Autor Tópico: Desarmar o povo... de novo?  (Lida 112139 vezes)

0 Membros e 2 Visitantes estão vendo este tópico.

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.707
  • Sexo: Masculino
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1150 Online: 15 de Julho de 2013, 20:28:35 »
Ainda estou para ver um pró-desarmamento colocar uma placa de "Casa sem Armas" em frente à sua residência.

Ou aquela turma do "Nóis é da paz" da Rede Bobo ir morar fora dos condomínios fechados.

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.360
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1151 Online: 15 de Julho de 2013, 23:43:41 »
Postei aqui por que eu quis.

Imagens mostram morte de jovem após discussão com policial
O que que isso tem de relação com *este* tópico? Era para ter ido para aquele tópico coringa e foi postado aqui por engano?

Se o policial estivesse desarmado não teria havido uma morte.

Só um espancamento... e talvez morte.

Qualquer um que tivesse uma arma naquele momento, no calor da briga, ia atirar nos idiotas, qualquer um que não tivesse ia fugir ou procurar alguma proteção. Não me parece que o cara corresse risco de vida ali.

Nunca parece...

Nem pra sim, nem pra não.

Entre ser espancado e estar armado, eu prefiro estar armado.

eu prefiro fugir, chamar a polícia, ou antes de mais não criar encrenca.

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1152 Online: 16 de Julho de 2013, 01:10:18 »
Ahhh o mundo colorido onde só depende de nós arrumar ou nao encrenca e que sempre existe uma saída pacifica.
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline Cientista

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.266
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1153 Online: 16 de Julho de 2013, 01:52:47 »
Postei aqui por que eu quis.
Muuuito booom! É desse tipo de resposta que eu gosto!


Imagens mostram morte de jovem após discussão com policial
O que que isso tem de relação com *este* tópico? Era para ter ido para aquele tópico coringa e foi postado aqui por engano?

Se o policial estivesse desarmado não teria havido uma morte.

Só um espancamento... e talvez morte.

Qualquer um que tivesse uma arma naquele momento, no calor da briga, ia atirar nos idiotas, qualquer um que não tivesse ia fugir ou procurar alguma proteção. Não me parece que o cara corresse risco de vida ali.

Nunca parece...

Nem pra sim, nem pra não.

Entre ser espancado e estar armado, eu prefiro estar armado.
Resposta substancialmente diferente do que declarava lá atrás. Tá aprendendo, tá melhorando.

Muito bom!
« Última modificação: 16 de Julho de 2013, 01:55:57 por Cientista »

Offline Cientista

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.266
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1154 Online: 16 de Julho de 2013, 02:14:07 »
Citar
Com medo da violência, população civil aumenta aquisição de armas de fogo

Segundo levantamento da Polícia Federal, em 2012, o número de registro de armas de fogo concedido a cidadãos comuns foi o maior no país desde a entrada em vigor do Estatuto do Desarmamento, em 2003. Para muitos, o principal motivo é a sensação de insegurança que cresce nas médias e grandes cidades do país, forçando a população a tentar garantir sua própria proteção.

http://www.jornaldebeltrao.com.br/policiais/com-medo-da-violencia-populacao-civil-aumenta-aquisicao-de-armas-de-fogo-121525/

Fode sim brazilian people.
É a dinâmica dos agrupamentos humanos em que só o que é popularmente óbvio é válido; onde não há ciência para o cacife humano presente. Está aprendendo?

Detalhe: é simplesmente incrível a insistente descarada cretinice falaciosa do "sensação de insegurança". É, é um povo paranóico... coitadinho...



Se eles tivessem armados morria o policial também. Benéfico, uma ameaça (alguém capaz de atirar e matar outra pessoa desnecessariamente) a menos.
Morria todo mundo, então? Onde compraste tua bola de cristal?



Ter uma arma é uma estupidez para um civil, para aqueles que gostam de usar armas por qualquer motivo, é o orgulho do machão, e para aqueles que não gostam, tremem na base, ficam excitados e no fim acham que fizeram a coisa certa.

Deixa estas coisas para os que precisam profissionalmente usá-las, como policiais, ladrões e seguranças. Policiais e seguranças geralmente são treinados, e ladrões não estão nem aí com a vida de ninguém. O resto é conversa prá boi dormir.
PQP!

Eu tinha alguma tranquilidade de que nunca mais ouviria/leria algo nessas linhas da campanha bandida -- "se você não é polícia nem bandido, para que ter uma arma?". (Detalhe que sempre é "uma" arma, ou seja, estrategizando já para alguma derrota.) Compatível mesmo com todo o discurso minuano, sempre deprimente.

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.360
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1155 Online: 16 de Julho de 2013, 08:24:44 »
Ahhh o mundo colorido onde só depende de nós arrumar ou nao encrenca e que sempre existe uma saída pacifica.

Sempre existe uma saída armada no seu mundo cinzento então, eu suponho? Isso mesmo, vamos dicotomizar.

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1156 Online: 16 de Julho de 2013, 09:36:35 »
Ahhh o mundo colorido onde só depende de nós arrumar ou nao encrenca e que sempre existe uma ída pacifica.

Sempre existe uma saída armada no seu mundo cinzento então, eu suponho? Isso mesmo, vamos dicotomizar.


Você ignora as evidencias do vídeo e eu que quero dicotomizar? O policial tentou fugir, chamou a policia, tentou evitar a briga e estava sendo espancado  e humilhado. Mas voce ignora isso e entre as duas opções restantes no vídeo tenta criar alternativas que nao existem, e ainda as coloca de uma maneira em que parece que é sempre possivel seguir essa "fórmula mágica" e por isso ninguém nunca precisaria andar armado, nem um policial.
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.360
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1157 Online: 16 de Julho de 2013, 11:18:05 »
Ahhh o mundo colorido onde só depende de nós arrumar ou nao encrenca e que sempre existe uma ída pacifica.

Sempre existe uma saída armada no seu mundo cinzento então, eu suponho? Isso mesmo, vamos dicotomizar.


Você ignora as evidencias do vídeo e eu que quero dicotomizar? O policial tentou fugir, chamou a policia, tentou evitar a briga e estava sendo espancado  e humilhado. Mas voce ignora isso e entre as duas opções restantes no vídeo tenta criar alternativas que nao existem, e ainda as coloca de uma maneira em que parece que é sempre possivel seguir essa "fórmula mágica" e por isso ninguém nunca precisaria andar armado, nem um policial.

Qual as duas alternativas restantes do vídeo?

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1158 Online: 16 de Julho de 2013, 11:23:56 »
Ahhh o mundo colorido onde só depende de nós arrumar ou nao encrenca e que sempre existe uma ída pacifica.

Sempre existe uma saída armada no seu mundo cinzento então, eu suponho? Isso mesmo, vamos dicotomizar.


Você ignora as evidencias do vídeo e eu que quero dicotomizar? O policial tentou fugir, chamou a policia, tentou evitar a briga e estava sendo espancado  e humilhado. Mas voce ignora isso e entre as duas opções restantes no vídeo tenta criar alternativas que nao existem, e ainda as coloca de uma maneira em que parece que é sempre possivel seguir essa "fórmula mágica" e por isso ninguém nunca precisaria andar armado, nem um policial.

Qual as duas alternativas restantes do vídeo?

Ser espancado ou usar a arma. Qual voce escolheria?
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.360
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1159 Online: 16 de Julho de 2013, 11:54:10 »
Ahhh o mundo colorido onde só depende de nós arrumar ou nao encrenca e que sempre existe uma ída pacifica.

Sempre existe uma saída armada no seu mundo cinzento então, eu suponho? Isso mesmo, vamos dicotomizar.


Você ignora as evidencias do vídeo e eu que quero dicotomizar? O policial tentou fugir, chamou a policia, tentou evitar a briga e estava sendo espancado  e humilhado. Mas voce ignora isso e entre as duas opções restantes no vídeo tenta criar alternativas que nao existem, e ainda as coloca de uma maneira em que parece que é sempre possivel seguir essa "fórmula mágica" e por isso ninguém nunca precisaria andar armado, nem um policial.

Qual as duas alternativas restantes do vídeo?

Ser espancado ou usar a arma. Qual voce escolheria?

Eu já falei antes, se você não leu,  que se eu tivesse uma arma provavelmente usaria de alguma forma. Se não tivesse fugiria, e minha preferência é não ter uma arma em situação de conflito.

Offline Price

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.564
  • Manjo das putarias
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1160 Online: 16 de Julho de 2013, 12:51:22 »
Se não tivesse a arma você tentaria fugir, não há garantia nenhuma que conseguirá.
« Última modificação: 16 de Julho de 2013, 12:55:04 por Price »
Se você aceitar algumas colocações minhas...
A única e verdadeira razão de eu fazer este comentário em resposta é deixar absolutamente claro que NÃO ACEITO "colocações" suas nem de quem quer que seja.

Offline caerus

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 392
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1161 Online: 16 de Julho de 2013, 18:11:47 »
Se eles tivessem armados morria o policial também. Benéfico, uma ameaça (alguém capaz de atirar e matar outra pessoa desnecessariamente) a menos.
Morria todo mundo, então? Onde compraste tua bola de cristal?

Na mesma loja que o _Juca_ .

Offline _tiago

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.343
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1162 Online: 16 de Julho de 2013, 22:06:15 »
Muuuito booom! É desse tipo de resposta que eu gosto!

Resposta substancialmente diferente do que declarava lá atrás. Tá aprendendo, tá melhorando.
Muito bom!

Isso pra mim foi trollagem. Denunciado.

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1163 Online: 07 de Novembro de 2013, 17:08:34 »
Citar
Mãe de 18 anos dispara escopeta e mata invasor para proteger bebê
Sarah McKinley estava com filho de 3 meses em sua casa em Oklahoma.
Após ver suspeitos com faca, ela ligou para o 911; áudio de tiro foi gravado.

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2012/01/jovem-mae-de-18-anos-dispara-fuzil-e-mata-invasor-para-proteger-bebe.html

O correto seria a mulher chamar o Juca para que esse explicasse para o bandido que ele só está assaltando porque é uma vítima do sistema.. aí tudo se resolveria da melhor maneira possível
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 35.714
  • Sexo: Masculino
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1164 Online: 07 de Novembro de 2013, 17:19:18 »
Provas de que o invasor faria algum mal ao bebê, em vez de apenas coletar objetos excessivos que ele encontrasse no domicílio, que usaria para prover sustendo a si, e talvez até ao próprio filho? Isso SE o fizesse, pois há a chance de que fosse se comover com o fato dela ser uma mãe, e avaliar que ela realmente precisa mais dos objetos encontrados naquele local. Provavelmente a mãe fez mais mal ao bebê do que o rapaz faria, com o susto que deve ter dado, sem falar de possíveis danos à audição.

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1165 Online: 07 de Novembro de 2013, 17:21:49 »
Citar
Mãe de 18 anos dispara escopeta e mata invasor para proteger bebê
Sarah McKinley estava com filho de 3 meses em sua casa em Oklahoma.
Após ver suspeitos com faca, ela ligou para o 911; áudio de tiro foi gravado.

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2012/01/jovem-mae-de-18-anos-dispara-fuzil-e-mata-invasor-para-proteger-bebe.html

O correto seria a mulher chamar o Juca para que esse explicasse para o bandido que ele só está assaltando porque é uma vítima do sistema.. aí tudo se resolveria da melhor maneira possível


Se isso vale como argumento positivo para a liberação do porte, todos os casos onde acontece um acidente ou uma pessoa sem passado criminoso ou de violencia, mata outra em uma briga banal servem de argumento negativo?
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 35.714
  • Sexo: Masculino
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1166 Online: 07 de Novembro de 2013, 17:23:26 »
Podem servir, sim. Acidentes podem sim ser em muitos casos, causados por pessoas que têm porte e não deveriam ter, não têm preparo ou condições psicológicas.

Assim como acidentes de trânsito.

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.360
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1167 Online: 07 de Novembro de 2013, 17:54:17 »
Citar
Mãe de 18 anos dispara escopeta e mata invasor para proteger bebê
Sarah McKinley estava com filho de 3 meses em sua casa em Oklahoma.
Após ver suspeitos com faca, ela ligou para o 911; áudio de tiro foi gravado.

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2012/01/jovem-mae-de-18-anos-dispara-fuzil-e-mata-invasor-para-proteger-bebe.html

O correto seria a mulher chamar o Juca para que esse explicasse para o bandido que ele só está assaltando porque é uma vítima do sistema.. aí tudo se resolveria da melhor maneira possível

http://radiojornal.ne10.uol.com.br/2013/09/05/pai-que-matou-o-filho-de-11-anos-por-acidente-pode-responder-por-porte-ilegal-de-armas/

Eu explico pra ela assim que você explicar pro pai que a arma era uma necessidade inequívoca para sua própria proteção, e que apesar do acidente a arma ainda é necessária para se proteger dos ladrões que vão continuar entrado.

Espantalho por espantalho, sou bem melhor para usá-lo que você.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 26.900
  • Sexo: Masculino
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1168 Online: 07 de Novembro de 2013, 18:32:37 »
Citar
Mãe de 18 anos dispara escopeta e mata invasor para proteger bebê
Sarah McKinley estava com filho de 3 meses em sua casa em Oklahoma.
Após ver suspeitos com faca, ela ligou para o 911; áudio de tiro foi gravado.

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2012/01/jovem-mae-de-18-anos-dispara-fuzil-e-mata-invasor-para-proteger-bebe.html

O correto seria a mulher chamar o Juca para que esse explicasse para o bandido que ele só está assaltando porque é uma vítima do sistema.. aí tudo se resolveria da melhor maneira possível

http://radiojornal.ne10.uol.com.br/2013/09/05/pai-que-matou-o-filho-de-11-anos-por-acidente-pode-responder-por-porte-ilegal-de-armas/

Eu explico pra ela assim que você explicar pro pai que a arma era uma necessidade inequívoca para sua própria proteção, e que apesar do acidente a arma ainda é necessária para se proteger dos ladrões que vão continuar entrado.

Espantalho por espantalho, sou bem melhor para usá-lo que você.

A tarefa do Agnóstico é mais fácil que a sua.
Foto USGS

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1169 Online: 07 de Novembro de 2013, 18:47:09 »
Alguém ja viu alguma estatística de mortes por acidente/briga fútil vs vidas salvas por porte de arma legal?
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.360
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1170 Online: 07 de Novembro de 2013, 18:51:42 »
Citar
Mãe de 18 anos dispara escopeta e mata invasor para proteger bebê
Sarah McKinley estava com filho de 3 meses em sua casa em Oklahoma.
Após ver suspeitos com faca, ela ligou para o 911; áudio de tiro foi gravado.

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2012/01/jovem-mae-de-18-anos-dispara-fuzil-e-mata-invasor-para-proteger-bebe.html

O correto seria a mulher chamar o Juca para que esse explicasse para o bandido que ele só está assaltando porque é uma vítima do sistema.. aí tudo se resolveria da melhor maneira possível

http://radiojornal.ne10.uol.com.br/2013/09/05/pai-que-matou-o-filho-de-11-anos-por-acidente-pode-responder-por-porte-ilegal-de-armas/

Eu explico pra ela assim que você explicar pro pai que a arma era uma necessidade inequívoca para sua própria proteção, e que apesar do acidente a arma ainda é necessária para se proteger dos ladrões que vão continuar entrado.

Espantalho por espantalho, sou bem melhor para usá-lo que você.

A tarefa do Agnóstico é mais fácil que a sua.

Não, ela é mais simplista.


Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 35.714
  • Sexo: Masculino
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1172 Online: 07 de Novembro de 2013, 19:59:56 »
Alguém ja viu alguma estatística de mortes por acidente/briga fútil vs vidas salvas por porte de arma legal?

"Versus" eu não vi, mas teve ao menos um estudo de "convertidos", com base no próprio estudo, a favor de auto-defesa (mas não abrangia só auto-defesa armada, se me lembro).

(Talvez o mesmo estudo ainda considere mortes acidentais ou por brigas fúteis, não me lembro)

Citar
[...] riminologist Marvin Wolfgang, who described himself "as strong a gun-control advocate as can be found among the criminologists in this country" and whose opinion of guns was "I would eliminate all guns from the civilian population and maybe even from the police. I hate guns--ugly, nasty instruments designed to kill people" defended Kleck's methodology, saying "What troubles me is the article by Gary Kleck and Marc Gertz. The reason I am troubled is that they have provided an almost clear-cut case of methodologically sound research in support of something I have theoretically opposed for years, namely, the use of a gun in defense against a criminal perpetrator". He went on to say that the NCVS survey did not contradict the Kleck study and that "I do not like their conclusions that having a gun can be useful, but I cannot fault their methodology. They have tried earnestly to meet all objections in advance and have done exceedingly well." [9][10] [...]

http://en.wikipedia.org/wiki/Gary_Kleck#Debate_over_defensive_gun_usage_study


Outras conclusões de estudos do mesmo autor são interessantes por não cair, ao todo, dentro de polarizações de esquerda e direita:

Citar
In addition to his work on guns and violence, Kleck has done research concluding that increasing levels of punishment will not increase the deterrent effects of punishment,[12] and that capital punishment does not have any measurable effect on homicide rates.[13]

Acho que isso é até de certa forma um indicativo (longe de magnífico) de credibilidade. Ao menos dá mais otimismo do que alguém que calhasse de confirmar sempre que a esquerda ou a direita estão 100% corretas.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 35.714
  • Sexo: Masculino
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1173 Online: 07 de Novembro de 2013, 20:08:55 »

Concordo, mas se armar não é tão útil para a autodefesa, já que o bandido sempre conta com o fator surpresa [...]




Crime em geral:

Citação de: [url=http://][/url]
RESISTING CRIME: THE EFFECTS OF VICTIM ACTION ON THE OUTCOMES OF CRIMES
JONGYEON TARK 1 GARY KLECK 2

ABSTRACT

This study assessed the impact of sixteen types of victim self protection (SP) actions on three types of outcomes of criminal incidents: first, whether the incident resulted in property loss, second, whether it resulted in injury to the victim, and, third, whether it resulted in serious injury. Data on 27, 595 personal contact crime incidents recorded in the National Crime Victimization Survey for the 1992 to 2001 decade were used to estimate multivariate models of crime outcomes with logistic regression. Results indicated that self-protection in general, both forceful and nonforceful, reduced the likelihood of property loss and injury, compared to nonresistance. A variety of mostly forceful tactics, including resistance with a gun, appeared to have the strongest effects in reducing the risk of injury, though some of the findings were unstable due to the small numbers of sample cases. The appearance, in past research, of resistance contributing to injury was found to be largely attributable to confusion concerning the sequence of SP actions and injury. In crimes where both occurred, injury followed SP in only 10 percent of the incidents. Combined with the fact that injuries following resistance are almost always relatively minor, victim resistance appears to be generally a wise course of action.

http://www3.interscience.wiley.com/journal/118749278/abstract?CRETRY=1&SRETRY=0#


Especificamente quanto a tentativa de estupro:

Citar
Fighting back works: The case for advocating and teaching self-defense against rape

[...]

The effectiveness of forceful resistance to attempted rape

A thorough review of the available literature has led us to some surprising conclusions about the effectiveness of traditional anti-rape advice. Women are often advised to use non-aggressive strategies against sexual assault (Storaska, 1975; Channing L. Bete Co., What every woman should know about rape, 1989; Channing L. Bete Co., What women and men should know about date rape, 1989). Research suggests that this is poor advice. According to one study (Zoucha-Jensen and Coyne, 1993), women who used non-forceful verbal strategies, such as crying or pleading with the assailant, were raped about 96% of the time. In the same study, women who did nothing to protect themselves were raped about 93% of the time.

Forceful verbal resistance, including yelling and loud screaming, was more effective than non-forceful verbal resistance. These strategies were associated with completion of rape from 44% - 50% of the time (Quinsey and Upfold, 1985). This study is particularly interesting because the data were collected from rapists in maximum security psychiatric hospitals, showing that forceful verbal strategies can be effective even against the violently insane.

Running worked even better than verbal resistance. Although researchers who relied on rape crisis center records and police records (Zoucha-Jensen and Coyne, 1993) report a 55% rape completion rate against those who attempted to flee, broader studies such as Bart and O'Brien (1985) indicate that only 15% of women who attempted to flee were raped. Running was also associated with a lower rate of injury (Kleck and Sayles, 1990; Siegel et al., 1989; Ullman and Knight, 1991).

Forceful physical resistance was an extremely successful strategy. The completed rape rate dropped to between 45% and 14% when the rapist's attempt was met with violent physical force (Kleck and Sayles, 1990; Siegel et al., 1989; Ullman and Knight, 1992; Zoucha-Jensen and Coyne, 1993). Striking was more successful than pushing or wrestling (Quinsey and Upfold, 1985). Physical resistance also appears to be more effective when assault occurs outdoors (Quinsey and Upfold, 1985).

Women are sometimes advised that fighting back will increase their risk of injury. There are two problems with this argument.

First, research shows that physical resistance does not cause further injury to the resister. While there is a correlation between resistance and a somewhat higher rate of physical injury (at most 3%) (Kleck and Sayles, 1990; Marchbanks et al., 1990; Siegel et al.,1989), researchers who examined the sequence of events found that injury usually occurred before resistance. In other words, resisters were not injured because they had resisted: rather, being injured motivated them to fight back (Quinsey and Upfold, 1985). After the initial injury, forceful resistance did not increase the resister's risk of further damage.

Second, this argument overlooks the fact that a woman who does not resist is virtually guaranteed to suffer the emotional and physical injury of the rape itself. Even when resisters are injured, the injury is typically much less severe than a completed rape would have been (Kleck and Sayles, 1990; Marchbanks et al., 1990; Siegel et al., 1989; Ullman and Knight, 1991). Of those 40% of resisters who suffered physical damage, only 7% suffered injury as severe as a dislodged tooth. A woman who fights back incurs no demonstrable chance of additional injury, but she gains a 55-86% chance of avoiding rape altogether (Kleck and Sayles, 1990). [...]

http://web.cecs.pdx.edu/~tellner/sd/Review.html




Citar


June 19, 2009

Dear Cecil:

My son just finished a three-month karate class. Last night he asked me if karate really would help someone defeat a larger, stronger opponent. I told him I honestly never heard of anyone using any martial art to win a fight outside of a movie. You would think here in New York, with so many muggings (at least at one time) and other violent crimes, there would be stories of people using martial arts to defend themselves. But all we got is Bernie Goetz, and he had a gun. So in all of recorded history, has a skinny black belt ever beaten up a beefy weightlifter? My son's future athletic choices may depend on it.


— Patrick Castillo, New York City

Cecil replies:

Well, I'd keep him off the steroids, if that's what you're asking. Also, common experience suggests that where big vs. small is concerned, you don’t necessarily want to bet the rent on Goliath. Granted, David wasn't using karate, and there's no question the introduction of firearms into the situation tends to skew the odds. Nonetheless you do occasionally hear of martial arts adepts taking down attackers with their bare hands — including attackers with guns. For example:

    * In 1996 a blind Philadelphia man used a combo of martial arts and wrestling moves to kill a guy who’d tried to rob him.
    * In 2007, three masked assailants tried to hold up a group of U.S. tourists on a cruise stopover in Costa Rica only to be foiled by a military veteran in his 70s who used martial arts to kill the chump with the gun.
    * In 2008 a New York subway conductor with a black belt took on three muggers and won. Unfortunately, he also killed a good Samaritan who tried to help out.
    * In 2008 an ex-firefighter trained in an American martial art called bojuka subdued a neighbor who pulled a .45 on him by smashing the gun butt repeatedly into the guy’s head.
    * In 1989 a blind man was forced to use his martial arts training to defend himself from police who attacked him when they mistook his folded cane for a set of nunchucks.

OK, the last fellow lost his fight, and yes, he's not much of an argument for the usefulness of martial arts training in staying out of trouble. However, the more interesting observation is that, of the cases I dug up, 60 percent of those who used martial arts to smack down an attacker (even if only temporarily) were blind or elderly. Sure, maybe only the man-bites-dog cases find their way into news accounts. But it's tempting to say blind and/or elderly + martial arts training = decent chance of kicked bad-guy ass.

Generalizing from anecdotes is a temptation we need to resist, of course. But there isn't much else to go on. My assistants Una and Gfactor couldn't find any reliable studies in the last 30 years on the benefit of martial arts training in combat situations. For what it's worth, though, research on the more fundamental question of whether crime victims should fight back suggests that resistance, far from being futile, may do you some good::

    * A recent ten-year study of attacks on women (733 rapes, 1,278 sexual assaults, and 12,235 general assaults) found that on the one hand, resisting an attempted rape lowered the odds of the perp completing the act by nearly two-thirds. But on the other, it slightly increased the odds of injury and doubled the chance of serious injury.
    * A study of 3,206 assaults against women between 1992 and 1995 showed that women who fought back early in the attack were half as likely to be injured, and 75 percent of women queried reported that fighting back helped. An earlier study using data from the 70s found that women who resisted had less likelihood of being raped and 86 percent sustained no serious injury as a result — which, I suppose, means 14 percent did sustain serious injury.
    * Another ten-year study of victim response in 27,595 crimes (assault, sexual assault, robbery, larceny, and burglary) showed across the board that resisting resulted in less injury than not resisting. Similarly, studies have found that resisting reduces the likelihood of an attempted crime succeeding. For example, the chance of a would-be robber pulling it off drops somewhere between 20 and 48 percent.

These conclusions remain controversial, and nobody's saying a kid with three months of karate classes is equipped to fend off a determined mugger. The main advantages of martial arts training are the same as for any sport — physical fitness and increased confidence. However, to the extent it encourages your son to be more aware of his surroundings and think how he'd respond if bad things were to happen . . . well, that's a useful life skill for plenty of venues, not just the street.

— Cecil Adams

http://www.straightdope.com/columns/read/2874/has-martial-arts-training-ever-helped-anybody-defeat-a-mugger


Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:Desarmar o povo... de novo?
« Resposta #1174 Online: 07 de Novembro de 2013, 22:10:06 »
acidentes sempre ocorrerão com qualquer ferramenta, meio de transporte e armas. O que não gera nenhuma restrição ao uso de transportes, ferramentas, etc.. e também não deveria ser utilizado contra armas. Não me lembro onde vi, mas me parece que nos EUA mais crianças morrem afogadas em piscinas do que com acidentes de armas e ninguém quer proibir as piscinas.

A questão da mulher é prática, assim como a do idiota que tomou um tiro (lindamente tomado) ao tentar assaltar um motoboy.
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!