Autor Tópico: O que te faria abandonar o ateísmo?  (Lida 5216 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Gorducho

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.262
  • Sexo: Masculino
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #100 Online: 02 de Maio de 2018, 15:56:04 »
Citar
Você que se expressou que as crenças religiosas que hoje renega lhe foram impostas pelos seus pais.
"Imposta" não. Lá em casa era pura liberdade, se fazia o que queria.
Mas é lavagem cerebral pura. Religiosidade dessas institucionalizadas (c/"doutrinas" e dogmas segundo suas próprias palavras) não tem NADA de "natural".
Desde cedo mamãe falava em Jesus, nos anjos-da-guarda.
Depois foi Evangelizadora chiquista (oficialismo FEB) e eu ia junto — claro que não obrigado; isso jamais. Mas é uma coisa natural ir.
Eu confesso piamente que acreditava nisso tudo: Jesus Cristo, os espíritos, o umbral.
Mas em retrospectiva vejo que nada teve de "natural" nessas crenças, ainda que não IMPOSTAS em casa.

Offline Martinho Lutero

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 196
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #101 Online: 02 de Maio de 2018, 16:03:12 »
Todos nós céticos dotados de formação científica deixamos "em aberto" a possibilidade de tudo. Nossa bússola é a Navalha.
Nosso Lente de Física I sempre dizia: em Física nunca duvidem de nada. Mas desde que haja alguma evidência, claro :!:
Agora a questão seria como definir um "deus" caso algum ser eventualmente desse-as-caras...
Citação de: Sr. Martinho Lutero
Sou Cristão, mas muito do que aprendi sobre o Deus do meu coração foi através de leituras maçônicas.
Que diz do martinismo lionês :?:
I.e. (simplificadamente, claro): a possibilidade de se empregar o magnetismo animal do Mesmer pra adquirir um estado de consciência pré-queda, podendo lobrigar algo desse ultramundo maravilhoso no qual imagino que S/Pessoa Creia :?:

Desconheço o martinismo lionês. A mim não agrada o ocultismo.

O magnetismo animal de Mesmer nada mais foi do que sugestão hipnótica. Agora a hipnose ser usada para esse fim que mencionou, não disponho de ferramentas para tirar alguma conclusão.



Por que você insiste nisto? Sim, há alguns sujeitos irracionais que afirmam que não há deuses. Estão errados.
Um ateu racional jamais dirá isto. Ele apenas recusará os deuses que lhe forem apresentados sem evidências.
Deixará a possibilidade em aberto.
Então você admite que há a possibilidade de existir alguma divindade?

Assume então que está aberto para essa possibilidade?
Claro. Como poderia afirmar a inexistência de algum deus? Como provar?

Puxa, já é um grande avanço.  :clapping:



Seita: religião dos outros.
Errado! Não é qualquer coisa que pode ser chamada de Religião, meu amigo. A coisa não é tão bagunçada assim não.
Você já provou que é ao mostrar que sua religião é uma salada de crenças que você escolheu porque lhe pareceram mais simpáticas.

Isso é achismo, meu amigo. Como pode saber que minha religião é um X-Burguer? Já a experimentou?  :lol:



Quando eu nasci, não acreditava em deuses, portanto já era membro da seita ateísta?
Quando nasceu, você também não sabia andar e nem falar. E se parar para pensar, nasceu também com o livre-arbítrio. Que bom ter tido a chance de poder escolher no que acreditar, não é mesmo?! Deus seria um ditador se fosse o contrário.
Eu nasci sem crenças. Elas me foram enfiadas na cabeça antes que eu tivesse o pensamento crítico desenvolvido para poder analisar se faziam sentido. Levei muitos anos para me livrar delas.

Então esse é o problema (origem da revolta): teus pais te enfiaram crenças alheias contra a tua vontade.

Então o que eu disse sobre os ''ateus'' agirem como adolescentes que se rebelaram contra os pais não está tão longe da realidade.

Ou isso ou quem tem problemas são os religiosos, senhor Martinho. Necessidade de uma bengala emocional devido a Síndrome de Peter Pan: pessoas que continuam a se comportar como crianças mesmo depois de adultas, devido a uma forte imaturidade emocional, substituindo assim a figura do pai por um deus.

Nunca conheci nenhum religioso que tivesse colocado algum deus no lugar do pai. Até porque todos que conheço se dão muito bem com seus pais.  :P



Citar
porque todas elas tiveram cultos e ritos bem estabelecidos, sacerdócio hierarquizado
:ok: Então dentro dessa sua maneira de pensar, o Xipe-Totec, o Apollo, a Hera, a Afrodite... devem ser tão credíveis quanto o deus Jeová.
Todo ente objeto de culto religioso deve ter idêntico status quanto a sua existência real.

Se alguém quiser acreditar em Apollo, Zeus, Hera ou Rá, quem sou eu para questionar o seu livre-arbítrio. Agora se escolheram adorar os deuses errados (e não sou eu quem vai julgar isso), claro que eles irão descobrir o erro que cometeram de um jeito ou de outro.

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.771
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #102 Online: 02 de Maio de 2018, 16:13:50 »
Já esperava por esta resposta. Você me ofende ao atribuir minha desconversão a uma reação emocional em vez de uma decisão racional.
Você que se expressou que as crenças religiosas que hoje renega lhe foram impostas pelos seus pais.
E foram, embora com as melhores intenções. Mas eu nunca tive raiva deles. O que eu tive foi dúvidas e não encontrei respostas satisfatórias.
Você teria se tornado cristão se tivesse sido educado na China, na Índia ou na Arábia?
Possivelmente sim, por quê não? Se há casos de conversão mesmo em países orientais. E eles não são poucos...
Há casos de conversões em todas as direções. Muitos ocidentais se tornam hinduístas, budistas, islamistas etc.
Não há uma "força" ou tendência para que as pessoas se convertam a alguma seita do cristianismo.
Pelo contrário, 2/3 da humanidade não é cristã apesar de 2 mil anos de encheção de saco dos missionários.
O fato de existir o inferno não te dá o direito de saber quem é que vai ou não para lá.
Cada religião decide que tipo de gente vai para seu inferno.
Errado. Jesus disse que ninguém podia mudar uma vírgula que fosse das Escrituras. Estava tudo valendo. Ele só acrescentou mais coisas.
Nos trouxe novas revelações para melhor entender o que diziam as antigas. Portanto, você não pode tirar mais conclusões baseando-se apenas nas leis de Moisés.
Repetindo: não é à toa que o cristianismo está dividido em milhares de seitas. Cada um decide o que está valendo ou o que "é apenas fanatismo" ou "Jesus disse que isto não precisava mais".
Nós não escolhemos as partes da Bíblia que mais nos agradam. Pelo contrário, A estudamos do Gênesis ao Apocalipse. E essas seitas ''cristãs'' que você falou é formada por falsos cristãos e nós não podemos levar a culpa por causa de algumas ovelhas desgarradas.
Claro, claro ...
Nós estamos certos e quem interpretar diferente está errado porque a nossa interpretação obviamente é a única correta ...
Não conseguem chegar a um acordo nem mesmo quanto aos livros que fazem parte da Bíblia ...
Até entre os ''ateus'' você disse que há aqueles irracionais e errados.
Disse isto baseado em lógica e não nas supostas revelações de um suposto deus.
É uma lógica que não depende de crença ou de interpretação.
« Última modificação: 02 de Maio de 2018, 16:15:58 por Fernando Silva »

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.771
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #103 Online: 02 de Maio de 2018, 16:19:50 »
Nunca conheci nenhum religioso que tivesse colocado algum deus no lugar do pai. Até porque todos que conheço se dão muito bem com seus pais.  :P
Isto só mostra que você não conhece muita gente.
Se alguém quiser acreditar em Apollo, Zeus, Hera ou Rá, quem sou eu para questionar o seu livre-arbítrio. Agora se escolheram adorar os deuses errados (e não sou eu quem vai julgar isso), claro que eles irão descobrir o erro que cometeram de um jeito ou de outro.
Ameaças de novo?

Offline Martinho Lutero

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 196
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #104 Online: 02 de Maio de 2018, 16:39:39 »
Nunca conheci nenhum religioso que tivesse colocado algum deus no lugar do pai. Até porque todos que conheço se dão muito bem com seus pais.  :P
Isto só mostra que você não conhece muita gente.

Baseado em quê o seu achismo?


Se alguém quiser acreditar em Apollo, Zeus, Hera ou Rá, quem sou eu para questionar o seu livre-arbítrio. Agora se escolheram adorar os deuses errados (e não sou eu quem vai julgar isso), claro que eles irão descobrir o erro que cometeram de um jeito ou de outro.
Ameaças de novo?

Achismos de novo?

Fui bem claro que quem não sou nada para julgar alguém.

Offline AlienígenA

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.782
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #105 Online: 02 de Maio de 2018, 16:57:20 »
Quando eu nasci, não acreditava em deuses, portanto já era membro da seita ateísta?
Quando nasceu, você também não sabia andar e nem falar. E se parar para pensar, nasceu também com o livre-arbítrio. Que bom ter tido a chance de poder escolher no que acreditar, não é mesmo?! Deus seria um ditador se fosse o contrário.
Eu nasci sem crenças. Elas me foram enfiadas na cabeça antes que eu tivesse o pensamento crítico desenvolvido para poder analisar se faziam sentido. Levei muitos anos para me livrar delas.

Então esse é o problema (origem da revolta): teus pais te enfiaram crenças alheias contra a tua vontade.

Então o que eu disse sobre os ''ateus'' agirem como adolescentes que se rebelaram contra os pais não está tão longe da realidade.

Ou isso ou quem tem problemas são os religiosos, senhor Martinho. Necessidade de uma bengala emocional devido a Síndrome de Peter Pan: pessoas que continuam a se comportar como crianças mesmo depois de adultas, devido a uma forte imaturidade emocional, substituindo assim a figura do pai por um deus.

Nunca conheci nenhum religioso que tivesse colocado algum deus no lugar do pai. Até porque todos que conheço se dão muito bem com seus pais.  :P

Como um psicólogo o senhor me decepciona, seu Martinho. Por acaso desconhece que essa sua hipótese de "rebeldia como explicação para o ateísmo" provém da mesma tese que sugere a conexão entre o complexo paternal e a crença em deus? Diz ela: deus aparece como grande sublimação dos pais, isto é, de sua representação em nossa infância. A religiosidade está, portanto, relacionada com a prolongada impotência e necessidade de amparo da criança que, na fase adulta, percebendo quão desamparada e fraca é ao se confrontar com as grandes forças da vida, tenta negar seu próprio desalento, por meio de uma reanimação das forças que lhe davam segurança na infância.


Offline Martinho Lutero

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 196
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #106 Online: 02 de Maio de 2018, 17:13:25 »
Quando eu nasci, não acreditava em deuses, portanto já era membro da seita ateísta?
Quando nasceu, você também não sabia andar e nem falar. E se parar para pensar, nasceu também com o livre-arbítrio. Que bom ter tido a chance de poder escolher no que acreditar, não é mesmo?! Deus seria um ditador se fosse o contrário.
Eu nasci sem crenças. Elas me foram enfiadas na cabeça antes que eu tivesse o pensamento crítico desenvolvido para poder analisar se faziam sentido. Levei muitos anos para me livrar delas.

Então esse é o problema (origem da revolta): teus pais te enfiaram crenças alheias contra a tua vontade.

Então o que eu disse sobre os ''ateus'' agirem como adolescentes que se rebelaram contra os pais não está tão longe da realidade.

Ou isso ou quem tem problemas são os religiosos, senhor Martinho. Necessidade de uma bengala emocional devido a Síndrome de Peter Pan: pessoas que continuam a se comportar como crianças mesmo depois de adultas, devido a uma forte imaturidade emocional, substituindo assim a figura do pai por um deus.

Nunca conheci nenhum religioso que tivesse colocado algum deus no lugar do pai. Até porque todos que conheço se dão muito bem com seus pais.  :P

Como um psicólogo o senhor me decepciona, seu Martinho. Por acaso desconhece que essa sua hipótese de "rebeldia como explicação para o ateísmo" provém da mesma tese que sugere a conexão entre o complexo paternal e a crença em deus? Diz ela: deus aparece como grande sublimação dos pais, isto é, de sua representação em nossa infância. A religiosidade está, portanto, relacionada com a prolongada impotência e necessidade de amparo da criança que, na fase adulta, percebendo quão desamparada e fraca é ao se confrontar com as grandes forças da vida, tenta negar seu próprio desalento, por meio de uma reanimação das forças que lhe davam segurança na infância.

Meu caro, eu atendo gente com problemas todos os dias, e sua tese furada não chega nem perto do que escuto no consultório. Aliás, ela nem existe e seria considerada motivo de piada no nosso meio acadêmico.

E não é verdade o que disse em relação às crianças. Elas não estão nem um pouco se lixando com Jesus ou se a Bíblia é verdade. Estão mais preocupadas com o Hulk e o Homem-Aranha e acham um saco leituras religiosas. Se se sentem fragilizadas e desalentadas quando crescem, buscam esteio nos conselhos dos pais ou procuram orientações de terapeutas profissionais ou mesmo de um sacerdote religioso, mas nunca substituem a figura paterna por alguma divindade senão nenhuma delas se dariam mais bem com os seus pais.

Então sinto muito, mas sua tentativa de ''inversão do ônus da prova'' não foi válida.

Offline Martinho Lutero

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 196
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #107 Online: 02 de Maio de 2018, 17:41:20 »
E isso acabou me trazendo à mente um corolário interessante:

Acho que vocês se revoltam com Deus pra não terem que se revoltar contra seus pais, o que seria desvantajoso.

Nesse caso, a substituição Deus/Pai veio bem a calhar para a crença ateísta. Caiu como uma luva.  :biglol:

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 27.209
  • Sexo: Masculino
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #108 Online: 02 de Maio de 2018, 18:07:14 »
[...]
E não é verdade o que disse em relação às crianças. Elas não estão nem um pouco se lixando com Jesus ou se a Bíblia é verdade. Estão mais preocupadas com o Hulk e o Homem-Aranha e acham um saco leituras religiosas.
[...]

Então há ainda alguma esperança para a humanidade.

Embora eu ache que no lugar do Hulk, elas se preocupem mais com o Homem de Ferro.
Foto USGS

Offline AlienígenA

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.782
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #109 Online: 02 de Maio de 2018, 18:08:51 »
Quando eu nasci, não acreditava em deuses, portanto já era membro da seita ateísta?
Quando nasceu, você também não sabia andar e nem falar. E se parar para pensar, nasceu também com o livre-arbítrio. Que bom ter tido a chance de poder escolher no que acreditar, não é mesmo?! Deus seria um ditador se fosse o contrário.
Eu nasci sem crenças. Elas me foram enfiadas na cabeça antes que eu tivesse o pensamento crítico desenvolvido para poder analisar se faziam sentido. Levei muitos anos para me livrar delas.

Então esse é o problema (origem da revolta): teus pais te enfiaram crenças alheias contra a tua vontade.

Então o que eu disse sobre os ''ateus'' agirem como adolescentes que se rebelaram contra os pais não está tão longe da realidade.

Ou isso ou quem tem problemas são os religiosos, senhor Martinho. Necessidade de uma bengala emocional devido a Síndrome de Peter Pan: pessoas que continuam a se comportar como crianças mesmo depois de adultas, devido a uma forte imaturidade emocional, substituindo assim a figura do pai por um deus.

Nunca conheci nenhum religioso que tivesse colocado algum deus no lugar do pai. Até porque todos que conheço se dão muito bem com seus pais.  :P

Como um psicólogo o senhor me decepciona, seu Martinho. Por acaso desconhece que essa sua hipótese de "rebeldia como explicação para o ateísmo" provém da mesma tese que sugere a conexão entre o complexo paternal e a crença em deus? Diz ela: deus aparece como grande sublimação dos pais, isto é, de sua representação em nossa infância. A religiosidade está, portanto, relacionada com a prolongada impotência e necessidade de amparo da criança que, na fase adulta, percebendo quão desamparada e fraca é ao se confrontar com as grandes forças da vida, tenta negar seu próprio desalento, por meio de uma reanimação das forças que lhe davam segurança na infância.

Meu caro, eu atendo gente com problemas todos os dias, e sua tese furada não chega nem perto do que escuto no consultório. Aliás, ela nem existe e seria considerada motivo de piada no nosso meio acadêmico.

A tese não é minha, senhor Martinho. E é vastamente conhecida. Interessante que logo o senhor a desconheça.  :hein:  Não é preciso dizer mais nada.

Offline Martinho Lutero

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 196
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #110 Online: 02 de Maio de 2018, 18:32:39 »
Quando eu nasci, não acreditava em deuses, portanto já era membro da seita ateísta?
Quando nasceu, você também não sabia andar e nem falar. E se parar para pensar, nasceu também com o livre-arbítrio. Que bom ter tido a chance de poder escolher no que acreditar, não é mesmo?! Deus seria um ditador se fosse o contrário.
Eu nasci sem crenças. Elas me foram enfiadas na cabeça antes que eu tivesse o pensamento crítico desenvolvido para poder analisar se faziam sentido. Levei muitos anos para me livrar delas.

Então esse é o problema (origem da revolta): teus pais te enfiaram crenças alheias contra a tua vontade.

Então o que eu disse sobre os ''ateus'' agirem como adolescentes que se rebelaram contra os pais não está tão longe da realidade.

Ou isso ou quem tem problemas são os religiosos, senhor Martinho. Necessidade de uma bengala emocional devido a Síndrome de Peter Pan: pessoas que continuam a se comportar como crianças mesmo depois de adultas, devido a uma forte imaturidade emocional, substituindo assim a figura do pai por um deus.

Nunca conheci nenhum religioso que tivesse colocado algum deus no lugar do pai. Até porque todos que conheço se dão muito bem com seus pais.  :P

Como um psicólogo o senhor me decepciona, seu Martinho. Por acaso desconhece que essa sua hipótese de "rebeldia como explicação para o ateísmo" provém da mesma tese que sugere a conexão entre o complexo paternal e a crença em deus? Diz ela: deus aparece como grande sublimação dos pais, isto é, de sua representação em nossa infância. A religiosidade está, portanto, relacionada com a prolongada impotência e necessidade de amparo da criança que, na fase adulta, percebendo quão desamparada e fraca é ao se confrontar com as grandes forças da vida, tenta negar seu próprio desalento, por meio de uma reanimação das forças que lhe davam segurança na infância.

Meu caro, eu atendo gente com problemas todos os dias, e sua tese furada não chega nem perto do que escuto no consultório. Aliás, ela nem existe e seria considerada motivo de piada no nosso meio acadêmico.

A tese não é minha, senhor Martinho. E é vastamente conhecida. Interessante que logo o senhor a desconheça.  :hein:  Não é preciso dizer mais nada.

Cite ela aí, meu caro, junto com a fonte, é claro.

Quem sabe você me conceda a oportunidade de aprender também com vocês.

Offline Martinho Lutero

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 196
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #111 Online: 02 de Maio de 2018, 18:45:38 »
[...]
E não é verdade o que disse em relação às crianças. Elas não estão nem um pouco se lixando com Jesus ou se a Bíblia é verdade. Estão mais preocupadas com o Hulk e o Homem-Aranha e acham um saco leituras religiosas.
[...]

Então há ainda alguma esperança para a humanidade.

Embora eu ache que no lugar do Hulk, elas se preocupem mais com o Homem de Ferro.

Esperança?

Claro, deixemos que as nossas crianças aprendam com seus ''ídolos'' que só se deve salvar gente que mora em NY.  :biglol:

E também matar quem estiver em seu caminho.  :medo:

Offline Skeptikós

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 4.074
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #112 Online: 02 de Maio de 2018, 19:30:31 »
Nunca tive revolta em relação ao conceito de Deus ou deuses. Sou agnóstico com inclinações ateístas, antes disso fui panteísta depois de ser deísta, e antes, católico-não praticante (tinha formação católica, acreditavate em Deus, mas não seguia nenhuma religião organizada e não me lembro de já ter acreditado em milagres ou afins).

Entendo o conceito de "crença" como um estado psicológico, onde sentimos segurança de que determinada afirmação é verdadeira ou falsa, o que me leva a concluir que tanto o ateísmo quanto o teísmo são fundamentados em uma posição que envolve a manifestação de uma crença, já que teístas consideram verdadeira a afirmação de que ao menos um deus existe, enquanto ateístas consideram está mesma afirmação falsa. Uma posição intermediária a estas duas é a do agnosticismo, que não nega nem aceita como verdadeiro a afirmação de que ao menos um deus existe, o agnóstico reconhece não poder tomar uma decisão, ele está em dúvida a respeito da questão e como a dúvida é a ausência de crença, o agnóstico seria descrente em relação a existência de deuses. Está é a minha posição, ao menos em relação a ideia de existência dos deuses das principais religiões.

Ultimamente no entanto venho flertando com o ateísmo, por reconhecer que a minha posição de neutralidade e dúvida em relação a Deus tem mais a ver com o fato de determinadas religiões ainda desempenharem papel importante na vida cotidiana de muitas pessoas ao meu redor do que da impossibilidade lógica e científica de se provar a inexistência de deuses. Não costumo ser agnóstico em relação a deuses de religiões que não são mais praticadas pelas pessoas ao meu redor, como as religiões gregas e egípcias, reconhecendo-as apenas como mitologia, então por qual motivo deveria ser agnóstico em relação ao deus de Abraão (já que para mim em especial, a questão não desempenharem tanta importância como para aqueles ao meu redor?)?

Mas mesmo que eu assuma a crença de que Deus ou deuses não existem (ao menos aqueles conceitos de deuses com os quais estou familiarizado), admitiria, por uma impossibilidade lógica, que não poderia provar isso. Pois como disseram acima, não existe evidência daquilo que não existe. Evidência é aquilo que aparece, e o que não existe não aparece.
« Última modificação: 02 de Maio de 2018, 19:33:06 por Skeptikós »
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar

Offline Vithor

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 159
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #113 Online: 02 de Maio de 2018, 23:36:59 »
[...]
E não é verdade o que disse em relação às crianças. Elas não estão nem um pouco se lixando com Jesus ou se a Bíblia é verdade. Estão mais preocupadas com o Hulk e o Homem-Aranha e acham um saco leituras religiosas.
[...]

Então há ainda alguma esperança para a humanidade.

Embora eu ache que no lugar do Hulk, elas se preocupem mais com o Homem de Ferro.

Esperança?

Claro, deixemos que as nossas crianças aprendam com seus ''ídolos'' que só se deve salvar gente que mora em NY.  :biglol:

E também matar quem estiver em seu caminho.  :medo:

E isso não é  basicamente o que o deus cristão faz?

Mata todo mundo que fica no caminho dele. ( vide Sodoma e Gomorra, Sete pragas do Egito, Dilúvio, e mais um montão de atrocidades )

E sempre salva apenas aqueles que moram em Canaã... No dilúvio matou todo mundo, até as criancinhas e os pobres animais, não foi diferente no Egito. Só os malditos Hebreus se Safam. Não é a toa que o Cartman odeia Kayle. E o Hitler odeie os Judeus, Afinal se for ver pela lógica cristã, todos somos filhos de deus, porém o povo Judeu é o filho mimado do Javé.

E afinal Por que ele não deu uma Terra prometida aos povos pré colombianos?Tudo bem eles não rezavam ao todo poderoso Javé, mas eles  nem conheciam o cristianismo, isso não justifica?
E os coitados depois foram Exterminados pelos  conquistadores  Bons Cristãos espanhóis.

Eu se pudesse escolher um deus para crer, Com certeza seria o Batman, Taciturno e Imparcial. Esse sim seria um Bom deus.
« Última modificação: 02 de Maio de 2018, 23:39:03 por Vithor »

Offline Martinho Lutero

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 196
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #114 Online: 03 de Maio de 2018, 00:54:22 »
[...]
E não é verdade o que disse em relação às crianças. Elas não estão nem um pouco se lixando com Jesus ou se a Bíblia é verdade. Estão mais preocupadas com o Hulk e o Homem-Aranha e acham um saco leituras religiosas.
[...]

Então há ainda alguma esperança para a humanidade.

Embora eu ache que no lugar do Hulk, elas se preocupem mais com o Homem de Ferro.

Esperança?

Claro, deixemos que as nossas crianças aprendam com seus ''ídolos'' que só se deve salvar gente que mora em NY.  :biglol:

E também matar quem estiver em seu caminho.  :medo:

E isso não é  basicamente o que o deus cristão faz?

Mata todo mundo que fica no caminho dele. ( vide Sodoma e Gomorra, Sete pragas do Egito, Dilúvio, e mais um montão de atrocidades )

E sempre salva apenas aqueles que moram em Canaã... No dilúvio matou todo mundo, até as criancinhas e os pobres animais, não foi diferente no Egito. Só os malditos Hebreus se Safam. Não é a toa que o Cartman odeia Kayle. E o Hitler odeie os Judeus, Afinal se for ver pela lógica cristã, todos somos filhos de deus, porém o povo Judeu é o filho mimado do Javé.

 :chorao:


Sem embargo, essa é a primeira vez que vejo alguém se solidarizar com Sodoma (aquele antro de sodomitas) e Gomorra.
O povo dessas duas cidades malditas eram um caso perdido. Eram pecadores sórdidos e corruptos da pior espécie que não poupavam nem mesmo crianças e animais. Não poupavam ninguém. Estavam totalmente entregues ao mal.
E olha que Deus ainda tentou avisá-los, pois Ele é bom. Mas até Seus Anjos enviados os sodomitas tentaram violenta-los. Enfim, tiveram o fim que mereceram.

Quanto aos hebreus do Egito, você sabe quantas chances Deus deu para o Faraó se arrepender e libertar aquele povo que era tradado como escravo? Quando avisos Deus deu?
Deus tentou fazer de tudo para poupar os egípcios, pois Ele é bom. A culpa foi do Faraó que era um baita de um cabeça dura ganancioso.

A propósito, o que são as ''Sete pragas do Egito''?  :histeria:

Quanto ao dilúvio, é uma barbaridade o seu argumento. Deus deu uma nova chance à vida, pois Ele é bom. Olhe ao seu redor e pense em tudo de bom que você tem na vida é graças a essa nova chance que Ele nos deu. Deveria era ser-lhE grato!

Quanto à Canaã, graças a Jesus o mundo todo pôde ser salvo depois da vinda dEle. Não é como os ''super-heróis'' que só salvam estadunidenses que moram em NY (principalmente quando há mocinhas envolvidas :biglol:).



Agora isso aqui que você falou, amigo:
 
Citar
E o Hitler odeia os Judeus

Putz! Apelo à autoridade? (Olhe aí, Geotecton, uma falácia escancarada)

E logo a quem você escolheu para apelar e servir como defesa pro seu argumento? Hitler:susto:

 :nao3:  :(  :no:

Estou sem palavras...



Citar
E afinal Por que ele não deu uma Terra prometida aos povos pré colombianos?Tudo bem eles não rezavam ao todo poderoso Javé, mas eles  nem conheciam o cristianismo, isso não justifica?
E os coitados depois foram Exterminados pelos  conquistadores  Bons Cristãos espanhóis.

Putz! Aqueles fanáticos que faziam sacrifícios humanos dos mais horrendos e sangrentos e se drogavam o dia inteiro?

 :nao3:

Vai ter que melhorar mais os seus argumentos, meu caro.


Citar
Eu se pudesse escolher um deus para crer, Com certeza seria o Batman, Taciturno e Imparcial. Esse sim seria um Bom deus.

Péssima escolha. O Batmam só aceita o chamado se for via holofote.  :histeria:
« Última modificação: 03 de Maio de 2018, 01:16:51 por Martinho Lutero »

Offline Muad'Dib

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.506
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #115 Online: 03 de Maio de 2018, 06:23:06 »
Melhor que o deus abraâmico que os caras rezam, imploram, se explodem, matam os outros, dão todo o dinheiro do bolso... e ainda assim o cidadão nem se digna a dar um alô de leve.


Offline Muad'Dib

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.506
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #116 Online: 03 de Maio de 2018, 06:25:08 »
E por falar nisso, Jesus tinha prometido voltar já na mesma geração dos apóstolos e não deu as caras.

Não dá para contar muito com o cara. Ele marca, o povo se planeja para o fato e na hora do vamos ver ele dá cano.

Offline Vithor

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 159
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #117 Online: 03 de Maio de 2018, 07:41:22 »


Citar
"Quanto aos hebreus do Egito, você sabe quantas chances Deus deu para o Faraó se arrepender e libertar aquele povo que era tradado como escravo? Quando avisos Deus deu?
Deus tentou fazer de tudo para poupar os egípcios, pois Ele é bom. A culpa foi do Faraó que era um baita de um cabeça dura ganancioso."

E então todos primogênitos do Egito tiveram que pagar, não? Ainda bem que Javé se aposentou depois da invenção da Câmara fotográfica. Imagina ele com nossos políticos? Eu ia morrer por culpa do Feliciano

Citar
"Quanto ao dilúvio, é uma barbaridade o seu argumento. Deus deu uma nova chance à vida, pois Ele é bom. Olhe ao seu redor e pense em tudo de bom que você tem na vida é graças a essa nova chance que Ele nos deu. Deveria era ser-lhE grato!"
Passo. Quer dizer, nunca se sabe quando ele vai inundar tudo de novo.
E agora entro em outra questão Sobre o dilúvio e Sodomo e Gomorra. Deus não era todo livre arbítrio?  Quer dizer, porque antes ele era o juiz da Terra e hoje, com várias atrocidades ele defende o livre arbítrio?? Quê deus mais flexível :)
Citar
Quanto à Canaã, graças a Jesus o mundo todo pôde ser salvo depois da vinda dEle. Não é como os ''super-heróis'' que só salvam estadunidenses que moram em NY (principalmente quando há mocinhas envolvidas :biglol:).

O mundo todo... Menos Todos os povos africanos, americanos e alguns povos tribais da Oceania. Todos destroçados pelo Bom cristão Europeu. E deus novamente se mantém calado.  Livre arbítrio né?

Citar
"Putz! Aqueles fanáticos que faziam sacrifícios humanos dos mais horrendos e sangrentos e se drogavam o dia inteiro? "
Mas eles tiveram a chance de aceitar deus? Ninguém foi lá evangelizar eles. Aí o Satã que não é bobo nem nada, foi lá e levou eles pro mal caminho. Incompetência do Javé

Citar
Putz! Apelo à autoridade? (Olhe aí, Geotecton, uma falácia escancarada)"

Não é falácia. Não usei Hitler para Enaltecer o argumento. Apelo à autoridade não é só chamar pessoas famosas a vento, é também usá-las como alicerces no argumento...

Citar
A propósito, o que são as ''Sete pragas do Egito''?  :histeria:

 :vergonha:


« Última modificação: 03 de Maio de 2018, 12:31:56 por Vithor »

Offline Gorducho

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.262
  • Sexo: Masculino
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #118 Online: 03 de Maio de 2018, 10:04:18 »
dúvida é a ausência de crença, o agnóstico seria descrente em relação a existência de deuses.
:ok:
Eu nunca sei bem se posso me definir como "ateísta" ou "agnóstico"
 :?:
Mas é bem isso: não acreditamos na existência de deuses. Claro que se algum dia algum aparecer, a gente por não sermos loucos passa a "acreditar" pelo contato empírico com o real
⚠️ Axioma anti-solipsismo ON
Citar
minha posição de neutralidade e dúvida em relação a Deus tem mais a ver com o fato de determinadas religiões ainda desempenharem papel importante na vida cotidiana de muitas pessoas ao meu redor do que da impossibilidade lógica e científica de se provar a inexistência de deuses.
...
não existe evidência daquilo que não existe. Evidência é aquilo que aparece, e o que não existe não aparece.
:ok:

Offline Martinho Lutero

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 196
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #119 Online: 03 de Maio de 2018, 11:46:47 »
Melhor que o deus abraâmico que os caras rezam, imploram, se explodem, matam os outros, dão todo o dinheiro do bolso... e ainda assim o cidadão nem se digna a dar um alô de leve.

Deus abraâmico uma ova, amigo. Você acabou de descrever o comunismo, o maior propagador da crença ateísta:biglol:



Citar
dão todo o dinheiro do bolso

E o que Deus iria fazer com o dinheiro dos fiéis?  :histeria:

Offline Martinho Lutero

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 196
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #120 Online: 03 de Maio de 2018, 11:48:49 »
dúvida é a ausência de crença, o agnóstico seria descrente em relação a existência de deuses.
:ok:
Eu nunca sei bem se posso me definir como "ateísta" ou "agnóstico"
 :?:
Mas é bem isso: não acreditamos na existência de deuses. Claro que se algum dia algum aparecer, a gente por não sermos loucos passa a "acreditar" pelo contato empírico com o real
⚠️ Axioma anti-solipsismo ON
Citar
minha posição de neutralidade e dúvida em relação a Deus tem mais a ver com o fato de determinadas religiões ainda desempenharem papel importante na vida cotidiana de muitas pessoas ao meu redor do que da impossibilidade lógica e científica de se provar a inexistência de deuses.
...
não existe evidência daquilo que não existe. Evidência é aquilo que aparece, e o que não existe não aparece.
:ok:

Afirmar categoricamente que algo não existe sem ter provas é um gesto Fé.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.820
  • Sexo: Masculino
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #121 Online: 03 de Maio de 2018, 12:14:49 »
Eu não acredito em fadas ou duendes, portanto sou afadista e aduendista?

Fadas e duendes não são personagens religiosos e sim folclóricos.



Citar
Quando eu nasci, não acreditava em deuses, portanto já era membro da seita ateísta?

Quando nasceu, você também não sabia andar e nem falar. E se parar para pensar, nasceu também com o livre-arbítrio. Que bom ter tido a chance de poder escolher no que acreditar, não é mesmo?! Deus seria um ditador se fosse o contrário.



Você acha que se quisesse escolher acreditar  em Zeus ou em Thor (como sendo seres reais) você iria conseguir acreditar ?



Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.820
  • Sexo: Masculino
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #122 Online: 03 de Maio de 2018, 12:18:25 »
(1) Onde foi que disse que você desrespeita a religião dos outros? Só disse que você é ateu em relação ao Deus e à religião dos outros. Ou você acredita e segue outra religião além da sua? Além de cristão você também é hinduísta? A única diferença entre você e um ateu é que os ateus não acreditam em Deus e não seguem religião alguma. Notou que temos muita coisa em comum, cara pálida?

A única coisa em comum que temos é o fato de sermos crentes.

Eu não sou ''ateu'' em relação às demais religiões. Não duvido da existência dos outros deuses, só não adoro nenhum outro a não ser o Deus do meu coração, entendeu, cara pálida?


Você realmente acredita que Zeus ou Thor  realmente existam ?




Offline Martinho Lutero

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 196
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #123 Online: 03 de Maio de 2018, 12:21:29 »
Eu não acredito em fadas ou duendes, portanto sou afadista e aduendista?

Fadas e duendes não são personagens religiosos e sim folclóricos.



Citar
Quando eu nasci, não acreditava em deuses, portanto já era membro da seita ateísta?

Quando nasceu, você também não sabia andar e nem falar. E se parar para pensar, nasceu também com o livre-arbítrio. Que bom ter tido a chance de poder escolher no que acreditar, não é mesmo?! Deus seria um ditador se fosse o contrário.



Você acha que se quisesse escolher acreditar  em Zeus ou em Thor (como sendo seres reais) você iria conseguir acreditar ?

Eu não, mas se quiser acreditar em Zeus, por mim tudo bem.

Agora Thor, acha coerente a mitologia desse cara? É tão recheada de absurdos incoerentes e descabíveis que esse sim eu aposto que foi tudo invenção. Não é a toa que durou tão pouco tempo e foi facilmente vencido pelo Cristianismo.

Offline Martinho Lutero

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 196
Re:O que te faria abandonar o ateísmo?
« Resposta #124 Online: 03 de Maio de 2018, 12:22:44 »
(1) Onde foi que disse que você desrespeita a religião dos outros? Só disse que você é ateu em relação ao Deus e à religião dos outros. Ou você acredita e segue outra religião além da sua? Além de cristão você também é hinduísta? A única diferença entre você e um ateu é que os ateus não acreditam em Deus e não seguem religião alguma. Notou que temos muita coisa em comum, cara pálida?

A única coisa em comum que temos é o fato de sermos crentes.

Eu não sou ''ateu'' em relação às demais religiões. Não duvido da existência dos outros deuses, só não adoro nenhum outro a não ser o Deus do meu coração, entendeu, cara pálida?


Você realmente acredita que Zeus ou Thor  realmente existam ?

Eu acredito no meu Deus, mas se você quiser acreditar em Zeus ou Thor, seja feliz.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!