Autor Tópico: Reforma Pedagógica do Ensino Médio  (Lida 2343 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.056
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #75 Online: 03 de Outubro de 2016, 09:57:10 »
Freixo, o candidato do PSOL, elogiou Paulo Freire e disse que "Escola sem partido é o cacete!"

Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.063
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #76 Online: 08 de Fevereiro de 2017, 22:28:23 »
Reforma aprovada no Senado. Achei quase todos os pontos "ok", mas não gostei de apenas um eixo de formação poder ser escolhido por cada aluno. OU você se aprofunda em matemática, OU em ciências da natureza, OU em ciências humanas, OU em ensino técnico etc. Pode ser bem ruim para quem quer seguir carreiras interdisciplinares como economia, direito ou engenharia. Enquanto isso, matérias de interesse bem mais restrito como Artes e Sociologia permanecem obrigatórias.


Offline Lakatos

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.063
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #77 Online: 08 de Fevereiro de 2017, 22:48:59 »
No meu caso pessoal teria sido um desastre. Até o terceiro ano do EM, pensava em cursar Matemática e provavelmente teria escolhido esse eixo de formação. Apenas no final do 3º ano decidi finalmente que iria para a Engenharia. Por esse modelo, eu teria chegado no curso (ou ao menos no vestibular) sem ter estudado nada de Física ou Química...  :biglol:

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.056
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #78 Online: 09 de Fevereiro de 2017, 07:07:08 »
Parece-me absurdo que "ciências da natureza" seja opcional e "artes" seja obrigatório.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.703
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #79 Online: 09 de Fevereiro de 2017, 08:53:57 »
Parece-me absurdo que "ciências da natureza" seja opcional e "artes" seja obrigatório.

Não parece.

É um absurdo.
Foto USGS

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.056
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #80 Online: 09 de Fevereiro de 2017, 09:28:35 »
Resumindo: vão ensinar o povo de humanas a fazer miçangas.

Alguns poucos vão escolher coisas úteis e se tornar alguma coisa na vida, o resto vai virar militante de esquerda.

Offline Gauss

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.645
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #81 Online: 09 de Fevereiro de 2017, 14:21:28 »
Parece-me absurdo que "ciências da natureza" seja opcional e "artes" seja obrigatório.
Absurdo total. Seremos um país ainda mais criacionista.
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.308
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #82 Online: 09 de Fevereiro de 2017, 14:26:37 »
Parece-me absurdo que "ciências da natureza" seja opcional e "artes" seja obrigatório.
Absurdo total. Seremos um país ainda mais criacionista.

Pense o quanto a escola não ensina nada de prático. Trocaria artes e talvez até algumas ciências por programação, mecânica, engenharia elétrica, administração, marcenaria, primeiros socorros/medicina/farmacologia básica, etc.

Os educadores acham que ser útil trabalhando e movendo a economia é algo feio. Bom é contemplar o "ser".
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Gauss

  • Nível 34
  • *
  • Mensagens: 2.645
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #83 Online: 09 de Fevereiro de 2017, 14:32:42 »
Pense o quanto a escola não ensina nada de prático. Trocaria artes e talvez até algumas ciências por programação, mecânica, engenharia elétrica, administração, marcenaria, primeiros socorros/medicina/farmacologia básica, etc.

Os educadores acham que ser útil trabalhando e movendo a economia é algo feio. Bom é contemplar o "ser".

Tiraria Artes, Filosofia e Sociologia do currículo obrigatório e colocaria no lugar Ciências da Natureza, Atividades Domésticas e Educação Financeira.
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline Donatello

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.815
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #84 Online: 12 de Fevereiro de 2017, 04:21:39 »
Queridxs, tranquilizem-se: Biologia, Química, Geografia, História e Física continuarão sendo obrigatórias na parte obrigatória comum a todos do Novo Ensino Médio.

O fato de que a Assessoria de Comunicação do Senado está vendendo ideia diferente é grave, mas grave por outro ângulo: pela imensa incompetência que os jornalistas da casa possuem em transmitir de forma minimamente adequada as decisões da própria casa. O texto aprovado diz que o conteúdo correspondente ao módulo obrigatório e comum do EM será dado pela Base Nacional Curricular Comum.

O trecho da nova lei é um parágrafo inútil apenas pra garantir que as quatro disciplinas que antes (na primeira versão do projeto) se esboçou retirar estarão contidas na BNCC (é inútil porque bastava tirar a menção à proposta de retirada e não fazer o oposto, uma menção de não retirada), as demais ninguém pensou em tirar e estarão bonitinhas lá na BNCC (cuja aprovação final, aliás, é condição última para que o Novo Ensino Médio entre em vigor após sancionado).

Este parágrafo diz apenas o seguinte:

"§ 2º A Base Nacional Comum Curricular
referente ao ensino médio incluirá obrigatoriamente
estudos e práticas de educação física, arte,
sociologia e filosofia."

Que é, ipsi literis, determinar que estas matérias não serão retiradas desta lista aqui: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/#/site/versao-2/areas . Como veem, todos os demais componentes estão lá e ninguém pensou em retirá-los, acalmem xs periquitxs.
« Última modificação: 12 de Fevereiro de 2017, 04:40:06 por Donatello »

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #85 Online: 12 de Fevereiro de 2017, 08:49:01 »
Acho que "formação técnica e profissional" talvez fosse melhor como ítem obrigatório em vez de alternativo aos outros "menos profissionais". :hein:

Também seria interessante talvez haver algum mecanismo de evitar a sobredemanda das disciplinas mais fáceis, algo como um teste.


Fico curioso com o que seria o conteúdo de "filosofia" obrigatório.

Offline homemcinza

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 660
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #86 Online: 12 de Fevereiro de 2017, 11:33:17 »
Queridxs, tranquilizem-se: Biologia, Química, Geografia, História e Física continuarão sendo obrigatórias na parte obrigatória comum a todos do Novo Ensino Médio.
...

Algum texto onde eu possa me aprofundar nestas informações? Por toda parte só vejo materias dizendo que elas não serão mais obrigatorias...

Offline Donatello

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.815
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #87 Online: 12 de Fevereiro de 2017, 11:39:46 »
Acho que "formação técnica e profissional" talvez fosse melhor como ítem obrigatório em vez de alternativo aos outros "menos profissionais". :hein:

Também seria interessante talvez haver algum mecanismo de evitar a sobredemanda das disciplinas mais fáceis, algo como um teste.


Fico curioso com o que seria o conteúdo de "filosofia" obrigatório.
Se não me engano filosofia e sociologia já são obrigatórios em um ano (primeiro e segundo, respectivamente) no "velho ensino médio".

A questão era se deixariam de ser.

Uma coisa que deve estar explicada na BNCC mas eu não tive saco ainda de ler tudo e aí realmente não entendi é se para as matérias (ou alguma delas) mantém-se a necessidade de formação específica: tipo, o conteúdo agora será emblocado na parte obrigatória por áreas de competências, como na prova do ENEM  e da UERJ, acho que os alunos não dirão mais que terão aulas de 'Biologia' na quarta e 'Português' na segunda, mas aulas de 'Ciências da Natureza' e 'Linguagens e suas Tecnologias' respectivamente... dado isso, a parte de Ciências da Natureza correspondente à Biologia passaria a poder ser dada por um licenciado em Física, como acontece no Ensino Fundamental?

Pelo que li por parte da secretária do MEC numa entrevista parece que pelo menos quanto à Sociologia e Filosofia sim: o professor de História poderia dar conta destes dois conteúdos. Mas não sei se entendi direito esta parte.
« Última modificação: 12 de Fevereiro de 2017, 12:31:51 por Donatello »

Offline Donatello

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.815
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #88 Online: 12 de Fevereiro de 2017, 12:05:23 »
Queridxs, tranquilizem-se: Biologia, Química, Geografia, História e Física continuarão sendo obrigatórias na parte obrigatória comum a todos do Novo Ensino Médio.
...

Algum texto onde eu possa me aprofundar nestas informações? Por toda parte só vejo materias dizendo que elas não serão mais obrigatorias...

Procure na data de 14/12/16 na aba "documentos" o texto do projeto como foi remetido ao Senado (e não como foi remetido ao Planalto para sanção), já com o trecho que está sendo mal interpretado: atente ao artigo 3º : http://www25.senado.leg.br/web/atividade/materias/-/materia/126992.

Os quatro últimos parágrafos desta matéria e a entrevista linkada no primeiro destes: https://novaescola.org.br/conteudo/4739/por-que-o-novo-ensino-medio-ainda-vai-demorar-a-entrar-em-vigor

O link que eu havia passado, que resume toda a informação sobre os trâmites da Base Nacional Curricular Comum: http://basenacionalcomum.mec.gov.br.

-------------------------------------------------------------

O problema é que a redação do tal parágrafo da discórdia realmente deu margem a uma pequena confusão, que poderia confundir alguém que lesse rápido ou tivesse dificuldade de leitura, mas eu jamais pensei que pudesse causar nó na cabeça de jornalistas do Jornal Nacional (eu já não sei mais se o mal jornalismo praticado pelos veículos de mass-media vide Trump, vide feminismo, vide isto... é má intenção, incompetência ou o quê) e do Senado. Vou tentar resumir:

1. Desde o começo a parte obrigatória do Novo Ensino Médio não seria definida na lei que foi para sanção pelo Temer, mas pela BNCC, o texto do NEM sempre deixou claro que o módulo obrigatório seria definido por esta outra regulamentação, já em elaboração há um tempão e ainda a ser aprovada.

2. Desde o começo tudo aquilo que está na lista que passei no outro post estava previsto na BNCC, inclusive as quatro matérias que causaram a confusão toda.

3. O texto original do NEM previa a retirada de Artes e Educação Física daquela lista. Não previa a retirada de Sociologia e Filosofia, isto foi acenado nos bastidores e vazou na mídia na época da publicação da MP, mas não entrou no texto original.

4. Os defensores de Artes, Filosofia, Sociologia e Educação Física chiaram e algum legislador "metedor de emenda" resolveu meter uma emenda na forma de um parágrafo inútil apenas garantindo que na BNCC ainda a ser aprovada estas quatro matérias estarão (mas quanto a duas delas nunca se cogitou oficialmente tirar, apenas nos bastidores, e quanto as outras duas bastava ter retirado o trecho da própria proposta do NEM que fazia menção à retirada delas em vez de enfiar uma confusa menção à não retirada).

5. Como você pode ver no portal do MEC sobre a Base, todas as outras disciplinas estão (e estarão) bonitinhas lá. A "função" do parágrafo que está dando discórdia é provisória, ela só "garante" que as quatro matérias estarão na BNCC quando esta for aprovada (estariam de qualquer forma, desde o começo, junto com todas as outras).
« Última modificação: 12 de Fevereiro de 2017, 12:37:14 por Donatello »

Offline homemcinza

  • Nível 20
  • *
  • Mensagens: 660
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #89 Online: 12 de Fevereiro de 2017, 13:33:43 »
Obrigado pelas infos. Vou verificar  :ok:

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #90 Online: 12 de Fevereiro de 2017, 15:49:55 »
dado isso, a parte de Ciências da Natureza correspondente à Biologia passaria a poder ser dada por um licenciado em Física, como acontece no Ensino Fundamental?

Impressão ou memória vaga minha, mas acho que já era assim, não? Ou já foi? Vagas memórias do colegial eram de professores de física e biologia algumas vezes serem os mesmos, pela formação permitir lecionar ambos (e química também, acho).

Há ainda (ou houve por pouco tempo) um curso de ciências "genéricas" que também acho que seria também uma licenciatura generalista, embora talvez pudesse também haver um bacharelado específico em algum momento, sei lá.

Ah, e estou falando de aulas do ensino médio...

Offline Donatello

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.815
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #91 Online: 12 de Fevereiro de 2017, 18:55:26 »
dado isso, a parte de Ciências da Natureza correspondente à Biologia passaria a poder ser dada por um licenciado em Física, como acontece no Ensino Fundamental?

Impressão ou memória vaga minha, mas acho que já era assim, não? Ou já foi? Vagas memórias do colegial eram de professores de física e biologia algumas vezes serem os mesmos, pela formação permitir lecionar ambos (e química também, acho).

Há ainda (ou houve por pouco tempo) um curso de ciências "genéricas" que também acho que seria também uma licenciatura generalista, embora talvez pudesse também haver um bacharelado específico em algum momento, sei lá.

Ah, e estou falando de aulas do ensino médio...
No fundamental é, no Ensino Médio não, no ensino médio só Licenciado em Física pode dar aula de Física e por aí vai (em 2002 já não era, antes disso não sei). No Ensino Fundamental qualquer licenciado nas 3 ciências naturais pode dar aula das demais.

Offline Donatello

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.815
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #92 Online: 13 de Fevereiro de 2017, 09:10:41 »
E este curso para professor de Ciências ainda existe em poucas universidades (aqui no Rio, das públicas, só a UNIRIO oferece) e só dá habilitação ao Ensino Fundamental.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #93 Online: 13 de Fevereiro de 2017, 10:28:11 »


O que é ensino fundamental hoje em dia? Por "é um curso de graduação da área de Ciências que capacita o egresso a exercer a profissão de professor de Ciências no Ensino Fundamental (6º ao 9º ano), preparando-o para exercer atividades de pesquisa no campo do Ensino de Ciências; atuar na gestão escolar, educação não-formal, museus, centros de ciências e de divulgação científica."

"Sexto ao nono ano" para mim parece ensino médio, apesar de estar aí "fundamental"... :hein:

http://www.utfpr.edu.br/estrutura-universitaria/pro-reitorias/prograd/catalogo-de-cursos-da-utfpr/ponta-grossa/licenciatura-interdisciplinar-em-ciencias-naturais


Citar
http://www.guiadacarreira.com.br/carreira/ciencias-naturais/

O licenciado em Ciências Naturais, por ter uma formação generalista, encontra um mercado de trabalho amplo dentro da área de educação.

Ele pode atuar em escolas públicas e privadas de ensino fundamental e médio, em ONGs, museus e centros de ciência. Pode trabalhar ainda com divulgação científica e produção de material didático.

Sobre o curso superior em Ciências Naturais

A graduação em Ciências Naturais possui habilitação em licenciatura, tem duração média de 4 anos e pode ser cursada nas modalidades presencial e a distância.

...

O curso de Ciências Naturais é oferecido somente em universidades públicas. Confira algumas das principais:

Universidade de Brasília (UNB)
Universidade Federal do Amazonas (UFAM)
Universidade do Estado do Pará (UEPA)
Universidade Federal do Pará (UFPA)
Universidade Federal Fluminense (UFF)
Universidade Federal da Bahia (UFBA)
Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT)
Universidade Federal do Maranhão (UFMA)
Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)


Tem até curso "virtual".... da USP? :hein:

Citar

http://licenciaturaciencias.usp.br/

https://univesp.br/cursos/licenciatura-em-ciencias-naturais-e-matematica

A Licenciatura em Ciências Naturais e Matemática tem como objetivo formar profissionais de qualidade na educação, para atuação no Ensino Básico.

O curso, que é gratuito, tem duração de 4 (quatro) anos e conta com atividades desenvolvidas a distância, por meio do ambiente virtual de aprendizagem (AVA), e encontros presenciais realizados no polo de apoio em que o aluno estiver matriculado.

A entrada nos quatro cursos de Licenciatura em Ciências Naturais e Matemática é única. Os dois primeiros anos são compostos por disciplinas comuns, que compõem o ciclo básico de formação docente na área de ciências.

Ao concluir essa etapa, o aluno recebe certificação de nível superior em Curso Sequencial de Formação Específica para Professores de Ciências Naturais e Matemática.

Durante o 3º semestre, o aluno inscreve-se para escolher em qual das quatro opções de formação específica quer dar prosseguimento aos estudos, para obtenção do diploma: Química, Física, Biologia ou Matemática.


Segundo a WP, "ensino básico" no Brasil compreende o médio...

Offline Luiz F.

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.660
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #94 Online: 13 de Fevereiro de 2017, 10:40:58 »
O nono ano do ensino fundamental seria a antiga 8ª série no meu tempo de estudante.(o ano anterior ao 1º do ensino médio)
"Você realmente não entende algo se não consegue explicá-lo para sua avó."
Albert Einstein

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #95 Online: 13 de Fevereiro de 2017, 10:50:24 »
Para mim tinha:

pré-escola: 5-6 anos;
primário: 7-11 anos, primeira a quinta série;
ginásio: 12-14 anos, sexta a oitava séries;
colegial: 15-17 anos, dizia-se primeiro ao terceiro "colegial", "colegiais", seja lá como for que funcione a concordância aqui.

Achava que "médio" era o colegial, "básico" o que vinha antes. Superior o que vier depois, se assim classificado e não um profissionalizante, obviamente.

Mas aparentemente o marxismo cultural fez um estrago danado nisso, instaurou o caos, a fim de melhor manipular as mentes das pessoas ainda em formação.

O próximo estágio já anunciado é acabar com todas as séries e oficializar a bagunça toda, sem separação por idades, sem grades  curriculares ("não precisamos de grades curriculares para nos aprisionar"), talvez sem nem distinção entre professor, aluno, diretor, etc. O que se perde em eficiência de formação acadêmica se ganha em eficiência de doutrinação ideológica em favor da submissão total ao estado.

Offline DDV

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.724
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #96 Online: 13 de Fevereiro de 2017, 11:01:22 »
É bom lembrar que "ensinar" não é a única função da escola. Uma de suas funções mais importantes é manter crianças e adolescentes ocupadas por um tempo, sob supervisão, para que seus pais possam cuidar de suas outras coisas em paz.

Na Segunda Guerra, as escolas britânicas virtualmente pararam de funcionar, tendo como consequência um grande aumento na delinquência infanto-juvenil, pelas crianças e adolescentes ficarem ociosas e sem os pais por perto todo o tempo.

Não acredite em quem lhe disser que a verdade não existe.

"O maior vício do capitalismo é a distribuição desigual das benesses. A maior virtude do socialismo é a distribuição igual da miséria." (W. Churchill)

Offline Luiz F.

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.660
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #97 Online: 13 de Fevereiro de 2017, 11:04:46 »
Para mim tinha:

pré-escola: 5-6 anos;
primário: 7-11 anos, primeira a quinta série;
ginásio: 12-14 anos, sexta a oitava séries;
colegial: 15-17 anos, dizia-se primeiro ao terceiro "colegial", "colegiais", seja lá como for que funcione a concordância aqui.

Achava que "médio" era o colegial, "básico" o que vinha antes. Superior o que vier depois, se assim classificado e não um profissionalizante, obviamente.

Mas aparentemente o marxismo cultural fez um estrago danado nisso, instaurou o caos, a fim de melhor manipular as mentes das pessoas ainda em formação.

O próximo estágio já anunciado é acabar com todas as séries e oficializar a bagunça toda, sem separação por idades, sem grades  curriculares ("não precisamos de grades curriculares para nos aprisionar"), talvez sem nem distinção entre professor, aluno, diretor, etc. O que se perde em eficiência de formação acadêmica se ganha em eficiência de doutrinação ideológica em favor da submissão total ao estado.

Médio é o 'colegial', daí pra trás que virou tudo fundamental, e hoje as crianças começam com 6 anos no primeiro ano do fundamental, que seria a primeira série, indo até o nono ano que seria a oitava série.
"Você realmente não entende algo se não consegue explicá-lo para sua avó."
Albert Einstein

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.703
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #98 Online: 13 de Fevereiro de 2017, 11:13:08 »
[...]
Na Segunda Guerra, as escolas britânicas virtualmente pararam de funcionar, tendo como consequência um grande aumento na delinquência infanto-juvenil, pelas crianças e adolescentes ficarem ociosas e sem os pais por perto todo o tempo.

A consequência direta desta delinquência foi a rebeldia e a insatisfação da juventude e que criou o rock britânico dos anos 60 e 70 que revolucionou a música mundial nestas e nas décadas que vieram.
Foto USGS

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.308
  • Sexo: Masculino
Re:Reforma Pedagógica do Ensino Médio
« Resposta #99 Online: 13 de Fevereiro de 2017, 11:17:35 »
[...]
Na Segunda Guerra, as escolas britânicas virtualmente pararam de funcionar, tendo como consequência um grande aumento na delinquência infanto-juvenil, pelas crianças e adolescentes ficarem ociosas e sem os pais por perto todo o tempo.

A consequência direta desta delinquência foi a rebeldia e a insatisfação da juventude e que criou o rock britânico dos anos 60 e 70 que revolucionou a música mundial nestas e nas décadas que vieram.


"We don't need no education "
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!