Autor Tópico: Cientista explica porque a vida após a morte é impossível  (Lida 3587 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #75 Online: 19 de Novembro de 2017, 17:22:54 »
porque, até onde eu sei, sinapses e impulsos elétricos são energia...
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #76 Online: 19 de Novembro de 2017, 17:23:47 »
se para você a consciência não for um fenômeno natural, então você sofre da síndrome do paradigma egocêntrico, que expliquei no meu tópico lá sobre consciência no qual, por sinal, você não respondeu de novo.
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline Leafar

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.806
  • Sexo: Masculino
    • Convicção Espírita
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #77 Online: 19 de Novembro de 2017, 17:24:12 »
Aí será perda de tempo, né? Quem tem necessidade de acreditar não está nem aí para provas.
As refutações às minhas crenças me interessariam, se fossem possíveis refutações. As provas eu já sei que não são possíveis, e por isso parei há muito tempo de persegui-las.

Você foi além da possibilidade. A possibilidade da sobrevivência da alma ao corpo físico não implica necessariamente na possibilidade dela ser capaz de preservar a consciência individual, suas lembranças, etc. Colocando isso em termos estatísticos, a probabilidade final da sua afirmação inicial se reduz na multiplicação das probabilidades de sobreviver e de estar consciente e nem é preciso saber quais são essas probabilidades para concluir que a probabilidade final da sua afirmativa deve ser extremamente baixa, quase desprezível.
A alma sobreviver e não reter as suas lembranças, sua consciência individual, etc., é a mesma coisa que morrer. A quem isso interessa? Se vou me arriscar em uma hipótese incerta, ela deve vir com tudo o que é de interesse para a moralidade. É tudo ou nada.

A probabilidade não prova nada. É argumento falacioso e pode ser usado pelos dois lados da discussão. Por exemplo, o materialismo é até capaz de conceber a unidade da nossa consciência agora (até porque estamos conscientes agora), mas é incapaz de explicar como isso é possível e é incapaz de replicar isso em laboratório (dando consciência, por exemplo, a uma máquina). O materialismo é também capaz de conceber, mas incapaz de explicar o suposto mecanismo de ordenamento que existe na natureza sem apelar para uma inteligência externa. Se eu fosse apelar para a probabilidade (eu não vou fazer isso, pode ficar tranquilo, porque seria uma falácia completa do meu lado tanto quanto é do seu), eu diria que é muito provável que a alma exista (porque de outro modo como explicar a consciência na matéria?), e que Deus ou seres inteligentes existem e dão e deram ordem aos objetos naturais organizados que conhecemos (porque de outro modo, como a simples natureza poderia ser teleológica?), etc...

Então, não apela para a probabilidade porque o seu adversário também sabe jogar esse jogo também.

Ainda ninguém afirmou que é impossível, mesmo assim, do ponto de vista prático/funcional que considera todas as evidências disponíveis até o momento, como disse acima, a probabilidade de ser possível é extremamente baixa, beirando o quase impossível.
Ótimo. Então continue não afirmando, que assim se mantém nos limites do que pode dizer objetivamente. Mas pode crer, se quiser, baseado na sua "probabilidade".
"Ide com a onda que nos arrasta; necessitamos do movimento, que é vida, ao passo que vós nos apresentais a imobilidade, que é a morte.... Queremos lançar-nos à vida, porquanto os séculos vindouros, que divisamos, têm horror à morte." (Obras Póstumas - Allan Kardec).

visite: http://conviccao-espirita.blogspot.com/2013/08/apresentacao-deste-blog.html

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #78 Online: 19 de Novembro de 2017, 17:25:26 »
(para quem não leu o outro tópico - nele eu disse o seguinte:

se um ateu não acreditar que a vida, a inteligência e a consciência foram criadas,
então ele precisa admitir sem saída a ideia de que a vida, a inteligência e a consciência são fenômenos e possibilidades inerentes ao universo, que sempre existiram em estado latente...

outra coisa que eu estava pensando também:
se admitirmos que toda causa tem um efeito e que isso precisa de um início, então precisamos admitir uma Causa Primordial
se não admitirmos que isso precisa de um início, então não temos saída, porque aí precisamos admitir a possibilidade do próprio Infinito

Das duas formas, nas duas perguntas, a transcendência é inevitável. Se a inteligência é incriada, então ela precisa ser parte inerente do universo. Se o universo não teve um início, então ele tem que ser infinito.

A própria manifestação da inteligência, da consciência e da vida já prova que esta permanecia como possibilidade latente desde o início (se houve um início) ou infinito (se não houve). Ou você admite que a vida sempre foi uma possibilidade latente inerente ao nosso universo, ou seria forçado a crer que o "impossível" pode se tornar "possível" do nada (o que seria muito mais absurdo).
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #79 Online: 19 de Novembro de 2017, 17:26:28 »
você não tem saída, Giga. Ou você admite a a consciência como uma Criação, ou é forçado a admitir a consciência como um fenômeno cósmico universal.
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline Leafar

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.806
  • Sexo: Masculino
    • Convicção Espírita
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #80 Online: 19 de Novembro de 2017, 17:27:30 »
E você discorda que consciência seja energia?
Eu discordo frontalmente. Energia é matéria. Reduzir a consciência a uma "energia" é materialismo disfarçado.

Não tente explicar o que não pode ser por nós entendido e explicado. A consciência é um fato para nós (pois estamos conscientes), e por isso ela deve ser obrigatoriamente também possível. Mas o princípio de sua possibilidade não é acessível a nós.
"Ide com a onda que nos arrasta; necessitamos do movimento, que é vida, ao passo que vós nos apresentais a imobilidade, que é a morte.... Queremos lançar-nos à vida, porquanto os séculos vindouros, que divisamos, têm horror à morte." (Obras Póstumas - Allan Kardec).

visite: http://conviccao-espirita.blogspot.com/2013/08/apresentacao-deste-blog.html

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #81 Online: 19 de Novembro de 2017, 17:30:29 »
Eu discordo frontalmente. Energia é matéria.
Energia é matéria? De onde você tirou isso? Você sabe o que é um quark?
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline Gorducho

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.208
  • Sexo: Masculino
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #82 Online: 19 de Novembro de 2017, 17:30:58 »
"Energia" é "alguma coisa que se conserva" e que d'alguma maneira possa produzir trabalho mecânico
W = %5Cint%5C%21F%5Ccdot%5Cmathrm%7Bd%7Ds

Como é muito vago e ninguém de fato sabe o que "é" isso (cale a boca e calcule :!:) se presta pra misticismo pop, como a QM.
Sabe me dizer se "consciência" pode se transformar em trabalho mecânico :?:
« Última modificação: 19 de Novembro de 2017, 17:34:29 por Gorducho »

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #83 Online: 19 de Novembro de 2017, 17:33:42 »
Se vocês não admitirem que consciência é energia, vocês só tem duas saídas:

1) dizer que consciência é matéria, e puramente átomos, elétrons, sinapses, reações. Nesse caso, vão ser OBRIGADOS a tratar a consciência como um fenômeno natural do universo.

ou

2) dizer que a consciência é algo imaterial.
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline Leafar

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.806
  • Sexo: Masculino
    • Convicção Espírita
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #84 Online: 19 de Novembro de 2017, 17:36:06 »
Se vocês não admitirem que consciência é energia, vocês só tem duas saídas:

1) dizer que consciência é matéria, e puramente átomos, elétrons, sinapses, reações. Nesse caso, vão ser OBRIGADOS a tratar a consciência como um fenômeno natural do universo.

ou

2) dizer que a consciência é algo imaterial.
Fico com a segunda opção, mas não no sentido de que "imaterial" não seja nada, mas no sentido de que seja algo que não possa ser para nós um fenômeno.
"Ide com a onda que nos arrasta; necessitamos do movimento, que é vida, ao passo que vós nos apresentais a imobilidade, que é a morte.... Queremos lançar-nos à vida, porquanto os séculos vindouros, que divisamos, têm horror à morte." (Obras Póstumas - Allan Kardec).

visite: http://conviccao-espirita.blogspot.com/2013/08/apresentacao-deste-blog.html

Offline Gorducho

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.208
  • Sexo: Masculino
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #85 Online: 19 de Novembro de 2017, 17:36:48 »
Quem foi que disse que "consciência" NÃO é um fenômeno natural do universo :?: :sei:

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #86 Online: 19 de Novembro de 2017, 17:38:12 »
Quem foi que disse que "consciência" NÃO é um fenômeno natural do universo :?: :sei:

Eu sei lá. Eu estou dizendo que É e estou sendo contrariado como se estivesse dizendo bullshit místico.
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #87 Online: 19 de Novembro de 2017, 17:42:40 »
Se você admite a consciência como um fenômeno natural, então admite a inteligência e a vida como inerentes ao universo.
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline Leafar

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.806
  • Sexo: Masculino
    • Convicção Espírita
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #88 Online: 19 de Novembro de 2017, 17:44:24 »
Quem foi que disse que "consciência" NÃO é um fenômeno natural do universo :?: :sei:
A consciência não pode ser explicada por leis naturais (pelo menos as leis naturais que regem o nosso universo fenomênico). Se a consciência for o resultado de uma lei natural, essa lei não é por nós cognoscível.

A prova disso é que não se consegue conceber nem mesmo mentalmente uma "máquina autoconsciente", como nós, por exemplo. Nós mesmos temos consciência, mas é impossível explicar como. Aliás, se fosse possível explicar, seria possível produzir um artefato autoconsciente. Mas aí esse "artefato" ganharia direitos de cidadania...
"Ide com a onda que nos arrasta; necessitamos do movimento, que é vida, ao passo que vós nos apresentais a imobilidade, que é a morte.... Queremos lançar-nos à vida, porquanto os séculos vindouros, que divisamos, têm horror à morte." (Obras Póstumas - Allan Kardec).

visite: http://conviccao-espirita.blogspot.com/2013/08/apresentacao-deste-blog.html

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #89 Online: 19 de Novembro de 2017, 17:47:01 »
O que sobrevive após a morte é a CONSCIÊNCIA.
A consciência depende do cérebro. Se o cérebro morre a consciência apaga.
A SUA consciência depende do SEU cérebro, sim. O fenômeno em si da consciência, universal e inerente ao universo, não. A existência só é finita do ponto de vista egocêntrico da sua personalidade de aqui e agora. A consciência em si, enquanto fenômeno, encarna e reencarna em diversos níveis de manifestação, cérebros, entes, mundos, do átomo ao vegetal, animal, homem e adiante.
Quando digo "consciência cósmica", estou dizendo de forma completamente literal e objetiva. A consciência é cósmica. Ela é um fenômeno do cosmo. Um agente universal.
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #90 Online: 19 de Novembro de 2017, 17:49:05 »
E, neste sentido, todas miríades de entes viventes são manifestações de diferentes configurações e arranjos da substância cósmica e da consciência cósmica.
« Última modificação: 19 de Novembro de 2017, 17:54:52 por criso »
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
infantil teimosia cética
« Resposta #91 Online: 19 de Novembro de 2017, 17:51:07 »
Não tem jeito. A negação cética é uma teimosia mimada e rebelde sem sentido.
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline Gorducho

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.208
  • Sexo: Masculino
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #92 Online: 19 de Novembro de 2017, 18:01:17 »
A consciência não pode ser explicada por leis naturais (pelo menos as leis naturais que regem o nosso universo fenomênico). Se a consciência for o resultado de uma lei natural, essa lei não é por nós cognoscível.
Se nós concordamos que "consciência" é um fato — cogito ergo &c. — então, por definição, é algo (truísmo: natural) do universo.
Por bom tempo a catástrofe do ultravioleta não "pode ser explicada";
a "lei" (se "existir") do big-bang não nos é cognoscível;
os fenômenos quânticos não nos são inteligíveis (dedilhamos o MatLab).
Nem por isso ninguém vai dizer que não são coisas (naturais::truísmo) do universo.
Citar
A prova disso é que não se consegue conceber nem mesmo mentalmente uma "máquina autoconsciente", como nós, por exemplo. Nós mesmos temos consciência, mas é impossível explicar como.
¿Y qué?
O que nós não sabemos "explicar" não faz parte do universo :?:
« Última modificação: 19 de Novembro de 2017, 18:03:30 por Gorducho »

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #93 Online: 19 de Novembro de 2017, 18:03:12 »
Se nós concordamos que "consciência" é um fato — cogito ergo &c. — então, por definição, é algo (truísmo: natural) do universo.
Por bom tempo a catástrofe do ultravioleta não "pode ser explicada";
a "lei" (se "existir") do big-bang não nos é cognoscível;
os fenômenos quânticos não nos são inteligíveis (dedilhamos o MatLab).
Nem por isso ninguém vai dizer que não são coisas (naturais, truísmo) do universo.
Isso, concordo completamente! Gigaview, vai negar isso aqui?
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.309
  • QI (Quociente de Inteligência) = 98
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #94 Online: 19 de Novembro de 2017, 18:32:10 »
Estou simplesmente dizendo que a consciência é um fenômeno natural do universo. Ou você vai discordar disso também?

Você está dizendo isso agora, na verdade você disse que a consciência é um "fenômeno cósmico", assim como você disse agora que a consciência é um fenômeno natural do "universo". E antes que você diga que "era exatamente isso que eu queria dizer", existe uma enorme distância entre um fenômeno natural "do cérebro humano" e do "universo", apesar do sentido de pertinência do cérebro no conjunto das coisas universais. Fica subentendido, devido às suas tosquices misticóides anteriores, que a consciência é cósmica porque é inerente ao universo e não especificamente ao cérebro em si. Antes de continuar regorgitando tosquices, convém que você defina com precisão os termos utilizados não esquecendo de alinhavar provas e evidências.
Não passei no teste da MENSA mas completei o 2o. Grau.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.309
  • QI (Quociente de Inteligência) = 98
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #95 Online: 19 de Novembro de 2017, 18:43:45 »
O que sobrevive após a morte é a CONSCIÊNCIA.
A consciência depende do cérebro. Se o cérebro morre a consciência apaga.
A SUA consciência depende do SEU cérebro, sim. O fenômeno em si da consciência, universal e inerente ao universo, não. A existência só é finita do ponto de vista egocêntrico da sua personalidade de aqui e agora. A consciência em si, enquanto fenômeno, encarna e reencarna em diversos níveis de manifestação, cérebros, entes, mundos, do átomo ao vegetal, animal, homem e adiante.

 :histeria: Boa.

Boa piada....Aqui o Criso diz que existe uma consciência que depende do cérebro e a versão misticóide de uma consciência inerente ao Universo que não depende do cérebro e vai além com essa tosquice de encarna, reencarna, etc...

Assim fica difícil discutir qualquer coisa do ponto de vista cético.

Quando pergunto sobre a "energia" da consciência ele lembra do cérebro dizendo que é eletricidade, etc...mas na verdade quero saber a energia dessa consciência inerente ao universo. Ele escorrega de um lado para o outro ao sabor dos significados que ele imagina para suas tosquices.

« Última modificação: 19 de Novembro de 2017, 18:46:51 por Gigaview »
Não passei no teste da MENSA mas completei o 2o. Grau.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.309
  • QI (Quociente de Inteligência) = 98
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #96 Online: 19 de Novembro de 2017, 18:50:06 »
Se nós concordamos que "consciência" é um fato — cogito ergo &c. — então, por definição, é algo (truísmo: natural) do universo.
Por bom tempo a catástrofe do ultravioleta não "pode ser explicada";
a "lei" (se "existir") do big-bang não nos é cognoscível;
os fenômenos quânticos não nos são inteligíveis (dedilhamos o MatLab).
Nem por isso ninguém vai dizer que não são coisas (naturais, truísmo) do universo.
Isso, concordo completamente! Gigaview, vai negar isso aqui?

Já percebeu que sempre tem alguém para explicar o que você "queria" dizer?
Não passei no teste da MENSA mas completei o 2o. Grau.

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #97 Online: 19 de Novembro de 2017, 18:55:10 »
Citar
existe uma enorme distância entre um fenômeno natural "do cérebro humano" e do "universo"
Mas é claro que existe - é a sua percepção completamente limitada e egocêntrica. Já descrevi bem este fenômeno em outro tópico, e convém colar aqui:

"O paradigma criacionista nos colocou como criaturas racionais e separadas colocadas num mundo feito para nós, cujo centro somos nós, como se fossemos os "players" de um grande cenário, e todo o resto são fenômenos ou NPCs. O paradigma ateu-materialista-niilista simplesmente cortou Deus da equação, mas manteve todo o resto. O problema é que a personalidade, essencialmente, não existe, e é a grande ilusão central que fundamenta ambos os pontos de vista."

Você olha para estrelas e considera isso "algo cósmico", você olha para buracos negros e considera isso "algo cósmico", mas você olha para si mesmo e se considera algo separado, independente, individual, com início e fim.

Você olha para tornados, tempestades, buracos negros, supernovas, e considera todas estas coisas fenômenos. O que você se nega a admitir é que você mesmo também é um fenômeno. A humanidade inteira é um fenômeno natural do universo.

E outra - se você não aceitar isso, vai ter que pressupor uma origem imaterial para a vida e a inteligência.
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

Offline Leafar

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.806
  • Sexo: Masculino
    • Convicção Espírita
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #98 Online: 19 de Novembro de 2017, 18:56:25 »
A consciência não pode ser explicada por leis naturais (pelo menos as leis naturais que regem o nosso universo fenomênico). Se a consciência for o resultado de uma lei natural, essa lei não é por nós cognoscível.
Se nós concordamos que "consciência" é um fato — cogito ergo &c. — então, por definição, é algo (truísmo: natural) do universo.
Por bom tempo a catástrofe do ultravioleta não "pode ser explicada";
a "lei" (se "existir") do big-bang não nos é cognoscível;
os fenômenos quânticos não nos são inteligíveis (dedilhamos o MatLab).
Nem por isso ninguém vai dizer que não são coisas (naturais::truísmo) do universo.
Citar
A prova disso é que não se consegue conceber nem mesmo mentalmente uma "máquina autoconsciente", como nós, por exemplo. Nós mesmos temos consciência, mas é impossível explicar como.
¿Y qué?
O que nós não sabemos "explicar" não faz parte do universo :?:
Não do universo para nós cognoscível.
"Ide com a onda que nos arrasta; necessitamos do movimento, que é vida, ao passo que vós nos apresentais a imobilidade, que é a morte.... Queremos lançar-nos à vida, porquanto os séculos vindouros, que divisamos, têm horror à morte." (Obras Póstumas - Allan Kardec).

visite: http://conviccao-espirita.blogspot.com/2013/08/apresentacao-deste-blog.html

Offline criso

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 360
  • Sexo: Masculino
  • γνῶθι σεαυτόν
Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Resposta #99 Online: 19 de Novembro de 2017, 18:56:49 »
Boa piada....Aqui o Criso diz que existe uma consciência que depende do cérebro e a versão misticóide de uma consciência inerente ao Universo que não depende do cérebro e vai além com essa tosquice de encarna, reencarna, etc...

muito simples - se um ateu não acreditar que a vida, a inteligência e a consciência foram criadas,
então ele precisa admitir sem saída a ideia de que a vida, a inteligência e a consciência são fenômenos e possibilidades inerentes ao universo, que sempre existiram em estado latente. Se a inteligência é incriada, então ela precisa ser parte inerente do universo.
Visita
Interiora
Terrae
Rectificandoque
Invenies
Occultum
Lapidem

e que as rosas floresçam em vossa cruz!

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!