Autor Tópico: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo  (Lida 18426 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline 4 Ton Mantis

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.320
  • Sexo: Masculino
Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Online: 02 de Setembro de 2010, 19:04:04 »
http://www1.folha.uol.com.br/ciencia/792962-stephen-hawking-dispensa-deus-na-origem-do-universo.shtml


Os avanços na Física moderna excluem Deus das teorias sobre a origem do Universo, afirma o astrofísico britânico Stephen Hawking, 68, em um novo livro do qual o jornal "The Times" publica nesta quinta-feira (2) alguns trechos.

O livro "The Grand Design", escrito em parceria com o físico norte-americano Leonard Mlodinow, será lançado na próxima quinta-feira (9).

Segundo Hawking, o Big Bang foi uma consequência inevitável" das leis da Física.
"Dado que existe uma lei como a da gravidade, o Universo pôde criar-se e se cria a partir do nada", afirmou. "A criação espontânea é a razão por que há algo em lugar do nada, de por que existe o Universo e por que existimos."

"Não é necessário invocar a Deus para acender o pavio e colocar o Universo em marcha", acrescenta.
Esta posição representa, segundo o "Times", uma evolução em relação ao que o cientista tbritânico havia escrito anteriormente sobre o tema.
Em sua "História do Tempo" (1998), um dos grandes best-sellers da literatura científica, Hawking sugeria que não existia incompatibilidade entre a noção de Deus como criador e uma compreensão científica do Universo.
\"Deus está morto\"-Nietzsche

\"Nietzsche está morto\"-Deus

Offline Iconoclasta SP

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 376
  • Sexo: Masculino
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #1 Online: 02 de Setembro de 2010, 20:10:58 »
Não entendi a relação entre a existência da gravidade e a criação de matéria a partir do nada.

O que li e mal compreendi é que parece estar certo que o vácuo absoluto na verdade não é um vácuo mas sim uma pletora de criações e desintegrações de partículas e antipartículas o tempo todo em um tempo que vai e volta dentro de um anel fechado e que isto é possível graças à incerteza quântica (sabe-se a energia exata envolvida no processo mas o tempo de duração é 100% incerto). A gravidade agiria a partir deste microcosmo?

Offline West

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.888
  • Sexo: Masculino
  • "Como um grão de poeira suspenso num raio de sol"
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #2 Online: 02 de Setembro de 2010, 21:42:03 »
Os crentes costumam usar, convenientemente, a teoria do big bang como evidência da existência de um deus criador que, logicamente, só poderia ser o cristão.

Acontece que o big bang não explica nada sob a origem do universo. É uma teoria absolutamente lacúnica quando ao momento inicial. O seu alcance vai "somente" até o chamado tempo de Plank. Esse é o alcance da teoria. De forma que a ciência ainda não tem a resposta à pergunta "porque da existência e não da inexistência".

Provavelmente esse pergunta não faz sentido, do mesmo jeito que não faz sentido se perguntar "porque o azul não é vermelho".

As repostas a pergunta do porque um universo como o nosso, com esse conjunto de leis e constantes, onde seres como nós podem emergir, são muitas. Pode ser que essa seja a única forma de universo possível, de modo que as leis e constantes estariam "amarradas" a uma única configuração possível, ou pode ser que as constantes e leis físicas possam variar, com essas variações sendo compensadas respectivamente por variações em outras constantes, de forma que o resultado continuasse a ser um universo com condições semelhantes ao nosso, ou ainda pode ser que existam infinitos universos com infinitas variações nos conjuntos de leis e variáveis,...

Em todo caso, não há como se dizer que a teoria do big bang é compatível com um suposto ente criador do universo. Acho que o Hawking demorou demais para chegar a essa conclusão.
"Houve um tempo em que os anjos perambulavam na terra.
Agora não se acham nem no céu."
__________
Provérbio Iídiche.

"Acerca dos deuses não tenho como saber nem se eles existem nem se eles não
existem, nem qual sua aparência. Muitas coisas impedem meu conhecimento.
Entres elas, o fato de que eles nunca aparecem."
__________
Protágoras.Ensaio sobre os deuses. Séc. V a.C.

Offline Cientista

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.266
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #3 Online: 03 de Setembro de 2010, 01:28:25 »
O engraçado é que, na tentativa de encontrar e me apresentar "cientistas crentes", o forista Feynman (sumido) afirmou que o SH era "crente de dar dó" embora tivesse oferecido enorme contribuição à Física, quanto ao entendimento de buracos negros. Parece-me que todo "cientista crente", quando pensa direito ou é bem esmiuçado, sua crença vai sumindo até desaparecer. Interessante fenômeno...


Em todo caso, não há como se dizer que a teoria do big bang é compatível com um suposto ente criador do universo. Acho que o Hawking demorou demais para chegar a essa conclusão.
Entre outras possíveis alternativas, você não acha que ele estivesse mesmo é querendo atrair mais leitores?

Offline West

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.888
  • Sexo: Masculino
  • "Como um grão de poeira suspenso num raio de sol"
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #4 Online: 03 de Setembro de 2010, 08:13:16 »
O engraçado é que, na tentativa de encontrar e me apresentar "cientistas crentes", o forista Feynman (sumido) afirmou que o SH era "crente de dar dó" embora tivesse oferecido enorme contribuição à Física, quanto ao entendimento de buracos negros. Parece-me que todo "cientista crente", quando pensa direito ou é bem esmiuçado, sua crença vai sumindo até desaparecer. Interessante fenômeno...


Em todo caso, não há como se dizer que a teoria do big bang é compatível com um suposto ente criador do universo. Acho que o Hawking demorou demais para chegar a essa conclusão.
Entre outras possíveis alternativas, você não acha que ele estivesse mesmo é querendo atrair mais leitores?

Penso que não. O mais provável é que talvez ele não quisesse transparecer sua descrença com medo de ser recriminado, o que certamente poderia levar a perda de leitores. Mas acho que essa seria uma preocupação secundária. Pode ser também que ele realmente tenha mudado de opinião. Só perguntando mesmo para saber, isso se ele resolver contar, é claro.
"Houve um tempo em que os anjos perambulavam na terra.
Agora não se acham nem no céu."
__________
Provérbio Iídiche.

"Acerca dos deuses não tenho como saber nem se eles existem nem se eles não
existem, nem qual sua aparência. Muitas coisas impedem meu conhecimento.
Entres elas, o fato de que eles nunca aparecem."
__________
Protágoras.Ensaio sobre os deuses. Séc. V a.C.

Offline Iconoclasta SP

  • Nível 15
  • *
  • Mensagens: 376
  • Sexo: Masculino
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #5 Online: 03 de Setembro de 2010, 11:15:57 »
Outra coisa que não entendo é como se pode falar em gravidade (grávitons?) antes da existência da própria matéria.

Offline _tiago

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.343
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #6 Online: 03 de Setembro de 2010, 11:59:38 »
"Não é necessário invocar a Deus para acender o pavio e colocar o Universo em marcha", acrescenta.

Disso eu já sabia...  :P

Offline CyberLizard

  • Nível 17
  • *
  • Mensagens: 498
  • Lagartos são os melhores
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #7 Online: 03 de Setembro de 2010, 20:39:26 »
Em todo caso, não há como se dizer que a teoria do big bang é compatível com um suposto ente criador do universo. Acho que o Hawking demorou demais para chegar a essa conclusão.

Na verdade, ele não demorou. Aparentemente ele já disse a mesma coisa em 1989:

http://www.ihu.unisinos.br/index.php?option=com_noticias&Itemid=18&task=detalhe&id=35957

Não se deveria estar tratando isso como uma grande novidade.

Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.071
  • Sexo: Masculino
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #8 Online: 06 de Setembro de 2010, 23:01:39 »
Se daqui 10 anos Hawking publicar algo assim novamente, será tratado como novidade. Acho bem provável que ele não tenha dito isso para parecer novidade mesmo, mas viram que publicar isso daria uma notícia bem polêmica... É mais ou menos como Einstein, que de certa forma foi bem claro em relação ao que acreditava mas de onde ainda hoje se tiram as mais diversas especulações.

Offline uiliníli

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 18.107
  • Sexo: Masculino
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #9 Online: 07 de Setembro de 2010, 10:02:23 »
Gostei dessa matéria do The Economist.

Mas sabe o que eu acho? Vinte anos atrás, quando estava escrevendo "Uma Breve História do Tempo", Hawking escreveu "Deus não existe, lero-lero" e seus editores disseram "Cê tá maluco? Ninguém vai comprar um livro que diz que Deus não existe! Apaga isso aí!" aí 20 anos se passaram, Richard Dawkins começou a vender bestsellers dizendo que Deus não existia e os editores chegaram para o Hawking e falaram "Ô, mano, escreve aí que Deus não existe que esse livro vai bombá!"

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.933
  • Sexo: Masculino
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #10 Online: 07 de Setembro de 2010, 11:04:54 »
Gostei dessa matéria do The Economist.

Mas sabe o que eu acho? Vinte anos atrás, quando estava escrevendo "Uma Breve História do Tempo", Hawking escreveu "Deus não existe, lero-lero" e seus editores disseram "Cê tá maluco? Ninguém vai comprar um livro que diz que Deus não existe! Apaga isso aí!" aí 20 anos se passaram, Richard Dawkins começou a vender bestsellers dizendo que Deus não existia e os editores chegaram para o Hawking e falaram "Ô, mano, escreve aí que Deus não existe que esse livro vai bombá!"

Foi exatamente o que eu escrevi em outro tópico sobre Hawking.

Mera jogada de propaganda, para ganhar adeptos e leitores.
Foto USGS

Offline uiliníli

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 18.107
  • Sexo: Masculino
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #11 Online: 07 de Setembro de 2010, 11:14:33 »
Gostei dessa matéria do The Economist.

Mas sabe o que eu acho? Vinte anos atrás, quando estava escrevendo "Uma Breve História do Tempo", Hawking escreveu "Deus não existe, lero-lero" e seus editores disseram "Cê tá maluco? Ninguém vai comprar um livro que diz que Deus não existe! Apaga isso aí!" aí 20 anos se passaram, Richard Dawkins começou a vender bestsellers dizendo que Deus não existia e os editores chegaram para o Hawking e falaram "Ô, mano, escreve aí que Deus não existe que esse livro vai bombá!"

Foi exatamente o que eu escrevi em outro tópico sobre Hawking.

Mera jogada de propaganda, para ganhar adeptos e leitores.

Sim, eu lembro! Só quis chamar atenção para como os tempos mudaram: hoje se você escreve que Deus não existe, você ainda consegue publicar seu livro!

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.933
  • Sexo: Masculino
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #12 Online: 07 de Setembro de 2010, 11:27:52 »
Gostei dessa matéria do The Economist.

Mas sabe o que eu acho? Vinte anos atrás, quando estava escrevendo "Uma Breve História do Tempo", Hawking escreveu "Deus não existe, lero-lero" e seus editores disseram "Cê tá maluco? Ninguém vai comprar um livro que diz que Deus não existe! Apaga isso aí!" aí 20 anos se passaram, Richard Dawkins começou a vender bestsellers dizendo que Deus não existia e os editores chegaram para o Hawking e falaram "Ô, mano, escreve aí que Deus não existe que esse livro vai bombá!"

Foi exatamente o que eu escrevi em outro tópico sobre Hawking.

Mera jogada de propaganda, para ganhar adeptos e leitores.

Sim, eu lembro! Só quis chamar atenção para como os tempos mudaram: hoje se você escreve que Deus não existe, você ainda consegue publicar seu livro!

Felizmente!
Foto USGS

Offline Sanmoo

  • Nível 01
  • *
  • Mensagens: 13
  • Sexo: Masculino
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #13 Online: 17 de Outubro de 2010, 14:48:50 »
Citação de: William Lane Craig
Hawking and Mlodinow open The Grand Design with a series of profound philosophical questions: What is the nature of reality? Where did all this come from? Did the universe need a creator? Then they say this:

Traditionally these are questions for philosophy, but philosophy is dead. Philosophy has not kept up with modern developments in science, particularly physics. Scientists have become the bearers of the torch of discovery in our quest for knowledge(p. 5).

A filosofia está morta?  :hein:
Como assim?
"E dessa forma muito do que concerne a Deus, no que diz respeito ao discurso sobre ele a partir das aparências das cosias, certamente pertence à filosofia natural" - Isaac Newton, Princípios Matemáticos da Filosofia Natural.

Offline parcus

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.217
  • Sexo: Masculino
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #14 Online: 17 de Outubro de 2010, 15:38:04 »
Ele quis dizer que os filósofos hoje em dia não descobrem mais nada. Antes os filósofos tinham um conhecimento sobre a natureza maior que qualquer um, agora eles não acompanham a ciência e seus por quês não levam mais a nada. Por isso ele diz que a filosofia está morta.
http://tomwoods.com . Venezuela, pode ir que estamos logo atrás.

Offline Pagão

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.506
  • Sexo: Masculino
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #15 Online: 29 de Novembro de 2010, 20:21:15 »
O Nada não só pode identificar com o Vácuo. O Vácuo já é Algo onde operam leis físicas. E por que motivo existe o Vácuo? Donde vem ele? do Nada não vem certamente, pois, por definição, o Nada Nada gera, porque o Nada "é" a não existência absoluta. Não pode haver geração espontânea a partir do Nada, quem o diz já está a encarar o Nada como sendo Algo. O Nada não é o Vazio nem o Vácuo, porque nestes ocorrem fenómenos e vigoram leis... logo já são Algo. Não há gravidade no Nada.
Ou seja, continua por explicar porque existe Algo em vez de Nada.
Nenhuma argumentação racional exerce efeitos racionais sobre um indivíduo que não deseje adotar uma atitude racional. - K.Popper

Offline Pagão

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.506
  • Sexo: Masculino
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #16 Online: 29 de Novembro de 2010, 20:26:35 »
O Deus que Hawking dispensa é o Deus pessoal, transcendente, omnipotente, omnisciente e omnibenevolente, mas há muitas outra formas de pensar Deus. Hawking é bem mais um panteísta do que um ateu,... segundo julgo... vejo-o negar um Deus criador e não um Deus omnipresente na natureza, no universo e nas suas leis...
Nenhuma argumentação racional exerce efeitos racionais sobre um indivíduo que não deseje adotar uma atitude racional. - K.Popper

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.933
  • Sexo: Masculino
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #17 Online: 29 de Novembro de 2010, 23:06:42 »
O Nada não só pode identificar com o Vácuo. O Vácuo já é Algo onde operam leis físicas. E por que motivo existe o Vácuo? Donde vem ele? do Nada não vem certamente, pois, por definição, o Nada Nada gera, porque o Nada "é" a não existência absoluta. Não pode haver geração espontânea a partir do Nada, quem o diz já está a encarar o Nada como sendo Algo. O Nada não é o Vazio nem o Vácuo, porque nestes ocorrem fenómenos e vigoram leis... logo já são Algo. Não há gravidade no Nada.
Ou seja, continua por explicar porque existe Algo em vez de Nada.

Ohhhh dúvida Heiddegeriana!
Foto USGS

Offline Cientista

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.266
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #18 Online: 30 de Novembro de 2010, 01:44:50 »
O engraçado é que, na tentativa de encontrar e me apresentar "cientistas crentes", o forista Feynman (sumido) afirmou que o SH era "crente de dar dó" embora tivesse oferecido enorme contribuição à Física, quanto ao entendimento de buracos negros. Parece-me que todo "cientista crente", quando pensa direito ou é bem esmiuçado, sua crença vai sumindo até desaparecer. Interessante fenômeno...


Em todo caso, não há como se dizer que a teoria do big bang é compatível com um suposto ente criador do universo. Acho que o Hawking demorou demais para chegar a essa conclusão.
Entre outras possíveis alternativas, você não acha que ele estivesse mesmo é querendo atrair mais leitores?

Penso que não. O mais provável é que talvez ele não quisesse transparecer sua descrença com medo de ser recriminado, o que certamente poderia levar a perda de leitores. Mas acho que essa seria uma preocupação secundária. Pode ser também que ele realmente tenha mudado de opinião.   **Só perguntando mesmo para saber, isso se ele resolver contar, é claro.**
Nisso você tem toda razão (pelo menos, dentro das possibilidades dos meios tecnológicos atuais). E se ele, por acaso, vier a morrer, não poderemos confirmar qual é o fato, o pensamento real dele. Mas podemos simplificar as coisas dizendo que se ele escreveu que algum deus existe *é porque ele acredita nisso e pronto*, ora bolas! Por que mais ele faria isso? O que está escrito está escrito e assunto encerrado. Nada que digamos ou pensemos mudará o fato de que ele escreveu que deus existe, logo, ele acredita (e, como disse o Feynman, "acredita de dar dó"). Que mania as pessoas têm de ficar questionando essas coisas! Isso prejudica as religiões. Elas necessitam de "cientistas crentes" para subsistirem neste mundo. Aliás, a crença nos "cientistas crentes" é o que ainda as tem mantido. Essa mania recalcitrante de achar que quem raciocina cientificamente não crê é fanatismo científico de quem não reconhece o fato sobejamente comprovado do duplipensamento (que não é nenhuma hipótese ad hoc, mas teoria inquestionavelmente comprovada em ciência).

Deixem os "cientistas crentes" em paz com as crenças deles.

Obs.: eu não me sinto nem um pouco obrigado a seguir o que eu mesmo sugiro.



Ele quis dizer que os filósofos hoje em dia não descobrem mais nada. Antes os filósofos tinham um conhecimento sobre a natureza maior que qualquer um, agora eles não acompanham a ciência e seus por quês não levam mais a nada. Por isso ele diz que a filosofia está morta.
Só discordo da parte "Antes os filósofos tinham um conhecimento sobre a natureza maior que qualquer um".



O Nada não só pode identificar com o Vácuo. O Vácuo já é Algo onde operam leis físicas. E por que motivo existe o Vácuo? Donde vem ele? do Nada não vem certamente, pois, por definição, o Nada Nada gera, porque o Nada "é" a não existência absoluta. Não pode haver geração espontânea a partir do Nada, quem o diz já está a encarar o Nada como sendo Algo. O Nada não é o Vazio nem o Vácuo, porque nestes ocorrem fenómenos e vigoram leis... logo já são Algo. Não há gravidade no Nada.
Ou seja, continua por explicar porque existe Algo em vez de Nada.
Nada é um conceito metafísico mais ou menos definido como aquilo que, sem ser espaço vazio, "existe(iria)" entre uma coisa real e outra ou, melhor ainda, seria aquilo que nem sequer sobra(ria) quando tudo desaparecesse. Como isso nunca foi observado, o nada continua sendo isso mesmo -- nada. Acho interessante hipotetizar fantasiosamente que, como o nada só pode surgir com o desaparecimento do tudo, "criaturas do nada" poderiam filosofar sobre essa coisa metafísica de onde o nada teria vindo -- o tudo.

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #19 Online: 06 de Dezembro de 2010, 14:34:56 »
Caro - 4 Ton Mantis

Citar
Os avanços na Física moderna excluem Deus das teorias sobre a origem do Universo, afirma o astrofísico britânico Stephen Hawking, 68, em um novo livro do qual o jornal "The Times" publica nesta quinta-feira (2) alguns trechos.

O livro "The Grand Design", escrito em parceria com o físico norte-americano Leonard Mlodinow, será lançado na próxima quinta-feira (9).

Segundo Hawking, o Big Bang foi uma consequência inevitável" das leis da Física.

"Dado que existe uma lei como a da gravidade, o Universo pôde criar-se e se cria a partir do nada", afirmou. "A criação espontânea é a razão por que há algo em lugar do nada, de por que existe o Universo e por que existimos."

"Não é necessário invocar a Deus para acender o pavio e colocar o Universo em marcha", acrescenta...

:ok: :ok: :ok: :arrow: Parece-me evidente - que ele "sabiamente" - substitui a palavra "deus", por lei da gravidade... :arrow: :ideia:

Esperto :!:

:arrow: Quem sabe, se eu não vou conseguir ler esse livro de borla... :?: :arrow: 8-)
 
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline lusitano

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 2.886
  • Sexo: Masculino
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #20 Online: 06 de Dezembro de 2010, 14:40:28 »
Caro - cientista

Citar
Obs.: eu não me sinto nem um pouco obrigado a seguir o que eu mesmo sugiro.

Isso é o que a meu ver - caracteriza um Experto perfeito - em engenharia militar: autenticamente, maquiavélico :!: :arrow: :ok:
« Última modificação: 06 de Dezembro de 2010, 14:43:18 por lusitano »
Vamos a ver se é desta vez que eu acerto, na compreensão do sistema.

_______________________________________
Especulando realismo fantástico, em termos de
__________________________
paralogismo comparado - artur.

Offline Realidade

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 632
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #21 Online: 06 de Dezembro de 2010, 22:06:39 »
http://www1.folha.uol.com.br/ciencia/792962-stephen-hawking-dispensa-deus-na-origem-do-universo.shtml
Os avanços na Física moderna excluem Deus das teorias sobre a origem do Universo, afirma o astrofísico britânico Stephen Hawking, 68, em um novo livro do qual o jornal "The Times" publica nesta quinta-feira (2) alguns trechos.
O livro "The Grand Design", escrito em parceria com o físico norte-americano Leonard Mlodinow, será lançado na próxima quinta-feira (9).
Segundo Hawking, o Big Bang foi uma consequência inevitável" das leis da Física.
"Dado que existe uma lei como a da gravidade, o Universo pôde criar-se e se cria a partir do nada", afirmou. "A criação espontânea é a razão por que há algo em lugar do nada, de por que existe o Universo e por que existimos."
"Não é necessário invocar a Deus para acender o pavio e colocar o Universo em marcha", acrescenta.
Esta posição representa, segundo o "Times", uma evolução em relação ao que o cientista tbritânico havia escrito anteriormente sobre o tema.
Em sua "História do Tempo" (1998), um dos grandes best-sellers da literatura científica, Hawking sugeria que não existia incompatibilidade entre a noção de Deus como criador e uma compreensão científica do Universo.
Quando alguns cientistas se perguntam como estas partículas que apareceram no universo foram unicamente essenciais para gerar a vida como vemos hoje, muitos não sabem explicar. Alguns céticos e outros cientistas dizem que tudo foi uma consequencia ou conscidencia do acaso devido as leis da física.
Eu afirmo que esta resposta é muito pouco para seres humanos inteligentes que nem nós que buscamos um conhecimento maior. Estas leis físicas não se organizaram por acaso, pois a probabilidade de erros seria maior que os acertos.
Assim penso eu...

Offline Enio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.066
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #22 Online: 06 de Dezembro de 2010, 22:56:13 »
O meu raciocínio me indica que nada pode surgir do nada e que isso é absurdo, que isso é preguiça mental, assim como dizer que um deus criou tudo de prontidão na natureza. Ele nega que Deus é uma entidade benevolente e qualquer coisa relacionada a uma entidade ou consciência... beleza, porque eu também discordo neste aspecto, com relação aos deuses pessoais das religiões.

Ele fala sobre universos paralelos. O transcendental existe? Se universos paralelos nos são transcendentais, então o transcendental existe. Há vida após a morte? Quem sabe o espírito nada mais seja do que um organismo de uma outra dimensão ou universo que se liga a um corpo de outro universo ou dimensão, mas que este não se decomporia com o tempo? Isso não foi provado, mas como há evidências no meio mediúnico, então talvez seja uma possibilidade que a morte do corpo físico não seja o fim da consciência. Mas esta consciência ela ainda seria efeito, e não causa. Ou seja, consciência não poderia existir sem um mecanismo, ainda que este esteja para além do cérebro.

Mas o multiverso, ele também não poderia ter vindo do nada. Ele teria que se basear em algo. Provavelmente uma espécie de engrenagem principal, engrenagem que, para o religioso, seria Deus, mas para um não religioso, é mais provável este chamar de uma natureza primária ou engrenagem primária do que uma entidade consciente.

Einstein dizia que Deus não joga dados... Beleza, ele não joga dados... ele é o dado que se joga por causa de um processo aleatório!  :biglol:

A natureza talvez possa parecer desordenada, mas não acho que seja tão assim, mas também não seria perfeitamente organizada, seria um meio-termo, na verdade, e que se manteria por um certo tempo, por causa da entropia (pelo menos em relação a esta natureza material, já quanto a uma natureza que transcende a nossa, não sei e fico devendo isso). Mesmo que o universo pareça estar organizado isso não significa que houve um projeto divino, pode ser somente o resultado de uma "engrenagem" complexa. Mas não um deus que fica controlando tudo a bel prazer. É diferente. É só uma engrenagem que processa novos universos e dimensões, mas estes universos e dimensões se organizariam de uma forma mais ou menos organizada, dependendo das leis físicas de cada universo ou dimensão.

Se há manipulação para a formação destes universos? Não sei, porém acho provável que estes se auto-organizem, e esta organização seria parcialmente perfeita, como que uma forma de tentar imitar a organização da causa ou natureza primária.

Ou seja, que o nascimento e manutenção do nosso universo deveria ter se baseado em algo talvez ainda mais organizado, uma natureza primária, mas repito, não seria um deus benevolente...  ::) Nós é que temos mania de associar emoções e sentimentos às coisas naturais.

Offline Adriano

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.672
  • Sexo: Masculino
  • Ativismo quântico
    • Filosofia ateísta
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #23 Online: 06 de Dezembro de 2010, 23:00:42 »
Nós é que temos mania de associar emoções e sentimentos às coisas naturais.
Parabéns, está evoluindo  :woohoo:

Logo perceberá, talvez, que além da afetividade tem outros atributos cognitivos que são também associados.
Princípio da descrença.        Nem o idealismo de Goswami e nem o relativismo de Vieira. Realismo monista.

Offline Enio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.066
Re: Stephen Hawking dispensa Deus na origem do Universo
« Resposta #24 Online: 06 de Dezembro de 2010, 23:36:28 »
Citar
Nós é que temos mania de associar emoções e sentimentos às coisas naturais.
Já sabia disso há muito tempo! O ser humano ele tem a mania de colocar suas características na natureza, o que gera o antropocentrismo. Sou contra qualquer forma de antropocentrismo, pois ficamos apenas presos na realidade do homem e somos incapazes de ver além.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!