Autor Tópico: Fim do dinheiro papel  (Lida 151 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Sdelareza

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 161
Fim do dinheiro papel
« Online: 11 de Março de 2017, 12:18:31 »
Parece que em vários países europeus nórdicos, sobretudo na Suécia, há um grande esforço em reduzir
o dinheiro papel para que as pessoas usam somente cartões e moeda eletrônica. Várias lojas ou
estabelecimentos desses países aceitam somente pagamentos em cartões ou outros meios eletrônicos.

A Suécia prevê em 2030 abolir as cédulas e moedas.

O principal motivo dessa mudança é por uma questão de segurança:
o fim das cédulas e moedas permitiria diminuir fortemente e até mesmo acabar crimes como assalto, roubos a bancos,
tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. Haveria também a eliminação dos altos custos de gerenciamento e
 transporte de dinheiro dos bancos.

Entretanto, alguns dizem que um aumento das transações digitais também representa o crescimento potencial de fraudes
 e riscos de segurança bancária.

Será que no Brasil existem projetos de leis para adotar o mesmo caminho?

Offline DDV

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.724
  • Sexo: Masculino
Re:Fim do dinheiro papel
« Resposta #1 Online: 11 de Março de 2017, 13:25:53 »
o fim das cédulas e moedas permitiria diminuir fortemente e até mesmo acabar crimes como assalto, roubos a bancos,
tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. Haveria também a eliminação dos altos custos de gerenciamento e
 transporte de dinheiro dos bancos.

Diminui mas não acaba, pois outros bens poderiam ser usados como moeda, tais como jóias, metais preciosos, bitcoins, peças de carro, etc
Não acredite em quem lhe disser que a verdade não existe.

"O maior vício do capitalismo é a distribuição desigual das benesses. A maior virtude do socialismo é a distribuição igual da miséria." (W. Churchill)

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 17.630
  • Sexo: Masculino
Re:Fim do dinheiro papel
« Resposta #2 Online: 11 de Março de 2017, 13:47:09 »
Usariam moeda estrangeira.

Não acredito que seja possível abandonar as cédulas no caso do Brasil, se levar em consideração que em certas regiões nem existem coisas básicas como água encanada para atender a população.

Não imagino um cara em uma cabana na região amazônica usando só cartão magnético para comprar comida no mercado


Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 32.425
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Fim do dinheiro papel
« Resposta #3 Online: 11 de Março de 2017, 14:53:29 »
o fim das cédulas e moedas permitiria diminuir fortemente e até mesmo acabar crimes como assalto, roubos a bancos,
tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. Haveria também a eliminação dos altos custos de gerenciamento e
 transporte de dinheiro dos bancos.

Diminui mas não acaba, pois outros bens poderiam ser usados como moeda, tais como jóias, metais preciosos, bitcoins, peças de carro, etc

E nos ônibus ouviríamos, "eu poderia estar matando, estar praticando seqüestro relâmpago, mas..."

Offline Sdelareza

  • Nível 11
  • *
  • Mensagens: 161
Re:Fim do dinheiro papel
« Resposta #4 Online: 13 de Abril de 2017, 20:36:35 »
Para países com índices relevantes de pobreza onde é mais difícil abolir o papel moeda a médio prazo,
uma primeira etapa seria não emitir cédulas com valor alto (além de retirar de circulação aquelas já existentes). Esse tipo de moeda é geralmente pouco prático para pagar coisas diárias e costuma ser colecionado por criminosos (para pagar propina ou financiar atividades
ilícitas).

Penso que no Brasil aquilo já é feito, com uma cédula de valor máximo de 100 R$. Ou existe cédula
com valor mais alto?
« Última modificação: 13 de Abril de 2017, 20:49:43 por Sdelareza »

Offline Skeptikós

  • Nível 36
  • *
  • Mensagens: 3.235
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:Fim do dinheiro papel
« Resposta #5 Online: 13 de Abril de 2017, 22:44:23 »
A cédula de R$ 100,00 é a de valor mais alto aqui no Brasil.
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!