Autor Tópico: Monarquia ou República?  (Lida 7224 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.731
  • Sexo: Masculino
Re:Monarquia ou República?
« Resposta #150 Online: 18 de Junho de 2017, 06:43:36 »
Eu tenho asco da ideia de monarquia só pela premissa de que quem ocupa tal posição ser considerado "diferente" (escolhido por deus, descendente de fulano, etc) de demais cidadãos como se existisse uma superioridade moral ou de direitos só pelo critério de hereditariedade. Como se fosse possível herdar algo assim...


Concordo plenamente, é um absurdo completo. 




Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.731
  • Sexo: Masculino
Re:Monarquia ou República?
« Resposta #151 Online: 18 de Junho de 2017, 06:48:04 »
[...]
A razão de você não poder ser monarca é simples - e óbvia: você não recebeu educação real, não foi educado desde criança a ser chefe de Estado, e tampouco conhece a história monárquica do país.
[...]

 :o



O apologista da monarquia viajou legal nessa.   :D


 

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.218
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Monarquia ou República?
« Resposta #152 Online: 18 de Junho de 2017, 09:11:22 »
Eu tenho asco da ideia de monarquia só pela premissa de que quem ocupa tal posição ser considerado "diferente" (escolhido por deus, descendente de fulano, etc) de demais cidadãos como se existisse uma superioridade moral ou de direitos só pelo critério de hereditariedade. Como se fosse possível herdar algo assim...


Concordo plenamente, é um absurdo completo.
Na verdade para os religiosos a ideia de o monarca ter mérito divino é apenas um detalhe da crença, já em termos laicos, o monarca ocupar o trono por descendência nada mais é que uma herança, como acontece com quem herda os bens de seus ascendentes. O preconceito decorre de puro desconhecimento de causa.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.731
  • Sexo: Masculino
Re:Monarquia ou República?
« Resposta #153 Online: 18 de Junho de 2017, 09:39:02 »
Eu tenho asco da ideia de monarquia só pela premissa de que quem ocupa tal posição ser considerado "diferente" (escolhido por deus, descendente de fulano, etc) de demais cidadãos como se existisse uma superioridade moral ou de direitos só pelo critério de hereditariedade. Como se fosse possível herdar algo assim...


Concordo plenamente, é um absurdo completo.
Na verdade para os religiosos a ideia de o monarca ter mérito divino é apenas um detalhe da crença, já em termos laicos, o monarca ocupar o trono por descendência nada mais é que uma herança, como acontece com quem herda os bens de seus ascendentes. O preconceito decorre de puro desconhecimento de causa.


Não é pre conceito, é conceito baseado em valores próprios.  É a valoração NEGATIVA  da diferenciação em razão de  nascimento.   Ninguém é melhor do que alguma outra pessoa em razão de ser  filho de alguma mãe e algum pai. 

Tal diferenciação é uma  coisa extremamente ABJETA, totalmente NOJENTA.

Tal diferenciação me dá ASCO, me dá NOJO.





Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.218
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Monarquia ou República?
« Resposta #154 Online: 18 de Junho de 2017, 10:04:17 »
Eu tenho asco da ideia de monarquia só pela premissa de que quem ocupa tal posição ser considerado "diferente" (escolhido por deus, descendente de fulano, etc) de demais cidadãos como se existisse uma superioridade moral ou de direitos só pelo critério de hereditariedade. Como se fosse possível herdar algo assim...


Concordo plenamente, é um absurdo completo.
Na verdade para os religiosos a ideia de o monarca ter mérito divino é apenas um detalhe da crença, já em termos laicos, o monarca ocupar o trono por descendência nada mais é que uma herança, como acontece com quem herda os bens de seus ascendentes. O preconceito decorre de puro desconhecimento de causa.


Não é pre conceito, é conceito baseado em valores próprios.  É a valoração NEGATIVA  da diferenciação em razão de  nascimento.   Ninguém é melhor do que alguma outra pessoa em razão de ser  filho de alguma mãe e algum pai. 

Tal diferenciação é uma  coisa extremamente ABJETA, totalmente NOJENTA.

Tal diferenciação me dá ASCO, me dá NOJO.
Todo mundo é melhor que alguém especificamente por alguma razão, negar isso é negar a própria Realidade. Mas não é essa a questão, o fato é que não é por que se é monarca que se está sendo dito que há uma relação de inferioridade ou superioridade implícita, com outrem, esse é um juízo pessoal, que aliás nada mais é que preconceito.

Offline André Luiz

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.622
  • Sexo: Masculino
    • Forum base militar

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.731
  • Sexo: Masculino
Re:Monarquia ou República?
« Resposta #156 Online: 18 de Junho de 2017, 13:13:59 »


Parece que tem gente que tem uma necessidade (infantil)  de ter um papai  (rei)  para admirar, dar honras,  e sentir-se protegido.   :D





« Última modificação: 18 de Junho de 2017, 13:17:36 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.731
  • Sexo: Masculino
Re:Monarquia ou República?
« Resposta #157 Online: 18 de Junho de 2017, 13:20:24 »

Acho uma grande piada que  haja macacos da espécie Homo sapiens sapiens que sentem necessidade de ter um  macaco papai chefe .

Que macacada...


 :biglol:






 

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 35.693
  • Sexo: Masculino
Re:Monarquia ou República?
« Resposta #158 Online: 18 de Junho de 2017, 16:13:21 »
Homo sapiens é uma espécie de símios que manifesta comportamentos de alta valorização de hierarquia tribal.

Por isso os machos que concentram grande PODER, como Vladimir Putin, são tão admirados, até mesmo adorados.

Isso se dá a despeito de, ou juntamente com a negação, de qualquer questionamento moral ou ético sobre o comportamento desses machos-alfa. Apesar desses julgamentos também serem importantes na espécie, a admiração pelo macho pode falar mais alto para um número significativo de indivíduos.


Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.218
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Monarquia ou República?
« Resposta #159 Online: 18 de Junho de 2017, 17:26:47 »


Parece que tem gente que tem uma necessidade (infantil)  de ter um papai  (rei)  para admirar, dar honras,  e sentir-se protegido.   :D
Ou de um presidente presidista para presidir...

Offline Agnoscetico

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.744
  • Sexo: Masculino
Re:Monarquia ou República?
« Resposta #160 Online: 18 de Junho de 2017, 19:33:56 »


Parece que tem gente que tem uma necessidade (infantil)  de ter um papai  (rei)  para admirar, dar honras,  e sentir-se protegido.   :D
Ou de um presidente presidista para presidir...

Essa foi fraca, presidente pode sofrer impeachment e não posto no poder por ascendência familiar mas por voto e governa por 4 anos. Se um presidente for uma má escolha aí é outra questão.

Offline El Elyon

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 685
  • Sexo: Masculino
Re:Monarquia ou República?
« Resposta #161 Online: 19 de Junho de 2017, 01:05:36 »
Citação de: JJ
Não é pre conceito, é conceito baseado em valores próprios.  É a valoração NEGATIVA  da diferenciação em razão de  nascimento.   Ninguém é melhor do que alguma outra pessoa em razão de ser  filho de alguma mãe e algum pai.

Monarquias não são necessariamente hereditárias - diversas monarquias eletivas existem e existiram ao longo da história (Sacro Império, Reino da Polônia, Macedônia Clássica). Assim como, monarquias não são necessariamente associadas á sociedade estamentais. Exemplo contemporâneo de uma monarquia eletiva igualitária, o Vaticano - e a Malásia, de uma monarquia eletiva.

Da mesma forma, é perfeitamente possível uma estrutura societal liberal (pluralismo religioso, igualdade jurídica, liberdade de expressão, publicação e associação) conviver com uma estrutura legal e política, de jure, aristocrática - o Reino Unido, países Escandinavos e Espanha são exemplos contemporâneos nisso.

Citação de: JJ
Tal diferenciação é uma  coisa extremamente ABJETA, totalmente NOJENTA.

Tal diferenciação me dá ASCO, me dá NOJO.

Argumentum ad passiones. É irrelevante o que sente para a validade de seu argumento.
« Última modificação: 19 de Junho de 2017, 01:09:38 por El Elyon »
"As long as the Colossus stands, Rome will stand, when the Colossus falls, Rome will also fall, when Rome falls, so falls the world."

São Beda.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.731
  • Sexo: Masculino
Re:Monarquia ou República?
« Resposta #162 Online: 19 de Junho de 2017, 07:46:51 »
Citação de: JJ
Tal diferenciação é uma  coisa extremamente ABJETA, totalmente NOJENTA.

Tal diferenciação me dá ASCO, me dá NOJO.

Argumentum ad passiones. É irrelevante o que sente para a validade de seu argumento.


Mas isto foi simplesmente um julgamento de valor . Formas de organizações políticas são construídas em cima de conjuntos de valores.   Qualquer pessoa pode rejeitar algum tipo de organização política a partir de seus próprios valores. Não há nenhuma falácia em aplicar um julgamento de valor sobre algo que é erguido  sobre um conjunto de valores.


Para exemplificar, laicismo é um valor positivo para um conjunto de pessoas C1, e  é um valor negativo para outro conjunto de pessoas C2.  Consideremos um sistema político P1, que inclua o laicismo como valor fundamental, e um outro sistema político P2, que rejeite totalmente a ideia de laicismo (e que tenha uma religião oficial  de Estado).  C1  não precisará  de nenhum conjunto elaborado de argumentos para que valore  P2 como negativo, o simples fato de excluir o valor laicismo já será suficiente.  E não estará havendo nenhum erro lógico/nenhuma falácia nesta ação.


« Última modificação: 19 de Junho de 2017, 08:08:47 por JJ »

Offline Agnoscetico

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.744
  • Sexo: Masculino
Re:Monarquia ou República?
« Resposta #163 Online: 23 de Junho de 2017, 22:07:25 »
Citação de: JJ
Não é pre conceito, é conceito baseado em valores próprios.  É a valoração NEGATIVA  da diferenciação em razão de  nascimento.   Ninguém é melhor do que alguma outra pessoa em razão de ser  filho de alguma mãe e algum pai.

Monarquias não são necessariamente hereditárias - diversas monarquias eletivas existem e existiram ao longo da história (Sacro Império, Reino da Polônia, Macedônia Clássica). Assim como, monarquias não são necessariamente associadas á sociedade estamentais. Exemplo contemporâneo de uma monarquia eletiva igualitária, o Vaticano - e a Malásia, de uma monarquia eletiva.

Da mesma forma, é perfeitamente possível uma estrutura societal liberal (pluralismo religioso, igualdade jurídica, liberdade de expressão, publicação e associação) conviver com uma estrutura legal e política, de jure, aristocrática - o Reino Unido, países Escandinavos e Espanha são exemplos contemporâneos nisso.

Citação de: JJ
Tal diferenciação é uma  coisa extremamente ABJETA, totalmente NOJENTA.

Tal diferenciação me dá ASCO, me dá NOJO.

Argumentum ad passiones. É irrelevante o que sente para a validade de seu argumento.

1) Mas a monarquia eletiva continua sendo hereditária não é?

https://pt.wikipedia.org/wiki/Monarquia_eletiva

Uma monarquia eletiva é uma monarquia cujo chefe de Estado ou monarca é eleito por votação e tem cargo vitalício[1].



2) Monarquistas brasileiros querem alguém de Orleans e Bragança e não algum qualquer eleito como numa monarquia eletiva. E muita gente que se diz monarquista talvez nem saiba ou nem cogite essa opção de monarquia sem a a família Orleans e Bragança.






Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.731
  • Sexo: Masculino
Re:Monarquia ou República?
« Resposta #164 Online: 05 de Dezembro de 2017, 09:08:51 »
Mentiras de apologistas da monarquia brasileira :



COMO ERA O BRASIL IMPÉRIO?


By Leonardo Monasterio  novembro 25, 2017 


Todo mundo têm o direito de ser monarquista, flamenguista ou cambista.  Só não dá para ser vigarista. Esbarrei em textos sobre o Império que inventam números absurdos. Vamos aos fatos.



Aspectos econômicos:


O Brasil era muito pobre. Em 1872, Brasil tinha PIB per capita menor do que a Somália de hoje. Não era só que o Brasil era pobre, mas o país ficou para trás perante o resto do mundo durante o Império. Em 1820, Brasil tinha o 18o PIB per capita dos 48 países sobre os quais há dados.  Em 1870, nosso país era 42o. de 67 países. A comparação com os EUA também mostra o mesmo fenômeno: o país passou de 50% do PIB per capita norte-americano para pouco mais de 20% (Maddison).


Rola no submundo da internet que a Economia Brasileira era a 4a do mundo no Império. Lorota. Era a 22a do mundo. Vejam a lista:


Não havia equilíbrio fiscal. É verdade que o Império não era caloteiro, mas a dívida interna passou de 14 mil contos de réis (1830) para 434 mil contos (1889) (Ordem do Progresso, p 23). Além disso, veja o que aconteceu com a dívida externa:


Ver gráfico na página
http://lmonasterio.blogspot.com.br/2017/11/como-foi-o-brasil-imperio.html


O gráfico acima foi retirado do sensacional "Inglorious Revolution – Political Institutions, Sovereign Debt, and Financial Underdevelopment in Imperial Brazil", do William Summerhill:

 
A capa do livro, a propósito, representa o Governo Imperial distribuindo crédito para os cafeicultores às vésperas Abolição.


Os preços pelo menos dobraram no Brasil entre 1830 e 1889. Nos EUA , caíram 10% e na Inglaterra, 30% no mesmo período. (Fonte: Ordem do Progresso, p. 19.)


Aspectos sociais:


Em 1872, 16% da população era escrava (Censo de 1872). Sempre é bom lembrar que o Brasil foi o último país do Ocidente a acabar com a escravidão. ("Ah, mas a MembroDaFamíliaReal era contra a escravidão". Nenhum mérito. No século XIX, todo mundo já se pronunciava contra a escravidão);


A expectativa de vida  ao nascer era de 27,4 anos (Mello, P. C. (1984). A economia da escravidão nas fazendas de café: 1850-1888. PNPE: Rio de Janeiro.)  e 85% do brasileiros eram analfabetos (Censo de 1872);



Após a Lei Saraiva (1881) só 1,5% da população votou. Antes, é verdade, até que se votava bastante no Brasil, quando comparado a outros países do mundo.
Claro que todos os dados  aqui representados são imperfeitos. Os dados de PIB, por exemplo, são muito criticados e talvez realmente estejam subestimados. Contudo, por maiores que sejam os erros, eles não são suficientes para transformar o Brasil nessa maravilha do século XIX que os monarquistas querem pintar.



http://lmonasterio.blogspot.com.br/2017/11/como-foi-o-brasil-imperio.html



« Última modificação: 05 de Dezembro de 2017, 09:16:14 por JJ »

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!