Mensagens Recentes

Páginas: [1] 2 3 4 5 ... 10
1
Ceticismo / Re:Ateus estão CONDENADOS
« Última Mensagem: por Gigaview Online Hoje às 00:30:03 »
Citar
Para se reconhecer incapaz, o ateu, nesse caso, precisaria ter ao menos tentado sentir o que é de natureza religiosa e isso nem sempre acontece porque exige uma predisposição que não faz sentido para ele. No entanto, muitos ateus são ex-crentes que experimentaram o que é de natureza religiosa

"Experimentaram", entre aspas, mas será que experimentaram MESMO?

Vou colar a parte que você convenientemente omitiu da minha frase: "...até porque não se tem como provar, que a decisão pelo ateísmo foi devido à algum tipo de incapacidade".

Essa dúvida se experimentou ou não também cabe aos crentes que são especialistas em experimentar "coisas". :histeria:

Citar
Digo, uma coisa é ficar sentado, cantando, concordando, dizendo que acredita ou ter sido criado em uma família que incutiu a crença como hábito, algo cultural e social. Outra coisa é ter realmente experimentado em primeira pessoa estados de consciências não-cotidianos associados à experiência religiosa, como, por exemplo, o fenômeno da mediunidade.

Bullshit. Essa é a falácia do médium escocês. :histeria:

Citar
Com isso não estou dizendo que a mediunidade seja realmente provocada pelo o que o espiritismo diz, estou apenas me referindo ao estado subjetivo do indivíduo-médium que, em primeira pessoa, sente estar passando por tudo aquilo. Ou, como outro exemplo, aqueles êxtases em igrejas evangélicas onde as pessoas começam a dançar e rodar, muito presentes em outras manifestações religiosas também.

Quase fui expulso do meu colégio porque com 14 anos de idade deixei um colega hipnotizado no recreio, plantado no meio do pátio, achando que era uma árvore. Ele teve uma experiência botânica em primeira pessoa. :histeria:

Citar
A questão é - quando alguém que hoje se diz ateu se diz ex-crente, será que ele realmente experimentava diretamente coisas desse tipo? Ou só se rotulava crente, por família ou hábito, como crenças mortas?

Você não tem como responder. Experiências mentais são pessoais e intransferíveis. O que sabemos ao certo é que as pessoas mentem muito ou se iludem com facilidade.

Citar
Certo, eu não vou entrar na discussão da veracidade ou não destes fenômenos, ...

Acho bom. Seria um vexame insistir nessa bobagem.

Citar
...o que estou querendo dizer é que - o ex-crente hoje ateu, foi sempre um ateu enrustido. Para ele, crer era uma atividade meramente intelectual, cultural e social. O mesmo se dá com o ex-espírita e o ex-whatever.

Olha a falácia do médium escocês aí de novo... :histeria:
Quer dizer que existem crentes e crentes escoceses? Todos que pularam fora para o ateísmo não eram crentes verdadeiros?
 :histeria:

Citar
Retiro minhas palavras se aparecer neste tópico algo como um ex-médium hoje ateu, ou uma daquelas pessoas que entram em alto êxtase místico e religioso, e que tenha simplesmente descartado tudo isso e adotado uma postura cética e materialista. Talvez o ateísmo seja uma predisposição, como devido a um certo tipo de uso do cérebro ou até mesmo fator genético. Só gostaria de saber, por acaso existe ex-médium/místico/whatever que tenha abandonado e aderido ao ateísmo materialista?

Pode retirar então... :histeria:

http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=6617.msg113722#msg113722

Já estou preparado para mais um argumento esfarrapado.
2
Quanto a pergunta. Eu simpatizo com o cristianismo. Tem muita coisa boa.

Eu acho que você já está na ante-sala da crença religiosa.

Falta pouco para a sua conversão.


E  por outro lado a filosofia naturalista está longe de ser perfeita. 

Ela não é perfeita.

Mas é a única que não precisa admitir 'amigos imaginários'.
3
Origens e Evolução / Re:Exemplos de mutações benéficas.
« Última Mensagem: por Geotecton Online Hoje às 00:03:40 »
Demonstrou o que ?  Demonstrou  que os evolucionistas não  tem quase nada de mutações benéficas aleatórias significativas para mostrarem ?

Você não conhece nada de TSE e nem de biologia em geral.

Porquê você não lê compêndios especializados nesta área?
4
A Rússia com seu governo forte salvou a Síria  de ter o mesmo trágico destino da  Líbia.    :ok:

Hoje você se superou em escrever bobagens anti-estadunidenses.
5
Mas já que o assunto é esse, e aí JJ, a ditadura russa, é boa?
[...]
E eu também sou livre para julgar e classificar como quiser, e no meu julgamento não tem ditadura nenhuma na Rússia. Lá tem um governo mais forte.
[...]

Sim, você é livre para julgar e classificar como quiser.

E para escrever besteiras, também.

A Rússia tem um governo que controla o Legislativo e o Judiciário.

Uma ditadura, para efeito prático.
6
Papo Furado / Re:Imagens de momentos históricos
« Última Mensagem: por Gigaview Online Ontem às 23:21:31 »
Rua de Paris ~1890

7


A Rússia com seu governo forte salvou a Síria  de ter o mesmo trágico destino da  Líbia.    :ok:
 

8


Rússia com governo forte.     :ok:


9
Ceticismo / Re:Ateus estão CONDENADOS
« Última Mensagem: por criso Online Ontem às 22:29:45 »
Citar
Para se reconhecer incapaz, o ateu, nesse caso, precisaria ter ao menos tentado sentir o que é de natureza religiosa e isso nem sempre acontece porque exige uma predisposição que não faz sentido para ele. No entanto, muitos ateus são ex-crentes que experimentaram o que é de natureza religiosa
"Experimentaram", entre aspas, mas será que experimentaram MESMO? Digo, uma coisa é ficar sentado, cantando, concordando, dizendo que acredita ou ter sido criado em uma família que incutiu a crença como hábito, algo cultural e social. Outra coisa é ter realmente experimentado em primeira pessoa estados de consciências não-cotidianos associados à experiência religiosa, como, por exemplo, o fenômeno da mediunidade. Com isso não estou dizendo que a mediunidade seja realmente provocada pelo o que o espiritismo diz, estou apenas me referindo ao estado subjetivo do indivíduo-médium que, em primeira pessoa, sente estar passando por tudo aquilo. Ou, como outro exemplo, aqueles êxtases em igrejas evangélicas onde as pessoas começam a dançar e rodar, muito presentes em outras manifestações religiosas também. A questão é - quando alguém que hoje se diz ateu se diz ex-crente, será que ele realmente experimentava diretamente coisas desse tipo? Ou só se rotulava crente, por família ou hábito, como crenças mortas?
Citar
Não existe modelo mental conveniente nesse caso, existe a realidade e a Ciência e até que se prove o contrário a melhor explicação para essas experiências místicas são de fato alucinações, superstições, viagens, delírios, etc.
Certo, eu não vou entrar na discussão da veracidade ou não destes fenômenos, o que estou querendo dizer é que - o ex-crente hoje ateu, foi sempre um ateu enrustido. Para ele, crer era uma atividade meramente intelectual, cultural e social. O mesmo se dá com o ex-espírita e o ex-whatever. Retiro minhas palavras se aparecer neste tópico algo como um ex-médium hoje ateu, ou uma daquelas pessoas que entram em alto êxtase místico e religioso, e que tenha simplesmente descartado tudo isso e adotado uma postura cética e materialista. Talvez o ateísmo seja uma predisposição, como devido a um certo tipo de uso do cérebro ou até mesmo fator genético. Só gostaria de saber, por acaso existe ex-médium/místico/whatever que tenha abandonado e aderido ao ateísmo materialista?
10
Papo Furado / Re:Imagens de momentos históricos
« Última Mensagem: por Gigaview Online Ontem às 22:27:21 »
Excelentes contribuições, Gigaview!

Essa técnica de colorização aplicada em D. Pedro II está quase inacreditável.

 :ok: Vou procurar outras.
Páginas: [1] 2 3 4 5 ... 10
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!