Autor Tópico: João de Deus  (Lida 13147 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Darkside

  • Nível 09
  • *
  • Mensagens: 99
Re: João de Deus
« Resposta #100 Online: 29 de Agosto de 2009, 20:18:11 »

O site da figura: http://www.joaodedeus.com.br/?gclid=CI3Gu__Ux5wCFQtN5QoddRDBIw

Ao que parece, ele é curandeiro. Ou seja, pratica crime...

Curandeirismo
Art. 284 - Exercer o curandeirismo:
I - prescrevendo, ministrando ou aplicando, habitualmente, qualquer substância;
II - usando gestos, palavras ou qualquer outro meio;
III - fazendo diagnósticos:
Pena - detenção, de seis meses a dois anos.
Parágrafo único - Se o crime é praticado mediante remuneração, o agente fica também sujeito à multa.

Não sabia que existia uma lei sobre isso.

Sendo assim, os tratamentos homeopáticos não poderiam ser considerados crimes?  ::)

Não, no Brasil a homeopatia é pratica médica reconhecida.

E prescrever remédio homeopáticos sem ser médico ( como já vi em centros espíritas) é exercício ilegal da medicina. No caso em questão o prescrevedor era o suposto espírito de um médico desencarnado...  ::)

Ah bom. Com certeza deve existir um Conselho Espiritual de Medicina para averiguar qualquer irregularidade no exercício da profissão de médicos desencarnados, não há nada a temer.

Offline Hold the Door

  • Editores
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.656
  • Sexo: Masculino
Re: João de Deus
« Resposta #101 Online: 29 de Agosto de 2009, 20:56:17 »
alguma novidade do assunto?

Em partes eu concordo com o Zé. Afirmar sem provas é complicado.
Quem afirmou primeiro foi o João de Deus. A ele cabe o ônus da prova, lembrando sempre que "alegações extraordinárias exigem evidências extraordinárias".

Na falta de qualquer evidência séria a favor e o fracasso nos testes a que foi submetido por céticos, preferimos aplicar a navalha de Ockham e ficar com a explicação mais simples. Quando e se aparecerem evidências realmente sérias, além das anedóticas, reavaliaremos nossa posição a respeito.

"pilgrims’ emotions may trigger the release of endorphins, brain-produced substances that reduce sensitivity to pain"

não sou médico, mas tenho quase certeza que evento algum, a não ser patológico, aumentará a endorfina a ponto de suportar a dor de um corte de bisturí
O poder da sugestão é muito grande, especialmente em situações altamente emocionais em indivíduos fragilizados pela doença. Além disso, ele tem o cuidado de só "cortar" em áreas de pouca ou nenhuma sensibilidade dolorosa.

o que me deixa mais impressionado, é não haver um estudo do CFM para explicar/desmarcarar/confirmar
Eu ficaria impressionado se houvesse. Essa não é a função, especialidade ou propósito do CFM. Casos como esse tem que ser explicados por ilusionistas profissionais, que sacam de primeira os truques utilizados, não por médicos ou cientistas, que embora especialistas em ciência de verdade, são tão leigos em ilusionismo como qualquer outra pessoa.
Hold the door! Hold the door! Ho the door! Ho d-door! Ho door! Hodoor! Hodor! Hodor! Hodor... Hodor...

Offline Thufir Hawat

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.881
  • Sexo: Masculino
  • It's easier to be terrified by an enemy you admire
Re: João de Deus
« Resposta #102 Online: 30 de Agosto de 2009, 22:08:24 »
não sou médico, mas tenho quase certeza que evento algum, a não ser patológico, aumentará a endorfina a ponto de suportar a dor de um corte de bisturí
Eu, nesse mesmo tópico, há mais de dois anos:
Mas quem garante que há cortes de fato? O próprio depoimento da operada me faz lembrar Pen & Teller fazendo "cirurgias mediúnicas" usando um dedo falso cheio de miúdos de galinha ensanguentados e uma esponja molhada.
E passados esses dois anos já vi o James Randi, Cris Angel, e outros fazerem a mesma coisa. Sem cortes, sem dor. Eles só dão a impressão de cortar.
Archimedes will be remembered when Aeschylus is forgotten, because languages die and mathematical ideas do not. "Immortality" may be a silly word, but probably a mathematician has the best chance of whatever it may mean.
G. H. Hardy, in "A Mathematician's Apology"

Offline Lucas Eduardo

  • Nível 03
  • *
  • Mensagens: 38
Re: João de Deus
« Resposta #103 Online: 02 de Setembro de 2009, 18:06:34 »
Citar
Quem afirmou primeiro foi o João de Deus. A ele cabe o ônus da prova, lembrando sempre que "alegações extraordinárias exigem evidências extraordinárias".

Na falta de qualquer evidência séria a favor e o fracasso nos testes a que foi submetido por céticos, preferimos aplicar a navalha de Ockham e ficar com a explicação mais simples. Quando e se aparecerem evidências realmente sérias, além das anedóticas, reavaliaremos nossa posição a respeito.

Sim sim, concordo. Mas entendo que se tu AFIRMA que é mentira, logo tu estaria se baseando em evidências.

É como na escala de Dawkins...eu tenho QUASE certeza que deuses não existem...

Citar
O poder da sugestão é muito grande, especialmente em situações altamente emocionais em indivíduos fragilizados pela doença. Além disso, ele tem o cuidado de só "cortar" em áreas de pouca ou nenhuma sensibilidade dolorosa.

em videos que vi, ele cortava punho, antebraço, mama...todas essas áreas são bastante sensíveis, inclusive com uma camada mais fina de queratina.

EU, não consigo conceber que uma pessoa, até entrar no estabelecimento, tenha sintomas comuns, e na hora simplesmente não tenha dor.

Imagino que os casos em que as pessoas têm dor, não seja divulgado.

Citar
Eu ficaria impressionado se houvesse. Essa não é a função, especialidade ou propósito do CFM. Casos como esse tem que ser explicados por ilusionistas profissionais, que sacam de primeira os truques utilizados, não por médicos ou cientistas, que embora especialistas em ciência de verdade, são tão leigos em ilusionismo como qualquer outra pessoa.

Penso que o CFM deveria estar MUITO ligado nesse caso, pois trata-se de saúde pública. Já pensou que se um açougueiro começa a aleijar pessoas numa cidadela, elas vão parar em hospitáis, gastando recursos desnecessários.

Seria medo de "cutucar" a crença popular?

Offline André T.

  • Nível 17
  • *
  • Mensagens: 494
  • Sexo: Masculino
  • All this pain is an illusion.
    • Meu blog
Re: João de Deus
« Resposta #104 Online: 02 de Setembro de 2009, 20:32:21 »
Citar
Sim sim, concordo. Mas entendo que se tu AFIRMA que é mentira, logo tu estaria se baseando em evidências.

Não é a mesma coisa. Aqui cabe a história do papai noel. Você tem certeza que ele não existe? Eu tenho, apesar de haver uma ínfima possibilidade dele existir. Para fins práticos, eu acho que nesses casos é válido afirmar que sim, ele está mentindo a não ser que apresente evidências e mais evidências.

(No caso de Deus eu vejo um pouco diferente, mas aí é mais uma questão pessoal do que qualquer outra coisa)
"Feed my will to feel this moment urging me to cross the line.
Reaching out to embrace the random.
Reaching out to embrace whatever may come."
Meu blog

Offline Contini

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.610
  • Sexo: Masculino
Re: João de Deus
« Resposta #105 Online: 02 de Setembro de 2009, 22:28:57 »
Acho engraçado essa estoria na qual o crente se agarra...
Um cético diz: Não dá para afirmar com absoluta certeza que inexiste algo que poderia ser chamado de deus, colocando numeros (figurativos) a chance dele existir é 0,0001%.
O crente vê aí a prova de que ele existe, ele está nesse 0,0001%.

Bom, contando outra história, na 2ª Guerra um piloto saltou de seu avião para escapar de um incendio (morrer na queda é melhor que queimado) mas ele sobreviveu! A chance disso acontecer é de 0,0001% (figurativamente), então voce vai contar com isso?
"A idade não diminui a decepção que a gente sente quando o sorvete cai da casquinha"  - anonimo

"Eu não tenho medo de morrer, só não quero estar lá quando isso acontecer"  - Wood Allen

    “O escopo da ciência é limitado? Sim, sem dúvida: limitado a tratar daquilo que existe, não daquilo que gostaríamos que existisse.” - André Cancian

Offline Lucas Eduardo

  • Nível 03
  • *
  • Mensagens: 38
Re: João de Deus
« Resposta #106 Online: 03 de Setembro de 2009, 17:21:46 »
Citar
Sim sim, concordo. Mas entendo que se tu AFIRMA que é mentira, logo tu estaria se baseando em evidências.

Não é a mesma coisa. Aqui cabe a história do papai noel. Você tem certeza que ele não existe? Eu tenho, apesar de haver uma ínfima possibilidade dele existir. Para fins práticos, eu acho que nesses casos é válido afirmar que sim, ele está mentindo a não ser que apresente evidências e mais evidências.

(No caso de Deus eu vejo um pouco diferente, mas aí é mais uma questão pessoal do que qualquer outra coisa)

Papai noel não foi filmado, fotografado, não teve milhares de pessoas que o viram entregado presentes...
Esse caso do João de deus é diferente de qualquer conto de fadas, pois ele existe, e qualquer um pode ir lá e verificar. Nem deus, papai noel ou qualquer outro podem ter essa opção.

Eu também penso que aquilo ali se trata de engodo, de alguma maneira. Mas não afirmo com convicção, pois não tenho onde me basear para refutar tais "fatos".



Offline André T.

  • Nível 17
  • *
  • Mensagens: 494
  • Sexo: Masculino
  • All this pain is an illusion.
    • Meu blog
Re: João de Deus
« Resposta #107 Online: 03 de Setembro de 2009, 17:25:43 »
Lucas,

João de Deus não é o Papai Noel. O Papai noel são 'operações mediúnicas que realmente funcionam'.
"Feed my will to feel this moment urging me to cross the line.
Reaching out to embrace the random.
Reaching out to embrace whatever may come."
Meu blog

Offline Hold the Door

  • Editores
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.656
  • Sexo: Masculino
Re: João de Deus
« Resposta #108 Online: 04 de Setembro de 2009, 01:41:25 »
Citar
Eu ficaria impressionado se houvesse. Essa não é a função, especialidade ou propósito do CFM. Casos como esse tem que ser explicados por ilusionistas profissionais, que sacam de primeira os truques utilizados, não por médicos ou cientistas, que embora especialistas em ciência de verdade, são tão leigos em ilusionismo como qualquer outra pessoa.

Penso que o CFM deveria estar MUITO ligado nesse caso, pois trata-se de saúde pública. Já pensou que se um açougueiro começa a aleijar pessoas numa cidadela, elas vão parar em hospitáis, gastando recursos desnecessários.

Seria medo de "cutucar" a crença popular?
Isso é da alçada do Ministério Público, não do CFM. E independe de qualquer estudo para explicar/desmarcarar/confirmar o João de Deus, é exercício ilegal de medicina de qualquer forma.
Hold the door! Hold the door! Ho the door! Ho d-door! Ho door! Hodoor! Hodor! Hodor! Hodor... Hodor...

Offline Peccatum

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 131
  • Sexo: Masculino
Re: João de Deus
« Resposta #109 Online: 06 de Setembro de 2009, 14:16:40 »
Imagino que os casos em que as pessoas têm dor, não seja divulgado.
O forista Morbius postou um artigo há uns 2 anos atrás neste tópico, se você der uma lida irá encontrar:

"Não foi identificado nenhum procedimento anestésico, mas dos seis pacientes examinados, apenas um se queixou de dor e todos afirmaram estarem lúcidos durante a cirurgia".

Poderia ser um caso em que a sugestão não tenha sido efetiva?

Além disso encontramos:

"Não foi possível fazer o meticuloso acompanhamento pós-operatório, mas em quatro relatos obtidos seis meses após a cirurgia, dois demonstraram significativa melhora, e dois que apresentavam hemorragia retiniana e sinusite crônica afirmaram não ter obtido benefício algum".

Em resumo, foram pesquisados 6 pacientes,  mas apenas 4 foram revisitados 6 meses após o tal ato cirurgico, sendo que dos quatro 2 melhoraram e 2 não apresentaram melhora alguma. Enfim, o trabalho não têm relevância estatística, e não foi avaliado a possibilidade de ocorrer efeito placebo (embora haja uma discussão a respeito disso). Uma outra questão é que aparentemente os pacientes não interromperam o tratamento convencional:

Esse tipo de "terapia", em nosso país, não se opõe à medicina científica, mas procura funcionar de modo complementar32, o que também foi observado neste estudo.

O que torna mais dificil ainda concluir qualquer coisa a respeito.
« Última modificação: 06 de Setembro de 2009, 14:22:36 por Peccatum »

Offline Dr. Manhattan

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.342
  • Sexo: Masculino
  • Malign Hypercognitive since 1973
Re:João de Deus
« Resposta #110 Online: 30 de Junho de 2013, 15:23:51 »
Olha só:

Citar
Lula e o médium

por Ilimar Franco

Ilimar Franco, O Globo

O ex-presidente Lula tem recorrido a recursos não convencionais para cuidar de sua saúde. Ele tem feito consultas com o médium João de Deus, que recebe doentes do mundo inteiro, na cidade de Abadiânia (GO).

Com o aval de seus médicos, Lula já esteve, pelo menos, duas vezes com João de Deus. Para ministrar “tratamento espiritual” a Lula, o médium fez viagens até São Paulo.

Independentemente da evolução e do diagnóstico atual do câncer do ex-presidente Lula, segundo um amigo, ele tem recorrido ao médium. Um secretário estadual confidenciou o fato a amigos.

Um profissional liberal, que conhece os fatos, conta que João de Deus, conhecido no exterior por seus “tratamentos espirituais” e “cirurgias mediúnicas”, atendeu também o vice José Alencar.

O petista acrescenta que outros políticos recorreram recentemente ao médium. O profissional cita, ainda, o caso da recuperação do familiar de um importante integrante do gabinete da presidente Dilma. João de Deus tem na sua lista de pacientes o ex-presidente Bill Clinton.

fonte: http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2013/06/30/lula-o-medium-por-ilimar-franco-501721.asp

Bem, se funcionou pro José Alencar, deverá funcionar pro Lula. :)
You and I are all as much continuous with the physical universe as a wave is continuous with the ocean.

Alan Watts

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.208
  • Sexo: Masculino
Re:João de Deus
« Resposta #111 Online: 30 de Junho de 2013, 15:59:14 »
O encontro de charlatões...  :P
Foto USGS

Offline FZapp

  • Administradores
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.554
  • Sexo: Masculino
  • El Inodoro Pereyra
    • JVMC
Re:João de Deus
« Resposta #112 Online: 08 de Julho de 2013, 13:20:38 »
Não sei se o João de Deus vai curar o Lula, mas com certeza agora vota no PT ! :twisted:
--
Si hemos de salvar o no,
de esto naides nos responde;
derecho ande el sol se esconde
tierra adentro hay que tirar;
algun día hemos de llegar...
despues sabremos a dónde.

"Why do you necessarily have to be wrong just because a few million people think you are?" Frank Zappa

Offline Feliperj

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.101
Re: João de Deus
« Resposta #113 Online: 09 de Julho de 2013, 12:21:34 »
Acho engraçado essa estoria na qual o crente se agarra...
Um cético diz: Não dá para afirmar com absoluta certeza que inexiste algo que poderia ser chamado de deus, colocando numeros (figurativos) a chance dele existir é 0,0001%.
O crente vê aí a prova de que ele existe, ele está nesse 0,0001%.

Bom, contando outra história, na 2ª Guerra um piloto saltou de seu avião para escapar de um incendio (morrer na queda é melhor que queimado) mas ele sobreviveu! A chance disso acontecer é de 0,0001% (figurativamente), então voce vai contar com isso?

Só se o cético souber MATEMÁGICA!!!! De onde se tirou que a probabilidade de o universo ter um criador é 0,0001 %?!?!


Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.358
  • Love it or Hate it
Re:João de Deus
« Resposta #114 Online: 09 de Julho de 2013, 17:00:22 »
O Contini só quiz dizer que existe uma probabilidade mínima dele ir arder no inferno.

Offline Tupac

  • Nível 39
  • *
  • Mensagens: 3.901
Re:João de Deus
« Resposta #115 Online: 13 de Julho de 2013, 17:30:33 »
Acho engraçado essa estoria na qual o crente se agarra...
Um cético diz: Não dá para afirmar com absoluta certeza que inexiste algo que poderia ser chamado de deus, colocando numeros (figurativos) a chance dele existir é 0,0001%.
O crente vê aí a prova de que ele existe, ele está nesse 0,0001%.

Bom, contando outra história, na 2ª Guerra um piloto saltou de seu avião para escapar de um incendio (morrer na queda é melhor que queimado) mas ele sobreviveu! A chance disso acontecer é de 0,0001% (figurativamente), então voce vai contar com isso?

Só se o cético souber MATEMÁGICA!!!! De onde se tirou que a probabilidade de o universo ter um criador é 0,0001 %?!?!


Cara, qual a parte do "figurativo" que não ficou explicita no comentário?
hauhauhauha...
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida."
 - Carl Sagan

"O que é afirmado sem argumentos, pode ser descartado sem argumentos." - Navalha de Hitchens

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.208
  • Sexo: Masculino
Re:João de Deus
« Resposta #116 Online: 13 de Julho de 2013, 21:42:46 »
Acho engraçado essa estoria na qual o crente se agarra...
Um cético diz: Não dá para afirmar com absoluta certeza que inexiste algo que poderia ser chamado de deus, colocando numeros (figurativos) a chance dele existir é 0,0001%.
O crente vê aí a prova de que ele existe, ele está nesse 0,0001%.

Bom, contando outra história, na 2ª Guerra um piloto saltou de seu avião para escapar de um incendio (morrer na queda é melhor que queimado) mas ele sobreviveu! A chance disso acontecer é de 0,0001% (figurativamente), então voce vai contar com isso?

Só se o cético souber MATEMÁGICA!!!! De onde se tirou que a probabilidade de o universo ter um criador é 0,0001 %?!?!

Ninguém mais consegue perceber uma analogia irônica?
Foto USGS

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.358
  • Love it or Hate it
Re:João de Deus
« Resposta #117 Online: 05 de Julho de 2016, 01:40:00 »
Curioso ver um médium de cura rejeitar um tratamento espiritual. Por que será?????????

É lógico que as mentes espiritóides vão explicar tudo...


Citar


Tem uma coisa beliscando na minha barriga. Talvez seja ruim. Quero aquele negócio que entra pela boca e vai rasgando até lá embaixo pra ver o que é esse trem.” Foi assim que João Teixeira de Faria, o João de Deus, de 74 anos, o mais celebrado médium brasileiro, pediu a seu médico de longa data, o cardiologista Roberto Kalil, para ser examinado. Com essas expressões de simplicidade franciscana e simpaticamente caipiras, ele se referia à endoscopia, exame de imagem pelo qual é possível rastrear doenças no aparelho digestivo. A demanda de João de Deus a Kalil foi feita em um momento inusitado: na festa de casamento do cardiologista com a endocrinologista Claudia Cozer Kalil, na hora dos cumprimentos aos noivos. Era 9 de maio de 2015. Poucos dias depois, a endoscopia associada a uma biópsia revelou o diagnóstico dramático da coisa que beliscava na barriga, um câncer agressivo no estômago. Tecnicamente, adenocarcinoma gástrico, de 6 centímetros, localizado no antro, porção logo abaixo da metade do órgão. O tumor maligno foi extraído numa cirurgia de dez horas, em agosto de 2015, pelo cirurgião Raul Cutait, no Hospital Sírio-­Libanês, em São Paulo. Delicada e complexa, a operação extirpou metade do estômago.

Discreto e indiferente à fama, que ganhou uma audiência mundial desde que apareceu em reportagem da apresentadora americana Oprah Winfrey, em 2012, João de Deus só revelou que tinha câncer a familiares e pessoas de extrema confiança.

Nas raras vezes em que mencionou a doença nas sessões com os peregrinos que o procuraram em Abadiânia, no interior de Goiás, contornava a gravidade da situação. Uma hérnia no estômago, dizia-se. Seu calvário durou um ano, entre o diagnóstico e a superação do câncer. Eu o conheci numa de suas sessões de quimioterapia. Foi em 6 de dezembro do ano passado. Às 15 horas, entrei no quarto em que ele estava internado, no número 964, no Sírio-Libanês. O médium estava sentado na cama, com um copo de café com leite nas mãos. Ao tomar o primeiro gole, sorriu: “Quero um leite de verdade, como o da minha terra”. Atenderam ao seu pedido. Trocaram então o leite em pó pelo de caixinha, mais denso. A certa altura, ele pediu que eu me aproximasse, apertou minha mão fortemente e perguntou: “Você sabe cozinhar, minha irmã?”. A negativa não lhe bastou.

Disse que era fundamental eu aprender o ofício e lembrou de um de seus pratos prediletos, o galopé, receita caipira à base de pé de porco e galinha. “O segredo é usar galinha velha”, recomendou. A quimioterapia durou cinco meses, sempre em clima de completa discrição. João de Deus usou dois medicamentos. A capecitabina, tomada em pílulas em ciclos de catorze dias, e a cisplatina, administrada em oito sessões com intervalos de 21 dias. A combinação provoca efeitos colaterais severos. O médium teve enjoos, perda de apetite, anemia e cansaço. Em duas sessões de cisplatina, chegou a sofrer queda de plaquetas, como são chamadas as células sanguíneas envolvidas nos processos de coagulação e cicatrização do organismo. Precisou receber transfusão de sangue. Ele, que chegou a pesar 130 quilos, distribuídos em 1,80 metro, perdeu 30 quilos durante o tratamento. Hoje, continua magro, mas já recuperou 5 quilos. Estive em outras duas sessões de quimioterapia. Um pouco mais debilitado, João de Deus mantinha o ânimo de quem sabia ser necessário passar por todo o processo. Quieto, mais quieto que o normal, acatava as orientações médicas com humildade. Para um médium que atende cerca de 1 000 pessoas diariamente, fragilizadas, em busca de ajuda, de alento espiritual e mesmo cura, é curiosa a decisão de recorrer à medicina convencional.

Perguntei-lhe por que se socorreu da ciência em vez de procurar alguém como ele próprio, que incorpore outros médicos. Em resposta, fez uma indagação: “O barbeiro corta o próprio cabelo?”. Durante todo o tratamento, João de Deus nunca reclamou nem perdeu as forças. Reagiu sempre de modo positivo e com disposição para se submeter a todas as intervenções médicas.


Como paciente, era um paciente comum. Por duas vezes viajou de carro de Goiás a São Paulo. Só voava por insistência dos amigos. Nunca quis dormir no hospital. Teve de abrir uma exceção, por determinação médica, quando sofreu uma perda de plaquetas e precisou receber cuidados extras. Para não deixar de trabalhar um só dia, quis que as sessões fossem feitas sempre aos domingos. Ia e voltava para casa rapidamente, embora passasse algumas noites hospedado em um hotel paulistano. A última sessão de quimioterapia ocorreu em 28 de fevereiro. Em maio passado, um ano depois do pedido de exame feito na festa de casamento, João de Deus soube que os sinais do câncer em seu organismo haviam desaparecido. Teve alta. “Seu João é um exemplo de como é fundamental um médico ouvir o paciente”, diz Roberto Kalil. Há três anos, durante um check-up rotineiro de João de Deus, Kalil identificou uma obstrução nos vasos do coração. O médium, que é hipertenso, recebeu então três stents nas artérias. Já tinha naquela época outros três, colocados em 2000. Como aconteceu com o câncer, João de Deus também não divulgou seu problema cardíaco. A reserva com que trata a própria saúde, a ponto de manter em sigilo um tratamento de meses para debelar um câncer agressivo, não é nenhuma tática marota de parecer infalível aos olhos dos peregrinos que vão a Abadiânia. João de Deus simplesmente quase não fala de si mesmo. E, aos que o procuram em decorrência de problemas de saúde, sistematicamente recomenda que consultem um médico.

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:João de Deus
« Resposta #118 Online: 05 de Julho de 2016, 01:47:38 »
É como dizem, ''a mentira tem pernas curtas''.  Todo charlatão é igual. Quando a doença (real) vem, eles buscam a Ciência e rejeitam os espíritos. É nessas horas que a gente vê.  Patético...   
« Última modificação: 05 de Julho de 2016, 01:55:34 por Alquimista »
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 2.009
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:João de Deus
« Resposta #119 Online: 05 de Julho de 2016, 10:50:31 »
Curioso mas previsível...

Ainda que o barbeiro não corte o próprio cabelo, há médicos que se auto operam...

http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/06/150602_russo_apendicite_mv

"saída pela direita, piscando o olho e dando tchauzinho..."

GNOSE

Offline homemcinza

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 620
Re:João de Deus
« Resposta #120 Online: 05 de Julho de 2016, 11:34:21 »
É como dizem, ''a mentira tem pernas curtas''.  Todo charlatão é igual. Quando a doença (real) vem, eles buscam a Ciência e rejeitam os espíritos. É nessas horas que a gente vê.  Patético...   

è interessante como issofaz um paralelo com aquele argumento de que "num avião em queda não existe ateu".

Para os religiosos quando a doença de verdade vem eles tem de recorrer a ciencia maligna.


Citar
“O barbeiro corta o próprio cabelo?”.

Poderia ter desmontado este argumento dizendo que então ele deveria procurar um outro medium. Mas não foi atras de uma cura real.

Offline Pasteur

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.734
  • Sexo: Masculino
Re:João de Deus
« Resposta #121 Online: 05 de Julho de 2016, 14:07:08 »
Curioso mas previsível...

Ainda que o barbeiro não corte o próprio cabelo, há médicos que se auto operam...

http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/06/150602_russo_apendicite_mv

Inspiradora a história desse médico russo!

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:João de Deus
« Resposta #122 Online: 05 de Julho de 2016, 14:20:59 »
Essas frases ''espirituosas'' do tipo “O barbeiro corta o próprio cabelo?” são típicas dos charlatões carismáticos. Chico Xavier era uma mestre nelas e para tudo tinha uma respostinha de efeito na ponta da língua. Servem para iludir e confundir o espectador e a imprensa adora elas.

Mas...

O chefe de cozinha não pode fazer a própria comida? O marceneiro não pode consertar os próprios móveis? A doméstica nunca limpa a própria casa? O veterinário é proibido de tratar seu animal de estimação? O professor de matemática não pode ensinar também o seu filho em casa? 
Certamente o motorista profissional contrata outro motorista para levar sua família para dar um passeio no parque aos domingos...  hahahahahahahahaha   
« Última modificação: 05 de Julho de 2016, 14:25:32 por Alquimista »
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:João de Deus
« Resposta #123 Online: 05 de Julho de 2016, 16:54:55 »
Citar
“O barbeiro corta o próprio cabelo?”.

Poderia ter desmontado este argumento dizendo que então ele deveria procurar um outro medium.

Bom argumento.
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Onsigbare

  • Nível 13
  • *
  • Mensagens: 252
  • Os crentes, não dizendo nada, explicam tudo.
Re:João de Deus
« Resposta #124 Online: 05 de Julho de 2016, 17:15:41 »
Eu sou do tempo da terra plana, então doença é tudo feitiçaria, logo... :hihi:

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!