Forum Clube Cetico

Discussões => Ceticismo => Tópico iniciado por: Kernel Code em 28 de Novembro de 2011, 00:52:55

Título: Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Kernel Code em 28 de Novembro de 2011, 00:52:55
O que acham desses casos ?

Em 1663, o físico dinamarquês Thomas Bartholin descreveu uma mulher que “ardeu em chamas e fumaça” enquanto a cama de palha em que estava deitada permaneceu intacta. O estranho incidente, que aconteceu em Paris, é tido como o primeiro registro de um fenômeno que hoje conhecemos – mas que não compreendemos – como combustão espontânea.

A combustão humana espontânea é o nome dado ao raro acontecimento em que uma pessoa queima até virar cinzas, sem causa externa aparente para a ignição.

Características

A maioria dos 200 casos conhecidos de combustões humanas espontâneas (CHE) têm características similares.

Primeiro, o corpo é quase completamente incinerado enquanto a maior parte da área ao redor permanece intocada; apenas o corpo, o chão embaixo e o teto logo acima são afetados.

A segunda característica comum é que o torso é a parte mais consumida pelas chamas, com os possíveis restos pertencentes às extremidades.

A terceira é que assim como não há evidência externa de ignição, também não há anda que supostamente tenha acelerado ou começado o fogo.

Finalmente, a vítima está normalmente sozinha, e em casa, quando encontra o fogo mortal. E geralmente são reconhecidas como vivas quando o fogo começou, mesmo que não sejam comuns sinais de luta.

Há diversas teorias para explicar o fenômeno: explicações paranormais e naturais, envolvendo causas mais ou menos verificáveis.

Entre as explicações naturais mais plausíveis está a ideia de que as vítimas – que tendem a ser idosas, enfermas ou obesas – estão dormindo, ou imóveis, ou ainda mortas por algo como um ataque do coração, e acionam alguma fonte de fogo – comumente um cigarro derrubado.

Uma hipótese conhecida como o “efeito pavio” sugere que alguma faísca externa ou chama queima as roupas da vítima o suficiente para chegar à pele. A pele então libera gordura, que age de modo similar à cera da vela. O efeito foi testado e concluíram que o corpo humano contém gordura suficiente para garantir a própria combustão.

Outros estudiosos da combustão humana espontânea têm suas próprias teorias, baseadas em explicações mais “loucas”. Uma delas sugere que partículas como os raios gama causam uma CHE, em uma reação livre de oxigênio – mas como isso acontece e de onde vem a energia é um mistério.

Outra explicação ainda não testada é a de que níveis anormais de álcool no sangue atingem o ponto de pegar fogo espontaneamente. Mas os níveis de concentração alcoólica necessários para tanto faz a teoria impossível.

Uma terceira ideia é de uma faísca de um acúmulo de eletricidade estática, que inicia o fogo nas roupas da vítima. Mas isso soa pouco plausível para os infernos mortais que tiraram a vida de centenas de pessoas.

7 – Mary Hardy Reeser (1951)
Em 1951, na Flórida, os restos carbonizados de Mary Reeser, de 67 anos, foram encontrados na cadeira em que ela estava sentada, com nada mais fora o crânio, parte do pé esquerdo e o osso da coluna. Mesmo com o corpo quase completamente incinerado, houve pouco dano à sala – nada esperado para um incêndio típico.

O chefe de polícia local, J. R. Reichet, enviou uma caixa com evidências para o FBI, junto com uma nota: “Pedimos informações ou teorias que possam explicar como um corpo humano pode ser tão destruído, o fogo confinado a uma área tão pequena e tão pouco dano à estrutura do prédio, e a mobília do quarto nem mesmo chamuscada pela fumaça”. O FBI respondeu com a teoria do pavio – um cigarro gerou o fogo.

6 – John Irving Bentley (1966)
John Irving Bentley era um físico de 92 anos da Pensilvânia, encontrado morto em seu banheiro, queimado até a morte. A única sobra do corpo de Bentley foi a metade inferior da perna direita, com o pé ainda usando um chinelo. O corpo queimou tanto que as sobras foram parar no porão, embaixo do banheiro. Um teórico acredita que as cinzas do cachimbo de Bentley caíram nas suas roupas e os fósforos no bolso ajudaram no resultado. O que parece ser um jarro de água quebrado estava na banheira, sugerindo que Bentley tentou apagar o fogo, mas morreu antes de conseguir.

5 – Henry Thomas (1980)
Henry Thomas, de 73 anos, foi encontrado na sala de sua casa em Wales quase que completamente incinerado – exceto pelos seus pés calçados e pernas abaixo dos joelhos, e o crânio. Metade da cadeira onde estava também foi destruída, e o calor derreteu o controle da televisão.

O policial John E. Heymer comentou que “a sala estava inundada por uma luz laranja, que vinha das janelas e de uma lâmpada. Essa luz é o resultado da luz do dia e da eletricidade sendo filtradas por gordura humana evaporada e condensada nas superfícies. O restante da casa estava completamente intacto”. A equipe forense afirmou que a morte foi resultado do efeito pavio, sugerindo que Thomas caiu na lareira e sentou-se de novo. Entretanto, Heymer discorda, dizendo que o oxigênio na sala fechada não iria permitir o efeito, e ainda lembrou-se das bordas da calça da vítima – “que pareciam queimadas por um laser”.

4 – George Mott (1986)
Apenas um crânio encolhido e uma costela foram encontrados depois que George Mott, um bombeiro nova-iorquino de 58 anos, queimou até virar cinzas, junto com a cama onde estava deitado. Investigadores lançaram a ideia de que um arco elétrico e um vazamento de gás tinham causado as chamas. Mott era conhecido como um fumante e bebedor pesado, e não estava com a máscara de oxigênio que costuma usar.

3 – Jeannie Saffin (1982)
Um dos poucos casos de combustão espontânea em que uma testemunha esteve presente é o de Jeannie Saffin, uma mulher de 61 anos com idade mental de seis. Saffin estava sentada com o pai, de 82 anos, na casa deles, em Londres, quando, de acordo com o testemunho do homem, ele percebeu de relance um raio de luz.

Quando se virou para a filha, ele a viu coberta de chamas mas sem movimento ou qualquer tentativa de apagar o fogo. Ele tentou apagar o fogo, machucando as mãos no processo. Jeannie sofreu queimaduras de terceiro grau na parte superior do corpo, mas morreu uma semana depois, enquanto estava no hospital.

2 – Michael Faherty (2010)
O irlandês Michael Faherty, de 76 anos, foi encontrado morto, com a cabeça perto da lareira, em sua sala. Os danos no local estavam limitados ao teto acima de sua cabeça, o chão logo abaixo, e o corpo, totalmente incinerado. A polícia, entretanto, não acreditou que a lareira foi a causa do incêndio. O coronel afirmou que “esse fogo foi investigado e eu fico com a conclusão de que isso entra na categoria de combustões humanas espontâneas, para a qual não há explicação adequada”. Outros acreditam que as cinzas do fogo tenham sido responsáveis.

1 – Robert Bailey (1967)
Em um estranho caso de combustão espontânea em Londres, um passageiro de ônibus avistou chamas azuis na janela de um apartamento superior e presumiu ser um jato de gás. A testemunha chamou o corpo de bombeiros, e Robert Bailey, um homem de rua, foi encontrado morto nas quentes escadarias do prédio. Um bombeiro afirmou que as chamas azuis – extinguidas com uma mangueira – estavam vindo de uma fenda no abdome de Bailey, que ainda estava vivo quando começou a queimar.[EnvironmentalGraffiti]
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Buckaroo Banzai em 28 de Novembro de 2011, 01:00:26
Acho que são acidentes onde uma pessoa acaba sendo incendiada e morrendo ou morrendo e depois se incendiando, sem no entanto provocar um incêndio signficativo no resto do local por razões como ser um ambiente fechado (acabando o ar para que o fogo se espalhe mais), bem como outros possíveis detalhes que as pessoas podem acabar fazendo vista grossa porque é mais legal se houver algo misterioso em vez de um acidente banal.
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Geotecton em 28 de Novembro de 2011, 01:04:13
Não conheço uma só reação química humana capaz de produzir uma reação exotérmica ao ponto de fazer a ignição do corpo.

No meu entender, o "efeito pavio" é o mais plausível, sendo que a ignição seria causada por uma fonte externa (uma faísca por eletricidade estática, uma fagulha de lareira, um toco de cigarro, etc).
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Kernel Code em 28 de Novembro de 2011, 01:23:35
Mas existindo uma fonte de ignição externa, como um cigarro aceso, a mesma não deveria ser encontrada durante as investigações ?
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Geotecton em 28 de Novembro de 2011, 01:26:26
Mas existindo uma fonte de ignição externa, como um cigarro aceso, a mesma não deveria ser encontrada durante as investigações ?

Talvez no caso de um toco de cigarro. Mas me parece quase impossível a detecção, se for uma faísca proveniente de uma descarga de eletricidade estática.
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Feynman em 28 de Novembro de 2011, 14:02:10
Evidências anedóticas demais.
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Moro em 28 de Novembro de 2011, 14:20:56
a explicação científica para isso são aqueles testes que os incautos fazem para verificar se os gazes intestinais são inflamáveis.

Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Hold the Door em 28 de Novembro de 2011, 15:40:43
Mas existindo uma fonte de ignição externa, como um cigarro aceso, a mesma não deveria ser encontrada durante as investigações ?

Só das informações do artigo que você postou:

Caso 2 - morreu perto da lareira
Caso 4 - fumante e bebedor pesado, além da suspeita de vazamento de gás
Caso 5 - morreu perto da lareira
Caso 6 - morreu fumando cachimbo
Caso 7 - suspeita de ignição por cigarro

Isso só considerando as informações presentes no artigo acima, que possui claramente um viés em favor da combustão humana espontânea. Mesmo assim, em 5 dos 7 casos percebe-se que há uma ou mais fontes de ignição suficiente para iniciar o efeito pavio.

Se você for pesquisar a fundo cada um desses casos deve provavelmente descobrir que os relatos acima omitiram vários detalhes de modo a torná-los aparentemente mais surpreendentes e inexplicáveis.

Tome como exemplo o caso 7 em que após dizer que foi pedido informação ao FBI é dito lacônicamente que "O FBI respondeu com a teoria do pavio – um cigarro gerou o fogo." Colocado desse modo pejorativo faz a resposta do FBI parecer meramente uma resposta rasa e ingênua. Se você procurar na wikipedia, o relato da resposta muda de figura: The FBI eventually declared that Reeser had been incinerated by the wick effect. As she was a known user of sleeping pills, they hypothesized that she had fallen unconscious while smoking and set fire to her nightclothes. "Once the body starts to burn," the FBI wrote in its report, "there is enough fat and other inflammable substances to permit varying amounts of destruction to take place. Sometimes this destruction by burning will proceed to a degree which results in almost complete combustion of the body."
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Fabi em 28 de Novembro de 2011, 17:22:33
Ignição por cigarro é a coisa mais bizarra que existe. :confuso: Teria que abanar muito, e usar roupas de papel, ou acidentalmente derrubar gasolina na roupa. E pra queimar o corpo inteiro, demoraria horas (pelo método do cigarro)...
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Buckaroo Banzai em 28 de Novembro de 2011, 17:58:33
É, se não forem roupas de papel com assistentes por horas (e quem tem tempo de morrer incinerado por horas hoje em dia?) não dá certo mesmo. Parece que é mágica mesmo gente, não tem jeito não.
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Geotecton em 28 de Novembro de 2011, 19:00:49
Ignição por cigarro é a coisa mais bizarra que existe. :confuso: Teria que abanar muito, e usar roupas de papel, ou acidentalmente derrubar gasolina na roupa. E pra queimar o corpo inteiro, demoraria horas (pelo método do cigarro)...

É, se não forem roupas de papel com assistentes por horas (e quem tem tempo de morrer incinerado por horas hoje em dia?) não dá certo mesmo. Parece que é mágica mesmo gente, não tem jeito não.

Hehehehehehehe.
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Fabi em 28 de Novembro de 2011, 19:50:33
:P Mas sério, como que um cigarro aceso, uma pessoa que acaba dormindo de bêbada, pode provocar um incêndio, queimar o corpo (sem acordar), e virar cinzas? :confuso:

Não é fácil tacar fogo num cadáver e reduzir a cinzas e já teve criminosos que tentaram mas a polícia encontrou o corpo mais ou menos carbonizado. Quando aqueles aviões bateram no world trade center os corpos dos passageiros foram pulverizados, mas era um avião cheio de querosene a 800 km/h batendo num prédio.

Nosso corpo é 70% água, e pra queimar a ponto de reduzir a cinzas precisa de combustível, de alta energia de ativação. Eu não sei o que aconteceu com aquelas pessoas, mas um reles cigarro fazendo o corpo virar cinzas.... :desconfiado: é melhor tomar cuidado na hora de encostar na ponta de um cigarro, vai que eu pego fogo e viro cinzas? Se eu acender a luz, e tiver tomado uma cerveja...:medo: deve ser um negócio instantâneo, viro cinzas em segundos, deve ser igual uma explosão.... ::)
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Hold the Door em 28 de Novembro de 2011, 20:20:17
http://en.wikipedia.org/wiki/Wick_effect

http://news.bbc.co.uk/2/hi/uk_news/158853.stm
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Kernel Code em 28 de Novembro de 2011, 20:45:54
http://en.wikipedia.org/wiki/Wick_effect

http://news.bbc.co.uk/2/hi/uk_news/158853.stm

Citar
After five hours of continuous burning the bones were being destroyed.
Se o efeito pavio é a explicação, então devemos assumir que a pessoa em questão estava morta antes da combustão, não ?
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Mr."A" em 28 de Novembro de 2011, 21:09:10
Para Quevedo, isso é a telergia. Ninguém explicou ainda. Ponto pra ele  :hihi:
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Mr."A" em 28 de Novembro de 2011, 21:12:21
Se o efeito pavio é a explicação, então devemos assumir que a pessoa em questão estava morta antes da combustão, não ?
E no caso em que o pai da vítima presenciou a cena? Ela não estava viva?

Ou a matéria omite informações importantes.
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Hold the Door em 28 de Novembro de 2011, 22:39:25
Se o efeito pavio é a explicação, então devemos assumir que a pessoa em questão estava morta antes da combustão, não ?

Não necessariamente, a pessoa também pode estar inconsciente. Observe que entre os listados, alguns são bebedores pesados, uma faz uso de pílulas para dormir, outros são bem idosos e podem ter morrido antes de causas naturais ou cardiovasculares.

E no caso em que o pai da vítima presenciou a cena? Ela não estava viva?

Ou a matéria omite informações importantes.

A pegadinha aqui é que esse caso simplesmente não se encaixa no padrão combustão humana espontânea. Observe o relato mais detalhado do dicionário cético:

Citar
Jean Lucille Saffin. This 61-year-old mentally handicapped woman burst into flames in her kitchen. "Her father, who was seated at a nearby table, said he saw a flash of light out of the corner of his eye and turned ... to find that she was enveloped in flames, mainly around her face and hands." The fire was put out with water by Mr. Saffin and his son-in-law. No cause of the fire was found. How does this qualify as a case of SHC? Because an unnamed policeman told Saffin's relatives that that's what he believed caused Jean's death. Milton is also impressed by the fact that the father and son-in-law claim the fire lasted only a minute or two (so there should be no surprise that the rest of the room didn't go up in flames!). Milton doesn't consider that the testimony of the father and son-in-law may be tainted.
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Fabi em 29 de Novembro de 2011, 00:32:32
http://en.wikipedia.org/wiki/Wick_effect

http://news.bbc.co.uk/2/hi/uk_news/158853.stm
Tudo bem a gordura pode manter o fogo. Mas o que inicia? Cigarro? Parece estranho... É difícil iniciar uma combustão no carvão(carbono), quem já fez churrasco sabe como é difícil iniciar o fogo.

Mas uma pessoa... mesmo que, numa situação muito incomum, a ponta do cigarro consiga iniciar um incêndio na roupa (que dá energia suficiente pra começar a incendiar a gordura corporal)... sei lá, que tipo de tecido começa a pegar fogo com tão pouca energia de ativação? :umm: Qual o tempo de contato? o cigarro não fica aceso pra sempre.

Não necessariamente, a pessoa também pode estar inconsciente. Observe que entre os listados, alguns são bebedores pesados, uma faz uso de pílulas para dormir, outros são bem idosos e podem ter morrido antes de causas naturais ou cardiovasculares.
A pessoa tem que estar morta pra queimar daquele jeito e virar cinzas. No link que você passou diz que o incêndio demorou 5 horas pra destruir os ossos. Pra mim esses casos de combustão espontânea tem cara de homicídio, ou é algum acidente bizarro que a pessoa morreu e o cigarro tava aceso.
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Buckaroo Banzai em 29 de Novembro de 2011, 13:42:34

Nosso corpo é 70% água, e pra queimar a ponto de reduzir a cinzas precisa de combustível, de alta energia de ativação.

Palpite: talvez um eventual sangramento seja um fator fazendo tanto com que o corpo perca boa parte dessa água, bem como com que o resto do lugar não se queime. Eventualmente vai embora muito sangue, fica gordura e outras coisas menos úmidas para continuar queimando lentamente.
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Buckaroo Banzai em 29 de Novembro de 2011, 13:43:42
Seria legal se os Mythbusters fizessem um episódio sobre isso.
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Fabi em 29 de Novembro de 2011, 14:25:58

Nosso corpo é 70% água, e pra queimar a ponto de reduzir a cinzas precisa de combustível, de alta energia de ativação.

Palpite: talvez um eventual sangramento seja um fator fazendo tanto com que o corpo perca boa parte dessa água, bem como com que o resto do lugar não se queime. Eventualmente vai embora muito sangue, fica gordura e outras coisas menos úmidas para continuar queimando lentamente.
A água do corpo humano vem de processos metabólicos não está só no sangue.
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Buckaroo Banzai em 29 de Novembro de 2011, 14:31:38
Claro, só imagino que em forma propriamente líquida em vez de a presente nas células e nas tripas seja mais eficiente em apagar fogo, afinal, árvores/madeira/mato também não são coisas 100% secas, tem bastante água nas células, e no entanto são consideravelmente incendiáveis.
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Fabi em 29 de Novembro de 2011, 14:44:34
Também não é fácil tacar fogo em madeira, e incêndio florestal acontece em período de secas prolongadas. E não to falando em apagar o fogo, to falando em manter o incêndio até incinerar os ossos.
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Hold the Door em 29 de Novembro de 2011, 14:50:19
Tudo bem a gordura pode manter o fogo. Mas o que inicia? Cigarro? Parece estranho... É difícil iniciar uma combustão no carvão(carbono), quem já fez churrasco sabe como é difícil iniciar o fogo.

E o que tem o carvão a ver com a história? Roupas não são feitas de carvão, mas de tecido natural ou sintético, cuja composição contém celulose e uma pequena quantidade de cera no primeiro e hidrocarbonetos no segundo. E eles são bem fáceis de incendiar, ao contrário do carvão.

Mas uma pessoa... mesmo que, numa situação muito incomum, a ponta do cigarro consiga iniciar um incêndio na roupa (que dá energia suficiente pra começar a incendiar a gordura corporal)... sei lá, que tipo de tecido começa a pegar fogo com tão pouca energia de ativação? :umm: Qual o tempo de contato? o cigarro não fica aceso pra sempre.

Ao contrário, os dados (europeus) mostram que a maior parte dos incêndios domésticos ocorrem por causa do cigarro. Tanto é que eles acabaram de aprovar uma lei permitindo a venda apenas de cigarros anti-incêndio na UE. (http://www.dw-world.de/dw/article/0,,15533401,00.html)

Não necessariamente, a pessoa também pode estar inconsciente. Observe que entre os listados, alguns são bebedores pesados, uma faz uso de pílulas para dormir, outros são bem idosos e podem ter morrido antes de causas naturais ou cardiovasculares.
A pessoa tem que estar morta pra queimar daquele jeito e virar cinzas. No link que você passou diz que o incêndio demorou 5 horas pra destruir os ossos. Pra mim esses casos de combustão espontânea tem cara de homicídio, ou é algum acidente bizarro que a pessoa morreu e o cigarro tava aceso.

Não disse que a pessoa vai queimar daquele jeito estando viva. Minha resposta foi para a pergunta feita sobre a pessoa precisar estar morta antes da combustão e não se ela vai ficar viva durante a combustão. Antes da combustão ela não precisa estar morta, pode estar inconsciente sob efeito de drogas ou medicamentos. Obviamente que depois que o fogo começar, ela vai morrer de choque.
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Buckaroo Banzai em 29 de Novembro de 2011, 14:53:11
Pode nem estar inconsciente (ainda que deva ser uma minoria dos casos), só não conseguir apagar o fogo, e eventualmente morrer.
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Buckaroo Banzai em 29 de Novembro de 2011, 14:55:22
(http://awesomegifs.com/wp-content/uploads/shot-fail.gif)
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Hold the Door em 29 de Novembro de 2011, 14:59:20
Seria legal se os Mythbusters fizessem um episódio sobre isso.

Não é preciso porque já foi feito. Em um dos links que postei tem a descrição da experiência seminal que comprovou o efeito pavio:

Citar
Dr John de Haan of the California Criminalistic Institute used a dead pig in a gruesome experiment to show that small flames can consume a human being with the help of burning body fat.

A pig was used because it closely resembles a human's fat content.

The pig was wrapped in a blanket and a small amount of petrol was poured on it.

After five hours of continuous burning the bones were being destroyed.

Dr De Haan said: "The sort of damage here is exactly the same as that from supposed spontaneous human combustion."

The scientists believe they demonstrated how a case of spontaneous human combustion can occur through normal processes on a person who has been knocked unconscious.

The wick effect means that a person could burn slowly without attracting attention from passers-by.

It also explains why only part of the body, the part which is rich in fat, burns while the rest stays intact.


Observe que o efeito obtido foi exatamente o mesmo da combustão humana espontânea. Observe também que:

1 - a gordura corporal do porco foi suficiente para manter por si só o fogo por horas

2 - a composição de água do corpo do porco não atrapalhou em nada a queima

3 -  os ossos foram completamente destruídos pelo calor gerado
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Fabi em 29 de Novembro de 2011, 15:13:43
E o que tem o carvão a ver com a história? Roupas não são feitas de carvão, mas de tecido natural ou sintético, cuja composição contém celulose e uma pequena quantidade de cera no primeiro e hidrocarbonetos no segundo. E eles são bem fáceis de incendiar, ao contrário do carvão.
É que o carvão é feito de carbono, como nós. E não to falando da roupa, to falando do corpo, incendiar um cadáver é difícil.
Ao contrário, os dados (europeus) mostram que a maior parte dos incêndios domésticos ocorrem por causa do cigarro. Tanto é que eles acabaram de aprovar uma lei permitindo a venda apenas de cigarros anti-incêndio na UE. (http://www.dw-world.de/dw/article/0,,15533401,00.html)
Mas eu to falando de incêndio em cadáveres. O fogo tem que ser mantido, somente no cadáver, por 5 horas, sem que o incêndio seja em outras coisas tipo móveis, cortinas, ou a casa toda incendiando.
Não disse que a pessoa vai queimar daquele jeito estando viva. Minha resposta foi para a pergunta feita sobre a pessoa precisar estar morta antes da combustão e não se ela vai ficar viva durante a combustão. Antes da combustão ela não precisa estar morta, pode estar inconsciente sob efeito de drogas ou medicamentos. Obviamente que depois que o fogo começar, ela vai morrer de choque.
Mas eu não to falando de ficar viva durante 5 horas, mas de uma pessoa inconsciente que começa a pegar fogo, somente no corpo, e não tenha nenhuma reação (nem involuntária). Sei lá... :desconfiado: como pode?

Eu acredito que numa situação bem surreal, como na experiência com o porco, seja possível incendiar um cadáver. Mas sem outras pessoas perceberem (como no caso que houve testemunhas da suposta "combustão espontânea")? Por cinco horas? É um incêndio, como pode passar despercebido? 
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Hold the Door em 29 de Novembro de 2011, 15:46:37
E o que tem o carvão a ver com a história? Roupas não são feitas de carvão, mas de tecido natural ou sintético, cuja composição contém celulose e uma pequena quantidade de cera no primeiro e hidrocarbonetos no segundo. E eles são bem fáceis de incendiar, ao contrário do carvão.
É que o carvão é feito de carbono, como nós. E não to falando da roupa, to falando do corpo, incendiar um cadáver é difícil.
Ao contrário, os dados (europeus) mostram que a maior parte dos incêndios domésticos ocorrem por causa do cigarro. Tanto é que eles acabaram de aprovar uma lei permitindo a venda apenas de cigarros anti-incêndio na UE. (http://www.dw-world.de/dw/article/0,,15533401,00.html)
Mas eu to falando de incêndio em cadáveres. O fogo tem que ser mantido, somente no cadáver, por 5 horas, sem que o incêndio seja em outras coisas tipo móveis, cortinas, ou a casa toda incendiando.
Não disse que a pessoa vai queimar daquele jeito estando viva. Minha resposta foi para a pergunta feita sobre a pessoa precisar estar morta antes da combustão e não se ela vai ficar viva durante a combustão. Antes da combustão ela não precisa estar morta, pode estar inconsciente sob efeito de drogas ou medicamentos. Obviamente que depois que o fogo começar, ela vai morrer de choque.
Mas eu não to falando de ficar viva durante 5 horas, mas de uma pessoa inconsciente que começa a pegar fogo, somente no corpo, e não tenha nenhuma reação (nem involuntária). Sei lá... :desconfiado: como pode?

Eu acredito que numa situação bem surreal, como na experiência com o porco, seja possível incendiar um cadáver. Mas sem outras pessoas perceberem (como no caso que houve testemunhas da suposta "combustão espontânea")? Por cinco horas? É um incêndio, como pode passar despercebido?

O fogo não é mantido pelo carbono do corpo, mas pela gordura do mesmo. Todo o resto vai ser incinerado pelo calor produzido pela queima da gordura. Não chama efeito pavio por acaso, a idéia é que a gordura corporal após aquecida impregna as roupas e o corpo vira uma vela humana.

Veja a experiência que foi feita com o porco, que tem quase a mesma composição humana em gordura. Após uma pequena ignição ele queima contiuamente como uma vela por 5 horas, em um fogo lento e contínuo que destrói o corpo inteiro do porco, inclusive os ossos. Não é um incêndio, mas uma vela queimando lentamente, por isso passa desapercebido e não destrói os arredores.
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Fabi em 29 de Novembro de 2011, 16:55:39
Uma vela gigante feita de gente?  :| Sinistro...

Anyway, uma pessoa pegando fogo e virando cinzas em 2 minutos continua sendo impossível (nessa situação de vela humana)...
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Buckaroo Banzai em 29 de Novembro de 2011, 17:33:07
Ok, os auto-conclamados "céticos" INVENTARAM um jeito de simular um efeito parecido, mas nunca fizeram uma observação direta de um caso sequer. Onde estavam os céticos para comprovar que todos os casos já relatados ocorreram exatametne dessa maneira como descrita? Aí não querem saber, apenas acham que por tacar fogo num porco são gênios resolvedores de mistérios e que têm todas as respostas. Quando na verdade não provaram NADA e pode ser que todos os casos registrados ainda tenham se dado por razões sobrenaturais, como o carma atuando de volta em assassinos piromaníacos. Que porcos pegam fogo não prova que os casos registrados se deram como IMAGINADO. Non sequitur.




Acho que até já tinha lido algo sobre esse estudo quando alguém postou algum outro tópico sobre o assunto, mas mesmo assim seria legal ver isso no Mythbusters, ainda que talvez eles não fossem usar um porco (se bem que acho que usaram para outro mito, que envolvia tirar o cheiro de cadáver de um carro, acho), poderiam inclusive testar os vários meios possíveis de ignição, além de cigarro, sei lá. Ou não, pode ser.
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Kernel Code em 29 de Novembro de 2011, 22:33:42
Pode nem estar inconsciente (ainda que deva ser uma minoria dos casos), só não conseguir apagar o fogo, e eventualmente morrer.

Para a pessoa não conseguir apagar o fogo, só se estiver cheia de combustível pelo corpo
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Gigaview em 29 de Novembro de 2011, 23:07:30
Citar
Acho que até já tinha lido algo sobre esse estudo quando alguém postou algum outro tópico sobre o assunto, mas mesmo assim seria legal ver isso no Mythbusters, ainda que talvez eles não fossem usar um porco (se bem que acho que usaram para outro mito, que envolvia tirar o cheiro de cadáver de um carro, acho), poderiam inclusive testar os vários meios possíveis de ignição, além de cigarro, sei lá. Ou não, pode ser.

A experiência do porco relatada pelo Angelo passou há uns 3 anos num documentário da Discovery, com tudo orientado por especialistas em incêncios. Incrível ver o porco se queimando sem danificar os objetos ao redor. É um processo bem lento, que dura horas.

Tentei achar alguma coisa no Youtube mas não tem nada lá. Quando tiver tempo vou pesquisar nuns portais sinistros... :hihi:
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Mr."A" em 29 de Novembro de 2011, 23:35:30
Palpite: talvez um eventual sangramento seja um fator fazendo tanto com que o corpo perca boa parte dessa água, bem como com que o resto do lugar não se queime. Eventualmente vai embora muito sangue, fica gordura e outras coisas menos úmidas para continuar queimando lentamente.
Se houvesse sangramento a esse ponto, haveria vestígios em todos os casos. Até porque o fogo se concentra no corpo da vítima e não no que está fora dela - o que seria o caso de perda de muito sangue.
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Codex em 08 de Dezembro de 2011, 08:06:16
Eu já fui queimado por cigarro, num encontrão que dei numa moça no centro da cidade, fazia 31°C, doeu muito mais não virei torrada. Fora que essa história de "combustão espontânea" é muito esquisita, a gordura pode ser combustível, certo, oxigênio nem vou comentar, mas de onde viria o calor? Do cigarro? Não sei não, repararam que nenhuma das vítimas entrou em combustão numa praça pública a luz do dia? tsc tsc.
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Gigaview em 01 de Dezembro de 2013, 22:35:16
Citar
Solved: The mystery of King Tutankhamun's death

It has taken thousands of years, but a combination of 21st-century forensic science and luck has finally revealed what happened to Tutankhamun – the world's most famous pharaoh.

Mystery has surrounded the boy king ever since his death in 1323BC, aged 19. The mystery intensified when the archaeologist Lord Carnarvon died in Cairo shortly after he and Howard Carter discovered Tutankhamun's tomb in 1922.

Now British experts think they have solved the riddle of the king's death. They believe injuries on his body are akin to those sustained in a chariot accident and that his mummification was botched.

Dr Chris Naunton, director of the Egypt Exploration Society, was intrigued when he came across references in Carter's records of the body having been burnt. A clue came from Dr Robert Connolly, an anthropologist at Liverpool University, who was part of the team that X-rayed Tutankhamun's remains in 1968. Among the bones in his office he recently found a piece of the pharaoh's flesh – the only known sample outside Egypt.

Working with forensic archaeologist Dr Matthew Ponting, Dr Connolly used a scanning electron microscope to determine that the flesh had been burnt. Subsequent chemical tests confirmed that Tutankhamun's body was burnt while sealed inside his coffin. Researchers discovered that embalming oils combined with oxygen and linen caused a chemical reaction which "cooked" the king's body at temperatures of more than 200C. Dr Chris Naunton said: "The charring and possibility that a botched mummification led the body spontaneously combusting shortly after burial was entirely unexpected, something of a revelation."
Solved: The mystery of King Tutankhamun's death

Working with scientists from the Cranfield Forensic Institute, researchers performed a "virtual autopsy" which revealed a pattern of injuries down one side of his body. Their investigation also explains why King Tut's mummy was the only pharaoh to be missing its heart: it had been damaged beyond repair.

The pharaoh's injuries have been matched to a specific scenario – with car-crash investigators creating computer simulations of chariot accidents. The results suggest a chariot smashed into him while he was on his knees – shattering his ribs and pelvis and crushing his heart.
http://www.independent.co.uk/news/science/solved-the-mystery-of-king-tutankhamuns-death-8919262.html
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Feliperj em 02 de Dezembro de 2013, 00:45:37
Será que uma falha catastrófica no processo de respiração  celular (cilco de krebs - fosforilação) poderia liberar grande quantidade de energia, fazendo com que as células entrem em combustão?

Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Feliperj em 02 de Dezembro de 2013, 00:47:16
(http://awesomegifs.com/wp-content/uploads/shot-fail.gif)

hahahahaha :histeria:
Título: Re:Combustão Humana Espontânea
Enviado por: Buckaroo Banzai em 02 de Dezembro de 2013, 03:32:30
Será que uma falha catastrófica no processo de respiração  celular (cilco de krebs - fosforilação) poderia liberar grande quantidade de energia, fazendo com que as células entrem em combustão?



Acho que se isso existisse, abelhas se prenderiam em você e explodiriam.