Mensagens Recentes

Páginas: [1] 2 3 4 5 ... 10
1
Ceticismo / Re:A farsa do aquecimento global causado pelo homem
« Última Mensagem: por Nostromo Online Hoje às 17:51:30 »
Você pode ser de direita e:

1 - Não gostar do Trump nem do Bolsonaro
2 - Aceitar que está havendo um aquecimento global

Alguns se acham de direita por ser contra o aborto, gays, e coisa como "globalismo" (apesar de serem "nacionalistas").

Ignoram a defesa da liberdade, do indivíduo, das instituições privadas (afinal, só o Estado para monitorar a bunda alheia).

Aí que está: é uma lambança de escolhas que as pessoas fazem que elas se autoconfiguram ou mesmo são taxadas por outros grupos.

O importante é o estudo das ideias a parte de sua origem, mas o problema é que o pessoal se apega a pessoa criadora ou quem afirmou tal ponto é aí fica até difícil chegar a um consenso na maioria das vezes sobre um determinado assunto e isso se torna obscuro ou até um tabu.
2
Ceticismo / Re:A farsa do aquecimento global causado pelo homem
« Última Mensagem: por Lorentz Online Hoje às 17:33:22 »
Você pode ser de direita e:

1 - Não gostar do Trump nem do Bolsonaro
2 - Aceitar que está havendo um aquecimento global

Alguns se acham de direita por ser contra o aborto, gays, e coisa como "globalismo" (apesar de serem "nacionalistas").

Ignoram a defesa da liberdade, do indivíduo, das instituições privadas (afinal, só o Estado para monitorar a bunda alheia).
3
Laicismo, Política e Economia / Re:Bitcoin, a moeda do futuro
« Última Mensagem: por Agnoscetico Online Hoje às 15:09:49 »


<a href="https://www.youtube.com/v/HyLnYT0F5C8" target="_blank" class="new_win">https://www.youtube.com/v/HyLnYT0F5C8</a>
4
Seguindo a linha de considerar atividades escatológicas e explorações anais como divulgação científica e trabalho de mestrado e doutorado, temos a seguir a Dissertação de Mestrado da Universidade Federal de Pernambuco:





Citar
A folia dos cus prolapsados: pornografia bizarra e prazeres sexuais entre mulheres
VIANA, Luciene Galvão
URI: http://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/19150
Data: 2014-02-25

Resumo:
A “temática anal” aparece como critica as epistemologias científicas que pressupõem que neutralidade e universalidade são atributos que se estendem tanto àqueles e àquelas que produzem conhecimento quanto àquilo que é produzido. Nessa perspectiva, o cu tem sido utilizado, metaforicamente, em discussões político-epistemológicas que reivindicam a desconstrução da norma heterossexual contribuindo para a produção de saberes implicados pela erotização corporal, como também, para a criação de políticas que privilegiam o prazer anal e criticam a reprodução da divisão “norte-sul”, no âmbito das teorizações queer. No entanto, as metáforas, muitas vezes, parecem produzir certa facticidade do uso sexual anal, relacionado à penetração e à passividade. A encenação do prolapso no pornô, quase exclusivamente realizado por atrizes, nos fez questionar se a pornografia pode ir além do sentido de “pedagogia sexual” e caracterizar-se como um campo de potência imaginativa e, nesse caso, de criação de possibilidades corporais que desafiam verdades anatômicas e fisiológicas. Nos interrogarmos também sobre o fato de que a penetração anal seja comumente o único referente do prazer sexual anal e, consequentemente, a base para que se possa pensar as relações sexuais a partir da binaridade “atividade/passividade”. Assim, elegemos como objetivo primordial analisar as disposições de sexualidade e erotismo acionadas pelo prolapso pornográfico no site prolapseparty.com. O material de pesquisa constituiu-se de textos, elementos gráficos e vídeos apresentados no site Prolapseparty.com que foram problematizados a partir de uma perspectiva pós-estruturalista de inspiração Foucaultiana. Consideramos que as fantasias nesse site podem ser vivenciadas pela criação de elementos que incentivem a imaginação de que os atos sexuais podem ir além da tela do computador e fazer parte do cotidiano. Os usos sexuais do ânus, nesse sentido, não envolvem a penetração ou a inserção anal, mas, a exploração da capacidade de elasticidade e excrescência que levou-nos a argumentar que as imagens engendram “prazeres sexuais de superfície”. Outro elemento importante foi a menção à relação de proximidade entre as atrizes que funciona como forma de denotar que o deleite sexual proporcionado pelo deslocamento do reto se diferencia de um ato de “violência”. Assim, a exibição das técnicas que deslocam e criam genitálias e ânus prolapsados abdicam da naturalidade corporal e, consequentemente, enfatizam que o prazer sexual é fabricado.




Em outro tópico, eu trouxe casos semelhantes.
Listando aqui somente a introdução para haver a correlação a quem desejar pesquisar mais sobre o assunto:

Eu não sabia onde botar isso.
Vai aqui mesmo, uma vez que se trata de universidades.

Nesses tempos de divulgação dos vencedores do Nobel de 2017, temos nas notícias seguintes uma pequena mostra do que anda acontecendo nos ambientes acadêmicos brasileiros, onde deveria haver mais ênfase na pesquisa séria e que traga benefícios e avanços à sociedade:

Citar
Em universidade federal, doutorado sobre orgias gays tem “participação especial” de autor
Tese aprovada pela UFF (Universidade Federal Fluminense) traz termos chulos e imagens pornográficas

...


Agora, outras monografias inesperadas:

Citar
Dez monografias incomuns bancadas com dinheiro público
Dissertações de mestrado e teses de doutorado de universidades públicas incluem estudos sobre funkeiro Mr. Catra e vlogueiro Felipe Neto

...



Citar
Performance ousada com dendê fecha seminário internacional da Ufba

...

5
Laicismo, Política e Economia / Re:Lava Jato chegou ao Lula
« Última Mensagem: por Gabarito Online Hoje às 14:03:35 »
Citar
No desespero
18/01/2018 0:00
Milhares de cargos foram perdidos pelo PT e associados. Um segundo cataclismo, nas eleições deste ano, seria devastador

É um claro sinal de desespero essa radicalização do PT à medida que se aproxima o julgamento de Lula no Tribunal Regional Federal de Porto Alegre. Há um componente de agitação e propaganda nesse movimento — uma última tentativa de intimidar o Judiciário — mas tem aí uma questão pessoal.

Trata-se do futuro profissional, do meio de vida mesmo, de grande parte dos quadros do PT. Estamos falando daqueles que só trabalham em três ambientes: no próprio partido, nos sindicatos e nos governos. São pessoas que praticamente largaram suas profissões para se dedicar inteiramente à atividade política.

Lula, claro, é o exemplo maior. Mas há outros milhares que descreveram a mesma trajetória de vida. São operários, advogados, médicos, engenheiros, técnicos de diversas áreas, jornalistas, que há muitos anos não têm qualquer atividade no setor privado da economia.

Podem reparar nos currículos. O sujeito é membro do partido, diretor do sindicato, depois aparece como secretário de alguma prefeitura, vai para um DAS no governo federal, assume um posto em governo estadual, uma bela assessoria em estatal — e assim vai, de administração em administração, de cidade em cidade, sempre acompanhando as vitórias do PT.

Os funcionários públicos concursados, como os professores, estão em parte protegidos pelas generosas regras do setor, entre as quais a estabilidade. O PT perde a eleição, o sujeito perde o cargo no governo e volta para a repartição. Mas como um simples peão. Tem um garantido mensal, mas perde gratificações, DAS, jetons por participação em conselhos de estatais, perde poder.

Eis um ponto pouco comentado, mas que está nas preocupações internas dos militantes.

Isso, aliás, explica grande parte dessa adesão cega a Lula. Tem o fervor político, claro, mas, convenhamos, é coisa de poucos. Os outros, inclusive por terem participado de campanhas e governos, sabem que é tudo verdade: caixa dois, desvio de dinheiro para o partido e para bolsos pessoais. Sabem que Lula se beneficiou pessoalmente desses esquemas — e sabem que a Lava-Jato descobriu tudo isso, com provas, sim senhor. Os que não sabiam e ficaram chocados já deixaram o partido.

Os demais lutam pela sobrevivência. Já houve um primeiro desmoronamento nas eleições municipais de 2016. Milhares de cargos foram perdidos pelo PT e associados. Um segundo cataclismo, nas eleições deste ano, seria devastador.

Daí o desespero — condição que frequentemente leva a decisões equivocadas.

Ameaçar o Judiciário, por exemplo, é um baita erro. Mas o que fazer quando se sabe que não há saída jurídica? Na verdade, há uma alternativa — a delação premiada. Lógico: o sujeito é apanhado, sabe que a Lava-Jato tem provas, faz o quê? Colaboração.

Como Lula não pode fazer isso, sobra o quê? Ir para o confronto, o desafio ao Judiciário, a ameaça de incendiar as ruas.

Esse confronto é politicamente ruim. Só agrada mesmo à militância cega. Assusta a maior parte da sociedade com a volta do PT radical, daquele Lula antes de fazer a barba, aparar o cabelo, vestir um terno Ricardo de Almeida com gravata Hermès e falar manso.

Quase um suicídio?

Aqui entra outra, digamos, convicção de Lula e seus mais próximos colaboradores. A de que ele consegue mudar o discurso a qualquer momento, de modo convincente. O radicalismo pré-julgamento seria só uma fase. Depois, na hipótese improvável da absolvição, volta-se para o paz e amor.

Na hipótese provável da condenação, vem agitação, mas a aposta maior será ganhar tempo com os recursos. Não será surpresa se aparecerem nessa fase declarações elogiosas aos tribunais superiores.

Veremos.

De todo modo, o que importa para Lula e seus militantes é salvar algum naco de poder. O que explica, por exemplo, as negociações partidárias nos estados com os golpistas do PMDB. Vale tudo pelos cargos e para estar no governo, qualquer governo.

Carlos Alberto Sardenberg é jornalista


6
Ceticismo / Re:A farsa do aquecimento global causado pelo homem
« Última Mensagem: por Nostromo Online Hoje às 13:47:04 »
Na verdade sou bem Niilista nesse caso.
7
Ceticismo / Re:A farsa do aquecimento global causado pelo homem
« Última Mensagem: por Fernando Silva Online Hoje às 13:24:26 »
Você pode ser de direita e:

1 - Não gostar do Trump nem do Bolsonaro
2 - Aceitar que está havendo um aquecimento global
8
Ceticismo / Re:A farsa do aquecimento global causado pelo homem
« Última Mensagem: por Nostromo Online Hoje às 13:13:03 »



Eu não acredito em aquecimento global, eu não tenho capacidade para argumentar se está havendo ou não o AG. A minha posição sobre o assunto é que devemos escutar o que é consenso entre as pessoas que dedicaram a vida inteira a estudar sobre o clima. Essas pessoas estão dizendo que nós estamos vivendo uma situação crítica.

É isso que estou dizendo existem um problema aqui que dentro desse tema tem uma guerra ideológica que muitos compram. Como disse o assunto teria melhor análise sem isso, mas estamos em espectro de humanos e suas visões de mundo que acaba  até por complicar o entendimento.

Assim como você não tenho como opinar, ao mesmo tempo que visão científica se baseia por estudos com uma certa conclusão que fico com um pé atrás.

E existe uma diferença entre clima e tempo. Um dia mais quente ou uma temporada de frio no inverno não quer dizer muita coisa por si só.

Esse é um dos problemas ao tratar o assunto, eu mesmo tinha uma visão de aquecimento global que provavelmente nem deve ser a mesma de que se trata.
9
Laicismo, Política e Economia / Re:Bitcoin, a moeda do futuro
« Última Mensagem: por Agnoscetico Online Hoje às 13:08:07 »

Segundo notícia o Bitcoin teve queda pela metade devido a restrições que sofreu em mercados asiáticos:

https://youtu.be/XSpvshGSe_U?t=3m20s

10
Ceticismo / Re:A farsa do aquecimento global causado pelo homem
« Última Mensagem: por Muad'Dib Online Hoje às 12:59:23 »
E existe uma diferença entre clima e tempo. Um dia mais quente ou uma temporada de frio no inverno não quer dizer muita coisa por si só.
Páginas: [1] 2 3 4 5 ... 10
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!