Autor Tópico: Pesquisa com médium  (Lida 23277 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline SandroF

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 320
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #25 Online: 04 de Novembro de 2016, 22:51:16 »
Gigaview, obrigado por dizer como faria, vou tecer alguns comentários para que possamos evoluir a idéia (meus comentários sem negrito:

Acho que agora você foi mais claro.

Se o experimento fosse meu, faria um pouco diferente.

(1) Publicação de anúncio vinculado a um site, convidando pessoas/famílias para participar de uma pesquisa sobre paranormalidade. O site contém uma explicação e formulário de inscrição com dados cadastrais.


Isso eu não faria pois quem me garante que o médium não enviasse muitas e muitas famílias para se inscreverem? Se uma única fosse selecionada já seria suficiente para fraudar. Acredito que um grupo isento ainda seja o melhor caso. Para evitar falcatruas do grupo que irá selecionar, podemos incluir ainda um grupo auditor independente (jornalistas por exemplo)

(2) Após cadastro, os candidatos recebem email com ficha para descrição do "caso" e fornecimento de informações específicas sobre o falecido. Após o envio do questionário o site criptografa e gera automaticamente uma senha para os pesquisadores e familiares que só poderá revelar o conteúdo das informações enviadas após a data da sessão de psicografia.


Achei oportuna a ideia de haver uma ficha onde ser preencheria o maior numero de dados possíveis, isso poderia vir dos céticos com cada família. Vale lembrar que há casos onde surge algo não relatado ou esperado, dai ainda assim precisa-se da família para checar. Dou como exemplo uma sessão onde eu fiscalizei e na carta surgiu um nome que parecia erro de escrita, onde dizia "Mi Irene"... Esse foi um caso mais raro onde o filho tinha falecido ha muitos anos, ainda quando bem menor. Na entrevista com a mãe ela me disse não lembrar de Mi Irene na família, apenas a Irene que foi dinda do filho. Ao contactar com ela, se descobriu que o atual modo de chama-la trata-se de Mi Irene, como apelido em sua nova família, oriundo de Maria Irene.. Ela foi concunhada da mãe e separou-se do irmão do marido dela a anos, ja tendo outra família.
Dessa forma não para sermos tão "engessados" pois minha experiência com os fenômenos desse tipo mostram que não há regras muito definidas, apenas tendências.
(3) Um script seleciona automaticamente 10 casos no banco de dados e envia um convite para os cadastrados participarem de uma sessão de psicografia cuja presença deve ser confirmada eletronicamente. O endereço do local e horário da sessão é enviado juntamente com o nome de um colaborador da pesquisa que irá recepcionar, orientar e conduzir o participante zelando para que o mesmo não tenha contato com outras pessoas no local onde a sessão será realizada.

(4) O médium deve chegar 2 horas antes do início da sessão para ser examinado e revistado por um médico, e ficar aguardando sozinho numa gaiola de Faraday montada numa sala com banheiro e dispondo de lanche, música, livros, passatempos e outras amenidades. Até o início da sessão o médium não pode ter contato algum com outras pessoas. A sala deve ser monitorada por câmeras de vídeo.

Gaiola de Faraday é um tanto antigo no meu ver.. a idéia é que as famílias cheguem antes e ele entre logo depois, evitando assim qualquer contato entre ambos, afinal, precisamos nos assegurar de que as famílias não procurem o médium antes do evento, por isso o anonimato (cego).
Exames podem ser feito no médium mas ele apenas senta, entra em transe e escreve, por isso não tem muito alarde. Eu mesmo verifiquei a possibilidade de pontos no ouvido ou qualquer implante no mesmo.
O outro médium q frauda que estamos investigando não tem pontos nem olheiros.. o que ele tem é uma excelente memória e criatividade.. Analisa os casos previamente na internet e elabora uma bela carta com uma série de dados.. Para o azar dele alguns não eram verdadeiros e estavam apenas na internet.

(5) O médium deve  ser novamente revistado e vestido com traje fornecido pelos pesquisadores e conduzido descalço em chinelos à sala da sessão na hora marcada onde lhe será oferecido o nome completo de pessoas para contato e fornecimento de informações específicas. Ele poderá realizar os preparativos que achar necessários para entrar em estado de transe à vista dos pesquisadores. O médium deve ficar de costas para os convidados com protetores auriculares a prova de som.

Isso é bom.. vou deixar anotado. Sobre a questão dos nomes, esse médium que aceitou pede por "praxe", presenciei momentos em que ele apenas cita confirma com a pessoa se ela é que o espirito diz ser, dai fala o resto.. Tipo, algo q presenciei.. Havia um grupo de mulheres no fim da rua, no lugar da sessão.. Ele estava caminhando e eu o seguindo.. Ele chegou perto de umas senhoras e perguntou: Quais de vcs é a Maria? Umas delas se identificou... Então ele disse: Você veio por causa do fulano né? Ele está falando que levou os tiros, é esse mesmo? Dai a mulher começou a chorar e ele disse para ela que ele tentaria uma vaga para se comunicar na hora la.. Sei q são experiencias pessoais, mas ele disse que vai tentar não pedir os nomes, nada.. deixar os espiritos tentarem se comunicarem.. Por isso minha insistência em casos que aumentem as chances.. Na sessão que organizamos para ele na cidade (ele mora em outro estado), tinha casos terríveis, onde muitas das maes perderam filhos por motivos de acidente de transito, assinados e muitos... muitos eram bandidos e as mães estavam la tentando algo..

(6) Os convidados são revistados e ingressam na sala para o inicio da sessão.

Quem os revistaria? Eu? Em principio não haverão convidados, apenas ele, eu e as famílias.. No máximo alguem para filmar.. Para evitar uma auxiliar a ele, eu mesmo vou puxar as folhas durante a psicografia.


(7) Um sistema de varredura de ultra som e infra som deve ficar permanentemente ligado do início ao fim da sessão. As luzes da sala devem ser todas de LED não dimerizáveis. As janelas devem ser fechadas com cortinas bloqueadoras de luz. O entorno do médium sobre a mesa deve ter talco capaz de se espalhar ao menor sopro na sua direção. Um sismógrafo também deve ser mantido ligado durante toda a sessão. Tudo deve ser monitorado por câmeras e uma das câmeras deverá ser sensível ao infravermelho.

Bah... as câmeras vao ter, mas quais seriam os possíveis motivos de ter tanto aparato? Mas vejo q pode ser possível sim, tem q se pensar melhor..

O referido médium é de família pobre e ignorante.. atua na administração de uma empresa familiar catadora de latas para reciclagem. Faz o trabalho voluntário sem ganhar nada.. Trouxemos ele para o sul e pagamos as despesas.. ele ainda pagou a comida num dia e saiu sem ganhar nada. Se ele frauda é por memória e internet.. Dificilmente teria condições de comprar algum aparato desses.

(8) Após a sessão, as anotações do médium são lidas e todos são dispensados sem discussão ou debate.

(9) Com a senha liberada os pesquisadores comparam o caso descrito pelos familiares com as cartas psicografadas atentos ao Efeito Forer e à qualidade das informações específicas. A análise deve ser revisada por céticos.

(10) Qualquer sinal de inobservância dos procedimentos de controle cancela a análise e descarta o experimento.


anotadas as sugestões..
Todo o vício surge de uma recusa inconsciente de encararmos nossos próprios sofrimentos.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.850
  • Love it or Hate it
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #26 Online: 04 de Novembro de 2016, 23:27:32 »
Acho fundamental

(1) Garantir que ninguém tenha conhecimento do caso da família até o término da sessão;
(2) Os familiares não tenham contato com outras pessoas desde a chegada para evitar hot reading, principalmente com o médium.
(3) Que o médium seja revistado e vigiado a todo instante. Nunca se sabe o que uma pessoa é capaz de esconder no ânus ou na vagina.
(4) Que qualquer tipo de transmissão de código possa ser interceptado, isso inclui batidas, sopros, infrasom, piscadela de lâmpadas,  pulsos térmicos, etc. Já li sobre pessoas capazes de captar e ouvir frequências de rádio em obturação dentária, algo parecido com um rádio de galena. Sem esquecer nos clássicos códigos de contração muscular. Tudo isso precisa de um rigor absoluto.

A gaiola de Faraday é uma garantia de incomunicabilidade, se for bem feita.

Por que a presença física dos familiares é necessária? Não seria o caso de testar isso também?

Pelo modo que você descreve os seus casos, parece que você considera alguns verdadeiros ou você é um desses raros espíritas céticos que duvidam e continuam duvidando diante da possibilidade de fraude? Tipo Vitor Moura que é espírita mas crítico ferrenho de Chico Xavier e de outros?

« Última modificação: 04 de Novembro de 2016, 23:29:35 por Gigaview »

Offline SandroF

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 320
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #27 Online: 05 de Novembro de 2016, 00:22:17 »
Gigaview, minha idéia é que as famílias não tenham contato algum prévio, senão no momento da sessão, comigo e com o médium.

A intenção é que o grupo de céticos acompanhe as famílias o tempo todo, assim como eu vou acompanhar o médium.

Em se pensar em transmissões tem q se pensar em como alguém q pudesse transmitir teria acesso as famílias q somente os céticos saberiam. Sem isso não teria como, mesmo existindo um sistema de transmissão, o médium saber de algo q um comparsa não tivesse acesso. Por isso o trabalho dos céticos é importante.

Vale salientar que o médium não é da cidade, mora em outro estado, então para fraudar nesse quesito implicaria em bons custos, mas como falei, se nada souber das famílias, então não adianta ter acesso a sistemas de comunicação em geral..

Sobre a questão física da presença dos familiares. Bom, aí existem vários detalhes, sendo o principal deles o fato do médium acreditar que tenha o poder relacionado à presenca da pessoa. Seria algo com um ponto desencadeador do fenômeno. Nada impede q estudos futuros se tente isolar as famílias em sala separada.. não propus isso a ele pois ser submetido a teste o deixa mal, afinal.. tem alguém aqui q submetido a teste se sentiria bem? Então esse detalhe dele se sentir confortável é imprescindível... qualquer coisa q o afete nisso invalida todo o experimento.

Outro detalhe nesse tocante é que a crença espirita acredita que o espirito acompanharia a família, sendo assim o espirito estaria lá pq a família também. Alguns testes do passado sustentam isso com boa margem..

Experimentos atuais que isolam muito o médium recaem num problema de hipótese PSI (paranormal) e do fenomeno mediúnico em si, podendo cair no caso da clarividência retrocognitiva, pegando dados não precisos, como os nomes, apelidos etc..

Em resumo, podemos testar sem eles, mas no futuro.. vamos por partes..

Sobre minha pessoa.. Bem.. acho q estou no campo dos espiritas científicos, algo raro no atual momento, mas que vem crescendo cada vez mais.. A nova geração é menos bitolada e quer testar e verificar.. Admito que a grande maioria de espiritas são do tipo religiosos e sem embasamento cientifico algum, algo contrário ao que o espiritismo pregava no inicio.. Hj virou um bando de religiosos que só falam de ciência para justificar o positivo.. os negativos eles escondem por vergonha ou por não querer ver o outro lado..

Para os céticos eu sou visto como espirita, para os espiritas sou visto como um cético rsrsrs

Eu particularmente acredito q existem médiuns verdadeiros, embora exista uma linha tenue entre as reais possibilidades da sobrevivência e da hipótese PSI. O interessante entre os dois fatos é q pressupõem algo que o materialismo cartesiano não atinge mais, frente aos fatos e casos catalogados.

O Vitor tem profundo conhecimento sobre o tema, mas discordo dele sobre o fato de Chico Xavier.. Embora há evidencias dele junto a casos de fraude mediúnica, há outros casos (posso citar vários que tive acesso) que demonstram absolutamente o contrário. Dai vai da análise pessoal de cada pessoa..

Quando debati com o Vitor sempre recaímos em pontos não mais verificáveis e por isso um beco sem saída, então o caminho é pegar médiuns atuais para verificação. Não temos escolha...





Todo o vício surge de uma recusa inconsciente de encararmos nossos próprios sofrimentos.

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #28 Online: 05 de Novembro de 2016, 00:33:02 »
Alquimista... você é um ser engraçado... vou ter q comentar... rs

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK...

Quer ouvir uma coisa realmente engraçada????
É que os espíritas que surgem (encarnam) aqui neste recinto parecem ser os únicos que não sabem utilizar o recurso CITAR do fórum. Isso sim é bastante engraçado!!!
Por que será ''QI'' isso acontece??????  HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA...


Citação de: Sandro
Citação de: Alquimista

Então era um garotinho promissor, um verdadeiro menino prodígio?????  Mas como foi se regredir tanto assim??!!!!  Volte a ser como o ALQUIMISTA, e será mais feliz!!!!!!   :biglol:


Sou bem feliz da forma que sou rs...

Não, meu rapaz... O ALQUIMISTA não questionou a sua felicidade!!!!  ELE afirmou, com toda propriedade, que poderia SER AINDA mais feliz se enxergasse o mundo da forma que o ALQUIMISTA enxerga!!!! 


Citar
abandonei um lado tendencioso ou baseado na fé (parece não ser o seu caso kkk)... hj busco respostas mais precisas.. rs

Mas parece que não tem dado bons resultados!!!!  hahahahahahahahahahahaha...


Citação de: Sandro
Citação de: Alquimista

Mas ainda continuas investindo em IMPRODUTIVIDADE... Duvido muito que algo de valor e elevado saia daqui desse tópico.

O único e simples objetivo de ter criado o tópico foi em função de buscar céticos interessados em formar um grupo para selecionar famílias.. Se achar um único já estará bom... rs..

Ihhhhhh... Aqui cê vai achar váááários!!!!!  Tem bastante ''plantonista'' por aqui!!!!!


Citar
O que não pode ocorrer é eu ter q selecionar as famílias, dai sim poderá dizer q o estudo é tendencioso.. rs

Não pode selecionar, mas impor condições (da forma que fez! E deveras tendenciosa por sinal!) pode, né?!! Tá bom...


Citação de: Sandro
Citação de: Alquimista

Citação de: Sandro
embora admito grande crescimento de minha parte com ajuda de céticos.. bom.. eu disse céticos e não pseudo-céticos..rs..

TRADUZINDO: crentinhos camufladinhos!!!!!!!

Qual a diferença entre um cético que acredita piamente na própria convicção e um religioso que acredita piamente na existência de um Deus e outras coisas do seu meio? Sabemos q nenhuma..

HAHAHAHAHAHAHAHA... BASTANTE!!!!!!!!! Dá na mesma perguntar qual a diferença entre um gênio e um idiota!! Mas já percebemos que o Sandro prefere um discurso falacioso (e... tendencioso) no debate, né?!
A convicção pode ser baseada em VÁÁÁÁÁÁÁÁÁRIAS evidências palpáveis e sólidas... Já a CRENÇA em espíritos, mediunidade, deus e bobagens do tipo carecem TOTALMENTE de quaisquer evidências científicas.


Citar
Se um cético não honrar o atributo que lhe cabe, só pode estar enrustido usando do termo errado para justificar a própria crença, alias, vejo muito isso por ai... dai prefiro chamar de pseudo-cético pois não vejo que o termo representa exatamente o q deveria...

Tem mui experiência nesse assunto, hein?! Foi baseada em e-vidências pessoais????  kkkkkkkkkkkkkkkkkkk...


Citação de: Sandro
Citação de: Alquimista

Entendo que nem sempre seja AGRACIADO com a graça de ter tempo com o ALQUIMISTA, mas aproveite a chance o máximo que puder!!!! Afinal, é apoiado em ombros de gigantes que os pequenos crescem!!!!!

Vaidade é um problema sério, geralmente acompanha os que escondem os piores medos..

E o Kiko tenho a ver com isso???  hahahahahahahahahaha... Procure um analista então!!!!


Citar
Se cria uma imagem e se trabalha em sustenta-la.. mas creio q está sendo produtivo até o momento... me faz rever conceitos e repensa-los.. o q ja é bom...rs

ALQUIMISTA, o ANALISTA??????  kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...


Citação de: Sandro
Citação de: Alquimista

Que pé atrás é esse, Sandro???!!! O ALQUIMISTA não faz juízo algum sobre a sua pessoa, só ao seu método!!!!!!

Mas o q menos você falou foi do método! rss.. Você falou q eu serei tendencioso..

Tendências tendenciosas não podem estar entrelaçadas ao método, já que contaminam as mesmas???


Citar
Dai mostrei que o método me isenta da seleção das famílias e inclusive da interpretação da(s) cartas..  Eu somente saberei quem é o médium, algo q o grupo que ira selecionar não poderá saber para manter o controle..  Não vejo problemas no método para buscar a resposta ao qual ele pretende.. Lembre-se, não estamos buscando explicações no momento.. apenas verificações... Estou aberto a criticas sobre o método..  :P

Mas as condições impostas para escolha das famílias é o que estraga o experimento. Tem bastante viés pra se deixar contaminar, inclusive na interpretação das cartas. Melhor rever totalmente seu método ou jogá-lo fora!


Citação de: Sandro
Citação de: Alquimista

Então o objetivo final é confirmar apenas que o médium tem de fato ''poderes'' mágicos. Tsc, tsc, tsc...

Depende.. se ele gerar cartas como as q gera normalmente vai demonstrar que algum tipo de informação anômala ocorre, algo que vem sendo relatado em inúmeros periódicos peer-review ao longo dos anos..

IFORMAÇÃO ANÔMALA = MÁGICA!!!!!!
Ou você, caso o médium acerte, ''ignora'' o que realmente acontece nos bastidores??? Isso se chama FÉ CEGA!!! 


Citar
Como alquimista você desconhece pesquisas nesse campo? Então seria bom se atualizar... rs

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK...

Na escola que você estuda o ALQUIMISTA já tem diploma há anos!!!!  Tudo o que os médiuns sabem fazer EU já fiz também. Pode colocar qualquer relato de mediunidade aqui que exponho a fraude NA HORA!!!!!!!!!   


Citação de: Sandro
Citação de: Sandro
Citação de: Alquimista

Acho que isso saciaria boa parte do desejo de muitos céticos (verdadeiros)...

Não duvido dessa parte dos céticos de araque crentinhos camufladinhos.

Mas esses são os verdadeiros céticos? Capiche? Afinal o que é um cético para você?

E você??? Você se considera um cético??? CapiTCHE????


Citação de: Sandro
Citação de: Alquimista

O que?????????????????  E que condição é essa imposta para a escolha das famílias????

''e serão convidadas famílias que perderam parentes próximos e necessitem de algum tipo de ajuda ou comunicação com eles''

Acabou de sofrer sua primeira REFUTAÇÃO, Sandro!!!!!!!!


Isso é tendência? Negativo sr alquimista..

Se estudasse o tema iria perceber que não se trata disso, uma vez q tal escolha melhora as chances de se obter o fenômeno.


KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK... Leia aí onde negritei.  Quer dizer que não é nem um pouco tendenciosa essa afirmação CRENTÓIDE aí não, né?! Quer dizer então que ''melhora as chances de se obter o fenômeno''???????  QUAQUAQUAQUAQUAQUA... Sei...


Citar
O que você chama de tendência eu chamo de aumentar probabilidades uma vez que o n é baixo, apenas 10 famílias.. Se pudéssemos você poderia escolher 100 (teria q ter lugar pra isso) e dai você escolhia o q quisesse..

Em termos de método ele não altera em nada a chance do médium fraudar, sendo esse o ponto em investigação aqui..

Tô sabendo!!!!!!!!


Citação de: Sandro
Citação de: Alquimista

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK...

Detectado uso de FALÁCIAS TÍPICAS ESPÍRITAS!!!!! (Eis aí um autêntico ''Spenceriano'')   

Caro neófito, o fato da chuva cair num deserto NÃO O TORNA UM EVENTO SOBRENATURAL!!!!!!!!

Caro mestre dos magos e óh sábio do poder.. Imagine uma criança que cresceu no deserto e quando tem 10 anos de idade e ve uma chuva.. Imagine essa criança isolada do mundo (como as que tive acesso no deserto dos Emirados Árabes), pode ter certeza q ela vai achar q é magica! rsrsrs

Então você acabou de admitir que leva em conta o DEUS DAS LACUNAS... Ou melhor, no ESPÍRITO DAS LACUNAS???????  Tsc, tsc, tsc...  Por aí a gente já vê o quão 'livre de'' tendenciosidade será a sua pesquisa. 


Citar
Mas espero q tenha atingindo o liminar "compreendoológico" do trocadilho.. Aliás os espiritas não consideram tais fenômenos nem como anômalos nem como anormais ou mágicos..

Ahhh, bom. Se não tivesse esclarecido isso o ALQUIMISTA ia achar que você não tinha percebido a enorme GAFE que cometeu ao invocar aquela besteira do deus das lacunas e que agora estaria tentando acobertar sua infeliz colocação com uma bobagem maior ainda de que os espíritas não levam em conta ''fenômenos naturais mágicos'', mas acreditam em eventos sobrenaturais fraudulentos. Beleza!!!


Citação de: Sandro
Citação de: Alquimista

Sem comentários!!!! Está despreparo demais para lidar com bons charlatões.

Opinar vagamente ou sem embasamento lhe deixa vulnerável a qualquer refutação... Onde está a falha no método ao que ele se propõe a responder?

HAHAHAHAHAHAHAHAHA... O cara se acha o novo Dr. Crookes, o inFALÍVEL!!!


Citar
Essa é a questão em que deve se focar, caso contrário fica apenas como uma opinião sua e pelo q pude perceber desconhece sobre método cientifico e está pouco atualizado sobre temas de pesquisas nesse campo.

Isso mesmo!!! Go on, Dr. Crookes!!!


Citação de: Sandro
Citação de: Alquimista

EU sabia!!!!!!!!!  Nem precisa me dizer... Já sei!!!!!!  São os estudos nas mais renomadas universidades europeias que está fazendo a Europa se curvar ante o espiritismo.  Estou certo??????

Como até o momento...  ::) continua errado e desinformado.. Chutando algo e nem se deu o trabalho de ir buscar no Sr Google algo relativo a isso.. rss

As piadas (sem graças) sobre o tema ''ciência espírita'' são sempre as mesmas,  neófito. Só muda o nome dos personagens. Melhor mesmo consultar o Sr. Google se quisermos ouvir uma piada mais inteligente.   hahahahahahahahahahahaha...


Citar
Apenas para lhe ajudar, mas não se acostume, o que existe de fato até hj são pesquisadores do mundo buscando hipóteses explicativas para os fenômenos documentados. De um lado existem alguns que defendem a hipótese PSI e outros que defendem a hipótese da sobrevivência. Os que defendiam a hipótese cartesiana materialista não conseguiram se sustentar frente aos fatos.. acabaram caindo fora ou tomando outras hipóteses como melhor opção.. Mas realmente a questão é complexa e extensa limitando o numero de interessados verdadeiramente em pesquisar e se aprofundar.

Não! Não pretendo me acostumar mesmo com toda essa bobagem. Pode continuar sem mim no caminho da autoilusão se quiser. Obrigado!!!


Citação de: Sandro
Citação de: Alquimista

Já sei!!!!  Por exemplo, as de um tal de Luís de Almeida?????  hahahahahahahahahahahahaha... 

Não me lembro dessa pessoa.. rs.. então não seria ele, obviamente... rs

Obviamente você continua não entendendo nada!!!! Não é um joguinho de adivinhação, neófito. O ALQUIMISTA fez uma alusão a um outro espírita que também vem por aqui sempre repetindo as mesmas abobrinhas que as suas... sempre com o mesmo papo furado de ''ciência espírita'' como se fosse algo sério, e no final ele acaba pagando o maior mico ao citar experiências ''científicas'' pra lá de tendenciosas. Enfim, a ladainha da pseudociência espírita é sempre a mesma.   


Citação de: Sandro
Citação de: Alquimista

Esqueça isso, cara!!! Relaxa!!!! O ALQUIMISTA é somente uma coisa totalmente desprovida de CRENÇA!!!  Você não vai entender o que é isso!!!!
 

 :histeria:

Nossa.. em poucas horas pude perceber sua extrema crença... haja fé.. igualzinho aos evangélicos e espiritas fanáticos rss

Então quer dizer que pra você os papéis do fanático religioso e do cético se inverteram, justamente nessa época em que vivemos uma verdadeira inversão de valores?! Tá bom... Lamentável!!!
Eis aí uma pequena (mas relevante!) amostra da capacidade de discernimento (''nada tendenciosa'') daquele que conduzirá um experimento de cunho ''científico'' que pretende ser... ''nada tendencioso''.  Tsc, tsc, tsc...
« Última modificação: 05 de Novembro de 2016, 00:56:59 por Alquimista »
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline SandroF

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 320
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #29 Online: 05 de Novembro de 2016, 00:53:03 »
Alquimista, confesso q decepcionou geral... não q lhe pareça um problema... mas vou responder o pouco que pode ser aproveitado de todo o "lixo" que escreveu.

Você tentou argumentar mas não explicou onde, o critério da seleção das famílias, colaboraria para a checagem de fraude.. escreveu um monte e não disse nada. :sleepy:

A interpretação das cartas será por parte das familias, logo onde estará algo tendencioso meu?

Sobre a questão de ser ou não cético.. Bom.. como o grupo aqui deve saber mais do q eu, se trata basicamente de questionar tudo, buscando hipóteses e evitando uma verdade nua e crua.. Embora, assim de cabeça, eu sei que há diversos pensadores céticos, mas entendo que, quando ja não se busca investigar ou questionar, apenas se tentar impor uma opinião (baseada no argumento de "QI" ou qualquer outro similar) já passa a ser um pseudo-cético buscando evidencias não falseáveis para a própria crença.. você  :P

Todo o vício surge de uma recusa inconsciente de encararmos nossos próprios sofrimentos.

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #30 Online: 05 de Novembro de 2016, 01:26:14 »
Alquimista, confesso q decepcionou geral...

E vai se decepcionar ainda mais, mas não com o (ESSE SIM... INFALÍVEL) ALQUIMISTA, e sim com a sua tão amada ''ciência espírita'' quando as fichas que estão ''empo(l)eiradas'' aí no tico e teco finalmente caírem. CapiTCHE????


Citar
não q lhe pareça um problema... mas vou responder o pouco que pode ser aproveitado de todo o "lixo" que escreveu.

Quando o ALQUIMISTA escreve sobre o LIXO ESPIRITISTA não espera que saia um soneto shakespeariano que possa servir de deleite para os incautos incultos. CapiTCHE?????


Citar
Você tentou argumentar mas não explicou onde, o critério da seleção das famílias, colaboraria para a checagem de fraude.. escreveu um monte (de coisas inteligentes) e não disse nada (que qualquer ser sensato não soubesse). :sleepy:

Fiz apenas algumas correçõezinhas na sua afirmaçãozinha cheia de equívocos.

''e serão convidadas famílias que perderam parentes próximos e necessitem de algum tipo de ajuda ou comunicação com eles.
Os parentes falecidos devem ter morrido entre o prazo máximo de 2 anos (aumento das chances de comunicação);
''

Isso aí não parece irresponsabilidade demais para você??? Bom, pelo jeito não, né?!!! O que mostra o quão ingênuo e despreparado para fazer metodologia científica você é!!!
 

Citar
A interpretação das cartas será por parte das familias, logo onde estará algo tendencioso meu?

''Seu''???? Sai fora...  kkkkkkkkk... E você acha que famílias sensibilizadas afoitas por contatos do além com seus entes queridos mortos não são as melhores vítimas pra se cair nesse tipo de engodo???? Conta outra, vai... 


Citar
Sobre a questão de ser ou não cético.. Bom.. como o grupo aqui deve saber mais do q eu, se trata basicamente de questionar tudo, buscando hipóteses e evitando uma verdade nua e crua.. Embora, assim de cabeça, eu sei que há diversos pensadores céticos, mas entendo que, quando ja não se busca investigar ou questionar, apenas se tentar impor uma opinião (baseada no argumento de "QI" ou qualquer outro similar) já passa a ser um pseudo-cético buscando evidencias não falseáveis para a própria crença.. você  :P

Então sua capacidade de julgamento é ''QI'' é mesmo problemática!!! Como EU havia suspeitado.
Pra sua apreciaçãozinha, o ALQUIMISTA pesquisa paranormalidade e espiritismo sim. O problema é que os espíritas, desde a pegadinha de primeiro de abril das irmãs Fox, nunca conseguiram sequer provar a mediunidade. Pelo contrário... Sempre que se pesquisa a fundo, toda sorte de fraude vem à tona.
Você que é um ''estudante'' fanático cheio de fé nas pesquisas espíritas. Aponte um caso de mediunidade para mim que não tenha sido fraude ou que EU não possa expor como tal. Então não se trata aqui de pseudoceticismo ou excesso de credulidade. Estamos falando de criminosos, charlatanismo e estelionatários (por isso esse JOIO cresceu tão bem no Brasil), e você se autoilude tentando arrumar um monte de estorinhas fajutas pra validar essa laia!!!!  Tsc, tsc, tsc...     
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #31 Online: 05 de Novembro de 2016, 01:39:35 »
Com tudo o que sabemos hoje somente um crentinho camufladinho ainda se preocuparia com essas bobaginhas de séc. XIX a ponto de querer levar médiuns que ''psicografam mortos-vivos'' para o laboratório!!!!!  hahahahahahahahahahaha...
Por que??? Por que tais abominações contrariam as leis da ciência.
E meu interesse nesse tipo de assunto é puramente cultural (sou (((também))) pesquisador de mágica e ilusionismo. Quem melhor do que os médiuns para nos ensinar técnicas criativas de enganação e mentalismo?!)   
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #32 Online: 05 de Novembro de 2016, 02:16:30 »
Literário.. as leituras frias e "go fish", historicamente, não pegam nomes e detalhes como o exemplificado.. O caso do "go fish" o médium ia ter que ficar fazendo perguntas para enrolar as famílias... o q não é o caso... Ele vai la, senta e psicografa, no máximo perguntou: "A vó Vera está aqui? Tem um menino chamado Matheus que disse que vai escrever algo"..

O ponto que eu quero chegar e é interessante que todos se perguntem é: É possível um médium adquirir informações dessa precisão sem nada saber sobre as famílias? (ou pelo menos saber o nome)..

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK... Olha só como é despreparado o garoto para lidar com golpes!!!!!

Use a criatividade, Sandro!!!!! Use a criatividade!!!!! hahahahahahahahahaha... Ora, se não fosse possível, sequer existiria uma profissão chamada detetive particular!!!!!!!
E você ignora que atrás de todo grande médium tem sempre uma GRANDE EQUIPE!!!!!  hahahahahaha... Equipe essa que com tempo e dedicação pode descobrir facilmente o nome de todos os familiares que participarão do seu experimento fajuto.
Outro erro seu: excesso de confiança nos sujeitos do experimento. Quem garante que algum ali não seja espírita e arrume um jeito de passar informações para o médium antes da sua ''sessão'' (pseudo)científica???  hahahahahahahaha...  Ou que alguém ali não faça o mesmo simplesmente pra fazer média? Enfim...  Há mil e uma maneiras de te mostrar que tudo isso tá fadado ao fracasso. Por falar nisso, o médium só fracassa se quiser nessa bobagem aí. O que de nada adiantará também, pois todos os espíritas alegarão que o médium era farsante demais, que não foi válido o experimento por causa disso. Que se fosse com o médium X ou Y teria dado certo. Sempre existe uma desculpinha. Por isso esses tipos de testes nunca dão em nada!!!!     

Mas... com a leitura fria é possível obter nomes de pessoas desconhecidas???? MAS É CLARO!!!! EU mesmo já fiz isso. Uma vez minha mulher chegou dizendo que a irmã dela havia acabado de conhecer um rapaz. Então, sem que ela dissesse mais nada e sem dispor de mais nenhum dado EU afirmei: ''ele se chama Leonardo?''  Minha mulher ficou embasbacada com os olhos esbugalhados. Por que? Porque o nome do rapaz realmente era Leonardo. Como fiz isso???? Ahhhhhhh, um bom mágico nunca revela seus segredos!!!!!!

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK...
« Última modificação: 05 de Novembro de 2016, 02:30:55 por Alquimista »
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline SandroF

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 320
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #33 Online: 05 de Novembro de 2016, 02:43:25 »
E você ignora que atrás de todo grande médium tem sempre uma GRANDE EQUIPE!!!!!  hahahahahaha... Equipe essa que com tempo e dedicação pode descobrir facilmente o nome de todos os familiares que participarão do seu experimento fajuto.


Caro alquimista, acabou nossa conversa aqui... você deve ter algum retardo ou problema sério... Está se focando na minha pessoa, agredindo e me tirando já.. Não sei como funciona a moderação nesse fórum mas nos que ja participei, por bem menos, você seria excluido. Não contribui em nada e denigre a imagem do pessoal cético..
Todo o vício surge de uma recusa inconsciente de encararmos nossos próprios sofrimentos.

Offline Gigaview

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.850
  • Love it or Hate it
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #34 Online: 05 de Novembro de 2016, 03:37:43 »
Em relação à interpretação, como você exclui o Efeito Forer?

Você não acha que a validação deveria ocorrer apenas considerando as informações específicas?

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #35 Online: 05 de Novembro de 2016, 03:39:27 »
E você ignora que atrás de todo grande médium tem sempre uma GRANDE EQUIPE!!!!!  hahahahahaha... Equipe essa que com tempo e dedicação pode descobrir facilmente o nome de todos os familiares que participarão do seu experimento fajuto.


Caro alquimista, acabou nossa conversa aqui... você deve ter algum retardo ou problema sério... Está se focando na minha pessoa, agredindo e me tirando já.. Não sei como funciona a moderação nesse fórum mas nos que ja participei, por bem menos, você seria excluido. Não contribui em nada e denigre a imagem do pessoal cético..

AD HOMINEM??????

Você será denunciado por desrespeito!!!!  Só porque acabou teus argumentos e te mostrei um jeito inquestionável de fraudar o experimento, você decidiu baixar o nível e partir para o ataque pessoal me categorizando de retardado!!!!

E hora nenhum agredi a sua pessoa!!! Minhas críticas foram em relação ao seu experimento e aos seus argumentos, o que é permitido neste fórum.
« Última modificação: 05 de Novembro de 2016, 03:43:43 por Alquimista »
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline SandroF

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 320
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #36 Online: 05 de Novembro de 2016, 03:55:35 »
Em relação à interpretação, como você exclui o Efeito Forer?

Você não acha que a validação deveria ocorrer apenas considerando as informações específicas?

Olá Gigaview, acho q deve haver um relatório de dados como você sugere, cabendo as céticos o fazerem, no entanto não devemos abandonar uma análise da família em questão pois pode haver dados particulares como exemplifiquei que podem ser colaborativos ou evidenciarem fraude.

Um exemplo para essa questão, inverso ao q dei anteriormente, é o fato de uma mãe, ao receber a psicografia de um medium investigado por nós como fraudulento, não percebe o dado errado no momento da carta, no entanto em casa ela verificou que era um dado informado apenas na internet (apelido falso) e não usual por eles ou amigos...

No mais concordo planamente com você para se fazer  tal questionário, alias já é de padrão internacional tal uso, anotando-se tipo de morte, nomes de parentes e amigos próximos, característica da morte etc... No entanto vale lembrar que isso deve ficar exclusivamente com o grupo de céticos para manter o duplo-cego.
Todo o vício surge de uma recusa inconsciente de encararmos nossos próprios sofrimentos.

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #37 Online: 05 de Novembro de 2016, 03:57:18 »
Se você não tem maturidade para encarar um debate acirrado ou tem pouco preparo psicológico para aceitar questionamentos, o que veio fazer num fórum cético???
Melhor seria levar seu experimento fraquinho para um fórum religioso de espiritismo, pois lá as chances de alguém te questionar (ou refutar!) serão mínimas.   
E se não sabe se controlar emocionalmente, como pretende então conduzir uma pesquisa científica sem tendencionismos????
« Última modificação: 05 de Novembro de 2016, 04:13:27 por Alquimista »
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.701
  • Sexo: Masculino
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #38 Online: 05 de Novembro de 2016, 09:04:25 »
O tom da conversa tem ficado cada vez mais agressivo e provocativo, em especial pelo Alquimista, a ponto do forista recém chegado ter se queixado publicamente e ao ponto de perder parte da compostura, cometendo uma falácia do tipo ad hominem.

Então aviso aos dois, e aos demais foristas, que mantenham a discussão no campo da civilidade, se abstendo de emitir juízo sobre outros foristas. Se o participante acha que não vai conseguir, simplesmente não entre na discussão, porque do contrário será punido com cartão amarelo.

Fica o aviso formal da Moderação.
Foto USGS

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.701
  • Sexo: Masculino
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #39 Online: 05 de Novembro de 2016, 09:08:07 »
Olá Gigaview, acho q deve...

Caro forista Sandro Fontana

Eu peço que evite usar a linguagem de 'internetês', como a expressada pela grafia do pronome "que" na forma 'q', porque ela é proibida, conforme o item VIII do artigo 24.

Obrigado.
Foto USGS

Offline SandroF

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 320
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #40 Online: 05 de Novembro de 2016, 13:18:36 »
Olá Geotecton, obrigado pelo retorno e vou consertar e atentar aqui a alguns grafismos que muitas vezes passam desapercebido pela pressa.

Sobre a questão da problemática com o Alquimista, creio que já tenha se resolvido uma vez que não irei mais me dirigir a ele por ter percebido o tom e caminho ao qual ele pretendia levar a conversa. No mais peço a gentileza de que ele não poste mais algo provocador, ou algo similar.

Obrigado.
Todo o vício surge de uma recusa inconsciente de encararmos nossos próprios sofrimentos.

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #41 Online: 05 de Novembro de 2016, 14:26:51 »
Boa ideia, Pedro!!! Pra que perder tempo em fazer o médium descobrir nome de familiares, endereço, CPF, etc...? Isso vários MENTALISTAS já fazem!!!!!!!
Mas o Sandro bem que poderia adotar o seu método.  EU sou doidinho para saber quem foi Jack, o Estripador!!!!!!  As (pelo menos) cinco prostitutas de Whitechapel bem que poderiam nos dar uma descrição inquestionável sobre a identidade do assassino lá do ''outro lado'', não é mesmo??!!!!!
:crianca: :triciclo: :bola: :baby: :baby:
« Última modificação: 05 de Novembro de 2016, 14:31:32 por Criaturo »
existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline Criaturo

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.292
  • Sexo: Masculino
  • "sinto logo existo"
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #42 Online: 05 de Novembro de 2016, 14:42:29 »
Alquimista... você é um ser engraçado... vou ter q comentar... rs

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK...

Quer ouvir uma coisa realmente engraçada????
É que os espíritas que surgem (encarnam) aqui neste recinto parecem ser os únicos que não sabem utilizar o recurso CITAR do fórum. Isso sim é bastante engraçado!!!
Por que será ''QI'' isso acontece??????  HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA...

agora ja ta começando a ficar sem  graça! que falta de cordialidade!
o importante são os argumentos que para  bom entendedores ,, são textos completos !



Citar
Não, meu rapaz... O ALQUIMISTA não questionou a sua felicidade!!!!  ELE afirmou, com toda propriedade, que poderia SER AINDA mais feliz se enxergasse o mundo da forma que o ALQUIMISTA enxerga!!!! 

hááá! agora sim voltou a ser engraçado! :biglol:


existência é igual a  ciência, sem nenhuma ciência sem existência.

Amo sofia mas, ela parece fugir de mim, de tão longe faz o meu amor platônico.

Offline SandroF

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 320
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #43 Online: 05 de Novembro de 2016, 14:47:05 »
Criaturo, se você puder citar um médium ou "mentalista" que conseguiu fornecer dados como CPF ou RG e foi testado sob controle, cita aí...rs

Os que conheço são todos fraudulentos..

Todo o vício surge de uma recusa inconsciente de encararmos nossos próprios sofrimentos.

Offline Pedro Reis

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.909
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #44 Online: 05 de Novembro de 2016, 15:12:21 »
Meu caro Sandro,

De antemão já peço desculpas pelas considerações um tanto antipáticas que pretendo fazer, mas a minha intenção é me colocar meio que na posição de "advogado do diabo", tentando interpretar este projeto do ponto de vista daqueles que tendem ( e tenderiam ) a enxergar o Espiritismo com muita desconfiança. Que avaliam com muito descrédito e suspeição as instituições que promovem esse tipo de doutrina.

Passando ao largo da eterna discussão sobre se religião vem a ser algo mais benéfico ou mais maléfico, é fato que, religião, sendo boa ou ruim, pode ser um grande negócio. Na História e nos dias de hoje se multiplicam os exemplos de pessoas e instituições que prosperaram enormemente gerindo os mais diversos tipos de sistemas religiosos.

De forma que, além de motivações ideológicas e psicológicas ( conscientes e inconscientes ), que alguns possam ter para corroborar tendenciosamente determinados sistemas de crenças que lhes são caros, podem também até existir outras motivações mais mundanas. Interesses de natureza material, interesses de ordem econômica mesmo. Justamente estes que costumam ser mais motivadores da engenhosidade humana que as preocupações metafísicas.

Portanto, uma pesquisa patrocinada por espíritas para estudar o Espiritismo, para muitas pessoas pouco inclinadas a confiar na boa fé dos seus semelhantes, seria visto mais ou menos da mesma forma que uma tese patrocinada pela Igreja Universal comprovando a Teologia da Prosperidade.

Me parece que tanto você quanto o Gigaview estão tentando conceber uma metodologia muito focada na preocupação de evitar qualquer possibilidade de fraude por parte dos pesquisados, assim como erros de interpretação dos dados produzidos. Claro que é importante, mas suponhamos que, desde o início, o grupo formado para realizar a pesquisa tivesse intenções desonestas... Do ponto de  vista de quem considere esse tipo de desconfiança uma possibilidade, não é difícil imaginar formas pelas quais, apenas restritos pelas salvaguardas adotadas, os próprios supervisores do projeto poderiam fornecer informações para um suposto médium com o qual estivessem previamente mancomunados.

Como exemplo, me parece que pouca garantia resulta de haver um site que SUPOSTAMENTE faça uma seleção aleatória de famílias, se a intenção deliberada ( desde o início ) de quem desenvolver o site for produzir uma fraude.

Eu faria de um modo um pouco diferente. Embora não saiba se, dentro do escopo das possibilidades dos fenômenos mediúnicos, a minha ideia é prática.

Haveria um site cuja finalidade seria tanto de divulgar o projeto como ser uma interface para o acompanhamento público do projeto. Seria interessante que o projeto fosse divulgado e acompanhado pelo maior número de pessoas. Que fosse divulgado não só em organizações espíritas, mas principalmente em universidades e para o público não espírita em geral. Neste site, além de detalhar a metodologia do projeto, existiria também uma ferramenta que permitisse postar críticas e os usuários seriam estimulados a sugerir maneiras pelas quais a metodologia adotada poderia ser fraudada.

No site haveria um arquivo contendo uma lista ordenada com os nomes de todos os registros de óbito no Brasil nos últimos 3 anos. Um arquivo com esta lista ordenada estaria disponibilizado para download, para garantir que qualquer um possa se certificar que a lista não foi alterada posteriormente.

Creio que essa lista poderia ser facilmente obtida por meios eletrônicos, já que todos os cartórios hoje reportam suas certidões a um banco de dados.

Uma função hash possibilitaria receber um número como entrada e retornar um nome da lista, com igual probabilidade para qualquer nome. Esta função também seria descrita e disponibilizada no site.

Antes de prosseguir esclareço que a minha intenção é:

- Garantir que ninguém, nem o pesquisado, nem os integrantes do grupo de pesquisadores, nem ninguém de fora ou dentro do projeto, possa ter qualquer controle sobre a seleção dos dados.

- Utilizar uma lista muito extensa, como essa, tem por objetivo prevenir que sejam levantadas previamente informações sobre todos os nomes constantes na lista que poderiam ser maliciosamente fornecidas ao médium, ou investigadas pelo próprio por iniciativa própria.

Todas as quartas e sábados, às 19 horas, a loteria federal sorteia 5 números. Seria possível fornecer os 3 primeiros números como entrada para a função hash que retornaria 3 nomes constantes na lista. Qualquer pessoa que tivesse previamente baixado o arquivo poderia conferir se de fato, com os mesmos 3 números sorteados, ela obtém em sua própria lista os mesmos 3 nomes.

É fundamental que os nomes sejam fornecidos ao alegado médium IMEDIATAMENTE após o sorteio, o que poderia acontecer ou em um sábado ou em uma quarta-feira. Para que não haja tempo hábil para que se obtenham informações sobre os nomes selecionados. Evidentemente, antes mesmo do sorteio da loteria, o médium já se encontraria em isolamento, tendo-se tomado as devidas providências para se evitar comunicações eletrônicas.

O isolamento do médium seria monitorado por uma câmera, cujas imagens seriam transmitidas em um streamer que poderia ser visualizado em tempo real no próprio site do projeto. Além disso o experimento ocorreria em local público, como uma universidade por exemplo, onde seria permitido o livre acesso de qualquer um que desejar estar presente. Até imprensa, se for possível suscitar esse nível de interesse pelo projeto.

O pesquisado será solicitado a responder questões específicas ( das quais ele não teria prévio conhecimento ) a respeito dos nomes que lhes foram fornecidos. Estas perguntas precisam ser de natureza estritamente objetiva, mas deve-se evitar que sejam dados que facilitem a pesquisa eletrônica, como data de óbito, causa mortis, etc... O objetivo é garantir que ninguém ligado ao próprio grupo de pesquisa violou previamente o ambiente e instalou meios para se comunicar com o pesquisado e lhe fornecer dados que poderiam ser levantados "on-line" após a obtenção dos nomes selecionados.

Também para diminuir a chance que esse tipo de pesquisa e comunicação ocorra, deve-se limitar o tempo estipulado para o pesquisado responder às questões solicitadas.

Por fim pode-se permitir ou não que o médium também produza material psicografado, mas eu acredito ser de maior relevância que o médium demonstre ser capaz de obter informações precisas, específicas, objetivas e não sujeitas a nenhum tipo de interpretação ou ambiguidade.

Basicamente isto seria um primeiro esboço da ideia...

Ah, sim... o médium escreveria as respostas em um quadro branco no próprio local de isolamento, o que deverá poder ser nitidamente visualizado pela câmera, cujas imagens são transmitidas no site do projeto em um streamer de vídeo. Mas as pessoas presentes poderão ter ampla visão direta do local de isolamento, sem o auxílio das imagens de vídeo. Porém o médium não poderá enxergar o ambiente fora do isolamento. Há formas simples e baratas de providenciar isto.

Offline Pedro Reis

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.909
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #45 Online: 05 de Novembro de 2016, 15:13:52 »
Alquimista... você é um ser engraçado... vou ter q comentar... rs

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK...

Quer ouvir uma coisa realmente engraçada????
É que os espíritas que surgem (encarnam) aqui neste recinto parecem ser os únicos que não sabem utilizar o recurso CITAR do fórum. Isso sim é bastante engraçado!!!
Por que será ''QI'' isso acontece??????  HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA...

agora ja ta começando a ficar sem  graça! que falta de cordialidade!
o importante são os argumentos que para  bom entendedores ,, são textos completos !



Citar
Não, meu rapaz... O ALQUIMISTA não questionou a sua felicidade!!!!  ELE afirmou, com toda propriedade, que poderia SER AINDA mais feliz se enxergasse o mundo da forma que o ALQUIMISTA enxerga!!!! 

hááá! agora sim voltou a ser engraçado! :biglol:




Criatis, até que você foi espirituoso ( sem intenção de trocadilho... ) nesse post. Eu ri aqui.

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #46 Online: 05 de Novembro de 2016, 15:52:06 »
Pedro, legal você estar arquitetando soluções bem diferentes (e inteligentes) das que os crentes até agora estão propondo, pena que não serão aceitas. Lembre-se, o experimento deve ser tendencioso, com o máximo de facilidade possível para que o médium possa obter suas informações do ''além''. Ademais, tudo o que você sugeriu EU já tinha dito para os crentes, e veja como me responderam...
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #47 Online: 05 de Novembro de 2016, 16:19:10 »
Alquimista... você é um ser engraçado... vou ter q comentar... rs

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK...

Quer ouvir uma coisa realmente engraçada????
É que os espíritas que surgem (encarnam) aqui neste recinto parecem ser os únicos que não sabem utilizar o recurso CITAR do fórum. Isso sim é bastante engraçado!!!
Por que será ''QI'' isso acontece??????  HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA...

agora ja ta começando a ficar sem  graça! que falta de cordialidade!
o importante são os argumentos que para  bom entendedores ,, são textos completos !



Citar
Não, meu rapaz... O ALQUIMISTA não questionou a sua felicidade!!!!  ELE afirmou, com toda propriedade, que poderia SER AINDA mais feliz se enxergasse o mundo da forma que o ALQUIMISTA enxerga!!!! 

hááá! agora sim voltou a ser engraçado! :biglol:




Eppur si muove...
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

Offline SandroF

  • Nível 14
  • *
  • Mensagens: 320
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #48 Online: 05 de Novembro de 2016, 16:45:29 »
Olá Pedro,

li com boa atenção sua proposta de método e com certeza a acho muito segura. Não vejo problemas em realiza-la, tvz alterando alguns detalhes para tentar permanecer nos limites do que se saber atualmente dentro do conhecimento espírita.

Com certeza sempre que pudermos garantir o máximo de imparcialidade, isso (metodologicamente) garante mais confiabilidade.

Pensando na confiabilidade numa pesquisa desse porte é que vim recorrer aqui a possíveis céticos interessados em auditar e selecionar as famílias. A hipótese indiscutível de fraude, na minha opinião, nunca poderá ser eliminada totalmente mas se já for colocada dentro de limites confiáveis, daí um bom apreço e segurança nos resultados.

Se eu mesmo selecionasse as famílias e o resultado fosse positivo, então fatalmente eu seria acusado de ter fraudado ou (como ja fui aqui) de ser tendencioso e parcial.

Se eu não selecionar as famílias, creio que deve concordar comigo, que as chances de vazamento de informação serão mínimas, ainda mais por se tratar de um grupo de crença oposta (ou opinião - como preferir).

Estou analisando riscos aqui somente...

A outra hipótese de vazamento seria o fato de algumas das famílias me procurar ou procurar o médium para fornecer, sorrateiramente, alguma informação, algo pouco provável mas não indispensável ou "cogitável". Por esse motivo não concordo em publicar algo na internet ou fazer aberto, ao menos no escopo que o Gigaview propôs, nesse caso seu método seria mais infalível, digamos assim. Sendo assim a identidade do médium caberia apenas a minha pessoa, logo caberia a vocês protegerem minha identidade para que as famílias jamais pudessem imaginar que eu estaria sendo um dos autores do projeto.

Nesse contexto, qual risco você avalia que se teria relativo a algum vazamento? É isso que temos que pensar no momento.

Como eu disse, eu concordo em 99% da sua sugestão, mas essa sessão está marcada para o meio de dezembro, portanto não há tempo hábil para elaborarmos algo muito mais complexo do que isso.

Outro ponto a considerar é a confiança do médium. Infelizmente os pseudo-céticos do inicio do século fizeram um grande desfavor com a ridicularização e "zuação" dos médiuns, fato esse que criou uma barreira cultural, explicando assim o motivo de não haverem tantos médiuns dispostos hoje a participar de sessões experimentais. Assim como muitos céticos veem médiuns como seres ridículos ou fantasiosos, eles veem os céticos como radicais e malandros, pessoas de má fé que tentam distorcer as coisas.

Cada um do seu lado com suas características, no entanto é um fato que não podemos ignorar, por esse motivo não foi fácil convencer um médium a deixar de atender famílias dentro da doutrina dele e ter de vir demonstrar que o que ele faz é verdade. No mínimo devemos muito respeito a pessoa dele por tal condição.

Compreendo que a visão cética não considera essas características como verdadeiras, mas quando vim aqui deixei minha parcialidade de lado e me dispus a ver o pensamento cético para melhor compreender o que deve ser estudado. Sempre podemos aprender algo a mais e perceber brechas na metodologia.

Dentro do método cientifico podemos (e na minha opinião devemos) trabalhar com a falseabilidade, sendo assim, se houver algum cético que consiga demonstrar que pode fazer o que o médium faz, então ele pode trabalhar nisso, nas mesmas condições. Randi fez isso em alguns casos que ele conseguiu desmascarar, embora em outros eu vi ele se dar mal, mas tudo bem...

Dentro de meios de debate muitos céticos ou falsos-céticos tem fama de mente muito criativa, ou seja, algo similar aos seguidores da teoria da conspiração. Em outras palavras, essa criatividade é algo teórico não verificável e nem reprodutível, isto é, seria como algum cético aqui alegasse que é possível o médium ter um sistema de pulso de código morse que estaria no anus e que um agente externo estaria lhe fornecendo as informações das pessoas que ele ia pegando na internet. Mesmo que isso fosse teoricamente possível, necessitaria ter um equipamento assim e demonstrar seu funcionamento. Além disso teria que submeter tal equipamento no método empregado.

No caso exemplificado, não vejo como (senão por fraude de algum cético) que isso pudesse ocorrer, até porque, mesmo existindo um terceiro agente do médium, o sistema teria de funcionar.

Claro no entanto que o seu método proposto é mais arrojado e seguro, mas dai teríamos o problema inicial da presença da família.. Por isso esse teste piloto precisa ser realizado e o médium deve se sentir mais seguro e confiante no meio dos pesquisadores.

Uma problemática no método proposto por você, no presente momento, é o fato da necessidade inicial de algum vinculo familiar ou necessidade aparente por uma comunicação. Como eu disse antes, não quer dizer que não ocorra mas as chances diminuem muito e para isso teríamos que ter um n bem maior. Mas creio que isso possa ser tentado num futuro...

Não sei exatamente o que pensa mas onde estaria a falha (analisando riscos) do atual método proposto falhar?


Todo o vício surge de uma recusa inconsciente de encararmos nossos próprios sofrimentos.

Offline Alquimista

  • Nível 30
  • *
  • Mensagens: 1.724
Re:Pesquisa com médium
« Resposta #49 Online: 05 de Novembro de 2016, 20:25:05 »
Esqueçam essa bobagem de Leitura Fria e Efeito Forer. O ALQUIMISTA vai dar uma colher de chá e agora irá expor para os crentes aqui um truquinho bem mais ÓBVIO usado até hoje pelos médiuns chalatões.


Agora sobre a referida pesquisa do tópico. O médium participante fornece informações precisas de nomes e dados, vou colocar aqui uma das cartas a qual presenciei e a família tinha decidido ir ao evento junto com uma tia. O caso presenciado foi escolhido pois as chances que médium teria seriam mínimas, uma vez que a família não tinha divulgado sua ida ao evento. Detalhe: foram cerca de 800 pessoas ao evento ocorrido em abril em Porto Alegre:

A carta dará uma idéia da capacidade a ser investigada.


Papai teu guri aqui também joga a bola.
Papai Tiago, mamãe Letícia, que Papai do Céu, Nosso Senhor Deus nos dê a força necessária para que vocês possam ter forças e serem fortes também.
Mamãe as manchinhas do meu corpo sumiram. A meningite foi apenas uma desculpa que precisava para me levar embora da Terra. Não culpe a doutora, era minha hora.
Mamãe, fiquei muito feliz em saber da tatuagem que vocês fizeram para mim.
Vó Rosa, minha vovó Vera, minha vovó, que alegria em te ver neste momento. Não caiam em tristezas, não caiam em lágrimas, eu to vivo, brincando muito…
Papai, to fazendo aqui as nossas brincadeiras, a mamãe precisa e necessita da sua força..
Papai tenha mais paciência, nada vai ser como antes.
Mamãe não fala que quer ir embora também comigo.
Lucas e Taci um beijo a vocês, eu te amo!
Vovó Vera eu te amo muito!
Papai e mamãe, vocês sempre serão para mim os meus melhores anjos, não sinto mais nada… sinto só a tristeza que nos invade.
Eu te amo papai, volte a vida mamãe…

do teu menino Matheus MXXXXXXX



Sobre o caso:

O menino Matheus faleceu aos 8 anos de idade devido a uma meningite. O garoto acordou de manha com febre, foi levado até um serviço médico mas a médica não o examinou, apenas prescreveu panos na cabeça e receitou um antitérmico.
A tarde o quadro do menino piorou. No fim do dia começaram a surgir manchas no corpo dele, levaram novamente mas as 22horas do mesmo dia ele faleceu.

Todo os nomes citados na carta conferem perfeitamente, inclusive o apelido da irmã (Taci) que era como ele a chamava.

Essa carta veio a surgir cerca de 8 meses após sua morte, onde a mãe ja tinha tentado suicídio duas vezes.

Em entrevista com a família a carta gerou uma mudança radical na vida deles. A mãe alega não ter dito nem programado a ida a sessão e por isso acredita no teor da mesma. Isso mudou a vida dela, sendo o próprio relato, abandonando a idéia do suicídio e culpabilidade da médica envolvida no caso. Eu cheguei e era uma médica mesmo e não um médico.

Então ''as chances que médium teria seriam mínimas, uma vez que a família não tinha divulgado sua ida ao evento''?????

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK... Isso é irrelevante!!!!!
Mas onde então podemos encontrar a PISTA ESCANCARADA que resolve o caso em questão??????  Ahhhhh, vejam isso:

Citar
Essa carta veio a surgir cerca de 8 meses após sua morte, onde a mãe ja tinha tentado suicídio duas vezes.
Citar
onde a mãe ja tinha tentado suicídio duas vezes.

ISSO MESMO!!!!!!!!!! 
Que familiar gostaria de ver uma mãe que tinha acabado de perder um filho sofrer desse modo, agonizando e não aceitando em hipótese alguma o óbito do filho, chegando inclusive ao ponto de... tentar se matar duas vezes????!!!!!!!!!! 
Não!!!!! Nenhum familiar aguentaria ver isso. Essa é a natureza humana, e ela nunca falha!!!
É incomensuravelmente evidente (e colossalmente mais simples) raciocinar que um parente (pode ser um tio(a), irmão(ã), primo(a), marido... ou mais de um em conluio), possivelmente a tal tia que acompanhou, para por um fim no sofrimento (onde todos ganham com isso!), enviou a carta para o médium com TODAS AS INFORMAÇÕES JÁ MASTIGADAS, incluindo o apelido da irmã, causa mortis e até o sexo da médica (que o outro inclusive chegou a visitar o hospital para conferir...  hahahahahahahahahaha), tudo para ficar CONVINCENTE!!!!  E todas essas informações citadas na carta, é claro, eram de conhecimento dos familiares. Isso é inquestionável!!!
Esse tipo de TRUQUE é conhecido no meio como CARTAS MARCADAS, muito comum nas ''psicografias'' até hoje.

CONCLUSÃO:
Citar
''Em entrevista com a família a carta gerou uma mudança radical na vida deles.''
Exatamente!!! Esse era o objetivo da CARTA MARCADA!!!

Citar
A mãe alega não ter dito nem programado a ida a sessão e por isso acredita no teor da mesma.
Perfeito!!! Taí uma fortíssima evidência, pois a mão não pretendia ir. Com certeza foi por... INDICAÇÃO, não é mesmo?! 

Citar
Isso mudou a vida dela, sendo o próprio relato, abandonando a idéia do suicídio e culpabilidade da médica envolvida no caso.''
E a promotoria encerra o caso!!!!


Citar
O  "aumento das chances de comunicação" vem da crença espirita que os mentores espirituais priorizam ou ajudam os casos mais graves, permitindo um intermédio na comunicação. Um exemplo disso foi o caso que citei, onde a mãe (sem q eu soubesse) ja tinha tentado suicídio. Não sabemos o motivo exato, mas a historia e experiência do nosso dia-a-dia demonstra que casos mais traumáticos tem mais chances de "ser permitido" algum tipo de comunicação.

BULLSHIT no último grau!!!!  Os médiuns trabalham com CARTAS MARCADAS. Daí os INGÊNUOS concluírem que os ''espíritos'' priorizam os CASOS MAIS GRAVES.  Sacou a lógica incontestável aí????!!!!!!


Citar
Como você viu, não tem como um médium obter por leitura fria o tipo de carta citado. Qual a explicação? Não buscamos isso ainda, mas buscamos a certeza de que não há meios normais de obtenção de tal informação.

É INGENUIDADE demais.  Por isso esse experimento fajuto não vai dar em nada. Vocês ignoram que, além dos médiuns, conhecidos e familiares (geralmente aquele que acompanha) deveriam também ser investigados!!!!!!!!!!! 


Citar
Na referida sessão com o menino Matheus, as famílias colocavam o nome do falecido e quem pedia a carta.. No caso a mãe. Surgiu o nome do pai, avó, irmão e irmã.

Tudo MASTIGADO e enviado por algum(ns) familiar(es) que pretendia(m) por um fim logo no sofrimento da mãe do Matheus!!!!  C.Q.D. 


Citar
Um detalhe importante: Os bilhetes somente foram entregues a ele na hora da sessão, mas antes mesmo ele ja tinha perguntando quem seria "vó Vera", dai em seguida falou que o Matheus estava lá.. deu as características dele etc.. Fez isso em outros momentos com outras pessoas e eu não me afastei dele em nenhum momento.

...mas antes mesmo ele ja tinha perguntando quem seria "vó Vera",
HAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHA... Acabou de entregar o jogo!!!  Mais um caso fajuto resolvido!!!!


Citar
Mas como eu falei, para termos a certeza, precisamos de um teste controlado..

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK...
Quer um conselho??? Esqueça essa bobagem de duplo-cego(em sentido literal).
Tenho uma proposta bem melhor para você!!!!  Por que não contratada o ALQUIMISTA??? ELE desmascara facilmente qualquer caso de psicografia que apresentar, poupando assim seu tempo e trabalho.
« Última modificação: 05 de Novembro de 2016, 21:08:38 por Alquimista »
"O Alquimista é o supremo alquimista alfa e o ômega das transmutações aurintelectofilosofais."

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!