Autor Tópico: EUA x Russia (Guerra Fria Revival)  (Lida 4080 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Shadow

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.446
  • "Alguns teóricos dos antigos astronautas...."
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #50 Online: 23 de Março de 2017, 15:27:09 »

Síria, leste europeu, tudo isso faz parte de um conjunto de planos  muito bem pensados e que visam  enfraquecer  os poucos países que podem se opor aos planos do império.

 :quevedo:
"Who knows what evil lurks in the hearts of men? The Shadow knows..."

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.157
  • Sexo: Masculino
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #51 Online: 23 de Março de 2017, 15:37:29 »

Restante do texto:


Mas a política de sanções tem, sempre, caráter contraproducente. Quando se impõem sanções, não há vencedores. E, nesse caso especial, a Rússia está de um lado; e EUA, Europa e outros estados pró-ocidente estão do lado oposto.

Obviamente, alguém vai sofrer mais, outros sofrerão menos. Os EUA, distantes da Rússia em termos geográficos, está conduzindo uma política externa “norte-americanista” e independentemente da política externa da UE. Ao mesmo tempo, porque optou por confrontar a Rússia econômica e politicamente, a Casa Branca exige que a Europa a apoie; ao fazê-lo, a Casa Branca empurra os estados-membros da UE para uma posição muito precária.

Como se não bastasse, quando se comprovam as consequências econômicas e políticas obviamente negativas para a Europa, vê-se que a atividade da “comunidade de inteligência” dos EUA, que já infligiu outras perdas diretas aos interesses da segurança europeia, só faz jogar mais gasolina à fogueira. Os serviços especiais dos EUA estão manipulando a opinião pública mundial, servindo-se para isso dos meios globais de comunicação e da atividade da imprensa-empresa global e seus jornalistas. Para ter certeza, basta lembrar o papel que se acredita que tenham tido vários agentes pró-guerra, operantes nos jornais e redes de televisão.

Mais um perigo-provocação: Revoluções Coloridas e Guerras Híbridas

O número de casos de intervenção direta em estados soberanos, pelos EUA e seus aliados próximos, aumentou nos últimos tempos. Washington já declarou abertamente o direito que supõe ter para usar unilateralmente a força em qualquer lugar do mundo, para defender seus “interesses vitais”. A interferência militar tornou-se norma – apesar do lastimável resultado de todas as operações de força que os EUA tentaram nos últimos 70 anos.

Onde quer que se constate presença militar dos EUA, logo se veem instabilidade, calamidades, hostilidade e derramamento de sangue. Washington criou mais estados falidos nos últimos anos, do que jamais antes, durante toda a Guerra Fria 1.0.

Madame Sharon Tennison, presidenta do Centro para Iniciativas Cidadãs, nos EUA, tem pedido insistentemente que os governantes dos EUA não façam mais guerras distantes, não mais desestabilizem governos eleitos, não demonizem outros líderes e países, e que parem de usar força militar para intervir por todos os cantos, pelo planeta. E disse, em termos eloquentes:

Todos os países que os EUA invadiram nos últimos 12 anos estão hoje em situação muito pior do que estavam antes de coturnos e armas norte-americanas aparecerem na terra deles.

Em carta que escreveu a Nancy Pelosi, ex-candidata ao governo dos EUA, Sharon Tennison diz também que jamais antes vira coisa mais carregada de erros e distorções, mais mal intencionada e mais perigosa que a atual política dos EUA contra a Rússia. E propõe perguntas bastante lógicas: O que fariam os EUA se a Rússia pusesse as forças armadas e todos os mísseis do Pacto de Varsóvia ao longo da fronteira EUA-México e EUA-Canadá? O que farão os EUA quando, sim, já há possibilidade real de a Rússia instalar armas em Cuba?

À parte empregar força militar massiva para derrubar “governos pouco amigáveis” como na Líbia, no Iraque (e em inúmeros outros países no passado, como, dentre outros Guatemala, Cuba, Vietnã do Norte, Coreia do Norte...), os EUA também usam massivamente seus agentes de serviços secretos, sempre que parece aos EUA que usar força militar seria ou caro demais ou criminoso demais (consideradas as infrações da lei internacional). Vários casos de tentativas para encenar “revoluções coloridas” no espaço pós-soviético são exemplos flagrantes desses “esquemas”. Já se sabe, dito diretamente pelo Comando de Operações Especiais dos EUA, que EUA estão prontos para provocar guerras secretas e não declaradas servindo-se de “rebeldes” contra vários governos legalmente constituídos, e explorando métodos de guerra econômica, política, militar, psicológica contra qualquer tipo de adversário.

Um dos métodos já explorados pelos EUA é substituir governos mediante eleições, nas quais se mobilizam quantidades gigantescas de dinheiro, para comprar votos, comissões eleitorais, e dali até ‘a cabeça’, servindo-se dos serviços de jornalistas cuidadosa e especificamente treinados, agências de notícias, fraudes nas urnas ou apurações dos votos e distorções nos números finais de votos contados.

O processo foi exposto em tons vívidos pelo embaixador dos EUA na Rússia, Michael McFaul, antes de ser nomeado embaixador e antes de ter trabalhado como Conselheiro de Segurança Nacional dos EUA – quer dizer, quando ainda era professor na Stanford University e estudava a Rússia.

Na aula pública que ministrou num país do leste europeu há alguns anos, Michael McFaul revelou abertamente ao público presente, o número de agências dos EUA (p. ex., USAID) que davam dinheiro a ONGs ucranianas e a empresas-imprensa (jornais impressos, televisão e grupos ativos nas “redes sociais”) na Ucrânia, para que pusessem no governo o presidente – pró-ocidente – Viktor Youschenko, em 2004, que pregava a imediata integração da Ucrânia à Otan. O prof. McFaul conhecia a específica quantia de dinheiro canalizado para ONGs ucranianas já existentes ou especificamente criadas para a finalidade de interferir nas eleições presidenciais de 2004 na Ucrânia, sob o “lema” de “promover a sociedade civil” naquele país. A CIA também abasteceu com recursos substanciais a oposição russa, servindo-se de ONGs russas e de outras nacionalidades implantadas na Rússia para impedir que o presidente Putin fosse eleito em 2012.

O padrão de interferência mais recentemente posto em prática é o que se viu na Ucrânia. A ideia de usar força aérea para derrubar o presidente Viktor Yanukovich jamais foi discutida ou interessou ao Pentágono. A principal tarefa da CIA e de outros serviços secretos foi derrubá-lo e substituí-lo servindo-se de outros padrões de ação, inclusive operações clandestinas dentro da Ucrânia. O método mais recentemente utilizado para golpe de mudança de governo foi, na Ucrânia, incitar “tumultos de praça” massivos (“manifestações em praças centrais de grandes cidades”). Por esse padrão, treinam-se e pagam-se “manifestantes pacíficos” que se reúnem, no primeiro movimento, para protestar contra um ou outro ato de corrupção, a má qualidade dos serviços públicos, crimes de vários tipos etc.. Quando os protestos pacíficos na Praça Maidan e ruas próximas em Kiev começaram a dar sinais de exaustão, os serviços secretos da Ucrânia (SBU) distribuíram atiradores treinados pelo alto de prédios em torno da praça, para atirar a esmo em qualquer pessoa, dos dois lados das barricadas, tanto contra manifestantes quanto contra policiais.

Os serviços secretos dos EUA estiveram muito amplamente envolvidos na “produção” e implantação de um governo fracassado, mas pró-ocidente, em Kiev, em fevereiro passado: fontes públicas dizem que foram gastos US$ 10 bilhões em toda a operação, e que ainda mais dinheiro foi levado para Kiev, por malotes diplomáticos, no final de 2013 e início de 2014. Um comentário crítico sobre a CIA dos EUA: a Agência é capaz de inventar, do nada, um golpe; é capaz de fazer toda a engenharia do golpe. Mas não é capaz de prever o que acontecerá depois. A tragédia na Ucrânia é o mais vívido exemplo dessa ignorância.

Washington coordenou os tumultos da Praça Maidan em fevereiro passado e levou ao poder personalidades de Kiev nada experimentadas no governo, não profissionais. Funcionário aposentado da CIA confessou, no verão passado, que o planejamento de uma operação clandestina desse tipo exigiria, no mínimo, um ano. O ocidente não se deu o tempo necessário. Agora, diz que não compreende que o povo do Donbass tenha decidido fazer a história andar noutra direção, que não é a que a CIA “planejara”. Ninguém nunca mais conseguirá “reunificar” a Ucrânia. Nunca mais. O sangue derramado foi demasiado, morreu gente demais, há destruição e sofrimento demais, por lá. Acumularam-se quantidades imensas de rejeição, de antipatia. O Donbass simplesmente não quer viver sob o mando da Ucrânia, preso em algemas ucranianas. Querem estado separado, dentro dos limites administrativos de sua própria terra.

Ao pôr no poder seu “íntimo aliado” como presidente da Ucrânia, os serviços secretos dos EUA continuam a manter a Ucrânia como entidade 100% pró-EUA e pró-Otan. Para reforçar os sentimentos anti-Rússia e pró-ocidente na opinião pública naquele país, os serviços secretos dos EUA mantêm lá “instrutores” e “conselheiros” em praticamente todos os ministérios e sessões e departamentos do governo da Ucrânia, todos trabalhando ativamente na guerra de informações contra a Rússia e contra outros países que não apoiaram o golpe sangrento e ilegal em Kiev e no resto da Ucrânia.

Como “método”, é simples: usam a internet para martelar e martelar, por repetição, qualquer notícia falsa ou duvidosa que lhes pareça útil; na sequência, extraem daquelas “notícias” as “conclusões” mais estapafúrdias e de mais longo alcance, que mais interessem aos EUA; passo seguinte, aquelas “conclusões” são apresentadas aos políticos dos EUA e ao público em geral como se fossem “fato”, vale dizer, como se fossem a realidade. Exemplo recente desse “golpe” foi a “notícia”, distribuída pelas Forças de Segurança da Ucrânia, segundo a qual cadetes da Academia Russa de Artilharia (ARA, desativada há seis anos) estariam atacando no Donbass.

Outra história: documentos falsos de identidade russa foram exibidos a “jornalistas”, como prova de que haveria soldados russos comandando a “agressão contra a Ucrânia”.

Incompetência, porque o serviço secreto ucraniano SBU e a CIA dos EUA tinham de saber que aqueles documentos foram cancelados há muitos anos. No verão passado, o SBU distribuiu nota oficial na qual afirmava que Vasiliy Geranin, suposto oficial ucraniano, teria tido uma conversa por telefone com um resistente, no Donbass, de nome Igor Bezler. Mas, quando vi a foto do dito “Vasiliy Geranin”, vi que era Musa Khamzatov, que conheço pessoalmente, de nossos contatos no Instituto para Relações Internacionais em Moscou.

Em termos gerais, a CIA manipula as percepções do público sobre o que se passa efetivamente no mundo; interfere na vida privada de alguns líderes mundiais e homens e mulheres “de poder”. No ambiente em que se vive hoje e no que se pode prever para o futuro, os serviços secretos dos EUA têm de parar de intrometer-se em assuntos internos de outros países e na vida pessoal das pessoas. Só assim conseguirão fazer bem feito o que existem para fazer: manter e promover a segurança dos EUA e de seus aliados.

Nesse contexto, pôr-se a ouvir telefonemas e a ler e-mails de praticamente todos os norte-americanos nos EUA e de mais de 30 governantes eleitos em outros pontos do mundo é prática a ser evitada – talvez deva ser proibida? – porque essas práticas agridem as liberdades individuais, direitos humanos fundamentais e a lei internacional.

E como sair do impasse gerado pela Guerra Fria 2.0

Em intervenção na reunião do Club Valdai em Sochi, dia 24 de outubro, o presidente Putin observou que o mundo está menos seguro e mais imprevisível, a cada dia que passa; e que os riscos só fazem aumentar, por todos os lados. Todo o sistema de segurança foi seriamente enfraquecido, fragmentado e deformado. Um diktat unilateral para impor sempre e só os próprios modelos produziu resultado oposto e não gerou mais segurança. Em vez de reduzir e superar conflitos, levou a uma escalada dos conflitos, ao caos sempre crescente, a um apoio sob todos os títulos suspeito garantido a neofascistas e a islamistas radicais.

O mundo é testemunha de mais e mais esforços para fragmentar a situação global, para traçar mais e mais linhas divisórias, para montar coalizões que não obram a favor de coisa alguma, sempre contra quem tenha opinião diferente, com os EUA tentando fabricar a imagem de um inimigo, como se viu nos anos da Guerra Fria, e tentando também impor algum modelo; de fato, qualquer modelo, desde que seja conveniente à perpetuação da “liderança” norte-americana.

Os EUA, depois de se autodeclararem vencedores da Guerra Fria, em vez de manterem a ordem e a estabilidade, puseram-se imediatamente a obrar para destruir o equilíbrio do sistema vigente de segurança. Os autoproclamados “vencedores” da Guerra Fria decidiram reformatar o mundo para aproveitar aos seus próprios interesses e carências “vitais”.

Relatório preparado pelo Instituto Polonês de Relações Internacionais em outubro de 2014 [6] deixou claro que as razões da crise Rússia-Ocidente são mais fundas que algum déficit de confiança ou a falta de canais adequados de comunicações entre as partes. A desconfiança não é resultado de não se compreenderem bem os motivos do outro lado, mas reflete, isso sim, diferenças fundamentais na esfera dos valores e da conceptualização dos interesses entre o ocidente e a Rússia. Infelizmente, daí em diante o Relatório atribui toda a culpa, por tudo, exclusivamente à Rússia. Verdade é que a chance é pequena, praticamente nenhuma, de que se reconstrua a confiança entre o Ocidente e a Rússia, sem que se enfrentem as diferenças reais, fundamentais, que há entre ambos.

Como Jeffrey Tayler, editor de The Atlantic, observou recentemente [7]:

Os EUA embarcam nessa estrada de confrontação [com a Rússia] sem ter mão firmes, equilibradas, de temperança, no volante da Casa Branca; na história moderna, nenhum governo norte-americano jamais se mostrou mais incapaz, mais inepto, nas tratativas com a Rússia. (...) Os norte-americanos estão sendo mandados a uma nova guerra – fria, por enquanto – sem terem nem ideia do que virá como resultado. É imprescindível que todos os norte-americanos perguntem ao governo Obama: “Digam-nos: como terminará isso?.

Falando sério: como terminar isso?

Primeiro. Os EUA e seus aliados na Otan devem parar de reunir exércitos perto das fronteiras da Rússia. O arsenal nuclear tático dos EUA – com toda a infraestrutura relevante e os itens do sistema de mísseis balísticos de defesa – tem de ser removido da Europa e devolvido ao território continental dos EUA. Deve-se desenvolver um novo Tratado de Mísseis Anti-Balísticos, multilateral, que limite o número de interceptores estratégicos. Deve-se elaborar e assinar um acordo CFE qualitativamente novo (CFE-2), entre todos os estados-membros da Otan, incluídos os membros recém admitidos, e a Rússia. Todos devem assinar tratado internacional para banir instalação de quaisquer armas no espaço sideral. E estados nucleares de facto e de jure terão de assumir o compromisso de não usar armas nucleares em nenhum caso, no primeiro ataque. O Novo [tratado] Tratado para Redução de Armas Estratégicas [Strategic Arms Reduction Treaty-4 (START-4)] EUA-Rússia pode ser discutido, desde que todos os itens previamente acordados sejam implementados. EUA e Otan devem considerar a Rússia como sua aliada permanente, não como permanente inimiga.

Segundo. Todas as sanções econômicas e financeiras criadas contra a Rússia devem ser levantadas integralmente e sem demora, porque são medida injusta e ilegítima que infringem princípios da Organização Mundial do Comércio e do comércio justo. A Rússia não tomará quaisquer medidas ou condições que visem ao fim das sanções como fator de troca para que modifique suas posições sobre a crise ucraniana que a Rússia não provocou

Terceiro. A Ucrânia terá de comprometer-se a manter para sempre o status de país não alinhado e não nuclear. O povo do Donbass terá garantido o direito de decidir sobre o próprio futuro – sem agressões ou ações punitivas dentro de suas fronteiras administrativas dentro da Ucrânia. Uma solução pacífica para a crise ucraniana exige não só um cessar-fogo, mas retirada completa de todas as tropas regulares ucranianas e formações irregulares, para fora do território das Repúblicas Populares de Donetsk e de Lugansk. As autoridades em Kiev devem assinar um pacto de não agressão com aquelas Repúblicas Populares. Kiev deve também compensar todas as perdas humanas e materiais que causou à região de Novorússia – imediatamente e sem quaisquer atrasos.

A elite militar e política dos EUA tem de entender que a Ucrânia é uma espécie de Rubicão geopolítico e político-militar, de onde a Federação Russa não retrocederá e onde de modo algum desistirá de seus princípios fundantes. Ninguém pode intervir, de modo algum, nas próximas eleições no Donbass, que cumprem rigorosamente o que ficou acordado no Acordo de Minsk, marcadas para 4/11/2014 [foram realizadas (NTs)] – assim também, ninguém interveio nas recentes eleições parlamentares realizadas na Ucrânia.

Quarto. Em termos gerais, é chegada a hora de abandonar para sempre, em todas as relações internacionais, todas as ameaças feitas pretextos frouxos e explicações vagas. O presidente Vladimir Putin disse recentemente: [8]

Esperamos que nossos parceiros percebam a futilidade de tentar chantagear a Rússia e que se lembrem das consequências que pode ter, para a estabilidade estratégica, a discórdia entre as duas principais potências atômicas do mundo.

A comunidade mundial como tal deve opor-se com firmeza a qualquer tentativa para ressuscitar os resultados da IIª Guerra Mundial; e deve combater consistentemente a quaisquer formas e manifestações de racismo, xenofobia, nacionalismo agressivo e chauvinismo.

É importante que se organize uma reunião de cúpula EUA-Rússia, necessária e urgente para atacar todos esses problemas e encaminhar essas soluções. Mas não com Barack Obama. É impossível pensar em reunião séria, desse tipo, sob essa presidência.


Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.157
  • Sexo: Masculino
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #52 Online: 23 de Março de 2017, 15:37:49 »

Conclusão


O mundo no qual vivemos e onde sucessivas gerações viverão deve ser erguido sobre o princípio da multipolaridade: um mundo multipolar, com “segurança assegurada mutuamente” para todos, depois de reduzido o número de armas, em vez de depois de “mutuamente garantida” a destruição de todos.

A destruição mútua mutuamente garantida foi lema que EUA e Otan inventaram durante a Guerra Fria 1.0. Mas, diferente da Guerra Fria 1.0 que proliferou por todo o mundo, a nova Guerra Fria até agora só foi imposta à Rússia: entre EUA e Rússia e entre Otan e Rússia. Essa guerra tem potencial mortal para respingar, se não for detida. Pode gerar dificuldades para muitos países. Por isso essa Guerra Fria 2.0 não pode espalhar-se para outras áreas do globo.

Ao mesmo tempo, têm de ser erradicados todos e quaisquer tipos de guerra híbrida, nessa conotação moderna: guerras convencionais “mais” ciberguerras e guerras de informação, com infiltração nos assuntos internos de outros estados, sob a forma de “caos controlado” ou “guerras à distância”.

Se essas medidas não forem implementadas, há alta probabilidade de que a Federação Russa tenha de repensar medidas de resposta, sobretudo em relação aos EUA e à Otan e suas políticas, e que introduza necessárias mudanças de atualização em sua Doutrina Militar, substituindo a que foi aprovada em 2010 e incluída no Livro Branco da Defesa, a ser divulgado no próximo ano, pelo Ministério da Defesa da Rússia.

Pincelada Final: Há necessidade urgente de promover a reconstrução racional da situação atual, e de adaptar [a Doutrina Militar da Rússia] às novas realidades no sistema de relações internacionais.

Em vez de impor a Guerra Fria 2.0 que EUA e Otan já iniciaram, e de produzir ameaças-provocações-desafio qualitativamente novas, toda a Europa e todo o mundo, em geral terão de iniciar uma verdadeira détente global, que esteve em andamento, bastante bem-sucedida, durante o século 20.

Notas

[1] “Mas temos também de lidar com uma Rússia revisionista – com exército moderno e capaz – às portas da Otan”. Chuck Hagel, Association of the United States Army (AUSA).5 de outubro, Washington, D.C.

[2] European Phased Adaptive Approach (EPAA) [Abordagem Adaptativa, em fases, para a Europa] [dos] Ballistic Missiles Defense (BMD) [Mísseis Balísticos de Defesa] dos EUA.

[3] Imagens em: UN: 3,660 killed, 8,756 wounded in Ukraine conflict since April

[4] Os tradutores omitiram aqui três parágrafos de descrição técnica do armamento existente nos EUA que está sendo reformado. É tradução “técnica” extremamente difícil para tradutores não especialistas, que nada garante que resulte confiável e pouco acrescenta à informação e à análise propriamente políticas, que mais nos interessam. Especialista que nos leia – e que se disponha a traduzir ao português do Brasil aqueles parágrafos técnicos, pode nos ajudar. Todos os comentários e correções são bem-vindos na seção de comentários do blog redecastorphoto ou diretamente para vila.vudu@gmail.com.

[5] No final de agosto e no início de outubro de 2014, o cavalo “Zazu” recebeu prêmios de 5 mil euros e 2 mil euros em corridas realizadas em Baden-Baden e Dusseldorf , respectivamente. O governo alemão impediu o proprietário do cavalo de receber o dinheiro do prêmio, alegando que Kadyrov teria sido sancionado pela UE. As autoridades também proibiram “Zazu” de disputar corridas, até que sejam levantadas as sanções contra Kadyrov.

[6] Is a New Cold War Inevitable? Central European Views on Rebuilding Trust in the Euro-Atlantic Region Warsaw: PISM. 22 de outubro, p. 5.

[7] Jeffrey Tayler. The Seething Anger of Putin’s Russia, The Atlantic, 22/9/ 2014.

[8] Vladimir Putin, em entrevista ao diário sérvio Politika, 15 de outubro.

*Conselheiro Chefe e Diretor do Grupo de Conselheiros do Diretor do Instituto Russo para Estudos Estratégicos; Membro da Presidência da Academia Russa de Ciências Naturais; professor da Academia Russa de Ciências Militares.

Fonte: Redecastorphoto. Traduzido pelo Coletivo de Tradutores da Vila Vudu


http://www.vermelho.org.br/noticia/254235-9

Offline Shadow

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.446
  • "Alguns teóricos dos antigos astronautas...."
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #53 Online: 23 de Março de 2017, 15:39:06 »
Fonte: Redecastorphoto. Traduzido pelo Coletivo de Tradutores da Vila Vudu

http://www.vermelho.org.br/noticia/254235-9

O cara é troll...só pode....
"Who knows what evil lurks in the hearts of men? The Shadow knows..."

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.157
  • Sexo: Masculino
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #54 Online: 23 de Março de 2017, 15:51:19 »
Fonte: Redecastorphoto. Traduzido pelo Coletivo de Tradutores da Vila Vudu

http://www.vermelho.org.br/noticia/254235-9

O cara é troll...só pode....


Então porque eu postei um texto de um autor russo e que está num site de esquerda você me vem fazer uma acusação como essa ?

Por acaso há alguma regra de que não pode postar texto de autor russo e que esteja num site de esquerda ?

Por acaso você baixou alguma regra pela qual só pode postar texto anti russo e/ou  de portal de direita ?
« Última modificação: 23 de Março de 2017, 15:53:22 por JJ »

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.436
  • Sexo: Masculino
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #55 Online: 23 de Março de 2017, 16:01:02 »
Fonte: Redecastorphoto. Traduzido pelo Coletivo de Tradutores da Vila Vudu

http://www.vermelho.org.br/noticia/254235-9

O cara é troll...só pode....


Então porque eu postei um texto de um autor russo e que está num site de esquerda você me vem fazer uma acusação como essa ?

Por acaso há alguma regra de que não pode postar texto de autor russo e que esteja num site de esquerda ?

Por acaso você baixou alguma regra pela qual só pode postar texto anti russo e/ou  de portal de direita ?

Não, JJ, não é isto não.

Você pode continuar postando todo o besteirol e propaganda pró-Rússia que quiser.

Não há censura nenhuma.
Foto USGS

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.074
  • Sexo: Masculino
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #56 Online: 23 de Março de 2017, 16:06:15 »
Fonte: Redecastorphoto. Traduzido pelo Coletivo de Tradutores da Vila Vudu

http://www.vermelho.org.br/noticia/254235-9

O cara é troll...só pode....


Então porque eu postei um texto de um autor russo e que está num site de esquerda você me vem fazer uma acusação como essa ?

Por acaso há alguma regra de que não pode postar texto de autor russo e que esteja num site de esquerda ?

Por acaso você baixou alguma regra pela qual só pode postar texto anti russo e/ou  de portal de direita ?

JJ, não sou da moderação, mas acho que não existe essa regra.

Mas é no mínimo curioso que logo você, tão crítico a fontes de jornais e agências de notícia de grande circulação, postar aqui um texto de um site chamado vermelho.org  :lol:. O site é parcial até no nome.

Logo você, que está sempre criticando os "crentes".

Seu amor pela Rússia não faz bem à sua capacidade de análise.
"Deus prefere os ateus"

Offline Shadow

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.446
  • "Alguns teóricos dos antigos astronautas...."
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #57 Online: 23 de Março de 2017, 16:06:33 »
Mas vale a pena acessar os blogs que reproduzem o tal "Coletivo".....rs


Geopolíticablog
"Este blogue não concorda com o Golpe. RESISTÊNCIA JÁ A morte da Marisa, não é diferente da morte dos milhares no Iraque, invadido, na Líbia destroçada, entre outros, as mãos são as mesmas, acrescentadas dos traidores locais."


"Who knows what evil lurks in the hearts of men? The Shadow knows..."

Offline Fabrício

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.074
  • Sexo: Masculino
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #58 Online: 23 de Março de 2017, 16:07:21 »
Mas vale a pena acessar os blogs que reproduzem o tal "Coletivo".....rs


Geopolíticablog
"Este blogue não concorda com o Golpe. RESISTÊNCIA JÁ A morte da Marisa, não é diferente da morte dos milhares no Iraque, invadido, na Líbia destroçada, entre outros, as mãos são as mesmas, acrescentadas dos traidores locais."

 :histeria: :histeria: :histeria:
"Deus prefere os ateus"

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.297
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #59 Online: 23 de Março de 2017, 17:18:31 »
Fonte: Redecastorphoto. Traduzido pelo Coletivo de Tradutores da Vila Vudu

http://www.vermelho.org.br/noticia/254235-9

O cara é troll...só pode....


Então porque eu postei um texto de um autor russo e que está num site de esquerda você me vem fazer uma acusação como essa ?

Por acaso há alguma regra de que não pode postar texto de autor russo e que esteja num site de esquerda ?

Por acaso você baixou alguma regra pela qual só pode postar texto anti russo e/ou  de portal de direita ?

JJ, não sou da moderação, mas acho que não existe essa regra.

Mas é no mínimo curioso que logo você, tão crítico a fontes de jornais e agências de notícia de grande circulação, postar aqui um texto de um site chamado vermelho.org  :lol:. O site é parcial até no nome.

Logo você, que está sempre criticando os "crentes".

Seu amor pela Rússia não faz bem à sua capacidade de análise.

Criticar a fonte exclusivametne é ad hominem, Falácia. É o argumento que interessa. Se você contra argumentar e a partir disso você criticar a fonte, porque o viés influenciou e você achou errado, isso é argumentação, mesmo que você estiver errado. É o básico para qualquer discussão.

« Última modificação: 23 de Março de 2017, 17:22:47 por _Juca_ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.157
  • Sexo: Masculino
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #60 Online: 23 de Março de 2017, 17:32:09 »
Fonte: Redecastorphoto. Traduzido pelo Coletivo de Tradutores da Vila Vudu

http://www.vermelho.org.br/noticia/254235-9

O cara é troll...só pode....


Então porque eu postei um texto de um autor russo e que está num site de esquerda você me vem fazer uma acusação como essa ?

Por acaso há alguma regra de que não pode postar texto de autor russo e que esteja num site de esquerda ?

Por acaso você baixou alguma regra pela qual só pode postar texto anti russo e/ou  de portal de direita ?

JJ, não sou da moderação, mas acho que não existe essa regra.

Mas é no mínimo curioso que logo você, tão crítico a fontes de jornais e agências de notícia de grande circulação, postar aqui um texto de um site chamado vermelho.org  :lol:. O site é parcial até no nome.

Logo você, que está sempre criticando os "crentes".

Seu amor pela Rússia não faz bem à sua capacidade de análise.


De novo a falácia de ataque a fonte  (e por conseguinte ao autor) ?   A repetição dessa falácia aqui não tem fim ?   :?:

Se você rever meus posts poderá constatar que eu só chamei a atenção após  REITERADOS  ataques a fontes que eu postei, ou seja APÓS REITERADOS usos da falácia de ataque a fonte  (e por conseguinte ao autor - o velho e batido ad hominem).


Você poderia apresentar alguma crítica bem embasada com relação a algum ponto específico do texto ?  Você poderia mostrar evidências de que algum ponto específico do texto é falso ?


Ou tudo que você tem a fazer é  apresentar  mais  uma  falácia de ataque a fonte/autor ?   :?:



« Última modificação: 23 de Março de 2017, 17:34:12 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.157
  • Sexo: Masculino
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #61 Online: 23 de Março de 2017, 17:33:21 »
Mas vale a pena acessar os blogs que reproduzem o tal "Coletivo".....rs
Geopolíticablog
"Este blogue não concorda com o Golpe. RESISTÊNCIA JÁ A morte da Marisa, não é diferente da morte dos milhares no Iraque, invadido, na Líbia destroçada, entre outros, as mãos são as mesmas, acrescentadas dos traidores locais."



E você:


Você poderia apresentar alguma crítica bem embasada com relação a algum ponto específico do texto ?  Você poderia mostrar evidências de que algum ponto específico do texto que eu postei é falso  ?


Ou tudo que você tem a fazer é  apresentar  mais uma  falácia  de ataque a fonte/autor ?   :?:

« Última modificação: 23 de Março de 2017, 18:09:16 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.157
  • Sexo: Masculino
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #62 Online: 23 de Março de 2017, 17:35:33 »
Fonte: Redecastorphoto. Traduzido pelo Coletivo de Tradutores da Vila Vudu

http://www.vermelho.org.br/noticia/254235-9

O cara é troll...só pode....


Então porque eu postei um texto de um autor russo e que está num site de esquerda você me vem fazer uma acusação como essa ?

Por acaso há alguma regra de que não pode postar texto de autor russo e que esteja num site de esquerda ?

Por acaso você baixou alguma regra pela qual só pode postar texto anti russo e/ou  de portal de direita ?

JJ, não sou da moderação, mas acho que não existe essa regra.

Mas é no mínimo curioso que logo você, tão crítico a fontes de jornais e agências de notícia de grande circulação, postar aqui um texto de um site chamado vermelho.org  :lol:. O site é parcial até no nome.

Logo você, que está sempre criticando os "crentes".

Seu amor pela Rússia não faz bem à sua capacidade de análise.

Criticar a fonte exclusivametne é ad hominem, Falácia. É o argumento que interessa. Se você contra argumentar e a partir disso você criticar a fonte, porque o viés influenciou e você achou errado, isso é argumentação, mesmo que você estiver errado. É o básico para qualquer discussão.





Exatamente.  Já mais de uma vez eu tenho exposto essa tática falaciosa de ataque a fonte/autor.  Mas parece que isso não tem fim.


« Última modificação: 23 de Março de 2017, 17:38:43 por JJ »

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.556
  • Sexo: Masculino
  • Guerreiros contra o Marxismo Cultural, uni-vos
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #63 Online: 23 de Março de 2017, 17:39:53 »
Fonte: Redecastorphoto. Traduzido pelo Coletivo de Tradutores da Vila Vudu

http://www.vermelho.org.br/noticia/254235-9

O cara é troll...só pode....


Então porque eu postei um texto de um autor russo e que está num site de esquerda você me vem fazer uma acusação como essa ?

Por acaso há alguma regra de que não pode postar texto de autor russo e que esteja num site de esquerda ?

Por acaso você baixou alguma regra pela qual só pode postar texto anti russo e/ou  de portal de direita ?

JJ, não sou da moderação, mas acho que não existe essa regra.

Mas é no mínimo curioso que logo você, tão crítico a fontes de jornais e agências de notícia de grande circulação, postar aqui um texto de um site chamado vermelho.org  :lol:. O site é parcial até no nome.

Logo você, que está sempre criticando os "crentes".

Seu amor pela Rússia não faz bem à sua capacidade de análise.

É uma estratégia elementar se selecionar as fontes mais convenientes à ideologia defendida, ao mesmo tempo em que se busca minar a credibilidade da imprensa em geral*. Dessa maneira se tem uma verdadeira simbiose entre aqueles no PODER e seus seguidores fiéis, que deverão assim ter números crescentes.

Para aqueles no PODER, sua consolidação é a recompensa; para os adoradores, a recompensa é estarem ajudando a seus líderes, ao mesmo tempo em que podem receber algum prestígio em seu meio social. Todos saem felizes.



* bem como suprimí-la, o que pode incluir eliminar elementos indesejáveis

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.157
  • Sexo: Masculino
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #64 Online: 23 de Março de 2017, 17:46:31 »

É uma estratégia elementar se selecionar as fontes mais convenientes à ideologia defendida,



Tipo assim, um liberal vai selecionar:

https://mises.org/

https://www.institutoliberal.org.br/


Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.556
  • Sexo: Masculino
  • Guerreiros contra o Marxismo Cultural, uni-vos
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #65 Online: 23 de Março de 2017, 17:51:15 »
Precisamente.


E a fonte não precisa necessariamente ser factualmente correta ou honesta, isso não irá sempre ser benéfico à promoção ideológica.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.157
  • Sexo: Masculino
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #66 Online: 23 de Março de 2017, 18:02:14 »
Precisamente.

E a fonte não precisa necessariamente ser factualmente correta ou honesta, isso não irá sempre ser benéfico à promoção ideológica.


Mas o textos que  estão no:

https://mises.org/

e no

https://www.institutoliberal.org.br/


São  todos  falsos ? Ou  são entre 90 e 99 % falsos ? Ou são entre 80 e 89 % falsos ? Ou são entre 70 e 79 % falsos ? Ou são entre 60 e 69 % falsos ? Ou são entre 50 e 59 % falsos ?

Ou a gente não pode de cara,  com razão/sem estar cometendo uma falácia,   acusar que os textos, ou algo que está em algum dos textos, destes sites, são falsos (total ou parcialmente) sem que aponte razões e  evidências adequadas ?

 
« Última modificação: 23 de Março de 2017, 18:07:04 por JJ »

Offline DDV

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.724
  • Sexo: Masculino
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #67 Online: 23 de Março de 2017, 18:07:15 »
Fonte: Redecastorphoto. Traduzido pelo Coletivo de Tradutores da Vila Vudu

http://www.vermelho.org.br/noticia/254235-9

O cara é troll...só pode....


Então porque eu postei um texto de um autor russo e que está num site de esquerda você me vem fazer uma acusação como essa ?

Por acaso há alguma regra de que não pode postar texto de autor russo e que esteja num site de esquerda ?

Por acaso você baixou alguma regra pela qual só pode postar texto anti russo e/ou  de portal de direita ?

JJ, não sou da moderação, mas acho que não existe essa regra.

Mas é no mínimo curioso que logo você, tão crítico a fontes de jornais e agências de notícia de grande circulação, postar aqui um texto de um site chamado vermelho.org  :lol:. O site é parcial até no nome.

Logo você, que está sempre criticando os "crentes".

Seu amor pela Rússia não faz bem à sua capacidade de análise.

Criticar a fonte exclusivametne é ad hominem, Falácia. É o argumento que interessa. Se você contra argumentar e a partir disso você criticar a fonte, porque o viés influenciou e você achou errado, isso é argumentação, mesmo que você estiver errado. É o básico para qualquer discussão.



O JJ já criticou veículos de grande circulação consagrados e até a Transparência Internacional e o Democracy Index dizendo serem fontes "dos amigos da OTAN", e que todos aqui eram "crentes" por acreditar nelas. Aí vem e posta fontes como vermelho.org, sputniks, etc.

Só pode ser troll.
Não acredite em quem lhe disser que a verdade não existe.

"O maior vício do capitalismo é a distribuição desigual das benesses. A maior virtude do socialismo é a distribuição igual da miséria." (W. Churchill)

Offline DDV

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.724
  • Sexo: Masculino
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #68 Online: 23 de Março de 2017, 18:11:32 »
Você poderia apresentar alguma crítica bem embasada com relação a algum ponto específico do texto ?  Você poderia mostrar evidências de que algum ponto específico do texto é falso ?

Aproveitando sua disposição, poderia apresentar argumentos bem embasados com relação a isso aqui?


Democracy Index


Índice de Percepção da Corrupção
Não acredite em quem lhe disser que a verdade não existe.

"O maior vício do capitalismo é a distribuição desigual das benesses. A maior virtude do socialismo é a distribuição igual da miséria." (W. Churchill)

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.157
  • Sexo: Masculino
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #69 Online: 23 de Março de 2017, 18:31:15 »
O cara é troll...


Só pode ser troll.


Começaram os ataques pessoais, não bastassem os ataques aos autores dos textos.


REGIMENTO GERAL DO FÓRUM CLUBE CÉTICO

Art. 24 – É proibido aos foristas:

I – Ter conduta descortês, rude e mal-educada em relação aos demais participantes do FCC, proferindo ofensas e agressões pessoais,


« Última modificação: 23 de Março de 2017, 18:33:35 por JJ »

Offline Shadow

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.446
  • "Alguns teóricos dos antigos astronautas...."
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #70 Online: 23 de Março de 2017, 18:43:33 »
O cara é troll...


Só pode ser troll.


Começaram os ataques pessoais, não bastassem os ataques aos autores dos textos.


REGIMENTO GERAL DO FÓRUM CLUBE CÉTICO

Art. 24 – É proibido aos foristas:

I – Ter conduta descortês, rude e mal-educada em relação aos demais participantes do FCC, proferindo ofensas e agressões pessoais,

O autor do texto não merece QUALQUER respeito.  Dadas as suas credenciais. Eu postei, você as leu? Você quer contestação? Poste textos de origem minimamente confiáveis, que tornem o debate possível. Contestar o quê em um texto feito por um órgão de apoio ao Putin? Fala sério.
« Última modificação: 23 de Março de 2017, 18:51:01 por Shadow »
"Who knows what evil lurks in the hearts of men? The Shadow knows..."

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.157
  • Sexo: Masculino
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #71 Online: 23 de Março de 2017, 18:49:34 »

O JJ já criticou veículos de grande circulação consagrados e até a Transparência Internacional e o Democracy Index dizendo serem fontes "dos amigos da OTAN", e que todos aqui eram "crentes" por acreditar nelas.


Revi o meu post onde eu mostrei uma certa não crença ao infográfico/mapa  que você  tinha postado e em momento algum eu afirmei  que :  "todos aqui eram "crentes" por acreditar nelas"


 

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.157
  • Sexo: Masculino
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #72 Online: 23 de Março de 2017, 18:52:46 »

O autor do texto não merece QUALQUER respeito.  Dadas as suas credenciais. Eu postei, você as leu?


Não li. Pois não me interessa atacar o autor.  Isto é ad hominem.

Novamente eu pergunto quais pontos dos textos postado são falsos ? Pode apresentar razões e boas evidências ?



Offline Shadow

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.446
  • "Alguns teóricos dos antigos astronautas...."
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #73 Online: 23 de Março de 2017, 18:54:39 »

O autor do texto não merece QUALQUER respeito.  Dadas as suas credenciais. Eu postei, você as leu?


Não li. Pois não me interessa atacar o autor.  Isto é ad hominem.

Novamente eu pergunto quais pontos dos textos postado são falsos ? Pode apresentar razões e boas evidências ?

Acredito que você não leu.

Essa história do ad hominem é um barato. Aceitem qualquer fonte, pois se considerarem a credibilidade dela é "ad hominem".
"Who knows what evil lurks in the hearts of men? The Shadow knows..."

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.157
  • Sexo: Masculino
Re:EUA x Russia (Guerra Fria Revival)
« Resposta #74 Online: 23 de Março de 2017, 18:55:36 »

O JJ já criticou veículos de grande circulação consagrados e até a Transparência Internacional e o Democracy Index dizendo serem fontes "dos amigos da OTAN", e que todos aqui eram "crentes" por acreditar nelas.


Revi o meu post onde eu mostrei uma certa não crença ao infográfico/mapa  que você  tinha postado e em momento algum eu afirmei  que :  "todos aqui eram "crentes" por acreditar nelas"




E para comprovar aqui está o meu post, onde em momento algum eu fiz algum ataque pessoal:



Ok. Por que você prefere viver em um mundo dominado por um estado ditatorial ao invés de um democrático?


1°) Que apesar do mapinha coloridinho bonitinho, eu não os considero uma democracia e sim uma corporotocracia.

2°) Que basta ver o que já fizeram e fazem com vários países  do mundo para que  eu não considere que os seus Barões são gente boa, principalmenteem relação à povos de "terceiro mundo". 

3°)  Não é a Rússia que tem lindos programas de assassinatos com drones. Não é Rússia que tem dado apoio a grupos como a Al Nusra.

4°) O mapinha coloridinho bonitinho também não me convence nenhum pouco que a Rússia seja uma ditadura. Nem qualquer listinha feita por alguma organização de algum país que faça parte da OTAN ou que seja algum amigo dos caras.








Então, temos que  a acusação é  falsa.




« Última modificação: 23 de Março de 2017, 18:58:11 por JJ »

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!