Autor Tópico: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]  (Lida 11597 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Memphis Belle

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 653
  • Sexo: Feminino
  • O Amor vence todos os obstáculos !
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #75 Online: 23 de Outubro de 2008, 15:17:30 »


Putz, filha. Imortalidade, mais de um universo, projetos ao infinito, morte como condição para se explorar o novo e desconhecido. Que coisa hein?

Jingle Bell aí.




Jingle Bell pra você também Just! :D
Namastê.
"Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele ou por sua origem, ou sua religião.
Para odiar, as pessoas precisam aprender.
E se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar, pois o amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o seu oposto.
A bondade humana é uma chama que pode ser oculta, jamais extinta."
(Nelson Mandela)

Offline Memphis Belle

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 653
  • Sexo: Feminino
  • O Amor vence todos os obstáculos !
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #76 Online: 23 de Outubro de 2008, 15:22:51 »
Passar para o outro lado é uma idéia que me atrai... Mas sei esperar, não pretendo abreviar nada. Tudo tem sua hora.
Namastê.


Até porque se as pessoas que tem este tipo de pensamento não soubessem esperar a sua hora, ele não existiria mais...



Pois é Galthaar! E assim caminha a humanidade...
Aproveitando a oportunidade, que leão lindo heinnn,seu avatar arrasou.
Namastê.
"Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele ou por sua origem, ou sua religião.
Para odiar, as pessoas precisam aprender.
E se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar, pois o amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o seu oposto.
A bondade humana é uma chama que pode ser oculta, jamais extinta."
(Nelson Mandela)

Offline Galthaar

  • Nível 19
  • *
  • Mensagens: 596
  • Sexo: Masculino
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #77 Online: 23 de Outubro de 2008, 15:29:17 »
Grato pelo elogio.


De qualquer forma, eu só me sentiria tentado a experimentar algo novo, se tivesse certeza que realmente pudesse experimentá-lo. A não-existência não comprometeria esta idéia de experimentar o que é a morte?

Prefiro várias sensações velhas na mão do que uma voando...

"A dominação social no capitalismo, no seu nível mais fundamental, não consiste na dominação das pessoas por outras pessoas, mas na dominação das pessoas por estruturas sociais abstratas constituídas pelas próprias pessoas."

Moishe Postone, Tempo, trabalho e dominação social

Offline Memphis Belle

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 653
  • Sexo: Feminino
  • O Amor vence todos os obstáculos !
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #78 Online: 23 de Outubro de 2008, 15:37:53 »
Grato pelo elogio.


De qualquer forma, eu só me sentiria tentado a experimentar algo novo, se tivesse certeza que realmente pudesse experimentá-lo. A não-existência não comprometeria esta idéia de experimentar o que é a morte?

Prefiro várias sensações velhas na mão do que uma voando...



 :histeria:

E o seu senso de aventura? Afinal você nada tem a ver com essa imagem imponente que usa? :wink:

Respondendo  você...Lógico que não crer em vida eterna  exclui por completo o seu pensamento num porvir.Exluindo a possibilidade de inseguraça.Nesse caso apegue-se  a Epícuro.É a melhor  solução.O cara disse tudo.
Namastê.
« Última modificação: 23 de Outubro de 2008, 15:41:38 por Memphis Belle »
"Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele ou por sua origem, ou sua religião.
Para odiar, as pessoas precisam aprender.
E se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar, pois o amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o seu oposto.
A bondade humana é uma chama que pode ser oculta, jamais extinta."
(Nelson Mandela)

Offline JUS EST ARS

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.128
  • Sexo: Masculino
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #79 Online: 23 de Outubro de 2008, 15:40:39 »


Senso de aventura? Arriscar que existe vida após a morte é uma aventura? Ou mais: guiar sua vida como se a vida após a morte fosse algo certo é uma aventura?




Offline Memphis Belle

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 653
  • Sexo: Feminino
  • O Amor vence todos os obstáculos !
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #80 Online: 23 de Outubro de 2008, 15:45:58 »
Eu sou teísta.E pensar  em vida eterna pra mim  tem de fato uma conotação  de aventura...pois eu não sei como se dará a minha vida no outro lado.Mas creio que nada  há a temer.É antes, fascinante imaginar o quem vem  por aí.Sem temor algum, fica fácil encarar  como aventura.
Namastê.
"Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele ou por sua origem, ou sua religião.
Para odiar, as pessoas precisam aprender.
E se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar, pois o amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o seu oposto.
A bondade humana é uma chama que pode ser oculta, jamais extinta."
(Nelson Mandela)

Offline Galthaar

  • Nível 19
  • *
  • Mensagens: 596
  • Sexo: Masculino
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #81 Online: 23 de Outubro de 2008, 15:48:28 »
Grato pelo elogio.


De qualquer forma, eu só me sentiria tentado a experimentar algo novo, se tivesse certeza que realmente pudesse experimentá-lo. A não-existência não comprometeria esta idéia de experimentar o que é a morte?

Prefiro várias sensações velhas na mão do que uma voando...



 :histeria:

E o seu senso de aventura? Afinal você nada tem a ver com essa imagem imponente que usa? :wink:

Respondendo  você...Lógico que não crer em vida eterna  exclui por completo o seu pensamento num porvir.Exluindo a possibilidade de inseguraça.Nesse caso apegue-se  a Epícuro.É a melhor  solução.O cara disse tudo.
Namastê.

A imponência é uma máscara que esconde medos, assim como o otimismo.

"A dominação social no capitalismo, no seu nível mais fundamental, não consiste na dominação das pessoas por outras pessoas, mas na dominação das pessoas por estruturas sociais abstratas constituídas pelas próprias pessoas."

Moishe Postone, Tempo, trabalho e dominação social

Offline JUS EST ARS

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.128
  • Sexo: Masculino
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #82 Online: 23 de Outubro de 2008, 15:49:48 »


Eu sou teísta.E pensar  em vida eterna pra mim  tem de fato uma conotação  de aventura...pois eu não sei como se dará a minha vida no outro lado.Mas creio que nada  há a temer.É antes, fascinante imaginar o quem vem  por aí.Sem temor algum, fica fácil encarar  como aventura.
Namastê.

Eu creio que deus existe. Mas uma vida após a morte é um passo meio forçado para mim. Se é tão bacana assim, porque não se mata de uma vez e vive essa "aventura"?

Jingle Bell.




Offline Memphis Belle

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 653
  • Sexo: Feminino
  • O Amor vence todos os obstáculos !
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #83 Online: 23 de Outubro de 2008, 15:53:24 »
Just, tudo tem sua hora.No momento eu estou vivendo a minha aventura humana  na terra :D
Beijo.
Namastê.
"Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele ou por sua origem, ou sua religião.
Para odiar, as pessoas precisam aprender.
E se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar, pois o amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o seu oposto.
A bondade humana é uma chama que pode ser oculta, jamais extinta."
(Nelson Mandela)

Offline JUS EST ARS

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.128
  • Sexo: Masculino
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #84 Online: 23 de Outubro de 2008, 15:56:19 »


O problema dos que crêem em uma vida após a morte é a tendência que se cria de se preocuparem tanto com ela que esquecem de viver a vida real em sua plenitude. Há exceções, mas a regra é essa. Além das groselhas místicas, evidentemente.




Offline Tupac

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.902
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #85 Online: 23 de Outubro de 2008, 16:05:59 »


O problema dos que crêem em uma vida após a morte é a tendência que se cria de se preocuparem tanto com ela que esquecem de viver a vida real em sua plenitude. Há exceções, mas a regra é essa. Além das groselhas místicas, evidentemente.

Não vejo isso como problema Jus, e mesmo se for, esse é um problema que compete unicamente ao ser em questão. Onde, imagino eu, exista realmente um problema é na tentativa (e muitas vezes com exito) de exigir que todos tenham a mesma postura e crença.
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida."
 - Carl Sagan

"O que é afirmado sem argumentos, pode ser descartado sem argumentos." - Navalha de Hitchens

Offline JUS EST ARS

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.128
  • Sexo: Masculino
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #86 Online: 23 de Outubro de 2008, 16:07:34 »


Pensando bem, você está certo.




Offline Eleitor de Mário Oliveira

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.502
  • Sexo: Masculino
    • Lattes
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #87 Online: 24 de Outubro de 2008, 04:40:24 »
Como teísta, me sinto imortal, porém creio que a imortalidade não seja algo enfadonho ou bizarro, como alguns fazem idéia... Afinal, quem fez todo um universo (falando só nesse), tem bastante criatividade.Gosto de pensar nisso , quando faço  projetos ao infinito, divago a mim mesma  como tudo há de ser...e percebo que o melhor antídoto contra a chatice do eterno sem graça, é o novo sempre.Quando chegar a minha hora 'H', estarei pronta a explorar o novo e desconhecido.Isso torna empolgante a hora da morte.Claro  para quem tem um espírito criança.Já pararam pra perceber como as crianças  vêem a idéia de fazer algo novo ?(claro há suas exceções, criança chorona, com medo de tudo) Mas no geral a alegria do novo, faz com que toda criança ponha as dúvidas e medos de lado e parta para o desconhecido disposta a aproveitar o máximo.
Isso me lembrou um ensinamento de Yeshua: ser criança pra entrar no Reino do céu. Por mais figurado que tenha sido este ensinamento e seja lá quantas metáforas cabem, eu gosto da idéia de ver o mundo e o novo como criança. Passar para o outro lado é uma idéia que me atrai... Mas sei esperar, não pretendo abreviar nada. Tudo tem sua hora.
Namastê.


Não importa que haja infinita diversidade em infinitas combinações. Vai dar no saco cedo ou tarde.

Offline Memphis Belle

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 653
  • Sexo: Feminino
  • O Amor vence todos os obstáculos !
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #88 Online: 24 de Outubro de 2008, 12:06:20 »
Oi Dante! O novo nunca é entediante.É assim que creio que será, tudo sempre novo.Não sei de que modo, mas  penso que se dê assim , dessa forma.
Você é ateu, não é ?Então não se encomode com isso...Viver aqui  já é uma tarefa e tanto...Faça dos seus dias aqui, uma vida plena, realizada, faça-se feliz.Isso basta!
Beijo.
Namastê.
"Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele ou por sua origem, ou sua religião.
Para odiar, as pessoas precisam aprender.
E se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar, pois o amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o seu oposto.
A bondade humana é uma chama que pode ser oculta, jamais extinta."
(Nelson Mandela)

Offline Tupac

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.902
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #89 Online: 24 de Outubro de 2008, 13:03:01 »
Você, Belle, faz uma visão pouco realista do que seja eternidade, infinito.
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida."
 - Carl Sagan

"O que é afirmado sem argumentos, pode ser descartado sem argumentos." - Navalha de Hitchens

Offline Fenrir

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.450
  • Sexo: Masculino
  • Cave Canem
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #90 Online: 25 de Outubro de 2008, 10:40:51 »
Oi Dante! O novo nunca é entediante.É assim que creio que será, tudo sempre novo.Não sei de que modo, mas  penso que se dê assim , dessa forma.
Você é ateu, não é ?Então não se encomode com isso...Viver aqui  já é uma tarefa e tanto...Faça dos seus dias aqui, uma vida plena, realizada, faça-se feliz.Isso basta!
Beijo.
Namastê.

Fenrir, o filósofo do óbvio, diz:

Nem sempre o novo é bom.
Nem sempre o novo é uma aventura.
Nem sempre o velho é ruim.
Nem sempre o velho é uma mesmice.
E você sabe disso.

Concordo com uma coisa (tambem óbvia): todos buscam a felicidade.
Porem há aqueles que a buscam em Deus, afirmando-o sempre.
Ha aqueles para os quais Deus não faz diferenca alguma em sua busca
E há aqueles que a buscam longe Dele, negando-o sempre.

Fenrir esta no meio dos dois últimos.

E, relativamente aos aeons sem conta, que embora finitos, são para nós uma eternidade, vida e morte são a mesma coisa, dissolvem-se na indefinição de um instante tão breve que é sua duração.
Somos todos cachorros de palha.
O que são estas buscas infindáveis destes pequenos organismos que rastejam num pequeno cisco perdido em meio a imensidão fria do universo?
Tem uma pequena bacteria escondida num dos inumeros poros em sua pele.
O universo nos conhece tanto como conhecemos esta bacteria.

Estou ouvindo ela gritar:
Is anybody out there? Is anybody out there?
"Heaven and Earth are not benevolent;
They treat the myriad of creatures as straw dogs"
― Laozi

"No testimony is sufficient to establish a miracle, unless the testimony be of such a kind, that its falsehood would be more miraculous, than the fact, which it endeavors to establish"
― David Hume

“Never argue with an idiot. They will drag you down to their level and beat you with experience.”
― Mark Twain

Offline Memphis Belle

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 653
  • Sexo: Feminino
  • O Amor vence todos os obstáculos !
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #91 Online: 26 de Outubro de 2008, 12:39:34 »
Você, Belle, faz uma visão pouco realista do que seja eternidade, infinito.
Olá tupac, qualquer visão que se tenha  do novo, do desconhecido, como no caso da vida futura  após a morte,  sempre será pouco realista.E como não sou dona da verdade, é um achismo somente, em que gosto de crer.
Namastê.
"Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele ou por sua origem, ou sua religião.
Para odiar, as pessoas precisam aprender.
E se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar, pois o amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o seu oposto.
A bondade humana é uma chama que pode ser oculta, jamais extinta."
(Nelson Mandela)

Offline Memphis Belle

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 653
  • Sexo: Feminino
  • O Amor vence todos os obstáculos !
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #92 Online: 26 de Outubro de 2008, 12:51:27 »
Oi Dante! O novo nunca é entediante.É assim que creio que será, tudo sempre novo.Não sei de que modo, mas  penso que se dê assim , dessa forma.
Você é ateu, não é ?Então não se encomode com isso...Viver aqui  já é uma tarefa e tanto...Faça dos seus dias aqui, uma vida plena, realizada, faça-se feliz.Isso basta!
Beijo.
Namastê.

Fenrir, o filósofo do óbvio, diz:

Nem sempre o novo é bom.
Nem sempre o novo é uma aventura.
Nem sempre o velho é ruim.
Nem sempre o velho é uma mesmice.
E você sabe disso.

Concordo com uma coisa (tambem óbvia): todos buscam a felicidade.
Porem há aqueles que a buscam em Deus, afirmando-o sempre.
Ha aqueles para os quais Deus não faz diferenca alguma em sua busca
E há aqueles que a buscam longe Dele, negando-o sempre.

Fenrir esta no meio dos dois últimos.

E, relativamente aos aeons sem conta, que embora finitos, são para nós uma eternidade, vida e morte são a mesma coisa, dissolvem-se na indefinição de um instante tão breve que é sua duração.
Somos todos cachorros de palha.
O que são estas buscas infindáveis destes pequenos organismos que rastejam num pequeno cisco perdido em meio a imensidão fria do universo?
Tem uma pequena bacteria escondida num dos inumeros poros em sua pele.
O universo nos conhece tanto como conhecemos esta bacteria.

Estou ouvindo ela gritar:
Is anybody out there? Is anybody out there?
Sim, sei que nem sempre o novo é bom...e concordo  com suas palavras iniciais.Mas como teísta, não consigo deixar de pensar que  após a morte, a nova vida, seja de que forma for, será muito melhor do que aqui, onde a meu ver tudo começa e que apenas  engatinhamos sobre o desconhecido...Respeito a sua opinião, lógico.E aproveito para dizer que mais  que um filósofo  do óbvio, você se fez poeta.
Abraço fraterno,
Namastê.
"Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele ou por sua origem, ou sua religião.
Para odiar, as pessoas precisam aprender.
E se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar, pois o amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o seu oposto.
A bondade humana é uma chama que pode ser oculta, jamais extinta."
(Nelson Mandela)

SenhorZen

  • Visitante
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #93 Online: 26 de Outubro de 2008, 13:40:55 »
Eu consigo imaginar a morte sim e a minha não existência. Talvez eu tenha imaginação fértil.

Offline Luis Dantas

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.195
  • Sexo: Masculino
  • Morituri Delendi
    • DantasWiki
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #94 Online: 26 de Outubro de 2008, 13:55:57 »
A morte é igualzinha à vida, só que com menos verba de efeitos especiais e vai direto para a cena final.
Wiki experimental | http://luisdantas.zip.net
The stanza uttered by a teacher is reborn in the scholar who repeats the word

Em 18 de janeiro de 2010, ainda não vejo motivo para postar aqui. Estou nos fóruns Ateus do Brasil, Realidade, RV.  Se a Moderação reconquistar meu respeito, eu volto.  Questão de coerência.

Offline ICOGNITUX

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 142
  • Sexo: Masculino
  • >>> Pra lá??? Pra cá??? Pra onde??? <<<
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #95 Online: 30 de Novembro de 2008, 22:55:29 »
Carpe diem e hakuna matata :biglol:

 :ok:


Vivamos enquanto há tempo a ser vivido... E façamos o que deve ser feito porque o amanhã é um segredo para nós... Hum... Acabo de ter algumas idéias... :twisted:
Eu também.
Vamos!?
Tudo... Nada... Eis a questão.

Offline ICOGNITUX

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 142
  • Sexo: Masculino
  • >>> Pra lá??? Pra cá??? Pra onde??? <<<
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #96 Online: 30 de Novembro de 2008, 22:58:56 »
A morte é igualzinha à vida, só que com menos verba de efeitos especiais e vai direto para a cena final.
Para se saber como é depois da morte basta se lenbrar de como era antes de termos nascido.
Tudo... Nada... Eis a questão.

Offline FxF

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.720
  • Sexo: Masculino
  • Yohohoho!
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #97 Online: 30 de Novembro de 2008, 23:07:00 »
A morte é igualzinha à vida, só que com menos verba de efeitos especiais e vai direto para a cena final.
A morte:

<a href="http://www.youtube.com/v/4pqEyiH8BxQ" target="_blank" class="new_win">http://www.youtube.com/v/4pqEyiH8BxQ</a>
« Última modificação: 01 de Dezembro de 2008, 02:04:42 por Ilovefoxes »

Offline Memphis Belle

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 653
  • Sexo: Feminino
  • O Amor vence todos os obstáculos !
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #98 Online: 01 de Dezembro de 2008, 13:35:08 »
Ultimamente não tenho conseguido mesmo imaginar a morte...Mas creio que isso seja um estado de espirito momentâneo.Ao menos assim espero.
Paz  e Bem.
"Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele ou por sua origem, ou sua religião.
Para odiar, as pessoas precisam aprender.
E se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar, pois o amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o seu oposto.
A bondade humana é uma chama que pode ser oculta, jamais extinta."
(Nelson Mandela)

Offline Nohai

  • Nível 29
  • *
  • Mensagens: 1.543
  • Sexo: Feminino
  • Estudante.
Re: Pq não conseguimos imaginar a morte? [SciAm]
« Resposta #99 Online: 01 de Dezembro de 2008, 16:25:12 »
Vejo a morte como um "desligar de motores". Puf... acabou! Deve ser a mesma sensação que dormir um sono profundo (aqueles depois de um porre e uma boa transa), em que mal se é consciente da propria existencia.
Era uma vez um pintinho chamado Relam, toda vez que chovia Relam piava.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!