Autor Tópico: Autodidatismo e vida dura  (Lida 391 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Dubcek

  • Nível 06
  • *
  • Mensagens: 62
  • Sexo: Masculino
Autodidatismo e vida dura
« Online: 15 de Fevereiro de 2015, 16:32:16 »
Amigos, tentarei não ser prolixo.

Primeiramente, agradeço a todos pelas respostas que recebi nos outros tópicos que criei onde, assim como esse, apresenta-se o tom de desabafo. Vamos à leitura.

Não tenho a menor condição de cursar uma faculdade. Vou direto ao ponto: sou pobre, filho de pais pobres e moro no interior. Trabalho duro e ganho uma miséria de 1,500,00 (que, com os descontos, vai para quase 1.300,00). Com isso, ajudo em casa, faço um curso de idioma estrangeiro e guardo algo no banco pra não passar sufoco. Não consigo juntar muito, é verdade. Não há a menor condição de cursar uma faculdade, pública ou particular. Os meus pais não me ajudam no estudo - até porque não enxergam qualquer importância nisso -, seja com apoio financeiro ou moral, então sempre tive que bancar tudo. Tenho, hoje, cerca de 5 mil livros em meu quarto, todos comprados com dinheiro do meu trabalho. Trabalho desde os 12, 13 anos. Tenho 20 hoje em dia. Com o bullying na escola, inferno que me deixou marcas profundas, tornei-me um leitor compulsivo, não para conseguir cultura ou qualquer coisa assim, mas a fim de sumir daquele inferno das salas de aula.

Aprendi alguns idiomas sozinho; outros, os mais difíceis, pagando a professores. Sonho - sonhar todo mundo sonha, não é mesmo - em ser jornalista na Folha ou no jornal O Globo. Modéstia à parte, acho que escrevo razoavelmente bem. Só que sou desconhecido e, portanto, sem grandes chances.

A vida é dura. A inflação está aí, implacável, e o dinheiro sempre acaba. Não tenho condições de morar em outro país. Farei agora a minha primeira viagem ao exterior com um dinheiro que junto há 5 anos. Será, talvez, a minha unica experiência com isso.

Ando a pé e as garotas não têm o menor interesse em mim. Aos 20, só tive um namoro que durou pouquíssimo tempo. Menina rica, de outra cidade e instável. Me ligou em um dia, convidando-me a dormir em sua casa e, no dia seguinte, ligou terminando tudo. Nunca entendi o porquê.

O Brasil tornou-se um deserto de almas. Ninguém da minha geração liga pra estudar. Tudo mediocrizou-se muito, se compararmos as produções de hoje com o que existia há 30 ou 40 anos atrás - não quero ser reacionário nesse ponto, mas não é possível que se compare, por exemplo, um Safatle com um Konder. Isso é apenas para ilustrar com um exemplo.

Eu estou tentando sair dessa mediocridade. E estudo duramente pra isso. Tive o prazer de ser chamado de "jovem intelectual" por dois importantes escritores brasileiros que conheci. Só que eu não tenho um diploma e nem apadrinhamento.

Tenho medo de perder o meu emprego, trabalho de escritório, chato porém palatável. Se perde-lo, terei de fazer trabalho braçal, como a maioria dos que vivem no interior. Isso me leva à conclusão de que estudar não me ajudou em nada. Desculpe-me, mas foi o que a vida deixou pra mim. É o que corresponde à minha realidade, ao meu dasein.

Não sei mais o que fazer. Outro dia, à noite, em uma cidade maior, vi um caminhão de lixo passar. Eram umas 20, 21h. Fiquei olhando as pessoas que trabalhavam com o lixo, em uma condição lamentável -- é uma profissão como qualquer outra, é verdade, mas é horrível que um ser humano tenha que trabalhar entre o mal cheiro, entre coisas sujas e que podem transmitir doenças.

Fiquei com medo de terminar como aquelas pessoas. Sabe, não sei mais o que fazer. Faço o que posso.

É mais um desabafo, amigos. Desculpe por qualquer coisa, se falei qualquer bobagem.

Abraço a todos.
« Última modificação: 15 de Fevereiro de 2015, 16:34:28 por Dubcek »
Ich bin ein bisschen müde.

Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.071
  • Sexo: Masculino
Re:Autodidatismo e vida dura
« Resposta #1 Online: 15 de Fevereiro de 2015, 17:04:04 »
Por que você não presta um concurso público para uma cidade grande, vai morar lá (pagando aluguel) e depois começa a faculdade? Pelo que dá pra deduzir do que você disse, seria fácil para você passar no concurso e depois passar num vestibular de universidade pública. Meio corrido estudar e trabalhar, mas conheço gente bem menos intelectual que consegue.

Offline Dubcek

  • Nível 06
  • *
  • Mensagens: 62
  • Sexo: Masculino
Re:Autodidatismo e vida dura
« Resposta #2 Online: 15 de Fevereiro de 2015, 17:07:15 »
Por que você não presta um concurso público para uma cidade grande, vai morar lá (pagando aluguel) e depois começa a faculdade? Pelo que dá pra deduzir do que você disse, seria fácil para você passar no concurso e depois passar num vestibular de universidade pública. Meio corrido estudar e trabalhar, mas conheço gente bem menos intelectual que consegue.

Olá, Domiciano.

Já pensei nisso. Mas os concursos geralmente só oferecem vagas razoáveis àqueles que têm curso superior, não? Os alugueis, hoje, têm preços exorbitantes. Moro no Estado do Rio. Qualquer cidade serrana, como Petrópolis, tem muita procura e poucos preços generosos. Isso para não falar na capital.

Um abraço.
Ich bin ein bisschen müde.

Offline Diegojaf

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 23.973
  • Sexo: Masculino
  • Bu...
Re:Autodidatismo e vida dura
« Resposta #3 Online: 15 de Fevereiro de 2015, 17:50:32 »
Qualquer concurso de tribunal (nivel médio) hoje paga em média 5000.
"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." - Rui Barbosa

http://umzumbipordia.blogspot.com - Porque a natureza te odeia e a epidemia zumbi é só a cereja no topo do delicioso sundae de horror que é a vida.

Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.071
  • Sexo: Masculino
Re:Autodidatismo e vida dura
« Resposta #4 Online: 15 de Fevereiro de 2015, 18:21:21 »
Por que você não presta um concurso público para uma cidade grande, vai morar lá (pagando aluguel) e depois começa a faculdade? Pelo que dá pra deduzir do que você disse, seria fácil para você passar no concurso e depois passar num vestibular de universidade pública. Meio corrido estudar e trabalhar, mas conheço gente bem menos intelectual que consegue.

Olá, Domiciano.

Já pensei nisso. Mas os concursos geralmente só oferecem vagas razoáveis àqueles que têm curso superior, não? Os alugueis, hoje, têm preços exorbitantes. Moro no Estado do Rio. Qualquer cidade serrana, como Petrópolis, tem muita procura e poucos preços generosos. Isso para não falar na capital.

Um abraço.

Não... Há concursos que pagam bem para nível médio. E você não precisa alugar uma casa ou apartamento só para você: se você estiver mesmo obstinado e não ligar para luxo, pode morar em uma república e pagar por volta de 500 a 700 reais com contas inclusas. Fora as próprias universidades, que às vezes fornecem moradia ou dão auxílios para estudantes de baixa renda.

Eu estudo em uma universidade pública em Santo André (UFABC) e dividi quarto três anos com um colega que veio da Bahia praticamente só com as roupas do corpo. Eu saí e ele está lá até hoje, trabalhando e estudando.

Offline Rocky Joe

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.742
  • Sexo: Masculino
Re:Autodidatismo e vida dura
« Resposta #5 Online: 15 de Fevereiro de 2015, 19:24:33 »
Por que você não presta um concurso público para uma cidade grande, vai morar lá (pagando aluguel) e depois começa a faculdade? Pelo que dá pra deduzir do que você disse, seria fácil para você passar no concurso e depois passar num vestibular de universidade pública. Meio corrido estudar e trabalhar, mas conheço gente bem menos intelectual que consegue.

Olá, Domiciano.

Já pensei nisso. Mas os concursos geralmente só oferecem vagas razoáveis àqueles que têm curso superior, não? Os alugueis, hoje, têm preços exorbitantes. Moro no Estado do Rio. Qualquer cidade serrana, como Petrópolis, tem muita procura e poucos preços generosos. Isso para não falar na capital.

Um abraço.

No Rio, há a possibilidade dividir quarto. Há diversos sites para isso, com preços razoáveis. A Rural (UFRRJ) é uma universidade onde é razoavelmente barato morar, e você pode morar no alojamento de graça e ganhar até bolsa de alimentação. Será talvez mais difícil arranjar um emprego lá - mas não é tão longe assim de Nova Iguaçu ou a zona oeste do Rio.

A UFRJ também tem alojamento no fundão, mas não sei se é fácil entrar.

Quando fiz Rural, paguei setenta reais no aluguel, e fiz excelentes amizades com quem morei. Mas sou sortudo. :)

Offline Rocky Joe

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.742
  • Sexo: Masculino
Re:Autodidatismo e vida dura
« Resposta #6 Online: 15 de Fevereiro de 2015, 19:49:44 »
Dubcek, você parece ter criado diversos muros para não interagir com pessoas normalmente, provavelmente para se proteger. Não tenho nenhuma solução, naturalmente.

Assista Evangelion. É sobre isso! :P

Offline Dubcek

  • Nível 06
  • *
  • Mensagens: 62
  • Sexo: Masculino
Re:Autodidatismo e vida dura
« Resposta #7 Online: 16 de Fevereiro de 2015, 20:27:17 »
Por que você não presta um concurso público para uma cidade grande, vai morar lá (pagando aluguel) e depois começa a faculdade? Pelo que dá pra deduzir do que você disse, seria fácil para você passar no concurso e depois passar num vestibular de universidade pública. Meio corrido estudar e trabalhar, mas conheço gente bem menos intelectual que consegue.

Olá, Domiciano.

Já pensei nisso. Mas os concursos geralmente só oferecem vagas razoáveis àqueles que têm curso superior, não? Os alugueis, hoje, têm preços exorbitantes. Moro no Estado do Rio. Qualquer cidade serrana, como Petrópolis, tem muita procura e poucos preços generosos. Isso para não falar na capital.

Um abraço.

Não... Há concursos que pagam bem para nível médio. E você não precisa alugar uma casa ou apartamento só para você: se você estiver mesmo obstinado e não ligar para luxo, pode morar em uma república e pagar por volta de 500 a 700 reais com contas inclusas. Fora as próprias universidades, que às vezes fornecem moradia ou dão auxílios para estudantes de baixa renda.

Eu estudo em uma universidade pública em Santo André (UFABC) e dividi quarto três anos com um colega que veio da Bahia praticamente só com as roupas do corpo. Eu saí e ele está lá até hoje, trabalhando e estudando.

Boa noite. Me informarei sobre isso.

Eu estou, sim, disposta a morar, sem luxo, junto com outras pessoas. Mas tem a questão da iniciativa, o medo etc. Fui criado dentro de casa, superproteção, sem qualquer experiência; em suma, sou um bobo. Além de ter vivido toda a minha na roça, ainda cresci trancado dentro de casa, o que me conduziu à timidez. Como se não bastasse. tenho um pai extremamente autoritário e agressivo; um pai que nunca me elogiou, mas, pelo contrário, só se dirige a mim para criticar e insinuar que sou um pária, que sou um veadinho. Qualquer um que não seja um grosseiro como ele é, pois, torna-se automaticamente um homossexual.

A propósito, isso acabou de acontecer. Estou de saco cheio.

Obrigado!
« Última modificação: 16 de Fevereiro de 2015, 20:32:06 por Dubcek »
Ich bin ein bisschen müde.

Offline Dubcek

  • Nível 06
  • *
  • Mensagens: 62
  • Sexo: Masculino
Re:Autodidatismo e vida dura
« Resposta #8 Online: 16 de Fevereiro de 2015, 20:33:01 »
Por que você não presta um concurso público para uma cidade grande, vai morar lá (pagando aluguel) e depois começa a faculdade? Pelo que dá pra deduzir do que você disse, seria fácil para você passar no concurso e depois passar num vestibular de universidade pública. Meio corrido estudar e trabalhar, mas conheço gente bem menos intelectual que consegue.

Olá, Domiciano.

Já pensei nisso. Mas os concursos geralmente só oferecem vagas razoáveis àqueles que têm curso superior, não? Os alugueis, hoje, têm preços exorbitantes. Moro no Estado do Rio. Qualquer cidade serrana, como Petrópolis, tem muita procura e poucos preços generosos. Isso para não falar na capital.

Um abraço.

No Rio, há a possibilidade dividir quarto. Há diversos sites para isso, com preços razoáveis. A Rural (UFRRJ) é uma universidade onde é razoavelmente barato morar, e você pode morar no alojamento de graça e ganhar até bolsa de alimentação. Será talvez mais difícil arranjar um emprego lá - mas não é tão longe assim de Nova Iguaçu ou a zona oeste do Rio.

A UFRJ também tem alojamento no fundão, mas não sei se é fácil entrar.

Quando fiz Rural, paguei setenta reais no aluguel, e fiz excelentes amizades com quem morei. Mas sou sortudo. :)

Muito obrigado! Acho que a minha resposta acima também responde a esta postagem. :-)
Ich bin ein bisschen müde.

Offline Dubcek

  • Nível 06
  • *
  • Mensagens: 62
  • Sexo: Masculino
Re:Autodidatismo e vida dura
« Resposta #9 Online: 16 de Fevereiro de 2015, 20:33:44 »
Dubcek, você parece ter criado diversos muros para não interagir com pessoas normalmente, provavelmente para se proteger. Não tenho nenhuma solução, naturalmente.

Assista Evangelion. É sobre isso! :P

Exato. Pense em 20 anos de autoritarismo familar e uns 5 de bullying diários. O resultado é esse fracasso que está lhe dirigindo essas linhas.
Ich bin ein bisschen müde.

Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.071
  • Sexo: Masculino
Re:Autodidatismo e vida dura
« Resposta #10 Online: 17 de Fevereiro de 2015, 00:37:44 »
Por que você não presta um concurso público para uma cidade grande, vai morar lá (pagando aluguel) e depois começa a faculdade? Pelo que dá pra deduzir do que você disse, seria fácil para você passar no concurso e depois passar num vestibular de universidade pública. Meio corrido estudar e trabalhar, mas conheço gente bem menos intelectual que consegue.

Olá, Domiciano.

Já pensei nisso. Mas os concursos geralmente só oferecem vagas razoáveis àqueles que têm curso superior, não? Os alugueis, hoje, têm preços exorbitantes. Moro no Estado do Rio. Qualquer cidade serrana, como Petrópolis, tem muita procura e poucos preços generosos. Isso para não falar na capital.

Um abraço.

Não... Há concursos que pagam bem para nível médio. E você não precisa alugar uma casa ou apartamento só para você: se você estiver mesmo obstinado e não ligar para luxo, pode morar em uma república e pagar por volta de 500 a 700 reais com contas inclusas. Fora as próprias universidades, que às vezes fornecem moradia ou dão auxílios para estudantes de baixa renda.

Eu estudo em uma universidade pública em Santo André (UFABC) e dividi quarto três anos com um colega que veio da Bahia praticamente só com as roupas do corpo. Eu saí e ele está lá até hoje, trabalhando e estudando.

Boa noite. Me informarei sobre isso.

Eu estou, sim, disposta a morar, sem luxo, junto com outras pessoas. Mas tem a questão da iniciativa, o medo etc. Fui criado dentro de casa, superproteção, sem qualquer experiência; em suma, sou um bobo. Além de ter vivido toda a minha na roça, ainda cresci trancado dentro de casa, o que me conduziu à timidez. Como se não bastasse. tenho um pai extremamente autoritário e agressivo; um pai que nunca me elogiou, mas, pelo contrário, só se dirige a mim para criticar e insinuar que sou um pária, que sou um veadinho. Qualquer um que não seja um grosseiro como ele é, pois, torna-se automaticamente um homossexual.

A propósito, isso acabou de acontecer. Estou de saco cheio.

Obrigado!

Acho que tem uma grande chance de você encontrar pessoas com perfis semelhantes ao seu na universidade. Fora que a experiência de morar longe da família e tomar as próprias decisões vai te trazer muito mais maturidade. Pelo menos comigo foi assim.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!