Autor Tópico: "Brasil é o país do Milagre"  (Lida 213 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline 4 Ton Mantis

  • Nível 32
  • *
  • Mensagens: 2.311
  • Sexo: Masculino
"Brasil é o país do Milagre"
« Online: 04 de Setembro de 2016, 08:02:12 »
http://www.gazetaonline.com.br/_conteudo/2016/09/noticias/cidades/3972332-brasil-e-o-pais-do-milagre--diz-padre-que-estudou-fato-que-tornara-madre-teresa-santa.html


Religioso conta detalhes da história que levou uma das maiores personalidades do século XX aos altares

Na manhã deste domingo (4) o Vaticano vai proclamar santa uma das figuras mais aclamadas do século XX. Trata-se da Madre Teresa de Calcutá, conhecida no mundo inteiro pela dedicação que teve aos pobres e doentes. Em vida, Teresa chegou a ser laureada com um Nobel da Paz, pelo seu trabalho em prol da humanidade. Amiga pessoal do papa João Paulo II, morreu em 1997, aos 87 anos, foi elogiada pelo sucessor Bento XVI e agora chega aos altares pelas mãos do Papa Francisco.

Apesar de a futura santa ter vivido na Índia, o Brasil tem uma participação importante na sua canonização: foi daqui que veio o milagre que a tornou santa. A cura de um engenheiro de oito abcessos no cérebro, sem explicação por médicos do mundo inteiro, colocou a cidade de Santos (SP) na rota da santificação da indiana. Uma história que comoveu padres, médicos e fiéis e garantiu à Madre Teresa o posto de destaque nos altares católicos.

Professor de Teologia, doutor em educação, teólogo profissional, cantor, entre diversas outras facetas, João Carlos Almeida, conhecido como Padre Joãozinho, SCJ mergulhou a fundo nessa história durante três meses e produziu o livro “O milagre de Teresa”, o primeiro no mundo a falar da história. Ele foi até a cidade de Santos para ouvir padres, bispos, e o médico que acompanhou o caso. O médico, por sinal, não acredita em milagre. "No final de tudo fiquei inconformado com o fato de o médico que presenciou o milagre não acreditar e voltei lá para conversar com ele. E isso tá no décimo capítulo, mas aí tem que ler o livro para saber o grand finale", adianta o sacerdote. Confira a entrevista completa:

Qual é a história do milagre que aconteceu aqui no Brasil atribuído a Madre Teresa de Calcutá?
Para canonizar alguém, a Igreja Católica exige dois milagres. O primeiro para beatificar e o segundo para canonizar. O milagre da beatificação aconteceu depois de 1997, ano em que houve o falecimento da Madre Teresa de Calcutá e que permitiu ela ser beatificada pelo papa João Paulo II, em 2003. Faltava mais um milagre para que ela recebesse o último grau que é a canonização. De 2003 até 2014 isso não era conhecido. Muitas graças eram reportadas, mas nenhuma forte a ponto de ser considerada um milagre. Uma coisa é uma graça alcançada, Outra é um milagre. O milagre é uma coisa que a medicina não tem explicação. E isso é milagre. É uma coisa maravilhosa, surpreendente, impressionante, que quando um médico ou cientista se defronta com ela diz que não existe explicação.

Qual foi esse fato?
Esse fato aconteceu no Brasil em 9 de dezembro de 2008, quando na cidade de Santos (SP), um jovem senhor que havia casado, começou a sentir fortes dores de cabeça e quando o médico foi diagnosticar encontrou oito abcessos no cérebro, o que é uma quantidade fatal. Para piorar, não respondeu ao tratamento com antibióticos. Isso foi em outubro. Quando foi entrando o mês de dezembro, foi piorando, apareceu hidrocefalia, o líquido aumentado no cérebro que pressionava a caixa craniana e, em algum momento ia dar um colapso e o doente iria morrer. Seria necessário um paliativo que era drenar esse excesso de água por meio de um catéter. E o médico foi fazer isso no dia 9 de dezembro de 2008, quase que numa última tentativa de salvar o paciente ou de protelar a fatalidade. Na hora H, não aparecia a enfermeira com o catéter. Então o médico foi buscar no almoxarifado e levou 20 minutos. Quando ele voltou o doente acordou na frente dele. A cirurgia nunca aconteceu e o doente ficou curado. Hoje leva uma vida absolutamente normal, oito anos depois. Enquanto acontecia isso a esposa e a paróquia rezava pedindo a intercessão de Madre Teresa.

E o processo?
A igreja montou um tribunal canônico nos meses de junho, julho de 2015 e ouviu médicos e todas as pessoas envolvidas e chegou a conclusão de que esse fato poderia ser considerado como um milagre. E esse milagre brasileiro permite a canonização da Madre Teresa de Calcutá.

Qual o critério que se usa para determinar que algo é milagre?
Existe no Vaticano a Congregação para as Causas dos Santos e que tem uma série de procedimentos estritamente exigentes em relação ao milagre. Veja que nenhuma graça alcançada de 2003 até 2015, São fatos extraordinários, impressionantes, mas precisa ter a documentação. No caso do milagre de Santos, graças a Deus temos toda a documentação. Um prontuário e principalmente duas tomografias computadorizadas que mostram como o doente chegou na cirurgia que não aconteceu e 24 horas depois, uma com hidrocefalia e outra sem hidrocefalia. Isso foi apresentado para médicos do mundo inteiro, crentes e, inclusive, ateus. O médico que presenciou o milagre, o doutor João Luiz Cabral não é cristão. Ele é um bruxo da wicca e ele não chama isso de milagre porque dentro da tradição dele não existe esse conceito. Mas ele reconhece que na medicina não há explicação. O doutor Nasser que é um neurologista do Rio de Janeiro, autorizado pelo Vaticano avaliou tudo, inclusive a saúde do doente, que realmente era inexplicável. Depois, mais dois médicos de Santos, o Dr. Marcos, neurocirurgião e a Dra Mônica, doutora em cirurgia bariátrica, avaliaram os mesmos documentos. Houve também médicos independentes nos EUA, na Itália. Depois de muitos crivos e todos os médicos concordarem que de fato não há uma explicação a igreja reconhece que foi milagre. Aí vem uma comissão de teólogos e procura estabelecer a relação entre esse milagre e Madre Teresa. Só então o milagre é aceito para a canonização.

Como foi para o senhor estar frente a frente com o médico que tem outra crença e não acredita na hipóteses do milagre?
Talvez a pessoa que tenha o maior número de páginas no meu livro seja justamente o doutor João Luiz Cabral. O último capítulo diz que milagre gera milagres. É como uma pedra jogada na água que gera ondas concêntricas. Quem é tocado por um fato maravilhoso “miraculum” em latim, significa maravilha, é maravilhado também. É mais ou menos quando alguém está numa sala de espera e começa a bocejar, todo mundo boceja também. O bem contagia, o milagre também. O doutor João Luiz Cabral do jeito dele foi tocado pelo milagre. E a nossa conversa foi uma conversa entre um padre teólogo e um médico. Eu estava interessado no fenômeno espiritual e humano. E de repente comecei a observar que tinha um milagre acontecendo na vida desse homem, João Luiz Cabral. E não é necessariamente mudar de crença, mas sentir-se tocado pelo amor de Deus, pela fé, que não é crer em que, mas crer em quem. Fé é muito mais que uma crença. Nos diálogos, quem tiver o livro em mãos, vai além de ser tocado pelo milagre, poder participar desse roteiro dramático de uma coisa maravilhosa que vai tocando a vida de várias pessoas, de um médico, do outro médico, de uma devota, do padre, do advogado do diabo e do médico que apesar de ter uma outra crença acabou sendo tocado pelo milagre.

Como veio o interesse por esse milagre?
Estava em casa no dia 15 de março e já tinha um processo editorial com a Editora Planeta, já tinha feito a revisão técnica do livro do Papa, “O nome de Deus é misericórdia” e já estava preparando um livro para publicar no final deste ano. E o editor me ligou perguntando se sabia que o papa marcara a canonização de Madre Teresa para 4 de setembro. Disse que não sabia. E na verdade, eu pouco sabia de Madre Teresa, só o que todo mundo sabe. Aí como professor de teologia espiritual, teólogo, fui pesquisar. Sabe quando você vai cavando um poço e vai saindo água e você vai encontrando um tesouro. Fiquei maravilhado. Fui a Santos e comecei a conversar com todas as pessoas e acabei produzindo esse livro de 200 páginas que é “O Milagre de Teresa”.

O que ter um milagre como esse aqui no Brasil significa, na opinião do senhor?
É uma leitura muito pessoal minha. O milagre aconteceu na ilha onde surgiu o primeiro hospital da América Latina, a Santa Casa de Misericórdia de Santos, onde surgiu o primeiro porto de escravos do Brasil, formado por degredados largados nas nossas praias. Exatamente no lugar onde surgiu o Brasil do tráfico de pessoas, surge o porto dos milagres. Acontece o milagre. Cabral chegou ao Brasil tendo se desviado de uma viagem a índia. Quinhentos anos depois, uma mulher da Índia chega ao Brasil no mesmo lugar com as suas Missionárias da Caridade. E um milagre por intercessão dela acontece diante de um médico chamado João Luiz Cabral, filho de um padre jesuíta português que veio para o Brasil e se chama também Cabral. O livro em Portugal está criando furor. Parece que é uma história que aproxima povos e mostra que o Brasil tem jeito, mas não o jeito do jeitinho, o do aproveitamento de pessoas. O Brasil pode ser o país do milagre. E hoje nesta canonização de Madre Teresa o Brasil vai ser visto como o país do milagre.

O que mais impressionou o senhor durante esse processo de pesquisa?
Muitas coisas. Primeiro que o milagre de Madre Teresa não deixa margem a qualquer dúvida. Qualquer pessoa em três palavras e duas tomografias reconhece que ali passou a presença de alguém maior que eu. O médico reconhece isso. O milagre não precisa mais de um minuto para ser contado. A simplicidade do fato, a profundidade do fato. O milagre toca em uma família. Tem ali o milagre do amor da esposa pelo seu marido com quem ela casa já doente. Tem o milagre do nascimento dos dois filhos que eram também improváveis mesmo depois da cura. Tem o milagre na vida dos médicos e na vida de todos os que vão se aproximando do fato. Depois tem a história fantástica: o livro tem gerado um efeito fantástico que as pessoas começam a ler e vão até o final e não param. Tenho 40 livros e esse é o primeiro que acontece isso. O bispo de Santos começou a ler e não parou. Foi ele, dom Tarcísio Scaramussa que deu autorização para a publicação. Além do mais o milagre é sob medida para a mulher simples e sóbrea que é Teresa de Calcutá.

Qual a lição que Madre Teresa deixa para a humanidade nos dias de hoje?
Duas coisas: Madre Teresa é a mulher da simplicidade que com quase nada você pode fazer quase tudo se fizer por amor. Segundo que a força do amor pode mudar o mundo. Ela tem até escritos secretos que eu desvendo no livro em que ela confessa que não sentia nenhuma gratificação por tudo o que fazia. Nem uma gratificação espiritual. Ela achava que Deus não estava nem aí com o que ela estava fazendo. Ela se achava uma mulher da penumbra. Mas, apesar da prova na fé, ela se mantinha firma no amor. E o mundo de hoje é o mundo do egoísmo, do narcisismo. Madre Teresa ensina o caminho do altruísmo e que isso pode gerar uma felicidade maior que a felicidade humana.

A canonização é um sinal dessa nova cara da Igreja que o papa Francisco quer dar, uma Igreja que vai ao encontro do pobre e sai do púlpito?
Madre Teresa de Calcutá foi uma grande amiga de João Paulo II, foi admirada e defendida por Bento XVI e agora se torna para Francisco o ícone do Ano da Misericórdia. Claro, o rosto da misericórdia é Jesus, mas onde vemos o rosto de Jesus hoje? Em pessoas como Teresa de Calcutá que nos ensinam que esse mundo tem jeito. Ela é para a Igreja católica uma mulher de coração, mente, braços, mãos abertas e olhos e ouvidos. Francisco quer uma Igreja de portas abertas, mas não adianta ter a porta aberta se o coração está fechado. Madre Teresa de Calcutá é um ícone da Igreja de portas abertas.

São lições que servem até para quem não é católico…
Teresa de Calcutá está no nível de santos como Francisco de Assis, que transcendem a crença, a confissão de fé, a instituição. É a primeira pessoa da humanidade que recebeu a canonização civil do Prêmio Nobel da Paz. É a primeira premiada que recebe a canonização. É uma santa Nobel da Paz. Ela é uma cidadã planetária. Foi em 1979.

Qual a expectativa do senhor para a canonização?
Estou muito curioso, vou acordar de madrugada para ouvir a homilia do papa Francisco. Estarei atento a todas as palavras dele. Vai ser o ponto alto do Ano da Misericórdia.

O livro já foi enviado para o Vaticano?
Boa pergunta. Soube que Dom Raymundo Damasceno vai à canonização. Pedi que entregassem a ele um livro para ele e um eu autografei para o Papa. O livro já está lá nas mãos de várias pessoas envolvidas no fato. Mas autografei um para o papa. Lembrando que a grande experiência de fé de Madre Teresa aconteceu no dia 10 de setembro de 1946, há 70 anos.

E qual foi essa grande experiência de fé?
Quando ela ainda era uma professora de Geografia de uma congregação que trabalhava num colégio de meninas ricas e ela estava inconformada com esse contraste entre ricos e pobres em Calcutá. E ela vai fazer um retiro e ao entrar no trem ouve uma voz que diz ‘Tenho Sede’. Ela não conseguiu dar água para aquele pobre, mas entendeu que era Jesus falando com ela. Ela passou o resto da vida procurando Jesus para dar água e todo tipo de água. Dali nasceu toda a mística de Madre Teresa de Calcutá.
\"Deus está morto\"-Nietzsche

\"Nietzsche está morto\"-Deus

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.293
  • Love it or Hate it
Re:"Brasil é o país do Milagre"
« Resposta #1 Online: 04 de Setembro de 2016, 08:43:59 »
Não acredito nesse milagre, acho que é só o poder da fé mesmo. O paciente estava sendo hostilizado por forças do mal, possivelmente algum trabalho de magia negra, que foi desfeito pela fé das pessoas que oraram em conjunto, canalizando energias positivas. Ok, pode ser que Madre Tereza tenha ajudado, mas ela como novata ainda tem que ralar muito para fazer grandes milagres.

Offline Criaturo

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.846
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:"Brasil é o país do Milagre"
« Resposta #2 Online: 04 de Setembro de 2016, 15:54:39 »
ter bom humor ja é o primeiro passo para fé  :hihi:
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline homemcinza

  • Nível 19
  • *
  • Mensagens: 588
Re:"Brasil é o país do Milagre"
« Resposta #3 Online: 04 de Setembro de 2016, 16:39:33 »
Nesse aqui o marido da pessoa que recebeu o milagre nega que tenha sido milagre

http://www.paulopes.com.br/2016/01/ja-esta-provado-que-primeiro-milagre-de-madre-teresa-foi-uma-farsa.html

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!