Autor Tópico: Citações  (Lida 4381 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Skeptikós

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.262
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Citações
« Online: 18 de Outubro de 2014, 18:19:43 »
"Não temos exatamente uma vida curta, mas desperdiçamos uma grande parte dela. A vida, se bem empregada, é suficientemente longa e nos foi dada com muita generosidade para a realização de importantes tarefas. Ao contrário, se desperdiçada no luxo e na indiferença, se nenhuma obra é concretizada, por fim, se não se respeita nenhum valor, não realizamos aquilo que deveríamos realizar, sentimos que ela realmente se esvai."

Sêneca, Sobre a brevidade da vida, I, 3.
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar.

Offline Skeptikós

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.262
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Citações
« Resposta #1 Online: 18 de Outubro de 2014, 18:40:36 »
"Deve-se aprender a viver por toda a vida e, por mais que te admires, durante toda a vida se deve aprender a morrer."

Sêneca, Sobre a brevidade da vida, VII, 3.
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar.

Offline Cientista

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.266
Re:Citações
« Resposta #2 Online: 18 de Outubro de 2014, 18:47:08 »
Se bem lembra o Cientista, já tem algum tópico por aí para isso...

Mas, vamos à análise da baboseira (não tinha uma melhorzinha para abrir não, fio?!):

A vida é uma titica curta pra cacete E também desperdiçada variadamente por quase todo mundo. O maior desperdício que se pode fazer da vida é filosofar.

A vida "nos foi dada" (a "nós",       ...QUEM?! , cara palida?!) por "quem"????

Quem é que prova que "desperdiçar a vida com luxo e indiferença", para quem pode, seja um desperdício de vida? Por que "valor" não pode ser luxo e indiferença por quem não é capaz de "aproveitar (o tempo d)a vida" o bastante para tirar-se a si mesmo de alguma m.... em que se encontre, já que "a vida é longa o suficiente" para, se "bem aproveitada", "realizar (grandes) obras? Quem não consegue é por culpa de quem consegue aproveitar o suficiente para se dar luxo e indiferença?

O que é que "deveríamos realizar"? Qual decreto da natureza (..."deus qualquer"?...  hahahahahahah) determina isso?

Sêneca, tu devias ter aproveitado a vida tirando mais soneca. Assim, não terias despejado essas bobagens, ou menos delas, para o mundo pós. Faria menos mal à juventude contemporânea sem defesas...




Depois de ler a segunda postagem...  pelamordeproteusão, fio! Manda algo melhorzinho, vai! Citações são quase que na totalidade das vezes grandes besteiras, mas essas do Sêneca...  não vou te contar não, 'viu?    hahahahahahahahhahahahahaha...
« Última modificação: 18 de Outubro de 2014, 18:50:38 por Cientista »

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 32.623
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Citações
« Resposta #3 Online: 18 de Outubro de 2014, 19:04:02 »
Existem pesquisas científicas recentes que corroboram essas intuições de Seneca e fornecem mais detalhes sobre esses padrões que geralmente resultam em maior satisfação com a vida, e até mesmo com mais saúde física.

Offline Skeptikós

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.262
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Citações
« Resposta #4 Online: 18 de Outubro de 2014, 19:04:54 »
"Pode haver alguma coisa mais tola, me diga, que a maneira de viver destes homens que deixam a prudência de lado? Vivem ocupados para poder viver melhor: acumulam a vida, dissipando-a. Fazem seus projetos para longo tempo, porém este adiamento é prejudicial para a vida, já que nos tira o dia a dia, rouba-nos o presente comprometendo o futuro. A expectativa é o maior impedimento para viver: Leva-nos para o amanhã e nos faz perder o presente. Daquilo que depende do destino, abres mão, do que depende de ti, deixas fugir. Para onde te voltas, para o que te dedicas? Todas as coisas que viram jazem na incerteza: Vive daqui para diante."

Sêneca, Sobre a brevidade da vida, IX, 1.



 :offtopic:
Caro cientista, respeito a tua opinião (de como de costume, desprezar tudo aquilo que não seja relativo a ciência natural e a sua própria maneira de interpreta-la), mas no momento, sobre Sêneca, é um de seus livros que estou lendo, e por isso são suas citações o que eu de melhor tenho para dar.

Sobre já existir algum tópico neste sentido, eu não tenho conhecimento, por isso iniciei este aqui.

Abraços!
« Última modificação: 18 de Outubro de 2014, 19:07:42 por Skeptikós »
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar.

Offline Cientista

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.266
Re:Citações
« Resposta #5 Online: 18 de Outubro de 2014, 19:23:32 »
Hahahahahahahahhahahahahahahaha...

Meu jovem, podes mandar mais do Sôn..digo..Sêneca, kkkkkkkk... O Cientista jamais intentará privar-te de liberdades aceitáveis. Mas provocará!  hahahahahahahaha...  E até que o Sêneca é engraçado! Vale ler um pouquinho!



Existem pesquisas científicas recentes que corroboram essas intuições de Seneca e fornecem mais detalhes sobre esses padrões que geralmente resultam em maior satisfação com a vida, e até mesmo com mais saúde física.
Vocês têm visto aquele cara por aí? O...  "Fontes"?   hahahahahahahaha...

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.470
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Citações
« Resposta #6 Online: 18 de Outubro de 2014, 19:54:59 »
Hahahahahahahahhahahahahahahaha...

Meu jovem, podes mandar mais do Sôn..digo..Sêneca, kkkkkkkk... O Cientista jamais intentará privar-te de liberdades aceitáveis. Mas provocará!  hahahahahahahaha...  E até que o Sêneca é engraçado! Vale ler um pouquinho!



Existem pesquisas científicas recentes que corroboram essas intuições de Seneca e fornecem mais detalhes sobre esses padrões que geralmente resultam em maior satisfação com a vida, e até mesmo com mais saúde física.
Vocês têm visto aquele cara por aí? O...  "Fontes"?   hahahahahahahaha...
O Poe é amigo dele.

Offline Cientista

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.266
Re:Citações
« Resposta #7 Online: 18 de Outubro de 2014, 20:20:10 »
Acho que são um casal de bibas!    hahahahahahahhahahahahaha...

Offline Georg Hagedorn

  • Nível 13
  • *
  • Mensagens: 256
  • Sexo: Masculino
Re:Citações
« Resposta #8 Online: 19 de Outubro de 2014, 13:47:34 »
E aqui uma ótima citação de Nietzsche...

“Eu adoro queijo.”
Friedrich Wilhelm Nietzsche
"Alguma frase aleátoria na assinatura"

Offline Digão

  • Nível 22
  • *
  • Mensagens: 811
  • Sexo: Masculino
  • Só sei que o Sócrates nada sabe!
Re:Citações
« Resposta #9 Online: 20 de Outubro de 2014, 20:08:19 »
"E se contemplas o queijo, o queijo a ti também contempla."

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.470
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Citações
« Resposta #10 Online: 20 de Outubro de 2014, 20:43:24 »
"E se contemplas o queijo, o queijo a ti também contempla."
Sim, o Canastra derretido na chapa com um pão de sal, ou o do Serro, curado  em seu formoso ângulo de 40, 55 graus junto com um pedaço de goiabada Cascão... Sim, sim sim!

Offline Digão

  • Nível 22
  • *
  • Mensagens: 811
  • Sexo: Masculino
  • Só sei que o Sócrates nada sabe!
Re:Citações
« Resposta #11 Online: 20 de Outubro de 2014, 21:03:55 »
Sim, o Canastra derretido na chapa com um pão de sal, ou o do Serro, curado  em seu formoso ângulo de 40, 55 graus junto com um pedaço de goiabada Cascão... Sim, sim sim!

Pareceu um trecho tirado de Guimarães Rosa. :P

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.470
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:Citações
« Resposta #12 Online: 20 de Outubro de 2014, 21:18:26 »
Sim, o Canastra derretido na chapa com um pão de sal, ou o do Serro, curado  em seu formoso ângulo de 40, 55 graus junto com um pedaço de goiabada Cascão... Sim, sim sim!

Pareceu um trecho tirado de Guimarães Rosa. :P
Ou dissesse assim,


Os fazem redondos para que na sua redondeza corram chão. O Canastra destrambelhou-se no tacho quente sobre as brasas da Aroeira desfeito das memórias escanchelou-se num pedaço de pão , O Serro veio  direto da bruaca viajandeira para virar guloseima do ajantarado, sob o gume do facão num lume de lua e lamparina, deitado num leito de goiabada do sertão.

« Última modificação: 20 de Outubro de 2014, 21:20:56 por sergiomgbr »

Offline Dream

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 178
Re:Citações
« Resposta #13 Online: 24 de Outubro de 2014, 01:28:59 »
Citar
Se fiz descobertas valiosas, foi mais por ter paciência do que qualquer outro talento.
Isaac Newton

Citar
Os encantos dessa sublime ciência se revelam apenas àqueles que tem coragem de irem a fundo nela
Gauss

Citar
"Ainda bem que chegamos a um paradoxo. Agora, há esperança de conseguirmos algum progresso."

"O sentido da vida consiste em que não tem sentido nenhum dizer que a vida não tem sentido."
Bohr


Citar
"Os poetas reclamam que a ciência retira a beleza das estrelas. Mas eu posso vê-las de noite no deserto, e senti-las. Vejo menos ou mais?"

"Existem cerca de 100 bilhões de estrelas na galáxia. Esse já foi considerado um número grande. Mas é apenas cem bilhões. É menos que a dívida interna! Antigamente, estes números eram chamados de números astronômicos. Agora, deveríamos chamá-los de números econômicos"

"A ciência é aquilo que aprendemos sobre como não deixar enganar a nós mesmos"

"A realidade deve ter prioridade sobre as relações públicas, pois a natureza não pode ser enganada."
Feymann

E uma que gosto por razões desconhecidas:
Citar
“Por uma questão de brevidade, nós sempre representaremos o número 2.718281828459... pela letra e.”
Euler
There was a most ingenious Architect who had contrived a new method for building houses, by beginning at the Roof, and working downwards to the foundation.
Jonathan Swift

Offline Skeptikós

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.262
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Citações
« Resposta #14 Online: 28 de Outubro de 2014, 13:50:23 »
Citações de Confúcio e discípulos seus em Analectos:

Citação de: Confúcio, Analectos, 4.9
Um sábio coloca o seu coração no caminho; se ele se envergonha de suas roupas surradas e de seu alimento modesto, ele não merece ser escutado.

Citação de: Confúcio, Analectos, 4.14
Não te preocupes se não tens uma posição; preocupa-te caso não mereças uma posição. Não te preocupes se não fores famoso; preocupa-te caso não mereças ser famoso.

Citação de: Confúcio, Analectos, 4.17
Quando vires um homem de valor, procura equipar-te a ele. Quando vires um homem sem valor, examina a ti mesmo.

Citação de: Confúcio, Analectos, 5.10
Houve um tempo em que eu ouvia o que as pessoas diziam e acreditava que elas iriam agir em conformidade, mas agora ouço o que dizem e observo o que fazem.

Citação de: Analectos, 5.26
Yan hui e Zilu estavam presentes. O Mestre disse: "Que tal me contardes vossos desejos secretos?"
Zilu  disse: "Desejo compartilhar minhas carruagens, cavalos, roupas e peles com meus amigos sem ficar zangado se eles os estragarem."
Yan Hui disse: "Desejo nunca me gabar de minhas boas qualidades ou chamar a atenção para minhas boas realizações".
Zilu disse: "Poderíamos perguntar quais são os desejos secretos de nosso mestre?"
O mestre disse: "Desejo que os velhos possam desfrutar de paz, os amigos possam desfrutar de confiança e os jovens possam desfrutar de afeto."

Citação de: Analectos, 6.12
Ran Qiu disse: "Não é que eu não goste do caminho do mestre, mas não tenho a força para segui-lo." O mestre disse: "Quem não tem a força pode sempre desistir no meio do caminho. Mas tu desistes antes de começar."

Citação de: Confúcio, Analectos, 6.18
Quando a natureza prevalece sobre a cultura, obténs um selvagem; quando a cultura prevalece sobre a natureza, obténs um pedante. Quando a natureza e cultura estão em equilíbrio, obténs um cavalheiro.

Citação de: Confúcio, Analectos, 6.20
Conhecer alguma coisa não é tão bom quanto amá-la; amar alguma coisa não é tão bom quanto regozijar-se nela.

Citação de: Confúcio, Analectos, 6.21
Podes explicar coisas superiores a pessoas médias; não podes explicar coisas superiores a pessoas inferiores.

Citação de: Confúcio, Analectos, 6.30
Quanto ao homem bom: o que deseja alcançar para si ele ajuda os outros a alcançar; o que deseja obter para si ele possibilita que os outros obtenham -  a habilidade de simplesmente tomar as próprias aspirações como guia é a receita da bondade.

Citação de: Confúcio, Analectos, 7.16
Mesmo que tenhas apenas grãos ordinários como alimento, água para beber e teu braço como travesseiro, ainda podes ser feliz. Riquezas e honrarias sem justiça são para mim como nuvens passageiras.

Citação de: Confúcio, Analectos, 7.22
Coloca-me na companhia de duas pessoas escolhidas ao acaso - elas invariavelmente terão algo para me ensinar. Poderei tomar suas qualidades por modelos e seus defeitos como alerta.

Citação de: Analectos, 7.31
Wuma Qi contou isso a Confúcio. O mestre disse: "Sou realmente um um homem de sorte: toda vez que cometo um erro, há sempre alguém para percebê-lo".

Citação de: Zeng, Analectos, 8.7
Um erudito tem de ser forte e resoluto, pois sua carga é pesada e sua jornada é longa. Sua carga é a humanidade: isso não é pesado? Sua jornada só termina com a morte: isso não é longo?

Citação de: Confúcio, Analectos, 8.17
Aprender é como uma perseguição na qual, quando não consegues alcançar a meta, temes perder o que já ganhaste.

Citação de: Confúcio, Analectos, 9.19
É como a construção de um túmulo: se paras antes do último cesto de terra, ele permanece sempre inacabado. É como o aterro de uma vala: uma vez que jogaste o primeiro cesto, basta continuar a fim de progredir.

Citação de: Confúcio, Analectos, 9.24
Como poderiam palavras admonitórias deixar de obter nossa aquiescência? O principal deveria ser, porém, a retificação de nossa conduta. Como poderiam palavras elogiosas deixar de nos agradar? O principal deveria ser, porém, a compreensão de sua intenção. Algumas pessoas demonstram agrado mas nenhuma compreensão, ou elas aquiescem sem retificar seus hábitos - realmente não sei o que fazer com elas.

Citação de: Nangong Kuo, Analectos, 11.6
Um defeito num cetro de jade branco pode ser eliminado. Mas um defeito nas palavras é irrecuperável.

Citação de: Analectos, 11.12
Zilu disse: "Posso vos perguntar sobre a morte?" O mestre disse: "Ainda não conheces a vida, como poderias conhecer a morte?"

Citação de: Confúcio, Analectos, 12.2 e 15.24
Aquilo que não desejas para ti mesmo não faça aos outros.

Citação de: Confúcio, Analectos, 12.13
Posso julgar processos judiciais tão bem quanto qualquer um. Mas eu preferiria tornar os processos judiciais desnecessários.

Citação de: Analectos, 12.19
O senhor Ji Kang perguntou a Confúcio cobre como governar, dizendo: "Suponhamos que eu fosse matar os maus para ajudar os bons: o que achares disso?" Confúcio respondeu: Estás aqui para governar; qual a necessidade de matar? se desejas o que é bom, o povo será bom. O poder moral do cavalheiros é vendo, o poder moral do homem comum é grama. Sob o vento, a grama tem de se curvar".

Citação de: Confúcio, Analectos, 13.5
Considera um homem que sabe recitar os trezentos poemas; dás a ele um posto oficial mas ele não está à altura da tarefa; tu o mandas para o exterior numa missão diplomática, mas ele é incapaz de uma simples réplica. De que serve sua vasta aprendizagem?

Citação de: Confúcio, Analectos, 14.20
Uma promessa precipitada é difícil de manter.

Citação de: Confúcio, Analectos, 14.24
Nos velhos tempos, as pessoas estudavam para se aperfeiçoar. Hoje, elas estudam para impressionar os outros.

Citação de: Confúcio, Analectos, 14.27
Um cavalheiro deveria envergonhar-se quando seus feitos não correspondem a suas palavras.

Citação de: Analectos, 14.33
Weisheng Mu disse a Confúcio: "Ei, tu! O que te faz ficares andando por ai o tempo todo? É para mostrares ter uma fala inteligente?" Confúcio disse: "Não me vanglorio de ter uma fala inteligente, simplesmente detesto obtusidade".

Citação de: Confúcio, Analectos, 15.8
Ao tratares com um homem capaz de compreender teus ensinamentos, se não o instruíres, estarás desperdiçando o homem. Ao tratares com um homem incapaz de compreender teus ensinamentos, se o instruíres, estarás desperdiçando teu ensinamento. Um professor sábio não desperdiça nenhum homem e não desperdiça nenhum ensinamento.

Citação de: Confúcio, Analectos, 15.15
Exige muito de ti mesmo e pouco dos outros, evitarás descontentamentos.

Citação de: Confúcio, Analectos, 15.21
Um sábio exige de si mesmo; um homem vulgar exige dos outros.

Citação de: Confúcio, Analectos, 15. 23
Um sábio não aprova uma pessoa por ela expressar uma determinada opinião, tampouco rejeita uma opinião por ser expressa por uma determinada pessoa.

Citação de: Confúcio, Analectos, 15.28
Quando todos antipatizam com um homem, devemos investigar. quando todos simpatizam com um homem, devemos investigar.

Citação de: Confúcio, Analectos, 15.36
Na busca da virtude, não temas superar teu professor.

Citação de: Confúcio, Analectos, 16.6
Ao prestar serviços a um sábio, devem-se evitar três erros. Falar antes de ser convidado ao fazê-lo - isso é precipitação. Não falar quando convidado a fazê-lo - isso é dissimulação. Falar sem observar a expressão do sábio - isso é cegueira.

Citação de: Confúcio, Analectos, 17.1
Yang Huo queria ver Confúcio. Confúcio não queria vê-lo. Yang Huo enviou-lhe um leitão. Confúcio escolheu um momento em que o outro não estava em casa e passou por ali para agradecer o presente. Eles se encontraram na estrada. Yang Huo disser a Confúcio: "Aproximai-vos! Tenho algo para vos dizer". Ele prosseguiu: "Um homem pode ser considerado virtuoso se guarda seus talentos apenas para si enquanto seu país está se extraviando? Não creio. Um homem pode ser considerado sábio se anseia por agir mas perde todas as oportunidades de fazê-lo? Não creio. Os dias e meses passam, o tempo não está do nosso lado". Confúcio disse: "Está bem, aceitarei um cargo público".

Citação de: Confúcio, Analectos, 17.3
Só os mais sábios e os mais estúpidos nunca mudam.

Citação de: Confúcio, Analectos, 17.13
Aqueles que fazem da virtude sua profissão são a ruína da virtude.

Citação de: Zi Zhang, Analectos, 19.2
Se um homem abraça a virtude sem muita convicção e segue o caminho sem muita determinação, devemos realmente dizer que ele está abraçando a virtude e seguindo o caminho?

Citação de: Zi Xia, Analectos, 19.4
Até as disciplinas inferiores têm seus méritos; mas quem tem uma longa jornada pela frente teme os atoleiros e é por isso que um sábio não entra em atalhos.

Citação de: Zi Xia, Analectos, 19.8
Um homem vulgar sempre tenta encobrir seus erros.

Citação de: Zi Xia, Analectos, 19.10
Um cavalheiro primeiro ganha a confiança de seu povo, e depois pode mobilizá-lo. Sem essa confiança, o povo pode sentir-se usado. Primeiro o cavalheiro ganha a confiança de seu príncipe, e depois pode fazer críticas. Sem essa confiança, o príncipe pode sentir-se difamado.

Citação de: Zi Xia, Analectos, 19.11
Princípios maiores não são passíveis de transgressão. Princípios menores admitem concessões.

Citação de: Zigong, Analectos, 19.20
Zhouxin pode não ter sido tão mau quanto sua reputação. É por isso que um sábio detesta dar muita atenção à corrente da opinião pública: toda a imundice do mundo é arrastada para lá.

Citações retiradas desta versão dos Analectos.
« Última modificação: 28 de Outubro de 2014, 14:52:36 por Skeptikós »
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar.

Offline Pagão

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.410
  • Sexo: Masculino
Re:Citações
« Resposta #15 Online: 29 de Outubro de 2014, 16:19:17 »
Um homem de virtude é sem dúvida o autor de afirmações memoráveis, mas o autor de afirmações memoráveis não é necessariamente virtuoso. - Confúcio
Nenhuma argumentação racional exerce efeitos racionais sobre um indivíduo que não deseje adotar uma atitude racional. - K.Popper

Offline Skeptikós

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.262
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Citações
« Resposta #16 Online: 01 de Novembro de 2014, 20:46:07 »
Citações de Montaigne em Ensaios:

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Ao leitor, p. 37, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Se fosse para buscar os favores do mundo, teria me enfeitado de belezas emprestadas. Quero que me vejam aqui em meu modo simples, natural e corrente, sem pose nem artifício: pois é a mim que retrato.

Citação de:  Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. I, Cap. XXV, p. 113, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Não é uma alma que se forma, não é um corpo que se forma, é um homem. Não se deve separa-los.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. I, Cap. XXV, p. 117, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
O verdadeiro espelho de nossos discursos é o curso de nossas vidas.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. I Cap. XXV, p. 122, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Quero que as coisas dominenm e encham a imaginação de quem escuta, de tal modo que o ouvinte não tenha nenhuma lembrança das palavras.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. I, Cap. XXV, p. 126, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Os apressados que têm um desejo frenético de encontrar a cura se deixam levar por todo tipo de conselho.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. I, Cap. XXVI, p. 132, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Quanto mais vazia a alma, e sem contrapeso, mais facilmente se verga sobre a carga da primeira persuasão.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. I, Cap. XXVI, p. 135, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Quantas coisas pouco verossímeis existem, testemunhadas por pessoas de fé; se não podemos convencermos, ao menos devemos deixa-las em suspenso; pois condena-las como impossíveis é pretender conhecer, por uma temerária presunção até onde vai a possibilidade.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. 1 Cap. XXXVIII, p. 178, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
O que deveis procurar não é mais do que o mundo fala de vós, mais como deves falar de vós mesmo.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. I, Cap. LVI, p. 182, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
A posição de um homem que mistura a devoção com uma vida execrável parace ser bem mais condenável que a de um homem coerente com sigo mesmo e inteiramente dissoluto.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. I, Cap. LVI, p. 184, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Fastidiosa enfermidade, a de se crer tão forte a ponto de persuadir-se de que não é possível acreditar no contrário.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. II, Cap. VIII, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Mesmo se pudesse me fazer temido, gostaria mais ainda de me fazer amado.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. II, Cap. XI, p. 269, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Quando se julga uma ação particular é preciso considerar várias circunstâncias, e o homem por inteiro que a produziu, antes de batiza-la.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. II, Cap. XXXII, p. 289, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Parece a cada homem que ele é a melhor forma da natureza humana: todos os outros devem ser regulados de acordo com ele.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. II, Cap. XXXVII, pp. 312-13, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Todas as tendencias que nascem em nós sem razão são viciantes: é uma espécie de doença que se deve combater.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. II, Cap. XXXVII, p. 334, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
É o temor da morte e da dor, a impaciência com o mal, uma furiosa e irreprimível sede de cura que nos cegam assim: é pura covardia o que torna nossa crença tão frouxa e manipulável.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. II, Cap. XXXVII, p. 341, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Não detesto as opiniões contrárias as minhas. Estou muito distante de me assustar ao ver discordâncias entre meus julgamentos e os dos outros e não me torna incompátivel com a sociedade por terem outra opinião e partido que não o meu.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. III, Cap. II, p. 346, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Os outros formam o homem, e eu o relato.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. III, Cap. II, p. 347, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Se o mundo se queixa de que falo de mais de mim, queixome de que ele não pensa se quer em si mesmo.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. III, Cap. II, p. 350, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Tenho minhas leis e meu tribunal para julgar a mim mesmo, e a eles me dirijo mais que a outro lugar. Restrinjo minhas ações em função dos outros, mas só as entendo em função de mim. Só vós é que sabeis se sois covarde e cruel, ou leal e devotado: os outros não nos veem, advinham-vos por conjecturas incertas; vem não tanto vossa natureza como vossa arte. Por isso, não confiais em sua sentença, confiais na vossa.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. III, Cap. II, p. 352, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Prefiro ter menos fama. E só me jogo ao mundo pela parte que dele tiro. Quando eu partir, ele estará quite comigo.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. III, Cap. II, p. 359, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Prezo pouco minhas opiniões, mas prezo igualmente a dos outros.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. III, Cap. III, p. 365, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Se me coubesse formar-me do meu jeito, não haveria nenhum feitio tão bom em que desejasse me fixar a ponto de não poder me desprender dele.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. III, Cap. III, p. 366, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Prefiro formar a minha alma a mobila-la.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. III Cap. III p. 366, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
A leitura me serve eme special para despertar, por objetos diversos, minha reflexão, para fazer trabalhar meu julgamento, não minha memória.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. III Cap. III p. 370, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
A doutrina que não conseguiu chegar-lhes à alma ficou-lhes na língua.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. III, Cap. III, p. 370, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Hão de se contentar em valorizar as riquezas próprias e naturais. Escondem e encobrem suas belezas sobre belezas estrangeiras: é uma grande asneira abafar a própria claridade, para brilhar com uma luz emprestada.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. III, Cap. III, p. 380, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Quando jovem estudava por ostentação; depois, um pouco para tornar-me sábio; agora para me divertir, nunca pelo proveito.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. III, Cap. V, p.390, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
A pior de minhas ações ou qualidades não me parece tão feita como acho feio e covarde não poder confessa-la.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv.III, Cap. XI, p.503, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Para eles, não há explicação mais convincente do que suas conclusões.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. III, Cap. XI, p. 506, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Do que digo não garanto outra certeza se não que é o que naquele momento o que eu tinha no pensamento.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. III, Cap. XIII, p. 569, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
[Sobre os prazeres] não devemos persegui-los nem fugir deles, devemos aceita-los.

Citação de: Montaigne, Os Ensaios, Uma Seleção (2010), Liv. III, Cap. XIII, p. 574, Org. M. A. Screech, Trad. Rosa Freire D'aguiar.
Não há nada tão belo e legítimo quanto agir como um homem deve agir, nem ciência tão ardua como saber viver esta vida. E de nossas doenças, a mais selvagem é desprezar nosso ser.

Citações retiradas desta seleção dos Ensaios.
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar.

Offline Skeptikós

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.262
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Citações
« Resposta #17 Online: 02 de Novembro de 2014, 11:22:31 »
Citações de William James em Pragmatismo:

Citação de: William James, Pragmatismo (2006), Primeira Conferência, página 30, Trad. Jorge Caetano da Silva.
O mundo é indubitavelmente um se você o olha de certo modo, mas sem duvida é muitos se você o olha de outra maneira. É tanto um quanto muitos.

Citação de: William James, Pragmatismo (2006), Segunda Conferência, página 45, Trad. Jorge Caetano da Silva.
Para atingir uma clareza em nossos pensamentos em relação a um objeto, pois precisamos paenas considerar quais os efeitos concebíveis de natureza prática que o objeto pode envolver - que sensações devemos esperar daí e que reações devemos preparar.

Citação de: William James, Pragmatismo (2006), Segunda Conferência, página 46, Trad. Jorge Caetano da Silva.
Toda a função da filosofia deve ser a de achar que diferença definitiva fará para mim ou para você, em momentos definidos de nossa vida, se essa formula do mundo ou aquela seja verdadeira.

Citação de: William James, Pragmatismo (2006), Segunda Conferência, página 57, Trad. Jorge Caetano da Silva.
Se as idéias teológicas provam que têm valor para a vida concreta, são verdadeiras, pois o pragmatismo as aceita, no sentido de serem boas para tanto. O quanto serão verdadeiras, dependerá inteiramente de suas relações com as demais verdades, que têm também de serem reconhecidas.

Citação de: William James, Pragmatismo (2006), Segunda Conferência, página 59, Trad. Jorge Caetano da Silva.
O maior inimigo de qualquer de nossas verdades pode ser o resto de nossas verdades. As verdades têm, de uma vez por todas, o instinto desesperado de autopreservação e do desejo de extinguir oque quer que as contradiz.

Citação de: William James, Pragmatismo (2006), Terceira Conferência, página 67, Trad. Jorge Caetano da Silva.
Quando uma peça acaba e a cortina desce, não a tornamos melhor reclamando um gênio ilustre para o seu autor, do mesmo modo que não a tornamos pior por chama-lo de escrevinhador vulgar.

Citação de: William James, Pragmatismo (2006), Terceira Conferência, página 72, Trad. Jorge Caetano da Silva.
As verdades se chocam e tratam de "derrubar-se" umas as outras.

Citação de: William James, Pragmatismo (2006), Quarta Conferência, página 93, Trad. Jorge Caetano da Silva.
O mundo é um somente na medida em que suas partes se entrelaçam por intermédios de uma conexão definida. É múltiplos somente em que qualquer conexão definida deixe de prevalecer.

Citação de: William James, Pragmatismo (2006), Quinta Conferência, página 99, Trad. Jorge Caetano da Silva.
Nossas verdades resultam de novas experiências e de velhas verdades combinadas e que se modificam entre si.

Citação de: William James, Pragmatismo (2006), Sexta Conferência, página 113, Trad. Jorge Caetano da Silva.
Comecemos a lembrar que a posse de pensamentos verdadeiros significam a posse de valiosos instrumentos de ação; e que o nosso dever no sentido de inteirarmos-nos da verdade, longe de ser uma ordem fria partida do além, ou uma "proeza" auto imposta por nosso intelecto, pode contar-se para excelentes razões práticas.

Citação de: William James, Pragmatismo (2006), Sexta Conferência, página 114, Trad. Jorge Caetano da Silva.
Verdadeira é o nome de qualquer ideia que inicie o processo de verificação, útil é o nome para sua função completada na experiência.

Citação de: William James, Pragmatismo (2006), Sexta Conferência, página 116, Trad. Jorge Caetano da Silva.
A verdade vive, de fato, na maior parte, á custa de um sistema de crédito. (...) Você aceita a minha verificação de uma coisa, eu de outra. Comerciamos um com a verdade do outro. Mas as crenças verificadas por alguém, são as vigas de toda uma super estrutura.

Citação de: William James, Pragmatismo (2006), Sexta Conferência, página 118, Trad. Jorge Caetano da Silva.
Entre a coerção da ordem sensível e a da ordem ideal, nosso espirito fica rigidamente enlatado. Nossas ideias devem concordar com as realidades, sejam concretas ou abstratas, sejam fatos ou princípios, sob pena de interminável desarmonia ou frustração.

Citação de: William James, Pragmatismo (2006), Sexta Conferência, página 123, Trad. Jorge Caetano da Silva.
Temos de viver hoje com a verdade que podemos ter hoje, e estarmos prontos amanhã para tacha-la de falsidade.

Citação de: William James, Pragmatismo (2006), Sétima Conferência, página 132, Trad. Jorge Caetano da Silva.
Todas as nossas verdades são crenças a respeito da "realidade"; e em qualquer crença particular, a realidade age como algo independente, como uma coisa encontrada e não manufaturada.

Citação de: William James, Pragmatismo (2006), Sétima Conferência, página 133, Trad. Jorge Caetano da Silva.
Lemos os mesmos fatos diferentemente.

Citação de: William James, Pragmatismo (2006), Sétima Conferência, página 133, Trad. Jorge Caetano da Silva.
O que dizemos da realidade pois, depende da perspectiva em que a coloquemos.

Citação de: William James, Pragmatismo (2006), Sétima Conferência, página 136, Trad. Jorge Caetano da Silva.
Concebemos uma dada realidade dessa maneira ou daquela, para se acomodar aos nossos propósitos, e a realidade se submete-se passivamente a concepção.

Citação de: William James, Pragmatismo (2006), Sétima Conferência, página 137, Trad. Jorge Caetano da Silva.
Mergulhamos no campo da experiência recente com as crenças que nossos ancestrais e nós mesmos já fizemos; essas determinam o que percebemos; o que percebemos determina o que fazemos; o que fazemos de novo determina o que experimentamos; assim, de uma coisa para outra, embora o fato teimoso que permaneça seja o de que há um fluxo sensível, o que dele é verdadeiro parece de princípio afim ser amplamente matéria de nossa própria criação.

Citações retiradas desta edição de Pragmatismo.
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar.

Offline Skeptikós

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.262
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Citações
« Resposta #18 Online: 02 de Novembro de 2014, 11:30:19 »
Santo Agostinho:

"As pessoas viajam para admirar a altura das montanhas, as imensas ondas dos mares, o longo percurso dos rios, o vasto domínio do oceano, o movimento circular das estrelas, e no entanto elas passam por si mesmas sem se admirarem."

"Et eunt homines admirari alta montium, & ingentes fluctus maris: & latissimos lapsus fluminum, & oceani ambitum, & gyros siderum, & relinquunt se ipsos, nec mirantur."

- D. Aurelii Augustini, Hipponensis Episcopi Confessionum, Libri Tredecim Confessions (1588), Livro X, Capitulo VIII, página 270.
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar.

Offline Skeptikós

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.262
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Citações
« Resposta #19 Online: 02 de Novembro de 2014, 11:34:26 »
Jean Molière:

"A virtude é o primeiro título de nobreza; eu não presto tanta atenção ao nome desta ou daquela pessoa, mas antes aos seus atos."

"La vertu est le premier titre de noblesse; que je regarde bien moins au nom qu'on signe, qu'aux actions qu'on fait."

- Don Juan, ou le festin de pierre (1810), Ato IV, Cena VI, Página 82, Fala do personagem Don Luís.
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar.

Offline Skeptikós

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.262
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Citações
« Resposta #20 Online: 02 de Novembro de 2014, 13:07:10 »
Horácio:

"Tu não indagues (é ímpio saber) qual o fim que a mim e a ti os deuses tenham dado, Leuconoé, nem recorras aos números babilônicos. Tão melhor é suportar o que será! Quer Júpiter te haja concedido muitos invernos, quer seja o último o que agora debilita o mar Tirreno nas rochas contrapostas, que sejas sábio, coes os vinhos e, no espaço breve, cortes a longa esperança. Enquanto estamos falando, terá fugido o tempo invejoso; colhe o dia, quanto menos confia no de amanhã."

- Tradução: Francisco Achcar, Lírica e lugar-comum: alguns temas de Horácio e sua presença em português (1994), Página 88.

"Tu ne quaesieris, scire nefas, quem mihi, quem tibi finem di dederint, Leuconoe, nec Babylonios temptaris numeros. ut melius, quidquid erit, pati. seu pluris hiemes seu tribuit Iuppiter ultimam, quae nunc oppositis debilitat pumicibus mare Tyrrhenum: sapias, vina liques et spatio brevi spem longam reseces. dum loquimur, fugerit invida aetas: carpe diem quam minimum credula postero."

- Opera: ad optimas editiones collata : praemittitur notitia literaria: studdis societatis bipontinae (1783), Odes (I, 11.8), Página 16.
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar.

Offline Skeptikós

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.262
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Citações
« Resposta #21 Online: 02 de Novembro de 2014, 16:44:06 »
Ovídio:

"Aconteça oque acontecer, a facilidade faz-me mal; do que me persegue eu fujo; o que me foge, isso eu persigo."

- Tradução: Carlos Ascenso André, Ovídio, Amores & Arte de amar (2011), página 168, (Amores, II, XIX, 35-6).

"Quilibet eveniat, nocet indulgentia nobis; Quod sequitur, fugio; quod fugit, ipse sequor."

-P. Ovidius Naso: Amores. Epistulae. De medic. fac. Ars amat. Remedia amoris (1855), Página 43 (Amores, II, XIX, 35-6).
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar.

Offline Skeptikós

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.262
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Citações
« Resposta #22 Online: 02 de Novembro de 2014, 17:07:07 »
Ovídio:

"A boa consciência ri-se das mentiras da fama."

"Conscia mens recti famae mendacia risit."

- Ovid: Selections for the Use of Schools (1868), Página 58, (Fasti. IV. 179. 107.).
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar.

Offline Skeptikós

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.262
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Citações
« Resposta #23 Online: 02 de Novembro de 2014, 17:28:16 »
Ovídio:

"Enquanto fores feliz contarás muitos amigos; quando o tempo se tornar nublado estarás só."

"Donec eris sospes, multos numerabis amicos: tempora si fuerint nubila, solus eris."

- First Book of Ovid's Tristia (1821), Página 114 (Tristia, I, IX, 5-6.).
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar.

Offline Skeptikós

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.262
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Citações
« Resposta #24 Online: 03 de Novembro de 2014, 10:39:31 »
Baruch Spinoza (Bento de Espinoza):

"Tenho me esforçado por não rir das ações humanas, por não deplorá-las nem odiá-las, mas por entendê-las."

Habe ich mich sorgfältig gehütet, die Handlungen der Menschen zu belachen oder zu beklagen und zu verwünschen, sondern strebte nur, sie zu verstehen.

- Abhandlung über die Verbesserung des Verstandes‎ - Página 53, Benedictus de Spinoza, Julius Hermann von Kirchmann, 1871 - 151 páginas.
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!