Autor Tópico: Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?  (Lida 2370 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline 4 Ton Mantis

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.317
  • Sexo: Masculino
Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Online: 09 de Agosto de 2014, 17:47:42 »
"A incrível complexidade dos mais diversos seres vivos,desde uma ameba até o ser humano evidencia claramente a evidência de um ser que os planejou e criou".

Como posso refutar o argumento da "complexidade da vida",tão incrivelmente usada pelos criacionistas ?
\"Deus está morto\"-Nietzsche

\"Nietzsche está morto\"-Deus

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.218
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Resposta #1 Online: 09 de Agosto de 2014, 18:12:24 »
"A incrível complexidade dos mais diversos seres vivos,desde uma ameba até o ser humano evidencia claramente a evidência de um ser que os planejou e criou".

Como posso refutar o argumento da "complexidade da vida",tão incrivelmente usada pelos criacionistas ?
Assim como não existe um tempo mínimo, ou um tempo máximo, apenas uma convenção sobre o tempo, também não existe uma complexidade mínima ou máxima, apenas uma convenção sobre o que é mais ou o que é menos complexo.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.869
  • Love it or Hate it
Re:Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Resposta #2 Online: 09 de Agosto de 2014, 20:08:52 »
"A incrível complexidade dos mais diversos seres vivos,desde uma ameba até o ser humano evidencia claramente a evidência de um ser que os planejou e criou".

Como posso refutar o argumento da "complexidade da vida",tão incrivelmente usada pelos criacionistas ?

Você ainda discute com pombos enxadristas?

Offline 4 Ton Mantis

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.317
  • Sexo: Masculino
Re:Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Resposta #3 Online: 09 de Agosto de 2014, 21:20:19 »
"A incrível complexidade dos mais diversos seres vivos,desde uma ameba até o ser humano evidencia claramente a evidência de um ser que os planejou e criou".

Como posso refutar o argumento da "complexidade da vida",tão incrivelmente usada pelos criacionistas ?

Você ainda discute com pombos enxadristas?

Explique.
\"Deus está morto\"-Nietzsche

\"Nietzsche está morto\"-Deus

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.869
  • Love it or Hate it
Re:Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Resposta #4 Online: 09 de Agosto de 2014, 22:21:00 »
"A incrível complexidade dos mais diversos seres vivos,desde uma ameba até o ser humano evidencia claramente a evidência de um ser que os planejou e criou".

Como posso refutar o argumento da "complexidade da vida",tão incrivelmente usada pelos criacionistas ?

Você ainda discute com pombos enxadristas?

Explique.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Complexo_do_pombo_enxadrista

« Última modificação: 09 de Agosto de 2014, 22:27:26 por Gigaview »

Offline chapeudepalha

  • Nível 00
  • *
  • Mensagens: 4
Re:Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Resposta #5 Online: 09 de Agosto de 2014, 22:33:24 »
Tive um deja vú bizarro agora, podia jurar que vi exatamente essa mesma pergunta anos atrás, e exatamente esse mesmo post sobre pombos enxadristas antes. Até fui olhar a data do tópico para ver se não era algo coveirado.

Mas enfim:

O problema desse "argumento", é que ele recai em um argumento circular, é um argumento vazio.

Vejamos:

- o fato:  a diversidade e complexidade da vida.

- a explicação (criacionista) : as espécies foram criadas, etc, etc.

- a evidência: a complexidade e diversidade da vida é evidência do criacionismo.

Perceba como se propõe uma explicação para um fato, mas logo em seguida usa-se o próprio fato como evidência dessa explicação. Típico argumento circular, que não leva a lugar nenhum. Nenhuma evidência real foi dada.

Esse mesmo erro poderia ser aplicado a evolução, se alguém dissesse isso:

- o fato: a vida é complexa e diversa

- a evolução produz complexidade e novas espécies, logo:

- as espécies surgiram por evolução.

Óbvio que isso está igualmente errado, a complexidade por si só não é evidência nem de criacionismo, e nem de evolução.

As evidências da evolução podem ser listadas em várias áreas, evidências moleculares, fósseis, observações diretas dela ocorrendo, experimentos, etc.

Ninguém que entende o mínimo sobre evolução iria tentar usar a própria complexidade da vida como evidência da evolução, caindo em um argumento circular.

Curiosamente, esse o ponto principal de toda a retórica do DI. Tome algo complexo, e simplesmente declare que aquilo é evidência de uma criação, sem fornecer qualquer evidência para tal.

Apenas julgue que o fato de algo complexo existir é a própria evidência: o fato que você está tentando explicar por alguma hipótese, é a própria evidência da hipótese, não faz o menor sentido.

Offline Dream

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 178
Re:Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Resposta #6 Online: 03 de Outubro de 2014, 22:18:39 »
Se os seres vivos são complexos e necessitam de um criador - O criador é ainda mais complexo, logo ele por si só precisa de um criador, e então o criador do criador também é complexo demais, logo precisamos do criador do criador do criador... Isso é uma contradição lógica na proposta fundamental do Design Inteligente.

"Ah, coisas complexas não surgem do nada, algo ainda mais complexo que surgiu do nada precisa criar elas"
There was a most ingenious Architect who had contrived a new method for building houses, by beginning at the Roof, and working downwards to the foundation.
Jonathan Swift

Offline Gabarito

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.876
  • Sexo: Masculino
Re:Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Resposta #7 Online: 03 de Outubro de 2014, 22:38:01 »
Essa questão é bem antiga...
Tem um filminho muito bom rolando por aí já faz tempo:

<a href="https://www.youtube.com/v/x8iWvzzDEsE" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/x8iWvzzDEsE</a>

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Resposta #8 Online: 04 de Outubro de 2014, 14:45:33 »
"A incrível complexidade dos mais diversos seres vivos,desde uma ameba até o ser humano evidencia claramente a evidência de um ser que os planejou e criou".

Como posso refutar o argumento da "complexidade da vida",tão incrivelmente usada pelos criacionistas ?

Peça que demonstrem que complexidade é necessariamente criada por um super-homem incógnito, que inventa e modifica os seres todos para ficarem matando uns aos outros até que ele se canse e os extinga. Sugira que a mesma complexidade pode surgir sem que seja inventada por um homem mágico, através de processos não-mágicos, reais, de alterações hereditárias que se acumulam em linhagens e são filtradas ou favorecidas pelo ambiente. Sites como talk.origins devem ter exemplos específicos quanto a aumentos de complexidade, se isso for levantado como uma espécie de "obstáculo".

Então seja ignorado e/ou lide com alguma outra alegação baseada em deturpações (ou, otimisticamente, apenas conhecimento limitado), como que a Terra só tem 3000 anos, que todas mutações são más mesmo que todo gene "bom" existente não tem nada de diferente dos genes "maus", que o homem de Piltdown e logo todos fósseis são fraudes, etc.

Offline Enio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.066
Re:Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Resposta #9 Online: 09 de Outubro de 2014, 00:08:13 »
Bem, eu não preciso desta questão de quem criou quem, já que em meu raciocínio, não houve alguém que criou tudo, mas algo. Algo que deu origem tanto à matéria como ao que chamamos de consciência. Estando o mais próximo possível de um conceito científico, diria que esse algo deve ser nada menos que o Vácuo Quântico, que deve ter originado o universo, e provavelmente outros universos de alguma maneira interligados. Isso que é praticamente nada mas que originou tudo. Isso teria existido desde sempre, seria um processo não sujeito a uma linha temporal, já que isso é que definiria o tempo. É até onde posso chegar.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.218
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Resposta #10 Online: 09 de Outubro de 2014, 00:20:50 »
Bem, eu não preciso desta questão de quem criou quem, já que em meu raciocínio, não houve alguém que criou tudo, mas algo. Algo que deu origem tanto à matéria como ao que chamamos de consciência. Estando o mais próximo possível de um conceito científico, diria que esse algo deve ser nada menos que o Vácuo Quântico, que deve ter originado o universo, e provavelmente outros universos de alguma maneira interligados. Isso que é praticamente nada mas que originou tudo. Isso teria existido desde sempre, seria um processo não sujeito a uma linha temporal, já que isso é que definiria o tempo. É até onde posso chegar.
Isso não arrazoa nada. Mesmo que tenha sido o nada a ter criado tudo a indagação continuaria. De Onde teria vindo esse nada? Ou, por quê?

Offline Enio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.066
Re:Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Resposta #11 Online: 09 de Outubro de 2014, 01:03:12 »
Ah, como disse, é o máximo onde cheguei, sendo assim, fica difícil eu indagar como isso teria surgido. Apenas acredito haver um processo atemporal, elementar, praticamente o nada em si, talvez algum padrão elementar que originaria as leis físicas e depois, a matéria. Pode ser que este vácuo quântico aí se baseie, sim, em processos desconhecidos... Mas deve haver um processo primordial, primário, como disse, acredito, ser um simples padrão. Mas o que seria esse padrão? Não sei dizer. Aí ficam várias especulações possíveis. E ao contrário dos crentes que costumam construir uma relação com seus deuses, a minha relação com essa indagação que fiz é apenas científica, teórica, não uma ligação de esperanças ou afetiva construída, no máximo, uma breve contemplação. De fato, eu sempre tive dificuldade em entender como poder amar um ser invisível, que nunca conheci, como acredito ocorrer com a maioria.

Posso dizer que, afetivamente, sou ateu. Mas intelectualmente... a partir do ponto em que acredito poder existirem processos que transcendam o universo material que percebemos, não poderia ser ateu, neste aspecto. Certo?

Offline Dream

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 178
Re:Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Resposta #12 Online: 09 de Outubro de 2014, 09:48:41 »
Ah, como disse, é o máximo onde cheguei, sendo assim, fica difícil eu indagar como isso teria surgido. Apenas acredito haver um processo atemporal, elementar, praticamente o nada em si, talvez algum padrão elementar que originaria as leis físicas e depois, a matéria. Pode ser que este vácuo quântico aí se baseie, sim, em processos desconhecidos... Mas deve haver um processo primordial, primário, como disse, acredito, ser um simples padrão. Mas o que seria esse padrão? Não sei dizer. Aí ficam várias especulações possíveis. E ao contrário dos crentes que costumam construir uma relação com seus deuses, a minha relação com essa indagação que fiz é apenas científica, teórica, não uma ligação de esperanças ou afetiva construída, no máximo, uma breve contemplação. De fato, eu sempre tive dificuldade em entender como poder amar um ser invisível, que nunca conheci, como acredito ocorrer com a maioria.

Posso dizer que, afetivamente, sou ateu. Mas intelectualmente... a partir do ponto em que acredito poder existirem processos que transcendam o universo material que percebemos, não poderia ser ateu, neste aspecto. Certo?

Sua especulação não é cientifica - Se fosse uma especulação cientifica pela navalha de Ocam é mais fácil supor que o universo - ou o que seja preciso pra ele, sempre existiu, e não que exista algo "anterior" ou "a parte"
There was a most ingenious Architect who had contrived a new method for building houses, by beginning at the Roof, and working downwards to the foundation.
Jonathan Swift

Offline Enio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.066
Re:Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Resposta #13 Online: 09 de Outubro de 2014, 13:47:03 »
Acho que não. Porque especula-se cientificamente que o universo teve um início, através do Big Bang. Tanto que se especula que tem cerca de 13.5 bilhões de anos. Então, o universo não poderia ter existido sempre. Mas deve haver algum processo elementar, atemporal, que deu início a ele. Caso contrário, não teria surgido.

Offline Dream

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 178
Re:Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Resposta #14 Online: 09 de Outubro de 2014, 13:55:48 »
Acho que não. Porque especula-se cientificamente que o universo teve um início, através do Big Bang. Tanto que se especula que tem cerca de 13.5 bilhões de anos. Então, o universo não poderia ter existido sempre. Mas deve haver algum processo elementar, atemporal, que deu início a ele. Caso contrário, não teria surgido.

E quem deu início ao que deu início ao big bang? Não pode ter existido pra sempre, deve haver algum outro processo ainda mais elemento, A-atemporal que deu início ao processo que deu início ao big bang...
There was a most ingenious Architect who had contrived a new method for building houses, by beginning at the Roof, and working downwards to the foundation.
Jonathan Swift

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Resposta #15 Online: 09 de Outubro de 2014, 19:17:01 »
As noções mais atuais mais aceitas são meio na linha de que não houve "para sempre" anterior. O tempo teria começado "do nada" em um momento, não existindo um "antes", e logo nem uma causa "anterior". Nem necessariamente uma causa "exterior".

Offline Enio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.066
Re:Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Resposta #16 Online: 10 de Outubro de 2014, 01:12:16 »
Mas aí está o maior problema da noção atual aceita... Não faz sentido lógico algum a simples idéia de processos naturais terem surgido de um nada que, em teoria, nada é e assim nada pode produzir. Me desculpe, mas acreditar que tudo saiu de um nada absoluto é-me bastante contraditório. E se esse raciocínio é por causa da Navalha de Occam, sugiro criar uma nova linha de investigação teórica, porque, a meu ver, isso não está com nada.

Se a idéia de um conjunto de processos causais e temporais infinitamente para trás é contraditório, o que concordo, pior ainda é afirmar que tudo o que percebemos veio de um nada que na verdade nunca existiu. Para mim, isso soa como sair pela tangente, assim como o típico raciocínio de alguém que criou alguém num passado infinito, sem haver uma causa realmente atemporal.

Como disse, não houve quem criou esse processo, ele sempre existiu. Poderia dizer, assim, que toda e qualquer noção de pessoalidade e impessoalidade veio disso. Isso é, tanto qualquer coisa pessoal quanto impessoal teria surgido daí. O que é esse processo elementar? Não sei, mas como tinha dito, acredito ser o chamado Vácuo Quântico, que teria originado tanto a matéria deste como de qualquer outro universo, provavelmente, interligados através disso.

E esse processo, para deixar claro, não é algo mais complexo que tudo que percebemos, como se acredita ser esse deus aí, pelo contrário, seria um processo bem simples, não seria nem matéria, nem partículas, provavelmente, como tinha indagado, um ou mais padrões que teriam iniciado o tempo e o espaço, e a partir daí, partículas, matéria, consciência e o escambau. E este processo, não estaria num lugar específico, mas em toda parte, no que chamamos de absoluto.

Se há uma causa elementar, então ela deve ser atemporal e não-local. Não poderia ser nem matéria nem consciência, mas algo que transcenderia os dois. Algo que teria dado origem a estes. Mas como se trata de um processo atemporal, como consequência, matéria e consciência sempre existiram. O que teria passado a existir num dado ponto teria sido sim, cada universo individual, se é que existe mais de um, assim como os chamados espíritos. Mas o conjunto, como um todo, teria sempre existido. Assim, matéria e consciência são impermanentes, já o conjunto, assim como o tal processo elementar, seriam permanentes.

O processo elementar é permanente por ser atemporal. E o conjunto de universos e consciências como um todo, e não do ponto de vista individual, não por serem atemporais em si, mas por terem sempre existido em função de um processo permanente anterior. Já as partes individuais, aí sim, deste conjunto, teriam tido início e terão fim, talvez.

Bem, essa é a minha conclusão, segundo meu raciocínio. Concluindo, todos os processos temporais teriam se originado de um processo atemporal. Esse processo atemporal, a meu entender, seria como o tempo, só que ao invés de em linha reta progressiva, seria como um círculo fechado. E a isso chamo de Eterno Presente. Caso contrário, voltaríamos a afirmar que tudo veio do nada ou de algo temporal infinitamente para trás, ambos raciocínios, a meu ver, inconsistentes.
« Última modificação: 10 de Outubro de 2014, 01:21:35 por Enio »

Offline Gabarito

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.876
  • Sexo: Masculino
Re:Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Resposta #17 Online: 10 de Outubro de 2014, 08:08:58 »
O maior problema na abordagem desse tema decorre da nossa limitada compreensão das grandezas tempo e espaço.

Conhecemos melhor as coisas com as quais temos mais familiaridade. Passamos toda a nossa existência em contato com a grandeza tempo e, por isso, estamos firmemente presos a ela. O tempo molda a nossa forma de pensar e tirar conclusões. Por isso, essa necessidade de tentar entender o que havia ANTES do BigBang.

Quando se diz que, segundo a compreensão mais atual, que não faz sentido em se questionar o ANTES do BigBang, a explicação fica rasa e fácil, apesar de ser a melhor resposta à questão. Por isso, estou levantando mais informações para que cheguemos a uma conclusão mais consistente e compreensível.

Portanto, por mais que tentemos entender um cenário em que o tempo não exista, tal tarefa não se revela fácil. Não tem como tentar imaginar o ANTES do BigBang porque o próprio tempo veio a existir naquele instante. E mais: ele NÃO É absoluto. Não existe uma régua chamada tempo. Eu não sou especialista na Teoria da Relatividade e estou sujeito a afirmar tolices nessa área, mas, segundo entendo, o tempo é uma grandeza maleável, específica a cada corpo, mutável, elástica e está longe de ser uma grandeza fixa, rígida e absoluta. Não tem como afirmar conceitos como eternidade ou processo permanente anterior. Não tinha tempo antes do BigBang. Ponto. Não tem essa de eternidade para trás. Antes do BigBang a viagem acaba, não tem mais para onde ir, esbarra-se numa parede que é o próprio nascimento do tempo.

É aqui onde entramos na maior dificuldade em compreender essas coisas. Passamos toda a nossa existência envolvidos, permeados completamente, mergulhados na grandeza tempo. Não estamos familiarizados com nada mais que não envolva tempo. Tudo à nossa volta está sujeito à ação do tempo, tudo gira, corre, segue e obedece a passagem do tempo. Por isso, imaginar o nada ou a inexistência de tempo antes e também a ideia de que algo deu início ao universo, passa a ser uma tarefa bem difícil. Justamente porque não estamos acostumados a pensar deixando o tempo de fora.

E sobre o nada, o mesmo que poderia ter dado início a tudo, ele também sofre da mesma dificuldade de raciocínio. Estamos envolvidos e tomados pela matéria e espaço. Não alcançamos a compreensão de que seja possível algo diferente desses conceitos. Portanto, forçamos o pensamento para a inclusão de alguma coisa na concepção do universo, numa tentativa de explicar o surgimento de tudo a partir de NOSSOS conceitos. É quase como aquela história de pensar que a Terra era o centro do universo, ou que o Sol girava em torno da Terra. Trazemos a solução dos problemas para o entorno do nosso umbigo, sentamos em cima do mesmo paradigma antropocêntrico.

A explicação para o surgimento de tudo foge ao antropocentrismo. Foge às ideias preconcebidas de tempo e espaço que a nossa limitada compreensão possui. Estamos presos a uma forma de pensamento que impede uma visão ampla do quadro geral, uma perspectiva de cima, uma visualização externa da coisa toda.

A humanidade já avançou muito em todas as áreas do conhecimento e é graças a essa sede de saber, a essa insatisfação com o que ainda não se sabe, a essa inquietude para investigar e querer descobrir mais e mais que chegamos a uma montanha impressionante de conhecimento que temos hoje.

Mas... porém... todavia...

É muita presunção achar que teremos um dia a tal Teoria do Tudo, ou uma explicação plena para tudo que existe no universo, inclusive a sua própria criação, existência, razão de existir ou temas relacionados.

Isso, porém, não impede de continuar na estrada, na luta, na busca das respostas para tanto mistério.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Resposta #18 Online: 10 de Outubro de 2014, 13:59:49 »
Realmente não faz sentido, é absurdo dizer que "o nada criou tudo", que "tudo surgiu do nada", que o nada "produziu" tudo, e etc. Mas simplesmente não é o que é afirmado, dentro dessa idéia. O "nada" não fez ou causou absolutamente nada. Está "fora" de uma cadeia causal, que não existia "antes", já que nem existia "antes" em si.

Talvez uma forma um pouco melhor de expressar fosse que o universo surgiu "sozinho, e sem mais nem menos". Arbitrário como qualquer lei física. :/

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.218
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Resposta #19 Online: 10 de Outubro de 2014, 14:18:36 »
A coisa mais burlesca como pretensa ciência, essa de que antes do Big Bang não havia nem o Tempo. Pode-se querer preencher páginas e páginas sobre o tema mas isso não o torna menos burlesco. Não mesmo.

Offline Enio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.066
Re:Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Resposta #20 Online: 10 de Outubro de 2014, 15:26:23 »
Sim, é verdade que é difícil conceber haver algo antes do tempo, já que estamos rodeados sempre por  isso. Mas uma coisa é dizer que o tempo surgiu com o início deste universo. Outra, é dizer que já existia antes dele o tempo. Como disse, se existe mais de um universo, se este não for o único, se há um processo que permita a existência de outros ainda mais antigos que o nosso, então o tempo sempre existiu, junto com o não tempo, do qual faz existir o tempo. O que passou a existir, a partir de certo ponto, foi este cosmo que vivemos, especificamente. Eu acho que... O mais certo então não seria dizer que houve um início definitivo. Nós estamos presos à definição do tempo. Acredito que para achar a resposta às nossas origens, devemos transcender a idéia do tempo, e ver tudo como um grande presente.

Não entender a origem no passado, mas no presente, em algo que sem o qual tudo deixaria de existir num instante. Como disse, acredito que este universo passou a existir num certo ponto, mas e o que deu origem a ele, e certamente a outros? Como sabemos que este universo não é eterno (já que tem 13,5 bilhões de anos), presume-se então que deve haver algo que sempre existiu e que dá origem aos universos. Digo isso porque está cada vez mais aceita a idéia do multiverso. Nosso universo surgiu, desaparecerá e por isso é temporal. Já o multiverso, seria algo noutro nível, isto é, teria sempre existido. Teríamos o tempo, hipertempo e não-tempo (atemporal). Assim como espaço, hiperespaço e não-espaço (não-local). O espaço-tempo é limitado, está preso a uma sequência de eventos lineares que acabam criando a idéia de passado e futuro.

O hiperespaço-hipertempo é constante e sempre existiu, sem um início definitivo, como resultado direto de algum processo atemporal em si. Não está numa linha temporal, o multiverso estaria num eterno presente. A origem do multiverso não está no passado, mas no presente, porque ele é, não foi ou será, já nosso universo, sim, foi e será. A origem deste universo está num passado bem remoto, sim. Mas acredito que a origem de tudo não está no passado, mas no presente, ela é constante, não muda, não foi e nem será. É por entre essas coisas que ainda prefiro o espiritismo a certas conclusões tiradas pela nossa ciência temporal. Não por questão de apego afetivo a um líder cristão ou por esperar uma futura vida melhor, mas por questão de sentido lógico mesmo. Vamos ver, o espiritismo diz que a origem de tudo não é alguém, mas algo, e é algo atemporal, eterno, sem tempo para frente ou atrás.

Lembrem-se, eterno não tem passado ou futuro. Eterno não é uma sequência temporal linear. :wink:

Nosso universo é temporal. O multiveso seria algo como entre universos individuais e a Origem. Já a Origem, atemporal e não-local. O hipertempo e hiperespaço não seriam lineares como o espaço-tempo conhecido. Assim, não faria sentido dizer que houve passado e haverá futuro definitivo no multiverso, mas em cada universo individual, sim. Pode ser que na verdade, em relação ao multiverso, tenha existido não um só passado ou futuro, mas vários possíveis (originando assim universos paralelos). Sim, é difícil conceber isso fora de nossa noção linear de tempo, mas... com um pouco de esforço... Saibam que levei alguns anos para chegar a esta conclusão, não foi um pequeno esforço teórico.

Tive que ir testando, logicamente, cada raciocínio possível até chegar a uma causa atemporal. :wink:

E quanto a questão da Navalha de Occam, não acho que ela seja sempre o melhor método. Às vezes podemos estar nos prendendo em soluções mais simples, quando na verdade as coisas podem ser ainda mais complexas do que imaginamos... Às vezes um método que nos leva a conclusões muito reducionistas acabam gerando conclusões inconsistentes, ainda que sejam amplamente aceitas, como a afirmação de um nada absoluto, conclusão esta da qual não compro. Não porque é científica, mas porque simplesmente não me faz sentido algum, é-me inconsistente, ponto. Eu acredito sim que haja um certo reducionismo nisso tudo, em relação ao que somos feitos, alguma essência primária que forma tudo, partículas, leis físicas, espaço-tempo, etc. Mas por outro lado, acredito num certo expansionismo, neste sentido, que a origem do cosmo (multiverso) não se encontra num nada ou num passado remoto, mas em algo que transcende o espaço-tempo. Caso contrário, cairemos sempre nos outros dois raciocínios inconsistentes.

Essa foi a saída que encontrei.

Offline Enio

  • Nível 24
  • *
  • Mensagens: 1.066
Re:Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Resposta #21 Online: 17 de Outubro de 2014, 01:11:29 »
Posso dizer que na verdade estou numa linha bem tênue entre teísmo e ateísmo. E esse era um objetivo que queria chegar, achar uma espécie de equilíbrio conceitual entre os dois, sem cair num extremo, superar dualismos. Uma forma funcional de explicar o transcendente, sem ter que usar uma linguagem muito mística, mas também sem excluir o sentido místico. Basicamente, apenas troquei o místico pelo técnico. Mas ainda há aí uma certa essência teísta, no sentido transcendente, mas ainda natural. E uma certa essência ateísta, no sentido de usar uma linguagem mais técnica e de entender a causa do todo como um processo natural, não um ser mitológico incriado como as principais religiões crêem, como o teísmo prega.

Existe o deísmo, mas no deísmo, ainda acredita-se num deus pessoal que apenas deixou as coisas acontecerem depois qe criou o universo, sem interferir. Mas no meu caso nem isso, pois não é um deus, uma pessoa, mas um simples processo impessoal.
« Última modificação: 17 de Outubro de 2014, 01:14:39 por Enio »

Offline Dream

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 178
Re:Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Resposta #22 Online: 17 de Outubro de 2014, 01:35:49 »
Citar
E quanto a questão da Navalha de Occam, não acho que ela seja sempre o melhor método. Às vezes podemos estar nos prendendo em soluções mais simples, quando na verdade as coisas podem ser ainda mais complexas do que imaginamos

Esse é um ponto mal compreendido da ciência - de forma imediata a ciência não trabalha com a realidade como ela é ( e o que seria "realidade como ela é" - O que se faz é criar modelos tão bom quanto possíveis para explicar o maior número de fenômenos possíveis - E o que ocorre é que ficam pontas soltas, e essas pontas normalmente se revelam grandes mistérios que levam a um desenvolvimento mais profundo para a criação de modelos ainda mais básicos, que não substituem, mas englobam e expandem os antigos.

Então, a Navalha de Occam é efetiva, pois a ciência é processo, não adianta ir saltando perguntas, cria-se modelos simples que então se expandem em ideias mais fundamentais - Por exemplo, a quantização da energia começou sendo proposto apenas para explicar um fenômeno da natureza específico, e depois a ideia se expandiu a ponto que hoje questiona-se se o espaço-tempo em si não é discreto.
There was a most ingenious Architect who had contrived a new method for building houses, by beginning at the Roof, and working downwards to the foundation.
Jonathan Swift

Offline Felipp Jarbas

  • Nível 40
  • *
  • Mensagens: 4.863
  • Sexo: Masculino
Re:Complexidade da vida:evidências de um 'Criador' ?
« Resposta #23 Online: 23 de Outubro de 2014, 09:08:45 »
Se você acha que sua crença é baseada na razão, você a defenderá com argumentos e não pela força e renunciará a ela se seus argumentos se mostrarem inválidos. (Bertrand Russell)
http://pt.wikipedia.org/wiki/Humanismo_secular
http://pt.wikipedia.org/wiki/Liberalismo_social


 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!