Forum Clube Cetico

Discussões => Religiões, Crenças e Mitos => Tópico iniciado por: Fernando Silva em 10 de Outubro de 2018, 09:38:46

Título: Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Fernando Silva em 10 de Outubro de 2018, 09:38:46
Por causa das eleições, há um bando de gente dizendo que a Bíblia permite matar bandido apesar do mandamento "Não matar". Acontece que também é permitido em outros casos:

- Ladrões (Êxodo 22:02)
- Idólatras (Êxodo 32:26-29)
- Aqueles que adoram outros deuses (Deuteronômio 13:06-12)
- Aqueles que sacrificam a outros deuses (Êxodo 22:20)
- Bruxas (Êxodo 20:18)
- Cartomantes, adivinhos, videntes, médiuns etc. (Deuteronômio 18:10-12, Levítico 20:27)
- Quem trabalha em dia de sábado (Números 15:32-26, Êxodo 31:14-15 e 35:02)
- Quem se casa com mulheres estrangeiras (Números 25:06-11)
- Falsos profetas (Deuteronômio 18:20)
- Meninas que perdem a virgindade antes do casamento (Deuteronômio 22:23-24)
- Adúlteros (Levítico 20:10)
- Homossexuais (Levítico 20:13)
- Quem faz sexo com animais (Êxodo 22:19, Levítico 20:15-16)
- Filhos rebeldes (Deuteronômio 21:18-21)
- Povos que não aceitam que você invada a terra deles (o livro de Josué inteiro e trechos de outros livros)

E aceita que o Estado aplique a pena de morte (Romanos 13:01-07).

Links com outros absurdos ou atrocidades bíblicas:
https://fernandosilvamultiply.blogspot.com/2004/10/atrocidades-cometidas-por-deus-ou-por.html
http://www.bibliadocetico.net/intolerancia.html
Título: Re:Bíblia permite matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: JungF em 10 de Outubro de 2018, 13:43:05
Quem sabe em qual contexto o Antigo Testamento - erroneamente denominado Bíblia - foi escrito, narrado e compilado, o vê como mera peça de literatura religiosa, bela por sinal, mas totalmente absurda como fundamento de fé.
Já o novo testamento, particularmente o Evangelho, é passível de exegese proveitosa para quem busca essa fundamentação de fé.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Fernando Silva em 10 de Outubro de 2018, 14:04:07
Quem sabe em qual contexto o Antigo Testamento - erroneamente denominado Bíblia - foi escrito, narrado e compilado, o vê como mera peça de literatura religiosa, bela por sinal, mas totalmente absurda como fundamento de fé.
Já o novo testamento, particularmente o Evangelho, é passível de exegese proveitosa para quem busca essa fundamentação de fé.
Basta ignorar os trechos inconvenientes, violentos, absurdos ou contraditórios e ficar só com os bonitinhos (ainda que, em muitos casos, sem sentido).

Quanto a "exegese" e "hermenêutica", são apenas nomes metidos a eruditos para significar "minha interpretação para algo que não fica bem se lido literalmente".
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: JungF em 10 de Outubro de 2018, 22:01:48
Quanto à exegese, estava me referindo a especialistas, digamos, bibliófilos. Conhecedores da História e do contexto.
Alguns trabalham com textos no idioma original, talvez mais confiáveis.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Fernando Silva em 11 de Outubro de 2018, 07:19:58
Quanto à exegese, estava me referindo a especialistas, digamos, bibliófilos. Conhecedores da História e do contexto.
Alguns trabalham com textos no idioma original, talvez mais confiáveis.
Não dá para acreditar em que um deus supostamente todo poderoso nos tenha deixado seus mandamentos num texto tão confuso e remendado, que requer conhecimento da cultura e da língua de povos primitivos e a interpretação de "doutores" e especialistas.

Se era tão importante, ele teria enviado sua mensagem diretamente a cada um de nós em vez de recadinhos obscuros através de malucos que nem sabemos quem foram ou o que realmente disseram.

Sobre o fictício "texto original da Bíblia":
http://fernandosilvamultiply.blogspot.com/2015/07/onde-esta-o-texto-original-da-biblia.html
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Gorducho em 11 de Outubro de 2018, 08:58:45
O "TOdaB" seria aquele que acharam ou fizeram no reinado do Josias...
Note-se que  ninguém sabia desse tal "livro" até então.
O sumo sacerdote Helcias disse ao secretário Safã: "Achei o livro da Lei no Templo de Iahweh." Helcias deu o livro a Safã, que o leu. O secretário Safã veio ter com o rei e informou-lhe: "Teus servos fundiram o dinheiro que se achava no Templo e entregaram-no aos empreiteiros encarregados do Templo de Iahweh." Depois o secretário Safã anunciou ao rei: "O sacerdote Helcias deu-me um livro", e Safã leu-o diante do rei. Ao ouvir as palavras contidas no livro da Lei, o rei rasgou as vestes.

Mas depois houve o saque e é duvidoso se conseguiram levar e preservar esse texto lá na Babilônia.
E o NT é o sabido apanhado estatístico dentre os muitos espraiados dentre as escolas alexandrina + bizantina.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Fernando Silva em 11 de Outubro de 2018, 09:36:27
O "TOdaB" seria aquele que acharam ou fizeram no reinado do Josias...
Note-se que  ninguém sabia desse tal "livro" até então.
O sumo sacerdote Helcias disse ao secretário Safã: "Achei o livro da Lei no Templo de Iahweh." Helcias deu o livro a Safã, que o leu. O secretário Safã veio ter com o rei e informou-lhe: "Teus servos fundiram o dinheiro que se achava no Templo e entregaram-no aos empreiteiros encarregados do Templo de Iahweh." Depois o secretário Safã anunciou ao rei: "O sacerdote Helcias deu-me um livro", e Safã leu-o diante do rei. Ao ouvir as palavras contidas no livro da Lei, o rei rasgou as vestes.

Mas depois houve o saque e é duvidoso se conseguiram levar e preservar esse texto lá na Babilônia.
E o NT é o sabido apanhado estatístico dentre os muitos espraiados dentre as escolas alexandrina + bizantina.
Só que ficamos sabendo desse livro "achado" através de um texto do qual só temos cópias relativamente recentes, portanto não sabemos o que é ficção conveniente ou fato.

Sem falar em que "encontrar" esse tal livro também foi muito conveniente para o rei, já que mandava fazer exatamente o que ele queria fazer.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Gorducho em 11 de Outubro de 2018, 11:01:53
Só que isso parece-me ser uma fumaça-de-factualidade pois uma lógica linear seria o discurso oficial rezar que o texto com a "lei" tivesse sido sempre conhecido. Parece-me relatar um fato: a população nada sabia acerca de "escrituras".
Claro que, evidentemente, seguiam o regramento ditado pelo establishment sacerdotal, mas sem terem apoio escritural.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: JungF em 11 de Outubro de 2018, 16:05:56
Quanto à exegese, estava me referindo a especialistas, digamos, bibliófilos. Conhecedores da História e do contexto.
Alguns trabalham com textos no idioma original, talvez mais confiáveis.
Não dá para acreditar em que um deus supostamente todo poderoso nos tenha deixado seus mandamentos num texto tão confuso e remendado, que requer conhecimento da cultura e da língua de povos primitivos e a interpretação de "doutores" e especialistas.

Se era tão importante, ele teria enviado sua mensagem diretamente a cada um de nós em vez de recadinhos obscuros através de malucos que nem sabemos quem foram ou o que realmente disseram.

Sobre o fictício "texto original da Bíblia":
http://fernandosilvamultiply.blogspot.com/2015/07/onde-esta-o-texto-original-da-biblia.html
Não existe sequer a possibilidade de Textos Originais da Bíblia, por inúmeras razões. O máximo que se tem são manuscritos mais antigos, mas não os originais.
Quanto a sua observação de que Deus não precisaria subterfúgios para se dar a conhecer, concordo plenamento... mas, a comunicação entre um Deus perfeito, Eterno e Omnipotente, criador de multiversos, é quase impossdível, dada a distancia que separa criador e criatura. Mas ele pensou nisto também e arranjou uma forma de premiar os que mais se esforçassem neste sentido.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Cinzu em 11 de Outubro de 2018, 20:58:33
Velho testamento.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Fernando Silva em 12 de Outubro de 2018, 07:42:11
Quanto a sua observação de que Deus não precisaria subterfúgios para se dar a conhecer, concordo plenamento... mas, a comunicação entre um Deus perfeito, Eterno e Omnipotente, criador de multiversos, é quase impossdível, dada a distancia que separa criador e criatura. Mas ele pensou nisto também e arranjou uma forma de premiar os que mais se esforçassem neste sentido.
Impossível como, se Deus é onipotente?

Há um bando de gente  "se esforçando neste sentido" e dando origem às mais variadas e contraditórias religiões e seitas, todas "a única verdadeira".

Bastava esse tal de Deus se dirigir a cada um de nós, pessoalmente, e nos dizer o que ele quer de nós em vez de espalhar boatos confusos.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: JungF em 12 de Outubro de 2018, 13:19:36
Quanto a sua observação de que Deus não precisaria subterfúgios para se dar a conhecer, concordo plenamento... mas, a comunicação entre um Deus perfeito, Eterno e Omnipotente, criador de multiversos, é quase impossdível, dada a distancia que separa criador e criatura. Mas ele pensou nisto também e arranjou uma forma de premiar os que mais se esforçassem neste sentido.
Impossível como, se Deus é onipotente?

Citação de: JungF
Neste conceito de onipotência, nem precisaria ter criado nada, ou já ter concebido tudo perfeito, sem necessidade de coisa alguma. 
Há um bando de gente  "se esforçando neste sentido" e dando origem às mais variadas e contraditórias religiões e seitas, todas "a única verdadeira".

Bastava esse tal de Deus se dirigir a cada um de nós, pessoalmente, e nos dizer o que ele quer de nós em vez de espalhar boatos confusos.
Vamos partir para o lado prático: imaginemos que Deus, criando desde a eternidade tenha, como foi dito, disseminado incontáveis humanidades nos Multiversos... como iria perguntar de mim o que preciso ou em que acredito, ou porque meu irmão é um crente fervoroso e eu um PL.
Terá certamente pensado nisto antes que nós mesmos. Metaforicamente/Mitologicamente são os Anjos, seus prepostos, com competência e poder de decisão.
Então devemos supor que estes Anjos (precisamos arranjar outro termo para isto) conhecem perfeitamente seus tutelados para perscrutarem suas necessidades mais íntimas. Precisam ser bons, justos e mais que tudo, abnegados.
Segundo algumas doutrinas e filósofos existe no mundo dos homens uma lei inexorável: Lei do Trabalho; nada é de graça. Queres saber? trabalhe!
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Fernando Silva em 12 de Outubro de 2018, 13:27:37
Vamos partir para o lado prático: imaginemos que Deus, criando desde a eternidade tenha, como foi dito, disseminado incontáveis humanidades nos Multiversos... como iria perguntar de mim o que preciso ou em que acredito, ou porque meu irmão é um crente fervoroso e eu um PL.
Afinal, ele é onipotente ou não?
Terá certamente pensado nisto antes que nós mesmos. Metaforicamente/Mitologicamente são os Anjos, seus prepostos, com competência e poder de decisão.
Então devemos supor que estes Anjos (precisamos arranjar outro termo para isto) conhecem perfeitamente seus tutelados para perscrutarem suas necessidades mais íntimas. Precisam ser bons, justos e mais que tudo, abnegados.
Segundo algumas doutrinas e filósofos existe no mundo dos homens uma lei inexorável: Lei do Trabalho; nada é de graça. Queres saber? trabalhe!
Não funcionou. Só serviu para gerar um monte de crendices contraditórias com seus seguidores se matando entre si.

E um monte de gente sensata que não vê motivos em acreditar sem evidências e prefere ignorar o assunto até que algum deus se manifeste claramente.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: JungF em 12 de Outubro de 2018, 13:35:29
Vamos partir para o lado prático: imaginemos que Deus, criando desde a eternidade tenha, como foi dito, disseminado incontáveis humanidades nos Multiversos... como iria perguntar de mim o que preciso ou em que acredito, ou porque meu irmão é um crente fervoroso e eu um PL.
Afinal, ele é onipotente ou não?
Terá certamente pensado nisto antes que nós mesmos. Metaforicamente/Mitologicamente são os Anjos, seus prepostos, com competência e poder de decisão.
Então devemos supor que estes Anjos (precisamos arranjar outro termo para isto) conhecem perfeitamente seus tutelados para perscrutarem suas necessidades mais íntimas. Precisam ser bons, justos e mais que tudo, abnegados.
Segundo algumas doutrinas e filósofos existe no mundo dos homens uma lei inexorável: Lei do Trabalho; nada é de graça. Queres saber? trabalhe!
Não funcionou. Só serviu para gerar um monte de crendices contraditórias com seus seguidores se matando entre si.

E um monte de gente sensata que não vê motivos em acreditar sem evidências e prefere ignorar o assunto até que algum deus se manifeste claramente.
Dos dois lados outra vez, né Fernando? Gente sem crença alguma e barbarizando seu semelhantes e também aqueles sensatos que mesmo sem matar fisicamente destroem vidas aos montes.
Veja, a Crença nada tem a ver, se o homem será bom ou não... isto é o tempo.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Fernando Silva em 12 de Outubro de 2018, 13:43:20
Não funcionou. Só serviu para gerar um monte de crendices contraditórias com seus seguidores se matando entre si.

E um monte de gente sensata que não vê motivos em acreditar sem evidências e prefere ignorar o assunto até que algum deus se manifeste claramente.
Dos dois lados outra vez, né Fernando? Gente sem crença alguma e barbarizando seu semelhantes e também aqueles sensatos que mesmo sem matar fisicamente destroem vidas aos montes.
Veja, a Crença nada tem a ver, se o homem será bom ou não... isto é o tempo.
Você não entendeu. O que eu quis dizer é que ter uma religião não garante que a pessoa seja boa ou que tentar encontrar um deus garanta que a pessoa chegue a uma religião que faça o bem.

E que, por outro lado, a falta da crença em uma religião não implica em que a pessoa seja ruim.

As pessoas são boas ou más independente da religião que seguem, mas há o perigo de as religiões serem usadas para legitimar a violência.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: JungF em 13 de Outubro de 2018, 14:01:59
Não funcionou. Só serviu para gerar um monte de crendices contraditórias com seus seguidores se matando entre si.

E um monte de gente sensata que não vê motivos em acreditar sem evidências e prefere ignorar o assunto até que algum deus se manifeste claramente.
Dos dois lados outra vez, né Fernando? Gente sem crença alguma e barbarizando seu semelhantes e também aqueles sensatos que mesmo sem matar fisicamente destroem vidas aos montes.
Veja, a Crença nada tem a ver, se o homem será bom ou não... isto é o tempo.
Você não entendeu. O que eu quis dizer é que ter uma religião não garante que a pessoa seja boa ou que tentar encontrar um deus garanta que a pessoa chegue a uma religião que faça o bem.

E que, por outro lado, a falta da crença em uma religião não implica em que a pessoa seja ruim.

As pessoas são boas ou más independente da religião que seguem, mas há o perigo de as religiões serem usadas para legitimar a violência.
Isto é verdade. Para o homem perverso tudo é motivo para extravasar sua animalidade.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Fernando Silva em 13 de Outubro de 2018, 15:22:09
As pessoas são boas ou más independente da religião que seguem, mas há o perigo de as religiões serem usadas para legitimar a violência.
Isto é verdade. Para o homem perverso tudo é motivo para extravasar sua animalidade.
O que não faltou ao longo da história, e ainda hoje, foram pessoas boas e piedosas que fizeram coisas horríveis porque achavam que era a vontade de algum deus.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Pedro Reis em 13 de Outubro de 2018, 15:49:16

 Não existe sequer a possibilidade de Textos Originais da Bíblia, por inúmeras razões. O máximo que se tem são manuscritos mais antigos, mas não os originais.
Quanto a sua observação de que Deus não precisaria subterfúgios para se dar a conhecer, concordo plenamento... mas, a comunicação entre um Deus perfeito, Eterno e Omnipotente, criador de multiversos, é quase impossdível, dada a distancia que separa criador e criatura. Mas ele pensou nisto também e arranjou uma forma de premiar os que mais se esforçassem neste sentido.

É quase impossível.

Mas não para JungF. Que não só se comunica como sabe até o que Ele pensa.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: JungF em 15 de Outubro de 2018, 14:10:47

 Não existe sequer a possibilidade de Textos Originais da Bíblia, por inúmeras razões. O máximo que se tem são manuscritos mais antigos, mas não os originais.
Quanto a sua observação de que Deus não precisaria subterfúgios para se dar a conhecer, concordo plenamento... mas, a comunicação entre um Deus perfeito, Eterno e Omnipotente, criador de multiversos, é quase impossdível, dada a distancia que separa criador e criatura. Mas ele pensou nisto também e arranjou uma forma de premiar os que mais se esforçassem neste sentido.

É quase impossível.

Mas não para JungF. Que não só se comunica como sabe até o que Ele pensa.
A saudável ironia do Pedro lembra, quando nós mesmos criticamos a fala de certos pastores evangélicos.
Há uma diferença: o conhecimento coletivo, pelo menos dentro de específica comunidade, questionado e discutido à luz de sincera honestidade intelectual, permite afirmativas aparentemente estranhas.
A Natureza, o sincronismo exato e matemático do Cosmo, fatos mediúnicos não devidamente estudados pela ciência, o fenomenal Francisco C Xavier, a quem os Espíritos, como grande desafio aos indagadores, ditaram uma obra, Evolução em Dois Mundos, que desafia o intelecto de muitos cientistas. O Gigaview costuma dizer que qualquer enciclopédia traz aquele material. Tente!
Curiosamente a obra é multidisciplinar. Fala com profundidade de Microbiologia, Quimica, Entomologia, Psicanálise, e por aí vai.
Os espíritos que a ditaram sabiam que raríssimos espiritistas tirariam proveito daquela obra... A Associação Médica Espírita de São Paulo, repleta de neuro cientistas, publicou um boletim, o de número 5, mas ficou na superfície.
Então, a pergunta: qual a razão de tal enigma?
Depois de muito matutar e maturar cheguei a espantosa conclusão que a única explicação possível é: suscitar a curiosidade e a discussão dos céticos em vias de conversão. kkkkkkkkkkk
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Pedro Reis em 15 de Outubro de 2018, 15:36:08

 Não existe sequer a possibilidade de Textos Originais da Bíblia, por inúmeras razões. O máximo que se tem são manuscritos mais antigos, mas não os originais.
Quanto a sua observação de que Deus não precisaria subterfúgios para se dar a conhecer, concordo plenamento... mas, a comunicação entre um Deus perfeito, Eterno e Omnipotente, criador de multiversos, é quase impossdível, dada a distancia que separa criador e criatura. Mas ele pensou nisto também e arranjou uma forma de premiar os que mais se esforçassem neste sentido.

É quase impossível.

Mas não para JungF. Que não só se comunica como sabe até o que Ele pensa.
A saudável ironia do Pedro lembra, quando nós mesmos criticamos a fala de certos pastores evangélicos.
Há uma diferença: o conhecimento coletivo, pelo menos dentro de específica comunidade, questionado e discutido à luz de sincera honestidade intelectual, permite afirmativas aparentemente estranhas.
A Natureza, o sincronismo exato e matemático do Cosmo, fatos mediúnicos não devidamente estudados pela ciência, o fenomenal Francisco C Xavier, a quem os Espíritos, como grande desafio aos indagadores, ditaram uma obra, Evolução em Dois Mundos, que desafia o intelecto de muitos cientistas. O Gigaview costuma dizer que qualquer enciclopédia traz aquele material. Tente!
Curiosamente a obra é multidisciplinar. Fala com profundidade de Microbiologia, Quimica, Entomologia, Psicanálise, e por aí vai.
Os espíritos que a ditaram sabiam que raríssimos espiritistas tirariam proveito daquela obra... A Associação Médica Espírita de São Paulo, repleta de neuro cientistas, publicou um boletim, o de número 5, mas ficou na superfície.
Então, a pergunta: qual a razão de tal enigma?
Depois de muito matutar e maturar cheguei a espantosa conclusão que a única explicação possível é: suscitar a curiosidade e a discussão dos céticos em vias de conversão. kkkkkkkkkkk


Aí eu já concordo. Deus ser um brincalhão é a única explicação possível.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Gorducho em 15 de Outubro de 2018, 15:38:36
Evolução em Dois Mundos, que desafia o intelecto de muitos cientistas. O Gigaview costuma dizer que qualquer enciclopédia traz aquele material. Tente!
:ok:
Pro Sr., Sr. Reis avaliar a profundidade científica da obra, vai uma amostra:
DOS ARTRÓPODOS AOS DROMATÉRIOS E ANFITÉRIOS
Mais tarde, assinalamos o ingresso da mônada, a que nos referimos, nos domínios dos artrópodes, de exosqueleto quitinoso, cujo sangue diferenciado acusa um átomo de cobre em sua estrutura molecular, para, em seguida, surpreendê-la, guindada à condição de crisálida da consciência, no reino dos animais superiores, em cujo sangue — condensação das forças que alimentam o veículo da inteligência no império da alma — detém a hemoglobina por pigmento básico, demonstrando o parentesco inalienável das individuações do espírito, nas mutações da forma que atende ao progresso incessante da Criação Divina.
Das cristalizações atômicas e dos minerais, dos vírus e do protoplasma, das bactérias e das amebas, das algas e dos vegetais do período pré-câmbrico aos fetos e às licopodiáceas, aos trilobites e cistídeos, aos cefalópodes, foraminíferos e radiolários dos terrenos silurianos, o princípio espiritual atingiu os espongiários e celenterados da era paleozóica, esboçando a estrutura esquelética.
Avançando pelos equinodermos e crustáceos, entre os quais ensaiou, durante milênios, o sistema vascular e o sistema nervoso, caminhou na direção dos ganóides e teleósteos, arquegossauros e labirintodontes para culminar nos grandes lacertinos e nas aves estranhas, descendentes dos pterossáurios, no jurássico superior, chegando à época supracretácea para entrar na classe dos primeiros mamíferos, procedentes dos répteis teromorfos.
Viajando sempre, adquire entre os dromatérios e anfitérios os rudimentos das reações psicológicas superiores, incorporando as conquistas do instinto e da inteligência.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Pedro Reis em 15 de Outubro de 2018, 15:48:49
De duas, uma: ou esse texto foi produzido por alguma sabedoria inalcançável ou por um gerador de lero-lero. Versão 3.0 ou superior.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Sergiomgbr em 15 de Outubro de 2018, 15:57:31
Evolução em Dois Mundos, que desafia o intelecto de muitos cientistas. O Gigaview costuma dizer que qualquer enciclopédia traz aquele material. Tente!
:ok:
Pro Sr., Sr. Reis avaliar a profundidade científica da obra, vai uma amostra:
DOS ARTRÓPODOS AOS DROMATÉRIOS E ANFITÉRIOS
Mais tarde, assinalamos o ingresso da mônada, a que nos referimos, nos domínios dos artrópodes, de exosqueleto quitinoso, cujo sangue diferenciado acusa um átomo de cobre em sua estrutura molecular, para, em seguida, surpreendê-la, guindada à condição de crisálida da consciência, no reino dos animais superiores, em cujo sangue — condensação das forças que alimentam o veículo da inteligência no império da alma — detém a hemoglobina por pigmento básico, demonstrando o parentesco inalienável das individuações do espírito, nas mutações da forma que atende ao progresso incessante da Criação Divina.
Das cristalizações atômicas e dos minerais, dos vírus e do protoplasma, das bactérias e das amebas, das algas e dos vegetais do período pré-câmbrico aos fetos e às licopodiáceas, aos trilobites e cistídeos, aos cefalópodes, foraminíferos e radiolários dos terrenos silurianos, o princípio espiritual atingiu os espongiários e celenterados da era paleozóica, esboçando a estrutura esquelética.
Avançando pelos equinodermos e crustáceos, entre os quais ensaiou, durante milênios, o sistema vascular e o sistema nervoso, caminhou na direção dos ganóides e teleósteos, arquegossauros e labirintodontes para culminar nos grandes lacertinos e nas aves estranhas, descendentes dos pterossáurios, no jurássico superior, chegando à época supracretácea para entrar na classe dos primeiros mamíferos, procedentes dos répteis teromorfos.
Viajando sempre, adquire entre os dromatérios e anfitérios os rudimentos das reações psicológicas superiores, incorporando as conquistas do instinto e da inteligência.

É uma das mais risíveis tentativas de impressionar usando terminologia cientifica, de todos os tempos.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Geotecton em 15 de Outubro de 2018, 16:13:04
De duas, uma: ou esse texto foi produzido por alguma sabedoria inalcançável ou por um gerador de lero-lero. Versão 3.0 ou superior.

Nem uma e nem outro.

É fácil determinar que o conhecimento supra de taxonomia remonta ao segundo meado do século XIX, misturada com o linguajar dos espíritas para lhes dar um aspecto de respeitabilidade.

Mas você sabe disto.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Fernando Silva em 16 de Outubro de 2018, 07:23:53
De duas, uma: ou esse texto foi produzido por alguma sabedoria inalcançável ou por um gerador de lero-lero. Versão 3.0 ou superior.
Nem uma e nem outro.

É fácil determinar que o conhecimento supra de taxonomia remonta ao segundo meado do século XIX, misturada com o linguajar dos espíritas para lhes dar um aspecto de respeitabilidade.

Mas você sabe disto.
Pois é. Se quer impressionar os ouvintes e evitar contestações, seja incompreensível.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Fernando Silva em 16 de Outubro de 2018, 07:27:06
A Natureza, o sincronismo exato e matemático do Cosmo, fatos mediúnicos não devidamente estudados pela ciência, o fenomenal Francisco C Xavier, a quem os Espíritos, como grande desafio aos indagadores, ditaram uma obra, Evolução em Dois Mundos, que desafia o intelecto de muitos cientistas. O Gigaview costuma dizer que qualquer enciclopédia traz aquele material. Tente!
Você deveria evitar declarações de fé.
E deveria evitar afirmações vagas e não confirmadas como "desafia o intelecto de muitos cientistas".
A menos que, por "desafio", você se refira ao fato de os textos serem incompreensíveis. E sem valor para a ciência.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Bozo Mico em 17 de Outubro de 2018, 01:08:23
A Natureza, o sincronismo exato e matemático do Cosmo, fatos mediúnicos não devidamente estudados pela ciência, o fenomenal Francisco C Xavier, a quem os Espíritos, como grande desafio aos indagadores, ditaram uma obra, Evolução em Dois Mundos, que desafia o intelecto de muitos cientistas. O Gigaview costuma dizer que qualquer enciclopédia traz aquele material. Tente!
Você deveria evitar declarações de fé.
E deveria evitar afirmações vagas e não confirmadas como "desafia o intelecto de muitos cientistas".
A menos que, por "desafio", você se refira ao fato de os textos serem incompreensíveis. E sem valor para a ciência.

(https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRrK-PjqV8e5QBElIUkRTbMRQjJpGvZnPnk7ZB53PSUJL-qnWbR)
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Pedro Reis em 17 de Outubro de 2018, 09:17:01
Pasqually e JungF são as duas faces de uma mesma moeda.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Gorducho em 17 de Outubro de 2018, 16:19:33
ACHO que não :!:
M. de Pasqually é esoterista. E apesar d'eu obviamente não acreditar em esoterismos, partilho de quase todas visões dele acerca do "espiritismo" (a dita "DE" so to say...).
E com ele aprendi — eu que me jacto estarem meus conhecimentos de espiritismo num nível de pós-Ph.D. :'( — acerca do "martinismo lionês", que foi a misticização do magnetismo animal que propiciou a criação do espiritismo "moderno" (tanto o anglo quanto o continental).
Eu sempre negligenciara esse fenômeno, iniciando meus estudos 50+ anos depois já pelo Alexis Didier; Alphonse Cahagnet/Adèle Maginot; os socialistas românticos...

Sr. JungF me parece um espirita da ortodoxia febeana.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: JungF em 18 de Outubro de 2018, 11:29:07
ACHO que não :!:
M. de Pasqually é esoterista. E apesar d'eu obviamente não acreditar em esoterismos, partilho de quase todas visões dele acerca do "espiritismo" (a dita "DE" so to say...).
E com ele aprendi — eu que me jacto estarem meus conhecimentos de espiritismo num nível de pós-Ph.D. :'( — acerca do "martinismo lionês", que foi a misticização do magnetismo animal que propiciou a criação do espiritismo "moderno" (tanto o anglo quanto o continental).
Eu sempre negligenciara esse fenômeno, iniciando meus estudos 50+ anos depois já pelo Alexis Didier; Alphonse Cahagnet/Adèle Maginot; os socialistas românticos...

Sr. JungF me parece um espirita da ortodoxia febeana.
Neste ponto vc se engana meu caro, sou um dos que não liga a mínima para aquele carcomido arcabouço institucional, onde conflitos proliferam.
Natureza humana; hó, até quando vos suportarei!

Conheci a DE através de um familiar que participava do fcc. Achei a filosofia ali desenvolvida repleta de pragmatismos verificáveis pela razão... entenda-se, razão livre de preconceitos. Sabiam que isto existe?
Pois bem, faltava compreender os fenômenos e qual o sentido deles, já que as fraudes caminhavam paralelas.
"Veja a árvore e podereis prever seus frutos"... este o meu lema.

Aqui no fcc descobri que não havia somente céticos ou ateus, mas alguns  companheiros com exacerbada repugnância pela DE.
Nem o terrorismo religioso, nem o fanatismo e exploração dos incautos praticados por certos Evangélicos lhes incomodavam tanto como o Espiritismo.
Em princípio li todas as suas mensagens no afã de compreender seus motivos.
Jamais consegui compreender... Talvez algo ligado a encarnações anteriores, só pode. :)
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Gorducho em 18 de Outubro de 2018, 12:57:47
Neste ponto vc se engana meu caro
:susto:
Citar
o fenomenal Francisco C Xavier, a quem os Espíritos, como grande desafio aos indagadores, ditaram uma obra, Evolução em Dois Mundos, que desafia o intelecto de muitos cientistas. O Gigaview costuma dizer que qualquer enciclopédia traz aquele material. Tente!
Curiosamente a obra é multidisciplinar. Fala com profundidade de Microbiologia, Quimica, Entomologia, Psicanálise, e por aí vai.
:?:
Me confundi por aí...  :vergonha:
Mas, tem algum ponto da ortodoxia febeana (so to say...) do qual S/Pessoa discorde :?:
Qual :?:

Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Pasqually em 18 de Outubro de 2018, 13:17:54
Conheci a DE através de um familiar que participava do fcc.
Opa! Spencer??
Aqui no fcc descobri que não havia somente céticos ou ateus, mas alguns  companheiros com exacerbada repugnância pela DE.
Amigo, a DE merece crítica pela postura pseudocientífica.
Nem o terrorismo religioso, nem o fanatismo e exploração dos incautos praticados por certos Evangélicos lhes incomodavam tanto como o Espiritismo.
A religião convencional pelo menos é declaradamente questão de ordem interior e fé. Se qualquer uma se levantasse dizendo descortinar objetivamente um pseudoAlém, merecer ia igualmente ser julgada pelo crivo da razão.
Em princípio li todas as suas mensagens no afã de compreender seus motivos.
Amigo, você é médium? Já passou por um desdobramento, por uma experiência direta? Se não, torne-se e passe, conteste empiricamente a pseudorevelação espiritista e veja com seus próprios olhos que não condiz com a verdade.
Jamais consegui compreender... Talvez algo ligado a encarnações anteriores, só pode. :)
Só se vive uma vez. O eu, com toda a personalidade e sua estrutura, pertence a esta natureza e ao pó deve retornar. Não há um ego que reencarna, mas um microcosmos/consciência cósmica que não nasce e nem morre, apenas cresce e se enriquece indefinidamente através de suas jornadas/imersões na matéria, individualizando-se e reintegrando-se em um movimento rítmico constante e contínuo de crescimento e aperfeiçoamento, como num Torus ou espiral.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Pasqually em 18 de Outubro de 2018, 13:26:13
The living being had no need of eyes because there was nothing outside of him to be seen; nor of ears because there was nothing to be heard; and there was no surrounding atmosphere to be breathed; nor would there have been any use of organs by the help of which he might receive his food or get rid of what he had already digested, since there was nothing which went from him or came into him: for there was nothing beside him. Of design he created thus; his own waste providing his own food, and all that he did or suffered taking place in and by himself.(PLATO - TIMAEUS)
(https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/3/32/Chrysopoea_of_Cleopatra_1.png)
Early alchemical ouroboros illustration with the words ἓν τὸ πᾶν ("The All is One") from the work of Cleopatra the Alchemist (c. third century, Egypt)
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: JungF em 19 de Outubro de 2018, 12:20:47
Neste ponto vc se engana meu caro
:susto:
Citar
o fenomenal Francisco C Xavier, a quem os Espíritos, como grande desafio aos indagadores, ditaram uma obra, Evolução em Dois Mundos, que desafia o intelecto de muitos cientistas. O Gigaview costuma dizer que qualquer enciclopédia traz aquele material. Tente!
Curiosamente a obra é multidisciplinar. Fala com profundidade de Microbiologia, Quimica, Entomologia, Psicanálise, e por aí vai.
:?:
Me confundi por aí...  :vergonha:
Mas, tem algum ponto da ortodoxia febeana (so to say...) do qual S/Pessoa discorde :?:
Qual :?:
Aquele artigo que vc bem conhece sobre JB Roustaing. As marchas e contra marchas para retirá-lo do Estatuto demonstrou acomodação de alguns, evitando confrontações e coligação de algumas federativas, por interessde político. Por isso eu disse "Il faut que jeunesse se pass". Vaidade e imaturidade.
Quanto à ortodoxia a feb segue rigorosamente Kardec, ALuiz e Emmanuel. Mas não me sinto uma autoridade para avaliar sua linha Doutrinária.
Encontra-se um espiritismo mais equilibrado nas federativas, com poucas exceções, que propriamente na feb.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Gorducho em 19 de Outubro de 2018, 15:02:34
Nessa do Roustaing eles ficaram que nem rato em guampa...
Dr. Bezerra gostava do Roustaing porque não podia conceber nem que a Maria não fosse virgem nem que JC fosse humano — até porque sendo o espiritismo era uma religião "cientifica" se ela não fosse virgem não poderia gestar uma pessoa  :hehe:
E faz 118 anos que o espírito dele fala em tudo quanto é lugar, inclusive e particularmente no próprio Conselho Federativo, sem que tenha desautorizado o Les Quatre Évangiles.
Então se retirassem estariam deixando o espírito dele bem mal-na-foto  :chorao:

O que é fora de questão é que repugna à Razão o fato de um Espírito Divino tomar a carne dos pecadores; que a concepção espirita de ser fluídico o corpo de Jesus, não somente fala à Razão e remove aquela repugnância invencível, como ainda explica, de acordo com as leis naturais, todos os fenômenos da vida do Redentor, e, principalmente, sua concepção no ventre puríssimo de Maria Santíssima, e seu nascimento, sem que a Mãe deixasse de ser Virgem.
[Dr. Bezerra]
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Pedro Reis em 19 de Outubro de 2018, 15:41:02
Neste ponto vc se engana meu caro, sou um dos que não liga a mínima para aquele carcomido arcabouço institucional, onde conflitos proliferam.
Natureza humana; hó, até quando vos suportarei!

Conheci a DE através de um familiar que participava do fcc.

E antes da DE qual era sua religião? Tinha alguma, Sr?

Por que só depois de adulto o senhor se envolveu com o espiritismo? Foi a doutrina espírita que o seduziu ou foram os fenômenos mediúnicos que o impressionaram?
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: JungF em 20 de Outubro de 2018, 16:09:32
Neste ponto vc se engana meu caro, sou um dos que não liga a mínima para aquele carcomido arcabouço institucional, onde conflitos proliferam.
Natureza humana; hó, até quando vos suportarei!

Conheci a DE através de um familiar que participava do fcc.

E antes da DE qual era sua religião? Tinha alguma, Sr?

Por que só depois de adulto o senhor se envolveu com o espiritismo? Foi a doutrina espírita que o seduziu ou foram os fenômenos mediúnicos que o impressionaram?

Como disse, o ponta-pé inicial veio de uma irmã, mas a motivação veio assim:

 Quanto a religião anterior, ja fiz parte do famoso "sou católico, mas não praticante"; a resposta mais cômoda quando se quer evitar conflitos ou para não ficar fora da curva.
Tinha um colega na Escola de Engenharia que ao se formar foi trabalhar na mesma empresa que eu e o cara era simplesmente o primeiro lugar da Escola... tem uma medalha pra isto, não me recordo o nome.
Pois bem, este cara, inteligente e culto falou me que era praticante do Espiritismo; na ocasião tudo para mim era Umbanda, Candomblé, Vudu, feitiçaria, etc. Fiquei chocado. Comecei a duvidar de seu equilíbrio mental, até mesmo porque era muito inteligente... veja você! Mas ele era perfeitamente normal e muito eficiente em nosso trabalho. Conversávamos muito sobre o assunto mas eu sempre conservava aquele sorriso de quem não estava convencido.   
Essa minha irmã passou a frequentar uma casa espírita em que não havia fenômenos, apenas estudos, e o instrutor era de fato admirável. Dava gosto ouvi-lo. Simples mas amplo conhecimento sobre diversos assuntos.
Percebi, com o tempo que os espíritas eram de um modo geral pessoas de boa reputação e em nada diferentes dos que se conhece por aí. Farmacêuticos, cabeleireiros, médicos, advogados, carpinteiros, etc.
Como recém admitido ao grupo, uma coisa me causava admiração: a forma como se referiam aos fenômenos, mais estranhos, com inteira naturalidade... ninguém fazia aquele, !
O parente de um deles havia previsto o dia da pp morte, errou, foi no dia seguinte.
O filho de um deles ia descer uma rampa, com um carrinho e viu seu falecido avô acenando e dizendo não. Alguns minutos depois um acidente de carro projetou um dos veículos exatamente no local.
Comecei a estudar os livros de Kardec e o que mais me causava estranheza era jamais ter ouvido nada sobre aquela "religião" tão simples e de tanta sensatez.
Então, abri os olhos e percebi que estamos cercados de fenômenos, faltava compreendê-los.
Claro que até hoje existem lugares em que fenômenos são realizados, com discrição e quase sempre voltados à cura de pessoas. Nunca fui a estes lugares, não precisava.


Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Pasqually em 20 de Outubro de 2018, 16:46:50
Neste ponto vc se engana meu caro, sou um dos que não liga a mínima para aquele carcomido arcabouço institucional, onde conflitos proliferam.
Natureza humana; hó, até quando vos suportarei!

Conheci a DE através de um familiar que participava do fcc.

E antes da DE qual era sua religião? Tinha alguma, Sr?

Por que só depois de adulto o senhor se envolveu com o espiritismo? Foi a doutrina espírita que o seduziu ou foram os fenômenos mediúnicos que o impressionaram?

Como disse, o ponta-pé inicial veio de uma irmã, mas a motivação veio assim:

 Quanto a religião anterior, ja fiz parte do famoso "sou católico, mas não praticante"; a resposta mais cômoda quando se quer evitar conflitos ou para não ficar fora da curva.
Tinha um colega na Escola de Engenharia que ao se formar foi trabalhar na mesma empresa que eu e o cara era simplesmente o primeiro lugar da Escola... tem uma medalha pra isto, não me recordo o nome.
Pois bem, este cara, inteligente e culto falou me que era praticante do Espiritismo; na ocasião tudo para mim era Umbanda, Candomblé, Vudu, feitiçaria, etc. Fiquei chocado. Comecei a duvidar de seu equilíbrio mental, até mesmo porque era muito inteligente... veja você! Mas ele era perfeitamente normal e muito eficiente em nosso trabalho. Conversávamos muito sobre o assunto mas eu sempre conservava aquele sorriso de quem não estava convencido.   
Essa minha irmã passou a frequentar uma casa espírita em que não havia fenômenos, apenas estudos, e o instrutor era de fato admirável. Dava gosto ouvi-lo. Simples mas amplo conhecimento sobre diversos assuntos.
Percebi, com o tempo que os espíritas eram de um modo geral pessoas de boa reputação e em nada diferentes dos que se conhece por aí. Farmacêuticos, cabeleireiros, médicos, advogados, carpinteiros, etc.
Como recém admitido ao grupo, uma coisa me causava admiração: a forma como se referiam aos fenômenos, mais estranhos, com inteira naturalidade... ninguém fazia aquele, !
O parente de um deles havia previsto o dia da pp morte, errou, foi no dia seguinte.
O filho de um deles ia descer uma rampa, com um carrinho e viu seu falecido avô acenando e dizendo não. Alguns minutos depois um acidente de carro projetou um dos veículos exatamente no local.
Comecei a estudar os livros de Kardec e o que mais me causava estranheza era jamais ter ouvido nada sobre aquela "religião" tão simples e de tanta sensatez.
Então, abri os olhos e percebi que estamos cercados de fenômenos, faltava compreendê-los.
Claro que até hoje existem lugares em que fenômenos são realizados, com discrição e quase sempre voltados à cura de pessoas. Nunca fui a estes lugares, não precisava.
Ótimo, agora aproveite e parta pra Mesmer e Puysegur para entender que tudo isso não se dá senão no próprio éter mental daqueles que passam por estas experiências, consciente ou inconscientemente plasmadas pelos grupos de afins reunidos com uma una intenção.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Sergiomgbr em 20 de Outubro de 2018, 17:49:28

Então, abri os olhos e percebi que estamos cercados de fenômenos, faltava compreendê-los.
E ai, já compreende? Já deve ter ouvido falar em deja vu, pareidolia, ilusões de ótica, miragens, e outras dúzias de outras terminologias que envolvem fenomenologias mentais em que há explicação não misticista bastante substancial, não?

Claro que até hoje existem lugares em que fenômenos são realizados, com discrição e quase sempre voltados à cura de pessoas. Nunca fui a estes lugares, não precisava.
Parece que é o caso então de ser questão de fé, não de duvida, não é?
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Gorducho em 20 de Outubro de 2018, 18:23:47
passou a frequentar uma casa espírita em que não havia fenômenos, apenas estudos
Citar
Como recém admitido ao grupo, uma coisa me causava admiração: a forma como se referiam aos fenômenos, mais estranhos, com inteira naturalidade...
:susto:
:?:
Afinal: tinha/tem ou não tinha/tem fenômenos onde S/Pessoa frequenta/va  :?:

De saco-pra-mala... ainda referente às diferenças significativas entre o kardecismo e o espiritismo febeano:
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: JungF em 21 de Outubro de 2018, 12:03:44
Citação de: Pasqually
Ótimo, agora aproveite e parta pra Mesmer e Puysegur para entender que tudo isso não se dá senão no próprio éter mental daqueles que passam por estas experiências, consciente ou inconscientemente plasmadas pelos grupos de afins reunidos com uma una intenção.
 
Como explicar o caso do garoto, por sinal filho de um colega de trabalho católico de rezar o terço, que avistou o avô, falecido?
Ao longo do tempo toma-se conhecimento de casos que somente a interferência de inteligências invisíveis poderia explicar. En passant, conheces a história de Joana D'arc?
Mas, deixa p'ra lá, pois tudo será fruto do tempo... não apenas cem ou duzentos anos... (quer-se dizer, uma ou duas encarnações) depende de cada um.
Existe um, como que, efeito em onda, de propagação da crença. Não é a narrativa do fenômeno em si, pois as fraudes e crendices superam os fatos. Mas a fonte de onde procede o fato descrito, e que geralmente é confirmado por familiares, amigos, etc.
Não é como estes programas da tv que alardeiam o sobrenatural, até tentando dar um enfoque científico, com testemunhos, etc. Ninguém em são juízo dá atenção, claro. Não é assim; é quase pessoal. por isto eu disse, é como uma onda direcionada para, permita-me a banalidade, elementos de certa respeitabilidade e assim, formadores de opinião.
Existe um propósito. Reformar o homem, a sociedade, as religiões.
É muito difícil explanar sobre o assunto sem incorrer no risco da pecha de misticismo ou fanatismo, pois somente um estudo prévio, serio e metódico é capaz de dirimir as dúvidas que surgem.
Olhem um caso interessante que é o do Sr. Gorducho. Estudou, muito mais como um verniz cultural, procurando as possíveis falhas e se aprofundando naquilo que entendia serem as falhas, reforçando suas idéias em autores claramente adversários daquela força que estava surgindo e que arrostava a lógica e o bom senso de seus negadores. Mesmo encontrando em sábios e em pesquisadores respeitáveis o apoio para a nova Doutrina, escolhe o que fortalece seu pre-juízo.
O mal acolhimento ou um destratamento a um seu familiar querido, o que pode sempre ocorrer porque a ignorância e a vaidade está entranhada no homem e o espírita não é um anjo de Deus: reconhecemo-lo pela sua transformação moral e a luta que empreende para domar suas más inclinações"... mas cai bastas vezes. Então, como dizia, este episódio infeliz tornou o Sr Gorducho em um ferrenho adversário, intelectual, diga-se, do Espiritismo. Mas note bem; ele o é, quanto ao movimento espirita, pois seus argumentos contra a Doutrina propriamente dita, são frágeis embora culturalmente  rebuscados, o que dá uma aparência de robustez... mas qual!

Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Gorducho em 21 de Outubro de 2018, 12:29:01
Mas, deixa p'ra lá, pois tudo será fruto do tempo... não apenas cem ou duzentos anos...
Há 1½ século atrás o Kardec dizia que já tinha chegado o tempo :!:
Tão jogando a toalha :?:
 :pula:
Citar
Existe um propósito. Reformar o homem, a sociedade, as religiões.
E isso é maus  :no: Quando existem "propósitos" existe a tendência de haver descomprometimento com fatos em nome desses "propósitos".
É o que acontece com as "ideologias", "causas".
Citar
Olhem um caso interessante que é o do Sr. Gorducho. Estudou, muito mais como um verniz cultural, procurando as possíveis falhas e se aprofundando naquilo que entendia serem as falhas
:no:
Já disse que acreditava PIAMENTE até os 15 quando por razões que não vem ao caso mamãe parou de frequentar (era evangelizadora dentro da ortodoxia febeana com 2 diplomas...). Depois esses anos todos outras preocupações ocuparam meu neurônio, e só há alguns anos retomei o estudo, agora já com + tempo disponível lá no OP.
Claro: agora sim nessa, digamos, "fase ii", passei a estudar a literatura disponível na INTERNET (que não se tinha 40+ anos atrás); bem como os temas e debates lá. Agora sim descomprometido com "propósitos" de mudar a forma de pensar dos outros, e sim observando as coisas como elas são no mundo real.
Citar
este episódio infeliz tornou o Sr Gorducho em um ferrenho adversário, intelectual, diga-se, do Espiritismo. Mas note bem; ele o é, quanto ao movimento espirita, pois seus argumentos contra a Doutrina propriamente dita, são frágeis embora culturalmente  rebuscados, o que dá uma aparência de robustez... mas qual!
Não: foi ver que a "doutrina" foi ditada por "espíritos" sim. Mas espíritos de vivos, "encarnados".
E tem auto-contradições como aquela entre a não-retrogradação + livre-arbítrio acopladas ao dogma de Deus criar todos espíritos iguais e com o moralímetro zerado.
Bem como outra contradição é a necessidade de "encarnarem". Pra que se o tal "mundo espiritual" é o + importante :?:
[abstenho-me das citações por supô-lo conhecedor; se precisar peça]
:superamigos:

By the way... e os tais fenômenos que seus companheiros encaram/vam com naturalidade :?:
Afinal: tem ou não tem fenômenos onde frequenta/va :?:
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: JungF em 21 de Outubro de 2018, 12:31:08
 
Citação de: JungF


Então, abri os olhos e percebi que estamos cercados de fenômenos, faltava compreendê-los.
Citação de: Sergio
E ai, já compreende? Já deve ter ouvido falar em deja vu, pareidolia, ilusões de ótica, miragens, e outras dúzias de outras terminologias que envolvem fenomenologias mentais em que há explicação não misticista bastante substancial, não?
Curiosamente, impressiona mais a complexidade de tais explicações com amparo na metapsíquica ou no exoterismo, que a simples crença de que se você tem uma alma, após a morte do corpo físico ela pode em casos bem determinados interagir com o ambiente físico... simples assim.   

Citação de: JungF 
Claro que até hoje existem lugares em que fenômenos são realizados, com discrição e quase sempre voltados à cura de pessoas. Nunca fui a estes lugares, não precisava.
Citação de: sergio
Parece que é o caso então de ser questão de fé, não de duvida, não é?
Força da razão adquirida em análise profunda e meditada. Parece, caro Sergio, que as contradições e os horrores do mundo, mais fortalecem a DE, pois, explica as causas disto, seu fim e finalidade.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: JungF em 21 de Outubro de 2018, 12:34:22
Gorducho, terei prazer em responder dentro em pouco, por favor.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Sergiomgbr em 21 de Outubro de 2018, 17:41:38


Citação de: Sergio
E ai, já compreende? Já deve ter ouvido falar em deja vu, pareidolia, ilusões de ótica, miragens, e outras dúzias de outras terminologias que envolvem fenomenologias mentais em que há explicação não misticista bastante substancial, não?
Curiosamente, impressiona mais a complexidade de tais explicações com amparo na metapsíquica ou no exoterismo, que a simples crença de que se você tem uma alma, após a morte do corpo físico ela pode em casos bem determinados interagir com o ambiente físico... simples assim.   

Então a melhor explicação é a mais simples? Se for assim, para tudo basta dizer: foi por que deus quis?
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: JungF em 21 de Outubro de 2018, 17:47:57
 
Citação de: Sr. JungF
Mas, deixa p'ra lá, pois tudo será fruto do tempo... não apenas cem ou duzentos anos...
Citação de: Gorducho 
Há 1½ século atrás o Kardec dizia que já tinha chegado o tempo :!:
Tão jogando a toalha :?:
 :pula:
Citação de: JungF
cem, duzentos anos, em termos individuais; você, em uma ou duas encarnações, digamos, cem duzentos anos, indo e vindo do e para o mundo espiritual desenvolverá de forma mnemônica recursos que o induzirão a abraçar a DE
Citação de: Jung
Existe um propósito. Reformar o homem, a sociedade, as religiões.
Citação de: Gorducho 
E isso é maus  :no: Quando existem "propósitos" existe a tendência de haver descomprometimento com fatos em nome desses "propósitos".
É o que acontece com as "ideologias", "causas".
É um ponto de vista. Há que se caminhar na direção de propósitos ou ideais consentâneos com a ética, a moral e o progresso. A humanidade não deverá estar sempre atrelada ao passado primitivista, do olhar sempre para o pp umbigo.
Da forma como vc vê, não há esperanças para o homem. Regrediremos à taba.



[
Citação de: JungF
]Olhem um caso interessante que é o do Sr. Gorducho. Estudou, muito mais como um verniz cultural, procurando as possíveis falhas e se aprofundando naquilo que entendia serem as falhas

Citação de: Gorducho 
Já disse que acreditava PIAMENTE até os 15 quando por razões que não vem ao caso mamãe parou de frequentar (era evangelizadora dentro da ortodoxia febeana com 2 diplomas...). Depois esses anos todos outras preocupações ocuparam meu neurônio, e só há alguns anos retomei o estudo, agora já com + tempo disponível lá no OP.
Claro: agora sim nessa, digamos, "fase ii", passei a estudar a literatura disponível na INTERNET (que não se tinha 40+ anos atrás); bem como os temas e debates lá. Agora sim descomprometido com "propósitos" de mudar a forma de pensar dos outros, e sim observando as coisas como elas são no mundo real.
Nossas tendências definem nossas opiniões, mas não nossas crenças mais arraigadas; essas carecem provas. Enquanto não existem aquelas mais convincentes, apelamos para a razão, lógica, bom senso. Ou seja, estamos todos no mesmo patamar.
Citação de: JungF
este episódio infeliz tornou o Sr Gorducho em um ferrenho adversário, intelectual, diga-se, do Espiritismo. Mas note bem; ele o é, quanto ao movimento espirita, pois seus argumentos contra a Doutrina propriamente dita, são frágeis embora culturalmente  rebuscados, o que dá uma aparência de robustez... mas qual!
Citação de: Gorducho 
Não: foi ver que a "doutrina" foi ditada por "espíritos" sim. Mas espíritos de vivos, "encarnados".
E tem auto-contradições como aquela entre a não-retrogradação + livre-arbítrio acopladas ao dogma de Deus criar todos espíritos iguais e com o moralímetro zerado.
Bem como outra contradição é a necessidade de "encarnarem". Pra que se o tal "mundo espiritual" é o + importante :?:
[abstenho-me das citações por supô-lo conhecedor; se precisar peça]
:superamigos:
Vamos por parte, as garotas de 14 e 16 anos Celine Japhet Julie Baudin - Caroline Baudin que serviram de médiuns quando se trouxe o arcabouço básico da Doutrina dos Espíritos tinham conhecimento ou maturidade para abordarem os assuntos de maior complexidade?
Pois vc disse que os espíritos eram o dos homens encarnados...  Veja aqui que cuidados e providências os espíritos da Codificação tiveram: neste caso duas ou três garotinhas pre adolescentes ou pouco mais. :susto:
Posteriormente Ermance Dufaux auxiliou nos arremates. 1 x 0
Citação de: Gordunho
By the way... e os tais fenômenos que seus companheiros encaram/vam com naturalidade :?:
Afinal: tem ou não tem fenômenos onde frequenta/va :?:
Não onde eu frequentava, eram reuniões de estudos. Mas cada um deles tinha suas particulares atividades e frequentavam outras casas espíritas. Esta de que fazíamos parte era como uma referência em matéria de estudos. Pessoal, quase todos de nível superior, nada de reunião mediúnica e nem tarefas sociais... somente estudos.
Quanto á retrogradação, somente ocorre em nivel social, intelectual, etc... não moral. Mas veja, se voce dá esmolas, hoje, pode no futuro vir a ser um torturador. Você não conquistou valores morais apenas dando esmolas, esta ação poderia se dar apenas por circunstancias. A ética e a moral são conquistas de várias encarnações, precisam fundamentar a personalidade.
Então, levantamos e caímos muitas vezes. As encarnações são numerosas no inicio da caminhada, com pequenos avanços.
Posteriormente podemos representá-la como a curva que representa a resistência do concreto. Inicia tangendo o eixo xx e quase de repente torna-se assintótica em relação ao eixo yy.
O ponto de inflexão está na moral pura do Evangelho com o Espiritismo.
Sei que vão perguntar, já respondo. Todos os missionários que propuseram a reforma moral dessa ou daquela cultura, já eram prepostos do Cristo de Deus.
Precisava-se adaptar cada doutrina à cultura vigente.
 
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: JungF em 21 de Outubro de 2018, 17:52:51


Citação de: Sergio
E ai, já compreende? Já deve ter ouvido falar em deja vu, pareidolia, ilusões de ótica, miragens, e outras dúzias de outras terminologias que envolvem fenomenologias mentais em que há explicação não misticista bastante substancial, não?
Curiosamente, impressiona mais a complexidade de tais explicações com amparo na metapsíquica ou no exoterismo, que a simples crença de que se você tem uma alma, após a morte do corpo físico ela pode em casos bem determinados interagir com o ambiente físico... simples assim.   

Então a melhor explicação é a mais simples? Se for assim, para tudo basta dizer: foi por que deus quis?
Não basta ser simples. Você o disse: é porque Deus quis?
Essa resposta não satisfaria aos homens inteligentes e cultos que sinceramente buscam compreender a complexidade da vida e da nossa realidade.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Sergiomgbr em 21 de Outubro de 2018, 18:00:27


Citação de: Sergio
E ai, já compreende? Já deve ter ouvido falar em deja vu, pareidolia, ilusões de ótica, miragens, e outras dúzias de outras terminologias que envolvem fenomenologias mentais em que há explicação não misticista bastante substancial, não?
Curiosamente, impressiona mais a complexidade de tais explicações com amparo na metapsíquica ou no exoterismo, que a simples crença de que se você tem uma alma, após a morte do corpo físico ela pode em casos bem determinados interagir com o ambiente físico... simples assim.   

Então a melhor explicação é a mais simples? Se for assim, para tudo basta dizer: foi por que deus quis?
Não basta ser simples. Você o disse: é porque Deus quis?
Essa resposta não satisfaria aos homens inteligentes e cultos que sinceramente buscam compreender a complexidade da vida e da nossa realidade.
Complexidade ao gosto do freguês? Para explicar coisas do interesse  do religioso a complexidade serve, mas para trazer dúvidas à ele, não.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Gorducho em 21 de Outubro de 2018, 18:21:42
É um ponto de vista. Há que se caminhar na direção de propósitos ou ideais consentâneos com a ética, a moral e o progresso. A humanidade não deverá estar sempre atrelada ao passado primitivista, do olhar sempre para o pp umbigo.
:ok:
Mas pra isso não deveria ser necessário invocar hipotéticos seres sobrenaturais.
Citar
Enquanto não existem aquelas mais convincentes, apelamos para a razão, lógica, bom senso. Ou seja, estamos todos no mesmo patamar.
:ok:
E como cada agrupamento social tem sua "lógica" e seu "bom senso" — es decir: uns "acham" que o universo funciona assim, outros "acham" que o universo funciona assado... nada de útil se tira desta constatação, exceto que ninguém sabe nada e muitos "acham"  :'(
Citar
Vamos por parte, as garotas de 14 e 16 anos Celine Japhet Julie Baudin - Caroline Baudin que serviram de médiuns quando se trouxe o arcabouço básico da Doutrina dos Espíritos tinham conhecimento ou maturidade para abordarem os assuntos de maior complexidade?
Pois vc disse que os espíritos eram o dos homens encarnados...  Veja aqui que cuidados e providências os espíritos da Codificação tiveram: neste caso duas ou três garotinhas pre adolescentes ou pouco mais. :susto:
A "Doutrina" tem 3 fontes ("pilares" so to say...):
Não precisa de "espírito" de falecido nenhum pra isso (obviamente que sim os "espíritos" dos vivos que formularam esses pontos/doutrinas, ENQUANTO VIVOS cá na crosta terrícola  :!:).
Citar
Não onde eu frequentava, eram reuniões de estudos. Mas cada um deles tinha suas particulares atividades e frequentavam outras casas espíritas. Esta de que fazíamos parte era como uma referência em matéria de estudos. Pessoal, quase todos de nível superior, nada de reunião mediúnica e nem tarefas sociais... somente estudos.
Então S/Pessoa pessoalmente nunca viu um alegado fenômeno espírita, certo :?:
Citar
Quanto á retrogradação, somente ocorre em nivel social, intelectual, etc... não moral.
:no:
102. Décima classe. ESPÍRITOS IMPUROS. — São inclinados ao mal, de que fazem o objeto de suas preocupações
Se como é o dogma Doutrinário Deus os criou simples e ignorantes, e supostamente sem tendências intrínsecas, e com o passar dos tempos estes ficaram inclinados (adquiriram tendência para o...), então eles retroagiram moralmente em relação a seu estado primevamente "neutro".
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Fernando Silva em 22 de Outubro de 2018, 08:22:41

Citação de: JungF 
Claro que até hoje existem lugares em que fenômenos são realizados, com discrição e quase sempre voltados à cura de pessoas. Nunca fui a estes lugares, não precisava.
Citação de: sergio
Parece que é o caso então de ser questão de fé, não de duvida, não é?
Força da razão adquirida em análise profunda e meditada. Parece, caro Sergio, que as contradições e os horrores do mundo, mais fortalecem a DE, pois, explica as causas disto, seu fim e finalidade.
"Análise profunda e meditada" não basta. Sem evidências objetivas, é apenas uma crença.

"Ah, mas o Fulano rezou o terço e viu o avô falecido!"
Isto não é evidência, é apenas a afirmação sem provas de uma pessoa qualquer.

A melhor e mais racional explicação para as contradições e horrores do mundo não é necessariamente a verdade. É apenas uma tentativa de nos iludir com a esperança de que haja um bom motivo por trás disso tudo. Talvez a verdade seja deprimente. Talvez seja horrível. Mas, nem por isso, menos verdadeira.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: JungF em 22 de Outubro de 2018, 13:21:16
 
Citação de: gorducho
102. Décima classe. ESPÍRITOS IMPUROS. — São inclinados ao mal, de que fazem o objeto de suas preocupações
Se como é o dogma Doutrinário Deus os criou simples e ignorantes, e supostamente sem tendências intrínsecas, e com o passar dos tempos estes ficaram inclinados (adquiriram tendência para o...), então eles retroagiram moralmente em relação a seu estado primevamente "neutro". 
Pelo seu raciocínio aqueles que eram neutros e se tornaram bons, evoluíram?
Há que se compreender de forma profunda todos os mecanismos da evolução da alma, desde os infusórios, coacervados, etc, até o H. Sapiens.
A fixação do instinto sexual, o instinto de conservação desde as formas primitivas e o instinto automatizado da cognição, até mesmo como suplementar ao de conservação.
As inumeráveis encarnações fixando aqui e ali caracteres subjetivos, à nossa ótica, na complexa estrutura do Perispírito, passando dos vícios e paixões ao amor ou ao ódio, tudo isto de forma alternada.
O que seria o Bem ou o Mal?
Simples resposta aos instintos, mas de forma consciente, ou seja, muita água já passou sob a ponte para desenvolver uma consciência sobre o Bem e o Mal.
Enquanto na fase rude e grosseira,  o que hoje chamamos mal, não passava de experiência.
Existe na funcionalidade do cérebro um abismo entre aquele do animal superior, e o do homem. Este tem o chamado pensamento contínuo e o outro, o pensamento fragmentário a persistir por fração de tempo; desenvolve respostas automatizadas por repetição, mas não altera e nem ensina à sua prole.
Na fase do pensamento contínuo, lentamente se desenvolve por força do ambiente as noções de justiça e então leis e normas. Estas visam proteger o mais fraco e menos dotado. Daí se instaura o Bem e o Mal. Livre arbítrio com as respectivas consequências.
Não é porque vc tirou a vida do semelhante que na próxima existência sofrerá as consequências, mas porque a repetição daquela ação lhe traz prazer ou poder e a fazer parte de sua personalidade. Então, sim, enfrentará as consequências.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Gorducho em 22 de Outubro de 2018, 13:34:08
Pelo seu raciocínio aqueles que eram neutros e se tornaram bons, evoluíram?
:ok: dentro da concepção teleológica oitocentista de "evolução" adotada como dogma pelo kardecismo, claro. Pra mim pessoalmente "evolução" é no sentido da termo, i.e., as alterações no estado dos sistemas com a passagem do tempo, sem essa de "progressos"... Mas cá estamos a usar o termo no sentido usado dentro da dogmática kardecista, evidentemente.
I.e.: a "lei" da não-retrogradação "moral".
Essa é a autocontradição interna da "DE".
Citar
Há que se compreender de forma profunda todos os mecanismos da evolução da alma, desde os infusórios, coacervados, etc, até o H. Sapiens.
&c...
Puxa :!: Tá tentando fazer concorrência de redação c/o CX :?:
Não adianta tentar me enrolar porque não embarco nessa de palavrório "difícil" e/ou ficar saturando o texto de adjetivos :rola:
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Sergiomgbr em 22 de Outubro de 2018, 15:05:56

Citação de: gorducho
102. Décima classe. ESPÍRITOS IMPUROS. — São inclinados ao mal, de que fazem o objeto de suas preocupações
Se como é o dogma Doutrinário Deus os criou simples e ignorantes, e supostamente sem tendências intrínsecas, e com o passar dos tempos estes ficaram inclinados (adquiriram tendência para o...), então eles retroagiram moralmente em relação a seu estado primevamente "neutro". 
Pelo seu raciocínio aqueles que eram neutros e se tornaram bons, evoluíram?
Há que se compreender de forma profunda todos os mecanismos da evolução da alma, desde os infusórios, coacervados, etc, até o H. Sapiens.
A fixação do instinto sexual, o instinto de conservação desde as formas primitivas e o instinto automatizado da cognição, até mesmo como suplementar ao de conservação.
As inumeráveis encarnações fixando aqui e ali caracteres subjetivos, à nossa ótica, na complexa estrutura do Perispírito, passando dos vícios e paixões ao amor ou ao ódio, tudo isto de forma alternada.
O que seria o Bem ou o Mal?
Simples resposta aos instintos, mas de forma consciente, ou seja, muita água já passou sob a ponte para desenvolver uma consciência sobre o Bem e o Mal.
Enquanto na fase rude e grosseira,  o que hoje chamamos mal, não passava de experiência.

Se ideia de "evolução"se caracteriza como aquisição de consciência, não se pode denotar que "espíritos que tem vícios e paixões, praticando o mal,  a teriam. É um contra senso.

Se esses espíritos em algum nível evoluídos que um dia estiveram encarnados ,em algum nível praticaram o bem, conheciam o bem, distinguindo-o do mal, o "certo" do "errado", logo, se sucumbiram ao "mal", em vez de evoluir, não involuiram?
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Pasqually em 22 de Outubro de 2018, 18:08:06
/\

Então,

No caso, é que no senso comum, fazer o mal pressupõe uma decisão consciente, uma "queda" digamos assim..

No caso, o mal aqui é apenas fruto da ignorância, do apego do ser às paixões grosseiras...

assim sendo, não haveria verdadeiramente "Mal" senão Ignorância

Há apenas Ignorância e Sabedoria

Ninguém é verdadeiramente "Mau", porque não é possível ter "liberdade para fazer o mal", já que o sujeito mau já age escravizado de dentro para fora pelos próprios vícios grosseiros

Já o bem, por sua vez, consiste sempre numa escolha voluntária:

O ser aprende a resistir aos vícios e paixões, escolhendo o bem

O bem só pode ser feito em liberdade, e só há liberdade no fazer do bem, à la Kant :ok: [/gorducho mode off]~

Não se fala portanto em uma queda, mas que todos os seres, até o mais vil, serão eventualmente salvos, parecido com a tese de Orígenes.

Nesse quesito, penso de forma parecida, apesar de crer na existência do Céu e Inferno. Todos os seres serão eventualmente Reintegrados, tenham eles escolhido o caminho da Dor ou do Amor.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Pasqually em 22 de Outubro de 2018, 18:11:55
Para mim, o Inferno e o Paraíso são o mesmo lugar, isto é, o Seio do Uno, a Consciência Cósmica. Entretanto, para o ser que se agarrou de tal maneira à existência terrena e aos vícios e paixões, ser novamente dissolvido e reintegrado é um verdadeiro castigo. Os que se orientaram em vida para a luz, por outro lado, o experimentam de maneira consoladora. O Logos é uma Chama Una que a tudo anima, com uma dupla atuação que simultaneamente queima e ilumina. Queima quando o microcosmo se agarra à forma material, como no mito de Narciso. Aquece e ilumina quando se atravessa a jornada da imersão na matéria sem apego, voltado para a Luz e para a realidade divina.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Sergiomgbr em 22 de Outubro de 2018, 18:17:06
/\

Então,

No caso, é que no senso comum, fazer o mal pressupõe uma decisão consciente, uma "queda" digamos assim..

No caso, o mal aqui é apenas fruto da ignorância, do apego do ser às paixões grosseiras...

assim sendo, não haveria verdadeiramente "Mal" senão Ignorância

Há apenas Ignorância e Sabedoria

Ninguém é verdadeiramente "Mau", porque não é possível ter "liberdade para fazer o mal", já que o sujeito mau já age escravizado de dentro para fora pelos próprios vícios grosseiros

Já o bem, por sua vez, consiste sempre numa escolha voluntária:

O ser aprende a resistir aos vícios e paixões, escolhendo o bem

O bem só pode ser feito em liberdade, e só há liberdade no fazer do bem, à la Kant :ok: [/gorducho mode off]~

Não se fala portanto em uma queda, mas que todos os seres, até o mais vil, serão eventualmente salvos, parecido com a tese de Orígenes.

Nesse quesito, penso de forma parecida, apesar de crer na existência do Céu e Inferno. Todos os seres serão eventualmente Reintegrados, tenham eles escolhido o caminho da Dor ou do Amor.
Mas se eles "escolhem", não se está a sugerir que eles tem "liberdade"?
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Pasqually em 22 de Outubro de 2018, 18:18:14
Escolher é escolher o bem. O exercício da liberdade só ocorre quando se escolhe o bem, não há outra alternativa - o resto é apenas ceder a instintos, vícios ou paixões. A liberdade e a virtude crescem conjuntamente, como as duas asas do espírito.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Pasqually em 22 de Outubro de 2018, 18:19:20
Quando não se escolhe o bem, simplesmente não houve escolha. A Vontade do Ser foi subjugada por alguma paixão inferior, e portanto o homem age escravo das forças tenebrosas.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Pasqually em 22 de Outubro de 2018, 18:20:11
Liberdade, Bondade, Beleza, Justiça e Virtude são uma única e mesma coisa - o exercício da Vontade e a orientação da alma para a Luz do Logos.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Sergiomgbr em 22 de Outubro de 2018, 18:20:59
Escolher é escolher o bem. O exercício da liberdade só ocorre quando se escolhe o bem, não há outra alternativa - o resto é apenas ceder a instintos, vícios ou paixões. A liberdade e a virtude crescem conjuntamente, como as duas asas do espírito.
Então isso aqui não procede,

Citar
Ninguém é verdadeiramente "Mau", porque não é possível ter "liberdade para fazer o mal", já que o sujeito mau já age escravizado de dentro para fora pelos próprios vícios grosseiros
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Sergiomgbr em 22 de Outubro de 2018, 18:24:39
Quando não se escolhe o bem, simplesmente não houve escolha. A Vontade do Ser foi subjugada por alguma paixão inferior, e portanto o homem age escravo das forças tenebrosas.
Mas a ideia de ceder a algo implica mudar de uma condição para outra. No caso, se alguém "cede" ao mal, está deixando de ser bom.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Sergiomgbr em 22 de Outubro de 2018, 18:27:31
Liberdade, Bondade, Beleza, Justiça e Virtude são uma única e mesma coisa - o exercício da Vontade e a orientação da alma para a Luz do Logos.
Discordo que sejam a mesma coisa. Tudo ai é relativo e conflitante entre si. E o exercício da vontade implica que há livre arbítrio.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Pasqually em 22 de Outubro de 2018, 18:41:07
Liberdade, Bondade, Beleza, Justiça e Virtude são uma única e mesma coisa - o exercício da Vontade e a orientação da alma para a Luz do Logos.
Discordo que sejam a mesma coisa. Tudo ai é relativo e conflitante entre si. E o exercício da vontade implica que há livre arbítrio.
Mas a contradição é que só pode haver livre-arbítrio quando se escolhe o bem.

Para tirar do abstrato -
vamos supor, por exemplo, que alguém me insulta, e eu me sinto ofendido, e meu orgulho me cobra uma reação

Ou minha Vontade se esforça para vencer minha paixão (assim me conferindo verdadeira liberdade, autonomia, soberania sobre mim mesmo e minhas atitudes) ou me deixo tomar e respondo, assim me abrindo ao Mal.

Assim como um indivíduo feito escravo externamente não tem autonomia e não age com responsabilidade sobre suas ações, o Homem Mau é escravo interiormente de seus próprios vícios.

Sidarta Gautama, o Buda, ensinou muito a respeito disso no Dhammapada..
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Sergiomgbr em 22 de Outubro de 2018, 18:45:10
Liberdade, Bondade, Beleza, Justiça e Virtude são uma única e mesma coisa - o exercício da Vontade e a orientação da alma para a Luz do Logos.
Discordo que sejam a mesma coisa. Tudo ai é relativo e conflitante entre si. E o exercício da vontade implica que há livre arbítrio.
Mas a contradição é que só pode haver livre-arbítrio quando se escolhe o bem.

Para tirar do abstrato -
vamos supor, por exemplo, que alguém me insulta, e eu me sinto ofendido, e meu orgulho me cobra uma reação

Ou minha Vontade se esforça para vencer minha paixão (assim me conferindo verdadeira liberdade, autonomia, soberania sobre mim mesmo e minhas atitudes) ou me deixo tomar e respondo, assim me abrindo ao Mal.

Assim como um indivíduo feito escravo externamente não tem autonomia e não age com responsabilidade sobre suas ações, o Homem Mau é escravo interiormente de seus próprios vícios.

Sidarta Gautama, o Buda, ensinou muito a respeito disso no Dhammapada..
É tudo uma ilusão de que você possui realmente essa liberdade. Externamente só ocorreu um punhado de contingências que desaguaram num único e estrito resultado possível.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Gorducho em 22 de Outubro de 2018, 18:51:25
assim sendo, não haveria verdadeiramente "Mal" senão Ignorância
Não vejo como enquadrar um Hitler ou aqueles outros nazis inclusive os que faziam experimentos em "ignorância".
Citar
O ser aprende a resistir aos vícios e paixões, escolhendo o bem
Mas no dogmatismo kardecista Deus criaria todas almas SEM vícios e paixões vis. E implicitamente, sem tendências, claro.
Bem como outro lema implícito: Deus não jogaria dados com as almas.
Portanto nenhum desses dogmas isolado, mas todos acoplados, é que levam à contradição interna da "DE".
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Pasqually em 22 de Outubro de 2018, 18:52:48
Você tá falando das sinapses, e hormônios, e decisão inconsciente e tudo??

Não caia na lorota ateísta-materialista,
tudo isso é simultâneo, coadjuvante e não determinador da consciência..

querem nos fazer acreditar que somos máquinas deterministas, frutos de processos biológicos e históricos, sem responsabilidade por nossa consciência, valores e virtudes. É ideologia de nosso sistema degenerado.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Pasqually em 22 de Outubro de 2018, 18:56:41
assim sendo, não haveria verdadeiramente "Mal" senão Ignorância
Não vejo como enquadrar um Hitler ou aqueles outros nazis inclusive os que faziam experimentos em "ignorância".
Aí é que entra o estado do homem de Cocriador. A mente do homem é cocriadora e, seduzida pelo orgulho, pode plasmar verdadeiros infernos, que por afinidade recairão sobre os indivíduos e a eles se unirão em afinidade e intenção para as realizações tenebrosas.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Pasqually em 22 de Outubro de 2018, 19:00:06
Como no astral as coisas se plasmam imediatamente,

e o homem ainda não possui suficiente soberania mental e moral para uma existência puramente mental,

a vida na matéria cumpre o papel de limitar-nos em nossas faculdades, impedindo que nossas intenções ainda muito imperfeitas se realizem imediatamente, nos dando oportunidade para aprender e aperfeiçoar-nos através de múltiplas experiências

tornar-se um cocriador segundo a lei da harmonia universal, do Bem e do Amor, tal é o destino do homem
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Gorducho em 22 de Outubro de 2018, 19:02:57
É tudo uma ilusão de que você possui realmente essa liberdade. Externamente só ocorreu um punhado de contingências que desaguaram num único e estrito resultado possível.
Há uns 2 ~ 3 anos atrás eu achava isso absurdo — era fervorosamente livre-arbitrista.
Hoje já estou balançando, começando a pensar que quiçá sejamos determinados mesmo, e LA uma ilusão nossa
:?:

De qq. maneira, no caso da minha discussão c/Sr. JungF, LA é outro dogma explicito da DE. Portanto toda análise que se faça acerca do destino das almas dentro do paradigma kardecista tem que ser feito supondo elas dotadas do LA.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Sergiomgbr em 22 de Outubro de 2018, 19:03:11
Você tá falando das sinapses, e hormônios, e decisão inconsciente e tudo??

Não caia na lorota ateu-materialista,
tudo isso é simultâneo, coadjuvante e não determinador da consciência..

querem nos fazer acreditar que somos máquinas deterministas, frutos de processos biológicos e históricos, sem responsabilidade por nossa consciência, valores e virtudes. É ideologia de nosso sistema degenerado.
Afirmações eivadas de simbolismos tendem a não ser esclarecimento para nada. Deuses só se tornam consistentes quando genéricos, o que os torna contraditórios por definição.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Pasqually em 22 de Outubro de 2018, 19:06:49
Afirmações eivadas de simbolismos tendem a não ser esclarecimento para nada. Deuses só se tornam consistentes quando genéricos, o que os torna contraditórios por definição.
Você tem alma? Você tem consciência? Você tem moral, razão, virtude? Consegue perceber todas essas qualidades inerentes em si? Pois bem. Como lemos na câmara de reflexões, na iniciação ao 1º grau de Aprendiz, "visita interiorem terrae retificandoque invenies occultum lapidem",VITRIOL - "visita o centro da terra e, andando em linha reta, encontrarás a pedra oculta". A academia oficial e a ideologia de nossos tempos podem dizer o que for, mas a Filosofia e a Iniciação apontam diretamente para a alma, para as verdades que não pode negar senão experimentar a partir de si mesmo.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Sergiomgbr em 22 de Outubro de 2018, 19:15:36
Afirmações eivadas de simbolismos tendem a não ser esclarecimento para nada. Deuses só se tornam consistentes quando genéricos, o que os torna contraditórios por definição.
Você tem alma? Você tem consciência? Você tem moral, razão, virtude? Consegue perceber todas essas qualidades inerentes em si? Pois bem. Como lemos na câmara de reflexões, na iniciação ao 1º grau de Aprendiz, "visita interiorem terrae retificandoque invenies occultum lapidem",VITRIOL - "visita o centro da terra e, andando em linha reta, encontrarás a pedra oculta". A academia oficial e a ideologia de nossos tempos podem dizer o que for, mas a Filosofia e a Iniciação apontam diretamente para a alma, para as verdades que não pode negar senão experimentar a partir de si mesmo.
Olha só, meu caro Pasqually, eu não consigo nem sequer perceber certas ilusões de ótica, quanto mais me aventurar em certas convicções em questões que nem sequer são verificáveis objetivamente.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Pasqually em 22 de Outubro de 2018, 19:19:16
Afirmações eivadas de simbolismos tendem a não ser esclarecimento para nada. Deuses só se tornam consistentes quando genéricos, o que os torna contraditórios por definição.
Você tem alma? Você tem consciência? Você tem moral, razão, virtude? Consegue perceber todas essas qualidades inerentes em si? Pois bem. Como lemos na câmara de reflexões, na iniciação ao 1º grau de Aprendiz, "visita interiorem terrae retificandoque invenies occultum lapidem",VITRIOL - "visita o centro da terra e, andando em linha reta, encontrarás a pedra oculta". A academia oficial e a ideologia de nossos tempos podem dizer o que for, mas a Filosofia e a Iniciação apontam diretamente para a alma, para as verdades que não pode negar senão experimentar a partir de si mesmo.
Caro Pasqually, eu não consigo nem sequer perceber certas ilusões de ótica, quanto mais me aventurar em certas convicções em questões que nem sequer são verificáveis objetivamente.
Compreendo. Não tenho o que criticar quanto a isso. Agora, essa ideologia determinista, pra mim, é fruto de nosso tempo. Querem nos impôr que somos construtos, que somos programados para isso e aquilo, condicionados a agir assim e assado. Com isso, podam nossa capacidade de tomar nosso destino com nossas próprias mãos e, principalmente, criticar e reformular profundamente nosso modelo de sociedade, fundamentalmente injusto. Isso é assunto para outro tópico, claro, não vou entrar nisso aqui, mas deve-se desconfiar toda vez que a "ciência oficial" ousa meter bedelhos na grande questão existencial, se aproximando com seus tentáculos corporativistas para um dos ainda poucos oasis de nossa dignidade existencial - a subjetividade humana. Até isso querem nos tirar.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Geotecton em 22 de Outubro de 2018, 19:22:50
Afirmações eivadas de simbolismos tendem a não ser esclarecimento para nada. Deuses só se tornam consistentes quando genéricos, o que os torna contraditórios por definição.
Você tem alma? Você tem consciência? Você tem moral, razão, virtude? Consegue perceber todas essas qualidades inerentes em si? Pois bem. Como lemos na câmara de reflexões, na iniciação ao 1º grau de Aprendiz, "visita interiorem terrae retificandoque invenies occultum lapidem",VITRIOL - "visita o centro da terra e, andando em linha reta, encontrarás a pedra oculta". A academia oficial e a ideologia de nossos tempos podem dizer o que for, mas a Filosofia e a Iniciação apontam diretamente para a alma, para as verdades que não pode negar senão experimentar a partir de si mesmo.
Caro Pasqually, eu não consigo nem sequer perceber certas ilusões de ótica, quanto mais me aventurar em certas convicções em questões que nem sequer são verificáveis objetivamente.
Compreendo. Não tenho o que criticar quanto a isso. Agora, essa ideologia determinista, pra mim, é fruto de nosso tempo. Querem nos impôr que somos construtos, que somos programados para isso e aquilo, condicionados a agir assim e assado. Com isso, podam nossa capacidade de tomar nosso destino com nossas próprias mãos e, principalmente, criticar e reformular profundamente nosso modelo de sociedade, fundamentalmente injusto. Isso é assunto para outro tópico, claro, não vou entrar nisso aqui, mas deve-se desconfiar toda vez que a "ciência oficial" ousa meter bedelhos na grande questão existencial, se aproximando com seus tentáculos corporativistas para um dos ainda poucos oasis de nossa dignidade existencial - a subjetividade humana. Até isso querem nos tirar.

Então se prepare, porquê a sua indignação só crescerá com o transcorrer do tempo.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Pasqually em 22 de Outubro de 2018, 19:30:48
(editado porque comecei a falar de política e não quero desvirtuar)
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Geotecton em 22 de Outubro de 2018, 19:37:32
Caro Geo, o socialismo não é radicalismo, é questão de humanidade, mas eu é que não sou maluco de tocar nesse assunto nesse fórum, especialmente nesse momento, agora que parece que a galera regrediu a ponto de estar disposta a colocar o demônio, se necessário, movidos pela histeria antipetista, e fazendo vista grossa para quem homenageia torturador e anda com o que há de pior (bancada da bíblia e da bala). O "ceticismo" por aqui anda seletivo - só vale para certas áreas. OBS: não é descortesia! apenas minha opinião crítica, respeito a todos pessoalmente. Só não sei para onde foi o senso crítico. Me conterei para passar longe desse assunto.

A sua opinião crítica é muito bem vinda.

A minha é de que o socialismo não passa de wishful thinking.

Sobre a questão 'aquele que homenageia torturador', devo lembrá-lo que o oponente dele é um fantoche de um ladrão e ambos (e mais o partido) apoiam (apoiaram!) incondicionalmente todos os regimes autoritários, ditatoriais e sanguinários produzidos pelo socialismo desde 1917.
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Pasqually em 22 de Outubro de 2018, 21:31:14
Afirmações eivadas de simbolismos tendem a não ser esclarecimento para nada. Deuses só se tornam consistentes quando genéricos, o que os torna contraditórios por definição.
Você tem alma? Você tem consciência? Você tem moral, razão, virtude? Consegue perceber todas essas qualidades inerentes em si? Pois bem. Como lemos na câmara de reflexões, na iniciação ao 1º grau de Aprendiz, "visita interiorem terrae retificandoque invenies occultum lapidem",VITRIOL - "visita o centro da terra e, andando em linha reta, encontrarás a pedra oculta". A academia oficial e a ideologia de nossos tempos podem dizer o que for, mas a Filosofia e a Iniciação apontam diretamente para a alma, para as verdades que não pode negar senão experimentar a partir de si mesmo.
Olha só, meu caro Pasqually, eu não consigo nem sequer perceber certas ilusões de ótica, quanto mais me aventurar em certas convicções em questões que nem sequer são verificáveis objetivamente.
Sergio,
se não estou me confundindo,
você não era o forista que estudava hermetismo??
Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Sergiomgbr em 22 de Outubro de 2018, 21:40:11
Afirmações eivadas de simbolismos tendem a não ser esclarecimento para nada. Deuses só se tornam consistentes quando genéricos, o que os torna contraditórios por definição.
Você tem alma? Você tem consciência? Você tem moral, razão, virtude? Consegue perceber todas essas qualidades inerentes em si? Pois bem. Como lemos na câmara de reflexões, na iniciação ao 1º grau de Aprendiz, "visita interiorem terrae retificandoque invenies occultum lapidem",VITRIOL - "visita o centro da terra e, andando em linha reta, encontrarás a pedra oculta". A academia oficial e a ideologia de nossos tempos podem dizer o que for, mas a Filosofia e a Iniciação apontam diretamente para a alma, para as verdades que não pode negar senão experimentar a partir de si mesmo.
Olha só, meu caro Pasqually, eu não consigo nem sequer perceber certas ilusões de ótica, quanto mais me aventurar em certas convicções em questões que nem sequer são verificáveis objetivamente.
Sergio,
se não estou me confundindo,
você não era o forista que estudava hermetismo??
Boa pergunta, pois poderá compreender a profundidade da minha resposta,

Sou o fundo do lago, sou a superfície do lago, não sei o que sou.

Título: Re:Bíblia manda matar (ou aceita que se mate)
Enviado por: Pasqually em 22 de Outubro de 2018, 21:43:29
Sou o fundo do lago, sou a superfície do lago, não sei o que sou.
Dou o tópico por encerrado.

Sem necessidade de mais.  :lol: