Autor Tópico: Voo MH370, ano 2014  (Lida 207 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Pagão

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.690
  • Sexo: Masculino
Voo MH370, ano 2014
« Online: 03 de Outubro de 2017, 11:19:19 »
https://www.rtp.pt/noticias/mundo/desaparecimento-do-voo-mh370-e-quase-inconcebivel-relatorio-final_n1031098

Não me pareceu tema de "Papo Furado", por isso coloquei-o aqui. Decerto que alguma coisa a tecnologia terá a ver com este mistério. Publicado relatório "final" na Austrália.



Nenhuma argumentação racional exerce efeitos racionais sobre um indivíduo que não deseje adotar uma atitude racional. - K.Popper

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.387
  • Sexo: Masculino
Re:Voo MH370, ano 2014
« Resposta #1 Online: 28 de Novembro de 2017, 13:22:29 »

Longe de ser  "papo furado"  é um tema importante, mesmo porque morreu um monte  de gente. 

Teve também esse caso de um avião grande desaparecido no oceano, mas pelo menos era só cargueiro, mas mesmo assim teve a tripulação que morreu:


Voo Varig 967

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Voo Varig 967
Acidente aéreo

O Boeing 707 Cargo Varig prefixo PP-VLU, em Milão, em agosto de 1976, três anos antes do seu desaparecimento.
Foto: © Werner Fischdick Collection
Sumário
Data   30 de janeiro de 1979 (38 anos)
Causa   desconhecida
Local   Oceano Pacífico, cerca de 200 km à lés-nordeste de Tóquio, Japão[1]
Origem   Aeroporto Internacional de Narita
Escala   Aeroporto Internacional de Los Angeles
Destino   Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro-Galeão
Tripulantes   6
Mortos   6
Aeronave
Modelo   Estados Unidos Boeing 707-323C
Operador   Brasil Varig
Prefixo   PP-VLU
Primeiro voo   1966
O Voo Varig 967, operado pela companhia aérea brasileira Varig, foi um voo comercial de carga conhecido por seu desaparecimento ocorrido em 1979[2].

O avião cargueiro Boeing 707-323C decolou do Aeroporto Internacional de Narita, em Tóquio, no Japão, às 20h23 do dia 30 de janeiro de 1979. O destino final era o Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro-Galeão, com uma escala nos Estados Unidos.

Vinte e dois minutos depois de decolar, o comandante Gilberto Araújo da Silva fez o primeiro contato com o controle de tráfego aéreo. Não havia qualquer problema a bordo. O segundo contato, previsto para as 21h23min, não chegou a ser feito.

O avião desapareceu sobre o Oceano Pacífico cerca de trinta minutos após sua decolagem em Tóquio. Nenhum sinal da queda, como destroços ou corpos, jamais foi encontrado. O voo de carga transportava, entre outros itens, 53[3] quadros do pintor Manabu Mabe, que voltavam de uma exposição no Japão. As pinturas foram avaliadas na época em mais de US$ 1,24 milhão. É conhecido por ser um dos maiores mistérios da história da aviação [4] e um dos raríssimos voos civis comerciais que desapareceram sem deixar vestígios.[5]Em 2014 o voo MH370 da Malaysia Airlines com 227 passageiros e 12 tripulantes também desapareceu sem deixar vestígios de sua localização, como também nenhum passageiro encontrado, juntando-se aos misteriosos desaparecimentos aéreos.[6]


https://pt.wikipedia.org/wiki/Voo_Varig_967



 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!