Autor Tópico: Geotecton: falha em prever terremoto acaba em acusação de "homicídio culposo"  (Lida 2514 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.531
  • Sexo: Masculino
Re:Geotecton: falha em prever terremoto acaba em acusação de "homicídio culposo"
« Resposta #25 Online: 16 de Dezembro de 2012, 10:35:41 »
Será que vulcanólogos, climatologistas, meteorologistas que optarem por ser mais enfáticos no risco de algum evento vão também ser processados por medo/prejuízos vindos de êxodo/prevenções, caso algo que tenha considerável possibilidade de ocorrer não ocorra? No mínimo devem se sentir forçados a ser mais "histéricos", "alarmistas", embora provavelmente não deva ser algo generalizado para o mundo todo.

Se prosperar o processo que está em curso na Itália, nos moldes que os acusadores querem, levará uma tremenda insegurança jurídica para os cientistas de certas áreas, incluindo os que foram supracitados. Se ocorrer um evento que resulte em fatalidades e os cientistas não fizeram o alarme eles poderão ser processados por crimes e ou prejuízos materiais e se não ocorrer um evento em que os cientistas previram, então eles poderão ser processados por prejuízos econômicos.

Espero que a Corte Suprema da Itália impeça que esta ignomínia jurídica avance.
« Última modificação: 03 de Janeiro de 2013, 01:48:48 por Geotecton »
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.531
  • Sexo: Masculino
Re:Geotecton: falha em prever terremoto acaba em acusação de "homicídio culposo"
« Resposta #26 Online: 16 de Dezembro de 2012, 10:37:16 »
E os "videntes" que prestam seus "serviços" para a TV e revistas, serão tambem processados pelas "previsões" que falharem?

Não e nem as "profecias dos "santos" e de seus "intérpretes", que existem aos borbotões na Itália.
Foto USGS

Offline Derfel

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.879
  • Sexo: Masculino
Re:Geotecton: falha em prever terremoto acaba em acusação de "homicídio culposo"
« Resposta #27 Online: 16 de Dezembro de 2012, 14:33:46 »
É só dar a informação em formato de probabilidade.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.531
  • Sexo: Masculino
Re:Geotecton: falha em prever terremoto acaba em acusação de "homicídio culposo"
« Resposta #28 Online: 16 de Dezembro de 2012, 16:20:15 »
É só dar a informação em formato de probabilidade.

Não há como fornecer isto em função da enorme quantidade de variáveis.
Foto USGS

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.144
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re:Geotecton: falha em prever terremoto acaba em acusação de "homicídio culposo"
« Resposta #29 Online: 20 de Dezembro de 2012, 22:30:29 »
Só dizer que tem probabilidade de 50%: ou acontece um terremoto ou não acontece.
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Gabarito

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.595
  • Sexo: Masculino
Re:Geotecton: falha em prever terremoto acaba em acusação de "homicídio culposo"
« Resposta #30 Online: 28 de Maio de 2017, 10:16:45 »
Mais uma consulta geológica.
Faz sentido a história desse cara, Geotecton?

Citar
Caçador de terremotos amador ganha fama no exterior e incomoda cientistas

ROGÉRIO PAGNAN
ENVIADO ESPECIAL A CUIABÁ (MT)
EDUARDO GERAQUE
DE SÃO PAULO
28/05/2017 02h00

Desconhecido até mesmo em Cuiabá, onde mora há 22 anos, o operador de áudio Aroldo Maciel Máximo dos Santos, 44, é uma celebridade no Chile, onde chega a precisar de escolta para conseguir circular em locais públicos.

São mais de 400 mil seguidores nas redes sociais, entrevistas concedidas para quase todas as emissoras de TVs do país e até uma carta do ex-presidente chileno Sebastián Piñera com agradecimentos pelos serviços prestados àquela nação.

O motivo de tanto interesse dos chilenos: desde 2012, Maciel conseguiu antecipar –com antecedência de dias– a chegada de dez abalos sísmicos registrados no outro lado dos Andes. Todos eles com magnitude acima de 6 pontos na escala Richter.

O método que tenta entender o padrão dos tremores pelo mundo é polêmico inclusive entre os cientistas da área. É muito difícil cravar a existência de um único padrão.

Até hoje, os pesquisadores de abalos sísmicos são céticos. Para eles, é impossível prever com precisão quando virá um terremoto.

No Chile, marcado por frequentes abalos sísmicos, os serviços de monitoramento registraram, em 200 anos, 97 terremotos de magnitude acima de 7 pontos na escala Richter.

Destes, 18 eventos, acima da magnitude 8, foram classificados como altamente destrutivos pelos estudiosos.

O último evento antecipado pelo brasileiro, de 6,9 pontos, atingiu a região de Valparaíso em 24 de abril. Maciel falava ao telefone com apresentadores de uma TV local sobre o sismo quando ele ocorreu.

A história do operador é ainda mais inusitada porque ele jamais havia estudado geologia –ou área correlata– para conseguir desenvolver a tese que defende.

"Acho que isso até ajudou. Se eu tivesse estudado, talvez não acreditasse que existe algo além de placas tectônicas", diz. "O conhecimento é baseado no que outras pessoas estudaram. Então, se você já tem uma opinião formada, não quer saber de outra verdade."

Ele descobriu um padrão de eventos pesquisando sozinho em um site que monitora tremores em todo o planeta. Imprimiu relatórios de eventos que ocorreram em um intervalo de dez anos, um calhamaço, e passou a analisar os eventos de maior intensidade.

Maciel diz ter chorado quando viu a existência de um padrão. "Imagina você se sentir um nada... Não tinha estudo, não tinha droga nenhuma. Aí você descobre uma coisa e vê que aquilo é grandioso. E numa brincadeira."

Brincadeira porque, segundo ele, a ideia surgiu em um churrasco entre amigos.

Cada um falou uma ideia de como pretendia ficar milionário e Maciel não tinha nenhuma. Uma amiga sugeriu a ideia "impossível" de um serviço de previsão de terremotos.

A tese de Maciel, já apresentada de forma semelhante por outros pesquisadores, é a de que os grandes terremotos seguem um padrão: caminham em linha reta de um ponto a outro, com intervalo de dias dependendo da magnitude do evento.

De um continente ao outro, a velocidade é algo em torno de 155 quilômetros por dia, dependendo da magnitude. Além do Chile, conseguiu, segundo ele, antecipar tremores na Espanha, na Turquia, Equador e no Peru.

O operador continua seu monitoramento e publica nas redes sociais quando há risco de tremores. "Eu só publico aqueles em que as pessoas vão chorar e gritar", disse. Nas localidades onde há possibilidade de ocorrer um evento, representantes da defesa civil chegam a alertar a população para as consequência do tremor.

Maciel não ficou rico com a descoberta, como previa a brincadeira. Nem pretende. Repassa sua tese a quem se interessa por ela. Só lamenta haver estudiosos que o criticam –não por tentarem, sem sucesso, invalidar a pesquisa, mas por ele não ter diploma de geólogo. "Dizem que sou um ignorante sem nunca ter lido nada que escrevi."

Mas Maciel conseguiu um aliado: George França pesquisador do Observatório Geológico da Universidade de Brasília, que chegou publicar um trabalho em um congresso em parceria com o caçador de terremotos autodidata.

Segundo França, agora é a hora de fazer uma pausa estratégica na pesquisa. "Era importante que as postagens não continuassem até a pesquisa estar bem fundamentada", afirma. "O Aroldo é do povo, se preocupa com as pessoas. Quando ele apresenta suas ideias, a comunidade cientifica normalmente não as recebe porque falta comprovação. É supernormal isso."

Segundo ele, seria necessário que que a dupla estudasse geologia, geofísica ou até mesmo física para sustentar a pesquisa do autodidata. "Esse caminho midiático que existe no Chile atrapalha um pouco. O silêncio na hora certa para depois poder divulgar o estudo com maior comprovação é essencial", diz França.

O próprio operador ratifica as palavras do cientista da UnB. Diz que não consegue consegue acertar nem 70% dos casos, mas acha que esse percentual pode aumentar. "Nem sei o que é. Só sei que existe um fenômeno que precisa ser estudado. Meu limite vai até aqui. Mas sei que existe uma correlação", disse ele.

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.206
  • Sexo: Masculino
Re:Geotecton: falha em prever terremoto acaba em acusação de "homicídio culposo"
« Resposta #31 Online: 28 de Maio de 2017, 10:41:40 »
Mais uma consulta geológica.
Faz sentido a história desse cara, Geotecton?


Falei a mesma coisa por aqui uns meses atrás e virou piada, eu disse que seguia um padrão e responderam que terremoto acontece todo dia.

Toda vez que acontece um terremoto em grande escala e vc olhar no mapa geológico vai ver que mais adiante na mesma falha geologica vai acontecer outro quase igual com intervalo de 15 a 30 dias em um país distante do primeiro.

São sempre uns três bem fortes e alguns menores.
Citar
A tese de Maciel, já apresentada de forma semelhante por outros pesquisadores, é a de que os grandes terremotos seguem um padrão: caminham em linha reta de um ponto a outro, com intervalo de dias dependendo da magnitude do evento.

De um continente ao outro, a velocidade é algo em torno de 155 quilômetros por dia, dependendo da magnitude. Além do Chile, conseguiu, segundo ele, antecipar tremores na Espanha, na Turquia, Equador e no Peru.
« Última modificação: 28 de Maio de 2017, 10:46:17 por Arcanjo Lúcifer »

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.784
  • Sexo: Masculino
  • Guerreiros contra o Marxismo Cultural, uni-vos
Re:Geotecton: falha em prever terremoto acaba em acusação de "homicídio culposo"
« Resposta #32 Online: 28 de Maio de 2017, 16:57:10 »
E os "videntes" que prestam seus "serviços" para a TV e revistas, serão tambem processados pelas "previsões" que falharem?

Como é na França:

<a href="https://www.youtube.com/v/r3UANEflcX0" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/r3UANEflcX0</a>

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.784
  • Sexo: Masculino
  • Guerreiros contra o Marxismo Cultural, uni-vos
Re:Geotecton: falha em prever terremoto acaba em acusação de "homicídio culposo"
« Resposta #33 Online: 28 de Maio de 2017, 17:06:13 »
Mais uma consulta geológica.
Faz sentido a história desse cara, Geotecton?

Citar
Caçador de terremotos amador ganha fama no exterior e incomoda cientistas

Isso me parece derivar do fenômeno de "réplica" ou "aftershock".

https://www.newscientist.com/article/dn7396-earthquake-aftershocks-predicted-in-real-time/

O quanto os caras estão conseguindo acrescentar em matéria de previsão, versus apenas conseguir alguma fama com alarde de algo menos conhecido (digamos, um "efeito vidente Juscelino", midiaticamente, sem implicar que a "técnica" seja necessariamente a mesma), eu não sei dizer.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.054
  • QI (Quociente de Inteligência) = 98
Re:Geotecton: falha em prever terremoto acaba em acusação de "homicídio culposo"
« Resposta #34 Online: 28 de Maio de 2017, 20:19:09 »

Earthquakes with a magnitude greater than 6 after Richter of the last 100 years. It is obvious from this figure that by shear chance it is possible to predict that somewhere an earthquake of such magnitude will occur .
http://historyofgeology.fieldofscience.com/2011/01/pseudoscience-and-prophecy-of.html

Citar
Earthquake prediction by any geoscientist is far from success, however a detailed and systematic investigation may lift haze in its prediction. Earthquake prediction in an area may be carried out under the following heads:

a. Lithological characterization and structural setting of the region
b. Crustal deformational studies
c. Frequency of foreshock
d. Repetitive land level survey
e. Water tube tiltmeters
f. Geomagnetic observation
g. Geothermal gradient
h. Gravity survey
i. Hazard mapping
http://freethoughts.org/archives/000629.php

Essa "metodologia" desse caçador de terremotos, parecida com a apresentada pelo Arcanjo, não é novidade. O problema é que ela não é confiável. Mesmo utilizando a análise dos ítens acima não é possível prever um terremoto. O texto no site menciona que o único terremoto previsto com certeza, a ponto de decidir a evacuação de milhares de pessoas em área de perigo, aconteceu em 1975 em Haichung, na China que considerou a análise de tremores que antecederam o terremoto principal.

O problema da previsão é que não sabemos o que fazer com ela além de entender que só serve para autoafirmação pessoal ou busca da fama. Qual é o fundamento para considerar a certeza da previsão? A certeza estatística dos resultados da metodologia utilizada? A "lógica" evidente que desta vez a previsão está correta? A confiabilidade no trabalho de quem prevê? Outro critério?

Divulgar dados imprecisos é no mínimo uma atitude irresponsável. Imagine que alguma metodologia divulgue que São Francisco será abalada por um grande terremoto. Quais as consequências disso? Qual será a leitura da população? Imagine os prejuízos com o interrompimento do comércio, deslocamento de pessoas em pânico, caos nos transportes, etc.
Não passei no teste da MENSA mas completei o 2o. Grau.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.784
  • Sexo: Masculino
  • Guerreiros contra o Marxismo Cultural, uni-vos
Re:Geotecton: falha em prever terremoto acaba em acusação de "homicídio culposo"
« Resposta #35 Online: 28 de Maio de 2017, 21:00:49 »
Eu não duvido que através de correlações possa-se descobrir um padrão altamente preditivo da provável localização de "réplicas" de força considerável (algumas até podem tomar o status de tremor principal, fazendo do que se tinha como principal, uma "réplica" antecedente). E nem que isso possa ter utilidade em salvar vidas e diminuir perdas em geral (é basicamente o que estão descrevendo no texto do link que coloquei).

Mas no mínimo precisará ser feito tendo em mãos as leituras seismológicas mais recentes da região (também mencionam algo nesse sentido, muito embora a capacidade de previsão possa ser até de ainda haver chance aumentada mesmo dentro de anos no futuro), caso contrário deve poder ser apenas um chutão mais vago.

Algo como prever o tempo "de olho", sem instrumentação meteorológica. Que mesmo assim talvez tenha utilidade, isso é, tirando o aspecto das especificidades tentativas do chutão, só pelo conhecimento de que há chance desses tremores secundários ou "primário atrasado" nas áreas de risco.

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.206
  • Sexo: Masculino
Re:Geotecton: falha em prever terremoto acaba em acusação de "homicídio culposo"
« Resposta #36 Online: 29 de Maio de 2017, 19:03:46 »
Essa "metodologia" desse caçador de terremotos, parecida com a apresentada pelo Arcanjo, não é novidade. O problema é que ela não é confiável. Mesmo utilizando a análise dos ítens acima não é possível prever um terremoto.

Não é confiável, eu só disse que tem relação com outros terremotos em pontos distantes do primeiro.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.531
  • Sexo: Masculino
Re:Geotecton: falha em prever terremoto acaba em acusação de "homicídio culposo"
« Resposta #37 Online: 29 de Maio de 2017, 19:22:17 »

Earthquakes with a magnitude greater than 6 after Richter of the last 100 years. It is obvious from this figure that by shear chance it is possible to predict that somewhere an earthquake of such magnitude will occur .
http://historyofgeology.fieldofscience.com/2011/01/pseudoscience-and-prophecy-of.html

Citar
Earthquake prediction by any geoscientist is far from success, however a detailed and systematic investigation may lift haze in its prediction. Earthquake prediction in an area may be carried out under the following heads:

a. Lithological characterization and structural setting of the region
b. Crustal deformational studies
c. Frequency of foreshock
d. Repetitive land level survey
e. Water tube tiltmeters
f. Geomagnetic observation
g. Geothermal gradient
h. Gravity survey
i. Hazard mapping
http://freethoughts.org/archives/000629.php

Essa "metodologia" desse caçador de terremotos, parecida com a apresentada pelo Arcanjo, não é novidade. O problema é que ela não é confiável. Mesmo utilizando a análise dos ítens acima não é possível prever um terremoto. O texto no site menciona que o único terremoto previsto com certeza, a ponto de decidir a evacuação de milhares de pessoas em área de perigo, aconteceu em 1975 em Haichung, na China que considerou a análise de tremores que antecederam o terremoto principal.

O problema da previsão é que não sabemos o que fazer com ela além de entender que só serve para autoafirmação pessoal ou busca da fama. Qual é o fundamento para considerar a certeza da previsão? A certeza estatística dos resultados da metodologia utilizada? A "lógica" evidente que desta vez a previsão está correta? A confiabilidade no trabalho de quem prevê? Outro critério?

Divulgar dados imprecisos é no mínimo uma atitude irresponsável. Imagine que alguma metodologia divulgue que São Francisco será abalada por um grande terremoto. Quais as consequências disso? Qual será a leitura da população? Imagine os prejuízos com o interrompimento do comércio, deslocamento de pessoas em pânico, caos nos transportes, etc.

Perfeito.

Assim que for possível, acrescentarei algumas observações.
Foto USGS

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 13.054
  • QI (Quociente de Inteligência) = 98
Re:Geotecton: falha em prever terremoto acaba em acusação de "homicídio culposo"
« Resposta #38 Online: 29 de Maio de 2017, 20:37:13 »
Faz parte do conhecimento geológico antigo as profecias autorealizáveis de terremotos provocadas por feitiços. Dessa forma, quem "prevê" provoca antecipadamente o terremoto através da geologia mágica.

Este é o feitiço (muita cautela e responsabilidade na execução do ritual).

Citar

You will need the following items for this spell:

1 Black Candle
1 Stone (White)

Place the Candle On your Altar Clench the stone Gently in your Hand (Give it Space so you can Shake it), Light the Black Candle and Say while Shaking the Stone:

Earthquako, Earthquako, Rampago, Shako, Destructo

Then Blow out the Candle and Throw the Stone outside (Make sure it makes a noise)
http://www.spellsofmagic.com/spells/health_spells/death_spells/10508/page.html
Não passei no teste da MENSA mas completei o 2o. Grau.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!