Mensagens Recentes

Páginas: [1] 2 3 4 5 ... 10
1
Laicismo, Política e Economia / Re:Os estragos do chavismo na Venezuela
« Última Mensagem: por Pasteur Online Hoje às 01:42:56 »
Citação de: María Páez Victor
[...]
A verdade é que são os governos de esquerda que frequentemente restabelecem os direitos humanos e protegem a democracia na região.

Claro, claro.

Vide o caso de Cuba.


Citação de: María Páez Victor
Os governos de direita na América Latina são incapazes de controlar o voto popular
[...]

Sim, mesmo porque controlar o voto popular é faceta de ditadura, e nisto a esquerda é especialista, bastando ver os casos da Venezuela desde 1999 e do Brasil no período petista de 2003 a 2015.


Citação de: María Páez Victor
... e chegam ao poder pela corrupção (Peru, Colômbia, Panamá), fraude (cidade do México), golpe de Estado (Honduras) golpes de Estado parlamentares e jurídicos (Brasil, Paraguai).

Também podemos considerar os desvios esquerdistas como fraude (Venezuela), estelionato eleitoral (Brasil) e ditadura (Cuba).


Citação de: María Páez Victor
Macri na Argentina e Moreno no Equador são as únicas exceções, porque eles claramente venceram as eleições, mas, diriam alguns, escondendo suas reais intenções.

Ridículo.


Citação de: María Páez Victor
Nós veremos uma nova "maré vermelha" na região e mais cedo do que mais tarde, porque uma vez, as pessoas tenham tomado o gosto pela soberania, provavelmente não voltarão a deixarem-se acorrentar.


"Maré vermelha" causa estragos ambientais, principalmente porque vem do esgoto.

O melhor é oxigenar esta porcaria.

Acho que você não leu os dois links, senão teria vomitado...
2
Lei de Poe. Acho que já devo ter postado alguma idéia assim por aí, só que como piada.

Você leu tudo em menos de 4 minutos :?: :?: :?: :!: :o
3
Eu creio que a mais fundamental forma de "consciência" presente na natureza desde seu mais fundamental elemento constitutivo é a crença, que cunhei com pisteuo.
4
Desviando do assunto, impressionante o despreparo físico/técnico do policiais. Quanta dificuldade para imobilizar uma mulher de pequena estatura, provável motivo do excesso/descontrole. Bom, sei lá, posso estar subestimando a força feminina, talvez pareça mais fácil do que é para um homem imobilizar uma mulher tão menor sem luta.  :?

Isso é refletir bem a questão! :ok:
5
Você poderia defender especificamente cada um dos casos de brutalidade policial?

https://metro.co.uk/2018/05/28/bikini-wearing-young-mother-body-slammed-and-beaten-by-police-on-beach-7583061/

O crime desta mãe que levou vários socos na cabeça foi beber álcool na praia e não querer dar o sobrenome, aparentemente. Não dá para imaginar o que não justificaria violência ainda maior, se isso é considerado válido.

Andar fora da faixa de pedestres, cadeia e um braço quebrado, deve estar de bom tamanho.

Sujeitinha atrevida:

She blew a negative test and then asked if ‘they did not have anything better to do with their time.

Mas pelo menos confessou:

She admitted she should have been more co-operative but the heavy handedness of the police meant she had to share the video.

Deve ter apanhado pouco ou nada dos pais, e a polícia é que tem completar a "educação", mas... espera... não, isso não funciona... e não mesmo! :(

Mas o mundo está isso, matéria escrita com depoimentos só dela e os policiais punidos por cumprirem o dever... :nojo:
Uma infração não justifica a outra.

Não acho que isso seja tão simples assim. De um modo geral discordo; isso tá mais pra um dito popular, um adágio simplista. Em cada caso, tem que ser analisado bem.



A lei é/deveria ser para todos,

A lei é a lei, pode ser boa ou não, pode ser criada por sociopatas como os do congresso brasileiro, por exemplo. Mas para quem não a infringe por índole própria, ela normalmente na maioria das vezes nem parecerá existir ou até mesmo fazer sentido de tão desnecessária, pelo menos até essa pessoa se dar conta de que nem todos são iguais; se a lei "é para esse tipo de pessoa" só se for desse modo indireto: para protegê-la de outros. O que se sente da lei são as consequências de violá-la, e essas, claro, devem ser as mesmas para qualquer um que as viole. :ok:



inclusive, para o cidadão de farda.

Mesmo que esteja sem ela. :)

No caso aí, se fosse o policial que tivesse cometido as mesmas infrações da garota, poderia levar uns tapas do mesmo jeito que eu não o defenderia. :lol:



Esta não dá carta branca, para benefício da sociedade.  :wink:

É função do policial fazer cumprir a lei, manter a ordem por meio delas. Não faz sentido sentir necessidade de dizer o contrário. :wink:
6
Você poderia defender especificamente cada um dos casos de brutalidade policial?

https://metro.co.uk/2018/05/28/bikini-wearing-young-mother-body-slammed-and-beaten-by-police-on-beach-7583061/

O crime desta mãe que levou vários socos na cabeça foi beber álcool na praia e não querer dar o sobrenome, aparentemente. Não dá para imaginar o que não justificaria violência ainda maior, se isso é considerado válido.



Brutalidade policial absurda.  Socos na cabeça podem até deixar lesões permanentes.  Considero que isso é algo inaceitável,  e que é  um claro caso de abuso de poder  e  de  violência policial.  Espero que este não seja um comportamento normal dos policiais deste lugar.




Pelo menos as praias devem ficar mais seguras de mulheres de quarenta e cinco quilos carregando bebida alcoólica que não consumiram. Algo que nos dá alguma esperança em poder andar tranqüilos, sem sentir medo constante de dar com uma dessas por aí.

Infelizmente não é o caso porque ela não foi punida em nada, vai continuar pelas ruas e tudo o que se pode esperar vem da centelha de esperança que ela deixou ao se admitir errada, de modo que talvez seja menos delinquente doravante. Já esses policiais que fazem o trabalho de polícia estão fora das ruas. As ruas ficaram menos seguras por causa de uma delinquente escandalosa.
7
Você poderia defender especificamente cada um dos casos de brutalidade policial?

https://metro.co.uk/2018/05/28/bikini-wearing-young-mother-body-slammed-and-beaten-by-police-on-beach-7583061/

O crime desta mãe que levou vários socos na cabeça foi beber álcool na praia e não querer dar o sobrenome, aparentemente. Não dá para imaginar o que não justificaria violência ainda maior, se isso é considerado válido.

Andar fora da faixa de pedestres, cadeia e um braço quebrado, deve estar de bom tamanho.

Sujeitinha atrevida:

She blew a negative test and then asked if ‘they did not have anything better to do with their time.

Mas pelo menos confessou:

She admitted she should have been more co-operative but the heavy handedness of the police meant she had to share the video.

Deve ter apanhado pouco ou nada dos pais, e a polícia é que tem completar a "educação", mas... espera... não, isso não funciona... e não mesmo! :(

Mas o mundo está isso, matéria escrita com depoimentos só dela e os policiais punidos por cumprirem o dever... :nojo:



Pelo visto você apoia a violência estatal.  Muito bom, marcou mais um ponto  no  grupo   de  extremistas direitistas.   :ok:

Que "violência estatal"? :!: :hein: Violência estatal são os impostos escorchantes sem retorno, os desarmamentos, as evasões de riquezas nacionais em conluios estrangeiros, os confiscos de herança, etc. Sou contra. Isso aí é mera ação policial contra uma delinquente, ela não é de vidro, está bem inteirinha falando pelos cotovelos inteirinhos dela, dando entrevista, ficando famosinha de 15 minutinhos, e até já admitiu que errou, bom sinal por sinal, ponto pra ela, garota de chance, talvez tome jeito na vida. :ok:

E vocês, que estão clara e abertamente no extremo esquerdo do espectro, podem dar os chiliques que quiserem, mas vou resumir o que penso e sinto sobre essa ocorrência:

O policial foi paternal com essa criança, dando nela uns tapas corretivos que ela precisava para tomar jeito. Que ela aprenda a respeitar a lei e o representante dela de uma próxima vez, melhor ainda que ela nem cause uma próxima vez. :ok:
8
Laicismo, Política e Economia / Re:A Maior Crise Econômica da Historia da Humanidade
« Última Mensagem: por pehojof Online Hoje às 00:30:15 »


Modelar comportamentos de pessoas é simplesmente  fazer com que pessoas  adquiram e tenham determinados comportamentos.  E  no caso do Estado  esta modelagem é feita pelo sistema de leis (e também pelo sistema estatal de educação, que no final das contas também está inserido no sistema de leis).

É modelar ou impor comportamentos?

É adquirir e ter, e passar a ser delas mesmas o comportamento, de modo que se a lei for revogada, elas não cometerão mais aqueles atos, ou é constranger por ameaça de punição?

O resto já passamos por isso e você não apresentou nada de refutação além de repetir essas mesmas puras afirmações. :ok:
9
Laicismo, Política e Economia / Re:Vídeos políticos
« Última Mensagem: por Agnoscetico Online Hoje às 00:11:26 »


<a href="https://www.youtube.com/v/CgTLIec2k9Q" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/CgTLIec2k9Q</a>
10
Desviando do assunto, impressionante o despreparo físico/técnico do policiais. Quanta dificuldade para imobilizar uma mulher de pequena estatura, provável motivo do excesso/descontrole. Bom, sei lá, posso estar subestimando a força feminina, talvez pareça mais fácil do que é para um homem imobilizar uma mulher tão menor sem luta.  :?
Páginas: [1] 2 3 4 5 ... 10
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!