Autor Tópico: Transgênicos  (Lida 3879 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.106
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re: Transgênicos
« Resposta #25 Online: 30 de Setembro de 2008, 00:37:31 »
Também, mais ou menos. A maior parte do medo me parece ser injustificado. Parece haver um medo de que se comer algo transgênico mais tarde se pode desenvolver tentáculos, ou que eles vão se espalhar e contaminar outras plantações (não havendo maior risco do que há com seres "normais"). Também já ouvi protestos sobre que tecnologias do tipo "terminator" obrigariam os agricultores a comprar mais e mais sementes, em vez de poder replantar sementes das próprias colheitas, mas novamente, isso só seria problema se os transgênicos fossem impostos, obrigatórios, o que não é o caso. Que eu saiba, todos podem continuar usando sementes não-transgênicas, ou comprar transgênicos sem essa tecnologia específica.

A única coisa um tanto mais excepcional é que a tecnologia de ponta teoricamente pode trazer diferenças mais significativas relevantes à saúde do que seria possível se chegar com hibridações já mais tradicionalmente estabelecidas e testadas. É um processo não-gradual, permite "saltos" de modificação, que seriam meio análogos a se pegar uma variedade totalmente desconhecida e meio "ET", com possivelmente coisas um pouco além daquelas que se esperaria das linhagens naturais.

Isso e coisas como aquilo de uma tecnologia que serve para se poder usar mais agrotóxicos; mas novamente, só é problema se esse "mais" significar algo como que há menos perda de colheira por uma quantidade saudável de agrotóxicos, em vez de que aumentar o risco de algo potencialmente nocivo ao consumo (risco existente também em não se usar agrotóxicos, alternativa que além de mais arriscada deve ser inerentemente mais cara). Não sei bem qual é o caso.



PS.: Não é mais para a área "ciência"?

Offline Unknown

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.322
  • Sexo: Masculino
  • Sem humor para piada ruim, repetida ou previsível
Re: Transgênicos
« Resposta #26 Online: 30 de Setembro de 2008, 15:04:39 »
Citar
Só para não perder o costume, digo que esse tópico deveria ser unido a outro mais antigo: http://clubecetico.org/forum/index.php/topic,1232.0.html

Difícil fazer isso agora, a não ser que dê um up naquele tópico, pois para juntar vemos os tópicos na ordem que aparecem na tela inicial da área, não há como fazer busca de tópico...
Não entendi direito.

"That's what you like to do
To treat a man like a pig
And when I'm dead and gone
It's an award I've won"
(Russian Roulette - Accept)

Offline Victor Pax

  • Nível 13
  • *
  • Mensagens: 273
Re: Transgênicos
« Resposta #27 Online: 30 de Setembro de 2008, 15:41:44 »
Minha visão sobre os trangêncicos é que se monitorados e avalizados não há problema.

Mas me preocupo com os trans feitos para resistir a herbicidas (de uma marca).
Pois além de ser "venda casada" quer dizer que pode-se usar mais daquele herbicida (mais veneno) do que se usaria na plantação normal.

E os trans com o gene "terminador" que faz com que o agricultor não consiga tirar grãos germináveis da variedade escolhida (normalmente a mais produtiva).
Se o agricultor tem conhecimento desse "acrescimo" já seria errado vincula-lo a compra, mas muitos nem sabem o que compram.
Grandes agricultores tem agrônomos a disposição, mas peguenos e médios podem estar vinculados a obrigatoriedade da compra do grão.

Fora a propaganda para compra de uma variedade de grão de uma cultura que leva outras variedades (que podem ser mais resistentes, mais versáteis, mas nutritivas ou uma variação dessas caracteristicas) a se tornarem raras ou desaparecerem.

Atheist

  • Visitante
Re: Transgênicos
« Resposta #28 Online: 30 de Setembro de 2008, 20:17:44 »
Minha visão sobre os trangêncicos é que se monitorados e avalizados não há problema.

Mas me preocupo com os trans feitos para resistir a herbicidas (de uma marca).
Pois além de ser "venda casada" quer dizer que pode-se usar mais daquele herbicida (mais veneno) do que se usaria na plantação normal.

Bom, não é venda casada pq o transgênico é feito para o princípio ativo, não para o herbicida famoso, e, no caso óbvio do glifosato, existem vários concorrentes do Roundup. Além disso, na verdade como é passado em tempo diferente, evita o uso de outros venenos piores, diminuindo em cerca de 40% o uso de agrotóxicos ao invés de aumentar, entre outros benefícios...


E os trans com o gene "terminador" que faz com que o agricultor não consiga tirar grãos germináveis da variedade escolhida (normalmente a mais produtiva).

É proibido pela legislação brasileira, pois o produtor tem o direito de guardar a semente para plantio. Agora, milho híbrido também não pode ser guardada a semente pelo produtor (por causa da produtividade diminuída em 50% por geração) e ninguém reclama, pelo contrário...

Se o agricultor tem conhecimento desse "acrescimo" já seria errado vincula-lo a compra, mas muitos nem sabem o que compram.
Grandes agricultores tem agrônomos a disposição, mas peguenos e médios podem estar vinculados a obrigatoriedade da compra do grão.

Pequenos produtores têm Emater à disposição além de agrônomos das prefeituras. Basta usar.

Fora a propaganda para compra de uma variedade de grão de uma cultura que leva outras variedades (que podem ser mais resistentes, mais versáteis, mas nutritivas ou uma variação dessas caracteristicas) a se tornarem raras ou desaparecerem.

Victor, novas variedades são lançadas anualmente pelas empresas como a Embrapa, entre outras, pois são anos de pesquisa para conseguirem lançar uma cultivar que no ano seguinte poderá ser obsoleta, uma vez que o clima muda, as condições mudam, as pragas mudam. No último ano, por exemplo, a Embrapa lançou mais de uma centena de variedades de sementes de milho novas. É assim que funciona o mercado.

Atheist

  • Visitante
Re: Transgênicos
« Resposta #29 Online: 30 de Setembro de 2008, 20:42:31 »
Citar
Só para não perder o costume, digo que esse tópico deveria ser unido a outro mais antigo: http://clubecetico.org/forum/index.php/topic,1232.0.html

Difícil fazer isso agora, a não ser que dê um up naquele tópico, pois para juntar vemos os tópicos na ordem que aparecem na tela inicial da área, não há como fazer busca de tópico...
Não entendi direito.

Esquece, já foi feito...

Offline Fabulous

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.425
MSN: fabulous3700@hotmail.com

Offline Victor Pax

  • Nível 13
  • *
  • Mensagens: 273
Re: Transgênicos
« Resposta #31 Online: 02 de Outubro de 2008, 15:40:15 »
"Victor, novas variedades são lançadas anualmente pelas empresas como a Embrapa, entre outras, pois são anos de pesquisa para conseguirem lançar uma cultivar que no ano seguinte poderá ser obsoleta, uma vez que o clima muda, as condições mudam, as pragas mudam. No último ano, por exemplo, a Embrapa lançou mais de uma centena de variedades de sementes de milho novas. É assim que funciona o mercado."

Com todo respeito Atheist, mas é assim que funciona o mercado, não a agricultura.
O clima não muda tanto de um ano para outro e as pragas não são combatidas pela semente que se planta, mas pelo defensivo utilizado..
Típica "logica de mercado" que como disse quer passar a imagem que uma variedade é "descartável" perante a nova (que será descartavel perante a do ano seguinte). como os carros, roupas e sapatos do ano anterior que "não servem" para este.

Como disse pura propaganda para compra de uma variedade de grão de uma cultura que pode levar outras variedades (que podem ser mais resistentes, mais versáteis, mas nutritivas ou uma variação dessas caracteristicas) a se tornarem raras ou desaparecerem.

Tanto que exigem os "bancos de sementes" para tentar preservar pelo menos parte dessas "variedades descartáveis".

Offline Luis Dantas

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.195
  • Sexo: Masculino
  • Morituri Delendi
    • DantasWiki
Re: Transgênicos
« Resposta #32 Online: 02 de Outubro de 2008, 17:09:53 »
Uma das razões por que a Embrapa lança novos cultivares é exatamente a resistência diferenciada a pragas, Victor.
Wiki experimental | http://luisdantas.zip.net
The stanza uttered by a teacher is reborn in the scholar who repeats the word

Em 18 de janeiro de 2010, ainda não vejo motivo para postar aqui. Estou nos fóruns Ateus do Brasil, Realidade, RV.  Se a Moderação reconquistar meu respeito, eu volto.  Questão de coerência.

Offline Fabulous

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.425
Re: Transgênicos
« Resposta #33 Online: 02 de Outubro de 2008, 22:12:19 »
O clima não muda tanto de um ano para outro e as pragas não são combatidas pela semente que se planta, mas pelo defensivo utilizado..

As sementes são melhoradas e carregam em seu gene proteções e resistência à pragas do solo, como nematóide e maior resistência à doenças de final de ciclo. O melhoramento genético também auxilia no melhor desenvolvimento da planta na fase de crescimento, maior enraizamento das plantas, maior grossura do colmo, engalhamento das astes, folhas mais robustas e maior quantidade de vagens.

Citar
Típica "logica de mercado" que como disse quer passar a imagem que uma variedade é "descartável" perante a nova (que será descartavel perante a do ano seguinte). como os carros, roupas e sapatos do ano anterior que "não servem" para este.

Existem cultivares de soja por exemplo, que ficam mais de 5 anos em campo obtendo ótimos resultados. Para conseguir uma variedade de milho por exemplo, é necessário vários estudos dos híbridos e cruzamentos durante anos para que essa nova variedade chegue ao mercado. Quando já está no mercado, após pesquisa e obtenção de bons resultados em campo, essa nova variedade fica em campo por quanto tempo quizer, até lançarem outra variedade mais resistente, melhorada e adaptada ao meio que atual. São milhares de dólares gasto em pesquisa, não existe isso de variedade discartável, a variedade discartável é aquele que não se produz bons resultados logo na pesquisa, nos cruzamentos. Não chega variedade no campo ao agricultor são previamentes testadas para verificar a obtenção de produtividade.

Citar
Como disse pura propaganda para compra de uma variedade de grão de uma cultura que pode levar outras variedades (que podem ser mais resistentes, mais versáteis, mas nutritivas ou uma variação dessas caracteristicas) a se tornarem raras ou desaparecerem.

Isso mesmo, uma variedade vai deixar de ser usada quando existir outra com uma melhoramento genético melhor que essa.

Citar
Tanto que exigem os "bancos de sementes" para tentar preservar pelo menos parte dessas "variedades descartáveis".


Não, a função dos bancos de sementes não é preservar variedades descartáveis. Da uma googlada ai.

Abraço.
MSN: fabulous3700@hotmail.com

Offline Victor Pax

  • Nível 13
  • *
  • Mensagens: 273
Re: Transgênicos
« Resposta #34 Online: 03 de Outubro de 2008, 08:12:15 »
Quando me referi ao banco de sementes, quis dizer que se as variedades novas são tão superiores não haveria nescessidade de guardar outras variedades (como as selvagens).

E quanto a lógica de mercado me refiro a concentração massiva nas variedade de monoculturas intensivas ficando cada vez mais concentrado na mão das empresas o que e como vai ser a melhor opção.

Luis, realmente são resistentes a diversas pragas pontuais, mas não ao ponto de dispensar agrotoxicos ou de ser trocada todo ano.. era o que quiz dizer.

E quanto a uma variedade deixar de ser usada quando existir outra com uma melhoramento genético melhor que essa, o milho (ou o arroz ) quase de F&¨%% com isso, tendo de recorrer a variedades selvagens para "fortalecer" linhagens (por isos o banco de sementes e o porque de achar mais propaganda do que verdade essa história de "melhor variedade da última semana").

Se me lembro a soja trans é resistente ao herbicida gantup (logo ele pode ser usado em dosagem maior) e se isso não é venda casada não seio o que é.
E se é usada maior concentração maior o risco de DL.

Lembrando que não sou contra os trans, mas sim contra certas propagandas das empresas.

Offline Luis Dantas

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.195
  • Sexo: Masculino
  • Morituri Delendi
    • DantasWiki
Re: Transgênicos
« Resposta #35 Online: 03 de Outubro de 2008, 08:39:22 »
Sobre o gantup o Atheist comentou na #28, você viu?
Wiki experimental | http://luisdantas.zip.net
The stanza uttered by a teacher is reborn in the scholar who repeats the word

Em 18 de janeiro de 2010, ainda não vejo motivo para postar aqui. Estou nos fóruns Ateus do Brasil, Realidade, RV.  Se a Moderação reconquistar meu respeito, eu volto.  Questão de coerência.

Offline Victor Pax

  • Nível 13
  • *
  • Mensagens: 273
Re: Transgênicos
« Resposta #36 Online: 03 de Outubro de 2008, 09:05:02 »
Sim, mas a "propaganda" não é essa e como disse se a cultura é mais resistente não quer dizer que se vai usar menos Roundup (é o contrário) e muito menos que não se vá usar outros agrotôxicos (o Roundup é apenas herbicida).

E como se está usando uma quantidade maior de Roundup o problema é maior.

Luis, imagine levar uma bafora da de CO2.
Agora imagine ficar por 1 minuto com o CO2 na sua cara?

Offline Nina

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.805
  • Sexo: Feminino
    • Biociência.org
Re: Transgênicos
« Resposta #37 Online: 08 de Outubro de 2008, 13:18:40 »
Glifosato é caro para caramba... só joga na lavoura mais do que precisa produtor burro.
"A ciência é mais que um corpo de conhecimento, é uma forma de pensar, uma forma cética de interrogar o universo, com pleno conhecimento da falibilidade humana. Se não estamos aptos a fazer perguntas céticas para interrogar aqueles que nos afirmam que algo é verdade, e sermos céticos com aqueles que são autoridade, então estamos à mercê do próximo charlatão político ou religioso que aparecer." Carl Sagan.

Offline Fabulous

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.425
Re: Transgênicos
« Resposta #38 Online: 08 de Outubro de 2008, 22:49:01 »
Verdade Nina. :ok:
MSN: fabulous3700@hotmail.com

Offline Victor Pax

  • Nível 13
  • *
  • Mensagens: 273
Re: Transgênicos
« Resposta #39 Online: 09 de Outubro de 2008, 10:02:03 »
Ué.. então para que plantar uma cultura resistenta a uma porção maior de Glifosato ?

Offline Fabulous

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.425
Re: Transgênicos
« Resposta #40 Online: 09 de Outubro de 2008, 13:29:16 »
Ué.. então para que plantar uma cultura resistenta a uma porção maior de Glifosato ?

Por que o Glifosato vai atuar só nas plantas daninhas, ao redor da cultura, todo tipo de plantas "indesejáveis" na área, que pode atrapalhar o rendimento da cultura é reduzido e não sobrevive à dosagem recomendada de Glifosato. A cultura "transgênica" é específica para áreas com muita incidência de plantas daninhas, pois vai reduzir o custo quando utilizar o Glifosato, que é um produto pós emergente. E o Roundup é específicos para plantas que possuem folha estreita, só vai matar plantas folha estreita.
MSN: fabulous3700@hotmail.com

Offline Victor Pax

  • Nível 13
  • *
  • Mensagens: 273
Re: Transgênicos
« Resposta #41 Online: 09 de Outubro de 2008, 14:06:06 »
Hum, faz sentido Fabulous.

Atheist

  • Visitante
Re: Transgênicos
« Resposta #42 Online: 14 de Outubro de 2008, 07:30:10 »
Sim, mas a "propaganda" não é essa e como disse se a cultura é mais resistente não quer dizer que se vai usar menos Roundup (é o contrário) e muito menos que não se vá usar outros agrotôxicos (o Roundup é apenas herbicida).

Propaganda de quem?

Atheist

  • Visitante
Re: Transgênicos
« Resposta #43 Online: 14 de Outubro de 2008, 07:40:09 »
Citar
E quanto a uma variedade deixar de ser usada quando existir outra com uma melhoramento genético melhor que essa, o milho (ou o arroz ) quase de F&¨%% com isso, tendo de recorrer a variedades selvagens para "fortalecer" linhagens (por isos o banco de sementes e o porque de achar mais propaganda do que verdade essa história de "melhor variedade da última semana").

Quando se trabalha uma linhagem, há cruzamentos em sequência para reforçar alguma característica. No entanto, enquanto se faz isso é muito provável que deixe de se observar outras, que podem não ser interessantes para um determinado fim, mas podem ser interessantes em outro. No final, a nova linhagem pode ter perdido qualidades interessantes mas mesmo assim ter boa produtividade, ser resistente a uma praga, ser mais nutritiva, etc.

Em um país imenso como o nosso, os bancos de germoplasma se justificam apenas para que consigamos desenvolver uma variedade produtiva para cada região. E nesse caso, poucos quilômetros são suficientes para mudar completamente o cenário e a necessidade de cada planta. Mas o principal mesmo é manter um banco onde o máximo da variabilidade fique protegido, pois não sabemos que característica vamos precisar amanhã, afinal, as pragas mudam, sim, o clima muda, as fronteiras agrícolas mudam.

Existe uma questão de mercado que vai além da agricultura? Certamente! Mas é só ver umas estatísticas sobre a produtividade por hectare de uns 20 anos para cá em qualquer cultura que é possível observar a diferença.

Retornando à questão crucial: sementes de milho híbrido, que perdem 50% do vigor a cada geração, produzem muito mais do que sementes de milho linhagem, que o produtor pode guardar a semente e na próxima safra o rendimento será semelhante. Isso os produtores já sabem há muito tempo, e ninguém reclamou. Por que reclamariam de pagar royalties ou comprar novamente as sementes se mesmo assim isso for mais lucrativo?

Offline Fabulous

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.425
Re: Transgênicos
« Resposta #44 Online: 14 de Outubro de 2008, 07:53:06 »
Citar
Porque Plantar milho Transgênico??

Um estudo realizado pelo pesquisador da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Esalq/USP, Antônio Fancelli, revela que o cultivo e comercialização do milho YieldGard, variedade geneticamente modificada (GM) resistente a insetos no Brasil, pode contribuir para a economia de, aproximadamente, US$ 1 bilhão, por ano, em toda a cadeia produtiva, trazendo ganhos a partir do agricultor até o consumidor final.

O levantamento, feito entre 1999 e 2000 pelo Departamento de Produção Vegetal da Esalq/USP, mostra que essa cultura transgênica proporciona economia e segurança a todos os envolvidos na produção agrícola, desde as propriedades agrícolas, passando pelos armazéns, esmagadoras, até chegar às indústrias de alimentos e consumidor final. O milho YieldGard foi desenvolvido pela Monsanto e tem inserido em seu código genético um gene da bactéria Bacillus thurigienses, que o torna resistente ao ataque de insetos e larvas

Fonte: Orkut, comunidade Milho Transgênico.


Explicação clara e simples.
MSN: fabulous3700@hotmail.com

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.106
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Transgênicos
« Resposta #45 Online: 24 de Janeiro de 2017, 23:03:49 »
Muito bom vídeo do Potholer52, o talk-origins-de-diversos-temas em um homem só

<a href="https://www.youtube.com/v/JnGiKr90zu8" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/JnGiKr90zu8</a>

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!