Autor Tópico: Libertação masculina  (Lida 856 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Marcel

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 201
Re:Libertação masculina
« Resposta #50 Online: 08 de Fevereiro de 2018, 11:49:56 »
https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/019188699400177T Este artigo mostra que prisioneiros mais violentos tinham maiores níveis de testosterona quando comparados com prisioneiros menos violentos. Ou seja, comparando populações, e não indivíduos, existe relação entre testosterona e comportamento
. Não se trata de comparar indivíduos, e sim populações. Você disse que mulheres violentas terão níveis hormonais femininos e homens não violentos terão níveis hormonais masculinos. Essa comparação está sendo individual.

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.200
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Libertação masculina
« Resposta #51 Online: 08 de Fevereiro de 2018, 12:55:05 »
Quanto tempo ainda vai demorar para assumirem o automobilismo como esporte gay dos gays "machos"? O autódromo sempre foi um imenso armário.

As Forças Armadas idem... :hihi:
GNOSE

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.556
  • Sexo: Masculino
  • Guerreiros contra o Marxismo Cultural, uni-vos
Re:Libertação masculina
« Resposta #52 Online: 08 de Fevereiro de 2018, 14:51:04 »
https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/019188699400177T Este artigo mostra que prisioneiros mais violentos tinham maiores níveis de testosterona quando comparados com prisioneiros menos violentos. Ou seja, comparando populações, e não indivíduos, existe relação entre testosterona e comportamento
. Não se trata de comparar indivíduos, e sim populações. Você disse que mulheres violentas terão níveis hormonais femininos e homens não violentos terão níveis hormonais masculinos. Essa comparação está sendo individual.


A direção causal não é só "hormônio -> comportamento". Se o seu time de futebol para o qual você torce ganha, o seu nível de testosterona aumenta; se ele perde, o nível abaixa. O mesmo se aplica com outros perfis de atividade, como ser mais ou menos violento. É necessário um aumento muito grande, artificial, de testosterona para este ter um efeito mensurável.

Citar
<a href="https://www.youtube.com/v/LpdNEd8fWcw" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/LpdNEd8fWcw</a>

[...] testosterone is needed for the normal expression the behavior but it is not necessary or sufficient, and your brain your limbic system, can't tell the difference between moderate medium and very high levels of testosterone. There's no way you could look at an individual's testosterone levels and because it's two units higher than it was last week or higher than the person sitting next to them to make any sort of prediction about who is going to be more aggressive.

When you see a correlation between levels of aggression and levels of testosterone it's the behavior driving the testosterone not the other way around. [...]


Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.556
  • Sexo: Masculino
  • Guerreiros contra o Marxismo Cultural, uni-vos
Re:Libertação masculina
« Resposta #53 Online: 08 de Fevereiro de 2018, 15:03:21 »
Quanto tempo ainda vai demorar para assumirem o automobilismo como esporte gay dos gays "machos"? O autódromo sempre foi um imenso armário.


Offline Marcel

  • Nível 12
  • *
  • Mensagens: 201
Re:Libertação masculina
« Resposta #54 Online: 08 de Fevereiro de 2018, 16:33:18 »
https://www.scientificamerican.com/article/strange-but-true-testosterone-alone-doesnt-cause-violence/  Este artigo diz que a testosterona leva à uma busca pelo domínio social. Pode ser isso que, em alguns homens, leve ao uso de violência e agressividade, na tentativa consciente ou inconsciente de obter esse domínio social.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.556
  • Sexo: Masculino
  • Guerreiros contra o Marxismo Cultural, uni-vos
Re:Libertação masculina
« Resposta #55 Online: 08 de Fevereiro de 2018, 18:27:25 »
O texto da sciam faz os mesmos pontos que eu estou tentando fazer:

Citar
[...] "From what we can tell now, testosterone is generated to prepare the body to respond to competition and/or challenges to one's status," McAndrew observes. "Any stimulus or event which signals either of these things can trigger an increase in testosterone levels." [...]

Se você for ver de novo os diferentes níveis de testosterona em homens de diversos países não vai encontrar uma forte correlação política, com os países mais frouxos e veados de um lado, e os mais másculos que por esporte puxam carros do atoleiro com os dentes, do outro. Da mesma forma, variações provavelmente menores que essas ao longo ds décadas, não devem estar sendo a causa da mudanças de valores culturais.

Tem até alguma chance de ser o oposto, flutuações aleatórias (ou não*) na proporção de bebês meninos e meninas, fazendo os pais se tornarem mais "feministas", com efeitos hormonais.

https://www.livescience.com/46322-fatherhood-changes-brain.html
http://www.telegraph.co.uk/women/mother-tongue/5377826/Fathers-of-daughters-become-more-left-wing-academics-claim.html

Mas não palpito que seja esta a causa, se houver uma explicação nesse sentido, não deverá ser restrita a isso, incluindo coisas como redução em níveis atividade física mais intensos, e, no meio social, talvez uma redução mais geral de ambientes que exaltam a competitividade, talvez até a pirâmide etária e a proporção de jovens mais propensos a busca por dominância social tenha se reduzido um pouco, ou havido uma melhoria econômica geral independentemente disso.

Na boa, isso de que quedas em testosterona causam o feminismo nos homens parece aquelas teorias conspiratórias do "soyboy" Watson, do Alex Jones.



* http://www.sciencemag.org/news/2014/12/why-women-s-bodies-abort-males-during-tough-times

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!