Autor Tópico: Bolsa de valores  (Lida 7997 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Pasteur

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.553
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsa de valores
« Resposta #100 Online: 02 de Julho de 2013, 13:04:04 »
Citar
Ação de empresa de Eike Batista é avaliada em R$ 0,10 por banco




Alguns bancos reduziram sua expectativa de preço para a ação da OGX (OGXP3), petrolífera de Eike Batista nesta terça-feira (2).

O Deutsche Bank foi a instituição mais radical: se antes o banco estimava que a ação vai valer R$ 0,70 no prazo de um ano, a aposta baixou para R$ 0,10.

O Credit Suisse reduziu sua indicação de preço para a ação de R$ 1 para R$ 0,30. O HSBC diminuiu a avaliação de de R$ 0,60 para R$ 0,30 também. Na véspera, o banco suíço UBS já havia reduzido a perspectiva de R$ 1 para R$ 0,20.

Na véspera, a ação da OGX despencou 29,1% na Bolsa, e fechou valendo R$ 0,56, depois de a empresa ter anunciado que pode suspender a produção de petróleo no campo de Tubarão Azul a partir do ano que vem.

[...]

Mais rico do mundo

Em maio de 2011, com uma fortuna estimada em US$ 30 bilhões, o brasileiro disse que se tornaria o mais rico do mundo até 2015 -mas o sonho tem ficado cada vez mais distante.

De lá para cá, suas empresas deixaram de cumprir cronogramas e de atingir metas, as ações das empresas do grupo EBX vêm perdendo valor na Bolsa e, consequentemente, a fortuna de Eike vem encolhendo.

http://economia.uol.com.br/cotacoes/noticias/redacao/2013/07/02/acao-de-empresa-de-eike-batista-e-avaliada-em-r-010-por-banco.htm

Offline invalid name

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.293
Re:Bolsa de valores
« Resposta #101 Online: 02 de Julho de 2013, 17:27:14 »
Parece a MERPOSA.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.014
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsa de valores
« Resposta #102 Online: 02 de Julho de 2013, 18:16:19 »
Eu estou me fod... com a queda da bolsa porque tenho algumas ações escriturais e alguns dos meus planos de previdência tem uma parte em fundo de ações.

Mas é um prazer imenso ver as empresas deste indivíduo naufragarem, pois mostram o engodo que é este cavalheiro, que surgiu forte somente a partir da ascensão do governo petista, dando subsídios aos boatos que ouvi há mais de uma década, que afirmam ser ele um grande "testa de ferro" de alguns altos dirigentes daquele partido.

É claro que ele continuará bilionário mas, ao menos, a máscara caiu.
Foto USGS

Offline Price

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.564
  • Manjo das putarias
Re:Bolsa de valores
« Resposta #103 Online: 18 de Julho de 2013, 23:19:49 »
Ora, Geotecton, você deve saber que só cresce no mundo dos investimentos quem tem informações privilegiadas.
Se você aceitar algumas colocações minhas...
A única e verdadeira razão de eu fazer este comentário em resposta é deixar absolutamente claro que NÃO ACEITO "colocações" suas nem de quem quer que seja.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.014
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsa de valores
« Resposta #104 Online: 19 de Julho de 2013, 01:08:51 »
Ora, Geotecton, você deve saber que só cresce no mundo dos investimentos quem tem informações privilegiadas.

Há uma diferença enorme entre "informação privilegiada" e "informação obtida ilegalmente para fins de manipulação e engodo no mercado".
Foto USGS

Offline Price

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.564
  • Manjo das putarias
Re:Bolsa de valores
« Resposta #105 Online: 19 de Julho de 2013, 07:26:50 »
Aos olhos de um investidor são exatamente a mesma coisa.
Se você aceitar algumas colocações minhas...
A única e verdadeira razão de eu fazer este comentário em resposta é deixar absolutamente claro que NÃO ACEITO "colocações" suas nem de quem quer que seja.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.014
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsa de valores
« Resposta #106 Online: 19 de Julho de 2013, 12:43:19 »
Aos olhos de um investidor são exatamente a mesma coisa.

Eu sou um investidor e já rejeitei negócios quando soube que envolviam aspectos ilegais ou eticamente duvidosos. E não foram poucos, sendo que de alguns deles eu teria um retorno simplesmente extraordinário.
Foto USGS

Offline Price

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.564
  • Manjo das putarias
Re:Bolsa de valores
« Resposta #107 Online: 19 de Julho de 2013, 12:50:55 »
Investidor de pequeno porte, certo? Investidores de pequeno porte tem de ficar tranquilos.
Se você aceitar algumas colocações minhas...
A única e verdadeira razão de eu fazer este comentário em resposta é deixar absolutamente claro que NÃO ACEITO "colocações" suas nem de quem quer que seja.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.014
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsa de valores
« Resposta #108 Online: 19 de Julho de 2013, 23:06:00 »
Investidor de pequeno porte, certo? Investidores de pequeno porte tem de ficar tranquilos.

Sim, de pequeno porte.

Muito pequeno, para ser franco.

Mas honesto até o 'último fio de cabelo'.
Foto USGS

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.873
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsa de valores
« Resposta #109 Online: 20 de Julho de 2013, 09:23:25 »
Eu estou me fod... com a queda da bolsa porque tenho algumas ações escriturais e alguns dos meus planos de previdência tem uma parte em fundo de ações.

Mas é um prazer imenso ver as empresas deste indivíduo naufragarem, pois mostram o engodo que é este cavalheiro, que surgiu forte somente a partir da ascensão do governo petista, dando subsídios aos boatos que ouvi há mais de uma década, que afirmam ser ele um grande "testa de ferro" de alguns altos dirigentes daquele partido.

É claro que ele continuará bilionário mas, ao menos, a máscara caiu.



A característica de "testa de ferro"  teria algo a ver com empréstimos do BNDES ?



.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.014
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsa de valores
« Resposta #110 Online: 20 de Julho de 2013, 09:55:30 »
Eu estou me fod... com a queda da bolsa porque tenho algumas ações escriturais e alguns dos meus planos de previdência tem uma parte em fundo de ações.

Mas é um prazer imenso ver as empresas deste indivíduo naufragarem, pois mostram o engodo que é este cavalheiro, que surgiu forte somente a partir da ascensão do governo petista, dando subsídios aos boatos que ouvi há mais de uma década, que afirmam ser ele um grande "testa de ferro" de alguns altos dirigentes daquele partido.

É claro que ele continuará bilionário mas, ao menos, a máscara caiu.
A característica de "testa de ferro"  teria algo a ver com empréstimos do BNDES ?

Se os boatos forem verdadeiros, é possível.
Foto USGS

Offline Pasteur

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.553
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsa de valores
« Resposta #111 Online: 02 de Agosto de 2013, 14:51:57 »
Citar
Ajuste de OGX no Ibovespa em setembro vira bomba-relógio

[...]
Aumento de 156% na participação do índice


A participação da OGX no Ibovespa deve mais que dobrar, passando de 1,86% hoje para 4,82%, um aumento de 2,96 pontos percentuais, o equivalente a 159% de crescimento na fatia do índice, segundo cálculos feitos por uma corretora para o blog Arena. O aumento ocorre apesar da queda do preço, pois o cálculo do Índice Bovespa dá grande destaque para o volume negociado dos papéis, o chamado índice de negociabilidade.

Outros índices levam em conta também o valor de mercado da empresa, para evitar que um papel que caiu demais continue tendo um peso demasiado.
O Ibovespa é atualizado a cada quatro meses e a bolsa divulga prévias quando faltam 30, 15 e um dia para entrada em vigor da nova carteira. Assim, nesta semana, sairá a primeira prévia da carteira de setembro.

[...]

http://exame.abril.com.br/mercados/noticias/ajuste-de-ogx-no-ibovespa-em-setembro-vira-bomba-relogio?page=1

Vai entender... :olheira:

Como uma empresa tão desacreditada como essa pode mais que dobrar seu peso no índice bovespa? Aí tem...
« Última modificação: 02 de Agosto de 2013, 15:42:12 por Pasteur »

Offline Pasteur

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.553
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsa de valores
« Resposta #112 Online: 12 de Novembro de 2013, 15:12:10 »
Citar
Ajuste de OGX no Ibovespa em setembro vira bomba-relógio

[...]
Aumento de 156% na participação do índice


A participação da OGX no Ibovespa deve mais que dobrar, passando de 1,86% hoje para 4,82%, um aumento de 2,96 pontos percentuais, o equivalente a 159% de crescimento na fatia do índice, segundo cálculos feitos por uma corretora para o blog Arena. O aumento ocorre apesar da queda do preço, pois o cálculo do Índice Bovespa dá grande destaque para o volume negociado dos papéis, o chamado índice de negociabilidade.

Outros índices levam em conta também o valor de mercado da empresa, para evitar que um papel que caiu demais continue tendo um peso demasiado.
O Ibovespa é atualizado a cada quatro meses e a bolsa divulga prévias quando faltam 30, 15 e um dia para entrada em vigor da nova carteira. Assim, nesta semana, sairá a primeira prévia da carteira de setembro.

[...]

http://exame.abril.com.br/mercados/noticias/ajuste-de-ogx-no-ibovespa-em-setembro-vira-bomba-relogio?page=1

Vai entender... :olheira:

Como uma empresa tão desacreditada como essa pode mais que dobrar seu peso no índice bovespa? Aí tem...

OGX não faz mais parte do IBOV pois pediu recuperação judicial ( concordata ).

Offline Pasteur

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.553
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsa de valores
« Resposta #113 Online: 12 de Novembro de 2013, 15:12:34 »
Ascenção e queda de Eike:


Offline Pasteur

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.553
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsa de valores
« Resposta #114 Online: 25 de Dezembro de 2013, 20:07:47 »
Bolsa brasileira é a que tem o pior desempenho em 2013, mostra levantamento

dez melhores desempenhos

Venezuela                              485,70%
Argentina                                 92,48%
Japão                                       59,85%
Emirados Árabes Unidos          57,29%
Paquistão                                 50,47%
Nigéria                                      40,66%
Irlanda                                      33,10%
Dinamarca                                 25,72%
Egito                                         25,18%
Arábia Saudita                          24,42%

dez piores desempenhos

Brasil                                       -15,82%
Chile                                        -13,72%
Turquia                                    -11,94%
Colômbia                                 -10,63%
República Checa                        -5,15%
Tailândia                                    -3,61%
China                                         -3,21%
México                                        -2,36%
Indonésia                                  -1,59%
Cingapura                                  -1,30%


Fonte

Offline Pasteur

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.553
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsa de valores
« Resposta #115 Online: 25 de Dezembro de 2013, 21:30:43 »
desempenho de todas as 48 bolsas analisadas:

1º Venezuela (IBVC) -  485,70%
2º Argentina (MERVAL) -  92,48%
3º Japão (NIKKEI 225) -  59,85%
4º Emirados Árabes Unidos  (ADX General) - 57,29%
5º Paquistão  (KSE100) -  50,47%
6º Nigéria (NSE 30)  - 40,66%
7º Irlanda (ISEQ)  - 33,10%
8º Dinamarca  (OMX Copenhagen)  - 25,72%
9º Egito  (EGX30)  -  25,18%
10º Arábia Saudita  (TASI)  -  24,42%
11º Alemanha  (DAX)  -   24,26%
12º Estados Unidos (Dow Jones)   -  24,02%
13º Grécia (ASE)  -   23,99%
14º Finlândia (HEX25)  -   23,81%
15º Noruega  (OBX 544) -   21,28%
16º Suécia  (OMX 30) - 19,19%
17º Suíça (SMI) -  17,67%
18º Espanha  (IBEX 35) - 17,58%
19º Bélgica  (BEL20)  -  16,57%
20º Área do Euro  (EURO STOXX 50)  - 15,95%
21º Portugal (PSI20)  - 15,76%
22º Israel (TA-25)  -  15,60%
23º França  (CAC 40)  - 15,40%
24º Austrália  (S&P/ASX 200)  - 14,93%
25º Holanda  (AEX) - 14,80%
26º Itália  (FTSE MIB)  - 14,47%
27º África do Sul (FTSE/JSE)  - 14,20%
28º Taiwan  (TWSE)  - 12,22%
29º Reino Unido (FTSE 100) - 12,17%
30º Malásia  (FTSE KLCI)  -  10,12%
31º Índia  (SENSEX) -  9,59%
32º Canadá  (S&P/TSX)  - 8,71%
33º Polônia (WIG) -  8,18%
34º Áustria (WBI) -  3,30%
35º Hong Kong  (HSI) - 2,83%
36º Rússia (MICEX)  -  2,41%
37º Coréia do Sul (KOSPI) -  1,00%
38º Filipinas (PSEi)  - 0,53%
39º Cingapura  (STI) -  (-1,30%)
40º Indonésia  (JCI)  -  (-1,59%)
41º México (IPC)  -  (-2,36%)
42º China (SSE Composite)  -  (-3,21%)
43º Tailândia (SET)  -  (-3,61%)
44º República Checa  (SE PX) -   (-5,15%)
45º Colômbia  (IGBC)  -  (-10,63%)
46º Turquia (XU100)   -  (-11,94%)
47º Chile (IGPA)  -  (-13,72%)
48º Brasil  (Ibovespa) -  (-15,82%)
« Última modificação: 25 de Dezembro de 2013, 22:43:21 por Pasteur »

Offline invalid name

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.293
Re:Bolsa de valores
« Resposta #116 Online: 25 de Dezembro de 2013, 22:07:56 »
Venezuela? Argentina?

Seria interessante descontar a inflação de cada país para ver como fica esse ranking.

Offline Pasteur

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.553
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsa de valores
« Resposta #117 Online: 25 de Dezembro de 2013, 22:44:37 »
Venezuela? Argentina?

Seria interessante descontar a inflação de cada país para ver como fica esse ranking.

É...só pode ser isso a explicação...

Offline invalid name

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.293
Re:Bolsa de valores
« Resposta #118 Online: 25 de Dezembro de 2013, 22:48:04 »

Offline SnowRaptor

  • Webmaster
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 17.944
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsa de valores
« Resposta #119 Online: 26 de Dezembro de 2013, 01:20:08 »
Tô com preguiça de fazer juros compostos mas acho que bate os 450% facinho.
Elton Carvalho

Antes de me apresentar sua teoria científica revolucionária, clique AQUI

“Na fase inicial do processo [...] o cientista trabalha através da
imaginação, assim como o artista. Somente depois, quando testes
críticos e experimentação entram em jogo, é que a ciência diverge da
arte.”

-- François Jacob, 1997

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.873
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsa de valores
« Resposta #120 Online: 26 de Dezembro de 2013, 09:43:20 »
Tô com preguiça de fazer juros compostos mas acho que bate os 450% facinho.

Não,  não bate pois o índice se refere a inflação anual e não a inflação mensal.


ALENDÁRIO   GMT   PAÍS   EVENTO   REFERÊNCIA   REAL   ANTERIOR   CONSENSO   PREVISÃO
2013-07-09   05:00 PM    VENEZUELA   
TAXA DE INFLAÇÃO (ANUAL)
JUN 2013    39.6%    35.2%      
2013-08-06   11:00 PM    VENEZUELA   
TAXA DE INFLAÇÃO (ANUAL)
JUL 2013    42.6%    39.6%      
2013-09-10   10:30 PM    VENEZUELA   
TAXA DE INFLAÇÃO (ANUAL)
AUG 2013    45.4%    42.6%       44.18%
2013-10-10   10:00 PM    VENEZUELA   
TAXA DE INFLAÇÃO (ANUAL)
SEP 2013    49.4%    45.5%    46.2%    47.59%
2013-11-07   08:05 PM    VENEZUELA   
TAXA DE INFLAÇÃO (ANUAL)
OCT 2013    46.85%    49.4%       48.65%



http://pt.tradingeconomics.com/venezuela/inflation-cpi



.
« Última modificação: 26 de Dezembro de 2013, 09:50:01 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.873
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsa de valores
« Resposta #121 Online: 26 de Dezembro de 2013, 09:51:41 »
E aqui alguns comentários sobre a bolsa da Venezuela, é um post um pouco antigo de 2012 (  o Chaves nem havia morrido) :


Enquanto investidores fogem de bolsas de valores ao redor do mundo, alguns estão ancorando num porto inusitado: a Venezuela.

Títulos de dívida emitidos pelo país dispararam este ano em valor, reduzindo os juros. O índice de ações venezuelano já dobrou este ano, fazendo da bolsa de valores local de longe a de melhor desempenho no mundo, segundo a corretora nova-iorquina Auerbach Grayson, que monitora mais de 120 mercados de ações.

Os títulos de dívida do país estão entre os de melhor performance nos mercados emergentes neste ano, sendo que um índice do J.P. Morgan para os títulos em dólar da Venezuela subiu 9,5% desde dezembro, mais de duas vezes o retorno de 3,67% de um índice de títulos mais amplo de mercados emergentes do banco.


Investidores têm abraçado a Venezuela apesar de crescentes incertezas quanto ao futuro da liderança nacional. O presidente Hugo Chávez está se tratando de um câncer e, pela primeira vez em seus 13 anos no poder, há uma chance razoável de que não seja reeleito em outubro, dizem analistas.

Russell Dallen, sócio-gerente da Caracas Capital Markets, na capital venezuelana, diz que já recebeu dezenas de perguntas de investidores estrangeiros sobre como investir no mercado acionário do país.

“Investidores internacionais estão vendo que poderiam ter dobrado seu dinheiro”, diz Dallen. A Venezuela tem “ótimas companhias, mesmo que estejam numa vizinhança ruim.”

Claro que o valor de mercado da Bolsa de Caracas é relativamente pequeno: US$ 2,5 bilhões, comparado com US$ 1,1 trilhão da bolsa brasileira.

Ainda assim, a Venezuela contrasta acentuadamente com a maneira como muitos investidores estão vendo o resto do mundo. A Europa está em crise, e as economias da China e dos EUA estão dando sinais de desaceleração. Como resultado, investidores estão fugindo das bolsas em geral, e de mercados emergentes em particular.

Investidores globais já tiraram US$ 7,8 bilhões de fundos de ações voltados para mercados emergentes desde o início de abril, segundo a firma de monitoramento de dados EPFR Global. O mês passado teve a quarta maior saída líquida do ano.

E mesmo vizinhos da Venezuela estão em declínio. A bolsa brasileira já caiu quase 6% este ano, e a da Argentina, mais de 10%.

A crise na Europa mostrou como países – tais como a Grécia, que reestruturou bilhões de uma dívida que antes era uma aposta preferida por investidores – podem cair em desgraça rapidamente. Alguns investidores dizem que, no caso da Venezuela, o inverso também pode ser verdadeiro. Qualquer melhora no panorama econômico do país poderia elevar o valor de ativos, que têm sofrido sob o rígido controle de Chávez.

“O mercado vê uma mudança de governo muito favoravelmente”, disse Francisco Ghersi, um sócio da firma de administração de recursos Knossos Asset Management, de Caracas, que administra US$ 25 milhões investidos em ativos venezuelanos em dólares.

Atraída por rendimentos altos, a Knossos tem aumentado a sua carteira de títulos de dívida emitidos pela petrolífera estatal PDVSA (Petróleos de Venezuela SA), que são vistos essencialmente como dívida do governo.

A Venezuela terá uma eleição presidencial em 7 de outubro. O principal oponente de Chávez é Henrique Capriles Radonski, governador do Estado de Miranda.

Muitos investidores acreditam que o vencedor, quem quer que ele seja, será pressionado a desvalorizar a moeda para ajudar a reforçar a economia. A taxa de câmbio oficial é de 4,30 e 5,30 bolívares – o país tem um sistema de taxa dupla – para cada dólar. Alguns investidores dizem que a taxa precisa ficar mais perto dos 8,50 que agora prevalecem no mercado negro.

Uma moeda mais fraca poderia ajudar exportadores de petróleo, que negociam em dólares, e possivelmente ajudar a economia. O lado ruim é que uma desvalorização provavelmente também aumentaria as pressões inflacionárias, à medida que o custo de bens importados aumentar.

Apesar da alta das ações e da dívida, alguns investidores temem que uma transição desordenada para um novo governo poderia provocar uma reação na base de suporte do governo entre militares, e entre os milhões de venezuelanos pobres que dependem de programas sociais. Além disso, há receios de que um novo regime poderia questionar direitos de propriedade, um ponto sensível entre investidores estrangeiros na Venezuela.

“Nós somos vendedores na alta venezuelana”, disse Bryan Carter, um vice-presidente da Acadian Asset Management em Boston, que administra um fundo de US$ 65 milhões que investe em mercados emergentes. “Capriles simplesmente não terá o apoio popular para tomar decisões difíceis, como deixar a taxa de câmbio flutuar.”

A dívida do país com credores estrangeiros já quase dobrou nos últimos três anos, para US$ 96,7 bilhões no fim de 2011, incluindo US$ 74 bilhões em títulos de dívida. A dívida total como porcentagem da produção econômica disparou de 15,6% em 2008 para 31% no ano passado.

Tags: governo Hugo Chávez, Internacional, investimentos, Venezuela


http://blogdofavre.ig.com.br/2012/06/apesar-de-incertezas-sobre-chavez-venezuela-vem-atraindo-investidores/



.
« Última modificação: 26 de Dezembro de 2013, 09:55:15 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.873
  • Sexo: Masculino
Re:Bolsa de valores
« Resposta #122 Online: 26 de Dezembro de 2013, 10:07:42 »
E aqui um texto bem mais recente e algumas explicações para a grande alta da bolsa na venezuela;


Bolsa da Venezuela sobe mais de 600% em 12 meses, maior alta do mundo

A Bolsa de Valores de Caracas é a que mais sobe no mundo atualmente. O IBC, índice de referência do mercado de ações da Venezuela, acumula uma alta de 454% desde o início do ano e de 624% nos últimos 12 meses.

Na Argentina, o índice Merval, o principal da Bolsa de Buenos Aires, subiu 81% neste ano e 122% nos últimos 12 meses.


Mesmo que as moedas dos dois países tenham se enfraquecido, a elevação das ações mais do que compensou, do ponto de vista dos investidores estrangeiros. Quem chegou à Venezuela com dólares e comprou ações do IBC há um ano, acumula até hoje um rendimento de 395%.


Os dois países são pródigos em medidas contra o livre mercado. Nacionalizações na Venezuela já nem ganham mais tanto destaque na imprensa estrangeira, dada a frequência com que ocorrem. A mais recente foi no dia de Finados último, quando o governo assumiu o controle de duas plataformas de petróleo pertencentes à empresa americana Superior Energy Services.

Embora menos incisiva, a Argentina também está em constante confronto com investidores. Dia sim, outro também, há notícias de medidas que de alguma forma restringem o mercado, seja por meio de protecionismo, de intervenção no câmbio, de uso de metodologias estatísticas questionadas, seja por meio de medidas mais duras, como a nacionalização da petrolífera YPF no ano passado.

Neste cenário, as Bolsas venezuelana e argentina subiram nos últimos 12 meses. Países latino-americanos que adotam uma postura mais amigável com o mercado, ao contrário, levaram investidores a perder dinheiro no mercado acionário este ano.

A Bolsa do Peru caiu 22% nos últimos 12 meses; a do Chile, 8%; a da Colômbia, 5%.

No Brasil, apesar de as intervenções do governo no mercado serem bem mais brandas do que na Venezuela e na Argentina, a Bolsa de Valores de São Paulo acumula queda de 11% no ano e 5% em 12 meses.

Dois motivos

A alta da Bolsa na Venezuela não é sinal de que os investidores estejam exatamente otimistas com as empresas do país.


Em reportagens recentes, o jornal local “El Universal'' apresentou dois fatores que, combinados, podem explicar o desempenho do mercado de ações.
Primeiro, a renda fixa não está nada atraente. Com uma taxa de juros baixa demais, os investidores não conseguem mais do que um rendimento de 15% ao ano nesse tipo de investimento, sendo que a inflação nos últimos 12 meses foi de 49%, segundo o Banco Central.


[ E aqui a confirmação de que a taxa de inflação anual da Venezuela é de 49% anual  e não mensal  ]



Em segundo lugar, o país restringe o envio de dinheiro ao exterior. Sem poder expatriar recursos e com a certeza de perder dinheiro no caso de investir na renda fixa, as empresas buscam alternativas para protegerem seu caixa.

O Bank of America, em agosto, recomendou que as companhias estrangeiras considerem a possibilidade de investir na Bolsa parte do dinheiro que não podem expatriar.

Além da Bolsa, outro ramo que tem atraído investidores é o imobiliário. “Com uma inflação galopante e o risco de desvalorização do Bolívar, investir em imóveis tem sido a melhor solução para proteger o caixa [das empresas]”, afirmou o “Wall Street Journal’ em reportagem.

Fora do radar

O economista Samy Dana, professor da FGV e colunista da Folha, acrescenta que nem sempre o pessimismo dos investidores diante de determinados governos se confirma, o que eventualmente provoca alta nas Bolsas de países como Venezuela e Argentina.

“O presidente fica toda hora ameaçando [tomar medidas intervencionistas] e nem sempre a ameaça se concretiza. A cada catástrofe não confirmada, a Bolsa sobe”, diz o economista.

Ele pondera, no entanto, que a alta do mercado acionário venezuelano não significa que o país esteja atraindo novos investidores, ao contrário. “O volume de negócios na Bolsa de Caracas é muito pequeno. Ela não está no radar dos investidores internacionais.”

O avanço da oposição, que perdeu a última eleição presidencial por uma pequena margem, após a morte do ex-presidente Hugo Chávez, pode estar entre os sinais de que as políticas antimercado tenham limites.

“Há grandes possibilidades de um giro rumo a um sistema mais amigável com o mercado. A pergunta chave para os que investem na Venezuela é como proteger suas posições em moeda local até chegar este momento”, observou o Bank of America, em relatório de agosto.

Bolsas no mundo

Amanhã (quarta, 6), este blog vai trazer a posição da Bolsa brasileiro dentro do ranking mundial.

http://achadoseconomicos.blogosfera.uol.com.br/2013/11/05/bolsa-da-venezuela-sobe-mais-de-600-em-12-meses-maior-alta-do-mundo/


.
« Última modificação: 26 de Dezembro de 2013, 10:11:34 por JJ »

Offline Diegojaf

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 23.724
  • Sexo: Masculino
  • Bu...
Re:Bolsa de valores
« Resposta #123 Online: 26 de Dezembro de 2013, 10:09:01 »
E aqui alguns comentários sobre a bolsa da Venezuela, é um post um pouco antigo de 2012 (  o Chaves nem havia morrido) :


Enquanto investidores fogem de bolsas de valores ao redor do mundo, alguns estão ancorando num porto inusitado: a Venezuela.

Títulos de dívida emitidos pelo país dispararam este ano em valor, reduzindo os juros. O índice de ações venezuelano já dobrou este ano, fazendo da bolsa de valores local de longe a de melhor desempenho no mundo, segundo a corretora nova-iorquina Auerbach Grayson, que monitora mais de 120 mercados de ações.

Os títulos de dívida do país estão entre os de melhor performance nos mercados emergentes neste ano, sendo que um índice do J.P. Morgan para os títulos em dólar da Venezuela subiu 9,5% desde dezembro, mais de duas vezes o retorno de 3,67% de um índice de títulos mais amplo de mercados emergentes do banco.

Oi?

Citar
Venezuela já é o pior país para investir
PATRÍCIA CAMPOS MELLO
DE SÃO PAULO

Ouvir o texto
Em meio a escassez de dólares, inflação crescente e saques a lojas, a Venezuela se transformou no país mais arriscado do mundo na percepção dos investidores.

Principal medida global do risco-país, o Índice de Títulos de Mercados Emergentes (Embi) do banco JP Morgan dá à Venezuela 1.209 pontos base, maior marca do mundo. O país ultrapassou no mês passado a "líder" Argentina (791), que já deu calote em sua dívida externa.
http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2013/11/1375514-venezuela-ja-e-o-pior-pais-para-investir.shtml

"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." - Rui Barbosa

http://umzumbipordia.blogspot.com - Porque a natureza te odeia e a epidemia zumbi é só a cereja no topo do delicioso sundae de horror que é a vida.

Offline Diegojaf

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 23.724
  • Sexo: Masculino
  • Bu...
Re:Bolsa de valores
« Resposta #124 Online: 26 de Dezembro de 2013, 10:10:14 »
Interessante sua maneira de encontrar notícias... muito interessante mesmo... :)
"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." - Rui Barbosa

http://umzumbipordia.blogspot.com - Porque a natureza te odeia e a epidemia zumbi é só a cereja no topo do delicioso sundae de horror que é a vida.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!