Autor Tópico: Gatófilos e cachorrófilos do CC  (Lida 115649 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline invalid name

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.293
Re:Gatófilos e cachorrófilos do CC
« Resposta #1650 Online: 17 de Outubro de 2016, 21:12:55 »
Citação de: SnowRaptor
Peguntei pra ele: "se fosse um peru congelado do supermercado, você não veria problemas, né?" :hmph:

Por outro lado, um peru estragado iria para o lixo sem pensar. Tirando o conteúdo emocional da relação com o pet, que acabou com a morte do animal, por que o destino não pode ser o mesmo do peru estragado? Motivos puramente higiênicos? Ou tem alguma coisa "espiritual" aí que justifica uma abordagem pseudocética?

Offline SnowRaptor

  • Webmaster
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 17.944
  • Sexo: Masculino
Re:Gatófilos e cachorrófilos do CC
« Resposta #1651 Online: 17 de Outubro de 2016, 21:32:45 »
Bem complicado e trabalhoso. Depender de serviço de incineração, congelamento (onde? como?), transporte, etc.
Em SP, acho que a clínica veterinária é obrigada a reter o corpo e incinerar. Se vocẽ encontra seu bichinho falecido em casa, eu não sei como funciona.

Aqui em Natal quem congelou foi a clínica, até descobrirmos o que fazer.

Imagino que devem existir veterinários que fazem esse serviço funerário, que até parece ser um bom negócio.
Tem sim. A clínica daqui tentou empurrar o cartão de algum particular que fazia serviço funerário.
Elton Carvalho

Antes de me apresentar sua teoria científica revolucionária, clique AQUI

“Na fase inicial do processo [...] o cientista trabalha através da
imaginação, assim como o artista. Somente depois, quando testes
críticos e experimentação entram em jogo, é que a ciência diverge da
arte.”

-- François Jacob, 1997

Offline SnowRaptor

  • Webmaster
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 17.944
  • Sexo: Masculino
Re:Gatófilos e cachorrófilos do CC
« Resposta #1652 Online: 17 de Outubro de 2016, 21:36:04 »
Citação de: SnowRaptor
Peguntei pra ele: "se fosse um peru congelado do supermercado, você não veria problemas, né?" :hmph:
Por outro lado, um peru estragado iria para o lixo sem pensar. Tirando o conteúdo emocional da relação com o pet, que acabou com a morte do animal, por que o destino não pode ser o mesmo do peru estragado? Motivos puramente higiênicos? Ou tem alguma coisa "espiritual" aí que justifica uma abordagem pseudocética?

Em Curitiba, acho que o destino é o aterro, mesmo, você liga pro 156 e chama o caminhão.

No meu caso, acho que era mais respeito ao que aquele corpo simbolizava e à sua memória e como eu e minha esposa nos sentíamos (e não como raciocinávamos) a respeito.
Elton Carvalho

Antes de me apresentar sua teoria científica revolucionária, clique AQUI

“Na fase inicial do processo [...] o cientista trabalha através da
imaginação, assim como o artista. Somente depois, quando testes
críticos e experimentação entram em jogo, é que a ciência diverge da
arte.”

-- François Jacob, 1997

Offline invalid name

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.293
Re:Gatófilos e cachorrófilos do CC
« Resposta #1653 Online: 17 de Outubro de 2016, 21:54:20 »
Achei estas orientações bastante úteis:

What Should I Do If My Dog Dies at Home?
http://dogs.about.com/od/petloss/f/What-Should-I-Do-If-My-Dog-Dies-At-Home.htm

Offline Pregador

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.824
  • Sexo: Masculino
  • "Veritas vos Liberabit".
Re:Gatófilos e cachorrófilos do CC
« Resposta #1654 Online: 17 de Outubro de 2016, 23:27:23 »
Outra curiosidade...

E quando o seu pet amigão morre, qual é o destino que vocês dão ao corpo?

Eu enterro os meus no quintal. O Inuki e o Tulkas estão lá no fundo.

Eu também sempre enterrei no quintal...
"O crime é contagioso. Se o governo quebra a lei, o povo passa a menosprezar a lei". (Lois D. Brandeis).

Offline Pregador

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.824
  • Sexo: Masculino
  • "Veritas vos Liberabit".
Re:Gatófilos e cachorrófilos do CC
« Resposta #1655 Online: 17 de Outubro de 2016, 23:28:44 »
Citação de: SnowRaptor
Peguntei pra ele: "se fosse um peru congelado do supermercado, você não veria problemas, né?" :hmph:
Por outro lado, um peru estragado iria para o lixo sem pensar. Tirando o conteúdo emocional da relação com o pet, que acabou com a morte do animal, por que o destino não pode ser o mesmo do peru estragado? Motivos puramente higiênicos? Ou tem alguma coisa "espiritual" aí que justifica uma abordagem pseudocética?

Em Curitiba, acho que o destino é o aterro, mesmo, você liga pro 156 e chama o caminhão.

No meu caso, acho que era mais respeito ao que aquele corpo simbolizava e à sua memória e como eu e minha esposa nos sentíamos (e não como raciocinávamos) a respeito.

Não dá para simplesmente ir para a área rural e enterrar num lugar bonito?
"O crime é contagioso. Se o governo quebra a lei, o povo passa a menosprezar a lei". (Lois D. Brandeis).

Offline Skorpios

  • Tesoureiro
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.865
  • Sexo: Masculino
  • Homenagem a mais um amigo morto.
Re:Gatófilos e cachorrófilos do CC
« Resposta #1656 Online: 18 de Outubro de 2016, 07:21:56 »
Aqui só tem três alternativas. Ou enterra no quintal e fica torcendo para ninguém te denunciar, pois tem alguma lei municipal que proíbe, ou manda incinerar como lixo hospitalar o que é caro e cachorro meu não é lixo mesmo morto, ou aceita o serviço da maioria das clínicas veterinárias, que encaminham o corpo para pessoas que tem sítios e oferecem o serviço de enterro.
Sempre optei pelo último.
Se você agir sempre com dignidade pode não melhorar o mundo, mas uma coisa é certa: haverá na Terra um canalha a menos.

Millôr Fernandes

Offline Johnny Cash

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.747
Re:Gatófilos e cachorrófilos do CC
« Resposta #1657 Online: 18 de Outubro de 2016, 08:05:35 »
Pra mim é no sítio.

Já passou da hora de se ter um serviço de extensão de vida de cachorro. Essa média de uns 10 anos é muito pouco.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!