Enquete

Você é feminista?

Sim
20 (33.3%)
Não
21 (35%)
Lugar de mulher é na cozinha
19 (31.7%)

Votos Totais: 55

Autor Tópico: Feminismo  (Lida 14442 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.232
  • Sexo: Masculino
Re:Feminismo
« Resposta #100 Online: 12 de Maio de 2015, 15:40:06 »
Depois façam perguntas para aquelas que dizem que a existência do sexo masculino já é inerentemente um estupro.

Será uma discussão muito proveitosa, sem dúvida.

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re:Feminismo
« Resposta #101 Online: 12 de Maio de 2015, 17:08:28 »
Incrível como tópicos assim rendem...

Adoram bater no espantalho alheio, mas no momento que alguém tenta bater no querido espantalho, muito choro e mimimi.

Masculinistas que defendem estupro.
Direitistas que defendem golpe militar e ditadura religiosa

Dois tópicos que passaram pelo CC e que os foristas que aqui postas reclamaram de que eram espantalhos, minoria, que não representavam o todo e que ficar se apegando neles era uma "tentativa de desacreditar um movimento legítimo". Mas sempre aproveitam qualquer oportunidade pra bater nos espantalhos da esquerda e do feminismo...

Como disse, babacas existem em qualquer movimento, principalmente na internet.
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.232
  • Sexo: Masculino
Re:Feminismo
« Resposta #102 Online: 12 de Maio de 2015, 17:15:50 »
Falando em generalizações:



Em outro tópico eu postei frases sinceras seguradas em placas por pessoas, e você achou que eram sarcasmo. Nesse caso, fico tentado a achar que seja sarcasmo.

Mas já vi dessas que se encaixam bem em "lei de Poe". Como também algumas que mais provavelmente eram sarcasmo mesmo. Também tem algumas que tentam evitar a lei de Poe e colocam "eu não preciso de feminismo porque [...]".

Offline Johnny Cash

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.934
Re:Feminismo
« Resposta #103 Online: 12 de Maio de 2015, 17:27:41 »
Depois façam perguntas para aquelas que dizem que a existência do sexo masculino já é inerentemente um estupro.

Será uma discussão muito proveitosa, sem dúvida.

Eu imagino...

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.726
  • Sexo: Masculino
Re:Feminismo
« Resposta #104 Online: 16 de Outubro de 2015, 20:12:06 »
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.971
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Feminismo
« Resposta #105 Online: 16 de Outubro de 2015, 20:22:59 »
Se o cromossomo XY é só algo como uma "degeneração" do verdadeiro, fodão, cromossomo XX, o homem é só uma mulher modificada para ser um acessório tipo um boy doll para o defrute de toda a complexidade sexual da real mulher mulher...

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.971
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Feminismo
« Resposta #106 Online: 16 de Outubro de 2015, 20:28:43 »
Se o cromossomo XY é só algo como uma "degeneração" do verdadeiro, fodão, cromossomo XX, o homem é só uma mulher modificada para ser um acessório tipo um boy doll para o defrute de toda a complexidade sexual da real mulher mulher...
Eu diria para a Valerie Solanas solenemente que a vagina é apenas uma parte do órgão sexual da mulher e que o homem é o resto e que apenas mulheres Alpha são conscientes disso.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.232
  • Sexo: Masculino
Re:Feminismo
« Resposta #107 Online: 16 de Outubro de 2015, 21:12:26 »
Lembrando do post original, com aquilo de "colocou em risco a vida de milhares de mulheres", ou algo assim, lembrei de um gif animado que vi por esses fóruns. Acho que era avatar de alguém, mas talvez ainda no STR.

Era uma animação em estilo japonês, daqueles mais cabeçudos/caricaturais, de um carinha matando centenas de mulheres que o atacavam. Não sei da explicação da coisa, mas era engraçado, justamente por isso. Meio que uma versão invertida de um comercial de desodorante Axe. :biglol:

:lol:

Queria rever esse gif. Não encontro de jeito nenhum no google. É o que dá não saber ler japonês.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.232
  • Sexo: Masculino
Re:Feminismo
« Resposta #108 Online: 15 de Novembro de 2015, 15:36:46 »
Citar
"LESBOFOBIA E SILENCIAMENTO DE MULHERES NO EME.

[...] O medo é a arma do patriarcado, UM homem, silenciou 50 mulheres, precisou de UM homem, pra que 50 mulheres, a maioria sendo lésbica se sentisse com medo, e tivesse a necessidade de nos organizarmos num evento para que ele fosse retirado de lá, 50 mulheres unidas, não conseguiram tirar UM HOMEM de um espaço FEMINISTA. UM homem, colocou a vida e a segurança de 1.000 mulheres em risco.


<a href="https://www.youtube.com/v/GeaHmv0x3_E" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/GeaHmv0x3_E</a>

Offline André Luiz

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.631
  • Sexo: Masculino
    • Forum base militar
Re:Feminismo
« Resposta #109 Online: 16 de Novembro de 2015, 00:20:35 »
Legal é quando nos mandam ir morrer na guerra   :hihi:

Meu filtro de malucos já está acostumado, mas pra alguém que acorda hoje e resolve ler sobre feminismo porque acha que é simpatizante da causa,  vai ter um choque muito grande

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.209
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re:Feminismo
« Resposta #110 Online: 16 de Novembro de 2015, 10:35:42 »
Existe um feminismo bacana, que luta por direitos iguais, e existe o "feminismo" imbecil, que escreve "mascu" em todo parágrafo.
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.726
  • Sexo: Masculino
Re:Feminismo
« Resposta #111 Online: 16 de Novembro de 2015, 11:12:47 »
Existe um feminismo bacana, que luta por direitos iguais, e existe o "feminismo" imbecil, que escreve "mascu" em todo parágrafo.

Este feminismo imbecil só cresceu porque o machismo incrivelmente cresceu também, e antes do crescimento do feminismo. Aí, é claro, o "masculinismo" está crescendo em resposta ao feminismo imbecil.

É impressionante ainda hoje existir homens que criticam a "invasão" da mulher no mundinho deles (games, quadrinhos, filmes, esportes, etc). Aí quando a mulher desabafa, vem uma tropa de imbecis gritando "feminazi"!
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.209
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re:Feminismo
« Resposta #112 Online: 16 de Novembro de 2015, 11:17:23 »
O impressionante é existir mulher que se importa com a porcentagem de personagens femininas em quadrinhos ou em filmes. Com toda a seriedade do mundo, eu perguntei pra minha mãe, minha tia e minha prima, em um churrasco de família, há uns tempos atrás, se elas sentiam necessidade de uma representação feminina maior em histórias em quadrinhos e filmes, e foi unanimidade elas acharem que eu estava brincando e, a seguir, um também unânime "who fucking cares?".

Depois disso, eu perguntei pra todas as conhecidas meninas que eu encontrei naquela semana, principalmente no cursinho, que na época fazia, e academia, e foi 100% essa reação aí.

Claro, o outro lado também é tosco, ou seja, homens se importarem com mais personagens femininos. O ponto é que, aparentemente, esse "feminismo" estúpido, parece estar procurando pautas idiotas para ter o que pedir.

O que houve com a boa e velha igualdade de salários, por exemplo? Ou cargos de direção e chefia? É uma pauta justa, e feministas de verdade estão lutando por ela. Lutar por mais personagens femininas em histórias em quadrinhos, por outro lado...
« Última modificação: 16 de Novembro de 2015, 11:22:18 por Gaúcho »
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Dr. Manhattan

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.342
  • Sexo: Masculino
  • Malign Hypercognitive since 1973
Re:Feminismo
« Resposta #113 Online: 16 de Novembro de 2015, 11:23:24 »
Existe um feminismo bacana, que luta por direitos iguais, e existe o "feminismo" imbecil, que escreve "mascu" em todo parágrafo.

Este feminismo imbecil só cresceu porque o machismo incrivelmente cresceu também, e antes do crescimento do feminismo. Aí, é claro, o "masculinismo" está crescendo em resposta ao feminismo imbecil.

É impressionante ainda hoje existir homens que criticam a "invasão" da mulher no mundinho deles (games, quadrinhos, filmes, esportes, etc). Aí quando a mulher desabafa, vem uma tropa de imbecis gritando "feminazi"!

Acredito (tenho esperança) que se trata de uma última "esperneada" dos machistas antes da aceitação final. O que muitos mimimistas masculinistas não parecem entender é que os danos causados pelo machismo casual, do dia-a-dia superam em muito os possíveis danos do feminismo radical.


O impressionante é existir mulher que se importa com a porcentagem de personagens femininas em quadrinhos ou em filmes. Com toda a seriedade do mundo, eu perguntei pra minha mãe, minha tia e minha prima, em um churrasco de família, há uns tempos atrás, se elas sentiam necessidade de uma representação feminina maior em histórias em quadrinhos e filmes, e foi unanimidade elas acharem que eu estava brincando e, a seguir, um também unânime "who fucking cares?".

Depois disso, eu perguntei pra todas as conhecidas meninas que eu encontrei naquela semana, principalmente no cursinho, que na época fazia, e academia, e foi 100% essa reação aí.

Claro, o outro lado também é tosco, ou seja, homens se importarem com mais personagens femininos.

Ah, mas você perguntou à pessoas erradas. O efeito (pequeno ou grande, eu realmente não sei dizer) é sentido mesmo pelas crianças. E estas geralmente não tem  ainda a capacidade de articular uma resposta porém, baseado em situações parecidas envolvendo outros grupos (negros, imigrantes, minorias) existem consequências reais.
You and I are all as much continuous with the physical universe as a wave is continuous with the ocean.

Alan Watts

Offline DDV

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.724
  • Sexo: Masculino
Re:Feminismo
« Resposta #114 Online: 16 de Novembro de 2015, 11:29:35 »
Há muitas heroínas em quadrinhos e games, até onde conheço. Não sabia que era "tão pouco" a ponto de feministas radicais criarem caso com isso.
Não acredite em quem lhe disser que a verdade não existe.

"O maior vício do capitalismo é a distribuição desigual das benesses. A maior virtude do socialismo é a distribuição igual da miséria." (W. Churchill)

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 36.232
  • Sexo: Masculino
Re:Feminismo
« Resposta #115 Online: 16 de Novembro de 2015, 11:42:46 »
O impressionante é existir mulher que se importa com a porcentagem de personagens femininas em quadrinhos ou em filmes. Com toda a seriedade do mundo, eu perguntei pra minha mãe, minha tia e minha prima, em um churrasco de família, há uns tempos atrás, se elas sentiam necessidade de uma representação feminina maior em histórias em quadrinhos e filmes, e foi unanimidade elas acharem que eu estava brincando e, a seguir, um também unânime "who fucking cares?".

Depois disso, eu perguntei pra todas as conhecidas meninas que eu encontrei naquela semana, principalmente no cursinho, que na época fazia, e academia, e foi 100% essa reação aí.

Claro, o outro lado também é tosco, ou seja, homens se importarem com mais personagens femininos. O ponto é que, aparentemente, esse "feminismo" estúpido, parece estar procurando pautas idiotas para ter o que pedir.


Eu não acho nada tão terrível/dramático/idiota na essência da coisa. Não é tão diferente de qualquer outra crítica sobre ficção/entretenimento que se possa fazer, como haver estereoótipos como de ateus vilões malvados ou "cientistas malucos". Ou qualquer outro clichê ou coisa repetida que seja cansativa e geralmente torne a obra algo mais fraco do que poderia ser, a despeito de qualquer implicação "social". O problema é se fazer tempestade em copo d'água em torno dessa parte "social", vendo como uma ação coordenada da teocracia/patriarquia/branco-supremacia/etc para a continuidade da opressão dos pobres donzelos e donzelas indefesas através da indústria do entretenimento.

E com isso nem quero também dizer que qualquer consideração "social" é irrelevante.


Citar
O que houve com a boa e velha igualdade de salários, por exemplo? Ou cargos de direção e chefia? É uma pauta justa, e feministas de verdade estão lutando por ela. Lutar por mais personagens femininas em histórias em quadrinhos, por outro lado...

Se bem-sucedido, aumentaria a oportunidade de trabalho para atrizes em adaptações cinematográficas, ampliando um pouco mais o restrito leque de papéis femininos, além de, a médio e longo prazos, possivelmente incentivar a entrada de mais mulheres já na parte de criação (bem como "direção e chefia"), e a curto-prazo, possivelmente dar às meninas mais e diferentes personagens com quem tenham maior facilidade em se identificar, e aos meninos, favorecer a uma perspectiva de mulheres como iguais.

(Ah, e o problema de desigualdade de salários... possivelmente nem exatamente "existe", não como proveniente de práticas discriminatórias)




Acharia curioso ver em um gráfico a proporção de personagens femininos no cinema ao longo dos anos, mas especificamente daqueles que poderiam bem ser personagens homens, praticamente sem adaptação. Como o da Angelina Jolie em "Salt" (que era para ser papel do Tom Cruise) ou o da Jessica Chastain em "zero dark 30". Acho que deve ser um gráfico meio "bastão de hóquei", a partir dos anos 90. (Não que personagens mais estereotipicamente femininos sejam necessariamente problemáticos).

Offline Rocky Joe

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.754
  • Sexo: Masculino
Re:Feminismo
« Resposta #116 Online: 16 de Novembro de 2015, 14:09:06 »
Há muitas heroínas em quadrinhos e games, até onde conheço. Não sabia que era "tão pouco" a ponto de feministas radicais criarem caso com isso.

A crítica muitas vezes é que elas estão lá só como 'eye candy'/apenas para homens olharem, e reforçam estereótipos. Mas claro que há exceções.

Citar
O impressionante é existir mulher que se importa com a porcentagem de personagens femininas em quadrinhos ou em filmes. Com toda a seriedade do mundo, eu perguntei pra minha mãe, minha tia e minha prima, em um churrasco de família, há uns tempos atrás, se elas sentiam necessidade de uma representação feminina maior em histórias em quadrinhos e filmes, e foi unanimidade elas acharem que eu estava brincando e, a seguir, um também unânime "who fucking cares?".

Depois disso, eu perguntei pra todas as conhecidas meninas que eu encontrei naquela semana, principalmente no cursinho, que na época fazia, e academia, e foi 100% essa reação aí.

Claro, o outro lado também é tosco, ou seja, homens se importarem com mais personagens femininos. O ponto é que, aparentemente, esse "feminismo" estúpido, parece estar procurando pautas idiotas para ter o que pedir.

Conversar com amigos não é uma boa forma de se pesquisar sobre o possível efeito de cultura pop na população. Como somos uma espécie que gosta de contar histórias e nos guiar por elas, eu acho que há efeito sim.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.971
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Feminismo
« Resposta #117 Online: 16 de Novembro de 2015, 14:31:07 »
Não é de admirar que em culturas que chegam a propor a desconstrução da identidade sexual das pessoas a nível biológico, como é o caso com afirmações do tipo "não se nasce mulher", se implique com as representações de gêneros em estorinhas.

Há um limite de verosimilhança no papel que uma personagem do sexo feminino pode exercer numa estória em quadrinhos psiquicamente e biologicamente e o que passar disso é de gosto duvidoso, quer queiram ou não os mais arrojados, mesmo com toda plasticidade cultural que se queira propor. Num "Conan, o Bárbaro", por exemplo, não tem jeito de trocar os papeis do Conan pelo da princesinha... Tá, vão falar que um bruxo pode lançar um feitiço e trocar as mentes dos personagens, mas ora, o que se espera deles na estória também mudaria em função de tal transformação.

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.208
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Feminismo
« Resposta #118 Online: 16 de Novembro de 2015, 15:40:35 »
Eu me recordo que esse lance de mulher salvando homem ao invés do contrário aconteceu primeiro com a Ten.Ripley, não foi? E depois tivemos Alices, Katnisses, apohatoda...

Até a Disney com suas princesinhas lançou mulheres fora da caixinha, como Mulan, Valente, teve até uma princesa negra, que não estava atrás de marido, queria ter seu próprio negócio e tinha um príncipe falido... :hihi:

Mulheres não precisam deixar de ser femininas, cheirosas e charmosas para conquistar o mundo, quem não babou na cena da Viúva Negra (belíssima Scarlett) nos Avengers, onde ela amarrada numa cadeira bate não em um, senhores, mas em 3 homens?
GNOSE

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.208
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Feminismo
« Resposta #119 Online: 16 de Novembro de 2015, 15:45:23 »
E, Sergio, sou fã de sword and sorcery desde a fundação da Suméria, e o Conan é meu profeta, só perde às vezes para o Sláine,, pois onde o primeiro é tapado, o segundo é um mala sem alça, mas upgreideando o herói, hoje eu sou mais um 007 do que um bárbaro de machado...

Apesar de que contra os malucos do ISIS, talvez um bárbaro doido de suco druida pudesse fazer um estrago. :biglol:
GNOSE

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.971
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Feminismo
« Resposta #120 Online: 16 de Novembro de 2015, 15:58:03 »

Mulheres não precisam deixar de ser femininas, cheirosas e charmosas para conquistar o mundo, quem não babou na cena da Viúva Negra (belíssima Scarlett) nos Avengers, onde ela amarrada numa cadeira bate não em um, senhores, mas em 3 homens?
Que obviamente estavam cangibrinados e completamente sem sangue....

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.208
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Feminismo
« Resposta #121 Online: 16 de Novembro de 2015, 16:19:04 »
Como os Crazy 88 que a Mamba Negra detonou?  :biglol:
GNOSE

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.726
  • Sexo: Masculino
Re:Feminismo
« Resposta #122 Online: 16 de Novembro de 2015, 16:30:34 »
Lutar por mais personagens femininas em histórias em quadrinhos, por outro lado...

Fui mal interpretado.

O que quis dizer não foi que as mulheres querem mais representação feminina, mas que elas simplesmente recebem insultos por consumirem quadrinhos. Elas entram num fórum ou blog de quadrinhos, por exemplo, e quando opinam sobre o assunto, um monte de homens xingam ela e dizem que ali é o canto deles, que mulher não entende nada, e por aí vai.

Mas existe sim o desejo das mulheres de ver mais mulheres bem representadas nos quadrinhos, games e etc.

Pra terem uma ideia, recentemente as lutadoras femininas do novo Street Fighter receberam uma pequena censura nas poses e golpes mais sensuais. Foi coisa quase imperceptível, mas o suficiente para não ficar tão ridículo. E não é que vários jogadores saíram criticando a Capcom por tirarem a "punheta", o "fap" deles (muitos foram explícitos assim)? Eles querem que o negócio seja exagerado mesmo.

Aí comentei isso com colegas nerds no trabalho que ela está certa, pois fica ridículo um jogo tão famoso e popular, jogado por todo o tipo de pessoas em todo o mundo ainda tenha essas sensualizações gratuitas. E eles reagiram dizendo que eu estava errado, que tem que liberar tudo mesmo.

É foda...
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.971
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Feminismo
« Resposta #123 Online: 16 de Novembro de 2015, 16:33:51 »

Aí comentei isso com colegas nerds no trabalho que ela está certa, pois fica ridículo um jogo tão famoso e popular, jogado por todo o tipo de pessoas em todo o mundo ainda tenha essas sensualizações gratuitas. E eles reagiram dizendo que eu estava errado, que tem que liberar tudo mesmo.

É foda...
Concordo com eles. Se tem a Xanáxia cujo golpe principal é uma chave de bunda, tem que continuar sendo assim!

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 10.726
  • Sexo: Masculino
Re:Feminismo
« Resposta #124 Online: 16 de Novembro de 2015, 16:39:26 »

Aí comentei isso com colegas nerds no trabalho que ela está certa, pois fica ridículo um jogo tão famoso e popular, jogado por todo o tipo de pessoas em todo o mundo ainda tenha essas sensualizações gratuitas. E eles reagiram dizendo que eu estava errado, que tem que liberar tudo mesmo.

É foda...
Concordo com eles. Se tem a Xanáxia cujo golpe principal é uma chave de bunda, tem que continuar sendo assim!

Quero ver uma dia os homens terem que jogar com um homem de pinto gigante que está quase escapando do fio dental, e ainda ter golpes de chave de pernas com closes no genital. Quanto tempo os "mascu" aguentariam.

É o que eu disse, sensualizar demais deixa tudo ridículo. Existe uma linha tênue, e a Capcom com uma simples mudança de ângulos de câmera conseguiu diminuir drasticamente o problema, mas foi o suficiente para enfurecer um monte de punheteiros.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!