Autor Tópico: Enigma do espelho  (Lida 748 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Sdelareza

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 130
Enigma do espelho
« Online: 14 de Janeiro de 2017, 13:25:00 »
Alguém conhece a resposta para o seguinte enigma?

Quando nós nos olhamos frente a um espelho, nossa imagem refletida aparece invertida
da esquerda para direita, mas não de cima para baixo.

Como explicar aquilo?

(Falo aqui de um espelho plano, como costuma ter no banheiro).

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 8.232
  • Sexo: Masculino
Re:Enigma do espelho
« Resposta #1 Online: 14 de Janeiro de 2017, 13:43:54 »
Alguém conhece a resposta para o seguinte enigma?

Quando nós nos olhamos frente a um espelho, nossa imagem refletida aparece invertida
da esquerda para direita, mas não de cima para baixo.

Como explicar aquilo?

(Falo aqui de um espelho plano, como costuma ter no banheiro).

Eu diria que a imagem não é invertida. Ela reflete exatamente a imagem que recebe. É a gente que vê invertida, pois estamos vendo de trás para frente. Se a gente fosse do outro lado do espelho estaríamos de frente com a fonte da imagem, e veríamos do jeito certo.
"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline invalid name

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.293
Re:Enigma do espelho
« Resposta #2 Online: 14 de Janeiro de 2017, 14:40:54 »
O verdadeiro enigma acontece quando alguém não aparece no espelho, dentre outros mistérios muito misteriosos...



Citar
Mirrors have the ability to suck out souls. To avoid this happening mirrors were removed from a room where an ill or dying person lay.

The reason being, they were thought to be more vulnerable to the negative power of a mirror.

People were warned never to look into a mirror at night or by candlelight. If you did, you would be certain to see ghosts, demons and portents of death - even your own!

When a person died in a room the mirrors had to be covered or turned to face the wall. Failure to do so would result in the deceased person's soul being lost - or they may even turn into a vampire.

Even while asleep, it was thought best to cover your mirror as you could be vulnerable to attack from negative spirits or demons during the dark hours. It was also advised, to never place your bed in a place where it is reflected in a mirror.

In order to prevent mirrors being used as a portal by supernatural entities, the mirror should be frequently moved to different areas of the room.

Mirrors with a solid backing placed in the same position for a long period of time, are thought to be more likely to become spiritual portals.
https://exemplore.com/paranormal/Spirit-Reflections-Ghosts-and-Haunted-Mirrors

Offline Sdelareza

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 130
Re:Enigma do espelho
« Resposta #3 Online: 14 de Janeiro de 2017, 15:15:10 »
Uma dica sobre a resolução desse enigma: não há nada de física ou cálculos.

É apenas raciocínio lógico, razão pelo qual postei isso na parte de filosofia do fórum.
« Última modificação: 14 de Janeiro de 2017, 15:20:25 por Sdelareza »

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 32.346
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Enigma do espelho
« Resposta #4 Online: 14 de Janeiro de 2017, 15:21:00 »






O verdadeiro enigma acontece quando alguém não aparece no espelho, dentre outros mistérios muito misteriosos...

A meu ver o maior mistério é o da conservação da matéria. Se um espelho se parte, de repente existem múltiplos outros "mundos paralelos do espelho"? Ou todos "reflexos" são apenas visualizações do mesmo universo paralelo? Ou cada um o de uma existência na interpretação de muitos mundos da mecânica quântica?

Será que exceções a essas regras são a origem dos doppelgangers?

Offline invalid name

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.293
Re:Enigma do espelho
« Resposta #5 Online: 14 de Janeiro de 2017, 19:07:29 »
Cada caco de espelho é um doppelganger em potencial.

Offline Pedro Reis

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.892
Re:Enigma do espelho
« Resposta #6 Online: 15 de Janeiro de 2017, 12:34:09 »
Alguém conhece a resposta para o seguinte enigma?

Quando nós nos olhamos frente a um espelho, nossa imagem refletida aparece invertida
da esquerda para direita, mas não de cima para baixo.

Como explicar aquilo?

(Falo aqui de um espelho plano, como costuma ter no banheiro).

Eu diria que a imagem não é invertida. Ela reflete exatamente a imagem que recebe. É a gente que vê invertida, pois estamos vendo de trás para frente. Se a gente fosse do outro lado do espelho estaríamos de frente com a fonte da imagem, e veríamos do jeito certo.

Perfeito! Uma maneira bem simples de explicar.

O enigma, na verdade, é uma pegadinha. Um jogo de palavras. Nós geralmente nos referimos a uma imagem no espelho como "invertida", mas ela é vista invertida exatamente por NÃO estar invertida.

Imagine que há um cartaz com a letra E em frente a um espelho. Se você está atrás do cartaz e portanto de frente para o espelho não está vendo diretamente a face do cartaz, apenas sua imagem refletida.

Para ver a letra E no cartaz precisaria VIRAR O CARTAZ para você, e ao virar o cartaz, aí sim, você estaria invertendo a posição da letra E. Portanto visualizando a letra como aparece grafada neste texto. Mas note, e isso que responde ao enigma, que para ver a face do cartaz você o gira apenas sobre um eixo vertical, você não o gira também sobre um eixo horizontal, o que poria realmente a imagem de ponta a cabeça.

[ Mas note que a imagem da letra E está sendo somente "carimbada" no espelho, sem fazer esta rotação de 180° em um eixo vertical que você faria para ver a face do cartaz, e esta rotação sim, é que inverteria a imagem da letra E, mas apenas em relação a esquerda/direita, por ser uma rotação apenas do eixo vertical do cartaz. Isso é o que acontece, o espelho não inverte nem o eixo vertical nem o horizontal da imagem, mas você precisaria girar o eixo vertical para não ver esta imagem "invertida"]

Mas o espelho não está fazendo isso, ele NÃO ESTÁ INVERTENDO A IMAGEM. A imagem da letra E no espelho é como se ela estivesse sendo CARIMBADA no espelho. É a mesma coisa que grafar uma letra E em um carimbo e imprimir esse carimbo em uma folha de papel. A imagem carimbada vai ser impressa invertida justamente porque o "carimbar" não inverteu a imagem, coisa que você faria ao virar o carimbo 180° ( ao redor do eixo VERTICAL apenas ) para poder ver a letra E entalhada na face do carimbo.

É por isso que você precisa entalhar as letras invertidas no carimbo. Porque o "carimbar" não as inverte.
« Última modificação: 15 de Janeiro de 2017, 13:52:52 por Pedro Reis »

Offline Sdelareza

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 130
Re:Enigma do espelho
« Resposta #7 Online: 15 de Janeiro de 2017, 19:33:33 »
Resumindo a explicaçao do Pedro, nossa imagem aparece refletida no espelho invertida da esquerda para direita porque
nos estamos num eixo vertical.  Mas se nos girarmos num eixo horizontal (como a roda de uma carro), serao a cabeca e os pes que apareceriam invertidos de cima para baixo no espelho.

E como quando voce abre uma porta. Quando voce passa por uma porta que abre para a direita, se voce voltar, a porta ira abrir para a esquerda.
Isso pelo fato de estarmos num eixo vertical.

Agora rodando num eixo horizontal, o lado pelo qual a porta abre nao muda, o que muda seria que a porta que parecia abrir-se para cima abre-se
agora para baixo.

 

« Última modificação: 15 de Janeiro de 2017, 19:48:23 por Sdelareza »

Offline Pedro Reis

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.892
Re:Enigma do espelho
« Resposta #8 Online: 15 de Janeiro de 2017, 22:00:07 »
Quando você inverte um objeto em relação a seu eixo vertical você inverte esquerda/direita.

Quando você inverte um objeto em relação a seu eixo horizontal você inverte de ponta a cabeça.

O espelho não inverte nem o eixo vertical e nem o horizontal, a imagem é simplesmente "carimbada" no espelho.

Isto é o que uma pessoa que está a seu lado não poderá fazer quando ela quiser ficar de frente para você. Ela terá que se virar ( em relação ao seu eixo vertical ) para ficar de frente para você, então ela inverterá esquerda/direita.

Mas o espelho põe a sua própria imagem a sua frente sem fazer esta inversão, razão pela qual você se vê  diferente da maneira como você veria se você tivesse se virado ( no eixo vertical, porque ninguém planta bananeira para se virar para o outro lado. )

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 32.346
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Enigma do espelho
« Resposta #9 Online: 15 de Janeiro de 2017, 23:38:08 »
Não é por nada, mas ainda bem que eu já entendia o problema antes de ler essas explicações, senão acho que estaria mais confuso.

Achei melhor a analogia com carimbo. Talvez outra possível seja com sombra. Simplesmente não tem sentido esperar que você levantasse a mão ou pé esquerdo e sua sombra (ou reflexo num espelho plano) do outro lado é que fosse projetada de acordo.

Em outras palavras, seu lado direito está refletido no lado direito do espelho, e o esquerdo no esquerdo.

E se você estiver deitado, o lado que está diante da sua perna reflete sua perna, e o lado diante do tronco reflete o tronco. Tal como seria com a projeção de uma sombra, também.


Offline Pedro Reis

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.892
Re:Enigma do espelho
« Resposta #10 Online: 16 de Janeiro de 2017, 01:50:24 »

Em outras palavras, seu lado direito está refletido no lado direito do espelho, e o esquerdo no esquerdo.


Muto bom, gostei dessa frase.

1 - Seu lado direito se reflete no lado direito do espelho.
2 - Seu lado esquerdo se reflete no lado esquerdo do espelho.
3 - O lado de cima se reflete no lado de cima do espelho.
4 - O lado de baixo se reflete no lado de baixo do espelho.

Só que como a face do espelho está de frente para você, rotacionada em 180° no eixo vertical em relação à sua imagem frontal, o que você chama de lado direito do espelho do seu ponto de vista, na verdade é o lado esquerdo do espelho do ponto de vista de alguém paralelo ao espelho e também de frente para você.

O mesmo, claro, para o lado esquerdo.

Por isso o espelho 'inverte' esquerda / direita, mas não em cima e embaixo.



Offline Sdelareza

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 130
Re:Enigma do espelho
« Resposta #11 Online: 16 de Janeiro de 2017, 20:14:21 »
Se o espelho está no chão ou no teto, e nós mantemos uma postura ereta, estariamos num eixo horizontal frente a esse espelho. Nosso reflexo irá aparecer invertido de cabeça pra baixo.

Seria interessante para um astronauta realizar esse experimento no espaço onde, com a falta de gravidade, ele não se encontra num eixo definido.
« Última modificação: 16 de Janeiro de 2017, 21:08:35 por Sdelareza »

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 32.346
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Enigma do espelho
« Resposta #12 Online: 16 de Janeiro de 2017, 20:25:19 »
Novamente é meio como a sombra. Os pés da sombra ficam "grudados" nos pés da pessoa, e não a cabeça da sombra, magicamente. Não se pode esperar de um espelho o que se esperaria de um monitor com uma câmera.

Offline AlienígenA

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.907
Re:Enigma do espelho
« Resposta #13 Online: 16 de Janeiro de 2017, 22:57:47 »
Novamente é meio como a sombra. Os pés da sombra ficam "grudados" nos pés da pessoa, e não a cabeça da sombra, magicamente. Não se pode esperar de um espelho o que se esperaria de um monitor com uma câmera.

Um monitor com uma câmera me pareceu a melhor analogia até agora. O que o espelho "faz" é simplesmente "nos fornecer seu ponto de vista". Não há "inversão", mas apenas "erro de interpretação". O que fica mais evidente se nos posicionarmos de costas para o espelho, olhando-o por cima do ombro.

Offline Pedro Reis

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.892
Re:Enigma do espelho
« Resposta #14 Online: 16 de Janeiro de 2017, 23:46:49 »
Se o espelho está no chão ou no teto, e nós mantemos uma postura ereta, estariamos num eixo horizontal frente a esse espelho. Nosso reflexo irá aparecer invertido de cabeça pra baixo.

Seria interessante para um astronauta realizar esse experimento no espaço onde, com a falta de gravidade, ele não se encontra num eixo definido.

Essa observação é muito boa, mas note que qualquer ponto em um sistema tridimensional pode ser bem determinado com 3 eixos coordenados. Vamos chamar o eixo horizontal paralelo ao espelho de x, o vertical paralelo ao espelho de z, e o terceiro eixo é o y, perpendicular ao espelho.

O imagem no espelho não inverte os eixos x e z, mas inverte o eixo y. Este é o único eixo que tem sua direção invertida no espelho.

O que ocorre é que quando um objeto rotaciona 180° no eixo vertical, ele inverte o sentido do eixo x e do y. Se a direção positiva do eixo x deste objeto estiver apontando para a direita segundo o referencial de algum observador, ao rotacionar o eixo z, este observador verá a direção positiva do eixo x, agora, apontar para a esquerda. Algo semelhante se dará em relação ao eixo y, que por convenção estamos aqui usando para representar profundidade da imagem. Para este observador de referência, a parte da frente do objeto será vista agora no lugar da parte de trás.

O espelho, como já percebemos, não inverte na imagem refletida as direções dos eixos z e x, mas inverte a direção do eixo y ( da profundidade ).

Por isso o espelho no chão inveterá a imagem de ponta a cabeça, mas a pessoa refletida continua vendo sua imagem com direita/esquerda invertida.

Offline Pedro Reis

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.892
Re:Enigma do espelho
« Resposta #15 Online: 17 de Janeiro de 2017, 00:00:45 »
Suponha que você tenha um irmão gêmeo vestido com roupas iguais às suas e usando o mesmo corte de cabelo. A imagem dele é idêntica à sua.

Para o seu irmão gêmeo, que está a seu lado, ficar de frente para você ( assim como a sua imagem em um espelho ), ele irá rotacionar 180° seu eixo z ( o vertical ), o que inverteria, do seu ponto de vista,  a direção de seus dos eixos x e y dele. Mas não a direção do eixo z.

Mas a imagem no espelho também não inverte a direção do eixo z, não inverte o x, mas inverte o y.

É por isso que sua imagem no espelho, do seu ponto de vista, está com direita/esquerda invertida. Porque o espelho NÃO inverteu o eixo x, ou seja, não inverteu direita esquerda, como você espera que aconteçam a objetos que rotacionem 180° seu eixo z.

Mas o eixo Y teve sua direção invertida na imagem, exatamente como ocorre a um objeto que rotacione 180° em torno de seu eixo z. Então em relação a isso não há diferença com o que você experimenta com objetos e imagens refletidas.

Por isso a sua imagem está de ponta a cabeça no espelho no chão. Mas esta pessoa no espelho, ainda é você com o lado esquerdo invertido com o direito.
« Última modificação: 17 de Janeiro de 2017, 00:23:40 por Pedro Reis »

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 32.346
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Enigma do espelho
« Resposta #16 Online: 17 de Janeiro de 2017, 04:32:45 »
Novamente é meio como a sombra. Os pés da sombra ficam "grudados" nos pés da pessoa, e não a cabeça da sombra, magicamente. Não se pode esperar de um espelho o que se esperaria de um monitor com uma câmera.

Um monitor com uma câmera me pareceu a melhor analogia até agora. O que o espelho "faz" é simplesmente "nos fornecer seu ponto de vista". Não há "inversão", mas apenas "erro de interpretação". O que fica mais evidente se nos posicionarmos de costas para o espelho, olhando-o por cima do ombro.

"Erro de interpretação", só se for das pessoas, porque se for do espelho, dói demais ouvir.

Outra analogia, infelizmente menos "ótica" que sombra: se você lambuza sua cara de tinta e pressiona o seu rosto contra um pano, o lado direito do pano vai ficar com a impressão do lado direito do seu rosto, e o lado esquerdo com o esquerdo.

Apenas faz de conta que em vez de tinta são fótons, e em vez de ficarem no vidro, se refletem... :/


Bem, é o carimbo de novo, na verdade...

Offline Pedro Reis

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.892
Re:Enigma do espelho
« Resposta #17 Online: 17 de Janeiro de 2017, 10:23:58 »
Seria interessante para um astronauta realizar esse experimento no espaço onde, com a falta de gravidade, ele não se encontra num eixo definido.


Sdelareza,

Quando fui dar uma olhada no comentário que haviam acrescentado ao tópico eu li com mais atenção isso que você escreveu, e, pensando bem, fiquei com a impressão que a minha explicação serviu mais para confundir do que para esclarecer. E talvez até aquilo que pus posteriormente a este comentário seu, que no meu entender já foi de uma forma menos ambígua, pode não ter sido uma explicação satisfatória do "enigma" para você.

Porque com o que você está dizendo, não tenho certeza, mas passa a impressão que você está achando que o espelho "inverter" esquerda/direita, mas não em cima/embaixo, possa ter alguma relação com a forma de movimentarmos os objetos em frente a um espelho. Por isso você deve ter sugerido esse "experimento" do astronauta. Talvez, com um espelho na ISS, possa o astronauta realizar a façanha do espelho inverter a imagem de ponta a cabeça, mas sem trocar destro por canhoto?!

Não, jamais! Não importa quantas piruetas dê o astronauta! Isto só poderia ser conseguido alterando-se a geometria do próprio espelho, e não anulando-se a gravidade. Creio que a forma como eu e Lorentz abordamos a solução do enigma pode ter lhe induzido a esta falsa intuição.

No mais, não é caso para experimentos, o problema é óptico, cujo entendimento passa por simples Geometria.

Como disse no início, o enigma é uma pegadinha, que se aproveita da forma como às vezes nos referimos às coisas de maneira inexata. A estranheza surge do fato de que, quando dizemos que um espelho troca o lado esquerdo pelo direito, estamos justamente nos referindo a propriedade de superfícies reflexivas planas jamais fazerem isso.

O espelho não inverte direita/esquerda pela mesma razão de não inverter em cima/embaixo. E seria estranho que um objeto pudesse fazer esta seleção porque ele não deve mesmo fazer ideia do que seja lado de cima, lado esquerdo, a parte de baixo...

Veja bem, no mundo físico, estabelecido um sistema cartesiano arbitrário qualquer XYZ, podemos rotacionar 180° um objeto rotacionado 180° qualquer um destes eixos.

Usando o sistema padrão dextrógiro e alinhando o plano XY com o chão, que seria o mais natural pra gente, se você também alinhar a direção positiva do eixo X indo da sua esquerda para a sua direita, temos que:

1 - Girar o eixo X põe o objeto de ponta cabeça, troca a parte da frente pela oposta, mas não troca o lado esquerdo pelo direito.

2 - Girar o eixo Y põe o objeto de ponta cabeça, troca o lado esquerdo pelo direito, mas não troca a parte da frente pela de trás.

3 - Girar o eixo Z troca a parte da frente pela oposta, o lado esquerdo pelo direito, mas não põe o objeto de ponta cabeça.

O mais comum para coisas que se movimentam em planos é mudar de direção rotacionando o eixo vertical Z, de modo que quando você se vira para mudar de direção, o seu lado esquerdo passa para onde estava o direito e vice-versa. Para alguém com o estranho hábito de inverter a direção plantando bananeira isso não aconteceria, seu lado direito continuaria do mesmo lado, mas ele ficaria de ponta cabeça.

Os objetos podem ser invertidos de um jeito ou de outro, mas o espelho só "inverte" o eixo perpendicular a ele, os outros dois eixos formam o plano do espelho e portanto tudo que se inferir para um desses deve se aplicar também ao outro.

O espelho não troca a parte de cima pela de baixo, e nem esquerda por direita. Objetos é que podem fazer uma ou outra coisa, suas imagens refletidas não. VOCÊ, enquanto coisa, é que é capaz de inverter sua imagem, a forma como está sendo visto, rotacionando 180° em torno do seu eixo Z e portanto trocando esquerda por direita, sem contudo ficar de ponta cabeça. O que parece um enigma, na verdade, vem do fato de não notarmos que reflexos de objetos NÃO SÃO objetos, logo não devem se comportar como objetos.

Talvez fique mais claro sintetizando em um pequeno esquema, para não usar muitas palavras.

( Já que estou com preguiça de fazer algum desenho. )

Vamos imaginar um espaço definido por um sistema de 3 eixos coordenados (X,Y,Z), e agora o separamos em dois subespaços usando o plano XZ para isso. O plano XZ é como se fosse o nosso espelho, tudo que estiver do lado positivo do eixo Y será o mundo real, e tudo que estiver do lado negativo do eixo Y será o mundo virtual, um espelhamento do mundo real.

Logo, para qualquer ponto (X1,Y1,Z1) no mundo real existirá uma contraparte no mundo virtual com coordenadas (X1,-Y1,Z1).

Por isso que qualquer objeto com seu próprio eixo vertical paralelo ao eixo Y do nosso sistema estará refletido de ponta cabeça, como alguém em pé sobre um espelho. Mas os afastamentos laterais e verticais (X1,Z1) de qualquer ponto do mundo real terá uma contraparte no mundo virtual com as mesmas coordenadas (X1,Z1).

O astronauta pode cambalhotar à vontade, isso não vai confundir o espelho.

Colocando de outro modo, quando você fixa a origem de um sistema de coordenadas dextrógiro em um ponto de um sólido, nenhuma rotação ou translação efetuada sobre este sólido será capaz de converter este sistema dextrógiro em levógiro.

Mas na imagem deste sólido refletida no espelho você verá um sistema levógiro. Pois converte-se um sistema dextrógiro em levógiro ( ou vice-versa ) invertendo-se a orientação de um e apenas um dos eixos do sistema coordenado. Exatamente o que o espelho faz.

Ou, para ser ainda mais exato, converte-se um sistema dextrógiro em levógiro ( ou vice-versa ) com qualquer número ímpar de inversões sucessivas da orientação de eixos coordenados. Se for um número par dextrógiro continua dextrógiro e levógiro continua levógiro.

Pra quem achou que desse jeito não iria escrever muito parece que não deu muito certo...

Offline AlienígenA

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.907
Re:Enigma do espelho
« Resposta #18 Online: 17 de Janeiro de 2017, 10:42:49 »
Novamente é meio como a sombra. Os pés da sombra ficam "grudados" nos pés da pessoa, e não a cabeça da sombra, magicamente. Não se pode esperar de um espelho o que se esperaria de um monitor com uma câmera.

Um monitor com uma câmera me pareceu a melhor analogia até agora. O que o espelho "faz" é simplesmente "nos fornecer seu ponto de vista". Não há "inversão", mas apenas "erro de interpretação". O que fica mais evidente se nos posicionarmos de costas para o espelho, olhando-o por cima do ombro.

"Erro de interpretação", só se for das pessoas, porque se for do espelho, dói demais ouvir.

Outra analogia, infelizmente menos "ótica" que sombra: se você lambuza sua cara de tinta e pressiona o seu rosto contra um pano, o lado direito do pano vai ficar com a impressão do lado direito do seu rosto, e o lado esquerdo com o esquerdo.

Apenas faz de conta que em vez de tinta são fótons, e em vez de ficarem no vidro, se refletem... :/

Bem, é o carimbo de novo, na verdade...

Não, erro de interpretação do espelho. Ele fica confuso diante das pessoas, assim como as câmeras frontais. :hihi: Claro que erro de interpretação nosso. Somos nós que vemos, oras.  :P

Se virarmos de costas e olharmos para o espelho por cima do ombro direito, veremos nosso lado direito à direita do espelho, desfazendo a "inversão", porém as letras em nossa camisa continuam "invertidas". Não há uma "inversão", portanto, mas uma "negativação" da imagem. Ou, se preferir, uma "inversão do avesso", não da esquerda para a direita.

Na verdade, espelhos são janelas para realidades paralelas. O que vemos é nosso anti-eu no nosso anti-mundo. Se nos tocássemos nos aniquilaríamos, mas para nossa sorte, as propriedades do vidro impedem que isso aconteça. 

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 32.346
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Enigma do espelho
« Resposta #19 Online: 17 de Janeiro de 2017, 10:55:08 »
Não acontece nada de diferente se a pessoa está de costas, de ângulo, em cima, ou embaixo do espelho.

A superfície reflete a luz que incide sobre ela, simplesmente. E logo um objeto ("ou" parte dele) que está de um lado de um espelho terá sua imagem refletida do mesmo lado em que ele está, diante dele, e não magiacmente do outro lado.

Ele não "processa" nada, não faz qualquer "inversão". Portanto se João e Maria estão lado a lado olhando para um espelho, o reflexo de João ficará na frente de João, e o de Maria, diante de Maria. O mesmo acontece com os lados (ou cima/embaixo) de cada um deles, e do ambiente todo.

Como uma sombra, como um carimbo.


Offline AlienígenA

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.907
Re:Enigma do espelho
« Resposta #20 Online: 17 de Janeiro de 2017, 11:32:18 »
Não acontece nada de diferente se a pessoa está de costas, de ângulo, em cima, ou embaixo do espelho.

A superfície reflete a luz que incide sobre ela, simplesmente. E logo um objeto ("ou" parte dele) que está de um lado de um espelho terá sua imagem refletida do mesmo lado em que ele está, diante dele, e não magiacmente do outro lado.

Ele não "processa" nada, não faz qualquer "inversão". Portanto se João e Maria estão lado a lado olhando para um espelho, o reflexo de João ficará na frente de João, e o de Maria, diante de Maria. O mesmo acontece com os lados (ou cima/embaixo) de cada um deles, e do ambiente todo.

Como uma sombra, como um carimbo.



Uma dica sobre a resolução desse enigma: não há nada de física ou cálculos.

É apenas raciocínio lógico, razão pelo qual postei isso na parte de filosofia do fórum.

Pensei que a ideia do tópico fosse algo na linha de como explicar o fenômeno para uma criança (alguém sem o conhecimento necessário para compreender o fenômeno). :/

Offline Pedro Reis

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.892
Re:Enigma do espelho
« Resposta #21 Online: 17 de Janeiro de 2017, 12:19:35 »

Pensei que a ideia do tópico fosse algo na linha de como explicar o fenômeno para uma criança (alguém sem o conhecimento necessário para compreender o fenômeno). :/

Mas foi justamente isso que eu tentei fazer. Por isso um passo a passo bem explicadinho.

Quer dizer, resolver o enigma não era só fazer a pessoa perceber como se dá a reflexão no espelho, mas mostrar no que isso se difere da imagem de uma pessoa ( ou objeto ), que se volta para ficar de frente à você.

Porque o Sdelareza sugeriu a Nasa fazer experimentos no espaço. Então o negócio não tinha sido entendido  ainda, eu acho.

Offline Sdelareza

  • Nível 10
  • *
  • Mensagens: 130
Re:Enigma do espelho
« Resposta #22 Online: 18 de Janeiro de 2017, 20:04:21 »
Pedro, pensei no caso de um astronauta flutuando no espaço ao lado de um espelho (não dentro de uma nave ou estação espacial onde ele pode usar pontos para referência). Pelo que pareci entender, aquilo não faria diferença?

Offline invalid name

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 11.293
Re:Enigma do espelho
« Resposta #23 Online: 18 de Janeiro de 2017, 20:43:07 »
Por acaso esse astronauta está flutuando nas proximidades de um buraco negro ou está se deslocando com o espelho na velocidade da luz?

Offline AlienígenA

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.907
Re:Enigma do espelho
« Resposta #24 Online: 18 de Janeiro de 2017, 23:25:26 »

Pensei que a ideia do tópico fosse algo na linha de como explicar o fenômeno para uma criança (alguém sem o conhecimento necessário para compreender o fenômeno). :/

Mas foi justamente isso que eu tentei fazer. Por isso um passo a passo bem explicadinho.

Quer dizer, resolver o enigma não era só fazer a pessoa perceber como se dá a reflexão no espelho, mas mostrar no que isso se difere da imagem de uma pessoa ( ou objeto ), que se volta para ficar de frente à você.

Porque o Sdelareza sugeriu a Nasa fazer experimentos no espaço. Então o negócio não tinha sido entendido  ainda, eu acho.

Então, por isso que a câmera frontal meu pareceu uma melhor analogia. O self traduz bem a ideia. Mostra em tempo real a diferença entre o "negativo" (imagem vista na tela, exatamente como no espelho) e o positivo (a foto). Nesse intervalo, contudo, me ocorreu uma ideia mais simples, inspirada na sugestão do carimbo - um molde flexível do rosto, por exemplo, (de silicone, sei lá) virado do avesso.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!