Mensagens Recentes

Páginas: [1] 2 3 4 5 ... 10
1
Música, Arte e Cultura / Re:Salvator Mundi de Leonardo da Vinci
« Última Mensagem: por Arcanjo Lúcifer Online Hoje às 12:59:25 »
Quer saber quanto valeria de verdade? Preço real da obra?

É simples, basta colocar lado a lado com obras de artistas anônimos para vender sem identificação do autor.

Garanto que a porcaria vai encalhar ou vai ser vendida por algum valor ridículo.
2
Música, Arte e Cultura / Re:Salvator Mundi de Leonardo da Vinci
« Última Mensagem: por Arcanjo Lúcifer Online Hoje às 12:53:43 »


Leiloado por US$ 225.000 na Christies.
http://www.christies.com/features/Twombly-Circle-of-Fire-8684-1.aspx



Leiloado por US$ 32.375.000


Não entendo esses critérios de formação de preço no mercado de arte.

É bem simples.

O cara do rabisco é amigo de algum rico famoso, o amigo rico e famoso dá um empurrão,  os críticos não querem se indispor com o cara rico apesar de cagarem e andarem para o cara do rabisco e então enchem a bola do cara.

Alguém entra de gaiato e compra os rabiscos do medíocre para revender depois porque sabe que tem alguém importante empurrando a carreira do cara, então outro gaiato compra a obra e passa para frente pelo mesmo motivo.

Pronto, chegou ao ponto em que qualquer porcaria que o cara faça já é coisa de gênio das artes e ninguém vai falar o contrário para não f* a própria carreira.

Mais ou menos como certo arquiteto que só fazia caixas de sapatos com concreto e vidro.

Pronto, é assim que nasce um gênio das artes ou da arquitetura.
3
Música, Arte e Cultura / Re:Salvator Mundi de Leonardo da Vinci
« Última Mensagem: por Arcanjo Lúcifer Online Hoje às 12:43:27 »
Acho que o Van Gogh tinha um problema sério com a divulgação do trabalho dele, não adianta produzir algo bom e não saber vender o peixe.

Tinha que se preocupar apenas em produzir e deixar as vendas a outra pessoa.
Van Gogh passou a ser mais popular no fim da década de 1880, e de início, apenas apreciado por outros artistas e críticos. Apenas depois da sua morte e da morte de seu irmão (1890 e 1891, respectivamente), a sua cunhada, que passou a ser "herdeira" de centenas de seus quadros, teve que arranjar um jeito de vender. Entrou em contato com conhecidos e amigos da alta sociedade e das artes, e à partir de exposições promovidas por essas pessoas ele ganhou fama.

Pois é.

Se tivesse deixado por conta dela antes não teria morrido de fome.

Tinha que se preocupar em produzir e deixar as vendas a quem tinha contatos.
4
Música, Arte e Cultura / Re:Filmes mais esperados
« Última Mensagem: por Arcanjo Lúcifer Online Hoje às 12:39:48 »
Puts escorreu até uma lágrima agora. Minha fase favorita do MOHAA.
Praticamente um "Saving Private Ryan - The Game". Jogaço.

Vocês são uns vendidos. Já fazem isso desde os Medal of Honor.

Eu particularmente não gosto desses games muito roteirizados.

Cheguei ao fim em duas versões do jogo.
5
Ceticismo / Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Última Mensagem: por Leafar Online Hoje às 10:30:25 »
Nao sei por que essas desculpas do forista Leafar me lembram o Dragao na Garagem de Carl Sagan

Existe uma falácia que diz que só devemos admitir a existência de algo perante provas. Que sem provas, admitir algo seria ingenuidade. E aí Sagan usa o exemplo do dragão da garagem para criar o seu espantalho.

Mas isso não é absoluto. Pode tanto me convir admitir a inexistência de algo até provas em contrário (como o dragão na garagem), como admitir a existência de algo até provas em contrário. A minha existência inteligível é para mim real até provas em contrário, porque do contrário eu teria que começar a me olhar como "coisa" ao invés de "pessoa", e só mesmo uma evidência extraordinária para me fazer admitir isso. A imortalidade da minha alma é também real até provas em contrário, pelo mesmo motivo. Deus para mim também existe até provas em contrário, porque não quero crer que a minha alma imortal viva em comunhão com outras em estado de plena anarquia, etc...

Há outras situações mais pragmáticas. Para mim, por exemplo, você é honesto até provas em contrário, para mim você não é um psicopata até provas em contrário. Eu pré-julgo o melhor de você até provas em contrário, e não o inverso, etc... Tanto a realidade como a irrealidade da proposição podem ser admitidas até provas em contrário.
6
Ceticismo / Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Última Mensagem: por Leafar Online Hoje às 10:18:34 »
Citar
What's going on there? Why do people so tenaciously stick to the views they've already formed? Shouldn't a cognitive mind be open to evidence...to the facts...to reason? Well, that's hopeful but naïve, and ignores a vast amount of social science evidence that has shown that facts, by themselves, are meaningless. They are ones and zeroes to your mental computer, raw blank data that only take on meaning when run through the software of your feelings. Melissa Finucane and Paul Slovic and others call this "The Affect Heuristic" , the subconscious process of taking information and processing it through our feelings and instincts and life circumstances and experiences...anything that gives the facts valence - meaning...which turns raw meaningless data into our judgments and views and opinions.

Okay, but why do we cling to our views so tenaciously after they are formed? Interesting clues come from two areas of study...self-affirmation, and Cultural Cognition. Both areas suggest that we cling to our views because the walls of our opinions are like battlements that keep the good guys inside (us) safe from the enemy without (all those dopes with different opinions than ours). Quite literally, our views and opinions may help protect us, keep us safe, literally help us survive. Small wonder then that we fight so hard to keep those walls strong and tall.
https://www.psychologytoday.com/blog/how-risky-is-it-really/201007/why-changing-somebody-s-mind-or-yours-is-hard-do

Nossa! Isso aqui é dogmático até não poder mais, com exceção do trecho onde ele diz "both area suggest...". Mas sugestões por sugestões, prefiro as minhas, rsrsrs...
8
Ceticismo / Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Última Mensagem: por criso Online Hoje às 00:44:33 »
O que sobrevive após a morte é a CONSCIÊNCIA.
9
Ceticismo / Re:Cientista explica porque a vida após a morte é impossível
« Última Mensagem: por criso Online Hoje às 00:41:53 »
isso só prova que a personalidade morre. Mas isso é óbvio. A personalidade é nascida desta natureza, de todo o acúmulo de experiências, memórias, predisposições, etc. Quem disse que é a personalidade o que há de eterno? Isso tem tudo a ver com o outro tópico que criei recentemente.
10
Música, Arte e Cultura / Re:Filmes mais esperados
« Última Mensagem: por Lorentz Online Ontem às 23:43:55 »
Puts escorreu até uma lágrima agora. Minha fase favorita do MOHAA.
Praticamente um "Saving Private Ryan - The Game". Jogaço.

Vocês são uns vendidos. Já fazem isso desde os Medal of Honor.

Eu particularmente não gosto desses games muito roteirizados.
Páginas: [1] 2 3 4 5 ... 10
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!