não pode ser pois mata sua refutabilidade.
A ciência de algo representa a certeza de algo, o seu oposto é a não ciência de algo, ou a não certeza. Você está conceituando ciência de modo eufemístico, como uma intenção.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.218
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #45 Online: 18 de Junho de 2017, 09:22:24 »
Citar
"Estar ciente de" é "estar a par de", não há nada de subjetivo nisso ai.

E quem ou o que está "a par de"? No caso da temperatura, é o termômetro ou uma pessoa?

Não faz sentido essa pergunta, quem está ciente ou a par do fato é quem o mensura, quem estabelece o que é medido.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.218
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #46 Online: 18 de Junho de 2017, 09:31:37 »
Citar
"Ciências",  no plural, são o coletivo de elementos investigados da Realidade constatados como fatos, em conjunto formando um conteúdo disciplinar, prescindem de métodos, são apreensão da Realidade.

Isso não faz sentido. Coletivo de fatos constatados em conjunto que são apreensões da Realidade?

Claro que sim. Um conjunto de fatos da qual se está a par são "ciências". Biologia, Física, Química, etc..

Por que essa mania de querer reinventar a roda?
Exercícios cognitivos.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.218
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #47 Online: 18 de Junho de 2017, 09:42:21 »
Bem, quando eu trouxe o caso da ponte, estava envolvido com a Metafísica de Aristóteles que em dado momento discute o Saber e o Crer, para concluir que em dada circunstância, o saber e o crer se confundem...

Em nenhum momento saber e crer podem ser confundidos entre si. Dado o devido axioma, saber é estar ciente,  um conhecimento obtido da empiria, a posteriori. Já  crer é especular, supor o conhecimento a priori.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.309
  • QI (Quociente de Inteligência) = 98
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #48 Online: 18 de Junho de 2017, 11:02:29 »
Citar
"Incertezas científicas" são um oximoro.

Seria se a ciência representasse certeza, o que não pode ser pois mata sua refutabilidade.
A ciência de algo representa a certeza de algo, o seu oposto é a não ciência de algo, ou a não certeza. Você está conceituando ciência de modo eufemístico, como uma intenção.

Ciência de algo significa que você percebe algo. Nada tem a ver com certeza. Uma pessoa com visão normal e um míope estão cientes de que tem um animal na frente deles mas só o primeiro tem certeza que o animal é uma onça.
Não passei no teste da MENSA mas completei o 2o. Grau.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.309
  • QI (Quociente de Inteligência) = 98
Re:Que Deus abençoe o Ceticismo
« Resposta #49 Online: 18 de Junho de 2017, 11:06:58 »
Citar
"Estar ciente de" é "estar a par de", não há nada de subjetivo nisso ai.

E quem ou o que está "a par de"? No caso da temperatura, é o termômetro ou uma pessoa?

Não faz sentido essa pergunta, quem está ciente ou a par do fato é quem o mensura, quem estabelece o que é medido.


Não. Estar ciente é estar informado sobre algo. O termômetro mensura mas somos nós que transformamos isso em informação para ficarmos cientes da temperatura.
Não passei no teste da MENSA mas completei o 2o. Grau.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!