Autor Tópico: sistema penitenciário  (Lida 16084 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Mussain!

  • Contas Excluídas
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.228
  • Sexo: Masculino
Re:sistema penitenciário
« Resposta #100 Online: 13 de Setembro de 2013, 09:14:38 »
Isso mesmo, boa resposta. E é por isso que mantenho este meu pensamento, já que a decisão extrema de "dar fim neste suposto criminoso", é opcional, e não o governa que irá decretar pena de morte, como é o de costume em outros países. Como não se pode confiar num governo, quanto mais no governo Brasileiro, seria uma boa este direito ser dado a vítima ou próximos a ela. Elas escolhem o que fazer, mas ainda sim, será dado direito também ao criminoso, de escolher reverter seus atos de forma a deixar a situação das vítimas próximo do que era antes deste suposto crime. Caso este se recuse, aí sim, será dado o direito a vítima ou próximos a ela, de eliminá-lo.

« Última modificação: 13 de Setembro de 2013, 09:21:40 por Mussain! »

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.350
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re:sistema penitenciário
« Resposta #101 Online: 13 de Setembro de 2013, 16:04:27 »
Só conheço pena de morte em tempo de guerra.
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Diegojaf

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 23.731
  • Sexo: Masculino
  • Bu...
Re:sistema penitenciário
« Resposta #102 Online: 13 de Setembro de 2013, 16:05:52 »
Ainda assim, é uma mitigação ao direito à vida.
"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." - Rui Barbosa

http://umzumbipordia.blogspot.com - Porque a natureza te odeia e a epidemia zumbi é só a cereja no topo do delicioso sundae de horror que é a vida.

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re:sistema penitenciário
« Resposta #103 Online: 13 de Setembro de 2013, 16:11:43 »
Isso mesmo, boa resposta. E é por isso que mantenho este meu pensamento, já que a decisão extrema de "dar fim neste suposto criminoso", é opcional, e não o governa que irá decretar pena de morte, como é o de costume em outros países. Como não se pode confiar num governo, quanto mais no governo Brasileiro, seria uma boa este direito ser dado a vítima ou próximos a ela. Elas escolhem o que fazer, mas ainda sim, será dado direito também ao criminoso, de escolher reverter seus atos de forma a deixar a situação das vítimas próximo do que era antes deste suposto crime. Caso este se recuse, aí sim, será dado o direito a vítima ou próximos a ela, de eliminá-lo.



Interessante, voce não confia no governo, mas confia que o sistema judiciário brasileiro sempre vai pegar o cara certo?
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline Mussain!

  • Contas Excluídas
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.228
  • Sexo: Masculino
Re:sistema penitenciário
« Resposta #104 Online: 13 de Setembro de 2013, 16:35:43 »
Isso mesmo, boa resposta. E é por isso que mantenho este meu pensamento, já que a decisão extrema de "dar fim neste suposto criminoso", é opcional, e não o governa que irá decretar pena de morte, como é o de costume em outros países. Como não se pode confiar num governo, quanto mais no governo Brasileiro, seria uma boa este direito ser dado a vítima ou próximos a ela. Elas escolhem o que fazer, mas ainda sim, será dado direito também ao criminoso, de escolher reverter seus atos de forma a deixar a situação das vítimas próximo do que era antes deste suposto crime. Caso este se recuse, aí sim, será dado o direito a vítima ou próximos a ela, de eliminá-lo.



Interessante, voce não confia no governo, mas confia que o sistema judiciário brasileiro sempre vai pegar o cara certo?
Seria um ponto a se discutir. Quando estava argumentando antes, só estava pensando em casos claros, com testemunha oculares ou câmeras e etc.

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re:sistema penitenciário
« Resposta #105 Online: 13 de Setembro de 2013, 16:37:57 »
Isso mesmo, boa resposta. E é por isso que mantenho este meu pensamento, já que a decisão extrema de "dar fim neste suposto criminoso", é opcional, e não o governa que irá decretar pena de morte, como é o de costume em outros países. Como não se pode confiar num governo, quanto mais no governo Brasileiro, seria uma boa este direito ser dado a vítima ou próximos a ela. Elas escolhem o que fazer, mas ainda sim, será dado direito também ao criminoso, de escolher reverter seus atos de forma a deixar a situação das vítimas próximo do que era antes deste suposto crime. Caso este se recuse, aí sim, será dado o direito a vítima ou próximos a ela, de eliminá-lo.



Interessante, voce não confia no governo, mas confia que o sistema judiciário brasileiro sempre vai pegar o cara certo?
Seria um ponto a se discutir. Quando estava argumentando antes, só estava pensando em casos claros, com testemunha oculares ou câmeras e etc.

Mesmo nesses casos, testemunhas oculares mentem, cameras não contam motivos, etc.... Decidir sobre a vida e morte de alguém é uma responsabilidade gigante.
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline Mussain!

  • Contas Excluídas
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.228
  • Sexo: Masculino
Re:sistema penitenciário
« Resposta #106 Online: 13 de Setembro de 2013, 16:42:50 »
Isso mesmo, boa resposta. E é por isso que mantenho este meu pensamento, já que a decisão extrema de "dar fim neste suposto criminoso", é opcional, e não o governa que irá decretar pena de morte, como é o de costume em outros países. Como não se pode confiar num governo, quanto mais no governo Brasileiro, seria uma boa este direito ser dado a vítima ou próximos a ela. Elas escolhem o que fazer, mas ainda sim, será dado direito também ao criminoso, de escolher reverter seus atos de forma a deixar a situação das vítimas próximo do que era antes deste suposto crime. Caso este se recuse, aí sim, será dado o direito a vítima ou próximos a ela, de eliminá-lo.



Interessante, voce não confia no governo, mas confia que o sistema judiciário brasileiro sempre vai pegar o cara certo?
Seria um ponto a se discutir. Quando estava argumentando antes, só estava pensando em casos claros, com testemunha oculares ou câmeras e etc.

Mesmo nesses casos, testemunhas oculares mentem, cameras não contam motivos, etc.... Decidir sobre a vida e morte de alguém é uma responsabilidade gigante.
E exatamente por isso que tenho esse ideal. Agora, basta classificar os casos, onde se aplicaria esta "lei" e tal. Por exemplo, temos diversos casos comprovados de assasinatos, assumidos de criminosos que matavam por "ela só ter trinta reais e ser dentista", "ela tentou correr quando eu queria seu carro, seu celular, sua bolsa" e etc.


Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re:sistema penitenciário
« Resposta #107 Online: 13 de Setembro de 2013, 17:04:00 »
Isso mesmo, boa resposta. E é por isso que mantenho este meu pensamento, já que a decisão extrema de "dar fim neste suposto criminoso", é opcional, e não o governa que irá decretar pena de morte, como é o de costume em outros países. Como não se pode confiar num governo, quanto mais no governo Brasileiro, seria uma boa este direito ser dado a vítima ou próximos a ela. Elas escolhem o que fazer, mas ainda sim, será dado direito também ao criminoso, de escolher reverter seus atos de forma a deixar a situação das vítimas próximo do que era antes deste suposto crime. Caso este se recuse, aí sim, será dado o direito a vítima ou próximos a ela, de eliminá-lo.



Interessante, voce não confia no governo, mas confia que o sistema judiciário brasileiro sempre vai pegar o cara certo?
Seria um ponto a se discutir. Quando estava argumentando antes, só estava pensando em casos claros, com testemunha oculares ou câmeras e etc.

Mesmo nesses casos, testemunhas oculares mentem, cameras não contam motivos, etc.... Decidir sobre a vida e morte de alguém é uma responsabilidade gigante.
E exatamente por isso que tenho esse ideal. Agora, basta classificar os casos, onde se aplicaria esta "lei" e tal. Por exemplo, temos diversos casos comprovados de assasinatos, assumidos de criminosos que matavam por "ela só ter trinta reais e ser dentista", "ela tentou correr quando eu queria seu carro, seu celular, sua bolsa" e etc.



Casos comprovados por quem? Pela polícia? Voce confia que a polícia nunca erra? Que 100% dos policiais são honestos?
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.824
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:sistema penitenciário
« Resposta #108 Online: 13 de Setembro de 2013, 17:18:22 »
Esse negócio de olho por olho me lembra o Taliban...
« Última modificação: 13 de Setembro de 2013, 17:35:33 por _Juca_ »

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.350
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re:sistema penitenciário
« Resposta #109 Online: 13 de Setembro de 2013, 17:27:50 »
Bom, se bobear, a solução de homicídios no Brasil deve ser parecida com a do Afeganistão...
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Mussain!

  • Contas Excluídas
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.228
  • Sexo: Masculino
Re:sistema penitenciário
« Resposta #110 Online: 13 de Setembro de 2013, 18:37:27 »
Isso mesmo, boa resposta. E é por isso que mantenho este meu pensamento, já que a decisão extrema de "dar fim neste suposto criminoso", é opcional, e não o governa que irá decretar pena de morte, como é o de costume em outros países. Como não se pode confiar num governo, quanto mais no governo Brasileiro, seria uma boa este direito ser dado a vítima ou próximos a ela. Elas escolhem o que fazer, mas ainda sim, será dado direito também ao criminoso, de escolher reverter seus atos de forma a deixar a situação das vítimas próximo do que era antes deste suposto crime. Caso este se recuse, aí sim, será dado o direito a vítima ou próximos a ela, de eliminá-lo.



Interessante, voce não confia no governo, mas confia que o sistema judiciário brasileiro sempre vai pegar o cara certo?
Seria um ponto a se discutir. Quando estava argumentando antes, só estava pensando em casos claros, com testemunha oculares ou câmeras e etc.

Mesmo nesses casos, testemunhas oculares mentem, cameras não contam motivos, etc.... Decidir sobre a vida e morte de alguém é uma responsabilidade gigante.
E exatamente por isso que tenho esse ideal. Agora, basta classificar os casos, onde se aplicaria esta "lei" e tal. Por exemplo, temos diversos casos comprovados de assasinatos, assumidos de criminosos que matavam por "ela só ter trinta reais e ser dentista", "ela tentou correr quando eu queria seu carro, seu celular, sua bolsa" e etc.



Casos comprovados por quem? Pela polícia? Voce confia que a polícia nunca erra? Que 100% dos policiais são honestos?
Sim, pela polícia também, afinal de contas eles são treinados para isto. Mas também por testemunhas, índole do acusado, gravações, confissões e todos esses procedimentos que os forenses conhecem.

Bom, se bobear, a solução de homicídios no Brasil deve ser parecida com a do Afeganistão...
Não, é bem pior por aqui. Só a cidade que eu moro, nada mais na menos, ocupa o décimo primeiro posto no rank de violência em todo o planeta terra... É mas ou menos como o leandro karnal diz em uma de suas palestras: "morre mais pessoas só no transito brasileiro, do que na guerra do vietnã"... Na bahia, os índices de homicídio são assustadores. Pena de morte é fichinha pra esses crimes...

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 32.411
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:sistema penitenciário
« Resposta #111 Online: 13 de Setembro de 2013, 20:36:37 »
Bom, se bobear, a solução de homicídios no Brasil deve ser parecida com a do Afeganistão...





Citar
Crimes proibidos por “leis” do tráfico afligem favelas pacificadas do Rio

Roubos e furtos crescem após expulsão de traficantes, apontam ISP e moradores

Surra, tiro na mão, expulsão da favela ou morte são penas impostas por traficantes a quem rouba ou furta em comunidades não pacificadas do Rio de Janeiro. As chamadas “leis” do tráfico determinam que os problemas sejam resolvidos dentro da própria comunidade sem a intervenção da polícia. Embora a chegada das UPPs (Unidade de Polícia Pacificadora) tenha reduzido os homicídios e a presença ostensiva de traficantes, roubos e furtos aumentaram na região das favelas, segundo apontam dados do ISP (Instituto de Segurança Pública). [...]

http://www.wscom.com.br/noticia/policial/%22LEIS%E2%80%9D+DO+TRAFICO+AFLIGEM+FAVELAS+DO+RIO-114195


Offline Mussain!

  • Contas Excluídas
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.228
  • Sexo: Masculino
Re:sistema penitenciário
« Resposta #112 Online: 13 de Setembro de 2013, 20:46:53 »
Ou seja, até de uma forma bem primitiva se mostra que esse minha metodologia funcionaria, imagine esta sendo bem catalogada e estudada seriamente....

Offline Barata Tenno

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 16.283
  • Sexo: Masculino
  • Dura Lex Sed Lex !
Re:sistema penitenciário
« Resposta #113 Online: 14 de Setembro de 2013, 01:34:39 »
Voce percebeu que todas as formas de julgamento possíveis passam por humanos e que humanos são sujeitos a erros? E que é impossível reverter a pena de morte? Nos EUA tem dezenas de casos em que se descobrea iinocência do acusado depois de décadas no corredor da morte, isso num sistema policial e judiciário bem melhor que o Brasi. 
He who fights with monsters should look to it that he himself does not become a monster. And when you gaze long into an abyss the abyss also gazes into you. Friedrich Nietzsche

Offline Mussain!

  • Contas Excluídas
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.228
  • Sexo: Masculino
Re:sistema penitenciário
« Resposta #114 Online: 14 de Setembro de 2013, 14:22:41 »
Mas lá se supõe muitas coisas e alguns métodos são bastante questionáveis, e também não tem esse direito ao criminoso, o qual falei.

Offline Gabarito

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.566
  • Sexo: Masculino
Re:sistema penitenciário
« Resposta #115 Online: 07 de Janeiro de 2014, 15:09:29 »
A coisa anda muito feia lá pelas terras Sarney.

Citar
Presos filmam decapitados em penitenciária no Maranhão; veja vídeo
07/01/2014 - 03h00

EDUARDO SCOLESE
COORDENADOR DA AGÊNCIA FOLHA
Ouvir o texto

"Tem que ajeitar o foco", diz um preso a um colega que acabara de ligar a câmera do celular em meio a um grupo de detentos rebelados.

Vencida a discussão técnica, o que se segue é um documento explícito do horror praticado no complexo de Pedrinhas, em São Luís, no Maranhão, onde 62 presos foram mortos desde o ano passado.

São dois minutos e 32 segundos em que os próprios amotinados filmam em detalhes três rivais decapitados. E se divertem exibindo os corpos –ou que restam deles.

O vídeo, gravado no dia 17 de dezembro, começa com os presos caminhando por dez segundos dentro da penitenciária. Para preservar suas identidades, tomam o cuidado de exibir apenas os pés.

No foco principal, um homem de chinelos pretos e bermuda branca dá passos apertados, até que no oitavo segundo da caminhada o chão verde molhado de água se transforma num piso ensopado de sangue.

Dois segundos adiante, a câmera se levanta abruptamente e mostra o saldo do motim no CDP (Centro de Detenção Provisória) de Pedrinhas, um bairro da zona rural da capital maranhense.

Estão lá, diante da câmera e de comentários em tom de comemoração, os corpos de Diego Michael Mendes Coelho, 21, Manoel Laércio Santos Ribeiro, 46, e Irismar Pereira, 34.

O gestão Roseana Sarney (PMDB) não quis comentar o vídeo, enviado ao governo pela Folha. Disse apenas que imagens supostamente registradas em Pedrinhas estão sendo divulgadas e poderão ser alvo de inquérito para investigar a sua veracidade.

ATENÇÃO: imagens fortes

CABEÇAS

As imagens, encaminhadas à Folha pelo Sindicato dos Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Maranhão, são chocantes.

Nas costas de um desses corpos, de bruços, estão duas cabeças, lado a lado. Elas são exibidas como troféus.

Ao lado, o terceiro decapitado ainda tem a cabeça encostada ao pescoço.

Um dos presos grita: "Bota [o corpo] de frente pra filmar direito". Outro pede: "Não puxa a cabeça dele".

Em vão. Um outro colega, também de chinelos, enfia os pés na poça de sangue, se aproxima e, com a ponta dos dedos, ergue a cabeça, puxada pelos cabelos.

A cabeça escapa, cai no chão, mas é erguida novamente e colocada ao lado das outras duas. Os presos mantêm o clima de comemoração.

A câmera se aproxima e foca as cabeças bem de perto. Os três parecem ter sido torturados antes de terem as cabeças cortadas. Há marcas de cortes no rosto e por todo o corpo, que parecem ter sido feitas com facas e estiletes.

A câmera segue filmando. Gira e mostra corpos e cabeças de diferentes ângulos. Um dos presos, já descalço, coloca o pé sobre um dos corpos, em sinal de domínio sobre os inimigos.

Neste momento, o vídeo, que traz à tona o cenário de caos no sistema penitenciário do Maranhão, chega ao segundo minuto.

Um dos presos se abaixa, pega uma das cabeças e a gira em direção à câmera.

"Filma aí esse maldito, desgraçado", diz um deles sobre um dos decapitados, com aparelhos nos dentes e o rosto todo riscado. "Vira de lado, vira de lado", pede outro.

Nenhum rosto aparece no vídeo. Mas o chão molhado, de água e de sangue, permite visualizar, no reflexo, uma meia dúzia de presos.

Segundo o governo do Maranhão, que não quis comentar as imagens, as três mortes foram resultado de uma briga entre membros da mesma facção criminosa.

A maior rivalidade no complexo, porém, é de presos da capital versus presos do interior do Estado. Eles formam duas facções diferentes.

Essa rivalidade é citada em relatório do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), que conclui que o governo tem sido incapaz de coibir a violência.

Foi de dentro do complexo que saíram as ordens para os atentados ocorridos no último final de semana.

O relatório cita a superlotação de Pedrinhas (com 1.700 vagas, abriga 2.500) e relata casos de estupros de mulheres que entram no presídio para visitas íntimas.

Colaborou DIÓGENES CAMPANHA, de São Paulo

Offline Diegojaf

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 23.731
  • Sexo: Masculino
  • Bu...
Re:sistema penitenciário
« Resposta #116 Online: 07 de Janeiro de 2014, 15:15:51 »
"Está tudo sob controle". "Será apurado". "Os responsáveis serão punidos".
"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." - Rui Barbosa

http://umzumbipordia.blogspot.com - Porque a natureza te odeia e a epidemia zumbi é só a cereja no topo do delicioso sundae de horror que é a vida.

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 14.350
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re:sistema penitenciário
« Resposta #117 Online: 07 de Janeiro de 2014, 15:53:50 »
Se está tudo lotado, a opção mais óbvia é a criação de mais indultos.
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Mussain!

  • Contas Excluídas
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.228
  • Sexo: Masculino
Re:sistema penitenciário
« Resposta #118 Online: 07 de Janeiro de 2014, 17:01:20 »
Ou a lei lá que eu falei hehehehehe

Offline Diegojaf

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 23.731
  • Sexo: Masculino
  • Bu...
Re:sistema penitenciário
« Resposta #119 Online: 08 de Janeiro de 2014, 08:41:37 »
Citar
Em meio a caos nos presídios Roseana Sarney licita 80 kg de lagosta

BERNARDO MELLO FRANCO
EDITOR INTERINO DO "PAINEL"
Ouvir o texto

O banquete de Roseana Com os presídios em chamas, o Maranhão escolherá nesta semana as empresas que abastecerão as geladeiras de Roseana Sarney (PMDB) em 2014. A lista da governadora inclui 80 kg de lagosta fresca, uma tonelada e meia de camarão e oito sabores de sorvete. As iguarias deverão ser entregues na residência oficial e na casa de praia usada pela peemedebista. O Estado prevê gastar R$ 1 milhão para alimentar a família Sarney e seus convidados até o fim do ano.

Fartura A lista dos palácios maranhenses também inclui 750 kg de patinha de caranguejo, por R$ 39 mil. O governo do Estado comprará ainda duas toneladas de peixe e mais de cinco toneladas de carne bovina e suína.

Para adoçar As residências oficiais receberão 50 caixas de bombom e 30 pacotes de biscoito champanhe. Outro item curioso: R$ 108 mil em ração para peixes.

Jesus tá vendo O edital ainda prevê a compra de 2.500 garrafas de 1 litro de "refrigerante rosado" com "água gaseificada, açúcar e extrato de guaraná". Descrição sob medida para a compra do guaraná Jesus, bebida famosa do Maranhão.

Martelo Com tantas encomendas, o governo fará duas licitações para escolher os fornecedores. O primeiro pregão, de R$ 617 mil, está marcado para amanhã às 14h30. O segundo foi agendado para esta sexta-feira.

Em silêncio Com tradição de enfrentar governos para defender os direitos humanos, a OAB não tem dado um pio sobre a barbárie nas prisões do Maranhão. O presidente da entidade, Marcos Vinicius Coêlho, foi advogado de Roseana no TSE.
http://www1.folha.uol.com.br/colunas/painel/2014/01/1394673-em-meio-a-caos-nos-presidios-roseana-sarney-licita-80-kg-de-lagosta.shtml
"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." - Rui Barbosa

http://umzumbipordia.blogspot.com - Porque a natureza te odeia e a epidemia zumbi é só a cereja no topo do delicioso sundae de horror que é a vida.

Offline West

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.888
  • Sexo: Masculino
  • "Como um grão de poeira suspenso num raio de sol"
Re:sistema penitenciário
« Resposta #120 Online: 08 de Janeiro de 2014, 10:54:33 »
Na lei é tudo muito bonito, perfeito, mas na prática...
"Houve um tempo em que os anjos perambulavam na terra.
Agora não se acham nem no céu."
__________
Provérbio Iídiche.

"Acerca dos deuses não tenho como saber nem se eles existem nem se eles não
existem, nem qual sua aparência. Muitas coisas impedem meu conhecimento.
Entres elas, o fato de que eles nunca aparecem."
__________
Protágoras.Ensaio sobre os deuses. Séc. V a.C.

Offline Gabarito

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.566
  • Sexo: Masculino
Re:sistema penitenciário
« Resposta #121 Online: 09 de Janeiro de 2014, 08:21:47 »
Citar
Omissão
Para poupar Sarney, Cardozo silencia sobre motim

Ministros calam sobre situação em presídios para não incomodar Sarney
Publicado: 9 de janeiro de 2014 às 0:01 - Atualizado às 20:12
Por: Redação

Pisando em ovos para não chatear o cacique José Sarney (PMDB), o tão corajoso ministro José Cardozo (Justiça) – que já chegou a admitir que prefere morrer a ficar preso no Brasil – silencia sobre a chacina de detentos no Maranhão. A omissão de Cardozo, que evita declarações mais fortes, não contradiz a política da pasta, que investiu em 17 anos apenas 53% dos R$ 4,3 bilhões disponíveis para melhoria das cadeias.

Segundo dados do próprio Ministério da Justiça, o Fundo Penitenciário Nacional é contingenciado para cumprir a meta de superávit primário.

Campeões no ranking dos piores presídios, os governos de Roseana Sarney (PMDB-MA) e Tarso Genro (PT-RS) querem saber é das urnas.

A sempre falante Maria do Rosário (Direitos Humanos) também se calou sobre a decapitação de presos. Só voltou de férias ontem.

O presidente do STF, Joaquim Barbosa, mandou, em 20 de dezembro, uma equipe de juízes para apurar mortes nos presídios do Maranhão.

Offline Diegojaf

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 23.731
  • Sexo: Masculino
  • Bu...
Re:sistema penitenciário
« Resposta #122 Online: 09 de Janeiro de 2014, 08:28:40 »
Citar
Omissão
Para poupar Sarney, Cardozo silencia sobre motim

Ministros calam sobre situação em presídios para não incomodar Sarney
Publicado: 9 de janeiro de 2014 às 0:01 - Atualizado às 20:12
Por: Redação

Pisando em ovos para não chatear o cacique José Sarney (PMDB), o tão corajoso ministro José Cardozo (Justiça) – que já chegou a admitir que prefere morrer a ficar preso no Brasil – silencia sobre a chacina de detentos no Maranhão. A omissão de Cardozo, que evita declarações mais fortes, não contradiz a política da pasta, que investiu em 17 anos apenas 53% dos R$ 4,3 bilhões disponíveis para melhoria das cadeias.

Segundo dados do próprio Ministério da Justiça, o Fundo Penitenciário Nacional é contingenciado para cumprir a meta de superávit primário.

Campeões no ranking dos piores presídios, os governos de Roseana Sarney (PMDB-MA) e Tarso Genro (PT-RS) querem saber é das urnas.

A sempre falante Maria do Rosário (Direitos Humanos) também se calou sobre a decapitação de presos. Só voltou de férias ontem.

O presidente do STF, Joaquim Barbosa, mandou, em 20 de dezembro, uma equipe de juízes para apurar mortes nos presídios do Maranhão.

"Está tudo sob controle", "A situação já está dominada", "Puniremos os responsáveis".

O BBB começou. Mais uma coisa pra desviar a atenção do povão. Acho melhor colocar ritalina na água das redes de abastecimento.
"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." - Rui Barbosa

http://umzumbipordia.blogspot.com - Porque a natureza te odeia e a epidemia zumbi é só a cereja no topo do delicioso sundae de horror que é a vida.

Offline Gabarito

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.566
  • Sexo: Masculino
Re:sistema penitenciário
« Resposta #123 Online: 09 de Janeiro de 2014, 09:52:01 »
Cadê Maria do Rosário?
Cadê José Cardozo?

Por que esses tipos só aparecem quando não há necessidade deles e se escondem quando seus cargos exigem que se pronunciem :?: :?: :?:

Maria do Rosário é aquela que perseguiu blogueiro humorista, jogando a Polícia Federal em cima dele só porque não gostou dos comentários de humor da página dele, botando pra correr a liberdade de expressão que a Constituição garante. É a mesma que circulou fofoca em rede social, leia-se tuíter, acusando a oposição de boatos sobre o Bolsa Família, o que foi apurado depois que a própria CEF tinha dado início à comédia aloprada de erros.

Ela, José Cardozo e Gilberto Carvalho também se uniram, em companhia de Dilma, numa gritaria quando se deu a tal desocupação do Pinheirinho, em São Paulo. A Polícia Militar cumpria uma decisão judicial. Os extremistas de esquerda infiltrados entre os moradores incitaram o confronto com a polícia. Naquele ato não houve uma morte sequer.

Agora nós temos decapitados, crianças incendiadas, esposas de presidiários submetidas a "estupros consentidos" no galpão comum da penitenciária...

E nenhum deles dá um pio!


Sobre a situação dos presídios do Maranhão:
Citar
Há, no estado, apenas 128,5 presos por 100 mil habitantes — para comparar: em São Paulo, são 633,1. Assim, o Maranhão prende pouco — 5.417 pessoas em 2012 — e trata seus detentos como bestas-feras. O resultado é o que se vê.

A edição desta terça da Folha informa que um contrato firmado em 2011 entre o governo do estado e o Depen — órgão do Ministério da Justiça que coordena a política penitenciária nacional — foi cancelado. Ele previa o repasse de R$ 20 milhões para a construção de dois presídios, com capacidade para abrigar 513 detentos. Segundo o governo maranhense, “um mês e sete dias depois de o Estado do Maranhão ter cumprido as últimas exigências do Depen”, um decreto invalidou “todos os restos a pagar não liquidados até o dia 30 de junho [de 2013]”. E o dinheiro não apareceu.

Cadê José Eduardo Cardozo, ministro da Justiça? Cadê Maria do Rosário, dos Direitos Humanos? Cadê Gilberto Carvalho, secretário-geral da Presidência e homem encarregado de fazer a tal “interlocução” com os chamados “setores organizados da sociedade”? Desapareceram. Sumiram. Uma ocorrência como essa em um estado que fosse governado pela oposição geraria uma falação dos diabos. Desde 2004, só dois dos sete contratos do Depen com o Maranhão foram concluídos.

Cabe ao departamento acompanhar as execuções penais Brasil afora. Outra de suas atribuições é justamente fiscalizar as instituições prisionais. Mas quê… No ano passado, o governo federal investiu em presídios 34,2% menos do que em 2012: caiu de R$ 361,9 milhões para R$ 238 milhões. E tal queda se deu num ano em que a violência explodiu no país.


Agora, sobre a dinastia Sarney:
Citar
O homem está no poder, no estado, pessoalmente ou por intermédio de prepostos, desde 1966. Só a ditadura dos Irmãos Castro, em Cuba, é mais longeva, Sarney também construiu a sua ilha de atraso. Nestes 48 anos em que o estado está sob a gestão da família, sucessivos governos se encarregaram de transformar a vida da população numa rotina de pobreza e desesperança.

<a href="http://www.youtube.com/v/XmYSZhwLUpA" target="_blank" class="new_win">http://www.youtube.com/v/XmYSZhwLUpA</a>

Citar
Em 2000, Roseana Sarney era apontada como pré-candidata do então PFL à Presidência. Ocupava o primeiro lugar nas pesquisas. O chefão petista a esculhambava impiedosamente, atacando também seu pai, José Sarney. O segundo momento se deu em 2006. Lula estava disputando a reeleição e fazia um comício no Maranhão, ao lado de Roseana, que já havia se aliado a ele em 2002. Aí a mulher já tinha virado heroína.

A ex-inimiga Roseana acabou virando amiga do peito. O petismo classifica as pessoas em heroínas ou bandidas na exata medida em que servem ou não servem a seu projeto.


Não deu para culpar o antecessor:
Citar
Políticos costumam culpar os antecessores pelos problemas crônicos enfrentados por suas gestões. Mas a governadora Roseana Sarney (PMDB), no quarto mandato no Maranhão, não poderá fazê-lo: com exceção de um período de dois anos, o Estado é governado desde 1966 pelos integrantes do clã político de José Sarney. O único revés do grupo ocorreu em 2006, quando Jackson Lago (PDT) derrotou Roseana nas urnas. Mas ele só resistiu até o começo de 2009, dois anos depois da posse: a Justiça Eleitoral tirou o cargo do pedetista sob a acusação de compra de votos. Roseana herdou o mandato, e venceu também as eleições de 2010.

Sarney nunca fez oposição a um presidente da República: apoiou a ditadura militar enquanto lhe interessou e foi pulando de barco até firmar a improvável aliança com o PT de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. Dos dois, recebe deferências – e o poder de nomear afilhados em órgãos importantes da administração federal. Enquanto isso, os maranhenses convivem com um cenário desolador: segundo dados do Atlas do Desenvolvimento, o Estado tem o penúltimo lugar no ranking do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), à frente apenas de Alagoas. A renda per capita, de 348 reais, é a menor do país. Apenas 4,5% dos municípios do estado têm rede de esgoto.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 20,8% dos maranhenses eram analfabetos em 2012. Pior: o número significa um aumento em relação a 2009, quando 19,1% da população não sabiam ler e escrever. Ou seja, durante o governo de Roseana, a situação se agravou – o Maranhão foi o único Estado do Nordeste que regrediu no período.

Um dos poucos índices nos quais o Maranhão não se destacava negativamente no plano nacional era a violência. Mas, como mostra o episódio de Pedrinhas, isto também é passado: entre 2000 e 2010, a taxa de mortes por armas de fogo no Estado subiu 282%. O surgimento de facções criminosas tornou mais evidente o fracasso do governo nessa questão. O governo do Estado falhou ao evitar o conflito sangrento entre criminosos encarcerados e novamente depois, ao tentar debelá-lo. Por fim, receberá ajuda do governo federal para resolver a situação, com a transferência de detentos para outras unidades prisionais do país.

O Maranhão já era pobre quando Sarney assumiu o poder. E sabe-se que não é fácil resolver o problema do subdesenvolvimento crônico. Mas, em 2014, isso já não pode ser usado como desculpa.


E mais sobre o incêndio ao ônibus:
Citar
Os detentos devem ter ouvido a sua ladainha macabra e ordenaram aos “companheiros” que estavam nas ruas que botassem o terror na população. A menina Ana Clara Santos Souza, de 6 anos, morreu às 6h45 de segunda-feira no Hospital Estadual Infantil Juvêncio Matos, em São Luís. Ela teve 95% do corpo queimado em um ataque a um ônibus ocorrido no dia 3. A ordem para atacar os ônibus saiu… dos presídios para as ruas.

Não creio que Dilma tenha telefonado para a mãe de Ana Clara.
Não creio que Maria do Rosário tenha telefonado para a mãe de Ana Clara.
Não creio que José Eduardo Cardozo tenha telefonado para a mãe de Ana Clara.
Não creio que Gilberto Carvalho tenha telefonado para a mãe de Ana Clara.

Os petistas só são defensores fanáticos dos direitos humanos no quintal dos adversários.


Vídeo chocante da ação criminosa que matou a menina:

<a href="http://www.youtube.com/v/5kUKuygHIUQ" target="_blank" class="new_win">http://www.youtube.com/v/5kUKuygHIUQ</a>

Citar
As câmeras de segurança do ônibus atacado e incendiado na última sexta-feira por bandidos em São Luís do Maranhão gravaram a morte da menina Ana Clara Santos Souza, de 6 anos. Ela entrou no carro com a mãe, Juliane, de 22, e a irmã, Lorane, de 1 ano, às 20h07. No minuto seguinte, um bandido conhecido como “Porca Preta” entrou com uma pistola na mão e rendeu o motorista.

As imagens da câmera não mostram, mas, do lado de fora, seis comparsas – sendo três menores de idade — cercavam o veículo. Um deles despejou gasolina no interior do carro e ateou fogo. Em pânico, os passageiros começaram a correr em direção à saída. Quando chegou a vez de Juliane e suas filhas, as chamas tomaram conta da escada. As três foram atingidas. A mãe e a filha menor correram para dentro do ônibus. Ana Clara ficou na escada, no meio do fogo. Uma passageira chegou a pular por cima dela para conseguir escapar.

Quando a menina saiu do ônibus, já estava com o corpo em chamas. As câmeras mostram Ana Clara perambulando pela rua por alguns segundos, em choque. Ela morreu dois dias depois, com 95% do corpo queimado, na UTI pediátrica do Hospital Estadual Juvêncio Matos. A mãe, que teve 40% do corpo queimado, e a irmã continuam internadas em estado grave.

A polícia já sabe que a ordem para os ataques perpetrados em São Luís nos últimos dias, incluindo o que matou Ana Clara, partiu de um detento do presidio de Pedrinhas, Jorge Henrique Amorim Martins, o “Dragão” — um dos líderes da facção criminosa Bonde dos 40, que disputa com o Primeiro Comando do Maranhão o domínio sobre os presídios e a venda de drogas no Estado.

A ordem inicial de Dragão, dada às 17h da sexta-feira, era para promover quarenta ataques na cidade, não apenas contra ônibus, mas também contra contêineres que abrigavam postos de atendimento da PM. Seria uma represália à entrada da PM em Pedrinhas naquele mesmo dia. Na ação, os PMs quebraram ventiladores, misturaram água sanitária em sacos de arroz que os presos haviam guardado dentro das celas e puseram sabão em pó no café.

Os criminosos só não levaram o plano adiante porque a Polícia Civil, que interceptava as conversas dos detentos com autorização judicial, conseguiu passar a informação para a PM, que aumentou o patrulhamento e retirou seus contêineres das ruas. Os principais comparsas de Dragão do lado de fora da penitenciária, entre eles Porca Preta, foram presos ao longo do final de semana.

Meus pêsames ao Maranhão.

... e acho que o Brasil todo também merece pêsames.

Offline Gabarito

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.566
  • Sexo: Masculino
Re:sistema penitenciário
« Resposta #124 Online: 09 de Janeiro de 2014, 16:19:57 »
E seguem os desmantelos no Maranhão. Enquanto o açougue de Pedrinhas providencia "carne de terceira" em abates de filme de terror, o governo do estado faz a sua parte e providencia carne de primeira para encher o bucho, afinal ninguém é de ferro.

A licitação do pregão eletrônico seria aberta hoje, quinta-feira, mesmo depois dos horrores dos últimos dias. Não é notícia antiga, não. O governo está acompanhando as barbáries do dia-a-dia lá em Pedrinhas e no resto do estado ao mesmo tempo que se encarrega de providenciar os itens de luxo, como se vê abaixo:

Citar
Após adiar compra de lagosta, Maranhão agora quer banquete com uísque e caviar

Governo Roseana Sarney abriu nova licitação nesta quinta-feira para comprar bebidas importadas e pratos sofisticados para eventos oficiais
Bruna Fasano


A governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB) (Joedson Alves/AE)

Às voltas com uma crise no sistema prisional do Estado, o governo do Maranhão abriu um pregão para comprar uísque escocês, champanhe, caviar e vinhos importados, no valor de 1,4 milhão de reais. O edital foi publicado nesta quinta-feira no site da Comissão Central Permanente de Licitação. O pregão está marcado para o próximo dia 17 e o contrato terá vigência até o final do ano. 

Esta é a segunda compra de luxo publicada pelo governo do Maranhão. Na quarta-feira, o jornal Folha de S.Paulo mostrou que a administração estadual havia aberto licitação para comprar 80 quilos de lagosta fresca e uma tonelada e meia de camarão para abastecer a residência oficial e a casa de praia da governadora Roseana Sarney (PMDB). A compra, entretanto, foi adiada nesta quinta.

Vídeo mostra o ataque selvagem que matou a menina Ana Clara

O novo edital determina que a empresa vencedora da licitação deverá fornecer champanhe para as recepções, jantares, coquetéis e brunchs oficiais. As bebidas devem ser servidas em “mil copos e taças de cristal para vinho branco, tinto, água, champanhe, licor e uísque”. O edital alerta que “durante os eventos, deverão ser servidos em quantidades suficientes para todos os convidados bebidas, entradas, almoços e jantares”.

No menu de entradas, constam caviar, petiscos com carne de siri, bolinhos de bacalhau e patinhas de caranguejo. Como prato principal, estão na lista filé mignon ao molho de gorgonzola, salada de camarão, carne de carneiro, bacalhau com natas, pato ao molho de laranjas, risoto de lagostas e peru.

Para ornamentar jantares e coquetéis, a empresa que vencer a licitação deverá providenciar tapetes estilo persa Golpayagan Sherkat Floral – um modelo similar está à venda na internet por até 24.000 reais.

A coisa anda muito feia mesmo, lá nas terras Sarney.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!