Autor Tópico: Musicas Ateistas  (Lida 34297 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Vitor

  • Nível 01
  • *
  • Mensagens: 14
  • Sexo: Masculino
  • Vendo barato minha nova água benta!
    • Ninguem vai me Converter!!!
Re: Letras de músicas anti-religiosas
« Resposta #50 Online: 08 de Agosto de 2006, 14:30:28 »
Pastor João E A Igreja Invisivel
Raul Seixas

Eu não sei se o céu ou o inferno
Qual dos dois você vai ter que encarar
E foi pra não lhe deixar no horror
Que eu vim para lhe acalmar
Se o pecado anda sempre ao seu lado
Se o demonio vive a lhe tentar
Chegou a luz no fim do seu tunel, minha filha
O meu cajado vai lhe purificar

Pois eu transformo água em vinho,
Chão em céu, pau em pedra, cuspe em mel
Pra mim não existe impossivel
Pastor João e a igreja invisivel 2x

Pois eu transformo agua em vinho,
Chão em céu, pau em pedra, cuspe em mel
Pra mim não existe impossivel
Pastor João e a igreja invisivel 2x

Para os pobres e deseperados
E todas as almas sem lar
Vendo barato a minha nova agua benta
Três prestações, qualquer um pode pagar
O sucesso da minha existencia
Esta ligada ao exercicio da fé
Pois se ela remove montanhas
Também tras grana e um monte de mulher.

Pois eu transformo agua em vinho,
Chão em céu, pau em pedra, cuspe em mel
Pra mim não existe impossivel
Pastor João e a igreja invisivel 2x
Eu creio no Pastor João e na Igreja Invisivel!

Offline Vitor

  • Nível 01
  • *
  • Mensagens: 14
  • Sexo: Masculino
  • Vendo barato minha nova água benta!
    • Ninguem vai me Converter!!!
Re: Letras de músicas anti-religiosas
« Resposta #51 Online: 08 de Agosto de 2006, 14:32:17 »
Sem Deus, sem lei
Plebe Rude

Sem Deus, sem lei
Só eu e você
Sem Deus, sem lei
Só eu e você...

Me diz
podemos conseguir
Sem Deus, sem lei

Vivo sem religião
Sem o dogma e a perseguição
Eu não preciso acreditar

Levanta o rosto vai
No que não creio eu já deixei pra trás
Essa é a minha lei, eu e você

Você... me diz
podemos conseguir
Sem Deus, sem lei

Vivo sem religião
Sem o dogma e a perseguição
Eu não preciso acreditar

Levanta o rosto vai
No que não creio eu já deixei pra trás
Essa é a minha lei, eu e você
Eu creio no Pastor João e na Igreja Invisivel!

Offline Shrek

  • Nível 06
  • *
  • Mensagens: 66
  • Sexo: Masculino
  • O ogro
Re: Letras de músicas anti-religiosas
« Resposta #52 Online: 25 de Agosto de 2006, 22:06:00 »
O Álbum  Temple of Shadows do Angra, mas tem que ler o que tem nos encartes.

http://www.darklyrics.com/lyrics/angra/templeofshadows.html
Mostra o que tem no encarte e as letras.

http://whiplash.net/materias/traducoes/026164-angra.html
esse aqui tem as traduções também.

Offline Guinevere

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.861
  • Sexo: Feminino
Re: Letras de músicas anti-religiosas
« Resposta #53 Online: 26 de Agosto de 2006, 09:32:27 »

vc quis dizer ateístas...

e vc não quis ler as petras pequenas :P

No Firefox, configurem as letras miúdas para aparecerem a pelo menos 9pt. Assim fica impossível ignorar um texto pequeno.
NO Opera, apertem "+", que dá zoom, leiam e apertem "-" pra voltar ao normal.

Offline Fabio

  • Nível 00
  • *
  • Mensagens: 8
  • Sexo: Masculino
Motörhead - Bad Religion
« Resposta #54 Online: 27 de Agosto de 2006, 19:26:54 »
 |(
Thou who wouldst make us devils
Thou shalt not poison me
The world hath been persuaded to believe thy heresy

I spit in the eye of Satan
And I will spit in thine
The devils that surround thee
Liveth only in thine eye

Bad Religion, Bad Religion
I need no gods or devils, I need no pagan rights
Bad religion, Bad religion
I need no burning crosses to illuminate my nights
HEY, HEY, You hear me now
You hear me now
HEY, HEY, For thou art Judas
The mark of Cain be on thy brow
Evangelistic Nazis, you cannot frighten me
The name you take in vain shall judge you for eternity

I spit in the eye of Satan
Spit right in your eye too
You are the spooks you´re chasing
You know not what you do

Bad religion, Bad religion
I know you lie, I know you lie
Bad religion, Bad religion
Thieves and liars
Cross my heart I hope you die

If there be such a being
Then thou art Anti-christ
Turn men against their children
Turn beauty into vice
I say thy God shall smite thee
He will perceive thy lust
His wrath shall fall upon thee
Thou that betray his thrust

Bad religion, Bad religion
I say that thou art liars, Thy souls shall not be saved
Bad religion, Bad religion
Here are the days of thunder, The days that thou hast made

HEY, HEY
Base seducers, I see thy greed
HEY, HEY
I am more fit for glory, Than any ten of thee.

Offline Unknown

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.324
  • Sexo: Masculino
  • Sem humor para piada ruim, repetida ou previsível
Re: Letras de músicas anti-religiosas
« Resposta #55 Online: 01 de Setembro de 2006, 20:34:43 »
Mais uma bola fora minha. Garimpando o fórum, descobri que já havia um tópico com esse tema.

http://clubecetico.org/forum/index.php/topic,1491.25.html

"That's what you like to do
To treat a man like a pig
And when I'm dead and gone
It's an award I've won"
(Russian Roulette - Accept)

Offline Unknown

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.324
  • Sexo: Masculino
  • Sem humor para piada ruim, repetida ou previsível
Re: Letras de músicas anti-religiosas
« Resposta #56 Online: 01 de Setembro de 2006, 20:46:05 »
Essa música chegou a causar polêmica na época em que foi lançada. Grupos religiosos estadunidenses conseguiram que o grupo Sugarcubes fosse impedido de entrar nos EUA na época de uma turnê, tudo por causa da frase "Deus does not exist". Infelizmente não me lembro do ano em que isso ocorreu.

----------------------


Deus - Sugarcubes

(As partes sublinhadas são apenas para indicar quem canta o trecho)

Björk
Deus does not exit.
But if he does, he lives in the sky above me,
In the fattest largest cloud up there.
He's whiter than white and cleaner then clean.
He wants to reach me.

Deus does not exist.
But if he does I always notice him.
Getting ready in his airy room.
He's picking his gloves so gently off.
He wants to touch me.

I'm walking humbly down a tiny street,
Pulling my collar it gets bigger,

Einar
I once met him,
It really surprised me,
He put me in a bath tub,
Made me squeeky clean,
Really clean.

Björk
To create a universe
You must taste
The forbidden fruit.

Einar
He said hi. I said hi,
I was still clean.

Björk
Deus does not exist,
But if he does he'd want to get down from that cloud,
First marzipan fingers then marble hands,
More silent than silence and slower than slow,
Diving towards me.

My collar is huge room for two hands,
They start at the chest and move slowly down.

Einar
I thought I had seen everything,
He wasn't white and fluffy,
He just had side burns,
He just had side burns,
And a quiff,
He said hi.
I said hi. I was still clean,
I was squeeky clean.
I was surprised.
Just as you would be.

Einar & Björk
Deus, Deus, Deus, Deus

Björk
He does not exist

"That's what you like to do
To treat a man like a pig
And when I'm dead and gone
It's an award I've won"
(Russian Roulette - Accept)

Offline mUKA

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 363
  • Sexo: Masculino
    • muka.org
Re: Letras de músicas anti-religiosas
« Resposta #57 Online: 01 de Setembro de 2006, 20:52:20 »
Mais uma bola fora minha. Garimpando o fórum, descobri que já havia um tópico com esse tema.

http://clubecetico.org/forum/index.php/topic,1491.25.html

Podia juntar os 2 tópicos, algum moderador poderia se pronunciar?

Tbm podia criar um novo tópico pra servir de arquivo de bandas anti-religiosas, todas as bandas que falam ou que pelo menos alguma vez já falaram negativamente sobre religião.
mUKA

Offline Oceanos

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.924
  • Sexo: Masculino
Re: Musicas Ateistas
« Resposta #58 Online: 01 de Setembro de 2006, 23:56:45 »
Feito.

Offline Spitfire

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.530
  • Sexo: Masculino
Re: Musicas Ateistas
« Resposta #59 Online: 08 de Setembro de 2006, 20:55:15 »
Pô... estava postando a poucos minutos atrás na pasta "O que você esta ouvindo?"... vi este tópico depois... então lá vai, não é flood.

Citar

Public Image Ltd.


RELIGION
Public Image Ltd.

Stained glass windows keep the cold outside
While the hypocrites hide inside
With the lies of statues in their minds
Where the Christian religion made them blind
Where they hide
And prey to the God of a bitch spelled backwards is dog
Not for one race, one creed, one world
But for money
Effective
Absurd

Do you pray to the Holy Ghost when you suck your host
Do you read whos dead in the Irish Post
Do you give away the cash you cant afford
On bended knees and pray to lord

Fat pig priest
Sanctimonious smiles
He takes the money
You take the lies
This is religion and Jesus Christ
This is religion cheaply priced
This is bibles full of libel
This is sin in eternal hymn
This is what theyve done
This is your religion
The apostles were eleven
Now theres a sod in Heaven

This is religion
Theres a liar on the altar
The sermon never falter
This is religion
Your religion.


 :wink: :ok:

Offline Dobrado

  • Nível 09
  • *
  • Mensagens: 95
  • Sexo: Masculino
  • Independente de estilo, estamos no mesmo caminho!
Re: Musicas Ateistas
« Resposta #60 Online: 13 de Setembro de 2006, 10:07:44 »
Tem um rap, de um grupo Underground de SP, acho que não existe mais. Chamado Anscedência Mista. A música é "Pensamento Aguçado" a letra é enorme pra postar aqui, mas o trecho "ateísta" é esse:
Estarei mentindo se disser que tinha 2 "H", 1 "I", 1 "O" e 2 "P", pendurados no berço
Minha mãe deve ter colocado um terço me fazendo aprender ave-maria e pai nosso por osmose.
Hoje ateu simplesmente me faz a metamorfose. Se tivesse uma fórmula ganharia dinheiro vendendo por dose.
Lógica e lúcidez seriam os principais ingredientes. O processamento dos dados de forma correta seria consequente.
Ao contrário de igual e puramente transparente na cara. "Rhima Rhara", senta e escuta o meu verso, encara.
"Muita força pra encarar qualquer bagulho
Resistência sempre foi a nossa marca, meu orgulho" - MV Bill

Offline Spitfire

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.530
  • Sexo: Masculino
Re: Musicas Ateistas
« Resposta #61 Online: 14 de Setembro de 2006, 04:14:48 »
Camisa de Vênus - O Adventista

Citar
O Adventista (Marcelo Nova/Karl Hummel)

Eu acredito no bem e no mal
Eu acredito no imposto predial
Eu acredito, eu acredito

Eu acredito nos livros da estante
Eu acredito em Flavio Cavalcante
Eu acredito, eu acredito

Nao vai mais haver amor
Neste mundo nunca mais

Eu acredito no seu ponto de vista
Eu acredito no partido trabalhista
Eu acredito, eu acredito

Eu acredito em toda essa cascata
Eu acredito no beijo do Papa
Eu acredito, eu acredito

Nao vai mais haver amor
Neste mundo nunca mais

Eu acredito em quem anda com fé
Eu acredito em Xuxa e em Pelé
Eu acredito, eu acredito

Eu acredito na escada pro sucesso
Eu acredito em ordem e progresso
Eu acredito, eu acredito

Nao vai mais haver amor
Neste mundo nunca mais

Eu acredito que o amor atrai
Eu acredito em mamãe e em papai
Eu acredito, eu acredito

Eu acredito no Cristo que padece
Eu acredito no INPS

Eu acredito, eu acredito

Nao vai mais haver amor
Neste mundo nunca mais

Eu acredito no milagre que não vem
Eu acredito nos homens do bem
Eu acredito, eu acredito

Eu acredito nas boas intenções
Mas esse papo já encheu os meus culhões
Eu não acredito
Eu não acredito


Nao vai mais haver amor
Neste mundo nunca mais
« Última modificação: 14 de Setembro de 2006, 04:19:57 por Spitfire »

Offline Joaquim

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 106
Re: Musicas Ateistas
« Resposta #62 Online: 23 de Dezembro de 2006, 05:06:51 »
Sepultura - Reza

O desespero, a dor, o medo
Fatores decisivos que te obrigam a pensar
O vinho e o sangue, a carne e o pao
Chagas que nao fecham que intrigam sua vida
O ceu e o inferno, a cruz o perdao
A luz no fim do tunel e vida depois da morte
Voce tomou sua decisao Nao espere julgamento sua alma esta perdida

Rezar - Rezar - Rezar - Rezar

Heresia / maldicao
O pai, o Filho, o Espirito Santo
Ignoram os fieis que nao se cansam de rezar
Gritam, cantam a oracao
Desculpem eu lamento eles nao vao te escutar

Rezar

Arrependei-vos pecadores
A penitencia purifica
O sangue escorre
A dor fascina
So o medo te faz rezar

A guerra e santa o pecado e mortal
A hostia consagrada que tem gosto de esfiha
Tortura, fogueira, a inquisicao
O passado violento da igreja e normal
Armagedon, destruicao O fim do mundo e pouco pra fuder a sua vida
Enriquecer, ressucitar

Em nome de Jesus nao me comece a chorar
« Última modificação: 24 de Dezembro de 2006, 19:49:47 por Joaquim »

Offline Alegra

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.453
  • Sexo: Feminino
Re: Musicas Ateistas
« Resposta #63 Online: 24 de Dezembro de 2006, 14:53:34 »
A Via-crúcis do Corpo
Cazuza
Composição: Cazuza

O homem pode ter suas fêmeas
Mulheres podem ter seus machos
Tudo é possível no amor
Só não volta a infância perdida
Só não nos livramos de morrer à toa

O amor pode não ter ciúme
A dor pode ser disfarçada
Mas a via-crúcis do corpo
Já foi há muito traçada

Meu Deus, estamos abandonados
E só nos resta matar
Meu Deus, como a vida é amarga
E doce como chocolate

Será que eu tenho um destino?
Não quero ter a vida pronta
Como um plano de trabalho
Como um sorvete de menta

Matei, mataria mil vezes
E mil vezes não me arrependeria
Quem mata por amor tem perdão
Porque o amor é a morte

A comida na mesa
Os vasos de jasmim
O corpo do ser amado
Enterrado no jardim

Deus, por que não me procuras?
Tenho sempre que ir a ti
Deus, estamos cansados
Está tudo desequilibrado

Meu crime é um crime comum
Minha infância está perdida
Não há nada demais em matar
O escroto que não te ama

A via-crúcis do corpo
O mundo caminha assim
A via-crúcis da alma
Essa nunca vai ter fim



Blues da Piedade
Cazuza
Composição: Roberto Frejat/Cazuza

Agora eu vou cantar pros miseráveis
Que vagam pelo mundo derrotados
Pra essas sementes mal plantadas
Que já nascem com cara de abortadas

Pras pessoas de alma bem pequena
Remoendo pequenos problemas
Querendo sempre aquilo que não têm

Pra quem vê a luz
Mas não ilumina suas minicertezas
Vive contando dinheiro
E não muda quando é lua cheia

Pra quem não sabe amar
Fica esperando
Alguém que caiba no seu sonho
Como varizes que vão aumentando
Como insetos em volta da lâmpada

Vamos pedir piedade
Senhor, piedade
Pra essa gente careta e covarde
Vamos pedir piedade
Senhor, piedade
Lhes dê grandeza e um pouco de coragem

Quero cantar só para as pessoas fracas
Que tão no mundo e perderam a viagem
Quero cantar o blues
Com o pastor e o bumbo na praça

Vamos pedir piedade
Pois há um incêncio sob a chuva rala
Somos iguais em desgraça
Vamos cantar o blues da piedade

Vamos pedir piedade
Senhor, piedade
Pra essa gente careta e covarde
Vamos pedir piedade
Senhor, piedade
Lhes dê grandeza e um pouco de coragem



Eu Agradeço
Cazuza
Composição: Cazuza / George Israel / Nilo Roméro

Eu, eu agradeço, Senhor
Eu, eu agradeço, Senhor

Pois me criei
Esta criança que ei sempre hei de ser
Por outros seres e desejos
Vivos nas estrelas
Por ser um rei
E não ter que governar a vida

Agradeço por ter desobedecido
Por ter cuspido no teu altar sagrado
E por saber que nunca vou ter fé
E vou rir só com um canto da boca

Eu, eu agradeço, Senhor
Eu, eu agradeço, Senhor

Meu coração vai filtrar todo o ódio
Como um fígado, e vencer o tédio
E na cabeça a dúvida e o medo
São os amigos que vão me manter são

Eu, eu agradeço, Senhor
Ou, ou, ou o que mais então?

Se eu vejo a luz e vivo a escuridão
E não estou pronto pro grande momento
Se eu vejo a luz e vivo a escuridão
Agradeço mas não me lamento
Por negar também a tua presença
Peço licença pra cantar o amor
E não esperar jamais a recompensa

Eu, eu agradeço, Senhor
Eu, eu agradeço, Senhor


Um Trem Para as EstrelasCazuza
Composição: Cazuza e Gilberto Gil

São 7 horas da manhã
Vejo Cristo da janela
O sol já apagou sua luz
E o povo lá embaixo espera
Nas filas dos pontos de ônibus
Procurando aonde ir
São todos seus cicerones
Correm pra não desistir
Dos seus salários de fome
É a esperança que eles tem
Neste filme como extras
Todos querem se dar bem

Num trem pras estrelas
Depois dos navios negreiros
Outras correntezas

Estranho o teu Cristo, Rio
Que olha tão longe, além
Com os braços sempre abertos
Mas sem protejer ninguém

Eu vou forrar as paredes
Do meu quarto de miséria
Com manchetes de jornal
Pra ver que não é nada sério
Eu vou dar o meu desprezo
Pra você que me ensinou
Que a tristeza é uma maneira
Da gente se salvar depois

Num trem pras estrelas
Depois dos navios negreiros
Outras correntezas


Já sinto sua falta. Vá em paz meu lindo!

Offline Spitfire

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.530
  • Sexo: Masculino
Re: Musicas Ateistas
« Resposta #64 Online: 31 de Dezembro de 2006, 13:52:31 »
Citar
Anjo Exterminador
Titãs

Composição: Sérgio Britto

Hoje o ar vai nos faltar, dois mil anos vão passar
Hoje a terra vai se abrir, hoje o mar vai recuar, e te engolir
Hoje em nome de uma só verdade, vão riscar de fogo o breu do céu
Hoje em nome de uma só vontade, vão cuspir no azul do céu

Hoje o sol vai despencar, hoje as ruas vão parar
O teu beijo me traiu, hoje os prédios vão rachar, e cair
Hoje um cruzador americano, vai para no Arpoador
Vai descer um gladiador romano, de um disco voador

(Em nome da liberdade) Em nome de um deus que não é o seu
(Em nome da liberdade) Em nome de um deus que não é o meu
(Em nome da liberdade) Em nome de um deus que não é o seu
(Em nome da liberdade) Em nome de um deus que não é o meu

Tempestades vão cair, edifícios vão ruir
Hoje o céu vai desabar, hoje as moscas vão parar no lugar
Hoje em nome de uma só verdade, vão riscar de fogo o breu do céu
Hoje em nome de uma só vontade, vão cuspir no azul do céu

(Em nome da liberdade) Em nome de um deus que não é o seu
(Em nome da liberdade) Em nome de um deus que não é o meu
(Em nome da liberdade) Em nome de um deus que não é o seu
(Em nome da liberdade) Em nome de um deus que não é o meu

Vão cair do céu de pára quedas
Filmes, drogas e tanques de guerra
Sete pragas para a nova era
Dez minutos para o fim da terra

Vão mandar um projétil humano
Vão levar o Cristo Redentor
Vão pedir a benção ao Vaticano
Vão mandar o anjo exterminador .

Offline FZapp

  • Administradores
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.884
  • Sexo: Masculino
  • El Inodoro Pereyra
    • JVMC
Re: Musicas Ateistas
« Resposta #65 Online: 05 de Janeiro de 2007, 20:28:56 »
Talvez vcs digam que é mais bem uma música de esquerda, agnóstica, mas tem que ouvir isto:

Preguntitas sobre Dios

(Atahualpa Yupanqui)

Un día yo pregunté:
¿Abuelo, dónde esta Dios?
Mi abuelo se puso triste,
y nada me respondió.

Mi abuelo murió en los campos,
sin rezo ni confesión.
Y lo enterraron los indios
flauta de caña y tambor.

Al tiempo yo pregunté:
¿Padre, qué sabes de Dios?
Mi padre se puso serio
y nada me respondió.

Mi padre murió en la mina
sin doctor ni protección.
¡Color de sangre minera
tiene el oro del patrón!

Mi hermano vive en los montes
y no conoce una flor.
Sudor, malaria y serpientes,
es la vida del leñador.

Y que naide le pregunte
si sabe dénde esta Dios:
Por su casa no ha pasado
tan importante señor.

Yo canto por los caminos,
y cuando estoy en prisión,
oigo las voces del pueblo
que canta mejor que yo.

Si hay una cosa en la tierra
más importante que Dios
es que naide escupa sangre
pa’ que otro viva mejor.

¿Qué Dios vela por los pobres?
Tal vez sí, y tal vez no.
Lo seguro es que Él almuerza
en la mesa del patrón.


--
Si hemos de salvar o no,
de esto naides nos responde;
derecho ande el sol se esconde
tierra adentro hay que tirar;
algun día hemos de llegar...
despues sabremos a dónde.

"Why do you necessarily have to be wrong just because a few million people think you are?" Frank Zappa

Offline Copelli

  • Nível 21
  • *
  • Mensagens: 763
  • Sexo: Masculino
Re: Musicas Ateistas
« Resposta #66 Online: 06 de Janeiro de 2007, 08:54:50 »
Nossa tem tantas que eu nem sei.

Vai essa daqui que eu curto pra caramba. Em homenagem a Bento XVI  :nojo:

Der Ketzer
Lacrimosa

Selbstgerecht
Unfehlbar
Suendenlos
Du nennst dich Papst

Mit blutverschmierten Haenden
Aus laengst vergangenen Zeiten
Mit gespaltener Zunge
Troestest Du die Armen
Arm, weil Du ihr Geld stahlst
Arm, weil sie Dir glaubten
Oh Papst, du hast es weit gebracht
Ich weine um deine Seele

Herr der Fliegen
Satan
Du bist der Herr der Kirche
Im Namen Gottes tust du dein Werk
Herr der Fliegen
Du bist der Papst

Unser Papst auf Erden
Dein Name vergehe
Dein Wille ist des Satans
Dein Reich ist die Hoelle
Vergib uns unseren Hass
Wie auch wir vergeben deinem Fleisch

Deinem Fleisch - Des Satans Diener
Deinem Blut - Des Fleisches Kraft   

********************************
O Herege (Tradução)
Lacrimosa

Autoritário
Sem pecados
Infalível!
Você se chama Papa

Com as mãos manchadas de sangue
De tempos a muito passados
Com língua dupla
Consolas os pobres
Pobres, porque roubaste.
Pobres, porque acreditaram em ti
Oh Papa, você foi longe demais.
Eu choro por sua lama

Senhor das moscas
Satã
Tu és o senhor da Igreja
Em nome de Deus
Fazes teu trabalho
Senhor das moscas
Tu és o Papa
Nosso Papa na terra
Teu nome desapareceu
Tua vontade é a de Satã
Teu reino é o do Inferno
Perdoe nosso ódio
Como nós perdoamos a tua carne
Tua carne - criado de Satã
Teu sangue - força da tua carne

(Tradução livre - Lu Wolff)

******************************
Se alguem quiser tentar baixar a musica eu coloquei no rapidshare naum sei se esta funcionado o link acho q esta

http://rapidshare.com/files/10465122/04_-_Lacrimosa_-_Der_Ketzer.mp3

Offline ThePlaceboBoy

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 143
  • Sexo: Masculino
  • Love will tear us apart.
Re: Musicas Ateistas
« Resposta #67 Online: 21 de Fevereiro de 2007, 00:17:46 »
Toca Raul, por favor.

Já ouvi duas versões dessa música, onde o Raul troca o eufemismo "Onde eu tô não há bicho papão" por "Onde eu tô não há sombra de Deus"

Eu Sou Egoísta
Raul Seixas

Composição: Raul Seixas - Marcelo Motta

Se você acha que tem pouca sorte
Se lhe preocupa a doença ou a morte
Se você sente receio do inferno
Do fogo eterno, de Deus, do mal

Eu sou estrela no abismo do espaço
O que eu quero é o que eu penso e o que eu faço
Onde eu tô não há sombra de Deus
Eu vou sempre avante no nada infinito
Flamejando meu rock, o meu grito
Minha espada é a guitarra na mão

Se o que você quer em sua vida é só paz
Muitas doçuras, seu nome em cartaz
E fica arretado se o açúcar demora
E você chora, você reza, você pede, você implora...

Enquanto eu provo sempre o vinagre e o vinho
Eu quero é ter tentação no caminho
Pois o homem é o exercício que faz
Eu sei. Sei que o mais puro gosto do mel
É apenas defeito do fel
E que a guerra é produto da paz

O que eu como a prato pleno
Bem pode ser o seu veneno
Mas como vai você saber
Sem provar?

Se você acha o que eu digo fascista
Mista, simplista ou anti-socialista
Eu admito, você tá na pista
Eu sou ego, eu sou ista
Eu sou ego, eu sou ista
Eu sou egoísta, eu sou egoísta
Por que não, por que não?
Por que não, por que não?

Sobre a cabeça os aviões,
Sobre os meus pés os caminhões,
Aponta...
Your GOD device is unspecified or not detected. Cannot sync. Faith panic.

Offline Twocool

  • Nível 09
  • *
  • Mensagens: 94
  • Sexo: Masculino
Re: Musicas Ateistas
« Resposta #68 Online: 21 de Fevereiro de 2007, 08:51:05 »
Iron Maiden - Virus



      There's an evil virus that's threatening mankind
      Not state of the art, a serious state of the mind
      The muggers, the backstabbers, the two faced elite
      A menace to society, a social disease

            Rape of the mind is a social disorder
            The cynics, the apathy one-upmanship order

      Watching beginnings of social decay
      Gloating or sneering at life's disarray
      Eating away at your own self esteem
      Pouncing on every word that you might be saying

            Rape of the mind is a social disorder
            The cynics, the apathy one-upmanship order

      Superficially smiling a shake of the hand
      As soon as the back is turned treachery is planned

            Rape of the mind is a social disorder
            The cynics, the apathy one-upmanship order

      Watching beginnings of social decay
      Gloating or sneering... at life's disarray

      When every good thing's laid to waste by all the jealousy and hate
      By all the acid wit and rapier lies
      And every time you think you're safe and when you go to turn away
      You know they're sharpening all their paper knives

            All in your mind, all in your head, try to relate it
            All in your mind, all in your head, try to escape it

      Without a conscience they destroy and that's a thing that they enjoy
      They're a sickness that's in all our minds
      They want to sink the ship and leave, the way they laugh at you and me
      You know it happens all the time

            All in your mind, all in your head, try to relate it
            All in your mind, all in your head, try to escape it

      The rats in the cellar, you know who you are
      The rats in the cellar, you know who you are
      The rats in the cellar, you know who you are
      The rats in the cellar, you know who you are

      Or do you? Or do you?
      Or do you? Or do you?

      Watching beginnings of social decay...
Quem acredita em psicocinesia que levante a minha mão.
Quem acha que as leis da física são convenções sociais que desafie essas convenções saltando de um arranha-céus.

Offline Adriano

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.672
  • Sexo: Masculino
  • Ativismo quântico
    • Filosofia ateísta
Re: Musicas Ateistas
« Resposta #69 Online: 03 de Março de 2007, 23:13:15 »
Atheist Peace - Bad Religion     -   


Maybe it’s too late for an intellectual debate,
but a residue of confusion remains.

Changing with the times,
and amphetamine tortured minds
are average the citizen’s sources of pain.

Tell me what we’re fighting for
I don’t remember anymore,
only temporary reprieve

And the world might cease
if we fail to tame the beast
from the faith that you release
comes an atheist peace.

Atheist peace.

Political forces ran
political winds of discontent,
and the modern age emerged triumphantly.
But now that safety’s gone,
And it’s time to de-evolve
and relive the dark chapters of history

Tell me what we’re fighting for—
No progress ever came from war,
only a false sense of increase

and the world won’t wait
for the truth upon a plate
but we’re ready now to feast on an atheist peace.

Atheist peace




Tradução

Paz Ateísta

Talvez é muito tarde para um debate intelectual
mas um resíduo da confusão remanesce

Mudando com o tempo,
E mentes torutadas desenvolvidamente
São as mais comuns fontes de dor dos cidadãos

Conte-me o porque estamos lutando
Eu não lembro mais
Só uma provisória reprise

E o mundo necessita cessar
Se nós falharmos ao domesticar a fera
Da crença que você lança
Vem uma paz ateista

Paz ateista
As forças políticas alugam
ventos frios amargos dos descontentes
e a era moderna emerge triunfante
mas agora parece que nós paramos
e é hora para de envolver
e revelar o capitulo negro da história

Conte-me o porque estamos lutando
Eu não lembro mais
Só uma provisória reprise

E o mundo não irá esperar
Para ver a verdade no prato de cima
Mas nós agora estamos prontos para festejar a paz ateista
Princípio da descrença.        Nem o idealismo de Goswami e nem o relativismo de Vieira. Realismo monista.

Offline LuizJB

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 201
  • Sexo: Masculino
  • Wallace e Darwin
Re: Musicas Ateistas
« Resposta #70 Online: 07 de Março de 2007, 22:00:18 »
Continuando com bad religion...não entendi um cara bem no início do tópico falando que procurou por músicas do Bad religion e não achou nenhum pq elas são "meio teístas". Não entendi  :umm:

God's Love

Striking at mental apparitions
Like a drunk on a vacant street
Silently beset by the hands of time
Indelicate in its fury
An aberrant "crack" as skeletons yield
To unrelenting gravity
While viruses prowl for helpless victims
Who succumb rapidly

Tell me! Tell me where is the love
In a careless creation?
When there’s no above
There’s no justice
Just a cause and a cure
And a bounty of suffering
It seems we all endure
And what I’m frightened of
Is that they call it God’s love

Twisted torment, make believe
There’s a truth and we all submit
Believe my eyes my brain replies
To all that they interpret

Tell me! Tell me where is the love
In a careless creation?
When there’s no above
There’s no justice
Just a cause and a cure
And a bounty of suffering
It seems we all endure
And what I’m frightened of
Is that they call it God’s love
I know there’s no reason for alarm
But who needs perspective when it comes to pain and harm?
We can change our minds - there’s a better prize

But first you’ve got to
Tell me! Tell me where is the love
In a careless creation?
When there’s no above
There’s no justice
Just a cause and a cure
And a bounty of suffering
It seems we all endure
And what I’m frightened of
Is that they call it God’s love
My pain is God’s love

"Predadores parecem "projetados" de forma bela para caçar presas, enquanto que as presas parecem igualmente "projetadas" de forma bela para escapar deles. De que lado deus está?"
Richard Dawkins - O rio que saía do éden

Offline ReVo

  • Nível 19
  • *
  • Mensagens: 563
  • "!"
Re: Musicas Ateistas
« Resposta #71 Online: 11 de Março de 2007, 15:39:23 »
Crass -  Reality Asylum - Uma banda "desbravadora" do anarco-punk.

I am no feeble Christ, not me
He hangs in glib delight upon his cross, upon his cross,
Above my body, lowly me
Christ forgive, forgive?
Holy He, He holy, He holy?
Shit He forgives, Forgive? Forgive?
I? I? Me? I? I vomit for you Jesu
Christy Christus
Puke upon your papal throne
Wrapped I am in the muddy cloud
Of hellish genocide
Petulant child
I have suffered for you
Where you have never known me
I too must die
Will you be shadowed in the arrogance of my death?
Your valley truth
What light pass those pious heights?
What passing bells for these in their trucks?
For you lord.
You are the flag-bearer of these nations
One against the other that die in the mud
No piety. No deity
Is that your forgiveness?
Saint. Martyr. Goat. Billy.
Forgive? Shit he forgives
He hangs upon his cross
In self-righteous judgment
Hangs in crucified delight
Nailed to the extend of His vision
His cross. His manhood. His violence. Guilt. Sin.
He would nail my body upon his cross
As if I might have waited for him in the garden
As if I might have perfumed His body
Washed those bloody feet
This woman that he seeks
Suicide visionary. Death reveller. Rake. Rapist.
Gravedigger. Earthmover. Lifefucker. Jesu.
You scooped the pits of Auschwitz
The soil of Treblinka is rich in your guilt
The sorrow of your tradition
Your stupid humility is the crown of thorn we all must wear.
For you. Ha. Master. Master of gore. Enigma. Stigma. Stigmata. Errata. Eraser.
The cross is the mast of our oppression.
You fly there, vain flag.
You carry it, wear it on your back, Lord. Your back.
Enola is your gaiety.
Suffer little children (to come unto me)
Suffer in that horror. Hirohorror. Hirrohiro. Hiroshimmer. Shimmerhiro.
Hiroshima. Hiroshima. Hiroshima. Hiroshima.
The bodies are your delight
The incandescent flame is the spirit of it
They come to you Jesu. To you
The nails are the only trinity
Hold them in your corpsey gracelessness
The image that I have had to suffer
These nails at my temple
The cross is the virgin body of womanhood
That you defile
In your guilt you turn your back
Nailed to that body
Lame-arse Jesus calls me sister
There are no words for my contempt
Every woman is a cross in filthy theology
He turns His back on me in His fear
His vain delight is that pain I bear
Alone He hangs. His choice. His choice
Alone. Alone. His voice. His voice
He shares nothing, this Christ
Sterile. Impotent. Fucklove prophet of death
He's the ultimate pornography
He. He. Hear us Jesus
You sigh alone in your cockfear
You lie alone in your cuntfear.
You cry alone in your womanfear.
You die alone in you manfear.
Alone Jesu, alone
In your cockfear. Cuntfear. Womanfear. Manfear.
Alone in your fear. Alone in your fear. Alone in your fear.
Your fear. Your fear. Your fear. Your fear. Your fear. Your fear. Your fear.
Warfare. Warfare. Warfare. Warfare. Warfare.
Jesus died for his own sins. Not mine.

Mais uma declamação do que uma música, apesar de saber que, para alguns, punk nem música é.  :D
« Última modificação: 11 de Março de 2007, 15:49:14 por ReVo »
"Most men love money and security more, and creation and construction less, as they get older." John Maynard Keynes

"Plus ça change, plus c´est la même chose." Giuseppe Tomasi di Lampedusa

Offline Neil Peart

  • Nível 00
  • *
  • Mensagens: 4
  • Sexo: Masculino
Re: Musicas Ateistas
« Resposta #72 Online: 26 de Março de 2007, 19:08:55 »
Banda: Tool, Música: Opiate

Choices always were a problem for you.
What you need is someone strong to guide you.
Deaf and blind and dumb and born to follow
what you need is someone strong to guide you..
like me
like me.
like me
like me
If you want to get your soul to heaven
trust in me .
Now don't you judge or question.
You are broken now
but faith can heal you.
Just do everything I tell you to do.
Deaf and blind and dumb and born to follow.
What you need is someone strong to guide you
Deaf and blind and dumb and born to follow
Let me lay my holy hand upon you.

My Gods will
becomes me.
When he speaks
he speaks through me.
He has needs
like I do.
We both want
to rape you.

Jesus Christ, why don't you come save my life now
Open my eyes and blind me with your light now
Jesus Chirst why don't you come save my life now
Open my eyes and blind me with your light now

If you want to get your soul to heaven
Trust in me
now don't you judge or question
you are broken now
but faith can heal you
just do everything i tell you to do

Jesus Christ, why don't you come save my life now
Open my eyes and blind me with your light now
Jesus Chirst why don't you come save my life now
Open my eyes and blind me with your light now

Deaf and blind and dumb and born to follow
Let me lay my holy hand upon you

My Gods will
becomes me.
When he speaks
he speaks through me.
He has needs
like I do.
We both want
to rape you.


Não existe, na realidade, entre a religião e a ciência nem parentesco, nem amizade, nem inimizade: elas vivem em esferas diferentes.(Nietzsche)

Eriol

  • Visitante
Re: Musicas Ateistas
« Resposta #73 Online: 06 de Abril de 2007, 16:53:40 »
El Cromosoma - Javier Krahe
   
Hace tiempo que me importa un comino
que el último jalón de mi camino
caiga lejos de Roma
hace tiempo no juego al acertijo
tan esdrújulo de un padre y un hijo
y una blanca paloma
Y lo cierto es que no me desespero
desde el día en que al célebre madero
lo comió la carcoma
pero si me preguntan y lo digo
aparte de algún que otro íntimo amigo
todos creen que es broma

Y como con eso no se bromea
esperan que dios me dé con la tea
de churruscar Sodoma
o que al menos diga yo reconfortante
que me he hecho mahometano o protestante
hablamos otro idioma

Pues nada más que eso me faltaba
que tuviera que asirme a la chilaba
del profeta Mahoma
ni a tripa de Lutero ni aún de Buda
prefiero caminar con una duda
que con un mal axioma

Porque dudo que al final de este asunto
la cosa no se acabe con un punto
si no con punto y coma
y no espero un cielo o un infierno
no más confío en que seré algo eterno
gracias al cromosoma


Tranquilo puedo vivirme mi historia
sabiendo que a las puertas de la gloria
mi nariz no se asoma
la muerte no me llena de tristeza
las flores que saldrán por mi cabeza
algo darán de aroma.
[/i]
« Última modificação: 06 de Abril de 2007, 18:00:31 por Rodrigo »

Offline Lecina

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 306
  • Sexo: Masculino
  • “A verdade nunca perde em ser confirmada.”
Re: Musicas Ateistas
« Resposta #74 Online: 19 de Abril de 2007, 15:46:39 »
Eu iria citar Eu sou egoista do RAul SEixas, Mas ja citaram
Eu ia Citar uh-uh-uh hahaha ieie do Pato fu, mas ja citaram :p

Bom, vou ver se acho outras :p
Fabio Lecina Marin

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!