Autor Tópico: Legalização da maconha  (Lida 89132 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Spitfire

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.530
  • Sexo: Masculino
Re: Legalização da maconha
« Resposta #25 Online: 26 de Abril de 2009, 20:39:05 »
Eu penso o seguinte... álcool é liberado? é! Todos que bebem são alcoólatras? não! Mas é inegável que o álcool é uma droga que produz estragos na vida de muitas pessoas, não só as que bebem... geralmente os estragos são maiores quando quanto mais fragilizada estiver a família, seja emocionalmente, socialmente e/ou financeiramente. Neste caso o álcool rasga toda uma estrutura.

Proibir o álcool não vai resolver a situação, a lei seca nos EUA da década de 30 estão ai para nos servir de exemplo... justamente o período aonde o crime organizado mais faturou e mais violência gerou.

Não tenho convicção nenhuma sobre a liberação das drogas... em alguns aspectos pode haver vantagens, mas em outros não... muito antes pelo contrário.

Intuitivamente eu diria que, baseado nas leis que vetam o consumo de drogas lícitas, como o tabaco e o álcool para menores de 18 anos, e no entanto cansamos de ver menores comprando cigarros e álcool (e consumindo) sem nenhuma dificuldade, eu seria contra a liberação das drogas. Drogado, assim como alcoólatras, precisam de assistência médica/psicológica e não de livre acesso as drogas... precisam de ajuda.  :ok:

Não recrimino ninguém, tenho conhecidos que são usuários... uns esporadicamente, como recreação, outros já com graves dependências. Gostaria de vê-los saudáveis e compartilhar de suas amizades por mais muitos e longos anos, infelizmente não sei se isto será possível.  :(
 

Offline Bob Cuspe

  • Nível 18
  • *
  • Mensagens: 503
  • Sexo: Masculino
Re: Legalização da maconha
« Resposta #26 Online: 26 de Abril de 2009, 21:05:11 »
Citar
Citação de: Bob Cuspe  em  Hoje às 19:18:28
Citação de: Buckaroo Banzai  em  Hoje às 18:52:46
Ainda bem que a maioria dos comunistas (ou outras vertentes político-ideológicas, quando aplicável) não usam a mesma lógica dos drogados quanto a culpar o estado pelas conseqüências da proibição. Como comunistas se apropriando de carros por acreditar que o governo deveria dar carros para todos, ou "estado-minimalistas" pagando para roubar carros importados, sem ter que pagar a tarifa de importação, com a qual não concorda.

A "lógica dos drogados" é simples: Com a ilegalidade o comercio fica restrito unicamente ao tráfico. O tráfico é responsável pela violência mas a culpa cai facilmente em cima do viciado pois é ele quem financia.

Sim; da mesma forma se poderia dizer que se o governo desse carros para todos os comunistas não precisariam roubar, ou os defensores do livre-mercado não precisariam mandar roubar um importado para não pagar o imposto do qual discordam. Felizmente não fazem isso apesar de "serem obrigados", dizendo "oras, se o estado desse carros para todos ou não cobrasse impostos com os quais não concordo, não roubaríamos nem pagaríamos para roubarem".

Esse comentário não está fazendo nenhuma parábola com oq eu estou dizendo. O Estado não tem que dar carro importado assim como não tem que dar a droga para o viciado. Mas o Estado te dá o direito de ter um carro importado. Você tem o direito de comprar maconha?

Citar
Citar
Oras, se fosse legalizado ele não financiaria, porém o problema do tráfico, gerado pela exclusão social, ainda seria um foco de violência. Ou seja, em nenhum momento a violência vai diminuir com a legalização pois basta ao traficante buscar outra fonte de renda.

Isso apenas SE houver um outro nicho no qual a violência seja aproveitável, que podesse "empregar" os agentes violentos do tráfico com igual ou comparável lucratividade, o que pode ser de fato verdade em algum grau, mas não é garantido, como se existisse uma constante física para a violência do crime.

Com o fim da lei seca nos EUA, diminuiu a violência do tráfico, ainda que talvez alguns dos ex-traficantes tenham continuado a agir em áreas violentas do crime.

Concordo. Não tenho nenhuma esperança que a legalização vá reduzir a violência em favelas, mas vai separar os viciados de quem tem a intenção de agir pró-violência.

Citar
Citar
Roubar um carro, estuprar ou matar é ilegal pois neles de alguma forma um cidadão é prejudicado pelo ato de outro.

Comprar coisas de um comércio criminoso assassino também.
 

Citar
A questão é o por que a maconha é ilegal? será que existe algum embasamento cientifico que mostre que a maconha é uma droga que deve ser proibida? Existe alguam prova de que o consumo de maconha pode prejudicar alguém além do usuário?

Eu não acho que devesse ser ilegal nos moldes que é (assim como outras drogas), mas não vejo nisso desculpa ou justificativa para sustentar o tráfico assassino, da mesma forma que não concordo com tarifas de importação mas não concordo que seja certo pagar para ladrões roubarem carga ou produtos importados por outros.

Tá, só que você tem o direito de comprar produtos importados, vocÊ pode ir em uma loja e adquirir o produto, logo você tem uma opção ao comercio ilegal de produtos importados.



CHEGA DE ESTADO PATERNALISTA!
QUERO A MINHA LIBERDADE!

Offline Diegojaf

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 23.827
  • Sexo: Masculino
  • Bu...
Re: Legalização da maconha
« Resposta #27 Online: 26 de Abril de 2009, 21:07:51 »
E não me sinto escravo da droga pois não faria nenhuma loucura pra consegui-la. E como já disse, isso é consequencia do consumo de outros tipos de droga (crack, heroina...)

Não faria nenhuma loucura pra conseguir? Você financia o tráfico, vai contra a lei, se arrisca a ser preso e isso pra você não é loucura? Fala sério... :no:
"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." - Rui Barbosa

http://umzumbipordia.blogspot.com - Porque a natureza te odeia e a epidemia zumbi é só a cereja no topo do delicioso sundae de horror que é a vida.

Offline Bob Cuspe

  • Nível 18
  • *
  • Mensagens: 503
  • Sexo: Masculino
Re: Legalização da maconha
« Resposta #28 Online: 26 de Abril de 2009, 21:20:32 »
Olá Diegojaf,

E não me sinto escravo da droga pois não faria nenhuma loucura pra consegui-la. E como já disse, isso é consequencia do consumo de outros tipos de droga (crack, heroina...)


Não faria nenhuma loucura pra conseguir? Você financia o tráfico, vai contra a lei, se arrisca a ser preso e isso pra você não é loucura? Fala sério... :no:

Estava me referindo aqui a loucura no ssentido de fissura de comprar, coisas relativas à dependência. Você tem razão nesse sentido, realmente o contato com essa violência toda é loucura, ir numa bocada, arriscar ser preso, etc. A grande maioria dos usuários de maconha evitariam esse contato se tivessem alternativa.

Ví que você é policial, (naquele tópico que um babaca disse não se importar em financiar o tráfico). Eu tento fazer minha parte defendendo uma coisa que acredito que é o alto-cultivo para próprio sustento. O que vocÊ acha dessa alternativa?



« Última modificação: 26 de Abril de 2009, 21:28:26 por Bob Cuspe »
CHEGA DE ESTADO PATERNALISTA!
QUERO A MINHA LIBERDADE!

Offline Herf

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.380
Re: Legalização da maconha
« Resposta #29 Online: 26 de Abril de 2009, 21:36:31 »
<a href="http://www.youtube.com/v/Eiqqkri3G2k" target="_blank" class="new_win">http://www.youtube.com/v/Eiqqkri3G2k</a>

Offline goffman

  • Nível 03
  • *
  • Mensagens: 32
  • Sexo: Masculino
  • Sonho que se sonha junto é realidade.
Re: Legalização da maconha
« Resposta #30 Online: 26 de Abril de 2009, 21:42:55 »
engraçado são os que rotulam os maconheiros de "viciados, vagabundos e perdidos que querem fugir da realidade"

ADORO esse "fugir da realidade" hahahaha
certamente essas pessoas devem representar um tipo ideal do cidadão perfeito. claro, claro...

não utilizar a maconha não te isenta da culpa do tráfico e das desigualdades sociais.
tu apenas tá inventando uma justificativa que responsabilize os outros do caos social.

assim, convence as paredes do quatro e dorme tranquilo...sabendo, no fundo do peito, que não era nada daquilo hahahaha...

legalize marijuana.

"Os homens que procuram a felicidade são como os embriagados que não conseguem encontrar a própria casa, apesar de saberem que a têm".

Voltaire

Offline Diegojaf

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 23.827
  • Sexo: Masculino
  • Bu...
Re: Legalização da maconha
« Resposta #31 Online: 26 de Abril de 2009, 21:57:19 »
Olá Diegojaf,

E não me sinto escravo da droga pois não faria nenhuma loucura pra consegui-la. E como já disse, isso é consequencia do consumo de outros tipos de droga (crack, heroina...)


Não faria nenhuma loucura pra conseguir? Você financia o tráfico, vai contra a lei, se arrisca a ser preso e isso pra você não é loucura? Fala sério... :no:

Estava me referindo aqui a loucura no ssentido de fissura de comprar, coisas relativas à dependência. Você tem razão nesse sentido, realmente o contato com essa violência toda é loucura, ir numa bocada, arriscar ser preso, etc. A grande maioria dos usuários de maconha evitariam esse contato se tivessem alternativa.

Ví que você é policial, (naquele tópico que um babaca disse não se importar em financiar o tráfico). Eu tento fazer minha parte defendendo uma coisa que acredito que é o alto-cultivo para próprio sustento. O que vocÊ acha dessa alternativa?

Se fôssemos um país com uma sociedade madura e responsável com que os defensores da legalização insistem em nos comparar, concordaria tranquilamente com a legalização.

Mas não somos. Nem seremos por um bom tempo.

Temos questões muito mais importantes a serem discutidas antes de entrarmos no campo da legalização de drogas. Prefiro que sejam priorizadas áreas como pesquisa e educação e que a decisão pela liberação não seja uma decisão tomada "para reduzir a violência" ou por pressão de universitários que querem se drogar (queira ou não, esses são a maioria esmagadora nas passeatas. Eu estive na do ano passado onde fizeram uma reunião no prédio de humanas da UFMG e terminou em confusão quando dois estudantes quiseram proibir a PM de entrar após denúncias de que haviam pessoas fazendo uso de drogas dentro do prédio).

Plantar é crime, tão grave quanto produzir e vender qualquer outra droga. Não é possível ter controle sobre o que é plantado e que o que sobrar da produção não será vendido, criando assim, um novo traficante.

não utilizar a maconha não te isenta da culpa do tráfico[...]

Sim, isenta. Tráfico é o ato de comercializar drogas ilegais. Se você compra, você contribui para ele. Se você não compra, você não contribui. Simples assim.
"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." - Rui Barbosa

http://umzumbipordia.blogspot.com - Porque a natureza te odeia e a epidemia zumbi é só a cereja no topo do delicioso sundae de horror que é a vida.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 33.256
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re: Legalização da maconha
« Resposta #32 Online: 26 de Abril de 2009, 22:14:21 »
não utilizar a maconha não te isenta da culpa do tráfico e das desigualdades sociais.
tu apenas tá inventando uma justificativa que responsabilize os outros do caos social.

Eu não crio demanda para o tráfico, nem sou traficante. Na verdade, como fiz aqui, condeno o tráfico, e condeno aqueles que financiam o tráfico para o prazer pessoal, esperando tocar o senso de responsabilidade individual, e que deixem de fazê-lo. Como seria culpado pelo tráfico?

E o que tem a ver desigualdades sociais com isso, e como eu seria culpado por elas?

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Legalização da maconha
« Resposta #33 Online: 26 de Abril de 2009, 22:19:29 »
Ainda bem que a maioria dos comunistas (ou outras vertentes político-ideológicas, quando aplicável) não usam a mesma lógica dos drogados quanto a culpar o estado pelas conseqüências da proibição. Como comunistas se apropriando de carros por acreditar que o governo deveria dar carros para todos, ou "estado-minimalistas" pagando para roubar carros importados, sem ter que pagar a tarifa de importação, com a qual não concorda.

A "lógica dos drogados" é simples: Com a ilegalidade o comercio fica restrito unicamente ao tráfico. O tráfico é responsável pela violência mas a culpa cai facilmente em cima do viciado pois é ele quem financia.

Sim; da mesma forma se poderia dizer que se o governo desse carros para todos os comunistas não precisariam roubar, ou os defensores do livre-mercado não precisariam mandar roubar um importado para não pagar o imposto do qual discordam. Felizmente não fazem isso apesar de "serem obrigados", dizendo "oras, se o estado desse carros para todos ou não cobrasse impostos com os quais não concordo, não roubaríamos nem pagaríamos para roubarem".

Bom... eu já tive uma longa e cansativa argumentação com o Buck sobre esse mesmo tipo de argumento. Eu considero inválido. Minha linha de argumentação está neste post



O posto foi esse, vou deixá-lo mas fácil de ler e compreender

Porque acho que a maconha não deve ser comparada com estúpros, deve ser descriminalizadas, porque não acho que o surfista que compra um baseado não está contra o bem estar comum, etc..

1- Da natureza humana:

Inicia-se uma sociedade hoje, em algum lugar, com seres humanos. Em quanto tempo vai existir:
A- Prostituição
B- Jogos
C- Vicios (alcool, tabaco, substancias alucinogenas vindo de frutas/plantas que são tratadas como drogas)
D- Religião
E- etc..

Isto é: No meu ponto de vista, essas questões são inerentes ao comportamento humano.  São caracteristicas humanas. Ex:

Quantas pessoas apostam em jogos de azar com amigos em bares (truco, tranca, etc..)? Quantas pessoas utilizam drogas? O prefeito de SP fechou diversos bordeis (deve ser a maioria), apenas para jogar prostitutas na rua e aumentar a contratação através de sites, expondo-as a riscos maiores. A URSS, com toda o seu estado policial, conseguiu tirar a religião da URSS? Adiantou ela prender, quebrar, fechar... criminalizar as pessoas... A Igreja ortodoxa parou de existir? Os EUA acabaram com o Alcool ou com as drogas?
Então, vem o estado e proibe qualquer uma dessas questões que são, no final das contas, inerentes ao ser humano e acha que pode acabar com isso. Eu considero impossível. A experiencia de outros paises considera impossivel. E considero contraproducente. E a experiencia mostra isso.
Então, o estado toma uma decisão e a consequencia direta é o tráfico, já que certamente o ser humano não vai mudar o comportamento. Ser humano não uma pessoa específica, mas nós como espécie.


2- Da razoabilidade do uso  OU PELAMORDEDEUS NÃO VENHAM COMPARAR MACONHA COM ASSASSINATO

Tanto eu quanto Bucaroo estamos de acordo em liberar a droga.
Tanto eu quanto o Bucaroo como qualquer pessoa que conheço não pensam em liberar estupro.
Isto é, o uso é razoável.

Ora as metaforas tem que ser razoáveis, para não corromper o debate.
Com isto tento discutir o tema si e evitar comparações que podem ser diversionistas como estupros, assassinatos, roubos, etc.. coisas que ninguém pensa em liberar, exatamente porque não são razoaveis.

Para ficar mais evidente a distinção entre os atos:

O estupro é um ato horrendo contra uma pessoa.
Da mesma maneira roubos, mortes, e qualquer outras coisas.
O Ato de fumar baseado, se não fosse a ilegalidade, não é nada. É um lazer para alguem que assim o classifica.

Outro:

O estado com uma decisão acaba com o tráfico. É um problema fabricado. (como acabou o tráfico de alcool em chicago com o fim da lei seca)
Com 1000 não acaba com o roubo.

Outro 2:
Não me consta que nossos legisladores associam o ato de fumar um baseado ilegal com o assassinato pelo tráfico, assim como não associam a compra de um diamante ao massacre em serra leoa. Deve exisitir alguma linha de bom senso para as associações.
Seria bom termos alguém de "filosofia do direito" para dar uma palhinha a esse respeito.

3- Dos passos entre o uso e a violencia

Falam que quem compra a droga está financiando uma rede assassina.  No meu ponto de vista, isto é uma simplificação da realidade e vou mostrar, com outros exemplos, que esse mesmo raciocínio equivocado poderia ser utilizado contra compradores de N produtos.

O surfista compra maconha. Ele não está financiando uma rede assassina. Ele esta comprando drogas para seu uso. A rede assassina é decorrencia de diversas coisas, entre elas da imposicao do estado de não permitir comprar algo que vão comprar DE QUALQUER MANEIRA.

Vai existir a compra. Quem gera o tráfico é a proibição. O uso vai existir.

Vejamos: O cara compra o baseado. Veja a cadeia de acontecimentos.
1- Milhares de pessoas compram um baseado
2- Um desnivel socias absurdo, ignorancia e pobreza fazem as pessoas no mesmo lugar que se compra droga, formar uma visão obtusa da realidade, onde não ha valorizacao a vida
3- Meninos pre-adolescentes querem subir na vida, veem novelas, propagandas, filmes e não tem uma direção melhor dada por ninguem... e econtram o status do tráfico
4- Os traficantes ganham milhoes e conseguem comprar armas de um tráfico ilegal, subornando uma rede imensa de fiscais, autoridades (veja, temos mais papeis aqui)
5- Os deputados e a maioria da populacao sao refratarias à discussão
6- Os presidios são um absurdo. Um cara prefere lutar ate as ultimas consequencias a ser preso
....
335- O surfista vai para a praia, depois de uma semana de prova, compra um baseado para se divertir

Não vou considerar o surfista um assassino


4- Das analogias semelhantes

Não compre petroleo. (350 passos) Vc esta financiando uma guerra assassina no Iraque.
Não compre aquele tenis  (350 passos) sweat shop
Não compre tecidos importados (350 passos) vc esta destruindo a industria textil brasileira, desemprego e crime...
Não ande de carro (350 passos)  vc esta inundando a... Holanda (pronto usei a Holanda)


Mais um exemplo: Compre um diamante (5 passos), exterminio racial e guerra civil (serra leoa, etc..)
Se você é gordo (poucos passos), vc contribui para o aquecimento global  -&gt; http://clubecetico.org/forum/index.php/topic,16271.msg327288.html#msg327288

Acho que se pensarmos, podemos rastrear um mercado espúrio em milhares de produtos


5- Do possível, do desejado e do real


Citação de: Bucaroo
Não sei, me parecem coisas bem distantes. A situação do Tibet/comunismo chinês ou da guerra do Iraque não pode ser resolvida se ninguém mais comer no McDonalds. Já se as pessoas parassem de pagar para o tráfico lhe fornecer drogas, pessoas inocentes não seriam mais mortas para esse fim.

Irreal. Como dito, vamos continuar para sempre comprando drogas, consumindo prostitutas e religião

6- Do não linchamento

Classificações de pessoas como amorais ou imorais só servem para tirar o respeito no trato entre as pessoas, e não nos leva a nada. Se ele tem que ser preso, que seja.
Não conheço a vida de todos os drogados para taxa-los de qualquer nome.



« Última modificação: 26 de Abril de 2009, 23:02:48 por Agnóstico »
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Bob Cuspe

  • Nível 18
  • *
  • Mensagens: 503
  • Sexo: Masculino
Re: Legalização da maconha
« Resposta #34 Online: 26 de Abril de 2009, 22:22:18 »
Citar
Se fôssemos um país com uma sociedade madura e responsável com que os defensores da legalização insistem em nos comparar, concordaria tranquilamente com a legalização.

Mas não somos. Nem seremos por um bom tempo.

Temos questões muito mais importantes a serem discutidas antes de entrarmos no campo da legalização de drogas. Prefiro que sejam priorizadas áreas como pesquisa e educação e que a decisão pela liberação não seja uma decisão tomada "para reduzir a violência" ou por pressão de universitários que querem se drogar (queira ou não, esses são a maioria esmagadora nas passeatas. Eu estive na do ano passado onde fizeram uma reunião no prédio de humanas da UFMG e terminou em confusão quando dois estudantes quiseram proibir a PM de entrar após denúncias de que haviam pessoas fazendo uso de drogas dentro do prédio).

Plantar é crime, tão grave quanto produzir e vender qualquer outra droga. Não é possível ter controle sobre o que é plantado e que o que sobrar da produção não será vendido, criando assim, um novo traficante.

Hoje, o que existe de pesquisas sérias sobre a maconha e seus efeitos tem refutado todos os motivos pelo qual a droga foi proibida. A maconha foi proibida sob a bandeira que matava, transformava o individuo em psicopata assassino...etc. Mas na verdade não passou de uma ferramena de controle de culturas subjulgadas como mexicanos, africanos, muçulmanos...

Existem formas de controle, porém somente pós-legalização. Se pelo menos essa alternativa fosse regulamentada pelo Estado o usuário teria uma opção ao tráfico. É uma alternativa 100X mais cara que comprar em bocada além de ser extremamente complexo,  mas vale a pena simplesmente por não financiar a bandidagem.
CHEGA DE ESTADO PATERNALISTA!
QUERO A MINHA LIBERDADE!

Offline Diegojaf

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 23.827
  • Sexo: Masculino
  • Bu...
Re: Legalização da maconha
« Resposta #35 Online: 26 de Abril de 2009, 22:33:12 »
Hoje, o que existe de pesquisas sérias sobre a maconha e seus efeitos tem refutado todos os motivos pelo qual a droga foi proibida. A maconha foi proibida sob a bandeira que matava, transformava o individuo em psicopata assassino...etc. Mas na verdade não passou de uma ferramena de controle de culturas subjulgadas como mexicanos, africanos, muçulmanos...

Existem formas de controle, porém somente pós-legalização. Se pelo menos essa alternativa fosse regulamentada pelo Estado o usuário teria uma opção ao tráfico. É uma alternativa 100X mais cara que comprar em bocada além de ser extremamente complexo,  mas vale a pena simplesmente por não financiar a bandidagem.

Como já disseram, opção ao tráfico é não usar. Maconha não é item de primeira necessidade sem o qual a pessoa pode morrer ao ser privado.

E como o Buckaroo disse acima. O usuário coloca o prazer pessoal dele acima do bem estar social. Isso pra mim só deixa mais claro o nível de maturidade de quem usa.
"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." - Rui Barbosa

http://umzumbipordia.blogspot.com - Porque a natureza te odeia e a epidemia zumbi é só a cereja no topo do delicioso sundae de horror que é a vida.

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Legalização da maconha
« Resposta #36 Online: 26 de Abril de 2009, 22:37:55 »
Outra alternativa é o estado reclassificar a maconha e lutar batalhas produtivas.

Se o estado proibisse o cigarro, teríamos mais um tráfico de drogas e mais uma vez o estado falhando em contê-lo. A maconha não é um problema nem de perto tão grande quanto o tráfico que ela gera.

E se proibisse o cigarro, teríamos que aceitar? Quem fumasse estaria indo contra o bem estar social? Neste caso, quem estaria indo contra o bem estar social é o estado, metendo-se onde não se deve.

Da mesma maneira a prostituição. Da mesma maneira o alcool.

O estado deve reduzir suas preocupações e basear suas ações em lógica e não em preconceitos e moralismos.




“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Diegojaf

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 23.827
  • Sexo: Masculino
  • Bu...
Re: Legalização da maconha
« Resposta #37 Online: 26 de Abril de 2009, 22:54:01 »
E se proibisse o cigarro, teríamos que aceitar? Quem fumasse estaria indo contra o bem estar social? Neste caso, quem estaria indo contra o bem estar social é o estado, metendo-se onde não se deve.

Não creio que proibir o cigarro no cenário atual seja uma realidade para qualquer governo. Seria uma medida extremamente anti-popular e praticamente suicídio político.

Citar
O estado deve reduzir suas preocupações e basear suas ações em lógica e não em preconceitos e moralismos.

Ainda existem pesquisas que pesam bastante contra a maconha. Não é simples moralismo e preconceito. É liberar mais uma droga prejudicial.
"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." - Rui Barbosa

http://umzumbipordia.blogspot.com - Porque a natureza te odeia e a epidemia zumbi é só a cereja no topo do delicioso sundae de horror que é a vida.

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Legalização da maconha
« Resposta #38 Online: 26 de Abril de 2009, 22:59:08 »
E se proibisse o cigarro, teríamos que aceitar? Quem fumasse estaria indo contra o bem estar social? Neste caso, quem estaria indo contra o bem estar social é o estado, metendo-se onde não se deve.

Não creio que proibir o cigarro no cenário atual seja uma realidade para qualquer governo. Seria uma medida extremamente anti-popular e praticamente suicídio político.

O exemplo Diego, é para mostrar como seria contraproducente proibir o cigarro. Ou o alcool. O alcool já foi proibido em muitos países e sabemos o que acontece.

Citar
O estado deve reduzir suas preocupações e basear suas ações em lógica e não em preconceitos e moralismos.

Ainda existem pesquisas que pesam bastante contra a maconha. Não é simples moralismo e preconceito. É liberar mais uma droga prejudicial.

Sim, existem muitas pesquisas que correlacionam ao uso de alcool.

E mais uma vez o exemplo. Não liberar algo que é tão ruim quanto algo liberado é incoerente. Não liberar algo que vai ser comprado de qualquer jeito é desmoralizante. Não liberar gera tráfico de drogas. Não liberar gera perda de impostos onde o estado arca com o custeio do tratamento e das consequências do uso da droga e não ganha nada de imposto com a venda.

Não é uma batalha que pode ser ganhada em hipótese alguma. O estado vai perder e não precisava perder porque não precisava se meter nisso.


« Última modificação: 26 de Abril de 2009, 23:06:20 por Agnóstico »
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Bob Cuspe

  • Nível 18
  • *
  • Mensagens: 503
  • Sexo: Masculino
Re: Legalização da maconha
« Resposta #39 Online: 26 de Abril de 2009, 22:59:08 »
Hoje, o que existe de pesquisas sérias sobre a maconha e seus efeitos tem refutado todos os motivos pelo qual a droga foi proibida. A maconha foi proibida sob a bandeira que matava, transformava o individuo em psicopata assassino...etc. Mas na verdade não passou de uma ferramena de controle de culturas subjulgadas como mexicanos, africanos, muçulmanos...

Existem formas de controle, porém somente pós-legalização. Se pelo menos essa alternativa fosse regulamentada pelo Estado o usuário teria uma opção ao tráfico. É uma alternativa 100X mais cara que comprar em bocada além de ser extremamente complexo,  mas vale a pena simplesmente por não financiar a bandidagem.

Como já disseram, opção ao tráfico é não usar. Maconha não é item de primeira necessidade sem o qual a pessoa pode morrer ao ser privado.

E como o Buckaroo disse acima. O usuário coloca o prazer pessoal dele acima do bem estar social. Isso pra mim só deixa mais claro o nível de maturidade de quem usa.

Então, resumindo, não se deve consumir maconha porque ela é proibida. Agora, por que cargas d'água a maconha é proibida??

A sociedade sorteou uma planta, criou um monte de mitos em cima dela e colocou na legislação que o consumo deve ser combatido com força policial. Não tem nada de errado então? deve-se continuar assim porque a legislação é infalivel? Eu não posso lutar pela legalização?




CHEGA DE ESTADO PATERNALISTA!
QUERO A MINHA LIBERDADE!

Offline Bob Cuspe

  • Nível 18
  • *
  • Mensagens: 503
  • Sexo: Masculino
Re: Legalização da maconha
« Resposta #40 Online: 26 de Abril de 2009, 23:05:25 »
Citar
Ainda existem pesquisas que pesam bastante contra a maconha. Não é simples moralismo e preconceito. É liberar mais uma droga prejudicial.

Que pesquisas? As pesquisas mais atuais e SÉRIAS tem mostrado exatamente o contrário. O uso medicinal da maconha têm ganhado força em diversas áreas da medicina, no combate aos efeitos de quimio, no controle de efeitos colaterais do coquetel contra aids (aumento do apetite), glaucoma, anti-depressivo, etc...
CHEGA DE ESTADO PATERNALISTA!
QUERO A MINHA LIBERDADE!

Offline Diegojaf

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 23.827
  • Sexo: Masculino
  • Bu...
Re: Legalização da maconha
« Resposta #41 Online: 26 de Abril de 2009, 23:11:51 »
Então, resumindo, não se deve consumir maconha porque ela é proibida. Agora, por que cargas d'água a maconha é proibida??

A sociedade sorteou uma planta, criou um monte de mitos em cima dela e colocou na legislação que o consumo deve ser combatido com força policial. Não tem nada de errado então? deve-se continuar assim porque a legislação é infalivel? Eu não posso lutar pela legalização?

A planta "sorteada" pela sociedade, como você diz, tem pesquisas que pesam contra ela que dizem que ela causa dependência, que é mais prejudicial que o cigarro (http://noticias.terra.com.br/ciencia/interna/0,,OI936540-EI298,00.html) e que podem causar a morte de neurônios. Isso por si só já são motivos de sobra pra sermos prudentes quanto à legalização e permissão do uso.

Não é proibir por proibir ou seguir uma lei porque é assim. Você está simplesmente ignorando o FATO de que existem pesquisas independentes que dizem que maconha faz mal tanto ou mais do que outras drogas permitidas como o álcool ou o cigarro. Negar isso é simplesmente ser cego e desonesto.

A dúvida razoável que existe faz necessária a prudência com que deve se tratar o tema.

Você pode lutar pela legalização, mas não precisa necessariamente financiar o tráfico enquanto não consegue uma mudança na legislação. Se você entende que o seu prazer pessoal enquanto tal mudança não acontece custa vidas de pessoas, não temos o que discutir.

É muito interessante você dizer aqui que maconha não é viciante e ao mesmo tempo dizer que vai continuar frequentando seu traficante porque não aguenta a fissura de ficar sem.

Boa noite.
"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." - Rui Barbosa

http://umzumbipordia.blogspot.com - Porque a natureza te odeia e a epidemia zumbi é só a cereja no topo do delicioso sundae de horror que é a vida.

Offline Diegojaf

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 23.827
  • Sexo: Masculino
  • Bu...
Re: Legalização da maconha
« Resposta #42 Online: 26 de Abril de 2009, 23:14:24 »
Que pesquisas? As pesquisas mais atuais e SÉRIAS tem mostrado exatamente o contrário. O uso medicinal da maconha têm ganhado força em diversas áreas da medicina, no combate aos efeitos de quimio, no controle de efeitos colaterais do coquetel contra aids (aumento do apetite), glaucoma, anti-depressivo, etc...

Uso medicinal é diferente de uso recreativo (que é o seu objetivo). Não misture as coisas.

E dizer que pesquisas que não dizem o que você quer que seja dito não são sérias, não é argumento válido, salvo em fóruns cristãos.
"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." - Rui Barbosa

http://umzumbipordia.blogspot.com - Porque a natureza te odeia e a epidemia zumbi é só a cereja no topo do delicioso sundae de horror que é a vida.

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Legalização da maconha
« Resposta #43 Online: 26 de Abril de 2009, 23:25:57 »
Então, resumindo, não se deve consumir maconha porque ela é proibida. Agora, por que cargas d'água a maconha é proibida??

A sociedade sorteou uma planta, criou um monte de mitos em cima dela e colocou na legislação que o consumo deve ser combatido com força policial. Não tem nada de errado então? deve-se continuar assim porque a legislação é infalivel? Eu não posso lutar pela legalização?

A planta "sorteada" pela sociedade, como você diz, tem pesquisas que pesam contra ela que dizem que ela causa dependência, que é mais prejudicial que o cigarro (http://noticias.terra.com.br/ciencia/interna/0,,OI936540-EI298,00.html) e que podem causar a morte de neurônios. Isso por si só já são motivos de sobra pra sermos prudentes quanto à legalização e permissão do uso.

Não é proibir por proibir ou seguir uma lei porque é assim. Você está simplesmente ignorando o FATO de que existem pesquisas independentes que dizem que maconha faz mal tanto ou mais do que outras drogas permitidas como o álcool ou o cigarro. Negar isso é simplesmente ser cego e desonesto.

A dúvida razoável que existe faz necessária a prudência com que deve se tratar o tema.

Você pode lutar pela legalização, mas não precisa necessariamente financiar o tráfico enquanto não consegue uma mudança na legislação. Se você entende que o seu prazer pessoal enquanto tal mudança não acontece custa vidas de pessoas, não temos o que discutir.

É muito interessante você dizer aqui que maconha não é viciante e ao mesmo tempo dizer que vai continuar frequentando seu traficante porque não aguenta a fissura de ficar sem.

Boa noite.

A maconha faz mal como o alcool.. E?
E proibir a maconha faz ainda pior para a sociedade.

Não concordo com o fato de ligar o consumo da maconha ao financiamento de uma rede assassina pelo mesmo motivo que não acho que comer atum é condenar golfinhos à morte nem comprar diamantes é matar pessoas em serra leoa.

Quem está errado neste caso é o estado. O consumo da droga vai existir e é razoável que a maconha seja liberada. Que façamos as propagandas no maço da maconha.

O estado deve respeitar a vontade das pessoas onde é razoável que se faça isso. Existem decisões que são de cunho pessoal, não é foco do estado decidir isso. Ao decidir, comprou uma briga que não pode ganhar.

“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Diegojaf

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 23.827
  • Sexo: Masculino
  • Bu...
Re: Legalização da maconha
« Resposta #44 Online: 26 de Abril de 2009, 23:34:01 »
A maconha faz mal como o alcool.. E?
E proibir a maconha faz ainda pior para a sociedade.

Não concordo com o fato de ligar o consumo da maconha ao financiamento de uma rede assassina pelo mesmo motivo que não acho que comer atum é condenar golfinhos à morte nem comprar diamantes é matar pessoas em serra leoa.

Paciência. Você não concorda, e?

Citar
Quem está errado neste caso é o estado. O consumo da droga vai existir e é razoável que a maconha seja liberada. Que façamos as propagandas no maço da maconha.

Novamente, sua opinião. Bem peculiar, mas sua. Como eu disse, os efeitos causados pela maconha exigem prudência e creio que a legislação irá seguir essa linha.

Citar
O estado deve respeitar a vontade das pessoas onde é razoável que se faça isso. Existem decisões que são de cunho pessoal, não é foco do estado decidir isso.

Sua opinião. Só isso.

Citar
Ao decidir, comprou uma briga que não pode ganhar.

Verdade. Todo os dias eu digo que lutar contra o tráfico é como enxugar gelo.

Mas nem por isso vou deixar de fazê-lo... :)
"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." - Rui Barbosa

http://umzumbipordia.blogspot.com - Porque a natureza te odeia e a epidemia zumbi é só a cereja no topo do delicioso sundae de horror que é a vida.

Offline Fabi

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.801
  • Sexo: Feminino
  • que foi?
Re: Legalização da maconha
« Resposta #45 Online: 26 de Abril de 2009, 23:36:00 »
engraçado são os que rotulam os maconheiros de "viciados, vagabundos e perdidos que querem fugir da realidade"

ADORO esse "fugir da realidade" hahahaha
certamente essas pessoas devem representar um tipo ideal do cidadão perfeito. claro, claro...

não utilizar a maconha não te isenta da culpa do tráfico e das desigualdades sociais.
tu apenas tá inventando uma justificativa que responsabilize os outros do caos social.

assim, convence as paredes do quatro e dorme tranquilo...sabendo, no fundo do peito, que não era nada daquilo hahahaha...

legalize marijuana.

- Ele experimentou e já gostou.
- Precisa plantar em casa pra ter.
- E quer que o acesso a ela seja mais fácil.

Ele tem todos os indícios de que tá viciado. Não é rótulo, é constatação.

E quanto a história de "não querer" largar o vício, eu conheço muito bem. É muito fácil viciar, mas é muito dificil largar o vício então a gente prefere a negação, pra criar a falsa ilusão de controle. Se fosse tão fácil parar, já teria parado, mas é melhor dizer que não quer, que vai parar amanhã, do que admitir que tá dependente e não consegue viver sem.
Difficulter reciduntur vitia quae nobiscum creverunt.

“Deus me dê a serenidadecapacidade para aceitar as coisas que não posso mudar, a coragem para mudar o que posso, e a sabedoria para saber a diferença” (Desconhecido)

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Legalização da maconha
« Resposta #46 Online: 26 de Abril de 2009, 23:41:09 »
e o que o fato dele ser viciado ou não influi na questão do tópico?

Tem gente que se vicia em alcool, em jogos, em putas, em compras, etc..  Se ele é viciado em maconha (quero dizer que conheço um caso apenas, e muuuuitos usuários de maconha, mas esse caso o cara tinha problemas fortes em casa), azar o dele.



“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Fabi

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.801
  • Sexo: Feminino
  • que foi?
Re: Legalização da maconha
« Resposta #47 Online: 26 de Abril de 2009, 23:41:09 »
A maconha faz mal como o alcool.. E?
E proibir a maconha faz ainda pior para a sociedade.

Não concordo com o fato de ligar o consumo da maconha ao financiamento de uma rede assassina pelo mesmo motivo que não acho que comer atum é condenar golfinhos à morte nem comprar diamantes é matar pessoas em serra leoa.

Quem está errado neste caso é o estado. O consumo da droga vai existir e é razoável que a maconha seja liberada. Que façamos as propagandas no maço da maconha.

O estado deve respeitar a vontade das pessoas onde é razoável que se faça isso. Existem decisões que são de cunho pessoal, não é foco do estado decidir isso. Ao decidir, comprou uma briga que não pode ganhar.
E desde quando é escolha usar a droga que a pessoa tá viciada? A maconha vicia, na primeira vez você pode ficar viciado, e quando isso acontece já não é mais escolha usar a droga, você vira dependente dela. Imagine se o acesso fosse fácil, quantas pessoas não estariam viciadas?
Difficulter reciduntur vitia quae nobiscum creverunt.

“Deus me dê a serenidadecapacidade para aceitar as coisas que não posso mudar, a coragem para mudar o que posso, e a sabedoria para saber a diferença” (Desconhecido)

Offline Fabi

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.801
  • Sexo: Feminino
  • que foi?
Re: Legalização da maconha
« Resposta #48 Online: 26 de Abril de 2009, 23:44:23 »
e o que o fato dele ser viciado ou não influi na questão do tópico?
Influi muito, afinal, pra que liberar algo que vicia tão fácil? Ser viciado é ruim sabia? Liberar é aumentar o número de viciados, e o consumo deles não é algo bom. E a gente já tem que lidar com o vício do  cigarro, e o álcool e as pessoas que dirigem bem com ele. Não temos problemas suficientes?
Difficulter reciduntur vitia quae nobiscum creverunt.

“Deus me dê a serenidadecapacidade para aceitar as coisas que não posso mudar, a coragem para mudar o que posso, e a sabedoria para saber a diferença” (Desconhecido)

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re: Legalização da maconha
« Resposta #49 Online: 26 de Abril de 2009, 23:48:10 »
Fabi, quem te disse que maconha vicia tão fácil? Você está enganada.

A maconha vicia extremamente pouco. Liberar ou não não faz a mínima diferença para quem quer comprar, a não ser que além do usuário vamos ter tráfico, desmoralização do estado e violência.

Eu conheço muitos usuários de maconha que levam a vida normalmente. A maior parte deles parou porque enjoou.

O alcool vicia? Vamos tentar proibi-lo como os EUA? A decisão não é razoável... estamos vendo os EUA se afundando nessa luta que não pode ganhar com muito mais recursos empenhados do que o nosso.
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!