Enquete

Você acredita que acredita ou desacredita livremente no livre-arbítrio ou sua escolha é predeterminada por fatores além do seu controle?

Acredito no livre-arbítrio e ele é compatível com a causalidade
8 (26.7%)
Acredito no livre-arbítrio, mas ele não é compatível com a causalidade
4 (13.3%)
Não acredito no livre-arbítrio, pois ele é incompatível com a causalidade
18 (60%)
Não acredito no livre-arbítrio, apesar de ele ser compatível com a causalidade
0 (0%)

Votos Totais: 30

Autor Tópico: Livre-arbítrio  (Lida 9261 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Shinigami-Ateu

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.666
  • Sexo: Masculino
  • "SILINCE, I KILL YOU!" Infidel
Re: Livre arbítrio...?
« Resposta #75 Online: 28 de Novembro de 2009, 09:10:17 »
ronysalle

livre para aprender.

Citar
Livre arbítrio...?

Caríssimo!!!

Desconfio que você é absolutamente razoável... Então o que é que convence a maioria das pessoas, de que teêm livre arbítrio? Será apenas um ideal de liberdade?

já li que certos praticantes de auto-domínio, conseguem modificar os seus gostos e a sua personalidade, como fazem os actores nas peças de teatro, ou nos filmes.

Aparentemente certas pessoas podem transformar em si próprias o sabor amargo em doce; a dor em prazer...
Regular a percepção de estímulos como a audição, a visão e o olfacto, e o frio em calor. Outros ainda vão mais longe: disciplinam o sono e fazem do dormir um óbi; dormem sempre que querem.

Mas auto-controlar o ADN, parece-me muitíssimo mais difícil. O que levaria essas pessoas a serem sempre jovens e saudáveis. Altas ou baixas, gordas ou magras à vontade; em suma completamente transformistas. O que incluiria a imortalidade

Entretanto certos engenheiros genéticos, afirmam justamente isso: O homem tem hipóteses de vir a ser um mutante tipo "X-Men".

Isto provavelmente, grosso modo, ainda não passa de ficção.

 

Diria impossível, tente doutrinar seu organismo para não se alimentar ou defecar.
"Por que temer a morte? Enquanto eu sou, a morte não é; e, quando ela for, eu já não serei. Por que deveria temer o que não pode ser enquanto sou?”.

Offline z32o

  • Nível 00
  • *
  • Mensagens: 6
  • Sexo: Masculino
    • z32o@Twitter
Re: Livre arbítrio...?
« Resposta #76 Online: 28 de Novembro de 2009, 09:58:30 »
Só de a pessoa saber o que significa livre-arbítrio já a torna um pouco mais livre de suas idéias e ações, porém estas também são limitadas às ferramentas que estão à sua mão.

Não se pode gostar de macarrão sendo que nunca comeu/ouviu/viu em nenhuma mídia - e é como o ronysalles diz neste trecho:
Citação de: ronysalles
Se tivéssemos livre-arbítrio; ou seja, se nossa vontade fosse LIVRE, nós não seríamos afetados pelo nosso ambiente.
Mas isso não quer dizer que a pessoa não possa sair de seu ambiente, visitar outros lugares, aprender novas culturas e tomar decisões desde "Qual a sua comida preferida?" até "Vc crê que existe um Deus?", ou seja, cabe a pessoa que quer mudar, ou se sente incomodada com sua realidade, sair em busca do que realmente gosta. Mas ela sempre será limitada pelo conhecimento humano do que é comestível, qual tempero é bom, ou qual Deus vale a pena ser louvado.

No entanto, se o que ela procura não estiver neste mundo, não tiver sido idealizado, pintado ou escrito ela será mal compreendida pela sociedade, que então julgará suas ações de acordo com as regras de seu país e dos seres humanos - regras que foram criadas para manter a "ordem"; para reprimir - então está pessoa será julgada culpada, por violação dos direitos humanos.

Se tivéssemos livre-arbítrio em sua pura definição, o mundo seria um caos.

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Livre arbítrio...?
« Resposta #77 Online: 29 de Novembro de 2009, 22:29:43 »
O livre-arbítrio, é portanto um ideal em evolução...
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Livre arbítrio...?
« Resposta #78 Online: 29 de Novembro de 2009, 22:56:38 »
Shinigami-Ateu

As pessoas fingem a maioria das interações humanas

Re: Livre arbítrio

livre para aprender.

Citar
Diria impossível, tente doutrinar seu organismo para não se alimentar ou defecar.

Depende da necessidade e vantagem, que possa existir na tentativa dessa doutrinação. Todavia não acho desejável a breve prazo, apreciar devidamente a sua sugestão, porque se tratam de prazeres indispensáveis a uma boa saúde orgânica. Eu preferiria, tentar aperfeiçoar a memória fotográfica e a arte de imitar os vegetais autróficos, que conseguem absorver a energia solar e sintetisar todos os nutrientes indispensáveis à vida celular, através da respiração.

Ademais, eu creio que grosso modo, certos rigores em termos de auto-domínio, são ainda especulação no território da ficção científica, que mais tarde ou mais cedo, virão a ser conseguidos. Entretanto analise as performances cada vez mais espectaculares, que se alcançam ao nível dos desportos mais radicais...
 


Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline HeadLikeAHole

  • Nível 17
  • *
  • Mensagens: 483
  • Sexo: Masculino
Re: Livre arbítrio...?
« Resposta #79 Online: 30 de Novembro de 2009, 16:35:14 »
Esqueça o Livre arbítrio.
Humanos são máquinas biológicas que respondem a estímulos externos.

Não ser afetado pelo ambiente é no minimo impossivel. Tudo que somos foi influenciado pelo ambiente, nosso DNA, o modo como crecemos e aprendemos, etc. Mesmo que alguem deixasse de ser influenciado pelo ambiente, continuaria refletindo o que o ambiente lhe condicionou anteriormente.

O Livre arbítrio absoluto é um paradoxo: se eu pudesse decidir tudo sobre mim, eu poderia decidir não exitir, e também poderia decidir voltar a existir após não-existir, mas como eu poderia decidir reexistir sendo que eu não existo? (Viajei nessa)

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Livre arbítrio...?
« Resposta #80 Online: 30 de Novembro de 2009, 18:21:37 »
HeadLikeAHole

Re: Livre arbítrio...?

Citar
Esqueça o Livre arbítrio.

Humanos são máquinas biológicas que respondem a estímulos externos.

Quanto a mim, essa opinião implica que nós praticamente, somos inteligências artificiais programadas para reagir automaticamente ao meio ambiente.

Citar
Não ser afetado pelo ambiente é no minimo impossivel. Tudo que somos foi influenciado pelo ambiente, nosso DNA, o modo como crecemos e aprendemos, etc. Mesmo que alguem deixasse de ser influenciado pelo ambiente, continuaria refletindo o que o ambiente lhe condicionou anteriormente.

Parece-me acertado.

Citar
O Livre arbítrio absoluto é um paradoxo:


Concordo inteiramente consigo; todavia o ser humano procura a todo o custo comportar-se como se o tivesse.

Citar
se eu pudesse decidir tudo sobre mim, eu poderia decidir não exitir, e também poderia decidir voltar a existir após não-existir, mas como eu poderia decidir reexistir sendo que eu não existo? (Viajei nessa)

De facto, nesta última parte, parece-me que você viajou mesmo! Mas eu prefiro acreditar que foi uma viagem
no tempo. Na medida, em que para você poder tomar decisões tão dramáticas, tem de estar consciente a todo o momento; o que paradoxalmente seria indispensável ser imortal, pelo menos mental ou espiritualmente.

Entretanto acresce-se o facto de ser impossível não existir... Porque para haver existência é absolutamente necessário existirem outras existências; e a inexistência portanto é absolutamente impossível. Senão seria o "nada", o que seria muito mais paradoxal ...





 
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline CTHULHUZINHO

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 100
  • Sexo: Masculino
  • O R'lyeh!
Re: Livre arbítrio...?
« Resposta #81 Online: 04 de Dezembro de 2009, 12:56:19 »
ronysalle

livre para aprender.

Citar
Livre arbítrio...?

Caríssimo!!!

Desconfio que você é absolutamente razoável... Então o que é que convence a maioria das pessoas, de que teêm livre arbítrio? Será apenas um ideal de liberdade?

Auto-ilusão, da mesma forma que a maioria das pessoas acha que todas as crenças que possui são verdades a não ser que alguem as prove erradas (alguns nem assim mudam a opinião... :|)

já li que certos praticantes de auto-domínio, conseguem modificar os seus gostos e a sua personalidade, como fazem os actores nas peças de teatro, ou nos filmes.

Aparentemente certas pessoas podem transformar em si próprias o sabor amargo em doce; a dor em prazer...
Regular a percepção de estímulos como a audição, a visão e o olfacto, e o frio em calor. Outros ainda vão mais longe: disciplinam o sono e fazem do dormir um óbi; dormem sempre que querem.

sem querer ofender, já li que essas demonstrações são truques...
eu durmo sempre que quero... não entendi o que há de especial nisso :|


Mas auto-controlar o ADN, parece-me muitíssimo mais difícil. O que levaria essas pessoas a serem sempre jovens e saudáveis. Altas ou baixas, gordas ou magras à vontade; em suma completamente transformistas. O que incluiria a imortalidade

você acha mesmo isso possível? só com a "força do pensamento"?

Entretanto certos engenheiros genéticos, afirmam justamente isso: O homem tem hipóteses de vir a ser um mutante tipo "X-Men".

Incrível mas nessa parte eu acredito. Posso imaginar um futuro em que com técnicas de manipulação de dna (talvez através de terapia genética) as pessoas comprem os fenótipos da moda. Só não imagino isso para um futuro próximo. :hihi:

Isto provavelmente, grosso modo, ainda não passa de ficção.

 

ps.: são opiniões
Ph'nglui mglw'nafh Cthulhu R'lyeh wgah'nagl fhtagn!

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Livre arbítrio...?
« Resposta #82 Online: 04 de Dezembro de 2009, 18:33:31 »
CTHULHUZINHO

Oh R'lyeh!

Re: Livre arbítrio...?

Citar
Caríssimo!!!

Desconfio que você é absolutamente razoável... Então o que é que convence a maioria das pessoas, de que teêm livre arbítrio? Será apenas um ideal de liberdade?

...

Auto-ilusão, da mesma forma que a maioria das pessoas acha que todas as crenças que possui são verdades a não ser que alguem as prove erradas (alguns nem assim mudam a opinião... )

Pode ser que você esteja certo.

Citar
já li que certos praticantes de auto-domínio, conseguem modificar os seus gostos e a sua personalidade, como fazem os actores nas peças de teatro, ou nos filmes.

Aparentemente certas pessoas podem transformar em si próprias o sabor amargo em doce; a dor em prazer...
Regular a percepção de estímulos como a audição, a visão e o olfacto, e o frio em calor. Outros ainda vão mais longe: disciplinam o sono e fazem do dormir um óbi; dormem sempre que querem.

...

1 - sem querer ofender, já li que essas demonstrações são truques...
2 - eu durmo sempre que quero... não entendi o que há de especial nisso


1 - Bem, eu sou bastante crédulo; e supus que a literatura sobre hipnose e auto-hipnose, realmente corresponderia a factos comprovados. Todavia talvez seja como você diz, e esses relatos sejam simplesmente truques. Já para não invocar o célebre efeito placebo.

2 - O especial da questão, é que pelos vistos, a maioria das pessoas não consegue dormir sempre que quer.

Citar
Mas auto-controlar o ADN, parece-me muitíssimo mais difícil. O que levaria essas pessoas a serem sempre jovens e saudáveis. Altas ou baixas, gordas ou magras à vontade; em suma completamente transformistas. O que incluiria a imortalidade

...

você acha mesmo isso possível? só com a "força do pensamento"?

Pode ser que sim, afinal os meus limites não são os de toda a gente; vá-se lá saber o que é possível ou impossível, em termos de capacidades humanas...

Citar
Entretanto certos engenheiros genéticos, afirmam justamente isso: O homem tem hipóteses de vir a ser um mutante tipo "X-Men".

...

Incrível mas nessa parte eu acredito. Posso imaginar um futuro em que com técnicas de manipulação de dna (talvez através de terapia genética) as pessoas comprem os fenótipos da moda. Só não imagino isso para um futuro próximo.

ps.: são opiniões

Então você é praticamente fã do realismo fantástico...

 

 
 
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline CTHULHUZINHO

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 100
  • Sexo: Masculino
  • O R'lyeh!
Re: Livre arbítrio...?
« Resposta #83 Online: 07 de Dezembro de 2009, 15:28:32 »
Sou fã sim! :)

1 - Bem, eu sou bastante crédulo; e supus que a literatura sobre hipnose e auto-hipnose, realmente corresponderia a factos comprovados. Todavia talvez seja como você diz, e esses relatos sejam simplesmente truques. Já para não invocar o célebre efeito placebo.

Conheço os efeitos de anestesia utilizados na hipnose terapeutica, e os clássicos efeitos de hipnose de palco. Quanto a primeira, acho interessante mas não incrível, os usos são limitados e há outras maneiras mais seguras de se alcançar os mesmos resultados, quanto a segunda não vejo porque não achar que é um truque como a mágica de palco: uma ilusão de realidade.
Quanto a chamada "auto-hipnose" eu nunca lí nem soube de nada que me influenciasse a pensar que não é um nome bonitinha pra livro de auto-ajuda, com os mesmos efeitos dúbios.



Pode ser que sim, afinal os meus limites não são os de toda a gente; vá-se lá saber o que é possível ou impossível, em termos de capacidades humanas...

Minha opinião é que já temos uma boa idéia das capacidades humanas. Tirando os mitos e exageros, acho que nos conhecemos muito bem.

Então você é praticamente fã do realismo fantástico...

com certeza!!! :D espero o dia em que vou poder fazer download da minha mente prum corpo perfeito e explorar o universo sem precisar morrer ou ficar doente... e espero que essas tecnologias venham a existir antes do meu cérebro virar pudin pela velhice ou de eu morrer por algum motivo aleatório qualquer... mas claro que não acredito que isso venha a acontecer ;)
Ph'nglui mglw'nafh Cthulhu R'lyeh wgah'nagl fhtagn!

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Livre arbítrio...?
« Resposta #84 Online: 15 de Dezembro de 2009, 06:51:46 »
Citar
CTHULHUZINHO:

Então você é praticamente fã do realismo fantástico...

........................................................... ................

com certeza!!!  espero o dia em que vou poder fazer download da minha mente prum corpo perfeito e explorar o universo sem precisar morrer ou ficar doente... e espero que essas tecnologias venham a existir antes do meu cérebro virar pudin pela velhice ou de eu morrer por algum motivo aleatório qualquer... mas claro que não acredito que isso venha a acontecer.


Quer você dizer - durante o "curto" período da sua vida física - não é assim? Essa tecnologia fantástica, pode perfeitamente brotar da imaginação humana para o estirador dos engenheiros genéticos e aero-espaciais, nos próximos mil anos. E finalmente, quando "a máquina do tempo" existir, pode contar com a sua realização e dispôr dela...
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline CTHULHUZINHO

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 100
  • Sexo: Masculino
  • O R'lyeh!
Re: Livre arbítrio...?
« Resposta #85 Online: 15 de Dezembro de 2009, 09:00:41 »
Poxa aí está o problema, eu não consigo conceber uma máquina do tempo... Então pra mim só existe essa vida e depois o nada. Mas acredito que existam maneiras de conservar a mente funcionando para sempre (talvez alterando o mecanismo de envelhecimento celular para que ele não funcione e reparando os danos do tempo no dna com nanorrobôs ou trocando as células por robôs com a mesma capacidade, para que a reposição em caso de dano seja mais fácil, eu acredito que a consciência não se perca se formos trocando célula a célula as originais orgânicas por similares robóticas até ficarem só as robóticas, quem sabe um scan da mente de tempos em tempos guardado num servidor e que pode ser carregado num corpo clone sempre jovem e no caso do corpo morrer, é só carregar o último "save" :hihi:) só não acredito que eu venha a experimentá-las :)
Ph'nglui mglw'nafh Cthulhu R'lyeh wgah'nagl fhtagn!

Offline West

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.888
  • Sexo: Masculino
  • "Como um grão de poeira suspenso num raio de sol"
Re: Livre arbítrio...?
« Resposta #86 Online: 15 de Dezembro de 2009, 10:18:55 »
Livre arbítrio...?

 :quevedo: :quevedo: :quevedo:
"Houve um tempo em que os anjos perambulavam na terra.
Agora não se acham nem no céu."
__________
Provérbio Iídiche.

"Acerca dos deuses não tenho como saber nem se eles existem nem se eles não
existem, nem qual sua aparência. Muitas coisas impedem meu conhecimento.
Entres elas, o fato de que eles nunca aparecem."
__________
Protágoras.Ensaio sobre os deuses. Séc. V a.C.

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Livre arbítrio...?
« Resposta #87 Online: 15 de Dezembro de 2009, 20:26:13 »
Citar
CTHULHUZINHO:

................................

Poxa aí está o problema, eu não consigo conceber uma máquina do tempo... Então pra mim só existe essa vida e depois o nada. Mas acredito que existam maneiras de conservar a mente funcionando para sempre (talvez alterando o mecanismo de envelhecimento celular para que ele não funcione e reparando os danos do tempo no dna com nanorrobôs ou trocando as células por robôs com a mesma capacidade, para que a reposição em caso de dano seja mais fácil, eu acredito que a consciência não se perca se formos trocando célula a célula as originais orgânicas por similares robóticas até ficarem só as robóticas, quem sabe um scan da mente de tempos em tempos guardado num servidor e que pode ser carregado num corpo clone sempre jovem e no caso do corpo morrer, é só carregar o último "save" ) só não acredito que eu venha a experimentá-las.

O nada é apenas falta de consciência de si próprio, não é assim?

A transformação do corpo animal, num ciborgue perfeito, que poderá ser reciclado periodicamente e em que a consciência "natural", poderá vir a ser completamente "artificial" - segundo a minha opinião - se isso vir a ser possível, então também consigo considerar plausível, que da fantástica e genial imaginação humana, brote a fantástica "máquina do tempo", o que será simplesmente maravilhoso... Desse modo o "livre arbítrio", deixará de ser um mito.
« Última modificação: 15 de Dezembro de 2009, 20:31:50 por lusitano »
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Livre arbítrio...?
« Resposta #88 Online: 15 de Dezembro de 2009, 20:36:12 »
Citar
West

"Como um grão de poeira suspenso num raio de sol"

---------------------
Re: Livre arbítrio...?
---------------------

Livre arbítrio...?


Mas poderá vir a existir... Não?
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 32.736
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Livre arbítrio...?
« Resposta #89 Online: 28 de Novembro de 2011, 00:39:20 »
Vou "subir" com o tópico porque parece ter textos interessantes apesar de ainda não ter lido.


Duas questões para os livre-arbritristas:

  • o que é o nosso arbítrio, como funciona?
  • do que ele é livre?
A resposta não-sobrenatural para a primeira pergunta é que ele é um complexo processo físico-químico que ocorre no nosso cérebro, a partir de variáveis ambientais e armazenadas no próprio cérebro. A segunda pergunta, tendo aceito isso como verdade, perde muito do que eu imagino ser o significado "clássico" que se costuma dar ao termo "livre arbítrio". A "liberdade" existente é apenas a flexibilidade de comportamento, como todo esse processamento se dá de forma complexa a ponto das respostas humanas ao meio não serem ridigidamente determinadas ou previsíveis.

Não discordo de que ainda seja possível chamar isso de "livre arbítrio" se comparado a alguma situação/condição de menor complexidade neuronal onde haja uma determinação mais rígida/simples, mas ao mesmo tempo o processo não deixa de ser físicamente determinado. Nosso arbítrio não escapa das leis da física, tudo que queiramos chamar de "livre arbítrio" que realmente exista deve necessariamente ser produto delas, e não algo que de alguma forma as subverte, e portanto nada diferente de cadeias determinadas de ação e reação* em qualquer outra coisa na natureza. E isso inclui eventuais randomizações no comportamento (em biologia, se não me engano isso se chama "comportamento proteômico**", e existe até em animais mais simples, sendo nada mais do que uma estratégia adaptativa para se tornar menos previsível a predadores ou presas).


* indeterminismo quântico provavelmente não afeta em nada, e no que afetar, não dá margem ainda a uma defesa substanciada de um livre arbítrio que não seja fisicamente determinado. Ainda é determinista, apesar do "indeterminismo", que, excluindo-se teorias new age, é apenas um mecanismo físico que gera aleatoriedade "pura" determinando o comportamento, em vez de algo não-aleatório.

** vindo de "Proteus", e não de "proteoma".

Offline Mr."A"

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.005
  • Sexo: Masculino
Re:Livre arbítrio...?
« Resposta #90 Online: 28 de Novembro de 2011, 01:59:52 »
Buckaroo,

livre arbítrio, então, seria algo como o playlist do Media Player na opção "Ordem Aleatória"?

Minha hipótese sobre livre arbítrio é que se trata de nada mais que uma ilusão de origem biológica: todos os seres humanos tem a sensação de livre arbítrio. Acreditamos que escolhemos, optamos, preferimos, quando, na verdade, como você mesmo diz, é um processo fisicamente determinado.
8-)

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 32.736
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Livre arbítrio...?
« Resposta #91 Online: 28 de Novembro de 2011, 02:04:22 »
Não, livre-arbítrio é meio como um personagem não controlado pelo jogador de algum jogo eletrônico, que não siga um script rigidamente determinado -- um pouco como em jogos de luta ou de guerra.

Existe uma arbitragem, não é aleatoriedade pura. Pode haver aleatoriedade como parte das decisões inclusive, mas está muito longe de ser apenas isso.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 32.736
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Livre-arbítrio
« Resposta #92 Online: 28 de Novembro de 2011, 02:24:50 »
Citação de: O Pensador
Verdade!Mas há atos que só se realizam através da operaçâo da nossa consciência.Experimente levantantar da cama sem o poder do pensamento...

Mesmo que fosse, isso não significa que a "operação consciente" não é causada pelo conjunto de causas C. Ser consciente de suas ações não elimina em nenhum aspecto a determinação anterior pelo conjunto de causas C.

O filósofo Desidério Murcho resume muito bem a problemática do livre-arbítrio em sua resenha ao livro Free Will de Thomas Pink:
Citar
dado qualquer acontecimento A no universo, há outro acontecimento ou conjunto de acontecimentos que, só por si, determinam A causal e totalmente. Assim, o movimento actual do planeta Terra é inteiramente o efeito causal de outros acontecimentos anteriores; e esses acontecimentos são igualmente o efeito causal de outros — e assim por diante até ao princípio dos tempos. Mas se isto for assim, então a minha decisão de caminhar mais depressa já estava determinada muito antes de eu ter nascido, e tudo o que eu tenho é a ilusão de controlo: eu decidi, mas a decisão não foi realmente minha porque eu não poderia ter feito outra coisa. Não poderia ter feito outra coisa porque não poderia ter querido fazer outra coisa. Os medievais entendiam o problema de outra maneira: se Deus é presciente, então nós não podemos realmente ter livre-arbítrio porque Deus já sabia desde o princípio dos tempos que eu iria decidir caminhar mais depressa. Em qualquer das versões, o livre-arbítrio humano revela-se ilusório.

O problema mais profundo, contudo, é que mesmo que o universo não seja inteiramente determinado (nomeadamente devido a fenómenos quânticos), o livre-arbítrio não pode ser identificado com a aleatoriedade ou a mera ausência de cadeias causais exaustivas. Decidir livremente caminhar mais depressa é muito diferente de começar aleatoriamente a caminhar mais depressa. E se respondermos que o livre-arbítrio é a capacidade para agir em função da razão, estaremos também a eliminar o livre-arbítrio tal como correntemente o entendemos, pois estar determinado a agir segundo os ditames da razão revela tão pouco livre-arbítrio como estar determinado a agir aleatoriamente, ou a agir em função do estado causal do mundo de há dois biliões de anos.
[...]

Trecho que diz em outras palavras bem o que venho dizendo por aí. Parece haver mais coisa interessante no resto da mensagem e do tópico.

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re:Livre arbítrio...?
« Resposta #93 Online: 28 de Novembro de 2011, 09:02:09 »
Mr."A" & Buckaroo - escreveram:

Citar
Mr."A"

Buckaroo,

livre arbítrio, então, seria algo como o playlist do Media Player na opção "Ordem Aleatória"?

Minha hipótese sobre livre arbítrio é que se trata de nada mais que uma ilusão de origem biológica: todos os seres humanos tem a sensação de livre arbítrio. Acreditamos que escolhemos, optamos, preferimos, quando, na verdade, como você mesmo diz, é um processo fisicamente determinado.

Buckaroo Banzai

Não, livre-arbítrio é meio como um personagem não controlado pelo jogador de algum jogo eletrônico, que não siga um script rigidamente determinado -- um pouco como em jogos de luta ou de guerra.

Existe uma arbitragem, não é aleatoriedade pura. Pode haver aleatoriedade como parte das decisões inclusive, mas está muito longe de ser apenas isso.

Aí é que está o tremendo sarilho da questão:

Segundo me parece - "o livre arbítrio" - está directamente relacionado com a auto-percepção:

Se a auto-percepção, for uma ilusão, então "o livre arbítrio também não passará disso: mas se o sentimento de si, não for uma ilusão, então talvez "o livre arbítrio" se torne uma realidade em evolução...

Afinal, a "selecção natural" - favorece - os organismos que desenvolveram inteligência auto-consciente, vontade e intenção. Qu'é o caso do Homem, que estuda deliberadamente a natureza e realiza prodigiosos feitos de arbitrariedade artificial.

artur
« Última modificação: 28 de Novembro de 2011, 09:04:32 por lusitano »
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.547
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Livre arbítrio...?
« Resposta #94 Online: 28 de Novembro de 2011, 11:26:32 »
Mr."A" & Buckaroo - escreveram:

Citar
Mr."A"

Buckaroo,

livre arbítrio, então, seria algo como o playlist do Media Player na opção "Ordem Aleatória"?

Minha hipótese sobre livre arbítrio é que se trata de nada mais que uma ilusão de origem biológica: todos os seres humanos tem a sensação de livre arbítrio. Acreditamos que escolhemos, optamos, preferimos, quando, na verdade, como você mesmo diz, é um processo fisicamente determinado.

Buckaroo Banzai

Não, livre-arbítrio é meio como um personagem não controlado pelo jogador de algum jogo eletrônico, que não siga um script rigidamente determinado -- um pouco como em jogos de luta ou de guerra.

Existe uma arbitragem, não é aleatoriedade pura. Pode haver aleatoriedade como parte das decisões inclusive, mas está muito longe de ser apenas isso.

Aí é que está o tremendo sarilho da questão:

Segundo me parece - "o livre arbítrio" - está directamente relacionado com a auto-percepção:

Se a auto-percepção, for uma ilusão, então "o livre arbítrio também não passará disso: mas se o sentimento de si, não for uma ilusão, então talvez "o livre arbítrio" se torne uma realidade em evolução...

Afinal, a "selecção natural" - favorece - os organismos que desenvolveram inteligência auto-consciente, vontade e intenção. Qu'é o caso do Homem, que estuda deliberadamente a natureza e realiza prodigiosos feitos de arbitrariedade artificial.

artur
Arbitrariedade artificial, que nada mais seria então que não livre arbítrio romantizado.

Offline Aronax

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.253
  • Sexo: Masculino
Re:Livre arbítrio...?
« Resposta #95 Online: 28 de Novembro de 2011, 11:38:45 »
O livre arbitrio está limitado a certas condicionantes.....não temos a liberdade de bater os braços e sair voando...somos humanos...é uma condicionante!
Uma verdade ou um ser pode ser vista de vários pontos, porém a verdade e o ser estão acima de pontos de vista.

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re:Livre arbítrio...?
« Resposta #96 Online: 28 de Novembro de 2011, 12:31:36 »
Aronax - escreveu:

Citar
O livre arbitrio está limitado a certas condicionantes.....não temos a liberdade de bater os braços e sair voando...somos humanos...é uma condicionante!

Não discordo completamente consigo. :ok: :arrow: Mas, já houve o tempo, em que isso que acabou de enunciar, correspondia de facto à realidade. :)

Só que hoje em dia, com a tecnologia desenvolvida, pelos adeptos de "Leonardo de Vinci", qualquer dia isso será trivial :!: :arrow: :idea:

Não me refiro exactamente, à aviação usando motores queimando combustíveis fósseis, ou mesmo hidrogénio... Falo mesmo, da asa delta, do parapente e do bater de braço, que você supôe não conter suficiente força motriz, para sair voando... :hihi:

Evidentemente, que considero ser indispensável, acrescentar algo de artificial à força natural dos braços, para isso suceder eficazmente.

artur

PS: lembre-se de Arquimedes & Pascal... Um com a descoberta da alavanca e das roldanas, e o outro com a descoberta da multiplicação das forças hidráulicas.
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re:Livre arbítrio...?
« Resposta #97 Online: 28 de Novembro de 2011, 12:38:49 »
sergiomgbr - escreveu:

Citar
Afinal, a "selecção natural" - favorece - os organismos que desenvolveram inteligência auto-consciente, vontade e intenção. Qu'é o caso do Homem, que estuda deliberadamente a natureza e realiza prodigiosos feitos de arbitrariedade artificial.

artur

Arbitrariedade artificial, que nada mais seria então que não livre arbítrio romantizado.

A si não lhe parece, que o "artificialismo", é uma aproximação muito razoável ao "livre arbítrio"?

artur

Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline Aronax

  • Nível 26
  • *
  • Mensagens: 1.253
  • Sexo: Masculino
Re:Livre arbítrio...?
« Resposta #98 Online: 28 de Novembro de 2011, 13:00:54 »
Aronax - escreveu:

Citar
O livre arbitrio está limitado a certas condicionantes.....não temos a liberdade de bater os braços e sair voando...somos humanos...é uma condicionante!

Não discordo completamente consigo. :ok: :arrow: Mas, já houve o tempo, em que isso que acabou de enunciar, correspondia de facto à realidade. :)

Só que hoje em dia, com a tecnologia desenvolvida, pelos adeptos de "Leonardo de Vinci", qualquer dia isso será trivial :!: :arrow: :idea:

Não me refiro exactamente, à aviação usando motores queimando combustíveis fósseis, ou mesmo hidrogénio... Falo mesmo, da asa delta, do parapente e do bater de braço, que você supôe não conter suficiente força motriz, para sair voando... :hihi:

Evidentemente, que considero ser indispensável, acrescentar algo de artificial à força natural dos braços, para isso suceder eficazmente.

artur

PS: lembre-se de Arquimedes & Pascal... Um com a descoberta da alavanca e das roldanas, e o outro com a descoberta da multiplicação das forças hidráulicas.
Não desconheço suas afirmações nem discordo....me refiro a criatura humana dentro de sua natureza, desprovida de qualquer artificialismo.....nossa condição humana nos dá estes limites.....
Uma verdade ou um ser pode ser vista de vários pontos, porém a verdade e o ser estão acima de pontos de vista.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.547
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Livre arbítrio...?
« Resposta #99 Online: 28 de Novembro de 2011, 13:59:52 »
sergiomgbr - escreveu:

Citar
Afinal, a "selecção natural" - favorece - os organismos que desenvolveram inteligência auto-consciente, vontade e intenção. Qu'é o caso do Homem, que estuda deliberadamente a natureza e realiza prodigiosos feitos de arbitrariedade artificial.

artur

Arbitrariedade artificial, que nada mais seria então que não livre arbítrio romantizado.

A si não lhe parece, que o "artificialismo", é uma aproximação muito razoável ao "livre arbítrio"?

artur
Artificial, tanto quanto o reflexo de um gato num espelho, com a força de algo real a tal ponto que faz o gato reagir ao se deparar com seu reflexo como sendo outro gato. ::)

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!