Autor Tópico: CURA GAY  (Lida 3006 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Ricardo O

  • Nível 07
  • *
  • Mensagens: 76
CURA GAY
« Online: 28 de Abril de 2018, 19:33:38 »
Pessoal, existe cura gay? é verdade que pastor evangélico cura gay?

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.903
  • Sexo: Masculino
Re:CURA GAY
« Resposta #1 Online: 28 de Abril de 2018, 19:37:57 »
É óbvio que não "cura" nada.

Ser gay não é uma doença.
Foto USGS

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.704
  • Sexo: Masculino
Re:CURA GAY
« Resposta #2 Online: 28 de Abril de 2018, 20:22:58 »
houve uma igreja ou pastor que prometia curar gays. O lugar onde as consultas eram realizadas virou um ponto de encontro e ninguém foi curado de nada.

Encontrei a história:

http://soumaiseu.uol.com.br/noticias/superacao/fui-pastor-e-tentei-curar-gays-ate-que-sai-do-armario.phtml

Citar
Os caras do grupo de cura gay se pegavam

O grupo para curar a sexualidade, o Moses, só agravou meu sentimento de que alguma coisa não estava certa. Um dos líderes do grupo era nosso garoto-propaganda, um ex-gay que teria se curado ao entrar para a igreja e arrumado uma noiva. O que pouca gente sabe é que os dois se separaram sem terem tido relações e ele continua solteiro até hoje. Eu via gays de todos os tipos. Uma vez veio um cara trazendo o sobrinho, que era uma bicha daquelas afetadas. Tive pena dele, um alvo fácil para o preconceito. Depois que o tio saiu da sala, ele me contou que tinha sido abusado por todos da família! Depois de sofrer tanto, o “demônio” era ele.

Escondíamos as recaídas dos “ex-gays”

Depois de saber de mais uma de muitas escapadas, uma das organizadoras me disse: “Sergio, será que estamos nos enganando? As pessoas não mudam!”. Nosso discurso era “Deus transforma. Deus te cura”. Só que isso não acontecia! E tinha muita má-fé envolvida, já que o grupo costumava usar como casos de sucesso os gays que se “tornavam” héteros, mas nunca mostrava o contrário. E, de 50 ex-gays que a gente via, 51 voltavam à vida de antes!

Mesmo com todas essas evidências, só resolvi me assumir e abandonar o grupo Moses depois de uma viagem a Cingapura, em 2000, pela igreja. Eu estava tentando reprimir sonhos que andava tendo com homens e só orar e jejuar não estava resolvendo. Passei um mês rezando com líderes da igreja evangélica. Ao fim da viagem, conheci um filipino por acaso e tivemos uma noite intensa. Eu estava cansado de brigar com quem eu era, mas ainda levaria dois anos para me assumir.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline El Elyon

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 685
  • Sexo: Masculino
Re:CURA GAY
« Resposta #3 Online: 28 de Abril de 2018, 20:39:40 »
Hipoteticamente, é possível modular e alterar qualquer expressão do comportamento - incluindo aqueles que são rotulados como homossexuais (e outras expressões comportamentais afetivas e sexuais). Entretanto, em geral, terapias de conversão tem uma taxa de sucesso (como eles determinam) relativamente baixa e o número de indivíduos que são lesados por essa forma de intervenção psicológica são razoavelmente grandes - fazendo com que praticamente nenhuma associação psicológica/psiquiátrica hoje recomende ou aprove esse tipo de intervenção.
"As long as the Colossus stands, Rome will stand, when the Colossus falls, Rome will also fall, when Rome falls, so falls the world."

São Beda.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.516
  • "Minha espada não tem partidos."
Re:CURA GAY
« Resposta #4 Online: 28 de Abril de 2018, 21:47:27 »
Não existe cura gay mas existe cura para viadagem.
"Quem for brasileiro, siga-me." Duque de Caxias

"Vamos mudar isso aí. Tá OK?" Capitão Mito Bolsonaro


Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.704
  • Sexo: Masculino
Re:CURA GAY
« Resposta #5 Online: 28 de Abril de 2018, 22:50:10 »
Não existe cura gay mas existe cura para viadagem.

Eu li com a voz do Bolsonaro.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Pedro Reis

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.473
Re:CURA GAY
« Resposta #6 Online: 28 de Abril de 2018, 23:11:03 »
A prova definitiva de que igreja não cura gay.

Nem mau caráter.


Offline Muad'Dib

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.424
Re:CURA GAY
« Resposta #7 Online: 29 de Abril de 2018, 05:54:21 »
Hipoteticamente, é possível modular e alterar qualquer expressão do comportamento - incluindo aqueles que são rotulados como homossexuais (e outras expressões comportamentais afetivas e sexuais). Entretanto, em geral, terapias de conversão tem uma taxa de sucesso (como eles determinam) relativamente baixa e o número de indivíduos que são lesados por essa forma de intervenção psicológica são razoavelmente grandes - fazendo com que praticamente nenhuma associação psicológica/psiquiátrica hoje recomende ou aprove esse tipo de intervenção.

Tem como elaborar mais isso?

A única maneira de alterar a expressão de um comportamento inato, do meu ponto de vista, é através de condicionamento via dor ou estímulos desagradáveis. Tipo colocar um arame eletrificado em volta do seu quintal para que seu cão fique restrito a um local só. Cada vez que ele tenta passar ele leva 110 volts na fuça, na segunda tentativa ele nem chega mais perto do fio.

A pessoa não deixaria de ser homossexual, ele se mutilaria mentalmente.

Cura gay é um crime. Cada vez que eu penso nessa merda eu lembro do Alan Turing.

Offline Muad'Dib

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.424
Re:CURA GAY
« Resposta #8 Online: 29 de Abril de 2018, 05:59:11 »
E outra, cura gay é só o começo para os fanáticos.

Deixa eles começarem a colocar as asinhas para fora e você verá uma Sharia cristã no Brasil. Islamismo não é intrinsecamente mal e diferente do cristianismo. As mesmas características do Islã que fizeram os fanáticos de lá ganharem o poder que têm estão presentes no cristianismo também.

Têm fotos de afegas, nos anos 60, com minissaias e sorrindo. De repente do nada o Talibã assumiu e mudou a mentalidade das pessoas.


Offline Gauss

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.882
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:CURA GAY
« Resposta #9 Online: 29 de Abril de 2018, 18:46:36 »
E outra, cura gay é só o começo para os fanáticos.

Deixa eles começarem a colocar as asinhas para fora e você verá uma Sharia cristã no Brasil. Islamismo não é intrinsecamente mal e diferente do cristianismo. As mesmas características do Islã que fizeram os fanáticos de lá ganharem o poder que têm estão presentes no cristianismo também.

Têm fotos de afegas, nos anos 60, com minissaias e sorrindo. De repente do nada o Talibã assumiu e mudou a mentalidade das pessoas.
Religião abraâmica é tudo autoritária.

Algumas denominações protestantes, como os 'Testemunha de Jeová' e os 'Assembléia de Deus', proíbem que mulheres usem calças ou saias curtas. Outras, proíbem os membros de consumirem bebidas alcoólicas (igualzinho aos muçulmanos). Se não estou enganado, Mórmons e Adventistas não comem porco, como os judeus ortodoxos e os muçulmanos, mas posso estar enganado.
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline Gauss

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.882
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:CURA GAY
« Resposta #10 Online: 29 de Abril de 2018, 18:51:52 »
Pessoal, existe cura gay? é verdade que pastor evangélico cura gay?
Não há nenhum estudo científico que aponte eficácias satisfatórias em supostas 'terapias' de reversão sexual. Na verdade, estudos indicam que homossexualidade não é uma patologia.

Estes acampamentos e 'clínicas' evangélicos de "cura gay" são organizações bastante obscuras, com relatos de abusos psicológicos e físicos e alta taxa de suicídio entre os "internados".
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.763
  • Sexo: Masculino
Re:CURA GAY
« Resposta #11 Online: 29 de Abril de 2018, 21:28:04 »

Mas de acordo com o liberalismo o  Estado  não deveria  usar  o seu monopólio  da força  para punir  profissionais  de psicologia  que livremente queiram oferecer  assistência terapêutica  para quem  (adulto, não criança) livremente escolha ajuda para tentar mudar o seu comportamento sexual.



Offline Pedro Reis

  • Nível 33
  • *
  • Mensagens: 2.473
Re:CURA GAY
« Resposta #12 Online: 29 de Abril de 2018, 23:36:41 »

Mas de acordo com o liberalismo o  Estado  não deveria  usar  o seu monopólio  da força  para punir  profissionais  de psicologia  que livremente queiram oferecer  assistência terapêutica  para quem  (adulto, não criança) livremente escolha ajuda para tentar mudar o seu comportamento sexual.




Mais ou menos, porque o Conselho Federal de Psicologia é uma autarquia de direito público. Possui patrimônio próprio e autonomia administrativa e também financeira. Seus diretores são psicólogos.

Quer dizer, é praticamente uma entidade dirigida por profissionais que regulamenta o exercício da profissão.

Esse argumento seu é quase o mesmo do Silas Malafaia e assemelhados. O que essa retórica esconde é a real intenção de reprimir a manifestação da homossexualidade. A manifestação, porque o desejo e a orientação sexual não podem ser reprimidos.

Mas se a "terapia" não funciona e não é possível realmente "reorientar" ninguém, então o psicólogo que se propõe a isto está incorrendo na prática de charlatanismo. Imagino que certos graus de liberalismo defendam até que o Estado não deva usar a lei para coibir a prática de charlatanismo, o que é um dos motivos pelos quais não me considero um liberal.  Esse tipo de liberalismo econômico nos leva de volta ao século 19, quando em qualquer esquina havia um mascate vendendo tônicos e elixires que curavam qualquer tipo de doença.

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.207
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:CURA GAY
« Resposta #13 Online: 30 de Abril de 2018, 13:01:38 »
Não existe "cura gay", isso é um absurdo sem tamanho; mas o homossexual não pode ser impedido de procurar um psicólogo se isto desejar.

Deixo claro que ser gay em um país machista como o Brasil é uma luta diária, sem mimimi, são olhares de reprovação explícitos, comportamentos abusivos e preconceituosos, chegando mesmo à violência, ataques diários; se heterossexuais podem surtar "apenas" com as vicissitudes do dia a dia, imaginem os gays que além de se estressarem com as contas no fim do mês ainda precisam se preocupar se vão ser agredidos por sua condição.

Acho que impedir essas pessoas de procurarem auxílio psicológico sob uma pretensa bandeira de "ah, deixa eles serem gays, gente", parece meio com aquela ideia de que "homem não chora", afinal, se a pessoa "escolheu" ser gay, que arque com as consequências, não é mesmo?
GNOSE

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.679
Re:CURA GAY
« Resposta #14 Online: 30 de Abril de 2018, 13:07:27 »
Religião abraâmica é tudo autoritária.

Algumas denominações protestantes, como os 'Testemunha de Jeová' e os 'Assembléia de Deus', proíbem que mulheres usem calças ou saias curtas. Outras, proíbem os membros de consumirem bebidas alcoólicas (igualzinho aos muçulmanos). Se não estou enganado, Mórmons e Adventistas não comem porco, como os judeus ortodoxos e os muçulmanos, mas posso estar enganado.
A igreja Deus é Amor proíbe que seus fiéis assistam TV e só permitem que ouçam músicas dos discos de sua própria gravadora.

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.679
Re:CURA GAY
« Resposta #15 Online: 30 de Abril de 2018, 13:11:10 »
Não existe "cura gay", isso é um absurdo sem tamanho; mas o homossexual não pode ser impedido de procurar um psicólogo se isto desejar.

Deixo claro que ser gay em um país machista como o Brasil é uma luta diária, sem mimimi, são olhares de reprovação explícitos, comportamentos abusivos e preconceituosos, chegando mesmo à violência, ataques diários; se heterossexuais podem surtar "apenas" com as vicissitudes do dia a dia, imaginem os gays que além de se estressarem com as contas no fim do mês ainda precisam se preocupar se vão ser agredidos por sua condição.

Acho que impedir essas pessoas de procurarem auxílio psicológico sob uma pretensa bandeira de "ah, deixa eles serem gays, gente", parece meio com aquela ideia de que "homem não chora", afinal, se a pessoa "escolheu" ser gay, que arque com as consequências, não é mesmo?
Será charlatanismo se o psicólogo prometer "curar" o paciente, mas é um atendimento normal se ele ajudar o gay a enfrentar o preconceito no dia a dia sem ficar deprimido ou estressado.

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.207
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:CURA GAY
« Resposta #16 Online: 30 de Abril de 2018, 13:19:17 »
Será charlatanismo se o psicólogo prometer "curar" o paciente, mas é um atendimento normal se ele ajudar o gay a enfrentar o preconceito no dia a dia sem ficar deprimido ou estressado.

 :ok:
GNOSE

Offline Gauss

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.882
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:CURA GAY
« Resposta #17 Online: 30 de Abril de 2018, 18:21:07 »

Mas de acordo com o liberalismo o  Estado  não deveria  usar  o seu monopólio  da força  para punir  profissionais  de psicologia  que livremente queiram oferecer  assistência terapêutica  para quem  (adulto, não criança) livremente escolha ajuda para tentar mudar o seu comportamento sexual.
O Estado brasileiro não têm autonomia para decidir esse tipo de coisa. As autarquias, que são independentes, são quem decidem. Isso teoricamente.

Na verdade, é muito contraditório alguns "liberais" comemorarem a decisão recente de um juiz (consequentemente um representante do Estado) de interferir na autonomia das autarquias (que não são parte do Estado) e permitir que alguns profissionais façam charlatanismo se passando por ciência.
« Última modificação: 30 de Abril de 2018, 18:23:54 por Gauss »
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.516
  • "Minha espada não tem partidos."
Re:CURA GAY
« Resposta #18 Online: 30 de Abril de 2018, 20:08:58 »
Chegou a hora da verdade.

"Quem for brasileiro, siga-me." Duque de Caxias

"Vamos mudar isso aí. Tá OK?" Capitão Mito Bolsonaro


Offline Gauss

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.882
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:CURA GAY
« Resposta #19 Online: 30 de Abril de 2018, 22:12:57 »
t
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.763
  • Sexo: Masculino
Re:CURA GAY
« Resposta #20 Online: 30 de Abril de 2018, 23:03:45 »

Mas de acordo com o liberalismo o  Estado  não deveria  usar  o seu monopólio  da força  para punir  profissionais  de psicologia  que livremente queiram oferecer  assistência terapêutica  para quem  (adulto, não criança) livremente escolha ajuda para tentar mudar o seu comportamento sexual.
O Estado brasileiro não têm autonomia para decidir esse tipo de coisa. As autarquias, que são independentes, são quem decidem. Isso teoricamente.



Por acaso uma autarquia é uma entidade privada ? E por acaso  ela tem poder próprio de polícia ? 



Offline Gauss

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.882
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:CURA GAY
« Resposta #21 Online: 30 de Abril de 2018, 23:56:58 »

Mas de acordo com o liberalismo o  Estado  não deveria  usar  o seu monopólio  da força  para punir  profissionais  de psicologia  que livremente queiram oferecer  assistência terapêutica  para quem  (adulto, não criança) livremente escolha ajuda para tentar mudar o seu comportamento sexual.
O Estado brasileiro não têm autonomia para decidir esse tipo de coisa. As autarquias, que são independentes, são quem decidem. Isso teoricamente.



Por acaso uma autarquia é uma entidade privada ? E por acaso  ela tem poder próprio de polícia ?
Não é privada, mas têm um estatuto diferente das demais entidades públicas, com autonomia administrativa.
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline AlienígenA

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.782
Re:CURA GAY
« Resposta #22 Online: 01 de Maio de 2018, 01:02:04 »

Mas de acordo com o liberalismo o  Estado  não deveria  usar  o seu monopólio  da força  para punir  profissionais  de psicologia  que livremente queiram oferecer  assistência terapêutica  para quem  (adulto, não criança) livremente escolha ajuda para tentar mudar o seu comportamento sexual.




Mais ou menos, porque o Conselho Federal de Psicologia é uma autarquia de direito público. Possui patrimônio próprio e autonomia administrativa e também financeira. Seus diretores são psicólogos.

Quer dizer, é praticamente uma entidade dirigida por profissionais que regulamenta o exercício da profissão.

Esse argumento seu é quase o mesmo do Silas Malafaia e assemelhados. O que essa retórica esconde é a real intenção de reprimir a manifestação da homossexualidade. A manifestação, porque o desejo e a orientação sexual não podem ser reprimidos.

Mas se a "terapia" não funciona e não é possível realmente "reorientar" ninguém, então o psicólogo que se propõe a isto está incorrendo na prática de charlatanismo. Imagino que certos graus de liberalismo defendam até que o Estado não deva usar a lei para coibir a prática de charlatanismo, o que é um dos motivos pelos quais não me considero um liberal.  Esse tipo de liberalismo econômico nos leva de volta ao século 19, quando em qualquer esquina havia um mascate vendendo tônicos e elixires que curavam qualquer tipo de doença.

Em defesa do liberalismo e não da cura gay, para deixar claro: qual a diferença entre mascates em qualquer esquina vendendo tônicos e elixires que curam qualquer tipo de doença e padres, pastores, pais de santo, benzedeiras e não sei quê mais vendendo curas mágicas e mesmo boa parte dos psicólogos, vendendo todo tipo de pseudociências, muitas delas, inclusive, financiadas pelo SUS (um dos muitos exemplos de como o Estado funciona na prática, em contraste com a utopia, no século XXl)?


Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.763
  • Sexo: Masculino
Re:CURA GAY
« Resposta #23 Online: 01 de Maio de 2018, 11:30:57 »

Mas de acordo com o liberalismo o  Estado  não deveria  usar  o seu monopólio  da força  para punir  profissionais  de psicologia  que livremente queiram oferecer  assistência terapêutica  para quem  (adulto, não criança) livremente escolha ajuda para tentar mudar o seu comportamento sexual.
O Estado brasileiro não têm autonomia para decidir esse tipo de coisa. As autarquias, que são independentes, são quem decidem. Isso teoricamente.



Por acaso uma autarquia é uma entidade privada ? E por acaso  ela tem poder próprio de polícia ?
Não é privada, mas têm um estatuto diferente das demais entidades públicas, com autonomia administrativa.


É  uma entidades pública da administração indireta, e que depende  do monopólio da força que o Estado tem para que  as  resoluções  e ações de seus  membros  e dirigentes sejam obedecidas e tenham capacidade de punição  de indivíduos.


Não existe uma relação livre como a que existe no mercado, onde  uma pessoa tem a liberdade de escolher se quer ou não quer o serviço que a entidade lhe oferece.  É algo obrigatório, e que tem o poder de punição do Estado ao seu dispor.


« Última modificação: 01 de Maio de 2018, 11:34:58 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.763
  • Sexo: Masculino
Re:CURA GAY
« Resposta #24 Online: 01 de Maio de 2018, 11:34:06 »

Mas de acordo com o liberalismo o  Estado  não deveria  usar  o seu monopólio  da força  para punir  profissionais  de psicologia  que livremente queiram oferecer  assistência terapêutica  para quem  (adulto, não criança) livremente escolha ajuda para tentar mudar o seu comportamento sexual.




Mais ou menos, porque o Conselho Federal de Psicologia é uma autarquia de direito público. Possui patrimônio próprio e autonomia administrativa e também financeira. Seus diretores são psicólogos.

Quer dizer, é praticamente uma entidade dirigida por profissionais que regulamenta o exercício da profissão.

Esse argumento seu é quase o mesmo do Silas Malafaia e assemelhados. O que essa retórica esconde é a real intenção de reprimir a manifestação da homossexualidade. A manifestação, porque o desejo e a orientação sexual não podem ser reprimidos.

Mas se a "terapia" não funciona e não é possível realmente "reorientar" ninguém, então o psicólogo que se propõe a isto está incorrendo na prática de charlatanismo. Imagino que certos graus de liberalismo defendam até que o Estado não deva usar a lei para coibir a prática de charlatanismo, o que é um dos motivos pelos quais não me considero um liberal.  Esse tipo de liberalismo econômico nos leva de volta ao século 19, quando em qualquer esquina havia um mascate vendendo tônicos e elixires que curavam qualquer tipo de doença.

Em defesa do liberalismo e não da cura gay, para deixar claro: qual a diferença entre mascates em qualquer esquina vendendo tônicos e elixires que curam qualquer tipo de doença e padres, pastores, pais de santo, benzedeiras e não sei quê mais vendendo curas mágicas e mesmo boa parte dos psicólogos, vendendo todo tipo de pseudociências, muitas delas, inclusive, financiadas pelo SUS (um dos muitos exemplos de como o Estado funciona na prática, em contraste com a utopia, no século XXl)?





A diferença é que agentes estatais ainda não fizeram alguma lei prevendo o uso da força e da punição  pelo poderoso Estado contra estas pessoas e atividades que você citou como exemplo.




 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!