Autor Tópico: Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF  (Lida 3467 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Fernando Silva

  • Conselheiros
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 6.193
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #25 Online: 18 de Março de 2017, 09:33:36 »
Já há blogueiros petistas criticando a investigação porque "vai prejudicar as empresas brasileiras".

Assim como criticaram a Lava Jato por "arruinar a economia nacional".

Offline Muad'Dib

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.876
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #26 Online: 18 de Março de 2017, 09:43:05 »
Uma coisa é certa, se tiver algum país que tenha interesse em proteger sua pecuária nacional agora, com essa patifaria, tem toda a desculpa que ele precisava para impor sanções na importação de carne brasileira.

O brasileiro adora se autossabotar.

Offline Gabarito

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.308
  • Sexo: Masculino
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #27 Online: 18 de Março de 2017, 09:49:02 »
Já há blogueiros petistas criticando a investigação porque "vai prejudicar as empresas brasileiras".

Assim como criticaram a Lava Jato por "arruinar a economia nacional".

Citar
Só uma canalha esquerdista como Luis Nassif do Jornal GGN poderia ter a cara de pau de defender empresas que lesaram milhões de brasileiros como Friboi, SEARA, Sadia e Perdigão.



Offline Gabarito

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.308
  • Sexo: Masculino
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #28 Online: 18 de Março de 2017, 09:49:15 »
Citar
A JBS em si é praticamente uma criação do estado: foram R$ 12,8 bilhões dos pagadores de impostos para financiar a expansão do grupo, especialmente durante o governo Lula (PT). Fora isso, o governo brasileiro tem 26,33% da empresa: são 21,52% das ações nas mãos do BNDESPar e 4,92% controlados pela Caixa Econômica Federal.
Maior corporativismo do que esse, impossível.

Citar
Como a JBS e outras empresas de carnes se aliaram ao estado para lesar milhões de brasileiros
By Cristine Nicolau -
17/03/2017

Quando se pensa em produtos de origem animal, não é difícil que a maioria das pessoas logo conclua que devem ser fiscalizados e controlados. Para tanto, concordam que o estado institua determinadas regulamentações, portarias e especificações em todas as etapas de produção dos referidos produtos.

A fim de fazer valer tais regulamentações, o estado institui ministérios, secretarias e departamentos para realizar fiscalizações. Aquele que quer investir no setor precisa, portanto, de um jurídico forte, contratando grandes advogados e contadores a fim de viabilizar seu empreendimento.

Como resultado, apenas grandes empresas, com muito dinheiro, donas de várias marcas, conseguem investir no setor devido ao peso das regulamentações, isso sem mencionar os demais encargos suportados prelo empreendedor brasileiro (trabalhistas e tributários, por exemplo). Nesse cenário, evidentemente, o consumidor NÃO terá à sua disposição uma vasta gama de fornecedores, podendo optar apenas entre os produtos de alguns conglomerados, inexistindo, pois, concorrência efetiva no setor. Em troca, o estado “assume” o controle de qualidade dos produtos, instituindo regulamentações e gerando um círculo vicioso em detrimento do consumidor.

Indo adiante, vamos pensar com um pouco de malícia. Vamos imaginar que os conglomerados que mencionamos resolvessem manipular os órgãos fiscalizadores do estado pagando propina aos fiscais, departamentos e secretarias que deveriam, supostamente, zelar pela qualidade dos alimentos. O consumidor, veja, já não terá a opção de ir à concorrência em busca de qualidade superior, pois o estado a eliminou em troca de agir como um “agente garantidor da qualidade”. Na ausência de um livre mercado – e, portanto, de concorrência – o consumidor será obrigado a levar para casa um produto de péssima qualidade por não ter livre escolha entre outros fornecedores.

Não é por acaso que foi o que ocorreu – mais uma vez – aqui no Brasil. Trata-se da Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal na data de hoje (17). As marcas mais famosas e presentes nas prateleiras de supermercados por todo o País estavam vendendo produtos vencidos. Isso mesmo: estragados, podres. Para mascarar o odor de podridão, jogavam aditivos químicos – cancerígenos – e vendiam como carne fresca. Não bastasse isso, ainda inseriam papelão nos lotes de frango e cabeça de porco nos lotes de linguiça.

Impossível dissociar tal episódio do esquema do leite adulterado, a operação Leite Compensado, que investigava um esquema descoberto inicialmente em 2007, mas que até hoje continua a ser praticado.

Você deve imaginar como um absurdo desses pode ocorrer. É que aquele órgão estatal que deveria fiscalizar – já que o próprio consumidor não tem a liberdade de optar – estava também corrompido, trazendo à tona aquela velha questão: quem vigia os vigilantes?

Pior ainda, a fraude só veio à tona porque um dos fiscais resolveu jogar o esquema no ventilador. O motivo não foi exatamente a solidariedade aos consumidores lesados: o fiscal havia denunciado sua superior, a chefe do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Dipoa), Maria do Rocio Nascimento, ao sindicato por assédio moral. Em retaliação, foi determinada sua transferência para outra cidade. Ou seja, mais um exemplo do brilhantismo da eficiência estatal. Não bastasse isso, o fiscal se queixou, ainda de remoções de funcionários feitas para atender aos interesses das empresas.

O resultado prático é que, ao remover o “controle de qualidade” dos consumidores mediante a destruição da concorrência, bem como ao deixar a fiscalização nas mãos do estado, este logo foi aparelhado para satisfazer não as necessidades de pagadores de impostos, mas sim dos corporativistas, aqueles que amam o monopólio / oligopólio às custas do parasitismo estatal e detestam a livre concorrência.

Prova disso é que dentre os envolvidos estão grandes financiadores de campanhas políticas: somente nas eleições de 2014, a JBS doou R$ 366,8 milhões às campanhas eleitorais de diversos políticos, incluindo Dilma e Aécio, nada mais nada menos que 39,5% de todo o lucro que obteve em 2013, se tornando a maior doadora eleitoral daquela eleição. Dos 513 deputados federais no Congresso, 162 deles receberam doações da JBS, que doou para a cúpula de 21 dos 28 partidos que representados na Câmara.

Um socialista logo diria que tamanho descaso com a saúde do consumidor seria obra do “capitalismo malvadão”, ignorando a conduta decisiva do estado para que o esquema funcionasse. Um defensor do livre mercado, por outro lado, logo percebe que tamanha má-fé se deve à certeza de que não haverá prejuízo nas vendas simplesmente porque o consumidor mal tem para onde correr se quiser consumir o produto de outro produtor.

Numa economia realmente livre, vender um produto podre é um suicídio que leva a empresa à falência. Mas, no Brasil, os burocratas precisam – e muito – dos corporativistas, então tenha certeza que nenhuma dessas empresas irá falir. Não à toa, segundo o delegado de Polícia Federal, Maurício Moscardi Grillo, dois partidos – PP e PMDB – receberam parte dos valores pagos a título de propina. Nunca a frase “comerão as migalhas que caírem de nossa mesa”, de Lênin, fez tanto sentido.

Cabe lembrar que a JBS em si é praticamente uma criação do estado brasileiro: foram R$ 12,8 bilhões dos pagadores de impostos brasileiros para financiar a expansão do grupo, especialmente durante o governo Lula (PT). O presidente da Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo), Péricles Salazar, chegou a questionar “por que jogar tanto dinheiro numa só empresa? Não há somente ela no mercado!”. Fora isso, o governo brasileiro tem 26,33% da empresa: são 21,52% das ações nas mãos do BNDESPar e 4,92% controlados pela Caixa Econômica Federal. Maior corporativismo do que esse, impossível.

Em tempos de canibalismo político, a carne é fraca, mas o estado é forte e a indigestão é sua.

Offline Gabarito

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.308
  • Sexo: Masculino
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #29 Online: 18 de Março de 2017, 09:56:45 »
Já há blogueiros petistas criticando a investigação porque "vai prejudicar as empresas brasileiras".

Assim como criticaram a Lava Jato por "arruinar a economia nacional".

Citar
Blog de Renato Rovai emite narrativa podre para defender carne podre da Friboi (símbolo da era petista)
17 de março de 2017



O blog do petista Renato Rovai trouxe um artigo monstruoso intitulado “Depois de entregar Pré-Sal, esquema PF e MP pode quebrar frigoríficos nacionais”. O monstro diz:
Citar
    Evidente que ninguém quer comer carne estragada ou produzida sob condições questionáveis. Mas a operação da PF de hoje que coloca os maiores frigoríficos brasileiros, que são também os maiores do mundo, em xeque pode ter consequência tão grave para a economia do país quanto a que afundou a Petrobras e permitiu a uma quadrilha entregar o Pré-Sal.
Epa, epa… Esperem aí. Quer dizer que de tiver “consequência grave para a economia do país” não é para investigar? O que Rovai sugere que seja feito? Que não se investigue?

Ele segue:
Citar
    A disputa por esse mercado de carnes é tão selvagem quanto o de petróleo. Não há santos nele. E tanto a selvagem relação das empresas com os seus empregados, quanto a forma que se dá a disputa entre elas é algo que não permite ingenuidade.

Eis o discurso da equivalência moral. Se “não há santos”, então todos são igualmente corruptos, certo? Mas cadê as provas de que todos vendem carniça junto com carne? Se as provas apareceram quanto à Friboi e a BRF, ele teria que apresentar a prova das demais empresas. Cadê?
Citar
    Por este motivo, não se pode deixar de imaginar que a ação da PF não tenha como força motriz apenas o interesse público. Há outras empresas que irão ganhar uma fatia razoável do mercado da JBS, BR Foods e Seara com todo esse escândalo da operação de hoje, que, se responsável, teria de ser feita resguardando um nível mínimo de sigilo.

E daí que outras empresas irão ganhar fatias de mercado? Cade ao Rovai provar que elas cometeram os mesmos crimes que a Friboi e as demais investigadas. As pessoas precisam saber se podem estar comendo carne podre ou não. Sugerir sigilo neste caso é fazer o cidadão correr risco de comer carne contaminada até com produtos cancerígenos. O texto de Rovai é uma aberração.

Mas basta lembrar que Rovai defende uma das empresas que mais investiram no PT. Não é por coincidência que foram uma das empresas mais beneficiadas pelo BNDES. No dia em que a Caixa de Pandora do BNDES for aberta, a podridão do mercado elitista de carnes vai se tornar ainda mais grave do que a distribuição de carnes apodrecidas. No fundo, essa gente é tão podre quanto o PT.

Offline Shadow

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.446
  • "Alguns teóricos dos antigos astronautas...."
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #30 Online: 18 de Março de 2017, 10:31:36 »
Sobre carnes, li em algum lugar (acho que foi no Cracked) que os cozinheiros de restaurantes dão graças aos céus quando algum cliente pede carne 'bem passada'... eles aproveitam pra pegar a pior carne disponível, que fica mais disfarçada quanto mais cozida estiver.

A escolha é entre podre e bem passada ou crua e contaminada com salmonela e toxoplasma.  :/

Ainda bem que eu não como fora... acho que vou continuar com esse "hábito" sempre que tiver a oportunidade.

Estava mostrando esse post para minha esposa, que é médica veterinária e especialista em carnes e ela acabou de dizer isso. Quer comida saudável faça em casa.
"Who knows what evil lurks in the hearts of men? The Shadow knows..."

Offline Shadow

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.446
  • "Alguns teóricos dos antigos astronautas...."
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #31 Online: 18 de Março de 2017, 10:36:39 »
Já há blogueiros petistas criticando a investigação porque "vai prejudicar as empresas brasileiras".

Assim como criticaram a Lava Jato por "arruinar a economia nacional".

Citar
Blog de Renato Rovai emite narrativa podre para defender carne podre da Friboi (símbolo da era petista)
17 de março de 2017



O blog do petista Renato Rovai trouxe um artigo monstruoso intitulado “Depois de entregar Pré-Sal, esquema PF e MP pode quebrar frigoríficos nacionais”. O monstro diz:
Citar
    Evidente que ninguém quer comer carne estragada ou produzida sob condições questionáveis. Mas a operação da PF de hoje que coloca os maiores frigoríficos brasileiros, que são também os maiores do mundo, em xeque pode ter consequência tão grave para a economia do país quanto a que afundou a Petrobras e permitiu a uma quadrilha entregar o Pré-Sal.
Epa, epa… Esperem aí. Quer dizer que de tiver “consequência grave para a economia do país” não é para investigar? O que Rovai sugere que seja feito? Que não se investigue?

Ele segue:
Citar
    A disputa por esse mercado de carnes é tão selvagem quanto o de petróleo. Não há santos nele. E tanto a selvagem relação das empresas com os seus empregados, quanto a forma que se dá a disputa entre elas é algo que não permite ingenuidade.

Eis o discurso da equivalência moral. Se “não há santos”, então todos são igualmente corruptos, certo? Mas cadê as provas de que todos vendem carniça junto com carne? Se as provas apareceram quanto à Friboi e a BRF, ele teria que apresentar a prova das demais empresas. Cadê?
Citar
    Por este motivo, não se pode deixar de imaginar que a ação da PF não tenha como força motriz apenas o interesse público. Há outras empresas que irão ganhar uma fatia razoável do mercado da JBS, BR Foods e Seara com todo esse escândalo da operação de hoje, que, se responsável, teria de ser feita resguardando um nível mínimo de sigilo.

E daí que outras empresas irão ganhar fatias de mercado? Cade ao Rovai provar que elas cometeram os mesmos crimes que a Friboi e as demais investigadas. As pessoas precisam saber se podem estar comendo carne podre ou não. Sugerir sigilo neste caso é fazer o cidadão correr risco de comer carne contaminada até com produtos cancerígenos. O texto de Rovai é uma aberração.

Mas basta lembrar que Rovai defende uma das empresas que mais investiram no PT. Não é por coincidência que foram uma das empresas mais beneficiadas pelo BNDES. No dia em que a Caixa de Pandora do BNDES for aberta, a podridão do mercado elitista de carnes vai se tornar ainda mais grave do que a distribuição de carnes apodrecidas. No fundo, essa gente é tão podre quanto o PT.

Pensa em um sujeito que presta....
"Who knows what evil lurks in the hearts of men? The Shadow knows..."

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 18.768
  • Sexo: Masculino
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #32 Online: 18 de Março de 2017, 12:40:25 »
Estão divulgando na internet que nesse rolo da carne podre a PF quer saber o motivo da empresa ter conseguido  30 bilhões em renúncia fiscal e créditos com o bndes  no governo Dilmão.

Postarei aqui se achar uma fonte confiável.

*A propósito, tb comentam que por acaso a Kátia Abreu era a ministra da agricultura na época, a mesma defensora do Dilmão no bota fora.

« Última modificação: 18 de Março de 2017, 12:44:13 por Arcanjo Lúcifer »

Offline Shadow

  • Nível 28
  • *
  • Mensagens: 1.446
  • "Alguns teóricos dos antigos astronautas...."
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #33 Online: 18 de Março de 2017, 12:44:59 »
Já há blogueiros petistas criticando a investigação porque "vai prejudicar as empresas brasileiras".

Assim como criticaram a Lava Jato por "arruinar a economia nacional".

Petistas, sempre honestos. Nunca vi ninguém se orgulhar tanto de seu próprio comportamento criminoso quanto essa gente.
"Who knows what evil lurks in the hearts of men? The Shadow knows..."

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #34 Online: 18 de Março de 2017, 14:32:35 »
É meio irônico serem os esquerdistas (ou os "mais esquerdistas") a estarem numa posição meio análoga aos defensores de anti-regulamentações, em defesa dos lucros das empresas, em detrimento da saúde do consumidor.

Mas conseguem fazer algo até um pouco pior, ao não estarem abertamente defendendo regulamentações mais frouxas, mas fraude/impunidade mesmo.

Offline Diegojaf

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 23.971
  • Sexo: Masculino
  • Bu...
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #35 Online: 18 de Março de 2017, 16:34:05 »
O que eu ainda não entendi é... se tem carne estragando, é por que o mercado não está consumindo o bastante ou a forma de conservação/transporte é inadequada?

E se estão misturando papelão e cabeça de porco pra fazer embutidos, aí já não é subprodução?
"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." - Rui Barbosa

http://umzumbipordia.blogspot.com - Porque a natureza te odeia e a epidemia zumbi é só a cereja no topo do delicioso sundae de horror que é a vida.

Offline JJ

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 7.239
  • Sexo: Masculino
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #36 Online: 18 de Março de 2017, 16:41:44 »
O que eu ainda não entendi é... se tem carne estragando, é por que o mercado não está consumindo o bastante ou a forma de conservação/transporte é inadequada?



É apenas uma observação pessoal minha, mas já vi mais de uma vez carne sendo transportada em caminhão baú sem refrigeração (ao menos em trechos dentro da cidade).   E já vi reportagem sobre  carne armazenada em temperatura inadequada.  Então eu apostaria em conservação/transporte  inadequado.




Offline Gauss

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.004
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #37 Online: 18 de Março de 2017, 17:01:31 »
Qual é a chance de alguns órgãos privados passarem a fazer a fiscalização das carnes. Tipo, ser apenas um selo de qualidade ao estilo ISO? Há mais corrupção no ISO do que nos órgãos estatais? É possível um ou  mais órgãos privados fazerem esse tipo de fiscalização?
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline Gabarito

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.308
  • Sexo: Masculino
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #38 Online: 18 de Março de 2017, 17:04:20 »
O que eu ainda não entendi é... se tem carne estragando, é por que o mercado não está consumindo o bastante ou a forma de conservação/transporte é inadequada?

E se estão misturando papelão e cabeça de porco pra fazer embutidos, aí já não é subprodução?

Também é um "achismo" meu, mas a história do papelão tem forte indicação de ter sido um engano da PF.
Quem pode explicar melhor são as pessoas que trabalham com embalagem, logística, essas coisas, para identificar no diálogo gravado se o funcionário se refere a inserir papelão na carne ou armazená-la em papelão ao invés do plástico.

Abaixo, trechos da reportagem do JN de ontem:

Citar
Funcionário: O problema é colocar papelão lá dentro do CMS também né. Tem mais essa ainda. Só que não dá pra mim tirar. Eu vou ver se eu consigo colocar em papelão. Agora se eu não consegui em papelão, daí infelizmente eu vou ter que condenar.

Luiz Fossati: Aí tu pesa tudo que nós vamos dar perda. Não vamos pagar rendimentos isso.

[...]

A BRF também reiterou que a gravação em que funcionários da empresa se referem a papelão numa de suas fábricas é um claro e gravíssimo erro da Polícia Federal, pois, segundo a nota enviada pela BRF ao Jornal Nacional, o funcionário estava se referindo às embalagens do produto e não ao seu conteúdo. E que isso fica claro quando ele disse que vai ver se consegue colocar em papelão, pois esse produto é normalmente embalado em plástico.

 A BRF divulgou em sobre o uso do papelão. Segundo a empresa, o funcionário estava se referindo às embalagens do produto e não ao seu conteúdo. Quando ele diz “dentro do CMS”, está se referindo à área onde o CMS é armazenado.

A BRF diz que isso fica ainda mais claro quando ele diz que vai ver se consegue “colocar em papelão”, ou seja, embalar o produto em papelão, pois esse produto é normalmente embalado em plástico.

http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2017/03/pf-investiga-suposta-propina-para-liberar-carne-impropria-ao-consumo.html

Sobre a carne imprópria para o consumo, fora da validade, eu creio que são medidas de "economia barata" não "desperdiçar" algo que possa estar ainda em bom estado, mas cuja validade venceu. Para não jogar fora, tentaram aproveitar as peças.

Mas não estou defendendo ninguém.
Carne podre com papelão, como está correndo por aí afora, ninguém merece.
Que tudo seja investigado e que os envolvidos sejam severamente punidos.

Offline Muad'Dib

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.876
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #39 Online: 18 de Março de 2017, 17:23:02 »
O que eu ainda não entendi é... se tem carne estragando, é por que o mercado não está consumindo o bastante ou a forma de conservação/transporte é inadequada?

E se estão misturando papelão e cabeça de porco pra fazer embutidos, aí já não é subprodução?

Não está bem explicado ainda. O funcionamento dessas grandes empresas é, em muito, via terceirizações. São vários frigoríficos terceirizados. É possível que alguns frigoríficos estejam tentando manter mais matéria-prima do que a sua capacidade permite e, por excesso de produto, nem todas as peças consigam manter a temperatura adequada para a conservação. É ganância. E ganância também explicaria o papelão e a cabeça de porco. Papelão nem precisaria dizer, mas cabeça de porco é proibida por lei entrar como ingrediente nos embutidos. Provavelmente o cara tem matéria prima suficiente para fazer X produtos e quer fazer X + 20%, então ele usa o que tem para fazer peso.

Offline Buckaroo Banzai

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 34.099
  • Sexo: Masculino
  • ...
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #40 Online: 18 de Março de 2017, 17:28:05 »
<a href="https://www.youtube.com/v/0bNZIasp3Bs" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/0bNZIasp3Bs</a>

"Marcas" de carne de grife falsificadas


<a href="https://www.youtube.com/v/iLmVCgoakDE" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/iLmVCgoakDE</a>

"peixe-gato" por "peixe-lebre"

Inclusive marcas naturebas dizendo que não adicionam o nitrito de sódio, mas está lá como "cultured celery".

Fico só aguardando as desculpas embaraçadas dos estatólatras canadófilos.




<a href="https://www.youtube.com/v/PMP5a0hn9_Q" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/PMP5a0hn9_Q</a>

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 18.768
  • Sexo: Masculino
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #41 Online: 18 de Março de 2017, 17:30:01 »
Carne estraga muito fácil, o que acontece é que muitos comerciantes desligam as geladeiras durante a noite para economizar energia.

Não sei se vcs tem conhecimento, mas quando vc compra algo  em um supermercado a mercadoria não é  da loja, eles só alugam as prateleiras e geladeiras.

Tanto é que se vc encontrar um repositor na loja possivelmente ele trabalha para o fabricante do produto.

Sei disso porque meu pai era representante comercial.

A mercadoria estragada, danificada ou vencida é levada de volta.


Offline Pasteur

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 5.993
  • Sexo: Masculino
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #42 Online: 18 de Março de 2017, 17:31:20 »
Alguém já tinha ouvido falar há muito tempo atrás que em algumas linguiças misturavam papelão junto com carnes menos nobres? Eu sempre achei que isso fazia parte do imaginário popular, mas tinha minhas dúvidas...

Offline Muad'Dib

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.876
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #43 Online: 18 de Março de 2017, 17:32:45 »
Imagina a geladeira de sua casa. Ela tem potencial para refrigerar uma certa quantidade de alimento. Em um dia você resolve fazer um churrasco para 50 pessoas e compra uma quantidade de carne suficiente para encher a geladeira a ponto de quase não conseguir fechar a porta. A carne lá dentro está de tal forma amontoada que as peças que ficaram no meio não vão receber o resfriamento correto e em tempo hábil para impedir a proliferação bacteriana, depois de 2 ou três dias a carne que ficou próximo as laterais está em condições de ser apreveitada sem problemas, a que ficou no meio pode até ser que não apresente nenhuma alteração gritante, mas já não está em condições de ser usada.

Um frigorífico é algo similar, só que em escala incrivelmente grande. E o dono do frigorífico, por questão de economia de energia, não usa a refrigeração na potencia máxima.

Offline Arcanjo Lúcifer

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 18.768
  • Sexo: Masculino
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #44 Online: 18 de Março de 2017, 17:34:00 »
Alguém já tinha ouvido falar há muito tempo atrás que em algumas linguiças misturavam papelão junto com carnes menos nobres? Eu sempre achei que isso fazia parte do imaginário popular, mas tinha minhas dúvidas...

Não sei se misturam papelão, mas colocam todo tipo de coisa que vc teria nojo de comprar se visse em exposta no açougue.

Offline Muad'Dib

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.876
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #45 Online: 18 de Março de 2017, 17:52:12 »
Qual é a chance de alguns órgãos privados passarem a fazer a fiscalização das carnes. Tipo, ser apenas um selo de qualidade ao estilo ISO? Há mais corrupção no ISO do que nos órgãos estatais? É possível um ou  mais órgãos privados fazerem esse tipo de fiscalização?

Mas seria uma empresa fiscalizadora com o monopólio da função? Eu lembrei do filme A Grande Aposta sobre a crise de 2007 e as agências de avaliação de risco que davam triplo A para as hipotécas. Se um banco não conseguisse o AAA de uma agência ele iria em outra e recebia, por isso nenhuma avaliava como se devia a situação.

Fiscalização tem que ser uma atividade estatal e o fiscal tem que ter poder de polícia. O que falta é mecanismo para acabar com  promiscuidades como a que ocorreu nesse caso. Funcionário público tem que saber que se não exercer a sua função dignamente vai ter problemas maiores que demissão. Pelo menos deveria ser assim. É isso que, na minha opinião tem que ser buscado. E nem precisa acabar com a estabilidade, basta criar meios para punir corrupção e vagabundagem.[/tt]

Offline Gauss

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.004
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #46 Online: 18 de Março de 2017, 18:03:11 »
Qual é a chance de alguns órgãos privados passarem a fazer a fiscalização das carnes. Tipo, ser apenas um selo de qualidade ao estilo ISO? Há mais corrupção no ISO do que nos órgãos estatais? É possível um ou  mais órgãos privados fazerem esse tipo de fiscalização?

Mas seria uma empresa fiscalizadora com o monopólio da função? Eu lembrei do filme A Grande Aposta sobre a crise de 2007 e as agências de avaliação de risco que davam triplo A para as hipotécas. Se um banco não conseguisse o AAA de uma agência ele iria em outra e recebia, por isso nenhuma avaliava como se devia a situação.

Fiscalização tem que ser uma atividade estatal e o fiscal tem que ter poder de polícia. O que falta é mecanismo para acabar com  promiscuidades como a que ocorreu nesse caso. Funcionário público tem que saber que se não exercer a sua função dignamente vai ter problemas maiores que demissão. Pelo menos deveria ser assim. É isso que, na minha opinião tem que ser buscado. E nem precisa acabar com a estabilidade, basta criar meios para punir corrupção e vagabundagem.[/tt]
Digo num sentido de se ter uma agremiação que faça isso. Como funciona a Organização Internacional de Normalização.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Organiza%C3%A7%C3%A3o_Internacional_de_Normaliza%C3%A7%C3%A3o
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

Offline André Luiz

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.442
  • Sexo: Masculino
    • Forum base militar
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #47 Online: 19 de Março de 2017, 10:36:48 »
A BRF tem uma empresa só para atender o oriente médio  com critérios rigorosos de qualidade e cortes que atende as crenças dos mulçumanos.

Já a gente aqui come papelão com carne podre.
Temos memes garantidos até o fim do ano

Offline DDV

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.724
  • Sexo: Masculino
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #48 Online: 19 de Março de 2017, 10:38:08 »
Se isso fosse na China, ia acabar o estoque de balas.
Não acredite em quem lhe disser que a verdade não existe.

"O maior vício do capitalismo é a distribuição desigual das benesses. A maior virtude do socialismo é a distribuição igual da miséria." (W. Churchill)

Offline DDV

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.724
  • Sexo: Masculino
Re:Escândalo das Carnes / A Maior Operação da História da PF
« Resposta #49 Online: 19 de Março de 2017, 10:41:40 »
Não acredite em quem lhe disser que a verdade não existe.

"O maior vício do capitalismo é a distribuição desigual das benesses. A maior virtude do socialismo é a distribuição igual da miséria." (W. Churchill)

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!