Autor Tópico: Uma coisa que não intendo dos argumentos teistas  (Lida 7533 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.976
  • Sexo: Masculino
Re:Uma coisa que não intendo dos argumentos teistas
« Resposta #100 Online: 14 de Novembro de 2015, 00:46:15 »
Os "proponentes da evolução", são simplesmente os cientistas, os acadêmicos, quem realmente estuda honestamente o assunto
E uma tentativa xula e deshonesta de querer carimbar todos que propõem evolução como cientístas, e os que propõem o di/criacionistas de fanáticos lunáticos que não entendem nada.

Errado.

Os "cientistas criacionistas" até entendem a Ciência, ao contrário da maioria esmagadora dos "fiéis", completamente ignorantes até mesmo nos rudimentos dela.

O problema é que eles não procedem cientificamente. Pelo contrário. Trazem a sua fé no deus judaico-cristão antes e acima de qualquer procedimento científico, ignorando sólidas teorias especialmente as que aniquilam as bobagens científicas escritas na bíblia.

Na minha área de especialidade, a "teoria de hidroplacas" (sic) e a da "tectônica catastrofista" são duas bobagens criacionistas, destituídas de respaldo de dados de campo e sem fundamento teórico científico, ambas elaboradas por apedeutas em Geologia.


Tem muitos cientístas que discordam com o paradigma evolucionista. Tem uma lista aqui:

http://reasonandscience.heavenforum.org/t1456-dissidents-of-darwinism?highlight=dissidents

Logo o "paradigma evolucionista" está errado e o DI é o correto.

Ou seja, uma falácia lógica.

Q.E.D.


Mas se você já rejeita o que os cientistas têm a dizer sobre o tema, bem, como suspeitava, é perda de tempo. Você já tem sua conclusão e teme ter que rejeitá-la adquirindo mais conhecimento. Não tem nada que eu particularmente possa fazer.
Eu de fato não estou aqui por que lhe escolhi como professor. Estou aqui para demonstrar as conclusões as quais cheguei.

Vossa Senhoria não chegou a conclusão nenhuma. O que fez (e faz), assim como os "cientistas criacionistas", é ignorar sistematicamente a epistemologia e distorcer o conhecimento científico obtido pelos cientistas de fato (vários deles, religiosos), adaptando-o para uma "teoria" (o DI) que sequer científica é.


Se discordar, fique a vontade de refutar. Se suas refutações fizerem sentido, acato. Sem problemas.

Duvido que o faça.

Vossa Senhoria demonstrou aqui e no seu blog que tem o perfil típico de um cristão protestante pentecostal, ou seja, a sua fé sempre sobrepujará a razão e o conhecimento científico.


Não me vejo como dono da verdade acima de qualquer suspeita.... posso errar também. Afinal, sou humano.

Se assim o dizes.


Procure pelo fórum, talvez já tenha (ou outra pessoa) abordado a algo que você postou em outros tópicos, não diretamente para você. Já analisei a coisa um bocado, é um assunto que acho bem interessante e de vez em quando leio a respeito. E de longe a totalidade das evidências apontam para a suficiência de processos naturais, não fundamentalmente diferentes daqueles presentes na origem das raças de cães.
Haha. Até vale a pena ler seus posts. Me faz rir um pouco. Até que tem uma veia para o humor. :lol:

Tenha certeza de que ele não é o único.


Os pesquisadores não supõem ser necessário postular intervenção de um homem mágico ou algo similar.

Generalização para excellence......e argumento ad populum..... Prefiro acreditar em qualquer cientista mencionado nesta lista :

http://creation.com/creation-scientists

do que aos que propõem filosofias naturalistas.

Nem precisava mencionar que a sua crença é mais importante do que as evidências. Se não fosse assim, não estaria aqui fazendo comentários deste tipo, incluindo algumas que demonstram um constrangedor desconhecimento da hodierna epistemologia científica.

A propósito. O forista Buck não cometeu a falácia do tipo ad populum. Vossa Senhoria esteve mais próximo disto.


Não por que acredito neles cegamente ,
[...]

 ::)


mas por que pesquisei, e chequei a mesma conclusão como eles.

Claro, claro.

Sem dúvida que Vossa Senhoria não foi influenciado pelo meio religioso em que vive.  ::)

Apenas para que eu tenha uma ideia de com quem estou lidando cientificamente, qual é a sua formação escolar em nível superior?

 
Não responder diretamente a qualquer coisa que você copiar e colar antes de mostrar ter feito ao menos um mínimo esforço pessoal em análise crítica.........
Acontece que os textos acima sobre tetrapodes e unicellular para multicellular são frutos de minha pesquisa, que foi feita em inglês, e depois traduzi o resumo para o português. Que tal em vez de reclamar disso e daquilo, atualmente refutar se vê algo errado nas inferências que fiz ?

E os publicou em qual revista científica?

Ou, ao menos, em qual revista não-religiosa?

 
apenas diz respeito a minha falta paciência, de disposição de perder tempo expondo coisas que alguém genuinamente interessado poderia encontrar provavelmente já na primeira página do google, se se dispusesse a ler informação relevante e conflitante com o que você tem como únicas fontes.
A verdade é que tem medo de permitir que as evidencias levem a uma direção que não lhe agrada. Está evidente isso. Duvido que haja algo que voce aceite como evidencia para mudar de idéia. Claro , pode mencionar um rabbit cambriano, e strawmans alike.....

Eu começaria a mudar de ideia com base em duas evidências:

1) Que fosse demonstrado que as mudanças evolutivas não poderiam ocorrer ao longo do tempo geológico do Fanerozóico e

2) Que fosse demonstrada a existência de seu deus.
 

Os idiotas defendem e tentam provar o que não crêem, com o fervor e o entusiasmo dos que crêem. 

Como estou participando deste tópico como forista, não posso exercer as minhas atribuições de moderador.

Por isto, aviso-o que qualquer outra ofensa, direta ou indireta, como a supra-apresentada, farei a denúncia de sua pessoa.
« Última modificação: 14 de Novembro de 2015, 01:34:34 por Geotecton »
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.976
  • Sexo: Masculino
Re:Uma coisa que não intendo dos argumentos teistas
« Resposta #101 Online: 14 de Novembro de 2015, 01:11:59 »
Mas, no intuito de avançarmos na discussão, vou novamente lhe conceder o benefício da dúvida: Por favor, explique porque os itens relacionados no link infra-citado, fornecido por Vossa Senhoria,

[...]
http://reasonandscience.heavenforum.org/t2217-young-earth-evidence
[...]

indicam uma Terra com idade "jovem" (possivelmente com 6.000 anos se estiver conversando com um cristão adventista).

Depois que o senhor postar as suas explicações, farei as minhas considerações sobre os "argumentos".

Voce quer que eu repita o que está escrito no link providenciado ?

Não. De maneira alguma.

O que eu quero é que Vossa Senhoria explique com suas palavras cada um dos "argumentos", para demonstrar que conhece (ou pelo menos entendeu) aquelas alegações. Se Vossa Senhoria tiver uma formação escolar de segundo grau, perceberá que pelo menos três "argumentos" são ridículos.

No aguardo.

Estou aguardando a sua análise, ponto-a-ponto, dos itens relacionados no link supramencionado, fornecido por Vossa Senhoria, caro Otangelo Grasso.
« Última modificação: 14 de Novembro de 2015, 01:15:25 por Geotecton »
Foto USGS

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.210
Re:Uma coisa que não intendo dos argumentos teistas
« Resposta #102 Online: 14 de Novembro de 2015, 09:31:16 »
Não há necessidade de responder tudo por cunho proprio, tratando-se de um debate científico. Além do mais, respondo a vários posts, e não tenho o dia todo para isso.
Se você entra aqui, despeja textos quilométricos e depois alega que não tem tempo para responder às refutações, caracteriza-se o flood.

Offline Otangelo Grasso

  • Nível 07
  • *
  • Mensagens: 73
Re:Uma coisa que não intendo dos argumentos teistas
« Resposta #103 Online: 14 de Novembro de 2015, 11:40:49 »
O problema é que eles não procedem cientificamente. Pelo contrário. Trazem a sua fé no deus judaico-cristão antes e acima de qualquer procedimento científico

bela generalização:


Citar
ignorando sólidas teorias especialmente as que aniquilam as bobagens científicas escritas na bíblia.

que solidas teorias ? a de Darwin ? LOL.... bela confissão de fé, a sua..... nada mais do que isso.

http://elohim.heavenforum.org/t5-teoria-da-evolucao-a-fe-dos-ateus

TEORIA DA EVOLUÇÃO: A FÉ DOS ATEUS


Embora sejam realizadas diversas experiências em laboratório para se provar que a evolução é um fenômeno natural, ainda não se conseguiu uma prova de macroevolução e mesmo que no futuro se consiga algo que possa ser interpretado como verdadeira evolução conforme a forma proposta pela Teoria Sintética (macroevolução), isto não provaria que a evolução se deu da mesma forma na natureza, pois, o surgimento da vida e de sua diversidade é um fato histórico (no sentido lato sensu, pois, em outro sentido, a História só começa com o aparecimento da escrita) , portanto, não é possível ser presenciado, pelo simples fato de já ter ocorrido. Desta forma, tanto a Teoria da Evolução como a teoria criacionista estão em pé de igualdade no que se refere à possibilidade de ser provada cientificamente. As limitações da Biologia são suficientes para não se poder atribuir toda a autoridade a esta ciência para se afirmar que a vida surgiu de determinada maneira, excluindo-se, por completo a possibilidade da criação através de um planejador inteligente, pois ainda restaria adotar, além da metodologia científica, uma investigação histórica a respeito da possível existência do planejador (normalmente considerado “Deus”), mas, também na investigação histórica é comum o uso de pressupostos naturalistas, havendo, portanto, um cerco de preconceitos ao redor da teoria que afirma que a vida pode ser produto da criação especial de um planejador inteligente, zelando para que tal teoria seja classificada como meramente religiosa e fundamentalmente errada.

Citar
Logo o "paradigma evolucionista" está errado e o DI é o correto.

Ou seja, uma falácia lógica.

Q.E.D.

aplicando o mesmo raciocinio : veja a lista de cientistas que creem em evolução...... blablabla

Logo o paradigma criacionista está errado e a teoria da evolução está correta.

uma falácia lógica.

Voces que começaram......

Citar
Vossa Senhoria não chegou a conclusão nenhuma. O que fez (e faz), assim como os "cientistas criacionistas", é ignorar sistematicamente a epistemologia e distorcer o conhecimento científico obtido pelos cientistas de fato (vários deles, religiosos), adaptando-o para uma "teoria" (o DI) que sequer científica é.

Quer dizer voce sabe mais sobre mim, do que eu sobre mim mesmo ??  :lol:

Voce adota os argumentos dos illetrados e ignorantes no assunto.

O design inteligente faz previsões scientíficas ?

http://creationwiki.org/Intelligent_design

Previsões em Biologia

ID ( design inteligente )

ID prevê a presença de complexidade específica em sistemas vivos .
ID prevê que , como a investigação científica avança, a complexidade biológica será vista a aumentar a ampliar ao longo do tempo , e a informação terá um papel cada vez mais central no governo de operações da vida.
ID prevê que a convergência molecular complexa irá acontecer rotineiramente .
ID prevê a presença de complexidade irredutível no que diz respeito aos sistemas de macromoléculas e organelas .
ID prevê interdependêcia de sistemas micro e macro biologicos.
ID prevê que a prevalência de dobras de proteínas funcionais no que diz respeito ao espaço de sequência combinatória será extremamente pequeno .
ID prevê que caminhos evolutivos para novas funções de proteínas exigirá múltiplas mutações adaptativas não- coordenadas (mais do que provável de ser alcançada através de um processo aleatório) .
ID prevê DNA , que o que já foi considerado lixo , vai passar a ser funcional após ulteriores pesquisas.
ID prevê Otimização delicado e ajuste fino em relação a muitas características associadas a sistemas biológicos.
ID prevê que os organismos vão expor sistemas embutidos que promovem evolução ( eg carregamento frontal) .

Citar
Duvido que o faça.

Duvida sobre você , pois provávelmente está projetando. duvido que você é honesto o suficiente para deixar que as evidencias levem seja aonde for.

Citar
Vossa Senhoria demonstrou aqui e no seu blog que tem o perfil típico de um cristão protestante pentecostal, ou seja, a sua fé sempre sobrepujará a razão e o conhecimento científico.

Eh mehmo ? Como sabe ? O que fez voce concluir isso ?

Citar
Nem precisava mencionar que a sua crença é mais importante do que as evidências. Se não fosse assim, não estaria aqui fazendo comentários deste tipo, incluindo algumas que demonstram um constrangedor desconhecimento da hodierna epistemologia científica.

ahm..... como assim ? explique se melhor.

Citar
Apenas para que eu tenha uma ideia de com quem estou lidando cientificamente, qual é a sua formação escolar em nível superior?

Ela é o suficiente para poder ler, pesquisar, e entender livros educativos sobre biologia molecular, na esmagadora maioria em inglês, questionar, e fazer inferências lógicas e racionais sobre a melhor explicação de origem desses sistemas biologicos. Se achar que minhas deduções não são convincentes, fique a vontade de propor explicações melhores.

Citar

E os publicou em qual revista científica?

Ou, ao menos, em qual revista não-religiosa?

Como disse. Discorda ? Refute com explicações mais convincentes. Nosso dialogo deveria alias girar em torno das evidencias apresentadas. Como o leito no assunto é você, e aparentemente não demonstra interesse em se reiterar e educar, vem com conversinha fiada e superficial . Suspeito que estou perdendo meu tempo aqui.

Citar
Eu começaria a mudar de ideia com base em duas evidências:

1) Que fosse demonstrado que as mudanças evolutivas não poderiam ocorrer ao longo do tempo geológico do Fanerozóico e

2) Que fosse demonstrada a existência de seu deus.

Que belissimo standard duplo, e prova blatante de seu preconceito, que tenta projetar em mim. Por que está satisfeito com sua visão de mundo, apesar de não ter provas que o mundo natural é tudo que existe ?

Se estivesse analisando honestamente as evidencias que já postei, seu item 1 já estaria respondido. Para multicellularidade poder originar, vários fatores são necessários para surgir ao mesmo tempo. Vou mencionar apenas dois. 1. Mecanismos para juntar as células, sem os quais as células não " colariam " uma na outra,

http://reasonandscience.heavenforum.org/t2187-cell-junctions-and-the-extracellular-matrix?highlight=junctions

e 2. Sistemas ultracomplexos de comunicação célular. Se um dos dois não emergir junto com outro, nada feito, e multicellularidade não é possível.

http://reasonandscience.heavenforum.org/t2181-cell-communication-and-signalling-evidence-of-design

Transdução de sinal celular é muito específico e extremamente sensível. A especificidade é conseguida por complementaridade molecular precisa entre as moléculas de sinal e de receptores contêm uma sequência de sinal. Esta sequência actua como um mecanismo de direccionamento para garantir que a proteína é entregue ao organelo adequado.

Pergunta: transdução de sinal tinha que estar presente nas primeiras células vivas. Como poderia a especificidade da molécula de sinal, e o ajuste preciso no seu receptor complementar ter evoluído? Ou a amplificação, ou a dessensibilização / adaptação, em que a ativação do receptor desencadeia um circuito de realimentação, que desliga o receptor ou o remove da superfície da célula, uma vez que o sinal passou?

A maioria das estações de sinal de retransmissão que conhecemos foram inteligentemente concebidas. O sinal não tem sentido sem reconhecimento . Comunicação implica uma convenção de sinalização (a "união" ou acordo com antecedência) que um dado sinal significa ou representa algo: por exemplo, que o SOS significa: "Envie Ajuda!" O transmissor e o receptor podem ser feitos de materiais não-cientes, mas o finalidade funcional do sistema sempre vem de uma mente. A mente utiliza as substâncias materiais para executar um algoritmo que não seja ele próprio um produto dos materiais ou as forças que atuam sobre eles cegos. As sequências de sinal podem ser compostos de matéria sem mente, mas eles são marcas de uma mente por trás do design inteligente.

Vários outros fatores , partes e configurações são necessários , e tem que surgir juntos, mas esses dois já são bons exemplos.

http://elohim.heavenforum.org/t180-a-caixa-preta-de-darwin#294

Vamos tentar evoluir uma bicicleta em uma motocicleta pela acumulação gradual de mutações. Suponha que uma fábrica produziu bicicletas , mas que ocasionalmente houve um erro na fabricação. Suponhamos ainda que, se o erro levou a uma melhoria na bicicleta, em seguida, os amigos e vizinhos do comprador sortudo iriam querer bicicletas semelhantes, e reequipar a fábrica para fazer a mutação uma característica permanente. Então, como mutações biológicas, mutações mecânicas bem sucedidas iriam reproduzir e se espalhar. Se queremos manter a nossa analogia relevante na biologia, no entanto, cada mudança pode ser apenas uma ligeira modificação, a duplicação ou rearranjo de um componente pré-existente, e a mudança deve melhorar a função da bicicleta. Portanto, se a fábrica erroneamente aumentou o tamanho de uma porca ou diminuição do diâmetro de um parafuso, ou adicionada uma roda adicional para o eixo dianteiro ou deixado de fora da roda traseira, ou colocar um pedal no guiador ou adicionar raios extras, e se for o caso destas pequenas mudanças melhoraram o passeio de bicicleta, então a melhoria seria imediatamente notada pelo público de compra e as bicicletas mutantes iriam, de uma forma verdadeiramente darwiniana, dominar o mercado. Dadas estas condições, podemos evoluir uma bicicleta em uma motocicleta? Podemos nos mover na direção certa, fazendo o assento mais confortável em pequenos passos, as rodas maiores, e até mesmo imitando a forma geral de várias maneiras. Mas uma motocicleta depende de uma fonte de combustível, e uma bicicleta não tem nada que pode ser ligeiramente modificada para se tornar um tanque de gasolina. E que parte da bicicleta poderia ser duplicada para começar a construir um motor? Mesmo que um acidente de sorte trouxe um motor de cortador de grama de uma fábrica vizinha na fábrica de bicicletas, o motor teria que ser montado na bicicleta e estar conectado da maneira certa para a corrente de transmissão. Como isso poderia ser feito passo-a-passo de partes de bicicletas? Uma fábrica que fez bicicletas simplesmente não poderia produzir uma motocicleta pela seleção natural atuando sobre a variação-por «numerosas, sucessivas e ligeiras modificações» -e, de fato, não há exemplo na história de uma mudança complexa em um produto que ocorre dessa maneira.

http://elohim.heavenforum.org/t77-a-biosintese-de-clorofila-e-irredutivelmente-complexa

Cinco seguintes condições que todos têm de ser cumpridos:
C1: Disponibilidade. Entre as peças disponíveis para o recrutamento para formar um sistema biológico que consiste em várias partes, teriam que estar aqueles que são capazes de realizar as tarefas altamente especializadas do sistema específico, apesar de todos os itens servirem para alguma outra função ou nenhuma função em outro sistema onde foram recrutados.
C2: Sincronização. A disponibilidade destas peças teria de ser sincronizada de modo que, em algum ponto, quer individualmente ou em combinação, todos eles estão disponíveis ao mesmo tempo.
C3: Localização. As peças selecionadas devem todos ser disponibilizadas ao mesmo 'canteiro de obras', talvez não simultaneamente, mas, certamente, no momento em que são necessárias.
C4: peças coordenadas. As peças devem ser compatíveis entre si, isto é, 'bem se encaixando "e capazes de corretamente' interagir ': mesmo que as subunidades são colocadas juntos na ordem certa, elas também precisam fazer a interface corretamente.

As peças devem ser coordenadas para que se consiga a montagem certa: mesmo que todas as partes estariam disponíveis no momento certo, é claro que a maioria das formas e maneiras de montá-las será não-funcional ou irrelevante. Você não tem como encaixar a peça em qualquer lugar. Tem que ser no lugar certo, e da maneira correta.
C5: compatibilidade Interface. As peças devem ser compatíveis entre si, isto é, 'bem-encaixando "e capaz de corretamente' interagir ': mesmo que as subunidades são colocadas juntas na ordem certa, elas também precisam fazer a interface corretamente.

Resumido: A montagem de um sistema biológico tem por exemplo certas semelhanças de uma fabrica de montagem de carros. Para a montagem de um sistema biológico de várias partes, passos seguintes devem ser explicados: a origem da informação do genoma para produzir todas as subunidades e co-fatores de montagem. Disponibilidade de peças, de sincronização, fabricação e montagem de coordenação através da informação genética, e de compatibilidade de interface. As peças individuais devem encaixar precisamente e de forma correta. Os co-fatores que ajudam na montagem ( equivalente aos robôs em uma linha de montagem na fábrica ) devem estar no lugar certo, e programados para encaixar as peças no lugar certo. Todos estes passos são melhor explicados através de um designer super-inteligente e poderoso, ao invés de processos naturais estúpidos por acaso, e / ou evolução, uma vez que observamos  mentes a todo tempo produzindo máquinas e fábricas, máquinas de produção e produtos finais.

tudo * * tem que estar no lugar de uma só vez, ou então um organismo não tem nenhuma vantagem de sobrevivência. A coisa é, não há nenhum mecanismo para qualquer das peças evoluir individualmente porque peças únicas não conferem nenhuma vantagem em si e por si só. A necessidade das partes do sistema serem postos em prática de uma só vez é simplesmente evidência de criação. Fotossíntese faltando uma complexo protéico (como clorofilas) por exemplo é como um carro faltando apenas uma peça do trem de acionamento (como um diferencial); Não é que ele não funciona tão bem ou parcialmente - ele não funciona por completo!
 


Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.106
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Uma coisa que não intendo dos argumentos teistas
« Resposta #104 Online: 14 de Novembro de 2015, 12:43:11 »
Esse modo de "debater", pegando cada trecho e fazendo um enorme desvio (ex.: "vertente religiosa X costuma colocar as crenças fundamentalistas antes da ciência" → "ah é? Veja só, esse ateu acha que descobriu evidências de Jeová") será tremendamente improdutivo e cansativo.

Em vez de tentar usar qualquer oportunidade para postar um link de algo que ache impressionante, vamos procurar nos focar em um tema, tão específico quanto for possível.

Seria muito fácil ficar fazendo uma guerrinha de links e vídeos do youtube. Mas certamente não haverá tempo hábil para que se possa lidar com cada "referência" que se postar se a coisa vai divergir nesse grau, a menos que formos nos contentar que a coisa fique só mesmo nesse nível ralo, link de um lado, respondido com link do outro, e etc. Humanos fazendo papel de robôs, só reproduzindo links na internet, de graça, quando robôs/scripts poderiam fazer o mesmo trabalho a um custo menor.

Offline Otangelo Grasso

  • Nível 07
  • *
  • Mensagens: 73
Re:Uma coisa que não intendo dos argumentos teistas
« Resposta #105 Online: 14 de Novembro de 2015, 13:10:44 »
Esse modo de "debater", pegando cada trecho e fazendo um enorme desvio (ex.: "vertente religiosa X costuma colocar as crenças fundamentalistas antes da ciência" → "ah é? Veja só, esse ateu acha que descobriu evidências de Jeová") será tremendamente improdutivo e cansativo.

Em vez de tentar usar qualquer oportunidade para postar um link de algo que ache impressionante, vamos procurar nos focar em um tema, tão específico quanto for possível.

Seria muito fácil ficar fazendo uma guerrinha de links e vídeos do youtube. Mas certamente não haverá tempo hábil para que se possa lidar com cada "referência" que se postar se a coisa vai divergir nesse grau, a menos que formos nos contentar que a coisa fique só mesmo nesse nível ralo, link de um lado, respondido com link do outro, e etc. Humanos fazendo papel de robôs, só reproduzindo links na internet, de graça, quando robôs/scripts poderiam fazer o mesmo trabalho a um custo menor.

improdutivo é você vendar os olhos diante das evidencias esmagadoras que estou postando...... Mas é o que tem feito ao longo destes anos todos, não é mesmo, Buckaroo Banzai ? Afinal, só um milagre, para você conseguir  enxergar a verdade.....

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.106
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Uma coisa que não intendo dos argumentos teistas
« Resposta #106 Online: 14 de Novembro de 2015, 13:36:44 »
Bem, se milagres fossem algo de verdade, seria mesmo de se esperar que fossem observados.



Friso novamente que, como dizia naquele post de 2009 que fiz recomendando um modo mais produtivo de debater, essas coisas que está postando simplesmente não nos são novidade, são coisas que já vimos por aí dezenas ou centenas de vezes, e que já tiveram seus problemas apontados por aí.

Daí a importância de mostrar que em vez de apenas reproduzir os textos compulsivamente, você ao menos estudou essas contra-argumentações, mesmo que não tenha concordado com elas no final. Até agora nada sugere que seja o caso, é extremamente desanimador. 

Offline Otangelo Grasso

  • Nível 07
  • *
  • Mensagens: 73
Re:Uma coisa que não intendo dos argumentos teistas
« Resposta #107 Online: 14 de Novembro de 2015, 13:55:52 »
Bem, se milagres fossem algo de verdade, seria mesmo de se esperar que fossem observados.



Friso novamente que, como dizia naquele post de 2009 que fiz recomendando um modo mais produtivo de debater, essas coisas que está postando simplesmente não nos são novidade, são coisas que já vimos por aí dezenas ou centenas de vezes, e que já tiveram seus problemas apontados por aí.

Daí a importância de mostrar que em vez de apenas reproduzir os textos compulsivamente, você ao menos estudou essas contra-argumentações, mesmo que não tenha concordado com elas no final. Até agora nada sugere que seja o caso, é extremamente desanimador.

Mostre me aonde junções celulares e de de sinalisação foi debatido neste fórum, e como o que descrevi acima é melhor explicado mediante evolução. Friso que meu argumento é resultado das minhas pesquisas, e não de ouvi dizer de sites criacionistas, como está me acusando leviana e caluniosamente.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.106
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Uma coisa que não intendo dos argumentos teistas
« Resposta #108 Online: 14 de Novembro de 2015, 14:19:05 »
Você já procurou algo no fórum?

Já procurou sobre isso em outros lugares? O que tem na primeira página do google pesquisando por esses termos junto a termos relacionados a parentesco biológico?

E, mais relevante: já procurou ou se questionou sobre o que aquilo que viu sobre isso até agora realmente implica numa objeção para a ancestralidade comum universal? Você pode, a partir do que sabe sobre isso, inferir onde seria o limite do parentesco real e do ilusório nos seres vivos? Por que alguns criacionistas, como o bioquímico Michael Behe, não vêem isso como uma objeção para o parentesco, para a ancestralidade comum universal?

Se isso que você tem como fatos sobre junções celulares e sinalização têm alguma relevância como impedimento da ancestralidade comum universal, me parece lógico que eles podem no mínimo ajudar a estimar, baseado em algum tipo de evidência relacionada, em que ponto o parentesco real acaba e começa aquele apenas ilusório. Você não pode apenas dizer, "bem, isso aqui é algo complexo e impressionante; logo deve em algum grau impedir o parentesco dos seres apontados como parentes próximos pelas evidências de parentesco, mas não posso dizer onde nem por que".

Offline Otangelo Grasso

  • Nível 07
  • *
  • Mensagens: 73
Re:Uma coisa que não intendo dos argumentos teistas
« Resposta #109 Online: 14 de Novembro de 2015, 14:38:08 »
Você já procurou algo no fórum?

Já procurou sobre isso em outros lugares? O que tem na primeira página do google pesquisando por esses termos junto a termos relacionados a parentesco biológico?

E, mais relevante: já procurou ou se questionou sobre o que aquilo que viu sobre isso até agora realmente implica numa objeção para a ancestralidade comum universal? Você pode, a partir do que sabe sobre isso, inferir onde seria o limite do parentesco real e do ilusório nos seres vivos? Por que alguns criacionistas, como o bioquímico Michael Behe, não vêem isso como uma objeção para o parentesco, para a ancestralidade comum universal?

Se isso que você tem como fatos sobre junções celulares e sinalização têm alguma relevância como impedimento da ancestralidade comum universal, me parece lógico que eles podem no mínimo ajudar a estimar, baseado em algum tipo de evidência relacionada, em que ponto o parentesco real acaba e começa aquele apenas ilusório. Você não pode apenas dizer, "bem, isso aqui é algo complexo e impressionante; logo deve em algum grau impedir o parentesco dos seres apontados como parentes próximos pelas evidências de parentesco, mas não posso dizer onde nem por que".

1. nada do que respondeu refuta o que escrevi.
2.
Citar
bem, isso aqui é algo complexo e impressionante; logo deve em algum grau impedir o parentesco dos seres apontados como parentes próximos pelas evidências de parentesco, mas não posso dizer onde nem por que"

pare de representar de forma mentirosa o meu argumento.

3. Case closed. Você está perdendo meu tempo.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.106
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Uma coisa que não intendo dos argumentos teistas
« Resposta #110 Online: 14 de Novembro de 2015, 16:02:13 »
Eu realmente não li o que você escreveu. Algo do que você escreveu está relacionado a algum impedimento entre o "suposto" parentesco dos seres apontados como parentes próximos por evidências vindas da soma de todas suas características? Creio que não, mas pode postar algum trecho específico sobre esse que seria o ponto crucial, se eu estiver enganado.

Se não, é realmente perda de tempo ler.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.976
  • Sexo: Masculino
Re:Uma coisa que não intendo dos argumentos teistas
« Resposta #111 Online: 14 de Novembro de 2015, 20:32:32 »
O problema é que eles não procedem cientificamente. Pelo contrário. Trazem a sua fé no deus judaico-cristão antes e acima de qualquer procedimento científico.
bela generalização:


É sério isto?

Vossa Senhoria indica um vídeo no YouTube, em que um ex-ateu formado em direito e jornalismo alega que reuniu "evidências" que indicam um criador (sic), para "rebater" o fato de que a maior parte dos cristãos, especialmente os protestantes pentecostais, fazem "pesquisas enviesadas" com o propósito único de corroborar os ditames de sua fé?

 
ignorando sólidas teorias especialmente as que aniquilam as bobagens científicas escritas na bíblia.
que solidas teorias ? a de Darwin ? LOL.... bela confissão de fé, a sua..... nada mais do que isso.

http://elohim.heavenforum.org/t5-teoria-da-evolucao-a-fe-dos-ateus

TEORIA DA EVOLUÇÃO: A FÉ DOS ATEUS
[...]

Sim, a Teoria da Evolução e a Teoria da Tectônica de Placas.


Citar
Embora sejam realizadas diversas experiências em laboratório para se provar que a evolução é um fenômeno natural, ainda não se conseguiu uma prova de macroevolução e mesmo que no futuro se consiga algo que possa ser interpretado como verdadeira evolução conforme a forma proposta pela Teoria Sintética (macroevolução), isto não provaria que a evolução se deu da mesma forma na natureza, pois, o surgimento da vida e de sua diversidade é um fato histórico (no sentido lato sensu, pois, em outro sentido, a História só começa com o aparecimento da escrita) , portanto, não é possível ser presenciado, pelo simples fato de já ter ocorrido.

Se Vossa Senhoria conhecesse epistemologia, já saberia que a separação entre "Ciência Atual" e "Ciência Histórica", para estudar eventos cosmogônicos e geológicos, é anacrônica.


Citar
Desta forma, tanto a Teoria da Evolução como a teoria criacionista estão em pé de igualdade no que se refere à possibilidade de ser provada cientificamente.

Só para uma parte de vocês, religiosos, é que tal bobagem é factível. Felizmente vários cientistas religiosos consideram válida somente a Teoria da Evolução, como o Collins, descartando completamente o DI.


Citar
As limitações da Biologia são suficientes para não se poder atribuir toda a autoridade a esta ciência para se afirmar que a vida surgiu de determinada maneira, excluindo-se, por completo a possibilidade da criação através de um planejador inteligente,
[...]

Argumentum ad ignorantiam.


Citar
pois ainda restaria adotar, além da metodologia científica, uma investigação histórica a respeito da possível existência do planejador (normalmente considerado “Deus”),

Investigação histórica do "planejador"?

Hahahahaha. E como isto seria feito? Consultando a 'bibra'?


Citar
mas, também na investigação histórica é comum o uso de pressupostos naturalistas, havendo, portanto, um cerco de preconceitos ao redor da teoria que afirma que a vida pode ser produto da criação especial de um planejador inteligente, zelando para que tal teoria seja classificada como meramente religiosa e fundamentalmente errada.

Ela não é "classificada como meramente religiosa e fundamentalmente errada".

Ela é religiosa e errada, porque não é Ciência e sim, uma forma de proselitismo religioso travestido.


Logo o "paradigma evolucionista" está errado e o DI é o correto.

Ou seja, uma falácia lógica.

Q.E.D.

aplicando o mesmo raciocinio : veja a lista de cientistas que creem em evolução...... blablabla

Quem introduziu a falácia ad populum foi Vossa Senhoria.

Mesmo assim, entre a esmagadora maioria dos cientistas de primeira linha que consideram a TE como Ciência e o DI como uma bobagem religiosa, existem vários religiosos.


Logo o paradigma criacionista está errado e a teoria da evolução está correta.

uma falácia lógica.

Voces que começaram......

No caso em tela, Vossa Senhoria está dialogando comigo.

Então não é "vocês" e sim "você".


Vossa Senhoria não chegou a conclusão nenhuma. O que fez (e faz), assim como os "cientistas criacionistas", é ignorar sistematicamente a epistemologia e distorcer o conhecimento científico obtido pelos cientistas de fato (vários deles, religiosos), adaptando-o para uma "teoria" (o DI) que sequer científica é.
Quer dizer voce sabe mais sobre mim, do que eu sobre mim mesmo ??  :lol:

Não, não sei.

Mas este é o padrão de todos os tipos como Vossa Senhoria, que entram no fórum.


Voce adota os argumentos dos illetrados e ignorantes no assunto.

É mesmo?

Quais seriam eles senhor Ang..., digo Otangelo Grasso?


O design inteligente faz previsões scientíficas ?

Não.

Mas vamos em frente...


http://creationwiki.org/Intelligent_design

Previsões em Biologia

ID ( design inteligente )

ID prevê a presença de complexidade específica em sistemas vivos .

Prevê?

Ou somente constatou o óbvio, já identificado a mais de 100 anos pela TE?


ID prevê que , como a investigação científica avança, a complexidade biológica será vista a aumentar a ampliar ao longo do tempo , e a informação terá um papel cada vez mais central no governo de operações da vida.

"Informação"?

O que significa isto?


ID prevê que a convergência molecular complexa irá acontecer rotineiramente .

E?


ID prevê a presença de complexidade irredutível no que diz respeito aos sistemas de macromoléculas e organelas .

Wishful thinking.

Não existe 'complexidade irredutível'.


ID prevê interdependêcia de sistemas micro e macro biologicos.

Uau...

Os "evolucionistas" afirmam o contrário?

 
ID prevê que a prevalência de dobras de proteínas funcionais no que diz respeito ao espaço de sequência combinatória será extremamente pequeno .

Não duvido.

Em qual artigo de revista científica está "previsto" isto?


ID prevê que caminhos evolutivos para novas funções de proteínas exigirá múltiplas mutações adaptativas não- coordenadas (mais do que provável de ser alcançada através de um processo aleatório) .

ID prevê DNA , que o que já foi considerado lixo , vai passar a ser funcional após ulteriores pesquisas.

ID prevê Otimização delicado e ajuste fino em relação a muitas características associadas a sistemas biológicos.

ID prevê que os organismos vão expor sistemas embutidos que promovem evolução ( eg carregamento frontal) .

O que significa "otimização delicado (sic) e ajuste fino"?


Duvido que o faça.
Duvida sobre você , pois provávelmente está projetando. duvido que você é honesto o suficiente para deixar que as evidencias levem seja aonde for.

Claro, claro.

Sou eu quem chegou ao debate "acreditando" que os processos naturais foram criados e são comandados por uma deidade misógina, xenófoba e assassina.

 
Vossa Senhoria demonstrou aqui e no seu blog que tem o perfil típico de um cristão protestante pentecostal, ou seja, a sua fé sempre sobrepujará a razão e o conhecimento científico.
Eh mehmo ? Como sabe ? O que fez voce concluir isso ?

O seu 'nome' no blog já demonstra que a sua fé ultrapassa largamente a racionalidade científica.

 
Nem precisava mencionar que a sua crença é mais importante do que as evidências. Se não fosse assim, não estaria aqui fazendo comentários deste tipo, incluindo algumas que demonstram um constrangedor desconhecimento da hodierna epistemologia científica.

ahm..... como assim ? explique se melhor.

Preciso mesmo?

Primeiro. A existência e a atuação de uma deidade não são o escopo da Ciência, seja qual for a linha de epistemologia científica.

Segundo. Quem faz alegações de existência e ou atuação de uma deidade é que tem o ônus da prova.


Apenas para que eu tenha uma ideia de com quem estou lidando cientificamente, qual é a sua formação escolar em nível superior?
Ela é o suficiente para poder ler, pesquisar, e entender livros educativos sobre biologia molecular, na esmagadora maioria em inglês, questionar, e fazer inferências lógicas e racionais sobre a melhor explicação de origem desses sistemas biologicos. Se achar que minhas deduções não são convincentes, fique a vontade de propor explicações melhores.

Volto a insistir: Qual é a sua formação? Biólogo? Paleontólogo? Químico? Físico?

Faz ou fez pesquisa científica com publicação de artigos?

No mais, as "explicações melhores" já estão nos livros realmente científicos que Vossa Senhoria lê mas que rejeita as conclusões, porque considera-as 'contaminadas pela filosofia naturalista'.


E os publicou em qual revista científica?

Ou, ao menos, em qual revista não-religiosa?

Como disse. Discorda ? Refute com explicações mais convincentes. Nosso dialogo deveria alias girar em torno das evidencias apresentadas.

Exatamente por isto que eu o convidei a discorrer sobre a questão da idade do planeta.


Como o leito no assunto é você, e aparentemente não demonstra interesse em se reiterar e educar,
[...]

Pelo contrário. Leio, sempre que possível, tudo o que postas.


vem com conversinha fiada e superficial .

Se tu achas...

Então mostre-me porque a DI é, sob o ponto de vista de epistemologia científica, sustentável.

Depois mostre-me evidências palpáveis de que existe uma deidade.

E termine mostrando evidências de uma atuação "inteligente" e não bobagens do tipo "ohhh... viram como a proteína X atua sobre a função fisiológica Y? Isto é complexidade irredutível e só pode ocorrer por causa de um projeto funcional feito por uma inteligência superior, deus, é claro".


Suspeito que estou perdendo meu tempo aqui.

A porta é a serventia da casa.

Sinta-se à vontade para usá-la.  :)


Eu começaria a mudar de ideia com base em duas evidências:

1) Que fosse demonstrado que as mudanças evolutivas não poderiam ocorrer ao longo do tempo geológico do Fanerozóico e

2) Que fosse demonstrada a existência de seu deus.
Que belissimo standard duplo, e prova blatante de seu preconceito, que tenta projetar em mim. Por que está satisfeito com sua visão de mundo, apesar de não ter provas que o mundo natural é tudo que existe ?

Quem se preocupa e tem que mostrar que o 'mundo natural' não é tudo que existe é Vossa Senhoria, que faz alegações extraordinárias, como a existência de uma deidade.
 

Se estivesse analisando honestamente as evidencias que já postei, seu item 1 já estaria respondido. Para multicellularidade poder originar, vários fatores são necessários para surgir ao mesmo tempo. Vou mencionar apenas dois. 1. Mecanismos para juntar as células, sem os quais as células não " colariam " uma na outra,

http://reasonandscience.heavenforum.org/t2187-cell-junctions-and-the-extracellular-matrix?highlight=junctions

e 2. Sistemas ultracomplexos de comunicação célular. Se um dos dois não emergir junto com outro, nada feito, e multicellularidade não é possível.

http://reasonandscience.heavenforum.org/t2181-cell-communication-and-signalling-evidence-of-design

Transdução de sinal celular é muito específico e extremamente sensível. A especificidade é conseguida por complementaridade molecular precisa entre as moléculas de sinal e de receptores contêm uma sequência de sinal. Esta sequência actua como um mecanismo de direccionamento para garantir que a proteína é entregue ao organelo adequado.

Pergunta: transdução de sinal tinha que estar presente nas primeiras células vivas. Como poderia a especificidade da molécula de sinal, e o ajuste preciso no seu receptor complementar ter evoluído? Ou a amplificação, ou a dessensibilização / adaptação, em que a ativação do receptor desencadeia um circuito de realimentação, que desliga o receptor ou o remove da superfície da célula, uma vez que o sinal passou?

A maioria das estações de sinal de retransmissão que conhecemos foram inteligentemente concebidas. O sinal não tem sentido sem reconhecimento . Comunicação implica uma convenção de sinalização (a "união" ou acordo com antecedência) que um dado sinal significa ou representa algo: por exemplo, que o SOS significa: "Envie Ajuda!" O transmissor e o receptor podem ser feitos de materiais não-cientes, mas o finalidade funcional do sistema sempre vem de uma mente. A mente utiliza as substâncias materiais para executar um algoritmo que não seja ele próprio um produto dos materiais ou as forças que atuam sobre eles cegos. As sequências de sinal podem ser compostos de matéria sem mente, mas eles são marcas de uma mente por trás do design inteligente.

Vários outros fatores , partes e configurações são necessários , e tem que surgir juntos, mas esses dois já são bons exemplos.

http://elohim.heavenforum.org/t180-a-caixa-preta-de-darwin#294

Vamos tentar evoluir uma bicicleta em uma motocicleta pela acumulação gradual de mutações. Suponha que uma fábrica produziu bicicletas , mas que ocasionalmente houve um erro na fabricação. Suponhamos ainda que, se o erro levou a uma melhoria na bicicleta, em seguida, os amigos e vizinhos do comprador sortudo iriam querer bicicletas semelhantes, e reequipar a fábrica para fazer a mutação uma característica permanente. Então, como mutações biológicas, mutações mecânicas bem sucedidas iriam reproduzir e se espalhar. Se queremos manter a nossa analogia relevante na biologia, no entanto, cada mudança pode ser apenas uma ligeira modificação, a duplicação ou rearranjo de um componente pré-existente, e a mudança deve melhorar a função da bicicleta. Portanto, se a fábrica erroneamente aumentou o tamanho de uma porca ou diminuição do diâmetro de um parafuso, ou adicionada uma roda adicional para o eixo dianteiro ou deixado de fora da roda traseira, ou colocar um pedal no guiador ou adicionar raios extras, e se for o caso destas pequenas mudanças melhoraram o passeio de bicicleta, então a melhoria seria imediatamente notada pelo público de compra e as bicicletas mutantes iriam, de uma forma verdadeiramente darwiniana, dominar o mercado. Dadas estas condições, podemos evoluir uma bicicleta em uma motocicleta? Podemos nos mover na direção certa, fazendo o assento mais confortável em pequenos passos, as rodas maiores, e até mesmo imitando a forma geral de várias maneiras. Mas uma motocicleta depende de uma fonte de combustível, e uma bicicleta não tem nada que pode ser ligeiramente modificada para se tornar um tanque de gasolina. E que parte da bicicleta poderia ser duplicada para começar a construir um motor? Mesmo que um acidente de sorte trouxe um motor de cortador de grama de uma fábrica vizinha na fábrica de bicicletas, o motor teria que ser montado na bicicleta e estar conectado da maneira certa para a corrente de transmissão. Como isso poderia ser feito passo-a-passo de partes de bicicletas? Uma fábrica que fez bicicletas simplesmente não poderia produzir uma motocicleta pela seleção natural atuando sobre a variação-por «numerosas, sucessivas e ligeiras modificações» -e, de fato, não há exemplo na história de uma mudança complexa em um produto que ocorre dessa maneira.

http://elohim.heavenforum.org/t77-a-biosintese-de-clorofila-e-irredutivelmente-complexa

Cinco seguintes condições que todos têm de ser cumpridos:
C1: Disponibilidade. Entre as peças disponíveis para o recrutamento para formar um sistema biológico que consiste em várias partes, teriam que estar aqueles que são capazes de realizar as tarefas altamente especializadas do sistema específico, apesar de todos os itens servirem para alguma outra função ou nenhuma função em outro sistema onde foram recrutados.
C2: Sincronização. A disponibilidade destas peças teria de ser sincronizada de modo que, em algum ponto, quer individualmente ou em combinação, todos eles estão disponíveis ao mesmo tempo.
C3: Localização. As peças selecionadas devem todos ser disponibilizadas ao mesmo 'canteiro de obras', talvez não simultaneamente, mas, certamente, no momento em que são necessárias.
C4: peças coordenadas. As peças devem ser compatíveis entre si, isto é, 'bem se encaixando "e capazes de corretamente' interagir ': mesmo que as subunidades são colocadas juntos na ordem certa, elas também precisam fazer a interface corretamente.

As peças devem ser coordenadas para que se consiga a montagem certa: mesmo que todas as partes estariam disponíveis no momento certo, é claro que a maioria das formas e maneiras de montá-las será não-funcional ou irrelevante. Você não tem como encaixar a peça em qualquer lugar. Tem que ser no lugar certo, e da maneira correta.
C5: compatibilidade Interface. As peças devem ser compatíveis entre si, isto é, 'bem-encaixando "e capaz de corretamente' interagir ': mesmo que as subunidades são colocadas juntas na ordem certa, elas também precisam fazer a interface corretamente.

Resumido: A montagem de um sistema biológico tem por exemplo certas semelhanças de uma fabrica de montagem de carros. Para a montagem de um sistema biológico de várias partes, passos seguintes devem ser explicados: a origem da informação do genoma para produzir todas as subunidades e co-fatores de montagem. Disponibilidade de peças, de sincronização, fabricação e montagem de coordenação através da informação genética, e de compatibilidade de interface. As peças individuais devem encaixar precisamente e de forma correta. Os co-fatores que ajudam na montagem ( equivalente aos robôs em uma linha de montagem na fábrica ) devem estar no lugar certo, e programados para encaixar as peças no lugar certo. Todos estes passos são melhor explicados através de um designer super-inteligente e poderoso, ao invés de processos naturais estúpidos por acaso, e / ou evolução, uma vez que observamos  mentes a todo tempo produzindo máquinas e fábricas, máquinas de produção e produtos finais.

tudo * * tem que estar no lugar de uma só vez, ou então um organismo não tem nenhuma vantagem de sobrevivência. A coisa é, não há nenhum mecanismo para qualquer das peças evoluir individualmente porque peças únicas não conferem nenhuma vantagem em si e por si só. A necessidade das partes do sistema serem postos em prática de uma só vez é simplesmente evidência de criação. Fotossíntese faltando uma complexo protéico (como clorofilas) por exemplo é como um carro faltando apenas uma peça do trem de acionamento (como um diferencial); Não é que ele não funciona tão bem ou parcialmente - ele não funciona por completo!

Ou seja, repete todo o 'blá-blá-blá' supra, encontrado ad nauseam em sites e blogs adventistas, que usa a falácia do relojoeiro de Paley, agora também chamada de 'complexidade irredutível'.
« Última modificação: 14 de Novembro de 2015, 20:37:03 por Geotecton »
Foto USGS

Offline Otangelo Grasso

  • Nível 07
  • *
  • Mensagens: 73
Re:Uma coisa que não intendo dos argumentos teistas
« Resposta #112 Online: 14 de Novembro de 2015, 22:01:35 »
bela generalização:

putz. perdi dez minutos do meu tempo.......

isso aqui  já parece uma carcaça morta, fedida, podre, e vazia por dentro.

auf wiedersehen.... Wer weiss, vielleicht auf nimmer.
« Última modificação: 14 de Novembro de 2015, 22:05:23 por Otangelo Grasso »

Offline Dr. Manhattan

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.342
  • Sexo: Masculino
  • Malign Hypercognitive since 1973
Re:Uma coisa que não intendo dos argumentos teistas
« Resposta #113 Online: 14 de Novembro de 2015, 22:56:18 »
bela generalização:

putz. perdi dez minutos do meu tempo.......

isso aqui  já parece uma carcaça morta, fedida, podre, e vazia por dentro.

auf wiedersehen.... Wer weiss, vielleicht auf nimmer.

Otangelo, argumentos são sempre bem vindos aqui no CC, mas ofensas não são toleradas.
You and I are all as much continuous with the physical universe as a wave is continuous with the ocean.

Alan Watts

Offline homemcinza

  • Nível 21
  • *
  • Mensagens: 788
Re:Uma coisa que não intendo dos argumentos teistas
« Resposta #114 Online: 14 de Novembro de 2015, 23:06:32 »
Quando não se tem argumentos,  o que restam são ofensas.

Não sei vocês, mas sempre que vejo alguém desesperadamente tentar provar o "improvável" mesmo contra todos as evidências que existem, ele está tentando provar antes de mais nada algo a si mesmo.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.106
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Uma coisa que não intendo dos argumentos teistas
« Resposta #115 Online: 15 de Novembro de 2015, 00:05:22 »
Criacionistas simplesmente não podem se ater ao que seriam os focos cruciais daquilo que defendem: delineamento preciso de parentesco biológico real vs. ilusório, e alguma substanciação mais direta de origem de seres complexos sem ser através de reprodução biológica, progenitores (como consta na bíblia, e que seria possível de se conseguir reproduzir laboratorialmente com feitiçaria, também segundo a bíblia).

É ficar "contra a parede", e ter que encarar a realidade. Por isso a estratégia de "argumentação" é sempre de "atirar para todos os lados" tentando apontar "falhas" na evolução, com uma lógica mais ou menos explícita que é a mesma de se dizer, "por esses motivos todos, a composição da Lua não pode ser aquela defendida pelos cientistas; logo ela é feita de queijo".

Offline Pedro Reis

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.951
Re:Uma coisa que não intendo dos argumentos teistas
« Resposta #116 Online: 07 de Janeiro de 2016, 22:58:21 »
Eu vou falar um palavrão aqui.

Posso receber cartão amarelo, vermelho e até roxo, mas vou falar o palavrão.

Retirem as crianças da sala e também as senhoras idosas, porque é o palavrão que vocês menos suportam ouvir.

Mas vou falar...

CONS - PI - RA - ÇÂO!

Todos estão chocados, mas o que é, é.

Citar
A estratégia da cunha é um plano de ação político e social elaborado pelo Discovery Institute, o núcleo do movimento do design inteligente. A estratégia foi apresentada em um manifesto do Discovery Institute conhecido como o documento da cunha[1] , que descreve uma ampla agenda social, política e acadêmica cujo objetivo último é "derrotar o materialismo [científico]" representado pela evolução, "reverter a sufocante visão de mundo materialista e substituí-la por uma ciência consoante com as convicções cristãs e teístas"[2] e "afirmar a realidade de Deus".[3] . Seu objetivo é "renovar" a cultura americana moldando a política pública para refletir os valores cristãos conservadores.[4]
O design inteligente é a conjectura controversa de que certas características do universo e dos seres vivos são melhor explicadas por uma causa inteligente, e não por processos naturalísticos tais como a seleção natural. A conjectura do design inteligente traz implícita uma redefinição da ciência e de como ela é conduzida. Os proponentes da estratégia da cunha se opõem dogmaticamente ao materialismo[5] [6] [7] , ao naturalismo[6] [8] e à evolução[9] [10] [11] [12] e fizeram da remoção de cada um deles do modo como a ciência é conduzida e ensinada um objetivo explícito.[13] [14]
A estratégia foi originalmente trazida à atenção do público quando o Documento da Cunha vazou na Web.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Estrat%C3%A9gia_da_cunha

Citar
O documento apresenta os objetivos de curto e longo prazo com metas para o movimento do design inteligente, com seus objetivos diretores declarados no parágrafo de abertura:

"Derrotar o materialismo científico e seus destrutivos legados moral, cultural e político"

"Substituir explicações materialísticas pelo entendimento teísta de que a natureza e os seres humanos são criados por Deus"

Citar
Há três "projetos-cunha", referidos na estratégia como três fases projetadas para atingir um objetivo diretor:
Fase I: Pesquisa científica, publicação & propaganda,
Fase II: Propaganda & formação de opinião, e
Fase III: Confrontação e renovação cultural.

Citar
"Juntamente com um foco nos influentes formadores de opinião, nós também buscamos construir uma base popular de apoio entre nosso {constituency} natural, a saber, os cristãos. Faremos isto principalmente através de seminários de apologética. Planejamos que estes encoragem e equipem os crentes com novas evidências científicas que apóiam a fé, assim como "popularizem" nossas idéias na cultura mais ampla."

Offline Pedro Reis

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.951
Re:Uma coisa que não intendo dos argumentos teistas
« Resposta #117 Online: 07 de Janeiro de 2016, 23:05:40 »
Esse cara não é um fanático que acredita no que diz. A gente logo vê a diferença.

Eles são super-preparados para estas discussões repetitivas e enfadonhas e esperam vencer pelo cansaço, porque possuem um tempo enorme ( quase tipo dedicação exclusiva ) para estes embates e podem escrever estes posts kilométricos quase sempre irrespondíveis.

Volto e meia aparece um tipo assim com esse mesmo padrão. Eu me lembro do docdeoz; um cara com quem eu tentei disputar esse campeonato de paciência e ele acabou desistindo e foi lá pro ReV.

Mas sempre tem outro... e outro...

Offline Pedro Reis

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.951
Re:Uma coisa que não intendo dos argumentos teistas
« Resposta #118 Online: 07 de Janeiro de 2016, 23:24:39 »
Alguém conhece Enézio de Almeida?

É dele o blog Desafiando a Nomenklatura Científica.

Esse cara não é religioso, nunca foi cristão, muito menos evangélico. Mas já foi desmascarado mentindo e sofismando em seus artigos centenas de vezes.

Mas, se não é por orientação religiosa, por uma necessidade que muitos humanos possuem de conformar a realidade aos seus anseios existenciais, então porque ele mente?

Em troca de quê esse vigarista mente?

Imagino que algo ele receba em troca do seu tempo.

Citar
Por que sou ‘pós-darwinista’? Porque já fui evolucionista de carteirinha. Hoje, sou cético da teoria macroevolutiva como verdade científica. Contudo, meu ceticismo ao ‘dogma central’ darwinista não é baseado em relatos da criação de textos sagrados. Foi a séria e conflituosa consideração do debate que ocorre intramuros e nas publicações científicas há muitos anos sobre a insuficiência epistêmica da teoria geral da evolução. Eu fui ateu marxista-leninista. Hoje, não tenho mais fé cega no ateísmo. Não creio mais na interpretação literal dos dogmas de Darwin aceitos ‘a priori’ e defendidos ideologicamente com unhas e dentes pela Nomenklatura científica. A Ciência me deu esta convicção. Aprendi na universidade: quando uma teoria científica não é apoiada pelas evidências, ela deve ser revista ou simplesmente descartada. Sou pós-darwinista me antecipando à iminente e eminente ruptura paradigmática em biologia evolutiva. Chegou a hora de dizer adeus a Darwin. Mestre em História da Ciência – PUC-SP. CV Plataforma Lattes: http://lattes.cnpq.br/6602620537249723

Offline Pedro Reis

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.951
Re:Uma coisa que não intendo dos argumentos teistas
« Resposta #119 Online: 08 de Janeiro de 2016, 00:25:35 »
Enézio me passou a perna. Não se pode mesmo confiar nessa gente.

Em artigo do Bule  Voador descubro que Enézio, em seu primeiro post, se apresentou como "Bacharel em Letras, mestre em Artes (como Darwin…) e Estudos Bíblicos, pesquisador em Educação em Ciências”.

http://www.bulevoador.com.br/2013/11/desmascarando-camarilha-pseudo-cientifica/

Hoje Enézio é "Mestre em História da Ciência" e ex-ateu marxista-leninista e não faz nenhuma menção ao fato de que o "ateu" era Mestre em Estudos Bíblicos.

Que tremenda vigarice é tudo isso...

Offline Anti

  • Nível 00
  • *
  • Mensagens: 1
Re:Uma coisa que não intendo dos argumentos teistas
« Resposta #120 Online: 02 de Maio de 2016, 23:20:02 »
não entendo isso e nem procuro entender, vai que passo a acreditar e saio julgando todo mundo aheuehue

Skorpios

  • Visitante
Re:Uma coisa que não intendo dos argumentos teistas
« Resposta #121 Online: 03 de Maio de 2016, 07:52:34 »
não entendo isso e nem procuro entender, vai que passo a acreditar e saio julgando todo mundo aheuehue

Bem vindo ao clube, Anti. Se quiser, dê uma passada no tópico de apresentações e deixe-nos saber algo sobre você.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!