Autor Tópico: "Racismo"  (Lida 25795 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Geotecton

  • Moderadores Globais
  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 25.932
  • Sexo: Masculino
Re:"Racismo"
« Resposta #675 Online: 14 de Novembro de 2017, 09:06:03 »
Concordo com a sua análise Pedro Reis.
Foto USGS

Offline _Juca_

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 12.130
  • Sexo: Masculino
  • Quem vê cara, não vê coração, fígado, estômago...
Re:"Racismo"
« Resposta #676 Online: 14 de Novembro de 2017, 09:47:35 »
Perguntas e dúvidas:

(1) A liberdade de pensamento pressupõe que todos podem pensar livremente, inclusive ter pensamentos racistas se desejarem?

(2) As pessoas também têm direito à privacidade onde podem compartilhar privadamente seus pensamentos mais hediondos?

(3) Alguém pode se declarar racista exercendo o seu direito de opinião e mesmo sem atuar com atitudes racistas em relação ao próximo está infringindo a lei?

(4) Faz sentido uma decisão de afastamento de um jornalista baseada na divulgação de uma conversa pessoal gravada sem autorização?

Eu acho que discriminação, ódio e preconceito mesmo que cometido em ambiente privado e dirigido a quem concorda com a pessoa, ainda é tudo isso. O que não era o caso, ele estava em um ambiente de trabalho, o que não é nada privado. Agora qualquer um pode pensar qualquer coisa, mas a partir do momento que a pessoa externa seu pensamento isso se torna um ato, e atos tem consequências.

« Última modificação: 14 de Novembro de 2017, 09:50:56 por _Juca_ »

Offline O Grande Capanga

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.710
Re:"Racismo"
« Resposta #677 Online: 14 de Novembro de 2017, 10:06:14 »
Juca, e sobre Lula ter dito que Pelotas é exportadora de viados? Foi homofobia?

Offline André Luiz

  • Nível 37
  • *
  • Mensagens: 3.442
  • Sexo: Masculino
    • Forum base militar
Re:"Racismo"
« Resposta #678 Online: 14 de Novembro de 2017, 10:10:08 »
Continuam passando pano, racismo não é pregar apenas o extermínio de uma raça, basta subjugar e inferiorizar ela, com piadas inclusive.

É claro que já proferi piadas politicamente incorretas, como aquela que contei pra um amigo japonês que acho o povo de Nagazaki muito radiante.

A galera ta caindo no William porque não demonstrou desconforto em seguida, mas quem sabe em toda sua vida ele só tenha visto motoristas negros buzinando feito maloqueiros no transito  ::)


Offline O Grande Capanga

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.710
Re:"Racismo"
« Resposta #679 Online: 14 de Novembro de 2017, 10:24:08 »
É claro que já proferi piadas politicamente incorretas, como aquela que contei pra um amigo japonês que acho o povo de Nagazaki muito radiante.

E, por proferir piadas politicamente incorretas, o que você externou na piada, era o que você realmente pensava sobre o alvo que foi depreciado?

Offline Lorentz

  • Nível Máximo
  • *
  • Mensagens: 9.799
  • Sexo: Masculino
Re:"Racismo"
« Resposta #680 Online: 14 de Novembro de 2017, 10:34:29 »
É claro que já proferi piadas politicamente incorretas, como aquela que contei pra um amigo japonês que acho o povo de Nagazaki muito radiante.

E, por proferir piadas politicamente incorretas, o que você externou na piada, era o que você realmente pensava sobre o alvo que foi depreciado?

A linha que separa o mero politicamente incorreto do preconceito criminoso está ficando cada vez mais tênue.

Nós vamos chegar no ponto em que meramente proferir um xingamento na rua gerará uma multa:

"Amy, technology isn't intrinsically good or bad. It's all in how you use it, like the death ray." - Professor Hubert J. Farnsworth

Offline Sparke

  • Nível 13
  • *
  • Mensagens: 284
  • Sexo: Masculino
Re:"Racismo"
« Resposta #681 Online: 14 de Novembro de 2017, 10:49:56 »
Para enriquecer o debate, lembro que no direito penal, nos crimes de calúnia, difamação e injúria, não basta a vontade (dolo) de fazer a afirmação reputada ofensiva se a parte, no contexto, tinha o ânimo de gracejo ou pilhéria (vulgo brincadeira), exigindo-se uma vontade específica (dolo específico). É controverso e, é claro, dá margem para a interpretação, como tudo no direito.

Da minha parte, eu também me inclino, a princípio, pela não configuração do crime do art. 20 da Lei n. 7.716/1989, embora evidentemente seja uma piada de mal gosto.

Acho interessante também a discussão do espaço da fala (público ou privado). É certo que foi num estúdio, mas o contexto era inteiramente privado, não fosse a divulgação.

Offline Skeptikós

  • Nível 38
  • *
  • Mensagens: 3.743
  • Sexo: Masculino
  • Séxtos Empeirikós
Re:"Racismo"
« Resposta #682 Online: 14 de Novembro de 2017, 21:33:41 »
Com a divulgação das imagens a empresa age certo em afastar o profissional, já que a empresa visa com essa atitude se distanciar de qualquer crítica feita ao profissional, evitando que sua imagem seja manchada juntamente com a do profissional. Mas ele disse aquilo para um colega nos bastidores, e ainda por cima ele falou baixo, o que significa que ele não desejava que aquilo fosse ouvido nem mesmo pelos demais que estavam no ambiente mas somente pelo colega que estava ao seu lado. Além do mais ele não sabia que a comentário foi gravado e muito menos que aquele comentário que se pretendia ser deixado em particular se tornaria público com a divulgação das imagens. Tudo isso ao meu ver são atenuantes que o eximem de ter cometido qualquer crime racial. Agora, se sua atitude merece demissão além do afastamento é uma decisão interna da empresa, já que querendo ou não soou muito mal e a empresa pode decidir demiti-lo caso o comentário fira de alguma forma regras internas da empresa ou caso a demissão seja considerada estratégica afim de evitar que o racismo seja associado a imagem da empresa.
"Che non men che saper dubbiar m'aggrada."
"E, não menos que saber, duvidar me agrada."

Dante, Inferno, XI, 93; cit. p/ Montaigne, Os ensaios, Uma seleção, I, XXV, p. 93; org. de M. A. Screech, trad. de Rosa Freire D'aguiar

Offline Agnoscetico

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.972
  • Sexo: Masculino
Re:"Racismo"
« Resposta #683 Online: 14 de Novembro de 2017, 23:13:31 »


Essa aqui tentando qualificar Dória como algum genocida racial, mas fez foi associar negros om crack. Criou um efeito colateral que deixou imagem do negro mais associada a drogas em vez desfazer estereótipo:

<a href="https://www.youtube.com/v/8RWIg7j3QOc" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/8RWIg7j3QOc</a>

Offline Pedro Reis

  • Nível 31
  • *
  • Mensagens: 1.936
Re:"Racismo"
« Resposta #684 Online: 15 de Novembro de 2017, 00:09:47 »
Com a divulgação das imagens a empresa age certo em afastar o profissional, já que a empresa visa com essa atitude se distanciar de qualquer crítica feita ao profissional, evitando que sua imagem seja manchada juntamente com a do profissional. Mas ele disse aquilo para um colega nos bastidores, e ainda por cima ele falou baixo, o que significa que ele não desejava que aquilo fosse ouvido nem mesmo pelos demais que estavam no ambiente mas somente pelo colega que estava ao seu lado. Além do mais ele não sabia que a comentário foi gravado e muito menos que aquele comentário que se pretendia ser deixado em particular se tornaria público com a divulgação das imagens. Tudo isso ao meu ver são atenuantes que o eximem de ter cometido qualquer crime racial. Agora, se sua atitude merece demissão além do afastamento é uma decisão interna da empresa, já que querendo ou não soou muito mal e a empresa pode decidir demiti-lo caso o comentário fira de alguma forma regras internas da empresa ou caso a demissão seja considerada estratégica afim de evitar que o racismo seja associado a imagem da empresa.

Foi uma decisão, claro, "mercadológica". É compreensível, uma empresa de comunicação vive de publicidade e a repercussão nas redes sociais foi muito ruim, histérica e exagerada.

Mas foi uma punição injusta apesar de inevitável. Eu vejo o Willian Waack em um programa dele ( quer dizer, agora não tem mais ) o "Painel", que ele conduz muito bem. O estranho é que esse cara não parece ter um perfil de racista, não combina. Não dá pra imaginar que ele seja realmente racista.

Já a própria Globo, enquanto empresa, se não era racista pelo menos durante muito tempo não teve a preocupação de valorizar a imagem do negro na sociedade. Justamente na época em que a Globo como formadora de opinião reinava absoluta. Então o afastamento do jornalista foi uma medida até hipócrita tomada pela direção da empresa. Veja quantas séries e novelas a Globo já fez que eram críticas aos tempos de ditadura e geralmente até "glamourizando" e romantizando o pessoal da luta armada.

Até aí tudo bem, o problema é que o Sr. Roberto Marinho foi excelente amigo do regime militar. E durante os 20 anos em que essa empresa teve inúmeros privilégios concedidos pelo governo  raramente colocava um negro em uma novela.


Offline Gauss

  • Nível 35
  • *
  • Mensagens: 3.004
  • Sexo: Masculino
  • A Lua cheia não levanta-se a Noroeste
Re:"Racismo"
« Resposta #685 Online: 15 de Novembro de 2017, 15:54:12 »
[...]Criou um efeito colateral que deixou imagem do negro mais associada a drogas em vez desfazer estereótipo:
Esse é o objetivo do Movimento Negro.
“A matemática é a rainha das ciências.”
Carl Friedrich Gauss.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!