Autor Tópico: Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games  (Lida 16913 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Eremita

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.798
  • Sexo: Masculino
  • Ecce.
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #75 Online: 29 de Novembro de 2014, 17:45:19 »
E se o Metroid e o Zelda fossem mulheres? Daí ela ficaria satisfeita?

...memes porcos à parte, minha opinião:
Sim, a crítica da Sarkeesian tem muito fundo de verdade. Estereótipos de gênero são muito comuns em jogos, sim.
Entretanto, é igual à historinha do garoto que berrava "LOBO!". Ela vê misoginia e estereótipos até onde não há, e ignora evidências contrárias; então poucos levam-na a sério, e deixam de levar a causa dela a sério por isso.

Inclusive, ela berra "olha o lobo!" demais mesmo quanto ao assédio que diz sofrer, já que ela não sabe diferenciar "crítica revestida de palhaçada" e assédio propriamente dito:
http://www.feministfrequency.com/2012/07/image-based-harassment-and-visual-misogyny/

Disso, não me surpreenderia nada se as "ameaças" que ela sofre fossem uma ou duas ameaças reais, uma dúzia de "ameaças" de internet e um balaio de coisas que não são ameaça, mas que a anta cúbica da Sarkeesian entendeu como tal.
Monoteísmo é a hidra de Lerna. Con Kolivas estava certo sobre o desktop. Prozac não deixa tudo melhor. Aquiles devia ter escolhido os dois destinos, juntos. Coração sentimental + mente cética = aflição. Sou responsável pelo que digo, não pela sua interpretação sobre o que digo.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #76 Online: 29 de Novembro de 2014, 18:24:57 »
Hehe, tem uma imagem/meme "feminism" que é análoga à daquele cara do history channel dizendo "aliens".

Mas seria mais apropriadamente "patriarchy", ou "men", "males". Deveriam também tê-la colocado no mesmo cenário.



Não acho que seja "burrice" contabilizar mais coisas como ameaça e molestação/"assédio" do que realmene são, é perfeitamente útil dentro se você quer se fazer de vítima, ela seria "idiota" (ou simplesmente honesta) é se não aproveitasse isso.

Idiotice mesmo é "contribuir" com os xingamentos e ameaças, mesmo que "vazias".

Aliás, embora eu ache que nem precisa de muita contribuição bogus para conseguir o material necessário mais do que suficiente para se fazer de vítima*, não me surpreenderia se uma fração não-desprezível das ameaças e insultos fossem fabricação de partidários da causa. Sabe, não é realmente "mentira"; você está apenas criando uma síntese, um retrato, do pensamento real de muitos nessa cultura patriarcal e misógina. É uma combinação de arte criativa e denúncia social anônima.


* Aliás, praticamente indo contra minha argumentação anterior, talvez seja suficiente até para dar-se um desconto nisso de "se fazer de vítima", dando o benefício da dúvida. Provavelmente as coisas não são sérias na maior parte do tempo, mas não estando no lugar de quem realmente é alvo, fica difícil "condenar" sua perspectiva. Ironicamente o próprio Thunderfoot, seu principal rival online, fez algumas reclamações esporádicas sobre ter sido photoshopado em pornografia -- reclamações mais "dramáticas", não algo na linha de "eu nem estou reclamando, é só exemplo do que acontece e não tem nada demais", que talvez fosse o mais esperado de sua posição de desdém contra os ataques que ela sofre. O que por sua vez talvez seja também exemplo de que no mínimo pessoas de ambos os "lados" estão dispostas a esse nível de ataques, o que reforça a possibilidade de ataques "com bandeira falsa". Mas vale para os dois lados.



Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #77 Online: 29 de Novembro de 2014, 18:48:17 »
Eu acho impressionante que essas coisas sejam levadas tão a sério e se faça tanta tempestade em copo d'água.

Fica ainda mais impressionante porque acho que tem uma parte essencial da coisa que seria praticamente de comum acordo, mas então prevalece algo como um efeito bola-de-neve do antagonismo dos lados em debates.


Eu não assino no YT canais como thunderfoot ou theasinineatheist, mas por ter visto um ou outro vídeo em minha conta em meados de 1912, ainda recebo sugestões relacionadas. Uma delas nem parecia ser sobre isso, acho, fui ver o que era e/ou o canal, e tinha um vídeo de algo como 3 horas, que era sobre "por que o gamegate é tão importante para mim". E no vídeo e/ou no canal o cara ainda dizia estar desempregado e agradecia contribuições para que continuasse a fazer esses vídeos. Um dos argumentos dele é que video-games "são a perfeita meritocracia". Pelo amor de deus.

De um lado, as coisas estão mudando, melhorando gradualmente, sobre isso de redução de estereótipos e maior representação de mulheres e etc. Do outro, é também pouco provável que venham a haver leis ou mudanças significativas que vão fazer todos os jogos serem educacionais politicamente corretos e completamente sem graça.


Offline Eremita

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.798
  • Sexo: Masculino
  • Ecce.
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #78 Online: 29 de Novembro de 2014, 19:54:06 »
Hehe, tem uma imagem/meme "feminism" que é análoga à daquele cara do history channel dizendo "aliens".
Essa?


No caso dela em específico, eu discordo - acredito que ela vê mesmo esse tipo de coisa como ameaça, molestação e assédio. Talvez por pessimismo.

Citar
não me surpreenderia se uma fração não-desprezível das ameaças e insultos fossem fabricação de partidários da causa. Sabe, não é realmente "mentira"; você está apenas criando uma síntese, um retrato, do pensamento real de muitos nessa cultura patriarcal e misógina. É uma combinação de arte criativa e denúncia social anônima.
Pensando sobre isso: ...é, concordo, também não me surpreenderia se houvesse bastante false-flagging.

Monoteísmo é a hidra de Lerna. Con Kolivas estava certo sobre o desktop. Prozac não deixa tudo melhor. Aquiles devia ter escolhido os dois destinos, juntos. Coração sentimental + mente cética = aflição. Sou responsável pelo que digo, não pela sua interpretação sobre o que digo.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #79 Online: 29 de Novembro de 2014, 20:02:53 »
Quanto a imagem, não, mas a da direita, aqui:

http://www.feministfrequency.com/archive/Image_harassment2.jpg

(Do mesmo artigo que você linkou)




Nesse campo de "ativismo social" houve até casos de pessoas que "se violentaram". Ou ao menos um, o daquela que queria difamar os eleitores do Obama e cortou um "B" na própria testa, mas fez o B invertido, ao ver num espelho. Acho que há não muito tempo aconteceu também com uma lésbica, mas não lembro de detalhes/comprovação ou se era especulação dessa possibilidade.


Offline Eremita

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.798
  • Sexo: Masculino
  • Ecce.
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #80 Online: 30 de Novembro de 2014, 20:14:37 »
[Off-topic] pior que ela parece gostosa em umas fotos...
Monoteísmo é a hidra de Lerna. Con Kolivas estava certo sobre o desktop. Prozac não deixa tudo melhor. Aquiles devia ter escolhido os dois destinos, juntos. Coração sentimental + mente cética = aflição. Sou responsável pelo que digo, não pela sua interpretação sobre o que digo.

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.024
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #81 Online: 01 de Dezembro de 2014, 14:28:04 »
E se o Metroid e o Zelda fossem mulheres? Daí ela ficaria satisfeita?

Off-topic:

Zelda é uma mulher, só não é a protagonista. Metroid eu não tenho certeza.
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.803
  • Sexo: Masculino
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #82 Online: 01 de Dezembro de 2014, 15:36:58 »
E se o Metroid e o Zelda fossem mulheres? Daí ela ficaria satisfeita?

Off-topic:

Zelda é uma mulher, só não é a protagonista. Metroid eu não tenho certeza.

O herói da série Zelda é o Link.

O metroid é este bicho:


A protagonista de Metroid é a Samus Aran e também é mulher.




Ou seja, o Polaco só deve estar de sacanagem, pois os dois personagens que ele tentou exemplificar são mulheres.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Gaúcho

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 15.024
  • Sexo: Masculino
  • República Rio-Grandense
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #83 Online: 01 de Dezembro de 2014, 15:43:00 »
Deve ser, mas a Zelda é um mau exemplo, ela é o esterótipo de mulherzinha esperando para ser resgatada. :lol:
"— A democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes, mesmo quando estes buscam agir protegidos pelas sombras." Sérgio Moro

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #84 Online: 01 de Dezembro de 2014, 17:30:53 »
O que Sarkeesian diz que é um exemplo de "objetificação". As pessoas capturadas (talvez mulheres especificamente) são só "objetos" para serem resgatados, propriedade roubada que se recupera, não gente de verdade. :/

Agora a polícia não vai ser acusada de machismo e misoginia só por como lida com estupros, mas também por tentar resgatar mulheres seqüestradas.

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.803
  • Sexo: Masculino
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #85 Online: 01 de Dezembro de 2014, 17:36:16 »
O que Sarkeesian diz que é um exemplo de "objetificação". As pessoas capturadas (talvez mulheres especificamente) são só "objetos" para serem resgatados, propriedade roubada que se recupera, não gente de verdade. :/

Agora a polícia não vai ser acusada de machismo e misoginia só por como lida com estupros, mas também por tentar resgatar mulheres seqüestradas.

Mas eu concordo com boa parte das críticas delas. Os games são bastante machistas por causa do público e desenvolvedores predominantemente masculino e jovem. E este machismo é tão recorrente que a gente até incorpora como sendo normal. Mas acho meio chato a falta de personagens femininas realmente interessantes nos games.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.218
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #86 Online: 01 de Dezembro de 2014, 18:04:55 »
O que Sarkeesian diz que é um exemplo de "objetificação". As pessoas capturadas (talvez mulheres especificamente) são só "objetos" para serem resgatados, propriedade roubada que se recupera, não gente de verdade. :/

Agora a polícia não vai ser acusada de machismo e misoginia só por como lida com estupros, mas também por tentar resgatar mulheres seqüestradas.

Mas eu concordo com boa parte das críticas delas. Os games são bastante machistas por causa do público e desenvolvedores predominantemente masculino e jovem. E este machismo é tão recorrente que a gente até incorpora como sendo normal. Mas acho meio chato a falta de personagens femininas realmente interessantes nos games.
Não vejo por que indexar uma faceta da natureza feminina como uma coisa deletéria. A objetificação da mulher consiste em não visar a mulher na sua complexidade e não em visá-la no que soma da sua natureza. Fragilidade, sensibilidade e passividade, por exemplo, em nada são intrinsecamente negativas.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #87 Online: 01 de Dezembro de 2014, 20:57:46 »
O que Sarkeesian diz que é um exemplo de "objetificação". As pessoas capturadas (talvez mulheres especificamente) são só "objetos" para serem resgatados, propriedade roubada que se recupera, não gente de verdade. :/

Agora a polícia não vai ser acusada de machismo e misoginia só por como lida com estupros, mas também por tentar resgatar mulheres seqüestradas.

Mas eu concordo com boa parte das críticas delas. Os games são bastante machistas por causa do público e desenvolvedores predominantemente masculino e jovem. E este machismo é tão recorrente que a gente até incorpora como sendo normal. Mas acho meio chato a falta de personagens femininas realmente interessantes nos games.

Sim, sim. Minha implicação é mais com o termo "objetificação", que já é ruim mesmo no seu uso correto.

Eu disse em algum outro tópico desses, ou talvez nesse mesmo, que esse pessoal -- ativistas sociais de modo geral -- parecem de propósito pegar um cerne com o qual provavelmente a vasta maior parte das pessoas concordaria, e então exageram, dramatizam, até chegar ao ridículo. O que por sua vez causa uma reação oposta também exagerada ou "negacionista", que acaba sendo mais crível do que deveria, pelo contraste com a posição de "auto-espantalho" do outro lado.


Detalhe adicional é que para a Sarkeesian ainda não seria suficiente se, para cada jogo existente, houvesse uma versão feminina de cada personagem jogável e 50% dos personagens terem o sexo trocado. Pelos personagens serem estereotipicamente masculinos, com qualidades masculinas, mesmo assim. Então não seria uma verdadeira aceitação "do feminino". Ironicamente, aqui o certo talvez fosse usar coisas mais estereotipicamente femininas, de alguma forma.

Por essas e outras que ela fez a campanha do kickstarter para comprar/alugar jogos para falar mal, em vez de para desenvolver um jogo feministicamente correto ela mesma (contratando criadores que ela dirigiria). É algo meio sem-saída.





Eu acharia legal uma versão "femen" de um jogo meio como Golden Axe/Streets of Rage. Mulheres em topless saem por aí quebrando a cara de todo mundo na sociedade machista. Os "chefes" de fase poderiam líderes religiosos, políticos, etc.
 





Duas meninas de 16 anos fizeram esse jogo que você sai por aí matando as pessoas atirando absorventes:

<a href="https://www.youtube.com/v/rDeBjMql974" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/rDeBjMql974</a>

Me lembrou de um clipe do "Onion", sobre se os reality shows estariam estabelecendo padrões irrealizáveis de "skankiness". Acho que no meio do reality show uma mulher tirava o absorvente e jogava em outra. Mas talvez isso tenha sido notícia real, não paródia, embora tenha havido essa paródia do Onion sobre padrões de skankiness que as mulheres normais têm dificuldade em acompanhar.

Offline Eremita

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.798
  • Sexo: Masculino
  • Ecce.
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #88 Online: 02 de Dezembro de 2014, 14:23:36 »
E se o Metroid e o Zelda fossem mulheres? Daí ela ficaria satisfeita?

Off-topic:

Zelda é uma mulher, só não é a protagonista. Metroid eu não tenho certeza.
Mordeu a isca! :lol:
Eu tava só zoando, como o Lorenz falou. E sim, a Zelda é mau exemplo, mas a Samus é um bom exemplo de personagem feminina cujo papel é maior que "olha que tetas grandes!" (mesmo porque, no primeiro jogo, só se sabe que o personagem principal é uma mulher no final...)

E absorvente é tabu? Achei que fosse só coisa nojenta...
Monoteísmo é a hidra de Lerna. Con Kolivas estava certo sobre o desktop. Prozac não deixa tudo melhor. Aquiles devia ter escolhido os dois destinos, juntos. Coração sentimental + mente cética = aflição. Sou responsável pelo que digo, não pela sua interpretação sobre o que digo.

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.803
  • Sexo: Masculino
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #89 Online: 02 de Dezembro de 2014, 14:40:38 »
E se o Metroid e o Zelda fossem mulheres? Daí ela ficaria satisfeita?

Off-topic:

Zelda é uma mulher, só não é a protagonista. Metroid eu não tenho certeza.
Mordeu a isca! :lol:
Eu tava só zoando, como o Lorenz falou. E sim, a Zelda é mau exemplo, mas a Samus é um bom exemplo de personagem feminina cujo papel é maior que "olha que tetas grandes!" (mesmo porque, no primeiro jogo, só se sabe que o personagem principal é uma mulher no final...)

E absorvente é tabu? Achei que fosse só coisa nojenta...

Do jeito que a Anita Sarkee... sarquesian.... SQN... é implicante, iria dizer que Samus é o pior exemplo de objetificação porque quando termina o primeiro game ou morre no terceiro, ela aparece de maiô, demonstrando que é somente um símbolo sexual, onde os homens a matariam de propósito para que em sua agonia, mostrasse seu corpo sensualizado.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Dr. Manhattan

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.342
  • Sexo: Masculino
  • Malign Hypercognitive since 1973
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #90 Online: 02 de Dezembro de 2014, 15:19:47 »
Vi alguns dos vídeos da Sarkeesian e, apesar de nem sempre concordar com ela[1], creio que ela apontou para um problema recorrente não só nos games mas na mídia popular de uma forma geral. É o fato de os produtores dessa mídias, por preconceito ou preguića abusarem dos clichês - e o público aceitar isso como "normal". É o caso do clichê da "Donzela em perigo": em lugar de tentar criar uma personagem feminina um pouco mais profunda, preferem usar personagens cuja única utilidade é motivar o protagonista. No vídeo ela mostra dezenas de exemplos. Outro clichê é o da "mulher na geladeira"[2]. Imagino que a irritacão que algumas mulheres sentem com esse tipo de clichê não seja muito diferente da que eu sentiria se, digamos, cearense fossem sempre mostrados em filmes e programas de TV como retirantes esfomeados que só conseguem sobreviver com a ajuda de sudestinos bondosos - ou gaúchos se fossem sempre mostrados como bichinhas de bombachas. Acho que não se trata de ser implicante, mas de se procurar uma experiência mais rica e significativa para nossos produtos culturais.



[1] Por exemplo, ela reclama da violência contra as personagens femininas em vários jogos, incluindo Red Dead Redemption. Ora, nesse jogo o protagonista está no início do século XX em um ambiente violento e sem leis, e as mulheres vítimas de violência são em sua maioria prostitutas que vivem nesse ambiente. Por outro lado, uma das poucas mulheres fortes e independentes em Red Dead Redemption acaba servindo como Donzela em Perigo em um certo nível do jogo...
[2] O nome desse clichê é por causa de um quadrinho em que a namorada do herói é morta pelo vilão e colocada em sua geladeira - apenas para que o autor dê um bom motivo para o herói agir de forma... heróica.
You and I are all as much continuous with the physical universe as a wave is continuous with the ocean.

Alan Watts

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.803
  • Sexo: Masculino
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #91 Online: 02 de Dezembro de 2014, 15:35:41 »
Considero os vídeos dela bons. Só não me recordo de ter visto um bom exemplo de personagem feminina, para a gente saber até onde vai a crítica dela. Se ela deixasse bem claro os maus exemplos e os bons exemplos, talvez ela não pareceria tão radical, mostrando apenas os maus exemplos.

Mas algo irritante é a quantidade de vídeos de pessoas criticando ela no youtube. A grande maioria com péssimos argumentos, que parecem apenas aproveitarem a repercussão para abocanhar mais views e mais inscrições.

Tinha um vídeo de um cara apontando que ela era hipócrita ao criticar brinquedos femininos com excesso de cores roxas e rosas, enquanto ela usava uma blusa rosa. O que o imbecil não percebeu, na ânsia de criticá-la, é que neste vídeo ela usou uma blusa rosa DE PROPÓSITO, para exemplificar que gosta da cor, mas que não precisa ser predominante.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #92 Online: 02 de Dezembro de 2014, 18:17:09 »
Vi alguns dos vídeos da Sarkeesian e, apesar de nem sempre concordar com ela[1], creio que ela apontou para um problema recorrente não só nos games mas na mídia popular de uma forma geral. É o fato de os produtores dessa mídias, por preconceito ou preguića abusarem dos clichês - e o público aceitar isso como "normal". É o caso do clichê da "Donzela em perigo":

Como eu disse, a coisa geralmente parte de um ponto com qualquer um que não for extremamente implicante vai concordar, mas daí por diante segue super-dramatizando isso. Dentro do contexto de ser só um traço da cultura patriarcal para oprimir a mulher. Mas não só os clichês não serão só sobre mulheres, e nem serão apenas negativos/opressivos. Se as mulheres são SALVAS pelos protagonistas, você no mínimo tem que dizer que seria no máximo um exemplo de "sexismo benevolente", que, apesar de ser um símbolo de como a sociedade valoriza a mulher, colocando como ideal um sacrifício homérico com o objetivo de salvá-la, idealmente não seria tão repetitivo, e haveria mais personagens femininos com mais "agência". Mas o que ela faz é meio como, reclamar de que, sei lá, personagens negros nos videogames são sempre estrelas do basquete ou boxeadores, e tentar fazer um vínculo disso com uma perpetuação da escravidão.

PS.: acho racista que nos últimos/não-tão-últimos jogos da série "GTA", o protagonista/bandido só pode ser um negro.



Citar
em lugar de tentar criar uma personagem feminina um pouco mais profunda, preferem usar personagens cuja única utilidade é motivar o protagonista. No vídeo ela mostra dezenas de exemplos.


Mas novamente, acho que se for comparar, os personagens masculinos não são assim tão tremendamente melhores em termos de serem não-clichês. Até por extensão. Se as mulheres são freqüentemente donzelas em perigo, os homens serão na mesma medida seus salvadores. E aqui você ainda pode também dizer que são estereotipados, uma vez que em 90% do tempo o "salvamento" é na base de violência, do início ao fim. "Por que para a sociedade matriarcal, o homem é só um monte de músculos cujas únicas funções são prover e proteger a mulher, só assim ele é considerado como tendo valor pela sociedade", diria um MRA.


Citar
Outro clichê é o da "mulher na geladeira"[2]. Imagino que a irritacão que algumas mulheres sentem com esse tipo de clichê não seja muito diferente da que eu sentiria se, digamos, cearense fossem sempre mostrados em filmes e programas de TV como retirantes esfomeados que só conseguem sobreviver com a ajuda de sudestinos bondosos - ou gaúchos se fossem sempre mostrados como bichinhas de bombachas. Acho que não se trata de ser implicante, mas de se procurar uma experiência mais rica e significativa para nossos produtos culturais.

De volta ao meu primeiro ponto, o problema não é criticar os clichês, mas a tentativa de colocá-los como misóginos/patriarcalistas/opressores/etc, quando, na maior parte do tempo, na pior das hipóteses, são só casos de clichê de "sexismo benevolente" motivado por fórmulas serem mais convenientes no mercado do que arriscar em algo mais diferente.



Citar
[1] Por exemplo, ela reclama da violência contra as personagens femininas em vários jogos, incluindo Red Dead Redemption. Ora, nesse jogo o protagonista está no início do século XX em um ambiente violento e sem leis, e as mulheres vítimas de violência são em sua maioria prostitutas que vivem nesse ambiente. Por outro lado, uma das poucas mulheres fortes e independentes em Red Dead Redemption acaba servindo como Donzela em Perigo em um certo nível do jogo...

Acho que talvez o maior "tiro no pé" nessas tentativas de procurar misoginia na cultura são esses casos de mulher sofrendo violência em ficção. Porque, primeiramente, isso praticamente nunca vai ser colocado como algo que é "bom" na história, mas será sempre ação do vilão! Acho que requer alguma estupidez ou desonestidade para algumas argumentações nessa linha. Em segundo lugar, e não menos importante, se você considerar a proporção, homens são mortos como moscas em filmes e vídeo-games*, mas geralmente não motiva a argumentação MRA-esca equivalente -- bem, talvez sim, vindo realmente deles; digo que, SE vamos achar que gente "sofrendo violência" em filmes ou jogos é um sinal de como a violência contra essa gente é aceita, então se teria um caso incomparavelmente mais bem sustentável de que a violência contra os homens que é problematicamente aceita. Aqui até se poderia argumentar sobre a banalização da violência, mas acaba sendo forçado fazer um caso sobre ser algo em que a violência contra a mulher que é mais banalizada.

Até a violência infantil é mais banalizada (descanse em paz, Chaves). A própria idéia de uma dona de casa furiosa correndo atrás do marido com uma frigideira ou uma vassora na mão é meio que "naturalmente engraçada" nesse nível bobo de humor, mas troque os sexos e imediatamente perde a graça. Ou, fora da situação de casal, o "seu" Madruga esbofeteando a dona Florinda, que fica sempre passiva à situação de agressão.

De vez em quando dá para fazer piada com isso, acho que Monty Python tem alguns exemplos (que se não me engano, também são "denunciados" por Sarkeesian como misoginia).

Com violência sexual é também a mesma coisa, apesar de feministas por vezes tentarem vender a idéia de que toda a sociedade tem um fetiche por estupro, chegando até a dizer que é a categoria mais popular de filmes pornôs.




Citar
[2] O nome desse clichê é por causa de um quadrinho em que a namorada do herói é morta pelo vilão e colocada em sua geladeira - apenas para que o autor dê um bom motivo para o herói agir de forma... heróica.

Não sei se relacionado a isso, umas um autor uma vez fez a piadinha, que, depois de "a morte do Super-homem", talvez devessem fazer "o estupro da Mulher-maravilha". Não estou querendo implicar que as pessoas vejam estupro como pior que assassinato (embora alguns devam ver), mas acho uma colocação interessante para mostrar como a violência "contra o homem" (ou, não exatamente, ao menos não num sentido que eu consideraria "androfóbico") que é comparativamente mais explorada de forma sensacionalista ou como clichê de enredos, do que a contra a mulher. Mas é a violência contra a mulher nos roteiros que será mais comumente interpretada como sintoma e perpetuação de um problema social, que tem as mulheres como vítimas específicas, ou até alvos deliberados.




* Em algum momento do vídeo, a garota menciona a desproporção de homens e mulheres num outro vídeo no youtube, uma compilação de cenas de pessoas levando tiros na cabeça em filmes, ao mesmo tempo em que ressalta que, nos casos com mulheres (dois ou três apenas), não se vê cérebro espirrando por todo o lado, é bem mais limpinho.

<a href="https://www.youtube.com/v/ftm5r_bFIU8" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/ftm5r_bFIU8</a>

Offline Rocky Joe

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.742
  • Sexo: Masculino
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #93 Online: 10 de Dezembro de 2014, 15:56:21 »
Citar
Mas novamente, acho que se for comparar, os personagens masculinos não são assim tão tremendamente melhores em termos de serem não-clichês. Até por extensão. Se as mulheres são freqüentemente donzelas em perigo, os homens serão na mesma medida seus salvadores. E aqui você ainda pode também dizer que são estereotipados, uma vez que em 90% do tempo o "salvamento" é na base de violência, do início ao fim. "Por que para a sociedade matriarcal, o homem é só um monte de músculos cujas únicas funções são prover e proteger a mulher, só assim ele é considerado como tendo valor pela sociedade", diria um MRA.

Mas temos que levar em conta o contexto. Vivemos em uma sociedade cuja história é a de opressão das mulheres, a qual ainda tem resquícios disso.

Fora isso, eu concordo contigo, acho.

Um problema inverso curioso é quando uma personagem é considerada "feminista" só por ser "forte" e não tem mais nenhuma característica relevante. Mais um clichê.

Um bom exemplo de personagem feminina criada por um feminista é a Buffy.

Em uma notícia mais ou menos relacionada, estão criando um anime de garotos mágicos (para quem não conhece, "garotas mágicas" é um gênero por lá: pense em Sailor Moon). Link com imagens: http://en.rocketnews24.com/2014/11/11/pretty-anime-boys-are-here-to-save-the-world-and-they-brought-a-wombat/

A inversão de gêneros me dá vontade de assistir, mas provavelmente será ruim, então nah.

Offline Donatello

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.815
  • Sexo: Masculino
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #94 Online: 15 de Dezembro de 2014, 21:46:43 »
Meu ponto central sobre a discussão central do tópico, em uma sintética imagem 9aguistica:





Se você vai argumentar que ambas as personagens representam estereótipos cultivados pelo machismo/patriarcado/homens que de alguma forma reiteram o privilégio dos homens sobre as fêmeas da espécie... eu vou te considerar um profundíssimo débil mental.

Offline Rocky Joe

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.742
  • Sexo: Masculino
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #95 Online: 16 de Dezembro de 2014, 00:00:32 »
O aspecto visual não me incomoda, nem impor "padrões de beleza". Enquanto a Barbie (ou He-Man) está calada(o) e não há imposição de um sexo brincar com um outro brinquedo, pra mim tá tranquilo.

Offline Donatello

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.815
  • Sexo: Masculino
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #96 Online: 23 de Fevereiro de 2015, 08:57:49 »
Essa moça definitivamente (Gisa Castro, autora de um blog de "auto-ajuda" que tem me ajudado bastante nas minhas outras questões) passou pela fase do dragão :clap::clap::clap::clap:
Citar

Mulheres nos videogames: muito ajuda quem não atrapalha!
Por Gisa Castro

Muito se discute hoje sobre o aumento significativo de mulheres que jogam videogame. Na década de 80 e 90 não era algo comum de se ver, já que os videogames eram uma espécie de brinquedo feito para meninos. Esta era a visão das empresas e o público alvo, que muitas pessoas hoje enxergam como algum tipo de conspiração contra as mulheres, mas que era visto como algo natural na época.

Com a evolução tecnológica e possibilidades, os videogames deixaram de ser um brinquedo de meninos. Na verdade, deixaram de ser brinquedos. Aqueles meninos cresceram, e o interesse deles pelos videogames que permaneceu, prova de que não se tratava apenas de um brinquedo, e sim uma nova peça da cultura e entretenimento, tal como o cinema.

O crescimento do nicho criou gêneros distintos e aumentou o público dos jogos. Muito se discute se o público feminino, que tem crescido imensamente, está sendo excluído na hora da criação de novos jogos.


Será que isso é verdade?


Anita Sarkeesian: não importa o jogo, ela sempre acha um problema.

Tem muita mulher que não costuma jogar ou nunca jogou que gosta de dar a opinião sobre o assunto. Tudo o que estou dizendo aqui, é uma opinião vinda de uma garota que joga desde pequena, que tem videogames como a Continue lendo o texto original em: http://www.umombroamigo.com/2014/09/mulheres-nos-videogames-muito-ajuda.html#ixzz3SZY1sZ8Y  @umombroamigo
« Última modificação: 23 de Fevereiro de 2015, 10:00:47 por Donatello van Dijck »

Offline FK

  • Nível 03
  • *
  • Mensagens: 33
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #97 Online: 23 de Fevereiro de 2015, 10:07:10 »
Interessante. Li todo o tópico e ganhei um novo aprendizado: Videogames também refletem a realidade machista que vivemos, assim como filmes, HQs, etc.


Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #98 Online: 23 de Fevereiro de 2015, 15:54:04 »
Bem relevante:


https://br.mulher.yahoo.com/blogs/preliminares/como-seriam-os-super-herois-se-eles-fossem-desenhados-094619092.html


Por que algum desenhista (exceto se estivesse produzindo uma HQ direcionado ao público transgênero/travesti/crossover/bichalouca ou se fosse um completo imbecil) desenvolveria uma HQ destacando os dimorfismos sexuais femininos em personagens masculinos?

Será que é realmente tão difícil notar que analogias clichês como esta são de uma estúpida forçação de barra? Que o motivo pelo qual a bunda da Mulher Maravilha é privilegiada nos traços do desenhista é o mesmo pelo qual o peitoral do Batman o é (e o motivo pelo qual os músculos peitorais da Mulher Maravilha não o são é o mesmo pelo qual a bunda do Batman também não)?

Será? Será que se eu aparecesse reclamado do fato de os músculos do Batman serem tão melhor definidos do que os meus e o da maioria dos homens eu estaria de mimimimi? Será, será? (sim, eu estaria)


Eu ia escrever algo parecido. O He Man que o diga, esse símbolo da exploração feminina.

Quando alguém parar de ver perseguição em tudo e sacar que os desenhos refletem as características que o público alvo mais deseja ver em seus personagens e que isso não é devido a uma intenção de ridicularizar ninguém, teremos um belo e necessário golpe nessa onda de politicamente correto que não pára nunca.

Meu deus..

“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

Offline Moro

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 20.984
Re:Feminista é ameaçada após criticar papel de mulheres em games
« Resposta #99 Online: 23 de Fevereiro de 2015, 15:55:52 »
Eu não acho que seja uma questão de machismo ou feminismo, acho que é uma questão de mercado mesmo.

É uma questão de mercado. Mas de um mercado majoritariamente machista.

Sim, mas acho que os consumidores que preferem mulheres semi nuas nem são machistas, são só punheteiros mesmo. :lol:

Bingo!
“If an ideology is peaceful, we will see its extremists and literalists as the most peaceful people on earth, that's called common sense.”

Faisal Saeed Al Mutar


"To claim that someone is not motivated by what they say is motivating them, means you know what motivates them better than they do."

Peter Boghossian

Sacred cows make the best hamburgers

I'm not convinced that faith can move mountains, but I've seen what it can do to skyscrapers."  --William Gascoyne

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!