Autor Tópico: Estado "versus" iniciativa privada  (Lida 1968 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline FxF

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.720
  • Sexo: Masculino
  • Yohohoho!
Re: Estado "versus" iniciativa privada
« Resposta #25 Online: 21 de Novembro de 2009, 15:32:21 »
Eu não acho o governo muito necessário para controlar empresas. Acho que o governo deveria ficar só função de garantir as transações e impedir propaganda enganosa.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.471
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re: Estado "versus" iniciativa privada
« Resposta #26 Online: 10 de Janeiro de 2010, 20:17:41 »
Citar
Ivorian tax-free rebel city flourishes

"Here no-one can say to you: 'No, that's pirated' or 'You can't sell that here,'" he tells me when I ask if he ever has any trouble from the authorities.

"If we were in the south of the country, you could complain that no customs tax has been paid for example, but when you're in the New Forces-zone everything can come in and be sold," he says.

The north of Ivory Coast - an area covering 60% of the country and a zone bigger than England and Wales - remains under the authority of an ex-rebel group, the New Forces, who split the country in two after a rebellion in 2002.  [...]

Soroland may not be a breakaway zone, but for seven years the inhabitants of this zone have got used to living without government taxes, customs charges and even water and electricity bills. [...]

Hussein Doumbia is one of many local business leaders who have learnt to profit from this vast black market zone.

"Things are a lot cheaper than in the south - we see that people from the south often come here to stock up, above all the military who come for all their electronics - mobile phones, DVDs, televisions, everything," he says.

Trading places

Members of the government's armed forces formerly aiming to recapture Bouake now profit from the duty-free shopping. [...]

"For practically a year, the rebellion operated without really an exact plan - that, we need to admit."

It was at that moment that the rebels decided their survival depended on providing some degree of governance to stop the zone collapsing.

From independence from France in 1960 until the late 1990s, Ivory Coast had been one of West Africa's most peaceful and prosperous countries.

It was perhaps that legacy and a relatively high education that gave people the courage to try to make the best of difficult situation.

When civil servants fled south, volunteer teachers, like Ali Ouattara, stepped forward to try to keep things going.

"We didn't want the kids to become child soldiers, so we tried to give them something. This is how we became teachers," says Mr Ouattara, who lost his job at the university at the start of the crisis.

Most of the volunteer teachers had limited qualifications and no experience of teaching.

At first they had almost no resources as the schools had been ransacked and the lawlessness meant they were scared to discipline their pupils, who were sometimes armed.

Gradually with contributions from parents, the ad-hoc schools helped save a generation of children, and in some years the rebel zone got better results in national exams than the government zone.

Other volunteers helped cover for the absence of the state in other ways: setting up an ad-hoc postal service; their own television stations and some basic policing.

The New Forces do collect taxes in some areas - like from cocoa and cotton producers but most areas of business are unregulated in the city.

Banned boom

For example, Bouake now has a booming business in motorbike taxis - illegal under Ivorian law.

 But here it is a sector that has kept hundreds of young men off the streets.

The problem is they will not have a place in a reunified Ivory Coast, what with their untaxed scooters, unlicensed businesses and lack of driving licences.

"We created our union so that if the state comes back, we can continue," says Kone N'ze Siaka from the Union of Moto Taxi Drivers and owner of three scooters.

"There are some of us who used to be civil servants but who lost their jobs with the crisis," he says. "They took their motorbike to make a living and at least feed their family."

UN observation points along the former ceasefire line have already been dismantled but the most delicate part of reunification - handing over guns and control of taxes - still seems a long way off.

And, seven years without traffic lights, taxes or utility bills develops habits that are hard to budge.

http://news.bbc.co.uk/2/hi/africa/8446994.stm




Citar

Hong Kong air pollution: 'life-threatening' levels
January 4, 2010


A resident covers her nose over pollution in Hong Kong. The city's roadside air pollution reached life-threatening levels one in every eight days last year, a report said Monday, citing figures obtained from the government.

Hong Kong's roadside air pollution reached life-threatening levels one in every eight days last year, a report said Monday, citing figures obtained from the government.

The roadside air pollution index recorded by the Environmental Protection Department showed there were 44 days of "very high pollution" in the Central district last year, the South China Morning Post said.

The figure was significantly higher than 39 days in 2008 and 13 days in 2005, the newspaper said.

"Very high pollution" levels -- with the air pollution index exceeding 100 -- can significantly aggravate the symptoms of people with heart or respiratory illness, the department said.

Healthy people may experience irritation to the eyes, wheezing, coughing and sore throats.

A roadside station in the densely-populated Mongkok district recorded 37 "very high pollution" days last year, compared to just one five years ago, the report said.

In Causeway Bay, another busy shopping and residential hub, the figure is up five-fold from 2005, reaching 25 days, the report said.

A department spokesman said the trend could be partly attributed to unfavourable weather conditions and that the index did not reflect the full picture.

"Selective picking of a certain range of Air Pollution Index readings for comparison will not give a fair and comprehensive picture of how air quality changes over the years," a department spokesman said in a written reply to AFP.

However, a team of scientists said findings from their own research show that the roadside pollutant levels in Central were two or three times higher than the government figures.

"From the findings of our study, we can logically deduce that the number of 'very high pollution' days would be more than the (government's) figure," said team leader Chak Chan, acting head of the environment division at Hong Kong University of Science and Technology.

Chan said their findings were more accurate because they used mobile measuring devices, while the government used stationary tools.

Air quality in Hong Kong continues to deteriorate due to emissions from the southern Chinese factory belt over Hong Kong's northern border and local emissions from power generators and transport.

The city has been wrapped in a thick blanket of haze for most days in recent months.

http://www.physorg.com/news181805347.html

Offline Aronax

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.265
  • Sexo: Masculino
Re: Estado "versus" iniciativa privada
« Resposta #27 Online: 13 de Janeiro de 2010, 18:10:21 »
Relembro e recomendo a todos que estão vindo a este tópico relerem o texto que abre este outro tópico......
http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=1192.0
Uma verdade ou um ser podem ser vistos de vários pontos, porém a verdade e o ser estão acima de pontos de vista.

Offline _tiago

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.343
Re: Estado "versus" iniciativa privada
« Resposta #28 Online: 14 de Janeiro de 2010, 22:54:16 »
Não acho que seja, Estado vs. Iniciativa Privada, pois não vejo como disputa.
O Estado é onde a Iniciativa Privada se assenta, por isso, ele tem função interventora e reguladora - mais ou menos, a depender do governo.


Offline FxF

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.720
  • Sexo: Masculino
  • Yohohoho!
Re: Estado "versus" iniciativa privada
« Resposta #30 Online: 15 de Janeiro de 2010, 12:24:45 »
O Estado é onde a Iniciativa Privada se assenta, por isso, ele tem função interventora e reguladora - mais ou menos, a depender do governo.
Os dois vivem juntos, mas o tamanho de um diminui o do outro...

Offline _tiago

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.343
Re: Estado "versus" iniciativa privada
« Resposta #31 Online: 15 de Janeiro de 2010, 19:29:06 »
É nada!

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.156
  • Sexo: Masculino
Re:Estado "versus" iniciativa privada
« Resposta #32 Online: 25 de Janeiro de 2018, 12:06:12 »

Laboratório aumenta em 1400% preço de remédio contra câncer


Farmacêutica americana aumentou de 50 para mais de 700 dólares preço de comprimido de 100 miligramas de medicamento contra tumor cerebral
Por AFP


access_time 6 jan 2018, 09h08 - Publicado em 6 jan 2018, 09h05


Advogado da empresa diz que custo da matéria-prima aumentou 30% e que empresa oferece doses menores e mais baratas (Foto/iStock)


Um laboratório da Flórida enfrenta um pesadelo midiático desde que a imprensa americana revelou que, após comprar a licença de um velho medicamento contra um agressivo tumor cerebral, a empresa aumentou em 1400% seu preço: de 50 dólares por comprimido para mais de 700.


A NextSource Biotechnology, um laboratório desconhecido com sede em Miami, comprou em 2013 a licença do fármaco lomustina da Bristol-Myers Squibb. Segundo uma investigação do Wall Street Journal publicada em 25 de dezembro, a empresa aumentou o preço do comprimido de 100 miligramas, que era vendido por cerca de 50 dólares, para 768 dólares, comercializando-o nos Estados Unidos com o nome Gleostine.


A patente da lomustina – antes conhecida como CeeNU ou CCNU – expirou, e não tem um equivalente genérico. É um fármaco quimioterapêutico desenvolvido há mais de 40 anos para tratar o glioblastoma, um agressivo tumor cerebral.



A publicação do artigo do WSJ provocou uma onda de acusações de “cobiça corporativa” nas redes sociais e uma carta aberta de uma associação de ativistas democratas do condado de Miami-Dade, que exige uma investigação judicial sobre a NextSource por “especulação de preços e práticas anticompetitivas”.


O advogado da farmacêutica, Joseph DeMaria, disse à AFP que pedirá uma retratação pública e que não descarta denunciar o WSJ e os ativistas por difamação. DeMaria afirmou que a NextSource produz outras doses menores e, portanto, mais econômicas do comprimido.


“É verdade que a companhia tem um comprimido que custa 700 dólares, mas eles não estão te dizendo que o preço médio de todos os comprimidos que a companhia vende é um pouco acima de 400 dólares”, disse. O advogado também argumentou que a empresa deve pagar dois milhões de dólares por ano à agência de medicamentos dos Estados Unidos, a FDA, e que o custo da matéria-prima da lomustina aumentou 30%.


https://veja.abril.com.br/ciencia/laboratorio-aumenta-em-1400-preco-de-remedio-contra-cancer/


Veja também

Revista VEJACaminho contra o câncerquery_builder 22 dez 2017 - 06h12
O câncer de pulmão é considerado um dos mais letais, uma vez que sua detecção é feita em estágios tardios da doenç
SaúdeFarmacêuticas facilitam diagnóstico de câncer de pulmãoquery_builder 23 out 2017 - 19h10



Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.235
  • Sexo: Masculino
Re:Estado "versus" iniciativa privada
« Resposta #33 Online: 25 de Janeiro de 2018, 13:29:31 »

Laboratório aumenta em 1400% preço de remédio contra câncer


E por que outros laboratórios não podem criar um genérico mais barato e quebrar esse monopólio? Ah, porque o estado protege o monopólio.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.156
  • Sexo: Masculino
Re:Estado "versus" iniciativa privada
« Resposta #34 Online: 25 de Janeiro de 2018, 14:28:17 »

E por que outros laboratórios não podem criar um genérico mais barato e quebrar esse monopólio? Ah, porque o estado protege o monopólio.


Não sei, e de qualquer forma o impedimento não é a patente, pois o texto informa que ela expirou.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.156
  • Sexo: Masculino
Re:Estado "versus" iniciativa privada
« Resposta #35 Online: 25 de Janeiro de 2018, 14:28:54 »


De qualquer forma é um bom exemplo de capitalismo canalha. 

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.156
  • Sexo: Masculino
Re:Estado "versus" iniciativa privada
« Resposta #36 Online: 25 de Janeiro de 2018, 14:32:14 »

O que os  liberais tem para dizer neste caso ?


 :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?:

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.235
  • Sexo: Masculino
Re:Estado "versus" iniciativa privada
« Resposta #37 Online: 25 de Janeiro de 2018, 14:35:39 »

O que os  liberais tem para dizer neste caso ?


 :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?:

Criem mais laboratórios.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.156
  • Sexo: Masculino
Re:Estado "versus" iniciativa privada
« Resposta #38 Online: 25 de Janeiro de 2018, 14:37:59 »

O que os  liberais tem para dizer neste caso ?


 :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?:

Criem mais laboratórios.



Isso servirá para quem precisa imediatamente do remédio ? 



Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.156
  • Sexo: Masculino
Re:Estado "versus" iniciativa privada
« Resposta #39 Online: 25 de Janeiro de 2018, 14:48:05 »

O que os  liberais tem para dizer neste caso ?


 :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?:

Criem mais laboratórios.



Nenhuma crítica à ação dos  capitalistopatas ?


Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.156
  • Sexo: Masculino
Re:Estado "versus" iniciativa privada
« Resposta #40 Online: 25 de Janeiro de 2018, 14:50:43 »

O que os  liberais tem para dizer neste caso ?


 :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?:

Criem mais laboratórios.



No seu julgamento está foi uma ação moralmente correta ?   



Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.235
  • Sexo: Masculino
Re:Estado "versus" iniciativa privada
« Resposta #41 Online: 25 de Janeiro de 2018, 15:24:21 »

O que os  liberais tem para dizer neste caso ?


 :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?:

Criem mais laboratórios.



Isso servirá para quem precisa imediatamente do remédio ? 




Sem o capitalismo esse remédio nem existiria.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.235
  • Sexo: Masculino
Re:Estado "versus" iniciativa privada
« Resposta #42 Online: 25 de Janeiro de 2018, 15:25:32 »

O que os  liberais tem para dizer neste caso ?


 :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?:

Criem mais laboratórios.



No seu julgamento está foi uma ação moralmente correta ?   




Não foi. Mas o capitalismo não existe para ditar a moral. Isso parte do indivíduo. Indivíduos morais podem fundar empresas ou ONGs morais, e tentar fazer a diferença sem impor regras pelo Estado.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.156
  • Sexo: Masculino
Re:Estado "versus" iniciativa privada
« Resposta #43 Online: 25 de Janeiro de 2018, 15:34:10 »
Não foi. Mas o capitalismo não existe para ditar a moral. Isso parte do indivíduo. Indivíduos morais podem fundar empresas ou ONGs morais, e tentar fazer a diferença sem impor regras pelo Estado.



Mas, não coloquei em questão uma possível teleologia do capitalismo.   O ponto aqui foi mostrar que capitalistas  podem ser  bastante canalhas em suas ações no mercado.

Em contrapartida há liberais como  a Ayn Rand, e seguidores dela,  que veem  os capitalistas como heróis. Mas, a coisa não é bem assim.



Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.235
  • Sexo: Masculino
Re:Estado "versus" iniciativa privada
« Resposta #44 Online: 25 de Janeiro de 2018, 15:40:45 »
Não foi. Mas o capitalismo não existe para ditar a moral. Isso parte do indivíduo. Indivíduos morais podem fundar empresas ou ONGs morais, e tentar fazer a diferença sem impor regras pelo Estado.



Mas, não coloquei em questão uma possível teleologia do capitalismo.   O ponto aqui foi mostrar que capitalistas  podem ser  bastante canalhas em suas ações no mercado.

Em contrapartida há liberais como  a Ayn Rand, e seguidores dela,  que veem  os capitalistas como heróis. Mas, a coisa não é bem assim.




Ninguém vê os capitalistas como heróis. Mas veem o capitalismo como um modelo que funciona bem. Admitem que não é perfeito, mas que se auto-corrige com eficiência.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.471
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Estado "versus" iniciativa privada
« Resposta #45 Online: 25 de Janeiro de 2018, 16:00:54 »
A "auto-correção" no mercado se dará quando isso coincidir de ser interesse próprio dos agentes.

Isso não será sempre o caso, de forma que pode ser oportuno ao consumidor/cidadão dispor de recursos que coloquem os agentes do mercado na linha ou coíba seu desvio, mesmo quando isso for contra seu próprio interesse.


Offline Gauss

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.247
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Estado "versus" iniciativa privada
« Resposta #46 Online: 25 de Janeiro de 2018, 18:53:32 »


De qualquer forma é um bom exemplo de capitalismo canalha. 
Uma empresa comprou a licença de um remédio que outros não fabricam porque simplesmente não querem e colocou o preço que ela quis?


Liberalismo refutado.
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!