Autor Tópico: Dr. Lair Ribeiro: desmistificador, leviano ou charlatão?  (Lida 34478 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Cinzu

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 127
Re:Dr. Lair Ribeiro: desmistificador, leviano ou charlatão?
« Resposta #25 Online: 24 de Dezembro de 2016, 02:11:03 »
Tenho a mesma impressão que a sua. Ultimamente tenho ouvido muito falar do Dr. Lair Ribeiro. Alguns conhecidos de repente apareceram espalhando ideias que contradizem as indicações médicas que eu conhecia. Ouvi coisas como "leite faz mal à saúde"; "protetor solar causa câncer"; "o milagre da água hexagonal"; etc. Quando questionei-os sobre onde adquiriram tais informações, a fonte era: Dr. Lair Ribeiro.

Como sou leigo no assunto, decidi pesquisar um pouco, e realmente, a maioria das recomendações desse Lair Ribeiro contradizem totalmente o consenso científico atual. O incrível é que ele usa uma boa retórica, capaz de enganar sem muitas dificuldades alguém que não possua conhecimento.

Neste link <http://drizin.io/Sobre-Charlatanices-Falacias-Refrigerantes-Acidos-e-Agua-Hexagonal/>, um químico desmistifica algumas baboseiras ditas em um de seus vídeos.

<a href="https://www.youtube.com/v/DalbVdcVAK0" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/DalbVdcVAK0</a>

O que talvez mais tenha me surpreendido é seu currículo <http://lattes.cnpq.br/1518214243164363>. Ele possui alta formação acadêmica, vasta experiência em instituições de pesquisa, além de diversas publicações científicas. Isso provavelmente indica que ele deve possuir bastante conhecimento em medicina, mas usa isso para o marketing e a autopromoção.

Seja como for, o único médico de redes sociais que confio é o Dr. Drauzio Varella. Este sim é comprometido com a boa ciência!
O verdadeiro inferno está em nossas mentes. Cabe a nós libertá-lo ou não.

Offline MarceliNNNN

  • Nível 16
  • *
  • Mensagens: 427
Re:Dr. Lair Ribeiro: desmistificador, leviano ou charlatão?
« Resposta #26 Online: 25 de Dezembro de 2016, 12:11:27 »
E pesquisar dentro da medicina mainstream não é, exatamente, o melhor caminho. Você precisa pesquisar por evidências científicas, independente da fonte.

Na verdade dentro do mainstream é o sempre o mais seguro. "Pesquisar evidências científicas, independente da fonte", se for ao mesmo tempo uma negação do mainstream, tenderá muito fortemente a ser uma pesquisa enviesada, seletiva.

Sempre que você afirma coisas como "muita coisa que o mainstream fala que é bom, na realidade não é bom coisíssima nenhuma", você está apostando em "fringes", alternativos. De qualquer área. Sempre que houver alguma divergência do mainstream, criacionismo, anti-vacinação, racismo científico, negação de aquecimento global, etc, eles não estarão falando "danem-se as evidências científicas", mas "veja só as evidências científicas que eles não querem que você veja", ou algo assim.

De vez em quando alguém de fora do mainstream acerta, mas a tendência é que essas descobertas sejam reproduzidas e o conhecimento ser absorvido pelo mainstream, e não haver conspiração para manter o conhecimento verdadeiro escondido, promovido só por aqueles que, imagine, ganham dinheiro promovendo sua solução mágica revolucionária fantástica que cala ao estabelecimento científico.
Bom, deixa eu reformular um pouco o que eu quis dizer.

Concordo com você que o mainstream científico seja o mais seguro, porém o que dá acessibilidade ao conhecimento científico são jornais e revistas. E você pegar uma matéria da BBC falando sobre o artigo X da Universidade Y, não quer dizer que seja o mais alto nível de evidência. Falando sobre a área de nutrição, até hoje vemos a mídia em geral propagando conhecimento que já foi refutado há um bom tempo. Aquele programa da Globo, Bem Estar, é uma chuva de desconhecimento e sempre tem alguma autoridade no programa para tentar validar os argumentos.

Então quando eu falo em mainstream, estou me referindo mais a mídia que propaga informações duvidosas, do que me referindo aos produtores de conhecimento científico.

Offline Osler

  • Nível 25
  • *
  • Mensagens: 1.115
Re:Dr. Lair Ribeiro: desmistificador, leviano ou charlatão?
« Resposta #27 Online: 28 de Dezembro de 2016, 10:43:26 »
Ai, ai, ai...

O Lair Dinheiro é figura conhecida no meio médico, sempre na "vanguarda".  Na verdade trata-se de um vendedor, na linha comum dos vendedores americanos, algo como Amway em medicina.  É um sujeito muito inteligente, com boa formação teórica e com vasto estudo.  Mas mistura evidências científicas laboratoriais, alguns trabalhos clínicos selecionados e veste tudo isso com uma roupagem de Novidade, com alguém na vanguarda do conhecimento médico.  Algumas das afirmações chegam a ser caricatas.  Historicamente já passou por diversas fases, sempre procurando um novo campo onde enxerga que estão as oportunidades.  Hoje é nutrição, mas já foi radicais livres, anti-aging, desempenho neurolinguístico.  Amanhã, quem sabe.

Muitas pessoas vêem esse vídeos ou o conhecem pessoalmente e são persuadidos pela sua conversa, muito médicos inclusive.  Pode parecer meio paradoxal médicos, que deveriam ser uma classe cética e com forte formação científica, aceitarem esse discurso.  Já os leigos é facilmente aceitável, é a mesma coisa de achar que o governo esconde os ETs, ou qualquer outra teoria conspiratória:  um misto de Wishful Thinking, necessidade de se achar especial (eu sei a verdade que os outros não sabem), má formação científica...

O paradigma atual da medicina é a dita Medicina Baseada em Evidências (MBE), teoricamente não importa (tanto) a experiência pessoal de cada médico, ou serviço, e sim o que a literatura médica tem a dizer sobre o assunto.  Não basta eu acreditar que algo funcione, mas sim demonstrar isso através de trabalhos científicos submetidos a crítica dos pares.

Infelizmente o nível da formação médica brasileira continua caindo de forma contínua, na minha época já eram poucos os lugares onde um estudante tinha contato durante a graduação com pesquisa clínica, analise critica de trabalhos médicos, aprendizado sobre ciência.  E só piora, agora com essa faculdade de papel que temos no rastro do mais médico é que a vaca vai para brejo.

Sobre o porquê de não aparecerem críticas no meio médico há diversas explicações.  Os médicos em geral tem dificuldade de criticar os colegas, muitos não tem base teórica para fazer criticas embasadas, muitos não se importam com essas picaretagens, muitos ainda com formação mais antiga não acreditam na MBE e tomam condutas também sem embasamento científico e principalmente muitos não querem ter o desgaste de ter sua imagem vinculado a mídia.  Esse último é particularmente real para minha geração e acima, até hoje médico "televisivo" é mal visto pela classe
“Como as massas são inconstantes, presas de desejos rebeldes, apaixonadas e sem temor pelas conseqüências, é preciso incutir-lhes medo para que se mantenham em ordem. Por isso, os antigos fizeram muito bem ao inventar os deuses e a crença no castigo depois da morte”. – Políbio

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.106
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Dr. Lair Ribeiro: desmistificador, leviano ou charlatão?
« Resposta #28 Online: 28 de Dezembro de 2016, 12:04:18 »
  Esse último é particularmente real para minha geração e acima, até hoje médico "televisivo" é mal visto pela classe

Sério? :hein: Imaginaria que os médicos "televisivos" mais famosos teriam uma reputação largamente boa (pensando especificamente em Dráuzio Varela e Malcolm Montgomery).

O que não me surpreenderia em ser mesmo mal visto (póis seria merecidamente) são uns que, aparentemente e felizmente são menos "famosos", e aparecem em programas de tarde contra-recomendando cesárea pelo motivo de fazer a criança nascer fora do seu signo zodiacal.

Também já ouvi dizer que cientistas em geral comumente têm uma certa raivinha de tipos como Sagan e Tyson.










E pesquisar dentro da medicina mainstream não é, exatamente, o melhor caminho. Você precisa pesquisar por evidências científicas, independente da fonte.

Na verdade dentro do mainstream é o sempre o mais seguro. "Pesquisar evidências científicas, independente da fonte", se for ao mesmo tempo uma negação do mainstream, tenderá muito fortemente a ser uma pesquisa enviesada, seletiva.

Sempre que você afirma coisas como "muita coisa que o mainstream fala que é bom, na realidade não é bom coisíssima nenhuma", você está apostando em "fringes", alternativos. De qualquer área. Sempre que houver alguma divergência do mainstream, criacionismo, anti-vacinação, racismo científico, negação de aquecimento global, etc, eles não estarão falando "danem-se as evidências científicas", mas "veja só as evidências científicas que eles não querem que você veja", ou algo assim.

De vez em quando alguém de fora do mainstream acerta, mas a tendência é que essas descobertas sejam reproduzidas e o conhecimento ser absorvido pelo mainstream, e não haver conspiração para manter o conhecimento verdadeiro escondido, promovido só por aqueles que, imagine, ganham dinheiro promovendo sua solução mágica revolucionária fantástica que cala ao estabelecimento científico.
Bom, deixa eu reformular um pouco o que eu quis dizer.

Concordo com você que o mainstream científico seja o mais seguro, porém o que dá acessibilidade ao conhecimento científico são jornais e revistas. E você pegar uma matéria da BBC falando sobre o artigo X da Universidade Y, não quer dizer que seja o mais alto nível de evidência. Falando sobre a área de nutrição, até hoje vemos a mídia em geral propagando conhecimento que já foi refutado há um bom tempo. Aquele programa da Globo, Bem Estar, é uma chuva de desconhecimento e sempre tem alguma autoridade no programa para tentar validar os argumentos.

Então quando eu falo em mainstream, estou me referindo mais a mídia que propaga informações duvidosas, do que me referindo aos produtores de conhecimento científico.

Ah, sim, Praticamente você pode ignorar seguramente as notícias das "últimas novidades", mesmo que sejam tecnicamente mainstream. Especialmente de veículos menos especializados (que tenderão a tentar ser "imparciais", de forma tosca, que dá excessiva credibilidade ao que for uma visão minoritária. Alguns terão até forte viés "alternativo", como o Huffington Post). Vai sempre ter um nível excessivo de hype. Por "mainstream" estava pensando mais em coisas como os sites de compilações de recomendações de faculdades renomadas e órgãos governamentais, aquilo já mais consolidado (mas que mesmo assim não deixa de ser revisado) em meta-análises e tudo mais, não no "saído do forno".

Offline Cinzu

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 127
Re:Dr. Lair Ribeiro: desmistificador, leviano ou charlatão?
« Resposta #29 Online: 28 de Dezembro de 2016, 12:35:30 »
Também já ouvi dizer que cientistas em geral comumente têm uma certa raivinha de tipos como Sagan e Tyson.

É verdade. Existe muito preconceito com divulgadores científicos.

http://scienceblogs.com.br/colecionadores/2016/05/o-preconceito-academico-com-os-divulgadores/
O verdadeiro inferno está em nossas mentes. Cabe a nós libertá-lo ou não.

Offline Shadow

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.446
  • "Alguns teóricos dos antigos astronautas...."
Re:Dr. Lair Ribeiro: desmistificador, leviano ou charlatão?
« Resposta #30 Online: 28 de Dezembro de 2016, 14:30:17 »
Quase me dá vontade de saber o que é a "Água Hexagonal" do Me-Dá-Um-Dinheiro-Ai Ribeiro...

Tenho a mesma impressão que a sua. Ultimamente tenho ouvido muito falar do Dr. Lair Ribeiro. Alguns conhecidos de repente apareceram espalhando ideias que contradizem as indicações médicas que eu conhecia. Ouvi coisas como "leite faz mal à saúde"; "protetor solar causa câncer"; "o milagre da água hexagonal"; etc. Quando questionei-os sobre onde adquiriram tais informações, a fonte era: Dr. Lair Ribeiro.

Como sou leigo no assunto, decidi pesquisar um pouco, e realmente, a maioria das recomendações desse Lair Ribeiro contradizem totalmente o consenso científico atual. O incrível é que ele usa uma boa retórica, capaz de enganar sem muitas dificuldades alguém que não possua conhecimento.

Neste link <http://drizin.io/Sobre-Charlatanices-Falacias-Refrigerantes-Acidos-e-Agua-Hexagonal/>, um químico desmistifica algumas baboseiras ditas em um de seus vídeos.

<a href="https://www.youtube.com/v/DalbVdcVAK0" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/DalbVdcVAK0</a>

O que talvez mais tenha me surpreendido é seu currículo <http://lattes.cnpq.br/1518214243164363>. Ele possui alta formação acadêmica, vasta experiência em instituições de pesquisa, além de diversas publicações científicas. Isso provavelmente indica que ele deve possuir bastante conhecimento em medicina, mas usa isso para o marketing e a autopromoção.

Seja como for, o único médico de redes sociais que confio é o Dr. Drauzio Varella. Este sim é comprometido com a boa ciência!
"Who knows what evil lurks in the hearts of men? The Shadow knows..."

Offline Osler

  • Nível 25
  • *
  • Mensagens: 1.115
Re:Dr. Lair Ribeiro: desmistificador, leviano ou charlatão?
« Resposta #31 Online: 28 de Dezembro de 2016, 14:32:50 »
  Esse último é particularmente real para minha geração e acima, até hoje médico "televisivo" é mal visto pela classe

Sério? :hein: Imaginaria que os médicos "televisivos" mais famosos teriam uma reputação largamente boa (pensando especificamente em Dráuzio Varela e Malcolm Montgomery).

O que não me surpreenderia em ser mesmo mal visto (póis seria merecidamente) são uns que, aparentemente e felizmente são menos "famosos", e aparecem em programas de tarde contra-recomendando cesárea pelo motivo de fazer a criança nascer fora do seu signo zodiacal.

Também já ouvi dizer que cientistas em geral comumente têm uma certa raivinha de tipos como Sagan e Tyson.

Existe essa "raivinha" com alguns colegas que aparecem no noticiário - acho que é mais Invejinha mesmo :)

O preconceito com o televisivos faz parte da tradição médica, o pessoal (principalmente) da antiga associa essas demonstrações com insuficiência técnica/ética.  Assim ter um consultorio muito bonito, aparecer na midia, ser celebridade, fazer marketing - tudo isso é coisa "de quem não é realmente bom o suficiente.
Faz parte do imaginário que o médico bom só precisa de caneta e carimbo.  Isso tem mudado com as geraçoes mais recentes.

PS- o Dráuzio é criticado por outros motivos, não por ser um divulgador, coisa que acho que ele faz muito bem
“Como as massas são inconstantes, presas de desejos rebeldes, apaixonadas e sem temor pelas conseqüências, é preciso incutir-lhes medo para que se mantenham em ordem. Por isso, os antigos fizeram muito bem ao inventar os deuses e a crença no castigo depois da morte”. – Políbio

Offline Shadow

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.446
  • "Alguns teóricos dos antigos astronautas...."
Re:Dr. Lair Ribeiro: desmistificador, leviano ou charlatão?
« Resposta #32 Online: 28 de Dezembro de 2016, 14:39:20 »
sem contar que o mérito de caras como o Sagan foi o de transformar conceitos científicos e a própria ciência em algo palatável até para um Schmock como eu em minha infância. Imagino quantos se encaminharam para as ciências graças a série "Cosmos".

  Esse último é particularmente real para minha geração e acima, até hoje médico "televisivo" é mal visto pela classe

Sério? :hein: Imaginaria que os médicos "televisivos" mais famosos teriam uma reputação largamente boa (pensando especificamente em Dráuzio Varela e Malcolm Montgomery).

O que não me surpreenderia em ser mesmo mal visto (póis seria merecidamente) são uns que, aparentemente e felizmente são menos "famosos", e aparecem em programas de tarde contra-recomendando cesárea pelo motivo de fazer a criança nascer fora do seu signo zodiacal.

Também já ouvi dizer que cientistas em geral comumente têm uma certa raivinha de tipos como Sagan e Tyson.

Existe essa "raivinha" com alguns colegas que aparecem no noticiário - acho que é mais Invejinha mesmo :)

O preconceito com o televisivos faz parte da tradição médica, o pessoal (principalmente) da antiga associa essas demonstrações com insuficiência técnica/ética.  Assim ter um consultorio muito bonito, aparecer na midia, ser celebridade, fazer marketing - tudo isso é coisa "de quem não é realmente bom o suficiente.
Faz parte do imaginário que o médico bom só precisa de caneta e carimbo.  Isso tem mudado com as geraçoes mais recentes.

PS- o Dráuzio é criticado por outros motivos, não por ser um divulgador, coisa que acho que ele faz muito bem
"Who knows what evil lurks in the hearts of men? The Shadow knows..."

Offline Cinzu

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 127
Re:Dr. Lair Ribeiro: desmistificador, leviano ou charlatão?
« Resposta #33 Online: 19 de Janeiro de 2017, 02:30:48 »
<a href="https://www.youtube.com/v/mjHjn6oI2VU" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/mjHjn6oI2VU</a>

Olhem só o que encontrei. Parece que não é apenas com medicina que o homem trabalha!
O verdadeiro inferno está em nossas mentes. Cabe a nós libertá-lo ou não.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.106
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Dr. Lair Ribeiro: desmistificador, leviano ou charlatão?
« Resposta #34 Online: 19 de Janeiro de 2017, 18:31:41 »
Eu o "conhecia" só desse tipo de coisa, e fiquei bastante surpreso dele ter até formação médica de verdade e ter enveredado nessa outra área de auto-ajuda.

Offline O Grande Capanga

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.713
Re:Dr. Lair Ribeiro: desmistificador, leviano ou charlatão?
« Resposta #35 Online: 26 de Agosto de 2017, 16:51:03 »
Em 5 minutos: dieta cetogênica "mata" o câncer e alimentação rica em coco não deixa o portador de HIV desenvolver AIDS.

« Última modificação: 26 de Agosto de 2017, 17:05:22 por O Grande Capanga »

Offline O Grande Capanga

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.713
Re:Dr. Lair Ribeiro: desmistificador, leviano ou charlatão?
« Resposta #36 Online: 26 de Agosto de 2017, 19:44:38 »
A Associação Brasileira de Nutrologia soltou esta nota: http://abran.org.br/para-publico/posicionamento-oficial-da-associacao-brasileira-de-nutrologia-respeito-da-prescricao-de-oleo-de-coco/

O grande precursor sobre os "superpoderes" do óleo de coco foi Lair Ribeiro.

Que ele tenha grande admiração do público leigo, até que é compreensivo, mas de profissionais da saúde ligado à nutrição... Aí lembrei que muitos profissionais da saúde praticam charlatanismo.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!