Mensagens Recentes

Páginas: [1] 2 3 4 5 ... 10
1
Papo Furado / Re:Muro das Lamentações do CC
« Última Mensagem: por Lorentz Online Hoje às 11:02:45 »
Não entendo muito do assunto, mas um submarino não tem ou deveria ter algum sistema manual para flutuar, como uma boia de emergência ou algo assim?
2
Laicismo, Política e Economia / Re:Eleições 2018
« Última Mensagem: por Lorentz Online Hoje às 11:00:29 »


Eu não voto nesse cara.

Que tristeza esse nosso país.
Os candidatos são sofríveis!
E os bons, como Amoêdo, não têm voto...

Vários jornais que acompanho comentaram sobre isso. Basicamente essa aprovação nada mais é do que perguntar pro entrevistado se aprova ou desaprova. Não é necessariamente uma intenção de voto declarada.

Aprovar, até eu aprovo. No sentido de ser um candidato melhor que os caciques atuais ele é.



Melhor, realmente melhor ? Porque ?  Seria porque não tem experiência na prática política ?  Seria melhor porque nunca foi sequer prefeito ?


Seria melhor porque ele tem uma boa imagem construída na  TV ?





É melhor porque é sim um empreendedor de sucesso e um sujeito bem intencionado. Por não ser um político raposão e viciado pelo sistema já conta pontos também. Mas ele tem um apelo populista e um viés social-democrata que perde pontos.

Comparando com Lula, Dilma, Temer, Aécio, ele claramente se destaca.
3
Papo Furado / Re:Muro das Lamentações do CC
« Última Mensagem: por Pagão Online Hoje às 10:40:27 »
Ao que parece, falhou o sistema de energia do submarino argentino, por conseguinte também o sistema de propulsão e com isto ele mergulhou além do ponto de ruptura, implodindo. Pelo que li, está em um local a 3 mil metros de profundidade.

Lamento pelos marinheiros.

Desconhecia essa notícia... Quando ouvi falar de ruído de  "explosão" pensei logo que seria implosão por ultrapassagem da cota de implosão, mas sempre tinham dito que o submarino navegava em águas com cerca de 200 metros de profundidade, o que significava que assentaria no fundo sem ser destruído... Afinal, como suspeitei, verifica-se que era mentira...

A falha de todo o sistema elétrico terá impedido a abertura da parte inferior para permitir a saída de água e a entrada de ar pelo tanque de ar comprimido... Talvez.
4
Laicismo, Política e Economia / Re:Eleições 2018
« Última Mensagem: por JJ Online Hoje às 10:22:37 »


Eu não voto nesse cara.

Que tristeza esse nosso país.
Os candidatos são sofríveis!
E os bons, como Amoêdo, não têm voto...

Vários jornais que acompanho comentaram sobre isso. Basicamente essa aprovação nada mais é do que perguntar pro entrevistado se aprova ou desaprova. Não é necessariamente uma intenção de voto declarada.

Aprovar, até eu aprovo. No sentido de ser um candidato melhor que os caciques atuais ele é.



Melhor, realmente melhor ? Porque ?  Seria porque não tem experiência na prática política ?  Seria melhor porque nunca foi sequer prefeito ?


Seria melhor porque ele tem uma boa imagem construída na  TV ?



5
Laicismo, Política e Economia / Re:Eleições 2018
« Última Mensagem: por JJ Online Hoje às 10:17:12 »
ECONOMIA
Huck, o apresentador, tem 60% de aprovação. E Huck, o político, teria quanto?

Márcio Juliboni

há 20 horas


O Brasil não é para principiantes e, em matéria de política, o apresentador global está apenas soletrando suas primeiras lições

Huck, o apresentador, tem 60% de aprovação. E Huck, o político, teria quanto?

Dá para acreditar nele? Não? E no Huck? (Foto: Divulgação/Página Oficial/Facebook)

Aí vão algumas rápidas considerações sobre a pesquisa Ipsos-Estadão divulgada nesta quinta-feira (23). A manchete do jornal foi o rápido crescimento da aprovação do apresentador Luciano Huck. Em setembro, 43% dos entrevistados o aprovavam. Na nova pesquisa, o percentual subiu para 60%. É, de longe, o nome mais bem avaliado entre os 22 propostos pela Ipsos, deixando medalhões da política e aspirantes ao Planalto lá para trás. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, por exemplo, conta com o aval de 43% dos brasileiros, colocando-se num distante segundo lugar. Já o deputado Jair Bolsonaro aparece com 24% de aprovação. Feitas as devidas apresentações, é preciso prestar atenção em alguns pontos.


1) Qual é o Huck que os brasileiros aprovam?


É preciso cuidado com a afobação das manchetes de jornal. Primeiro, porque a metodologia da pesquisa é ambígua. A pergunta apresentada pela Ipsos aos participantes foi: “Agora vou ler o nome de alguns políticos e gostaria de saber se o(a) senhor(a) aprova ou desaprova a maneira como eles vêm atuando no país.”


Para começar: quem disse que Luciano Huck é um político? Ele tem pretensões políticas, é paparicado por políticos, mas nem de longe disputou uma eleição ou se expôs em um debate de ideias com um adversário de peso. Logo, qual Luciano Huck a população efetivamente aprova?


A resposta mais simples e direta é: uma celebridade da televisão, cuja imagem foi cuidadosamente lapidada para agradar de adolescentes a velhinhas nas tardes de sábado. O Huck que o Brasil conhece é um jovem adulto bon-vivant, mas não porralouca, que transitou do programa de baixarias que comandava na Bandeirantes, com a Tiazinha, a Feiticeira e outros estereótipos de sonhos de adolescentes onanistas, para o jovem adulto bem-sucedido, coberto tanto de photoshop, quanto de maquiagem, e com uma leve pátina de caridade, vendida em quadros onde ajuda necessitados a reformarem casas e carros.


2) O político Luciano Huck teria 60% de aprovação?


Se entrar efetivamente na corrida presidencial, Huck correrá o risco de ver sua reputação despencar como um meteoro incendiando-se até se desintegrar com o atrito da atmosfera. Ele e o Brasil cairiam, literalmente, na real. Durante a campanha, Huck pode até se cercar de marqueteiros bem pagos e apelar para sua experiência de apresentador de TV, mas haverá momentos em que terá de se expor: nos debates com os outros candidatos; nos discursos improvisados em carros de som; nos jantares e almoços com os tubarões do mercado e as raposas do capital; nas perguntas incômodas de jornalistas. Simplesmente, é impossível manter o pancake 24 horas por dia, sete dias por semana, no rosto.


Mas, vamos supor que Huck realmente caia nas graças do eleitorado, diante do absoluto descrédito da velha política. Governar um país é muito mais complexo do que oferecer entretenimento nas tardes de sábado. Saber que música tocar para garotas bonitas rebolarem, atraindo o close das câmeras, servirá muito pouco. O que o povo achará das primeiras medidas? O que dirá, quando Huck se defrontar com problemas homéricos, como o rombo nas contas públicas, a economia patinando, 12 milhões de desempregados, a perspectiva de estourar o teto de gastos, a possibilidade real de não ter dinheiro para pagar aposentados e pensionistas?


Fora toda a negociação infernal com o Congresso, a pressão de governadores e prefeitos, a necessidade de imprimir um rumo estratégico ao país. Sem contar extenuantes filigranas da política internacional, num mundo dividido entre dois malucos: Donald Trump e Kim Jong-un, uma China cada vez mais saliente, rasteiras comerciais na OMC, o peso morto do Mercosul...


Diante de tudo isso, Huck balbuciará algumas obviedades sopradas por seus assessores. O problema é que o Brasil não é para principiantes. Em matéria de política, o apresentador global está apenas soletrando suas primeiras lições.


https://storia.me/pt/@m.juliboni/huck-o-apresentador-tem-jgum3

6
História, Sociedade, Comportamento e Filosofia / Re:MATERIAL ANTI-CULTO
« Última Mensagem: por Fernando Silva Online Hoje às 09:33:49 »
LIVRO O BABUÍNO DE MADAME BLAVATSKY (PETER WASHINGTON)
Washington não restringe seu livro às peripécias da fundadora da Teosofia. Ele percorre também todo o caminho dos sucessores da dupla fundadora, como os britânicos Annie Besant (1847-1933), que fazia vista grossa aos problemas éticos e materiais da instituição, e Charles Leadbeater (1847-1934), sempre em encrencas por assédio sexual a rapazes da Europa à Austrália. O livro segue também a trajetória do indiano Jiddu Krishnamurti, que foi preparado por Besant e Leadbeater para ser um novo Cristo, mas pulou fora, dos russos George Gurdjieff e Peter Ouspensky, do austríaco Rudolf Steiner, fundador da Antroposofia, e vários outros.
Esse pessoal adorava criar "círculos" e "ordens" disso e daquilo para depois ficar inventando rituais e trajes para as cerimônias nos "templos".
7
Piadas e Brincadeiras / Re:Tópico nonsense com Imagens!
« Última Mensagem: por Lorentz Online Hoje às 09:22:13 »
É uma pena não conhecer todos :/

*Não levo em consideração essa classificação, apenas postei-a por ser nonsense.



Fico pensando numa versão esquerdista, com o Marx repetido várias vezes.
8
Laicismo, Política e Economia / Re:Desarmar o povo... de novo?
« Última Mensagem: por JJ Online Hoje às 08:54:51 »

4 de novembro de 2016

GLOBO É A FAVOR DO DESARMAMENTO… DOS OUTROS, POIS USA ATÉ BOMBEIRO COMO SEGURANÇA PARTICULAR!


Bene Barbosa, do Movimento Viva Brasil (http://mvb.org.br/), pescou
essa pérola


(http://www.cadaminuto.com.br/noticia/294902/2016/11/04/globo-econdenada- a-pagar-encargos-trabalhistas-para-bombeiro-militarcontratado-
como-seguranca-armado) na internet:


A Rede Globo, uma das empresas jornalísticas e de entretenimento mais empenhadas em defender e ampliar as restrições às armas de fogo, a mesma que financia ONGs desarmamentistas, que nunca se furta em afirmar que armas não são instrumentos eficazes para defesa, que não deixam de apoiar e divulgar campanhas de desarmamento onde os cidadãos são convencidos a entregarem suas armas para ficarem mais seguros, que usa suas novelas, atores e jornalistas na defesa do malfadado Estatuto do Desarmamento, oras vejam só que “surpresa”, usa até mesmo bombeiros militares armados para garantir a segurança de seus diretores e atores!


Abaixo segue trechos da notícia divulgada na página do escritório de advocacia Santos Pedro. É, definitivamente, isso a Globo não mostra!


“A Justiça do Trabalho reconheceu o vínculo empregatício de um bombeiro militar contratado pela Globo Comunicação e Participações S.A. para exercer a função de agente de segurança patrimonial. O processo chegou ao Tribunal Superior do Trabalho (TST) por meio de recurso da emissora, mas a Terceira Turma negou provimento a seu agravo de instrumento.


O bombeiro declarou que, quando estava de folga na corporação, em média quatro dias na semana, trabalhava para a Globo, ARMADO, fazendo ESCOLTA de funcionários, ARTISTAS E DIRETORES recebendo salário mensal em espécie diretamente do coordenador de segurança da Globo, no Projac ou nas instalações da emissora no Jardim Botânico (RJ). Contou que não tinha carteira de trabalho assinada, não recebia férias nem 13º salário, trabalhava à paisana E QUE A ARMA QUE UTILIZAVA ERA DE SUA PROPRIEDADE.”


Defender o desarmamento fica mais fácil quando é o dos outros, não é mesmo? Quando se pode bancar um exército particular de seguranças, muito bem armados, automaticamente soa mais tranquilo pregar o desarmamento dos cidadãos, disso tenho certeza. O grupo Globo não cansa de bater nessa tecla. É um editorial atrás do outro no jornal, uma reportagem atrás da outra, um programa atrás do outro na TV.

Nesta semana mesmo houve mais um ataque. Ironicamente, tinha uma notícia ontem sobre o confisco de fuzis no Rio, na casa das centenas. Ou seja, os bandidos estão fortemente armados, com fuzis, que já são ilegais para a compra, e essa turma toda fica insistindo no desarmamento dos civis inocentes. Faz sentido? Qual a lógica?

Novamente vamos de Bene Barbosa, que tocou na ferida, respondendo


O jornal O Globo já é velho conhecido nosso com sua defesa do desarmamento e hoje isso se repete em mais um editorial que, em tom de fim do mundo, fala sobre o crescimento dos homicídios em algumas grandes cidades americanas… Pois bem, lá vamos nós.


No dito panfleto travestido de jornalismo, afirmam que grandes cidades americanas apresentam um enorme crescimento nos homicídios e, claro, acusam a facilidade para posse e porte de armas como o causador disso, mas não explicam – pois explicação não há! – por qual motivo outras cidades de grande e pequeno porte, que possuem as mesmas leis para compra e porte de armas não tiveram aumento, muito pelo contrário tiveram redução em seus homicídios. Também não explicam como em um país que vende milhões de armas todos os anos, os índices gerais de homicídios estão diminuindo desde a década de 80. Outro ponto importante é o uso dos homicídios em números absolutos e não as taxas por 100 mil habitantes que seria o correto, a intenção é óbvia: causar choque… Vindo de um jornalista que mora em um país com rígido controle de armas e… taxa que ultrapassa os 30 homicídios por 100 mil habitantes – nada menos que 6 vezes maior que a americana – e perfazendo a inacreditável cifra de 60.000
homicídios por ano!


O último parágrafo é a expressão máxima do termo criado por George Orwell em seu imorrível 1984: o duplipensar. Trata-se da capacidade de ter na cachola duas ideias absolutamente antagônicas e conviver plenamente com ambas, um verdadeiro desafio a qualquer pensamento minimamente lógico. Vejam:


“No Brasil, onde o Estatuto do Desarmamento impõe restrições, a violência com armas de fogo tem índices de zonas de guerra. Por isso, é importante ficar vigilante às iniciativas da chamada “bancada da bala”, composta por parlamentares ligados à indústria de armas, que vêm tentando criar brechas na legislação”.


Ou seja, o jornalista que escreveu essa pérola afirma o fracasso do desarmamento no Brasil ao mesmo tempo que defende o desarmamento no Brasil! Seria até engraçado se isso não estivesse publicado no editorial de um dos maiores jornais do país.


Mas longe de mim ser um radical que não acredita na boa vontade dos desarmamentistas! Sim eu posso crer! E para isso acontecer é fácil: basta que todas as empresas das organizações Globo, bem como todos seus diretores, incluindo a família Marinho, e artistas pró-desarmamento como o casal Angélica e Luciano Huck abram mão do uso de seguranças particulares armados para se protegerem! Enquanto isso não acontecer vou continuar afirmando o óbvio:


vocês não passam de um bando de hipócritas!


Ouch! Fui colaborador da “casa” por seis anos, tenho simpatia pessoal por um dos Marinho, que conheço melhor, e respeito as Organizações Globo em diversas áreas. Mas não posso me omitir nesse caso. Soa hipócrita sim a defesa do desarmamento quando se circula por aí repleto de seguranças armados. Assim até eu dispenso uma arma! Outro – ou vários outros – carregarão ela por mim, prontos para reagir se um marginal se aproximar e colocar minha vida ou


http://www.gazetadopovo.com.br/rodrigo-constantino/artigos/globo-e-favor-do-desarmamento-dos-outros-pois-usa-ate-bombeiro-como-seguranca-particular/
9
Papo Furado / Re:Muro das Lamentações do CC
« Última Mensagem: por Geotecton Online Hoje às 08:47:13 »
Morreu. :'(

Estava bem quando eu trouxe para casa, andou um pouco, parecia bem.

Fui dar a primeira dose da medicação às 23 horas e ele estava morto, acabei de voltar de outra clínica veterinária onde deixei o corpo.

Putz...

Lamento pelo cão e por você, Arcanjo.

Como escreveu o Fabrício, você fez mais do que 99,9% das pessoas fariam.

R.I.P. pequeno cão.
10
Papo Furado / Re:Muro das Lamentações do CC
« Última Mensagem: por Fabrício Online Hoje às 08:35:29 »
Morreu. :'(

Estava bem quando eu trouxe para casa, andou um pouco, parecia bem.

Fui dar a primeira dose da medicação às 23 horas e ele estava morto, acabei de voltar de outra clínica veterinária onde deixei o corpo.

Caramba Arcanjo, que pena...

Pelo menos você tem o consolo de ter feito tudo o que pôde, mais do que 99,9% das pessoas teria feito.
Páginas: [1] 2 3 4 5 ... 10
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!