Autor Tópico: Homossexual vs. Gayzista  (Lida 1534 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline 4 Ton Mantis

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.320
  • Sexo: Masculino
Homossexual vs. Gayzista
« Online: 22 de Agosto de 2013, 20:25:11 »
\"Deus está morto\"-Nietzsche

\"Nietzsche está morto\"-Deus

Offline Digão

  • Nível 22
  • *
  • Mensagens: 816
  • Sexo: Masculino
  • Só sei que o Sócrates nada sabe!
Re:Homossexual vs. Gayzista
« Resposta #1 Online: 22 de Agosto de 2013, 20:46:10 »
Esse pessoal do Orgulho Hétero é muito mal resolvido.

Offline Donatello

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.815
  • Sexo: Masculino
Re:Homossexual vs. Gayzista
« Resposta #2 Online: 22 de Agosto de 2013, 23:05:25 »
Infelizmente sou obrigado a dizer que concordo radicalmente com metade das comparações e não discordo tão drasticamente da outra metade :|

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re:Homossexual vs. Gayzista
« Resposta #3 Online: 22 de Agosto de 2013, 23:10:41 »
Infelizmente sou obrigado a dizer que concordo radicalmente com metade das comparações e não discordo tão drasticamente da outra metade :|

Quer elaborar?
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline Donatello

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.815
  • Sexo: Masculino
Re:Homossexual vs. Gayzista
« Resposta #4 Online: 22 de Agosto de 2013, 23:35:57 »
Eu fico cada vez mais triste e desesperançoso que estas discussões sobre igualdade acabem polarizadas por discursos extremos entre os que negam tratamento igualitário e os que exigem tratamento diferenciado/facilitado/privilegista/revanchista chamando isso tudo pelo nome afável de "igualdade".

Quando um representante gay exige leis que impedem que um pastor pentecostal faça pregações condenando o homossexualismo (que é a base de sua crença), por exemplo, desculpe, mas ele não está exigindo igualdade, ele está exigindo o privilégio de ser intocável em suas emoções (e é idêntico quando qualquer religioso tenta passar qualquer lei poibindo alguém de zombar das suas crenças imbecis ou quando um grupo ateu processa um apresentador porque este disse em rede nacional que os ateus são um bando de pessoas feias, bobas e más).

E o mesmo sobre igualdade racial. E o mesmo ( de novo) sobre igualdade de gêneros.

É claro que não sou adepto do Orgulho Hétero (e nem fã do finado estilista) mas não posso discordar que o discurso de igualdade gay é cheio de excessos, cheio de proposições que não são exatamente igualitárias, mas privilegistas... igualzinho o que não canso de dizer que ocorreu com os movimentos de igualdade racial (cotas, oi?) e (neste caso com enorme sucesso) com o feminismo.

E fico triste particularmente com o fato de que os únicos grupos que acabem se organizando (mesmo que porcamente) e tentando fundar uma crítica aos "excessos de igualdade" sejam grupos quase sempre que acabam até reforçando o discurso vitimista do grupo quer acabar sendo tratado de maneira "mais igual que os outros" porque são coisas tão caricatas como o blog do Búfalo (no caso do feminismo) ou o "Orgulho Hétero" (no caso da causa GLTB).
« Última modificação: 22 de Agosto de 2013, 23:48:14 por Donatello van Dijck »

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re:Homossexual vs. Gayzista
« Resposta #5 Online: 22 de Agosto de 2013, 23:51:36 »
Então voce é a favor da total liberdade de expressão, seja de racistas, homofóbicos e etc? Porque se alguém pode condenar o homossexualismo porque outro não poderia condenar os negros, pobres, nordestinos, etc? É um privilégio não poder ser ofendido e discriminado por uma condição nata?

E além disso, quais são as outras propostas em que gays pedem "privilégios"?

He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Homossexual vs. Gayzista
« Resposta #6 Online: 23 de Agosto de 2013, 00:07:48 »
Choramingação para todos os lados.

Eu até acho razoável proibição a discursos/incitação de ódio, o problema é definir exatamente isso, e o potencial para exageros. Irônica/dramaticamente acho que esse potencial tende a aumentar tão mais quanto mais alvoroço fizer o pessoal do orgulho heterossexual e etc. Um alimenta o outro.

Offline Donatello

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.815
  • Sexo: Masculino
Re:Homossexual vs. Gayzista
« Resposta #7 Online: 23 de Agosto de 2013, 00:08:29 »
Barata, acho que acabei editando quando você já estava escrevendo, então bem, a primeira parte já respondi (e também já falei tantas vezes sobre minha posição quanto isso por aqui  :) )

E quanto à segunda parte da pergunta, levando em conta que homossexualismo nunca foi crime no Brasil (ou, se foi, foi em eras imemoriais) acho que qualquer alteração na legislação que passe da equiparação legal de conjugues gays à mesma condição que conjugues hétero é exagerada (e acho que isto já foi plenamente obtido exceto pela babaquice de fazer tempestade em copo d'água quanto ao nome do papel assinado e pela babaquice de fazer tempestade em copo d'água por "herdar o nome"* ).

O que considero excesso (além da já mencionada criminalização da opinião contra o homossexualismo)? 

Quando se exige "tratamento" cirúrgico de "transexualidade" pelo SUS (a preconceituosa OMS e o CFM ainda tratam os transex como portadores de uma desordem mental e não vejo motivos para que mudem de ideia (embora o caminho político, e não o científico, aponte para isso) antes que a doença de achar que é um avião cargueiro deixe de ser de ordem psíquica e seus eventuais portadores ganhem o direito de tratamento cirúrgico com as devidas aplicações de carro de pouso no peito e turbina a jato no ânus pagas pelo SUS) ou quando se exige o uso de banheiros masculino e feminino sem as mesmas restrições que os não gays estão submetidos...

Na verdade o que eu sinceramente não vejo hoje é alguma causa GLTB que não seja exagerada: porra!! não há qualquer tratamento legal no Brasil que distingua gays de héteros, nenhum. Gays já tem todos os direitos de fato que os héteros mesmo que eles venham com nomes diferentes (casamento versus união estável, grandes merdas).

Fala-se muito ainda de violência física contra homossexuais (o que de qualquer forma não seria um caso de tratamento do Estado, portanto não seria um caso de alterações nas leis, mas de aplicação delas), de vez em quando vejo os Luis Motts e os Jean Willys balançando estatísticas sobre números de gays mortos anualmente aqui ou ali, mas mesmo isso me cheira mal: a impressão que tenho é de que o grosso das estatísticas de violência física homofóbica sejam muito distantes da realidade na medida de que não tomam o cuidado de separar as eventuais agressões que tenham ocorrido de fato por motivo de preconceito das agressões normais as quais qualquer pessoa está sujeita.

Se um gogoboy discute com um cliente pelo preço do michê e toma um tiro isto não é um crime de ódio, se homossexuais se envolvem numa briga com outros homossexuais numa boate gay e um deles morre isto não é um crime de ódio.

Acho que as estatísticas do tipo não se dão ao trabalho não conseguem fazer esta distinção.

* O que, aliás, acho que pode ser feito independente de casamento porque acho que se pode incluir sobrenome ao nome por conta própria... sei que se pode porque minha prima incluiu o sobrenome da mãe depois de velha, só não sei se existem limitações.
« Última modificação: 23 de Agosto de 2013, 00:40:52 por Donatello van Dijck »

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re:Homossexual vs. Gayzista
« Resposta #8 Online: 23 de Agosto de 2013, 00:40:02 »
Barata, acho que acabei editando quando você já estava escrevendo, então bem, a primeira parte já respondi (e também já falei tantas vezes sobre minha posição quanto isso por aqui  :) )

E quanto à segunda parte da pergunta, levando em conta que homossexualismo nunca foi crime no Brasil (ou se foi foi em eras imemoriais) acho que qualquer alteração na legislação que passe da equiparação legal de conjugues gays à mesma condição que conjugues hétero é exagerada (e acho que isto já foi plenamente obtido neste caso exceto pela babaquice semântica de chamar o documento de "certidão de casamento" e pela babaquice de fazer tempestade em copo d'água por "herdar o nome"* ).


Novamente, o que eles pedem que não seja aquiparação? Onde ja foi plenamente obtido? Gays não podem adotar crianças sem uma longa batalha judicial,  e por causa da  "babaquice semântica" da certidão de casamento tem negados pedidos de pensão, não conseguem por parceiros como dependentes de seguros de vida e saúde, as vezes são impedidos de dormir no mesmo quarto de hospital que o parceiro esta internado (não são da "família"). Não custa pesquisar a diferença que essa "babaquice semantica" temna esfera legal antes de chamar de "babaquice semantica"
[/quote]


O que considero excesso (além da já mencionada criminalização da opinião contra o homossexualismo?)? 

Quando se exige "tratamento" cirúrgico de "transexualidade" pelo SUS (a preconceituosa OMS ainda trata esta doença como de ordem psíquica e não vejo motivos para que ela mude de ideia antes que a doença de achar que é um avião cargueiro deixe de ser de ordem psíquica e ganhar o direito de tratamento cirúrgico com as devidas aplicações de carro de pouso no peito e turbina a jato no ânus pagas pelo SUS) ou quando se exige o uso de banheiros masculino e feminino sem as mesmas restrições que os não gays estão submetidos...
Bom, quando um leigo tenta ir contra toda uma classe médica, só porque sim, não tem o que debater.


Na verdade o que eu sinceramente não vejo hoje é alguma causa GLTB que não seja exagerada: porra!! não há qualquer tratamento legal no Brasil que distingua gays de héteros, nenhum. Gays já tem todos os direitos de fato que os héteros mesmo que eles venham com nomes diferentes (casamento versus união estável, grandes merdas).

Não, não tem os mesmos direitos, e existe diferença legal entre casamento e união estável, vide acima.


Fala-se muito ainda de violência física contra homossexuais (o que de qualquer forma não seria um caso de tratamento do Estado, portanto não seria um caso de alterações nas leis, mas de aplicação delas), de vez em quando vejo os Luis Motts e os Jean Willys balançando estatísticas sobre números de gays mortos anualmente aqui ou ali, mas mesmo isso me cheira mal: a impressão que tenho é de que o grosso das estatísticas de violência física homofóbica sejam muito distantes da realidade na medida de que não tomam o cuidado de separar as eventuais agressões que tenham ocorrido de fato por motivo de preconceito das agressões normais as quais qualquer pessoa está sujeita. Se um homossexual discute com um cliente pelo preço do michê e toma um tiro isto não é um crime de ódio, se homossexuais se envolvem numa briga com outros homossexuais numa boate gay e um deles morre isto não é um crime de ódio.

Acho que as estatísticas do tipo (não se dão ao trabalho) não conseguem fazer esta distinção.

* O que, aliás, acho que pode ser feito independente de casamento porque acho que se pode incluir sobrenome ao nome por conta própria... sei que se pode porque minha prima incluiu o sobrenome da mãe depois de velha, só não sei se existem limitações.

Quer se mudar a lei para se colocar homofobia como um crime de ódio, dando um acréscimo da pena como ja acontece com outros crimes.
 
Sim, as pesquisas levam em conta a motivação do crime e não apenas se a vítima era gay ou não. Eles dizem que as estatísticas podem ser muito maiores ja que muitos em muitos crimes não se pode identificar a motivação, ficando assim de fora da conta final. Não custa pesquisar antes de formar uma opinião.
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline Donatello

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.815
  • Sexo: Masculino
Re:Homossexual vs. Gayzista
« Resposta #9 Online: 23 de Agosto de 2013, 00:46:00 »
Você não está atualizado quando aos direitos conjugais: os casais gays já se equiparam aos heteros quanto a pensão, conta conjunta, plano de saúde, imposto de renda (para poderem ter a opção de fazer declaração conjunta ou colocar como dependente)... realmente não tenho certeza quanto a adoção como anda a situação, mas quanto a todo o resto já foi equiparado. Já posto as fontes para você dar uma atualizada.

E como falei, neste ponto eu CONCORDO, eu concordo que deva ser equiparado, exceto pelo fato de que JÁ FOI (a não ser quanto a adoção, que pelo que entendo é mais caso de jurisprudência que de lei e realmente NÃO SEI a quantas anda, se não estiver equiparado inclua nas coisas que acho válido exigir, ainda).

Editando para incluir fontes: notícias sobre alterações em normas passando a equiparar casais gays a heteros quanto a direitos previdenciários, plano de saúde e tratamento tributário. Não custa pesquisar antes de formar uma opinião.  :lol:

http://oab-rj.jusbrasil.com.br/noticias/2922781/inss-ja-paga-pensao-a-1-762-mil-casais-gays 

http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,plano-de-saude-tera-de-aceitar-parceiro-gay,549174,0.htm.

http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/receita-federal-permitira-que-casais-gays-incluam-parceiros-no-ir
« Última modificação: 23 de Agosto de 2013, 03:10:56 por Donatello van Dijck »

Offline Donatello

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.815
  • Sexo: Masculino
Re:Homossexual vs. Gayzista
« Resposta #10 Online: 23 de Agosto de 2013, 00:48:17 »
Citar
Bom, quando um leigo tenta ir contra toda uma classe médica, só porque sim, não tem o que debater.

Que bom: eu, o Conselho Federal de Medicina e a Organização Mundial de Saúde acabamos de ser promovidos conjuntamente à condição de leigos tentando ir contra toda uma classe médica. (qual delas? :P) :stunned:



Conselho Federal de Medicina :
http://www.portalmedico.org.br/resolucoes/CFM/2010/1955_2010.htm

Embora, verdade seja dita, aqui eles realmente tiveram o cuidado aqui de dar uma melhorada no português, inclusive tendo o zelo de deixar bem enfatizado (só que muito não):

Citar
CONSIDERANDO ser o paciente transexual portador de desvio psicológico permanente de identidade sexual, com rejeição do fenótipo e tendência à automutilação e ou auto-extermínio;
(...)
Art. 3º Que a definição de transexualismo obedecerá, no mínimo, aos critérios abaixo enumerados:
1) Desconforto com o sexo anatômico natural;
(...)
4) Ausência de outros transtornos mentais.(Onde se lê “Ausência de outros transtornos mentais”, leia-se “Ausência de transtornos mentais”)
Enfim, é tudo semântica né? :histeria:


Organização Mundial de Saúde:
Transexualismo está no CID 10 no capítulo V (Transtornos mentais e comportamentais) e é classificado com o código F 64.0 dentro do tópico Transtornos da personalidade e do comportamento do adulto.

Eu já vou logo informando a quem possa interessar que não tenho nada a ver com qualquer eventual erro de revisão na última edição do Código Internacional de Doenças, e creio que você devia pesquisar antes de emitir as suas opiniões, sem neuras, suave  8-)



Ps.: lembrando que em momento algum eu disse que eu acho que este procedimento deva ser proibido (que é do que trata a resolução do CFM), sou contra a ele ser bancado pelo SUS, para mim a cirurgia de mudança de sexo é análoga a isso:



e deve tratada pela legislação da mesma forma.
« Última modificação: 23 de Agosto de 2013, 01:46:35 por Donatello van Dijck »

Offline Donatello

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.815
  • Sexo: Masculino
Re:Homossexual vs. Gayzista
« Resposta #11 Online: 23 de Agosto de 2013, 02:08:16 »
Só finalizando pra ir mimi, que tá tarde:

Resolvi seguir o seu conselho e pesquisar sobre a metodologia destes estudos sobre os índices de violência contra homossexual mas achei algo melhor, uma entrevista com o autor da mais relevante destas pesquisas onde se questiona exatamente o que eu perguntei, se a pesquisa só inclui os crimes de fato de ódio ou qualquer crime genérico em que a vítima seja homossexual. Olha só que belezura de resposta que ele dá.
Citar
Seriam todos esses 338 assassinatos crimes homofóbicos?

O Prof.Luiz Mott é categórico: “99%* destes homocídios contra LGBT têm como agravante seja a homofobia individual, quando o assassino tem mal resolvida sua própria sexualidade e quer lavar com o sangue seu desejo reprimido; seja a homofobia cultural, que pratica bullying  e expulsa as travestis para as margens da sociedade onde a violência é endêmica; seja a homofobia institucional, quando o Governo não garante a segurança dos espaços freqüentados pela comunidade lgbt ou como fez a Presidente Dilma, vetou  o kit anti-homofobia, que deveria ter capacitado mais de 6milhões de jovens  no respeito aos direitos humanos dos homossexuais.”

Para o analista de sistemas Dudu Michels,  “quando o Movimento Negro, os Índios ou as Feministas divulgam suas estatísticas, não se questiona se o motivo de todas as mortes foi racismo ou machismo, porque exigir só do movimento LGBT atestado de homofobia nestes crimes hediondos? Ser travesti já é um agravante de periculosidade dentro da intolerância  machista dominante em nossa sociedade, e mesmo quando um gay é morto devido à violência doméstica ou latrocínio, é vítima do mesmo machismo que leva as mulheres a serem espancadas e perder a vida pelas mãos de seus companheiros, como diz o ditado, ‘viado é mulher tem mais é que morrer!”

Em outra parte da mesma notícia se informa que a estatística é preenchida a partir de matérias divulgadas na mídia.

Acho que qualquer bom entendedor resumiria (ainda mais sendo previamente informado da "criteriosíssima" metodologia do estudo) a resposta do famoso antropólogo baiano como um "porra nenhuma, nós catamos qualquer notícia sobre gay morrendo e vamos logo tascando na nossa estatística porque sabemos que qualquer bicha que morre é sempre direta ou indiretamente (o que ele chama de crimes agravados pelas homofobias individual, cultural ou institucional) por homofobia", você não acha, Barata?

A resposta dele é claramente no caminho do que eu falei: para ele um homossexual que morre assassinado numa discussão sobre a vaga do estacionamento é vítima de crime de ódio porque de alguma forma que pra mim não faz o menor sentido mas que está muito claro na cabeça dele a única explicação para um sujeito matar uma bicha é possuir um certo ódio reprimido contra os gays.

Não é possível que você leia esta resposta (e o comentário adicional do analista de sistemas) e compreenda qualquer outra coisa. Você é um cara culto, sabe ler nas entrelinhas de uma fala, eu sei. O que deve ter acontecido é que você tava procurando se informar nos lugares errados.  :wink:

* Para quem não for bom de semântica 99% aqui é sinônimo de número chutado claramente sem nenhum embasamento estatístico
« Última modificação: 23 de Agosto de 2013, 02:25:39 por Donatello van Dijck »

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline Donatello

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.815
  • Sexo: Masculino
Re:Homossexual vs. Gayzista
« Resposta #13 Online: 23 de Agosto de 2013, 02:33:32 »
Engraçado, o texto que você linkou fala exatamente sobre a pesquisa que eu havia comentado no último post, mas embora o texto comece muito bem, introduzindo a ideia de que nem todo assassinato de negro é um crime racial ou que nem todo assassinato de mulher é um crime de gênero e dando a entender de que vai apresentar dados que comprovem que a pesquisa em questão é um apanhado apenas de crimes efetivamente causados por sentimento homofóbico... não segue adiante, não cumpre o prometido.

Não vejo o trecho que aponta por qual meio se pode chegar a conclusão de que os dados deste relatório só apontam crimes de fato de ódio. Pode apontar (quotar) este trecho pra mim Barata? (e se possível comentar a fala do Luis Mott quotada no meu último post ,) ).

Também estou com insonia, há 3 dias, mas no meu caso é que estou de férias então meu horário de acordar zoou meu horário de dormir (além de eu estar bebendo uma xícara de café atrás da outra nos últimos dias)  :).
« Última modificação: 23 de Agosto de 2013, 02:38:37 por Donatello van Dijck »

Offline Donatello

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.815
  • Sexo: Masculino
Re:Homossexual vs. Gayzista
« Resposta #14 Online: 23 de Agosto de 2013, 02:52:48 »
Valendo uma cafeteira elétrica! Bingo !!!! :yahoo: :yahoo:

Trecho da matéria falando sobre algumas das personagens que entraram no apanhado feito pelo Luis Mott:
http://truelove.com.br/2013/01/relatorio-anual-assassinato-homossexuais-2012/

Citar
Perfil das vítimas: Quanto a idade, 7% dos LGBT tinham menos de 18 anos ao serem  assassinados, sendo o mais jovem um adolescente  gay  paulista de 13 anos que se suicidou por não aguentar o bullying que vinha sofrendo em casa e na escola.  Suicidas homossexuais  também são considerados vítimas da homofobia. 44% desses mortos tinham menos de 30 anos e 8% mais de 50.  A faixa etária que apresenta maior risco de assassinato, 57%, situa-se entre 20-40 anos. A vítima mais velha tinha 77 anos, Wilson Brandão de Castro, proprietário de uma sauna em Belo Horizonte, assassinado com 7 tiros.

Trecho de notícia divulgada na internet sobre a morte do senhor negritado: http://aqui.uai.com.br/app/noticia/cadernos/policia/2012/05/28/interna_policia,11609/sangue-na-saida-de-sauna.shtml

Citar
As testemunhas contaram à Polícia Militar que foram rendidas por dois homens armados durante uma tentativa de assalto e que o idoso foi atingido ao tentar fugir. Mesmo com a versão de latrocínio (roubo seguido de morte), a polícia deve adotar outras linhas de investigação, como a hipótese de vingança. Isso porque, apesar de a vítima estar com aproximadamente R$ 2 mil em dinheiro no bolso, nada foi levado.

Não é melhor jogara toalha e admitir logo que

1 - os dados sobre violência contra gays usados como referência no país não têm qualquer valor epistemológico por incluírem como vítima de homofobia qualquer vítima de violência encontrada em notícias de jornal desde que esta seja homossexual, sem uso de qualquer critério para corroborar a hipótese de motivação homofóbica para cada caso?
2 - os homossexuais já conseguiram equiparação contra virtualmente todos os direitos conjugais conforme uma busca rápida no Google mostra?
3 - o transexualismo não é distinguido do ponto de vista médico de qualquer outra desordem psicológica/mental de personalidade conforme as posições oficiais das entidades médicas responsáveis por estas definições?
« Última modificação: 23 de Agosto de 2013, 03:04:55 por Donatello van Dijck »

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re:Homossexual vs. Gayzista
« Resposta #15 Online: 23 de Agosto de 2013, 02:57:28 »
Verdade, me enganei sobre as pesquisas.

Mas amanhã vou pesquisar mais sobre o resto.


Enquanto isso, assiste a isso. Não existe homofobia, não existe racismo e não existe machismo, é tudo invenção das minorias.




<a href="https://www.youtube.com/v/ewcRgk7Wgko" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/ewcRgk7Wgko</a>
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline Donatello

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.815
  • Sexo: Masculino
Re:Homossexual vs. Gayzista
« Resposta #16 Online: 23 de Agosto de 2013, 03:01:06 »
Eu acho que existem os 3 (embora no caso do machismo eu acho que já tenha sido engolido pelo femismo, subsistindo hoje junto com este último mas tendo menos força que ele), nunca jamais disse o contrário: só não acredito que dois erros façam um acerto, por isso há um bom tempo (não vou dizer sempre porque quanto a algumas coisas já tive posição diferente, apesar de que no geral sempre tenha ido nesta linha) me oponho a qualquer medida contra discriminações que venha na forma de novas discriminações (e o pior: instituídas por lei). :)
« Última modificação: 23 de Agosto de 2013, 03:06:40 por Donatello van Dijck »

Offline Donatello

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.815
  • Sexo: Masculino
Re:Homossexual vs. Gayzista
« Resposta #17 Online: 06 de Novembro de 2013, 13:15:04 »
Não é melhor jogara toalha e admitir logo que

1 - os dados sobre violência contra gays usados como referência no país não têm qualquer valor epistemológico por incluírem como vítima de homofobia qualquer vítima de violência encontrada em notícias de jornal desde que esta seja homossexual, sem uso de qualquer critério para corroborar a hipótese de motivação homofóbica para cada caso?
2 - os homossexuais já conseguiram equiparação contra virtualmente todos os direitos conjugais conforme uma busca rápida no Google mostra?
3 - o transexualismo não é distinguido do ponto de vista médico de qualquer outra desordem psicológica/mental de personalidade conforme as posições oficiais das entidades médicas responsáveis por estas definições?

Citar
Verdade, me enganei sobre as pesquisas.  [1]

Mas amanhã vou pesquisar mais sobre o resto. [2] e [3]

Dado o que está sendo discutido no tópico sobre cotas (política privilegista dedicada a determinado grupo em função de pretensas desigualdades sem clara evidenciação de como o privilégio seria útil no combate à desigualdade também não necessariamente bem evidenciada) aberto hoje pelo Gabarito e o que já foi postado lá me lembrei deste tópico que versa sobre mais ou menos o mesmo tema (tendo sido inclusive feita uma menção à causa GLBSJFRTUVXZ por lá) e fiquei curioso sobre a que conclusões as leituras posteriores levaram ,)
« Última modificação: 06 de Novembro de 2013, 13:36:33 por Donatello van Dijck »

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Homossexual vs. Gayzista
« Resposta #18 Online: 06 de Novembro de 2013, 13:25:42 »
Não existe homofobia, não existe racismo e não existe machismo, é tudo invenção das minorias.

Na verdade, dos judeus. Sempre tem algum ligado aos movimentos anti-racismo/discriminação. Eles que arquitetaram tudo, e usam as outras minorias como peões a serem sacrificados em seu programa de domínio e destruição da sociedade ocidental. Anti-racismo é código velado para anti-branco. [/não estou falando sério, pelamordedeus]

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.273
  • Haters are losers.
Re:Homossexual vs. Gayzista
« Resposta #19 Online: 06 de Novembro de 2013, 19:25:12 »
Na verdade é culpa da circuncisão, o que inclui os mulçumanos no pacote. Eles fazem essas coisas devido ao choro inconsciente da perda ritualística do prepúcio.
Gossip is a sort of smoke that comes from the dirty tobacco-pipes of those who diffuse it: it proves nothing but the bad taste of the smoker. George Eliot





.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Homossexual vs. Gayzista
« Resposta #20 Online: 06 de Novembro de 2013, 19:53:11 »
Nos muçulmanos, isso apenas é extravazado na forma de atentados terroristas, e circuncisão feminina, bem como apedrejamentos, estupros coletivos, enforcamentos, e etc. [/Poezando]

Offline Donatello

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.815
  • Sexo: Masculino
Re:Homossexual vs. Gayzista
« Resposta #21 Online: 31 de Julho de 2015, 08:23:02 »
Não é melhor jogara toalha e admitir logo que

1 - os dados sobre violência contra gays usados como referência no país não têm qualquer valor epistemológico por incluírem como vítima de homofobia qualquer vítima de violência encontrada em notícias de jornal desde que esta seja homossexual, sem uso de qualquer critério para corroborar a hipótese de motivação homofóbica para cada caso?
2 - os homossexuais já conseguiram equiparação contra virtualmente todos os direitos conjugais conforme uma busca rápida no Google mostra?
3 - o transexualismo não é distinguido do ponto de vista médico de qualquer outra desordem psicológica/mental de personalidade conforme as posições oficiais das entidades médicas responsáveis por estas definições?

Citar
Verdade, me enganei sobre as pesquisas.  [1]

Mas amanhã vou pesquisar mais sobre o resto. [2] e [3]

Dado o que está sendo discutido no tópico sobre cotas (política privilegista dedicada a determinado grupo em função de pretensas desigualdades sem clara evidenciação de como o privilégio seria útil no combate à desigualdade também não necessariamente bem evidenciada) aberto hoje pelo Gabarito e o que já foi postado lá me lembrei deste tópico que versa sobre mais ou menos o mesmo tema (tendo sido inclusive feita uma menção à causa GLBSJFRTUVXZ por lá) e fiquei curioso sobre a que conclusões as leituras posteriores levaram ,)
Meu bumbum está ficando com calo. Mó zoeira deixar esperando assim  :?.

(desculpa a insistência, mas o desenrolar deste tópico é cômico (e deveras elucidativo sobre um monte de coisa) :histeria:. É melhor do que o outro lá das contas de somar e multiplicar... sei lá... deu saudades :P )

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.236
  • Sexo: Masculino
Re:Homossexual vs. Gayzista
« Resposta #22 Online: 01 de Agosto de 2015, 08:30:50 »
Barata, acho que acabei editando quando você já estava escrevendo, então bem, a primeira parte já respondi (e também já falei tantas vezes sobre minha posição quanto isso por aqui  :) )

E quanto à segunda parte da pergunta, levando em conta que homossexualismo nunca foi crime no Brasil (ou se foi foi em eras imemoriais) acho que qualquer alteração na legislação que passe da equiparação legal de conjugues gays à mesma condição que conjugues hétero é exagerada (e acho que isto já foi plenamente obtido neste caso exceto pela babaquice semântica de chamar o documento de "certidão de casamento" e pela babaquice de fazer tempestade em copo d'água por "herdar o nome"* ).


Novamente, o que eles pedem que não seja aquiparação? Onde ja foi plenamente obtido? Gays não podem adotar crianças sem uma longa batalha judicial,  e por causa da  "babaquice semântica" da certidão de casamento tem negados pedidos de pensão, não conseguem por parceiros como dependentes de seguros de vida e saúde, as vezes são impedidos de dormir no mesmo quarto de hospital que o parceiro esta internado (não são da "família"). Não custa pesquisar a diferença que essa "babaquice semantica" temna esfera legal antes de chamar de "babaquice semantica"




Concordo 100% com o Barata, não tem nada de "babaquice semântica" , os efeitos  são reais na vida destas pessoas.






Offline Skeptikós

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.743
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Homossexual vs. Gayzista
« Resposta #23 Online: 01 de Agosto de 2015, 14:15:35 »
Sobre os estudos estatísticos do Grupo Gay da Bahia, liderado por Luiz Mott, um vídeo muito interessante com a opinião que expõe as refutações de um jornalista chamado Paulo Martins em relação a estes estudos:

<a href="https://www.youtube.com/v/HWiitfycVNQ" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/HWiitfycVNQ</a>
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar

Offline Donatello

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.815
  • Sexo: Masculino
Re:Homossexual vs. Gayzista
« Resposta #24 Online: 16 de Agosto de 2015, 08:17:14 »
Barata, acho que acabei editando quando você já estava escrevendo, então bem, a primeira parte já respondi (e também já falei tantas vezes sobre minha posição quanto isso por aqui  :) )

E quanto à segunda parte da pergunta, levando em conta que homossexualismo nunca foi crime no Brasil (ou se foi foi em eras imemoriais) acho que qualquer alteração na legislação que passe da equiparação legal de conjugues gays à mesma condição que conjugues hétero é exagerada (e acho que isto já foi plenamente obtido neste caso exceto pela babaquice semântica de chamar o documento de "certidão de casamento" e pela babaquice de fazer tempestade em copo d'água por "herdar o nome"* ).


Novamente, o que eles pedem que não seja aquiparação? Onde ja foi plenamente obtido? Gays não podem adotar crianças sem uma longa batalha judicial,  e por causa da  "babaquice semântica" da certidão de casamento tem negados pedidos de pensão, não conseguem por parceiros como dependentes de seguros de vida e saúde, as vezes são impedidos de dormir no mesmo quarto de hospital que o parceiro esta internado (não são da "família"). Não custa pesquisar a diferença que essa "babaquice semantica" temna esfera legal antes de chamar de "babaquice semantica"




Concordo 100% com o Barata, não tem nada de "babaquice semântica" , os efeitos  são reais na vida destas pessoas.

Então vou te ajudar também :)
Citar
Editando para incluir fontes: notícias sobre alterações em normas passando a equiparar casais gays a heteros quanto a direitos previdenciários, plano de saúde e tratamento tributário. Não custa pesquisar antes de formar uma opinião.  :lol:

http://oab-rj.jusbrasil.com.br/noticias/2922781/inss-ja-paga-pensao-a-1-762-mil-casais-gays 

http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,plano-de-saude-tera-de-aceitar-parceiro-gay,549174,0.htm.

http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/receita-federal-permitira-que-casais-gays-incluam-parceiros-no-ir

Mas.. mas... você tem todo o direito de não querer largar o osso :)

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!