Forum Clube Cetico

Discussões => Ceticismo => Tópico iniciado por: Comandante em 17 de Outubro de 2016, 08:11:57

Título: ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 17 de Outubro de 2016, 08:11:57
ASTRONAUTA DA MISSÃO APOLLO AFIRMA: OVNIS EVITARAM A GUERRA NUCLEAR

Edgar Mitchell, participante da missão Apollo 14 e o sexto homem a caminhar na Lua, afirmou em uma entrevista recente que acredita que aliens pacifistas visitaram a Terra. O objetivo era impedir que ataques nucleares acontecessem durante a Guerra Fria. Isso, de acordo com ele, explicaria os avistamentos de Ovnis perto de bases militares na época.

“Falei com muitos oficiais da força aérea que trabalharam nessas estações durante a Guerra Fria. Eles me contaram que os Ovnis eram vistos com frequência e que eram capazes de desligar seus mísseis. Outros oficiais da costa do Pacífico contaram que os mísseis eram derrubados com frequência por naves alienígenas”, afirmou Mitchell.

Não é de hoje que sabemos que o astronauta acredita em visitas extraterrestres. Anteriormente ele já havia declarado crenças similares sobre a presença de ETs em Roswell. Ele cresceu no Novo México, próximo a Roswell, onde as primeiras bombas nucleares foram testadas. “Os ETs estavam por lá porque queriam saber da nossa capacidade militar”, afirmou.


http://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Espaco/noticia/2015/08/astronauta-da-missao-apollo-afirma-ovnis-evitaram-guerra-nuclear.html?utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_campaign=post
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 17 de Outubro de 2016, 09:29:59
ASTRONAUTA DA MISSÃO APOLLO AFIRMA: OVNIS EVITARAM A GUERRA NUCLEAR

Edgar Mitchell, participante da missão Apollo 14 e o sexto homem a caminhar na Lua, afirmou em uma entrevista recente que acredita que aliens pacifistas visitaram a Terra. O objetivo era impedir que ataques nucleares acontecessem durante a Guerra Fria. Isso, de acordo com ele, explicaria os avistamentos de Ovnis perto de bases militares na época.

“Falei com muitos oficiais da força aérea que trabalharam nessas estações durante a Guerra Fria. Eles me contaram que os Ovnis eram vistos com frequência e que eram capazes de desligar seus mísseis. Outros oficiais da costa do Pacífico contaram que os mísseis eram derrubados com frequência por naves alienígenas”, afirmou Mitchell.

Não é de hoje que sabemos que o astronauta acredita em visitas extraterrestres. Anteriormente ele já havia declarado crenças similares sobre a presença de ETs em Roswell. Ele cresceu no Novo México, próximo a Roswell, onde as primeiras bombas nucleares foram testadas. “Os ETs estavam por lá porque queriam saber da nossa capacidade militar”, afirmou.


http://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Espaco/noticia/2015/08/astronauta-da-missao-apollo-afirma-ovnis-evitaram-guerra-nuclear.html?utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_campaign=post



O João  poderia dizer que não há boas evidências para isso.   E o José  poderia perguntar ao João:

_Se você estivesse no local observando, como é que você iria conseguir boas evidências ?




Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 17 de Outubro de 2016, 10:09:07
A pergunta do José é uma otima saída quando se quer alegar fatos extraordinários sem qualquer prova extraordinária
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Lorentz em 17 de Outubro de 2016, 10:47:13
Citar
“Falei com muitos oficiais da força aérea que trabalharam nessas estações durante a Guerra Fria. Eles me contaram que os Ovnis eram vistos com frequência e que eram capazes de desligar seus mísseis. Outros oficiais da costa do Pacífico contaram que os mísseis eram derrubados com frequência por naves alienígenas”, afirmou Mitchell."

Essas tecnologias são sempre inexplicavelmente precisas. Como se desliga um míssil remotamente sem afetar outros sistemas de uma base ou silo, sem detectar algum tipo de EMP ou qualquer outro evento?

É tipo aquelas alegações de que pessoas são raptadas de seus quartos por teleporte, pois não há janela aberta, porta arrombada ou teto quebrado, sobrando apenas o teleporte como explicação. Mas aí o que mais impressiona é que os aliens conseguem teleportar uma pessoa da cama sem tirar um pedaço do colchão ou do lençol, sem desarrumar nada, sem danificar nada, numa precisão atômica.

No antigo anime Maccross (Robotech nos EUA), quando a nave-mãe se  teleporta pro espaço ela acaba levando junto um pedaço da ilha, do mar, da pequena cidade em volta. Isso faz algum sentido pelo menos.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Fabrício em 17 de Outubro de 2016, 11:12:56
Citação de: Lorentz
Essas tecnologias são sempre inexplicavelmente precisas

Como assim "inexplicavelmente"? São ETs, eles tem superpoderes!
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 17 de Outubro de 2016, 11:14:01
A pergunta do José é uma otima saída quando se quer alegar fatos extraordinários sem qualquer prova extraordinária


Se  um dia numa zona rural (relativamente isolada), sobre uma plantação de soja, a uma distância de 300 m, você visse uma máquina voadora (não balão, não helicóptero, nem drone, e com o mesmo formato de um disco voador) pairando a dois metros de altura, o que você faria para obter uma prova extraordinária  (sendo que você teria no máximo 10 minutos para isso) ?



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Lorentz em 17 de Outubro de 2016, 12:09:33
Citação de: Lorentz
Essas tecnologias são sempre inexplicavelmente precisas

Como assim "inexplicavelmente"? São ETs, eles tem superpoderes!


Os ufólatras pensam que tecnologia é algo que cresce sem restrições. Usam como exemplo o poder computacional que aumenta exponencialmente ao longo dos anos, mas ignoram que veículos, foguetes, edifícios e pontes ainda usam as mesmas tecnologias de 50-100 anos atrás, com poucos avanços.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Feliperj em 17 de Outubro de 2016, 14:31:41
Vamos ver se eles conseguem evitar a próxima! !!

http://www.rtp.pt/noticias/mundo/guerra-mundial-iminentet_v953990hornal
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 17 de Outubro de 2016, 17:11:33
A pergunta do José é uma otima saída quando se quer alegar fatos extraordinários sem qualquer prova extraordinária


Se  um dia numa zona rural (relativamente isolada), sobre uma plantação de soja, a uma distância de 300 m, você visse uma máquina voadora (não balão, não helicóptero, nem drone, e com o mesmo formato de um disco voador) pairando a dois metros de altura, o que você faria para obter uma prova extraordinária  (sendo que você teria no máximo 10 minutos para isso) ?






Eu não teria como coletar nenhuma prova, assim como não sairia alegando que são ETs vindo de outro planeta e que controlam maquinas terráquias remotamente com tal e tal objetivo. A final.... não reconhecer um objeto observado, não diz absolutamente nada sobre ele.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Pedro Reis em 17 de Outubro de 2016, 17:57:49
"Eles derrubaram mísseis."

Só assim ficamos sabendo que os americanos lançaram mísseis contra a URSS.

O Putin tem razão em se precaver.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 17 de Outubro de 2016, 19:34:43
"Eles derrubaram mísseis."

Só assim ficamos sabendo que os americanos lançaram mísseis contra a URSS.

O Putin tem razão em se precaver.

Caminho longo pelo espaço sideral naquelas naves lentas... se atrasaram para o inicio da segunda guerra.. quem diria pra primeira.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 17 de Outubro de 2016, 19:37:19
"Eles derrubaram mísseis."

Só assim ficamos sabendo que os americanos lançaram mísseis contra a URSS.

O Putin tem razão em se precaver.



Que engraçadinho, mas...


O relato diz respeito a possíveis testes com mísseis,  não diz respeito a tentativas de lançamento contra a antiga  URSS.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 17 de Outubro de 2016, 20:54:41
O fato é que até hoje não tivemos guerras contra ETs. Os céticos podem espernear a vontade, mas não conseguirão sustentar com PROVAS que isso seja falso.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gigaview em 17 de Outubro de 2016, 21:26:06
O fato é que até hoje não tivemos guerras contra ETs. Os céticos podem espernear a vontade, mas não conseguirão sustentar com PROVAS que isso seja falso.

É...mas temos evidências de guerras entre ETs como a vitrificação de areia no deserto de Gobi, resultado da explosão de uma ogiva nuclear numa data pré-histórica. Será que estamos preparados para nos defender de uma batalha alienígena entre ETs?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Alquimista em 17 de Outubro de 2016, 22:41:22
Não é de hoje que os ETs interferem em guerras humanas.
E a intervenção dos Foo Fighters no fim da Segunda Grande Guerra? hahahahahahahahaha...

O livro ''Deuses e Astronautas através da História'' de W. Raymond Drake tá cheio dessas anedotas interessantes. Por exemplo:
_O que pairou no céu sobre a Batalha de Hastings no ano de 1066? Um UfO ou o Cometa Halley? Tal ''fenômeno'' tentaram capturar na Tapeçaria de Baieux:

(http://www.eso-garden.com/images/uploads_bilder/ufos_historical_artwork_3.jpg)
(https://deadliestblogpage.files.wordpress.com/2012/10/haleys-comet-bayeux-tapestry.jpg)

_O ufólogo Frank Edwards, citando uma fonte que não foi revelada sobre a campanha de Alexandre Magno na Índia, diz o seguinte:
Alexandre, o Grande, não foi o primeiro a vê-los nem foi o primeiro a acha-los incômodos. Ele fala de duas naves que mergulhavam repetidamente sobre seu exército até que os elefantes de guerra, os homens e os cavalos entraram em pânico e se recusaram a atravessar o rio onde ocorreu o incidente. Que aspecto tinham essas coisas? Seu historiador descreve-as como grandes escudos de prata brilhante soltando fogo pelas bordas... coisa que vieram dos céus e aos céus retornaram.

Na ''Storia dio Alessandro il Grande'' citada por Alberto Fenoglio, diz o seguinte sobre o cerco de Tiro por Alexandre em 332 a.c.:
Um dia , de repente, apareceram sobre o campo macedônico escudos voadores, como eram chamados, que voavam em formação triangular comandados por um excessivamente grande, tendo os outros quase a metade do tamanho do primeiro. Ao todo eram cinco. O cronista desconhecido informa que eles circularam lentamente sobre Tiro, enquanto milhares de combatentes de ambos os lados paravam para contemplá-los estupefatos. De repente, do ''escudo'' maior saiu um relâmpago que atingiu as muralhas que se desfizeram. Seguiram-se outros relâmpagos e as muralhas e torres se dissolveram, como se fossem feitas de lama, deixando o caminho aberto para os sitiantes que se infiltraram como uma avalancha pelas brechas. Os ''escudos voadores'' ficaram pairando sobre a cidade até que ela foi completamente arrasada, e então desapareceram rapidamente, dissolvendo-se no azul do céu.

_Os tais ''escudos voadores'' foram novamente vistos em 776 d.c., quando dois escudos flamejantes surgiram nos céus abrindo fogo sobre o exército saxão que nesse instante sitiava os francos em Sigiburgo.


Como podemos perceber, os OVNIs, quando podem, estão sempre interferindo nas guerras.  KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK...
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Fabrício em 18 de Outubro de 2016, 10:19:33
O fato é que até hoje não tivemos guerras contra ETs. Os céticos podem espernear a vontade, mas não conseguirão sustentar com PROVAS que isso seja falso.

É...mas temos evidências de guerras entre ETs como a vitrificação de areia no deserto de Gobi, resultado da explosão de uma ogiva nuclear numa data pré-histórica. Será que estamos preparados para nos defender de uma batalha alienígena entre ETs?

Claro que estamos, demos um couro neles em Independence Day I e II, Guerra dos Mundos, etc, etc. Se eles vierem brigar aqui no nosso amado planeta azul botamos esse verdinhos pra correr no mesmo dia.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 18 de Outubro de 2016, 10:32:20
A pergunta do José é uma otima saída quando se quer alegar fatos extraordinários sem qualquer prova extraordinária


Se  um dia numa zona rural (relativamente isolada), sobre uma plantação de soja, a uma distância de 300 m, você visse uma máquina voadora (não balão, não helicóptero, nem drone, e com o mesmo formato de um disco voador) pairando a dois metros de altura, o que você faria para obter uma prova extraordinária  (sendo que você teria no máximo 10 minutos para isso) ?



Eu não teria como coletar nenhuma prova, assim como não sairia alegando que são ETs vindo de outro planeta e que controlam maquinas terráquias remotamente com tal e tal objetivo. A final.... não reconhecer um objeto observado, não diz absolutamente nada sobre ele.


No exemplo dado realmente seria uma extrapolação falar com certeza que são ETs (seres vindo de outro planeta).  Entretanto não haveria nada de errado ou de falso em afirmar que viu um objeto  cujo descrição da forma e do modo de operação não se encaixa em nenhum objeto feito pelo homem e que seja conhecido.  E também não haveria nada de errado em afirmar que haveria, sim, probabilidade de ser extra terrestre.     


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Johnny Cash em 18 de Outubro de 2016, 10:45:19
[...]

No exemplo dado realmente seria uma extrapolação falar com certeza que são ETs vindo de outro planeta.  [...]

Muito bem pontuado, pois é comum que ignorem os Extra-Terrestres vindos de nosso próprio planeta. A opressão aliexenófoba e constante promovida contra nossos ETs locais é devastadora, e muito alimentada pelo imperialismo galático que vende diariamente a imagem de que só ET de fora é que é bonito, bom e modelo aspiracional.

Os nossos ETs são tão bons e misteriosos quanto os de fora, muitos dizem que chegam a ter naves ainda mais bonitas e que foram as precursoras de todas as outras que se vê por aí, do mesmo modo que fazem entre humanos com nosso bravo Santos Dumont fazem também com os ETs Terráqueos.

#foraGlobo #ETvaiFalarPortuguêsSim #LimaDuarteÉET
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Fabrício em 18 de Outubro de 2016, 14:51:40
[...]

No exemplo dado realmente seria uma extrapolação falar com certeza que são ETs vindo de outro planeta.  [...]

Muito bem pontuado, pois é comum que ignorem os Extra-Terrestres vindos de nosso próprio planeta. A opressão aliexenófoba e constante promovida contra nossos ETs locais é devastadora, e muito alimentada pelo imperialismo galático que vende diariamente a imagem de que só ET de fora é que é bonito, bom e modelo aspiracional.

Os nossos ETs são tão bons e misteriosos quanto os de fora, muitos dizem que chegam a ter naves ainda mais bonitas e que foram as precursoras de todas as outras que se vê por aí, do mesmo modo que fazem entre humanos com nosso bravo Santos Dumont fazem também com os ETs Terráqueos.

#foraGlobo #ETvaiFalarPortuguêsSim #LimaDuarteÉET

Colocou muito bem (ui) companheiro, essa ETTerraqueofobia tem que acabar!
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 18 de Outubro de 2016, 15:18:50
[...]

No exemplo dado realmente seria uma extrapolação falar com certeza que são ETs vindo de outro planeta.  [...]

Muito bem pontuado, pois é comum que ignorem os Extra-Terrestres vindos de nosso próprio planeta. A opressão aliexenófoba e constante promovida contra nossos ETs locais é devastadora, e muito alimentada pelo imperialismo galático que vende diariamente a imagem de que só ET de fora é que é bonito, bom e modelo aspiracional.

Os nossos ETs são tão bons e misteriosos quanto os de fora, muitos dizem que chegam a ter naves ainda mais bonitas e que foram as precursoras de todas as outras que se vê por aí, do mesmo modo que fazem entre humanos com nosso bravo Santos Dumont fazem também com os ETs Terráqueos.




Só uma observação sobre o gracejo,  a redundância original foi do Comandante  (eu somente copiei e colei o trecho em que ele comete a redundância, para compor parte do meu post).
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Johnny Cash em 18 de Outubro de 2016, 17:07:41
 :histeria:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 21 de Outubro de 2016, 19:26:07
No exemplo dado realmente seria uma extrapolação falar com certeza que são ETs (seres vindo de outro planeta).  Entretanto não haveria nada de errado ou de falso em afirmar que viu um objeto  cujo descrição da forma e do modo de operação não se encaixa em nenhum objeto feito pelo homem e que seja conhecido.  E também não haveria nada de errado em afirmar que haveria, sim, probabilidade de ser extra terrestre.   

Primeiro, José deveria certificar-se de que não estava delirando; "ver" não é sequer um meio seguro de verificação, pessoas "veem" espíritos, deuses, fadas, duendes e gnomos.
Segundo, ainda que tivesse visto, antes de concluir pela possibilidade de ONVI extraterrestre, deveria encontrar um meio de verificar que tal objeto não se encaixava em nenhum objeto feito/conhecido pelo homem, afinal, se não havia tempo hábil sequer de registrar esse momento com uma tek pix, que dirá apurar, com precisão, a (in)compatibilidade com todos os objetos já produzidos pelo homem ou por ele conhecido.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gigaview em 22 de Outubro de 2016, 00:01:55
Odeio céticos...

Eles nunca conseguem ver as coisas como elas realmente são e não possuem mente aberta para tentar. Melhor do que qualquer evidência científica é a convicção daquilo que sentimos através do poder da intuição.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Lorentz em 22 de Outubro de 2016, 00:03:33
Odeio céticos...

E os de classe média, então...
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gigaview em 22 de Outubro de 2016, 00:07:10
Odeio céticos...

E os de classe média, então...

No fundo são todos  hipsters.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 22 de Outubro de 2016, 03:11:45
É sério isso?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 22 de Outubro de 2016, 10:41:49
No exemplo dado realmente seria uma extrapolação falar com certeza que são ETs (seres vindo de outro planeta).  Entretanto não haveria nada de errado ou de falso em afirmar que viu um objeto  cujo descrição da forma e do modo de operação não se encaixa em nenhum objeto feito pelo homem e que seja conhecido.  E também não haveria nada de errado em afirmar que haveria, sim, probabilidade de ser extra terrestre.   

Primeiro, José deveria certificar-se de que não estava delirando; "ver" não é sequer um meio seguro de verificação, pessoas "veem" espíritos, deuses, fadas, duendes e gnomos.

No meu exemplo, estava implícito que a pessoa  não estivesse fazendo uso de droga e que tampouco   tivesse doença mental.

E quanto a “ver” não ser sequer um meio seguro de verificação,  então pode "pegar" as observações diárias que você faz e jogá-las na lata de lixo, e passar a duvidar de  todas as suas visões  do dia a dia, e também  pode jogar o método científico na  na lata de lixo , pois no método científico ver/observar é um critério fundamental.


Segundo, ainda que tivesse visto, antes de concluir pela possibilidade de ONVI extraterrestre, deveria encontrar um meio de verificar que tal objeto não se encaixava em nenhum objeto feito/conhecido pelo homem,


Certamente, e é por isso que eu escrevi:

“que viu um objeto  cujo descrição da forma e do modo de operação não se encaixa em nenhum objeto feito pelo homem e que seja conhecido”


afinal, se não havia tempo hábil sequer de registrar esse momento com uma tek pix, que dirá apurar, com precisão, a (in)compatibilidade com todos os objetos já produzidos pelo homem ou por ele conhecido.


Errado com relação a não ser possível registrar o fenômeno, pois dez minutos certamente seria tempo suficiente para registrar com uma câmera.  Mas com relação a apurar com (alta) precisão, está correto,   entretanto  seria possível apurar com a precisão necessária para tomar como possibilidade razoável.

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 22 de Outubro de 2016, 10:44:09
É sério isso?


Não. O que o Gigaview  digitou é zoeira  (os dois últimos posts dele). 
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 22 de Outubro de 2016, 11:01:02
Citação de: Lorentz
Essas tecnologias são sempre inexplicavelmente precisas

Como assim "inexplicavelmente"? São ETs, eles tem superpoderes!


Os ufólatras pensam que tecnologia é algo que cresce sem restrições. Usam como exemplo o poder computacional que aumenta exponencialmente ao longo dos anos, mas ignoram que veículos, foguetes, edifícios e pontes ainda usam as mesmas tecnologias de 50-100 anos atrás, com poucos avanços.



Só que tal interferência/controle  a distância  está muitíssimo mais relacionado a  eletrônica, spintrônica, computação, fotônica, mecânica quântica  e áreas semelhantes do que  a  edifícios e pontes, e  a  parte mecânica de veículos, foguetes.  Mesmo  no estágio atual de desenvolvimento da  eletrônica, spintrônica, computação, fotônica, mecânica quântica  (e áreas semelhantes) é possível vislumbrar que ainda falta muita coisa para ser descoberta e desenvolvida. E até mesmo  250 anos a mais de desenvolvimento nessas áreas certamente fará uma enorme diferença. Quanto mais 1000 anos a mais desenvolvimento, sendo que é uma hipótese bem razoável de que se houver extraterrestres visitando e Terra, então estes tivessem 250, 1000 ou mais anos de desenvolvimento de conhecimentos científicos do que nós.

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 22 de Outubro de 2016, 17:01:12
No meu exemplo, estava implícito que a pessoa  não estivesse fazendo uso de droga e que tampouco   tivesse doença mental.


Bom, mas não são só as pessoas sob efeito de drogas ou com problemas mentais que podem ser acometidas por um delírio, eventualmente. E o cérebro humano tem muitas falhas de processamento, não se pode ignorar isso, ainda mais se José estiver sozinho quando do avistamento do OVNI.

E quanto a “ver” não ser sequer um meio seguro de verificação,  então pode "pegar" as observações diárias que você faz e jogá-las na lata de lixo, e passar a duvidar de  todas as suas visões  do dia a dia, e também  pode jogar o método científico na  na lata de lixo , pois no método científico ver/observar é um critério fundamental.

Bem, eu não costumo ver coisas extraordinárias todos os dias. rs E você não precisa apelar para esse extremo relativismo.
E, sim, o método científico se vale de observação, mas observar em ciência não significa simplesmente ver, existem muitos meios de observação e verificação da realidade.

Certamente, e é por isso que eu escrevi:

“que viu um objeto  cujo descrição da forma e do modo de operação não se encaixa em nenhum objeto feito pelo homem e que seja conhecido”

Mas, no seu exemplo, seria impossível verificar a (in)compatibilidade do OVNI com objetos conhecidos/produzidos por humanos, e, portanto, não seria razoável cogitar a possibilidade de ser extraterrestre; seria puro achismo sem nenhuma embasamento, sem nenhuma evidência observável.

Errado com relação a não ser possível registrar o fenômeno, pois dez minutos certamente seria tempo suficiente para registrar com uma câmera.  Mas com relação a apurar com (alta) precisão, está correto,   entretanto  seria possível apurar com a precisão necessária para tomar como possibilidade razoável.

Isso se você tiver uma câmera para fotografar e, ainda que tenha, que o registro seja claro, nítido, próximo, e que possa ser passível de uma análise honesta (algo que eu nunca vi, sinceramente). Mas, ainda que fosse possível analisar o vídeo e concluir que se trata de um OVNI, mesmo assim continuaria sendo apenas um OVNI (NI = NÃO identificado), pois, qualquer cogitação em cima disso seria mera especulação sem nenhuma evidência; dizer que existe a possibilidade de ser uma nave alien ou uma nave de seres intraterrenos habitantes da Terra Oca, ou qualquer outra coisa que eu queria inventar, teriam a mesma validade enquanto hipótese, ou seja, nenhuma. Preencher lacunas com achismos é falácia do apelo à ignorância, e pode até ser usada para embasar as crenças pessoais, mas jamais poderá ser levada a sério no método científico.

Esse vídeo do Neil é g(old), mas trata disso que estamos falando com muita clareza e senso de humor.

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 22 de Outubro de 2016, 17:08:31
É sério isso?


Não. O que o Gigaview  digitou é zoeira  (os dois últimos posts dele).

Aaah bom, obrigada por esclarecer! rs
Como estou chegando agora e não conheço ninguém, por mais absurda que pareça uma argumentação ou opinião, hoje em dia é sempre bom certificar-se de que se trata de zoeira mesmo. rsrs
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 22 de Outubro de 2016, 17:16:43
Errado com relação a não ser possível registrar o fenômeno, pois dez minutos certamente seria tempo suficiente para registrar com uma câmera.  Mas com relação a apurar com (alta) precisão, está correto,   entretanto  seria possível apurar com a precisão necessária para tomar como possibilidade razoável.

Isso se você tiver uma câmera para fotografar e, ainda que tenha, que o registro seja claro, nítido, próximo, e que possa ser passível de uma análise honesta (algo que eu nunca vi, sinceramente). Mas, ainda que fosse possível analisar o vídeo e concluir que se trata de um OVNI, mesmo assim continuaria sendo apenas um OVNI (NI = NÃO identificado), pois, qualquer cogitação em cima disso seria mera especulação sem nenhuma evidência; dizer que existe a possibilidade de ser uma nave alien ou uma nave de seres intraterrenos habitantes da Terra Oca, ou qualquer outra coisa que eu queria inventar, teriam a mesma validade enquanto hipótese, ou seja, nenhuma. Preencher lacunas com achismos é falácia do apelo à ignorância, e pode até ser usada para embasar as crenças pessoais, mas jamais poderá ser levada a sério no método científico.


Não afirmei e nem quis afirmar que isto serviria como evidência científica.  O exemplo que estou dando tem o intuito apenas  de  mostrar que é perfeitamente possível  que  uma pessoa possa avistar  um OVNI, e que além disso é perfeitamente possível que o OVNI não seja terrestre.  E para relembrar e ficar claro, este OVNI não poderia ser um fenômeno natural, pois seria claramente uma máquina pairando sobre a plantação. 
E que além de ser perfeitamente possível, é perfeitamente compreensível que a pessoa não  consiga obter  evidências  concretas do que tenha avistado (pode talvez conseguir uma boa foto ou filmagem, dado que câmeras  hoje são bem comuns).

Pense,  se fosse você a avistar  este OVNI , como você faria para obter evidências concretas no caso em que narrei. Me diga aí o que você faria ?



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 22 de Outubro de 2016, 17:22:01
É sério isso?


Não. O que o Gigaview  digitou é zoeira  (os dois últimos posts dele).

Aaah bom, obrigada por esclarecer! rs
Como estou chegando agora e não conheço ninguém, por mais absurda que pareça uma argumentação ou opinião, hoje em dia é sempre bom certificar-se de que se trata de zoeira mesmo. rsrs


O Gigaview é um forista  já antigo aqui no Clube Cético, ele tem uma montanha de postagens sérias, só que mais antigas.  Agora, atualmente  ele parece ter cansado de debater seriamente (ao menos de forma mais constante), e por isso ele tem postado  muitas  coisas irônicas como se fosse  um  crédulo, mas ele é um dos mais céticos daqui.  Principalmente na linha de combate ao espiritismo  ele tem  muiiiita experiência e muiiiiiiitas postagens.  Tem postagem aqui para encher caminhão bitrem.    :hihi:


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 22 de Outubro de 2016, 17:29:01
Bom, e eu estou dizendo que o fato de uma pessoa simplesmente afirmar que viu uma coisa, não serve como evidência que autorize pessoas sérias e intelectualmente honestas à cogitar a possibilidade dela ter visto, de fato, uma coisa extraordinária. E, nesse caso, é prudente não sair por aí levantando hipóteses infundadas, muito menos em meios de comunicação de larga escala; algo que eu também não faria porque, além de ser uma pessoa cética até o osso, procuro ser responsável e cautelosa pelo o que digo sem embasamento.

Não afirmei e nem quis afirmar que isto serviria como evidência científica.  O exemplo que estou dando tem o intuito apenas  de  mostrar que é perfeitamente possível  que  uma pessoa possa avistar  um OVNI, e que além disso é perfeitamente possível que o OVNI não seja terrestre.  E para relembrar e ficar claro, este OVNI não poderia ser um fenômeno natural, pois seria claramente uma máquina pairando sobre a plantação. 
E que além de ser perfeitamente possível, é perfeitamente compreensível que a pessoa não  consiga obter  evidências  concretas do que tenha avistado (pode talvez conseguir uma boa foto ou filmagem, dado que câmeras  hoje são bem comuns).

Pense,  se fosse você a avistar  este OVNI , como você faria para obter evidências concretas no caso em que narrei. Me diga aí o que você faria ?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 22 de Outubro de 2016, 17:45:51
E com relação ao vídeo do deGrasse , eu já tinha visto antes.  E  neste vídeo o exemplo de comportamento, que ele sugere no caso de uma suposta abducção,  é algo que, conforme vários relatos de supostas abducções,  é  impraticável , pois na maioria dos relatos  das supostas abducções os abduzidos não ficam plenamente conscientes, e/ou não ficam com plena mobilidade (pleno controle muscular).
Então a sugestão dele serve bem como gracejo que ele fez no vídeo, mas  certamente seria impraticável para um abduzido.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 22 de Outubro de 2016, 17:56:52
Bom, e eu estou dizendo que o fato de uma pessoa simplesmente afirmar que viu uma coisa, não serve como evidência que autorize pessoas sérias e intelectualmente honestas à cogitar a possibilidade dela ter visto, de fato, uma coisa extraordinária. E, nesse caso, é prudente não sair por aí levantando hipóteses infundadas, muito menos em meios de comunicação de larga escala; algo que eu também não faria porque, além de ser uma pessoa cética até o osso, procuro ser responsável e cautelosa pelo o que digo sem embasamento.



Tá parecendo que se você fosse a pessoa do exemplo que dei,  e que visse  claramente  uma máquina voadora a 2 m do solo, que claramente  não  pudesse ser identificada com nenhuma máquina voadora feita pelo homem,  e que claramente tivesse o mesmo tipo de forma  e comportamento de voo  de outros relatos de discos voadores (incompatível com máquinas voadoras humanas), você iria achar que estava delirando, e/ou que seria desonesto simplesmente relatar de forma fiel o que você tivesse visto.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 22 de Outubro de 2016, 18:09:34
algo que eu também não faria porque, além de ser uma pessoa cética até o osso, procuro ser responsável e cautelosa pelo o que digo sem embasamento.


E muito ceticismo pode levar  até a duvidar  da existência de outras mentes. Quem sabe você é a única que tem uma mente, e os outros são zumbis.    :hihi:   

Ou  talvez eu e os outros foristas sejamos apenas máquinas de Turing conectadas a internet.   :hihi:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 22 de Outubro de 2016, 18:13:15
Bom, e eu estou dizendo que o fato de uma pessoa simplesmente afirmar que viu uma coisa, não serve como evidência que autorize pessoas sérias e intelectualmente honestas à cogitar a possibilidade dela ter visto, de fato, uma coisa extraordinária. E, nesse caso, é prudente não sair por aí levantando hipóteses infundadas, muito menos em meios de comunicação de larga escala; algo que eu também não faria porque, além de ser uma pessoa cética até o osso, procuro ser responsável e cautelosa pelo o que digo sem embasamento.



Tá parecendo que se você fosse a pessoa do exemplo que dei,  e que visse  claramente  uma máquina voadora a 2 m do solo, que claramente  não  pudesse ser identificada com nenhuma máquina voadora feita pelo homem,  e que claramente tivesse o mesmo tipo de forma  e comportamento de voo  de outros relatos de discos voadores (incompatível com máquinas voadoras humanas), você iria achar que estava delirando, e/ou que seria desonesto simplesmente relatar de forma fiel o que você tivesse visto.


Você não pode "olhar" para uma máquina e saber que não foi feita por humanos, no máximo que não é parecido com nenhuma tecnologia que você conheça.

Em última instância poderia até ser tecnologia originária de inteligência extra ou intra terrestre, trans-dimensional, fantasmagórica, do futuro, etc, mas fabricada por humanos.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 22 de Outubro de 2016, 18:19:35
E com relação ao vídeo do deGrasse , eu já tinha visto antes.  E  neste vídeo o exemplo de comportamento, que ele sugere no caso de uma suposta abducção,  é algo que, conforme vários relatos de supostas abducções,  é  impraticável , pois na maioria dos relatos  das supostas abducções os abduzidos não ficam plenamente conscientes, e/ou não ficam com plena mobilidade (pleno controle muscular).
Então a sugestão dele serve bem como gracejo que ele fez no vídeo, mas  certamente seria impraticável para um abduzido.

Ué?!! Então quer dizer que a pessoa sequer está plenamente consciente, mas consegue ter a mais absoluta certeza de que foi abduzido, que estava numa nave alien e que sofreu experiências? rs

Bom, e eu estou dizendo que o fato de uma pessoa simplesmente afirmar que viu uma coisa, não serve como evidência que autorize pessoas sérias e intelectualmente honestas à cogitar a possibilidade dela ter visto, de fato, uma coisa extraordinária. E, nesse caso, é prudente não sair por aí levantando hipóteses infundadas, muito menos em meios de comunicação de larga escala; algo que eu também não faria porque, além de ser uma pessoa cética até o osso, procuro ser responsável e cautelosa pelo o que digo sem embasamento.

Tá parecendo que se você fosse a pessoa do exemplo que dei,  e que visse  claramente  uma máquina voadora a 2 m do solo, que claramente  não  pudesse ser identificada com nenhuma máquina voadora feita pelo homem,  e que claramente tivesse o mesmo tipo de forma  e comportamento de voo  de outros relatos de discos voadores (incompatível com máquinas voadoras humanas), você iria achar que estava delirando, e/ou que seria desonesto simplesmente relatar de forma fiel o que você tivesse visto.

Curioso é que esse tipo de coisa quase nunca acontece com pessoas céticas. rs
Mas, enfim... se isso acontecesse comigo, certamente eu ia buscar entender o ocorrido, encontrar a realidade dos fatos. E nesse processo não se pode descartar a possibilidade, inclusive, de questionar-se a respeito de um delírio, por que não?; afinal, somos máquinas orgânicas e, como tal, estamos sujeitos a apresentar defeitos. Partimos da explicação mais simples, lembra?
Ademais, em nenhum momento eu disse que não se poderia relatar fielmente a experiência, mas que, sim, seria desonestidade intelectual concluir por uma hipótese para a qual não há qualquer embasamento ou evidência além de achismo.
E caso eu não encontrasse explicação, seria apenas mais uma das tantas coisas nessa vida para as quais não se tem uma explicação, seria uma lacuna a ser preenchida um dia, ou não.
Eu tenho muitas dúvidas e curiosidades, mas ao contrário de algumas pessoas consigo conviver com elas.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 22 de Outubro de 2016, 18:23:49
E muito ceticismo pode levar  até a duvidar  da existência de outras mentes. Quem sabe você é a única que tem uma mente, e os outros são zumbis.    :hihi:   

Ou  talvez eu e os outros foristas sejamos apenas máquinas de Turing conectadas a internet.   :hihi:

O que você está dizendo não faz sentido, porque ceticismo não é sinônimo de duvidar de tudo, mas apenas manter a dúvida saudável, a dúvida mínima e razoável diante das "verdades" apresentadas. Simples.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 22 de Outubro de 2016, 18:27:56

Você não pode "olhar" para uma máquina e saber que não foi feita por humanos, no máximo que não é parecido com nenhuma tecnologia que você conheça.



Saber com certeza certamente que não,  mas considerar como muito improvável (que fosse humano) certamente que sim. 



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 22 de Outubro de 2016, 18:32:07
E muito ceticismo pode levar  até a duvidar  da existência de outras mentes. Quem sabe você é a única que tem uma mente, e os outros são zumbis.    :hihi:   

Ou  talvez eu e os outros foristas sejamos apenas máquinas de Turing conectadas a internet.   :hihi:

O que você está dizendo não faz sentido, porque ceticismo não é sinônimo de duvidar de tudo, mas apenas manter a dúvida saudável, a dúvida mínima e razoável diante das "verdades" apresentadas. Simples.


Faz sentido sim.  Afinal de contas qual evidência concreta que você tem que as outras pessoas tem mentes  ? 
Já  viu algo sobre solipsismo ?


Ou conforme o outro exemplo, qual evidência concreta que você tem de  que eu ou  o Gigaview  não são máquinas de Turing conectadas a internet ?


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 22 de Outubro de 2016, 18:32:29

Você não pode "olhar" para uma máquina e saber que não foi feita por humanos, no máximo que não é parecido com nenhuma tecnologia que você conheça.



Saber com certeza certamente que não,  mas considerar como muito improvável (que fosse humano) certamente que sim.

O que você não está entendendo é que não existe embasamento sequer para levantar essa possibilidade.
Conforme eu disse antes, a probabilidade de ser um OVNI de não humano, ou de ser advindo de humanos do futuro, ou de seres intra terrenos, ou, ainda, de ser um bule voador construído por duendes do papai noel, é exatamente a mesma. Se não vamos considerar as outras hipóteses, por que consideraríamos essa? Não faz sentido.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 22 de Outubro de 2016, 18:41:08
E muito ceticismo pode levar  até a duvidar  da existência de outras mentes. Quem sabe você é a única que tem uma mente, e os outros são zumbis.    :hihi:   

Ou  talvez eu e os outros foristas sejamos apenas máquinas de Turing conectadas a internet.   :hihi:

O que você está dizendo não faz sentido, porque ceticismo não é sinônimo de duvidar de tudo, mas apenas manter a dúvida saudável, a dúvida mínima e razoável diante das "verdades" apresentadas. Simples.


Faz sentido sim.  Afinal de contas qual evidência concreta que você tem que as outras pessoas tem mentes ? 

Ou conforme o outro exemplo, qual evidência concreta que você tem de  que eu ou  o Gigaview  não são máquinas de Turing conectadas a internet ?

É sério isso ou é trollagem? rs

Primeiro que não existe uma definição precisa do que vem a ser, exatamente, consciência/mente, mas sabemos que é um complexo fruto da malha cerebral, que envolve conexões químicas, elétricas etc.

Segundo, o ônus da prova é de quem alega. Logo, não existe nenhuma evidência de que vocês sejam IAs, ou, de que estamos todos na Matrix. Ao contrário, sabemos, com certeza, que milhões de pessoas estão conectadas na internet falando uma porção de besteiras por aí, teimando e querendo "ganhar no grito".
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Sdelareza em 22 de Outubro de 2016, 19:17:50
OVNIS EVITARAM A GUERRA NUCLEAR

Porque os ovnis não evitaram os bombardeios de Hiroshima e Nagasaki? Não gostavam dos japoneses?

Eles certamente já detectaram a primeira explosão nuclear feita no Novo Mexico e saberiam que outras bombas estavam a caminho.

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 22 de Outubro de 2016, 19:26:25
É sério isso ou é trollagem? rs

Não é trollagem.   Estou  comunicando de forma séria.


Primeiro que não existe uma definição precisa do que vem a ser, exatamente, consciência/mente, mas sabemos que é um complexo fruto da malha cerebral, que envolve conexões químicas, elétricas etc.


Esta é a hipótese fisicalista. Só que esta hipótese da mente ser igual ao cérebro/circuitos cerebrais não é  algo  realmente comprovado.  Mas mesmo considerando que seja verdadeira, ainda assim  isto não prova que as outras pessoas tenham mentes.  Eles podem ter cérebro, mas ainda assim serem zumbis. Seres com cérebro, mas sem mente.  A hipótese solipsista não afirma e não depende de que os outros  seres  que você considera como humanos não tenham cérebros dentro de seus crânios.




Segundo, o ônus da prova é de quem alega. Logo, não existe nenhuma evidência de que vocês sejam IAs, ou, de que estamos todos na Matrix. Ao contrário, sabemos, com certeza, que milhões de pessoas estão conectadas na internet falando uma porção de besteiras por aí, teimando e querendo "ganhar no grito".

Mas a questão aqui não é a de provar, se eu fosse (ou for)  uma máquina de Turing  eu não  estaria (ou não estou)  interessado em provar que sou.
A questão aqui é você perceber que para um monte de coisas nas quais você acredita serem verdadeiras, você simplesmente não tem provas concretas.


E  com relação a sua certeza de que “milhões de pessoas estão conectadas na internet falando uma porção de besteiras por aí, teimando e querendo "ganhar no grito"”,    você pode até ter este estado psicológico de certeza, entretanto você também não tem provas concretas disso, o que você certamente tem  são algumas pessoas  que você pessoalmente conhece que estão falando uma porção de besteiras por aí (na internet, ou no que você acredita que seja a internet) , teimando e querendo "ganhar no grito"”, e relatos de outras pessoas que escrevem isso e lhe informam isso . Mas é bastante improvável que você tenha provas concretas de que “ “milhões de pessoas estão conectadas na internet falando uma porção de besteiras por aí, teimando e querendo "ganhar no grito"”.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 22 de Outubro de 2016, 19:33:25
OVNIS EVITARAM A GUERRA NUCLEAR

Porque os ovnis não evitaram os bombardeios de Hiroshima e Nagasaki? Não gostavam dos japoneses?


Talvez porque eles não fossem onipresentes. Ou talvez porque os ETs que supostamente estivessem presentes não soubessem nem quando nem onde as bombas iriam ser lançadas.   Ou talvez porque os ETs que supostamente estivessem presentes soubessem quando e onde as bombas seriam lançadas, mas simplesmente não fossem do tipo de ETs  que queriam interferir.  Ou talvez porque os ETs que supostamente estivessem presentes, e que soubessem quando e onde as bombas seriam lançadas,  fossem  sádicos e na verdade queriam mais é ver o circo pegar fogo.


OVNIS EVITARAM A GUERRA NUCLEAR
Eles certamente já detectaram a primeira explosão nuclear feita no Novo Mexico e saberiam que outras bombas estavam a caminho.


Já respondido acima.

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 22 de Outubro de 2016, 20:03:12
E com relação ao vídeo do deGrasse , eu já tinha visto antes.  E  neste vídeo o exemplo de comportamento, que ele sugere no caso de uma suposta abducção,  é algo que, conforme vários relatos de supostas abducções,  é  impraticável , pois na maioria dos relatos  das supostas abducções os abduzidos não ficam plenamente conscientes, e/ou não ficam com plena mobilidade (pleno controle muscular).
Então a sugestão dele serve bem como gracejo que ele fez no vídeo, mas  certamente seria impraticável para um abduzido.

Ué?!! Então quer dizer que a pessoa sequer está plenamente consciente, mas consegue ter a mais absoluta certeza de que foi abduzido, que estava numa nave alien e que sofreu experiências? rs


Esta foi uma referência ao exemplo do deGrasse.  Eu em momento algum  afirmei que neste caso uma pessoa  conseguiria  ter a mais absoluta certeza de que foi abduzido, que estava numa nave alien e que sofreu experiências.

Já no meu (hipotético) exemplo do avistamento na zona rural, a pessoa estaria em seu estado normal de consciência.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 22 de Outubro de 2016, 20:35:07

Segundo, o ônus da prova é de quem alega. Logo, não existe nenhuma evidência de que vocês sejam IAs, ou, de que estamos todos na Matrix. Ao contrário, sabemos, com certeza, que milhões de pessoas estão conectadas na internet falando uma porção de besteiras por aí, teimando e querendo "ganhar no grito".



Em tempo, faço uma observação importante, o melhor candidato  daqui para ser uma máquina de Turing é o Buckaroo Banzai,  o cara (ou o ser)  é uma máquina tanto na quantidade de posts como na qualidade.  Tem um conhecimento enciclopédico (ou wikipédico), e  quantidade de posts prá lá de Saturno.  Só pode ser mesmo uma máquina de Turing.      :hihi:






Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 22 de Outubro de 2016, 20:40:27

Você não pode "olhar" para uma máquina e saber que não foi feita por humanos, no máximo que não é parecido com nenhuma tecnologia que você conheça.



Saber com certeza certamente que não,  mas considerar como muito improvável (que fosse humano) certamente que sim. 


"Considerar que seja muito improvável" que a única espécie conhecida que constrói máquinas tenha construído essa máquina não diz realmente nada sobre probabilidade, nesse caso. Você não tem como avaliar a "probabilidade" de seres que não sabemos nem se existem fizeram qualquer coisa.

É o mesmo que um crente "considerar muito improvável" que uma pessoa tenha se recuperado de uma doença ou se esquivado de um acidente potencialmente fatal, sem um milagre divino.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 22 de Outubro de 2016, 20:54:56
Esta é a hipótese fisicalista. Só que esta hipótese da mente ser igual ao cérebro/circuitos cerebrais não é  algo  realmente comprovado.  Mas mesmo considerando que seja verdadeira, ainda assim  isto não prova que as outras pessoas tenham mentes.  Eles podem ter cérebro, mas ainda assim serem zumbis. Seres com cérebro, mas sem mente.  A hipótese solipsista não afirma e não depende de que os outros  seres  que você considera como humanos não tenham cérebros dentro de seus crânios.

Existem evidências de que a consciência é fruto da malha cerebral e, ainda que não se possa provar neste momento que ela é apenas isso, ou, demonstrar exatamente como funciona, existem, sim, evidências observáveis. Mas é plenamente verificável que quando alguém pensa alguma coisa, atividades elétricas no cérebro ocorrem em determinadas regiões, basta usar um aparelho de ressonância.

E quanto ao Solipsismo, isso é uma tremenda bullshit relativista e irracional, que nega o valor do real, do racional, que nega a existência de verdades objetivas e resume toda a realidade como "ponto de vista". Isso é de um obscurantismo tão grande, é uma filosofia tão ridícula, que nem vale a pena discorrer.

E não pense também que a rejeição do relativismo leva, necessariamente, a um absolutismo dogmático. Óbvio que não. Quem sabe o que é investigação da realidade também sabe que de fato o que sabemos por real é apenas uma aproximação da realidade última, e justamente por isso a importância de seguir investigando, porque se reconhece a falibilidade do investigador. E, embora o método científico não seja perfeito, é sem dúvida o melhor instrumento de investigação que dispomos, ele mesmo é capaz de se autocorrigir. Mas sua falibilidade não chega a anular a distinção entre conhecimento (ainda que provisório) e a total ignorância. Existem verdades objetivas, sim. Ou vai me dizer que, por exemplo, cálculos, teoremas, composição química da glicose, cálculos das reações do hidrogênio, estrutura do DNA, química de partículas etc. não traduzem realidades?

Mas a questão aqui não é a de provar, se eu fosse (ou for)  uma máquina de Turing  eu não  estaria (ou não estou)  interessado em provar que sou.
A questão aqui é você perceber que para um monte de coisas nas quais você acredita serem verdadeiras, você simplesmente não tem provas concretas.

É, sim. O que vc está propondo é inversão do ônus da prova, e isso é absurdo. Não se pode provar a inexistência de algo, seja o que for.
Em outras palavras, você fantasiou uma "realidade alternativa" em que tudo é comandado por máquinas, onde você é uma máquina, e me pede para que eu "saiba", concretamente, que isso que você afirma não é uma realidade. Pfff Sem comentários...

E  com relação a sua certeza de que “milhões de pessoas estão conectadas na internet falando uma porção de besteiras por aí, teimando e querendo "ganhar no grito"”,    você pode até ter este estado psicológico de certeza, entretanto você também não tem provas concretas disso, o que você certamente tem  são algumas pessoas  que você pessoalmente conhece que estão falando uma porção de besteiras por aí (na internet, ou no que você acredita que seja a internet) , teimando e querendo "ganhar no grito"”, e relatos de outras pessoas que escrevem isso e lhe informam isso . Mas é bastante improvável que você tenha provas concretas de que “ “milhões de pessoas estão conectadas na internet falando uma porção de besteiras por aí, teimando e querendo "ganhar no grito"”.

Pessoas conectadas à internet falando besteiras por aí é um fato plenamente verificável, falseável. Diferentemente de aliens dando um rolê por aí.
E se você não sabe disso, além de ter um deficitário conhecimento de metodologia e epistemologia científica, também não entende muito da própria tecnologia que utiliza.

Esta foi uma referência ao exemplo do deGrasse

Sim, eu entendi. Você disse que o argumento do Tyson não era válido e só servia de piada porque quem é abduzido não está plenamente consciente. E eu contra-argumentei que, só por isso, o relato da suposta abdução se torna totalmente descartável como evidência ou até mesmo como hipótese a se cogitar.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 22 de Outubro de 2016, 20:56:46
OVNIS EVITARAM A GUERRA NUCLEAR

Porque os ovnis não evitaram os bombardeios de Hiroshima e Nagasaki? Não gostavam dos japoneses?

Eles certamente já detectaram a primeira explosão nuclear feita no Novo Mexico e saberiam que outras bombas estavam a caminho.

Por que eles são membros do Conselho de Segurança da ONU, por isso a incompetência! rs  :hihi:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 22 de Outubro de 2016, 22:20:28

Você não pode "olhar" para uma máquina e saber que não foi feita por humanos, no máximo que não é parecido com nenhuma tecnologia que você conheça.


Outra resposta:

A alternativa é que os Estados Unidos tenham  uma super mega tecnologia  ultra secreta  e ultra avançada. Só que estranhamente eles ainda não a usaram para acabar com a Rússia. 

Ou quem sabe é por isso mesmo que  estão  com uma frenética retórica anti Rússia, e  que  por isso estão preparando  para uma  grande guerra ?


-------------------------


PS. Só coloquei essa  alternativa para mostrar  que ela não parece ser melhor do que a outra. 

Ou alguém acha que ela é melhor ?






Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 22 de Outubro de 2016, 22:23:31


No exemplo dado realmente seria uma extrapolação falar com certeza que são ETs (seres vindo de outro planeta).  Entretanto não haveria nada de errado ou de falso em afirmar que viu um objeto  cujo descrição da forma e do modo de operação não se encaixa em nenhum objeto feito pelo homem e que seja conhecido.  E também não haveria nada de errado em afirmar que haveria, sim, probabilidade de ser extra terrestre.   

Bom seria se os relatos se limitassem sempre a isso. Pelo menos as pessoas estariam dizendo que simplesmente não sabiam o que viram.

Agora..... "probabilidade" de ser extraterrestre? Poderias colocar isso em números para gente? Suponho que estavas tentando dizer.... possibilidade   :ok:.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 22 de Outubro de 2016, 22:44:51
E muito ceticismo pode levar  até a duvidar  da existência de outras mentes. Quem sabe você é a única que tem uma mente, e os outros são zumbis.    :hihi:   

Ou  talvez eu e os outros foristas sejamos apenas máquinas de Turing conectadas a internet.   :hihi:

O que você está dizendo não faz sentido, porque ceticismo não é sinônimo de duvidar de tudo, mas apenas manter a dúvida saudável, a dúvida mínima e razoável diante das "verdades" apresentadas. Simples.


O ceticismo filosófico tem  tem, sim,  o sentido de duvidar de praticamente tudo (ou tudo) , e de não considerar alguma coisa como verdadeira.  Ao considerar algo como verdadeiro  já estará sendo dogmático ao invés de cético.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 22 de Outubro de 2016, 22:52:44


No exemplo dado realmente seria uma extrapolação falar com certeza que são ETs (seres vindo de outro planeta).  Entretanto não haveria nada de errado ou de falso em afirmar que viu um objeto  cujo descrição da forma e do modo de operação não se encaixa em nenhum objeto feito pelo homem e que seja conhecido.  E também não haveria nada de errado em afirmar que haveria, sim, probabilidade de ser extra terrestre.   

Bom seria se os relatos se limitassem sempre a isso. Pelo menos as pessoas estariam dizendo que simplesmente não sabiam o que viram.

Agora..... "probabilidade" de ser extraterrestre? Poderias colocar isso em números para gente? Suponho que estavas tentando dizer.... possibilidade   :ok:.


Sim,  me parece que o termo mais adequado realmente seria  "possibilidade".


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 22 de Outubro de 2016, 22:57:43
E muito ceticismo pode levar  até a duvidar  da existência de outras mentes. Quem sabe você é a única que tem uma mente, e os outros são zumbis.    :hihi:   

Ou  talvez eu e os outros foristas sejamos apenas máquinas de Turing conectadas a internet.   :hihi:

O que você está dizendo não faz sentido, porque ceticismo não é sinônimo de duvidar de tudo, mas apenas manter a dúvida saudável, a dúvida mínima e razoável diante das "verdades" apresentadas. Simples.


O ceticismo filosófico tem  tem, sim,  o sentido de duvidar de praticamente tudo (ou tudo) , e de não considerar alguma coisa como verdadeira.  Ao considerar algo como verdadeiro  já estará sendo dogmático ao invés de cético.

Sexto Empírico e o ceticismo pirrônico

O ceticismo antigo nasce com Pirro de Élis, através da suspensão radical de juízo. Tal postura filosófica, contudo, está longe da dúvida inconseqüente

Jaimir Conte

Embora os céticos gregos tenham produzido uma grande quantidade de escritos, poucos sobreviveram. Quase tudo o que sabemos sobre o ceticismo antigo se deve principalmente às obras tardias de Diógenes Laércio (século 3), Cícero (século 1 a.C.) e especialmente às obras do médico e filósofo grego Sexto Empírico (século 2), assim como aos escritos de seus oponentes, como Santo Agostinho (século 4), e a referências dispersas presentes numa grande variedade de fontes. O ceticismo formulado nesses escritos exerceu pouca influência sobre o pensamento medieval depois de Agostinho e, na verdade, eles estiveram, em grande medida, inacessíveis até serem recuperados durante o Renascimento.

Os escritos de Sexto Empírico reapareceram na segunda metade do século 16. Primeiramente, numa tradução latina das Hipotiposes pirrônicas realizada por Henri Estienne, publicada em Paris em 1562. Logo em seguida, em 1569, numa tradução latina da obra Adversus mathematicos, realizada por Gentien Hervet. Foram esses textos que mais contribuí­ram para o surgimento do pensamento cético no início da filosofia moderna, em especial nos escritos de Montaigne (1533-1592). Tão forte foi a impressão causada pela leitura de Sexto que, além de retomar e desenvolver nos Ensaios os principais argumentos da tradição cética compilados por Sexto, Montaigne fez gravar nas vigas de sua “biblioteca” várias sentenças extraídas das Hipotiposes e, numa medalha, a famosa divisa “Que sais-je?”, na qual figurava do outro lado uma balança com os dois pratos em equilíbrio, símbolo da suspensão do juízo e do tema central das Hipotiposes: a eqüipolência, ou igual peso dos diferentes pontos de vista.

A “crise pirrônica” que Montaigne teve ao ler as Hipotiposes foi vivida por vários filósofos posteriores, mesmo por aqueles, tais como Descartes (1596-1640) e Berkeley (1685-1753), cujo empreendimento foi, claramente, o de refutar o ceticismo. A força e o impacto­ do ­pirronismo foram tão grandes que refutar o ceticismo tornou-se um dos principais desafios da filosofia moderna. Devido a seu radical enfoque contrário às pretensões da metafísica, e como resultado também das obras de David Hume (1711-1776), que levou a lógica dos argumentos céticos encontrados em Sexto e em Descartes a suas conclusões mais extremas, o pirronismo tornou-se um aspecto permanente do pensamento filosófico dos séculos subseqüentes até os nossos dias.

Para a tranqüilidade da alma

A fim de caracterizar o ceticismo pirrônico, um bom ponto de partida é início das Hipotiposes, onde Sexto apresenta “as características próprias do ceticismo, seus propósitos e princípios, seus argumentos, seu critério e seus objetivos, assim como os ‘tropos’ ou ‘modos’ que levam à suspensão do juízo”.

Sexto inicia fazendo uma distinção entre três tipos de filosofias: as que alegam ter encontrado a verdade, como as filosofias de Aristóteles, de Epicuro e dos estóicos; as que negam a possibilidade de encontrá-la, como a dos Acadêmicos; e as que ainda a procuram, como a escola cética. Essa distinção permite a Sexto separar a escola cética do tipo de ceticismo que floresceu, inspirado em Sócrates, na Academia de Platão. Ao afirmar que a verdade seria inapreensível, os céticos Acadêmicos, dentre os quais Clitômaco (175-110 a.C.) e Carnéades (219-129 a.C.), sustentariam, na verdade, segundo Sexto, uma forma de dogmatismo negativo. Ao contrário, a preocupação de Sexto é mostrar que os céticos pirrônicos não alegam ter descoberto a verdade nem afirmam que esta não pode ser descoberta, mas que continuam investigando. O ceticismo pirrônico, portanto, não faz nenhuma afirmação tão categórica quanto à dos céticos Acadêmicos. É um tipo de ceticismo que dá ênfase à suspensão do juízo. É nisso que consiste o ceticismo efético, ou suspensivo, que Sexto considera como o verdadeiro “ceticismo”, e que seria proveniente da filosofia de Pirro de Élis (c.360-c.270 a.C.). É por isso que o ceticismo antigo é frequentemente denominado de “pirronismo”.

Sexto explica que a suspensão do juízo, ou seja, a impossibilidade de afirmar ou negar algo, é o resultado do princípio metodológico cético que consiste em comparar e em opor entre si, de todas as maneiras possíveis, as coisas que os sentidos percebem (fenômenos) e que a inteligência concebe (númeno). Examinando as explicações, por exemplo, em sua busca da verdade (zétesis) o cético se depararia com teorias conflitantes (diaphonia), cada qual pretendendo ser a única verdadeira. Dada a falta de um critério para decidir qual dessas teorias assim opostas é a verdadeira – já que os critérios dependeriam eles próprios das teorias e não seriam imunes ao questionamento – considera que todas têm igual peso (isosthenia). Incapaz de decidir entre elas, de fazer uma escolha, o cético se encontra então forçado a não se pronunciar (afasia) e, portanto, a suspender seu juízo (epoché). Ao fazê-lo, descobre-se livre das inquietações, alcançando, assim, a tranqüilidade da alma (ataraxia).

A finalidade do ceticismo, segundo Sexto, é a tranqüilidade em questões de opinião e a sensação moderada quanto ao inevitável. “Pois o cético, tendo começado a filosofar com o objetivo de decidir acerca da verdade ou falsidade das impressões sensíveis de modo a alcançar com isso a tranqüilidade, encontrou-se diante da eqüipolência nas controvérsias, e sem poder decidir sobre isto, adotou a suspensão, e, em conseqüência da suspensão seguiu-se, como que fortuitamente, a tranqüilidade em relação às questões de opinião. Pois aqueles que mantêm uma opinião sobre se algo é por natureza bom ou mau estão sempre perturbados. Quando se encontram privados daquilo que consideram bom, sentem-se afligidos por algo naturalmente mau e passam a buscar aquilo que pensam ser bom. E ao obter isso sentem-se ainda mais perturbados, já que ficam contentes de forma irracional e imoderada e passam a recear que as coisas mudem e percam aquilo que pensam ser bom. Mas, ao contrário, aqueles que não determinam serem as coisas naturalmente boas ou más, não as evitam nem as buscam avidamente, e, por isso, não se perturbam”.

Modos de argumentação

Os céticos empregaram uma série de modelos de argumentos, conhecidos como tropos ou modos, destinados a induzir a suspensão do juízo sobre as doutrinas dogmáticas que pretendem dizer como as coisas são em si mesmas. Os mais conhecidos são os dez modos atribuídos a Enesidemo (séc. 1 a.C).

O primeiro modo baseia-se na diversidade dos animais. Os órgãos dos sentidos variam de uma espécie para outra. A representação de um mesmo objeto deve, portanto, variar de uma espécie para outra em virtude dessas diferenças. Não temos, contudo, um critério para declarar que as percepções de uns representam mais fielmente a realidade que as percepções dos outros. O segundo, terceiro e quarto modos exploram o fato de que, segundo as circunstâncias – juventude ou velhice, saúde ou doença, movimento ou repouso – um mesmo sujeito não vê necessariamente o mesmo objeto sempre da mesma maneira. Além disso, as sensações que um sujeito tem variam também segundo o lugar, a posição e a distância do objeto. Outro argumento lembra que os costumes, as leis, as crenças variam. Todos os dez modos apelam para vários fatores (tais como as condições que afetam o sujeito e o objeto e as circunstâncias em que o objeto se encontra), que influenciam a maneira como as coisas nos aparecem. A conclusão é que o conhecimento sensível é relativo; que podemos dizer como as coisas nos aparecem, mas não como são em si mesmas, em sua natureza real; e que sobre este último ponto devemos suspender o juízo.

Além dos dez modos, que constituem essencialmente um questionamento radical da experiência dos sentidos como o critério de verdade, Sexto menciona o desenvolvimento, por parte dos céticos posteriores a Enesidemo, de outros tipos de argumentos. Trata-se dos cinco modos de Agripa. O primeiro é o da discordância, ou diafonia. Consiste em reconhecer a existência de significativas diferenças de opiniões entre os homens, de maneira particular entre as doutrinas dos filósofos. Devido à eqüipolência das opiniões e doutrinas opostas, e da impossibilidade de resolver o desacordo existente entre elas, conclui que é preciso suspender o juízo sobre quais são verdadeiras e quais são falsas. O segundo é o da regressão ao infinito. Consiste em considerar que todo argumento exige uma prova que, ela mesma, deve ser provada – do contrário seria arbitrária –, e assim por diante, de modo que não podemos jamais chegar ao fim. O terceiro é o da relação. Explora o fato de que toda representação que temos de um objeto é relativa à natureza do sujeito e às condições nas quais se encontra o objeto, de modo que não podemos saber como as coisas são na realidade, objetivamente, mas apenas dizer como nos aparecem. O quarto é o da hipótese. Considera que toda tentativa de evitar a regressão ao infinito com base em algo não justificado é inaceitável. O quinto modo é o do dialelo. Consiste em considerar que quando pretendemos provar algo com base numa conseqüência daquilo que procuramos demonstrar, caímos num círculo vicioso, onde A é provado por B e B por A; o que é logicamente inaceitável.

O pirronismo antigo é, sem dúvida, uma filosofia da dúvida. Quando se fala indistintamente do ceticismo filosófico, no entanto, tende-se a reduzi-lo à dúvida. A imagem do cético como aquele que duvida de tudo está vinculada ao ceticismo moderno, à dúvida de Descartes como empregada nas Meditações. Com efeito, embora tivesse claramente o objetivo de refutar o ceticismo, Descartes empregou argumentos da tradição cética a fim de colocar tudo em dúvida. Em sua estratégia argumentativa, que na verdade tinha em vista reduzir ao absurdo o ceticismo, mostrando no final que nem tudo podia ser posto em dúvida, Descartes levou tão longe os argumentos céticos que, a partir de então, o ceticismo passou a ser sinônimo de dúvida. Para os pirrônicos gregos, no entanto, a dúvida representava uma atitude entre outras, manifestando o espírito de investigação e de exame. Julgando a verdade muito importante para aceitar pacificamente uma só explicação, um só argumento a favor (ou contra), os pirrônicos lançavam-se na busca de outras explicações, de argumentos contrários. Como escreve Sexto: “A filosofia cética é denominada também de ‘zetética’ devido à sua atividade de investigar e indagar?; ‘efética’, ou suspensiva, devido ao estado produzido naquele que investiga após a sua busca; e ‘aporética’, ou dubitativa, qual seja, segundo alguns, devido a seu hábito de duvidar e de buscar, ou devido à sua indecisão quanto à afirmação ou negação”. É a razão pela qual Sexto Empírico define o ceticismo como uma filosofia da investigação. Uma filosofia que não duvida dos fenômenos, daquilo que aparece, mas apenas daquilo que se afirma dogmaticamente para além dos fenômenos. Neste sentido, perfeitamente compatível com o espírito científico, uma filosofia que não impede o estudo dos fenômenos e a teorização sobre os fenômenos. Uma filosofia que deixa inteiramente de lado a ciência dogmática, a busca de verdades absolutas, reconhecida impossível, mas que em compensação atribui um valor à experiência e à vida, não desejando, como afirma Sexto, ir de encontro ao senso comum nem transtornar a vida.

Jaimir Conte
é professor de Filosofia da UFRN


http://revistacult.uol.com.br/home/2010/03/o-inicio-sexto-empirico-e-o-ceticismo-pirronico/
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 22 de Outubro de 2016, 23:05:31
Sim,  me parece que o termo mais adequado realmente seria  "possibilidade".

Claro..... praticamente tudo é possível. Mas...

Certamente, e é por isso que eu escrevi:

“que viu um objeto  cujo descrição da forma e do modo de operação não se encaixa em nenhum objeto feito pelo homem e que seja conhecido”

Qual o grau de instrução e área de atuação do personagem que vc ilustra ter uma visão de um OVNI?
O que ela entende por "modo de operação" de algum objeto voador que seja?

Pergunto isso pois ja ouvi relato de pessoas dizerem avistar uma luz branca forte a baixa altura a noite, e a luz desaparecer de repente. Um Helicóptero desaparece derrepente a noite, quando desliga seus faróis de pouso.

Digo... é muito difícil simplesmente dizer que tal objeto não opera como nada conhecido, pois o personagem conhece exatamente qual o modo de operação de tudo o que existe? Sem fazer uma análise mais cautelosa? e por aí vai.

Mas o que ta pegando aqui no meu ponto de vista é o seguinte:

Seu questionamento sobre "como coletariamos uma evidência extraordinária" não faz muito sentido de ser levada adiante como vc está pretendendo.... ou seja, como se fosse um argumento, simplesmente por que é muito difícil encontrarmos exemplos de coisas extraordinárias que ocorrem sem que mais cedo ou mais tarde, uma excelente evidência logo fosse conseguida.

Todo cientista que descobriu algo extraordinario de fato, mais cedo ou mais tarde fez demonstrações teóricas, matemáticas ou empíricas. No dia a dia, mesmo que vc não saiba dizer exatamente o que viu quando relata algo, facilmente é possível apontar para uma direção e dizer "era igual aquele ali".

Relatos de avistamentos de OVNIS como sendo de origem extraterrestre, SEMPRE existiram...... mas suas evidências NUNCA foram mostradas.

Ou seja, isso que vc está me perguntando já aconteceu alguma vez, e posteriormente foi verificado e comprovado verídico e ser tecnologia provinda de outro planeta? Eu não conheço nenhum caso.

Percebe? Dizer que é difícil arrumar uma evidência extraordinária, não é uma boa justificativa.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 23 de Outubro de 2016, 07:39:11
Sim,  me parece que o termo mais adequado realmente seria  "possibilidade".

Claro..... praticamente tudo é possível. Mas...

Certamente, e é por isso que eu escrevi:

“que viu um objeto  cujo descrição da forma e do modo de operação não se encaixa em nenhum objeto feito pelo homem e que seja conhecido”

Qual o grau de instrução e área de atuação do personagem que vc ilustra ter uma visão de um OVNI?

Nível médio, e conhece muito bem helicóptero, avião, foguete , aeromodelo, balão, e drones.


O que ela entende por "modo de operação" de algum objeto voador que seja?

Um exemplo,  mudanças abruptas de direção, enormes acelerações,  etc.


Pergunto isso pois ja ouvi relato de pessoas dizerem avistar uma luz branca forte a baixa altura a noite, e a luz desaparecer de repente. Um Helicóptero desaparece derrepente a noite, quando desliga seus faróis de pouso.


Eu sei perfeitamente que há muitos enganos nos relatos de supostos avistamento A DISTANCIA, os quais são a maioria dos relatos. Sei perfeitamente que cerca de ~ 90% de relatos são considerados enganos ou duvidosos.

Mas no exemplo que eu dei, a proximidade e a clareza eliminam está possibilidade.

Digo... é muito difícil simplesmente dizer que tal objeto não opera como nada conhecido, pois o personagem conhece exatamente qual o modo de operação de tudo o que existe? Sem fazer uma análise mais cautelosa? e por aí vai.


Não, não  é muito difícil diferenciar em plena luz do dia  e  perto, um disco voador pairando há 2 m do solo, de um helicóptero, de um avião, de um foguete , de um aeromodelo, de um balão, e mais recentemente de drones.





Mas o que ta pegando aqui no meu ponto de vista é o seguinte: 

Seu questionamento sobre "como coletariamos uma evidência extraordinária" não faz muito sentido de ser levada adiante como vc está pretendendo.... ou seja, como se fosse um argumento, simplesmente por que é muito difícil encontrarmos exemplos de coisas extraordinárias que ocorrem sem que mais cedo ou mais tarde, uma excelente evidência logo fosse conseguida.


Isso é o mesmo que afirmar que como até agora não foi conseguida uma  excelente evidência da existência de ETs, então  ETs não existem.

E também seu argumento de forma mais geral  afirma que nada de extraordinário será encontrado daqui para o futuro pois o que tinha de  extraordinário para ser encontrado já foi.  Acabaram-se as coisas extraordinárias.


E tem outro problema sério neste seu argumento,  você pressupõe que  se fossem encontradas excelentes evidências ( Quais ?  O que você chama de excelentes evidências ?  Um pedaço de disco voador ?  )  por qualquer conjunto de pessoas que mais provavelmente teriam acesso a estas “excelentes evidências”,  especialmente  você acredita  que  se governos encontrassem estas “excelentes evidências” , então eles seriam transparentes e imediatamente mostrariam para o público em geral.  Ou seja aqui temos claramente uma crença  na completa  transparência de governos (com relação a este assunto).   E aqui não estou afirmando com certeza que governos tem essas excelentes evidências, só estou afirmando que eu não tenho essas crença na transparência de governos (especialmente dos governos que tem os melhores meios de vigilância do espaço aéreo).





Todo cientista que descobriu algo extraordinario de fato, mais cedo ou mais tarde fez demonstrações teóricas, matemáticas ou empíricas. No dia a dia, mesmo que vc não saiba dizer exatamente o que viu quando relata algo, facilmente é possível apontar para uma direção e dizer "era igual aquele ali".

Relatos de avistamentos de OVNIS como sendo de origem extraterrestre, SEMPRE existiram...... mas suas evidências NUNCA foram mostradas.

Aqui já não são necessárias excelentes evidências ? 


Ou seja, isso que vc está me perguntando já aconteceu alguma vez, e posteriormente foi verificado e comprovado verídico e ser tecnologia provinda de outro planeta? Eu não conheço nenhum caso.

Percebe? Dizer que é difícil arrumar uma evidência extraordinária, não é uma boa justificativa.

Aqui você só está repetindo o argumento anterior  de que tudo o que é extraordinário já foi descoberto e já foi revelado
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 23 de Outubro de 2016, 08:06:21
Citação de: JJ
E  com relação a sua certeza de que “milhões de pessoas estão conectadas na internet falando uma porção de besteiras por aí, teimando e querendo "ganhar no grito"”,    você pode até ter este estado psicológico de certeza, entretanto você também não tem provas concretas disso, o que você certamente tem  são algumas pessoas  que você pessoalmente conhece que estão falando uma porção de besteiras por aí (na internet, ou no que você acredita que seja a internet) , teimando e querendo "ganhar no grito"”, e relatos de outras pessoas que escrevem isso e lhe informam isso . Mas é bastante improvável que você tenha provas concretas de que “ “milhões de pessoas estão conectadas na internet falando uma porção de besteiras por aí, teimando e querendo "ganhar no grito"”.

Pessoas conectadas à internet falando besteiras por aí é um fato plenamente verificável, falseável.
Diferentemente de aliens dando um rolê por aí.

E se você não sabe disso, além de ter um deficitário conhecimento de metodologia e epistemologia científica, também não entende muito da própria tecnologia que utiliza.

Eu só afirmei que é bastante improvável que  você já  tenha provas concretas de que “ “milhões de pessoas estão conectadas na internet falando uma porção de besteiras por aí, teimando e querendo "ganhar no grito"”.” 

Eu não afirmei sequer que não seria  algo  plenamente verificável, falseável.  Eu só quis lembrar de que mesmo para algo mais simples como isso, você não tem provas concretas em suas mãos, o que você tem é a crença de que isso ocorre  (por extensão de alguns casos que realmente conhece) e  o conhecimento dos meios e localizações  para   obter boas  evidências para isso. 

Mas concordo que não foi uma comparação muito boa, pois pessoas conectadas na internet e digitando besteiras por aí certamente é um evento comum,  e  para comprovar científicamente que milhões  de pessoas estão fazendo isso isso seria possível fazer uma pesquisa (custaria tempo e dinheiro, mas  a princípio seria  relativamente simples).


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gigaview em 23 de Outubro de 2016, 11:41:02
OVNIS EVITARAM A GUERRA NUCLEAR

Porque os ovnis não evitaram os bombardeios de Hiroshima e Nagasaki? Não gostavam dos japoneses?

Eles certamente já detectaram a primeira explosão nuclear feita no Novo Mexico e saberiam que outras bombas estavam a caminho.



Por que os EUA precisavam do território japonês para controlar estratégicamente  a região e, unindo o útil ao necessário, ganhar uns trocados na reconstrução do país. Ficariam mais próximos da URSS que também tinha recuperado uma nave alienígena acidentada e como os americanas, estavam trabalhando num projeto de reengenharia. As bombas foram lançadas com o aval dos Ets que cairam em Roswell, que por azar são de uma espécie inimiga dos Ets que conversavam com os soviéticos.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 23 de Outubro de 2016, 13:01:40
Uma das espécies ETs em aliança com o Japão (ou melhor, domínio secreto) é aquela que os ocidentais apelidavam jocosamente de "verdinhos". O contato com o povo japonês já é bastante antigo:

(http://www.nekoblog.ch/media/blogs/neko/vintagemanners/oldgroupkappa.jpg)

Essa espécie em particular está associada a abduções e implantes de sondas anais na mitologia japonesa.

Mas não é a única espécie ET em contato com o território e cultura japonesa, como atestam outras evidências antropológicas:

(http://www.historyofmasks.net/images/48/scary-japanese-mask.jpg)

(https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/236x/e8/5c/0e/e85c0ea0cea9c17127e0f42820cb8583.jpg)

(https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/236x/de/3f/ef/de3fef8e40fe0c6ea1a3933a393fa8b8.jpg)

Não deve se surpreender se notar nas últimas imagens similaridade com espécies ETs que se assemelham a descrições ocidentais de "demônios". Night Shyamaylan brincou com essa associação com resultados curiosos em "sinais", "signs", 2002.

A dominação territorial nunca foi, e ainda não é, plena:

(http://static5.businessinsider.com/image/54c2ae78eab8ea2f53861f3c-1190-625/this-map-shows-all-the-mythical-monsters-that-haunt-the-us.jpg)

Mas atualmente na maior parte da América do Norte e Europa dominam espécies identificadas como "cinzas", inimigas históricas dos "verdinhos" desde 12 560 aC.

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gigaview em 23 de Outubro de 2016, 17:09:25
Os "verdinhos" híbridos já estão entre nós. A idéia parece ser usá-los para manter um controle telepático das decisões dos dirigentes das grandes potências.

(http://fast1.onesite.com/community.beliefnet.com/user/dondiegodelavega/6fdf744d74dd0e26e5f9d4de0211bb6a.jpg?v=249600)

(http://www.freakingnews.com/pictures/89500/Baby-Alien--89691.jpg)

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 23 de Outubro de 2016, 20:40:42
Cinzas são os malvados? Mas não eram os reptilianos? Ou os dois são a mesma espécie?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 24 de Outubro de 2016, 14:26:31
É um assunto muito complexo para ser dividido simplisticamente entre "bem" e "mal". Não é possível confirmar ainda, mas ao que tudo indica, os cinzas são descendentes dos reptilianos que são descendentes dos cinzas, num loop auto-contido em que não se pode apontar um ponto inicial. O que é até algo remetente ao yin-yang e conseqüentemente à inadequação de falar em "bem" e "mal". É complicado, algo como uma versão filogenética, em vez de apenas genealógica, do filme "Predestination" (2014).
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 24 de Outubro de 2016, 17:24:06
Nível médio, e conhece muito bem helicóptero, avião, foguete , aeromodelo, balão, e drones.
(...)
Um exemplo,  mudanças abruptas de direção, enormes acelerações,  etc.
(...)
Eu sei perfeitamente que há muitos enganos nos relatos de supostos avistamento A DISTANCIA, os quais são a maioria dos relatos. Sei perfeitamente que cerca de ~ 90% de relatos são considerados enganos ou duvidosos.
(...)
Mas no exemplo que eu dei, a proximidade e a clareza eliminam está possibilidade.
Hmm... Entendo, ok!!!

Citar
Não, não  é muito difícil diferenciar em plena luz do dia  e  perto, um disco voador pairando há 2 m do solo, de um helicóptero, de um avião, de um foguete , de um aeromodelo, de um balão, e mais recentemente de drones.
Realmente

Citar
Isso é o mesmo que afirmar que como até agora não foi conseguida uma  excelente evidência da existência de ETs, então  ETs não existem.
Não, isso é o mesmo que dizer: simplesmente precisamos de evidências melhores que seus relatos, pois este tipo de "evidência" nunca levou a lugar nenhum, e a experiência já mostrou que esse tipo de evidência é pura perda de tempo para esta alegação.

Citar
Aqui já não são necessárias excelentes evidências ?
Definitivamente, não.

Citar
E também seu argumento de forma mais geral  afirma que nada de extraordinário será encontrado daqui para o futuro pois o que tinha de  extraordinário para ser encontrado já foi.  Acabaram-se as coisas extraordinárias.
(...)
especialmente  você acredita  que  se governos encontrassem estas “excelentes evidências” , então eles seriam transparentes

Bom, ja chega de distorcer o que eu digo, acredito ou deixo de acreditar.

Eu acho que vc mesmo poderia dizer o que seria uma evidência extraordinária da visita de extraterrestres.

A natureza, o nosso mundo, e o universo já são em si coisas extraordinárias. Volta e meia descobrimos e transformamos coisas extraordinárias. Provavelmente coisas extraordinárias sempre irão nos surpreender, e não necessariamente necessitamos de aval dos governos para todas elas (isso que vc falou para mim é pura teoria da conspiração)

Se vc olhar para o céu, vc pode constatar coisas extraordinárias, como as estrelas, os cometas, planetas, todos flutuando no vácuo a velocidades absurdas, temperaturas e condições extremas, praticamente impossíveis de reproduzir em laboratório. São infinitas coisas extraordinárias que seria muito difícil descrever e fazer alguém acreditar só com meros relatos. Forças misteriosas da natureza, como a eletricidade, gravidade, magnetismo etc ... da qual não sabemos porque e como são o que são. A vida, a matéria orgânica, a química, a físcia.... em fim. Qual o problema com as evidências extraordinárias que possuímos para essas coisas igualmente extraordinárias? Planetas e astros intocáveis ou até invisiveis para meros trabalhadores assalariados do dia a dia como nós, mas qualquer um pegar um bom telescópio pode observar e calcular a posição exata deles em qualquer data, além de constatar inúmeras alegações dos cientistas.

Agora vc ja tem alguns ótimos exemplos ou linha de raciocínio para bolar evidências extraordinárias para nos dar sobre visita de extraterrestres.

Veja que eu não estou querendo dizer que as coisas e suas evidências se esgotaram. Estou dizendo que para tudo que se alega como sendo um fato corriqueiro, mais cedo ou mais tarde as evidências aparecem.

Vcs estão a milênios alegando aparições e abduções, sempre sem vestígios, sem evidências, sem nada.

O que eu posso te dizer? Para ser respeitoso e não dizer simplesmente "ta.. conta outra", eu diria ... continue procurando, quando as tiver, traga para gente.

Será incrível compartilhar desta nova descoberta  :ok:


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 24 de Outubro de 2016, 20:48:41
É um assunto muito complexo para ser dividido simplisticamente entre "bem" e "mal". Não é possível confirmar ainda, mas ao que tudo indica, os cinzas são descendentes dos reptilianos que são descendentes dos cinzas, num loop auto-contido em que não se pode apontar um ponto inicial. O que é até algo remetente ao yin-yang e conseqüentemente à inadequação de falar em "bem" e "mal". É complicado, algo como uma versão filogenética, em vez de apenas genealógica, do filme "Predestination" (2014).

Sim, compreendo, seria o relativismo quântico genético.
E se não me engano eles seriam descendentes dos Goa'ulds, os parasitas que escravizaram civilizações antigas por meio do Stargate, e cogita-se que seriam os mesmos Anunnakis.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gigaview em 24 de Outubro de 2016, 21:03:55
É um assunto muito complexo para ser dividido simplisticamente entre "bem" e "mal". Não é possível confirmar ainda, mas ao que tudo indica, os cinzas são descendentes dos reptilianos que são descendentes dos cinzas, num loop auto-contido em que não se pode apontar um ponto inicial. O que é até algo remetente ao yin-yang e conseqüentemente à inadequação de falar em "bem" e "mal". É complicado, algo como uma versão filogenética, em vez de apenas genealógica, do filme "Predestination" (2014).

Sim, compreendo, seria o relativismo quântico genético.
E se não me engano eles seriam descendentes dos Goa'ulds, os parasitas que escravizaram civilizações antigas por meio do Stargate, e cogita-se que seriam os mesmos Anunnakis.

Desculpe, mas você está confundindo realidade com fantasia. Lembre que você está dentre céticos que, apesar de fajutos em sua grande maioria, prezam muito essa distinção a menos que você esteja usando o traje da tropa estelar de sua preferência e deixe isso bem claro nas suas postagens.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 24 de Outubro de 2016, 21:46:36
É um assunto muito complexo para ser dividido simplisticamente entre "bem" e "mal". Não é possível confirmar ainda, mas ao que tudo indica, os cinzas são descendentes dos reptilianos que são descendentes dos cinzas, num loop auto-contido em que não se pode apontar um ponto inicial. O que é até algo remetente ao yin-yang e conseqüentemente à inadequação de falar em "bem" e "mal". É complicado, algo como uma versão filogenética, em vez de apenas genealógica, do filme "Predestination" (2014).

Sim, compreendo, seria o relativismo quântico genético.
E se não me engano eles seriam descendentes dos Goa'ulds, os parasitas que escravizaram civilizações antigas por meio do Stargate, e cogita-se que seriam os mesmos Anunnakis.

Desculpe, mas você está confundindo realidade com fantasia. Lembre que você está dentre céticos que, apesar de fajutos em sua grande maioria, prezam muito essa distinção a menos que você esteja usando o traje da tropa estelar de sua preferência e deixe isso bem claro nas suas postagens.

Eu é que peço desculpas pela falha, sr. comandante. Não, pera, comandante é o outro.
Esqueci de avisar antes, mas estou devidamente trajada. rs
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Criaturo em 25 de Outubro de 2016, 14:39:29
A existência de ETs ja foram comprovadas pela aeronáutica brasileira e também por uma autoridade cientifica vejam:

https://www.youtube.com/v/1LDz9yVzavw


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 25 de Outubro de 2016, 16:22:27
Hahaha... muito boa essa
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Criaturo em 25 de Outubro de 2016, 21:13:07
Hahaha... muito boa essa
PUTZ! Tambem é ateu de ETs, santa incredulidade cética!
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gigaview em 25 de Outubro de 2016, 22:02:46
A existência de ETs ja foram comprovadas pela aeronáutica brasileira e também por uma autoridade cientifica vejam:

https://www.youtube.com/v/1LDz9yVzavw




Excelente reportagem!!!111111

Confirma que estamos sendo vigiados por viajantes do tempo além dos ETs. O mais chocante nessa estória é que as Forças Armadas e a Unicamp aparecem de novo acobertando tudo, exatamente como fizeram com o ET de Varginha. Isso tem que acabar pois temos o direito de saber a verdade apesar de entender que não é uma questão simples pois tudo isso tem o envolvimento com altas tecnologias e enormes interesses governamentais.

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 26 de Outubro de 2016, 04:45:59
Hahaha... muito boa essa
PUTZ! Tambem é ateu de ETs, santa incredulidade cética!

Mas o relato do gordinho que "não pode se identificar" é uma evidência incrível. Será que foi ele que escolheu o timbre da voz que colocaram na reportagem?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Criaturo em 26 de Outubro de 2016, 07:32:53
A existência de ETs ja foram comprovadas pela aeronáutica brasileira e também por uma autoridade cientifica vejam:



Excelente reportagem!!!111111


Confirma que estamos sendo vigiados por viajantes do tempo além dos ETs. O mais chocante nessa estória é que as Forças Armadas e a Unicamp aparecem de novo acobertando tudo, exatamente como fizeram com o ET de Varginha. Isso tem que acabar pois temos o direito de saber a verdade apesar de entender que não é uma questão simples pois tudo isso tem o envolvimento com altas tecnologias e enormes interesses governamentais.
o professor estava certo , isso realmente é possivel

(http://s2.glbimg.com/p6lgrKGBIdVQZT-S-uz4PRGE61E=/620x465/s.glbimg.com/jo/g1/f/original/2015/10/14/devolta.jpg)


eu mesmo estive em passos e fiquei a um passo de poder comprovar , imagine que fui até são joão da barra  e passei muito próximo do maior polo energético de forças transcendentais exotéricas, nada menos do que Varginha-MG, uma pena que era noite chovia muito no que ovni's poderiam ser confundidos com as luzes vindas de carros nas estradas.
sds  :alien:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Criaturo em 26 de Outubro de 2016, 08:03:20
Hahaha... muito boa essa
PUTZ! Tambem é ateu de ETs, santa incredulidade cética!

Mas o relato do gordinho que "não pode se identificar" é uma evidência incrível. Será que foi ele que escolheu o timbre da vós que colocaram na reportagem?

ele agiu com prudência para se preservar da retalhação de céticos, aposto que nos primórdios ja existiram céticos de homens voadores e você ?

A Criaturis Pictures orgulhosamente apresenta

A comédia cética!

imagine que algumas crianças assim como o clark kent foram enviadas em capsulas para lua em uma condição de auto se desenvolverem sem o contato com a Terra!
Estariam elas livres da influencia da cultura teista, inicialmente  sim! Se quer cogitariam serem EL's, porem após as primeiras mortes passariam elas a sonhar conversando com  seus mortos, depois a terem visões, logo surgiria religiões , crença espirita e a naturalmente a possibilidade  Deus!  :quase-anjo:
E é claro tambem os céticos de nascença, então os filósofos diriam olhem la a Terra muito provavelmente existem la outros tipos de seres vivos, tenho fé que la exista um ser voador amarelo  com bolinhas pretas!
Mas estes filósofos crentes ficariam  sendo motivo  de chacotas céticas , até que alguns  milênio depois a ciência pudesse comprovar que suas intuições estavam corretas:

(https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRC0A5JeWei585xCS9_NW0yj-qO-OmO0lOIwvNYeyVKWFuL_FS_)

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gigaview em 26 de Outubro de 2016, 08:09:37
A existência de ETs ja foram comprovadas pela aeronáutica brasileira e também por uma autoridade cientifica vejam:



Excelente reportagem!!!111111


Confirma que estamos sendo vigiados por viajantes do tempo além dos ETs. O mais chocante nessa estória é que as Forças Armadas e a Unicamp aparecem de novo acobertando tudo, exatamente como fizeram com o ET de Varginha. Isso tem que acabar pois temos o direito de saber a verdade apesar de entender que não é uma questão simples pois tudo isso tem o envolvimento com altas tecnologias e enormes interesses governamentais.
o professor estava certo , isso realmente é possivel

(http://s2.glbimg.com/p6lgrKGBIdVQZT-S-uz4PRGE61E=/620x465/s.glbimg.com/jo/g1/f/original/2015/10/14/devolta.jpg)


eu mesmo estive em passos e fiquei a um passo de poder comprovar , imagine que fui até são joão da barra  e passei muito próximo do maior polo energético de forças transcendentais exotéricas, nada menos do que Varginha-MG, uma pena que era noite chovia muito no que ovni's poderiam ser confundidos com as luzes vindas de carros nas estradas.
sds  :alien:


Que pena! Nessas horas só podemos dispor de possíveis contatos telepáticos ou de lampejos de clarividência. Você tentou mentalizar um contato? Observou alguma interferência nos seus aparelhos eletrônicos ou no carro? Ficou mais leve? Pergunto isso porque é possível que uma navee estivesse próxima, acima das nuvens.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Criaturo em 26 de Outubro de 2016, 08:33:29

Que pena! Nessas horas só podemos dispor de possíveis contatos telepáticos ou de lampejos de clarividência. Você tentou mentalizar um contato? Observou alguma interferência nos seus aparelhos eletrônicos ou no carro? Ficou mais leve? Pergunto isso porque é possível que uma navee estivesse próxima, acima das nuvens.
com toda essa sua experiência ufológica , só pode estar de brincadeira!  :twisted:

voce sabe muito bem que em condições meteorológicas desfavoráveis raios causam grande interferências nas comunicações telepáticas, tentar esse tipo de contato telepático nessas condições , seria pura LOUCURA ! Isso seria querer dar asas a imaginação, confundindo faróis de carros e barulhos da chuva com aparições de óvnis , isso poderia por em descrédito qualquer relato verídico  por pessoas sérias!
Que a força esteja com você!

SDS  :alien:

obs: durante a viagem sob condições meteorológicas  tensas comecei a ter mais fé no diluvio, a unica hora que pareci estar flutuando foi quando o motorista da van passou voando sobre uma lombada, la no ultimo banco eu gritei que estava começando a voar  sem paraquedas!
Mas depois chegando no Recanto do Paraiso Perdido a comida e a cachaça caseira estavam divinas e a cervejas geladas então foi o que eu precisava para começar a me sentir totalmente leve, depois de varias ja no final da noite parecia que estava finalmente conseguindo fazer contato com o alem Terra, é muita emoção, cara! 
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gigaview em 27 de Outubro de 2016, 00:34:09
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Criaturo em 27 de Outubro de 2016, 12:44:58
claramente a imagem estava indo muito bem, até aparecer o UFO, dai mas pareceu ser um vídeo game atari....kkkkkkkkkkkkkkkkk


(https://encrypted-tbn1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQsCGStinWkAGoSS5vIMvVnewklh-b-9OHCPg3kJq8xIEsF4PpqGw)

por que imagens de ufos e de fantasmas nunca são nítidas ?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gigaview em 27 de Outubro de 2016, 17:46:07
Tudo mundo sabe que os UFOs interferem na qualidade das fotos e no funcionamento de equipamentos. Isso parece ser uma característica de todos os fenômenos que a ciência não consegue explicar. A mesma inteligência que está por trás do fenômeno por algum motivo conspira contra o registro de evidências fidedignas. Se não for uma inteligência única responsável todos esses fenômenos, podemos até supor que existe algum tipo de articulação conspiratória entre múltiplas inteligências para, quem sabe talvez, fomentar o sentimento de fé dos humanos. Isso vale para as fotos de Ufos e fantasmas, vídeos de Ets e pé-grandes, audio de transcomunicações e vozes do além, etc.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Criaturo em 28 de Outubro de 2016, 07:57:19
Entendi ! humanos necessitam da crença como motivação então as forças universais  inteligentes conspiram para manterem tal esperança, sem fornecer toda  verdade tipo Moises, ele mesmo sentia que Deus existia  porem não podendo estar sempre em comunhão com Deus , a maior parte do tempo mentia dizendo que deus falava por ele, grande sacada que só poderia ser de um cético!
Jesus revelou grandes mistérios espirituais através de parábolas, que sugerem interpretações algumas bem contraditórias, por isso que acrescentava "quem tiver ouvido para ouvir , que ouçam" e voce foi um dos  que não conseguiram entender muita coisa! :nao3:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gigaview em 28 de Outubro de 2016, 08:33:11
Quando citei "inteligência" me referia ao agente desconhecido supostamente responsável pela causa do fenômeno inteligente, não pensei em deus ou em deuses mas em "entidades" desconhecidas que poderiam agir individualmente ou em conjunto segundo um plano articulado que poderia incluir por algum motivo também desconhecido a fé humana e o acobertamento de evidências sobre a natureza dessas próprias "entidades". Pode ser também que essa manifestação inteligente seja intrínseca à natureza dessas entidades sem intenção objetiva e que "acobertar" ou iludir com consequências na psicologia da fé humana. O Ufo que se mostra "inteligente" interfere porque tem algum tipo de natureza tecnológica que é incompatível com a nossa tecnologia de registro de imagens e que a fé numa possível ajuda extraterrestre esteja vinculado a um comportamento psicológico  estritamente humano.

A propósito, quais são os mistérios espirituais que Jesus revelou através de parábolas?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 28 de Outubro de 2016, 14:36:25
Hahaha... muito boa essa
PUTZ! Tambem é ateu de ETs, santa incredulidade cética!

Mas o relato do gordinho que "não pode se identificar" é uma evidência incrível. Será que foi ele que escolheu o timbre da vós que colocaram na reportagem?

ele agiu com prudência para se preservar da retalhação de céticos, aposto que nos primórdios ja existiram céticos de homens voadores e você ?

Nos primórdios existiram céticos de homens voadores. Mas pouco tempo depois, como toda boa verdade verificável, foi provado e comprovado a possibilidade de o homem voar abordo de algum artefato engenhoso.

No seu caso, estamos a milênios esperando anciosamente a demonstração da suas crenças sobre visitantes extraterrenos.

Quando tiver as evidências, queremos ser os primeiros a saber, ok???  :ok:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 28 de Outubro de 2016, 18:00:59

No seu caso, estamos a milênios esperando anciosamente a demonstração da suas crenças sobre visitantes extraterrenos.

Quando tiver as evidências, queremos ser os primeiros a saber, ok???  :ok:


Milênios ?   Que exagero absurdo, a popularização da crença e da descrença em  UFOS  é coisa moderna e recente,  é coisa da década de 40 do século XX para cá. Ou seja tem cerca de  ~ 75 anos.

E pode não haver pedaços de UFOS com qualquer pessoa para ser mostrado para qualquer pessoa.  Mas relatos, fotos e até filmagens já existem. 

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 28 de Outubro de 2016, 23:43:48
 :ok:

No seu caso, estamos a milênios esperando anciosamente a demonstração da suas crenças sobre visitantes extraterrenos.

Quando tiver as evidências, queremos ser os primeiros a saber, ok???  :ok:


Milênios ?   Que exagero absurdo, a popularização da crença e da descrença em  UFOS  é coisa moderna e recente,  é coisa da década de 40 do século XX para cá. Ou seja tem cerca de  ~ 75 anos.

E pode não haver pedaços de UFOS com qualquer pessoa para ser mostrado para qualquer pessoa.  Mas relatos, fotos e até filmagens já existem. 



Milênios, pois alguns alegam existir "evidência" de visita extraterrestre até na Bíblia.

Mas isso não muda a nossa condição: Vc não tem nenhuma evidência convincente para nos mostrar.

Fotos? Filmagens? tudo o que pode ser falsificado? desculpe... não é suficiente.

Continue buscando
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gigaview em 29 de Outubro de 2016, 00:04:25
:ok:

No seu caso, estamos a milênios esperando anciosamente a demonstração da suas crenças sobre visitantes extraterrenos.

Quando tiver as evidências, queremos ser os primeiros a saber, ok???  :ok:


Milênios ?   Que exagero absurdo, a popularização da crença e da descrença em  UFOS  é coisa moderna e recente,  é coisa da década de 40 do século XX para cá. Ou seja tem cerca de  ~ 75 anos.

E pode não haver pedaços de UFOS com qualquer pessoa para ser mostrado para qualquer pessoa.  Mas relatos, fotos e até filmagens já existem. 



Milênios, pois alguns alegam existir "evidência" de visita extraterrestre até na Bíblia.

Mas isso não muda a nossa condição: Vc não tem nenhuma evidência convincente para nos mostrar.

Fotos? Filmagens? tudo o que pode ser falsificado? desculpe... não é suficiente.

Continue buscando

Caros céticos,

Não confundam UFOs com evidências de vida extraterrestre.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 29 de Outubro de 2016, 00:10:26
Quem confunde são eles.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 29 de Outubro de 2016, 07:34:31
:ok:

No seu caso, estamos a milênios esperando anciosamente a demonstração da suas crenças sobre visitantes extraterrenos.

Quando tiver as evidências, queremos ser os primeiros a saber, ok???  :ok:


Milênios ?   Que exagero absurdo, a popularização da crença e da descrença em  UFOS  é coisa moderna e recente,  é coisa da década de 40 do século XX para cá. Ou seja tem cerca de  ~ 75 anos.

E pode não haver pedaços de UFOS com qualquer pessoa para ser mostrado para qualquer pessoa.  Mas relatos, fotos e até filmagens já existem. 



Milênios, pois alguns alegam existir "evidência" de visita extraterrestre até na Bíblia.

Mas isso não muda a nossa condição: Vc não tem nenhuma evidência convincente para nos mostrar.

Fotos? Filmagens? tudo o que pode ser falsificado? desculpe... não é suficiente.

Continue buscando


Se os juízes dos tribunais estaduais e federais pensassem e agissem constantemente conforme essa sua crença, certamente que eles  deveriam  ter que libertar praticamente todas as pessoas que estão presas hoje no sistema prisional brasileiro (ou melhor ainda, não deveriam sequer ter mandado prender).   Pois para  considerar verdadeiro que eles (na maioria dos casos) realmente  realizaram, em algum tempo no passado, atos  tipificados como crimes, e assim condenar a grande maioria dessas pessoas, não se teve (certamente) sequer fotos e filmagens (e mesmo na minoria de casos que tenham tido, elas podem se falsificadas, e por isso nada valem conforme a sua crença) .


E você conforme este pensamento de que fotos, filmagens  (e testemunhos) não servem para formar o entendimento, a crença de que algo é verdadeiro,  deveria por coerência concordar plenamente que a grande maioria dos presos devem ser libertados, pois afinal de contas  fotos, filmagens  e testemunhos nada valem,  pois podem ser todos falsificados.


Só que provavelmente você não irá concordar,  pois certamente  preferirá ser incoerente e  (neste caso)  usar dois pesos e duas medidas. 


E eu vou além, e considero que o que eu estou supondo sobre  este seu  possível  comportamento seu  deve ser comum para muitos outros auto denominados  céticos  (que na verdade são dogmáticos).



 
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 29 de Outubro de 2016, 08:20:53
:ok:

No seu caso, estamos a milênios esperando anciosamente a demonstração da suas crenças sobre visitantes extraterrenos.

Quando tiver as evidências, queremos ser os primeiros a saber, ok???  :ok:


Milênios ?   Que exagero absurdo, a popularização da crença e da descrença em  UFOS  é coisa moderna e recente,  é coisa da década de 40 do século XX para cá. Ou seja tem cerca de  ~ 75 anos.

E pode não haver pedaços de UFOS com qualquer pessoa para ser mostrado para qualquer pessoa.  Mas relatos, fotos e até filmagens já existem. 



Milênios, pois alguns alegam existir "evidência" de visita extraterrestre até na Bíblia.


Enfatizo aqui   "popularização da crença e da descrença em  UFOS",  pois na antiguidade sequer existia a ideia de método cientifico ( e mesmo depois de seu surgimento ela ficou bastante restrita nos primeiros séculos, pois a grande maioria das pessoas não tinha sequer acesso a educação básica, isto é um fenômeno bem recente na história), na verdade não havia  sequer o hábito mental, minimamente popular, de  se duvidar  de forma geral, quanto mais de se duvidar especificamente  de UFOS (discos voadores e coisas correlatas),   muito pelo contrário o pensamento geral  era  moldado por senso comum e mitos, o que tornava extensamente comum a atitude de crença em ideias diversas.  Assim, não há evidência para que possamos afirmar como verdade que havia  uma popular (ampla) contestação da crença em UFOS (discos voadores e coisas correlatas). E portanto também não faz nenhum sentido afirmar que há milênios os “céticos” esperam por provas de UFOS  (discos voadores e coisas correlatas).
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 29 de Outubro de 2016, 08:46:25
Talvez possamos estar certos ao afirmar que há cerca de  ~75 anos  alguns  "céticos" estão certos  ao  esperarem  que  apareçam pessoas comuns com pedaços de UFOS. 


E  realmente  devemos concordar,  pois afinal de contas é muito fácil que em qualquer avistamento de uma máquina voadora  um observador comum  consiga  um pedaço significativo da máquina voadora.  E portanto devido a essa  facilidade de conseguir um pedaço significativo de uma máquina voadora torna-se inconcebível que pessoas comuns não tenham, conseguido pedações das máquinas voadoras chamadas de UFOS (discos voadores e coisas semelhantes que vários afirmaram ter visto e até fotografado e filmado, mas que ineficientemente não conseguiram pedaços).


 8-)

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 29 de Outubro de 2016, 08:52:36
É tão fácil conseguir um pedaço significativo e incontestável de uma máquina voadora (ou de várias), que da próxima vez que eu for num aeroporto eu irei pegar um pedaço significativo e inconteste de cada máquina voadora que eu observar. 


 :hihi:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 29 de Outubro de 2016, 09:02:13
Certamente que os proprietários e/ou pilotos  e/ou  tripulantes (ou algum tipo de zelador e/ou vigilante) serão bem compreensíveis  com  este recolhimento de  boas evidências  da observação e da existência  da máquina voadora.


 :biglol:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 29 de Outubro de 2016, 09:10:15
E também da próxima vez que eu ver uma máquina voadora  voando  na  faixa de altitude entre  15 pés  e 30.000 pés*, eu irei pegar uma espingarda e atirar na máquina voadora para obter  um pedaço significativo  e incontestável da máquina voadora, a  qual será uma  concreta e  boa evidência  de que realmente observei uma máquina voadora. 


Isto é algo tão fácil de fazer, que só pode ser mesmo inconcebível que alguém  comum (numa situação comum)  não tenha conseguido nesses  ~75 anos  (em relação aos alegados discos voadores).



*Com menos de 15 pés  dá  para usar  uma vara de pegar  manga e/ou algumas pedras, e com mais de 30.000 pés eu acho que  estará fora do alcance da espingarda.


 :hihi:



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 29 de Outubro de 2016, 12:03:43
JJ

Um conselho....Não faça como muitos crentes que quando (sempre) não conseguem evidenciar suas crenças, começam a fazer malabariamos falaciosos e distorções extensas.

Imagens sejam fotos ou videos e relatos numa investigação criminal, são cruzadas e costumam ser utilizadas para corroborar FATOS... um criança que caiu de um prédio, pessoa morta a tiros, a facadas, objetos roubados, instituições explodidas, acidentes, etc.

Existe um FATO ocorrido, de consequências explicitas, de causas rastreáveis onde relatos e outras ferramentas são usadas para cruzar informações.

Qual FATO que a suposta presença alienígena deixou para investigarmos? Vc só não está aceitando a idéia de que não ha como vc ganhar um debate aonde vc não tem ferramenta alguma para demostrar o que vc crê. Eu só estou aqui a te questionar, se suas alegações são verdadeiras. O onus da prova é seu.

Qual foto e video são verdadeiras evidencias da presença alienigena aqui? Ou são apenas evidencias de um objeto voador que não se sabe o que é (UFO)??? Isso qdo não é falsificada. Até um saco plastico grande branco levado ao vento a uma boa altura a noite iluminado pelas luses da cidade pode ser chamado de UFO até q alguém descubra que era apenas um objeto leve qualquer. Não estou aqui querendo reduzir todos os relatos a isso, mas só esclarecer a diferença entre UFO e vida alienígena, ja que talvez vc não conheça essa definição.

Quer que eu retire a palavra "milênios" para te acalmar? Eu retiro, ja que percebi que talvez sem se dar conta vc se utilizou da "falácia do espantalho" aqui. Mas novamente não muda a crença de muitas pessoas de que figuras ou frases em registros milenares poderiam se referir a avistamentos e contatos com alienigenas, e não muda a nossa condição neste debate: vc não consegue evidenciar sua crença.

Ja te dei uma otima linha de raciocinio para que vc construa uma evidencia mais razoável do que vc fica defendendo aqui. Não precisa quebrar nada, se não vai acabar sendo preso. Temos extraordinárias evidencias das coisas extraordinárias do mundo a nossa volta, sem quebrar ou até mesmo sem tocá-las.

Vamos lá... seja mais criativo

Aquele abraço.  :ok:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Criaturo em 29 de Outubro de 2016, 13:21:38
Quando tiver as evidências, queremos ser os primeiros a saber, ok???  :ok:

como assim quando tiver ? voce não assistiu o relato  do médico "gordinho" ? nem o do oficial da aeronáutica americana ? não viu as imagens do UFO atacando o foguete?  :nao2:
SDS   :alien: comandante

obs. UFOs , ovnis e semelhantes podem ser constituídos apenas por energias!
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gigaview em 29 de Outubro de 2016, 13:42:09
Ok.

Acharam um pedaço de um material suspeito na área do incidente de Roswell. A análise indicou que não é terrestre e que também não é um fragmento de meteorito.

(http://www.openminds.tv/wp-content/uploads/AH-1A-ftr.jpg)

(http://www.openminds.tv/wp-content/uploads/met-collection-B.jpg)

Mais aqui:

http://www.openminds.tv/test-confirms-roswell-debris-733/10835
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 29 de Outubro de 2016, 14:34:59
JJ

Um conselho....Não faça como muitos crentes que quando (sempre) não conseguem evidenciar suas crenças, começam a fazer malabariamos falaciosos e distorções extensas.

Imagens sejam fotos ou videos e relatos numa investigação criminal, são cruzadas e costumam ser utilizadas para corroborar FATOS... um criança que caiu de um prédio, pessoa morta a tiros, a facadas, objetos roubados, instituições explodidas, acidentes, etc.


Também furtos.  Comércio de drogas não socialmente  aceitas, etc.

Interessante você colocar a palavra fatos em letras maiúsculas , como se a  CRENÇA  em que seja verdade que algum suposto fenômeno que possa ter ocorrido no passado possa se tornar  INQUESTIONÁVEL ao se aplicar o  rótulo FATO.   


Não. Sinto dizer que a aplicação da palavra  FATO  não faz com que um suposto fenômeno que supostamente tenha ocorrido no passado  torne-se um  fenômeno verdadeiro, final e inquestionável.  Nenhum suposto fenômeno supostamente ocorrido no passado é inquestionável.  Nenhuma interpretação  de  indícios ou de coisas consideradas como evidências é inquestionável e final.  Toda interpretação de fenômeno que supostamente tenha ocorrido e/ou  toda teoria é sujeita a revisão e reinterpretação. Portanto não existe fenômeno do passado que se torne inquestionável e verdade  final.  A palavra FATO não tem o poder mágico de fazer isso com relação a alguma interpretação de algum suposto evento.



Existe um FATO ocorrido, de consequências explicitas, de causas rastreáveis onde relatos e outras ferramentas são usadas para cruzar informações.


Não. Não existe  fenômeno que supostamente tenha ocorrido  num passado qualquer  cuja verdade possa ser estabelecida de  modo absoluto e  final .   A crença que você parece estar demonstrando é a crença  numa verdade absoluta e portanto não sujeita a revisão.  Sinto dizer que toda teoria  e todo o conhecimento humano é sujeito a revisão, e não é absoluto , como parece que você crê que seja.  E isto eu afirmo que vale até para as melhores teorias já aceitas como boas teorias.

Com relação a julgamentos pelo nosso judiciário, os quais dependem de nossas maravilhosas polícias investigativas (e em vários casos também  dependem de convencer jurados),  chega a ser uma piada  que alguém considere como estabelecedores de verdades  finais e inquestionáveis.  E para ser mais justo e claro não é só o nosso judiciário que
não consegue e não tem o poder de estabelecer como verdade inquestionável e absoluta supostos fenômenos supostamente ocorridos no passado.

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 29 de Outubro de 2016, 15:35:07

Se nem mesmo as melhores teorias podem ser consideradas como verdades finais, absolutas e definitivas não sujeitas a revisão. Como é que alguém pode considerar que  as  temerárias  ações  de operadores do direito consigam estabelecer verdades  finais, definitivas, absolutas.  Isso é algo espantoso em alto grau.





Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 29 de Outubro de 2016, 16:44:38
JJ

Não sei se cx não me entendeu ou se eu não te entendi.

Só para eu compreender a sua postagem, entāo vc quer dizer que vc nao tem nenhum FATO conhecido sobre a existencia de ETs e visitas de naves extraterrestres na terra?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 29 de Outubro de 2016, 17:58:20
JJ

Não sei se cx não me entendeu ou se eu não te entendi.

Só para eu compreender a sua postagem, entāo vc quer dizer que vc nao tem nenhum FATO conhecido sobre a existencia de ETs e visitas de naves extraterrestres na terra?


O que eu quis comunicar é que a palavra “FATO”  dá, para muitas pessoas, uma errônea  CRENÇA de  que  uma  interpretação e/ou  entendimento  e/ou  teoria,  que  use  um  determinado grupo de fenômenos que sejam  entendidos e classificados como indícios e/ou evidências,   possa  compor um conhecimento  definitivo, final , absoluto.  O  qual não possa ser revisto, revisado, melhorado, ou mesmo falsificado posteriormente.   

 E

O que algum grupo de fenômenos atuais, que sejam entendidos como evidências de algum conjunto de fenômenos do passado, podem fazer é gerar a crença, na mente que  recebe e processa essas informações (e que tenha o adequado preparo), de que  alguma correta  cadeia causal  foi corretamente estabelecida, em  plena ou suficiente conformidade,  com o que se  observaria, caso  se pudesse estar  presente  (de forma adequada), no tempo e no local,  em que se acredita que tenha ocorrido tal cadeia causal  (completa). 

Entretanto, novos fenômenos futuros,  que sejam entendidos como (boas) evidências, e/ou nova elaboração teórica,  podem alterar e até  falsificar  o anterior entendimento  da cadeia causal anteriormente tida como correta (verdadeira).

Por isto,  é errônea a ideia de que muitas pessoas tem acerca do (correto) significado (e “força”)  que a palavra “FATO”  tem.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 29 de Outubro de 2016, 18:12:11
JJ

Não sei se cx não me entendeu ou se eu não te entendi.

Só para eu compreender a sua postagem, entāo vc quer dizer que vc nao tem nenhum FATO conhecido sobre a existencia de ETs e visitas de naves extraterrestres na terra?


Sendo agora específico, o que certamente se pode afirmar é que os fenômenos  tidos como evidências  de máquinas  voadoras muito provavelmente não terrestres,  são  certamente melhores,  ou mais ou menos iguais em qualidade, que muitos  fenômenos  tidos como evidências  em vários  procedimentos e julgamentos feitos  por operadores  do direito.

Entretanto,   tais fenômenos são certamente ainda insuficientes para serem objeto de um artigo científico  que possa concluir  cientificamente  (com segurança científica)  pela existência de máquinas voadoras extraterrestres, e que possa ser aceito numa publicação científica de alto nível.

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 29 de Outubro de 2016, 18:39:35
JJ

Estou muito feliz por estarmos quase chegando a um denominador comum em nossa conversa, com excessão daquilo que vc chama de "qualidade" das "evidências" no primeiro paragrafo... que do meu ponto de vista, tais evidencias simplesmente deixam a desejar (se é que poderiam ser chamados de evidência), como vc extraordinariamente  coloca no segundo parágrafo, como um ótimo candidato ao ceticismo  :twisted: :ok: 8-) :hihi:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 30 de Outubro de 2016, 17:41:18
Por isto,  é errônea a ideia de que muitas pessoas tem acerca do (correto) significado (e “força”)  que a palavra “FATO”  tem.

Pois pode vir a ser futuramente provado que somos o sonho de uma borboleta, ao contrário do que as pessoas comumente tem como FATO.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 30 de Outubro de 2016, 21:49:44
Um FATO é um acontecimento, algo realizado, vide dicionário. Qualquer conceito pode ser discutido e destrinchado filosoficamente, como isso que disseram a respeito da palavra fato,mas muitas vezes para determinada discussão, esmiuçar certos conceitos é simplesmente irrelevante.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 31 de Outubro de 2016, 00:53:09
O ponto dele é que estritamente não se conhece os fatos, mas temos apenas alguma crença sobre o que seriam os fatos. Mas pode ser que observações mais aprofundadas ou cautelosas revelassem o que se tinha como fatos como falso. Isso vale desde para situações tidas como mais ordinárias quanto para a hipotética descoberta de que na verdade todo o mundo como conhecemos fosse na verdade uma ficção completa.


O que contudo não muda o fato (:biglol:) de que por tudo que melhor podemos afirmar quanto aos fatos, não existe nada disso de ETs tirando racha com discos voadores para assustar velhinhas, matando gado por diversão sádica, ou fazendo desenhos amassando plantações.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 31 de Outubro de 2016, 01:03:24
Eu citei fatos do cotidiano para fazer um paralelo com o meu questionamento a respeito da crença nas supostas visitas extraterrenas. Se acha importante desvirtuar um questionamento tão óbvio para leva-lo a discussão do "sonho da borboleta", va em frente. Simplesmente não leva a lugar algum, além de ser uma discussão pouco prática.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 31 de Outubro de 2016, 01:17:22
evidências  de máquinas  voadoras muito provavelmente não terrestres,

Não existe tal coisa, "máquinas voadoras muito provavelmente não terrestres".

NUNCA foi feita tal estimativa de probabilidade sobre essas supostas máquinas.

É como eu dizer que "imagens de Jesus e Maria muito provavelmente criadas por fenômenos extraordinários," "observação de entidades que muito provavelmente são humanos desencarnados", etc.

"Probabilidade" significando só "é uma crença muito forte minha".



Citar
são  certamente melhores,  ou mais ou menos iguais em qualidade, que muitos  fenômenos  tidos como evidências  em vários  procedimentos e julgamentos feitos  por operadores  do direito.

Não são não, argumentavelmente até mesmo que as evidências averiguadamente falsas. Pelo motivo exposto por você mesmo:

Citar
tais fenômenos são certamente ainda insuficientes para serem objeto de um artigo científico  que possa concluir  cientificamente  (com segurança científica)  pela existência de máquinas voadoras extraterrestres, e que possa ser aceito numa publicação científica de alto nível.

Isso deve ser diferente de 99,9999% dos erros judiciais na averiguação de fatos, que ao menos lidavam com possibilidades averiguadamente reais.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 31 de Outubro de 2016, 09:34:58
Um FATO é um acontecimento, algo realizado, vide dicionário. Qualquer conceito pode ser discutido e destrinchado filosoficamente, como isso que disseram a respeito da palavra fato,mas muitas vezes para determinada discussão, esmiuçar certos conceitos é simplesmente irrelevante.



Um grande meteoro caiu em Araguainha há  250 milhões de anos atrás ? Isto é um acontecimento ? Isto é algo realizado ?


Você    ACREDITA    que isto foi algo realizado ?







Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 31 de Outubro de 2016, 09:39:26
JJ

Porque vc está escondendo seus tão "obvios e veridicos" visitantes extraterrestres de apenas 75 anos de alegações em uma analogia de de 240 milhões de anos atrás?

Não tem uma evidência melhor não?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 31 de Outubro de 2016, 09:44:02
Eu acho que vc deveria reler aquela minha postagem dobre FATOS.. pois ach que vc não a compreendeu.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 31 de Outubro de 2016, 09:45:23

Citar
tais fenômenos são certamente ainda insuficientes para serem objeto de um artigo científico  que possa concluir  cientificamente  (com segurança científica)  pela existência de máquinas voadoras extraterrestres, e que possa ser aceito numa publicação científica de alto nível.

Isso deve ser diferente de 99,9999% dos erros judiciais na averiguação de fatos, que ao menos lidavam com possibilidades averiguadamente reais.



"Isso deve ser diferente de 99,9999% dos erros judiciais" 


Esta sua afirmação é só CRENÇA sua ou  tem alguma  base em estudo científico publicado  numa boa revista científica (nacional , já que estamos fazendo referência ao judiciário brasileiro) ou  de forma semelhante  aos relatos de avistamentos de discos voadores  TAMBÉM  NÃO   tem base em algum estudo científico publicado  numa boa revista científica ?








Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 31 de Outubro de 2016, 09:49:38
JJ

Porque vc está escondendo seus tão "obvios e veridicos" visitantes extraterrestres de apenas 75 anos de alegações em uma analogia de de 240 milhões de anos atrás?

Não tem uma evidência melhor não?



A  pergunta  faz parte da cadeia de raciocínio que tem a ver com procedimentos de  estabelecer conhecimentos. Portanto seria interessante que fosse respondida. Solicito por obséquio que responda.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 31 de Outubro de 2016, 10:12:26
Quer fazer a gentileza de reler minha postagem sobre os fatos que citei primeiro? Ou eu tenho que reformular? Pois sua pergunta nao faz sentido.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 31 de Outubro de 2016, 10:19:22
evidências  de máquinas  voadoras muito provavelmente não terrestres,

Não existe tal coisa, "máquinas voadoras muito provavelmente não terrestres".

NUNCA foi feita tal estimativa de probabilidade sobre essas supostas máquinas.

É como eu dizer que "imagens de Jesus e Maria muito provavelmente criadas por fenômenos extraordinários," "observação de entidades que muito provavelmente são humanos desencarnados", etc.

"Probabilidade" significando só "é uma crença muito forte minha".



1°) Não é só minha,  mas de muita gente.

2°)  Crença é  um comportamento generalizado.  Praticamente todas as pessoas tem crenças em graus variáveis. Indo de crenças muito fortes a crenças  fracas.  E variando também de crenças que são fundamentadas em publicações científicas em revistas de renome a crenças  que não são fundamentadas sequer em publicações científicas  em  revistas  fracamente conceituadas.

Somente pessoas  que ficam em cima do muro em relação a alguma questão X é que podem corretamente afirmar que não tem CRENÇA em relação àquela questão X. 

Assim, se uma pessoa  em relação a alguma questão X  não afirma que seja falsa ou verdadeira (ou que não deve ser falsa ou verdadeira), então temos ausência de crença em relação a esta questão.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Geotecton em 31 de Outubro de 2016, 10:31:48
Um FATO é um acontecimento, algo realizado, vide dicionário. Qualquer conceito pode ser discutido e destrinchado filosoficamente, como isso que disseram a respeito da palavra fato,mas muitas vezes para determinada discussão, esmiuçar certos conceitos é simplesmente irrelevante.
Um grande meteoro caiu em Araguainha há  250 milhões de anos atrás ? Isto é um acontecimento ? Isto é algo realizado ?

Você  ACREDITA que isto foi algo realizado ?

As quedas de meteoritos são eventos com muitos indícios, especialmente geológicos. Em alguns casos foi possível observar o impacto deles.

Dos UFOs de origem extraterrestre existe apenas uma coisa certa: Há apenas crença baseada em wishful thinking. Não existe uma evidência SEQUER que aponte para a existência deles, quanto mais que eles visitaram a Terra.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 31 de Outubro de 2016, 10:34:59
Acreditar que o fenômeno X é  (ou deve ser) verdadeiro, é um comportamento de CRENÇA.


Acreditar que o fenômeno X é  (ou deve ser)   falso, é um comportamento de CRENÇA.


Não afirmar que o fenômeno  X  é verdadeiro ou falso  ( ou não afirmar que o fenômeno  X  deve ser  verdadeiro ou falso) é ausência de crença em relação ao fenômeno.



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Geotecton em 31 de Outubro de 2016, 10:47:42
Acreditar que o fenômeno X é verdadeiro, é um comportamento de CRENÇA.

Acreditar que o fenômeno X é falso, é um comportamento de CRENÇA.

Não afirmar que o fenômeno  X  é verdadeiro ou falso  ( ou não afirmar que o fenômeno  X  é verdadeiro ou falso) é ausência de crença em relação ao fenômeno.

E?

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 31 de Outubro de 2016, 10:50:31
Um FATO é um acontecimento, algo realizado, vide dicionário. Qualquer conceito pode ser discutido e destrinchado filosoficamente, como isso que disseram a respeito da palavra fato,mas muitas vezes para determinada discussão, esmiuçar certos conceitos é simplesmente irrelevante.
Um grande meteoro caiu em Araguainha há  250 milhões de anos atrás ? Isto é um acontecimento ? Isto é algo realizado ?

Você  ACREDITA que isto foi algo realizado ?

As quedas de meteoritos são eventos com muitos indícios, especialmente geológicos. Em alguns casos foi possível observar o impacto deles.

Dos UFOs de origem extraterrestre existe apenas uma coisa irrefutável: Há apenas crença baseada em wishful thinking. Não existe SEQUER uma evidência que aponte sequer para a existência deles, quanto mais que eles visitaram a Terra.


Ao chegar no local e ver estas muitas “marcas” que são consideradas (por certos grupos de pessoas)  como indícios do fenômeno, qualquer pessoa que for ao local em Araguainha  chegará a conclusão que um grande meteoro caiu naquele local há 250 milhões de anos ?


Ou será que será necessário que a pessoa  (qualquer), que vá ao local,  leia e/ou ouça teorias e/ou  interpretações de autoridades especialistas na área (em relação ao suposto fenômeno) e que  ACREDITE   nessas teorias  e/ou   interpretações dos especialistas ?


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 31 de Outubro de 2016, 11:05:04
Acreditar que o fenômeno X é verdadeiro, é um comportamento de CRENÇA.

Acreditar que o fenômeno X é falso, é um comportamento de CRENÇA.

Não afirmar que o fenômeno  X  é verdadeiro ou falso  ( ou não afirmar que o fenômeno  X  é verdadeiro ou falso) é ausência de crença em relação ao fenômeno.

E?





E isto foi uma resposta  ao argumento do Banzai de que a minha afirmação era apenas uma forte crença minha. 


Respondi  (de outra forma)  que  afirmar  que  alguém tem  CRENÇAS  fortes (ou fracas)  é  uma afirmação trivial,  pois  é   um  comportamento  generalizadíssimo.   Inclusive  ACREDITAR  em algo que se diz fundamentado em artigos ou livros científicos também é  CRENÇA.  Acreditar em alguma proposição que especialistas comuniquem também é  CRENÇA.


Acreditar que a proposição:    "Um disco voador extraterrestre foi avistado pelo  Antônio"    é   falsa,  é uma CRENÇA.


Acreditar que a proposição:    "Um disco voador extraterrestre foi avistado pelo  Antônio"    é  verdadeira,   é uma CRENÇA.
 

A ausência de CRENÇA neste caso seria  comunicar:  "Não afirmo que seja falsa , nem afirmo que seja verdadeira,  suspendo meu juízo para este fenômeno".



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 31 de Outubro de 2016, 11:47:46
JJ

Entenda o que estamos querendo dizer.

Existem acontecimentos explicitos, fatos, observados e que desencadeiam investigações. Por exemplo, um assassinato, uma queda de avião, uma explosão de um caixa eletrônico, uma observação arqueológica, etc...... Isso não é uma questão de crença.. é um fato ocorrido, e as evidências estão nos destroços, nos corpos, nos abalos locais, nas consequencias imediatas e igualmente explícitas..

Deste fato explícito, é desencadeada uma investigação, cruzando informações documentais, relatos, imagens, entrevistas... que se ligam, se complememtam e ajudam a buscar uma corroboração das causas, dos responsáveis, das explicações em fim.

Agora vem a pergunta para vc...... Qual FATO ou acontecimento explicito que desencadeiraria uma investigação cientifica e séria, que mereça realmente nossa atenção como céticos, a respeito de visitas extraterrestres em naves altamente tecnológicas??

Perceba que os meros relatos sozinhos não constituem boas evidências. Então responda, quais são as boas evidencias??

Não as tem?  Pois é!!!!!! É apenas uma forte crença sua e de muitos outros, até que demonstrem o contrário. Será um prazer, ok?? :ok:

Ficou mais claro agora??
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 31 de Outubro de 2016, 12:54:19


que mereça realmente nossa atenção como céticos, a respeito de visitas extraterrestres em naves altamente tecnológicas??


Mude o nome para DOGMÁTICOS, pois do momento em que você não suspende o juízo, e ao invés disso afirma que  ACREDITA  ser falso (determinado fenômeno proposto), então temos DOGMATISMO.





Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 31 de Outubro de 2016, 13:02:27
Isso não é uma questão de crença..

Há dogmáticos (que se acham céticos e não gostam de ser chamados de dogmáticos, mas são)que parecem ter problema com o verbo acreditar e com o substantivo CRENÇA.

Mas É sim, sempre é. Qualquer  atitude de acreditar que algum fenômeno seja falso ou verdadeiro é uma atitude de  CRENÇA.

A atitude de crença (em algo ser falso ou verdadeiro)  não  depende do tipo de fundamentação que se dá para ela. 

O que se pode afirmar é que a CRENÇA X  é fundamentada em  fenômenos que são considerados como, e assim nomeados, boas (ou ótimas ou excelentes) evidências (as quais possam ser informadas num artigo que vá ser aceito para  publicação numa revista científica de grande fama ou mesmo de baixa fama), e uma CRENÇA  Y  não é fundamentada em  fenômenos que são considerados como, e assim nomeados,  boas (ou ótimas ou excelentes) evidências (as quais possam ser informadas num artigo que vá ser aceito para  publicação numa revista científica de grande fama ou mesmo de baixa fama) .


 


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 31 de Outubro de 2016, 14:43:19
Mude o nome para DOGMÁTICOS, pois do momento em que você não suspende o juízo, e ao invés disso afirma que  ACREDITA  ser falso (determinado fenômeno proposto), então temos DOGMATISMO.

Não temos qualquer evidência sobre a inexistência de fadas, duendes e unicórnios coloridos mágicos. Portanto, não podemos afirmar, com certeza, que eles não existem. Mas nem por isso você vai levar em consideração a possibilidade da existência deles, ou considerar prudente manter uma dúvida razoável à respeito da existência desses e de outros seres, não é mesmo?
Basta que alguma evidência apareça para que esse status se modifique, mas até lá, não há razões para se considerar a visita de aliens, de fadas, duendes e unicórnios como uma dúvida pertinente.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 31 de Outubro de 2016, 15:38:26
JJ

Chame do que quiser. O metodo cientifico se baseia principalmente em fatos, evidencias .. etc. E vai muito bem assim, obrigado.  Mas vc pode ficar se desviando da resposta aí o quanto quiser.

ETs podem tanto existir, podem vir até aqui bisbilhotar, sequestrar, fazerem o que quiser. Tudo isso é possivel de acontecer. Isso é obvio. A questão aqui é, qual motivo temos para levar isso a sério? Para levar as tuas alegações a sério?

Então pare de se desviar e se esconder atrás desses rodeios extensos e responda:

QUAIS SÃO AS BOAS EVIDÊNCIAS DAS SUAS ALEGAÇÕES???????
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Criaturo em 31 de Outubro de 2016, 15:42:49
Ok.

Acharam um pedaço de um material suspeito na área do incidente de Roswell. A análise indicou que não é terrestre e que também não é um fragmento de meteorito.

(http://www.openminds.tv/wp-content/uploads/AH-1A-ftr.jpg)

(http://www.openminds.tv/wp-content/uploads/met-collection-B.jpg)

Mais aqui:

http://www.openminds.tv/test-confirms-roswell-debris-733/10835
ok ! diante de tantas evidências, não entendo como ainda pode haver ceticos de ETs

SDS  :alien:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 31 de Outubro de 2016, 15:44:48
evidências  de máquinas  voadoras muito provavelmente não terrestres,

Não existe tal coisa, "máquinas voadoras muito provavelmente não terrestres".

NUNCA foi feita tal estimativa de probabilidade sobre essas supostas máquinas.

É como eu dizer que "imagens de Jesus e Maria muito provavelmente criadas por fenômenos extraordinários," "observação de entidades que muito provavelmente são humanos desencarnados", etc.

"Probabilidade" significando só "é uma crença muito forte minha".



1°) Não é só minha,  mas de muita gente.

Sim, foi o que quis dizer, mas não melhora em nada enfatizar isso, apenas deixa claro a falácia ad populum.


Citar
2°)  Crença é  um comportamento generalizado.  Praticamente todas as pessoas tem crenças em graus variáveis. Indo de crenças muito fortes a crenças  fracas.  E variando também de crenças que são fundamentadas em publicações científicas em revistas de renome a crenças  que não são fundamentadas sequer em publicações científicas  em  revistas  fracamente conceituadas.

Somente pessoas  que ficam em cima do muro em relação a alguma questão X é que podem corretamente afirmar que não tem CRENÇA em relação àquela questão X.


Assim, se uma pessoa  em relação a alguma questão X  não afirma que seja falsa ou verdadeira (ou que não deve ser falsa ou verdadeira), então temos ausência de crença em relação a esta questão.

Você o tempo todo tenta levar isso para o lado semântico (com rigor que não aplica a suas próprias frases), mas não é realmente o mais importante.

Repetindo:

Citação de: JJ
Sendo agora específico, o que certamente se pode afirmar é que os fenômenos  tidos como evidências  de máquinas  voadoras muito provavelmente não terrestres,  são  certamente melhores,  ou mais ou menos iguais em qualidade, que muitos  fenômenos  tidos como evidências  em vários  procedimentos e julgamentos feitos  por operadores  do direito.

Não. Os "fenômenos tidos como evidências de máquinas voadoras muito provavelmente extraterrestres" não realmente o são se estiver se falando de evidência CIENTÍFICA, mas são apenas "evidência" no sentido de "qualquer coisa que leve a convencer alguém de algo". E, paralelo a isso, essa "alta probabilidade" de origem extraterrestre do que se observa, cuja natureza não é nem confirmadamente a de "máquinas", não tem qualquer rudimento de critério científico. É portanto não análoga a CRENÇAS CIENTÍFICAS, mas a CRENÇAS RELIGIOSAS, SUPERSTIÇÕES, MITOS.

É algo inferior nesse quesito mesmo à virtual totalidade de averiguações confirmadamente erradas de fatos por investigações judiciais.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 31 de Outubro de 2016, 16:45:16
Mude o nome para DOGMÁTICOS, pois do momento em que você não suspende o juízo, e ao invés disso afirma que  ACREDITA  ser falso (determinado fenômeno proposto), então temos DOGMATISMO.

Não temos qualquer evidência sobre a inexistência de fadas, duendes e unicórnios coloridos mágicos. Portanto, não podemos afirmar, com certeza, que
eles não existem. 

O correto aqui seria   “ sobre a Existência de fadas”  , pois não faz sentido em falar de evidência para a inexistência de alguma coisa.



Mas nem por isso você vai levar em consideração a possibilidade da existência deles, ou considerar prudente manter uma dúvida razoável à respeito da existência desses e de outros seres, não é mesmo?



Importante observar que a existência de seres extraterrestres  é considerada uma hipótese científica válida e/ou razoável, inclusive a  existência de seres extraterrestres inteligentes.  Enquanto que a existência de   fadas, duendes e unicórnios coloridos mágicos não é considerada uma hipótese científica válida e/ou razoável.   



Basta que alguma evidência apareça para que esse status se modifique, mas até lá, não há razões para se considerar a visita de aliens, de fadas, duendes e unicórnios como uma dúvida pertinente.


Certamente que já existe alguns tipos de evidências  para se considerar a visita de aliens,  e como já  comuniquei anteriormente tais evidências não são (ainda) suficientes para serem aceitas para compor um artigo para publicação numa revista científica.  Mas é bom lembrar que muitas observações e  coisas que consideramos VERDADEIRAS em nosso dia a dia  TAMBÉM não possuem evidências que seriam adequadas  para compor um artigo que seria aceito para publicação numa revista científica.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 31 de Outubro de 2016, 18:37:16
JJ
Chame do que quiser. O metodo cientifico se baseia principalmente em fatos, evidencias .. etc. E vai muito bem assim, obrigado. 

E o que é que isto que você afirmou tem a ver com o que eu afirmei ?

Afinal de contas, eu mesmo já afirmei  que as evidências  que existem  não são evidências adequadas para compor um artigo que seja aceito para publicação numa revista científica (de grande fama, ou mesmo de menor fama).


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 31 de Outubro de 2016, 19:30:25
JJ
Chame do que quiser. O metodo cientifico se baseia principalmente em fatos, evidencias .. etc. E vai muito bem assim, obrigado. 

E o que é que isto que você afirmou tem a ver com o que eu afirmei ?

Afinal de contas, eu mesmo já afirmei  que as evidências  que existem  não são evidências adequadas para compor um artigo que seja aceito para publicação numa revista científica (de grande fama, ou mesmo de menor fama).




Minha pergunta:

QUAIS SÃO AS BOAS EVIDÊNCIAS DAS SUAS ALEGAÇÕES???????

Suas respostas contraditorias se resumem em:

Nas primeiras paginas do topico vc diz

Aqui já não são necessárias excelentes evidências ?  (quando se referia a grande quantidade de relatos de avistamentos)

E agora vc confirma o que os céticos sempre clamam:
eu mesmo já afirmei  que as evidências  que existem  não são evidências adequadas para compor um artigo que seja aceito para publicação numa revista científica (de grande fama, ou mesmo de menor fama)


Resumindo..
Ets e naves podem existir e virem até aqui.
Mas nem os céticos nem a ciência possui bons motivos para acreditar nestas alegações, por pura falta de evidências.

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Geotecton em 31 de Outubro de 2016, 20:58:22
Certamente que já existe alguns tipos de evidências  para se considerar a visita de aliens
[...]

Quais seriam?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Sdelareza em 31 de Outubro de 2016, 22:06:29
Fotografias dificilmente podem ser consideradas evidências de aliens ou UFOs, porque elas sempre são tiradas através de 
câmeras de qualidade ruim e por pessoas que sofrem do mal de Parkinson.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gigaview em 31 de Outubro de 2016, 23:03:34
Certamente que já existe alguns tipos de evidências  para se considerar a visita de aliens
[...]

Quais seriam?

Vou ajudar um pouco o JJ e bagunçar um pouco a cabeça dos "céticos". Talvez seja esse tipo de evidência que o JJ esteja considerando.

Citar
The 1976 Tehran UFO Incident was a radar and visual sighting of an unidentified flying object (UFO) over Tehran, the capital of Iran, during the early morning hours of 19 September 1976. During the incident, two F-4 Phantom II jet interceptors reported losing instrumentation and communications as they approached, only to have them restored upon withdrawal; one of the aircraft also reported suffering temporary weapons systems failure, while preparing to open fire.
https://en.wikipedia.org/wiki/1976_Tehran_UFO_incident

Citar
The 1976 Tehran UFO Incident was a radar and visual sighting of an unidentified flying object (UFO) over Tehran, the capital of Iran. The incident is particularly notable for the electromagnetic interference effects on aircraft near the UFO. Two F-4 jet interceptors independently lost instrumentation and communications as they approached, only to have these restored when they left. One F-4 also lost its weapons systems when it was about to fire on the object. The incident is well documented in a U.S. Defense Intelligence Agency (DIA) report with a distribution list that included the White House, Secretary of State, Joint Chiefs of Staff, National Security Agency (NSA), and Central Intelligence Agency (CIA). Various high-ranking Iranian military officers directly involved with the events have also gone on public record stating their belief the object was an extraterrestrial craft.

https://en.wikipedia.org/wiki/UFO_sightings_in_Iran

Citar
This past summer on a -trip to the
United States, Mr. Hufrer managed to
obtain a copy of the original teletype
message reproduced below which
gives details of the case from the
Pentagon, under the auspices of the
Freedom of Information Act.
What is particularly interesting
about the document is the list of
official agencies which received
copies of the message. Briefly translating
the official acronyms, the
document was received by the following
offices and agencies: the
Secretary of State, the Central IntelIigence
Agency, the White House, the
Air Force and Army Chiefs of Staff,
the Chief of Naval Operations, the
Defense Intelligence Agency, the
Commander in Chief of U.S. Naval
Forces in the Middle East, the
Commander in Chief of the U,S. Air
Force in Europe, the European
Defense Air Command, and the
Commander in Chief of Forces in
Europe. An impressive list!


https://www.nsa.gov/news-features/declassified-documents/ufo/assets/files/us_gov_iran_case.pdf
https://www.nsa.gov/news-features/declassified-documents/ufo/assets/files/routing_slip_ufo_iran.pdf
https://www.nsa.gov/news-features/declassified-documents/ufo/assets/files/joint_chiefs_staff_report.pdf


Citar
A Defense Intelligence Agency
document reveals that on September
19. 1976, American-made Iranian jets
encountered several UFOs that
exhibited a technology beyond
present-day development. During the
night-time encounter, one F-4 jet,
upon approaching one of the UFOs,
lost all instrumentation and communications
functions. Another F-4's
weapons-control panel became insophisticated
technology - a technology
beyond our present development seems
obvious. Why is it being ignored
by our government?

https://www.nsa.gov/news-features/declassified-documents/ufo/assets/files/ufo_advanced_technology.pdf

Procurei citar apenas o National Security Agency dos EUA como fonte principal, mas todos os países envolvidos na Guerra do Golfo possuem pareceres similares. Nada de ufólogos aqui.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 01 de Novembro de 2016, 07:38:02
Certamente que já existe alguns tipos de evidências  para se considerar a visita de aliens
[...]

Quais seriam?


Testemunhos, fotos e filmagens.


E sei muito bem que não é suficiente para escrever artigos científicos para publicar em revistas cientificas.


Entretanto testemunhos e/ou fotos e/ou filmagens são suficientes para condenar pessoas (administrativamente e/ou criminalmente) no Brasil  (e em outros países).


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 01 de Novembro de 2016, 07:40:28
Fotografias dificilmente podem ser consideradas evidências de aliens ou UFOs, porque elas sempre são tiradas através de 
câmeras de qualidade ruim e por pessoas que sofrem do mal de Parkinson.


Sempre ? Você já examinou acuradamente TODAS as que já foram tiradas ?  Você já fez um acurado e vasto estudo sobre isso  que fundamente esta afirmação ?


E TODAS as fotos e filmagens usadas para condenar pessoas (em julgamentos administrativos e  criminais brasileiros) são de boa qualidade ?  Você já examinou acuradamente TODAS elas ?


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 01 de Novembro de 2016, 07:49:40
JJ

Chame do que quiser. O metodo cientifico se baseia principalmente em fatos, evidencias .. etc. E vai muito bem assim, obrigado.  Mas vc pode ficar se desviando da resposta aí o quanto quiser.

ETs podem tanto existir, podem vir até aqui bisbilhotar, sequestrar, fazerem o que quiser. Tudo isso é possivel de acontecer. Isso é obvio. A questão aqui é, qual motivo temos para levar isso a sério? Para levar as tuas alegações a sério?

Então pare de se desviar e se esconder atrás desses rodeios extensos e responda:

QUAIS SÃO AS BOAS EVIDÊNCIAS DAS SUAS ALEGAÇÕES???????



O mesmo tipo de boas evidências utilizadas e aceitas em  muitos e muitos julgamentos (e condenações) administrativas e  criminais (brasileiros) (e que normalmente não são contestados pelos DOGMÁTICOS que se dizem céticos). 


É muita ingenuidade achar  que  a grande maioria julgamentos (e condenações) administrativas e  criminais (brasileiros) tenham uma qualidade de evidências  do mesmo nível que exigem para  publicações científicas.  Entretanto seus resultados são considerados verdadeiros e são aceitos pelos orgaõs administrativos e/ou judiciários.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 01 de Novembro de 2016, 08:17:17
Sim,  me parece que o termo mais adequado realmente seria  "possibilidade".

Claro..... praticamente tudo é possível. Mas...

Certamente, e é por isso que eu escrevi:

“que viu um objeto  cujo descrição da forma e do modo de operação não se encaixa em nenhum objeto feito pelo homem e que seja conhecido”

Qual o grau de instrução e área de atuação do personagem que vc ilustra ter uma visão de um OVNI?
O que ela entende por "modo de operação" de algum objeto voador que seja?

Pergunto isso pois ja ouvi relato de pessoas dizerem avistar uma luz branca forte a baixa altura a noite, e a luz desaparecer de repente. Um Helicóptero desaparece derrepente a noite, quando desliga seus faróis de pouso.

Digo... é muito difícil simplesmente dizer que tal objeto não opera como nada conhecido, pois o personagem conhece exatamente qual o modo de operação de tudo o que existe? Sem fazer uma análise mais cautelosa? e por aí vai.

Mas o que ta pegando aqui no meu ponto de vista é o seguinte:

Seu questionamento sobre "como coletariamos uma evidência extraordinária" não faz muito sentido de ser levada adiante como vc está pretendendo.... ou seja, como se fosse um argumento, [...]

Percebe? Dizer que é difícil arrumar uma evidência extraordinária, não é uma boa justificativa.




1) Me diga como uma pessoa (comum) poderia coletar  um pedaço de um disco voador caso ela avistasse um voando a  30 m de altura  e a ~100 m do ponto onde a pessoa estivesse ?

Como é que você faria para pegar um pedaço do disco voador  (ou um objeto significativo que estivesse no interior dele) ?


Você está dizendo que é incrível que alguém (comum) não tenha conseguido isso. Então relate aqui qual seria o seu fácil procedimento:





2) Me diga como uma pessoa (comum) poderia coletar  um pedaço de um disco voador caso ela avistasse pousado (no solo)  a 100 m de distância (numa zona rural)  ?

Como é que você, nesse caso,  faria para pegar um pedaço do disco voador  (ou um objeto significativo que estivesse no interior dele) ?


Você está dizendo que é incrível que alguém (comum) não tenha conseguido isso. Então relate aqui qual seria o seu fácil procedimento:






Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 01 de Novembro de 2016, 09:00:15
JJ

Nós ja superamos essa idéia tosca de arrancar pedaço de seja la o que, nos posts passados. Vc arranca pedaço de estrelas, aviões, ondas eletromagnéticas, dos anéis de saturno, de supernovas, da gravidade dos grandes corpos celestes para evidenciar que essas coisas extraordinárias existem? Pessoas COMUNS podem atestar tudo isso, com poucos equipamentos.

Vc parece não saber mais para onde correr para não dar o braço a torcer que suas evidências não serve para nada, e está repetindo tudo o que ja foi falado e respondido.

Se vc não tem evidências "suficientes para escrever artigos científicos para publicar em revistas cientificas", então cale-se.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 01 de Novembro de 2016, 09:38:53
JJ

Nós ja superamos essa idéia tosca de arrancar pedaço de seja o que nos posts passados. Vc arranca pedaço de estrelas, aviões, ondas eletromagnéticas, dos anéis de saturno, de supernovas, para evidenciar que essas coisas extraordinárias existem?



aviões:  caso um um avião não comum  venha ao Brasil basta  tirar  algumas fotos e normalmente as pessoas não ficarão afirmando que são falsas.

Avião comum: basta  tirar  algumas fotos e normalmente as pessoas não ficarão afirmando que são falsas.

ondas eletromagnéticas:  a maioria das pessoas acreditam  sem que seja preciso sequer  entender bem a teoria e/ou fazer experimentos para isso.  Pois elas acreditam nas explicações que são dadas para o funcionamento de seus rádios  (e TVs , telefones, e aparelhos de controle remoto). Mas poucas entendem muito bem a teoria e/ou fazem experimentos para  testar.  A CRENÇA aqui  (de pessoas comuns, não especialistas)  é fundamentada no funcionamento de seus aparelhos.


Estrelas :  para a pessoa comum são pontos de luz visíveis a noite ( já a explicação científica detalhada do que seja simplesmente é  ACREDITADA  pelas maioria das pessoas que leem elas)  ( e lembrando aqui que o que os distantes pontos de luz são (cientificamente)  não é algo evidente para a grande maioria das pessoas, e mesmo para a minoria (fãs de ciência, mas não cientistas da área) que sabem a explicação científica, as evidência que eles tem é o argumento de autoridade (junto com ilustrações e/ou fotos em livros e internet) (ou quantos deles já fizeram observações diretas e lidaram diretamente com, por exemplo, espectrógrafos?). 


Supernovas :  a maioria das pessoas que leem sobre elas simplesmente  ACREDITAM no que leem, pois  ACREDITAM na(s) autoridade(s) dos que escreveram sobre elas.  ( e  lembrando que supernovas não são “evidentes”,  não é algo que seja normalmente possível de mostrar para uma pessoa qualquer e dizer olha aí , tá vendo ?  Tá na sua cara !  Já com um 737-800 isso pode ser feito).
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 01 de Novembro de 2016, 09:49:06
JJ

Nós ja superamos essa idéia tosca de arrancar pedaço de seja la o que, nos posts passados.


Você é que está fugindo de alguma pergunta, no caso dessa pergunta.

Ou por acaso você concorda que  nos  casos exemplificados  (e em casos semelhantes)  será normalmente  inviável a obtenção desses tipos de evidências (por pessoas comuns) ?


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Lorentz em 01 de Novembro de 2016, 10:43:18
JJ, o Comandante é um pseudo-cético que tem fé na dúvida, saganista roxo e crente ao contrário.

São poucos aqui que tem um QI tão elevado quanto o seu. Ignore os vermes, ó grande JJ.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Lorentz em 01 de Novembro de 2016, 10:47:45

1) Me diga como uma pessoa (comum) poderia coletar  um pedaço de um disco voador caso ela avistasse um voando a  30 m de altura  e a ~100 m do ponto onde a pessoa estivesse ?

Como é que você faria para pegar um pedaço do disco voador  (ou um objeto significativo que estivesse no interior dele) ?


Você está dizendo que é incrível que alguém (comum) não tenha conseguido isso. Então relate aqui qual seria o seu fácil procedimento:





2) Me diga como uma pessoa (comum) poderia coletar  um pedaço de um disco voador caso ela avistasse pousado (no solo)  a 100 m de distância (numa zona rural)  ?

Como é que você, nesse caso,  faria para pegar um pedaço do disco voador  (ou um objeto significativo que estivesse no interior dele) ?


Você está dizendo que é incrível que alguém (comum) não tenha conseguido isso. Então relate aqui qual seria o seu fácil procedimento:


Porra, JJ!

A gente não pode elogiar.

Uma pessoa comum pode pegar um pedaço de disco voador porque elas pegam o tempo todo, ou pelo menos alegam isso. E pra você isso já seria o suficiente, não?

Os mesmos ufólatras que defendem que os aliens tem tecnologia de LASER que corta pedras com precisão, voam acima da velocidade da luz e teleportam pessoas de suas casas também acreditam que esses aliens se esborracham com seus discos voadores como aconteceu em Roswell.

Como Neil Tyson diz, eu não quero aprender nada de tecnologia com aliens que nem conseguem pousar suas naves.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Geotecton em 01 de Novembro de 2016, 10:55:43
Ok.

Acharam um pedaço de um material suspeito na área do incidente de Roswell. A análise indicou que não é terrestre e que também não é um fragmento de meteorito.

(http://www.openminds.tv/wp-content/uploads/AH-1A-ftr.jpg)

(http://www.openminds.tv/wp-content/uploads/met-collection-B.jpg)

Mais aqui:

http://www.openminds.tv/test-confirms-roswell-debris-733/10835
ok ! diante de tantas evidências, não entendo como ainda pode haver ceticos de ETs

SDS  :alien:

Eu li o conteúdo do link. O que se pode concluir com segurança sobre o 'material de Roswell' é que:

1) Não contém nenhum elemento químico desconhecido.

2) Não há nenhuma variante isotópica desconhecida do magnésio, que é um elemento comum em diversas ligas metálicas.

3) A fração isotópica do magnésio é anômala. O autor afirma que pode ser um erro analítico (concordo) ou pode ser extra-terrestre (concordo), mas duvido que seja de um processo metalúrgico alienígena. Acho que ele foi parte de um material mais raro de um meteorito.

4) O autor se equivoca ao afirmar que o metal alumínio não existe naturalmente. Ele se forma em ambientes extremamente redutores e sob ausência de oxigênio, como em certos vulcões e no talude continental, embora resultantes de processos geoquímicos diferentes.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Lorentz em 01 de Novembro de 2016, 11:26:27
Os ufólatras tem fixação por elementos químicos desconhecidos.

Por que uma nave alien deveria usar um elemento desconhecido, sendo que os desconhecidos são justamente os instáveis, que não duram muito tempo.

Uma nave alien com janelas de diamante e fuselagem de fibra de carbono seria bem resistente.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 01 de Novembro de 2016, 12:32:12
Os ufólatras tem fixação por elementos químicos desconhecidos.

Por que uma nave alien deveria usar um elemento desconhecido, sendo que os desconhecidos são justamente os instáveis, que não duram muito tempo.

Uma nave alien com janelas de diamante e fuselagem de fibra de carbono seria bem resistente.



Elementos químicos desconhecidos não faz sentido mesmo, pois como você disse tais elementos são instáveis, e mesmo que haja uma ilha de estabilidade em possíveis elementos artificiais transurânicos, provavelmente a obtenção deles (em quantidades significativas) exigiria muita energia.  Mas  ligas  metálicas   e/ou materiais compostos  diferentes seriam razoáveis.



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Criaturo em 01 de Novembro de 2016, 15:03:50
Ok.

Acharam um pedaço de um material suspeito na área do incidente de Roswell. A análise indicou que não é terrestre e que também não é um fragmento de meteorito.

(http://www.openminds.tv/wp-content/uploads/AH-1A-ftr.jpg)

(http://www.openminds.tv/wp-content/uploads/met-collection-B.jpg)

Mais aqui:

http://www.openminds.tv/test-confirms-roswell-debris-733/10835
ok ! diante de tantas evidências, não entendo como ainda pode haver ceticos de ETs

SDS  :alien:

Eu li o conteúdo do link. O que se pode concluir com segurança sobre o 'naterial de Roswell' é que:

1) Não contém nenhum elemento químico desconhecido.

2) Não há nenhuma variante isotópica desconhecida do magnésio, que é um elemento comum em diversas ligas metálicas.

3) A fração isotópica do magnésio é anômala. O autor afirma que pode ser um erro analítico (concordo) ou pode ser extra-terrestre (concordo), mas duvido que seja de um processo metalúrgico alienígena. Acho que ele foi parte de um material mais raro de um meteorito.

4) O autor se equivoca ao afirmar que o metal alumínio não existe naturalmente. Ele se forma em ambientes extremamente redutores e sob ausência de oxigênio, como em certos vulcões e no talude continental, embora resultantes de processos geoquímicos diferentes.


Santa crendice cética geouniversal!

De onde voce passou acreditar que outros planetas possuem características físicas diferentes as da Terra ? 
Antigamente acreditava-se que a lua era de queijo! Se isto fosse verdade os mineiros  ja a teriam invadido!
Certamente o tempo que voce ainda era um crente assumido enxergava o diluvio como um acontecimento mudial e não o mais lógico que seria local, tipo inuadação de uma área!
Tambem adão e eva representam um raça humana e não apenas um casal, mas hoje aposto que ja não mais acredita em humanos ET´s! voce ainda não viu o depoimento do gordinho ?

http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=29885.msg912344#msg912344
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 01 de Novembro de 2016, 15:09:26
[...] esses aliens se esborracham com seus discos voadores como aconteceu em Roswell.

Como Neil Tyson diz, eu não quero aprender nada de tecnologia com aliens que nem conseguem pousar suas naves.




Uau, é mesmo ? Que belo raciocínio. Por este belo raciocínio nós não temos nada para aprender de tecnologia com americanos que nem conseguem pousar suas naves:


Problemas em missão

Em 25 de março de 2010, um F-22 caiu nas proximidades da base Edwards da Aeronáutica dos Estados Unidos , situada no Deserto de Mojave, no sul da Califórnia. Ao sair em missão de treinamento o acidente aconteceu por volta das 10h locais (14h de Brasília) a aproximadamente 50 km ao noroeste da base militar em 6 de novembro de 2010, um F-22 perdeu a comunicação com o Controle de Tráfego Aéreo do Alaska e caiu. O piloto, o Capitão Jeffre Haney não sobreviveu. Os pilotos americanos do caça decidiram não voar mais em áreas que nevam.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Lockheed_Martin_F-22


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Lorentz em 01 de Novembro de 2016, 15:11:58
[...] esses aliens se esborracham com seus discos voadores como aconteceu em Roswell.

Como Neil Tyson diz, eu não quero aprender nada de tecnologia com aliens que nem conseguem pousar suas naves.




Uau, é mesmo ? Que belo raciocínio. Por este belo raciocínio nós não temos nada para aprender de tecnologia com americanos que nem conseguem pousar suas naves:


Problemas em missão

Em 25 de março de 2010, um F-22 caiu nas proximidades da base Edwards da Aeronáutica dos Estados Unidos , situada no Deserto de Mojave, no sul da Califórnia. Ao sair em missão de treinamento o acidente aconteceu por volta das 10h locais (14h de Brasília) a aproximadamente 50 km ao noroeste da base militar.[carece de fontes]6 de novembro de 2010, um F-22 perdeu a comunicação com o Controle de Tráfego Aéreo do Alaska e caiu. O piloto, o Capitão Jeffre Haney não sobreviveu. Os pilotos americanos do caça decidiram não voar mais em áreas que nevam.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Lockheed_Martin_F-22


https://pt.wikipedia.org/wiki/Piada
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Fabrício em 01 de Novembro de 2016, 16:36:10
Citação de: JJ
2) Me diga como uma pessoa (comum) poderia coletar  um pedaço de um disco voador caso ela avistasse pousado (no solo)  a 100 m de distância (numa zona rural)  ?

Como é que você, nesse caso,  faria para pegar um pedaço do disco voador  (ou um objeto significativo que estivesse no interior dele) ?


Você está dizendo que é incrível que alguém (comum) não tenha conseguido isso. Então relate aqui qual seria o seu fácil procedimento:

Muito simples. Primeiro distraio os ETs mostrando a eles um campo de milho, trigo ou outra plantação semelhante, e enquanto eles se divertem fazendo círculos, arrumo uma chave de roda e roubo o estepe do disco voador. Na falta de um campo destes nas proximidades, levo uma vaca, cavalo, bode ou animal semelhante para os ETs e, enquanto eles estiverem alegremente mutilando o animal (é para o bem da ciência  :(), novamente terei tempo de sobra para entrar no disco e roubar até mesmo o registro dele no DETRAN galáctico e/ou o manual do proprietário.

Moleza.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Geotecton em 01 de Novembro de 2016, 17:26:36
Santa crendice cética geouniversal!

Crendice cética?


De onde voce passou acreditar que outros planetas possuem características físicas diferentes as da Terra ?

Não entendi a sua pergunta.

Pode reformulá-la ou explicar melhor?


Antigamente acreditava-se que a lua era de queijo! Se isto fosse verdade os mineiros  ja a teriam invadido!

Pouco plausível a sua hipótese, visto que eles não tem nenhuma tradição ou tecnologia astronáutica.


Certamente o tempo que voce ainda era um crente assumido enxergava o diluvio como um acontecimento mudial e não o mais lógico que seria local, tipo inuadação de uma área!

No tempo em que eu cria em alguma coisa, nunca considerei factível o 'dilúvio' como factível. Era - e é - claramente um trecho alegórico da bíblia.


Tambem adão e eva representam um raça humana e não apenas um casal,

Idem ao anterior.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gigaview em 01 de Novembro de 2016, 17:45:41
Ok.

Acharam um pedaço de um material suspeito na área do incidente de Roswell. A análise indicou que não é terrestre e que também não é um fragmento de meteorito.

(http://www.openminds.tv/wp-content/uploads/AH-1A-ftr.jpg)

(http://www.openminds.tv/wp-content/uploads/met-collection-B.jpg)

Mais aqui:

http://www.openminds.tv/test-confirms-roswell-debris-733/10835
ok ! diante de tantas evidências, não entendo como ainda pode haver ceticos de ETs

SDS  :alien:

Eu li o conteúdo do link. O que se pode concluir com segurança sobre o 'naterial de Roswell' é que:

1) Não contém nenhum elemento químico desconhecido.

2) Não há nenhuma variante isotópica desconhecida do magnésio, que é um elemento comum em diversas ligas metálicas.

3) A fração isotópica do magnésio é anômala. O autor afirma que pode ser um erro analítico (concordo) ou pode ser extra-terrestre (concordo), mas duvido que seja de um processo metalúrgico alienígena. Acho que ele foi parte de um material mais raro de um meteorito.

4) O autor se equivoca ao afirmar que o metal alumínio não existe naturalmente. Ele se forma em ambientes extremamente redutores e sob ausência de oxigênio, como em certos vulcões e no talude continental, embora resultantes de processos geoquímicos diferentes.

Ora Geo!

Muita coincidência achar fração isotópica do magnésio como parte de um material mais raro de um meteorito justamente no local onde supostamente ocorreu o incidente de Roswell. Pode ser que a nave alienígena era de uma equipe de geólogos alienígenas que trazia fragmentos de meteoritos com fração isotópica do magnésio que se perderam no solo e escaparam à atenção da equipe de "limpeza" dos militares que resgataram os fragmentos da nave acidentada.

Parecido com o caso Ubatuba. Em resumo...um grupo de pessoas vê um Ufo explodindo em Ubatuba em 1957 e conseguem um pedaço, resultado da explosão. O laudo da análise de laboratório do fragmento revela que é  magnésio num grau de pureza que não poderia ser obtido com os processos conhecidos na época. Então aparece alguém dizendo que não é bem assim. Produziram magnésio quase puro quinze anos antes do incidente e portanto o fragmento e a explosão só podem ser fraude. E foi arquivado como fraude e não se fala mais nisso seriamente.

É por essa e por outras que às vezes sou tentado a me especializar em fotografia de materialização de espíritos porque os céticos estão destruindo a minha fé na ciência ufológica.

Vamos lá Geo, refute o laudo e o caso Ubatuba, o nosso Roswell litorâneo...

http://gubf.net/um-relatorio-sobre-a-investigacao-de-amostras-de-magnesio-de-uma-explosao-ufo-sobre-o-mar-na-regiao-de-ubatuba-do-brasil/

http://www.ceticismoaberto.com/ufologia/1989/o-magnesio-de-ubatuba
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Geotecton em 01 de Novembro de 2016, 18:14:02
Ora Geo!

Pois não, Giga!


Muita coincidência achar fração isotópica do magnésio como parte de um material mais raro de um meteorito justamente no local onde supostamente ocorreu o incidente de Roswell.

Para responder adequadamente a sua indagação, eu preciso conhecer as características geológicas do local e do entorno. Na minha postagem anterior, eu não mencionei a possibilidade do material ter vindo do manto.


Pode ser que a nave alienígena era de uma equipe de geólogos alienígenas que trazia fragmentos de meteoritos com fração isotópica do magnésio que se perderam no solo e escaparam à atenção da equipe de "limpeza" dos militares que resgataram os fragmentos da nave acidentada.

Entendido.  :)


Parecido com o caso Ubatuba. Em resumo...um grupo de pessoas vê um Ufo explodindo em Ubatuba em 1957 e conseguem um pedaço, resultado da explosão. O laudo da análise de laboratório do fragmento revela que é  magnésio num grau de pureza que não poderia ser obtido com os processos conhecidos na época. Então aparece alguém dizendo que não é bem assim. Produziram magnésio quase puro quinze anos antes do incidente e portanto o fragmento e a explosão só podem ser fraude. E foi arquivado como fraude e não se fala mais nisso seriamente.

Não conheço o caso profundamente.

Se você afirma que assim foi...


É por essa e por outras que às vezes sou tentado a me especializar em fotografia de materialização de espíritos porque os céticos estão destruindo a minha fé na ciência ufológica.

Não se desespere.

Já me chamaram de "cético crente" e "cético de araque".

Então não dê crédito para a minha análise.  :)


Vamos lá Geo, refute o laudo e o caso Ubatuba, o nosso Roswell litorâneo...

http://gubf.net/um-relatorio-sobre-a-investigacao-de-amostras-de-magnesio-de-uma-explosao-ufo-sobre-o-mar-na-regiao-de-ubatuba-do-brasil/

http://www.ceticismoaberto.com/ufologia/1989/o-magnesio-de-ubatuba

Preciso ler tudo antes de emitir uma opinião.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 01 de Novembro de 2016, 18:46:42
aviões:  caso um um avião não comum  venha ao Brasil basta  tirar  algumas fotos e normalmente as pessoas não ficarão afirmando que são falsas.

Avião comum: basta  tirar  algumas fotos e normalmente as pessoas não ficarão afirmando que são falsas.

ondas eletromagnéticas:  a maioria das pessoas acreditam  sem que seja preciso sequer  entender bem a teoria e/ou fazer experimentos para isso.  Pois elas acreditam nas explicações que são dadas para o funcionamento de seus rádios  (e TVs , telefones, e aparelhos de controle remoto). Mas poucas entendem muito bem a teoria e/ou fazem experimentos para  testar.  A CRENÇA aqui  (de pessoas comuns, não especialistas)  é fundamentada no funcionamento de seus aparelhos.


Estrelas :  para a pessoa comum são pontos de luz visíveis a noite ( já a explicação científica detalhada do que seja simplesmente é  ACREDITADA  pelas maioria das pessoas que leem elas)  ( e lembrando aqui que o que os distantes pontos de luz são (cientificamente)  não é algo evidente para a grande maioria das pessoas, e mesmo para a minoria (fãs de ciência, mas não cientistas da área) que sabem a explicação científica, as evidência que eles tem é o argumento de autoridade (junto com ilustrações e/ou fotos em livros e internet) (ou quantos deles já fizeram observações diretas e lidaram diretamente com, por exemplo, espectrógrafos?). 


Supernovas :  a maioria das pessoas que leem sobre elas simplesmente  ACREDITAM no que leem, pois  ACREDITAM na(s) autoridade(s) dos que escreveram sobre elas.  ( e  lembrando que supernovas não são “evidentes”,  não é algo que seja normalmente possível de mostrar para uma pessoa qualquer e dizer olha aí , tá vendo ?  Tá na sua cara !  Já com um 737-800 isso pode ser feito).

Besteira JJ

Vcs crentes, sempre querem reduzir os questionamentos céticos ao mesmo patamar das crenças infundadas das religiões e crendices populares.

Todas essas coisas citadas não consistem meramente em crenças infundadas. É um patamar de “crença” baseada em uma metodologia, da qual chamamos de conhecimento. Podem haver quem não se interessa pelo assunto e simplesmente aceita as explicações de cientistas, mas são coisas que, a menos que vc seja um desses desinteressados, pode ser constatados por qualquer pessoa, além de que é possível o acesso a toda documentação e metodologia utilizada para as descobertas mais espetaculares. Pegue um telescópio e constate por vc mesmo, tudo o que eles falam a respeito de diversas observações, descartando o argumento de autoridade. Definitivamente não é um disse-que-me-disse como costumam ser os relatos de avistamento de OVNIs.

Isso é muito óbvio, vc parece estar trollando ou não soube diferenciar essas coisas.

Eu não sei porque vc ainda está aí teimando e se debatendo, sendo que vc mesmo ja afirmou que não possui "evidências adequadas".




Você é que está fugindo de alguma pergunta, no caso dessa pergunta.

Ou por acaso você concorda que  nos  casos exemplificados  (e em casos semelhantes)  será normalmente  inviável a obtenção desses tipos de evidências (por pessoas comuns) ?

Claro... é o mesmo que tentar evidenciar o Dragão na Garagem de Carl Sagan.
Deve-se aguardar por evidências mais consistentes.

Ok ?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Alquimista em 02 de Novembro de 2016, 00:47:34
Tambem adão e eva representam um raça humana e não apenas um casal, mas hoje aposto que ja não mais acredita em humanos ET´s! voce ainda não viu o depoimento do gordinho ?

http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=29885.msg912344#msg912344

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK...  O gordinho é o sósia do Marcelo Nascimento da Rocha (taí uma boa pista sobre a ''veracidade'' do relato!!!  hahahahahahahahaha...)

O ALQUIMISTA não é homem de se impressionar com essas bobagens ufológicas (de imprensa marrom de canais de TV fuleira aberta) tipo ''viajantes do tempo'', militares e aliens na Unicamp. Tudo isso já tinha ouvido falar e só causa impressão no homem comum.
Mas o que pra mim sem dúvida alguma foi novidade, pelo menos nunca tinha visto algo igual, foi aquela imagem do ET BULLDOG que passou durante a ''reBorBagem'': 

(https://scontent.fcpq1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/14910396_355716171442252_4975147348621727483_n.jpg?oh=7896eea768964aae51e70a333796f6cf&oe=589877A6)

ET Bulldog????????????

QUAQUAQUAQUAQUAQUAQUAQUAQUAQUAQUAQUAQUA...

Daí a gente vê até onde é capaz de chegar a im(V)a(R)gin(H)ação dos a(U)rtistas ufológicos!!!!!!!!  KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK...

A não ser que...  no futuro existam remakes do nosso tão querido seriado Chaves:

(https://scontent.fcpq1-1.fna.fbcdn.net/t31.0-8/14917210_355718571442012_8228920644475953408_o.jpg)


E vocês, acreditam em ET Bulldog??? (Mas o kiko tenho a ver com isso???!!!!!!!!)  HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA...
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 02 de Novembro de 2016, 09:05:37


JJ
Vcs crentes, sempre querem reduzir os questionamentos céticos ao mesmo patamar das crenças infundadas das religiões e crendices populares.

Comandante,

Toda pessoa que   ACREDITA que alguma coisa  é VERDADEIRA ou FALSA , é um CRENTE  nesta coisa.

A única forma de não ser CRENTE em nada é  suspender o juízo sobre tudo.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 02 de Novembro de 2016, 09:18:38

Todas essas coisas citadas não consistem meramente em crenças infundadas.


Isso eu mesmo deixei bem claro  em postagens anteriores , que há CRENÇAS que são fundamentadas em coisas que são consideradas como boas ou muito boas ou excelentes evidências, as quais são suficientes para fazer parte de um artigo científico que possa ser publicado numa revista científica de renome.


E que há muitas e muitas CRENÇAS (que inclusive compõe ações de autoridades e que são aceitas como verdadeiras) que não são fundamentadas em muito boas ou excelentes evidências, as quais não são suficientes para fazer parte de um artigo científico que possa ser publicado numa revista científica de renome.


O que mais de uma vez eu apresentei foi a questão de que  ações administrativas e judiciais, as quais são aceitas como verdadeiras por muita muita gente,  não apresentam tais boas evidências (ou muito boas ou excelentes),  as quais seriam suficientes para fazer parte de um artigo científico que possa ser publicado numa revista científica de renome.


Ou seja, mesmo peso e duas medidas,  muitas pessoas que consideram/ACREDITAM que ações (com conclusões e consequências sérias) de autoridades são verdadeiras, não pedem o mesmo nível de evidência que costumam pedir no caso de observações de discos voadores.


Esta é a questão primordial que estou levantando.



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Criaturo em 02 de Novembro de 2016, 13:52:48
Santa crendice cética geouniversal!

Crendice cética?


De onde voce passou acreditar que outros planetas possuem características físicas diferentes as da Terra ?

Não entendi a sua pergunta.

Pode reformulá-la ou explicar melhor?


argumenta que tais objetos encontrados não poderiam ser de outro planeta ja que são comuns na Terra, mas quem disse que tais materiais tambem não podem ser encontrados em outros planetas ?
por isso recomendei que visse o video do gordinho  afirmando que os ETs eram humanos!
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Geotecton em 02 de Novembro de 2016, 14:40:13
Santa crendice cética geouniversal!
Crendice cética?


De onde voce passou acreditar que outros planetas possuem características físicas diferentes as da Terra ?
Não entendi a sua pergunta.

Pode reformulá-la ou explicar melhor?

argumenta que tais objetos encontrados não poderiam ser de outro planeta ja que são comuns na Terra, mas quem disse que tais materiais tambem não podem ser encontrados em outros planetas ?

Eu não afirmei que os elenetos químicos descritos não podem ser encontrados em outros planetas.

O que concluí é que pela composição química do material, não há necessidade em apelar para uma origem extra-terrestre. Não há nenhum elemento químico desconhecido sequer como traço e não foi observada nenhuma liga metálica que seja desconhecida.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 02 de Novembro de 2016, 16:01:26
Vamos lá Geo, refute o laudo e o caso Ubatuba, o nosso Roswell litorâneo...

Ubatuba... Uberaba... e Varginha... pode-se traçar um triângulo no mapa ligando cada uma dessas localidades. Coincidência?

(https://i.ytimg.com/vi/TjLSt-MlbM8/hqdefault.jpg)

(http://1.bp.blogspot.com/-7Ngyi-TQwNY/UFaozjDAisI/AAAAAAAAAIY/ps19FAr2kSs/s1600/Time+Triangle+picture.jpg)

(http://www.whale.to/b/z5b4zgo5.jpg)

(http://naturalbalanceacupunctureclinic.com/wp-content/uploads/2015/01/DF012-copy.jpg)

(http://archive.progressu.com/images/pyramid.png)

(http://www.gateworld.net/wiki//images/9/91/Pyramidship.jpg)
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 02 de Novembro de 2016, 16:05:31
O correto aqui seria   “ sobre a Existência de fadas”  , pois não faz sentido em falar de evidência para a inexistência de alguma coisa.

Sim, eu mesma te disse isso quando falamos sobre a Matrix, que não faz sentido provar inexistência de algo.
E, obviamente, não temos evidência da existência de fadas. Mas o que estou dizendo agora é que se não temos evidência de existência e tampouco podemos provar inexistência, qual é o sentido de ficar cogitando sobre fadas?? É o mesmo sentido que tem de se ficar cogitando visitas de aliens na Terra, apenas porque alguém resolveu dizer que viu um disco voador.
Curiosamente ninguém fica cogitando do OVNI ser uma fada de luz, por que será? rs

Importante observar que a existência de seres extraterrestres  é considerada uma hipótese científica válida e/ou razoável, inclusive a  existência de seres extraterrestres inteligentes.  Enquanto que a existência de   fadas, duendes e unicórnios coloridos mágicos não é considerada uma hipótese científica válida e/ou razoável.
   

O fato de ser alta a chance de existir vida fora da Terra, inclusive vida inteligente, não significa que qualquer OVNI seja uma nave alien e que qualquer relato seja uma evidência considerável, cientificamente falando. Evidência anedótica não serve pra PN. 

Certamente que já existe alguns tipos de evidências  para se considerar a visita de aliens,  e como já  comuniquei anteriormente tais evidências não são (ainda) suficientes para serem aceitas para compor um artigo para publicação numa revista científica.  Mas é bom lembrar que muitas observações e  coisas que consideramos VERDADEIRAS em nosso dia a dia  TAMBÉM não possuem evidências que seriam adequadas  para compor um artigo que seria aceito para publicação numa revista científica.

Evidências anedóticas não servem para a ciência, e nunca serão suficientes, simplesmente porque não é ciência, no máximo se chama isso de boato.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 02 de Novembro de 2016, 16:13:04
Um alternativa pouco considerada e mais parcimoniosa levando em conta o silêncio espacial é que os OVNIS sejam de uma civilização mais avançada, mas de humanos. Da mesma forma como há povos indígenas ainda não contatados pela civilização, que se assustam ao ver aviões e helicópteros, e geralmente temos com eles a política de não-intervenção/não-contato, talvez haja uma outra civilizão humana com nível superior de tecnologia comparável, que também tem como política nos deixar isolados.

https://en.wikipedia.org/wiki/Phantom_time_hypothesis
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 02 de Novembro de 2016, 16:26:00
Um alternativa pouco considerada e mais parcimoniosa levando em conta o silêncio espacial é que os OVNIS sejam de uma civilização mais avançada, mas de humanos. Da mesma forma como há povos indígenas ainda não contatados pela civilização, que se assustam ao ver aviões e helicópteros, e geralmente temos com eles a política de não-intervenção/não-contato, talvez haja uma outra civilizão humana com nível superior de tecnologia comparável, que também tem como política nos deixar isolados.

https://en.wikipedia.org/wiki/Phantom_time_hypothesis

Outra hipótese é que a vida inteligente está no começo no universo.

http://www.dailygalaxy.com/my_weblog/2014/06/intelligent-life-may-be-in-its-early-stage-in-universe-todays-most-popular.html

Particularmente, tendo a achar que as distâncias absurdamente grandes são o maior empecilho, ainda que existam civilizações cuja tecnologia seja mais avançada. Dependeria do quão avançada seria essa tecnologia.  :)
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 02 de Novembro de 2016, 17:21:27


[/quote]
Comandante,

Toda pessoa que   ACREDITA que alguma coisa  é VERDADEIRA ou FALSA , é um CRENTE  nesta coisa.

A única forma de não ser CRENTE em nada é  suspender o juízo sobre tudo.

Vcs que são Crentes em crendices populares, adoram chamar céticos e cientistas de crentes, apesar de geralmente ser Crente, é mais utilizado para indicar os adeptos de uma religião.
Acontece que tudo o que envolve a construção e o desenvolvimento de um saber científico, a observação, a metodologia, a repetição de experimentos, a previsão teórica utilizando cálculos conseguidos baseados na experiência, a possibilidade de averiguação, correção e tudo mais, eleva essa mera "crença" ao patamar de Conhecimento.

Outra grande diferença da "crença", ou melhor, conhecimento científico, é que ele é útil. Apesar do conhecimento também levar a coisas ruins, falando das coisas boas, com essa "crença", nós conseguimos um melhor entendimento da natureza, as vezes sua manipulação, os avanços tecnológicos, aplicações práticas no cotidiano, novas descobertas, novos horizontes.

Vc quer me chamar de crente? beleza, eu sou um crente nas possibilidades proporcionadas pela ciência. Está melhor assim pra vc?
Mas definitivamente, a "crença" do cientista e do cético é mais útil que a sua, pois a sua é baseada em quase nada, mais parece mesmo um desejo. Já o Conhecimento, é fruto de um processo que se mostra bastante alinhado com a natureza a nossa volta.

Agora, o que vc consegue de útil com a sua Crendice na visita de ETs????


Ou seja, mesmo peso e duas medidas,  muitas pessoas que consideram/ACREDITAM que ações (com conclusões e consequências sérias) de autoridades são verdadeiras, não pedem o mesmo nível de evidência que costumam pedir no caso de observações de discos voadores.

Esta é a questão primordial que estou levantando.

Definitivamente não é "um peso, duas medidas".

Aqui eu reforço mais uma vez, vc está perdendo o ponto chave da nossa discussão. Vou dar um exemplo:

a) Um caixa eletrônico explodiu do lado de sua casa (FATO). Houve uma investigação, juntaram testemunhos, filmagens, fragmentos e concluíram que fulano foi o autor.
Vc pode questionar a vontade o resultado da investigação, e chamar de crentes aqueles que acreditam no veredito dado pelas autoridades.

Mas tudo isso foi desencadeado por um FATO inicial, que deixou sua vizinhança cheia de destroços espalhados.

b) Agora vc quer que demos atenção a sua questão dos supostos avistamentos de naves e de ETs. Quer uma investigação séria.
Mas, qual o FATO que desencadearia essa atenção? O disco voador pairando na plantação? A marca que ele deixou? Qual? Cade? Vc ja disse que se quer tem como conseguir uma boa evidência.

Perceba que possíveis investigações para ambos os casos, não partem da mesma motivação.
Então, aqui nós temos 2 pesos, e por isso 2 medidas.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 02 de Novembro de 2016, 17:28:22

Ou seja, mesmo peso e duas medidas,  muitas pessoas que consideram/ACREDITAM que ações (com conclusões e consequências sérias) de autoridades são verdadeiras, não pedem o mesmo nível de evidência que costumam pedir no caso de observações de discos voadores.

Esta é a questão primordial que estou levantando.

Definitivamente não é "um peso, duas medidas".

Aqui eu reforço mais uma vez, vc está perdendo o ponto chave da nossa discussão. Vou dar um exemplo:

a) Um caixa eletrônico explodiu do lado de sua casa (FATO). Houve uma investigação, juntaram testemunhos, filmagens, fragmentos e concluíram que fulano foi o autor.
Vc pode questionar a vontade o resultado da investigação, e chamar de crentes aqueles que acreditam no veredito dado pelas autoridades.

Mas tudo isso foi desencadeado por um FATO inicial, que deixou sua vizinhança cheia de destroços espalhados.



Questão:


Todo  suposto ato que  tenha sido e/ou  possa ser objeto de  julgamento administrativo e/ou  de  julgamento judicial,   deixa  fragmentos  (e/ou destroços e/ou partes)  do suposto ato ?


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gauss em 02 de Novembro de 2016, 17:42:16
Questão:


Todo  suposto ato que  tenha sido e/ou  possa ser objeto de  julgamento administrativo e/ou  de  julgamento judicial,   deixa  fragmentos  (e/ou destroços e/ou partes)  do suposto ato ?

Sim, caso o contrário é impossível chegar a um julgamento, ou o ato simplesmente não ocorreu.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 02 de Novembro de 2016, 17:51:01
Questão:

Todo  suposto ato que  tenha sido e/ou  possa ser objeto de  julgamento administrativo e/ou  de  julgamento judicial,   deixa  fragmentos  (e/ou destroços e/ou partes)  do suposto ato ?

Sim, caso o contrário é impossível chegar a um julgamento, ou o ato simplesmente não ocorreu.



Todo furto deixa*  fragmentos  (e/ou destroços e/ou partes)  do   furto ?




*o deixar, obviamente tem o mesmo significado de deixar no exemplo dado pelo Comandante (ou seja deixar no local do ato).  Espero que isto tenha sido entendido, já que eu estava seguindo a forma do exemplo dado pelo Comandante.



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 02 de Novembro de 2016, 17:59:31
Questão:


Todo  suposto ato que  tenha sido e/ou  possa ser objeto de  julgamento administrativo e/ou  de  julgamento judicial,   deixa  fragmentos  (e/ou destroços e/ou partes)  do suposto ato ?

Sim, caso o contrário é impossível chegar a um julgamento, ou o ato simplesmente não ocorreu.


Todo  ato  no trânsito que possa ser objeto  de multa  por algum agente de  trânsito  (de fiscalização) deixa  fragmentos  (e/ou destroços e/ou partes)  do suposto  ato  (objeto da multa)  ?


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 02 de Novembro de 2016, 19:33:42
JJ...

Falácia do espantalho denovo?

Uma explosão deixa fragmentos, uma morte deixa um corpo, um arrombamento deixa vestígios, um acidente de transito deixa veículos danificados.

Eu dei um exemplo ilustrativo. É o mesmo que vc me perguntar se todo acidente de transito promove danos materiais.

O que estou querendo dizer, é que  uma investigação parte de algum acontecimento. E vc não apresenta acontecimentos.

Sua atitude só me mostra que vc não quer dar o braço a torcer de que não existe quaisquer motivos evidentes para darmos crédito a sua crença nas visitas extraterrestres.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 02 de Novembro de 2016, 19:37:32
Vc está Trollando, só pode.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 02 de Novembro de 2016, 22:09:01
Todo furto deixa*  fragmentos  (e/ou destroços e/ou partes)  do   furto ?

Não, nem todo furto deixa vestígios, mas isso apenas significa que não se tem pistas sobre quem ou como furtou. Mas o furto aconteceu, é fato consumado, é constatável, houve um furto, e diante dessa constatação é que se investiga a autoria e as circunstâncias em que se deu o crime. Diferentemente da "aparição" de uma suposta nave desconhecida. Como averiguar a origem da suposta nave, se nem ao menos é fato consumado que uma nave estava passeando pelo céu, entende?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 02 de Novembro de 2016, 22:15:24
Acho que ele não entende, ou é troll
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 03 de Novembro de 2016, 02:32:56
JJ...

Falácia do espantalho denovo?

Uma explosão deixa fragmentos, uma morte deixa um corpo, um arrombamento deixa vestígios, um acidente de transito deixa veículos danificados.




Nenhuma falácia.

Uma conversão à direita sem dar seta deixa deixa  fragmentos  (e/ou destroços e/ou partes)  da conversão ?


Uma ultrapassagem pela esquerda sem dar seta deixa deixa  fragmentos  (e/ou destroços e/ou partes)  da ultrapassagem ?


Uma ultrapassagem pela direita  deixa  fragmentos  (e/ou destroços e/ou partes)  da ultrapassagem ?


Uma ultrapassagem em local de faixa contínua deixa  fragmentos  (e/ou destroços e/ou partes)  da ultrapassagem ?

...


Aqui dei três exemplos (poderia dar mais exemplos),  mas bastaria um para mostrar que NÃO  é  Todo  ato  no trânsito que possa ser objeto  de multa  por algum agente de  trânsito  (de fiscalização) deixa  fragmentos  (e/ou destroços e/ou partes)  do suposto  ato  (objeto da multa).


 
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 03 de Novembro de 2016, 02:35:22
Vc está Trollando, só pode.



De modo algum,   falei seríssimo.  E minha pergunta foi bem  fácil de responder. Como acabei de mostrar há muitos exemplos para isso.

A resposta era simplesmente:  NÃO.

Bastava um único exemplo para se chegar na resposta correta.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 03 de Novembro de 2016, 02:38:18
Todo furto deixa*  fragmentos  (e/ou destroços e/ou partes)  do   furto ?

Não, nem todo furto deixa vestígios.


Este era  o ponto principal  do meu contra argumento ao post do Comandante.  Até aqui bastava  responder isso. 


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 03 de Novembro de 2016, 02:40:47
Acho que ele não entende, ou é troll



Entendi perfeitamente e não sou troll.  Você que não conseguiu  lembrar de um exemplo entre tantos possíveis.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 03 de Novembro de 2016, 02:49:39
Todo furto deixa*  fragmentos  (e/ou destroços e/ou partes)  do   furto ?

Não, nem todo furto deixa vestígios, mas isso apenas significa que não se tem pistas sobre quem ou como furtou. Mas o furto aconteceu, é fato consumado, é constatável, houve um furto, e diante dessa constatação é que se investiga a autoria e as circunstâncias em que se deu o crime. Diferentemente da "aparição" de uma suposta nave desconhecida. Como averiguar a origem da suposta nave, se nem ao menos é fato consumado que uma nave estava passeando pelo céu, entende?


Constatar é descobrir a verdade de  algo.  Aqui você só está  reafirmando repetidamente  que é possível descobrir a verdade  sobre o suposto ato. 

Só que a questão aqui são as possibilidades e/ou modos de  COMO  se pode chegar (e usualmente se chega) a conclusões sobre  se  esse tipo de suposto ato foi verdadeiro, e não que seja possível descobri-lo como você afirma e reafirma.


Para encurtar a comunicação,   fotos e/ou  filmagens,  e às vezes só testemunhos  são  utilizados para  (supostamente) constatar/descobrir  a verdade (e concluir,  e realmente considerar que é verdade)    sobre o suposto ato de furto supostamente ocorrido  (e de outros tipos de atos penalizados de forma séria) . 




Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 03 de Novembro de 2016, 03:42:20

Certamente que já existe alguns tipos de evidências  para se considerar a visita de aliens,  e como já  comuniquei anteriormente tais evidências não são (ainda) suficientes para serem aceitas para compor um artigo para publicação numa revista científica.  Mas é bom lembrar que muitas observações e  coisas que consideramos VERDADEIRAS em nosso dia a dia  TAMBÉM não possuem evidências que seriam adequadas  para compor um artigo que seria aceito para publicação numa revista científica.

Evidências anedóticas não servem para a ciência, e nunca serão suficientes, simplesmente porque não é ciência, no máximo se chama isso de boato.


E onde é que eu digitei que serve ?

Pelo contrário eu já afirmei mais de uma vez que é insuficiente, que não  é aceito para publicação em revistas cientificas.  E desde o início da minha argumentação  a  questão  que eu coloquei foi outra.  E pelos exemplos já dados fica claro que na prática não são considerados apenas como boatos.  Muito pelo contrário, são levados a sério e pessoas são gravemente penalizadas com base neles.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 03 de Novembro de 2016, 07:49:34
Todo furto deixa*  fragmentos  (e/ou destroços e/ou partes)  do   furto ?

Não, nem todo furto deixa vestígios, mas isso apenas significa que não se tem pistas sobre quem ou como furtou. Mas o furto aconteceu, é fato consumado, é constatável, houve um furto, e diante dessa constatação é que se investiga a autoria e as circunstâncias em que se deu o crime. Diferentemente da "aparição" de uma suposta nave desconhecida. Como averiguar a origem da suposta nave, se nem ao menos é fato consumado que uma nave estava passeando pelo céu, entende?


Como averiguar que o José Maria dirigindo um Gol cinza  ultrapassou, num trecho de faixa continua, um  fusca amarelo, na BR 060, no km 364, no dia 10 de outubro de 1990,  às  13:21:10 h ?


Os policiais rodoviários federais  Antônio Mourão e o Francisco Chavier  testemunharam, afirmam  que passou, e  Antônio Mourão tascou uma multa.  E aí ?


O  José Maria vai  afirmar que é falso e vai ter razão ?  Caso ele recorra da multa e alegue que os testemunhos dos dois policiais não servem para corroborar a veracidade do fenômeno,  ele vai ganhar na instância administrativa ?  E caso ele chegue na instância judicial o(a) juiz(a) irá dar razão para ele ?



Se você fosse a juíza como você   CONSTATARIA  CIENTIFICAMENTE   que os policiais rodoviários  federais estão  falando a verdade ?




Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 03 de Novembro de 2016, 08:14:00
JJ

Eu entendi seu ponto.

Ficaria assim:
Como que a sociedade aceita a fé pública do guarda de transito ou de uma câmera de vigilância para multar um cidadão infrator por uma conversão em local proibido, e não aceita um relato de um piloto ou de uma pessoa comum mesmo que eles tenham uma foto ou uma filmagem (tosca geralmente, né) ???

Muito bem. Olhando por este aspecto, vc "quase" encerra a questão principal do tópico.
Mas vc ainda assim está sendo simplista, e por isso sua argumentação lhe é aparentemente consistente. (isso acaba acontecendo quando o ponto de vista é simplista, não me leve a mal.... explico)

Eu mesmo ja tive raiva de guardinha de transito que me multou alegando que eu estava afastado mais de 30 centimetros da guia  :x

Acontece JJ, isso apesar de ser um sistema não ideal ou não tão rigoroso quando uma metodologia científica, é convencionado, aceito pela sociedade e estabelecido em lei, baseado em uma série de FATOS e necessidades sociais, e seriam dentre elas:

- poder estruturar e organizar a sociedade
- garantir direitos iguais na utilização das vias de trânsito
- garantir prioridades a pessoas necessidades especiais
- evitar obstrução de vias por veículos mal estacionados
- evitar acidentes, coisas que são incontestável e historicamente corriqueiras e muitas vezes deixam MUITOS destroços
- garantir acesso e transito ordenado aos cidadãos
- mitigar danos materiais que um transito desordenado poderia acarretar
- liberação de via e espaço para veículos de emergência
- garantir direito de pedestres e evitar atropelamentos
- viabilizar cruzamentos
- etc... etc...etc

Qualquer pessoa, comum ou especialista, pode ter vivenciado, constatar ou prever os problemas de um transito desorganizado diariamente.

Realmente, a metodologia utilizada nem sempre é perfeita. Mas perceba que existe um contexto complexo e factual que envolve os seus exemplos, e vc estaria sendo simplista por considerar apenas um aspécto da questão, sem dar importância as suas motivações e tudo que a envolve.

Por isso que a sua argumentação sempre recai sobre a pergunta inicial:

Quais necessidades ou contexto complexo e factual que motivaria despertar o interesse cético e científico a favor de voltar a atenção para alegações de supostas visitas extraterrestres?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 03 de Novembro de 2016, 08:35:49
JJ

Eu entendi seu ponto.

Ficaria assim:
Como que a sociedade aceita a fé pública do guarda de transito ou de uma câmera de vigilância […]


A sociedade é algo muito genérico, pois dentro desse conjunto "sociedade" há pessoas muito crédulas,  para o meu exemplo os tipos de pessoas que interessam são as que duvidam de fotos e/ou filmagens e/ou  testemunhos ao ponto de afirmarem que não valem nada ou praticamente nada, ao ponto de afirmarem que não serve para  dar  nenhuma  (ou praticamente nenhuma)   credibilidade ao suposto fenômeno.

E há até casos em que pessoas são presas com base em testemunhos e/ou fotos e/ou filmagens. E geralmente a tal da sociedade e os tais “céticos” não duvidam dos testemunhos e/ou fotos e/ou filmagens  (que às vezes são apresentados em programas de TVs), muito pelo contrário geralmente tomam rapidamente por verdade e ficam bem satisfeitas de ver mais um “vagabundo” “criminoso” “infrator da lei”  sendo escorraçado .

Cadê o grande “ceticismo”  ?   Cadê   o pedido para que sejam apresentadas  boas e/o ou ótimas e/ou excelentes evidências que possam ser publicadas numa revista científica rigorosa ?

Tem ?

Não tem. 

Mas acreditam ?

ACREDITAM,  sem problema.

Até muitos acham que deveriam prender muito mais gente. Acham que tem poucos presos.

Aliás muitos até acham que deveria sair logo é passando o rodo.     :armado:


 

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 03 de Novembro de 2016, 08:42:27


Por isso dá para afirmar que muitos "céticos"  dão pesos diferentes para testemunhos e/ou fotos e/ou filmagens  conforme  seja o fenômeno  a que estejam se referindo.



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 03 de Novembro de 2016, 08:49:29

Qualquer pessoa, comum ou especialista, pode ter vivenciado, constatar ou prever os problemas de um transito desorganizado diariamente.



Eu dei alguns exemplos de trânsito,  mas há outros com consequências/penalidades até mais graves que podem ser dados.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 03 de Novembro de 2016, 09:22:20
Aliás muitos até acham que deveria sair logo é passando o rodo.

Ou jogar uma bomba atômica   :twisted:

E há até casos em que pessoas são presas com base em testemunhos e/ou fotos e/ou filmagens. E geralmente a tal da sociedade e os tais “céticos” não duvidam dos testemunhos e/ou fotos e/ou filmagens  (que às vezes são apresentados em programas de TVs), muito pelo contrário geralmente tomam rapidamente por verdade e ficam bem satisfeitas de ver mais um “vagabundo” “criminoso” “infrator da lei”  sendo escorraçado .

Realmente eu lamento que o sistema seja falho. Mas sua pontuação continua sendo simplista.
Mortes, assassinatos, problemas de transito, acidentes, crimes, ou qualquer outro exemplo que queiras dar, sempre aconteceram, acontecem e provavelmente continuarão acontecendo. Isso motiva que um sistema, mesmo que falho, de controle seja estabelecido. Estabelecido o sistema, aí vamos discutir a validade da metodologia utilizada.

Agora volta a fita, temos que começar do início: O que motiva a investigação ou crédito as alegações de supostos avistamentos?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 03 de Novembro de 2016, 09:46:54
Agora volta a fita, temos que começar do início: O que motiva a investigação ou crédito as alegações de supostos avistamentos?




O que motiva a investigação de suposta vida em Marte ?


O que motiva a investigação de supostos sinais de inteligência extraterrestre  ?




Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 03 de Novembro de 2016, 10:00:45
Bom,  a Terra é um planeta e possui vida, temos um planeta próximo... ele tem gelo, e água é necessária para formação de vida como conhecemos, é uma forma de tentar constatar se ingredientes da vida estão só aqui, ou espalhados pelo universo.

Nós somos inteligentes e enviamos sinais para o espaço. Seríamos a única civilização existente e a fazer isso?

Temos alguns ótimos pontos de partida.

Estou esperando o seu.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 03 de Novembro de 2016, 10:15:09
Bom,  a Terra é um planeta e possui vida, temos um planeta próximo... ele tem gelo, e água é necessária para formação de vida como conhecemos, é uma forma de tentar constatar se ingredientes da vida estão só aqui, ou espalhados pelo universo.


Gelo, e água  não são (e não dão) evidência de que terá vida em Marte.  Dão apenas possibilidades, esperança e crença de que possa ter.



Nós somos inteligentes e enviamos sinais para o espaço. Seríamos a única civilização existente e a fazer isso?


Sermos inteligentes e enviarmos sinais para o espaço também não são  evidência de que terá sinais inteligentes vindos de outros sistemas planetários.    Novamente temos  apenas possibilidades, esperança e crença de que possam ter.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 03 de Novembro de 2016, 10:41:24
O correto aqui seria   “ sobre a Existência de fadas”  , pois não faz sentido em falar de evidência para a inexistência de alguma coisa.

Sim, eu mesma te disse isso quando falamos sobre a Matrix, que não faz sentido provar inexistência de algo.

E, obviamente, não temos evidência da existência de fadas. Mas o que estou dizendo agora é que se não temos evidência de existência e tampouco podemos provar inexistência, qual é o sentido de ficar cogitando sobre fadas?? É o mesmo sentido que tem de se ficar cogitando visitas de aliens na Terra, apenas porque alguém resolveu dizer que viu um disco voador.

Curiosamente ninguém fica cogitando do OVNI ser uma fada de luz, por que será? rs



Porque  vida  extraterrestre inteligente é algo considerado cientificamente  possível  pela  Teoria da Evolução,  enquanto fada de luz  não é é algo considerado cientificamente  possível  pela  Teoria da Evolução. 


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 03 de Novembro de 2016, 10:46:34
Importante observar que a existência de seres extraterrestres  é considerada uma hipótese científica válida e/ou razoável, inclusive a  existência de seres extraterrestres inteligentes.  Enquanto que a existência de   fadas, duendes e unicórnios coloridos mágicos não é considerada uma hipótese científica válida e/ou razoável.
   

O fato de ser alta a chance de existir vida fora da Terra, inclusive vida inteligente, não significa que qualquer OVNI seja uma nave alien e que qualquer relato seja uma evidência considerável, cientificamente falando. Evidência anedótica não serve pra PN. 
 

Testemunhos (evidências anedóticas)  servem  para abrir  processos administrativos e judiciais, servem para aplicação de multas, e servem até para obter condenações de pessoas a penas privativas de liberdade.

E filmagens (ou testemunhos + filmagens)  servem para aplicação de multas, e  também servem para abrir  processos administrativos e judiciais, e servem até para obter condenações de pessoas a penas privativas de liberdade.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 03 de Novembro de 2016, 10:55:58
Bom,  a Terra é um planeta e possui vida, temos um planeta próximo... ele tem gelo, e água é necessária para formação de vida como conhecemos, é uma forma de tentar constatar se ingredientes da vida estão só aqui, ou espalhados pelo universo.

Nós somos inteligentes e enviamos sinais para o espaço. Seríamos a única civilização existente e a fazer isso?

Temos alguns ótimos pontos de partida.

Estou esperando o seu.


Crença na Teoria da Evolução.

Crença de que a Terra não é especial e única.

Crença de que é possível ter vida extraterrestre inteligente  mais antiga (~1000 ou  mais anos)  do que a vida  na Terra .

Testemunhos (muitos e variados).

Fotos.

Filmagens.



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 03 de Novembro de 2016, 10:58:51
Gelo, e água  não são (e não dão) evidência de que terá vida em Marte.  Dão apenas possibilidades, esperança e crença de que possa ter.

Sermos inteligentes e enviarmos sinais para o espaço também não são evidência de que terá sinais inteligentes vindos de outros sistemas planetários. Novamente temos  apenas possibilidades, esperança e crença de que possam ter.

Então vc está se igualando ao que vc mesmo critica, ou seja, dar atenção a alegações de supostos avistamentos, são apenas possibilidades, esperança e crença.  :ok:
Joia... mas vc enterra tua tese cada vez mais


Porem, ao contrário...até agora eu e os demais, temos dados inúmeros exemplos de coisas que existem, como ponto de partida para os processos que viemos exemplificando, mesmo que em alguns casos como da busca por sinais de vida inteligente, seja nada mais que o espírito científico da busca pelo conhecimento, baseado nos nossos próprios exemplos de existência.

Vc até agora não trouxe NENHUM ponto de partida que mereça quaisquer investigações sérias (vc quem disse)

E estamos nos embromando nisso o tópico inteiro.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 03 de Novembro de 2016, 11:06:25
Gelo, e água  não são (e não dão) evidência de que terá vida em Marte.  Dão apenas possibilidades, esperança e crença de que possa ter.

Sermos inteligentes e enviarmos sinais para o espaço também não são evidência de que terá sinais inteligentes vindos de outros sistemas planetários. Novamente temos  apenas possibilidades, esperança e crença de que possam ter.

Então vc está se igualando ao que vc mesmo critica, ou seja, dar atenção a alegações de supostos avistamentos, são apenas possibilidades, esperança e crença.  :ok:
Joia... mas vc enterra tua tese cada vez mais



Mas é óbvio que não,   até agora você  não entendeu  que  crenças podem ser fundamentadas em  evidências  ?  E/ou em boas teorias ?

Mais de uma vez eu já mostrei que acreditar que algum fenômeno  é verdadeiro ou falso é uma forma de crença.

Parece que os "céticos" tem dificuldade de entender isso.

Será que é algum trauma com o verbo acreditar e com o substantivo  crença ?


 
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 03 de Novembro de 2016, 11:08:40

Acreditar   Buhhhh    :ghost:

Crença      Buhhhh      :ghost:



 :hihi:  :biglol:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 03 de Novembro de 2016, 11:59:34
O que está difícil é de vc entender que não ha qualquer motivação para dar atenção científica a visitas de ETs.

Se quer para dar qualquer atenção, pois a única coisa que existe são relatos. Nunca houve qualquer fato que anteceda.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 03 de Novembro de 2016, 12:35:02
Veja vc mesmo os seus próprios exemplos. Sempre que vc fala em testemunhos e filmagens para exemplificar sua crítica, essa reunião de dados (testemunhos e tal) são motivados por algum acontecimento.

Aqui nesta discussão, vc está simplesmente pulando etapas, e indo direto para a ultima, que são os relatos.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 03 de Novembro de 2016, 13:06:15
O que está difícil é de vc entender que não ha qualquer motivação para dar atenção científica a visitas de ETs.



Mas eu não afirmei que deveria se dar atenção científica (colocar equipes de cientistas públicos a disposição para investigar tais relatos e/ou  fotos e /ou filmagens) a visitas de ETs. Este nunca foi o meu ponto aqui. O meu ponto aqui é simplesmente há evidências sobre  visitas de ETs  (ou pelo menos de máquinas voadoras muito diferentes das máquinas terrestres). 



Se quer para dar qualquer atenção, pois a única coisa que existe são relatos.


Não.   Testemunhos  (relatos) não são a única coisa que existe. Também existem fotos e filmagens.



Nunca houve qualquer fato que anteceda.


Observação (visualização)  é uma coisa realizada (ou acontecimento), é um ato feito.

Fotografar   é uma coisa realizada (ou acontecimento), é um ato, feito.

Filmar é uma coisa realizada (ou acontecimento), é um ato, feito.

Fato  é uma coisa realizada (ou acontecimento), é um ato, feito.

Portanto temos aí pelo menos três tipos de coisas realizadas, três tipos de  atos,  três tipos de feitos,  três  tipos de fatos (ou acontecimentos).



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 03 de Novembro de 2016, 13:19:12


Parece que tem gente que tem na cabeça ou quer inventar  uma definição particular para a palavra  "fato".


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 03 de Novembro de 2016, 13:24:27


fa·to |ct|
(latim factum, -i, aquilo que se fez, façanha, proeza, .ato)
substantivo masculino
1. Coisa realizada. = .ATO, FEITO
2. Acontecimento.

"fato", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/fato [consultado em 03-11-2016].



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 03 de Novembro de 2016, 13:41:58
O correto aqui seria   “ sobre a Existência de fadas”  , pois não faz sentido em falar de evidência para a inexistência de alguma coisa.

Sim, eu mesma te disse isso quando falamos sobre a Matrix, que não faz sentido provar inexistência de algo.

E, obviamente, não temos evidência da existência de fadas. Mas o que estou dizendo agora é que se não temos evidência de existência e tampouco podemos provar inexistência, qual é o sentido de ficar cogitando sobre fadas?? É o mesmo sentido que tem de se ficar cogitando visitas de aliens na Terra, apenas porque alguém resolveu dizer que viu um disco voador.

Curiosamente ninguém fica cogitando do OVNI ser uma fada de luz, por que será? rs



Porque  vida  extraterrestre inteligente é algo considerado cientificamente  possível  pela  Teoria da Evolução,  enquanto fada de luz  não é é algo considerado cientificamente  possível  pela  Teoria da Evolução. 


Exceto se você considerar que poderiam ser elas mesmas ETs que colonizaram o planeta Terra já há um bom tempo. "Fadas astronautas".

Não é uma teoria pior do que a de ETs adolescentes tirando racha em disco voador dos pais para assustar caipiras.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 03 de Novembro de 2016, 13:44:22
Veja vc mesmo os seus próprios exemplos. Sempre que vc fala em testemunhos e filmagens para exemplificar sua crítica, essa reunião de dados (testemunhos e tal) são motivados por algum acontecimento.



Testemunhos e/ou fotos e/ou filmagens  podem compor o conjunto de  acontecimentos/ fatos/ feitos /atos :


"Antônio e João observaram  uma máquina voadora, sem hélices, sem asas rotativas, com tamanho aproximado de 10 de diâmetro por 5 m de altura, com formato de disco voador (aproximadamente semi circular),    com aparência metálica, pairando a 2 m do solo, a cerca de 120 m de distância do ponto em que estavam, sobre uma plantação de soja,  na zona rural de Araguacema, às 17:12 h de  10 de junho de 2010".



"Antônio e João observaram, e fotografaram (ou filmaram)  uma máquina voadora, sem hélices, sem asas rotativas, com tamanho aproximado de 10 de diâmetro por 5 m de altura, com formato de disco voador (aproximadamente semi circular),  com aparência metálica, pairando a 2 m do solo, a cerca de 120 m de distância do ponto em que estavam, sobre uma plantação de soja,  na zona rural de Araguacema, às 17:12 h de  10 de junho de 2010".



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 03 de Novembro de 2016, 13:57:32

Vc até agora não trouxe NENHUM ponto de partida que mereça quaisquer investigações sérias (vc quem disse)

E estamos nos embromando nisso o tópico inteiro.


Em momento algum minha proposta foi a de discutir algum caso específico.   Desde o início a minha proposta  foi  argumentar  que  há evidências do mesmo nível de outras evidências usadas para fundamentar  outros acontecimentos sérios e tidos como verdadeiros (e que resultam em consequências sérias).


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 03 de Novembro de 2016, 15:02:15
Todo furto deixa*  fragmentos  (e/ou destroços e/ou partes)  do   furto ?

Não, nem todo furto deixa vestígios.


Este era  o ponto principal  do meu contra argumento ao post do Comandante.  Até aqui bastava  responder isso.

Mas, convenientemente, você está ignorando a parte mais importante da resposta: de fato houve um furto, e isso é algo constatável objetivamente.
Já o "fato" de uma nave estar passeando pelos céus não é constatável (até agora), não é um fato, por mais que você deseje que isso seja um fato, não é. E por isso não faz sentido investigar a origem da nave (se é terrestre ou extraterrestre), de uma coisa que nem ao menos se sabe se de fato é uma nave. Consegue entender? Você parte do pressuposto que a luz no céu é uma nave, sem ao menos poder constar se é, de fato, uma nave.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 03 de Novembro de 2016, 15:22:42
Todo furto deixa*  fragmentos  (e/ou destroços e/ou partes)  do   furto ?

Não, nem todo furto deixa vestígios, mas isso apenas significa que não se tem pistas sobre quem ou como furtou. Mas o furto aconteceu, é fato consumado, é constatável, houve um furto, e diante dessa constatação é que se investiga a autoria e as circunstâncias em que se deu o crime. Diferentemente da "aparição" de uma suposta nave desconhecida. Como averiguar a origem da suposta nave, se nem ao menos é fato consumado que uma nave estava passeando pelo céu, entende?


Como averiguar que o José Maria dirigindo um Gol cinza  ultrapassou, num trecho de faixa continua, um  fusca amarelo, na BR 060, no km 364, no dia 10 de outubro de 1990,  às  13:21:10 h ?


Os policiais rodoviários federais  Antônio Mourão e o Francisco Chavier  testemunharam, afirmam  que passou, e  Antônio Mourão tascou uma multa.  E aí ?


O  José Maria vai  afirmar que é falso e vai ter razão ?  Caso ele recorra da multa e alegue que os testemunhos dos dois policiais não servem para corroborar a veracidade do fenômeno,  ele vai ganhar na instância administrativa ?  E caso ele chegue na instância judicial o(a) juiz(a) irá dar razão para ele ?



Se você fosse a juíza como você   CONSTATARIA  CIENTIFICAMENTE   que os policiais rodoviários  federais estão  falando a verdade ?

Não se constata cientificamente um multa de trânsito simplesmente porque direito não é ciência. (que comece o mimimi dos juristas, hahah)

Direito é um código de condutas a qual o estado submete os indivíduos a fim de manter harmoniosas as relações em sociedade, é um método falho por natureza, que não visa a investigação da realidade última dos fenômenos naturais, mas apenas regula relações sociais da melhor maneira possível, ainda que hajam falhas notórias no sistema. E é justamente por isso, em virtude das falhas do sistema, que existem instâncias superiores de julgamento e, mesmo assim, o duplo grau de jurisdição não garante um julgamento correto, justo e fiel às regras. Por isso é absurdo se comparar o direito com o método científico. Você pode usar o direito para multar a nave espacial por excesso de velocidade, mas não para validar sua existência. hahah

O método científico tem um compromisso como rigor da aplicação metodológica, justamente para tentar evitar erros, vícios e parcialidades na investigação da realidade dos fenômenos naturais. Não é um método perfeito, não traduz a realidade última intrínseca, mas é o melhor que dispomos para averiguação, é a ferramenta que mais nos aproxima da realidade, não há como negar isso. E se você realmente deseja saber a verdade, não é prudente ignorar a metodologia científica apenas para validar seus desejos e crenças.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 03 de Novembro de 2016, 15:36:20
O correto aqui seria   “ sobre a Existência de fadas”  , pois não faz sentido em falar de evidência para a inexistência de alguma coisa.

Sim, eu mesma te disse isso quando falamos sobre a Matrix, que não faz sentido provar inexistência de algo.

E, obviamente, não temos evidência da existência de fadas. Mas o que estou dizendo agora é que se não temos evidência de existência e tampouco podemos provar inexistência, qual é o sentido de ficar cogitando sobre fadas?? É o mesmo sentido que tem de se ficar cogitando visitas de aliens na Terra, apenas porque alguém resolveu dizer que viu um disco voador.

Curiosamente ninguém fica cogitando do OVNI ser uma fada de luz, por que será? rs



Porque  vida  extraterrestre inteligente é algo considerado cientificamente  possível  pela  Teoria da Evolução,  enquanto fada de luz  não é é algo considerado cientificamente  possível  pela  Teoria da Evolução. 


Exceto se você considerar que poderiam ser elas mesmas ETs que colonizaram o planeta Terra já há um bom tempo. "Fadas astronautas".

Não é uma teoria pior do que a de ETs adolescentes tirando racha em disco voador dos pais para assustar caipiras.

Sim, na verdade o governo americano esconde da população que os humanos evoluíram das fadas astronautas, que aqui caíram após um problema no motor de dobra da sua nave, e acabaram formando colônia e misturando seu DNA fadista ao DNA dos hominídeos. E os antigos já sabiam disso, inclusive os celtas contavam fielmente a história, mas nunca puderam provar.

JJ, agora falando sério, eu entendo que sua crença tem um fundamento, e eu particularmente partilho da mesma crença, creio que exista vida fora da Terra em virtude da imensidão do universo, em virtude dos incontáveis planetas com condições semelhantes à Terra, em virtude da evolução, etc. e tal. Mas daí você partir para a crença de que essa vida evoluiu, desenvolveu tecnologia para viajar anos luz, atravessar galáxias, e que ainda por cima estão nos visitando e zoando nossas plantações e estuprando e clonando nossa espécie... já é um puro achismo sem qualquer fundamento. Entende? Tem tanto fundamento quanto falar em fadas astronautas.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 04 de Novembro de 2016, 10:10:13
O meu ponto aqui é simplesmente há evidências sobre  visitas de ETs  (ou pelo menos de máquinas voadoras muito diferentes das máquinas terrestres). 

Não... não há. O que existem são alegações que, as vezes são baseadas em fotos e filmagens duvidosas de que um SUPOSTO EVENTO OCORREU.

Esse é o ponto que vc não esta entendendo.

Não estou mudando significado de palavra nenhuma. Nosso embate está em, qual ponto da questão ele está sendo usado.

Veja aqui:

Citar
Testemunhos e/ou fotos e/ou filmagens  podem compor o conjunto de  acontecimentos/ fatos/ feitos /atos

Não são esss fatos que importam aqui.
Até porque essas ações dessas pessoas, sempre foram simplesmente INÚTEIS. Nunca levaram a qualquer vestígio de visita extraterrestre aqui e por isso são ignorados pela ciência.

Ficar alegando coisas que não deixam vestígios ou que não chamam atenção de forma explicita, desculpe.. não disperta mais nem a curiosidade.

Vou usar um tipo de exemplo que vc se refere, aquele que não deixam vestigios:

Um guarda multar um carro por estar estacionado longe da guia e acatado como verdade pelo orgão de trânsito, pode realmente ser uma condenação questionável mesmo que ele tire uma foto, pois a final, a foto pode ser montada, ok??? Essa é uma ilustração da base de toda sua argumentação.

Agora preste atenção:
A infração por estacionar fora da guia foi criada por conta de ter sido constatado inumeros casos de automóveis estacionarem de qualquer jeito nas vias publicas  e atrapalhar o transito tanto de veiculos quanto de pedestres. Este é o fato público e notório, que deixa ou deixava registros e reclamações de desordem na via pública atrapalhando a circulação.

Este é o ponto de partida para se buscar uma forma de investigar, registrar e criar uma forma de previnir tais problemas.

Um problema que de FATO existe, é que gera interesse em se atentar para possíveis evidencias.

Agora, vc ta coletando ou levando a serio fotos e videos que podem ser falsos de disco voador?  Existe algum vestigio da passagem deles aqui que seja explicito e que motive essa busca, além de simplsmente dar valor a esses relatos inúteis?


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 04 de Novembro de 2016, 17:39:56
Todo furto deixa*  fragmentos  (e/ou destroços e/ou partes)  do   furto ?

Não, nem todo furto deixa vestígios, mas isso apenas significa que não se tem pistas sobre quem ou como furtou. Mas o furto aconteceu, é fato consumado, é constatável, houve um furto, e diante dessa constatação é que se investiga a autoria e as circunstâncias em que se deu o crime. Diferentemente da "aparição" de uma suposta nave desconhecida. Como averiguar a origem da suposta nave, se nem ao menos é fato consumado que uma nave estava passeando pelo céu, entende?


Como averiguar que o José Maria dirigindo um Gol cinza  ultrapassou, num trecho de faixa continua, um  fusca amarelo, na BR 060, no km 364, no dia 10 de outubro de 1990,  às  13:21:10 h ?


Os policiais rodoviários federais  Antônio Mourão e o Francisco Chavier  testemunharam, afirmam  que passou, e  Antônio Mourão tascou uma multa.  E aí ?


O  José Maria vai  afirmar que é falso e vai ter razão ?  Caso ele recorra da multa e alegue que os testemunhos dos dois policiais não servem para corroborar a veracidade do fenômeno,  ele vai ganhar na instância administrativa ?  E caso ele chegue na instância judicial o(a) juiz(a) irá dar razão para ele ?



Se você fosse a juíza como você   CONSTATARIA  CIENTIFICAMENTE   que os policiais rodoviários  federais estão  falando a verdade ?

Não se constata cientificamente um multa de trânsito simplesmente porque direito não é ciência. (que comece o mimimi dos juristas, hahah)


O motivo não parece ser esse pois temos a existência da:

Polícia científica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


As Polícias Científicas são órgãos da administração pública presentes em grande parte dos estados brasileiros. A função da Polícia Científica é, de modo geral, coordenar as atividades do Instituto de Criminalística (IC), Instituto Médico-Legal (IML) e, na maioria das vezes, do Instituto de Identificação (II) da unidade da federação à qual faz parte.
[…]
https://pt.wikipedia.org/wiki/Pol%C3%ADcia_cient%C3%ADfica



Mas independentemente da existência da polícia científica, e independentemente dela não atuar  em casos de infrações de trânsito, o que é relevante  para o meu argumento é que  tanto administrativamente quanto judicialmente o testemunho de duas pessoas (no caso, de dois  agentes do Estado) normalmente é considerado verdadeiro.


Esta é que a questão central que estou  expondo.  Eu em momento algum estou  afirmando que apenas o testemunho de duas pessoas serve como evidência para compor artigos que possam ser aceitos e publicados em revistas científicas.


O argumento de vocês é que  o testemunho de duas pessoas  sempre deve ser considerado (e sempre é em situações sérias)  considerado falso e/ou engano.


E eu estou afirmando que não, e  mostrando exemplos de situações socialmente relevantes em que isso é fato.


E olha que neste post nem  estou  reafirmando  e relembrando dos casos em que temos filmagens.




Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 04 de Novembro de 2016, 17:56:31
Testemunhos e/ou fotos e/ou filmagens  podem compor o conjunto de  acontecimentos/ fatos/ feitos /atos
Não são esses fatos que importam aqui.

Até porque essas ações dessas pessoas, sempre foram simplesmente INÚTEIS. Nunca levaram a qualquer vestígio de visita extraterrestre aqui e por isso são ignorados pela ciência.



Vocês insistem em colocar cientistas nessa comunicação, só que o meu argumento  nunca dependeu de cientistas  importarem com isso. 

Já umas quinhentas vezes  (aqui tô exagerando    :hihi: )  que eu afirmei que não houve (até agora) apresentação de boas e/ou ótimas e/ou excelentes evidências para comporem um artigo científico que possa ser publicado numa revista científica.


De forma bem clara vou expor duas formas para o argumento (implícito) de vocês:



1) O argumento de vocês é que  o testemunho de duas pessoas  sempre deve ser  (e sempre é), em situações sérias, considerado falso e/ou engano.



Ou noutra versão ainda pior :



2) O argumento de vocês é que  o testemunho + uma filmagen   sempre deve ser  (e sempre é), em situações sérias,  considerado falso e/ou engano.




Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 04 de Novembro de 2016, 18:08:00


Grande parte das contra argumentações de vocês foram no sentido de dizer  que isso não era cientificamente publicável. 

Só que minha argumentação nunca envolveu e/ou  dependeu disso. 


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 04 de Novembro de 2016, 18:24:06
.



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 04 de Novembro de 2016, 19:34:47
O motivo não parece ser esse pois temos a existência da:

Polícia científica
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
As Polícias Científicas são órgãos da administração pública presentes em grande parte dos estados brasileiros. A função da Polícia Científica é, de modo geral, coordenar as atividades do Instituto de Criminalística (IC), Instituto Médico-Legal (IML) e, na maioria das vezes, do Instituto de Identificação (II) da unidade da federação à qual faz parte.
[…]
https://pt.wikipedia.org/wiki/Pol%C3%ADcia_cient%C3%ADfica

Vamos lá, de novo.

A polícia ser científica significa que os investigadores se utilizarão de técnicas e tecnologias científicas para investigar FATOS (crimes), e não que a conclusão da investigação é um fato científico.

o que é relevante  para o meu argumento é que  tanto administrativamente quanto judicialmente o testemunho de duas pessoas (no caso, de dois  agentes do Estado) normalmente é considerado verdadeiro.
(...)
e  mostrando exemplos de situações socialmente relevantes em que isso é fato.

Testemunho é instrumento válido dentro do sistema administrativo/judicial, como você mesmo disse. É uma ferramenta que ajuda a operar o funcionamento do sistema de controle e organização social (que é falho, porém necessário), mas NÃO é um método de averiguação da realidade, não tem valor científico para atestar a existência de aliens e/ou visitas aliens. Portanto, essa comparação simplesmente não faz o menor sentido, visto que são sistemas/métodos completamente diferentes e que visam objetivos completamente diferentes.

Eu em momento algum estou  afirmando que apenas o testemunho de duas pessoas serve como evidência para compor artigos que possam ser aceitos e publicados em revistas científicas.

O argumento de vocês é que  o testemunho de duas pessoas  sempre deve ser considerado (e sempre é em situações sérias)  considerado falso e/ou engano.

Se em ciência o testemunho não evidencia fatos, obviamente não serve de evidência científica, não pode ser objeto de análise. Não se trata de duvidar da sinceridade ou da falsidade da testemunha, mas sim de  não haver fatos, pois relatos e filmagens borradas não são dados palpáveis que se possa estudar.
Se você chegar num laboratório com uma filmagem de algo luminoso no céu, ainda que a filmagem não seja falsificada, isso apenas mostra algo luminoso no céu. Nada além. Qualquer coisa que você imagine além disso, é só sua imaginação e não prova nada. Mas se junto você levar uma escova de cabelo do alien, que por acaso ele deixou cair da nave no momento da filmagem, aí a coisa muda de figura. :P
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 04 de Novembro de 2016, 20:06:30
JJ...

Eu vi que vc ficou sem argumentação para minha ultima postagem, aí usou novamente a falacia do espantalho para distorcer algo como se eu tivesse dito e que jamais falei. Na verdade só se esquivou.

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 05 de Novembro de 2016, 05:35:33

o que é relevante  para o meu argumento é que  tanto administrativamente quanto judicialmente o testemunho de duas pessoas (no caso, de dois  agentes do Estado) normalmente é considerado verdadeiro.
(...)
e  mostrando exemplos de situações socialmente relevantes em que isso é fato.

Testemunho é instrumento válido dentro do sistema administrativo/judicial, como você mesmo disse. É uma ferramenta que ajuda a operar o funcionamento do sistema de controle e organização social (que é falho, porém necessário),

mas NÃO é um método de averiguação da realidade,

não tem valor científico para atestar a existência de aliens e/ou visitas aliens. Portanto, essa comparação simplesmente não faz o menor sentido, visto que são sistemas/métodos completamente diferentes e que visam objetivos completamente diferentes.


1°) É,  SIM,  um método de averiguação da realidade,  um juiz correto não dá uma sentença  considerando que o acontecimento  deva  ser fantasioso / falso. 


2°) Para o meu argumento não tem a mínima importância  que não receba o rótulo de científico. O que interessa é que seja considerado verdadeiro,  confiável.


3°)  A comparação é  correta,  o objetivo é estabelecer se um acontecimento é verdadeiro, ou falso. E um  juiz  correto  condena  se considerar que é verdadeiro.  Ele não condena se considerar que é  fantasioso/falso.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 05 de Novembro de 2016, 05:39:32


Vocês parecem ter  a CRENÇA de que um acontecimento só é real  se  puder ser publicado num periódico científico.



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 05 de Novembro de 2016, 05:48:06
O motivo não parece ser esse pois temos a existência da:

Polícia científica
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
As Polícias Científicas são órgãos da administração pública presentes em grande parte dos estados brasileiros. A função da Polícia Científica é, de modo geral, coordenar as atividades do Instituto de Criminalística (IC), Instituto Médico-Legal (IML) e, na maioria das vezes, do Instituto de Identificação (II) da unidade da federação à qual faz parte.
[…]
https://pt.wikipedia.org/wiki/Pol%C3%ADcia_cient%C3%ADfica

Vamos lá, de novo.

A polícia ser científica significa que os investigadores se utilizarão de técnicas e tecnologias científicas para investigar FATOS (crimes), e não que a conclusão da investigação é um fato científico.



Só reescrevendo (substituindo por um sinônimo)  para tirar o sentido de  poderosa-inquestionável  que vocês tentam dar a  palavra "fato":



"A polícia ser científica significa que os investigadores se utilizarão de técnicas e tecnologias científicas para investigar ACONTECIMENTOS (crimes), e não que a conclusão da investigação é um acontecimento que possa ser publicado num periódico  científico."



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 05 de Novembro de 2016, 11:40:24


Vocês parecem ter  a CRENÇA de que um acontecimento só é real  se  puder ser publicado num periódico científico

Não... isso é uma total distorção que os crentes fazem do ponto de vista cético.

Mas vc sim confirma ter a crença de que todo acontecimento simplesmente declarado deve ser a priori real, como alegaçoes da existencias de fadas, duendes, unicornios, discos voadores, etc.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 05 de Novembro de 2016, 21:30:19


Vocês parecem ter  a CRENÇA de que um acontecimento só é real  se  puder ser publicado num periódico científico

Não... isso é uma total distorção que os crentes fazem do ponto de vista cético.

Mas vc sim confirma ter a crença de que todo acontecimento simplesmente declarado deve ser a priori real, como alegaçoes da existencias de fadas, duendes, unicornios, discos voadores, etc.


Nunca afirmei que

 "TODO acontecimento simplesmente declarado deve ser a priori real, como alegações da existências de fadas, duendes, unicórnios,"


Isto é um grande espantalho.

E além disso, há uma enorme diferença entre fadas, duendes, unicórnios, pois tais seres não são normalmente considerados  como  naturais  (e sim míticos)  e  possíveis de terem surgido via evolução biológica. Já vida extraterrestre  inteligente é algo que se considera perfeitamente possível de ter surgido via evolução biológica.

A diferença é gritante, mas  para compor o espantalho você faz questão de misturá-los, e assim  colocá-los todos no mesmo saco de forma a ficar (aparentemente) fácil tentar refutar as hipóteses de extraterrestres.




Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 05 de Novembro de 2016, 21:54:12
JJ, agora falando sério, eu entendo que sua crença tem um fundamento, e eu particularmente partilho da mesma crença, creio que exista vida fora da Terra em virtude da imensidão do universo, em virtude dos incontáveis planetas com condições semelhantes à Terra, em virtude da evolução, etc. e tal.

Mas daí você partir para a crença de que essa vida evoluiu, desenvolveu tecnologia para viajar anos luz,

Freya,


Você   ACREDITA   que não existem seres  extraterrestres inteligentes, na nossa galáxia Via Láctea,  que possam ter  evoluído  o suficiente para descobrirem mais (significativamente)  física do que o Homo sapiens sapiens descobriu até o momento,  e que  tenham criado mais tecnologia espacial do que o Homo sapiens sapiens ? 


Você     ACREDITA   que  com 330 anos de era científica do Homo sapiens sapiens  nós já descobrimos  praticamente tudo de significativo em termos de física ?


Você   ACREDITA   que  em todos os sistemas estelares  que existem numa  distância de até cerca de 20%  do comprimento de nossa galáxia, não há nenhuma  civilização extraterrestre inteligente e  que  tenha  mais conhecimento (significativo)  de física e mais tecnologia do que a do Homo sapiens sapiens ?


Você  ACREDITA   que os 330 anos de era científica* do Homo sapiens sapiens já foram suficientes para descobrirmo praticamente tudo de física  e que não resta praticamente mais nada de significativo que possamos descobrir  de física, e que poderia ter grandes consequências para viagens espaciais  interestelares  em nossa galáxia ?



*Sendo que a cosmologia moderna tem  apenas 101 anos.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 06 de Novembro de 2016, 00:08:26
Nunca afirmei que

 "TODO acontecimento simplesmente declarado deve ser a priori real, como alegações da existências de fadas, duendes, unicórnios"

Isto é um grande espantalho.

Qual é o seu problema? Vc acabou de nos acusar do contrário, ta reclamando do que???

Citar
A diferença é gritante, mas  para compor o espantalho você faz questão de misturá-los, e assim  colocá-los todos no mesmo saco de forma a ficar (aparentemente) fácil tentar refutar as hipóteses de extraterrestres.

Tentar refutar? Ninguém esta tentando refutar hipóteses extraterrestes, mas são os seus argumentos em favor disso é que ja foram refutados um a um aqui no tópico, e vc quando não teve resposta, como a um dos meus ultimos posts, pulou pontos principais e se concentrou no menos importante, isso é usar falácia do espantalho.

Agora é curiosa a sua postura.
Vc vem em um fórum cético, discutir sobre uma hipótese que se for verdade, teria uma importâcia CIENTÍFICA importantíssima e sem precedentes na história da ciência e da humanidade, mas  "argumenta" deixando declarado e enfatizado que coloca  completamente de lado o aspecto científico do tema, para falar algo totalmente inútil como a existência de insistentes relatos completamente inconsistentes que nunca levaram a nada e nunca se mostraram estar se referindo a qualquer evento explicitamente ocorrido, e ta achando que esta fazendo uma grande argumentação.

Se como vc mesmo diz, que os tais relatos existentes não servem para uma pesquisa científica séria, que seria o maior interesse dos céticos deste forum que vc se propõe a dialogar, entāo realmente, suas fotos e videos só servem mesmo muito bem de evidencias para entusiastas e crentes nas historinhas de visitantes extraterrestres, sem duvida alguma.

Disso nós céticos ja estamos cansados de saber.

E como declaradamente não vem nada de útil nessa "argumentação", acho que vou ficando por aqui.

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 06 de Novembro de 2016, 00:19:18
Citar
A diferença é gritante, mas  para compor o espantalho você faz questão de misturá-los, e assim  colocá-los todos no mesmo saco de forma a ficar (aparentemente) fácil tentar refutar as hipóteses de extraterrestres.

Tentar refutar? Ninguém esta tentando refutar hipóteses extraterrestes, mas são os seus argumentos em favor disso é que ja foram refutados um a um aqui no tópico,


Refutar no sentido de negar ou rejeitar,  não prova  que seja falso, apenas mostra uma atitude psicológica de  crença  que seja falso.  Apenas isso.

Algum fenômeno  não  deixa de ser verdadeiro simplesmente porque alguém  rejeita ou nega.

A rejeição ou negação de um fenômeno  não tem o poder  de fazer um fenômeno deixar de existir.

Pessoas podem negar que algo aconteça,  mas esta negação não fará com que algo deixe de acontecer.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 06 de Novembro de 2016, 00:33:45

E como declaradamente não vem nada de útil nessa "argumentação", acho que vou ficando por aqui.



Realmente não virá  algo de útil de uma "argumentação"  que nada  mais consiste do que uma simples  posição de negação e rejeição (da parte de quem nega  que haja  evidências equivalentes a evidências usadas em julgamentos administrativos e judiciais). 



 
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 06 de Novembro de 2016, 00:38:14
JJ

Rejeita-se argumentos. No caso os seus argumentos, que são inconsistentes, e não levam a existencia de visitantes extraterrestres, mesmo que eles de fato visitem.

Isso não é tão dificil de entender.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 06 de Novembro de 2016, 00:41:26
A questão aqui não é se eles visitam ou não, a questão são os péssimos argumentos que tentam justificar esse suposto evento.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 06 de Novembro de 2016, 00:41:52
JJ

Rejeita-se argumentos. No caso os seus argumentos, que são inconsistentes, e não levam a existencia de visitantes extraterrestres, mesmo que eles de fato visitem.

Isso não é tão dificil de entender.


Rejeitar um argumento é mera atitude psicológica subjetiva, da mesma forma que aceitar um argumento é mera atitude psicológica subjetiva.


Nenhuma das duas atitudes psicológicas  altera  a realidade objetiva.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 06 de Novembro de 2016, 00:44:15
A questão aqui não é se eles visitam ou não, a questão são os péssimos argumentos que tentam justificar esse suposto evento.



Afirmar que são péssimos é mero julgamento subjetivo de valor. Julgamentos de valor também não tem nenhum poder de alterar a realidade objetiva.

O que alguns julgam como péssimo, outros podem julgar como muito bons.



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 06 de Novembro de 2016, 00:59:01
São péssimos. Uma foto ou um relato por sí só não consistem evidência científica por motivos óbvios, e vc mesmo ja declarou isso.  Então o péssimo não é a foto ou relato em si, mas essa incistência.

E qual é a realidade objetiva? Extraterrestres visitam a terra em naves em forma de disco?

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 06 de Novembro de 2016, 01:19:20

E como declaradamente não vem nada de útil nessa "argumentação", acho que vou ficando por aqui.



Realmente não virá  algo de útil de uma "argumentação"  que nada  mais consiste do que uma simples  posição de negação e rejeição (da parte de quem nega  que haja  evidências equivalentes a evidências usadas em julgamentos administrativos e judiciais). 


Elas são idênticas em natureza (testemunhos do que pessoas crêem ter visto ou vivido), mas não equivalentes. Pois num tribunal normalmente se discutirá coisas conhecidas, regulares, sabidamente possíveis, o que não é o caso com visitações por espécies ETs, que são então mais análogos a fantasmas, fadas, e outros seres (cuja verdadeira natureza poderia até se postular ser ET).

O fato de imaginar visitações por ETs serem algo mais dentro do possível ainda não torna as coisas equivalentes enquanto desqualifica fadas e fantasmas.

Até porque outra coisa no mesmo naipe de ETs é que estamos numa matrix, onde pode muito bem haver fadas e fantasmas sobrenaturais, apesar de tudo que nossa "ciência" fictícia diz contra isso. Logo a desqualificação por falta de cientificidade se auto-refuta.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 06 de Novembro de 2016, 09:03:11

E como declaradamente não vem nada de útil nessa "argumentação", acho que vou ficando por aqui.



Realmente não virá  algo de útil de uma "argumentação"  que nada  mais consiste do que uma simples  posição de negação e rejeição (da parte de quem nega  que haja  evidências equivalentes a evidências usadas em julgamentos administrativos e judiciais). 


Elas são idênticas em natureza (testemunhos do que pessoas crêem ter visto ou vivido), mas não equivalentes. Pois num tribunal normalmente se discutirá

coisas conhecidas,

regulares,

sabidamente possíveis,

o que não é o caso com visitações por espécies ETs,




Interessante,  vejamos:


coisas conhecidas = diz-se de ou daquilo de que se tem compreensão  por meio da razão e/ou da experiência.

Aqui simplesmente está sendo afirmado que  não se tem  ( não existe pessoas com) compreensão por meio da razão e/ou da experiência, de discos voadores e/ou extraterrestres.

Só que é simplesmente   FALSO  afirmar que  não existe pessoas que tem compreensão, por meio da razão e/ou da experiência, sobre  discos voadores e/ou extraterrestres.  Afirmar isto é simplesmente repetir a negação de que haja pessoas que  tem  compreensão, por meio da razão e/ou da experiência, sobre  discos voadores e/ou extraterrestres.

E repetir uma negação de um fenômeno, ao infinito,  não faz com que um fenômeno torne-se (ou seja)  FALSO.


Quanto a  "sabidamente possíveis",  ao dizer “sabidamente possíveis” para fenômenos julgados, esta implícito que você não vê como possíveis as visitas de extraterrestres, ou seja você está simplesmente  repetindo  (de novo) a  negação (e crença) de  que visitas de extraterrestres sejam possíveis. 


Quanto a regularidade (ou a maior frequência) dos testemunhos para casos julgados em tribunais em relação a testemunhos sobre avistamentos de discos voadores,  temos aqui :


alta frequência de testemunhos =  veracidade  dos testemunhos

regularidade de um fenômeno = ser verdadeiro

 fenômenos não regulares = falsos
 ou
fenômenos irregular = falso

ou

fenômenos pouco frequentes =  fenômenos falsos

fenômenos frequentes  =  fenômenos verdadeiros

não frequente = falso

Esta ideia é muito interessante,  pois temos notícias de  fenômenos  que são considerados bastante irregulares,  pouco frequentes, muito menos frequentes do que testemunhos, e/ou fotos e/ou  filmagens de discos voadores (e até de testemunhos de observação e de existência de extraterrestres),  e ainda assim são considerados verdadeiríssimos.  Por esta ideia teríamos que considerar tais fenômenos como falsos. 




Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 06 de Novembro de 2016, 10:41:49

São péssimos. Uma foto ou um relato por sí só não consistem evidência científica ...



De novo com essa  ideia (que já virou uma ladainha)  de que    " um fenômeno só  é (considerado) verdadeiro se for aceito para publicação num periódico científico (de preferência famoso) "   


Vira e mexe lá vem  a mesma  CRENÇA :  " um fenômeno só é verdadeiro se se for aceito para publicação num periódico científico (de preferência famoso) "   (ou pequenas variantes da mesma velha crença  repetida várias e várias vezes). 





Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Lorentz em 06 de Novembro de 2016, 11:13:35

São péssimos. Uma foto ou um relato por sí só não consistem evidência científica ...


De novo com essa  ideia (que já virou uma ladainha)  de que    " um fenômeno só  é (considerado) verdadeiro se for aceito para publicação num periódico científico (de preferência famoso) "   


Vira e mexe lá vem  a mesma  CRENÇA :  " um fenômeno só é verdadeiro se se for aceito para publicação num periódico científico (de preferência famoso) "   (ou pequenas variantes da mesma velha crença  repetida várias e várias vezes). 







Evidência científica não é igual a periódico científico.

Uma evidência científica é aquela que pode ser analisada, estudada e refutada se possível.

Uma foto de uma luz no céu ou um relato não pode ser levado adiante, por exemplo.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 06 de Novembro de 2016, 11:24:13

São péssimos. Uma foto ou um relato por sí só não consistem evidência científica ...


De novo com essa  ideia (que já virou uma ladainha)  de que    " um fenômeno só  é (considerado) verdadeiro se for aceito para publicação num periódico científico (de preferência famoso) "   


Vira e mexe lá vem  a mesma  CRENÇA :  " um fenômeno só é verdadeiro se se for aceito para publicação num periódico científico (de preferência famoso) "   (ou pequenas variantes da mesma velha crença  repetida várias e várias vezes). 







Evidência científica não é igual a periódico científico.

Uma evidência científica é aquela que pode ser analisada, estudada e refutada se possível.

Uma foto de uma luz no céu ou um relato não pode ser levado adiante, por exemplo.




Agorinha pensei em corrigir e detalhar meu texto (do post anterior) para ficar mais explícito (mas bastaria ler coisas que já escrevi anteriormente neste tópico para entender que isso estava implícito (afinal de contas um artigo científico tem que ter evidências consideradas como científicas para compô-lo), pois já escrevi isso mais de uma vez (com pequenas variações) neste tópico).  Então para ficar bem claro e explicadinho, aí segue o texto mais completo:



De novo com essa  ideia (que já virou uma ladainha)  de que    " um fenômeno só  é (considerado) verdadeiro se contiver  evidências (consideradas como boas e/ou ótimas e/ou excelentes) que possam  compor um artigo que seja aceito para publicação num periódico científico (de preferência famoso) "   


Vira e mexe lá vem  a mesma  CRENÇA :  " um fenômeno só é (considerado)  verdadeiro se  contiver  evidências (consideradas como boas e/ou ótimas e/ou excelentes) que possam  compor um artigo que  seja  aceito para publicação num periódico científico (de preferência famoso) "   (ou pequenas variantes da mesma velha crença  repetida várias e várias vezes). 





Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 06 de Novembro de 2016, 11:44:48
De novo com essa  ideia (que já virou uma ladainha)  de que    " um fenômeno só  é (considerado) verdadeiro se for aceito para publicação num periódico científico (de preferência famoso) "

Não fale assim. Vc está num forum cético. Temos muito mais interesse em assuntos de cunho científico do que assuntos que envolvem boatos.

E o fato de não ser levado como verdadeiro, não significa que é levado como falso (como vc fica nos acusando). A questão tanto da vida extraterreestre, como dos supostos visitantes, é uma questão simplesmente em aberto.

Um fenômeno pode ser verdadeiro mesmo que ainda não tenha sido publicado em um periódico científico. Não há qualquer problema quanto a este entendimento.

Mas qual motivo temos para levar boatos a sério enquanto não há uma verificação mais apurada ou pelo menos uma evidência mais explicita? (Veja q mesmo nos casos judiciais que vc cita em que não ha comprovação absoluta, a motivação para instauração desse sistema são fatos cotidianos que são problemas contínuos na sociedade. Isso ja foi dito varias vezes)
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 06 de Novembro de 2016, 12:11:19
De novo com essa  ideia (que já virou uma ladainha)  de que    " um fenômeno só  é (considerado) verdadeiro se for aceito para publicação num periódico científico (de preferência famoso) "

Não fale assim. Vc está num forum cético. Temos muito mais interesse em assuntos de cunho científico do que ...



1) Ceticismo  consiste  em  suspender o julgamento. E na questão que está sendo  debatida não está havendo suspensão de julgamento por nenhum dos lados envolvidos.


2)  ACREDITAR  que  só  podem ser considerados como verdadeiros  os  fenômenos   para os quais se tenham  evidências (consideradas como boas e/ou ótimas e/ou excelentes) que possam compor um artigo científico, que possa ser aceito para publicação num periódico  científico (de preferência famoso), é uma das características da posição filosófica denominada de cientificismo e não da posição filosófica denominada de ceticismo.


3) O fórum não tem regras que obriguem que se assuma uma posição filosófica cientificista, e que só se publique posts (sempre) defendendo ou assumindo esta posição filosófica .


4) Apreciar ciência  (e tecnologia)  não implica necessariamente em assumir e defender  o cientificismo.

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Geotecton em 06 de Novembro de 2016, 12:36:32
São péssimos. Uma foto ou um relato por sí só não consistem evidência científica ...
De novo com essa  ideia (que já virou uma ladainha)  de que    " um fenômeno só  é (considerado) verdadeiro se for aceito para publicação num periódico científico (de preferência famoso) "   

Vira e mexe lá vem  a mesma  CRENÇA :  " um fenômeno só é verdadeiro se se for aceito para publicação num periódico científico (de preferência famoso) "   (ou pequenas variantes da mesma velha crença  repetida várias e várias vezes). 
Evidência científica não é igual a periódico científico.

Uma evidência científica é aquela que pode ser analisada, estudada e refutada se possível.

Uma foto de uma luz no céu ou um relato não pode ser levado adiante, por exemplo.
Agorinha pensei em corrigir e detalhar meu texto (do post anterior) para ficar mais explícito (mas bastaria ler coisas que já escrevi anteriormente neste tópico para entender que isso estava implícito (afinal de contas um artigo científico tem que ter evidências consideradas como científicas para compô-lo), pois já escrevi isso mais de uma vez (com pequenas variações) neste tópico).  Então para ficar bem claro e explicadinho, aí segue o texto mais completo:

De novo com essa  ideia (que já virou uma ladainha)  de que    " um fenômeno só  é (considerado) verdadeiro se contiver  evidências (consideradas como boas e/ou ótimas e/ou excelentes) que possam  compor um artigo que seja aceito para publicação num periódico científico (de preferência famoso) "   

Vira e mexe lá vem  a mesma  CRENÇA :  " um fenômeno só é (considerado)  verdadeiro se  contiver  evidências (consideradas como boas e/ou ótimas e/ou excelentes) que possam  compor um artigo que  seja  aceito para publicação num periódico científico (de preferência famoso) "   (ou pequenas variantes da mesma velha crença  repetida várias e várias vezes). 

O JJ já foi o primeiro a exigir que para uma dada assertiva ser verídica tinha que provir de uma conclusão científica, no contexto de um artigo científico, publicado em uma revista científica e escrita por um ou mais cientistas.

Mudou de ideia porquê, JJ?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 06 de Novembro de 2016, 13:34:28

O JJ já foi o primeiro a exigir que para uma dada assertiva ser verídica tinha que provir de uma conclusão científica, no contexto de um artigo científico, publicado em uma revista científica e escrita por um ou mais cientistas.

Mudou de ideia porquê, JJ?


Se bem me lembro,  naquele contexto e oportunidade,  eu  fiz esse tipo de menção apenas  para (indiretamente)  lembrar que algumas ideias postadas não tinham o  mesmo tipo de exigência e de fundamentação mostrados, esperados  e usados em outros assuntos debatidos em outros tópicos.  Na verdade eu estava imitando o estilo  de pedido e apresentação que eram utilizados e  implicitamente esperados, por outros, em certos tópicos e posts, mas deixado de lado em outros tópicos e posts.  Entretanto isto não significa que  eu  fosse um fiel  seguidor do cientificismo. 


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 06 de Novembro de 2016, 14:49:16
1°) É,  SIM,  um método de averiguação da realidade,  um juiz correto não dá uma sentença  considerando que o acontecimento  deva  ser fantasioso / falso. 


2°) Para o meu argumento não tem a mínima importância  que não receba o rótulo de científico. O que interessa é que seja considerado verdadeiro,  confiável.


3°)  A comparação é  correta,  o objetivo é estabelecer se um acontecimento é verdadeiro, ou falso. E um  juiz  correto  condena  se considerar que é verdadeiro.  Ele não condena se considerar que é  fantasioso/falso.

1º) Não, não, não. Você está fazendo uma tremenda confusão.

O direito é uma FICÇÃO JURÍDICA, e dentro dessa ficção existem regras/procedimentos que devem ser aplicados com rigor a fim de tentar garantir a melhor aplicação desse sistema FICTÍCIO, que justamente por isso é falho por natureza.

Já ouviu a frase "se não está nos autos não está no mundo."? Pois é...
Autos é o corpo processual de um processo jurídico, o conjunto de peças e provas processuais que o juiz analisa. E, por mais que na realidade fática alguém tenham determinado direito e que inclusive o juiz saiba disso convictamente, ele nada pode fazer se faltar algum requisito processual nos autos, porque ele não pode julgar além do que está no processo, do que foi postulado em juízo.

2º) Pois então, o que melhor confere status de confiabilidade numa proposição é a ciência e seu método. Isso não significa que se não for explicável pela ciência que não seja verdade, mas tão somente que se nem a ciência pode conferir esse status, dificilmente outra coisa poderá. Muito menos relatos, fofocas e filmagens toscas.

3º) O sistema jurídico procura manter a rigidez da aplicação de suas regras dentro do sistema, é claro que sempre tentando averiguar a verdade dos fatos DENTRO DO POSSÍVEL E RESPEITANDO AS LIMITAÇÕES INTRÍNSECAS DO PRÓPRIO SISTEMA, e não averiguar a realidade última a qualquer custo. Se fosse assim, a máquina simplesmente não operaria.

Freya,

1- Você   ACREDITA   que não existem seres  extraterrestres inteligentes, na nossa galáxia Via Láctea,  que possam ter  evoluído  o suficiente para descobrirem mais (significativamente)  física do que o Homo sapiens sapiens descobriu até o momento,  e que  tenham criado mais tecnologia espacial do que o Homo sapiens sapiens ?


2- Você     ACREDITA   que  com 330 anos de era científica do Homo sapiens sapiens  nós já descobrimos  praticamente tudo de significativo em termos de física ?


3- Você   ACREDITA   que  em todos os sistemas estelares  que existem numa  distância de até cerca de 20%  do comprimento de nossa galáxia, não há nenhuma  civilização extraterrestre inteligente e  que  tenha  mais conhecimento (significativo)  de física e mais tecnologia do que a do Homo sapiens sapiens ?


4- Você  ACREDITA   que os 330 anos de era científica* do Homo sapiens sapiens já foram suficientes para descobrirmo praticamente tudo de física  e que não resta praticamente mais nada de significativo que possamos descobrir  de física, e que poderia ter grandes consequências para viagens espaciais  interestelares  em nossa galáxia ?

1- Sinceramente não sei, não penso tão longe porque pra mim não faz sentido. Penso primeiro na possibilidade de existência de vida fora da Terra e que essa vida possa ter evoluído nos moldes que conhecemos, até mesmo porque matematicamente existe algum respaldo para essa crença. Mas se nem disso temos evidências, não faz sentido pra mim ficar imaginando em cima de algo que sequer sabemos se realmente existe, ou, pior, ficar lhe atribuindo características (são mais inteligentes/já dispõem de tecnologia mais avançada) puramente fantasiosas, mormente o fato de que, assim como Deus, eles nunca deram as caras por aqui, pelo menos não numa visita formal que pudesse ser constatável por qualquer um, que deixasse alguma evidência além das anedóticas.

2 - Obviamente que não. Mas isso não autoriza o preenchimento de lacunas com fantasia.

3 - Já foi respondido na 1.

4 - Já foi respondido na 2. E acrescento que não sei se conseguiremos desenvolver tecnologias que permitam longas viagens espaciais, mas certamente eu gostaria que sim. Só não sei se teremos tempo hábil.

1) Ceticismo  consiste  em  suspender o julgamento. E na questão que está sendo  debatida não está havendo suspensão de julgamento por nenhum dos lados envolvidos.


2)  ACREDITAR  que  só  podem ser considerados como verdadeiros  os  fenômenos   para os quais se tenham  evidências (consideradas como boas e/ou ótimas e/ou excelentes) que possam compor um artigo científico, que possa ser aceito para publicação num periódico  científico (de preferência famoso), é uma das características da posição filosófica denominada de cientificismo e não da posição filosófica denominada de ceticismo.


3) O fórum não tem regras que obriguem que se assuma uma posição filosófica cientificista, e que só se publique posts (sempre) defendendo ou assumindo esta posição filosófica .


4) Apreciar ciência  (e tecnologia)  não implica necessariamente em assumir e defender  o cientificismo.

1) Pois então suspenda seu juízo de confirmação, pois, a par das crenças pessoais de cada um, não vi nenhum cético aqui dizendo que visitas extraterrestre não ocorreram, mas apenas que não há evidência desse acontecimento e, portanto, não faz sentido tomar essa afirmação como uma hipótese plausível ou a ser considerada. Aliás, sequer é uma hipótese. E isso não significa que os céticos se fecharam na crença de inexistência de aliens turistas, mas apenas que permanecem aguardando a evidência.

2) Não, não. Ninguém disse que se não há evidências logo não é verdade ou não existe. Repito: se não há evidências não pode ser levado em consideração, permanece em aberto até que surja alguma evidência.

E você está confundindo cientificismo com positivismo.
Aqui tem 3 páginas de resumos sobre o tema para você desfazer essa confusão: https://www.universoracionalista.org/search/cientificismo+positivismo

4) Se você se considera um cético e entusiasta da ciência, seria bom adotar uma visão cientificita. :ok:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 06 de Novembro de 2016, 16:43:48
1°) É,  SIM,  um método de averiguação da realidade,  um juiz correto não dá uma sentença  considerando que o acontecimento  deva  ser fantasioso / falso. 


2°) Para o meu argumento não tem a mínima importância  que não receba o rótulo de científico. O que interessa é que seja considerado verdadeiro,  confiável.


3°)  A comparação é  correta,  o objetivo é estabelecer se um acontecimento é verdadeiro, ou falso. E um  juiz  correto  condena  se considerar que é verdadeiro.  Ele não condena se considerar que é  fantasioso/falso.

1º) Não, não, não. Você está fazendo uma tremenda confusão.


1°b) Sim, Sim, Sim.  E não estou fazendo confusão.


O direito é uma FICÇÃO JURÍDICA, e dentro dessa ficção existem regras/procedimentos que devem ser aplicados com rigor a fim de tentar garantir a melhor aplicação desse sistema FICTÍCIO, que justamente por isso é falho por natureza.

Já ouviu a frase "se não está nos autos não está no mundo."? Pois é... 

Uma investigação  policial bem feita  (que posteriormente origina um processo) tem por objetivo estabelecer  o que verdadeiramente ocorreu, o que verdadeiramente aconteceu.   É óbvio que podem ocorrer falhas, mas o objetivo é  a elucidação do fato (quando os agentes responsáveis procuram fazer bem o seu serviço).





Autos é o corpo processual de um processo jurídico, o conjunto de peças e provas processuais que o juiz analisa. E, por mais que na realidade fática alguém tenham determinado direito

e que inclusive o juiz saiba disso convictamente,

ele nada pode fazer se faltar algum requisito processual nos autos,

 porque ele não pode julgar além do que está no processo, do que foi postulado em juízo.


Com certeza o juiz  tem que julgar de acordo com os autos e não de acordo com alguma coisa que ele tenha ouvido falar , mas que não conste dos autos.   Entretanto mais uma vez  temos que  se  havia  alguma evidência relevante para ser incorporada aos autos , e isto não foi feito, então certamente houve falha de alguma pessoa  responsável por isso.    De modo que não podemos falar em falha do Direito e sim falha de algum dos operadores do Direito.

Se os autos são ou estão falhos, é porque alguém  que devia ter feito o seu trabalho corretamente não o fez. 


2º) Pois então, o que melhor confere status de confiabilidade numa proposição é a ciência e seu método. Isso não significa que se não for explicável pela ciência que não seja verdade, mas tão somente que se nem a ciência pode conferir esse status, dificilmente outra coisa poderá.

2°b) Melhor dizer ciências e seus métodos, pois são várias e variados.

2°c) “Isso não significa que se não for explicável pela ciência que não seja verdade”   Justamente, este é o meu ponto. 

Algo pode ser verdadeiro independentemente de que tenha evidências (consideradas como boas e/ou ótimas e/ou excelentes) que possam compor um artigo científico, que possa ser aceito para publicação num periódico  científico (de preferência famoso),



3º) O sistema jurídico procura manter a rigidez da aplicação de suas regras dentro do sistema, é claro que sempre tentando averiguar a verdade dos fatos DENTRO DO POSSÍVEL E RESPEITANDO AS LIMITAÇÕES INTRÍNSECAS DO PRÓPRIO SISTEMA,

Sim.



Freya,

1- Você   ACREDITA   que não existem seres  extraterrestres inteligentes, na nossa galáxia Via Láctea,  que possam ter  evoluído  o suficiente para descobrirem mais (significativamente)  física do que o Homo sapiens sapiens descobriu até o momento,  e que  tenham criado mais tecnologia espacial do que o Homo sapiens sapiens ?


2- Você     ACREDITA   que  com 330 anos de era científica do Homo sapiens sapiens  nós já descobrimos  praticamente tudo de significativo em termos de física ?


3- Você   ACREDITA   que  em todos os sistemas estelares  que existem numa  distância de até cerca de 20%  do comprimento de nossa galáxia, não há nenhuma  civilização extraterrestre inteligente e  que  tenha  mais conhecimento (significativo)  de física e mais tecnologia do que a do Homo sapiens sapiens ?


4- Você  ACREDITA   que os 330 anos de era científica* do Homo sapiens sapiens já foram suficientes para descobrirmo praticamente tudo de física  e que não resta praticamente mais nada de significativo que possamos descobrir  de física, e que poderia ter grandes consequências para viagens espaciais  interestelares  em nossa galáxia ?



1- Sinceramente não sei, não penso tão longe porque pra mim não faz sentido. Penso primeiro na possibilidade de existência de vida fora da Terra e que essa vida possa ter evoluído nos moldes que conhecemos, até mesmo porque matematicamente existe algum respaldo para essa crença. Mas se nem disso temos evidências, não faz sentido pra mim ficar imaginando em cima de algo que sequer sabemos se realmente existe, ou, pior, ficar lhe atribuindo características (são mais inteligentes/já dispõem de tecnologia mais avançada) puramente fantasiosas,


Para mim  faz sentido, não vejo nenhum problema.

Parece que você tem algum receio de levantar hipóteses, só porque você não tem os recursos  na mão para tentar  averiguá-las ?   

Levantar hipóteses não não me traz prejuízos e nenhum sofrimento, portanto não tenho problemas com levantar hipóteses.


mormente o fato de que, assim como Deus, eles nunca deram as caras por aqui, pelo menos não numa visita formal que pudesse ser constatável por qualquer um, que deixasse alguma evidência além das anedóticas.


Muitíssimas coisas acontecem sem que possam ser constatadas por qualquer um.

Aqui você expõe uma curiosa crença,  a qual consiste na ideia de  que extraterrestres  teriam necessariamente o interesse em se apresentarem para o mundo inteiro. Isso é uma crença basada em  seus julgamento subjetivo particular (que também pode ser de outras pessoas,  mas que não é uma consequência necessária de  alguma lei natural).


2 - Obviamente que não. Mas isso não autoriza o preenchimento de lacunas com fantasia.


Você precisa ter a  autorização de algum ser superior  para  levantar hipóteses ?

Muito estranho. Eu não preciso.


3 - Já foi respondido na 1.

Aqui você  teve uma atitude cética. Pois ao responder   “Não sei”  ao invés de sim ou não, você fez uma suspensão do julgamento. Você deixou a questão em cima do muro. 



4 - Já foi respondido na 2. E acrescento que não sei se conseguiremos desenvolver tecnologias que permitam longas viagens espaciais, mas certamente eu gostaria que sim. Só não sei se teremos tempo hábil.


2° Atitude cética.  2° suspensão do julgamento.

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 06 de Novembro de 2016, 17:07:08
1) Pois então suspenda seu juízo de confirmação, pois, a par das crenças pessoais de cada um, não vi nenhum cético aqui dizendo que visitas extraterrestre não ocorreram, mas apenas que não há evidência desse acontecimento e, portanto, não faz sentido tomar essa afirmação como uma hipótese plausível ou a ser considerada. Aliás, sequer é uma hipótese. E isso não significa que os céticos se fecharam na crença de inexistência de aliens turistas, mas apenas que permanecem aguardando a evidência.


É  bastante claro que    ACREDITAM   que os relatos  e/ou fotos e/ou filmagens  são  enganos ou fraudes, mentiras,  ou seja que o fenômeno é falso.   Portanto a posição dogmática deles  é bem clara.


2) Não, não. Ninguém disse que se não há evidências logo não é verdade ou não existe. Repito: se não há evidências não pode ser levado em consideração, permanece em aberto até que surja alguma evidência.

Só existem três  possibilidades  de  atitudes  quanto  as  proposições de que extraterrestres  tem visitado a Terra:

Considerar que são  VERDADEIRAS.

Considerar que são  FALSAS.

Não emitir juízo. Não considerar que seja verdadeira nem falsa. Ficar em cima do muro.

Ao afirmar que não há evidências  (relatos e/ou fotos e/ou filmagens)  que possam ser levadas  em consideração (acreditadas como verdadeiras),  está claro que estão considerando  os relatos e/ou fotos e/ou filmagens como sendo enganos e/ou fraudes, mentiras,   ou seja  que o fenômeno  é   FALSO.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 06 de Novembro de 2016, 18:25:46
Uma investigação  policial bem feita  (que posteriormente origina um processo) tem por objetivo estabelecer  o que verdadeiramente ocorreu, o que verdadeiramente aconteceu.   É óbvio que podem ocorrer falhas, mas o objetivo é  a elucidação do fato (quando os agentes responsáveis procuram fazer bem o seu serviço).
(...)

Com certeza o juiz  tem que julgar de acordo com os autos e não de acordo com alguma coisa que ele tenha ouvido falar , mas que não conste dos autos.   Entretanto mais uma vez  temos que  se  havia  alguma evidência relevante para ser incorporada aos autos , e isto não foi feito, então certamente houve falha de alguma pessoa  responsável por isso.    De modo que não podemos falar em falha do Direito e sim falha de algum dos operadores do Direito.

Se os autos são ou estão falhos, é porque alguém  que devia ter feito o seu trabalho corretamente não o fez.
 
O cara insiste em comparar sistema jurídico com método científico!  :parede:

Ou eu estou falhando miseravelmente com minha didática, ou você está orgulhosamente teimando só para não ter a humildade de reconhecer que a comparação foi inapropriada, já que esse é teu único argumento até agora. Suspeito que seja a segunda hipótese.

Pois bem, pela última vez (sério! não vou repetir): é óbvio que os sistema jurídico visa buscar a realidade dos fatos ao máximo e da melhor forma possível, mas não é essa a sua atividade precípua, qual seja, a de prestação jurisdicional num sistema que visa a ordem social. O estado precisa dar uma resposta à sociedade à respeito de fatos transgressores ou reconhecimento de direitos, independentemente se vai conseguir averiguar a realidade dos fartos de maneira fiel e isenta de erros. Um juiz tem a obrigação de julgar e prestar jurisdição mesmo que não tenha provas robustas acerca de um fato, e não só por falha na atuação dos operadores, mas porque às vezes simplesmente não se tem provas cabais. E mesmo assim ele precisa julgar, não pode simplesmente sentar e aguardar evidências sólidas, ou então o sistema nunca funcionaria.

Já o método científico tem por função precípua investigar o mundo natural, a realidade, e sua metodologia é própria e muito mais complexa e rigorosa. A ciência não tem obrigação de dar uma resposta sem evidências científicas (as mais seguras, embora não perfeitas) apenas porque as pessoas não conseguem conviver com a dúvida; ou, porque sem uma resposta, ainda que errada e pouco fiel à realidade fática, o caos social se instauraria, conforme no sistema jurídico que não tem o mesmo rigor de investigação que a ciência justamente por isso.

Será que deu para entender agora?

2°b) Melhor dizer ciências e seus métodos, pois são várias e variados.
 

A essência do método científico e uma só, embora ele seja aplicado de maneiras diferentes dependendo do que se está estudando/investigando, da área de conhecimento etc., para que se possa realizar a pesquisa de maneira adequada, dentro do rigor de aplicação do método.

2°c) “Isso não significa que se não for explicável pela ciência que não seja verdade”   Justamente, este é o meu ponto. 

Algo pode ser verdadeiro independentemente de que tenha evidências (consideradas como boas e/ou ótimas e/ou excelentes) que possam compor um artigo científico, que possa ser aceito para publicação num periódico  científico (de preferência famoso)
 

Sim, e daí? Agora porque QUALQUER coisa pode existir e que a ciência desconheça ainda, significa que fomos visitados por ETs? Pfff

Para mim  faz sentido, não vejo nenhum problema.

Parece que você tem algum receio de levantar hipóteses, só porque você não tem os recursos  na mão para tentar  averiguá-las ?   

Levantar hipóteses não não me traz prejuízos e nenhum sofrimento, portanto não tenho problemas com levantar hipóteses.
 

Não faz sentido se você estiver tentando investigar o mundo real, ainda que só especulativamente. A "hipótese" de visita alien tem tanta plausibilidade quanto a de haver Klingons entre nós.
E, não, eu não tenho problema algum em fantasiar, inclusive gosto de fazer isso embarcando em algum filme/livro/série de ficção científica. A diferença é que eu sei separar fantasia da realidade, enquanto você se incomoda se alguém disser que a sua fantasia é só fantasia, até o momento.

Muitíssimas coisas acontecem sem que possam ser constatadas por qualquer um.

Aqui você expõe uma curiosa crença,  a qual consiste na ideia de  que extraterrestres  teriam necessariamente o interesse em se apresentarem para o mundo inteiro. Isso é uma crença basada em  seus julgamento subjetivo particular (que também pode ser de outras pessoas,  mas que não é uma consequência necessária de  alguma lei natural).

É, vai ver eles só aparecem só para o zé das grotas e só se deixam fotografar por aqueles que têm uma TekPix, assim como os espíritos só aparecem para quem acredita neles. Vai ver os aliens e os espíritos são signatários de algum tratado intergaláctico-interdimensional de conduta em ambiente estrangeiro.


Você precisa ter a  autorização de algum ser superior  para  levantar hipóteses ?

Muito estranho. Eu não preciso.

Eu não, mas quem pretende preencher lacunas científicas tem o dever de formular hipóteses científicas, submetidas a uma metodologia própria.
Já para fantasiar não precisa se adequar a nada, a imaginação é livre... só não dá para querer forçar a barra e dizer que a fantasia é uma hipótese plausível a ser considerada no mundo real.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 06 de Novembro de 2016, 18:42:17
É  bastante claro que    ACREDITAM   que os relatos  e/ou fotos e/ou filmagens  são  enganos ou fraudes, mentiras,  ou seja que o fenômeno é falso.   Portanto a posição dogmática deles  é bem clara.

É a mesma celeuma entre agnósticos e ateus.
O fato de nunca ter aparecido uma evidência sequer sobre um criador, leva as pessoas a supor a sua inexistência, da mesma forma que leva as pessoas a supor que não existem fadas, duendes e dragões, ainda que não possa ter absoluta certeza disso. Da mesma forma, o fato de nunca ter aparecido sequer uma evidência de visita alien, E, de todas as filmagens ou terem sido desmascaradas como fraudes ou impossíveis de analisar, leva a crer que as demais se tratam de mais fraudes ou de meras filmagens que não dizem nada. Um pensamento bem razoável, diga-se de passagem. Mas não é uma crença peremptória, os céticos estão abertos a aceitar as evidências quando e se elas surgirem, porque a descrença não vem da vontade de não crer, e sim pela ausência de razões para crer.

Só existem três  possibilidades  de  atitudes  quanto  as  proposições de que extraterrestres  tem visitado a Terra:

Considerar que são  VERDADEIRAS.

Considerar que são  FALSAS.

Não emitir juízo. Não considerar que seja verdadeira nem falsa. Ficar em cima do muro.

Ao afirmar que não há evidências  (relatos e/ou fotos e/ou filmagens)  que possam ser levadas  em consideração (acreditadas como verdadeiras),  está claro que estão considerando  os relatos e/ou fotos e/ou filmagens como sendo enganos e/ou fraudes, mentiras,   ou seja  que o fenômeno  é   FALSO.

Cara, que baita sofisma.

O fato de todas as filmagens até hoje analisadas serem fraudes ou objetos não passíveis de análise, não significa de modo algum que o evento 'visita alien' seja falso. Mas diz apenas que até hj não foi encontrada nenhuma evidência ou que as apresentadas e testadas eram falsas.

A bolacha água e sal é feita de água e sal
O mar é água salgada
Logo, o mar é um grande bolachão


https://pt.wikipedia.org/wiki/Ignoratio_elenchi
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 06 de Novembro de 2016, 19:41:10

E como declaradamente não vem nada de útil nessa "argumentação", acho que vou ficando por aqui.



Realmente não virá  algo de útil de uma "argumentação"  que nada  mais consiste do que uma simples  posição de negação e rejeição (da parte de quem nega  que haja  evidências equivalentes a evidências usadas em julgamentos administrativos e judiciais). 


Elas são idênticas em natureza (testemunhos do que pessoas crêem ter visto ou vivido), mas não equivalentes. Pois num tribunal normalmente se discutirá

coisas conhecidas,

regulares,

sabidamente possíveis,

o que não é o caso com visitações por espécies ETs,




Interessante,  vejamos:


coisas conhecidas = diz-se de ou daquilo de que se tem compreensão  por meio da razão e/ou da experiência.

Não, eu quis dizer conhecido, como "gato".

(https://khonsa01.files.wordpress.com/2009/04/sleeping-kitten4.jpg)

É um animal que existe, conhecemos, sabemos disso.

Versus:

(http://2.bp.blogspot.com/-UoxgVuM_H5c/TZT20a8Tn0I/AAAAAAAAABk/fSxa7AsMxRU/s320/Cat.jpg)

(http://in5d.com/wp-content/uploads/2015/03/vndgnnsmzzn.jpg)

(http://www.ufo.com.br/admin/arquivos/dnot_7115.jpg)
Ilustração da revista UFO

(https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/originals/a7/56/58/a756588788662f3e6f2fd7be4c285245.jpg)

(https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/736x/2f/0d/12/2f0d12e00f99a733d67aa049351372d6.jpg)

Citar
Aqui simplesmente está sendo afirmado que  não se tem  ( não existe pessoas com) compreensão por meio da razão e/ou da experiência, de discos voadores e/ou extraterrestres.

Só que é simplesmente   FALSO  afirmar que  não existe pessoas que tem compreensão, por meio da razão e/ou da experiência, sobre  discos voadores e/ou extraterrestres.  Afirmar isto é simplesmente repetir a negação de que haja pessoas que  tem  compreensão, por meio da razão e/ou da experiência, sobre  discos voadores e/ou extraterrestres.

Há pessoas que acreditam terem tido contato ou terem conhecimento da existência de discos voadores e extraterrestres, é completamente diferente do "conhecimento" que se tem sobre cães, gatos, gorilas, dinossauros, raios, furacões, etc.

É mais próximo do "conhecimento" que se tem sobre vampiros, Sacis, fadas, gnomos, fantasmas, demonios, etc.




Citar
E repetir uma negação de um fenômeno, ao infinito,  não faz com que um fenômeno torne-se (ou seja)  FALSO.

E repetir esses seus argumentos trolls de preciosismo semântico também não faz com que qualquer coisa se torne mais do que folclore e fantasia, não iguala essas a coisas verdadeiramente conhecidas como reais.


Citar
Quanto a  "sabidamente possíveis",  ao dizer “sabidamente possíveis” para fenômenos julgados, esta implícito que você não vê como possíveis as visitas de extraterrestres, ou seja você está simplesmente  repetindo  (de novo) a  negação (e crença) de  que visitas de extraterrestres sejam possíveis. 

Acho que não deixei isso implícito, e não pretendi isso. Simplesmente não sabemos se isso seria eventualmente possível, ou seja, pode ser algo completamente impossível, e não há evidência minimamente razoável de que seja algo com o qual já tenhamos tido contato.


Citar
Quanto a regularidade (ou a maior frequência) dos testemunhos para casos julgados em tribunais em relação a testemunhos sobre avistamentos de discos voadores,  temos aqui :

Não falei nada sobre freqüência, falei da natureza conhecida do que é observado:

"Fulano bateu em Beltrano", "Fulano se apoderou de coisa X que pertencia a Beltrano", "Fulano disse XYZ sobre Beltrano", versus "Demônios/ETs seqüestraram Fulano", "o fantasma de Beltrano disse XYZ", "o ET Bilu-Bilu disse para buscarmos conhecimento".


Citar
alta frequência de testemunhos =  veracidade  dos testemunhos

Não.

Citar
regularidade de um fenômeno = ser verdadeiro

 fenômenos não regulares = falsos
 ou
fenômenos irregular = falso

ou

fenômenos pouco frequentes =  fenômenos falsos

fenômenos frequentes  =  fenômenos verdadeiros

não frequente = falso

Não, não, não, e não.

Não estou falando nada exatamente sobre epistemologia aqui, senão que temos coisas já consolidadamente conhecidas, verdadeiras, e outras não, superstições, folclores. ETs por enquanto não estão na primeira categoria, mas na segunda.


Citar
Esta ideia é muito interessante,  pois temos notícias de  fenômenos  que são considerados bastante irregulares,  pouco frequentes, muito menos frequentes do que testemunhos, e/ou fotos e/ou  filmagens de discos voadores (e até de testemunhos de observação e de existência de extraterrestres),  e ainda assim são considerados verdadeiríssimos.  Por esta ideia teríamos que considerar tais fenômenos como falsos. 

Bem, eu não afirmei nada assim. A raridade de um suposto evento torna mais difícil sua comprovação, mas pode haver sim comprovação categórica de coisas raras. Ets e etc não estão nessa categoria.




Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gauss em 06 de Novembro de 2016, 19:53:30
(http://www.ufo.com.br/admin/arquivos/dnot_7115.jpg)
Ilustração da revista UFO

Hum, o  boneco da Michelin é uma espécie alien?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Criaturo em 06 de Novembro de 2016, 20:40:52
os thander cats não existem?  :(
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 06 de Novembro de 2016, 21:49:38
1) Ceticismo  consiste  em  suspender o julgamento. E na questão que está sendo  debatida não está havendo suspensão de julgamento por nenhum dos lados envolvidos.

2)  ACREDITAR  que  só  podem ser considerados como verdadeiros  os  fenômenos   para os quais se tenham  evidências (consideradas como boas e/ou ótimas e/ou excelentes) que possam compor um artigo científico, que possa ser aceito para publicação num periódico  científico (de preferência famoso), é uma das características da posição filosófica denominada de cientificismo e não da posição filosófica denominada de ceticismo.

Eu não sou praticante do ceticismo filosófico.
Suspender juízo de que? Não estou declarando que ETs não existam.
Apenas estou apresentando um questionamento aos seus argumentos.
Vc argumenta que existem evidências de discos voadores e faz analogia com questões jurídicas como se fossem análogas.
Mesmo assumindo que sejam análogas, os autos jurídicos (imagens, testemunhos, documentos e alegações) mesmo sendo um sistema imperfeito, são motivados por eventos cotidianos explícitos e conhecidos que se repetem na sociedade, logo, existentes.
Ja seus argumentos se baseiam em "evidências" que são motivadas por supostos eventos que se quer sabemos serem existentes, muito parecido com o que chamamos de Boato.

Repetindo:

Um fenômeno pode ser absolutamente verdadeiro mesmo que ainda não seja conhecido ou tenha sido publicado em um periódico científico. Não há qualquer problema quanto a este entendimento. (isso já joga por terra suas acusações contra nós)

AGORA ME RESPONDA: qual motivo temos para levar boatos a sério enquanto não há uma verificação mais apurada ou pelo menos uma evidência mais explicita?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 07 de Novembro de 2016, 08:06:11
AGORA ME RESPONDA: qual motivo temos para levar boatos a sério enquanto não há uma verificação mais apurada ou pelo menos uma evidência mais explicita?




A atitude psicológica de “levar algo a sério” ou seja de  ACREDITAR  em algo como verdadeiro é algo totalmente particular, é algo subjetivo,  cada pessoa decide subjetivamente se  há ou não há motivos suficientes para  ela  acreditar.


Se o Rolim Amaro acha que   tem motivos para acreditar, beleza.


Se o Rolim Amaro acha que não  tem motivos para acreditar, beleza também.


A decisão do Rolim Amaro de acreditar ou não é uma atitude psicológica que depende da subjetividade dele.



 
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 07 de Novembro de 2016, 08:30:32
Não faz sentido se você estiver tentando investigar o mundo real, ainda que só especulativamente. A "hipótese" de visita alien tem tanta plausibilidade quanto a de haver Klingons entre nós.
E, não, eu não tenho problema algum em fantasiar, inclusive gosto de fazer isso embarcando em algum filme/livro/série de ficção científica. A diferença é que eu sei separar fantasia da realidade, enquanto você se incomoda se alguém disser que a sua fantasia é só fantasia, até o momento.


Você  pode rotular quantas vezes quiser  algum  acontecimento de fantasia , que isso não fará a mínima  diferença para  o acontecimento.

Um acontecimento pode ser real  de  forma totalmente independente  de  que você  ACREDITE que não seja.

Sua mente não tem o poder de tornar algo que seja real, algo real observado por outras pessoas,  em algo irreal.

Você pode chamar de fantasia quantas vezes quiser, que o real continuará a ser real.

Sua atitude psicológica de    Não  ACREDITAR    não tem  esse poder.



 


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 07 de Novembro de 2016, 08:47:07
2°c) “Isso não significa que se não for explicável pela ciência que não seja verdade”   Justamente, este é o meu ponto. 

Algo pode ser verdadeiro independentemente de que tenha evidências (consideradas como boas e/ou ótimas e/ou excelentes) que possam compor um artigo científico, que possa ser aceito para publicação num periódico  científico (de preferência famoso)
 

Sim, e daí? Agora porque QUALQUER coisa pode existir e que a ciência desconheça ainda, significa que fomos visitados por ETs? Pfff


É óbvio que não é só por isso.  Isto é um claro  espantalho, pois eu já  escrevi anteriormente sobre as evidências existentes.

Eu já me referi várias vezes  a testemunhos  e/ou fotos e/ou filmagens, portanto  a sua afirmação acima foi um claro espantalho.



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 07 de Novembro de 2016, 09:22:48
(...)eu já  escrevi anteriormente sobre as evidências existentes.

Eu já me referi várias vezes  a testemunhos  e/ou fotos e/ou filmagens, portanto  a sua afirmação acima foi um claro espantalho.

Vc pode ter uma atitude psicológica, particular e subjetiva de ACHAR ou ACREDITAR que o que vc forneceu foram evidências. Mas o dicionário diz o contrário

evidência

[Do lat. evidentia.]
Substantivo feminino.
1. Qualidade do que é evidente; certeza manifesta.
2. Filos. Caráter de objeto de conhecimento que não comporta nenhuma dúvida quanto à sua verdade ou falsidade. [A evidência acompanha os diversos tipos de assentimento, ligando-se, contudo, de maneira mais completa, à certeza.] [Cf. evidencia, do v. evidenciar.]
3. Aquilo que fornece ou contribui para fornecer prova da existência ou da ocorrência de algo.

Fonte:
Novo Dicionário Eletrônico Aurélio (Mobile) Versão 2.0 5a Edição
Edição eletrônica autorizada à Positivo Informática S.A.


Esclarecido isso, então agora...

A atitude psicológica de “levar algo a sério” ou seja de  ACREDITAR  em algo como verdadeiro é algo totalmente particular, é algo subjetivo,  cada pessoa decide subjetivamente se  há ou não há motivos suficientes para  ela  acreditar.

Se o Rolim Amaro acha que   tem motivos para acreditar, beleza.

Se o Rolim Amaro acha que não  tem motivos para acreditar, beleza também.

A decisão do Rolim Amaro de acreditar ou não é uma atitude psicológica que depende da subjetividade dele.

.... qual sua "tese" ou objetivo com essa argumentação neste tópico?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 07 de Novembro de 2016, 17:39:40
Não faz sentido se você estiver tentando investigar o mundo real, ainda que só especulativamente. A "hipótese" de visita alien tem tanta plausibilidade quanto a de haver Klingons entre nós.
E, não, eu não tenho problema algum em fantasiar, inclusive gosto de fazer isso embarcando em algum filme/livro/série de ficção científica. A diferença é que eu sei separar fantasia da realidade, enquanto você se incomoda se alguém disser que a sua fantasia é só fantasia, até o momento.


Você  pode rotular quantas vezes quiser  algum  acontecimento de fantasia , que isso não fará a mínima  diferença para  o acontecimento.

Um acontecimento pode ser real  de  forma totalmente independente  de  que você  ACREDITE que não seja.

Sua mente não tem o poder de tornar algo que seja real, algo real observado por outras pessoas,  em algo irreal.

Você pode chamar de fantasia quantas vezes quiser, que o real continuará a ser real.

Sua atitude psicológica de    Não  ACREDITAR    não tem  esse poder.

Não chamei o suposto acontecimento de fantasia, e sim a sua imaginação, a sua conclusão.

É óbvio que não é só por isso.  Isto é um claro  espantalho, pois eu já  escrevi anteriormente sobre as evidências existentes.

Eu já me referi várias vezes  a testemunhos  e/ou fotos e/ou filmagens, portanto  a sua afirmação acima foi um claro espantalho.

Evidências? Quais? As anedóticas?
Eu também já disse que evidência anedótica não serve na investigação de fenômenos. Pelo menos não na esfera científica, que é o melhor que temos como método de investigação da realidade.

A única coisa que você conseguiu argumentar até agora para tentar validar a sua crença em visita alien, foi apontar para evidência anedótica e fazer analogia do método científico com o sistema jurídico. Ou seja, ainda estou aguardando uma argumentação válida, ou, também, uma atitude humilde e intelectualmente honesta da sua parte que admita que visita alien é apenas uma crença sua SEM QUALQUER evidência considerável.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 07 de Novembro de 2016, 18:15:48
(...)eu já  escrevi anteriormente sobre as evidências existentes.

Eu já me referi várias vezes  a testemunhos  e/ou fotos e/ou filmagens, portanto  a sua afirmação acima foi um claro espantalho.

Vc pode ter uma atitude psicológica, particular e subjetiva de ACHAR ou ACREDITAR que o que vc forneceu foram evidências. Mas o dicionário diz o contrário

evidência

[Do lat. evidentia.]
Substantivo feminino.
1. Qualidade do que é evidente; certeza manifesta.
2. Filos. Caráter de objeto de conhecimento que não comporta nenhuma dúvida quanto à sua verdade ou falsidade. [A evidência acompanha os diversos tipos de assentimento, ligando-se, contudo, de maneira mais completa, à certeza.] [Cf. evidencia, do v. evidenciar.]

3. Aquilo que fornece ou contribui para fornecer prova da existência ou da ocorrência de algo.

Fonte:
Novo Dicionário Eletrônico Aurélio (Mobile) Versão 2.0 5a Edição
Edição eletrônica autorizada à Positivo Informática S.A.



Estou utilizando neste sentido:


3. Aquilo que fornece ou contribui para fornecer prova da existência ou da ocorrência de algo.



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 07 de Novembro de 2016, 18:19:26

Esclarecido isso, então agora...

A atitude psicológica de “levar algo a sério” ou seja de  ACREDITAR  em algo como verdadeiro é algo totalmente particular, é algo subjetivo,  cada pessoa decide subjetivamente se  há ou não há motivos suficientes para  ela  acreditar.

Se o Rolim Amaro acha que   tem motivos para acreditar, beleza.

Se o Rolim Amaro acha que não  tem motivos para acreditar, beleza também.

A decisão do Rolim Amaro de acreditar ou não é uma atitude psicológica que depende da subjetividade dele.

.... qual sua "tese" ou objetivo com essa argumentação neste tópico?


É o que está  digitado  aí.

Ou o que você está perguntando tem algo ver com o nome que  eu usei ?




Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 07 de Novembro de 2016, 18:22:59
...
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 07 de Novembro de 2016, 18:29:47

É óbvio que não é só por isso.  Isto é um claro  espantalho, pois eu já  escrevi anteriormente sobre as evidências existentes.

Eu já me referi várias vezes  a testemunhos  e/ou fotos e/ou filmagens, portanto  a sua afirmação acima foi um claro espantalho.

Evidências? Quais? As anedóticas?


Testemunhos e/ou fotos e/ou filmagens.



Eu também já disse que evidência anedótica não serve na investigação de fenômenos. Pelo menos não na esfera científica, que é o melhor que temos como método de investigação da realidade.


Não uma investigação  que  depois queira  publicar numa revista científica (acadêmica).  Mas serve  para investigação  por  conta própria e sem pretensões de publicar em revistas científicas (acadêmicas).




A única coisa que você conseguiu argumentar até agora para tentar validar a sua crença em visita alien, foi apontar para evidência anedótica e fazer analogia do método científico com o sistema jurídico. Ou seja, ainda estou aguardando uma argumentação válida, ou, também, uma atitude humilde e intelectualmente honesta da sua parte que admita que visita alien é apenas uma crença sua SEM QUALQUER evidência considerável.



Não tem desonestidade nenhuma em considerar que há evidência  (pode não ser fortes evidências, mas que há , há).

E não é só eu que considero que há evidência, há muita gente no mundo que considera que há.

Vocês que não acreditam, não tem o monopólio da validação de evidências.   
 

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 07 de Novembro de 2016, 18:41:20
Estou utilizando neste sentido:
3. Aquilo que fornece ou contribui para fornecer prova da existência ou da ocorrência de algo.

Então, isto é uma evidência da existência de unicórnios?

(https://hipopotomonstruoesquipedaliophobia.files.wordpress.com/2015/05/unicornio.jpg)
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 07 de Novembro de 2016, 18:45:51
Estou utilizando neste sentido:
3. Aquilo que fornece ou contribui para fornecer prova da existência ou da ocorrência de algo.



Não afirmei que qualquer foto fosse evidência.  Eu sei muito bem que existem falsificações.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gauss em 07 de Novembro de 2016, 18:48:02
Não afirmei que qualquer foto fosse evidência.  Eu sei muito bem que existem falsificações.

Mostre uma foto ou filmagem confiável de uma espaçonave alienígena, então.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 07 de Novembro de 2016, 18:48:31
Estou utilizando neste sentido:
3. Aquilo que fornece ou contribui para fornecer prova da existência ou da ocorrência de algo.

Não afirmei que qualquer foto fosse evidência.  Eu sei muito bem que existem falsificações.

Ótimo...

E como VOCÊ faz para saber qual foto é falsificada e qual é verdadeira, de um disco voador tripulado por ETs?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gabarito em 07 de Novembro de 2016, 19:00:33

Mostre uma foto ou filmagem confiável de uma espaçonave alienígena, então.


E como VOCÊ faz para saber qual foto é falsificada e qual é verdadeira, de um disco voador tripulado por ETs?


Parece que encurralaram JJ.  :hihi:

Eu também quero ver uma foto de uma espaçonave com ETs que seja uma evidência merecedora de investigação científica.
Sempre quis ver isso, mas só vi fraudes e sensacionalismo barato.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 07 de Novembro de 2016, 19:04:58
Estou utilizando neste sentido:
3. Aquilo que fornece ou contribui para fornecer prova da existência ou da ocorrência de algo.

Não afirmei que qualquer foto fosse evidência.  Eu sei muito bem que existem falsificações.

Ótimo...

E como VOCÊ faz para saber qual foto é falsificada e qual é verdadeira



Usando técnicas similares que são usadas em investigações policiais.  É  importante  lembrar que  há um conjunto de coisas que podem ser investigadas,  os relatos  mais fotos ou filmagens.  Não apenas uma foto ou filmagem isolada.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gauss em 07 de Novembro de 2016, 19:30:36
Usando técnicas similares que são usadas em investigações policiais.  É  importante  lembrar que  há um conjunto de coisas que podem ser investigadas,  os relatos  mais fotos ou filmagens.  Não apenas uma foto ou filmagem isolada.

E você sabe de algum caso relevante com tudo isso, que ainda não tenha sido desmascarado?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 07 de Novembro de 2016, 19:40:53
Usando técnicas similares que são usadas em investigações policiais.  É  importante  lembrar que  há um conjunto de coisas que podem ser investigadas,  os relatos  mais fotos ou filmagens.  Não apenas uma foto ou filmagem isolada.

E você sabe de algum caso relevante com tudo isso, que ainda não tenha sido desmascarado?


Meu propósito neste tópico nunca foi o de comentar sobre algum caso específico.

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gauss em 07 de Novembro de 2016, 19:43:20
Meu propósito neste tópico nunca foi o de comentar sobre algum caso específico. E nem será.

Bem, você fala que os céticos são  crentes por não levar em consideração as supostas visitas aliens, mas não quer nem citar um caso relevante para a gente levar em consideração e pesquisar?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 07 de Novembro de 2016, 19:53:08
Meu propósito neste tópico nunca foi o de comentar sobre algum caso específico. E nem será.

Bem, você fala que os céticos são  crentes por não levar em consideração as supostas visitas aliens, mas não quer nem citar um caso relevante para a gente levar em consideração e pesquisar?


Não, não estou interessado. O que eu queria expor eu já expus. A internet  tem relatos de vários casos, que realmente tiver interesse poderá encontrar facilmente para uma primeira pesquisa na rede.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 07 de Novembro de 2016, 20:09:39

Usando técnicas similares que são usadas em investigações policiais.  É  importante  lembrar que  há um conjunto de coisas que podem ser investigadas,  os relatos  mais fotos ou filmagens.  Não apenas uma foto ou filmagem isolada.

Nosssa cara, Sinistro...... muito interessante.... e vc poderia citar um caso onde vc se utilizou dessas técnicas de investigações similares as policiais e atestou que realmente se tratava de uma nave com ETs dentro??
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 07 de Novembro de 2016, 23:44:52
https://www.youtube.com/v/cxl0_ZZW-68

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: homemcinza em 08 de Novembro de 2016, 00:17:22

O que as pessoas tem na cabeça de acreditar nesse tal de Bilu?...olha a vozinha dele, dando pulinho, não pode chegar perto   :histeria:

É preocupante isso.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gigaview em 08 de Novembro de 2016, 00:30:57
Na verdade o Bilú é uma criança. Tem 347 anos terrestres mas é uma criança.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 07:09:32



Uau. Que legal,  muito bom ver que apareceram Cientistas aplicando a grande Metodologia Científica da  Zombaria,   a MCZ  .  É realmente uma técnica Científica poderosa.

É a Ciência Extrema.







Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 07:14:10
Usando técnicas similares que são usadas em investigações policiais.  É  importante  lembrar que  há um conjunto de coisas que podem ser investigadas,  os relatos  mais fotos ou filmagens.  Não apenas uma foto ou filmagem isolada.

E você sabe de algum caso relevante com tudo isso, que ainda não tenha sido desmascarado?



Não tinha interesse em continuar com essa comunicação.  Mas já que apareceram  Cientistas  usando poderosos   Métodos  Científicos  de Zombaria.  Então vejamos  um exemplo.



Operação Prato


Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Operação Prato

Objetivo   Investigar o aparecimento e movimentação dos chamados Objetos Voadores Não Identificados – OVNI em alguns municípios do Pará
1ªMISSÃO:   20/10 A 11/11/1977
2ªMISSÃO:   25/11 A 05/12/1977


LOCAIS:   Baia do Marajó, Baia do Sol, Rio Bituba, Ilha de Colares e municípios de Santo Antônio do Tauá, Vigia, Colares, Ananindeua, Castanhal e Belém (Ilha do Mosqueiro)
Unidade Militar:   I COMAR (Comando Aéreo Regional)/Força Aérea Brasileira
Principais Militares Envolvidos (patentes da época):   I COMAR: brigadeiro Protásio Lopes de Oliveira; I COMAR - 2ª Seção: coronel Camillo Ferraz de Barros, capitão Uyrangê Hollanda, sargento Flávio Costa
SNI: Chefia Agência Belém, coronel Filemon.



Principais Civis Envolvidos:   Ubiratan Pinon Frias, Dra. Wellaide Cescim, padre Alfredo de La Ó, Dr. Orlando Zoghbi, a jovem Aurora
Operação Prato foi uma investigação militar realizada pelo 1° Comando Aéreo Regional – I COMAR, órgão da Força Aérea Brasileira sediado em Belém, capital do Pará, entre os meses de outubro e dezembro de 1977, para investigar o aparecimento e movimentação dos chamados OVNIs, nos municípios de Vigia, Colares e Santo Antônio do Tauá,[1] além de estranhos fenômenos associados a corpos luminosos não identificados, chamados pela população de chupa-chupa,[2] relativos a ataques com raios de luz, causadores de queimaduras, perfurações na pele e mortes.[nota 1] Documentos oficiais guardados no Arquivo Nacional em Brasília e documentos extraoficiais vazados e divulgados pela mídia são os principais registros do período.[nota 2] Também envolveram-se nas investigações dos fenômenos os extintos Serviço Nacional de Informações – SNI[3] e o Centro de Informações de Segurança da Aeronáutica – CISA.[4]


https://pt.wikipedia.org/wiki/Opera%C3%A7%C3%A3o_Prato

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 07:18:31



O que  os DOGMÁTICOS  vão  AFIRMAR  ?




 :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?:




Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Criaturo em 08 de Novembro de 2016, 07:45:16
Estou utilizando neste sentido:
3. Aquilo que fornece ou contribui para fornecer prova da existência ou da ocorrência de algo.

Então, isto é uma evidência da existência de unicórnios?

(https://hipopotomonstruoesquipedaliophobia.files.wordpress.com/2015/05/unicornio.jpg)

unicórnio é coisa do passado a moda agora é duplicórnio:

(http://3.bp.blogspot.com/-YwPDOVZ3BoU/Tv9lhaJI87I/AAAAAAAACyU/VntGvvailYg/s1600/boi.jpg)
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Geotecton em 08 de Novembro de 2016, 08:54:18
O que  os DOGMÁTICOS daqui  vão AFIRMAR  ?

 :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?:

É sério isto?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 08:56:05
O que  os DOGMÁTICOS daqui  vão AFIRMAR  ?

 :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?:

É sério isto?



Mas é claro que é.


Estou esperando as  proposições.



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Geotecton em 08 de Novembro de 2016, 09:01:00
O que  os DOGMÁTICOS daqui  vão AFIRMAR  ?

 :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?:

É sério isto?
Mas é claro que é.

Estou esperando as  proposições.

Você leu todo o conteúdo?

Quer mais wishful thinking que isto (em negrito, grifo meu)

Citar
O jornal O Liberal de Belém, Pará, associou o caso (de queimaduras, grifo meu) às estranhas luzes voadoras não identificadas sobre municípios do Maranhão. Registrou também que os noticiários de televisão da capital São Luís divulgavam as ocorrências das estranhas luzes em Cajapió. E mais, conta uma história detalhada sobre o que ocorreu no barco, sobre uma luz brilhante que invadiu o porão da embarcação, vinda de um "objeto volumoso e pesado",[nota 4] contrastando com os depoimentos conhecidos dos sobreviventes de que nada lembram dos acontecimentos daquela noite.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 09:06:06

Li.


Então  esta é  a sua proposição:


Tudo não passou de  pensamento ilusório ou pensamento desejoso.


Tem mais alguma outra proposição além dessa, ou é só essa ?



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 09:07:06


Alguém mais tem mais alguma proposição ?



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 08 de Novembro de 2016, 09:12:38
A citação está escrita no próprio artigo que vc citou.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 09:18:10
A citação está escrita no próprio artigo que vc citou.


E daí ?  Eu não neguei  que estivesse.  Mesmo porque, tem um monte de outras coisas no texto que citei. De modo que isto não interfere  na minha linha de argumentação. 


Mas vamos  prosseguir.    Você tem alguma proposição  ?


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Geotecton em 08 de Novembro de 2016, 09:26:47
Li.

Então  esta é  a sua proposição:

Tudo não passou de  pensamento ilusório ou pensamento desejoso.

Tem mais alguma outra proposição além dessa, ou é só essa ?

Não, não foi "tudo".

Apenas mostrei que dois "eventos" (queimaduras em pescadores e avistamentos de UFOs) foram correlacionados sem nenhuma base para isto, feita por um jornalista.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Geotecton em 08 de Novembro de 2016, 09:29:57
A citação está escrita no próprio artigo que vc citou.
E daí ?  Eu não neguei  que estivesse.  Mesmo porque, tem um monte de outras coisas no texto que citei. De modo que isto não interfere  na minha linha de argumentação. 

Mas vamos  prosseguir.    Você tem alguma proposição  ?

Sim, vamos prosseguir.

Apresente alguma evidência verificável para a hipótese de que existem UFOs de origem extraterrestre.

Se você não tiver, a discussão científica se encerra por aqui.

Aí vamos para a escala inferior de discussão, que é o terreno da especulação.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 08 de Novembro de 2016, 09:34:28
Existe realmente um monte de outras coisas não conclusivas no artigo, tanto que o caso não foi pra frente.

E também tem bastente citações assim:

A polícia maranhense investigou o caso e nunca chegou a uma conclusão. Os três sobreviventes nunca lembraram dos acontecimentos daquela madrugada, mesmo após hipnose regressiva pelo doutor Sílvio Lago.[nota 3] A única referência do causador da tragédia foi atribuída a um dos sobreviventes que teria dito a um dos médicos do hospital no qual foi atendido que "viu um fogo", desmaiando em seguida.[5]
O Instituto Médico Legal do Maranhão determinou a morte de José por hipertensão arterial, gerando um acidente vascular cerebral, devido a choque emocional. Os ferimentos de Firmino e Auleriano foram comprovados em corpo de delito[6].


(...)

Também deixa claro o papel negativo e irresponsável da imprensa na criação do chupa-chupa: “do monstro criado pela imprensa”. Segundo o relatório: “Em sua totalidade a região (...) tem por habitantes pessoas de índice cultural, socioeconômico e sanitário dos mais baixos, aliados a crendices e formação simples, facilmente influenciados pelos meios de comunicação, nem sempre usados por pessoas escrupulosas.”[22]

(...)

As luzes foram várias vezes fotografadas e delas pouco se concluía, parecendo haver confusão na equipe sobre isso. Conta que o chefe da equipe identificou a foto que mais impressionou a todos como a estrela Dalva (Vênus), levando o próprio a duvidar das demais fotos como sendo de OVNI

(...)

A Fase Belém do chupa-chupa
Não há registros militares sobre os fenômenos em Belém. Toda a cobertura do período é jornalística. O jornal O Liberal, em 17/11/1977, em reportagens ocupando página inteira, sob o título “Fenômeno da luz intranquiliza a cidade”, conta várias histórias sobre alegados ataques da luz vampira:
“Um clima de intranquilidade e insegurança está se registrando e se ampliando em toda a cidade, em decorrência de estranhas e contraditórias notícias sobre uma misteriosa luz que ataca as pessoas, sugando-lhes o sangue.” (...) Mas têm sido inúteis os esforços da reportagem em encontrar simultaneamente, ou logo após os mirabolantes ataques, aqueles que se dizem vítimas do ‘foco paralisador’. A cidade está cheia de boatos.”



Resumo....
relatos, boatos e luzes borradas.
Não há qualquer "proposição" oficial no artigo.

Interfere diretamente na sua linha de argumentação, pois inúmeras origens proporcionam imagens de luzes borradas como aquelas, e existem inúmeras causas de queimaduras.

Mas é claro que vc pode ter uma atitude psicológica, particular e subjetiva de ACHAR ou ACREDITAR que boatos, fotos de luzes borradas e queimaduras sejam evidências só de visitas de ETs.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Geotecton em 08 de Novembro de 2016, 10:08:12
Eis a qualificação dos "pesquisadores civis" envolvidos:

Ubiratan Pinon Frias: ex-piloto do aeroclube de Belém e militar reformado.

Wellaide Cescim (Dra.): médica psiquiatra.

Alfredo de La Ó: médico (?) e padre.

Orlando Zoghbi (dr.): médico.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: homemcinza em 08 de Novembro de 2016, 10:14:26
Como você vai argumentar com pessoas que relatam uma "energia vinda do local", "luzes que te banham a alma", "materialização de pílhas", mesmo neste caso do Bilu onde claramente se vê fraude? Das duas uma: elas querem acreditar ou são picaretas como o Urandir...

https://www.youtube.com/v/kw3dBL5T8Lw



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 10:41:28

[...] inúmeras origens proporcionam imagens de luzes borradas como aquelas,

e existem inúmeras causas de queimaduras.



Quais foram especificamente  as origens das  luzes voadoras /  luzes no céu /  luzes em voo (as quais você capciosamente reescreveu como luzes borradas )   ?


Quais foram especificamente  as causas das queimaduras  ?




Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 08 de Novembro de 2016, 10:52:03
Como você vai argumentar com pessoas que relatam uma "energia vinda do local", "luzes que te banham a alma", "materialização de pílhas", mesmo neste caso do Bilu onde claramente se vê fraude?

Se ver "claramente fraude" é uma opinião subjetiva, não validada em um tribunal ou periódico científico. Os responsáveis por acaso foram processados judicialmente por fraude?

Mas mesmo uma aparência clara de fraude (incluindo processo por fraude ou publicação em periódico revisado por pares) pode ser na verdade um subterfúgio usado para criar descrédito àqueles que tentam expor uma verdade que pessoas com maior PODER têm interesse em que continue oculta.





O que as pessoas tem na cabeça de acreditar nesse tal de Bilu?...olha a vozinha dele, dando pulinho, não pode chegar perto   :histeria:

É preocupante isso.

(https://upload.wikimedia.org/wikipedia/en/d/d4/Mickey_Mouse.png)















Uau. Que legal,  muito bom ver que apareceram Cientistas aplicando a grande Metodologia Científica da  Zombaria,   a MCZ  .  É realmente uma técnica Científica poderosa.

É a Ciência Extrema.



Por que citar o Bilu seria zombaria? Explique no que falha em cumprir seus requisitos para algo que possa ser levado a sério, diferentemente de outros "casos que pode-se achar na internet".
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 08 de Novembro de 2016, 10:53:56
Quais especificamente foram as origens das  luzes voadoras /  luzes no céu /  luzes em voo (as quais você capciosamente reescreveu como luzes borradas )   ?
Quais especificamente foram as causas das queimaduras?

Observe as fotos dos documentos nas referências do artigo, que vc verá dezenas de fotos de formas BORRADAS e de qualidade tamanha que torna o objeto fotografado, inidentificável.

Alguns:
http://imagem.arquivonacional.gov.br/sian/arquivos/1099178_13232.pdf
http://imagem.arquivonacional.gov.br/sian/arquivos/1099178_13231.pdf

O artigo que vc citou, não conclui nem origem das queimaduras, nem das luzes.

Quem concluiu foi a SUA  atitude psicológica, particular e subjetiva de ACHAR ou ACREDITAR.

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 11:21:52

De novo pergunto:



Quais especificamente foram as origens das  luzes voadoras /  luzes no céu /  luzes em voo (as quais você capciosamente reescreveu como luzes borradas )   ?


Quais especificamente foram as causas das queimaduras?





Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 11:24:55
A frase " luzes borradas", não estava no texto do link original.  Então minha afirmação de que você  reescreveu  ( o que estava no texto), é verdadeira.





Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 08 de Novembro de 2016, 12:40:49
De novo pergunto:

Quais especificamente foram as origens das  luzes voadoras /  luzes no céu /  luzes em voo (as quais você capciosamente reescreveu como luzes borradas )   ?

Quais especificamente foram as causas das queimaduras?

O seu artigo não define as causas. Eu só disse que queimaduras, num geral, podem ser ocasionadas por várias causas.
É vc quem aparentemente se adianta e define algo extraoficialmente, como sendo causadas por seres inteligentes de outro planeta, na sua atitude psicológica, particular e subjetiva de ACHAR ou ACREDITAR.

A frase " luzes borradas", não estava no texto do link original.  Então minha afirmação de que você  reescreveu  ( o que estava no texto), é verdadeira.

Então descreva exatamente e em detalhes, o que lhe revela tais imagens, e qual sua relação com "pilotos" extraterrestres.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 13:54:23



Perguntas para o Comandante:




1) Você  afirma  que este fenômeno tem causas terrestres ?



2) Você  afirma  que este fenômeno não tem, de modo algum, a ver com discos voadores extraterrestres ?



3) Você  afirma  que o fenômeno das luzes observadas e fotografadas  tem causas terrestres ?



4)  Você  afirma  que o fenômeno das luzes observadas e fotografadas não tem, de modo algum, a ver com discos voadores extraterrestres (que tem a ver com seres extraterrestres) ?



5) Você nada afirma ?  Você suspende o julgamento ?  Fica em cima do muro ?





Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 13:54:39
A frase " luzes borradas", não estava no texto do link original.  Então minha afirmação de que você  reescreveu  ( o que estava no texto), é verdadeira.

Então descreva exatamente e em detalhes, o que lhe revela tais imagens, e qual sua relação com "pilotos" extraterrestres.


Afirmo  que  considero alta a chance de ser  um  fenômeno  extraterrestre (inteligente).

Afirmo que  Acredito que as imagens são de um  fenômeno  extraterrestre (inteligente) (ou pelo menos que considero muito muito provável que seja).

Afirmo que  Não acredito que sejam naves terrestres (ou pelo menos que considero muito muito improvável que seja).


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 14:01:18

A frase " luzes borradas", não estava no texto do link original.  Então minha afirmação de que você  reescreveu  ( o que estava no texto), é verdadeira.

Então descreva exatamente e em detalhes, o que lhe revela tais imagens, e qual sua relação com "pilotos" extraterrestres.


Nunca afirmei que  daria para descrever em detalhes o que lhe revela tais imagens .


E  a  relação com pilotos extraterrestres, é que sendo uma nave extraterrestre tripulada  (e não robótica)  ela deve ter pilotos extraterrestres .



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 08 de Novembro de 2016, 14:46:08
1) Você  afirma  que este fenômeno tem causas terrestres ?
2) ...
3) ......
.....

O seu artigo não define quaisquer conclusões ou causas.


Afirmo  que  considero alta a chance de ser  um  fenômeno  extraterrestre (inteligente).

Afirmo que  Acredito que as imagens são de um  fenômeno  extraterrestre (inteligente) (ou pelo menos que considero muito muito provável que seja).

Afirmo que  Não acredito que sejam naves terrestres (ou pelo menos que considero muito muito improvável que seja).

Sendo que o artigo não traz qualquer conclusão, suas afirmações são puramente arbitrárias, uma atitude psicológica, particular e subjetiva de ACHAR ou ACREDITAR.


Nunca afirmei que  daria para descrever em detalhes o que lhe revela tais imagens .
E  a  relação com pilotos extraterrestres, é que sendo uma nave extraterrestre tripulada  (e não robótica)  ela deve ter pilotos extraterrestres .

Então descreva com qualquer detalhe que seja, o que revela tais imagens. Aliás, como faz para saber que essas imagens são de luzes, pois as únicas cores que aparece nas supostas fotos, são uma mescla de preto e branco, com formas pouco definidas.

A pouco vc afirmou ser um fenômeno e não acreditar ser uma "nave", agora diz que é uma "nave" extraterrestre não robótica, e ainda com pilotos extraterrestres.

De fenômeno não conclusivo, para nave extraterrestre não robótica, tripulada por pilotos extraterrestres. :o



Detalhe:
No seu artigo, não existe nenhuma vez sequer, escrita a palavra "evidência".  :ok:



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 14:55:38
1) Você  afirma  que este fenômeno tem causas terrestres ?
2) ...
3) ......
.....

O seu artigo não define quaisquer conclusões ou causas.



Quero saber o seu julgamento a partir do que foi descrito e fotografado.  Vai continuar se esquivando ou vai responder ?



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 14:59:52

A pouco vc afirmou ser um fenômeno e não acreditar ser uma "nave", agora diz que é uma "nave" extraterrestre não robótica, e ainda com pilotos extraterrestres.

De fenômeno não conclusivo, para nave extraterrestre não robótica, tripulada por pilotos extraterrestres.   :o




Fenômeno é qualquer coisa perceptível aos sentidos ou a consciência.   Portanto uma nave extraterrestre robótica ou tripulada  é um fenômeno.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 08 de Novembro de 2016, 15:47:02
Quero saber o seu julgamento a partir do que foi descrito e fotografado.  Vai continuar se esquivando ou vai responder ?

Seu artigo não fornece qualquer evidência para eu julgar, nem se quer usa o termo evidência, mas usa o termo BOATOS.
Quem está julgando é vc, de forma arbitrária, como uma atitude psicológica, particular e subjetiva de ACHAR ou ACREDITAR.

Fenômeno é qualquer coisa perceptível aos sentidos ou a consciência.   Portanto uma nave extraterrestre robótica ou tripulada  é um fenômeno.

E por que vc está falando que é uma nave tripulada, sendo que vc afirmou não acreditar ser uma nave??? rsrs

Agora descreva com qualquer detalhe que seja, o que revela tais imagens. Aliás, como faz para saber que essas imagens são de luzes, pois as únicas cores que aparece nas supostas fotos, são uma mescla de preto e branco, com formas pouco definidas.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 16:16:21

E por que vc está falando que é uma nave tripulada, sendo que vc afirmou não acreditar ser uma nave??? rsrs



Afirmei acreditar não ser uma nave terrestre.  Isto está bem claro no meu texto.  E o "rsrs" já está me parecendo indicação de trollagem.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 16:20:04


mas usa o termo BOATOS.


Em apenas uma parte do texto na qual está clara a referência a textos jornalísticos é que aparece a palavra "boatos", onde o autor fala que a cidade está cheia de boatos. Só que é bem fácil ver que mesmo o autor deste trecho não afirma que tudo se resume a boatos.  Falar isto já está parecendo trollagem.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 16:30:12
Quero saber o seu julgamento a partir do que foi descrito e fotografado.  Vai continuar se esquivando ou vai responder ?

Seu artigo não fornece qualquer evidência para eu julgar,


Há muitas evidências descritas no texto.  Entretanto  parece claro que você não quer responder diretamente. Entretanto ao NEGAR que haja evidências  fica clara a sua posição:



1) Você  ACREDITA  que este fenômeno tem causas terrestres.

E


2)Você  ACREDITA  que este fenômeno não tem, de modo algum, a ver com discos voadores extraterrestres .




Parece que  você não quis responder estas simples perguntas pois deve temer  as próximas que viriam.  A partir  disso começou a tergiversar.




Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 16:34:44


Aliás eu vou além e digo que esta deve ser a posição de vários outros que postaram neste tópico.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gauss em 08 de Novembro de 2016, 16:36:31
JJ, o que faz você acreditar que aquelas luzes no céu são de fato naves extraterrestres?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 16:42:20
Parece que  o Comandante  não quis responder as simples perguntas feitas, a impressão que dá é que parece  temer  as próximas que viriam.  As minhas perguntas foram claras e diretas, mas você se esquivou. A partir  delas  começou  a tergiversar.



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 16:44:14
JJ, o que faz você acreditar que aquelas luzes no céu são de fato naves extraterrestres?


Não são luzes quaisquer, são objetos luminosos,  observados reiteradas vezes,  e também  conjunto de fenômenos não se resumiu só a observação dos objetos.

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 16:49:34

JJ, o que faz você acreditar que aquelas luzes no céu são de fato naves extraterrestres?


Gauss, o que faz você   pensar e  concluir  que não são naves extraterrestres ?


Pergunto para você :




1) Você  afirma  que este fenômeno tem causas terrestres ?



2) Você  afirma  que este fenômeno não tem, de modo algum, a ver com discos voadores extraterrestres ?



3) Você  afirma  que o fenômeno das luzes observadas e fotografadas  tem causas terrestres ?



4)  Você  afirma  que o fenômeno das luzes observadas e fotografadas não tem, de modo algum, a ver com discos voadores extraterrestres (que tem a ver com seres extraterrestres) ?



5) Você nada afirma ?  Você suspende o julgamento ?  Fica em cima do muro ?




Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Geotecton em 08 de Novembro de 2016, 16:52:04
Quero saber o seu julgamento a partir do que foi descrito e fotografado.  Vai continuar se esquivando ou vai responder ?
Seu artigo não fornece qualquer evidência para eu julgar,
Há muitas evidências descritas no texto.

Sério?

Quais são as evidências físicas?

Repare no que eu pedi: Evidências físicas!!

Não quero testemunhas e nem fotografias/vídeos com péssima definição.


Entretanto  parece claro que você não quer responder diretamente. Entretanto ao NEGAR que haja evidências  fica clara a sua posição:

E que seriam...


1) Você  ACREDITA  que este fenômeno tem causas terrestres.

Não.

Eu não 'acredito' em nada.

Simplesmente não existe NENHUMA evidência que se trata de algo extra-terrestre inteligente.

Usando o princípio da parcimônia, deve-se buscar explicações em nosso planeta para os fenômenos descritos.


E

2)Você  ACREDITA  que este fenômeno não tem, de modo algum, a ver com discos voadores extraterrestres .

Apresente só uma evidência, por favor...


Parece que  você não quis responder estas simples perguntas pois deve temer  as próximas que viriam.  A partir  disso começou a tergiversar.

Faça as próximas perguntas...
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gauss em 08 de Novembro de 2016, 16:54:03
Não são luzes quaisquer, são objetos luminosos,  observados reiteradas vezes,  e também  conjunto de fenômenos não se resumiu só a observação dos objetos.

As imagens em preto e branco indicam luzes num céu escuro. Basear-se em relatos de terceiros para saber se são objetos de fato não é o mais confiável a se fazer. É querer acreditar.



Você diria que essa imagens a seguir parecem a de um objeto?
(https://4.bp.blogspot.com/-vZyad33eTm8/T7kP0CFiJkI/AAAAAAAABys/y1ZmRD_TM9k/s320/anomaliavenus4.jpg)

(http://4.bp.blogspot.com/-V_t_2eqRmN8/T7K2fQf7dZI/AAAAAAAAI7I/1zRQODaqstI/s640/anomalia_venus_9.jpg)
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 08 de Novembro de 2016, 17:21:13

1) Você  ACREDITA  que este fenômeno tem causas terrestres.

E

2)Você  ACREDITA  que este fenômeno não tem, de modo algum, a ver com discos voadores extraterrestres .

Parece que  você não quis responder estas simples perguntas pois deve temer  as próximas que viriam.  A partir  disso começou a tergiversar.

Eu respondi sua pergunta. O problema é que vc espera que a minha resposta venha nos moldes das respostas dos crentes, como você.

Quando não há evidência (e não há, pois o próprio texto não diz essa palavra uma vez se quer), simplesmente não há o que dizer.

Só resta mesmo a opção de crença subjetiva de entusiastas como você vem se mostrando aqui.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 08 de Novembro de 2016, 17:54:00
1) Você  afirma  que este fenômeno tem causas terrestres ?

Observação: assim como "OVNI" (ou UFO) literalmente seriam objetos voadores não-identificados, não "naves espaciais tripuladas por seres extraterrestres", mesmo fenômenos de causas extraterrestres não são necessariamente de "animais" extraterrestres inteligentes.

O exemplo mais banal são meteoritos, que são extraterrestres.

E mesmo a atmosfera em si é por definição algo limiar entre terrestre e extraterreno:

(http://la.climatologie.free.fr/orage/tle-english.jpg)

Todo esse "zoológico" de fenômenos acima dos raios é algo de conhecimento relativamente recente.

(https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/1/1f/Yellow_sprites_lg.jpg)



Essa linha de explicações extraterrestres deverá ser na vasta maior parte do tempo a mais provável.


E mesmo dentro da hipótese de seres inteligentes extraterrestres, ainda será mais provável a hipótese de que o primeiro contato "material" que se tenha com eles seja na verdade através de eventuais sondas não-tripuladas. O que evidentemente não agrada tanto aos religiosos new-agers ou fãs de arquivo-X e etc.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 18:42:52
Entretanto  parece claro que você não quer responder diretamente. Entretanto ao NEGAR que haja evidências  fica clara a sua posição:

E que seriam...

1) Você  ACREDITA  que este fenômeno tem causas terrestres.

Não.

Eu não 'acredito' em nada.


Então aqui temos colocando a resposta para cada pergunta :


1) Você  afirma  que este fenômeno tem causas terrestres ?

Não.

2) Você  afirma  que este fenômeno não tem, de modo algum, a ver com discos voadores extraterrestres ?

[Não]Eu não 'acredito' em nada.

3) Você  afirma  que o fenômeno das luzes observadas e fotografadas  tem causas terrestres ?

[Não]Eu não 'acredito' em nada.

4)  Você  afirma  que o fenômeno das luzes observadas e fotografadas não tem, de modo algum, a ver com discos voadores extraterrestres (que tem a ver com seres extraterrestres) ?

[Não]Eu não 'acredito' em nada.


Após o “ acreditar em nada” aplicado como resposta nas perguntas 1, 2, 3 , 4,   só sobra :


5) Você nada afirma ?  Você suspende o julgamento ?  Fica em cima do muro ?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 18:47:32
Quero saber o seu julgamento a partir do que foi descrito e fotografado.  Vai continuar se esquivando ou vai responder ?
Seu artigo não fornece qualquer evidência para eu julgar,
Há muitas evidências descritas no texto.

Sério?

Quais são as evidências físicas?

Repare no que eu pedi: Evidências físicas!!

Não quero testemunhas e nem fotografias/vídeos com péssima definição.


Em qual post você pediu evidências físicas ?


Seja como for, neste caso específico (e em muitos outros)  não há pedaços de OVNIs , ou objetos que estivessem no interior dos OVNIS.


Mas neste caso específico aproveito para perguntar como algum dos observadores poderia ter feito para  para obter algum pedaço dos OVNIs, ou objetos que estivessem no interior dos OVNIs ?




Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 19:14:25

1) Você  ACREDITA  que este fenômeno tem causas terrestres.

E

2)Você  ACREDITA  que este fenômeno não tem, de modo algum, a ver com discos voadores extraterrestres .

Parece que  você não quis responder estas simples perguntas pois deve temer  as próximas que viriam.  A partir  disso começou a tergiversar.

Eu respondi sua pergunta. O problema é que vc espera que a minha resposta venha nos moldes das respostas dos crentes, como você.


Não respondeu, você tergiversou.  O Geotecton respondeu.


Quando não há evidência (e não há, pois o próprio texto não diz essa palavra uma vez se quer), simplesmente não há o que dizer.


A palavra não precisa ser explicitada no texto,  para que o conteúdo do texto seja caracterizado como evidência.  As observações, as anotações detalhadas, múltiplos testemunhos e fotos caracterizam perfeitamente que há evidências.


Entretanto você é livre para julgar conforme as  suas ideologias, as suas crenças e sua subjetividade te dizem que deve julgar, se estas lhe dizem que não há, então para sua consciência não haverá evidências (e assim para outros que acreditam e julgam de forma semelhante a você).


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 19:18:57
Não são luzes quaisquer, são objetos luminosos,  observados reiteradas vezes,  e também  conjunto de fenômenos não se resumiu só a observação dos objetos.

As imagens em preto e branco indicam luzes num céu escuro. Basear-se em relatos de terceiros para saber se são objetos de fato não é o mais confiável a se fazer. É querer acreditar.



Você diria que essa imagens a seguir parecem a de um objeto?




Só imagens isoladas de qualquer contexto não são suficientes para compor alguma crença. 


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 08 de Novembro de 2016, 19:30:05

É óbvio que não é só por isso.  Isto é um claro  espantalho, pois eu já  escrevi anteriormente sobre as evidências existentes.

Eu já me referi várias vezes  a testemunhos  e/ou fotos e/ou filmagens, portanto  a sua afirmação acima foi um claro espantalho.

Evidências? Quais? As anedóticas?


Testemunhos e/ou fotos e/ou filmagens.

Estou utilizando neste sentido:
3. Aquilo que fornece ou contribui para fornecer prova da existência ou da ocorrência de algo.

Não afirmei que qualquer foto fosse evidência.  Eu sei muito bem que existem falsificações.

Pois bem, estamos aguardando as evidências que você afirma existirem, as fotos não falsificadas e bem claras de uma nave tripulada por aliens.

...  :bocejo:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 19:33:32

É óbvio que não é só por isso.  Isto é um claro  espantalho, pois eu já  escrevi anteriormente sobre as evidências existentes.

Eu já me referi várias vezes  a testemunhos  e/ou fotos e/ou filmagens, portanto  a sua afirmação acima foi um claro espantalho.

Evidências? Quais? As anedóticas?


Testemunhos e/ou fotos e/ou filmagens.

Estou utilizando neste sentido:
3. Aquilo que fornece ou contribui para fornecer prova da existência ou da ocorrência de algo.

Não afirmei que qualquer foto fosse evidência.  Eu sei muito bem que existem falsificações.

Pois bem, estamos aguardando as evidências que você afirma existirem, as fotos não falsificadas e bem claras de uma nave tripulada por aliens.

...  :bocejo:



Que nada.  Fiquem aí nas  suas  saganices .   E bons sonhos,  sonhem com Sagan. 


... :bocejo:






Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 08 de Novembro de 2016, 19:54:35
É satanice, de Carl Satan.   :diabo: :hihi:

Não adianta ficar bravo só porque os outros não acreditam nas suas crenças.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 08 de Novembro de 2016, 20:22:09


Nada.  Cada um com suas crenças.  E praticamente todos tem alguma crença.  Inclusive crenças científicas. E crenças filosóficas.

 :hihi:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gauss em 08 de Novembro de 2016, 20:28:48
Crenças científicas, nova categoria de crença.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Geotecton em 08 de Novembro de 2016, 20:45:00
Citação de: Geotecton
Entretanto  parece claro que você não quer responder diretamente. Entretanto ao NEGAR que haja evidências  fica clara a sua posição:
E que seriam...

1) Você  ACREDITA  que este fenômeno tem causas terrestres.

Não.

Eu não 'acredito' em nada.

Não há nenhuma contradição no que escrevi.

Eu realmente não "acredito" em nada.


Então aqui temos colocando a resposta para cada pergunta :

1) Você  afirma  que este fenômeno tem causas terrestres ?

Não.

A resposta é 'não sei'.

Mas entendo que as explicações devem ser buscadas inicialmente no próprio planeta. Um dos motivos é que foram, por exemplo, observados fenômenos atmosféricos que eram, até recentemente, desconhecidos.


2) Você  afirma  que este fenômeno não tem, de modo algum, a ver com discos voadores extraterrestres ?

[Não]Eu não 'acredito' em nada.

A resposta inicial é 'não sei'.


3) Você  afirma  que o fenômeno das luzes observadas e fotografadas  tem causas terrestres ?

[Não]Eu não 'acredito' em nada.

A resposta é 'isto é o mais plausível'.


4)  Você  afirma  que o fenômeno das luzes observadas e fotografadas não tem, de modo algum, a ver com discos voadores extraterrestres (que tem a ver com seres extraterrestres) ?

[Não]Eu não 'acredito' em nada.

A resposta é 'há alguma evidência inequívoca de que existem naves extraterrestres e que estas nos visitam'?


Após o “ acreditar em nada” aplicado como resposta nas perguntas 1, 2, 3 , 4,   só sobra :

5) Você nada afirma ?  Você suspende o julgamento ?  Fica em cima do muro ?

Eu afirmo que não há nenhuma evidência física inequívoca da existência e visita de naves extra-terrestres ao nosso planeta.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 08 de Novembro de 2016, 20:58:07
Não respondeu, você tergiversou.  O Geotecton respondeu.

Eu respondi, nos moldes do ceticismo científico, e não nos moldes das crendices populares.
O artigo não traz conclusões, não trás dados ou informações claras sobre o que VC pretende demonstrar.

Eu simplesmente não tenho o que responder, de uma argumentação que não traz simplesmente nada que possa ser verificável, nem o que o artigo traz como sendo supostas fotografias permite de fato garantir que o é, assim como nem o que chama de "luzes" é indubitavelmente verificado nas fotos, nem as formas irregulares, nem nada.

Se vc me perguntar o que eu penso ou qual a minha inclinação a respeito do tema visita de extraterrestres, eu posso te responder. Agora qual a conclusão que eu tenho sobre seu artigo, e sua argumentação sem conteúdo verificável, desculpe... não existe resposta, a menos que vc quer resposta nos moldes das crendices populares como a sua, que visualizam uma luz, e criam inúmeras explicações.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gigaview em 08 de Novembro de 2016, 21:00:30
JJ, o que faz você acreditar que aquelas luzes no céu são de fato naves extraterrestres?

Não são naves, são orbs vampiros trans-dimensionais que atravessaram acidentalmente um portal aberto por intraterrestres.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 08 de Novembro de 2016, 21:10:51


Nada.  Cada um com suas crenças.  E praticamente todos tem alguma crença.  Inclusive crenças científicas. E crenças filosóficas.

 :hihi:

Sim, mas a sua crença não é científica. Só isso.

http://www.webartigos.com/artigos/crenca-e-conhecimento-cientifico/109871/
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 08 de Novembro de 2016, 21:12:24
JJ, o que faz você acreditar que aquelas luzes no céu são de fato naves extraterrestres?

Não são naves, são orbs vampiros trans-dimensionais que atravessaram acidentalmente um portal aberto por intraterrestres.

A Terra é plana ou é oca, afinal? rs
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gigaview em 08 de Novembro de 2016, 21:40:08
JJ, o que faz você acreditar que aquelas luzes no céu são de fato naves extraterrestres?

Não são naves, são orbs vampiros trans-dimensionais que atravessaram acidentalmente um portal aberto por intraterrestres.

A Terra é plana ou é oca, afinal? rs

De qual Terra você está falando?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gauss em 09 de Novembro de 2016, 00:01:22

Gauss, o que faz você   pensar e  concluir  que não são naves extraterrestres ?
Eu não  conclui que não são. Apenas não achei evidências que dão a certeza de que são de fato.

Citar
Pergunto para você :
Ok.


Citar
1) Você  afirma  que este fenômeno tem causas terrestres ?
Em nenhum momento afirmei que ela tem causas terrestres. Pode ser extraterrestre, como o planeta Vênus, ou até mesmo cometas ou meteoros.

Citar
2) Você  afirma  que este fenômeno não tem, de modo algum, a ver com discos voadores extraterrestres ?
Não há evidências concretas que provem isso.

Citar
3) Você  afirma  que o fenômeno das luzes observadas e fotografadas  tem causas terrestres ?
Não. Pergunta repetida. Não há como saber de fato qual a origem das luzes, pois as fotos são de baixíssima qualidade, e os relatos são insatisfatórios.

Citar
4)  Você  afirma  que o fenômeno das luzes observadas e fotografadas não tem, de modo algum, a ver com discos voadores extraterrestres (que tem a ver com seres extraterrestres) ?
A falta de evidências concretas faz tender a considerar que as luzes devam ser algo já conhecido ou cientificamente explicável, e não fantástico como vida inteligente extraterrestre, que apesar de provavelmente existir, improvavelmente nos visita, pois nunca vimos eles de fato.

Citar
5) Você nada afirma ?  Você suspende o julgamento ?  Fica em cima do muro ?
Considerando a falta de evidências e o fato de nunca ter sido avistado de fato uma nave extraterrestre com pilotos extraterrestres, e também o parecer dos especialistas envolvidos nas investigações, tendo a pensar que tenha sido algum fenômeno comum ou desconhecido, mas cientificamente explicável. Não afirmo categoricamente que não sejam alienígenas, mas a falta de provas conclusivas para isso, e o fato de nunca termos tido nenhum contato com aliens até hoje, levam a pensar que não sejam eles os causadores dessas luzes, sendo a afirmação de que são de fato naves extraterrestres uma conclusão precipitada e fantástica.


Por ora, não sou  adepto do ceticismo filosófico, e sim do ceticismo científico.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 09 de Novembro de 2016, 01:10:40
Crenças científicas, nova categoria de crença.



crença
substantivo feminino

1.
estado, processo mental ou atitude de quem acredita em pessoa ou coisa.
"revela uma grande c."



2.
fé, em termos religiosos.


cren·ça
substantivo feminino
1. Fé religiosa.

2. Confiança.

3. Opinião.

"crença", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/cren%C3%A7a [consultado em 09-11-2016].


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 09 de Novembro de 2016, 01:11:49
Crenças científicas, nova categoria de crença.



Fé religiosa e confiança na ciência tem efeito semelhante

Crença na infalibilidade da ciência serve como compensação emocional, assim como fé espiritual
março de 2014

Getty Images

Pessoas com crenças espirituais costumam ser mais resilientes e ter expectativas mais positivas em relação ao futuro. Essas características se tornam mais evidentes quando enfrentam situações difíceis. Agora, um artigo publicado no Journal of Experimental Psychology sugere que acreditar na ciência pode ter efeito semelhante.


Pesquisadores da Universidade de Oxford e da Universidade Yale criaram uma escala para avaliar o grau de crença na ciência – isto é, a visão de que a pesquisa científica pode explicar o mundo de maneira mais satisfatória que as religiões. Em seguida, examinaram se a “fé científica” aumentava em situações ameaçadoras. Em um experimento, compararam o estresse de uma equipe de remadores durante um treinamento rotineiro ao de um grupo prestes a competir em uma regata importante. Em outro, pediram que voluntários escrevessem sobre seus sentimentos em relação à própria morte. Em ambos os casos, a confiança na ciência – em um mundo com causas e efeitos bem determinados – revelou-se maior em situações ameaçadoras. “A crença na infalibilidade da ciência não só ajuda a construir a percepção de mundo de algumas pessoas, como também serve como compensação emocional em momentos de dificuldade. Isso sugere que simplesmente ‘acreditar’, seja no que for, faz bem”, diz Miguel Farias, autor do estudo.



http://www2.uol.com.br/vivermente/noticias/fe_e_confianca_na_ciencia_tem_efeito_semelhante.html



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 09 de Novembro de 2016, 01:17:59
Citar
4)  Você  afirma  que o fenômeno das luzes observadas e fotografadas não tem, de modo algum, a ver com discos voadores extraterrestres (que tem a ver com seres extraterrestres) ?
A falta de evidências concretas faz tender a considerar que as luzes devam ser algo já conhecido ou cientificamente explicável, e não fantástico como vida inteligente extraterrestre, que apesar de provavelmente existir, improvavelmente nos visita, pois nunca vimos eles de fato.




Não tem nada de fantástico,  é bem natural.

E você não é o mundo. Você não pode responder pelos restantes dos habitantes do mundo.  No máximo você pode responder por você e algumas pessoas que tem um semelhante conjunto de crenças  que você tem.




Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 09 de Novembro de 2016, 01:23:42
Crenças científicas, nova categoria de crença.

Essa deve ser uma das provocações preferidas do JJ, e nisso está completamente certo.

No "movimento cético" acabou adotando bem generalizadamente um a noção de que o termo "crença" só seria apropriado oximoronicamente, apenas para aquilo que não deveria acreditar, para o incrível/inacreditável, o que não deveria ter qualquer credibilidade. Mas "crer" é tão somente ter que uma dada proposição é verdade, e não apenas fazê-lo sem substanciamento razoável, ou mesmo, científico. Você também pode "concluir" de maneira fundamentada ou não, mas, uma vez que conclui, passa a crer na conclusão, não continua "concluindo" continuamente, indefinidamente -- o que seria não chegar a conclusão alguma.

Indo por essa linha, também não deveria se dizer que nada tem, nem o método científico, confiabilidade ou fidelidade, já que o "fi" aí é "fé", que seria palavrão até maior do que "crença" ou "doutrina".

Quase na mesma linha, é bobagem a hierarquia "lei > teoria > hipótese", mas isso é mais comum se ver os céticos descreditarem.












Citar
4)  Você  afirma  que o fenômeno das luzes observadas e fotografadas não tem, de modo algum, a ver com discos voadores extraterrestres (que tem a ver com seres extraterrestres) ?
A falta de evidências concretas faz tender a considerar que as luzes devam ser algo já conhecido ou cientificamente explicável, e não fantástico como vida inteligente extraterrestre, que apesar de provavelmente existir, improvavelmente nos visita, pois nunca vimos eles de fato.




Não tem nada de fantástico,  é bem natural.

É fantástico pelo conhecimento mais confiável de que se dispõe, que torna questionável a mera possibilidade de viajens a distâncias tão grandes, mesmo não-tripuladas, que seriam as mais prováveis.

Algo ser "natural" não o torna freqüente.

A inteligência humana é totalmente natural, mas a evolução da inteligência em si é algo tremendamente raro, e a da inteligência "humanóide" em si, extremamente mais ainda. Uma excentricidade bizarra, até mesmo no sentido evolutivo (e o darwinismo será inquestioavelmente algo universal), já que investimos pesado em fazer coisas que não nos conferem vantagem reprodutiva clara ou imediata, como a própria pesquisa espacial.

(http://palaeos.com/cosmic_evolution/images/wall.jpg)

(https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/9/99/Cosmic_Calendar.png/550px-Cosmic_Calendar.png)

(http://thumbs.slideserve.com/1_2285369.jpg)

(http://images.slideplayer.com/28/9337189/slides/slide_17.jpg)

(https://isiria.files.wordpress.com/2009/06/medea-cycles.jpg)

Citar
E você não é o mundo. Você não pode responder pelos restantes dos habitantes do mundo.  No máximo você pode responder por você e algumas pessoas que tem um semelhante conjunto de crenças  que você tem.

No caso, crenças com maior preditivo do que a daquelas das pessoas crentes em discos voadores ETs, fadas, gnomos, etc. Com graus bem menores de ignorância científica.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 09 de Novembro de 2016, 01:34:01
Mas os crentes adoram chamar os céticos de crentes exatamente no mesmo sentido de crença que eles possuem.

Tudo bem, que existe uma correlação entre o termo e a posição da pessoa frente a uma conclusão científica por exemplo.

Mas a "crença científica" leva ao progresso, ao conhecimento, a tecnologia, a novas possibilidades, novas descobertas, é uma crença que constrói e a experiência mostra que ela está muito bem alinhada com as leis da física e com a realidade.

Ja a crença religiosa ou nas crendices populares, não nos traz nada de novo.

Eu enxergo uma diferença gritante.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 09 de Novembro de 2016, 02:10:53
Mas os crentes adoram chamar os céticos de crentes exatamente no mesmo sentido de crença que eles possuem.

Tudo bem, que existe uma correlação entre o termo e a posição da pessoa frente a uma conclusão científica por exemplo.

Não é correlação, é o próprio significado da palavra.



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 09 de Novembro de 2016, 02:18:22


Ja a crença religiosa [...] não nos traz nada de novo.

Eu enxergo uma diferença gritante.


As crenças religiosas  estão relacionadas  até ao nascimento  da  ciência no Ocidente  (ao invés de ter sido no Oriente).

E também estão relacionadas ao desenvolvimento dos Estados Unidos e do capitalismo. 

Então,  afirmar que  não traz   (ou não trouxe) nada de novo me parece bem distante da realidade  histórica.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 09 de Novembro de 2016, 02:28:05
Argumentavelmente tanto quanto o mais às defasagens de desenvolvimento dos EUA com relação a países menos religiosos europeus.

Essas "crenças" no entanto são principalmente as relacionadas a valores morais, e não a fatos, de forma que a associação não "beneficia epistemologicamente" a milagres, mitologias, etc.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 09 de Novembro de 2016, 02:37:14
JJ

Qual conhecinento que a crença religiosa, ou em ETs... nos proporciona?

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 09 de Novembro de 2016, 03:07:32
JJ, o que faz você acreditar que aquelas luzes no céu são de fato naves extraterrestres?

Não são naves, são orbs vampiros trans-dimensionais que atravessaram acidentalmente um portal aberto por intraterrestres.

A Terra é plana ou é oca, afinal? rs

De qual Terra você está falando?

Da Losango, óbvio.

https://www.facebook.com/Terra-Losango-F%C3%ADsica-zet%C3%A9tica-975218689186321/
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Criaturo em 09 de Novembro de 2016, 07:14:13
Meu propósito neste tópico nunca foi o de comentar sobre algum caso específico. E nem será.

Bem, você fala que os céticos são  crentes por não levar em consideração as supostas visitas aliens, mas não quer nem citar um caso relevante para a gente levar em consideração e pesquisar?
ué, o ? Sandro Fontana esta convidando céticos a ajudarem comprovar veracidade ou fraude de psicografias, fale com ele e se candidate!  :ghost:
ou então apenas continue com suas pré crenças!
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Criaturo em 09 de Novembro de 2016, 07:17:59


Eu não 'acredito' em nada.


nesta eu to com voce! Eu também não acredito em nada, porque o nada não existe!  :hihi:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 09 de Novembro de 2016, 08:03:10
JJ

Qual conhecinento que a crença religiosa, ou em ETs... nos proporciona?



Eles nos dizem para buscar conhecimento, não o proporcionam diretamente.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: AlienígenA em 09 de Novembro de 2016, 08:29:23
JJ

Qual conhecinento que a crença religiosa, ou em ETs... nos proporciona?



Eles nos dizem para buscar conhecimento, não o proporcionam diretamente.

Sim! Um deles, inclusive, literalmente: busquem conhecimento.  :hihi:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 09 de Novembro de 2016, 10:03:04


Nada.  Cada um com suas crenças.  E praticamente todos tem alguma crença.  Inclusive crenças científicas. E crenças filosóficas.

 :hihi:

Sim, mas a sua crença não é científica. Só isso.

http://www.webartigos.com/artigos/crenca-e-conhecimento-cientifico/109871/


Vou ler com atenção.

E eu tenho várias crenças  científicas, sim.



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 09 de Novembro de 2016, 10:07:30
Reformulando a pergunta para o JJ...
em relação a crença religiosa e a crença científica

Qual conhecimento a religião e os alienígenas em suas naves, nos proporcionaram?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 09 de Novembro de 2016, 10:23:35
Reformulando a pergunta para o JJ...
em relação a crença religiosa e a crença científica

Qual conhecimento a religião e os alienígenas em suas naves, nos proporcionaram?


Da religião cristã há a (alegada) ideia da ordem racional do Universo e com isso a ideia de previsibilidade, em comparação com a ideia de caos e imprevisibilidade  da filosofia oriental. E há também as ideias de desenvolvimento pessoal pelo esforço pessoal e trabalho, que teria a ver com a ética cristã.  A qual teve influência no desenvolvimento do capitalismo americano. 

Com relação  aos alienígenas em suas naves,  eu nunca afirmei  que  proporcionaram algum conhecimento.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gauss em 09 de Novembro de 2016, 11:05:28
Essa deve ser uma das provocações preferidas do JJ, e nisso está completamente certo.

No "movimento cético" acabou adotando bem generalizadamente um a noção de que o termo "crença" só seria apropriado oximoronicamente, apenas para aquilo que não deveria acreditar, para o incrível/inacreditável, o que não deveria ter qualquer credibilidade. Mas "crer" é tão somente ter que uma dada proposição é verdade, e não apenas fazê-lo sem substanciamento razoável, ou mesmo, científico. Você também pode "concluir" de maneira fundamentada ou não, mas, uma vez que conclui, passa a crer na conclusão, não continua "concluindo" continuamente, indefinidamente -- o que seria não chegar a conclusão alguma.

Indo por essa linha, também não deveria se dizer que nada tem, nem o método científico, confiabilidade ou fidelidade, já que o "fi" aí é "fé", que seria palavrão até maior do que "crença" ou "doutrina".

Quase na mesma linha, é bobagem a hierarquia "lei > teoria > hipótese", mas isso é mais comum se ver os céticos descreditarem.

O principal problema é o JJ colocar a "crença científica", baseada em evidências empíricas, falseáveis e verificáveis, no mesmo nível de crendices ou crenças religiosas.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 09 de Novembro de 2016, 11:13:08
Essa deve ser uma das provocações preferidas do JJ, e nisso está completamente certo.

No "movimento cético" acabou adotando bem generalizadamente um a noção de que o termo "crença" só seria apropriado oximoronicamente, apenas para aquilo que não deveria acreditar, para o incrível/inacreditável, o que não deveria ter qualquer credibilidade. Mas "crer" é tão somente ter que uma dada proposição é verdade, e não apenas fazê-lo sem substanciamento razoável, ou mesmo, científico. Você também pode "concluir" de maneira fundamentada ou não, mas, uma vez que conclui, passa a crer na conclusão, não continua "concluindo" continuamente, indefinidamente -- o que seria não chegar a conclusão alguma.

Indo por essa linha, também não deveria se dizer que nada tem, nem o método científico, confiabilidade ou fidelidade, já que o "fi" aí é "fé", que seria palavrão até maior do que "crença" ou "doutrina".

Quase na mesma linha, é bobagem a hierarquia "lei > teoria > hipótese", mas isso é mais comum se ver os céticos descreditarem.

O principal problema é o JJ colocar a "crença científica", baseada em evidências empíricas, falseáveis e verificáveis, no mesmo nível de crendices ou crenças religiosas.


Não.  Eu, em mais de um post,  já  comuniquei  que as crenças científicas são fundamentadas geralmente em boas evidências (e complemento que também são fundamentadas no que se pode chamar de  boas teorias). 




Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 09 de Novembro de 2016, 11:20:55

Mas é interessante notar  que  certas  coisas não estão ainda tão baseadas em empirismo como vários fãs de ciências  devem pensar que estão. 

E também é bom notar que empirismo sem as chamadas   boas  teorias  não serve  para praticamente nada.



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gauss em 09 de Novembro de 2016, 11:25:55
Não.  Eu, em mais de um post,  já  comuniquei  que as crenças científicas são fundamentadas geralmente em boas evidências (e complemento que também são fundamentadas no que se pode chamar de  boas teorias).

Então, o que validaria uma crença científica na existência de aliens que visitaram a Terra em 1977? Eu não encontrei, e nem os pesquisadores da época puderam afirmar isso. Eu até entendo seu ponto ao afirmar que ter toda certeza da real causa do evento é crença, independente do que afirmar, baseado da aparente inconclusividade da investigação oficial. Porém, você está cometendo esse mesmo erro quando afirma que são aliens de fato que visitaram a Terra.

Mas é interessante notar  que  certas  coisas não estão ainda tão baseadas em empirismo como vários fãs de ciências  devem pensar que estão. 

E também é bom notar que empirismo sem as chamadas   boas  teorias  não servem para praticamente nada.

Exato. Por isso que a ufologia é considerada uma pseudociência, pois ela afirma tudo praticamente sem fundamentação.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 09 de Novembro de 2016, 11:30:43
Não.  Eu, em mais de um post,  já  comuniquei  que as crenças científicas são fundamentadas geralmente em boas evidências (e complemento que também são fundamentadas no que se pode chamar de  boas teorias).

Então, o que validaria uma crença científica na existência de aliens que visitaram a Terra em 1977? Eu não encontrei, e nem os pesquisadores da época puderam afirmar isso. Eu até entendo seu ponto ao afirmar que ter toda certeza da real causa do evento é crença, independente do que afirmar, baseado da aparente inconclusividade da investigação oficial. Porém, você está cometendo esse mesmo erro quando afirma que são aliens de fato que visitaram a Terra.



Mas eu não afirmei  (nem implicitamente eu quis)  que  se  deve falar em  validação  de crença científica (publicação em revistas cientificas famosas)  neste caso, o que  eu aproximei foi das crenças em processos administrativos e judiciais.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 09 de Novembro de 2016, 11:37:40

Exato. Por isso que a ufologia é considerada uma pseudociência, pois ela afirma tudo praticamente sem fundamentação.


Se há grupos que consideram que é pseudociência, isto já seria outra discussão. 

Quanto   a    "afirma tudo praticamente sem fundamentação" ,  eu discordo , pois há boas fundamentações em vários casos  (e obviamente que há exageros e falsificações por parte de aproveitadores).

Você,   e outros que tem ideologias semelhantes a você,  poderão  afirmar que não há, mas aí simplesmente teremos os julgamentos de  uns grupos versus os julgamentos de outros grupos.




 
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Geotecton em 09 de Novembro de 2016, 13:48:58
Se há grupos que consideram que é pseudociência, isto já seria outra discussão. 

Quanto a "afirma tudo praticamente sem fundamentação", eu discordo, pois há boas fundamentações em vários casos (e obviamente que há exageros e falsificações por parte de aproveitadores).

Você, e outros que tem ideologias semelhantes a você, poderão afirmar que não há, mas aí simplesmente teremos os julgamentos de uns grupos versus os julgamentos de outros grupos.

De maneira alguma.

O Gauss, o Comandante e outros não podem ser equiparados aos defensores da hipótese extra-terrestre, simplesmente porque aqueles pedem evidências científicas para suportar a hipótese destes (incluindo você).

Não adianta você usar 'filosofice' ou semântica.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 10 de Novembro de 2016, 21:15:05
Da religião cristã há a (alegada) ideia da ordem racional do Universo e com isso a ideia de previsibilidade (...)
E há também as ideias de desenvolvimento pessoal pelo esforço pessoal e trabalho, que teria a ver com a ética cristã.

Nada que a observação da natureza e a própria experiência humana não poderiam levar a mesma reflexão e conclusão, e posteriormente atribuídos a fé e religião, como se fossem informações vindas do além.

Já as crenças científicas, nos levaram a tecnologia, a um melhor entendimento da natureza e suas leis a ponto de manuseá-la ao nosso favor, avanços na medicina e em diversas outras áreas. E a experiência tem mostrado que a crença científica está bastante alinhada com a natureza que nos cerca.

Então, querer comparar céticos com crentes religiosos dogmáticos, é um belo força barra.


Não.  Eu, em mais de um post,  já  comuniquei  que as crenças científicas são fundamentadas geralmente em boas evidências (e complemento que também são fundamentadas no que se pode chamar de  boas teorias).

Curioso é ver vc indiretamente declarar que não nos trouxe boas evidências...rs

Citar
Mas eu não afirmei  (nem implicitamente eu quis)  que  se  deve falar em  validação  de crença científica (publicação em revistas cientificas famosas)  neste caso, o que  eu aproximei foi das crenças em processos administrativos e judiciais.

Vc afirma que aproximou. Mas isso não quer dizer que de fato aproximou

Apesar de haver créditos concebidos a processos judiciais em um sistema imperfeito, são baseados em históricos de ocorrências sabidamente existentes.

Diferente do crédito que os entusiastas dos discos voadores dão, a coisas que se quer se sabem se existe.

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 12 de Novembro de 2016, 15:37:22

Não.  Eu, em mais de um post,  já  comuniquei  que as crenças científicas são fundamentadas geralmente em boas evidências (e complemento que também são fundamentadas no que se pode chamar de  boas teorias).

Curioso é ver vc indiretamente declarar que não nos trouxe boas evidências...rs



Na ufologia também há boas evidências,  embora não haja evidências materiais (públicas).

E devemos notar também que o sistema científico público mainstream geralmente depende de verbas públicas, e por isso provavelmente não seria atendido se requisitasse verbas para fazer pesquisas na ufologia.  Haja visto que até o programa SETI já foi criticado por políticos.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 12 de Novembro de 2016, 15:38:54
Da religião cristã há a (alegada) ideia da ordem racional do Universo e com isso a ideia de previsibilidade (...)
E há também as ideias de desenvolvimento pessoal pelo esforço pessoal e trabalho, que teria a ver com a ética cristã.

Nada que a observação da natureza e a própria experiência humana não poderiam levar a mesma reflexão e conclusão, e posteriormente atribuídos a fé e religião, como se fossem informações vindas do além.

Já as crenças científicas, nos levaram a tecnologia, a um melhor entendimento da natureza e suas leis a ponto de manuseá-la ao nosso favor, avanços na medicina e em diversas outras áreas. E a experiência tem mostrado que a crença científica está bastante alinhada com a natureza que nos cerca.

Então, querer comparar céticos com crentes religiosos dogmáticos, é um belo força barra. 


Em qual post eu comparei com crentes religiosos ?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 12 de Novembro de 2016, 15:54:10
JJ, o que faz você acreditar que aquelas luzes no céu são de fato naves extraterrestres?


E o que faz você acreditar que é outra coisa ?


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 12 de Novembro de 2016, 15:55:28
Eis a qualificação dos "pesquisadores civis" envolvidos:

Ubiratan Pinon Frias: ex-piloto do aeroclube de Belém e militar reformado.

Wellaide Cescim (Dra.): médica psiquiatra.

Alfredo de La Ó: médico (?) e padre.

Orlando Zoghbi (dr.): médico.



Então você  acredita que eles estão todos enganados ?


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 12 de Novembro de 2016, 15:57:53
Com relação a historinha de que cientistas são céticos, a coisa não é bem assim.

Cientistas não são céticos com as teorias com as quais eles trabalham e publicam,   eles normalmente  não tem a atitude de achar que o que estudam e publicam deve ser falso.

Para exemplificar:

Um  biólogo evolucionista não publica trabalhos achando que a teoria da evolução pode ser  falsa, pelo contrário a atitude dele é dogmática, em relação a TE, ele a considera verdadeira.

Um físico que trabalha com ótica quântica, não fica em cima do muro em relação a mecânica quântica que já foi bem testada, ele a considera verdadeira, e isto significa ter uma atitude dogmática neste ponto.

Pode até ser que cientistas sejam céticos em relação aos trabalhos de outros que não utilizem o conhecimento teórico que eles utilizam.



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 12 de Novembro de 2016, 15:58:32

Não.  Eu, em mais de um post,  já  comuniquei  que as crenças científicas são fundamentadas geralmente em boas evidências (e complemento que também são fundamentadas no que se pode chamar de  boas teorias).

Curioso é ver vc indiretamente declarar que não nos trouxe boas evidências...rs



Na ufologia também há boas evidências,  embora não haja evidências materiais (públicas).

Não, não há. Não são melhores do que as evidências do paranormal e superstições em geral.

"Ufologia" é largamente uma mitologia moderna com verniz científico, uma nova categoria de criptozoologia, "exo/astrocriptozoologia".
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gauss em 12 de Novembro de 2016, 16:09:13
JJ, o que faz você acreditar que aquelas luzes no céu são de fato naves extraterrestres?


E o que faz você acreditar que é outra coisa ?

Já respondi essa questão anteriormente.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 12 de Novembro de 2016, 16:50:47
JJ, o que faz você acreditar que aquelas luzes no céu são de fato naves extraterrestres?


E o que faz você acreditar que é outra coisa ?

Já respondi essa questão anteriormente.


Pois cadê as  excelentes evidências que comprovem que é o que você pensa que é ?


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 12 de Novembro de 2016, 16:55:55
Com relação a historinha de que cientistas são céticos, a coisa não é bem assim.

Cientistas não são céticos com as teorias com as quais eles trabalham e publicam,   eles normalmente  não tem a atitude de achar que o que estudam e publicam deve ser falso.

O que em muitos casos será a única postura racional possível.


Citar
Para exemplificar:

Um  biólogo evolucionista não publica trabalhos achando que a teoria da evolução pode ser  falsa, pelo contrário a atitude dele é dogmática, em relação a TE, ele a considera verdadeira.

Isso não é "dogmatismo" (ou ao menos não num sentido pejorativo), é racionalidade.

A ciência progride ao assumir uma base já bem fundamentada e então testar novas hipóteses. Assim biólogos evolucionistas vão testar a evolução de uma coisa ou outra, e poderão não constatar aquilo que inicialmente hipotetizaram.

É mais ou menos a situação em que se encontra a evolução de Homo sapiens atualmente. Os achados não se encaixam perfeitamente a nenhuma das concepções teóricas que se tinha antes (ou melhor, especificamente a dicotomia entre evolução multi-regional versus origem africana recente), e nem é um intermediário simples, mas algo mais bagunçado, difícil de se prever.

Nada disso no entanto questiona a evolução humana ou a evolução biológica em geral, pois, se você for sempre questionar tudo o tempo todo, mesmo aquilo que é bem solidamente estabelecido, não chegará a lugar algum, só poderá ficar naquelas de talvez ser tudo um sonho.




Citar
Um físico que trabalha com ótica quântica, não fica em cima do muro em relação a mecânica quântica que já foi bem testada, ele a considera verdadeira, e isto significa ter uma atitude dogmática neste ponto.

Pode até ser que cientistas sejam céticos em relação aos trabalhos de outros que não utilizem o conhecimento teórico que eles utilizam.

Isso contrasta diametralmente com o dogmatismo (que poderia se chamar de "verdadeiro") de religiões e mitologias como criptozoologia e OVNIlogia, que criam dogmas e expandem em fantasias mirabolantes a partir de observações precárias que não podem ser verdadeiramente consideradas evidência científica de suas hipóteses/fantasias, de longe as menos parcimoniosas para explicar as observações.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 12 de Novembro de 2016, 16:58:03



Não, não há. Não são melhores do que as evidências do paranormal e superstições em geral.



Sim, há sim. Não é porque você e  outros que julgam de forma semelhante dizem que não há ,  que  isto torna-se verdade. 

Da mesma forma que você e o seu grupo acha que não há.  Existem outras pessoas e outros grupos que acham que há. 

Este julgamento, de qualidade de evidência,  é subjetivo,  e a subjetividade  de vocês não é superior a subjetividade dos outros.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 12 de Novembro de 2016, 17:00:57
Não, objetivamente são sim "evidências" extremamente precárias, que não fundamentam as hipoteses fantasiosas e mirabolantes da mitologia OVNIlogista/criptozoologista, conforme repetidas vezes explicado.

É tão "evidência" quanto ver pegadas de cavalos e apontar como pegadas de unicórnios.

Apenas encaixar com o que seria esperado de uma dada "hipótese" não chega exatamente a constituir "evidência".
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 12 de Novembro de 2016, 17:02:47
Com relação a historinha de que cientistas são céticos, a coisa não é bem assim.

Cientistas não são céticos com as teorias com as quais eles trabalham e publicam,   eles normalmente  não tem a atitude de achar que o que estudam e publicam deve ser falso.
Citar
Para exemplificar:

Um  biólogo evolucionista não publica trabalhos achando que a teoria da evolução pode ser  falsa, pelo contrário a atitude dele é dogmática, em relação a TE, ele a considera verdadeira.

Isso não é "dogmatismo" (ou ao menos não num sentido pejorativo), é racionalidade.


Eu não estou dando nenhum sentido pejorativo, quem faz isso  são vocês.

Ter atitude dogmática é uma atitude  normal   em termos de ciência.

Quem vê problema nisso são os “céticos científicos”, que não entendem o significado de conhecimento dogmático e de dogmatismo.

São os mesmo que tem medo de dizerem  que acreditam em alguma coisa.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 12 de Novembro de 2016, 17:07:08
OK, eu não me foquei no uso dessa palavra.

http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/biologia/dogma-central-biologia-molecular.htm
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 12 de Novembro de 2016, 17:08:48
Não, objetivamente são sim "evidências" extremamente precárias, que não fundamentam as hipoteses fantasiosas e mirabolantes da mitologia OVNIlogista/criptozoologista, conforme repetidas vezes explicado.

É tão "evidência" quanto ver pegadas de cavalos e apontar como pegadas de unicórnios.

Apenas encaixar com o que seria esperado de uma dada "hipótese" não chega exatamente a constituir "evidência".


Rotular 1000 vezes algo  de fantasioso, e comparar 1000 vezes com fábulas reconhecidas  não  altera os acontecimentos e a existência de alguma coisa,  e não altera o acontecimento de que muita gente  considera real os  discos voadores e visitas extraterrestres,  e que considera que há evidências boas ( ou pelo menos razoáveis ).


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 12 de Novembro de 2016, 17:09:42
Se atenha ao à lógica da analogia em vez de fazer apelos à piedade.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gauss em 12 de Novembro de 2016, 17:23:24
Pois cadê as  excelentes evidências que comprovem que é o que você pensa que é ?

E o que eu penso que é?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 12 de Novembro de 2016, 17:36:22
Pois cadê as  excelentes evidências que comprovem que é o que você pensa que é ?

E o que eu penso que é?


Não sei, mas você deve ter ótimas (ou excelentes)  evidências  para afirmar  que  deve ser o que você acha que deve ser.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gauss em 12 de Novembro de 2016, 17:51:33
Não sei, mas você deve ter ótimas (ou excelentes)  evidências  para afirmar  que  deve ser o que você acha que deve ser.

O que eu acho que deve ser? Eu falei em algum momento?

O único que vi afirmar alguma coisa até o momento foi você, dizendo que são naves extraterrestres e que há evidências que levam a essa conclusão.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 12 de Novembro de 2016, 18:05:16
"Evidências" definidas por "tem um monte de gente que acredita com base nisso", mas dando piti quando dito que o mesmo é o caso com "evidências" de outras mitologias.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Geotecton em 12 de Novembro de 2016, 21:13:51
Não, objetivamente são sim "evidências" extremamente precárias, que não fundamentam as hipoteses fantasiosas e mirabolantes da mitologia OVNIlogista/criptozoologista, conforme repetidas vezes explicado.

É tão "evidência" quanto ver pegadas de cavalos e apontar como pegadas de unicórnios.

Apenas encaixar com o que seria esperado de uma dada "hipótese" não chega exatamente a constituir "evidência".
Rotular 1000 vezes algo  de fantasioso, e comparar 1000 vezes com fábulas reconhecidas  não  altera os acontecimentos e a existência de alguma coisa,  e não altera o acontecimento de que muita gente  considera real os  discos voadores e visitas extraterrestres,  e que considera que há evidências boas ( ou pelo menos razoáveis ).

E você continua não entendo que não importa o que estas pessoas avaliam como "evidências boas" porque elas não são sustentáveis cientificamente.

Fora do âmbito das evidências da Ciência sobram somente o que você está defendendo, ou seja, credulidade e wishful thinking.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 12 de Novembro de 2016, 22:30:00
Santa Contradição

Na ufologia também há boas evidências,  embora não haja evidências materiais (públicas).

Parece que NÃO são boas a ponto de serem utilizadas cientificamente.

Uma boa evidência que não serve de utilidade para nada (como vc diz que não tens o foco científico), deveria ter um arquivo especial dentro da lata do lixo.



Da mesma forma que você e o seu grupo acha que não há.  Existem outras pessoas e outros grupos que acham que há. 
Este julgamento, de qualidade de evidência,  é subjetivo,  e a subjetividade  de vocês não é superior a subjetividade dos outros.

É uma questão de constatação. Não preciso lhe explicar o que são boas evidências em ciência.
A diferença é que o seu grupo, possui "evidências" inúteis. Se fossem boas, talvez a comunidade científica ja teria levado esses boatos e fotos preto e branco disformes (eu diria borradas), mais a sério.

Não é uma simples questão de cada um puxar a sardinha pro seu lado.

O que faço com boas evidências científicas?
- Decolo um avião
- Curo doenças
- Aprendo a manipular a natureza
- Desenvolvo conhecimento
- Etc

O que faço com boas evidências de ETs pilotando discos voadores brilhantes?
- Nada
- Nada
- Nada
- Nada
- Etc...
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 13 de Novembro de 2016, 06:09:05
Não, objetivamente são sim "evidências" extremamente precárias, que não fundamentam as hipoteses fantasiosas e mirabolantes da mitologia OVNIlogista/criptozoologista, conforme repetidas vezes explicado.

É tão "evidência" quanto ver pegadas de cavalos e apontar como pegadas de unicórnios.

Apenas encaixar com o que seria esperado de uma dada "hipótese" não chega exatamente a constituir "evidência".
Rotular 1000 vezes algo  de fantasioso, e comparar 1000 vezes com fábulas reconhecidas  não  altera os acontecimentos e a existência de alguma coisa,  e não altera o acontecimento de que muita gente  considera real os  discos voadores e visitas extraterrestres,  e que considera que há evidências boas ( ou pelo menos razoáveis ).

E você continua não entendo que não importa o que estas pessoas avaliam como "evidências boas" porque elas não são sustentáveis cientificamente.

Fora do âmbito das evidências da Ciência sobram somente o que você está defendendo, ou seja, credulidade e wishful thinking.


Não importa para quem ?

Importar é dar valor, e dar valor é  algo subjetivo,  mentes diferentes darão valores diferentes.

Grupos que se auto denominam “céticos”  não darão valor.  E daí ?  Outros grupos darão.

Grupos que se auto denominam “céticos”  podem não acreditar, já que não saiu um artigo publicado numa revista científica famosa.  E daí ?  Outros grupos não consideram que precisa ter um artigo publicado numa revista científica famosa, para que seja considerado de valor e verdadeiro.

Vocês continuam insistindo na ideia de que para alguma coisa ser considerada verdadeira por alguma pessoa ou grupo de pessoas, ela precisa receber o rótulo de científica  (na prática precisaria ter artigos publicados em periódicos científicos, de preferência em periódicos famosos).


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Geotecton em 13 de Novembro de 2016, 07:39:26
Então a discussão acaba aqui. Porque para o entendimento dos fenômenos, não interessa saber o que as pessoas ditas religiosas, místicas ou pseudocientíficas 'pensam' ou acreditam ser a verdade.

Perceba que o seu relativismo cultural e filosófico não serve para nada, a não ser propagar ignorância.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 13 de Novembro de 2016, 08:25:20

Então a discussão acaba aqui. Porque para o entendimento dos fenômenos, não interessa saber o que as pessoas ditas religiosas, místicas ou pseudocientíficas 'pensam' ou acreditam ser a verdade.


Acontece que o entendimento dos fenômenos pode ter implicações nas ações governamentais e nas leis, portanto numa democracia o entendimento dos fenômenos (e as consequências nos pensamentos e nas ações) de todos os grupos, incluindo grupos de pessoas ditas religiosas, místicas ou  “pseudocientíficas” devem ser levados em consideração por um governo democrático (desde é claro que algum destes entendimentos não levem a ir contra os direitos humanos de terceiros).



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Geotecton em 13 de Novembro de 2016, 08:29:08
Então a discussão acaba aqui. Porque para o entendimento dos fenômenos, não interessa saber o que as pessoas ditas religiosas, místicas ou pseudocientíficas 'pensam' ou acreditam ser a verdade.
Acontece que o entendimento dos fenômenos pode ter implicações nas ações governamentais e nas leis, portanto numa democracia o entendimento dos fenômenos (e as consequências nos pensamentos e nas ações) de todos os grupos, incluindo grupos de pessoas ditas religiosas, místicas ou  “pseudocientíficas” devem ser levados em consideração por um governo democrático (desde é claro que algum destes entendimentos não levem a ir contra os direitos humanos de terceiros).

Você está brincando comigo, não é mesmo JJ?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 13 de Novembro de 2016, 08:29:40
JJ agora faz larga tilização da falácia Argumentum Ad Populum
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 13 de Novembro de 2016, 08:32:09
Agora se refere a laicismo.

Sim, um estado laico deve respeitar os credos das pessoas, como a ovnilogia, ainda que intervindo quando houver picaretagem mais flagrante vitimando pessoas de maneira mais objetiva.

Em alguns casos, o estado até poderá subsidiar tais crenças infundadas, como na isenção de impostos ou mesmo disponibillizando ou legitimando tratamentos médicos sem fundamento científico, e, nesses casos, essa postura é mais questionável.

Muito embora seja questionável até mesmo o laicismo, pelos defensores de teocracias e similares, se vamos relativizar ou obvializar geral e afirmar que tem gente que pensa diferente em tudo quanto houver algo que alguém pense algo.

Então deve haver quem defenda uma ovnilogocracia ou algo assim, que os governos tenham conselheiros médiuns que contatem ETs para decisões políticas.

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 13 de Novembro de 2016, 08:46:00
Então a discussão acaba aqui. Porque para o entendimento dos fenômenos, não interessa saber o que as pessoas ditas religiosas, místicas ou pseudocientíficas 'pensam' ou acreditam ser a verdade.
Acontece que o entendimento dos fenômenos pode ter implicações nas ações governamentais e nas leis, portanto numa democracia o entendimento dos fenômenos (e as consequências nos pensamentos e nas ações) de todos os grupos, incluindo grupos de pessoas ditas religiosas, místicas ou  “pseudocientíficas” devem ser levados em consideração por um governo democrático (desde é claro que algum destes entendimentos não levem a ir contra os direitos humanos de terceiros).

Você está brincando comigo, não é mesmo JJ?



Não.  Há alguma coisa que você  julga  errada (ou falsa)  que eu escrevi aí ?


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: AlienígenA em 13 de Novembro de 2016, 12:04:35
Não é que qualquer coisa precise necessariamente de publicação científica para ser levado em consideração, embora, tanto melhor se tiver. O fato é que ufólogos esperam da comunidade científica o atestado da existência de vida extraterrestre a partir de uma vasta gama de provas do avistamento de objetos não identificados, quando tudo que a comunidade científica pode atestar é uma vasta gama de provas do avistamento de objetos não identificados. Não pode ser tão difícil compreender que um objeto não identificado pode ser qualquer coisa, inclusive, uma espaçonave extraterrestre perdida num erro de trajeto entre Orion e Ursa Maior que se deixou avistar por descuido em meio a preocupação com o atraso para o encontro universal da vida avançada, do qual a raça humana ainda não está autorizada a ter conhecimento, devido a seu precário estágio tecnológico. :/
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 13 de Novembro de 2016, 12:38:44
Pode inclusive ser uma coruja, ou um saco plastico branco....   :lol:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: AlienígenA em 13 de Novembro de 2016, 12:47:36
Pode inclusive ser uma coruja, ou um saco plastico branco....   :lol:

Você está sendo chato, especialidade dos céticos, cortando o barato dos outros. Nada impede que sejam seres de luz, já que há inúmeros relatos do avistamento deles.  <_<
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 13 de Novembro de 2016, 12:57:38
 :sotto: Nós temos o nosso, digamos ... senso de humor  :hihi:

É saudável ter senso de humor  :rola:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: AlienígenA em 13 de Novembro de 2016, 13:08:36
:sotto: Nós temos o nosso, digamos ... senso de humor  :hihi:

O que é apenas risível.

Citar
É saudável ter senso de humor  :rola:

Podendo também ser doentio. A diferença entre remédio e veneno é a dose.  :sorry:

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 13 de Novembro de 2016, 13:20:56
idem...
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: AlienígenA em 13 de Novembro de 2016, 13:34:13
Tsc, tsc...
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 13 de Novembro de 2016, 13:46:42
Tsc, tsc...

Ok ok  :rendo:... fale-nos mais então sobre os "seres de luz", os problemas com a sinalização na Espaçovia entre Orion e Ursa Maior, e o pouco que vc sabe sobre o Encontro Universal da Vida Avançada
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: AlienígenA em 13 de Novembro de 2016, 14:07:39
Tsc, tsc...

Ok ok  :rendo:... fale-nos mais então sobre os "seres de luz", os problemas com a sinalização na Espaçovia entre Orion e Ursa Maior, e o pouco que vc sabe sobre o Encontro Universal da Vida Avançada

Agora, sim.  :ok: O mínimo que se espera de céticos verdadeiros é uma mente aberta. Sobre os seres de luz devo admitir que não sei muito mais do os relatos de avistamento. Agora, por favor, né, filho? Os problemas de sinalização das espaçovias estão vastamente documentados no Guia do Mochileiro das Galáxias. Pesquise antes se desconhece o assunto.  :no:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 13 de Novembro de 2016, 14:07:54
Um  biólogo evolucionista não publica trabalhos achando que a teoria da evolução pode ser  falsa, pelo contrário a atitude dele é dogmática, em relação a TE, ele a considera verdadeira.

Um físico que trabalha com ótica quântica, não fica em cima do muro em relação a mecânica quântica que já foi bem testada, ele a considera verdadeira, e isto significa ter uma atitude dogmática neste ponto.

Pode até ser que cientistas sejam céticos em relação aos trabalhos de outros que não utilizem o conhecimento teórico que eles utilizam.

Olha a comparação... :umm:

A evolução é um FATO comprovado, a teoria da evolução é o que melhor explica esse fato.
Já as especulações sobre visitas aliens não são teorias, sequer há fato, portanto não faz o menor sentido levar essas especulações em consideração, não há sequer uma evidência que sustente uma especulação desse naipe. E se faz sentido, faz tanto quanto conjecturar sobre saci pererê e mula sem cabeça.  ::)
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 13 de Novembro de 2016, 14:17:21
Agora, por favor, né, filho? Os problemas de sinalização das espaçovias estão vastamente documentados no Guia do Mochileiro das Galáxias. Pesquise antes se desconhece o assunto.  :no:

Ok.... Encomendando  :ok:

(https://images-na.ssl-images-amazon.com/images/I/61Ei-El9KzL._SX347_BO1,204,203,200_.jpg)
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 13 de Novembro de 2016, 14:37:15
Um  biólogo evolucionista não publica trabalhos achando que a teoria da evolução pode ser  falsa, pelo contrário a atitude dele é dogmática, em relação a TE, ele a considera verdadeira.

Um físico que trabalha com ótica quântica, não fica em cima do muro em relação a mecânica quântica que já foi bem testada, ele a considera verdadeira, e isto significa ter uma atitude dogmática neste ponto.

Pode até ser que cientistas sejam céticos em relação aos trabalhos de outros que não utilizem o conhecimento teórico que eles utilizam.

Olha a comparação... :umm:

A evolução é um FATO comprovado, a teoria da evolução é o que melhor explica esse fato.
Já as especulações sobre visitas aliens não são teorias, sequer há fato, portanto não faz o menor sentido levar essas especulações em consideração, não há sequer uma evidência que sustente uma especulação desse naipe. E se faz sentido, faz tanto quanto conjecturar sobre saci pererê e mula sem cabeça.  ::)

Eu não comparei a crença na evolução e/ou na teoria da evolução com alguma outra crença.

O exemplo foi apenas no sentido de mostrar que cientistas não tem atitudes céticas com as teorias que eles consideram já boas teorias, ainda mais se eles trabalharem com pesquisas que se fundamentam nestas teorias.   A atitude deles é dogmática com relação a essas teorias.

Aliás você está tendo uma reação que mostra o seu dogmatismo em relação a  ideia de evolução e a teoria da evolução.   

Você considera o suposto fenômeno evolução como verdade indiscutível  (e provavelmente deve considerar verdadeira a TE), isso em si é uma atitude dogmática. 

A sua reação e resposta já são um bom exemplo de dogmatismo.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 13 de Novembro de 2016, 14:43:34
Então a evolução não é um fato? rs Conte-me mais.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 13 de Novembro de 2016, 14:53:42
Então a evolução não é um fato? rs Conte-me mais.


A evolução é considerada um acontecimento por muitos grupos de pessoas, e não é considerada um acontecimento também por muitos grupos de pessoas.

E do grupo que  considera ser um acontecimento, certamente a grande maioria dos seus integrantes acredita por motivos filosóficos  e de argumentos de autoridades, e não porque conheçam em profundidade a ideia.

Com relação a TE ocorre coisa semelhante.



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: AlienígenA em 13 de Novembro de 2016, 16:35:40
E a montanha de evidências da evolução biológica descritas, disponível para consulta por leigos, pelos divulgadores da ciência? Disso, os céticos da evolução não falam.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: AlienígenA em 13 de Novembro de 2016, 16:44:20
Agora, por favor, né, filho? Os problemas de sinalização das espaçovias estão vastamente documentados no Guia do Mochileiro das Galáxias. Pesquise antes se desconhece o assunto.  :no:

Ok.... Encomendando  :ok:


Muito boa decisão!  :)
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: AlienígenA em 13 de Novembro de 2016, 18:03:19
JJ, ainda que você, genericamente falando, não saiba bulhufas de evolução, se endende um pouco como a ciência funciona, já é o bastante para por fé na evolução ou mais fé do que em nas concorrentes. E se não entende, deveria. Se deve ao esforço científico a oportunidade de se comunicar com o mundo externo do conforto do seu sofá, ainda que para menosprezar esse esforço.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 13 de Novembro de 2016, 18:13:44
Então a evolução não é um fato? rs Conte-me mais.


Você considera a  TE uma teoria científica forte em todos os pontos ? 

Você acredita que ela passe  em qualquer teste de cientificidade ?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 13 de Novembro de 2016, 18:13:56
JJ, ainda que você, genericamente falando, não saiba bulhufas de evolução, se endende um pouco como a ciência funciona, já é o bastante para por fé na evolução ou mais fé do que em nas concorrentes. E se não entende, deveria. Se deve ao esforço científico a oportunidade de se comunicar com o mundo externo do conforto do seu sofá, ainda que para menosprezar esse esforço.


AntipetistA,

Você considera a  TE uma teoria científica forte em todos os pontos ? 

Você acredita que ela passe  em qualquer teste de cientificidade ?



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 13 de Novembro de 2016, 18:35:05
E a montanha de evidências da evolução biológica descritas, disponível para consulta por leigos, pelos divulgadores da ciência? Disso, os céticos da evolução não falam.

Acontece que a própria aceitação da CRENÇA na evolução como suposto "fato" abre precedente para sua negação, uma vez que ela possibilitaria a evolução de vida inteligente em outros planetas, que, poderia ter PODER para ter feito a CRIAÇÃO INTELIGENTE da vida terrestre, o que muitas pessoas diriam que não só é compatível com as evidências de ovnilogia, deuses astronautas, etc, como para o próprio PARADOXO DE FERMI que os evolucionistas DOGMÁTICOS não podem ainda explicar a não ser através da FÉ de que, qualquer que seja a explicação, ela não envolve inteligências superiores, mesmo ante a ABSOLUTA AUSÊNCIA DE EVIDÊNCIA dessa inexistência ou não-intervenção oculta, e mesmo que isso implique em VARRER PARA BAIXO DO TAPETE a questão que resume o paradoxo, "ENTÃO ONDE ESTÁ TODO MUNDO?"
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: AlienígenA em 13 de Novembro de 2016, 18:51:40
JJ, ainda que você, genericamente falando, não saiba bulhufas de evolução, se endende um pouco como a ciência funciona, já é o bastante para por fé na evolução ou mais fé do que em nas concorrentes. E se não entende, deveria. Se deve ao esforço científico a oportunidade de se comunicar com o mundo externo do conforto do seu sofá, ainda que para menosprezar esse esforço.


AntipetistA,

Você considera a  TE uma teoria científica forte em todos os pontos ?

Forte, sim. Principalmente no ponto de estar sujeita a correções frente a novas descobertas. Se com "em todos os pontos" você sugere uma verdade pronta e acabada, isso explica sua confusão entre postura científica e dogmática.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: AlienígenA em 13 de Novembro de 2016, 19:02:09
E a montanha de evidências da evolução biológica descritas, disponível para consulta por leigos, pelos divulgadores da ciência? Disso, os céticos da evolução não falam.

Acontece que a própria aceitação da CRENÇA na evolução como suposto "fato" abre precedente para sua negação, uma vez que ela possibilitaria a evolução de vida inteligente em outros planetas, que, poderia ter PODER para ter feito a CRIAÇÃO INTELIGENTE da vida terrestre, o que muitas pessoas diriam que não só é compatível com as evidências de ovnilogia, deuses astronautas, etc, como para o próprio PARADOXO DE FERMI que os evolucionistas DOGMÁTICOS não podem ainda explicar a não ser através da FÉ de que, qualquer que seja a explicação, ela não envolve inteligências superiores, mesmo ante a ABSOLUTA AUSÊNCIA DE EVIDÊNCIA dessa inexistência ou não-intervenção oculta, e mesmo que isso implique em VARRER PARA BAIXO DO TAPETE a questão que resume o paradoxo, "ENTÃO ONDE ESTÁ TODO MUNDO?"

Venceu!
Muito bom!  :hihi:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 13 de Novembro de 2016, 19:05:06
JJ, ainda que você, genericamente falando, não saiba bulhufas de evolução, se endende um pouco como a ciência funciona, já é o bastante para por fé na evolução ou mais fé do que em nas concorrentes. E se não entende, deveria. Se deve ao esforço científico a oportunidade de se comunicar com o mundo externo do conforto do seu sofá, ainda que para menosprezar esse esforço.


AntipetistA,

Você considera a  TE uma teoria científica forte em todos os pontos ?

Forte, sim. Principalmente no ponto de estar sujeita a correções frente a novas descobertas. Se com "em todos os pontos" você sugere uma verdade pronta e acabada, isso explica sua confusão entre postura científica e dogmática.


Não.  Aqui minha pergunta tinha a ver com o que eu acrescentei quando você já devia ter feito o quote. Então repito:


Você acredita que ela passe  em qualquer teste de cientificidade ?


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Geotecton em 13 de Novembro de 2016, 20:04:24
E quais seriam estes 'testes de cientificidade'?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 13 de Novembro de 2016, 20:16:56
E quais seriam estes 'testes de cientificidade'?



O tipo de testes que usam para classificar  algumas coisas como "pseudociências".





Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 13 de Novembro de 2016, 20:50:32
Lembrando que, gostando ou não, tem muitas pessoas que consideram astrologia e criacionismo ciências. E física e biologia, pseudociências. Então, mesmo que estas duas últimas passem como "científica" por critérios de alguns, esses critérios são portanto SUBJETIVOS, não-universais, não LEIS DA FÍSICA, o que deverá ser ADMITIDO PELOS PRÓPRIOS DEFENSORES DE TAIS DOUTRINAS. Isso é, eles não afirmarão haver uma LEI DA FÍSICA, verificável e incontestável, que confirme que TODAS AS AS DOUTRINAS DO ESTUDO FÍSICA E DA BIOLOGIA são científicas, em nível objetivo, absoluto, físico.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gauss em 13 de Novembro de 2016, 21:44:51
Lembrando que, gostando ou não, tem muitas pessoas que consideram astrologia e criacionismo ciências. E física e biologia, pseudociências. Então, mesmo que estas duas últimas passem como "científica" por critérios de alguns, esses critérios são portanto SUBJETIVOS, não-universais, não LEIS DA FÍSICA, o que deverá ser ADMITIDO PELOS PRÓPRIOS DEFENSORES DE TAIS DOUTRINAS. Isso é, eles não afirmarão haver uma LEI DA FÍSICA, verificável e incontestável, que confirme que TODAS AS AS DOUTRINAS DO ESTUDO FÍSICA E DA BIOLOGIA são científicas, em nível objetivo, absoluto, físico.

Até porque, somente um grupo pessoas acredita na Lei da Gravidade, portanto ela somente é válida para os crentes nela. Para as outras pessoas que não acreditam na gravidade, ela não tem finalidade alguma, ou simplesmente não existe (https://www.epochtimes.com.br/fisico-propoe-nova-teoria-da-gravidade-a-gravidade-nao-existe/#.WCj5nfkrI2w).

Portanto, céticos científicos, fiquem com suas crenças dogmáticas em teorias como a da Gravidade, baseados em valores subjetivos de cientificidade, e parem de caçoar de minhas crenças que se dizem científicas, mas não passam pela aplicação do método científico. Para mim e para outras pessoas elas são reais, por isso elas são válidas.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: AlienígenA em 14 de Novembro de 2016, 00:05:02
Lembrando que, gostando ou não, tem muitas pessoas que consideram astrologia e criacionismo ciências. E física e biologia, pseudociências. Então, mesmo que estas duas últimas passem como "científica" por critérios de alguns, esses critérios são portanto SUBJETIVOS, não-universais, não LEIS DA FÍSICA, o que deverá ser ADMITIDO PELOS PRÓPRIOS DEFENSORES DE TAIS DOUTRINAS. Isso é, eles não afirmarão haver uma LEI DA FÍSICA, verificável e incontestável, que confirme que TODAS AS AS DOUTRINAS DO ESTUDO FÍSICA E DA BIOLOGIA são científicas, em nível objetivo, absoluto, físico.

Até porque, somente um grupo pessoas acredita na Lei da Gravidade, portanto ela somente é válida para os crentes nela. Para as outras pessoas que não acreditam na gravidade, ela não tem finalidade alguma, ou simplesmente não existe (https://www.epochtimes.com.br/fisico-propoe-nova-teoria-da-gravidade-a-gravidade-nao-existe/#.WCj5nfkrI2w).

Portanto, céticos científicos, fiquem com suas crenças dogmáticas em teorias como a da Gravidade, baseados em valores subjetivos de cientificidade, e parem de caçoar de minhas crenças que se dizem científicas, mas não passam pela aplicação do método científico. Para mim e para outras pessoas elas são reais, por isso elas são válidas.

E QUERENDO OU NÃO, crer na EVOLUÇÃO é como crer que de um TORNARDO passando po um FERRO VELHO possa surgir um BOEING!!!111ONZE
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 14 de Novembro de 2016, 00:34:04
JJ,

A TE não tem a pretensão de explicar a origem da vida na Terra, mas apenas explicar como a evolução ocorreu/ocorre.
E, sim, a evolução é um fato observável e amplamente documentado, a vida está evoluindo constantemente e disso não há dúvidas. Se não sabia, está sabendo agora. É sempre bom aprender coisas novas.  :ok:

ou simplesmente não existe (https://www.epochtimes.com.br/fisico-propoe-nova-teoria-da-gravidade-a-gravidade-nao-existe/#.WCj5nfkrI2w).

Sempre soube que o filósofo, professor e grande mestre Olavo de Carvalho estava certo.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: AlienígenA em 14 de Novembro de 2016, 00:48:19
Citar
[quotefalseáveis.otecton link=topic=29885.msg914924#msg914924 date=1479074664]
E quais seriam estes 'testes de cientificidade'?



O tipo de testes que usam para classificar  algumas coisas como "pseudociências".

Sim. É uma Teoria que trabalha com hipóteses, cujos enunciados são falseáveis.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: El Elyon em 14 de Novembro de 2016, 03:37:58
Citar
Você acredita que ela passe  em qualquer teste de cientificidade ?

Não.

Critérios mais estritos de cientificidade excluiriam boa parte da biologia evolutiva (o que é chamado popularmente de "macroevolução" - mas não os mecanismos causais ligados a outros ramos, como genética, embriologia, fisiologia), da linguística histórica, arqueologia, paleontologia e cosmologia como empreendimentos científicos, porque lidam com fenômenos e eventos pontuais/condicionais/únicos. Outros critérios poderiam excluir uma boa soma de trabalhos das ciências sociais, psicologia social, genética de mutações raras e neurologia (por seus problemas de replicação - mas esses não são por problemas epistêmicos, mas metodológicos).

Citar
Sim. É uma Teoria que trabalha com hipóteses, cujos enunciados são falseáveis.

Apenas lembrando que o critério popperiano de ciência que você mencionou não insiste apenas na falseabilidade, mas também na universalidade (o uso de afirmações universais/universalizáveis) como um critério para empreendimentos científicos (algo que distingue leis de tendências, algo bastante presente na crítica popperiana ao holismo e historicismo).
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 14 de Novembro de 2016, 03:55:47
Citar
Você acredita que ela passe  em qualquer teste de cientificidade ?

Não.

Critérios mais estritos de cientificidade excluiriam boa parte da biologia evolutiva (o que é chamado popularmente de "macroevolução" - mas não os mecanismos causais ligados a outros ramos, como genética, embriologia, fisiologia), da linguística histórica, arqueologia, paleontologia e cosmologia como empreendimentos científicos, porque lidam com fenômenos e eventos pontuais/condicionais/únicos. Outros critérios poderiam excluir uma boa soma de trabalhos das ciências sociais, psicologia social, genética de mutações raras e neurologia (por seus problemas de replicação - mas esses não são por problemas epistêmicos, mas metodológicos).


Citar
Sim. É uma Teoria que trabalha com hipóteses, cujos enunciados são falseáveis.

Apenas lembrando que o critério popperiano de ciência que você mencionou não insiste apenas na falseabilidade, mas também na universalidade (o uso de afirmações universais/universalizáveis) como um critério para empreendimentos científicos (algo que distingue leis de tendências, algo bastante presente na crítica popperiana ao holismo e historicismo).



Pois é,  se formos  usar  certos critérios a TE é pseudociência.   Ou tais critérios não são  adequados, ou a TE é pseudociência.

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 14 de Novembro de 2016, 03:58:18
Citar
[quotefalseáveis.otecton link=topic=29885.msg914924#msg914924 date=1479074664]
E quais seriam estes 'testes de cientificidade'?



O tipo de testes que usam para classificar  algumas coisas como "pseudociências".

Sim. É uma Teoria que trabalha com hipóteses, cujos enunciados são falseáveis.



Tem certeza que todas as proposições, consideradas  verdadeiras,  sobre evolução são falseáveis ?



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 14 de Novembro de 2016, 04:05:09
Lembrando que, gostando ou não, tem muitas pessoas que consideram astrologia e criacionismo ciências. E física e biologia, pseudociências. Então, mesmo que estas duas últimas passem como "científica" por critérios de alguns, esses critérios são portanto SUBJETIVOS, não-universais, não LEIS DA FÍSICA, o que deverá ser ADMITIDO PELOS PRÓPRIOS DEFENSORES DE TAIS DOUTRINAS. Isso é, eles não afirmarão haver uma LEI DA FÍSICA, verificável e incontestável, que confirme que TODAS AS AS DOUTRINAS DO ESTUDO FÍSICA E DA BIOLOGIA são científicas, em nível objetivo, absoluto, físico.

Até porque, somente um grupo pessoas acredita na Lei da Gravidade, portanto ela somente é válida para os crentes nela. Para as outras pessoas que não acreditam na gravidade, ela não tem finalidade alguma, ou simplesmente não existe (https://www.epochtimes.com.br/fisico-propoe-nova-teoria-da-gravidade-a-gravidade-nao-existe/#.WCj5nfkrI2w).

Portanto, céticos científicos, fiquem com suas crenças dogmáticas em teorias como a da Gravidade, baseados em valores subjetivos de cientificidade, e parem de caçoar de minhas crenças que se dizem científicas, mas não passam pela aplicação do método científico. Para mim e para outras pessoas elas são reais, por isso elas são válidas.



A velha confusão entre  o fenômeno  de  queda  livre , que é extremamente fácil de ser testado/verificado, com o fenômeno de gravitação universal e  as teorias  de gravidade, que são muito difíceis de testar/verificar  ( mesmo a teoria newtoniana não é nada fácil de ser  testada/verificada, e a relativista  mais difícil ainda).


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 14 de Novembro de 2016, 06:58:29
Citar
[quotefalseáveis.otecton link=topic=29885.msg914924#msg914924 date=1479074664]
E quais seriam estes 'testes de cientificidade'?



O tipo de testes que usam para classificar  algumas coisas como "pseudociências".

Sim. É uma Teoria que trabalha com hipóteses, cujos enunciados são falseáveis.



Tem certeza que todas as proposições, consideradas  verdadeiras,  sobre evolução são falseáveis ?





Mais importante que isso, O FALSIFICACIONISMO É FALSEÁVEL?

Mesmo que as proposições da TEORIA (não LEI) da evolução sejam falseáveis, elas ainda o serão em nível mais superficial que ASSUME DOGMATICAMENTE A CRENÇA NO NATURALISMO.





Pois é,  se formos  usar  certos critérios a TE é pseudociência.   Ou tais critérios não são  adequados, ou a TE é pseudociência.

E, querendo ou não, HÁ MUITAS PESSOAS que tem critérios que julgam a TE como pseudociência, enquanto que criacionismo, OVNILOGIA, xamanismo, astrologia, etc são científicos.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 14 de Novembro de 2016, 08:24:44
Queda livre é mero  senso comum,  teorias de gravitação e o fenômeno da gravitação (que tentam esclarecer), mesmo a de Newton  não são nada evidentes, para Newton criar a teoria da gravitação ele teve que usar  trabalhos  anteriores  de pessoas que passaram muito tempo observando planetas e de outro que passou anos fazendo cálculos trabalhosos, e mesmo ele teve que desenvolver o cálculo diferencial e integral para conseguir chegar na equação final de sua teoria da gravitação universal. E mesmo após isso levou-se bastante tempo para que Cavendish  desenvolve-se um trabalhoso e minucioso experimento para verificar a equação (a atração mútua entre dois corpos),  e obter a constante G. Nenhuma dessas coisas foram ou são evidentes.

E mesmo após essa trabalheira toda chegou o século XX  e uma nova e mais complexa teoria da gravitação foi elaborada: a Relatividade Geral, a qual também é não tem nada de evidente.

E acham que  terminou ?

Einsten tentou elaborar uma teoria completa da gravitação, que unificasse a gravidade com as outras forças. Ele não conseguiu, e até hoje os físicos labutam feito "doidos"  para ver se conseguem finalmente uma teoria completa da gravidade. O trabalho tem sido complexo e árduo,  mas ainda, mesmo após uns ~70 anos depois de Einsten tentar,  não conseguiram chegar a um resultado. 

Portanto seria muito bom se os apologistas da evolução parassem de confundir  o evidente  fenômeno de  QUEDA LIVRE  com o complexo  e ainda não (totalmente) esclarecido (e nada evidente) fenômeno da gravitação (ou força gravitacional), numa teoria boa e completa.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 14 de Novembro de 2016, 08:35:50
E para completar e ficar ainda mais claro:


É risível achar que pessoas (que não são especialistas da área, pois estes já se acostumaram totalmente com essas teorias), acham   EVIDENTE   que um lápis atraia uma borracha, ou que um tapete atraia um armário.   Isto não tem nada de evidente.

Entretanto se a teoria da gravitação fosse evidente como tentam vender ao comparar com a queda livre, então qualquer pessoa  deveria perceber que  lápis atraem  borrachas, ou que  tapetes atraem  armários   (ou qualquer outra par de corpos com massa se atraem mutuamente).  E isso considerando a já ultrapassada Teoria da Gravitação Universal de Newton.  Na Relatividade Geral a coisa é ainda muito mais exótica  (e nada evidente).


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 14 de Novembro de 2016, 09:06:12
A VERDADE, queiram ou não, é que apenas uma ínfima parte daquilo que as ELITES consideram como sendo "científico", cumprindo todos os padrões da ciência burguesa européia, é realmente algo com evidência.

A VASTA MAIOR PARTE DAS PESSOAS acreditará em coisas diferentes das CRENÇAS ditadas como "corretas" pelos critérios ditos "científicos", impostos por uma ELITE MINORITÁRIA.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 14 de Novembro de 2016, 09:22:01
Citar
[quotefalseáveis.otecton link=topic=29885.msg914924#msg914924 date=1479074664]
E quais seriam estes 'testes de cientificidade'?
O tipo de testes que usam para classificar  algumas coisas como "pseudociências".
Sim. É uma Teoria que trabalha com hipóteses, cujos enunciados são falseáveis.


JJ,

E, sim, a evolução é um fato observável e amplamente documentado, a vida está evoluindo constantemente e disso não há dúvidas. Se não sabia, está sabendo agora. É sempre bom aprender coisas novas.  :ok:

Freya,

Você concorda com a resposta acima do  AntipetistA  ?

Você concorda que todas as proposições, consideradas  verdadeiras,  sobre evolução são falseáveis ?


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 14 de Novembro de 2016, 12:11:09
http://www.ufo.com.br/artigos/esta-na-propria-biblia-a-prova-de-que-jesus-era-extraterrestre

Quero ver o que vão responder os PSEUDOCÉTICOS DOGMÁTICOS, muitos dos quais tem FÉ na TEORIA (não lei) do Jesus "mito", o que é uma visão MINORITÁRIA entre os próprios historiadores CIENTÍFICOS adeptos fiéis dos métodos que eles alegadamente prezam.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gauss em 14 de Novembro de 2016, 12:36:26


E agora CÉTICOS DOGMÁTICOS???? Vão falar o que? Óbvio que a CRENÇA CIENTÍFICA DOGMÁTICA dos "céticos" levam eles a crer que a Terra tem um núcleo de rocha derretida, mas vocês nunca viram isso para constatar!!! Mas para desqualificar a verdadeira ciência, os céticos vão dizer que Teoria da Terra Oca não têm embasamento suficiente e a classificarão como "Pseudociência", baseado em sua crença academicista dogmática!
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 14 de Novembro de 2016, 12:51:34
JJ,

E, sim, a evolução é um fato observável e amplamente documentado, a vida está evoluindo constantemente e disso não há dúvidas. Se não sabia, está sabendo agora. É sempre bom aprender coisas novas.  :ok:

Freya,

Você concorda com a resposta acima do  AntipetistA  ?

Você concorda que todas as proposições, consideradas  verdadeiras,  sobre evolução são falseáveis ?

Cara, não é uma questão de concordar.  :umm:
A vida vai seguir evoluindo independente se eu e você concordamos com isso.

Por que você acha que todo ano temos que desenvolver novas vacinas, para novas cepas dos vírus? Ou por que temos que desenvolver antibióticos mais fortes, para bactérias novas e mais resistentes? E de onde você acha que surgiram os fósseis de transição entre espécies? Não me diga que é tudo uma artimanha de deus para testar nossa fé, e que você não acredita na evolução porque não vê macacos virando gente? rsrs

É sério, por que você não estuda antes o assunto o qual se propõe a debater, principalmente se vai agir com tanta arrogância e teimosia?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 14 de Novembro de 2016, 14:24:51
JJ,

E, sim, a evolução é um fato observável e amplamente documentado, a vida está evoluindo constantemente e disso não há dúvidas. Se não sabia, está sabendo agora. É sempre bom aprender coisas novas.  :ok:

Freya,

Você concorda com a resposta acima do  AntipetistA  ?

Você concorda que todas as proposições, consideradas  verdadeiras,  sobre evolução são falseáveis ?

Cara, não é uma questão de concordar.  :umm:
A vida vai seguir evoluindo independente se eu e você concordamos com isso.

Isso nada mais é do que apenas afirmação de sua CRENÇA na FILOSOFIA METAFÍSICA do naturalismo, e de que vivamos na "realidade última", em vez de em uma simulação produzida por alguma inteligência superior que, poderia até ter surgido de acordo com o que preconiza o credo materialista, mas que, em sua simulação, pode implementar exceções arbitrárias, que seriam, do ponto de vista dos simulacros, SOBRENATURAIS. Ou seja, o materialismo abre a possibilidade da própria refutação. Mesmo assumindo-o, há a possibilidade de que ele não seja verdadeiro para nós. Ou seja, é apenas uma assunção DOGMÁTICA a rejeição a priori de qualquer coisa que se tenha como sobrenatural.



Citar
Por que você acha que todo ano temos que desenvolver novas vacinas, para novas cepas dos vírus? Ou por que temos que desenvolver antibióticos mais fortes, para bactérias novas e mais resistentes? E de onde você acha que surgiram os fósseis de transição entre espécies? Não me diga que é tudo uma artimanha de deus para testar nossa fé, e que você não acredita na evolução porque não vê macacos virando gente? rsrs

É sério, por que você não estuda antes o assunto o qual se propõe a debater, principalmente se vai agir com tanta arrogância e teimosia?

Mesmo que essas coisas ocorram na maior parte do tempo exatamente como SUPOSTO pelos cientistas (o que é IMPOSSÍVEL realmente PROVAR), assumir que seja a explicação UNIVERSAL INVARIÁVEL DE TODOS CASOS NÃO-OBSERVADOS nada mais é do que uma FÉ em uma GENERALIZAÇÃO GROSSEIRA.

REJEIÇÃO AUTOMÁTICA de hipóteses alternativas, inconvenientes à nomenklatura materialista.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 14 de Novembro de 2016, 14:41:45
Ah tá, desculpa.
hahahah
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Tirn Aill em 14 de Novembro de 2016, 16:00:22


E agora CÉTICOS DOGMÁTICOS???? Vão falar o que? Óbvio que a CRENÇA CIENTÍFICA DOGMÁTICA dos "céticos" levam eles a crer que a Terra tem um núcleo de rocha derretida, mas vocês nunca viram isso para constatar!!! Mas para desqualificar a verdadeira ciência, os céticos vão dizer que Teoria da Terra Oca não têm embasamento suficiente e a classificarão como "Pseudociência", baseado em sua crença academicista dogmática!

Mas a terra não era plana?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Luiz F. em 14 de Novembro de 2016, 16:06:28
É tipo a questão de se o ovo faz mal para a saúde. Hora faz mal, hora não faz...

Hora a terra é redonda, hora geoide, hora completamente deformada, hora plana, hora cúbica... E ninguém pode dizer que o outro está errado, pois a realidade é só uma crença subjetiva...
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gauss em 14 de Novembro de 2016, 16:08:00
Mas a terra não era plana?

A Terra só é plana para aqueles que acreditam que ela é plana. Por exemplo: Para uma formiguinha, a Terra é plana? Cada um vive dentro de sua própria realidade.

É tipo a questão de se o ovo faz mal para a saúde. Hora faz mal, hora não faz...

Hora a terra é redonda, hora geoide, hora completamente deformada, hora plana, hora cúbica... E ninguém pode dizer que o outro está errado, pois a realidade é só uma crença subjetiva...

Exato. Realidade é relativa de uma pessoa para outra.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: El Elyon em 14 de Novembro de 2016, 18:10:11
Fazendo o papel de Advogado do Diabo.

Citar
Por que você acha que todo ano temos que desenvolver novas vacinas, para novas cepas dos vírus? Ou por que temos que desenvolver antibióticos mais fortes, para bactérias novas e mais resistentes? E de onde você acha que surgiram os fósseis de transição entre espécies? Não me diga que é tudo uma artimanha de deus para testar nossa fé, e que você não acredita na evolução porque não vê macacos virando gente? rsrs

Basicamente, o argumento do JJ é uma versão mais rebuscada disso, baseado em uma interpretação mais estrita de falseabilidade do que a usada pelo próprio Popper - e usando esse critério (que eu questiono a validade, vide meu post anterior), sim, uma porção da biologia evolutiva (e outros ramos que listei) não são empreendimento científicos, mas algo próximo ("programa metafísico de pesquisa").

Ele não está questionando em momento algum a validade empírica de diversos fenômenos bem documentados da Biologia Evolutiva e que foram replicados a contento (que em geral, podem ser colocados no rótulo de microevolução, embora eu não use e concorde com seu uso) - o que ele contesta é que o suporte evidencial para "grandes fenômenos evolutivos" (especiação e mudanças de grandes estruturas, em geral) ainda não tem o mesmo rigor e solidez (e capacidade de replicação) que os "grandes fenômenos físico-químicos". Em resumo, o argumento dele é epistemológico, não empírico.

Se quer ver um rehash parcial desse tipo de tópico, vide aqui (http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=29260.0) e aqui (http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=2042.175).
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 14 de Novembro de 2016, 19:20:02
Fazendo o papel de Advogado do Diabo.

Citar
Por que você acha que todo ano temos que desenvolver novas vacinas, para novas cepas dos vírus? Ou por que temos que desenvolver antibióticos mais fortes, para bactérias novas e mais resistentes? E de onde você acha que surgiram os fósseis de transição entre espécies? Não me diga que é tudo uma artimanha de deus para testar nossa fé, e que você não acredita na evolução porque não vê macacos virando gente? rsrs

Basicamente, o argumento do JJ é uma versão mais rebuscada disso, baseado em uma interpretação mais estrita de falseabilidade do que a usada pelo próprio Popper - e usando esse critério (que eu questiono a validade, vide meu post anterior), sim, uma porção da biologia evolutiva (e outros ramos que listei) não são empreendimento científicos, mas algo próximo ("programa metafísico de pesquisa").

Ele não está questionando em momento algum a validade empírica de diversos fenômenos bem documentados da Biologia Evolutiva e que foram replicados a contento (que em geral, podem ser colocados no rótulo de microevolução, embora eu não use e concorde com seu uso) - o que ele contesta é que o suporte evidencial para "grandes fenômenos evolutivos" (especiação e mudanças de grandes estruturas, em geral) ainda não tem o mesmo rigor e solidez (e capacidade de replicação) que os "grandes fenômenos físico-químicos". Em resumo, o argumento dele é epistemológico, não empírico.

Se quer ver um rehash parcial desse tipo de tópico, vide aqui (http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=29260.0) e aqui (http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=2042.175).


Correto, tem essa questão que você relembrou do outro tópico,  e que tem a ver, mas o objetivo principal da minha argumentação neste momento é outro.  Nessa resposta abaixo que eu dei no post anterior  tem a pista para qual o meu objetivo principal neste tópico :





Pois é,  se formos  usar  certos critérios a TE é pseudociência.   Ou tais critérios não são  adequados, ou a TE é pseudociência.

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 14 de Novembro de 2016, 19:25:49
JJ,

E, sim, a evolução é um fato observável e amplamente documentado, a vida está evoluindo constantemente e disso não há dúvidas. Se não sabia, está sabendo agora. É sempre bom aprender coisas novas.  :ok:

Freya,

Você concorda com a resposta acima do  AntipetistA  ?

Você concorda que todas as proposições, consideradas  verdadeiras,  sobre evolução são falseáveis ?

Cara, não é uma questão de concordar.  :umm:
A vida vai seguir evoluindo independente se eu e você concordamos com isso.

Por que você acha que todo ano temos que desenvolver novas vacinas, para novas cepas dos vírus? Ou por que temos que desenvolver antibióticos mais fortes, para bactérias novas e mais resistentes? E de onde você acha que surgiram os fósseis de transição entre espécies? Não me diga que é tudo uma artimanha de deus para testar nossa fé, e que você não acredita na evolução porque não vê macacos virando gente? rsrs

É sério, por que você não estuda antes o assunto o qual se propõe a debater, principalmente se vai agir com tanta arrogância e teimosia?


Tá.

Mas você concorda ou não concorda com o AntipetistA ?


E para esclarecer,  eu   ACREDITO,  Eu creio que a TE seja a melhor explicação sim.  Não é este o ponto em quero chegar  (não quero chegar no ponto de dizer que a TE deve estar errada)  meu intento é outro, mas para isso é necessário seguir o raciocínio.


 
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gauss em 14 de Novembro de 2016, 19:29:41
E para esclarecer,  eu   ACREDITO,  Eu creio que a TE seja a melhor explicação sim.  Não é este o ponto em quero chegar  (não quero chegar no ponto de dizer que a TE deve estar errada)  meu intento é outro, mas para isso é necessário seguir o raciocínio.

Você quer saber se a TE passa pelos critérios do Método Científico?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 14 de Novembro de 2016, 19:56:33
Fazendo o papel de Advogado do Diabo.

Citar
Por que você acha que todo ano temos que desenvolver novas vacinas, para novas cepas dos vírus? Ou por que temos que desenvolver antibióticos mais fortes, para bactérias novas e mais resistentes? E de onde você acha que surgiram os fósseis de transição entre espécies? Não me diga que é tudo uma artimanha de deus para testar nossa fé, e que você não acredita na evolução porque não vê macacos virando gente? rsrs

Basicamente, o argumento do JJ é uma versão mais rebuscada disso, baseado em uma interpretação mais estrita de falseabilidade do que a usada pelo próprio Popper - e usando esse critério (que eu questiono a validade, vide meu post anterior), sim, uma porção da biologia evolutiva (e outros ramos que listei) não são empreendimento científicos, mas algo próximo ("programa metafísico de pesquisa").

Ele não está questionando em momento algum a validade empírica de diversos fenômenos bem documentados da Biologia Evolutiva e que foram replicados a contento (que em geral, podem ser colocados no rótulo de microevolução, embora eu não use e concorde com seu uso) - o que ele contesta é que o suporte evidencial para "grandes fenômenos evolutivos" (especiação e mudanças de grandes estruturas, em geral) ainda não tem o mesmo rigor e solidez (e capacidade de replicação) que os "grandes fenômenos físico-químicos". Em resumo, o argumento dele é epistemológico, não empírico.

Se quer ver um rehash parcial desse tipo de tópico, vide aqui (http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=29260.0) e aqui (http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=2042.175).

Pelo amor dos deuses!!
O JJ está aqui desde 2008 fazendo isso? Como vocês aguentam?  :susto:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 14 de Novembro de 2016, 20:01:48
E para esclarecer,  eu   ACREDITO,  Eu creio que a TE seja a melhor explicação sim.  Não é este o ponto em quero chegar  (não quero chegar no ponto de dizer que a TE deve estar errada)  meu intento é outro, mas para isso é necessário seguir o raciocínio.

https://www.universoracionalista.org/uma-critica-a-falseabilidade/

https://www.universoracionalista.org/sobre-thomas-s-kuhn-e-paul-feyerabend/

"...Se tomamos a sério o anarquismo epistemológico (“tudo vale”), não seríamos superiores a nossos rivais. Mas nenhum pensador o tomou a sério, pois isso equivale a dizer que o “jogo” intelectual não tem regras. Todo mundo poderia dizer com segurança o que desejaríamos, que as evidências empíricas não contariam e, acima de tudo, que a lógica não contaria; de modo que teríamos de tolerar a contradição non sequitur. Ou seja, o ser humano seria indistinguível pela racionalidade.

Finalmente, se fosse verdade que: são apenas conceitos tudo o que o senso comum acredita e que estariam no mundo exterior, desde os elétrons até os continentes, ninguém se preocuparia em explorar o mundo real..."

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 14 de Novembro de 2016, 22:27:03
Pelo amor dos deuses!!
O JJ está aqui desde 2008 fazendo isso? Como vocês aguentam?  :susto:


1) Minha participação no  tópico é de 2015.

2) Eu respeito as regras do fórum.

3)Questionar o que considera falho não tem nada de errado.

4)Você acha que a reação ao questionamento deveria ser igual a reação dos religiosos ?

5)Você se incomoda se alguém questiona sua  teoria  preferida ?



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 14 de Novembro de 2016, 22:28:36
E para esclarecer,  eu   ACREDITO,  Eu creio que a TE seja a melhor explicação sim.  Não é este o ponto em quero chegar  (não quero chegar no ponto de dizer que a TE deve estar errada)  meu intento é outro, mas para isso é necessário seguir o raciocínio.

Você quer saber se a TE passa pelos critérios do Método Científico?


Pelos critérios de cientificidade.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 14 de Novembro de 2016, 22:35:34


Eu afirmei que acredito, mas a  TE  tem fraquezas,  e tem muitos pontos genéricos e obscuros.  E  certamente não passa em alguns testes de cientificidade. 


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 14 de Novembro de 2016, 22:37:52
Pelo amor dos deuses!!
O JJ está aqui desde 2008 fazendo isso? Como vocês aguentam?  :susto:


1) Minha participação no  tópico é de 2015.

2) Eu respeito as regras do fórum.

Mas seu registro é de 2008, e pelo visto quase uma década entre céticos não te ensinou nada, ou quase nada.
Me diga, qual é o prazer de ficar negando a ciência e/ou "pseudando"?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: El Elyon em 14 de Novembro de 2016, 23:10:22
Citar
O JJ está aqui desde 2008 fazendo isso? Como vocês aguentam?

Eu estou aqui desde 2015, e embora não concorde com os critérios de cientificidade utilizados por ele, eu concordo com o objetivo de fazer que entusiastas de biologia evolutiva sejam mais moderados em suas afirmações e cientes das limitações que a própria possui (o JJ diria que por certos aspectos dela não serem científicos, eu devido as limitações do objeto de estudo dela e das escalas de tempo envolvidas). Nós estamos no meio de uma Crise de Replicabilidade (https://en.wikipedia.org/wiki/Replication_crisis#Addressing_the_replication_crisis) que pode afetar seriamente alguns ramos "trendies" das Ciências Sociais (especialmente, mas não limitado à psicologia social e neurologia) e eu não vejo certos ramos das Ciências Biológicas estando em uma situação muito mais confortável que elas (embora isso dificilmente respingue em BioEvo).
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gauss em 14 de Novembro de 2016, 23:16:51
Quais os ramos da Biologia Evolutiva vocês não consideram muito científicos, ou que estão em situações de dificuldades?



Por exemplo, Memética é muitas vezes considerada uma pseudociência, apesar de ser baseada na evolução. Não tem uma boa aceitação entre os biólogos ainda. Nisso, baseado no que eu conheço, pode ser diferente, já que não é minha área.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 14 de Novembro de 2016, 23:29:05
Pelo amor dos deuses!!
O JJ está aqui desde 2008 fazendo isso? Como vocês aguentam?  :susto:


1) Minha participação no  tópico é de 2015.

2) Eu respeito as regras do fórum.

Mas seu registro é de 2008, e pelo visto quase uma década entre céticos não te ensinou nada, ou quase nada.



Se você é a favor do ceticismo porque é que você está achando ruim eu duvidar da TE ?


 :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?:



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 14 de Novembro de 2016, 23:31:59
Quais os ramos da Biologia Evolutiva vocês não consideram muito científicos, ou que estão em situações de dificuldades?



Eu não digo ramos , pois parece uma afirmação muito ampla e genérica.  Eu diria que há proposições (relativas a evolução) muito amplas e cheias de coisas desconhecidas, e apesar disso são tidas como verdadeiras.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gauss em 14 de Novembro de 2016, 23:35:42

Se você é a favor do ceticismo porque é que você está achando ruim eu duvidar da TE ?


Acho que porque não é bem um "ceticismo" habitual.


https://en.wikipedia.org/wiki/Denialism

Eu não digo ramos , pois parece uma afirmação muito ampla e genérica.  Eu diria que há proposições (relativas a evolução) muito amplas e cheias de coisas desconhecidas, e apesar disso são tidas como verdadeiras.

Tipo...
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 14 de Novembro de 2016, 23:50:22

Se você é a favor do ceticismo porque é que você está achando ruim eu duvidar da TE ?


Acho que porque não é bem um "ceticismo" habitual.


Habitual de quem ou de qual grupo ?   

E ceticismo pode ser em relação a qualquer coisa.  Não existe isso de ceticismo só se aplicar a algum tipo de ideia  ou a algum  conjunto de ideias. 


https://en.wikipedia.org/wiki/Denialism




O que é Cético:

Cético é um adjetivo que serve para caracterizar um indivíduo que é apoiante do ceticismo. O cético é uma pessoa que não acredita, que duvida ou se apresenta como incrédulo ou descrente.


As escolas céticas surgiram na Antiguidade como uma crítica à excessiva confiança na capacidade de resolver definitivamente as questões filosóficas (dogmatismo). O ceticismo radical de Pirro de Élis (século III A.C.) punha em dúvida a possibilidade de decidir acerca da verdade de todo o enunciado.

A nova Academia (Argesilau, Carnêades) buscava um critério de verosimilhança ou probabilidade. O ceticismo tardio era ligado ao ceticismo antigo, mas se preocupou, sobretudo, em estudar as normas do comportamento prático.

O cético é também um sujeito que se recusa a aceitar uma ideia ou teoria com base na sua popularidade ou na autoridade que representa ou impõe essa ideia.

Muitas pessoas acreditam que há vida inteligente em outros planetas, mas eu sou cético a respeito disso.


https://www.significados.com.br/cetico/


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 14 de Novembro de 2016, 23:54:04

https://en.wikipedia.org/wiki/Denialism

Eu não digo ramos , pois parece uma afirmação muito ampla e genérica.  Eu diria que há proposições (relativas a evolução) muito amplas e cheias de coisas desconhecidas, e apesar disso são tidas como verdadeiras.

Tipo...


Essa parte eu continuarei amanhã,  pois  levará mais tempo para expor, e agora já está tarde.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 08:35:58
Por que você acha que todo ano temos que desenvolver novas vacinas, para novas cepas dos vírus? Ou por que temos que desenvolver antibióticos mais fortes, para bactérias novas e mais resistentes?




A genérica e imprecisa previsão (não sabe realmente quando, nem como, apenas "sabe" que deverá ficar resistente em alguma data futura e de algum jeito... )   de que uma bactéria (ou vírus) deverá se tornar resistente a algum medicamento, não é um tipo de previsão que só poderia ser descoberta a partir da ideia de ancestralidade comum universal.  Não há nenhuma necessidade  de acreditar em ancestralidade comum universal para que se acredite que bactérias podem se tornar resistentes a medicamentos, a observação e experiências diretas com bactérias podem fornecer esse conhecimento de forma independente da crença em ancestralidade comum universal.


Previsão cientifica tem que ser precisa, detalhada, tem que saber o como e o quando.  Imaginar que deve acontecer sabe-se lá quando e sabe-se lá como não é nada científico.


 :no: :no: :no: :no: :no: :no: :no: :no: :no: :no: :no: :no: :no: :no: :no:



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 08:47:31

Se você é a favor do ceticismo porque é que você está achando ruim eu duvidar da TE ?


Acho que porque não é bem um "ceticismo" habitual.




É muito engraçado, é muita piada. Quer dizer que se uma pessoa  for  cética em relação  a sua teoria queridinha do coração    :coracao:   , então a pessoa não é um verdadeiro cético ?


Mas é cada uma...   ::)




Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 15 de Novembro de 2016, 09:21:17
Por definição é "cético" sempre que duvidar, porém a acepção mais criteriosa do termo não se aplica a um ceticismo enviesado, seletivo, com uma "tendência" considerável a não buscar se informar melhor a respeito do que duvida, senão em fontes apenas reafirmando essas "dúvidas".



...

Eu cada vez mais acho que o JJ está só trolando em boa parte do tempo. Na mesma linha do que provavelmente muitas vezes é o caso com "Terra plana", apenas não fixo nisso mesmo para não dar tanto na cara.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: AlienígenA em 15 de Novembro de 2016, 10:37:57

Apenas lembrando que o critério popperiano de ciência que você mencionou não insiste apenas na falseabilidade, mas também na universalidade (o uso de afirmações universais/universalizáveis) como um critério para empreendimentos científicos (algo que distingue leis de tendências, algo bastante presente na crítica popperiana ao holismo e historicismo).

Num resumo resumidamente resumido se pudermos definir evolução como a modificação na constituição genética das populações e, consequentemente, na constituição das espécies do planeta, ao longo do tempo, honestamente, me escapa onde falha em atender ao critério de universalidade. Se dispuser de tempo e paciência para esclarecer, agradeço. Mas, seguindo nessa linha, por hora, para falsear basta mostrar que a constituição genética das populações segue inalterada e que, portanto, as diversas espécies... agora bugou... sei lá... surgiram... brotaram... puf... exatamente como são... meu cérebro não comporta isso. :olheira:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 10:51:00
Por definição é "cético" sempre que duvidar, porém a acepção mais criteriosa do termo não se aplica a um ceticismo enviesado, seletivo, com uma "tendência" considerável a não buscar se informar melhor a respeito do que duvida, senão em fontes apenas reafirmando essas "dúvidas".
...

Eu cada vez mais acho que o JJ está só trolando em boa parte do tempo. Na mesma linha do que provavelmente muitas vezes é o caso com "Terra plana", apenas não fixo nisso mesmo para não dar tanto na cara.



Eu não estou trollando.   É fato que a TE tem muitas suposições vagas.  Tem coisas que afirmam de forma genérica, e que se perguntar  se sabem  realmente  ficam nervosinhos   e começam a tergiversar  e a zombar.


Não tem nada de científico nessas atitudes de "céticos" nervosinhos que partem para zombaria quando se questiona sua teoria queridinha do coração.


Claramente adotam atitudes parecidas a de  partidários de alguma ideologia,  semelhantes a  de  partidários políticos.


    :x





Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 10:56:53

Apenas lembrando que o critério popperiano de ciência que você mencionou não insiste apenas na falseabilidade, mas também na universalidade (o uso de afirmações universais/universalizáveis) como um critério para empreendimentos científicos (algo que distingue leis de tendências, algo bastante presente na crítica popperiana ao holismo e historicismo).

Num resumo resumidamente resumido se pudermos definir evolução como a modificação na constituição genética das populações e, consequentemente, na constituição das espécies do planeta, ao longo do tempo, honestamente, me escapa onde falha em atender ao critério de universalidade. Se dispuser de tempo e paciência para esclarecer, agradeço. Mas, seguindo nessa linha, por hora, para falsear basta mostrar que a constituição genética das populações segue inalterada e que, portanto, as diversas espécies... agora bugou... sei lá... surgiram... brotaram... puf... exatamente como são... meu cérebro não comporta isso. :olheira:


AntipetistA,


Você acha difícil  pensar em  proposições  tidas como verdadeiras por cientistas  evolucionistas,   e que não atendam a algum  critério de cientificidade  ?


 :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?:



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 11:04:47
Por definição é "cético" sempre que duvidar, porém a acepção mais criteriosa do termo não se aplica a um ceticismo enviesado, seletivo,



A alternativa para não ser um "cético"  seletivo   é a de ser um   "cético universal" .   Não é o que vejo  entre cientistas e fãs  do que seja chamado de ciência.

O que se percebe é que  a atitude de duvidar é normalmente seletiva (pessoalmente eu não conheço alguém que duvide de tudo).







Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 15 de Novembro de 2016, 11:10:41
Por definição é "cético" sempre que duvidar, porém a acepção mais criteriosa do termo não se aplica a um ceticismo enviesado, seletivo, com uma "tendência" considerável a não buscar se informar melhor a respeito do que duvida, senão em fontes apenas reafirmando essas "dúvidas".
...

Eu cada vez mais acho que o JJ está só trolando em boa parte do tempo. Na mesma linha do que provavelmente muitas vezes é o caso com "Terra plana", apenas não fixo nisso mesmo para não dar tanto na cara.



Eu não estou trollando.   É fato que a TE tem muitas suposições vagas.  Tem coisas que afirmam de forma genérica, e que se perguntar  se sabem  realmente  ficam nervosinhos   e começam a tergiversar  e a zombar.

Tão vagas quanto suas colocações?



Citar
Não tem nada de científico nessas atitudes de "céticos" nervosinhos que partem para zombaria quando se questiona sua teoria queridinha do coração.

Tem sim, a zombaria tratá geralmente alguma analogia válida sobre a afirmação e algo talvez mais claramente falso, com o mesmo problema. O que não é científico é a choradeira dos que não conseguem refutar a zombaria, seja zombaria ao "ceticismo" a teorias científicas consolidadas, ou à falta de ceticismo a mitologias como ovnilogia.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 11:15:06

Citação de: JJ
Não tem nada de científico nessas atitudes de "céticos" nervosinhos que partem para zombaria quando se questiona sua teoria queridinha do coração.

Tem sim, a zombaria ...






Se você acha que  zombaria  é uma atitude científica, então não há mais o que se discutir.

E  se  zombaria é algo científico então   palhaços e contadores de piadas são cientistas.



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 15 de Novembro de 2016, 11:19:14
Apenas se isso se enquadrar dentro daquilo que eu descrevi e você aparentemente ignorou.



Como talvez, por exemplo:

https://www.youtube.com/v/BS5vid4GkEY

Parte 1 de umas dezenas de vídeos no tema.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 11:22:07

Realmente as atitudes são muito semelhantes a defensores  de  ideologias políticas.      :no:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 15 de Novembro de 2016, 11:25:53
No que estas forem também a exposição bem humorada do que é objetivamente contra o melhor conhecimento disponível, ótimo.

Só podem se opor a isso obscurantistas e hiper-relativistas que querem que suas ideologias tenham igual oportunidade de aceitação mesmo sendo contrárias aos fatos.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 11:26:37
Constatar  que não atende a algum(ns)  critério(s)  de cientificidade NÃO  implica necessariamente que a pessoa  deva acreditar em criacionismo.


Isto não é uma bifurcação na qual ou acredita que a TE atende  TODOS OS CRITÉRIOS DE CIENTIFICIDADE ou  acredita em algum criacionismo.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 15 de Novembro de 2016, 11:37:33
Mal faz diferença, criacionismo é 99% só anti-ciência.

A última estratégia de infiltração no currículo escolar inclusive vinha pelo nome de "estudo crítico de evolução".
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 11:41:55
Uma pessoa pode perfeitamente acreditar numa evolução  e até na TE , e mesmo assim reconhecer  que há proposições que cientistas que cientistas evolucionistas acreditam com base na TE, e que 


NÃO atendem a algum(ns)   critério(s)  de cientificidade,


De modo que  se for para ser rigoroso, em relação a esta proposições, estas terão que ser classificadas como pseudocientíficas ou talvez como filosóficas.

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 11:43:03
Mal faz diferença, criacionismo é 99% só anti-ciência.

A última estratégia de infiltração no currículo escolar inclusive vinha pelo nome de "estudo crítico de evolução".



E qual o problema de criticar uma teoria ?

Toda teoria científica é passível de ser criticada.  Isso é normal.




Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 11:45:58
Mal faz diferença, criacionismo é 99% só anti-ciência.





E onde é que eu fiz apologia de criacionismo ?


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 15 de Novembro de 2016, 11:46:45
Mal faz diferença, criacionismo é 99% só anti-ciência.

A última estratégia de infiltração no currículo escolar inclusive vinha pelo nome de "estudo crítico de evolução".



E qual o problema de criticar uma teoria ?

Toda teoria científica é passível de ser criticada.  Isso é normal.



Não seria problema se se tratasse de crítica honesta.




Mal faz diferença, criacionismo é 99% só anti-ciência.





E onde é que eu fiz apologia de criacionismo ?




Não sei. Por que pergunta?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 11:48:39

Repetindo:


Isto não é uma bifurcação na qual ou acredita que a TE atende  TODOS OS CRITÉRIOS DE CIENTIFICIDADE ou  acredita em algum criacionismo.






Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 11:51:52


Mal faz diferença, criacionismo é 99% só anti-ciência.





E onde é que eu fiz apologia de criacionismo ?


Não sei. Por que pergunta?



Porque você colocou vídeo  sobre criacionismo.  E também  postou isso:

Mal faz diferença, criacionismo é 99% só anti-ciência.





Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 11:56:32
Mal faz diferença, criacionismo é 99% só anti-ciência.

A última estratégia de infiltração no currículo escolar inclusive vinha pelo nome de "estudo crítico de evolução".



E qual o problema de criticar uma teoria ?

Toda teoria científica é passível de ser criticada.  Isso é normal.



Não seria problema se se tratasse de crítica honesta.




Quer dizer que não existem críticas honestas a TE ?  Todas as críticas são desonestas ? 

Todas as pessoas que criticam a TE são desonestas ?





Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 15 de Novembro de 2016, 12:13:19
Favor apontar exemplos do que considera ser críticas honestas.


Também diga que outros tipos de "estudos críticos" consideraria aceitáveis de serem ensinados em escolas. Terra redonda? Teoria dos germes? Negação do geocentrismo?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 12:17:29
Favor apontar exemplos do que considera ser críticas honestas.



Primeiramente seria necessário definir de forma precisa e correta  o que é uma crítica desonesta.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 12:20:24

Também diga que outros tipos de "estudos críticos" consideraria aceitáveis de serem ensinados em escolas. Terra redonda? Teoria dos germes? Negação do geocentrismo?



Com relação a programas de ensino, eu sou basicamente a favor da liberdade  dos  estudantes e dos pais .  Sou contra a  centralização  e  controle  estatal dos programas.



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 15 de Novembro de 2016, 12:41:59
Ok, fico no aguardo de alguma colocação quanto a qualquer coisa objetiva sobre a realidade e dispensando todo o papo relativista/negacionista abstrato evasivo.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 15 de Novembro de 2016, 13:29:59
Não tem nada de científico nessas atitudes de "céticos" nervosinhos que partem para zombaria quando se questiona sua teoria queridinha do coração.

Sabe? Não sei bem o porquê, mas algumas pessoas mais antigas desse fórum ainda te levam a sério, dedicam certo tempo a postar explicações sucintas e de fácil compreensão, buscam links interessantes com textos didáticos os quais você sequer se dá ao trabalho de ler, ou então lê e não entende nada, mas ao invés de perguntar e ter a humildade de tentar aprender alguma coisa, segue apenas repetindo cegamente os mesmos "argumentos" rasos, capengas e risíveis. (talvez porque se você abandonar o papo ultra-relativista suas crenças restem abaladas e você não conseguiria lidar bem com isso)

E ai não resta outra alternativa senão a zombaria, pois, quando alguém se recusa a debater como gente adulta, só mesmo tratando como criança birrenta e teimosa. Então desculpe, JJ, mas suas atitudes pouco racionais acabarão te colocando no mesmo limbo do Criaturo, alguém a quem se tolera mas não se leva a sério.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: AlienígenA em 15 de Novembro de 2016, 13:57:15

Apenas lembrando que o critério popperiano de ciência que você mencionou não insiste apenas na falseabilidade, mas também na universalidade (o uso de afirmações universais/universalizáveis) como um critério para empreendimentos científicos (algo que distingue leis de tendências, algo bastante presente na crítica popperiana ao holismo e historicismo).

Num resumo resumidamente resumido se pudermos definir evolução como a modificação na constituição genética das populações e, consequentemente, na constituição das espécies do planeta, ao longo do tempo, honestamente, me escapa onde falha em atender ao critério de universalidade. Se dispuser de tempo e paciência para esclarecer, agradeço. Mas, seguindo nessa linha, por hora, para falsear basta mostrar que a constituição genética das populações segue inalterada e que, portanto, as diversas espécies... agora bugou... sei lá... surgiram... brotaram... puf... exatamente como são... meu cérebro não comporta isso. :olheira:


AntipetistA,


Você acha difícil  pensar em  proposições  tidas como verdadeiras por cientistas  evolucionistas,   e que não atendam a algum  critério de cientificidade  ?


 :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?: :?:

Não. O que eu não consigo é abrir a cabeça o bastante para que o cérebro caia. Debater temas que carecem de evidência, como a visita de alienígenas à Terra, vá lá, pode ser produtivo ou, pelo menos, divertido, já rebater ad nauseam "teorias" sobre aquilo que possui vastas e sólidas evidências extrapola minha capacidade. Se a filosofia da ciência não adequa à ciência, então aquela precisa se corrigir, a exemplo desta. Do contrário há uma inversão de valores. Simples como andar para frente. Contudo, se for imprescindível para seu conforto por a evolução na categoria de pseudociência, bom, sugiro a criação de uma nova categoria que abarque ufologia e afins. É o máximo que consigo bater cabeça, não vai rachar. 
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 13:59:52

A) Australopitecus  evoluíram através de mutações e seleção natural e originaram outras espécies hominídeas que por fim evoluíram, através de mutações e seleção natural e originaram a espécie Homo sapiens sapiens. 

ou

B) Ocorreram mutações benéficas que juntamente com a seleção natural fizeram com que  Australopitecus  evoluíssem e originassem outras espécies hominídeas,  e com essas outras espécies hominídeas também ocorreram mutações benéficas que juntamente com a seleção natural originaram  (após uma sequência de espécies hominídeas) a espécie Homo sapiens sapiens. 


De forma resumida essa essas duas são  proposições  sobre a evolução do homem.


A questão é  que as tais mutações são meras suposições. São afirmações genéricas , eles não sabem  realmente   quais   são,  nem quando ocorreram.


Apenas afirmam que seja lá qual  for  deve porque deve ter ocorrido.   Acreditam fortemente nisso mas não  sabem dar nenhuma informação precisa sobre isso.


É por isso que neste ponto podemos afirmar tranquilamente que é uma crença vaga e genérica.


E não é um ponto irrelevante, muito pelo contrário é  um ponto de extrema importância, pois sem tais  supostas e desconhecidas  mutações  a evolução dos Australopitecus até o Homo sapiens sapiens não aconteceria.


E além de ser vaga e genérica,  também estas proposições  evolutivas não atendem o critério de falsificação.   Ou qual(is) o teste(s) possível(eis) para falsificar a proposição A   (ou B)?





Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 14:54:38
Do contrário há uma inversão de valores.



Valores são subjetivos,  cada sujeito é sua própria fonte de valores.  Portanto é um absurdo completo falar em  "valores certos" ou "valores invertidos" .  O que existe são sujeitos que valoram e grupos de sujeitos que tem valores em comum.






Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: AlienígenA em 15 de Novembro de 2016, 15:44:54
Do contrário há uma inversão de valores.



Valores são subjetivos,  cada sujeito é sua própria fonte de valores.  Portanto é um absurdo completo falar em  "valores certos" ou "valores invertidos" .  O que existe são sujeitos que valoram e grupos de sujeitos que tem valores em comum.

Não são, não. A Teoria Evolutiva dá retorno prático e objetivo, independente dos "valores" do sujeito. Nisto está seu valor - aquele a que me refiro. Enquanto as pseudociências dão, no máximo, dependendo do que se comeu no café da manhã, resultados inconclusivos - e também, independente dos "valores" do sujeito. Cabô!
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 15:59:51
Do contrário há uma inversão de valores.



Valores são subjetivos,  cada sujeito é sua própria fonte de valores.  Portanto é um absurdo completo falar em  "valores certos" ou "valores invertidos" .  O que existe são sujeitos que valoram e grupos de sujeitos que tem valores em comum.

Não são, não. A Teoria Evolutiva dá retorno prático e objetivo, independente dos "valores" do sujeito. Nisto está seu valor - aquele a que me refiro. Enquanto as pseudociências dão, no máximo, dependendo do que se comeu no café da manhã, resultados inconclusivos - e também, independente dos "valores" do sujeito. Cabô!


AntipetistA,

Esta questão de valores serem subjetivos é uma questão básica de axiologia. Não tem necessariamente a ver com a discussão original deste tópico.

E só para você ter uma ideia de onde você esta se metendo,  Karl Marx  concorda com você na ideia de que valores são objetivos.

Já Mises e  Antônio Xavier Teles concordam comigo que valores são subjetivos.



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 16:02:02


E aí você refere ficar com Mises ou com Marx ?


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: El Elyon em 15 de Novembro de 2016, 16:15:43
Citação de: JJ
A questão é  que as tais mutações são meras suposições. São afirmações genéricas , eles não sabem  realmente   quais   são,  nem quando ocorreram.

Apenas afirmam que seja lá qual  for  deve porque deve ter ocorrido.   Acreditam fortemente nisso mas não  sabem dar nenhuma informação precisa sobre isso.

É por isso que neste ponto podemos afirmar tranquilamente que é uma crença vaga e genérica.

Não, não são nem afirmações vagas, nem genéricas.

Embora encontrar amostras suficientemente boas de certos fósseis a ponto que possam ser (parcialmente ou em casos ainda mais raros, provavelmente de maneira completa) sequenciadas, há o sequenciamento completo de uma Neanderthal (http://www.nature.com/nature/journal/v505/n7481/full/nature12886.html) feito em 2013 (já havia sequenciamentos parciais, especialmente de DNA mitocondrial - e sequenciamentos posteriores foram feitos em outro exemplar), que abriu caminho para a comparação funcional da ancestralidade neandertalense em humanos modernos (https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4072735/) e como tais genes podem ter influenciados a evolução de humanos modernos. Ou seja, sim, nós sabemos indicar com alguma precisão que mutações ocorreram em duas linhagens divergentes de humanoides modernos (três, na verdade - o mesmo está sendo feito com Denisovanos), onde elas ocorreram, que funções elas provavelmente exerceram (porque provavelmente? Porque a maioria dos genes tem efeitos aditivos e é consideravelmente difícil descobrir sua funçao exata - ao menos por enquanto). Inclusive, há até versões ditáticas disso (http://www.sciencemag.org/site/special/neandertal/feature/methodology.html).

Obviamente você pode dizer que isso é restrito a exemplos tardios da linhagem humanoide, mas é preciso invocar um ad hoc tremendo (algo que um falsibilista estrito considera um dos maiores pecados epistêmicos possíveis) para explicar que eventos similares não se aplicariam a humanoides/hominoides basais. A escolha é toda sua.  :)
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 16:29:11
Citação de: JJ
A questão é  que as tais mutações são meras suposições. São afirmações genéricas , eles não sabem  realmente   quais   são,  nem quando ocorreram.

Apenas afirmam que seja lá qual  for  deve porque deve ter ocorrido.   Acreditam fortemente nisso mas não  sabem dar nenhuma informação precisa sobre isso.

É por isso que neste ponto podemos afirmar tranquilamente que é uma crença vaga e genérica.

Não, não são nem afirmações vagas, nem genéricas.

Embora encontrar amostras suficientemente boas de certos fósseis a ponto que possam ser (parcialmente ou em casos ainda mais raros, provavelmente de maneira completa) sequenciadas, há o sequenciamento completo de uma Neanderthal (http://www.nature.com/nature/journal/v505/n7481/full/nature12886.html) feito em 2013 (já havia sequenciamentos parciais, especialmente de DNA mitocondrial - e sequenciamentos posteriores foram feitos em outro exemplar), que abriu caminho para a comparação funcional da ancestralidade neandertalense em humanos modernos (https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4072735/) e como tais genes podem ter influenciados a evolução de humanos modernos. Ou seja, sim, nós sabemos indicar com alguma precisão que mutações ocorreram em duas linhagens divergentes de humanoides modernos (três, na verdade - o mesmo está sendo feito com Denisovanos), onde elas ocorreram, que funções elas provavelmente exerceram (porque provavelmente? Porque a maioria dos genes tem efeitos aditivos e é consideravelmente difícil descobrir sua funçao exata - ao menos por enquanto). Inclusive, há até versões ditáticas disso (http://www.sciencemag.org/site/special/neandertal/feature/methodology.html).

Obviamente você pode dizer que isso é restrito a exemplos tardios da linhagem humanoide, mas é preciso invocar um ad hoc tremendo (algo que um falsibilista estrito considera um dos maiores pecados epistêmicos possíveis) para explicar que eventos similares não se aplicariam a humanoides/hominoides basais. A escolha é toda sua.  :)



A proposição  incluía o Australopitecus (e o Homo erectus , e outros mais antigos), e para estes minha afirmação continua  verdadeira,  as  mutações benéficas que possam  ter ocorrido  são  desconhecidas , e além de desconhecidas não há testes possíveis para falsificá-las.


E além do mais a espécie Neandertal  não é considerada como espécie que deu origem a  espécie Homo sapiens sapiens, portanto não entra na proposição A ou B.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 16:37:42


Só  uma sugestão para o   AntipetistA, uma camiseta com os dizeres:


Por Valores Objetivos,  Mais Marx,  Menos Mises.


 :hihi:


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: El Elyon em 15 de Novembro de 2016, 16:55:49
Citar
A proposição  incluía o Australopitecus (e o Homo erectus , e outros mais antigos), e para estes minha afirmação continua  verdadeira,  as  mutações benéficas que possam  ter ocorrido  são  desconhecidas ,

Então a sua escolha é um ad hoc. Certo, bom saber que entre consistência a seus critérios e contrarianismo, o contrarianismo vence.  :)

Citar
e além de desconhecidas não há testes possíveis para falsificá-las.

Geneticamente/Genomicamente, ainda não, já que não temos amostras disso. Existem outros possíveis (biogeográfico, estratigráfico e anatômico, afinal, biologia evolutiva não é evidenciada apenas usando genética).

Citar
E além do mais a espécie Neandertal  não é considerada como espécie que deu origem a  espécie Homo sapiens sapiens, portanto não entra na proposição A ou B.

Não se encontra ancestralidade direta quando se traça filogenias, porque é impossível (e não tão importante, porque espécies fósseis não são exatamente "espécies") determinar se uma espécie é ancestral ou relacionada à ancestral.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 17:09:46

Não se encontra ancestralidade direta quando se traça filogenias, porque é impossível (e não tão importante, porque espécies fósseis não são exatamente "espécies") determinar se uma espécie é ancestral ou relacionada à ancestral.


Então pelo visto o que temos aqui é  mais:   não sabemos, e mais:  não temos precisão nenhuma.




Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 17:10:18
É deveras interessante  notar que certos  “céticos” não pedem  as  boas evidências  que atestem a existência das supostas mutações benéficas aleatórias   que  acreditam que ocorreram  no Australopitecos para dar origem aos Homo erectus e depois as supostas mutações que  teriam ocorrido para dar origem ao Homo sapiens sapiens ( e em mais alguma possível espécie intermediária não citada).


Nesse  caso não são necessárias boas evidências, não é mesmo ?


Tudo o que é feito, e é visto como  necessário,  é assumir  que  houve a sequência causal entre algumas espécies,  e logo após  assumir que tais desconhecidas mutações benéficas aleatórias  devem e tem que ter ocorrido.


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 15 de Novembro de 2016, 17:11:36


E ainda dizem que só tem crenças  muito bem fundamentadas em fortes evidências...
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: El Elyon em 15 de Novembro de 2016, 17:57:58
Citar
É deveras interessante  notar que certos  “céticos” não pedem  as  boas evidências  que atestem a existência das supostas mutações benéficas aleatórias   que  acreditam que ocorreram  no Australopitecos para dar origem aos Homo erectus e depois as supostas mutações que  teriam ocorrido para dar origem ao Homo sapiens sapiens ( e em mais alguma possível espécie intermediária não citada).

Olhe só, um Espantalho - mas como esse é um tópico interessante e creio que mais pessoas se interessam isso do que meros "contrarians for contrarian's sake", vamos à "breve e didática justificativa de porque a ausência de evidências diretas e estritas de mutações benéficas de alguns espécimes fósseis não tornam isso infalsificável e não-científico":

1. Nós sabemos que mutações existem, que as mesmas bases nucleotídicas são compartilhadas entre todos organismos que analisamos até hoje (CAGT-U). Que os mesmos processos celulares básicos de transcrição e tradução são compartilhados entre todos organismos e que o código genético é quase-universal. Eu não vou recapitular tudo sobre biologia celular e bioqúmica aqui, mas se é possível utilizar uma bactéria cujo último ancestral comum com nosso data de ao menos 1.5 bilhão de anos atrás para produzir insulina humana (https://www.nlm.nih.gov/exhibition/fromdnatobeer/exhibition-interactive/recombinant-DNA/recombinant-dna-technology-alternative.html), soa-me razoável afirmar que a ancestralidade comum universal (ou ao menos a ancestralidade comum entre eucariotos e eubactérias, se quer ser incrivelmente técnico) é bem evidenciada.

2. Nós sabemos que organismos do grupo dos Animais compartilham algumas características anatômicas e embriológicas básicas. Que Cordados compartilham algumas características anatômicas e embriológicas básicas. Que Vertebrados compartilham algumas características anatômicas e embriológicas básicas. Que Tetrápodes compartilham algumas características anatômicas e embriológicas básicas. Que Osteíctes compartilham algumas características anatômicas e embriológicas básicas. Que Tetrápodes compartilham compartilham algumas características anatômicas e embriológicas básicas... Que o mesmo é válido para Mamíferos/Primatas/Hominoides/Hominídeos/Hominíneos/Hominínios. E que essa classificação anatômica e embriológica é suportada por evidências de similaridade genômica (com surpresas aqui e ali, como aqueles Hipopótamos mais aparentados com Baleias do que evidenciado por critérios anatomo-funcionais). Mais detalhes nisso, vide o capítulo 20 do Análise Evolutiva do Herron e Freeman ou todo Parte 2 do Principles of Humana Evolution.

3. Nós temos duas espécies modernas, bastante aparentadas conosco, o chimpanzé e bonobo, com genomas sequenciados. Com isso nós podemos comparar seus genomas com o genoma humano (http://www.nature.com/nature/journal/v486/n7404/full/nature11128.html) e saber que mudanças gerais ocorreram na divergência de 7-8 milhões de anos. Como coloquei em uma mensagem anterior, nós temos agora o mesmo de espécimes recém-extintos similares aos nossos, os Denisovanos e os Neandertais.

Então, por (2) e (3), o fato de não termos evidências genômicas precisas da transição Australopitecinos -> Homos não afetam o sono de quase nenhum Biólogo Evolutivo, Antropólogo e Paleontólogo. Nós temos uma boa quantidade de fósseis cuja anatomia evidencia a transição, temos um panorama geral dos eventos climáticos relacionados a isso e em regiões onde esperávamos encontrar esse tipo de fósseis.

E quer falsear isso? Encontre um fóssil de Australopitecino na América do Sul. Ou um Homo cuja anatomia indique sinais de ancestralidade mais próximas dos ancestrais de um Macaco-Aranha ou de um Orangotango. Caso consigamos extrair o genoma ou proteínas de um Australopiteco, que sua seu sequenciamento seja mais similar ao de um Orangotango que um Chimpanzé.

Citar
Tudo o que é feito, e é visto como  necessário,  é assumir  que  houve a sequência causal entre algumas espécies,  e logo após  assumir que tais desconhecidas mutações benéficas aleatórias  devem e tem que ter ocorrido.

Como eu escrevi no post anterior - biologia evolutiva não é evidenciada apenas usando genética. Citando os dois fundadores modernos da disciplina, Darwin escreveu suas obras sem uma linha de genética, Wallace já havia notado padrões biogeográficos na distribuição de espécies sem saber de mecanismos de especiação.

Citar
udo o que é feito, e é visto como  necessário,  é assumir  que  houve a sequência causal entre algumas espécies,  e logo após  assumir que tais desconhecidas mutações benéficas aleatórias  devem e tem que ter ocorrido.

Não apenas assumir - essa sequência causal precisa ser evidenciada (e é) por meio de diversas linhas convergentes de evidências. Nem sempre se tem todas elas, devido a limitações inerentes de cada grupo de evidências (não se consegue usar evidências genômicas em organismos extintos, salvo em casos excepcionais, assim como é complexo usar evidência paleontológicas em organismos sem estruturas que sejam bem fossilizadas, como conchas e ossos).
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 15 de Novembro de 2016, 18:26:56
A proposição  incluía o Australopitecus (e o Homo erectus , e outros mais antigos), e para estes minha afirmação continua  verdadeira,  as  mutações benéficas que possam  ter ocorrido  são  desconhecidas , e além de desconhecidas não há testes possíveis para falsificá-las.
E além do mais a espécie Neandertal  não é considerada como espécie que deu origem a  espécie Homo sapiens sapiens, portanto não entra na proposição A ou B.

Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: AlienígenA em 15 de Novembro de 2016, 19:51:35
Do contrário há uma inversão de valores.



Valores são subjetivos,  cada sujeito é sua própria fonte de valores.  Portanto é um absurdo completo falar em  "valores certos" ou "valores invertidos" .  O que existe são sujeitos que valoram e grupos de sujeitos que tem valores em comum.

Não são, não. A Teoria Evolutiva dá retorno prático e objetivo, independente dos "valores" do sujeito. Nisto está seu valor - aquele a que me refiro. Enquanto as pseudociências dão, no máximo, dependendo do que se comeu no café da manhã, resultados inconclusivos - e também, independente dos "valores" do sujeito. Cabô!


AntipetistA,

Esta questão de valores serem subjetivos é uma questão básica de axiologia. Não tem necessariamente a ver com a discussão original deste tópico.

E só para você ter uma ideia de onde você esta se metendo,  Karl Marx  concorda com você na ideia de que valores são objetivos.

Já Mises e  Antônio Xavier Teles concordam comigo que valores são subjetivos.

Valor pode ter diversos significados: relevância, mérito, montante, dimensão, magnitude, reputação, autoridade, crédito, poder, status, etc; então, obviamente, vai depender do contexto (e também, claro, da capacidade de interpretação). Volte e leia atenta e pausadamente quantas vezes forem necessárias o que escrevi para ver se descobre a que tipo de valor me refiro. Vale uma carinha feliz!  :)
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 16 de Novembro de 2016, 00:44:16

A) Australopitecus  evoluíram através de mutações e seleção natural e originaram outras espécies hominídeas que por fim evoluíram, através de mutações e seleção natural e originaram a espécie Homo sapiens sapiens. 

ou

B) Ocorreram mutações benéficas que juntamente com a seleção natural fizeram com que  Australopitecus  evoluíssem e originassem outras espécies hominídeas,  e com essas outras espécies hominídeas também ocorreram mutações benéficas que juntamente com a seleção natural originaram  (após uma sequência de espécies hominídeas) a espécie Homo sapiens sapiens. 


De forma resumida essa essas duas são  proposições  sobre a evolução do homem.


A questão é  que as tais mutações são meras suposições. São afirmações genéricas , eles não sabem  realmente   quais   são,  nem quando ocorreram.


Apenas afirmam que seja lá qual  for  deve porque deve ter ocorrido.

Difícil entender qual seriam as "alternativas" ou a expectativa de algo "realmente" científico aqui.

"Afirmam que ocorreu porque necessariamente deve ter ocorrido".

A alternativa seria negar o que necessariamente deve ter ocorrido.

"Ou", "agnosticismo" no nível de ser tudo um sonho e etc.



Citar
   Acreditam fortemente nisso mas não  sabem dar nenhuma informação precisa sobre isso.

A quantidade de informações precisas deve ser surpreendentemente mais alto do que o que você se interessou em ir pesquisar.

(Talvez até por estar só trolando)





Citar
É por isso que neste ponto podemos afirmar tranquilamente que é uma crença vaga e genérica.


E não é um ponto irrelevante, muito pelo contrário é  um ponto de extrema importância, pois sem tais  supostas e desconhecidas  mutações  a evolução dos Australopitecus até o Homo sapiens sapiens não aconteceria.

As mutaçoes simplesmente não são "desconhecidas".

Populações aparentadas não são genomicamente idênticas.

Isso é, há diferenças entre os hominídeos vivos (gorilas, orangutangos, chimpanzés, bonobos, e humanos). Há diferenças mesmo entre populações de uma espécie qualquer.

A única assunção racional é que as linhagens acumulam mutações sempre.

Logo, necessariamente houve mutações entre australopitecinos e humanos, muitas das quais são as mesmas observadas entre humanos e os outros hominídeos vivos, embora incluam-se aí muitas outras além destas.

Quais seriam as alternativas a serem consideradas? Supor arbitrariamente não ter havido mutações desde australopitecinos a humanos, sendo estas espécies genomicamente idênticas, porém fenotipicamente distintas?

Ou, supor que as mutações tivessem ocorrido todas num ponto vago e arbitrário, depois de "australopitecinos", se supondo arbitrariamente terem sido uma "espécie fixa", CLONAL, que em algum momento voltou ao normal biológico, e, desses descendentes, já não australopitecinos, eventualmente surgiu Homo sapiens?

Como o tópico é sobre ovnilogia fica também difícil de não cogitar que outra alternativa seja imaginar um criacionismo ET, humanos como criações especiais ou modificados em laboratório a partir dos australopitecinos/o que quer que se escolha, de alguma forma encaixando isso nas lacunas do conhecimento e afirmando ser algo tão científico quanto a evolução regular entre as demais espécies.



Citar
E além de ser vaga e genérica,  também estas proposições  evolutivas não atendem o critério de falsificação.   Ou qual(is) o teste(s) possível(eis) para falsificar a proposição A   (ou B)?

Eu estou tendo dificuldade em entender quais são as diferenças entre "A" e "B". Aparentemente, minúcias "genealógicas" no interim.

O que ocorrerá nesse tipo de situação será que alguns pesquisadores encontrarão o que considerarão como indícios ou refutações de "A" ou "B" (não necessariamente dos seus A ou B, mas o que quer que estejam propondo realmente), e baterão boca nos artigos revisados por pares publicados em periódicos científicos. Uma ou outra coisa pode acabar sendo consensualmente mais estabelecida, ou ficar num "empate", ou ainda, novos fatos revelarem que a realidade não é nem A, nem B.

Não é muito diferente de pesquisa arqueológica, nesse aspecto, apenas com a vantagem de diferenças biológicas poderem ser indicadores mais fortes de linhagens biológicas mais isoladas do que vestígios culturais, tecnológicos, numa mesma espécie.









A proposição  incluía o Australopitecus (e o Homo erectus , e outros mais antigos), e para estes minha afirmação continua  verdadeira,  as  mutações benéficas que possam  ter ocorrido  são  desconhecidas , e além de desconhecidas não há testes possíveis para falsificá-las.


E além do mais a espécie Neandertal  não é considerada como espécie que deu origem a  espécie Homo sapiens sapiens, portanto não entra na proposição A ou B.


Novamente, não estão bem claras as diferenças entre A e B. Poderia apresentar artigos científicos que exponham tais teorias divergentes reais? Provavelmente não, aparentemente é só um espantalho, coisas que você está imaginando vagamente, e propondo como infalseáveis, a fim de imputar o mesmo problema em pesquisa científica real.

Se o seu ceticismo é apenas quanto a "mutações benéficas" e não quanto apenas a mutações em geral, a situação "melhora" um pouco, já que deixam de ser propostos os absurdos, muito embora o questionamento também se enfraqueça.

Novamente, há analogia com evolução cultural, tecnológica. A humanidade ao longo dos séculos desenvolveu diferentes tecnologias, que proporcionaram vantagens aos diversos povos, e culminaram no estado atual das coisas. Tenta-se remontar os acontecimentos o melhor que se pode, mas não chega a ser um conhecimento exato absolutamente inquestionável.

Substitui-se as diferenças tecnológicas por genéticas, mutações, conhecidas entre as espécies, e análises do que elas produzem no fenótipo, sua "função", tal como a função de uma tecnologia e seu papel na sobrevivência e expansão. E assim é possível se especular sobre vantagens análogas às vantagens tecnológicas desenvolvidas por povos humanos, ou, análogas a disparidades adaptativas/ecológicas que se observa entre ou dentro de outras espécies.

Algumas delas deverão ser mais tênues, outras mais evidentes e difíceis de se questionar.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Comandante em 16 de Novembro de 2016, 13:12:06
O MEU tópico esta EMOCIONANTE.

Ja estou no vigésimo pacote de pipoca  :biglol:
E no quadragésimo Llitrão de Guaraná  :lol:



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Brienne of Tarth em 16 de Novembro de 2016, 13:23:08
Po, Mein Kommander, vai dizer que tu é daqueles doidos por um LIKE?   :biglol:
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 16 de Novembro de 2016, 14:45:54


Citar
   Acreditam fortemente nisso mas não  sabem dar nenhuma informação precisa sobre isso.

A quantidade de informações precisas deve ser surpreendentemente mais alto do que o que você se interessou em ir pesquisar.

(Talvez até por estar só trolando)



Não .  Eu não estou trollando.  |(   


Eu fui sincero nas minhas proposições. Quanto a isso pode ficar tranquilo.  :ok:






Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Gauss em 16 de Novembro de 2016, 14:50:25
O MEU tópico esta EMOCIONANTE.

Ja estou no vigésimo pacote de pipoca  :biglol:
E no quadragésimo Llitrão de Guaraná  :lol:
Estou tendo uma aula de ultra-relativismo. Pensei que só veria praticantes disso se passasse a frequentar páginas pós-modernas.
(https://encrypted-tbn1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSXlQP9f-CjW-4LfYcRc1D8wC8YbeXprXRPmaICeTbuNGKUcPhUsQ)
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 16 de Novembro de 2016, 15:15:40
Eu fui sincero nas minhas proposições.

Só não foi racional.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 18 de Novembro de 2016, 08:30:25
Citar
É deveras interessante  notar que certos  “céticos” não pedem  as  boas evidências  que atestem a existência das supostas mutações benéficas aleatórias   que  acreditam que ocorreram  no Australopitecos para dar origem aos Homo erectus e depois as supostas mutações que  teriam ocorrido para dar origem ao Homo sapiens sapiens ( e em mais alguma possível espécie intermediária não citada).

[…]

Então, por (2) e (3), o fato de não termos evidências genômicas precisas da transição Australopitecinos -> Homos não afetam o sono de quase nenhum Biólogo Evolutivo, Antropólogo e Paleontólogo.

[…]



Mas isto é que me interessava destacar. O ponto que eu queria  destacar  era este.  Não tem evidências das supostas desconhecidas mutações benéficas aleatórias,  e independentemente  disso acredita-se e pronto,  simplesmente  quem acredita na TE não está nem aí para não se ter  evidências dessas supostas mutações benéficas aleatórias.


Acredita-se, pronto e acabou.   Não tem evidência ?  Não sabe qual é ?  Não se tem a mínima ideia de qual seja ?  Dane-se.



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 18 de Novembro de 2016, 08:49:21

A) Australopitecus  evoluíram através de mutações e seleção natural e originaram outras espécies hominídeas que por fim evoluíram, através de mutações e seleção natural e originaram a espécie Homo sapiens sapiens. 

ou

B) Ocorreram mutações benéficas que juntamente com a seleção natural fizeram com que  Australopitecus  evoluíssem e originassem outras espécies hominídeas,  e com essas outras espécies hominídeas também ocorreram mutações benéficas que juntamente com a seleção natural originaram  (após uma sequência de espécies hominídeas) a espécie Homo sapiens sapiens. 


De forma resumida essa essas duas são  proposições  sobre a evolução do homem.


A questão é  que as tais mutações são meras suposições. São afirmações genéricas , eles não sabem  realmente   quais   são,  nem quando ocorreram.


Apenas afirmam que seja lá qual  for  deve porque deve ter ocorrido.

Difícil entender qual seriam as "alternativas" ou a expectativa de algo "realmente" científico aqui.

"Afirmam que ocorreu porque necessariamente deve ter ocorrido".

A alternativa seria negar o que necessariamente deve ter ocorrido.

"Ou", "agnosticismo" no nível de ser tudo um sonho e etc.


Lá vem a alternativa extrema de novo, a qual eu não fiz referência.

A coisa é bem mais simples, é só admitir EXPLICITAMENTE  que não não se tem a mínima ideia de quais mutações benéficas aleatórias possam ter acontecido.

É só admitir  EXPLICITAMENTE  que acredita-se nisso  mesmo Sem ter Realmente  boas  EVIDÊNCIAS.



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 18 de Novembro de 2016, 09:12:34
Citar
É deveras interessante  notar que certos  “céticos” não pedem  as  boas evidências  que atestem a existência das supostas mutações benéficas aleatórias   que  acreditam que ocorreram  no Australopitecos para dar origem aos Homo erectus e depois as supostas mutações que  teriam ocorrido para dar origem ao Homo sapiens sapiens ( e em mais alguma possível espécie intermediária não citada).

[…]

Então, por (2) e (3), o fato de não termos evidências genômicas precisas da transição Australopitecinos -> Homos não afetam o sono de quase nenhum Biólogo Evolutivo, Antropólogo e Paleontólogo.

[…]



Mas isto é que me interessava destacar. O ponto que eu queria  destacar  era este.  Não tem evidências das supostas desconhecidas mutações benéficas aleatórias,  e independentemente  disso acredita-se e pronto,  simplesmente  quem acredita na TE não está nem aí para não se ter  evidências dessas supostas mutações benéficas aleatórias.

Você não está mesmo trolando? Você leu a mensagem a que respondeu apenas não estar trolando?

Como você imagina que fosse ao menos possível não haver mutações entre australopitecinos e humanos? Isso é simplesmente negação da realidade. Não está nem a um passo dos questionamentos relativistas de que toda a física é só uma invenção de opressão patriarcal européia, e os aviões voam só por pensamento positivo dos opressores.

Você considera o estudo da história e pré-história pseudo-científicos ou cientificamente insatisfatórios por não se saber quem e quando precisamente inventaram a arquitetura, agricultura, pecuária, o martelo, a foice, flechas, etc? "Apenas acredita-se que humanos inventaram essas coisas em algum momento no intervalo de tempo até o seu primeiro registro (pré) histórico estimado e dane-se?"

Você considera pseudo ou insatisfatoriamente científica a afirmação de que a humanidade presente, Homo sapiens, é toda descendente de um ancestral comum, Homo sapiens, apesar de também não se ter precisão milimetrica de datação e de vantagens ecológicas das mutações compõem a diversidade genética da humanidade presente? É tão científico quanto afirmar que negros, amarelos, vermelhos, e brancos são criações separadas?
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: El Elyon em 18 de Novembro de 2016, 09:25:27
Citar
Mas isto é que me interessava destacar. O ponto que eu queria  destacar  era este.  Não tem evidências das supostas desconhecidas mutações benéficas aleatórias,  e independentemente  disso acredita-se e pronto,  simplesmente  quem acredita na TE não está nem aí para não se ter  evidências dessas supostas mutações benéficas aleatórias.

... você nunca ouviu fala de extrapolação e interpolação, certo?

Citar
Acredita-se, pronto e acabou.   Não tem evidência ?  Não sabe qual é ?  Não se tem a mínima ideia de qual seja ?  Dane-se.

Você leu o que escrevi, especialmente o (3)? Porque eu me recuso a acreditar que não entendeu que sabendo as diferenças genômicas entre chimpanzés e bonobos com humanos modernos nós já temos uma lista dos genes-candidatos a alvos da seleção natural e de que possíveis mutações ocorreram após a divergência das linhagem que deu origem aos Homo modernos e aos Pan modernos. Citando a Wikipedia (https://en.wikipedia.org/wiki/Chimpanzee_genome_project):

About 600 genes have been identified that may have been undergoing strong positive selection in the human and chimp lineages; many of these genes are involved in immune system defense against microbial disease (example: granulysin is protective against Mycobacterium tuberculosis) or are targeted receptors of pathogenic microorganisms (example: Glycophorin C and Plasmodium falciparum). By comparing human and chimp genes to the genes of other mammals, it has been found that genes coding for transcription factors, such as forkhead-box P2 (FOXP2), have often evolved faster in the human relative to chimp; relatively small changes in these genes may account for the morphological differences between humans and chimps. A set of 348 transcription factor genes code for proteins with an average of about 50 percent more amino acid changes in the human lineage than in the chimp lineage.

Six human chromosomal regions were found that may have been under particularly strong and coordinated selection during the past 250,000 years. These regions contain at least one marker allele that seems unique to the human lineage while the entire chromosomal region shows lower than normal genetic variation. This pattern suggests that one or a few strongly selected genes in the chromosome region may have been preventing the random accumulation of neutral changes in other nearby genes. One such region on chromosome 7 contains the FOXP2 gene (mentioned above) and this region also includes the Cystic fibrosis transmembrane conductance regulator (CFTR) gene, which is important for ion transport in tissues such as the salt-secreting epithelium of sweat glands. Human mutations in the CFTR gene might be selected for as a way to survive cholera.

Another such region on chromosome 4 may contain elements regulating the expression of a nearby protocadherin gene that may be important for brain development and function. Although changes in expression of genes that are expressed in the brain tend to be less than for other organs (such as liver) on average, gene expression changes in the brain have been more dramatic in the human lineage than in the chimp lineage. This is consistent with the dramatic divergence of the unique pattern of human brain development seen in the human lineage compared to the ancestral great ape pattern. The protocadherin-beta gene cluster on chromosome 5 also shows evidence of possible positive selection.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 18 de Novembro de 2016, 09:26:54
Citar
É deveras interessante  notar que certos  “céticos” não pedem  as  boas evidências  que atestem a existência das supostas mutações benéficas aleatórias   que  acreditam que ocorreram  no Australopitecos para dar origem aos Homo erectus e depois as supostas mutações que  teriam ocorrido para dar origem ao Homo sapiens sapiens ( e em mais alguma possível espécie intermediária não citada).

[…]

Então, por (2) e (3), o fato de não termos evidências genômicas precisas da transição Australopitecinos -> Homos não afetam o sono de quase nenhum Biólogo Evolutivo, Antropólogo e Paleontólogo.

[…]



Mas isto é que me interessava destacar. O ponto que eu queria  destacar  era este.  Não tem evidências das supostas desconhecidas mutações benéficas aleatórias,  e independentemente  disso acredita-se e pronto,  simplesmente  quem acredita na TE não está nem aí para não se ter  evidências dessas supostas mutações benéficas aleatórias.

Você não está mesmo trolando? Você leu a mensagem a que respondeu apenas não estar trolando?

Como você imagina que fosse ao menos possível não haver mutações entre australopitecinos e humanos? Isso é simplesmente negação da realidade.


Mas é claro que é possível .  Fósseis não são provas absolutas  de sequências causais.  Fósseis são indícios sugestivos,  mas não são provas.


E mesmo acolhendo o indício sugestivo e supondo que realmente sejam parte de uma sequência causal que realmente originou o Homo sapiens sapiens,  ainda assim  não há  implicação obrigatória de que as supostas  e desconhecidas mutações  tivessem sido  aleatórias.






Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 18 de Novembro de 2016, 09:35:37

Você considera o estudo da história e pré-história pseudo-científicos ou cientificamente insatisfatórios [...]



Quanto a questão da cientificidade da TE  eu deixo o  Karl Popper   responder:

O darwinismo não é ciência testável mas sim um programa metafísico de pesquisa. (Popper, K., Unended Quest, Fontana, Collins, Glasgow, p. 151, 1976)



Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 18 de Novembro de 2016, 09:37:50

Você considera o estudo da história e pré-história pseudo-científicos ou cientificamente insatisfatórios [...]



Quanto a questão da cientificidade da TE  eu deixo o  Karl Popper   responder:

O darwinismo não é ciência testável mas sim um programa metafísico de pesquisa. (Popper, K., Unended Quest, Fontana, Collins, Glasgow, p. 151, 1976)






Essa é a única coisa que Karl Popper disse sobre "darwinismo" que você já leu, não? Essa frase isolada. Deixe-me palpitar que você viu isso em algum site criacionista e só colou aqui. Trolando, consequentemente. Assunto encerrado.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: El Elyon em 18 de Novembro de 2016, 09:48:16
Citar
Quanto a questão da cientificidade da TE  eu deixo o  Karl Popper   responder:

O darwinismo não é ciência testável mas sim um programa metafísico de pesquisa. (Popper, K., Unended Quest, Fontana, Collins, Glasgow, p. 151, 1976)

Da mesma obra:

And yet, the theory is invaluable. I do not see how, without it, our knowledge could have grown as it has done since Darwin. In trying to explain experiments with bacteria which become adapted to, say, penicillin, it is quite clear that we are greatly helped by the theory of natural selection. Although it is metaphysical, it sheds much light upon very concrete and very practical researches. It allows us to study adaptation to a new environment (such as a penicillin-infested environment) in a rational way: it suggests the existence of a mechanism of adaptation, and it allows us even to study in detail the mechanism at work. And it is the only theory so far which does all that.

E é bom lembrar que o próprio mudou de ideia quanto ao status da falseabilidade e testabilidade da seleção natural 2 anos depois de ter escrito isso:

My solution was that the doctrine of natural selection is a most successful metaphysical research programme. It raises detailed problems in many fields, and it tells us what we would expect of an acceptable solution of these problems. I still believe that natural selection works in this way as a research programme. Nevertheless, I have changed my mind about the testability and logical status of the theory of natural selection; and I am glad to have an opportunity to make a recantation. (Fonte: Natural selection and the emergence of mind, artigo escrito em 1978 para a revista Dialectica (http://laboratoriogene.info/Ciencia_Hoje/Popper1978.pdf)).
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Buckaroo Banzai em 18 de Novembro de 2016, 10:47:58
Tem desculpa não, PERDEU, PLAYBOY.

Popper, que é O PAPA DA CIÊNCIA, disse que o darwinismo não é científico.

E se ele falou, tá falado.

Se ele depois desdisse, não sabemos se não foi por pressão de grupos com PODER em ascenção na sociedade, os darwinistas em si, que depois acabaram instalando uma verdadeira nomenklatura científica. Só agora vamos gradualmente nos recuperando do darwinismo social que eles haviam instalado, talvez se Popper ainda estivesse vivo, pudesse se sentir seguro para falar a verdade.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: JJ em 18 de Novembro de 2016, 11:00:30
Tem desculpa não, PERDEU, PLAYBOY.

Popper, que é O PAPA DA CIÊNCIA, disse que o darwinismo não é científico.

E se ele falou, tá falado.

Se ele depois desdisse, não sabemos se não foi por pressão de grupos com PODER em ascenção na sociedade, os darwinistas em si, que depois acabaram instalando uma verdadeira nomenklatura científica. Só agora vamos gradualmente nos recuperando do darwinismo social que eles haviam instalado, talvez se Popper ainda estivesse vivo, pudesse se sentir seguro para falar a verdade.



Brincadeiras a parte,  certamente  que  teve e continuaria tendo repercussões políticas  (afetou e continuaria afetando a influência e o poder político  de  grupos de cientistas, especialmente  dos cientistas  da evolução (ou filósofos metafísicos) ).

Conhecimento  também  tem a ver com  PODER  (e verbas públicas) .


Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: El Elyon em 18 de Novembro de 2016, 11:16:47
Buck

Sim, e isso pode ser evidenciado pela SUPRESSÃO ATIVA feita por NOTÁVEIS CIENTISTAS da NOMENKLATURA, como visto por esse díalogo entre Lewis Wolpert e John Maynard Smith (presente em um livro, mas eu prefiro recomendar logo o artigo Use and Abuse of Sir Karl Popper (http://www.ask-force.org/web/Discourse/Hull-Use-Abuse-Popper-1999.pdf), que não apenas é interessante como lida com tópicos razoáveis de Filosofia da Biologia):

Wolpert: Has´t Popper argued that evolution is not really respectable science, that it´s all some rather boring tautology and is not to be taken terribly seriously?

Maynard Smith: Well, I think Popper himself would (a) claim that he never said it and (b) claim that if he did say it, he didn´t mean it.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 18 de Novembro de 2016, 14:25:35
Dissonância cognitiva correndo solta nesse tópico! rs
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 18 de Novembro de 2016, 14:30:58
Tem desculpa não, PERDEU, PLAYBOY.

Popper, que é O PAPA DA CIÊNCIA, disse que o darwinismo não é científico.

E se ele falou, tá falado.

Se ele depois desdisse, não sabemos se não foi por pressão de grupos com PODER em ascenção na sociedade, os darwinistas em si, que depois acabaram instalando uma verdadeira nomenklatura científica. Só agora vamos gradualmente nos recuperando do darwinismo social que eles haviam instalado, talvez se Popper ainda estivesse vivo, pudesse se sentir seguro para falar a verdade.

Esse é um dos problemas que tenho observado nos ambientes virtuais de debate.
As pessoas pensam que entendem de filosofia da ciência apenas porque leram um ou outro filósofo, mas só o que fazem na verdade é repetir o que leram sem questionar, apenas porque leram algo que confirma suas convicções. E aí saem entoando frases prontas e descontextualizadas dos seus "gurus" como se fossem mantras, quando o que realmente deveriam fazer é de fato praticar filosofia, exercitar o pensamento, produzir pensamento em vez de só reproduzir. Parece-me que, cada vez mais, as pessoas só querem emitir opinião sem importarem-se com a coerência lógica e com o embasamento das mesmas e, o que é pior, querem ser levadas a sério como se isso fosse um argumento válido, como se opinião fosse válida apenas por ser opinião, como se não houvessem verdades objetivas.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Diegojaf em 03 de Janeiro de 2017, 15:05:25
Freya e Criaturo, pedimos encarecidamente que evitem trocas de ofensas entre vocês.

Se o comentário de outro forista está em desacordo com sua linha de pensamento, você responde com argumentos, não ataques pessoais.
Se o comentário é ofensivo, você denuncia à moderação.
Se você não concorda e não consegue fazer um comentário que não seja ofensivo, ignore.
Título: Re:ETs evitam guerras então?
Enviado por: Freya em 19 de Janeiro de 2017, 10:59:17
Freya e Criaturo, pedimos encarecidamente que evitem trocas de ofensas entre vocês.

Se o comentário de outro forista está em desacordo com sua linha de pensamento, você responde com argumentos, não ataques pessoais.
Se o comentário é ofensivo, você denuncia à moderação.
Se você não concorda e não consegue fazer um comentário que não seja ofensivo, ignore.

Desculpem por qualquer coisa, mas não lembro de ter sido ofensiva e tampouco de ter faltado com argumentação. Recém agora vi essa msg.