Autor Tópico: O crente, o ateu e o deus Matrix  (Lida 2641 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline homemcinza

  • Nível 19
  • *
  • Mensagens: 587
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #25 Online: 23 de Novembro de 2015, 20:06:45 »
Pois é. Quem contextualiza essas coisas é crente. ::)
fato que a crença implica em maiores possibilidades, ja o ateísmo é uma visão simplista.

maiores possibilidades de viagem na maionese, com certeza! Vejam as infindaveis crenças que existem.

ja o ateismo é simplista pois diz que nada dessa viajada na maionese existe e pronto.

"observe" o tamanho do universo só assim  perceberá que crenças infindáveis podem fazer algum sentido dentro dele.

Exatamente! o desconhecido, a vastidão criam espaços para teorias, crenças infindáveis. Deste modo eu compreendo as crenças. Mas crenças são apenas isso. Crenças.  Obviamente há uma explicação, se um dia saberemos, só o tempo pode dizer. Mas por enquanto crenças são apenas crenças. Se fossem certezas não haveria porque haver crenças pois todos já saberiamos a resposta.


Offline Criaturo

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.797
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #26 Online: 23 de Novembro de 2015, 20:10:45 »
"Ateísmo" é apenas não abrir exceções arbitrárias à consideração geral de seres mitológicos como inexistentes.

Seres mitológicos não são mais prováveis ou mais dignos de consideração por serem definidos como mais poderosos, "deuses" e "semi-deuses".

agora voce me deixou em duvida: mitos são coisas que não acreditamos, ignoramos ou que temos certeza que não existem ?
antes do microscópio seres invisíveis eram apenas mitos ? seres inexistentes ou apenas  ignorados ?
e os fantasmas quando for inventado um instrumentos capaz de perceber suas imagens, também deixarão de serem mitos ?
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Criaturo

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.797
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #27 Online: 23 de Novembro de 2015, 20:15:14 »
Pois é. Quem contextualiza essas coisas é crente. ::)
fato que a crença implica em maiores possibilidades, ja o ateísmo é uma visão simplista.

"Parcimoniosa" é o termo correto.

desde de quando  ignorância  é sinônimo de prudência, é prudente considerar inexistente aquilo que se  ignora?
 o ateísmo simplista quevedista fecha as portas para   possibilidades de maiores conhecimento.


Criaturo, me diga,

_É prudente considerar inexistente o Grande Unicórnio Cor de Rosa Invisível ?

sim é prudente considera ilógico um ser invisível "cor de rosa"  :biglol:
no entanto também é ilógico querer apresentar um exemplo de coisas inexistentes formado por partes existentes.
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.969
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #28 Online: 23 de Novembro de 2015, 20:17:34 »
Aí foi feita a viagem inversa: seres mitológicos (ghosts included), com o passar do tempo e a evolução da ciência, continuaram mitológicos, e vírus e bactérias e trocentos outros foram verificados como reais.

Se não consegue perceber essa diferença e vir com a mesma lenga-lenga vai continuar chovendo no molhado.
GNOSE

Offline Criaturo

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.797
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #29 Online: 23 de Novembro de 2015, 20:32:05 »
Pois é. Quem contextualiza essas coisas é crente. ::)
fato que a crença implica em maiores possibilidades, ja o ateísmo é uma visão simplista.

"Parcimoniosa" é o termo correto.

 o ateísmo simplista quevedista fecha as portas para   possibilidades de maiores conhecimento.
Criaturo,

_Você acha que o o ateísmo simplista quevedista, em relação ao Grande Unicórnio Cor de Rosa Invisível, fecha as portas para as possibilidades de maiores conhecimentos ?

ao ateismo fecha as portas para lógica ao querer associar coisas existente para formar exemplo de algo inexistente.
vai querer dizer que voce é um iluminado vidente das coisas inexistente, do tipo eu sei que Deus não existe.
Ah ja sei! é a sua ignorância que limita a existência,  do tipo " desconheço , logo não existe"


existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Criaturo

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.797
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #30 Online: 23 de Novembro de 2015, 20:40:25 »
Pois é. Quem contextualiza essas coisas é crente. ::)
fato que a crença implica em maiores possibilidades, ja o ateísmo é uma visão simplista.

maiores possibilidades de viagem na maionese, com certeza! Vejam as infindaveis crenças que existem.

ja o ateismo é simplista pois diz que nada dessa viajada na maionese existe e pronto.

"observe" o tamanho do universo só assim  perceberá que crenças infindáveis podem fazer algum sentido dentro dele.

Exatamente! o desconhecido, a vastidão criam espaços para teorias, crenças infindáveis. Deste modo eu compreendo as crenças. Mas crenças são apenas isso. Crenças.  Obviamente há uma explicação, se um dia saberemos, só o tempo pode dizer. Mas por enquanto crenças são apenas crenças. Se fossem certezas não haveria porque haver crenças pois todos já saberiamos a resposta.
Voce tem maior razão do que os que  afirmam conhecer a inexistência divina, afinal ignorância não pode limitar existências.
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Criaturo

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.797
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #31 Online: 23 de Novembro de 2015, 21:06:22 »
Aí foi feita a viagem inversa: seres mitológicos (ghosts included), com o passar do tempo e a evolução da ciência, continuaram mitológicos, e vírus e bactérias e trocentos outros foram verificados como reais.

Se não consegue perceber essa diferença e vir com a mesma lenga-lenga vai continuar chovendo no molhado.

ok para falta de ciência de algumas pessoas continuaram sendo seres mitológicos,mas dai afirmar que continuarão sendo mitos, não passa de mais uma das suas crenças.
alias por que devemos rejeitar nossa própria ciência para acreditar na ciência vivenciada apenas pelos outros, por exemplo por que uma pessoa que nunca teve uma comprovaçãopessoal da existência de  um  micro ser , nele deve crer através da  ciência dos outros ?
Existe muitos crentes da ciência dos outros, alguns até pagam com suas vidas por terem fé cega na ciência dos outros.
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Brienne of Tarth

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.969
  • Sexo: Feminino
  • Ave, Entropia, morituri te salutant
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #32 Online: 23 de Novembro de 2015, 21:33:15 »
fé cega na ciência dos outros.
Eis a questão. A cegueira. É isso que céticos procuram evitar; para isso é necessário usar certo senso crítico, passando a Navalha de Occam em muita coisa, e admitir o que vocês crentes não conseguem: não há respostas para tudo, e não há nenhum problema nisso, somente vocês ficam desesperados para tentar provar que a existência atual é uma consequência inteligente de um ser superior, imbuída de sentido e lógica.

Sorry, dude, deal with it. :P

Trecho de Game of Thrones:

Um certo professor de esgrima ensina à sua discípula: "só há apenas um deus - a morte - e apenas uma oração a ser proferida - hoje não.
« Última modificação: 23 de Novembro de 2015, 21:36:39 por Brienne of Tarth »
GNOSE

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 32.315
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #33 Online: 23 de Novembro de 2015, 21:34:44 »
"Ateísmo" é apenas não abrir exceções arbitrárias à consideração geral de seres mitológicos como inexistentes.

Seres mitológicos não são mais prováveis ou mais dignos de consideração por serem definidos como mais poderosos, "deuses" e "semi-deuses".

agora voce me deixou em duvida: mitos são coisas que não acreditamos, ignoramos ou que temos certeza que não existem ?
antes do microscópio seres invisíveis eram apenas mitos ? seres inexistentes ou apenas  ignorados ?
e os fantasmas quando for inventado um instrumentos capaz de perceber suas imagens, também deixarão de serem mitos ?

Conforme se descobre modos confiáveis de confirmar a existência de coisas que antes não se tinha evidência de existirem, a existência dessas coisas deve passar a ser aceita.

Antes disso tais coisas podem até ter o status de "hipotéticas"/"teóricas", se o conceito é mais significativamente plausível, como uma peça faltando no quebra-cabeças dos fatos.

Se não, se são coisas altamente especulativas, imaginando não as peças que faltam "no meio" do quebra-cabeças, mas toda uma vasta extensão ao seu redor, sem base em qualquer peça factual, tais coisas deverão ser consideradas apenas imaginárias, fictícias, lendárias ou mitológicas. Você poderá imaginar livremente inúmeras coisas mutuamente excludentes quando não tem como requerimento o embasamento factual; é um exercício de fantasia.

Eventualmente confirmar-se algo antes tido como mito, ou com uma característica em comum a alguns mitos (como "invisibilidade"), não implica que todas as coisas mitológicas/imaginárias serão um dia confirmadas, que tudo imaginável existe "realmente", apenas aguardando ser descoberto.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.234
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #34 Online: 24 de Novembro de 2015, 00:36:49 »
Exatamente,objetivamente, os entes são definíveis pelo status que possuem. Se são rastreáveis, se puderem ser percebidos cientificamente, são fatos, se não, são mitos ou hipóteses não evidentes. 

Ciência é  separar as coisas como funciona x não funciona. Crenças é crer crer e crer sem fornecer dados palpáveis sobre o que se crê, se auto revolver em uma circularidade em loop infinito de crer, e crer e crer gerando crenças que se replicam em novas possibilidades de crenças.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.234
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #35 Online: 24 de Novembro de 2015, 01:09:51 »
Ateus acreditam que vieram da falta de razão e que muito em  breve  voltarão para ela.
não importa como viva, pense, sinta ou faça, em breve todos voltarão para inexistência de onde saíram .
Se não ha um sentido absoluto a ser seguido, então qualquer sentido possui igual valor?

Nenhum ateu "acredita que veio da falta de razão" ou que "veio da inexistência" e "a ela voltará" depois do falecimento.

Suas palavras e sua ideia geral carecem de sentido.
Pois é. Quem contextualiza essas coisas é crente.

Pitaqum; pra mim(eu, a primeira pessoa do singular) quem morre são os outros. O máximo que eu posso depreender com a ideia da morte é que ela é apenas uma miragem. Não há um depois, para que se possa dizer: eu morri. Objetivamente, o que há é a eternidade, o quanto dure(e a maior licença poética possível é essa, o quanto dure).
então podemos dizer que ateísmo é crença do fim ?
Ateísmo não é crença de nada. Ateísmo é apenas a ideia de um militantismo de ateus por uma suposta causa em nome da não existência de deuses e coisas do tipo.

Pra ficar claro, ateu=sem deus/deuses.

 A realidade do ateu é uma realidade sem deus/deuses.

ateus não acreditam na existência de vidas inteligentes fora da matéria

O que significa o termo ateu não diz respeito a crenças, mas até ateus acreditarão no que você quiser, contanto que demonstre tal com evidências.





Citar
Assim como a realidade de uma bactéria sem ar é anaéróbia, ou seja nem sequer a existência do ar (nem mesmo meramente especular sobre a possibilidade do ar)é uma realidade dela,(o oposto de uma bactéria aeróbica, cuja existência do ar não só é especulável, como vital pra ela)

não entendi o ateísmo é anaeróbico ou aeróbico ?

Como eu já havia respondido,

Ateísmo não é crença de nada. Ateísmo é apenas a ideia de um militantismo de ateus por uma suposta causa em nome da não existência de deuses e coisas do tipo.
Se é anaeróbio ou aeróbico, fica a seu critério definir. Fique à vontade.


E Deus seria  a existência do ar que respiramos ou  a inexistência dele ?

Não sei. A hipótese "Deus" não é minha, aliás nem sei o que é isso. Tería-se que definir antes o que é, e se possível, para que serve.


Citar
o ateu vive uma realidade sem deus/deuses. Simplesmente, para o ateu, deus/deuses não há.

isto tambem acontece na relação de formigas com homens, mal grado a ignorância delas , existimos e temos algum poder sobre a vida delas, ja  o poder de Deus em relação a nossas vidas é bem maior.
Isso é você quem está dizendo... lembrando que a parte em vermelho é proselitismo.


Alias voce sabia que formigas são ateias de homens, para pequena consciência delas também não existimos.

Também afirmação sua, sem qualquer embasamento.
« Última modificação: 24 de Novembro de 2015, 15:01:01 por Sergiomgbr »

Offline Criaturo

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.797
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #36 Online: 24 de Novembro de 2015, 08:22:21 »
fé cega na ciência dos outros.
Eis a questão. A cegueira. É isso que céticos procuram evitar; para isso é necessário usar certo senso crítico, passando a Navalha de Occam em muita coisa, e admitir o que vocês crentes não conseguem: não há respostas para tudo, e não há nenhum problema nisso, somente vocês ficam desesperados para tentar provar que a existência atual é uma consequência inteligente de um ser superior, imbuída de sentido e lógica.

Sorry, dude, deal with it. :P

Trecho de Game of Thrones:

Um certo professor de esgrima ensina à sua discípula: "só há apenas um deus - a morte - e apenas uma oração a ser proferida - hoje não.

Ateus usam dois pesos e duas medidas em seus julgamentos,  céticos exigem provas da verdade Deus, porem são como ovelhas diante da ciência nela confiam apenas fazendo uso da fé, assim muitos tomam remédios sem terem a minima noção de medicina ou química, pois acreditam que isto lhe proporcionará algum bem, ja que confia na  ciência dos outros.
Em geral é impossível sermos céticos o tempo todo, a  inevitável ignorância nos  obriga a ter algum tipo  fé na ciência dos outros, tipo segura na mão do médico e torça para ele estar certo.
no entanto ateus em relação a Deus tentam ser céticos o tempo todo.
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.883
  • Sexo: Masculino
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #37 Online: 24 de Novembro de 2015, 09:32:53 »
Pois é. Quem contextualiza essas coisas é crente. ::)
fato que a crença implica em maiores possibilidades, ja o ateísmo é uma visão simplista.

"Parcimoniosa" é o termo correto.

desde de quando  ignorância  é sinônimo de prudência, é prudente considerar inexistente aquilo que se  ignora?
 o ateísmo simplista quevedista fecha as portas para   possibilidades de maiores conhecimento.


Criaturo, me diga,

_É prudente considerar inexistente o Grande Unicórnio Cor de Rosa Invisível ?

sim é prudente considera ilógico um ser invisível "cor de rosa"  :biglol:
no entanto também é ilógico querer apresentar um exemplo de coisas inexistentes formado por partes existentes.




Ele só é invisível para as pessoas que não tem fé suficiente e não abrem o coração para ele, para aqueles que tem fé  suficiente e o aceitam de todo coração é possível ver a sua maravilhosa luz  cor de rosa.







« Última modificação: 24 de Novembro de 2015, 09:46:20 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.883
  • Sexo: Masculino
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #38 Online: 24 de Novembro de 2015, 09:41:45 »
Pois é. Quem contextualiza essas coisas é crente. ::)
fato que a crença implica em maiores possibilidades, ja o ateísmo é uma visão simplista.

"Parcimoniosa" é o termo correto.

 o ateísmo simplista quevedista fecha as portas para   possibilidades de maiores conhecimento.
Criaturo,

_Você acha que o o ateísmo simplista quevedista, em relação ao Grande Unicórnio Cor de Rosa Invisível, fecha as portas para as possibilidades de maiores conhecimentos ?

ao ateismo fecha as portas para lógica ao querer associar coisas existente para formar exemplo de algo inexistente.
vai querer dizer que voce é um iluminado vidente das coisas inexistente, do tipo eu sei que Deus não existe.
Ah ja sei! é a sua ignorância que limita a existência,  do tipo " desconheço , logo não existe"



De modo algum eu afirmo isso,  pois  tal afirmação "eu sei que Deus não existe"  seria epistemologicamente falha.  Uma afirmação realmente correta é: não há boas evidências da existência do deus cristão.   Você ou qualquer outra pessoa pode falsificar esta afirmação, para isto basta apresentar boas evidências (que sejam realmente boas, e não meras lacunas como é o comum de serem apresentadas por crentes ou meros fenômenos que não se sustentam como comprovadamente causados por um deus cristão, após um rigoroso exame lógico e/ou experimental).


« Última modificação: 24 de Novembro de 2015, 10:01:02 por JJ »

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.883
  • Sexo: Masculino
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #39 Online: 24 de Novembro de 2015, 09:58:59 »
Aí foi feita a viagem inversa: seres mitológicos (ghosts included), com o passar do tempo e a evolução da ciência, continuaram mitológicos, e vírus e bactérias e trocentos outros foram verificados como reais.

Se não consegue perceber essa diferença e vir com a mesma lenga-lenga vai continuar chovendo no molhado.


Neste ponto eu devo discordar, não há nada na ciência que impeça que num futuro  qualquer sejam encontradas boas evidências da existência de fantasmas ou espíritos (como queira chamar).   Com relação isto a única coisa correta e segura que podemos afirmar é que ainda não foram encontradas e apresentadas boas evidências. 

Afirmar que nunca serão encontradas tais evidências é apenas uma manifestação de crença.  Entretanto, é bom salientar que a ausência de evidência não é uma boa base para se acreditar que algo exista, e para orientar comportamentos.  Podemos dizer que é no mínimo uma base frágil.










Offline Criaturo

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.797
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #40 Online: 24 de Novembro de 2015, 11:15:56 »
"Ateísmo" é apenas não abrir exceções arbitrárias à consideração geral de seres mitológicos como inexistentes.

Seres mitológicos não são mais prováveis ou mais dignos de consideração por serem definidos como mais poderosos, "deuses" e "semi-deuses".

agora voce me deixou em duvida: mitos são coisas que não acreditamos, ignoramos ou que temos certeza que não existem ?
antes do microscópio seres invisíveis eram apenas mitos ? seres inexistentes ou apenas  ignorados ?
e os fantasmas quando for inventado um instrumentos capaz de perceber suas imagens, também deixarão de serem mitos ?

Conforme se descobre modos confiáveis de confirmar a existência de coisas que antes não se tinha evidência de existirem, a existência dessas coisas deve passar a ser aceita.

entendi sua realidade é definida por seus sentidos imperfeitos gerando ilusões.

Citar
Antes disso tais coisas podem até ter o status de "hipotéticas"/"teóricas", se o conceito é mais significativamente plausível, como uma peça faltando no quebra-cabeças dos fatos.
Se não, se são coisas altamente especulativas, imaginando não as peças que faltam "no meio" do quebra-cabeças, mas toda uma vasta extensão ao seu redor, sem base em qualquer peça factual, tais coisas deverão ser consideradas apenas imaginárias, fictícias, lendárias ou mitológicas.Você poderá imaginar livremente inúmeras coisas mutuamente excludentes quando não tem como requerimento o embasamento factual; é um exercício de fantasia.

todas as peças do quebra cabeça compõe  o Todo, anule uma e todo o quebra cabeça se torna ilógico, seu conceito é o da realidade relativa, ou seja considera existente apenas o limites da sua consciência objetiva, morcego possuem um sentido  mais que os cegos.
Existe um grande abismo entre o sentido que damos a algo e o que ele realmente seja, entre a consciência infantil, madura ou ainda a de um gênio superior .
enquanto nenhum homem havia voado, os que conscientizavam a possibilidade  dessa realidade,não desanimaram pelo fato de não terem nascido com asas, enquanto os céticos diziam "voar é para pássaros"  eis que um  gênio transformou esse mito em realidade, mas pode ser isto possível?

Citar
Eventualmente confirmar-se algo antes tido como mito, ou com uma característica em comum a alguns mitos (como "invisibilidade"), não implica que todas as coisas mitológicas/imaginárias serão um dia confirmadas, que tudo imaginável existe "realmente", apenas aguardando ser descoberto.
é verdade mas, tambem serve para confirmar que a realidade do cético pode estar sendo limitada pela ignorância, pre conceitos fecham as portas para novos conhecimentos.
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Criaturo

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.797
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #41 Online: 24 de Novembro de 2015, 11:26:50 »
Exatamente,objetivamente, os entes são definíveis pelo status que possuem. Se são rastreáveis, se puderem ser percebidos cientificamente, são fatos, se não, são mitos ou hipóteses não evidentes. 

Ciência é  separar as coisas como funciona x não funciona. Crenças é crer crer e crer sem fornecer dados palpáveis sobre o que se crê, se auto revolver em uma circularidade em loop infinito de crer, e crer e crer gerando crenças que se replicam em novas possibilidades de crenças.
o pensamento da formiga é de que "homens não existem" isto ocorre porque a consciência dela ao nosso respeito não e tão objetiva assim,mas facilmente elas conseguem perceber a existência dos da sua espécie, resumindo em se tratando de realidades conscientes existem mundo dentro de mundos.
através da consciência não objetiva primeiro voce crê que algo seja possível,mal grado pessimismo alheios voce trabalha e ta la o descobrimento de asas para homens que um dia sonharam voar.
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Criaturo

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.797
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #42 Online: 24 de Novembro de 2015, 12:03:26 »

O que significa o termo ateu não diz respeito a crenças, mas até ateus acreditarão no que você quiser, contanto que demonstre tal com evidências.

se não trata de crença então ateísmo é uma certeza?



Ateísmo não é crença de nada. Ateísmo é apenas a ideia de um militantismo de ateus por uma suposta causa em nome da não existência de deuses e coisas do tipo.
Se é anaeróbio ou aeróbico, fica a seu critério definir. Fique à vontade.
ok ! a crença é livre mas, só o  ateismo é uma ciência exata.


E Deus seria  a existência do ar que respiramos ou  a inexistência dele ?
Citar
Não sei. A hipótese "Deus" não minha, aliás nem sei o que é isso. Tería-se que definir antes o que é, e se possível, para que serve.
Essa é muito facil, quando você perde essa sua consciência objetivamente cética, a consciência Deus assume o seu ser mantendo seu coração batendo, Deus serve para "criar" e manter  consciências ativas.

Citar
o ateu vive uma realidade sem deus/deuses. Simplesmente, para o ateu, deus/deuses não há.

isto tambem acontece na relação de formigas com homens, mal grado a ignorância delas , existimos e temos algum poder sobre a vida delas, ja  o poder de Deus em relação a nossas vidas é bem maior.
Citar
Isso é você quem está dizendo... lembrando que a parte em vermelho é proselitismo.
uiá! Shiuuu! ta tentando causar outro cartão amarelo ?
E este suposto proselitismo seria em favor de qual religião ?


Alias voce sabia que formigas são ateias de homens, para pequena consciência delas também não existimos.
Citar
Também afirmação sua, sem qualquer embasamento.

ha é! então tente conversar com uma formiga se ela te ignorar estará provado que ela é sim uma ateia de homens.
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Criaturo

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.797
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #43 Online: 24 de Novembro de 2015, 12:11:30 »
Ele só é invisível para as pessoas que não tem fé suficiente e não abrem o coração para ele, para aqueles que tem fé  suficiente e o aceitam de todo coração é possível ver a sua maravilhosa luz  cor de rosa.
vou denuncia-lo a moderação por proselitismo! :hihi:
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.234
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #44 Online: 24 de Novembro de 2015, 12:14:17 »

através da consciência não objetiva

Não há consciência não objetiva. O que é consciente é objetivo. Consciência é a partilha de uma ciência de algo com alguém.


primeiro voce crê que algo seja possível,mal grado pessimismo alheios voce trabalha e ta la o descobrimento de asas para homens que um dia sonharam voar.

Não se trata de crer que "algo seja possível" se trata de deduzir.

Os sentidos, que são os sensores que permitem apreender a realidade  fornecem informações das quais uma capacidade cognitiva X deduz possibilidades, através da formulação de hipóteses e teorias sobre as hipóteses formuladas, buscando e obtendo evidências que substanciem as teorias até que estas sejam aceitáveis ou descartadas. "Crer" não entra no processo.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.234
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #45 Online: 24 de Novembro de 2015, 12:26:09 »

O que significa o termo ateu não diz respeito a crenças, mas até ateus acreditarão no que você quiser, contanto que demonstre tal com evidências.

se não trata de crença então ateísmo é uma certeza?

Ateísmo e ateu não são a mesma coisa. O modo como eu defino ateísmo eu já expus aqui, inclusive repetidamente.

Quanto a condição do ateu, ela não é relativa a crenças; como não se trata de crer e sim estar na condição de "ser sem algo(deus,deuses)", certeza não é o melhor termo(o ateu não precisa chegar a ter certeza, como se precisasse refletir sobre a questão), o que mais se aproxima seria deduzir. O ateu deduz o mundo sem deus/deuses.

Offline Criaturo

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.797
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #46 Online: 24 de Novembro de 2015, 12:28:46 »

De modo algum eu afirmo isso,  pois  tal afirmação "eu sei que Deus não existe"  seria epistemologicamente falha.  Uma afirmação realmente correta é: não há boas evidências da existência do deus cristão. Você ou qualquer outra pessoa pode falsificar esta afirmação, para isto basta apresentar boas evidências (que sejam realmente boas, e não meras lacunas como é o comum de serem apresentadas por crentes ou meros fenômenos que não se sustentam como comprovadamente causados por um deus cristão, após um rigoroso exame lógico e/ou experimental).


evidências anedóticas são pessoais e objetivamente intransferível.
considero injusto confundir  toda biblia com  o ensinamento bem resumido de Jesus,  entenda e siga os ensinamentos dele, a maior  evidência da verdade vira através de você mesmo, será transformado em um ser muito melhor,mas  ironicamente apesar de se transformar   na única evidência visível aos outros , só servirá de provas para  crentes dos ensinamento de Jesus.


 

existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Criaturo

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.797
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #47 Online: 24 de Novembro de 2015, 15:37:28 »


primeiro voce crê que algo seja possível,mal grado pessimismo alheios voce trabalha e ta la o descobrimento de asas para homens que um dia sonharam voar.

Não se trata de crer que "algo seja possível" se trata de deduzir.

Os sentidos, que são os sensores que permitem apreender a realidade  fornecem informações das quais uma capacidade cognitiva X deduz possibilidades, através da formulação de hipóteses e teorias sobre as hipóteses formuladas, buscando e obtendo evidências que substanciem as teorias até que estas sejam aceitáveis ou descartadas. "Crer" não entra no processo.
entra sim, voce pode crer ou não na existência de evidências,  alem do mais existem coisas tão improváveis quanto o amor .
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Criaturo

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.797
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #48 Online: 24 de Novembro de 2015, 15:43:47 »

O que significa o termo ateu não diz respeito a crenças, mas até ateus acreditarão no que você quiser, contanto que demonstre tal com evidências.

se não trata de crença então ateísmo é uma certeza?

Ateísmo e ateu não são a mesma coisa. O modo como eu defino ateísmo eu já expus aqui, inclusive repetidamente.

Quanto a condição do ateu, ela não é relativa a crenças; como não se trata de crer e sim estar na condição de "ser sem algo(deus,deuses)", certeza não é o melhor termo(o ateu não precisa chegar a ter certeza, como se precisasse refletir sobre a questão), o que mais se aproxima seria deduzir. O ateu deduz o mundo sem deus/deuses.
entendi, desejar chegar a uma conclusão sem possuir certeza? isso é ter fé do mesmo jeito.
alem do mais deduz baseado no que ? crenças ?
« Última modificação: 25 de Novembro de 2015, 08:16:57 por Criaturo »
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Sergiomgbr

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.234
  • Sexo: Masculino
  • uê?!
Re:O crente, o ateu e o deus Matrix
« Resposta #49 Online: 24 de Novembro de 2015, 16:04:17 »


primeiro voce crê que algo seja possível,mal grado pessimismo alheios voce trabalha e ta la o descobrimento de asas para homens que um dia sonharam voar.

Não se trata de crer que "algo seja possível" se trata de deduzir.

Os sentidos, que são os sensores que permitem apreender a realidade  fornecem informações das quais uma capacidade cognitiva X deduz possibilidades, através da formulação de hipóteses e teorias sobre as hipóteses formuladas, buscando e obtendo evidências que substanciem as teorias até que estas sejam aceitáveis ou descartadas. "Crer" não entra no processo.
entra sim, voce pode crer ou não
Poder crer, pode, mas se você crer corre o risco de perder contato com o que investiga.

voce pode crer ou não na existência de evidências, 
Não funciona assim. As evidências ou existem ou não existem, não é necessário crer nelas em nenhum momento. O que importa é saber o que/pra onde elas(as evidências) apontam e se são suficientes(pra o que se queira investigar).


alem do mais existem coisas tão improváveis quanto o amor .
Mas o amor não é improvável, há evidências substanciadoras dele.  O amor é uma resposta a um estímulo. O amor é rastreável.
« Última modificação: 24 de Novembro de 2015, 16:06:36 por Sergiomgbr »

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!