Autor Tópico: Fórmula-1  (Lida 42549 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 2.023
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Fórmula-1
« Resposta #725 Online: 16 de Março de 2017, 18:33:28 »
Opinião de uma mulher que não entende nada dessa poha: a F1 está uma merda segura demais aonde os pilotos dirigem com uma mão no volante e a outra no contrato, acabou disputa, acabou melhor piloto, estão todos nivelados por baixo, nego Hamilto vence por ser rico, o resto corre atrás, sem chance pra novatos, sem chance pra veteranos, um tédio só.

Vão para MotoGP. Tá beeeeem melhor.  :ok:
GNOSE

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.620
  • Sexo: Masculino
Re:Fórmula-1
« Resposta #726 Online: 16 de Março de 2017, 18:50:26 »
Opinião de uma mulher que não entende nada dessa poha: a F1 está uma merda segura demais aonde os pilotos dirigem com uma mão no volante e a outra no contrato, acabou disputa, acabou melhor piloto, estão todos nivelados por baixo, nego Hamilto vence por ser rico, o resto corre atrás, sem chance pra novatos, sem chance pra veteranos, um tédio só.

Vão para MotoGP. Tá beeeeem melhor.  :ok:

Ainda bem que você admite que não entende nada, porque soltou um monte de falácias.

Em primeiro lugar, achar que está uma merda é ilusão ou porque vê a F1 de maneira nostálgica.

O Hamilton vence porque é um exímio piloto, que vem se destacando mais e mais. Ele é rico porque vence, e não o contrário.

Dos últimos campeonatos, somente os últimos 2 foram fáceis de vencer pela equipe, pois nos demais o campeonato estava equilibrado com 2 ou até 3 pilotos/equipes disputando o primeiro lugar na última corrida.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 32.678
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Fórmula-1
« Resposta #727 Online: 16 de Março de 2017, 19:55:24 »
Percebi um pouco de tristeza no post do Geo. Tenho a impressão que ele ainda não superou o trauma da morte trágica de Jim Clark e continua sensibilizado com as palavras de Colin Chapman no funeral.

Entendo perfeitamente a dor do Geo.

Ele falou "tão emocionante quanto ver grama crescer". Passa impressão de lentidão, sugerindo ainda referências anteriores a Jim Clark.






Em parte talvez o desapontamento se deva àquela ilusão das fotos antigas de carros, com obturadores de fenda, deixando as rodas "inclinadas" e "ovaladas" para a frente, que passavam a impressão de velocidade maior do que a que podia se averiguavar de perto.




Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 32.678
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Fórmula-1
« Resposta #728 Online: 16 de Março de 2017, 20:07:43 »
Opinião de uma mulher que não entende nada dessa poha: a F1 está uma merda segura demais aonde os pilotos dirigem com uma mão no volante e a outra no contrato, acabou disputa, acabou melhor piloto, estão todos nivelados por baixo, nego Hamilto vence por ser rico, o resto corre atrás, sem chance pra novatos, sem chance pra veteranos, um tédio só.

Vão para MotoGP. Tá beeeeem melhor.  :ok:

Ainda bem que você admite que não entende nada, porque soltou um monte de falácias.

Em primeiro lugar, achar que está uma merda é ilusão ou porque vê a F1 de maneira nostálgica.

O Hamilton vence porque é um exímio piloto, que vem se destacando mais e mais. Ele é rico porque vence, e não o contrário.

Dos últimos campeonatos, somente os últimos 2 foram fáceis de vencer pela equipe, pois nos demais o campeonato estava equilibrado com 2 ou até 3 pilotos/equipes disputando o primeiro lugar na última corrida.

É por ser rico sim, não tente varrer para debaixo do tapete as desigualdades sociais do esporte.

Cotas para pole JÁ!



Mas uma coisa interessante seria haver ao mesmo tempo um incentivo financeiro para chegar tão na frente o quanto puder, ao mesmo tempo em que as posições de largada na próxima corrida fossem a inversa da chegada da anterior.

Mas tinha que ser pensado de tal forma que não criasse incentivos para uma anti-corrida para os últimos.

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.620
  • Sexo: Masculino
Re:Fórmula-1
« Resposta #729 Online: 16 de Março de 2017, 20:37:10 »
Opinião de uma mulher que não entende nada dessa poha: a F1 está uma merda segura demais aonde os pilotos dirigem com uma mão no volante e a outra no contrato, acabou disputa, acabou melhor piloto, estão todos nivelados por baixo, nego Hamilto vence por ser rico, o resto corre atrás, sem chance pra novatos, sem chance pra veteranos, um tédio só.

Vão para MotoGP. Tá beeeeem melhor.  :ok:

Ainda bem que você admite que não entende nada, porque soltou um monte de falácias.

Em primeiro lugar, achar que está uma merda é ilusão ou porque vê a F1 de maneira nostálgica.

O Hamilton vence porque é um exímio piloto, que vem se destacando mais e mais. Ele é rico porque vence, e não o contrário.

Dos últimos campeonatos, somente os últimos 2 foram fáceis de vencer pela equipe, pois nos demais o campeonato estava equilibrado com 2 ou até 3 pilotos/equipes disputando o primeiro lugar na última corrida.

É por ser rico sim, não tente varrer para debaixo do tapete as desigualdades sociais do esporte.

Cotas para pole JÁ!

E desde quando a desigualdade social importa para cotas? O que importa é a racial, e Hamilton já é negro, então já está tudo ok.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 2.023
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:Fórmula-1
« Resposta #730 Online: 16 de Março de 2017, 20:52:01 »
E desde quando a desigualdade social importa para cotas? O que importa é a racial, e Hamilton já é negro, então já está tudo ok.

I love you so much, guys!!!  :love:
GNOSE

Offline Shadow

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.446
  • "Alguns teóricos dos antigos astronautas...."
Re:Fórmula-1
« Resposta #731 Online: 16 de Março de 2017, 21:25:54 »
Negativo. O Geo parou de acompanhar a Formula 1 quando o seu ídolo se aposentou. :hihi:

Esse:



Fangio? Um argentino?

Não consigo imaginar um curitibano idolatrando um argentino.

O maior de todos. De verdade.
"Who knows what evil lurks in the hearts of men? The Shadow knows..."

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 32.678
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Fórmula-1
« Resposta #732 Online: 16 de Março de 2017, 22:21:41 »
Opinião de uma mulher que não entende nada dessa poha: a F1 está uma merda segura demais aonde os pilotos dirigem com uma mão no volante e a outra no contrato, acabou disputa, acabou melhor piloto, estão todos nivelados por baixo, nego Hamilto vence por ser rico, o resto corre atrás, sem chance pra novatos, sem chance pra veteranos, um tédio só.

Vão para MotoGP. Tá beeeeem melhor.  :ok:

Ainda bem que você admite que não entende nada, porque soltou um monte de falácias.

Em primeiro lugar, achar que está uma merda é ilusão ou porque vê a F1 de maneira nostálgica.

O Hamilton vence porque é um exímio piloto, que vem se destacando mais e mais. Ele é rico porque vence, e não o contrário.

Dos últimos campeonatos, somente os últimos 2 foram fáceis de vencer pela equipe, pois nos demais o campeonato estava equilibrado com 2 ou até 3 pilotos/equipes disputando o primeiro lugar na última corrida.

É por ser rico sim, não tente varrer para debaixo do tapete as desigualdades sociais do esporte.

Cotas para pole JÁ!

E desde quando a desigualdade social importa para cotas? O que importa é a racial, e Hamilton já é negro, então já está tudo ok.

Ele é negro, mas está inserido na elite branca para que essa possa tentar sustentar uma fachada de direitos iguais e o mito da "meritocracia", para que possam dizer, "vejam só, que bonito, um negro, se esforçou, se dedicou, e é um dos melhores num esporte tipicamente dominado por brancos", o que ironicamente ignora o colocado no fim -- dominado por brancos. Qual é proporção racial da população da Terra? Por que não há perfeita homogeneide racial (E SOCIAL, SIM! Bem como sexual, estrategicamente ignorado) em todas as colocações?

A partir dessa situação de INJUSTIÇA gritante, as pessoas partindo de chances completamente díspares (por que não usam todos carros iguais, para começar? E não saem lado a lado, como em corridas a pé?), tenta-se manter o mito da meritocracia, baseando-se então em mais mitos inventados, de que isso tudo deriva de condições naturais, "ah, mas as mulheres não são boas em pilotar outra coisa além de fogão, porque não tem testículos, os testículos ajudam muito no controle dos pedais do automóvel; já a predominância de brancos se dá pelo cérebro naturalmente mais musical dos negros ter dificuldade em adaptar-se ao padrão não-musical do ronco dos motores dos carros, em resistir não tentar criar alguma forma de harmonia musical que acaba sendo ineficiente em desempenho".


Offline Johnny Cash

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.808
Re:Fórmula-1
« Resposta #733 Online: 20 de Março de 2017, 15:50:08 »
A quantidade de ultrapassagens em queda de 1984 até 2009, deve ser uma (das) forma(s) perceptível de se verificar o impacto das diversas alterações demandadas e o que deve acabar também causando a perda de interesse (evidênciado pelo menos pela queda de audiência... se ignorarmos um possível crescimento em outras mídias, mas n sei de quanto).

Quando há aquela recuperação mais bruta, o dano na percepção ja deve ter sido feito meio irremediavelmente em curto prazo.




Também deve ser legal ver o tanto que na média os últimos colocados (que completam a prova) chegam atrás do primeiro.

Offline Spencer

  • Nível 23
  • *
  • Mensagens: 944
Re:Fórmula-1
« Resposta #734 Online: 21 de Março de 2017, 06:39:48 »
Descobri que, atualmente, assim como eu, milhões de brasileiros não são verdadeiros aficionados em corridas, embora seja um esporte emocionante para os que conhecem suas sutilezas de aerodinâmica e tecnologia.

Éramos, sim, apaixonados por Fittipaldi, ASenna, Piquet, Carlos Pace...
Quando os outros que vieram depois não se mostraram a altura daqueles, a paixão foi se arrefecendo.
Certo que existem os brasileiros amantes do automobilismo, mas aquele imenso público que aos domingos sintonizava a TV para a F1, não existe mais e sabemos bem porquê.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.315
  • Sexo: Masculino
Re:Fórmula-1
« Resposta #735 Online: 21 de Março de 2017, 09:21:11 »
Descobri que, atualmente, assim como eu, milhões de brasileiros não são verdadeiros aficionados em corridas, embora seja um esporte emocionante para os que conhecem suas sutilezas de aerodinâmica e tecnologia.

Éramos, sim, apaixonados por Fittipaldi, ASenna, Piquet, Carlos Pace...
Quando os outros que vieram depois não se mostraram a altura daqueles, a paixão foi se arrefecendo.
Certo que existem os brasileiros amantes do automobilismo, mas aquele imenso público que aos domingos sintonizava a TV para a F1, não existe mais e sabemos bem porquê.

Outro comportamento importante: Nacionalismo mequetrefe atávico.
Foto USGS

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.620
  • Sexo: Masculino
Re:Fórmula-1
« Resposta #736 Online: 21 de Março de 2017, 09:44:19 »
Descobri que, atualmente, assim como eu, milhões de brasileiros não são verdadeiros aficionados em corridas, embora seja um esporte emocionante para os que conhecem suas sutilezas de aerodinâmica e tecnologia.

Éramos, sim, apaixonados por Fittipaldi, ASenna, Piquet, Carlos Pace...
Quando os outros que vieram depois não se mostraram a altura daqueles, a paixão foi se arrefecendo.
Certo que existem os brasileiros amantes do automobilismo, mas aquele imenso público que aos domingos sintonizava a TV para a F1, não existe mais e sabemos bem porquê.

Brasileiro não gosta de esporte. Brasileiro gosta de ver brasileiro vencer.

Lembra do Guga no tennis? Foi uma febre. Hoje ninguém mais acompanha.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.315
  • Sexo: Masculino
Re:Fórmula-1
« Resposta #737 Online: 21 de Março de 2017, 09:50:56 »
Descobri que, atualmente, assim como eu, milhões de brasileiros não são verdadeiros aficionados em corridas, embora seja um esporte emocionante para os que conhecem suas sutilezas de aerodinâmica e tecnologia.

Éramos, sim, apaixonados por Fittipaldi, ASenna, Piquet, Carlos Pace...
Quando os outros que vieram depois não se mostraram a altura daqueles, a paixão foi se arrefecendo.
Certo que existem os brasileiros amantes do automobilismo, mas aquele imenso público que aos domingos sintonizava a TV para a F1, não existe mais e sabemos bem porquê.
Brasileiro não gosta de esporte. Brasileiro gosta de ver brasileiro vencer.
[...]

Catarse coletiva de um bando de frustrados.
Foto USGS

Offline João da Ega

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 699
Re:Fórmula-1
« Resposta #738 Online: 21 de Março de 2017, 10:14:43 »

Catarse coletiva de um bando de frustrados.

1. Essa catarse de frustrados se aplica apenas aos brasileiros e à F1, ou também aos americanos que assistem a seus jogos de basquete, futebol americano, etc; aos europeus que assistem a seus torneios nacionais e continental de futebol...?

2. Essa frustração dos povos já foi sugerida em algum estudo/pesquisa, ou é apenas chute?
"Nunca devemos admitir como causa daquilo que não compreendemos algo que entendemos menos ainda." Marquês de Sade

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.620
  • Sexo: Masculino
Re:Fórmula-1
« Resposta #739 Online: 21 de Março de 2017, 10:35:37 »

Catarse coletiva de um bando de frustrados.

1. Essa catarse de frustrados se aplica apenas aos brasileiros e à F1, ou também aos americanos que assistem a seus jogos de basquete, futebol americano, etc; aos europeus que assistem a seus torneios nacionais e continental de futebol...?

2. Essa frustração dos povos já foi sugerida em algum estudo/pesquisa, ou é apenas chute?

Nos esportes nacionais isso não se aplica. Nos internacionais sim.

Não há estudo, mas no caso do tennis e F1, esses esportes estavam em alta por aqui quando haviam brasileiros vencendo, e depois esses esportes tiveram uma queda.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline João da Ega

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 699
Re:Fórmula-1
« Resposta #740 Online: 21 de Março de 2017, 10:45:56 »
Eu acho que não é questão de frustração.

As pessoas escolhem um time ou pessoa pra torcer por algum motivo, que não necessariamente seja frustação, e gostam de vê-lo ganhar. Cara rico, bem casado, feliz etc, portanto não frustrado, pode gostar de torcer pelo Guga/Ayrton Senna.

As pessoas orcem pelo Santos, seleção brasileira pelo mesmo motivo que torciam pelo Ayrton Senna e Guga, assim como os espanhóis torcem pelo Real Madrid e seleção espanhola. No caso do futebol e alguns outros esportes, se acresce que se gosta também do esporte em si, independente de torcida, por isso se assiste à Liga dos Campeões aqui no Brasil.
"Nunca devemos admitir como causa daquilo que não compreendemos algo que entendemos menos ainda." Marquês de Sade

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.620
  • Sexo: Masculino
Re:Fórmula-1
« Resposta #741 Online: 21 de Março de 2017, 11:03:49 »
Eu acho que não é questão de frustração.

As pessoas escolhem um time ou pessoa pra torcer por algum motivo, que não necessariamente seja frustação, e gostam de vê-lo ganhar. Cara rico, bem casado, feliz etc, portanto não frustrado, pode gostar de torcer pelo Guga/Ayrton Senna.

As pessoas orcem pelo Santos, seleção brasileira pelo mesmo motivo que torciam pelo Ayrton Senna e Guga, assim como os espanhóis torcem pelo Real Madrid e seleção espanhola. No caso do futebol e alguns outros esportes, se acresce que se gosta também do esporte em si, independente de torcida, por isso se assiste à Liga dos Campeões aqui no Brasil.

Muitos brasileiros aprenderam a gostar de futebol a ponto de assistir partidas de times europeus e de admirar os bons jogadores de diferentes nacionalidades.

Na F1 e no tennis isso não ocorreu. Assim que o Senna morreu, metade dos brasileiros pararam de assistir F1. E essa metade dizia apreciar o esporte.

A outra metade continuou a assistir por causa do Barrichello. Assim que ficou demonstrado que ele não seria o "próximo Senna", esses também pararam de acompanhar.

Sobraram alguns gatos pingados acompanhando o esporte e que realmente apreciam, conseguindo admitir o talento de Schumacher, Vettel, Hamilton e torcendo por mais uma vitória de Allonso.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Johnny Cash

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.808
Re:Fórmula-1
« Resposta #742 Online: 21 de Março de 2017, 11:11:40 »
Aquela mola que bateu no capacete do Massa deve ter sido um dos últimos golpes na vontade brasileira de assistir F1.

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.620
  • Sexo: Masculino
Re:Fórmula-1
« Resposta #743 Online: 21 de Março de 2017, 11:20:28 »
Aquela mola que bateu no capacete do Massa deve ter sido um dos últimos golpes na vontade brasileira de assistir F1.

O pior de tudo é que a Globo não larga o osso. Faz uma péssima divulgação do esporte, péssima transmissão (cortando a comemoração e entrevista após a corrida para não atrasar "A turma do Didi"), péssima narração e paga por exclusividade.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline João da Ega

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 699
Re:Fórmula-1
« Resposta #744 Online: 21 de Março de 2017, 11:20:49 »
Muitos brasileiros aprenderam a gostar de futebol a ponto de assistir partidas de times europeus e de admirar os bons jogadores de diferentes nacionalidades.

Na F1 e no tennis isso não ocorreu. Assim que o Senna morreu, metade dos brasileiros pararam de assistir F1. E essa metade dizia apreciar o esporte.

A outra metade continuou a assistir por causa do Barrichello. Assim que ficou demonstrado que ele não seria o "próximo Senna", esses também pararam de acompanhar.

Sobraram alguns gatos pingados acompanhando o esporte e que realmente apreciam, conseguindo admitir o talento de Schumacher, Vettel, Hamilton e torcendo por mais uma vitória de Allonso.


Perfeito.

Só o que não me convenceu, e a declaração nem foi sua, é a de que quem assistia F1 eram pessoas frustradas.

Creio que é comum em todos os países, principalmente durante os jogos olímpicos,  pessoas se ligarem em esportes não populares em que haja algum representante de seus países disputando uma medalha.
Aposto que a maioria dos americanos não acha super excitante uma disputa de natação, mas curtem ver o Phelps ganhar. E seria assim se o nadador fosse da Noruega, país mais feliz do mundo.

http://veja.abril.com.br/mundo/onu-aponta-os-paises-mais-felizes-do-mundo-em-2017/

Deve ter uma razão pra torcermos pra times da nossa cidade, país, etc, (psicologia evolutiva talvez), mas não me parece que seja frustração.
"Nunca devemos admitir como causa daquilo que não compreendemos algo que entendemos menos ainda." Marquês de Sade

Offline João da Ega

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 699
Re:Fórmula-1
« Resposta #745 Online: 21 de Março de 2017, 11:24:15 »
Aquela mola que bateu no capacete do Massa deve ter sido um dos últimos golpes na vontade brasileira de assistir F1.

O pior de tudo é que a Globo não larga o osso. Faz uma péssima divulgação do esporte, péssima transmissão (cortando a comemoração e entrevista após a corrida para não atrasar "A turma do Didi"), péssima narração e paga por exclusividade.

Sempre fico me perguntando o que leva à Globo a continuar transmitindo, num dia que imagino ter muita gente em casa, uma programação com pouca atratividade assim.
"Nunca devemos admitir como causa daquilo que não compreendemos algo que entendemos menos ainda." Marquês de Sade

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.620
  • Sexo: Masculino
Re:Fórmula-1
« Resposta #746 Online: 21 de Março de 2017, 11:42:19 »
Aquela mola que bateu no capacete do Massa deve ter sido um dos últimos golpes na vontade brasileira de assistir F1.

O pior de tudo é que a Globo não larga o osso. Faz uma péssima divulgação do esporte, péssima transmissão (cortando a comemoração e entrevista após a corrida para não atrasar "A turma do Didi"), péssima narração e paga por exclusividade.

Sempre fico me perguntando o que leva à Globo a continuar transmitindo, num dia que imagino ter muita gente em casa, uma programação com pouca atratividade assim.

Espero que com a mudança da administração da F1 eles consigam transmitir as corridas de maneira mais atrativa e não aceitem mais esses contratos de exclusividade.

A Band há anos tenta transmitir as corridas e não consegue. Aposto que nos finais de semana de corridas eles se dedicariam muito mais.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.315
  • Sexo: Masculino
Re:Fórmula-1
« Resposta #747 Online: 21 de Março de 2017, 13:30:20 »
Catarse coletiva de um bando de frustrados.
1. Essa catarse de frustrados se aplica apenas aos brasileiros e à F1, ou também aos americanos que assistem a seus jogos de basquete, futebol americano, etc; aos europeus que assistem a seus torneios nacionais e continental de futebol...?

Para todos.


2. Essa frustração dos povos já foi sugerida em algum estudo/pesquisa, ou é apenas chute?

Chute. Puro chute.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Viol%C3%AAncia_no_futebol


http://esporteinterativo.com.br/zoacao-esporte-clube-2/partida-de-basquete-na-bulgaria-e-interrompida-apos-briga-de-torcedores-generalizada/

http://sportv.globo.com/site/eventos/liga-nacional-de-futsal/noticia/2015/11/briga-entre-torcedores-interrompe-semifinal-entre-orlandia-e-corinthians.html
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.315
  • Sexo: Masculino
Re:Fórmula-1
« Resposta #748 Online: 21 de Março de 2017, 13:33:01 »
Catarse coletiva de um bando de frustrados.
1. Essa catarse de frustrados se aplica apenas aos brasileiros e à F1, ou também aos americanos que assistem a seus jogos de basquete, futebol americano, etc; aos europeus que assistem a seus torneios nacionais e continental de futebol...?

2. Essa frustração dos povos já foi sugerida em algum estudo/pesquisa, ou é apenas chute?
Nos esportes nacionais isso não se aplica. Nos internacionais sim.

Sem dúvida.

Foi um equívoco de minha parte.

Todos somos lordes britânicos. Jamais hooligans.


Não há estudo, mas no caso do tennis e F1, esses esportes estavam em alta por aqui quando haviam brasileiros vencendo, e depois esses esportes tiveram uma queda.

Nacionalismo mequetrefe atávico.
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.315
  • Sexo: Masculino
Re:Fórmula-1
« Resposta #749 Online: 21 de Março de 2017, 13:35:00 »
[...]
Não há estudo, mas no caso do tennis e F1, esses esportes estavam em alta por aqui quando haviam brasileiros vencendo, e depois esses esportes tiveram uma queda.

Qual foi o motivo que levou uma parcela considerável da juventude urbana dos anos 80 e 90, em especial nas regiões Sudeste e Sul, a gostar de basquete da NBA se não tinha nenhum brasileiro jogando lá com algum destaque?
Foto USGS

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!