Autor Tópico: E se o PT ficar mais quatro anos?  (Lida 4335 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Rhyan

  • Visitante
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #50 Online: 11 de Julho de 2014, 22:27:12 »
Libertário, a diferença entre nós é que eu sustento meus argumentos com números sólidos. Não há explosão da dívida pública, pois em todo o governo petista a relação dívida/PIB vem diminuindo, inclusive nos períodos de baixo crescimento ( esse ano deve aumentar um pouco) e a arrecadação acompanha o crescimento nominal da dívida. A inflação, desde que essa política de metas foi implementada, atingiu várias vezes um pico, e outras tantas baixas, nenhuma novidade. Sem o superávit primário não é possível diminuir a dívida pública, isso se chama ECONOMIA de dinheiro público e os investimentos programados para os próximos anos são os maiores que nossa economia já viu, mesmo num momento ruim para a economia mundial e nacional.

O que importa é a dívida bruta e não dívida/pib ainda mais se for a dívida líquida.

Citar
Sem o superávit primário não é possível diminuir a dívida pública

??? Como é? Como gastar mais do que arrecada (considerando os juros) pode ser considerado uma economia e diminuição da dívida? Você realmente sabe o que é superávit primário?

Rhyan

  • Visitante
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #51 Online: 11 de Julho de 2014, 22:29:36 »
Aí está a explicação da necessidade de ter superávit nominal:

<a href="http://www.youtube.com/v/WKrG54vKCGk" target="_blank" class="new_win">http://www.youtube.com/v/WKrG54vKCGk</a>

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.297
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #52 Online: 12 de Julho de 2014, 08:49:08 »
Libertário, a diferença entre nós é que eu sustento meus argumentos com números sólidos. Não há explosão da dívida pública, pois em todo o governo petista a relação dívida/PIB vem diminuindo, inclusive nos períodos de baixo crescimento ( esse ano deve aumentar um pouco) e a arrecadação acompanha o crescimento nominal da dívida. A inflação, desde que essa política de metas foi implementada, atingiu várias vezes um pico, e outras tantas baixas, nenhuma novidade. Sem o superávit primário não é possível diminuir a dívida pública, isso se chama ECONOMIA de dinheiro público e os investimentos programados para os próximos anos são os maiores que nossa economia já viu, mesmo num momento ruim para a economia mundial e nacional.

O que importa é a dívida bruta e não dívida/pib ainda mais se for a dívida líquida.

Citar
Sem o superávit primário não é possível diminuir a dívida pública

??? Como é? Como gastar mais do que arrecada (considerando os juros) pode ser considerado uma economia e diminuição da dívida? Você realmente sabe o que é superávit primário?


http://www.ipea.gov.br/desafios/index.php?option=com_content&view=article&id=2065:catid=28&Itemid=23

Se eu considerasse somente a dívida bruta da minha empresa ao longo dos ultimos dez anos ela teria quintuplicado e eu iria achar que estava falido, mas como a evolução da dívida naturalmente acompanhou o valor da receita, então estou bem tranquilo, não? Minha empresa quintuplicou o faturamento :ok. Daí a importância da relação dívida/PIB para quem é credor do governo, sabe qual o nível de capacidade de pagamento e rolagem da dívida.

http://economia.terra.com.br/dilma-relacao-entre-divida-e-pib-atinge-baixo-patamar-em-2013,4b372420018d2410VgnVCM10000098cceb0aRCRD.html?SEM=1&gclid=CjwKEAjwuYOeBRCy3pLljpjDkDcSJAAhA4mtJtB7GBQdg1Q9Bn4_1Jr6dpSHv3l26TtinLjLcgZEQhoCYjjw_wcB
« Última modificação: 12 de Julho de 2014, 09:31:23 por _Juca_ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.157
  • Sexo: Masculino
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #53 Online: 12 de Julho de 2014, 09:13:43 »
Libertário, a diferença entre nós é que eu sustento meus argumentos com números sólidos. Não há explosão da dívida pública, pois em todo o governo petista a relação dívida/PIB vem diminuindo, inclusive nos períodos de baixo crescimento ( esse ano deve aumentar um pouco) e a arrecadação acompanha o crescimento nominal da dívida. A inflação, desde que essa política de metas foi implementada, atingiu várias vezes um pico, e outras tantas baixas, nenhuma novidade. Sem o superávit primário não é possível diminuir a dívida pública, isso se chama ECONOMIA de dinheiro público e os investimentos programados para os próximos anos são os maiores que nossa economia já viu, mesmo num momento ruim para a economia mundial e nacional.

O que importa é a dívida bruta e não dívida/pib ainda mais se for a dívida líquida. [/quote]


Para o Juca,

Uma  relação dívida/PIB decrescente é melhor do que uma estável, ou melhor  ainda do que uma que esteja subindo.  E  é bom lembrar que  no governo Dilma o crescimento das despesas tem superado o crescimento da economia, que aliás tem sido muito abaixo do que poderia ser.

Ou por acaso vocẽ considera boa uma taxa de crescimento  inferior a  2% a.a ?   



Sem o superávit primário não é possível diminuir a dívida pública

??? Como é? Como gastar mais do que arrecada (considerando os juros) pode ser considerado uma economia e diminuição da dívida? Você realmente sabe o que é superávit primário?


Para o Libertário,


Falando em relação dívida /PIB , obviamente que a relação diminui se o PIB crescer mais do que a dívida.  Entretanto  isto não tem ocorrido.



.
« Última modificação: 12 de Julho de 2014, 09:16:05 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.157
  • Sexo: Masculino
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #54 Online: 12 de Julho de 2014, 09:26:00 »
Libertário, a diferença entre nós é que eu sustento meus argumentos com números sólidos. Não há explosão da dívida pública, pois em todo o governo petista a relação dívida/PIB vem diminuindo, inclusive nos períodos de baixo crescimento ( esse ano deve aumentar um pouco) e a arrecadação acompanha o crescimento nominal da dívida. A inflação, desde que essa política de metas foi implementada, atingiu várias vezes um pico, e outras tantas baixas, nenhuma novidade. Sem o superávit primário não é possível diminuir a dívida pública, isso se chama ECONOMIA de dinheiro público e os investimentos programados para os próximos anos são os maiores que nossa economia já viu, mesmo num momento ruim para a economia mundial e nacional.

O que importa é a dívida bruta e não dívida/pib ainda mais se for a dívida líquida.

Citar
Sem o superávit primário não é possível diminuir a dívida pública

??? Como é? Como gastar mais do que arrecada (considerando os juros) pode ser considerado uma economia e diminuição da dívida? Você realmente sabe o que é superávit primário?


http://www.ipea.gov.br/desafios/index.php?option=com_content&view=article&id=2065:catid=28&Itemid=23

Se eu considerasse somente a dívida bruta da minha empresa ao longo dos ultimos dez anos ela teria quintuplicado e eu iria achar que estava falido, mas como a evolução da dívida naturalmente acompanhou o valor da receita, então estou bem tranquilo, não? Minha empresa quintuplicou o faturamento.  :ok:


1) Melhor ainda se houver diminuição da relação dívida/faturamento  ou no caso público diminuição da relação dívida /PIB,  isto é bem mais desejável do que a estabilidade da relação dívida/PIB, pois num momento de recessão  pode-se aumentar os gastos (com qualidade)  do governo , o que irá aumentar a relação, mas tendo começado sobre uma base mais baixa ela terá menos probabilidade de estourar um limite confortável.


2) Uma diferença importante  entre a sua manutenção de relação dívida/faturamento e  uma  possível manutenção da relação dívida/PIB do governo brasileiro, é que a manutençao da sua relação certamente tem sido benéfica para vocẽ e sua família,   já  os aumentos de gastos do governo ano após ano , não tem sido traduzida em benefícios  adequados para a população.   Apesar dos altos gastos do governo,  nós continuamos com serviços públicos ruins.



Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.297
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #55 Online: 12 de Julho de 2014, 09:44:51 »
Libertário, a diferença entre nós é que eu sustento meus argumentos com números sólidos. Não há explosão da dívida pública, pois em todo o governo petista a relação dívida/PIB vem diminuindo, inclusive nos períodos de baixo crescimento ( esse ano deve aumentar um pouco) e a arrecadação acompanha o crescimento nominal da dívida. A inflação, desde que essa política de metas foi implementada, atingiu várias vezes um pico, e outras tantas baixas, nenhuma novidade. Sem o superávit primário não é possível diminuir a dívida pública, isso se chama ECONOMIA de dinheiro público e os investimentos programados para os próximos anos são os maiores que nossa economia já viu, mesmo num momento ruim para a economia mundial e nacional.

O que importa é a dívida bruta e não dívida/pib ainda mais se for a dívida líquida.

Citar
Sem o superávit primário não é possível diminuir a dívida pública

??? Como é? Como gastar mais do que arrecada (considerando os juros) pode ser considerado uma economia e diminuição da dívida? Você realmente sabe o que é superávit primário?


http://www.ipea.gov.br/desafios/index.php?option=com_content&view=article&id=2065:catid=28&Itemid=23

Se eu considerasse somente a dívida bruta da minha empresa ao longo dos ultimos dez anos ela teria quintuplicado e eu iria achar que estava falido, mas como a evolução da dívida naturalmente acompanhou o valor da receita, então estou bem tranquilo, não? Minha empresa quintuplicou o faturamento.  :ok:


1) Melhor ainda se houver diminuição da relação dívida/faturamento  ou no caso público diminuição da relação dívida /PIB,  isto é bem mais desejável do que a estabilidade da relação dívida/PIB, pois num momento de recessão  pode-se aumentar os gastos (com qualidade)  do governo , o que irá aumentar a relação, mas tendo começado sobre uma base mais baixa ela terá menos probabilidade de estourar um limite confortável.


2) Uma diferença importante  entre a sua manutenção de relação dívida/faturamento e  uma  possível manutenção da relação dívida/PIB do governo brasileiro, é que a manutençao da sua relação certamente tem sido benéfica para vocẽ e sua família,   já  os aumentos de gastos do governo ano após ano , não tem sido traduzida em benefícios  adequados para a população.   Apesar dos altos gastos do governo,  nós continuamos com serviços públicos ruins.




Essencialmente não estou discutindo a qualidade dos serviços públicos e sim se estamos vivendo um catastrofismo nas contas públicas como sugerido aqui.

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.297
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #56 Online: 12 de Julho de 2014, 09:51:22 »
Citar
Libertário, a diferença entre nós é que eu sustento meus argumentos com números sólidos. Não há explosão da dívida pública, pois em todo o governo petista a relação dívida/PIB vem diminuindo, inclusive nos períodos de baixo crescimento ( esse ano deve aumentar um pouco) e a arrecadação acompanha o crescimento nominal da dívida. A inflação, desde que essa política de metas foi implementada, atingiu várias vezes um pico, e outras tantas baixas, nenhuma novidade. Sem o superávit primário não é possível diminuir a dívida pública, isso se chama ECONOMIA de dinheiro público e os investimentos programados para os próximos anos são os maiores que nossa economia já viu, mesmo num momento ruim para a economia mundial e nacional.

O que importa é a dívida bruta e não dívida/pib ainda mais se for a dívida líquida.


Para o Juca,

Uma  relação dívida/PIB decrescente é melhor do que uma estável, ou melhor  ainda do que uma que esteja subindo.  E  é bom lembrar que  no governo Dilma o crescimento das despesas tem superado o crescimento da economia, que aliás tem sido muito abaixo do que poderia ser.

Ou por acaso vocẽ considera boa uma taxa de crescimento  inferior a  2% a.a ?   



Sem o superávit primário não é possível diminuir a dívida pública

??? Como é? Como gastar mais do que arrecada (considerando os juros) pode ser considerado uma economia e diminuição da dívida? Você realmente sabe o que é superávit primário?


Para o Libertário,


Falando em relação dívida /PIB , obviamente que a relação diminui se o PIB crescer mais do que a dívida.  Entretanto  isto não tem ocorrido.



.

Não, a dívida bruta bruta sempre vai ser comparada com o total da arrecadação para fins de avaliação de capacidade de pagamento/rolagem dessa dívida, não dá pra dissociar a inflação e o crescimento econômico, do crescimento bruto dívida .A demanda por serviços públicos cresce quando também cresce o país, é bem simples a conta.
« Última modificação: 12 de Julho de 2014, 09:58:19 por _Juca_ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.157
  • Sexo: Masculino
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #57 Online: 12 de Julho de 2014, 10:39:54 »

Essencialmente não estou discutindo a qualidade dos serviços públicos e sim se estamos vivendo um catastrofismo nas contas públicas como sugerido aqui.


Catastrofismo, não.  Mas  deterioração persistente  das contas públicas,  seguida  de  inflação  suficientemente elevada,  para já causar preocupação nas pessoas com  os vísiveis aumentos de preços, sim.  Nós já estamos tendo isso.       :no:

Negar a realidade não a tornará melhor,  muito pelo contrário  a tendência será piorar.

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #58 Online: 12 de Julho de 2014, 19:37:48 »
Dívida /PIB não é indicador adequado, mas sim dívida / arrecadação.  Além disso, não adianta manter a relação constante a custo do aumento da arrecadação. E superávit primario não quer dizer muito. É como aquele cara que se mata para pagar o juro do cartão, se endivida cada vez mais,  e se regozija ao conseguir pagar o básico com seu salário,  mantendo sua vida perdularia e ineficiente, até não conseguir mais nem o básico.

E o pior é se esse mesmo cara tem algum dinheiro no banco rendendo poupança e se financia à maior taxa do mundo e começa a inventar receitas para enganar se a si mesmo e claro, aos seus partisans.

Esse é o PT
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline ThePlaceboBoy

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 143
  • Sexo: Masculino
  • Love will tear us apart.
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #59 Online: 12 de Julho de 2014, 19:51:20 »
Bom, graças ao voto de gente como eu, vai ter esquerda, sim; leia-se: PT. Controle inflacionário é um ponto importante, mas distribuição de renda é essencial. Beijos nesses coraçãozinhos frios.
Your GOD device is unspecified or not detected. Cannot sync. Faith panic.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.436
  • Sexo: Masculino
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #60 Online: 12 de Julho de 2014, 21:51:38 »
Bom, graças ao voto de gente como eu, vai ter esquerda, sim; leia-se: PT.

Talvez sim. Talvez não.

E "gente como eu" significa o que?

Mais um que vive de assistencialismo do Estado?


Controle inflacionário é um ponto importante, mas distribuição de renda é essencial.

Controle inflacionário é essencial, não apenas importante.

E renda não se distribui, se obtém via trabalho.

Distribuição é meramente assistencialismo.


Beijos nesses coraçãozinhos frios.

Sem comentários.
« Última modificação: 13 de Julho de 2014, 09:23:27 por Geotecton »
Foto USGS

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.586
  • Sexo: Masculino
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #61 Online: 12 de Julho de 2014, 23:22:02 »
Bom, graças ao voto de gente como eu, vai ter esquerda, sim; leia-se: PT. Controle inflacionário é um ponto importante, mas distribuição de renda é essencial. Beijos nesses coraçãozinhos frios.

A distribuição de renda mais eficiente ocorre em Brasília, que possui o maior PIB do país e nada se produz. Ao votar no PT, lembre-se desse monte de vagabundos que todos nós sustentamos.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline ThePlaceboBoy

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 143
  • Sexo: Masculino
  • Love will tear us apart.
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #62 Online: 13 de Julho de 2014, 02:59:36 »
Bom, graças ao voto de gente como eu, vai ter esquerda, sim; leia-se: PT. Controle inflacionário é um ponto importante, mas distribuição de renda é essencial. Beijos nesses coraçãozinhos frios.

A distribuição de renda mais eficiente ocorre em Brasília, que possui o maior PIB do país e nada se produz. Ao votar no PT, lembre-se desse monte de vagabundos que todos nós sustentamos.

(1) Comparar a distribuição de renda de uma cidade-administrativa com cidades comuns soa retórico e é leviano (pois esconde variáveis); ou seja, não devemos fazê-lo.
(2) O processo legislativo, quando levado a sério, é extremamente complexo. Envolve a identificação, elicitação e validação de demandas junto às comunidades; a prospecção de soluções candidatas;  a promoção da demanda (visibilidade, transparência); a conquista de apoio político; a confecção dos dispositivos legais necessários; a implementação das soluções (via executivo); a verificação da eficácia; estudo dos resultados para melhoria contínua.  Acompanho o dia-a-dia do Eduardo Suplicy e de outros parlamentares, e minha opinião pessoal é de que eles se doam bastante. Concordo que muitos parlamentares são omissos, outros possuem agendas escusas, infelizmente. Precisamos, sim, discutir como mitigar estas situações indesejáveis.
Your GOD device is unspecified or not detected. Cannot sync. Faith panic.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.157
  • Sexo: Masculino
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #63 Online: 13 de Julho de 2014, 09:31:06 »

Controle inflacionário é um ponto importante, mas distribuição de renda é essencial.

Controle inflacionário é essencial, não apenas importante.



Concordo que controle da inflação, e especificamente mantê-la abaixo de 3,0 % a.a   é  muito importante.  Quem mais perde com inflação a  6,4% a.a  é justamente a classe mais pobre.  São os pobres que perdem mais, mas muitos esquerdistas  se esquecem disso.




Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.157
  • Sexo: Masculino
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #64 Online: 13 de Julho de 2014, 09:34:52 »
Bom, graças ao voto de gente como eu, vai ter esquerda, sim; leia-se: PT. Controle inflacionário é um ponto importante, mas distribuição de renda é essencial. Beijos nesses coraçãozinhos frios.


Graças ao voto de de gente como vocẽ  a inflação deverá  continuar na faixa de 6,4 % a.a  ou até mais .   Graças ao voto de de gente como você  o crescimento econõmico deverá  ficar na faixa de 2,0% a.a,  ou até menos,  pelos pŕoximos anos.


Isso é coisa para se contar vitória ?



.

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.297
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #65 Online: 13 de Julho de 2014, 09:49:03 »
Bom, graças ao voto de gente como eu, vai ter esquerda, sim; leia-se: PT. Controle inflacionário é um ponto importante, mas distribuição de renda é essencial. Beijos nesses coraçãozinhos frios.


Graças ao voto de de gente como vocẽ  a inflação deverá  continuar na faixa de 6,4 % a.a  ou até mais .   Graças ao voto de de gente como você  o crescimento econõmico deverá  ficar na faixa de 2,0% a.a,  ou até menos,  pelos pŕoximos anos.


Isso é coisa para se contar vitória ?



.

E você vai votar em quem pra mudar esse panorama?

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.436
  • Sexo: Masculino
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #66 Online: 13 de Julho de 2014, 10:13:06 »
Bom, graças ao voto de gente como eu, vai ter esquerda, sim; leia-se: PT. Controle inflacionário é um ponto importante, mas distribuição de renda é essencial. Beijos nesses coraçãozinhos frios.
Graças ao voto de de gente como vocẽ  a inflação deverá  continuar na faixa de 6,4 % a.a  ou até mais .   Graças ao voto de de gente como você  o crescimento econõmico deverá  ficar na faixa de 2,0% a.a,  ou até menos,  pelos pŕoximos anos.

Isso é coisa para se contar vitória ?

.
E você vai votar em quem pra mudar esse panorama?

Geotecton 2018!
Foto USGS

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.297
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #67 Online: 13 de Julho de 2014, 10:46:49 »
Bom, graças ao voto de gente como eu, vai ter esquerda, sim; leia-se: PT. Controle inflacionário é um ponto importante, mas distribuição de renda é essencial. Beijos nesses coraçãozinhos frios.
Graças ao voto de de gente como vocẽ  a inflação deverá  continuar na faixa de 6,4 % a.a  ou até mais .   Graças ao voto de de gente como você  o crescimento econõmico deverá  ficar na faixa de 2,0% a.a,  ou até menos,  pelos pŕoximos anos.

Isso é coisa para se contar vitória ?

.
E você vai votar em quem pra mudar esse panorama?

Geotecton 2018!

Você teria meu voto fosse contra quem que fosse, você sabe disso, né?.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.436
  • Sexo: Masculino
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #68 Online: 13 de Julho de 2014, 11:13:51 »
Bom, graças ao voto de gente como eu, vai ter esquerda, sim; leia-se: PT. Controle inflacionário é um ponto importante, mas distribuição de renda é essencial. Beijos nesses coraçãozinhos frios.
Graças ao voto de de gente como vocẽ  a inflação deverá  continuar na faixa de 6,4 % a.a  ou até mais .   Graças ao voto de de gente como você  o crescimento econõmico deverá  ficar na faixa de 2,0% a.a,  ou até menos,  pelos pŕoximos anos.

Isso é coisa para se contar vitória ?

.
E você vai votar em quem pra mudar esse panorama?

Geotecton 2018!

Você teria meu voto fosse contra quem que fosse, você sabe disso, né?.

Eu o convidaria para ser meu vice.  :ok:

Se fosse possível fazer uma agenda comum entre os partidos mais importantes e representantes da sociedade, na qual os interesses da população e do país estivessem à frente dos interesses pessoais e partidários, seria algo muito, mas muito interessante.

Bem... sonhar não é proibido e nem paga imposto.

Ainda.
Foto USGS

Offline Pasteur

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.102
  • Sexo: Masculino
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #69 Online: 13 de Julho de 2014, 12:29:23 »
O amor é tão lindo!  :coracao:

 :)

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.436
  • Sexo: Masculino
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #70 Online: 13 de Julho de 2014, 13:26:03 »
O amor é tão lindo!  :coracao:

 :)

Sim.

Mas na época de eleições geralmente acaba em divórcio.  :biglol:
Foto USGS

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.586
  • Sexo: Masculino
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #71 Online: 13 de Julho de 2014, 13:29:30 »
Bom, graças ao voto de gente como eu, vai ter esquerda, sim; leia-se: PT. Controle inflacionário é um ponto importante, mas distribuição de renda é essencial. Beijos nesses coraçãozinhos frios.


Graças ao voto de de gente como vocẽ  a inflação deverá  continuar na faixa de 6,4 % a.a  ou até mais .   Graças ao voto de de gente como você  o crescimento econõmico deverá  ficar na faixa de 2,0% a.a,  ou até menos,  pelos pŕoximos anos.


Isso é coisa para se contar vitória ?



.

E você vai votar em quem pra mudar esse panorama?

Juca, já discutimos dezenas de vezes nos outros tópicos que a simples troca de poderes é saudável pelo menos pra tirar um partido viciado que está se acostumando em dar mancadas e colocar outro que vai sentir a pressão de mostrar resultado. Tanto o Aécio quanto o Eduardo serão melhores por esse motivo. Só partidos retrógrados como PSTU ou PCO que nunca são as melhores opções.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.157
  • Sexo: Masculino
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #72 Online: 13 de Julho de 2014, 18:04:09 »

E você vai votar em quem pra mudar esse panorama?

Não sei ainda em quem votar,  não sei a posiçao do Aécio, só sei a do Eduardo Campos, que  já defendeu   maior rigor com relação a manter a inflação no centro da meta.  E, se não me engano, passar a meta para 3% a.a. . 


.
« Última modificação: 13 de Julho de 2014, 18:27:51 por JJ »

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.297
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #73 Online: 13 de Julho de 2014, 20:45:04 »

E você vai votar em quem pra mudar esse panorama?

Não sei ainda em quem votar,  não sei a posiçao do Aécio, só sei a do Eduardo Campos, que  já defendeu   maior rigor com relação a manter a inflação no centro da meta.  E, se não me engano, passar a meta para 3% a.a. . 


.

beleza, e o que ele vai fazer se eleito, ja´sabemos que o ano que vem o mundo vai continuar crescendo pouco e o Brasil também e provavelmente com países desenvolvidos ainda exportando inflação pelo mundo? Vai aumentar os juros ainda mais do que já estão aumentando e correr o risco real de uma recessão?

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.436
  • Sexo: Masculino
Re:E se o PT ficar mais quatro anos?
« Resposta #74 Online: 13 de Julho de 2014, 21:58:59 »

E você vai votar em quem pra mudar esse panorama?

Não sei ainda em quem votar,  não sei a posiçao do Aécio, só sei a do Eduardo Campos, que  já defendeu   maior rigor com relação a manter a inflação no centro da meta.  E, se não me engano, passar a meta para 3% a.a. . 


.

beleza, e o que ele vai fazer se eleito, ja´sabemos que o ano que vem o mundo vai continuar crescendo pouco e o Brasil também e provavelmente com países desenvolvidos ainda exportando inflação pelo mundo? Vai aumentar os juros ainda mais do que já estão aumentando e correr o risco real de uma recessão?

Recessão é muito menos ruim para a população em geral do que inflação alta.
Foto USGS

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!